One Piece RPG
Karatê Cindy - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Enuma Elish
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 11:22

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor Licia Hoje à(s) 11:14

» [Mini-Aventura] A volta para casa
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor Fiest Hoje à(s) 10:51

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor Fukai Hoje à(s) 10:10

» [MINI-ARTHURBRAG] COMEÇANDO UMA AVENTURA
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor arthurbrag Hoje à(s) 10:07

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 07:50

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 06:02

» Hey Ya!
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor GM.Mirutsu Hoje à(s) 02:56

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 02:08

» [Ficha] Raveny Moonstar
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:38

» Raveny Moonstar
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:36

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 01:11

» Escuridão total sem estrelas
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 00:39

» Capítulo I: Meu nome é Cory Atom! Filho de Kouha Atom
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor Kiomaro Hoje à(s) 00:27

» Arco 5: Uma boa morte!
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 23:58

» A inconsistência do Mágico
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 23:45

» Seasons: Road to New World
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor Volker Ontem à(s) 22:44

» Ain't No Rest For The Wicked
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor Hoyu Ontem à(s) 21:55

» I - O bêbado e o soldado
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor Domom Ontem à(s) 21:49

» Um novo tempo uma nova história
Karatê Cindy - Página 3 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 21:29



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Karatê Cindy

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Karatê Cindy - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Karatê Cindy - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Karatê Cindy   Karatê Cindy - Página 3 EmptyQui 20 Ago 2020, 20:14

Relembrando a primeira mensagem :

Karatê Cindy

Aqui ocorrerá a aventura do(a) pirata Cindy Vallar. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Oni
Pirata
Pirata


Data de inscrição : 19/01/2013

Karatê Cindy - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Karatê Cindy   Karatê Cindy - Página 3 EmptyQui 01 Out 2020, 07:12




Perfeição



Cindy Vallar estava intrigada.

Nunca havia tido a audição enganada de forma tão bem feita por um oponente antes disto, e nunca havia precisado se preocupar com tantas armas ao mesmo tempo. A cada movimentação dele surgiam mais perguntas na mente da amazona, para cada fala do homem ela possuía centenas de perguntas sobre seu passado para ele. Mas era muda. ''A única forma de perguntá-lo será através do combate...''

O homem se afastava dela após tê-la atacado com o seu próprio bastão.

Deixava-o ir, notando como havia afundado na terra com o seu último golpe. ''Bastão deve ser a sua arma principal...'' apertaria os olhos buscando reduzir as possibilidades. Afinal, aquele fora o seu ataque mais forte até então... Embora ela ainda não tivesse certeza.

Com a dor no ombro após a pancada contra a árvore, ela refletia ainda mais sobre o ultraje que era ter a sua cultura desrespeitada e a si mesma reduzida a apenas ''a mais fraca das amazonas'', ''aquela que não sabe usar o próprio bastão'' e ''sem instinto de guerreira''. Bem... Estava difícil para ela se defender de tais acusações. ''Eu não posso fazer perguntas para ele ainda...'' ajeitaria a postura afastando os pés uns dos outros e deixando-os na altura dos ombros. Ergueria o queixo e alinharia a coluna, forçando o abdome para mantê-la estável. Começaria a girar as tonfas na altura da cintura de forma que elas formassem um círculo na horizontal dos seus lados. Construiria uma expressão sólida como uma fortaleza ao franzir o cenho. ''Eu ainda não lhe dei as respostas apropriadamente.''

Encararia o vazio, a escuridão que se formava na floresta.

Não importava o quanto ele fosse bom em manipular o som da própria voz e em esconder os sons das próprias manifestações... ''Ele continua sendo de carne e osso.'' e não importava o quanto a sua carne e osso fossem movediços... Se ela não pudesse ouvi-los... ''Eu vou ouvir a forma como eles alteram as coisas ao redor deles.''

Aceleraria a forma com que rodopiava as tonfas. Alternaria os movimentos entre diagonal para baixo, horizontal e diagonal para cima, a fim de manter uma corrente constante de todos os lados. Se concentraria em cada uma destas correntes de ar lançadas. Talvez, para quem visse de fora, sem saber do seu plano, aquilo parecesse algo inofensivo, já que ela havia feito algo bem parecido na troca de golpes anterior e daquela vez o fora...

Se não poderia ouvir o corpo dele, ouviria a distorção que o corpo dele faria no ar das tonfas girando em alta velocidade. O fato de as tonfas, que seriam a origem da distorção do som, estarem encostando no corpo com superaudição de Cindy talvez a ajudassem a notar ainda melhor as alterações do som gerado. Se concentraria nestas e, assim que o oponente se aproximasse e ela sentisse as distorções, não o atacaria. Ainda que pudesse. Apenas bloquearia.

Bloquearia até a perfeição. Buscaria segurar todos os seus ataques e não ser atingida por nenhum deles, não deixar que nada passasse, como da última vez. ''Esta será a minha resposta para o tipo de Amazona que eu sou.''

Usaria a mesma estratégia de bloqueio de antes, mas desta vez com muito mais atenção. No caso de armas brancas curtas, ''estocaria'' frontalmente o membro atacante do oponente usando o lado maior de suas tonfas para usar a vantagem do tamanho de suas armas contra ele, visando chegar antes do ataque dele a fim de desarmá-lo. Na hipótese de ataques com armas médio alcance, buscaria prender a tonfa ao antebraço com força e posicioná-la diagonalmente em relação ao golpe, de forma a fazer com que o ataque do inimigo ''deslizasse'' através da sua arma, o empurrando levemente e usando a própria força dele no seu bloqueio, apenas a redirecionando. Para armas pesadas ela buscaria se manter o mais próxima possível do inimigo, de forma a evitar que ele pudesse concluir seus ataques que necessitavam de espaço, ao mesmo tempo em que buscaria atingir os membros atacantes com as tonfas bem coladas no próprio antebraço para impedir que os ataques fossem concluídos. Para armas de fogo sua estratégia seria bem parecida, buscando se manter ou tão próxima que poderia desviar a rota das balas ao atingir a arma, ou longe o suficiente para se esconder atrás de uma pedra ou árvore, buscando usar a aceleração para as duas situações. E, se fosse ter de lidar contra armas de arremesso, também giraria as tonfas com maior velocidade para usá-las de ''escudo''.

Sua mais nova preocupação, adicionada pelos ataques que acabara de receber, eram justamente a habilidade que o oponente possuía de lutar corpo-a-corpo, o que a surpreendera. Em caso de ataques em que ele buscasse se aproximar dela para agarrá-la, usando a tonfa bem colada ao antebraço, ela buscaria afastar as mãos do inimigo conforme a direção em que elas estariam indo e dar um passo para ''fora'' da direção para o qual o corpo do mesmo ia, de forma a usar a própria velocidade dele para se afastar dele. No caso de ataques diretos, como socos ou chutes, Cindy apontaria o lado maior de sua arma em direção ao ataque dele com a mão direita, visando que seu soco, chute, cabeçada, ou seja lá o que fosse, caísse diretamente na ponta de sua arma, afim de fazer com que toda a sua força fosse direcionada novamente contra ele mesmo durante o bloqueio.

Fintas e ''falsos'' ataques certamente fariam parte da estratégia ilusória do inimigo e, para isto, ela teria de usar a sua própria perspicácia nutrida no lixão, esgoto, e depósito de Latem. Tudo o que vira Dan e Vergil fazer, e tudo o que ela própria havia feito para evitar os Agentes. Apenas utilizaria este novo lado de sua personalidade, que nunca aprendera em Zomana, afim de ver possíveis articulações do oponente que pudessem tentar enganá-la, buscando agir mais rápido do que elas. Caso ele fingisse utilizar uma estratégia para esconder uma segunda, a pirata usaria a mão não-dominante para evitar a estratégia secreta já que, afinal, todas as suas possibilidades de defesa descritas anteriormente usam apenas uma mão.

Todas as vezes em que o oponente sumisse de sua vista ela utilizaria sua estratégia de detecção constantemente, girando as tonfas em torno de si e ouvindo as distorções feitas na corrente intensa de ar que criava.

Todo o seu foco e espírito estariam concentrados em não se permitir ser atacada de forma alguma pelo inimigo. Buscaria as posturas perfeitas em seus bloqueios, como já havia treinado a infância inteira à exaustão. Venceria-o por todas as suas companheiras, e usando tudo o que aprendera em Zomana e em Latem. Buscaria não possuir nenhum fio de cabelo fora do lugar... Esqueceria-se de Zaki, Clap e do mundo ao seu redor. Entraria no transe inebriante do combate.







[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Cindy Vallar:
 
Histórico:
 



Créditos: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] e [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



objetivos escreveu:

[ ] Conhecer Torino
[ ] Conhecer  Baterilla
[ ] Ir para o Farol
[ ] Aprender perícia Natação
[ ] Desenvolver relação com Zaki

Voltar ao Topo Ir em baixo
Jean Fraga
Narrador
Narrador
Jean Fraga

Créditos : 10
Warn : Karatê Cindy - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 11/04/2020
Idade : 17

Karatê Cindy - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Karatê Cindy   Karatê Cindy - Página 3 EmptyQui 01 Out 2020, 18:13

Karatê Cindy


Desafio Aceito!!



Horário: 20:00
Temperatura: 19°C
Localização: Torino Kingdom

As palavras doem lá dentro e Cindy sentia isso, o homem não estava facilitando para ela e a luta começava a se estender, ao fundo podia ver Zaki com Clap, dando um sinal de joinha, era algo como ‘pode se soltar, está tudo certo!’, sumiu no mato, provavelmente se escondendo.

Sua tática com as tonfas era efetivo, pouco mas começava a sentir as distorções, bloqueava um ataque lateral com bastão que vinha na sua direção.

Começava uma trocação de ataques, alguns bloqueados outros passavam, até o homem chutar Vallar na altura de suas tonfas que bloqueavam o golpe direto, a arrastando para longe.

Ambos começavam a sentir a exaustão, girando as tonfas, ela redirecionava as diversas facas de arremesso projetadas contra ela, estava começando a pegar o jeito e a entender os padrões do homem.

Fintando com uma mão, Cindy caia no golpe falso e redirecionava o braço errado, visto que o braço esquerdo chegava como um meteoro em sua cabeça, mas a amazona estava diferente, com sua tonfa esquerda, ela bloqueava o soco, o homem com o olhar arregalado, se distanciava e dizia: — Parece que eu estava errado... – Respirava fundo e continuava: — Você não é mais uma amazona, você se tornou mais que isso... o mundo te transformou sem você talvez nem perceber...

Se encostando numa arvore, ele tirava o capacete e o bota na perna, — Passamos horas lutando... Com o tempo você mostra suas garras né? Hahah... – Tossindo, — Bom me sobra pouco tempo, mas deveria ver como estava a últimas amazonas, talvez você não se recorde, mas eu fui seu primeiro treinador e não poderia facilitar para você...


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Começava a sair sangue por sua boca, — Eu lembro de você naquele dia, chegando a zomana, vendo toda destruição.... pobre garota, talvez exista alguma amazona por este vasto mar, porém a única que encontrei foi você.

— Parece que você está se tornando uma mulher – um sorriso sai de seu rosto, — Viva Cindy e mais do que nunca vingue Zomana, chegando no farol, procure... procure por este homem. - Entregava um papel com a foto de um homem e o nome ‘Jake’, eu falei de você e ele... ele... e-le... pode... – Abaixando a cabeça, o normal para sua condição acontecia, morria por ali, sem ao menos deixar um nome.



Consideração:
 
Informações:
 
Machucados:
 
Mascarado :
 
bichaelson


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Jean Fraga em Qui 08 Out 2020, 14:40, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Oni
Pirata
Pirata
Oni

Créditos : 8
Warn : Karatê Cindy - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 19/01/2013
Idade : 23
Localização : Bahia império nagô

Karatê Cindy - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Karatê Cindy   Karatê Cindy - Página 3 EmptyQui 01 Out 2020, 22:41




Reza.


Encarando o corpo caído ela começava a se lembrar...

Zomana, como era de se esperar, era um país politeísta.

Devido ao fato de fazer rotas comerciais com diversas culturas diferentes através das guerras e obrigá-las ao comércio, por diversas vezes se fazia necessário aceitar os deuses daquela cultura para si, ou relacionar os deuses da própria Zomana para a alheia.

O elefante, em sua terra natal, era um animal sagrado. A criatura usada como arma e transporte durante a guerra era louvada e possuía até uma divindade que a representava: Vashu. A gigantesca mulher-elefante de muitos braços representava diversas coisas. Assim como a guerra, seus símbolos tinham a ver com Criação, Esperança, Domínio, Controle e Destruição. Dentre as amazonas ela era tida como a própria Deusa Morte, uma força natural incontrolável e inefável, bela por ser indomável, às quais elas deveriam respeitar como se teme as coisas maiores.

Cindy nunca gostou muito dela.

Sempre fora do tipo de ir além dos limites e desafiar as coisas maiores.

Entretanto, companheiras suas de guerra já haviam morrido durante os treinamentos fosse por doenças ou por não suportarem o ritmo.

Sempre que uma guerreira morria, era para Vashu que eram feitas as rezas. Dizia-se que era justamente tal cântico, quando entoado por uma guerreira valiosa e reconhecida, que fazia a mulher-elefante cavalgar as nuvens e berrar através da sua tromba em busca das guerreiras também valiosas que iriam aos céus.

Ao encarar o oponente valioso no chão, a primeira reação de respeito que pensou em entregá-lo foi fazer o cântico para que ele fosse levado e reconhecido por Vashu.

''Mas eu não tenho voz.'' pensou soturna. ''E sou a única que lembra do cântico.''

Aquele pensamento a faria engolir em seco e encarar o cadáver do mestre da qual ela nem mesmo se lembrava como se fosse uma garotinha.

''Todos aqueles corpos queimados sem ninguém para rezar por eles...'' seus lábios formariam um beiço de tristeza. Seu corpo se enfraqueceria de repente.

Passaria a mão no rosto e o alisaria com força encaminhando a palma até a nuca e a alisando com bastante força.

Encararia Clap e Zaki.

Nem mesmo poderia explicar-lhes sobre como se sentia. Disfarçaria com um sorriso cansado.

Daria uma volta em torno de si perdida.

Encararia o cadáver.

Daria outra volta...

Disfarçaria mais um sorriso cansado.

''Eu nem mesmo acredito em Vashu...'' pensaria encarando o cadáver, ficando ainda mais perdida.

Ela não acreditava em nada, e estava bastante desiludida com seu antigo reino. Ela estava em busca de coisas novas, e ultimamente sentia que Zaki seria o melhor a ensiná-la como se portar... Mas nem mesmo quanto a isso possuía certeza...

...Mas então por que as lágrimas escorregariam dos seus olhos?

Secaria o rosto com o antebraço olhando para baixo após chorar pelo tempo que fosse.

Quando terminasse, colocaria o cadáver do mestre junto com as armas sobre Clap e começaria a caminha rumo à noite da cidade de Torino Kingdom. Procuraria a melhor forma de subir a árvore, a estudando nos arredores.

Evitaria o olhar de Zaki.






[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Cindy Vallar:
 
Histórico:
 



Créditos: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] e [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



objetivos escreveu:

[ ] Conhecer Torino
[ ] Conhecer  Baterilla
[ ] Ir para o Farol
[ ] Aprender perícia Natação
[ ] Desenvolver relação com Zaki


____________________________________________________

''.....''

- Cindy Vallar  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

GUAP:
 

Ser Staffer:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jean Fraga
Narrador
Narrador
Jean Fraga

Créditos : 10
Warn : Karatê Cindy - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 11/04/2020
Idade : 17

Karatê Cindy - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Karatê Cindy   Karatê Cindy - Página 3 EmptyDom 04 Out 2020, 14:03

Karatê Cindy


Sentimentos



Horário: 21:00
Temperatura: 19°C
Localização: Torino Kingdom

Seu passado retornava a sua mente, lembrava-se de Zomana e sua diversa cultura, seus cultos.

O momento correto para praticar um destes cultos lembrados, porém, nas condições atuais, já não seria mais possível reproduzi-lo.

Zaki via a cena e se mantinha calado, não acreditava ser certo interferi-la, suas emoções naquele momento estavam completamente bagunçadas, apesar de pensar algo, o choro demonstrava outras coisas.

Passava um tempo chorando e descarregando certo ‘peso’, limpando-se com o antebraço, botava seu mestre a cima de Clap, seguia para a cidade, durante todo caminho analisava a arvore, não parecia ser uma missão fácil, porém ao leste podia ver uma formação diferente na arvore, alguns pontos que poderiam ajudá-la a subir.

A subida que tinha percebido, mesmo vendo de longe, podia ver como uma trilha feita pelo homem, a subida parecia necessitar de cordas e equipamentos corretos, além de íngreme muitos pedaços pareciam soltos e pisar em falso seria o fim, algumas marcações de apoio para corda, eram vistas mesmo de longe e o percurso até lá na mata fechada, não seria fácil também, com muitas pedras e mata densa.

O clima era silencioso, porém Zakia dizia a garota: — Olha não sei bem o que aconteceu ou o que vocês estavam conversando, mas lembre-se, sou seu amigo então não precisa se fechar completamente, conversar também ajuda a processar tudo que você conversou melhor... - Sorria para Cindy e seguia caminho.

Chegavam novamente a cidade, apesar do horário, o local era bem movimentado, com alguns restaurantes abertos e algumas lojas de utensílios e armas também.



Consideração:
 
Informações:
 
Machucados:
 
bichaelson


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Jean Fraga em Qui 08 Out 2020, 14:40, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Oni
Pirata
Pirata
Oni

Créditos : 8
Warn : Karatê Cindy - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 19/01/2013
Idade : 23
Localização : Bahia império nagô

Karatê Cindy - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Karatê Cindy   Karatê Cindy - Página 3 EmptyDom 04 Out 2020, 15:24




Caminho Para Vashu.



Cindy estava bastante distante em sua rota até a cidade, profundamente imersa nos próprios sentimentos.

Era estranho descobrir ao mesmo tempo que, tanto não era mais a única da sua civilização, quanto que a única outra pessoa de sua civilização estava morrendo à sua frente de novo.

Era como se a base para a sua postura e para a sua rotina diária, que mantinha viva consigo mesma mas pela qual havia se desapaixonado, de repente retornasse a fazer sentido. Tinha mais alguém para reconstruir tudo aquilo com ela, ao seu modo, e sua própria personalidade poderia ter um sustento ressignificado, melhorado, sem ódio pelo que fora seu passado mas agora com a possibilidade de reformá-lo. Em conjunto. Algo para além de si mesma e da sua própria mudança, mas realmente fazer as pazes com a sua civilização nova....

....Apenas para descobrir que já não havia mais como.

No balanço dos movimentos de Clap carregando o cadáver do seu mestre ela refletiria sobre isto...

Subiu da sua imersão em pensamentos graças a Zaki.

As palavras carinhosas dele a atingiam como uma onda que logo passava, mas que a refrescavam momentaneamente. Sem nem saber por onde começar a explicar como se sentia nem mesmo tudo o que passava pela sua mente, tudo o que pôde fazer foi oferecer-lhe o olhar cansado e um cumprimento com a cabeça como se dissesse ''obrigada. Eu sei disto.''.

Mas logo se virava novamente para a árvore e encarava a sua grandeza.

''O que deve ser maior, ela ou a Briss Tower?'' pensava melancolicamente.

Não iria até nenhum dos restaurantes. Não estava no clima para comer, embora talvez precisasse. Ao invés disto, iria para alguma das lojas de serviço e procuraria equipamentos que julgasse necessários para escalar a árvore com as suas habilidades. Prestaria bastante atenção aos preços e, se possível, ofereceria as armas do seu mestre para trocar pelos materiais de escalada. ''Ele não precisará delas com Vashu..''

Guiaria Clap até o sopé da árvore imensa, e deixaria Zaki livre para decidir segui-la ou não.


Utilizando as suas habilidades de mecânica e engenharia buscaria consertar o máximo de material que conseguisse com o que havia comprado, bem como usar o próprio material para facilitar a própria escalada usando suas habilidades enquanto alpinista.

Amarraria o mestre às costas usando uma corda, deixando a armadura dele e outros objetos pesados no sopé da montanha, e subiria com o máximo de habilidade e bem devagar, se fiando bastante nos equipamentos para gastar o mínimo de energia possível na subida.

Estaria atenta aos caminhos que rumava e à qualidade dos equipamentos, sempre testando de leve antes de colocar todo o peso para se impedir de entrar em enrascadas e procurando pontos para descansar durante a subida sempre que possível.

Buscaria chegar ao topo antes de ter que olhar para baixo e ter uma visão melhor do lugar.

E, assim que chegasse, caso chegasse, se desamarraria do seu mestre e o deixaria deitado lá, aonde pudesse sentir como se encostasse o céu, deitando também ao seu lado.

Provavelmente eles estariam confusos sobre as intenções dela, já que ela não poderia explicar-lhes. Por isto, antes mesmo que começasse a subir, pegaria o seu caderno e caneta e os contaria: - A Deusa da Guerra de Zomana vem do céu... E caminha sobre as nuvens para levar os guerreiros valiosos consigo. Existe uma forma de chamá-la por cântico, mas eu não posso cantar. Eu irei levá-lo até o topo, onde Vashu possa vê-lo, e como ele era um verdadeiro guerreiro que treinou diversas amazonas alguma com certeza vai reconhecê-lo e levá-lo...'' deixaria o papel com eles.

Se não pudesse cantar para chamá-lo, rezaria da sua forma: Através de atitudes.

Olharia ao seu redor, a cidade, o oceano, aonde seus olhos pudessem alcançar.

''Existe algum lugar mais alto no South Blue onde eu poderia colocá-lo?'' sorriria consigo.





[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Cindy Vallar:
 
Histórico:
 



Créditos: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] e [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



objetivos escreveu:

[ ] Conhecer Torino
[ ] Conhecer  Baterilla
[ ] Ir para o Farol
[ ] Aprender perícia Natação
[ ] Desenvolver relação com Zaki


____________________________________________________

''.....''

- Cindy Vallar  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

GUAP:
 

Ser Staffer:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jean Fraga
Narrador
Narrador
Jean Fraga

Créditos : 10
Warn : Karatê Cindy - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 11/04/2020
Idade : 17

Karatê Cindy - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Karatê Cindy   Karatê Cindy - Página 3 EmptyDom 04 Out 2020, 17:22

Karatê Cindy


Despedida



Horário: 05:00
Temperatura: 17°C
Localização: Torino Kingdom

Descartava a ideia de restaurantes pelo momento, indo a uma loja de utensílios, comprava coisas como 2 freios, 2 mosquetões, 2 cadeirinhas, duas cordas de 30 metros.

Oferecendo as armas e mais 50 mil berries ela pagava tudo e poderia usufruir de tais peças.

Com uma caminhada longa pela mata, chegavam ao pé da arvore, Zaki dizia: — Pretendo te acompanhar! – Prendia Clap em uma região próxima a água e a alguns peixes, — Ele deve ficar bem por aqui, não iremos demorar garotão! - Passava a mão o acariciando.

Amarrando seu mestre em suas costas, começava a subida, calma, atenta e de olhos abertos, Zaki seguia seu rastro, pisava nos mesmos pontos e mantinha a cautela.

Algumas pisadas e apoiadas em falso aconteciam, mas nada que os parasse o trouxesse problemas, descansava em pontos cabíveis, mas mantinha a subida.

Eram horas subindo e quase com os músculos cansando, Cindy chegava junto de seu mestre e Zaki ao topo da arvore.

Zaki se apoiava a um ponto firme e sentado, respirava fundo, estava acabado com a subida, mas se mantinha pronto para os próximos passos.

Apesar de serem plantas, elas eram bem firmes e possibilitavam a caminhada por ali, a altura era monstruosa e de vez em quando pelo vento, a arvore balançava de um lado para o outro.

Desamarrando-se de seu mestre, Vallar, deitava ao lado de seu mestre, olhando ao céu.

Do alto, podia ver toda a cidade, o mar a volta da ilha e sua imensidão.

Zaki dizia: — Vamos Cindy! Levantando, venho percebendo que você ficou curiosa com a técnica que utilizei no cais ontem de manhã, mesmos cansados, talvez aqui será nosso momento de paz, irei tentar te ensinar algumas coisas se deseja!

— Seu mestre se foi e posso não ter nem 1% do conhecimento que ele tinha, porém farei meu máximo para te ajudar com isso!

O som nascia ao horizonte, o vento balançava a gigante arvore, os gigantes pássaros ainda estavam a dormir, eram lindos visto de tão perto e pelo sono deles, Cindy e Zaki,teriam um tempo até o seu acordar, seria ali o começo de um novo aprendizado?



Consideração:
 
Informações:
 
Machucados:
 
bichaelson


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Jean Fraga em Qui 08 Out 2020, 14:40, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Oni
Pirata
Pirata
Oni

Créditos : 8
Warn : Karatê Cindy - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 19/01/2013
Idade : 23
Localização : Bahia império nagô

Karatê Cindy - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Karatê Cindy   Karatê Cindy - Página 3 EmptySeg 05 Out 2020, 10:44

[quote="Oni"]


Karatê Cindy!



Cindy sentiria a árvore sob os pés.

Sentiria a altitude em que estava.

Olharia para baixo, buscando ver os detalhes da cidade.

Fitaria o céu e o sol nascendo no horizonte. Sentiria o vento balançando a árvore e a si própria. A grandeza dos pássaros e a própria.

Fecharia os olhos e respiraria bem fundo, buscando se conectar ao máximo com aquele momento, por instante entrando em um estado de transe. ''Quantas pessoas já vieram até aqui?'' se perguntaria. ''Quão raro é esta sensação?'' se fosse refletir sobre raridade e quantos já tiveram acesso e colocar em uma balança, certamente valeria mais do que ouro. ''Provavelmente pouquíssimas.'' deixaria a serenidade trespassar o seu corpo cansado junto com a brisa e daria um sorriso leve com os lábios, abrindo os braços e sentindo o mundo.

Olharia seu mestre morto. O suor do seu corpo para subir a árvore fora sua reza por ele, e agora Vashu finalmente poderia vê-lo.

Apesar de ter lhe dado uma chance de ir para o paraíso - no qual ela nem sabia se acreditava ou se era mais uma prisão que Zomana estabelecera sobre ela - a Amazona se sentia triste por voltar a ser um indivíduo. Uma célula sem corpo e sem propósito, vagando solitária pelo universo, respondendo apenas sobre si mesma e sem algo maior no qual fluísse. Era solitário, mas era liberdade, era ser um indivíduo, não pertencer a nada. Novamente. Tudo o que soubera e aprendera mais uma vez morto. Nada do que ela fizesse represantaria nada além de si mesma. E tudo o que sabia sobre o seu povo morreria sem ser passado por ela, já que sua voz fora arrancada junto a eles.

Era difícil manter a postura ereta de amazona, era difícil ver propósito em sua rotina de treinamentos, era difícil saber que nunca poderia ser compreendida ainda mais por ninguém poder saber a fundo do seu contexto e do que vinha por detrás de si.

Mas que Vashu levasse o seu passado consigo e ela finalmente pudesse ser ela mesma, sem responder a passado algum.

Dali de cima, o South Blue parecia bastante pequeno. Olharia ao seu redor para ver se havia alguma posição mais alta do que ela. ''O Mestre disse que eu era a mais forte das amazonas..'' pensaria enquanto procurava olhando ao redor. ''Nem mesmo Zomana chegou tão alto...'' suas pálpebras tremelicariam com o choro iminente.

Zaki falava com ela e a convidava para aprender o Karatê Tritão.

Embora ela nunca pudesse ser Tritão e nem mesmo fazer parte daquilo, ela admirava Zaki e queria aprender com ele. De indivíduo para indivíduo, ser apresentada à sua grande história e passado, ser uma célula, ainda que exógena, de um corpo que ela precisaria conhecer para descobrir se admirava ou não. Talvez pudesse se decepcionar como se decepcionara com a sua terra natal. Talvez pudesse não se sentir encaixada de forma alguma. Mas precisaria tentar. E, se fosse o caso, não se importaria em ser para sempre solitária, vagando através de corpos nacionais, descobrindo ao máximo sobre eles, concordando, discordando, absorvendo, transformando-se e partindo para os próximos enquanto não encontrasse o equilíbrio das reações bioquímicas que era.

O próximo passo era seguir o papel que indicava que deveria ir para o Farol. Após isto, não saberia mais o que seria de si. Mas o mistério a excitaria também.

- Era tudo o que eu poderia desejar, Zaki. - entregaria a folha de papel para ele com um sorriso. - Então me diga: Quais as filosofias e técnicas do Karatê Tritão?

Ouviria tudo o que Zaki teria a dizer, e, como uma boa aluna, seguiria o seu mestre novo em tudo o que ele a indicasse, imitando seus movimentos e buscando aprender.






[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Cindy Vallar:
 
Histórico:
 



Créditos: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] e [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



objetivos escreveu:

[X] Conhecer Torino
[ ] Conhecer  Baterilla
[ ] Ir para o Farol
[ ] Aprender perícia Natação
[X] Desenvolver relação com Zaki


____________________________________________________

''.....''

- Cindy Vallar  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

GUAP:
 

Ser Staffer:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jean Fraga
Narrador
Narrador
Jean Fraga

Créditos : 10
Warn : Karatê Cindy - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 11/04/2020
Idade : 17

Karatê Cindy - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Karatê Cindy   Karatê Cindy - Página 3 EmptyTer 06 Out 2020, 17:24

Karatê Cindy


Hora De Treinar!!



Horário: 06:30
Temperatura: 17°C
Localização: Torino Kingdom

Era um momento de despedida, havia cumprido o que teria dito que faria, poucos conseguiram chegar no topo e ter a sorte dos pássaros estarem dormindo.

Mas não estava completamente bem com tudo, perdida em muitos pensamentos, Cindy voltava a não se conhecer tão bem.

Via ao fundo, uma alta montanha, gigante que não era possível nem ver o topo, o que seria aquilo exatamente?

O convite de Zaki era legal para descontrair o momento e tirar seu foco do que havia passado, lendo o papel, ele ficava animado.

— Certo, o karate tritão é um estilo de luta do meu povo, consiste em você socar as partículas de água existente na atmosfera, dentro da água, este poder se potencializa de tal forma..., mas vamos começar pelo básico.

— Tente sentir as partículas de agua no ar, arrume sua base como a minha – Zaki, logo se arrumava e ajudava Cindy a ficar na base correta, — Com a base ajeitada, feche os olhos, comece primeiro por tentar sentir as partículas como falei, a chave para dominar o Karatê Homem-Peixe é ser capaz de controlar toda a água na proximidade direta do usuário, a partir da água na atmosfera para a água no corpo do adversário...

— Uma vez que cada criatura viva é nada mais do que uma massa de água, então dominar isso seria a chave para seu aprendizado! – Sorrindo dizia: — Não será fácil e talvez nem hoje você domine, porém, comece pelo básico, após conseguir sentir minimamente, tente dar um forte soco duro, parecido com aquele do cais, que fiz ontem, na intenção de tentar, fazer eu sair do local.

Os pássaros dormiam e teriam algum tempo por ali, começava então seu treino ao topo da arvore, onde era possível ver o sol nascer ao horizonte e o vento balançava tudo.



Consideração:
 
Informações:
 
Machucados:
 
bichaelson


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Jean Fraga em Qui 08 Out 2020, 14:41, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Oni
Pirata
Pirata
Oni

Créditos : 8
Warn : Karatê Cindy - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 19/01/2013
Idade : 23
Localização : Bahia império nagô

Karatê Cindy - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Karatê Cindy   Karatê Cindy - Página 3 EmptyTer 06 Out 2020, 22:36




A Montanha Vermelha.



Cindy buscaria fazer uma base de karatê assim como Zaki e buscava segui-lo sendo bastante atenciosa.

Ouviria o que ele dizia, buscando sentir as partículas de água no ar enquanto seguia os seus movimentos bem lentamente.

''As partículas de água no ar...'' diria para si mesma franzindo o cenho.

Com movimentos lentos e utilizando ao máximo sua audição aprimorada buscaria ouvir os próprios batimentos cardíacos, a forma como seu sangue era bombeado para dentro de si, a maneira como a saliva estalava quando abria a boca, a brisa do mar carregada, o suor escorrendo por seu corpo, as partículas suspensas...

...Mas só para sentir que nada daquilo faria sentido.

Pararia durante um instante fora da posição de treinamento após bastante tempo tentando e puxaria os lábios para um dos cantos da boca retorcendo-os em um bico de desânimo.

E então tudo o que ouviria seria o seu estômago implorando por comida.

De olhar cansado, olharia para Zaki e daria um sorriso desgastado, como que enferrujado, e então faria uma reverência para ele como se pedisse pelo fim do treino momentaneamente, em um gesto de respeito.

O sol que nascia ao horizonte revelava uma gigantesca montanha. Ela era muito maior do que a Briss Tower e também muito maior do que a árvore de Torino Kingdom. Aquele sim deveria ser o ponto mais alto do mundo.

Cindy a enquadraria em suas mãos, desenhando a forma geométrica ao ligar os dedos indicadores aos polegares criando um retângulo e atravessando a visão de um dos olhos por dentro deste com o outro olho fechado para focar melhor. ''É gigantesca..'' pensava perdendo-se nas lembranças da sua terra natal. Sobre como fora a primeira vez em que vira um elefante de guerra de frente e de como sentira-se impotente. Sobre como subira no mesmo apenas para se sentir mais poderosa. Sobre como a sensação de vê-lo foi a primeira que teve quando viu magnitude do maior arranha-céu do South Blue e sobre como também o havia dominado ao cortar sua energia elétrica. Agora, acima tanto do elefante quanto da Torre, via uma montanha maior do que tudo. ''...Mas é menor do que a minha ambição.''

Dava de ombros e fungava dando um sorriso zombeteiro. O Karatê Tritão era sobre controlar a água. E esta sim era maior até do que a montanha. Iria dominá-lo.

Apontaria para a montanha de lado para ela enquanto olharia seu mais novo sensei nos olhos. Ficaria parada, se comunicando apenas com o olhar. Esperaria transmitir todos estes pensamentos para ele, ainda que através da visceral bruteza irracional dos sentimentos implacáveis. Esta forma selvagem de dizer.

Respiraria fundo, ajeitaria a postura como aprendera com seu mestre morto e começaria a descer a árvore.

Iria até Clap, juntando todas as suas coisas no pato e caminharia em direção ao porto.

Se desse tempo, procuraria algo que pudesse comer de forma fácil no caminho.

Esperaria a sua carona, o mesmo que a havia deixado na ilha no dia anterior, já que ele dissera que apareceria durante a manhã.


Com os olhos quase se fechando de tanto cansaço e piscando constantemente ela buscaria manter a postura ao encarar o horizonte. Não poderia se dar ao luxo de dormir ainda... Tinha um oceano para conquistar.






[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Cindy Vallar:
 
Histórico:
 



Créditos: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] e [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



objetivos escreveu:

[X] Conhecer Torino
[ ] Conhecer  Baterilla
[ ] Ir para o Farol
[ ] Aprender perícia Natação
[X] Desenvolver relação com Zaki


____________________________________________________

''.....''

- Cindy Vallar  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

GUAP:
 

Ser Staffer:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jean Fraga
Narrador
Narrador
Jean Fraga

Créditos : 10
Warn : Karatê Cindy - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 11/04/2020
Idade : 17

Karatê Cindy - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Karatê Cindy   Karatê Cindy - Página 3 EmptyQui 08 Out 2020, 14:37

Karatê Cindy


Hora De Treinar!!



Horário: 06:30
Temperatura: 17°C
Localização: Torino Kingdom

Apesar do momento, com um professor e a calmaria que os ventos traziam, Cindy não conseguia sentir o que Zaki dizia.

Passava horas concentrada e tentando, mesmo assim, não tinha alguma evolução desde quando começo e os sinais de cansaço começavam a ser percebidos.

Vendo o rosto de Cindy e o som que saia de sua barriga, Zaki dizia: — Podemos continuar depois garota! Realmente não é tão fácil quanto parece!! A falta de nutrientes é visível no seu rosto, vamos descer e procurar algum lugar pra comer!!

Avistava seu novo objetivo! Ao horizonte ela podia ver uma imensa montanha!

— Seu próximo oponente a se superar? Isso ai! Sempre com grandes ambições!! – Sorria de volta para Cindy, — Vamos? – Começava a se movimentar direção à onde teriam subido.

Começavam uma longa descida, por não estar carregando alguém em suas costas, a descida foi consideravelmente mais rápida que a subida.

Chegando a Clap que havia acabado de se levantar, ela arrumava suas coisas e junta dele e de Zaki, seguiam para o cais, durante o caminho, consegui pegar um Oniguiri e uma garrafa de água, custando 20 mil berries.

Chegavam ao cais e com o barco quase saindo, eles conseguiam adentrar.

— Ohhhh! Parece que estão vivos! Próxima parada é Baterilla, se quiser deixo vocês lá! Senão ao final do dia volto pra Torino, enfim, vamos nessa! – Com a fala do homem, o barco partia direção Baterilla!

Então a saída da ilha era sua ultima vista do local, a despedida de bons momentos e novas descobertas para a garota! Seguiam agora, caminho BATERILLA!!



Consideração:
 
Informações:
 
Machucados:
 
bichaelson


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Oni
Pirata
Pirata
Oni

Créditos : 8
Warn : Karatê Cindy - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 19/01/2013
Idade : 23
Localização : Bahia império nagô

Karatê Cindy - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Karatê Cindy   Karatê Cindy - Página 3 EmptySab 10 Out 2020, 15:35




De volta ao mar.



A cabeça de Cindy doeria bastante conforme ela colocaria uma das mãos sobre os olhos e encararia a ilha diminuindo. Apertaria os olhos com força, deixando um totalmente fechado e um entreaberto, sentindo o desgaste emocional e físico que havia passado naquele dia como se estivesse vestindo uma armadura pesada.

Faria uma reverência para Torino Kingdom, lugar que havia sido palco de uma outra evolução inesperada para ela, como forma de demonstrar respeito à ilha e ao seu mestre, e então se dirigiria até o alojamento em que pudesse dormir.

Se recostaria sobre algum local que a permitisse o sono, e então mergulharia para dentro de si, para longe do peso do corpo, do peso do luto e das suas questões. Dormiria como forma de combater o cansaço na viagem até a próxima ilha e então refletiria sobre tudo o que ocorrera...

''O mar...'' pensaria. Já era uma pessoa diferente da que havia deixado o barco no dia anterior. Mal podia se acompanhar... E, diferentemente da última vez em que estivera no barco, agora suas perspectivas também já eram novas. Ela queria dominar o mar, descobrir sentimentos raros e se expressá-los até mesmo através do silêncio... Não tinha tempo para descansar, e nem mesmo para se afundar nos pensamentos. Por isto faria daquela soneca, daquele momento em alto mar, o seu próprio treinamento.

Sentiria o balanço sob o casco, entrando em estado de relaxamento e buscando usar sua audição aguçada de forma passiva para se conectar ao som da água, à sua forma de mover, à forma como suas gotículas se projetavam quando em contato com superfícies sólidas bem como a maneira como elas se espalhavam pelo ar. Dormiria afim de entrar em transe junto com o movimento das ondas. A bem da verdade, embarcaria no mundo dos sonhos através da concentração na forma como a dinâmica da água se dava, como se as gotículas fossem contar ovelhas, e buscaria se concentrar bastante no balanço. ''Eu preciso entendê-lo como quando eu monto em Clap... Preciso domá-lo mas sabendo que nunca terei todo o controle..''

Seguiria o seu treinamento onírico, projetando imagens e cenas e se conectando ao oceano.

Seu mestre a havia ensinado a lutar, Kevin a havia ensinado a lidar com máquinas, um senhor no lixão a ensinara como  montar Clap... E agora era a vez de Zaki. E a melhor forma de entender Zaki e aprender sobre a sua cultura era compreender sobre a sua forma de lutar... Mas é justamente aí que um pensamento faria o transe de Cindy se espalhar como água esparramada e sua concentração até mesmo se quebrar.

''Quem era o mestre de Zaki?'' se os mestres de Cindy diziam tanto sobre ela, talvez o mestre de Zaki fosse o segredo para entendê-lo de uma vez e obrigá-lo a parar de se expressar passivamente.

Prosseguiria no seu momento de descanso, deixando de lado o treinamento aos poucos e se aprofundando cada vez mais no sono.






[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Cindy Vallar:
 
Histórico:
 



Créditos: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] e [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



objetivos escreveu:

[X] Conhecer Torino
[ ] Conhecer  Baterilla
[ ] Ir para o Farol
[ ] Aprender perícia Natação
[X] Desenvolver relação com Zaki


____________________________________________________

''.....''

- Cindy Vallar  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

GUAP:
 

Ser Staffer:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Karatê Cindy - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Karatê Cindy   Karatê Cindy - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Karatê Cindy
Voltar ao Topo 
Página 3 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Torino Kingdom-
Ir para: