One Piece RPG
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor Dante Hoje à(s) 02:53

» Evento Natalino - Amigo Secreto
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 02:30

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 00:30

» One Piece RPG Awards 2020
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor ADM.Tonikbelo Hoje à(s) 00:00

» Vol 1 - The Soul's Desires
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor Arthur Infamus Ontem à(s) 23:55

» VIII - The Unforgiven
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 23:31

» BOOH!
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 23:06

» [LB] O Florescer de Utopia III
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor Vincent Ontem à(s) 22:56

» Mess in Grand Line: The Red-Haired Arrived
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor Revescream Ontem à(s) 22:33

» O Samurai
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor K1NG Ontem à(s) 21:30

» Capitulo II: Sangue e navalhas! O Golpe em Las Camp
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor Oni Ontem à(s) 21:28

» Cap.1 Deuses entre nós
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor Tensei Ontem à(s) 20:00

» Julian D'Capri, das Mil Espadas
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 19:55

» Carregada de Culpa / Amanhecer em Prata
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor Adrian/Vampiro Ontem à(s) 19:28

» The One Above All - Ato 2
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor Thomas Kenway Ontem à(s) 19:01

» Cortes e Tiros, resgate na ilha das aranhas!
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor jonyorlando Ontem à(s) 17:47

» Cap IX ~ Esperança ~
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 16:34

» A Ascensão da Justiça!
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor K1NG Ontem à(s) 16:27

» Art. 4 - Rejected by the heavens
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 15:02

» The Hero Rises!
I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Emptypor Achiles Ontem à(s) 14:36



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 I - As rédeas de Latem City!!

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 EmptySab 18 Jul 2020, 02:15

Relembrando a primeira mensagem :

I - As rédeas de Latem City!!

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) civis Kuze Kyoji e Sato Fuyuki. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Jean Fraga
Narrador
Narrador


Data de inscrição : 11/04/2020

I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 EmptyQua 22 Jul 2020, 16:52

As Rédeas De Latem City!!


Preparos



Kuze Kyoji


No chão se recompondo, o jovem Kyoji, havia de fato sentido um tranco do soco que durante a luta havia recebido, controlando sua respiração, ele agora se acalmava e diminuía seus batimentos cardíacos.

Analisando a luta de Fuyuki, que era uma luta muita mais mental do que de fato física, ele tirava um pouco da base teórica do negócio, informações que o ajudavam a complementar sua pratica anteriormente feita com o prisioneiro.

Se levantando e juntando-se ao médico, ele agora chamava os prisioneiros, percebia então o quão era difícil falar após o soco recebido.

Se comunicando com Fuyuki de forma pausada pela dor, ele agora queria saber seu plano, afinal, poderia ser até mais efetivo.

Vendo os prisioneiros que agora esperavam sua fala, ele sentia um sentimento de alivio, aqueles rostos que demonstravam fome e tristeza, já não era mais visível, naqueles homens que agora parecia estar pronto para ordens.



Sato Fuyuki


Conversando com o velho enquanto a analisava seu pé, o senhor dizia: —GUAHAHAH, bom... fui preso por matar um caçador de recompensas que havia sido enviado para matar meu filho... não sei se vocês novatos sabem, mas aqui é uma prisão comandada por eles, então as coisas não funcionam que nem nas outras.

—Quase me esquecia, me chamo Hyun, estou aqui faz 15 anos. – Com um olhar sem esperanças o velho dizia isso.

—Realmente por aqui, não se tem essas coisas, mas acho que uma hora ele deve sarar naturalmente, apenas de saber que não chegou a quebrar já fico aliviado!

Ouvindo sobre o suposto plano dos novatos, ele dizia: —Ohhh... Jovem, já passou da minha idade pensar nessas possibilidades e ideias, o que te digo é, cuidado, aquilo os guardas, se não forem com sua cara já ameaçam atirar em você, portanto cuidado, estarei torcendo por você! Obrigado pela ajuda e vou ver se consigo alguns comprimidos!

Saindo de lá e agora já perto de Kuze, ele perguntava como havia sido a missão do cozinheiro, sentado no chão e aproveitando seu banho de sol, ele continuava agradecendo pelo prato que havia recebido.

Questionando sobre o queixo de Kyoji, ele agora falava das suas ideias pra fuga.

 

Consideração:
 
off:
 
Informações:
 
Ferimentos Kuze:
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Kyoji
Civil
Civil
Kyoji

Créditos : 6
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 10010
Data de inscrição : 02/10/2019

I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 EmptyQui 23 Jul 2020, 00:11




A nova informação trazida pelo velho Hyun colocavam todo o antigo plano em questão, pensaria o cozinheiro. Se os guardas estão quase todos armados, não é tão simples assim puxar briga com eles...o cozinheiro iria coçar seu queixo enquanto escutava as ideias de Fuyuki. Havia adquirido respeito pelo médico e muito provavelmente viria a acatar as sugestões por ele providas.

Qualquer que fosse o caso, o médico percebia o olhar de gratidão nos olhos dos prisioneiros. Kyoji esperaria que a comida tivesse lhe ganhado respeito entre os homens, e uma fuga era, afinal de contas, mutualmente benéfica. Não conseguiria conceber motivo para ser traído, mas, apenas para se precaver de tal acontecimento, o cozinheiro iria rondar os olhos pelos prisioneiros. Estaria em busca daquele que aparentasse ter mais amigos, ou fazer mais piadas, ou ser mais respeitado. Caso encontrasse tal indivíduo, ele iria marcá-lo em sua mente e tentar escutar o plano de Fuyuki e propô-lo aos homens do lado de tal prisioneiro. Queria ficar o mais próximo dele possível por dois motivos: para que os homens sejam persuadidos a seguir o plano, se um prisioneiro respeitado também segui-lo, e para, no caso de traição, poder facilmente adquirir um refém. Mas esperaria, do fundo de seu coração, que não tivesse de se preocupar com isso. Em parte, porque seria mais uma dor de cabeça. Em parte, porque queria acreditar que aqueles eram bons homens.

Enquanto Fuyuki explicasse seu plano, Kyoji faria esforços, por entre a moléstia do queixo machucado, de atualizar os prisioneiros sobre a situação do plano.

Ele levantaria uma mão com um joinha apontando para si, simbolizando o passado.

- Plano...antigo... -, diria, com dor, por entre os dentes. Então, correria no lugar, querendo significar "o plano antigo de fugir".

Então, faria uma explosão com as mãos e um barulho com os beiços. Apontaria, então, para um guarda qualquer e faria um sinal de arminha com as mãos. Usaria esta arminha de mãos para apontar para si mesmo e, então, com dor, colocaria a língua pra fora e fecharia os olhos, querendo significar "os guardas tem armas. Eles iam nos matar".

- Plano...novo... -, diria, com dor, novamente, e apontaria para Fuyuki. Esperaria que todos os prisioneiros conseguissem entender a ideia básica, mas, caso fosse preciso, ele repetiria os símbolos até que conseguissem captar a mensagem.

Kyoji se aproveitaria do tempo pacífico que havia se instaurado e pediria à Fuyuki que desse um jeito em seu queixo. Ele se aproximaria do médico e apontaria para o próprio queixo, com os olhos arregalados.

- DOR -, ele diria com força, quase incapaz de se comunicar propriamente. Seria extremamente difícil conduzir os homens com a limitada habilidade de comunicação que lhe acometia.

O cozinheiro usaria da oportunidade para manter os olhos no prisioneiro que havia marcado, e iria rondar a visão por entre eles mais uma vez em busca daquele que deu origem à dor em seu queixo. Faria esforços para criar um mapa do rosto dos prisioneiros e onde estavam aglomerados. Caso desse falta de algum, seria mais fácil imaginar quem poderia lhes estar passando a perna.

Buscaria informações simples de assimilar, como estatura, cor do cabelo, características marcantes. Além disso, imaginaria que fosse mais fácil de se lembrar daqueles com quem interagiu enquanto cozinhava, pois deles havia obtido informações simples mais marcantes. Idade, origem etc. Qualquer coisa que conseguisse fornecer ao cozinheiro uma noção geral de quantos eram, quem eram, junto a quem se aglomeravam. Se ia liderar, junto com o médico, uma rebelião, era preciso que tivesse ao menos noção de quem eram os rebeldes.




Informações
Spoiler:
 

Objetivos
Spoiler:
 


____________________________________________________





[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Felix
Civil
Civil
Felix

Créditos : 6
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 20/12/2017
Idade : 21

I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 EmptyQui 23 Jul 2020, 01:05


As rédeas de Latem City  

Com um pouco de dificuldade em entender as poucas palavras e mímicas de Kuze, Fuyuki finalmente compreendeu o que o cozinheiro estava tentando dizer.

Fuyuki agora precisava tomar as palavras, mesmo que não tivesse tanta intimidade com os presos quanto o cozinheiro, colocaria sua fé que os homens escutariam Kuze e voltariam sua atenção para o médico agora.
Enquanto pensava exatamente em como se comunicar, se levantaria, olharia nos olhos de cada um dos presos ao redor para passar confiança, e então começaria a se pronunciar.

-Certo rapazes, para isso dar certo vamos precisar da colaboração de todos. Lembre-se, somos um time, não inimigos cooperando, todos tem o mesmo objetivo aqui!
Diria olhando nos olhos dos prisioneiros, então voltaria seu olhar para Kuze e continuaria.

-A primeira coisa que precisamos é conseguir um pouco de gelo para o nosso cozinheiro, se ele não conseguir se comunicar corretamente podemos ter grandes problemas.
Diria Fuyuki voltando seu olhar aos prisioneiros.

Vamos começar com o básico! Apresente-se, digam por quê estão aqui dentro e por qual motivo desejam sair. Eu me chamo Sato Fuyuki!
Diria isso, e faria uma pausa para ouvir os prisioneiros ao seu redor.

Fuyuki  sabia bem que armar um plano com essas pessoas não seria uma coisa fácil, tentando manter sua mente e respiração tranquila para não se perder, faria novamente uma visualização do plano em sua mente, fechando seus olhos.

”Pessoa com problemas, usar o socorrista como escudo, pegar as armas, iniciar uma pequena e organizada algazarra… Não derramar sangue”

Estava tudo certo, o plano precisava ser executado com o máximo de atenção possível, Fuyuki abriria seus olhos novamente, sabia que teria que articular muito bem para manter os presos envolvidos e atentos. Juntaria suas mãos na altura do peito, como já vira inúmeros palestrantes que estão recebendo olhares do público, não era um mestre em gesticular, mas podia tentar imitar. Fuyuki começaria então a descrever o plano.  



Fuyuki diria olhando todos.
-Certo rapazes, vamos precisar das seguintes posições. Um médico, que serei eu mesmo, um ajudante, um ator para se fingir de morto ou doente no chão, e o resto serão os finalizadores.

Ocorrerá da seguinte maneira, a pessoa que fingirá uma doença estará deitada no chão, sendo falsamente socorrida por mim e pelo ajudante. Quando os guardas ou médicos chegarem para averiguar a situação, o ajudante vai imobilizá-lo por trás, fazendo-o de escudo humano. Na sequência eu e o ator vamos ficar atrás do ajudante e mandar os guardas que se aproximarem abaixarem as armas, eles não vão atirar se tivermos um dos deles como escudo e refém.
Fuyuki diria isso e faria uma pequena pausa para se certificar  que todos estão compreendendo o plano.

-Assim que os guardas baixarem as armas pela segurança do amigo que estiver como refém, o resto de vocês vai aparecer e catar as armas deles. Lembrem-se que não há necessidade de derramar sangue, quanto mais rápidos e menos chamarmos atenção melhor.  
Diria olhando novamente para Kuze.

-Para conseguir realizar isso, precisamos ir para um lugar fechado, se ficarmos aqui com uma grande área será muito difícil usar um escudo humano com eficiência. Vamos procurar uma cela ou algo assim.
-E Kuze, eu gostaria que você fizesse o papel do “ajudante” que descrevi, acredito que com seus braços teria mais facilidade de segurar corretamente uma pessoa e imobilizá-la. Tudo bem pra você?
Fuyuki perguntaria ao cozinheiro, olhando com determinação em seus olhos.

Caso a resposta de Kuze fosse positiva Fuyuki então diria o nome de todos os prisioneiros seguido de -Vocês estão conosco homens?

Não tinha como ter certeza se tudo ocorreria como planejado, nem se sairia inteiro dessa aventura, mas sabia que melhor era sair quebrado do que ficar inteiramente preso.
Enquanto esperava alguém conseguir algo gelado, se possível, para o queixo de Kuze, Fuyuki procuraria um local adequado e ensaiaria com os prisioneiros a cena que descreveu anteriormente.


Off:
 

Histórico:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________





[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Última edição por Felix em Ter 04 Ago 2020, 22:20, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jean Fraga
Narrador
Narrador
Jean Fraga

Créditos : 12
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 11/04/2020
Idade : 17

I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 EmptySex 24 Jul 2020, 02:08

As Rédeas De Latem City!!


Preparos



Horário: 09:15
Temperatura: 20°C
Localização: Briss Kingdom

Kuze Kyoji


Com as informações recebidas por Hyun, o cozinheiro começava a pensar qual seria a sacada, sabia que começar uma briga com guardas armados não tendia a ser a melhor opção.


O respeito pelo medico agora já existia, então seguir sua ideia talvez seria a melhor.

A procura de um prisioneiro que por ali fosse famoso, ele avistava um homem de aparência simpática, que estava rodeado de outros presos, com dificuldades de falar, explicava o plano, o homem dizia então: —Ta mal essa boca hein... hahah. Sua comida estava ótima e o plano não parece tão ruim, eu e meus amigos ajudaram certo galera? – seus dois amigos por ali respondia acenando com a cabeça.

Ouvindo o plano de Fuyuki, ele atualizava os a volta sobre como estava a preparação da fuga, tentando explicar com expressões e movimento com as mãos, alguns entendiam enquanto muitos que entenderam ou não começavam a rir.

Se aproximando do médico, ele agora pedia por ajuda e demonstrava dor, sempre vigiando seus novos aliados e o que antes havia o trazido problemas.  Nenhum dos seus novos amigos, pareciam ter a intenção de trai-lo.

Analisando o que antes havia lutado com ele, via ser um homem alto, cabelo grisalho, via uma cicatriz em formato de X no seu pescoço. Se recordava dos que antes havia conversado durante a preparação da comida, se lembrava que era 4 homens, todos de estatura mediana e com uma aparência jovem.



Sato Fuyuki


Compreendendo as ideias de Kuze, o medico agora sentia-se no momento de tomar a palavra, a condição do Kyoji não era a melhor e já estava na hora de alguém tomar as rédeas do negócio.


Mantendo a calma e sendo simpático, os prisioneiros o ouviam atentamente seus pedidos e começavam a se apresentar de um a um, era no total 6 homens, apenas 4 decidiram continuar ao ouvir as exigências, como nome e o motivo para sair, dentre os quarto, havia dois jovens, respectivamente conhecidos como borracha e palito.
Entre os dois mais velhos e mais fortes, eram chamados de Ferrugem e armário.


Todos ali tinham a vontade de sair para ver a família e recomeçar uma nova vida.


Mantendo o foco e tentando não sentir a pressão, visualizava o plano em sua cabeça novamente.

Explicando agora o plano, dos quatro que estavam ali, apenas 3 se manteram de pé, palito saiu por alegar que aquela ideia era loucura.


Os homens que ali sobraram, borracha, ferrugem e armário, com o rosto, acenavam confirmando que estavam de acordo.


Saindo dali, encontrava um corredor que levava as celas, corredor a qual era mais estreito, com um portão de um lado que separava as celas do banho de sol.


Por ali treinavam com os homens, depois de um tempo, borracha voltava com um pano com gelo, que era entregue para Kuze.


Ensaiando por ali, um guarda avistava aquilo e se retirava de forma rápida do local.

 

Consideração:
 
off:
 
Informações:
 
Ferimentos Kuze:
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Kyoji
Civil
Civil
Kyoji

Créditos : 6
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 10010
Data de inscrição : 02/10/2019

I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 EmptySeg 27 Jul 2020, 21:22




O cozinheiro iria sentir, após o choque inicial, um enorme alívio ao apertar o gelo contra seu queixo. Sentiria a tensão se acumular e fluir pelo seu corpo - a dor ainda estaria ali, naturalmente, mas imaginava que seria capaz de atravessá-la para conseguir conversar. Aturaria a dor, afinal, depois de tantos anos como boxeador, aquilo já haveria de ter se tornado um costume, da mesma forma que um fisiculturista é acostumado a lidar com a dor de torturar seus músculos diariamente.

Kyoji iria rodar os olhos pelo pátio, buscando tomar ciência de quantos guardas os rodeavam e onde estavam. Tentaria identificar se carregavam armas ou se as guardavam perto de algum lugar. Caso não carregassem armas, Kyoji tentaria imaginar, pela visão que se apresentava, qual caminho tomariam para buscá-las. Caso carregassem armas, Kyoji buscaria por postes, caixas, encruzilhadas, corredores; qualquer lugar que pudesse usar de sua rápida habilidade de esquiva e natural facilidade de aceleração para se esconder junto aos prisioneiros em caso de um tiroteio.

O cozinheiro iria, então, se voltar para seus quatro companheiros. Faria questão de, com as costas viradas para os soldados, sorrir para Borracha, Ferrugem e Armário, e então diria:

- Gostaria de apertar a mão de vocês mas quanto menos eles suspeitarem que estamos compactuando, melhor. Obrigado por concordarem em nos ajudar, meus amigos. Juntos, vamos sair dessa! -, diria o cozinheiro, com um breve sorriso no rosto.

- Agora, sejamos práticos. O que vocês são bons em fazer? Nós temos algumas funções específicas que precisamos cumprir. O mais fraco de vocês precisa ser o ator, que eu imagino que seja o Borracha ou o Ferrugem. Algum de vocês se habilita? -, diria o cozinheiro e, enquanto aguardava resposta, iria se virar para o médico.

- Podemos fazer isso nas celas ali, naquele corredor -, e apontaria para o corredor junto das celas.

- Eu posso ser o ajudante. Assim que vierem conferir o ator, precisaremos que o Armário nos dê cobertura. O outro de vocês dois pode ir criando um caminho pra gente fugir. -, diria, revisando o plano com os homens.

Então, tomaria noção da dor em seu queixo novamente. Ali, incômoda mas quieta, aguda porém calada pelo gelo. Esboçaria um sorriso.

- Borracha, você me devolveu a habilidade da fala. Meu queixo ainda dói, mas nisso não há nada de mais natural. Eu quero retribuir essa boa ação, Borracha! Hoje, eu quero te devolver sua liberdade! Os anos que você passou aqui ainda vão doer, sem dúvida, mas eu também quero te dar a habilidade de falar de volta! De perseguir seus sonhos, de viver com sua família! Hoje nós saímos daqui!! -, diria, triunfante, em uma tentativa de animar o espírito dos quatro homens que decidiram embarcar nesta aventura com ele.

Então, o cozinheiro iria remexer sua língua dentro de sua boca, gerando cuspe. Iria catar pedrinhas e areia do pátio e tentar armazená-las em seus bolsos. Iria preparar as técnicas sujas que havia aprendido com os presos, caso delas precise. E então, iria se manter atento e vigilante, correndo os olhos insistentemente da esquerda à direita, tomando ciência da posição de cada guarda e seu movimento, cada preso e seu movimento, à espera do médico preparar os demais presos e o plano, finalmente, começar.




Informações
Spoiler:
 

Objetivos
Spoiler:
 


____________________________________________________





[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Felix
Civil
Civil
Felix

Créditos : 6
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 20/12/2017
Idade : 21

I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 EmptyTer 28 Jul 2020, 14:30


   


Sato Fuyuki


As rédeas de Latem City



Fuyuki pela primeira vez parou e olhou para o que tinha feito, mesmo numa prisão ajudou de certa forma um senhor com dor no pé, e agora, Kuze que poucos momentos atrás estava monossilábico e agora conseguia se comunicar decentemente. Claro que não foi um trabalho profundo e delicado de medicina, mas sentiu-se realmente fazendo algo que importava, trazendo alívio e conforto para pessoas que foram injustiçadas como ele mesmo e precisavam de auxílio.

Agora que os papéis foram decididos estavam prontos para começar a executar o plano, isso trouxe uma grande felicidade para Fuyuki que só conseguia pensar em sair desde que chegou nessa prisão infernal. Decididos com seus planos e se organizando em suas marcas corretamente, não importaria se o guarda viu algo ou não, poderiam dizer que estavam sem saber o que fazer por pânico ou algo assim, o importante era começar.  

Com Kuze ajudando a definir a posição de cada um nos respectivos papéis, Fuyuki se preparava começar o fingimento, tendo o preso mais fraco para fazer o ator e conseguir usar sua desculpa.

”Vou dizer que ele desmaiou e bateu a cabeça no chão, vão ter que vir checar. Se perguntarem algo a mais direi que provavelmente foi uma hipoglicemia causada pelo tempo que ficou sem comer. E quando se aproximarem… Bam! Pegamos eles de jeito”


Fuyuki ficou muito contente ao ver Kuze falando sobre devolver o favor a Borracha, de uma maneira simples mostrava sua personalidade, de todos os aliados que poderia querer dentro desta prisão, Kuze era sem dúvidas o melhor. Talvez depois que isso tudo acabasse, perguntaria ao cozinheiro quais eram seus planos.

De qualquer forma, era hora de começar a operação.
Após estabelecido os papéis de todos, Fuyuki se posicionaria com Kuze e o ator no local, armário ficaria próximo para intervir quando pegassem um refém enquanto o outro (borracha ou ferrugem) estaria já com a rota de fuga estabelecida.

-Pessoal, é hora do show!
Diria Fuyuki com um sorriso de empolgação.

Fuyuki se colocaria agachado ao lado do ator que estaria deitado de olhos fechados no chão, junto de Kuze e colocaria sua mão esquerda por baixo da cabeça do preso se fingindo de desmaiado, como de quem faz um travesseiro improvisado para outra pessoa. Sua mão direita estaria com o dedo indicador e médio estendidos e posicionados no pescoço, estaria assim fingindo medir os batimentos cardíacos do ator.

-Socorro! Alguém ajuda aqui! Ele… Ele desmaiou e bateu a cabeça! Precisamos de ajuda aqui!
Fuyuki gritaria com todo seu fôlego para ter certeza que algum guarda escutou.

-Se prepare Kuze, quando alguém chegar você vai imobilizá-lo, eu e o amigo aqui nos levantamos na sequência para te dar suporte.
Sussurraria para Kuze enquanto aguardaria a chegada de um guarda e/ou um médico da prisão.

Agora era o momento da ação, Fuyuki estava preparado para lutar com unhas e dentes para escapar daquele lugar, seu coração se acelerava a medida que os segundos passavam.
Qualquer que fosse o resultado estaria pronto para tomar as responsabilidades e arcar com as consequências, ou se tornava livre ou um homem morto.

”É agora, tudo ou nada…”






Off:
 

Histórico:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________





[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Última edição por Felix em Ter 04 Ago 2020, 22:22, editado 6 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jean Fraga
Narrador
Narrador
Jean Fraga

Créditos : 12
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 11/04/2020
Idade : 17

I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 EmptyQui 30 Jul 2020, 20:18

As Rédeas De Latem City!!


O começo do fim



Horário: 11:00
Temperatura: 24°C
Localização: Briss Kingdom

Kuze Kyoji

Sentindo a dor ao botar o gelo, logo se acostumava, aquilo não era uma dor diferente do que já havia sentindo enquanto estava nos ringues.

Olhando a sua volta, via entorno de cinco guardas armados com rifles e cinco com bastões de choque, todos rodeando o local, procurando lugares para se esconder de um possível tiroteio, além do corredor que levava pras celas, ele via alguns postes de luz distribuídos pela quadra de basquete.

Armário, Borracha e Ferrugem que ao ouvir as palavras de Kyoji, sorriam e acenavam com o rosto, demonstrando o entusiasmo e a expectativa que estavam para sair logo da prisão.

Dizia borracha, um menino mais novo: — Posso fazer esse papel senhor! Não sou bom em combate!

Ferrugem e armário, ambos dizendo ser bons em combate, Armario que ao ouvir o que deveria fazer dizia: — Sim senhor! Serei a parede nas costas de vocês! – Dizia com um ar de confiança.

Ferrugem então dizia: — posso ser o a guiar vocês por este local, já passei muito tempo por aqui e conheço bem...

Ouvindo as palavras que Kuze dizia, borracha começava a lacrimejar, ouvir aquelas palavras, algo nunca ouvido por alguém lá de dentro, o fazia ficar mais concentrado, respondia com a cabeça afirmando e falava: — Sim Kuze! Amanhã já estaremos livres! Seremos homens livres!

Se preparando para a fuga, o cozinheiro, juntava 5 pedras que havia encontrado no pátio, bem como estava a relembrar do plano, só aguardando o sinal de pronto do Médico.

Via que os dez homens que ali rodeavam o pátio, sempre faziam patrulhas de dois.


Sato Fuyuki

O médico que agora ficava contente com suas primeiras ajudas, mesmo que nada de grande porte, ainda assim, o deixava feliz, saber que com suas habilidades podia ajudar os outros.

Imaginar a fuga, já o deixava animado, nem se importava com a questão de o guarda terem os vistos.

Se admirava com as palavras que Kuze dizia, aquilo era encantador para seus ouvidos e fazia-o querer saber os futuros planos do cozinheiro.

Se arrumando para o plano de fato começar, eles se posicionavam e se concentravam para o que estava a vir.

Falando para os outros ali, que estava na hora, eles acenavam com a cabeça e se mantinham em prontidão.

Seguindo o plano como planejado, eles agora com borracha fingindo passar mal e gritando pedindo ajuda, via um guardar olhar de longe, o mesmo que com um guarda armado ao seu lado, chegava perto da grade para analisar a situação.

Mantendo uma distancia de 2 metros dos presos, eles diziam: — O que houve com seu amigo aí? Caralho esses presos só nos trazem problemas... Certo carregue ele até a grade, lá algemamos o mesmo e levamos para o médico.


Kuze e Sato

Ambos percebiam, que anteriormente, o guarda que havia visto suas movimentações duvidosas, voltava agora com um homem, com uma vestimenta diferente, que ao ver os dois, olhava para ambos, com um olhar sádico e começava a cochichar com os guardas.

Os detentos que também o viram, demonstravam medo e aflição, muitos voltavam para suas selas e começavam a sair do patio.

Quem seria este homem?



Consideração:
 
off:
 
Informações:
 
Homem Desconhecido:
 
Ferimentos Kuze:
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Última edição por Jean Fraga em Ter 04 Ago 2020, 23:32, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wild Ragnar
Narrador
Narrador
Wild Ragnar

Créditos : 38
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 24/06/2014
Localização : Rio de Janeiro

I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 EmptyQui 30 Jul 2020, 21:23




Raven Nevar



Viver é sofrer.

Isso era o que aquele demônio em forma de gente costumava dizer para ela constantemente, e além, a fez compreender com a própria pele a veracidade de tais palavras. Mas apesar de toda dor infligida a ela, e por ela, ainda assim, em algum lugar no fundo do seu ser, havia um traço de esperança. Esperança que ele estivesse errado. Esperança de que ao sair daquela ilha, ela pudesse encontrar a liberdade e felicidade que tanto almejava, vivendo intensamente e experimentando tudo mais que o mundo tinha a lhe oferecer além daquela maldita verdade.

“Além desse maldito pesadelo.” Pensou a moça, balançando a cabeça para os lados de forma a afastar os pensamentos que pouco ajudariam naquele momento. Voltando a focar em frente, ela buscou analisar o ambiente ao seu redor para poder se mover da forma mais furtiva que fosse possível. Tiraria proveito das sombras, da movimentação das pessoas, dos objetos que lhe permitissem ficar escondida atrás enquanto se movesse de um lugar para o outro. Uma tontatta como ela já era naturalmente furtiva devido ao seu tamanho pequenino, mas Raven naquele momento se desdobrava para ser invisível mesmo aos olhos mais atentos.

Com sua capa escura que a cobria da cabeça aos pés, a anã primeiro tentava observar as pessoas que passavam, as que estavam paradas, e os locais onde alguém poderia estar observando a rua. Depois as rotas e sombras que podia usar para escapar da visão de todos, até mesmo analisando como melhor tirar proveito do movimento daqueles que andavam para usar seus corpos como cobertura. Só então ela se moveria rapidamente até um ponto escondido definido anteriormente. E por fim, repetiria o processo. Trabalhoso, cansativo, mas para alguém já acostumada a fazer aquilo por anos a fio, incrivelmente natural.

Ela também realizaria manobras evasivas para o caso de estar sendo seguida, dando o seu melhor para despistar quem quer que fosse, adentrando estabelecimentos e até mesmo residências que tivessem suas portas ou janelas abertas, dando saltos quando necessário, para atravessar os lugares e sair em outra rua ou local, procurando sempre não ser vista. Uma vez que realizado tal ato, por vezes seguiria em frente, em outros momentos, usaria o estabelecimento ao lado, para voltar atrás. Imprevisível, esperava se perder na multidão de pessoas, ou nas sombras caso as ruas não estivessem cheias.

“Talvez eu esteja me preocupando demais e tudo isso seja por nada.” Considerou Raven, mas ainda assim não deixou de dar o seu melhor. Afinal de contas, era melhor prevenir do que remediar, e sem seu kit de venenos e armas consigo, ela se sentia vulnerável. A sensação não lhe era desconhecida, é claro, mas ela ainda a detestava. “Preciso me fortalecer, treinar.” Continuou a ponderar, tentando se mover pelas sombras de Geartrópolis, indo em direção ao porto de Briss. “Mas primeiro de tudo preciso encontrar Jonas e sair dessa ilha. O quanto antes melhor.”

Caso conseguisse chegar ao porto e encontrar o endereço dito por Bill, analisaria o local, o que tinha em volta, possíveis rotas de fuga, se era possível entrar sem ser vista, se valia a pena esperar escurecer primeiro. Por mais que confiasse em Bill, ela não pretendia entrar cegamente em uma situação sem entender ao certo que situação era essa. Se fosse possível se esgueirar para dentro do lugar, o faria tomando todo cuidado possível para não ser notada. Já se não fosse necessário, possível, ou se parecesse melhor esperar um pouco, apenas procuraria um lugar para se esconder, de preferência um alto para lhe dar um campo de visão melhor e ajudá-la a se acalmar. Sempre gostara de lugares altos. Independentemente, observaria para decidir como proceder dali em diante.





Off pro narrador:
 
Histórico:
 
Objetivos:
 


____________________________________________________


Hao:INSPIRE VIDA | EXPIRE MORTE
"Pensamento"
- Fala -



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

code by sant


Última edição por Wild Ragnar em Qua 05 Ago 2020, 12:25, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kyoji
Civil
Civil
Kyoji

Créditos : 6
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 10010
Data de inscrição : 02/10/2019

I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 EmptyDom 02 Ago 2020, 21:24




Ver o homem com as robes diferenciadas se aproximando faria com que a espinha Kuze se arrepiasse. Algo havia de estar errado. A piorar sua situação, demandavam que levassem Borracha até a grade...o cozinheiro logo pensaria na conclusão lógica do cenário. "Consigo até segurar o maldito guarda pelo colarinho através da grade, mas eles tem bastões de choques e fuzis...seriamos obliterados!!".

Kuze cerraria os dentes, aumentando a pressão e dor que seu queixo ainda lhe causava. A dor sempre foi uma boa motivadora - é, afinal, sinal de vida. Kyoji precisava se manter vivo. Manteria este foco em sua mente para lhe conferir energia para as ações que faria em seguida.

O cozinheiro distribuiria, sorrateiramente, as 5 pedras entre seus companheiros, fazendo-se valer de sua velocidade e aceleração avantajadas. Sussurraria, por entre os dentes e com o rosto abaixado, para tentar evitar que fosse visto.

- O plano vai ter que mudar. Não podemos ir pra grade, eles vão destruir a gente. Cuidado com esse cara de roupa preta que vem vindo. Armário, se conseguir, prende ele em um mata leão. Ferrugem, tenta deixar uma rota de fuga no jeito. Fuyuki -, ele diria, fitando os olhos de seu companheiro. Sentiria que poderia confiar sua vida nas mãos deste médico, e esperaria que o sentimento fosse recíproco.

- Vamos sair dessa! -, ele diria, com um sorriso no rosto, enquanto viraria o rosto para os guardas e soltaria um riso fraco.

- Hehe, seu guarda, é uma sacanagem isso...o nosso amigo não consegue nem ficar de pé! Sem falar que todos sabem que, depois de desmaiar, a última coisa que podemos fazer é sair arrastando o corpo desacordado!! -, ele diria e viraria os olhos para Fuyuki, batendo de ombros. Não faria a menor ideia se aquilo era verdade ou não. Então, o sorriso sumiria de seu rosto, enquanto gritaria, sério.

- Nós somos só prisioneiros!! Esse rapaz precisa de ajuda profissional!! Vocês tem recursos, conseguem salvar a vida do nosso amigo! Até temos um médico aqui mas, sem ferramentas, ele não consegue fazer muito!! Por favor, você precisa nos ajudar!!! - O cozinheiro estaria tentando implorar para o senso de humanidade do guarda. Era o que lhe restava, já que com seus punhos nada conseguiria resolver.

Então, trocaria olhares com Armário e Ferrugem, com o cenho fechado. "Cuidado!!", pensaria.




Informações
Spoiler:
 

Objetivos
Spoiler:
 


____________________________________________________





[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Felix
Civil
Civil
Felix

Créditos : 6
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 20/12/2017
Idade : 21

I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 EmptyDom 02 Ago 2020, 23:25


   


Sato Fuyuki


As rédeas de Latem City



Após o aparecimento desse homem misterioso e a reação dos presos ao redor, Fuyuki começou a sentir as coisas desabarem, todos os planos que fizera com os colegas da prisão estavam indo por água abaixo.

Um momento de nervosismo deixou o médico travado, não sabia o que dizer, não sabia como reagir diante dos guardas. Levar borracha até eles acabaria com tudo que planejaram, mesmo sem reação as falas dos guardas, Fuyuki manteria a pose com borracha, uma mão de travesseiro e os dedos no pescoço.

Diante do momento nebuloso em sua mente, ouviu as palavras de Kuze iluminarem seus pensamentos.
Sim, eles sairiam dessa, essas palavras serviram para trazer o médico de volta a realidade e botar a cabeça para funcionar novamente.

”Eu falei pra mim mesmo que sairia daqui de qualquer jeito, e é isso mesmo que vai acontecer”

Depois de Kuze jogar no ar a informação de ter um médico presente, era hora de cumprir seu papel e usar o conhecimento que tinha consigo ao seu favor. Olharia para os guardas com os dentes cerrados, não em tom de ameaça, mas como alguém bravo pelo comportamento do outro, com um leve toque de medo.

-Como vocês tem coragem de fazer isso?
Gritaria para os guardas, passando olhando para todos.

-Esse homem aqui está com danos gravíssimos, é mais fácil nós carregarmos ele aí ou uma bosta de um médico com equipamentos caminhar até aqui? Se demorarmos demais ele pode perder movimentos do corpo, habilidades cognitivas, desenvolver danos de memória pra vida toda, e até  mesmo morrer! Estamos falando de uma vida seus animais!
Fuyuki gritaria com um olhar feroz.

Talvez eles já desconfiassem de tudo, mas apelar para entrarem era essencial, por trás das grades eles teriam toda a vantagem. O médico torcia do fundo da sua alma para ter falado o suficiente para causar comoção e alguém vir socorrer, mesmo que estivesse esperando pela cilada.

Depois de gritar com toda sua força as palavras de ajuda, Fuyuki agora sentia a adrenalina percorrer novamente o seu corpo, estaria preparado para usar as técnicas sujas que ouviu do velho Hyun nos guardas ao redor.

Caso as coisas complicassem rápido, Fuyuki usaria seus punhos para acertar o nariz do guarda ou médico mais próximo se for preciso.
Em seguida, tendo acertado ou não o soco, usaria seus dedos contra os olhos do oponente em sua frente, na tentativa de cegá-lo temporariamente para ganhar tempo e vantagem para seus aliados.
Acertando ou não os movimentos anteriores, finalizaria com um movimento onde chutaria o adversário bem no meio das pernas, dando uma bela esmagada nas suas partes baixas.

Caso os guardas viessem pra cima em grande número, com intenção de abate, ficaria atrás de armário e manteria posição de defesa padrão dos lanceiros. Corpo bem ereto, pernas firmes e preparadas para agir rapidamente se necessário, punhos erguidos na altura do pescoço dos adversários e olhos bem atentos.






Off:
 

Histórico:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________





[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Última edição por Felix em Ter 04 Ago 2020, 22:22, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jean Fraga
Narrador
Narrador
Jean Fraga

Créditos : 12
Warn : I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 11/04/2020
Idade : 17

I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 EmptySeg 03 Ago 2020, 22:29

As Rédeas De Latem City!!


A Escolha Divina



Horário: 11:45
Temperatura: 24°C
Localização: Briss Kingdom


Raven Nevar

Lembrava-se das palavras de Lil’Zeph, ou melhor, do demônio que um dia estava por ali, palavras que a mesma não queria aceitar, a esperança, por mais que quase inexistente na jovem, ainda existia em si, uma pequena chama.

A chama que a fazia querer sair daquela ilha, viver uma vida livre e intensa nos mares.

Balançando a cabeça, ela agora esquecia dos problemas que antes a afligiam, seguindo pela cidade que naquele momento estava super movimentada, via vários prédios altos, entre as pessoas, via em sua maioria pessoas pobres, principalmente seguindo na direção do porto.  ela andando pelos becos e sombras, se locomovia furtivamente, sem chamar atenção.

Observando as pessoas, ela percebia que muitos estavam a observar algo, pela cara dessas pessoas, parecia ser algo bem extravagante, via uma mulher, apenas de biquíni vermelho, carregando uma sacola, passar por ali, a mulher que por sinal era muito bonita.

Usando de seu tamanho, velocidade e habilidades, ela passava despercebida pelos olhos dos humanos que ali também andavam.

Chegando ao porto e procurando pelo endereço dito por Bill, analisando o local, via 2 janelas altas a frente do estabelecimento, com uma porta dupla a frente, aos lados, uma porta em cada lado e algumas entradas de ar, como tubulações, o local onde ficava, não era muito amigável e as pessoas por ali não pareciam ter as melhores intenções.

Entrando pela tubulação, Raven agora, via por uma das grades, alguns homens lá dentro, carregando das mais diversas armas, seria aquilo, um lugar de contrabando ?

— Ficou sabendo que hoje o padre vai a prisão? parece que hoje é mais um daqueles dias do mês que ele... – Ouvia um homem que carregava armas dizendo isso, o mesmo que tinha sua fala cortada por outro dizendo: — O velho Joe... Boa sorte aos detentos... Tomara que ele esteja de bom humor para a felicidade dos prisioneiros... - Ouvia agora do outro, que juntamente do primeiro, saiam do comodo, estaria ali vazio?

Ouvindo aquele nome, ela agora se lembrava dos seu tempo na cadeia, pensando por um tempo, se recordava sobre quem era Joe, O padre sanguinário, um senhor de idade que não tinha piedade por pecadores.

Por ali, o que a pequena agora faria? Seria ali um bom local para conseguir quem sabe suas armas


Kuze Kyoji

Kuze que ao ver o homem com vestimentas que relembravam um padre, sentia uma sensação desagradável.

Via em seus olhos, a situação mudar toda e agora deveria pensar num novo plano, cerrando os dentes e sentindo dor, isso dava foco ao mesmo, afinal, só continuaria a sentir dor, se estivesse vivo, fato que o motivava.

Distribuindo as pedras, entre ele, o médico, borracha, ferrugem e armário, o cozinheiro agora falava com os outros sobre o novo plano.

Kyoji que ao perceber, via Armário ao chão, suando e com um rosto totalmente pálido e sem sentimentos, focado apenas em olhar para o homem de vestimentas diferentes.


Sato Fuyuki

Vendo as coisas complicarem, o medico ficava por alguns instantes em choque, a exigência dos guardas não parecia ser aceitável, seria como caminhar no corredor da morte.

Mantinha a pose, ainda fingindo como planejado, em meio a tantos problemas, ele ouvia as palavras de Kuze, algo super importante, que possibilitou que o mesmo se acalma-se, voltando agora para realidade, o medico agora já estava mais calmo.


Kuze e Sato

Com as contestações vindas tanta de Fuyuki, bem como de Kuze, o clima ali começava a esquentar, diferente da esperança que o medico tinha nos guardas, as palavras de ambos não pareciam de nada adiantar.

Ouvindo as palavras deles, o guarda que antes havia feito a proposta, agora dizia: — Anh? Quem caralhos vocês pensam que são para fazer tais pedidos? – Dizia segurando mais forte a arma que em sua mão estava.

Guarda tal que em sua farda, era conhecido como 02, o mesmo que agora olhava para o homem que antes havia chegado, esse mesmo homem que agora acenava com o rosto.

Para o que seria essa acenada? Sem muito tempo de reação, 02 dizia: — Ele pode morrer então certo? Vamos ajuda-lo nisso... – Dizia essas palavras enquanto com sua mão esquerda que portava sua arma, disparava na cabeça de borracha,

Sangue era espalhado para todos os lados, as mãos e rosto de Sato ficavam cobertas de sangue, sem muito o que fazer, via que borracha já estava morto naquele momento.

Kuze que de longe via toda aquela cena, Armário ao chão, completamente congelado e seu ex-amigo borracha morto nas mãos de Sato.

O homem agora com um Microfone, falava: — Bom dia lindas crianças! Começamos o dia bem hein? Por favor alguém pode levar esse demônio para longe da minha vista? Guardas deem uma pá para algum desses perto do corpo. – Falas que eram possíveis ser ouvidas em qualquer canto da prisão por meio das caixas de som.

O guarda 03, que acompanhava 02, voltava com uma pá, agora entregando para Ferrugem, dizendo: — Vamos, leve ele pra parte de terra e enterre-o lá. - Ferrugem que ao ouvir tais palavras, em prantos, carregava o corpo de borracha juntamente da pá.

— Continuando, para os novatos, me chamo Joe, bem, talvez vocês não saibam, mas aqui as coisas funcionam de outra forma, temos sempre uma política de limpa de detentos, baseadas nas ordens do nosso senhor, este que me mandou aqui para dessa vez fazermos de uma forma diferente.

Mexendo as mãos e arrumando os óculos, ele agora continuava: —Faremos um pequeno Battle Royal, botaremos aqui entre as grades, 15 homens, ao fim de uma hora, só pode apenas ter sobra 3 homens, esses três que permitiremos que fujam.

— Na uma hora, vocês deveram lutar pela vida de vocês, os três que sobreviverem estarão salvos, mas calma crianças, isso tudo foi me mandado por nosso grande senhor sagrado! Bom... Vamos começar? em 15 minutos começaremos!! HAHAHAHAHAHAHAH. – Com um clima que já não era bom, ele agora se tornava medonho

Apontando para o grupo, ele dizia: — Vocês quatro já estão dentro do evento, vamos reunir os outros 11 e assim começara!

Faltando 15 minutos para começar, o que o grupo faria? Percebiam que aos poucos ali ia se enchendo de pessoas.

O homem com o 'X' no pescoço agora era visto por Kuze, entre outros detentos que ali entravavam, tanto gordos, magros, forte, mesmo com a diferença física, todos tinham algo em comum, uma aura de sangue e dor que era trazida.


Consideração:
 
off:
 
Informações:
 
Homem Desconhecido:
 
Ferimentos Kuze:
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Última edição por Jean Fraga em Qua 05 Ago 2020, 07:25, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: I - As rédeas de Latem City!!   I - As rédeas de Latem City!! - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
I - As rédeas de Latem City!!
Voltar ao Topo 
Página 2 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Briss Kingdom-
Ir para: