One Piece RPG
The One Above All - Ato 2 - Página 8 XwqZD3u
One Piece RPG
The One Above All - Ato 2 - Página 8 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor Kyo Hoje à(s) 11:41

» Steps For a New Chapter
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor Achiles Hoje à(s) 10:52

» Uncontrolled: Drinks and Violence
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor Mad Hoje à(s) 09:32

» Pandemonium - 9 Brave New World
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor GM.Milabbh Hoje à(s) 01:46

» Garanhão Mustache
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:35

» Dragunov
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:29

» [MINI-EDG] O Caçador
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor edg Hoje à(s) 00:18

» Viagem
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor 2Miaus Ontem à(s) 23:43

» Tallahassee McQuarrie
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor Kenway Ontem à(s) 22:58

» 11º Capítulo - Cataclismo em Skypeia!
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor Yami Ontem à(s) 22:15

» Ilusões em Ilusia
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 21:47

» Uma promessa ao céu
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 21:11

» Caçadoras Eternas: Pesar Crescente!
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor Wild Ragnar Ontem à(s) 21:06

» Vilkas Van Devries
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor Ibn'La-Ahad Ontem à(s) 20:39

» Right Punch, Left Punch!
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor Graeme Ontem à(s) 19:15

» Diego Kaminari
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor Diego Kaminari Ontem à(s) 17:38

» O que me aguarda em Ponta de Lança? Espero que belas Mulheres, hihihi
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor Pippos Ontem à(s) 15:19

» Shaanti Mochan
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor Furry Ontem à(s) 13:22

» O catálogo continua, Baterilla a cidade da beleza
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 12:53

» Ato IV: An Unexpected Journey
The One Above All - Ato 2 - Página 8 Emptypor Yamazaki Raizo Ontem à(s) 12:09



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 The One Above All - Ato 2

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 77
Warn : The One Above All - Ato 2 - Página 8 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

The One Above All - Ato 2 - Página 8 Empty
MensagemAssunto: The One Above All - Ato 2   The One Above All - Ato 2 - Página 8 EmptyTer 15 Set 2020, 23:22

Relembrando a primeira mensagem :

The One Above All - Ato 2

Aqui ocorrerá a aventura do(a) marinheiro Drake Fateburn. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
CrowKuro
Vice-Almirante
Vice-Almirante


Data de inscrição : 24/01/2018

The One Above All - Ato 2 - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: The One Above All - Ato 2   The One Above All - Ato 2 - Página 8 EmptySab 16 Jan 2021, 15:28

The One Above All - Ato 2
A noite era a melhor possível, finalmente descansava o que eu precisava e de fato parecia estar bem melhor agora que a manhã tinha nascido e o sol se colocado no céu, Hana ainda permanecia  deitada ao meu lado, abraçada comigo, e ter ela me acordando daquele jeito, era de fato a melhor sensação do mundo.

Eu me mantinha ainda um pouco com ela, enquanto a beijava de volta, e quando a mesma me perguntava se eu já tinha planos pra hoje, eu a respondia.-Bom… Você provavelmente vai querer me bater, mas sim… Eu ainda tenho uma promessa a cumprir! Olharia diretamente nos olhos dela e perceberia a dificuldade que ela estava tendo com Acier.-Meu deus… Como uma coisinha tão pequena pode ter um cheiro tão podre assim? Meus olhos estão lacrimejando E percebendo que a pequena criaturinha não parava de se debater, eu buscava aguentar o cheiro e então começava a brincar com Acier, usando brinquedinhos de mochi para ela tentar pegar.

Buscaria chamar a atenção dela para o brinquedo e então a deixaria pegar, e assim transformaria minha mão para a forma humana novamente para que ela não comece o mochi, e então me aproximaria dando um pequeno beijo em sua testa, enquanto esperava que Hana terminasse de trocá-la sem mais problemas e enquanto isso buscava passar mais tempo ali com eles, e entender melhor como aquelas pequenas coisas funcionavam, sim, as pequenas coisas são as crianças.

Enquanto isso, caso Nozel também estivesse acordado, brincaria com ele igualmente, fazendo cócegas na sua barriguinha enquanto fazia barulho de pum com a boca para o entreter, e assim, deixaria Hana mais tranquila para lidar com a limpaza, e também, aproveitaria o tempo que estava ali e explicaria o que eu tinha para fazer naquele dia.

Continuaria brincando com as crianças e então começaria a falar, e em alguns momentos, olharia diretamente para ela buscando perceber algumas mudanças em seu semblante de acordo com a notícia.-Eu ainda não cumpri a promessa que fiz, de libertar os homens que estão na prisão… Muitos ali tentaram nos ajudar e me viam como seu líder lá dentro, de certa forma, então vou explicá-la o que aconteceu e você vai entender um pouco do que aconteceu com aquele homem chamado James. Continuaria a observando atentamente para cada mudança de feição que ela tivesse.-Nosso plano inicial era o de colocar os guardas pra dormir e assim escapar da prisão sem mais problemas, lá, existe um homem com poderes de akuma no mi, a akuma da chave pelo que eu entendi, ele poderia criar chaves de todas as celas e algemas para que todos pudessem sair de lá, porém, James que se dizia um de nós, simplesmente vendeu a nossa liberdade para que ele próprio tivesse a sua.

Em alguns momentos mudaria meu olhar de direção, olhando para as crianças e brincando com elas, mas logo voltando a olhar fixamente para Hana.-E por conta disso, Eu, Tora, Lúcifer e Gabriel fomos mandados para o chamado inferno, um lugar tão vil, cruel, e horripilante quando você poderia imaginar… Aquilo de fato era o inferno! Eu dava uma pequena pausa, e respirava suavemente para continuar, aquilo de certa forma mechia com meus sentimentos, e aflorava algo que eu não queria que aflorasse, não até que fosse necessário.

Após a breve pausa, voltaria a explicar os motivos.-Todos lá dentro contavam comigo, e vê-los tendo suas esperanças despedaçadas foi uma das piores coisas possíveis…Nunca imaginei no peso que teria que carregar como um líder, e agora eu entendo o que de fato é ser um. Meu semblante ficava um pouco mais sério, como se alguma coisa estivesse me incomodasse, e logo, após uma breve pausa eu continuaria.-Então, não só eu, mas também Lúcifer Gabriel e Tora, eram vistos como os meus aliados mais próximos, uma espécie de comandantes… E ver os quatro sendo mandados para aquele lugar, um lugar que ninguém jamais havia saído, certamente quebrou muitos deles, mas eu prometi que voltaria, e prometi que soltaria eles… E a força necessária para fazer isso veio de você… Não teve um momento sequer que eu não pensasse em você lá dentro, e cada segundo que eu começava a me perder, era você quem me trazia de volta.

Eu a olhava de forma mais carinhosa e então continuaria.-Eu sei que você vai querer brigar, e que provavelmente vai me odiar… Mas eu preciso fazer isso! Magnus está morto, James está morto, não resta mais muita coisa que eles possam fazer, a não ser aceitar que perderam, e que se tentarem qualquer coisa, sofrerão as sanções de seus atos. Terminava minha explicação e então esperaria uma resposta de Hana enquanto eu brincava com meus filhos, eu me mantinha completamente calmo, minha voz era tão suave como se eu estivesse apenas contando uma história qualquer, eu definitivamente não me preocupava com o que estava indo fazer, já que eles provavelmente não teriam condições de retalhar.

Meu intuito não era matar ninguém, nem ferir ninguém, era apenas libertar aqueles que eu disse que faria, definitivamente, não pensava em atacar ou ferir ninguém, a menos que fosse necessário, e quando eu então obtivesse a resposta de Hana, eu só a olharia da forma mais alegre possível, independente de sua resposta, um leve sorriso que deixaria claro a felicidade estampada no meu rosto, por ter os três ali comigo e que assim ficaríamos para o resto de nossas vidas.

Histórico:
 

Mochi Mochi no Mi:
 

Ferimentos:
 

Objetivo:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Civil
Civil
Skÿller

Créditos : 28
Warn : The One Above All - Ato 2 - Página 8 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Novidades em Breve

The One Above All - Ato 2 - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: The One Above All - Ato 2   The One Above All - Ato 2 - Página 8 EmptySab 16 Jan 2021, 21:08





Hana e Drake faziam uma boa equipe. Enquanto o pai distraía a criatura geradora de gás tóxico e pedaços de coco, a mãe limpava a bunda e colocava uma fralda nova. O silêncio então se instaurou por alguns segundos, até virar risos de Nozel com as brincadeiras de Drake. Hana brincava com Acier da sua maneira enquanto escutava Drake falar, era óbvio que ela estava meio relutante em deixar Fateburn ir até à prisão, mas a história e os seus motivos faziam um sorriso abrir no rosto da garota.

Ela parava de brincar com a filha e se aproximava de Drake, abraçando-o com força enquanto ele continuava falando sobre o inferno que havia sido a sua prisão. Ela não chorava, não ria, não fazia nada, apenas se mantinha abraçada a Drake como se não quisesse que ele fosse - Você é um homem bom. - disse quando Drake terminou de falar. - Agora que você é vice-almirante mais pessoas terão os olhos em você. Mais pessoas vão seguir você. Você será um grande líder, mas… - ela largava ele por instantes, olhando nos seus olhos, sorrindo de forma quente e feliz - Prometa que vai voltar para mim. Para nós.

Hana arota tirava as suas luvas e tocava no rosto de Drake, sentindo o calor da sua pele. - Eu não vou impedir você de cumprir as suas promessas. Na realidade, se precisar, estarei aqui para ajudar você. - Acier voltava a chorar, dessa vez querendo atenção da mãe. A garota pegava na filha e balançava ela nos seus braços, ela entregava a filha para Drake para que ela pudesse voltar a colocar as luvas - Só não se esqueça que antes de tudo, você é meu marido. - ela ria e voltava a pegar em Acier, dessa vez colocando ela ao lado do irmão. - De qualquer modo não podemos ficar parados, temos muito trabalho pela frente ainda.




____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Alipheese
Vice-Almirante
Vice-Almirante
GM.Alipheese

Créditos : 105
Warn : The One Above All - Ato 2 - Página 8 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 26
Localização : Olympo- 4ª Rota

The One Above All - Ato 2 - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: The One Above All - Ato 2   The One Above All - Ato 2 - Página 8 EmptyDom 17 Jan 2021, 01:10




O fim de uma guerra.

Era impossível que mesmo que eu fosse capaz de me erguer para cuidar dos feridos em campo de batalha,  que eu me sentisse cem por cento, a batalha havia acabado mas, havia tanto a se fazer, que a sensação sufocante de trabalho, por um momento atrapalhou que eu simplesmente abraçasse o prazer da vitória, algo que logo me toquei que não fazia sentido afinal, foi por isso que batalhamos tanto, não? Com um sorriso continuei ajudando a todos do campo de batalha, mesmo aqueles com quem lutei contra, não eram meus inimigos de verdade mas vitimas do reinado cruel do homem ao qual já havia caído.

Como aquela que colocaria o fim a guerra, teria pego um dos estandartes e cravaria a frente do castelo de Magnos, o [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.], o símbolo de que havia acabado a batalha, onde ainda que estivesse extremamente cansada, teria usado de minha oratória para que minha voz chegasse mesmo no soldado mais distante sem que eu precisasse forçar tanto a voz. - Todos nesse campo de batalha são vitoriosos, onde um Deus que permitia que seu povo sofresse, outro ira se erguer em seu lugar, mais importante do que isso,  vocês podem dizer com orgulho que são capazes de defender suas casas, suas famílias dos perigos do mundo.- Comentei como discurso que firmaria o pacto antes selado, dando espaço para que Apolis pudesse erguer-se  ao trono.

Por mais que fosse o símbolo da esperança daquela população eu estava fátigada e por isso, quando tudo se organizasse, eu apenas busquei os braços de minha amada para que pudéssemos seguir até um merecido descanso, havia muito trabalho pelos dias seguintes e eu sinceramente já estava no limite.

Eu certamente, pelo próximo ano que viria compareceria ao provável banquete de posse, a toda e qualquer honraria que fosse atribuída a frota e mais importante, quando estivesse recuperada, teria ajudado Apolis em seus projetos para que a aliança fosse formalizada, como a sua ideia de elevadores e até mesmo gostaria de fazer parte do acordo ao qual mesmo que tivéssemos passado bem os termos anteriormente, sabia que minha presença teria feito toda a diferença. Teria gasto para arrumar o meu barquinho, caso ainda não estivesse arrumado e pretendia ajudar a população a se organizar, trabalhar ao lado de quem havia antes lutado para proteger o antigo império poderia ser um desafio de inicio mas, não teria sido a primeira vez que eu havia unido as coisas e eu estava animada para isso.

No fim, havia tanto a se fazer que eu sabia que cada dia do ano, cada obra reconstruída, cada segundo seria mágico e por isso, teria o feito com o coração cheio de pensamentos bons de modo que pudesse contagiar, não mais havia guerra, era uma nova era de paz.



[/spoiler]
Histórico:
 











____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ação
Pensamento
Fala
Voltar ao Topo Ir em baixo
CrowKuro
Vice-Almirante
Vice-Almirante
CrowKuro

Créditos : 32
Warn : The One Above All - Ato 2 - Página 8 10010
Masculino Data de inscrição : 24/01/2018
Idade : 26

The One Above All - Ato 2 - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: The One Above All - Ato 2   The One Above All - Ato 2 - Página 8 EmptySeg 18 Jan 2021, 21:10

The One Above All - Ato 2
Hana parecia entender tranquilamente o que eu queria fazer e aquilo me mostrava a confiança que ela tinha em mim, eu a olhava fixamente nos olhos e então a dizia de forma séria.-Te farei uma promessa então… Eu sempre voltarei pra vocês, não importa como, em que situação, sempre estarei de volta! Ficaria por um tempo a olhando e então me aproximaria com um beijo na boca, e logo após isso, me levantava colocando minha capa nas costas.-O que acha de mandar colocar Deicida na minha capa? Talvez fique interessante! Com isso a dizia logo que ela me respondesse.-Bom, tenho que ir… Hoje eu vou dar uma de herói… Espero que tudo saia como o planejado. E assim me afastaria aos poucos enquanto acenava de costas para Hana, Acier e Nozel, mesmo que as crianças não entendessem nada.

Passaria caminhando pelas barracas, enquanto minha capa balançava com meus movimentos e com o vento, caso estivesse ventando por ali, meus cabelos dessa vez soltos e meu olhar fixo no horizonte de forma séria e determinada, passaria pelas barracas de Gabriel, Tora e Lúcifer e eles saberiam que aquele era o momento, e deixaria que se unissem a mim enquanto eu caminhava seguindo em direção a prisão.

Enquanto estivesse saindo, diria em tom alto para que os soldados e quem mais estivesse ali, sendo da marinha ouvisse.-Senhores, estou indo a prisão onde fui mantido prisioneiro por um ano inteiro… Tenho coisas a acertar por lá, peço que mantenham a atenção redobrada nas proximidades e nas barracas. Meu semblante ficava ainda mais sério e minha voz ainda mais firme.-Aqueles que podem se defender e lutar, protejam aqueles que não podem ainda, cuidem uns dos outros e tenho certeza de que tudo aqui ficará tranquilo, além do mais, minha prima está por aqui e certamente pode resolver algum problema que ocorrer, caso precisem, também podem procurar por Hana, ela saberá como ajudar e tem o meu den den mushi, se precisarem eu voltarei assim que me ligarem. E ao terminar, eu apenas me virava e seguia em direção a prisão, com Lúcifer, Tora e Gabriel junto a mim.

Meu caminhar era firme, e cada movimento era convicto, como se estivesse de fato desfilando pelo local enquanto seguia meu caminho. Após andar por algum tempo e caso enfim tivesse chegado a prisão, bateria nos portões da mesma, de forma tranquila, mas que mostrasse que eu estava ali e assim esperaria que o mesmo se abrisse, e caso não o abrissem por algum motivo, eu o golpearia com toda a minha força, socando o mesmo enquanto envolvia meu punho em haki, buscando afundar o portão e jogá-lo para dentro da prisão, mostrando de fato uma entrada exuberante pela porta da frente.

Esperaria para ver se algum guarda se apresentaria ou não, e então, aparecendo algum ou ninguém, eu começaria a falar em voz alta enquanto adentraria a prisão, com cautela e atenção.-Eu estava esperando uma grande recepção… Mas pelo visto, ninguém nem se preocupou com uma festa para nós! Eu não queria que fossemos pegos desprevenidos por algum motivo, então, estaria sempre focado com meu haki da observação, buscando qualquer que fosse a intenção direcionada a nós, e caso fosse necessário, me defenderia, assim como defenderia os três que estavam comigo, buscando golpear ataques vindos contra nós usando meus tentáculos de mochi revestidos de haki, batendo em flechas ou munições disparadas, para que elas não nos atingissem.

Com isso estaria preparado para agir caso fosse necessário, porém minha intenção não era matar ou ferir ninguém ali, nem mesmo lutar, eu apenas estava indo mostrar que tudo havia acabado, e que não havia mais motivo para que aqueles caras fossem mantidos ali, afinal, seu tão poderoso líder havia sido morto por mim, o que fazia de mim o carrasco perfeito para eles caso tentassem algo? Talvez sim, mas me manteria bem calmo e analisaria a situação.

Caso alguém aparecesse, eu diria a que vinha.-Estou aqui para livrar aqueles prisioneiros desse lugar… Não vim para matá-los, enfrentá-los ou qualquer coisa desse tipo, então espero que colaborem e deixem que tudo siga tranquilamente, o que me dizem? Caso a resposta fosse negativa por parte dos guardas, eu não teria outra escolha a não ser lutar, mas caso fosse positiva, eu apenas continuaria seguindo e pediria para que algum deles, de preferência seu líder, me levasse até onde estavam todos os prisioneiros, e também a chave de uma cela em especial, a cela do homem com a akuma da chave.

Esperaria para que me guiassem a todos os prisioneiros, e então pediria para que o soltasse.-Solte ele! Olharia de forma séria para o guarda e então voltaria meu olhar para o homem.-Sua escravidão acabou… Mas vou precisar da sua ajuda para libertar todos aqui dentro… Posso contar com você? Me mantinha olhando diretamente em seus olhos esperando sua resposta.

Certamente o alvoroço seria instaurado dentro da prisão, já que os prisioneiros estariam vendo aquele que foi jogado ao inferno por tentar salvá-los, bem ali, de pé e bem, e ainda por cima com a vitória sobre Magnus, o homem que os aprisionou e que era chamado de Deus por todos naquele lugar, e caso estivessem muito barulho com a gritaria dos prisioneiros, eu diria em voz alta.-Eu disse que voltaria seus imbecis! Mas agora parem de falar, tá parecendo uma feira isso aqui... Um leve sorriso de canto de rosto surgia em minha face e então eu dizia novamente aos encarcerados.-Magnus está morto, caso não saibam, e James… O James teve o mesmo destino que ele… Talvez um dia os pedaços dos dois se juntem em algum lugar do inferno! Hahaha... E terminaria com uma risada sarcástica e cruel.

Com isso, após a libertação do homem, começaria primeiramente pedindo que trouxessem água e comida para ele, para que pudesse se hidratar e alimentar, já que estava ali para morrer sem água e comida.-Tragam algo para que ele possa comer e beber, agora! Esperaria que trouxessem e então o daria e o perguntaria.-Pode me ajudar a libertar todos? Esperaria sua resposta e então me viraria a Lúcifer, Gabriel e Tora.-Quero que me digam, quem aqui está preso por ter matado alguém, ou porque cometeu crimes hediondos… Vocês ficaram aqui mais tempo do que eu e provavelmente devem saber disso, certo? Os observava e esperava por uma resposta vinda de qualquer um dos três ou dos três, e assim, quando o homem terminasse de comer, caso ele fosse me ajudar, eu iria de cela em cela com ele, claro, após ter tirado suas algemas de kairoseki, e dessa forma, iniciaria um breve interrogatório para quem estivesse sendo solto, e assim que o mesmo tivesse sem algemas eu o faria me jurar que nunca mais cometeria tais crimes.

Olharia nos olhos de cada um, da mesma forma que havia olhado nos de James quando ele nos entregou, o olhar de um demônio faminto e prestes a devorar a alma de cada um, e então diria.-Eu posso confiar em você, saiba que se você não cumprir o que está prometendo, eu vou te caçar, vou te encontrar assim como fiz com James, e vou matá-lo da forma mais cruel possível. E diria isso para todos aqueles que fossem criminosos cruéis, que tenham cometido crimes hediondos.

Para os demais, que fossem mais tranquilos, apenas os pedia para ficar longe de problemas, no final de tudo, após todos terem sido soltos, eu os juntaria no pátio e os diria em tom firme e sério.-Caso vocês pretendam seguir um caminho melhor em suas vidas, estarei lhes dando a oportunidade, assim como Tora, Lúcifer e Gabriel, vocês podem se unir a minha frota, vou precisar de homens destemidos e que já passaram por uma vida igual a de vocês, eu mesmo cuidarei de suas inscrições caso decidam por sim, seremos implacáveis… Mas, para aqueles que não quiserem, podem seguir suas vidas como bem entenderem, contanto que não cometam mais nenhum crime e nem façam nada errado. Com isso, estando tudo resolvido, eu começaria a seguir em direção a aonde estava o acampamento da marinha, e ao chegar, com aqueles que haviam dito sim, eu diria.-Quero que se unam a todos aqui e nos ajudem a reconstruir essa ilha… Vamos precisar de toda a ajuda possível, e vocês como futuros Pandemonium, precisam ajudar. Com isso, me colocaria a disposição de quem precisasse, para assim ajudar também.

Caso Alipheese estivesse por ali, eu a diria a ela quem eram aqueles homens e quem seriam eles ao final do tempo que tomaríamos para restabelecer a ilha.-São nossos homens agora… Nos ajudaram em tudo isso, e após vou colocá-los em nossa frota. E assim, seguiria o tempo que fosse necessário para a reconstrução de tudo, porém, deixaria que Alipheese cuidasse da parte da cidade e relações de Olympus e Governo, e assim daria toda a minha atenção para Hana e as crianças, assim como também para o nosso barco, estaria disposto a pagar por tudo que fosse necessário para a reconstrução do mesmo, e trabalharia nele até que estivessem em plenas condições de ser velejado.

Histórico:
 

Mochi Mochi no Mi:
 

Ferimentos:
 

Objetivo:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Pensamento
Fala
Extras

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Civil
Civil
Skÿller

Créditos : 28
Warn : The One Above All - Ato 2 - Página 8 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Novidades em Breve

The One Above All - Ato 2 - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: The One Above All - Ato 2   The One Above All - Ato 2 - Página 8 EmptyTer 19 Jan 2021, 16:33





Agora com a guerra dada por terminada, existiam algumas coisas a fazer, entre elas passar o poder para o novo regente e libertar os que ajudaram a dar liberdade à ilha. Drake brincava com o fato de ter matado um autoproclamado Deus e pedia a opinião de Hana que, não respondia com palavras, apenas com um riso baixo e meio bobo. Claro que o novo vice-almirante também fazia uma promessa para Hana, o que deixava ela claramente mais tranquila.

Drake buscou os seus três aliados para que o auxiliassem a cumprir a sua palavra. Não só esses 3, mas também pedia aos soldados para se manterem ainda em alerta aos arredores. Drake caminhava de forma imponente, desfilando até chegar aos portões do inferno. Ele bateu na entrada, mas ninguém parecia responder - Ó DE CASA! - gritou Lúcifer assim que Drake decidiu destruir os portões com um único golpe.

Rapidamente alguns guardas chegaram até ao local, armados e claramente tensos. Eles estavam prontos para lutar, mas um dos guardas abaixou as suas armas após ouvir as palavras de Drake. Aos poucos, os restantes começaram a fazer o mesmo e ajudaram Drake a cumprir a sua promessa - Não vale a pena lutar por um regente que está morto. - suspirou o primeiro guarda a baixar as armas. - Na realidade esperava isso há muito tempo… - comentou outro guarda.

Por todos os cantos era possível escutar os prisioneiros sussurrando, o assunto da conversa? Drake, obviamente. Quando o primeiro prisioneiro foi libertado, um enorme alvoroço se iniciou, nem mesmo com Drake mandando eles se calarem a ordem voltava - RAAAAWR! - rosnou Tora em plenos pulmões, fazendo todos calarem a boca e escutarem Drake. Enquanto Drake e o trio libertavam os prisioneiros, os guardas buscavam água e algum pão - Não temos muita comida. Magnos deixava pouca comida até mesmo para os guardas. - disse o guarda. Alguns guardas se prontificaram em apontar para Drake quais os crimes de cada prisioneiro, facilitando a tarefa.

Enquanto isso, em outro ponto da ilha, Alipheese colocava o estandarte de sua frota na frente do castelo de Magnos, dando um fim oficial na guerra. Embora exausta, o Símbolo da Paz enchia os seus pulmões de ar e declarava o fim da guerra. Aos poucos, aqueles que ainda estavam lutando, paravam e largavam as suas armas. Apolis se aproximava do trono e também gritava algumas palavras - O REINADO DE CAOS E TERROR DE MAGNOS CHEGOU AO FIM! JUNTAMENTE DOS MEUS IRMÃOS E IRMÃS, IREI LIDERAR ESSA TERRA ABENÇOADA PELOS CÉUS E TRAZER A PAZ DE VOLTA! - Apolis olhava para Alipheese, abraçada nos braços de Jibril. O homem se ajoelhou para ela - Embora não faça parte oficialmente do nosso acordo, saiba que estarei disposto a ajudar você e os seus aliados em qualquer situação. Olympo tem uma dívida com a marinha, especialmente com vocês.

Novamente de pé, o homem voltou a usar a sua poderosa voz para falar para os soldados - LARGUEM AS VOSSAS ARMAS E ESPALHEM A PALAVRA! ESTÁ NA HORA DA RECONSTRUÇÃO DE OLYMPO! - os soldados daquela ilha, e até mesmo alguns marinheiros, largaram as armas e festejaram, abraçando-se e contendo as lágrimas de felicidade poderem presenciar o nascimento de uma nova era de paz.

Durante o ano seguinte, Apolis ainda não havia sido oficialmente coroado, o mesmo pretendia ver a ilha totalmente recuperada e pronta. Alipheese tratou dos acordos da ilha com o governo e até mesmo nos projetos para os ditos elevadores que conectariam a ilha terrestre com a celestial; Enquanto isso, Drake e os seus ex-prisioneiros de boa índole reconstruíram a ilha, alguns dos prisioneiros de voluntariaram para ajudar Drake a reconstruir o barco. Quando finalmente ficou tudo a postos, quando a ilha finalmente ficou sem cicatrizes visíveis da guerra, Apolis financiou um enorme banquete para a sua coroação que decorreria nas ruas das cidades e todos cidadãos seriam convidados.

Claro que Apolis deu um convite especial para Drake e Alipheese, onde eles e os seus amigos se sentariam ao seu lado na grande noite da festa. A festa decorreria na parte da noite daquele dia para que todos tivessem tempo para se prepararem, talvez comprar roupas novas e de gala, talvez até mesmo apenas preparar as coisas para partir brevemente. Os elevadores pareciam já estar funcionando de forma eficaz, de início existiam alguns problemas de segurança, mas com a ajuda da inteligência da Vice-Almirante Alipheese, os problemas eram facilmente resolvidos.

As ruas de Olympo pareciam que nunca haviam visto uma guerra antes, estavam coloridas e cheias de vida. As crianças brincavam, algumas até se vestiam com fantasias de Drake, Alipheese, Apolis e Thánatos. O novo regente da ilha, que estaria prestes a ser declarado oficialmente Rei, havia feito questão de colocar os Fateburns em uma grande casa durante aquele ano que passou, para que pudessem descansar e recuperar propriamente, assim como também dar segurança e conforto para os filhos de Drake.


____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Alipheese
Vice-Almirante
Vice-Almirante
GM.Alipheese

Créditos : 105
Warn : The One Above All - Ato 2 - Página 8 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 26
Localização : Olympo- 4ª Rota

The One Above All - Ato 2 - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: The One Above All - Ato 2   The One Above All - Ato 2 - Página 8 EmptyTer 19 Jan 2021, 19:01




O fim de uma guerra.

Havia muito a se esperar quanto as mudanças daquele ano, a construção do elevador seria  apenas uma das coisas, onde eu utilizaria do próprio projeto utilizado por Apolis, minha ideia era que não mais houvessem visitas compulsórias como antes Helena causava, quando tudo corresse da forma correta, a ideia era que a entrada e saída do Olympo fosse controlada,  comportamentos bárbaros não teriam espaço no novo reino de ciência de Apolis e eu tinha a mais absoluta certeza disso.

Na real, haviam noites em que eu pensei como seria o retorno dos demais deuses a compor o panteão, como tudo mudaria na parte de baixo e eu rezava para que tudo ocorresse da forma mais pacífica possível, não acreditei em nenhum momento que Helena desistiria, no entanto uma verdade é que sem o apoio do governo dada a sua traição e sem os titãs, seu terror estava com o tempo contado. Dentre as muitas coisas que o ano me trouxe, passar a frente valores como o amor, a esperança e o estimulo da criatividade, teriam sido coisas que junto ao trabalho duro, eu colaboraria.

Senti que cada vez mais, meus dias na ilha estavam contados, haviam algumas poucas coisas que eu gostaria de comprar antes de descer e eu certamente encontraria o tempo para o fazer em algum momento, pois hoje? É dia de alegria, pelo menos era o que eu tinha em mente quando despertei de maneira lenta e suave. Perderia algum tempo a admirar o anjo que havia junto a mim, levando a mão sobre seus cabelos de modo a acariciá-la para um despertar suave, enquanto com a mais doce das vozes a teria dito - Bom dia, vamos para a comemoração hoje?-  Eu aprendi a gostar desse tipo de festividade, grandes experiências da minha vida adviram de festas em que o único intuito era celebrar algo bom.

Esperaria calmamente pela sua resposta antes que eu me levantasse, me dirigisse ao banheiro para escovar os dentes e realizar qualquer necessidade que o corpo me cobrasse, lavando também bem o rosto e mãos, pegaria uma escova , procurei por algum vestidinho que eu pudesse usar no evento, as Driades geralmente sempre foram muito gentis em relação ao preparo para todo tipo de evento, inclusive durante os treinos e por isso,  esperei encontrar algo bonito, onde o ideal teria sido que a minha veste fosse negra e que tivesse algum decote leve para valorizar o corpo, nada muito [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.], algo com classe.

Ainda que eu não encontrasse o ideal, eu procuraria me vestir de acordo, ainda que fosse com o Kimono que eu tinha, na falta de uma opção melhor. Se eu sentisse alguma dificuldade em me vestir com alguma peça mais difícil de alcançar sozinha, eu pediria ajuda a Jibril - Você pode me dar uma ajudinha aqui?-  Perguntaria com doçura em minha voz, assim como eu a teria ajudado no que quer que ela me pedisse até que estivéssemos prontas e quando tudo estivesse preparado, eu lhe esticaria a mão e diria - Vamos?- esperaria ela entrelaçar seus dedos nos meus antes de que pudéssemos sair pela porta, caso houvesse alguma confusão em eu fazer algo do tipo, seguiria as instruções de qualquer Driade que pudesse me guiar por um caminho mais tranquilo, onde eu teria acenado e sorrido para qualquer um que fosse gentil comigo, procuraria o meu lugar para que eu pudesse aproveitar daquela festa, admirando a beleza de tudo o que havia conquistado até então, sendo sempre muito cortês em meu modo de ser, como se esperaria de uma dama.  




Histórico:
 











____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ação
Pensamento
Fala


Última edição por GM.Alipheese em Ter 19 Jan 2021, 21:29, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
CrowKuro
Vice-Almirante
Vice-Almirante
CrowKuro

Créditos : 32
Warn : The One Above All - Ato 2 - Página 8 10010
Masculino Data de inscrição : 24/01/2018
Idade : 26

The One Above All - Ato 2 - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: The One Above All - Ato 2   The One Above All - Ato 2 - Página 8 EmptyTer 19 Jan 2021, 21:30

The One Above All - Ato 2
Finalmente tudo aquilo parecia ter tido um fim, a ilha começava a tomar forma novamente e uma nova vida para todos aqueles que moravam naquele lugar, com isso, o tempo se passava e eu focava minha vida a dar atenção para Hana e as crianças, passando o máximo de tempo possível com eles, e no que me sobrava, focava em reconstruir o navio, já que precisamos dele para ir para nosso próximo destino, alguns homens ex prisioneiros me ajudavam e a ajuda era bem vinda, e no final, finalmente parecia terminado.

Com pedido de Apolis, minha vida e da minha família era bem tranquila, vivíamos em uma grande casa, e bem bonita, dessa forma, as crianças puderam crescer  e ter uma vida mais tranquila, pelo menos nesse momento em que estávamos vivendo ali. Era muito bom ver eles crescendo pouco a pouco, e ver o desenvolvimento deles, eu havia perdido um bom tempo desde que eles nasceram, não pude estar presente em seu nascimento, e no um ano após seu nascimento, o que tornava aquela sensação era nova para mim, e era bom, de certa forma.

O tempo se passava e após bastante tempo, finalmente haveria alguma comemoração a altura naquele lugar, finalmente tudo estava reconstruído e agora de fato parecia uma nova ilha, e com isso, Apolis nos convidava para um banquete junto a todos os moradores da ilha, e eu não podia fazer desfeita.

Pelo lugar, vendo crianças correndo com fantasias iguais a mim era estranho, eu nunca tinha me visto como alguém importante assim, mas parecia que para aquelas crianças eu era alguém em quem se inspirar, e até que eu gostava de ver aquilo, mas não comentava nada e apenas sorria levemente enquanto observava. Quando finalmente chegava o dia do banquete, eu ajudaria Hana com as crianças, e também a se arrumar, e logo, também me preparava com uma nova roupa, nada muito exuberante, mas de fato uma roupa bonita, pelo menos aos meus olhos.

Spoiler:
 

Ao final de tudo, seguiria até o banquete e me colocaria onde tivesse um lugar, colocando Hana ao meu lado e segurando uma das crianças, enquanto deixava o outro com ela, dessa forma, me manteria ali para caso fosse preciso, e estaria disposto a ajudar em tudo o que fosse necessário naquele momento.

Histórico:
 

Mochi Mochi no Mi:
 

Ferimentos:
 

Objetivo:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Pensamento
Fala
Extras

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Civil
Civil
Skÿller

Créditos : 28
Warn : The One Above All - Ato 2 - Página 8 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Novidades em Breve

The One Above All - Ato 2 - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: The One Above All - Ato 2   The One Above All - Ato 2 - Página 8 EmptyQui 21 Jan 2021, 21:14





O local onde os Fateburn haviam vivido por 1 ano era uma mansão onde as Dríades faziam de tudo para que os convidados de Apolis se sentissem. Na chegada do grande dia, elas fizeram as vestes para os Fateburn que simplesmente correspondiam a aquilo que eles desejavam - Podem ficar com elas de recordação. - dizia uma das Dríades. Até mesmo os filhos de Drake tinham direito a uma roupinha que combinavam com a dele e de Hana. Para Alip e Jibril, as mulheres tiveram uma ideia mais ousada, um vestido negro (para Alip) e um vestido branco (para Jibril) com detalhes tão subtis que, se não fosse pelo contraste do vestido com a pele, quase não dava para ver o ínicio e o fim.

Drake e Alip eram as primeiras pessoas a acordar na casa. A garota voltava para o seu quarto com os vestidos para a festa e via Jibril dormindo profundamente, apenas com o lençol cobrindo o seu belo corpo. A garota acordava a celestial de uma forma doce e carinhosa, fazendo que Jibril começasse a sorrir mesmo antes de abrir os olhos - Não está cedo ainda? - ela preguiçosamente acordava. Alipheese então começava a cuidar da sua higiene pessoal e a garota alada fazia o mesmo, completando com um rápido duche.

Drake também acordou Hana que dormia com as duas crianças abraçadas a ela, uma de cada lado. Eles rapidamente vestiam as crianças e preparavam elas para a festividade - Não está muito cedo? Digo… O evento principal é só de noite, ainda temos algum tempo até lá. - dizia Hana brincando com as crianças - Talvez eu vá levando Acier e Nozel para ver as decorações na cidade. As Dríades falaram que existiam algumas barraquinhas vendendo doces e fazendo joguinhos para as crianças. - na sua voz parecia ter um convite para Drake.

Novamente no quarto de Alipheese, a celestial ajudava a Vice-Almirante com o seu vestido - Elas sabem mesmo o que fazem… - disse Jibril apreciando Alipheese por trás, não resistindo e abraçando ela por breves instantes. - Ouvi dizer que existem algumas atrações na cidade. - a garota se afastava e virava as costas para Alip a ajudar com o seu vestido. Então o Den Den Mushi de Alipheese começou a tocar e, atendendo ele, ela poderia escutar uma voz muito querida a ela e familiar - Eu só liguei pa dizer… Que eu to com Saudade porra!!! Eu to contigo na cabeçã, eu quero te ver… Eu to com saudade, acho que eu já disse isso. Eu gosto muito de ti nanica não tão mais naninca. - Rockfeller parecia estar claramente bêbada, ela desligava a chamada antes que Alip tivesse oportunidade para responder.

Assim que estavam prontos, todos saíram pela porta (não necessariamente os 2 grupos juntos) com o destino à festa. Existiam barraquinhas de todo o tipo de doces a preços muito baixos (10 berries), Hana empurrava Acier e Nozel num carrinho duplo olhando as cores da cidade com um enorme sorriso no rosto, apontando diversas vezes para as crianças que se vestiam como Drake e rindo. Existiam vários tipo de jogos que davam recompensas: jogos de dardos, jogos de força e jogos de azar, onde todos davam um brinquedo de pelúcia de um animal à escolha e todos com a mesma regra contra o uso de poderes de Akuma no Mi.

Eles podiam escolher entre aproveitar as festas ou ir de imediato para a grande mesa onde decorreria o banquete. Não demorou para que a noite chegasse e o evento principal iniciasse. Apólis fez um grande discurso por um Den Den Mushi que espalhava a mensagem por toda a ilha, para que todos tivessem oportunidade de escutar as suas palavras.

Nesse discurso ele fazia promessas para um futuro brilhante para Olympo e, mais uma vez, agradecia à tripulação dos Fateburn - Como prova da gratidão de todos nessa ilha, a vossa bandeira será uma das primeiras coisas que os visitantes da ilha irão ver ao usar os elevadores. - o discurso não se prolongava muito mais. Assim que a coroação terminou, a comida começou a ser servida e existia tudo que pudessem imaginar. Qualquer tipo de peixe, carne, vegetal ou até mesmo fruta, o mesmo era válido para as bebidas. No final do banquete as Dríades e Thanátos haviam preparado um enorme show de fogos de artifícios, com cores lindas e maravilhosas que decoravam o céu noturno - OLHEM! - gritou Hana apontando para o céu, vendo que de alguma forma haviam conseguido recriar a bandeira da Pandemonium com os fogos.


off para o avaliador: essa fala ai da Rockfeller é da Senshi q ligou para a Alip na adv dela: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Alipheese
Vice-Almirante
Vice-Almirante
GM.Alipheese

Créditos : 105
Warn : The One Above All - Ato 2 - Página 8 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 26
Localização : Olympo- 4ª Rota

The One Above All - Ato 2 - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: The One Above All - Ato 2   The One Above All - Ato 2 - Página 8 EmptySex 22 Jan 2021, 00:32




O fim de uma guerra.


As possibilidades para o dia, enchiam a minha cabeça de pensamentos, expectativas aos quais pareciam divertidas, eu já não planejava ficar mais tanto tempo na ilha, os problemas haviam se resolvido e era impossível que eu não pensasse em tudo que mudaria também na ilha abaixo da nossa, quando os titãs retornassem novamente a habitar o Olympo… Pensando nisso, por um momento até mesmo teria me desligado um pouco das coisas do meu redor,  sendo novamente tragada a realidade, quando ouvi Jibril falar sobre as possíveis atrações, onde eu teria sorriso e  a respondido - Verdade… Eu também queria ver se faria umas comprinhas, será que o banco tá funcionando?- Teria pensado em voz alta, pois grande parte de meus planos dependeriam disso.

Uma chamada inesperada, então tocou no Dendenmushi e quando atendi, uma voz muito amada, ainda que inesperada teria vindo, meu coração acelerou, minha mente teria ido a mil e desesperadamente, com ambas as mãos trouxe o pequeno caramujo para mais perto para que eu pudesse falar, mas antes que eu pudesse sequer racionar aquela situação, a ligação teria caído. Pensando alto eu teria dito - Idiota, tanta oportunidade pra me ligar e foi justo bêbada?  resmunguei, limpando a lágrima e com um sorriso no rosto, eu estava com tanta saudade e tanta vontade de vê-la que eu mal poderia colocar em palavras.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Era possível que Jibril perguntasse  algo sobre quem havia ligado e com os olhos ainda brilhando, eu teria dito - É ela, eu mal posso esperar para o dia em que nós três possamos estar juntas… Mas… Chega de pensar em coisas pra baixo,  vamos aproveitar o dia!- Era inevitável que  a saudade tivesse feito o começo de minha frase soar um pouco mais melâncólico, mais esperançoso mas, logo teria recuperado o ânimo enquanto falava, me levantando para que a gente pudesse passear um pouquinho.


- Podemos passar em uma loja de Dials antes de irmos para o festival? Digo… Primeiro eu queria passar no banco, se você topar.- Eu teria a perguntado, esperando a sua resposta, caso fosse uma resposta positiva, teria procurado o caminho mais curto até o banco, cumprimentando qualquer pessoa que eu conhecesse ou me reconhecesse, com um aceno de mãos e um sorriso gentil.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Quando chegasse ao banco, eu teria visto se ele estava aberto ou funcional, algo que com os meus olhos não deveria me ser muito difícil de notar algum detalhe que indicasse sua abertura ou a falta dela, estando atenta inclusive a caso  alguém tivesse me avisado algo sobre o assunto. Caso estivesse aberto, esperaria na fila, caso houvesse alguma  e me dirigiria ao caixa, quando fosse a minha vez, cumprimentando quem me atendesse e dizendo o que eu precisava. - Bom dia! Eu gostaria de fazer um saque, no valor de 100 milhões no nome de Alipheese Fateburn.- Eu teria esperado até que tudo terminasse e eu recebesse o meu dinheiro e então diria - Muito obrigada, bom dia.- no entanto, na possibilidade de eu não conseguir sacar meu dinheiro, por qualquer motivo que fosse, eu apenas teria mudado o que eu iria comprar.

- Prontinho, vamos lá?- Teria dito a Jibril,  andando de mãos dadas a ela, quanto ao meu dinheiro, deixaria ele guardado em uma de minhas muitas capsulas compactadoras, para que não me pesasse, até mesmo, pelo motivo de que sem isso, só pelas joias que eu tinha, aquilo pesaria bastante e não seria prático. Procurei pela mesma loja de Dials ao qual eu já teria namorado a vitrine anteriormente e adentraria, pegando o meu caderninho e minha caneta, destacando a pagina, logo depois de escrever o que eu iria querer, para quando o atendente ou a atendente viesse me perguntar o que eu queria e teria entregue dizendo - Por favor, eu gostaria destes dials em especifico.- comentei animada, certamente algo que eu podia apostar que o vendedor também ficaria, já que eu pretendia deixar uma grande quantidade de dinheiro em suas mãos, caso ele pudesse dispor dos produtos.


compras:
 

Quando  o vendedor me mostrasse os produtos funcionais direitinho eu teria dito- Certo, podemos ir até o caixa para eu acertar?- Teria dito, me dirigindo até o caixa e apertando a capsula compactadora, para que o dinheiro e joias ficassem sobre o balcão, até que cobrissem o valor total do que eu havia comprado. ( 170kk / 60kk a depender do saque.) Guardaria então quando tudo estivesse comigo, em meu coldre, pois certamente me divertiria muito depois na minha forja com eles. - Muito obrigada, boas vendas!- Teria dito super animada, para aproveitar o resto dos dias nas barraquinhas.

Eu procuraria experimentar de tudo que fosse diferente ou me chamasse atenção, mesmo que um pouquinho e eu pagaria pelo que Jibril me pedisse, ao fim, quando já estivesse anoitecendo, teria ido para a comemoração, onde assumi o meu lugar. Certamente teria sido um dia cheio, onde o cansaço já provavelmente cobraria um pouco do corpo e da mente. As honrarias não poderiam ter sido menos poupadas, eramos realmente convidados de honra, procurei por uma oportunidade para que eu pudesse falar com Drake e Hana sobre os planos de descida. - Hana, Drake eu pretendo que essa seja a nossa ultima noite aqui no Olympo, assim que acordarmos todos, vamos descer… Por isso vamos aproveitar. Comentei com um grande sorriso, explicando como se seguiriam as coisas dali pra frente.

Na festa, eu teria aproveitado para comer bastante, até mesmo me permitiria beber até ficar alegrona afinal,  não havia porque me segurar naquele momento de alegria e confraternização...Inclusive, tendo o instinto de acabar já quando os sentidos estivessem mais estasiados pelo alcool reclamado - Dendenmushi idiota, eu queria ligar de volta.- Já longe de minhas faculdades mentais cem por cento funcionais, com uma mistura de alegria, dengosidade e tudo que mais havia, eu teria curtido de mãos dadas enquanto olhava para os céus, o fogos realmente eram lindos de se olhar.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- Eu amo você.- Com a voz meio grogue teria dito a Jibril, aproveitando o momento mais um pouco, até que o cansaço fosse maior, quando fosse eu avisaria - Preciso ir pra casa, obrigada pela festa… E responsabilidade no reinado…. Teria dito com a fala mole, apesar de pensar que a essa hora, Apolis estaria no minimo oito vezes mais louco que eu e nem entenderia nada que eu falasse. No fim, teria me apoiado a Jibril para que eu fosse de volta para a nossa casa, caso alguma Dryade ou mesmo Minos tivesse oferecido ajuda para voltar para casa, eu teria aceitado, onde meus únicos cuidados quando chegasse em casa, teriam sido o de trancar a porta quando estivéssemos lá dentro e tirado os sapatos que já deveriam estar me matando a essa altura, para deitar e dormir bastantão, até onde desse.


Histórico:
 











____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ação
Pensamento
Fala


Última edição por GM.Alipheese em Sab 23 Jan 2021, 09:43, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
CrowKuro
Vice-Almirante
Vice-Almirante
CrowKuro

Créditos : 32
Warn : The One Above All - Ato 2 - Página 8 10010
Masculino Data de inscrição : 24/01/2018
Idade : 26

The One Above All - Ato 2 - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: The One Above All - Ato 2   The One Above All - Ato 2 - Página 8 EmptySex 22 Jan 2021, 14:52

The One Above All - Ato 2
Finalmente começamos a caminhar rumo ao festival, e Hana dizia que antes de ir de fato ao banquete de coroação, queria passear pela cidade e suas lojas, sua voz demonstrava claramente um convite, e óbvio que eu o aceitaria.-Claro! Por que não? E dessa forma, seguia junto dela e das crianças, tomando um dos carrinhos para mim, para dessa forma ir empurrando enquanto ela levava o outro, seguia junto deles e observando todas as decorações enquanto tentava mostrar para os três.

Essa caminhada era boa, e me fazia ter algo bem diferente do que eu estava habituado, caminhar junto a minha família, em um evento festivo, de fato era algo que eu nunca havia imaginado antes, mas, até que não era ruim. Continuava caminhando e seguindo coms os três e logo ouvia uma espécie de anúncio, parecia ser Apolis dizendo que nossa bandeira seria fincada na ilha, e seria a primeira coisa que veriam quando subissem pelos elevadores, eu não me importava tanto com aquilo, e apenas ouvia de forma quieta e tranquila, afinal, o que me importava já havia sido feito, a morte de um Deus pelas minhas mãos.

Ao olhar em volta, ver as crianças vestidas como eu era estranho, mas eu não ignorava e até dava um leve sorriso, era bom ver a felicidade no rosto deles, isso me fazia pensar que era o que eu queria para meus filhos.-Parece que todos estão felizes… Acho que finalmente acabou o reinado de terror de Magnus e Helena. E nisso eu olhava para Hana, Acier e Nozel, enquanto sorria quieto, sem dizer uma palavra.

Com isso caminhamos tranquilamente, deixando Hana se divertir e as crianças pudessem se animar um pouco, e sentir o calor do sol, e assim quando menos esperávamos, nossa bandeira era estendida no céu com fogos, eu não entendia como eles tinham feito aquilo, mas certamente foi algo bem interessante, Hana apontava e pedia para que olhássemos e assim eu o fazia, e apenas admirava o que era feito em silêncio com um leve sorriso de paz no rosto.

Em algum momento Alipheese se voltava para mim e Hana, e nos explicava sobre nossa descida para finalmente ir embora, a anã queria finalmente seguir rumo daquele lugar e isso seria feito no dia seguinte após todos estarem acordados, e como eu não tinha objeções, eu apenas consentia com aquilo e então dizia.-Bom, não vejo problemas quanto a isso anã… Amanhã então seguiremos o nosso caminho! E então com um breve sorriso, continuaria seguindo junto a todos ali, até que finalmente fosse hora de estar no evento principal.

No caminho em que estivéssemos seguindo, eu buscaria por comprar algum dial na cidade, buscaria por alguma loja que vendesse esses tipo de produto e então a adentraria, enquanto pedia para que Hana me esperasse, ou que viesse comigo caso quisesse.-Preciso comprar uma coisa, vem comigo? E assim entraria na loja caso a encontrasse.-Olá! Gostaria de comprar um dial… Em específico um breath dial, você tem algum? Esperaria a resposta da pessoa, e caso fosse positiva, o pegaria e entregaria o valor necessário para o pagamento do mesmo, caso fosse necessário ser pago.

Após isso, era hora de enfim continuar a caminhada, enquanto esperava o horário para finalmente podermos seguir até o banquete e evento principal da ilha naquele dia.

Histórico:
 

Mochi Mochi no Mi:
 

Ferimentos:
 

Objetivo:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Pensamento
Fala
Extras

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Skÿller
Civil
Civil
Skÿller

Créditos : 28
Warn : The One Above All - Ato 2 - Página 8 10010
Masculino Data de inscrição : 10/08/2015
Idade : 25
Localização : Novidades em Breve

The One Above All - Ato 2 - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: The One Above All - Ato 2   The One Above All - Ato 2 - Página 8 EmptySex 22 Jan 2021, 21:44





Todos pareciam estar com a mesma ideia de aproveitar o tempo de paz e alegria, cada um da sua maneira. Drake e Hana davam um passeio com as crianças, aproveitando cada segundo daquela felicidade e simplicidade, principalmente agora que Magnos e Helena já não eram uma ameaça - Claro que Magnos não é mais uma ameaça. Afinal o meu marido não deixa qualquer um sair vivo. - Hana dizia brincando, talvez ajudando a inflar o ego de Drake. Ela e as crianças rapidamente se perdiam com os jogos e os doces,

Já Alipheese se preparava para sair em compras com Jibril quando se deixou emocionar pela ligação da Rockfeller - É ela? - perguntou Jibril curiosa, aproximando-se da garota e passando a mão no rosto dela, tentando reconfortar a saudade que ela sentia - Entendo… Estou ansiosa para conhecer ela. - A celestial dizia com um sorriso caloroso, parecia que realmente não podia esperar mais até conhecer aquela figura igualmente amada pela Fateburn. - Claro que podemos passar na loja de Dials. - Jibril soltava um riso - Sinceramente eu nem sei como você resistiu um ano inteiro sem passar lá.

Felizmente o banco estava aberto naquele dia de festas, inúmeras pessoas queriam fazer levantamentos e a fila demorava alguns minutos. Jibril saiu por instantes e voltou com dois espetinhos de sanshoku dango e entregava um para Alip - Foram bem baratinhos. - finalmente chegava a vez de Alip e Jibril fazer o levantamento delas. A atendente do banco se assustava com o valor pedido por Alipheese, precisando chamar o gerente do banco para abrir o cofre e entregar o dinheiro.

Finalmente com o dinheiro, Alipheese e Jibril iam até à loja de Dials mais perto, infelizmente essa foi um pouco mais difícil de encontrar, visto que a maioria estavam fechadas para as festividades. Parecia tudo perdido e, no meio da busca por uma loja de Dials, Alip e Drake se encontravam na rua por mero acaso, onde a garota tomava a iniciativa de informar Hana e de Drake que aquela seria a última noite deles na ilha. Enquanto eles trocavam palavras, Jibril brincava com Acier e Nozel, fazendo caretas e cosquinhas neles, fazendo-os rir de forma histérica.

A busca havia sido demorada, mas era recompensada com a incrível loja que encontravam. Aquela loja não parecia ser uma loja de Dials qualquer, ela não só vendia os dials como deixava exposta vários projetos e invenções usando esses Dials. Eles iam desde coisas básicas para o dia a dia até mesmo a armas e meios de transporte. Jibril, Acier e Nozel pareciam ter ficado apaixonados por um ursinho de pelúcia que emitia um calorzinho ao abraçar ele, infelizmente nenhum daqueles projetos estava à venda. Jibril, especialmente, parecia ter gostado daquele brinquedo, visto que os seus olhos pareciam brilhar olhando para ele enquanto Alipheese e Drake faziam as suas compras com a ajuda de uma atendente.

Assim que as compras de davam por terminadas, eles foram então até ao evento principal: o banquete. Lá eles aproveitavam para comer e beber à vontade, especialmente Alipheese que parecia encher o seu copo com qualquer bebida alcóolica que aparecia na sua frente, reclamando sobre a chamada de Rockfeller e do seu desejo de ligar de volta. O clima estava muito confortável, havia risadas e música, histórias e piadas.

Hana segurava Nozel no seu colo e levantava ele para o céu, mostrando as cores dos fogos para ele, fazendo a criança rir. Já Alipheese e Jibril tinham um momento mais romântico, ficando de mãos dadas - Eu amo amar você. - respondia Jibril pousando a cabeça no ombro de Alipheese. Mas o seu corpo parecia começar a se entregar à bebida e não iria resistir muito mais da festa, então as duas decidiram se despedir de Apolis - Não se preocupe… Yickup! - Apolis parecia ter bebido o triplo de Alipheese - Serei melhor que aquele boboca… Baboca? AH QUEM LIGA! PASSADO É PASSADO! - Apolis voltava a namorar a sua garrafa de sakê e cantar com os outros celestiais.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Jibril parecia não ter bebido quase nada de álcool e, por tanto, havia ajudado Alipheese a caminhar de volta a casa sem ir contra as pessoas e objetos no meio do caminho. Assim que chegaram em casa, ela tirou os sapatos da garota e colocou ela na cama. Ela deitou ao lado de Alipheese retribuiu o favor daquela manhã, acariciando os seus cabelos de uma forma lenta e carinhosa, até que ela adormecesse.

As crianças de Drake pareciam estar cheias de energias, já Hana demonstrava uma certa preocupação - Talvez a gente precise ir também, amor. - A garota pousava cabeça no ombro de Drake, fechando os olhos e apreciando o momento enquanto as crianças estavam brincando no chão com alguns brinquedos oferecidos pelas Driades. - Não quero acordar muito tarde amanhã. - ela abria os olhos e olhava para cima, sorridente para Drake. - Mas se você garantir que me acorda amanhã cedo podemos ficar mais um pouco.

____________________________________________________

~Fala~
~Pensamento~

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sabe por que caímos?
Para aprendermos a levantar.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Skÿller em Sab 23 Jan 2021, 09:57, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




The One Above All - Ato 2 - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: The One Above All - Ato 2   The One Above All - Ato 2 - Página 8 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
The One Above All - Ato 2
Voltar ao Topo 
Página 8 de 9Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Parthenon :: Olympo-
Ir para: