One Piece RPG
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Cap IX ~ Esperança ~
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 16:34

» A Ascensão da Justiça!
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor K1NG Hoje à(s) 16:27

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor K1NG Hoje à(s) 15:56

» Art. 4 - Rejected by the heavens
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 15:02

» The Hero Rises!
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor Achiles Hoje à(s) 14:36

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor xRaja Hoje à(s) 14:35

» Vol 1 - The Soul's Desires
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor Arthur Infamus Hoje à(s) 13:42

» Meu nome é Mike Brigss
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor Shiro Hoje à(s) 13:41

» Carregada de Culpa / Amanhecer em Prata
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor Veruir Hoje à(s) 13:34

» Um novo recruta: o nome dele é Jack!
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor Arrepiado Hoje à(s) 13:09

» [Mini - Aventura] O Imparável Junichi
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 10:01

» [MINI-XICO] The midnight dawn
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 10:00

» [MINI-Thop] Onde ?
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 10:00

» A primeira conquista
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor Rangi Hoje à(s) 05:10

» Bitch Better Have My Money
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor Kylo Hoje à(s) 03:54

» Pequeno Gigante
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor Teo Hoje à(s) 00:53

» VIII - The Unforgiven
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 23:41

» [MINI-*Kan Kin*] *Uma vida de merda*
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor Shideras Ontem à(s) 23:25

» [MINI-Koji] Anjo caído
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor Makei Ontem à(s) 22:53

» [M.E.P] Koji
I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Emptypor Makei Ontem à(s) 22:52



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 I - As rédeas de Latem City!!

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 EmptySab 18 Jul 2020, 02:15

Relembrando a primeira mensagem :

I - As rédeas de Latem City!!

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) civis Kuze Kyoji e Sato Fuyuki. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Felix
Civil
Civil


Data de inscrição : 20/12/2017

I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 EmptySab 22 Ago 2020, 14:21




Sato Fuyuki

As rédeas de Latem City




Envolvido pela luz branca ainda abraçado em seu avô, Fuyuki começa a sentir sua consciência se apagando lentamente e tudo tornando-se claro junto a luz.

Tudo que sentia era uma dor localizada, não sabia exatamente aonde estava essa dor em seu ser, apenas sabia que ela era forte e aparentava ter um raio de alcance pequeno. Conforme a cabeça voltava a funcionar percebia que essa dor estava em seu rosto, mais especificamente na sua bochecha esquerda.

”É claro, eu levei um soco muito forte na cara.”  

Em seguida uma dor ainda mais forte e consideravelmente com um tamanho maior em seu corpo o fazia contorcer por alguns momentos, de alguma forma dificultando sua respiração natural. O que fez Fuyuki se lembrar de tomar repetidos chutes nas costelas que provavelmente estavam danificadas.
Mas uma terceira e nova dor da qual o rapaz não sabia exatamente da onde surgira rondava por todo seu corpo, deixava-o tonto e meio grogue.

”Será que eu fui drogado ou envenenado?”  

Abriria os olhos lentamente e piscaria algumas vezes para acostumar a visão ao local que se encontrava, tentaria então se lembrar do que aconteceu antes de ter desmaiado. Olharia ao redor para tentar achar algum rosto familiar da prisão, e percebendo estar em um ambiente novo com pessoas desconhecidas levantaria o tronco, saindo da sua posição de deitado para sentado, assim se sentiria menos indefeso.

Tomaria algumas golfadas de ar e moveria a boca algumas vezes para conseguir falar.
-Kuze você está bem? Quem são essas pessoas? COF COF … Onde estamos?

Fuyuki sabia que não estava em condições de lutar ou tentar fazer algo mirabolante, esperava apenas que a situação não se complicasse como na prisão. Enquanto os pensamentos se ajustavam para o momento de agora, lembrava do sonho estranho que acabara de ter. Por mais que as coisas saíssem do controle algumas vezes ainda faria seu melhor, ainda correria atrás de seu sonho de viajar o mundo e conhecer diversas realidades diferentes da sua, ao mesmo tempo que carregaria consigo seu avô na lança, e sua mãe na medicina.

Assim que possível passaria em casa para juntar suas coisas e sair de uma vez por todas dessa ilha abominável, mas não antes de pegar Joe e vingar seus amigos.

”Talvez eu devesse convidar Kuze para viajar comigo, ele com certeza não vai querer ficar mais nesse lugar aqui.”




Histórico:
 
Atributos:
 
Objetivos:
 
OFF:
 


Voltar ao Topo Ir em baixo
Fenrir SeaWolf
Membro
Membro
Fenrir SeaWolf

Créditos : Zero
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 10010
Data de inscrição : 13/05/2020

I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 EmptyDom 23 Ago 2020, 23:46



Fenrir Sealwolf

As rédeas de Latem City


O jovem Mink observa atentamente a situação em que se encontra. – Eu posso dizer que meu dia passou da agua pro vinho – E rindo, da mais uma tragada em seu cigarro e joga a guimba no chão e depois pisa para apagar o cigarro. Algumas pessoas no local aparentemente esta doente e não vou encher o pulmão deles de fumaça. Olho pra cara de cada um e não sinto que no meio dessas pessoas possa ter algum membro da marinha e por isso me sinto mais tranquilo.

Bem estranha essa sensação de ter raiva da Marinha e saber que a pessoa que me criou e me tirou das ruas foi um marinheiro. - Pensa Fenrir. – Mas isso é coisa pra outro momento. Agora vou novamente tentar descobrir quem são e se posso ser útil de alguma forma.

Amigos, olá... Eu me Chamo Fenrir Seawolf e saibam que não precisam ter medo de mim. Não farei mal algum a nenhum de vocês. – E dizendo isso, respiro fundo – Sou residente dessa ilha e se precisarem de alguma coisa, posso tentar ajudar. – E dizendo isso ele se afasta.

Voltando ate o vendedor de armas, o lobo vai tentar pechinchar pela arma, mas sabe que obtê-la nesse momento é muito importante.

Senhor, eu não sou nenhum nobre, e também não estou desmerecendo a qualidade de sua arma, mas se puder me vender por 35, eu pago agora mesmo. E Mostro que minhas economias podem ser dele se aceitar minha oferta.





Objetivos:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jean Fraga
Narrador
Narrador
Jean Fraga

Créditos : 12
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 11/04/2020
Idade : 17

I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 EmptyTer 25 Ago 2020, 22:42

As Rédeas De Latem City!!


Destino?



Horário: 18:40
Temperatura: 24°C
Localização: Briss Kingdom



Com os pouco Kuze e Sato começavam a acordar, os dois meio desnorteados com a situação toda, O cozinheiro logo via que Fuyuki estava nas mesmas condições ainda perdido no espaço que se encontravam.

As dores incapacitavam Kyoji de se expressar, o mesmo tentanva chamar a atenção de Raven, a mesma que em estado quase de choque, não respondia ao seu chamado, no entanto ao fitar o local que se encontrava, o mesmo podia se acalmar e se sentia feliz, seria tudo aquilo obra do destino?

Falava com Kuze, o mesmo que pelas suas incapacidades na fala não pode responder, mesmo com a situação inusitada, ele parecia estar focado em seus sonhos, mesmo um não sabendo dos pensamentos do outro, ambos pensavam em uma coisa, viajar juntos, teriam um sido feito pro outro? Grandes amigos estariam a se tornar?

Com o despertar de ambos, Bill o búfalo dizia aliviado: — Ainda bem que estão vivos! Quem salvou vocês foi a pequenina, agradeçam a ela! HAHAH... não podia deixar vocês largados no lixão, tive que traze-los, afinal, somos os sobreviventes das maluquices de Joe.

Via a condição da mandíbula de Kuze, logo Bill trazia um saco com gelo pro garoto, o que aliviava suas dores, Jonas então dizia: — Todos bem? Precisam de algo?  

O clima era amigável, Fenrir observava a situação, aos poucos se acalmava, os que por ali se encontravam, não o traziam algum tipo de perigo.

Se apresentava aos demais, os capangas acenavam cumprimentando-o, Bill sorria e dizia: — Prazer fenrir! Você parece um cara legal GUAHAHHA!

O guarda o cumprimentava, ouvindo a proposta do lobo, ele dizia: — Certo jovem, você parece ser um homem simpático, 35 mil e fechado!

Curioso com os demais, falava: — Então... quem são vocês? Porque foram pegos por Joe? – O clima ficava mais tenso, o que eles diriam para se explicar?

O que aconteceria por ali? Raven havia se mantindo esse tempo todo calada, teria acontecido algo com ela?


Consideração:
 
off:
 
Informações:
 
Jonas:
 
Ferimentos Kuze:
 
Ferimentos Sato:
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Wild Ragnar
Narrador
Narrador
Wild Ragnar

Créditos : 38
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 24/06/2014
Localização : Rio de Janeiro

I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 EmptyQua 26 Ago 2020, 18:25




Raven Nevar



Antes...

— Ao acabarmos os confrontos lá dentro, recebemos dardos sonífero para dormir, nós largaram no lixão e vazaram, o que eu acredito que aconteceu, foi que deram a dose errada! Pelo o que me lembro, foi o mesmo sonífero usado em mim quando fui pego, um sonífero para animais com mais de 100 kg!

Com a explicação de Bill, não havia a necessidade de buscar a causa do estado dos dois humanos, apenas identificar os ingredientes necessários para cura-los. Surpreendentemente o deposito possuía tanto o catalogo quanto os equipamentos e ingredientes, o que fez Raven perceber que talvez aquela operação que Jonas comandava não era uma apenas de contrabando de armas. ”O que mais será que ele tem por aqui?” Se questionou a menina, começando a sentir curiosidade.

O resto do processo foi simples, e ao finalizar, Raven guardou consigo os objetos utilizados. Voltando a atenção para Bill, viu que o Mink estava empolgado para partir daquela ilha. — Também estou feliz que está bem pequena! Podemos ir aos mares! –

- Sim, e quanto mais rápido formos melhor. - Concordou a garota, acenando levemente e sentindo um misto de antecipação e urgência. Olhando mais uma vez para os humanos, viu que estavam começando a acordar, e um deles até mesmo olhava para ela e começava a fazer uns grunhidos, jogando a cabeça para atrás. ”Será que eu errei o antidoto? Esse cara parece prestes a começar a ter uma convulsão...” Pensou a pequenina, inclinando levemente a cabeça de lado e revisando o que tinha feito, mas o homem eventualmente começou a sorrir, o que fez a jovem apenas dar de ombros e perder o interesse.

O segundo homem por sua vez, parecia estar um pouco melhor ao acordar. -Kuze você está bem? Quem são essas pessoas? COF COF … Onde estamos? – Ao ouvi-lo chamar o outro pelo nome, a tontatta concluiu que eles eram conhecidos lá dentro, mas não viu motivos para se manifestar. Com tantas pessoas ali para responder, e que sabiam melhor do que ela a história, não tinha necessidade abrir a boca. E assim como esperado, alguém explicou a situação.

Agora...

— Ainda bem que estão vivos! Quem salvou vocês foi a pequenina, agradeçam a ela! HAHAH... não podia deixar vocês largados no lixão, tive que traze-los, afinal, somos os sobreviventes das maluquices de Joe.

Ao ouvir o grande Búfalo falar, Raven se virou para ele, ainda sem dizer nada. Em seu rosto, uma expressão complicada se manifestava por um instante antes de desaparecer. Ela simplesmente não conseguia entender a justificativa dele para ter carregado os dois até ali. ”Só porque sobreviveram a um mesmo evento?” Ela própria só os ajudara porque Bill aparecera desesperado carregando os dois e pedindo auxilio. Bill, o único quem ela considerava um amigo. Mas a realidade era que a vida ou morte daqueles dois era indiferente para ela. Então por que importava tanto para ele? ”É isso que chamam de amigos de armas? Eles lutaram lado a lado e agora são amigos? Porque tenho certeza de que não tinham contato lá dentro até ontem.” Ponderou a menina, enquanto observava o Mink passar um saco de gelo para o que se chamava Kuze. ”O que será que aconteceu exatamente?”

— Todos bem? Precisam de algo? – A voz de Jonas interrompia seus pensamentos, a recordando do motivo real pelo qual estava ali. Andando até o velho, ela começava. - Eu e Bill precisamos sair da ilha o mais rápido possível, sem chamar a atenção. - Na verdade só ela precisava, mas o mink aceitara ir viajar com ela pelo mundo. - Você pode nos ajudar? Quando podemos ir? - Mesmo tentando controlar a voz, até mesmo ela podia ouvir o traço de ansiedade que suas palavras emitiam.

Uma vez que ouvisse a resposta dada por ele, ela acenaria demonstrando que entendera. - Além disso também notei que você tem vários itens que podem vir a ser úteis, se incomoda se eu der uma olhada? - Questionaria ela, e se não houvesse problemas, faria exatamente isso. Seu primeiro alvo seriam os livros do lugar. ”Preciso encontrar formas de ficar mais forte.” Apesar de não ter algo específico em mente, livros de anatomia humana, estratégia, forja e até mesmo rastreio chamariam sua atenção. Após procurar, e quem sabe separar algo, partiria então para seu alvo principal. As substancias toxicas e venenos.

Abrindo o catalogo em mãos, começaria a buscar pelo que desejava no deposito. ”Belladona e Hemlock precisam ser ingeridas, Aconite é melhor porque também posso passar nas armas durante uma luta e envenenar através de cortes.” Pensou, analisando alguns venenos vindos de plantas, e depois mudando para um outro. ”Tetrodotoxina também serve para cobrir as armas.” E assim, ela buscaria no local por um desses venenos, quer estivessem prontos ou em suas formas “primitivas”. Se não tivessem, ela suspiraria com pesar. ”Que pena. Mas em último caso sempre temos o bom e velho cianeto.” Feito a partir de sementes de maça e cigarros, não seria difícil de obter algumas doses, e se o local não possuísse também, ela não hesitaria em informar Jonas. - Também preciso de uma grande quantidade de cigarros. Ou sementes de maça. Tanto faz. -

Durante sua busca ficaria atenta também ao que os outros estavam falando, e principalmente na história por trás da libertação daqueles três da prisão. Bill dissera que Jonas os soltara, mas obviamente as coisas não eram tão simples assim, e talvez o motivo do Mink se importar com os outros dois ficasse mais claro.

---

Se um dos humanos que Bill trouxera a agradecesse, ela responderia com tranquilidade - Não foi nada. - Sem dar muita importância ao assunto.




Histórico:
 
Objetivos:
 


____________________________________________________


Hao:INSPIRE VIDA | EXPIRE MORTE
"Pensamento"
- Fala -



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

code by sant


Última edição por Wild Ragnar em Qui 27 Ago 2020, 18:58, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Felix
Civil
Civil
Felix

Créditos : 6
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 20/12/2017
Idade : 21

I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 EmptyQua 26 Ago 2020, 22:12




Sato Fuyuki

As rédeas de Latem City




Após entender um pouco melhor as coisas ao seu redor, e mesmo tendo uma pontada de sentimentos raivosos pelo búfalo, Fuyuki sabia que eles salvaram sua vida e estava em dívida.

Tomaria uma longa respiração e diria: -Muito obrigado por nos trazer até aqui amigo mink, e também muito obrigado por nos tratar moça.

O jovem médico e o amigo acabaram de sair de uma situação muito complicada na prisão, e agora Fuyuki tinha medo da coisa se repetir nesse local estranho. As condições do médico e de Kyoji não eram das mais favoráveis, e estar num local com gente armada, por mais que tivessem salvo sua vida, era algo realmente assustador. Fuyuki pretendia levar Kyoji para sua casa onde teria acesso a medicamentos e comida, e de quebra apoiado ou não pelo amigo, faria suas malas para sair da ilha.

Levantaria lentamente para evitar possíveis dores na costela, estenderia amão para Kyoji levantar também enquanto diria entre pausas para respirar: -Olha pessoal nós agradecemos de verdade os cuidados e hospitalidade de vocês, mas depois de sair daquela prisão com o amigo de vocês…. Nós temos que resolver uns compromissos importantes… Então nós temos que partir agora, mas eu prometo que voltaremos o mais rápido possível para retribuir o favor que nos fizeram.

“Vou trazer algumas lanças velhas do vovô pra eles, assim vamos ficar quites”

Bateria suavemente com o cotovelo no braço de Kyoji para que ele fizesse um sinal de concordância com a cabeça, e então seguiria para a saída levando o amigo consigo e agradecendo todos no local.

Fuyuki daria uma olhada na rua ao redor para se localizar na cidade e então tomar o rumo que levasse a sua casa, não deveria demorar muito para se achar visto que nasceu e cresceu na cidade. Após localizar-se tomaria a rota correta para sua casa, caminharia com cuidado para que não tivesse problemas durante a rota junto de Kyoji.

Diria enquanto caminhava: -Desculpe essa coisa toda lá dentro Kyoji, mas eu pensei que quebrado do jeito que estamos, ficar num lugar cheio de armas e gente estranha não era bem o ideal sabe? -Então faria uma pausa em sua caminhada e suas falas, e olharia nos olhos de Kyoji por alguns momentos.

Retornaria então a falar: -Eu vou levar você pra minha casa, fiquei não mais que três dias preso lá naquele inferno, então ainda tenho comida dentro da validade que podemos cozinhar. Lá tenho algumas coisas simples de primeiros socorros e poderemos descansar se for preciso. Além disso eu… queria te perguntar algo… O que aconteceu na prisão me mostrou duas coisas, primeiro que a vida é muito curta para desperdiçar… e a segunda é que essa cidade não vale nada! Eu vou fazer minhas malas hoje mesmo, e devo partir daqui assim que possível… Você gostaria de sair daqui também?

Fuyuki sabia que a situação de Kyoji era bem complicada na cidade, por conta dos “crimes” que nunca cometeu, e talvez uma fuga lhe parecesse atraente. Esperaria a resposta de Kyoji enquanto seguiria o caminho para sua casa, e sendo a resposta do amigo positiva ou não, ainda o ajudaria a se recuperar dos danos.



Assim que chegassem em casa, Fuyuki colocaria Kyoji sentado na mesa da cozinha e diria para ele comer o que quisesse. Seguiria então para o antigo quarto da mãe em busca de anti-inflamatórios, algum remédio genérico para dores musculares e afins. Não sabia exatamente que tipo de medicamentos ainda tinha em casa, mas sabia que dentro de uma caixa de papelão ao lado da cama, com certeza, teria alguma coisa.

Após buscar pelos remédios, dividiria com kyoji a dose que tivesse encontrado, e então ofereceria gelo para a mandíbula do amigo. Diria dando uma respirada profunda: -Eu vou passar no meu quarto para pegar umas roupas e dinheiro, fazer as malas sabe?…. Se você quiser pegar algumas mudas de roupa também, não vai fazer bem ficar com a mesma vestimenta da prisão pra sempre hahahaha.

Fuyuki então iria até seu quarto e separaria umas mudas de roupas adequadas para poder sair de casa definitivamente, bem como pegaria seu dinheiro guardado, contaria e então colocaria em seu bolso. Ofereceria para Kyoji o passe livre para trocar de roupas ou pegar alguma coisa pra levar caso quisesse, afinal, não precisaria mais daquelas roupas mesmo.
 
”Agora só faltam aquelas coisas...”

Fuyuki iria novamente ao quarto da mãe procurar pelos livros que graças a procrastinação não leu, “anatomia humana, um estudo completo” e “diagnose geral”. Então iria até os fundos, no dojo de seu avô para levar consigo a lança vermelha que era herança de família, e já iria separar as lanças velhas dos alunos para levar ao local em que estavam mais cedo como agradecimento pelos cuidados.




Histórico:
 
Atributos:
 
Objetivos:
 
OFF:
 



____________________________________________________





[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kyoji
Civil
Civil
Kyoji

Créditos : 6
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 10010
Data de inscrição : 02/10/2019

I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 EmptySex 28 Ago 2020, 21:21






O gelo seria como um choque na pele do cozinheiro, lentamente fazendo seu caminho de seu queixo até o resto do corpo. Era como se o choque carregasse descanso, tranquilidade; podia voltar a pensar e falar sem muita dificuldade. Estaria absorto em seus pensamentos, e as vozes dos demais teriam soado como meros ecos de suas fantasias. O jovem sorriria e se colocaria de pé, os olhos correndo entre as estranhas figuras que se apresentavam à sua frente.

- Amigos, obrigado por me salvar! Meu nome é Kuze Kyoji e…, -, então, tornaria-se para Fuyuki.

- Eu me tornarei o rei dos piratas!! -, diria, com um triunfante sorriso e o peito estufado.

Então, ajeitaria suas roupas surradas de sangue e terra, afirmaria seu cinto. Como se não tivesse dito nada demais. Correria a mão por cima de seu punho cerrado; sentiria os calos e a dor que carregavam - a dor que infligiram. Daria um breve sorriso, sentindo a dor no queixo voltar. Parecia que aquele seria o elemento constante em sua vida…

Então, levantaria o rosto e apontaria para Bill, a anã encapuzada e o grande lobo ao seu redor.

- Você é forte, você é inteligente e você é amigável! ...E parece saber usar um rifle, coisa que não posso dizer que eu sei. Estão todos convidados para nossa grande aventura! , diria, tornando a sorrir para Sato. O novo sentido de propósito que havia encontrado para a própria vida preenchia o coração do cozinheiro com alegria.

Fuyuki cutucaria Kuze, e ele logo entenderia do que se tratava, acenaria brevemente com a cabeça e fecharia seu cenho, assumindo novamente o rosto pesado e gravoso que tinha por hábito usar.

- Haha, parece que precisamos ir. Obrigado pela ajuda, meus caros! Ainda temos negócios a resolver nessa ilha, mas tenham certeza de que não foi o acaso que nos uniu. Estaremos saindo da ilha em breve! Nosso destino é, haha, nem eu acredito que estou dizendo isso. Nosso destino é o One Piece!! Vejam como fazemos para sair daqui e vamos viajar juntos!!  -, ele diria triunfante enquanto saía de cena junto com Fuyuki.

Kyoji escutaria as palavras de seu amigo enquanto caminhavam para a casa de Sato e acenaria.

- Você está certo, Sato. Eu acho que eles são boas pessoas, mas precisaremos dessa sua atenção na jornada a seguir! Desculpe se minhas palavras soaram abruptas, mas...enquanto estávamos desacordados… -, Kyoji deixaria sua trilha de palavras descansar sem chegar a lugar algum.

Sato voltaria a falar, e seriam essas palavras que Kyoji precisava escutar. Ele daria uma risada e cruzaria os braços.

- Gwahahaha! Você está absolutamente correto, Sato. Vamos pegar suas coisas e ir embora daqui!! -, diria enquanto terminavam de fazer o caminho até a casa de Fuyuki.

Quando chegasse, Kyoji seria rápido em vasculhar os armários da cozinha enquanto Sato buscava suas coisas. Se sentiria revigorado e em casa apenas por estar perto de uma cozinha; logo, o fogão estaria acesso, frigideiras e panelas postas. Cozinharia dependendo do que encontrasse, mas optaria por comidas de preparo rápido e nutritivas, como sanduíches de ovo e presunto ou um macarrão com molho simples, por exemplo, de limão siciliano raspado, ou bechamel, ou mesmo um simples molho de tomate com restos de carne. Guiaria sua cozinha pelos temperos que encontrasse, ajustando a quantidade de sal a pimenta a depender de quais fossem. Esperaria preparar uma comida revigorante e deliciosa para si e seu amigo, de preferência uma massa, que conseguiria deixar pronta em 15 a 20 minutos.

Quando o amigo voltasse, Kyoji deixaria a comida descansando para escolher uma muda nova de roupas. Depois de se trocar, convidaria Fuyuki para se sentar enquanto terminava de cozinhar. Diria, para seu amigo, a verdade que havia encontrado em seu coração.

- A verdade, Fuyuki, é que o mundo é cheio de injustiças, e a maioria das pessoas é...preguiçosa. Mesmo as pessoas da prisão. Se tivessem nascido em condições diferentes, quantos ali não seriam os carcereiros? , diria enquanto terminaria de cozinhar.

- Pessoas boas, dispostas a fazer o bem...nós somos um tipo raro, Fuyuki. Não digo isso para engrandecer nosso ego, quero apenas ser realista, diria o cozinheiro empratando a comida em dois pratos simples que encontrasse na cozinha de Sato.

- Me parece que o pessoal que encontramos hoje é assim também. Eles salvaram nossas vidas, afinal, hehe, diria enquanto joga uma última pitada de sal e pimenta em cima dos pratos. Então, estenderia o braço para Fuyuki com a comida pronta.

- Nós precisamos abrir o caminho para o mundo que queremos, Sato! Nós precisamos nos tornar exemplos para dar força a até mesmo o mais fraco dos prisioneiros! O mundo inteiro é uma prisão, Fuyuki, e antes de libertar os prisioneiros, precisamos libertar a nós mesmos! , diria, se sentando com a sua comida servida, pronto para comer.


- Ainda não somos fortes o suficiente para libertar nem o mundo nem a prisão em que nos conhecemos, mas em breve seremos. Precisamos dar esperança e força para os outros prisioneiros, ainda que a liberdade agora seja impossível. Precisamos de um plano!! E, então, precisamos fugir daqui e nos forjar no mundo lá fora, pois eles estarão nos esperando voltar!! , diria entre desesperadas garfadas na comida. Não fazia ideia do quão faminto realmente esteve esse tempo todo.




Informações:
 
Objetivos:
 

____________________________________________________





[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fenrir SeaWolf
Membro
Membro
Fenrir SeaWolf

Créditos : Zero
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 10010
Data de inscrição : 13/05/2020

I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 EmptySab 29 Ago 2020, 10:12



Fenrir Sealwolf

As rédeas de Latem City



Fenrir olha atentamente para sua nova aquisição. Ele se lembra das aulas que teve com seu mentor Richard e sem duvidas essa é uma boa carabina. Será um passaporte importante para sua liberdade.  
A única coisa que eu vou levar dessa ilha é raiva. Pensa botando arma nas costas e depois volto minha atenção para os outros, que lentamente voltaram a si.

Que bom saber que todos estão bem. Amigos, eu estou pronto. – E se aproxima dos demais mostrando que está pronto para ajudar algum deles.
Ele percebe que no canto tem uma pequenina que esta muito quieta. Será que seria a minha aparência que esta incomodando algum deles? Será que estou parecendo muito ansioso?

Amigo, não tenham medo de mim. Vi nessa situação a oportunidade perfeita de sair dessa ilha e quero saber como posso ajudar?

E dizendo isso espera uma aproximação de algum deles comigo.




Objetivos:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jean Fraga
Narrador
Narrador
Jean Fraga

Créditos : 12
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 11/04/2020
Idade : 17

I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 EmptyDom 30 Ago 2020, 16:51

As Rédeas De Latem City!!


O andar das ondas



Horário: 17:30
Temperatura: 24°C
Localização: Briss Kingdom

Raven Nevar

Raven se questionava sobre certos conceitos e pensamentos que ela tinha, não entendia muito porque anteriormente Bill teria ajudado aqueles dois desconhecidos.

Sem perder muito tempo, ela já dizia suas vontades, sair dali era o certo e perder tempo não era uma opção.

Jonas dizia: — Certo, posso ver o que consigo fazer para vocês... me dem algumas horas certo? E os demais? O que faram?... Ahh pode sim... vai lá.

Achava por lá um livro sobre Anatomia humana, meio empoeirado mas que poderia ajuda-la futuramente, ainda nas suas buscas, achava um veneno, quase no final, pelo o que se falava em seu rotulo, ele podia botar um homem para dormir e em seguida morrer, em poucos minutos, apenas 5 gotas já seriam suficientes para dormir e com 10, poderia matar um homem.

Acabava suas procuras, a sua saida da ilha já era conhecida por Jonas, agora faltava esperar um tempo até que se soubesse uma resposta.

Ouvia por ali o que os meninos tinham a dizer, recebia seus agradecimentos e respondendo-os se mantinha na sua.


Sato Fuyuki

Agradecendo seus salvadores, Sato começava a compreender a situação, estariam soltos e agora salvos dos maus da prisão, ainda assim, não conseguia se acalmar de fato, mal conhecia os que por ali estavam.

Se despedia rápido dos demais, sem nem responder os demais ali dentro, Jonas não entedia bem, mas não o parava, deixava-o sair com o cozinheiro do local.

Seguindo para sua casa, não demorava muito e logo chegava ao local, buscando por remidos, achava apenas 2 pílulas de um anti-inflamatório, por má sorte, ambos já estavam vencidos.

Pegando suas mudas de roupa, sua quantia de dinheiro que já via guardando, ele parecia estar se preparando, não achava pelos livros que procurava, teriam sido roubados? Procurando pelas lanças, achava apenas três, numa condição bem surrada, a de seu vó parecia também não estar por lá, seria um dia ruim para o médico?


Kuze Kyoji

Com o gelo tranquilizando suas dores, Kuze parecia agora entender melhor o que teria acontecido, agradecia seus salvadores e já dizia seu grande sonho a todos por ali.

Os guardas riam junto de Bill ao ouvir isso, Jonas já com um olhar mais surpreso, dizia: — Que menino sonhador! Boa sorte na sua jornada então garoto!

Convidada os seus salvadores junto do lobo que mal conhecia para suas aventuras, Bill ria e dizia ao final: — Eu sigo a pequena, se ela desejar ir com vocês, porque não?

Percebia o sinal de Sato, sem perder muito tempo, se despedia e deixava a questão da saída da ilha com seus novos ‘companheiros’.

Concordava com a forma que Sato havia agido, seguia então com o medico para a casa do mesmo.

Fazia na cozinha um macarrão com molho bolonhesa enquanto sato procurava por suas coisas, se trocando e voltando para cozinha.

Finalizava a comida enquanto já conversava com Fuyuki, dava os toques finais no seu prato, comia com vontade, já fazia dias que não comia algo com tal qualidade e aquilo aos seus olhares, era como um banquete.


Fenrir Seawolf

Vendo sua arma em mãos, lembrava de seu passado e de seus treinamentos, se mostrava pronto para ajudar no que fosse necessario, recebia o convite para embarcar na tripulação de Kuze e antes mesmo que pudesse dar sua decisão, ambos se retiravam do local.

Falava com a pequena, tentando mostrar que ele não era alguém do mal, que poderia trazer problemas.

Jonas dizia: — Por enquanto pode relaxar, vou resolver as coisas e caso precises de uma ajuda te peço! Obrigado cara amigo lobo! - Sorrindo, Jonas entrava em sua sala, por lá começava algumas ligações.



Consideração:
 
Informações:
 
Jonas:
 
Ferimentos Kuze:
 
Ferimentos Sato:
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Felix
Civil
Civil
Felix

Créditos : 6
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 20/12/2017
Idade : 21

I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 EmptyDom 30 Ago 2020, 22:11





As rédeas de Latem City



Ouvindo as palavras de Kyoji sentiu-se inundado por um sentimento de felicidade e confiança, podia ver um norte para seus planos de fuga que eram muito básicos.
“Sair daqui e começar a vida de pirata parece uma reviravolta bem grande na minha história”  - pensava consigo.

Fuyuki tinha conhecimento de que piratas eram procurados e faziam atrocidades por onde passavam, mas também sabia que nem todos eram ruins, e como ele mesmo, muitos eram injustamente subjugados por pessoas com uma farda e um peito estufado. Mas o que realmente lhe chamava atenção era a coerência com seus planos, piratas eram acima de tudo, livres, assim como gostaria de ser. Independente de leis ou burocracia navegavam e exploravam a sua livre vontade, e alguns ainda tinham o conceito de que a tripulação era uma família. Liberdade e família eram dois conceitos que buscava para sua vida, e agora, apareciam em uma oportunidade diante de si, na forma de um convite para unir-se a Kyoji que poucos momentos atrás proclamou que seria o rei dos piratas.

Kyoji foi o primeiro com quem realmente conversou na prisão, o primeiro a lhe estender a mão e dar o que comer quando sua barriga roncava desesperadamente. Passou junto de si momentos de aprendizagem, planejamento e sofrimento ao seu lado, sempre mantendo a cumplicidade e mostrando ser honesto. Um leve sentimento de débito corria por sua cabeça, afinal, sentia que Kyoji fizera mais por ele, do que ele fizera pelo amigo, mas agora em casa sentia-se feliz por conseguir proporcionar ajuda ao amigo. E além de todos os sentimentos, sabia que podia confiar em Kyoji para seguir em frente.

Diria para Kyoji com um sorriso no rosto:
-Eu vou junto com você nessa aventura em busca do One Piece meu amigo, estarei ao seu lado para te ajudar a alcançar esse objetivo… desde que durante essa busca nós possamos conhecer os incríveis lugares deste mundo... conte sempre comigo!


Kyoji estava na cozinha preparando alguma refeição, enquanto Fuyuki vasculhava a casa em busca de algumas coisas para ajudar em sua viagem. No quarto de sua mãe a decepção foi grande, nem remédios em boas condições, nem os livros que queria. Teria a casa sido roubada?
No seu quarto as coisas melhoraram, suas roupas e seu dinheiro estavam intactos desde o dia em que saira para comprar roupas, isso era um alívio.
Colocaria mudas de roupa dentro de uma mochila, então faria o mesmo processo novamente, tendo enfim uma mochila para si e outra para Kyoji. Contaria então o dinheiro em seu bolso, todas suas economias dos últimos tempos e dividiria igualmente em duas partes, colocaria então uma das partes novamente no bolso, e a outra na mochila de roupas que daria para Kyoji.

Retornaria então para a cozinha pois a fome era grande, e principalmente a vontade de comer algo realmente bom era maior ainda. Se serviria um prato da massa e comeria em uma velocidade monstruosa, e se sobrasse algo na panela se serviria novamente.

Em meio a comilança diria:
-Eu tenho uma boa e uma má notícia, a boa é que eu achei dois anti-inflamatórios aqui em casa, a má é que estão vencidos… Não é necessariamente um problema sabe? Remédio vencido no pior dos casos pode não funcionar, mas não causa nada. O problema é que não sabemos se ele vai funcionar, então podemos estar tomando apenas dois comprimidos com efeito placebo hahahaha.

Após dizer essas palavras, Fuyuki colocaria um comprimido na boca e tomaria com água para ajudar a descer e continuaria a tomar goles de água até saciar sua sede, pois pareciam séculos desde que bebera água livremente pela última vez. Em seguida, ofereceria o outro comprimido a Kyioji.
-Tenho mais um presente para você -Diria alegremente enquanto puxava a mochila de roupas que tinha feito para Kyoji e colocava na mesa.

-Aqui tem algumas coisas que você pode precisar durante a nossa viagem ou mais além, não é muito eu sei, mas é melhor que nada. Eu tenho que ir nos fundos agora pegar uma última coisa, enquanto isso prove algumas roupas... coloque ingrediente que tem aqui em casa na mochila se quiser, garrafas da água e essas coisas. - Diria fazendo um gesto para que Kyoji abrisse a mochila e daria uma piscadela. Levantaria então e seguiria para os fundos, apenas imaginando a expressão de Kyoji ao perceber o dinheiro dentro da mochila.

Fuyuki abriria a estrutura dos fundos, enquanto deixava a mente deliciar-se com as sensações de nostalgia. Passou boa parte da infância praticando lá dentro, e até mesmo por um pedacinho curto de tempo pode bancar o professor para os novatos. Era realmente gratificante e aterrorizante ao mesmo tempo pensar que aquela poderia ser a última vez que veria esse local.
Pegaria uma das lanças de treino, que apesar de velhas e surradas, serviam muito bem nas mãos certas. Sentiria novamente depois de tanto tempo o que era segurar uma lança, era como uma extensão de seu próprio corpo e mente. Giraria a lança algumas vezes para recriar alguns movimentos das aulas de seu avô, brincaria de dar alguns golpes no ar para saciar sua vontade de ter novamente a arma em mãos.

Olharia então para a parede principal do dojo em busca do que mais desejou durante seus anos de treinamento, a arma de seu avô, uma lança vermelha que foi passada de geração em geração na família Sato. Mas tinha um pequeno problema, ela não estava lá….

Tomado pelo ódio de perceber que alguém que conhecia a história dessa lança veio na sua ausência e roubou-a, Fuyuki carregaria consigo a lança que já estava em mãos junto a outras duas lanças que tinham no dojo de volta para dentro da casa.
Não sabia quem poderia ter roubado, mas tinha certeza que a reencontraria e tomaria de volta.
Agora, junto a Kyoji e com as malas feitas, estava preparado para dar o primeiro passo em direção ao seu futuro.

Perguntaria a Kyoji, com sua mochilas nas costas e as lanças em mãos.
-Qual o plano agora?



Histórico:
 
Atributos:
 
Objetivos:
 
OFF:
 




____________________________________________________





[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wild Ragnar
Narrador
Narrador
Wild Ragnar

Créditos : 38
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 24/06/2014
Localização : Rio de Janeiro

I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 EmptyQui 03 Set 2020, 19:42




Raven Nevar




Olhando os dois humanos que Bill trouxera saindo do ressinto, Raven balançou a cabeça negativamente e emitiu um leve som com a boca - Tsc. - que expressava sua opinião sobre eles, ou mais especificamente, sobre o que se chamava Kuze. - É melhor nos mantermos afastados deles grandão, esses caras são problema. - Comentou ela com Bill. Por dentro ela torcia que os seus caminhos não se cruzassem novamente, já que não tinha a mínima vontade de se tornar uma procurada da marinha, e se juntar com um cara que gritava aos quatro ventos que seria o próximo rei dos piratas parecia o caminho mais rápido para voltar para prisão. Não, os dias dela junto de piratas havia acabado.

Ao menos era o que ela esperava.

Com Jonas se afastando, apenas Raven, Bill e o lupino restavam no local. Ouvindo o atirador, a pequenina não sabia se era melhor simplesmente ignorá-lo e deixar que eventualmente saísse dali, ou se mantê-lo em vista seria mais sábio. Apesar de não parecer ser um dos homens de Lil’Zeph, ela ainda se sentia insegura. Após pensar por alguns instantes, por fim se virou para ele. - Então também deseja sair dessa ilha? -

- Sim pequenina. E você? Porque tem tanta vontade de sair? - Veio a resposta.

Ouvindo a retórica do mink, Raven percebeu que suas ações poderiam ter despertado a curiosidade alheia, mas não querendo dizer o real motivo que a fazia quer sair, não, a fugir daquela ilha, misturou uma verdade e uma mentira. - Eu fiquei na prisão por alguns anos e agora tem alguém que preciso encontrar. - Andando pelo local, subiria em cima da mesa e abriria o livro de anatomia humana que encontrara ali. - Jonas parece disposto a ajuda-lo também, melhor não sair por aí e espera-lo. - Comentou por fim, encerrando a conversa com ele.

Olhando a primeira página, não conseguiu se concentrar, e sem conseguir mais resistir, olhou para Billl. - E então, o que exatamente aconteceu com vocês? -

- Entendo. - Diria, caso fizesse sentido, completando em seguida com um tom desinteressado que era contraditório às palavras de preocupação ditas. - Você deveria trocar de roupa e achar algo decente pra comer. Descansar. -

Início do aprendizado da perícia Anatomia Humana

Sem ter mais o que fazer além de esperar, começaria então a ler o livro, aprendendo sobre o funcionamento do corpo humano. Apesar de se considerar uma boa assassina, conhecer mais sobre os pontos fracos e mortais dos inimigos que poderia vir a enfrentar no futuro certamente viria a calhar.

Fim do aprendizado da perícia Anatomia Humana



Histórico:
 
Objetivos:
 


____________________________________________________


Hao:INSPIRE VIDA | EXPIRE MORTE
"Pensamento"
- Fala -



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

code by sant
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fenrir SeaWolf
Membro
Membro
Fenrir SeaWolf

Créditos : Zero
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 10010
Data de inscrição : 13/05/2020

I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 EmptySab 05 Set 2020, 12:37



Fenrir Sealwolf

As rédeas de Latem City



Olho mais uma vez para todos naquele local. Do primeiro ao ultimo. Depois eu começo a imaginar se todos esses indivíduos juntos teriam um entrosamento grande suficiente para juntos montarem uma tripulação. Lembro-me das historias que meu criador Richard contava sobre os anos que passou no navio da marinha. De como eles lutavam juntos e um garantia a vida do outro. Às vezes até dando a vida um pelos outros. – Será que eu daria a minha vida por algum deles? – penso aqui com minha carabina nas mãos.

E será que algum deles faria o mesmo por mim? – E observo a pequena menina pra falar com ela e desviar a minha mente. Até que ela me perguntou:

– Então também deseja sair dessa ilha? – Disse ela de maneira vaga.

Sim pequenina. E você? Porque tem tanta vontade de sair? – Respondi de maneira bem vaga. Não estava conseguindo pensar em nada melhor. Será que eu poderia dizer para essas pessoas tudo que eu passei? Todo mal que essa ilha fez para mim?

Nem prestei muita atenção na resposta dela. A minha historia estava sendo revivida na minha cabeça até que no fim ela disse: – Jonas parece disposto a ajuda-lo também, melhor não sair por aí e espera-lo. – Comentou encerrando nossa pequena conversa.

Gostei dessa resposta dela. Vou acreditar na ajuda de Jonas e aguardar. Olhando ao redor, vou aproveitar e procurar o vendedor da carabina. Vou perguntar se ele tem peças de armas para eu dar uma estudada e melhor minha capacidade de armeiro.


Objetivos:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 5 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
I - As rédeas de Latem City!!
Voltar ao Topo 
Página 5 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Briss Kingdom-
Ir para: