One Piece RPG
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor K1NG Hoje à(s) 23:12

» [LB] O Florescer de Utopia III
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor Kekzy Hoje à(s) 23:10

» Karatê Cindy
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor Oni Hoje à(s) 22:49

» John Knudarr
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor John Knudarr Hoje à(s) 22:42

» Seasons: Road to New World
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor GM.Muffatu Hoje à(s) 21:29

» [Ficha] James Howlett
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor Lurion Hoje à(s) 21:26

» The Victory Promise
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor Hooligan Hoje à(s) 21:07

» [FICHA] Sonny Delahunt
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor Shogo Hoje à(s) 21:02

» The One Above All - Ato 2
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 19:26

» Cap. 2 - A New Day
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor ADM.Tonikbelo Hoje à(s) 19:03

» Bakemonogatari
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor yaTTo Hoje à(s) 18:48

» Arco 4: Segredos enterrados em gelo!
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor Jean Fraga Hoje à(s) 17:43

» ~ Acontecimentos ~ Cactus Island
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor Kekzy Hoje à(s) 17:17

» Um Destino em Comum
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor (Orochi) Hoje à(s) 17:08

» Xeque - Mate - Parte 1
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor GM.Midnight Hoje à(s) 16:51

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor AoYume Hoje à(s) 16:42

» A busca da liberdade
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 15:23

» As Crônicas de Mizushima – Episodio № 01: Apresentando Mika Mizushima!
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 13:44

» Apresentação 5 ~ Falência Sensacionalista
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor Furry Hoje à(s) 12:43

» As Raízes do Vigilante Lucífugo
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Emptypor Kekzy Hoje à(s) 12:30



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 59
Warn : Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...   Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 EmptySeg 06 Jul 2020, 11:44

Relembrando a primeira mensagem :

Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...

Aqui ocorrerá a aventura do(a) agente Sette Bello. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Pippos
Agente Especial
Agente Especial


Data de inscrição : 22/05/2012

Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...   Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 EmptyQui 27 Ago 2020, 19:10



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Praparando para descer...
Mas o que será que tem nessa cartinha?


Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
Depois de uma sensata e cordial conversa ampla com meu superior, tudo fazia um melhor sentido e, inclusive, gerenciaria melhor meus planos no atual momento. - Acho que você tem razão... eu estaria me envolvendo demais numa confusão desnecessária. Eu sei que, poderia vencê-lo com muito empenho e dedicação, sou incrível, mas não vale a pena o trabalho e o esforço para tal ato. Já fiz meu papel aqui e sei bem as maiores intenções do Governo. - Pausaria brevemente para suspirar e dar continuidade: - Sim, ele precisa ser derrubado, mas acredito que, com empenhos e mais forças é, de fato, mais prudente. Sequer almejo derrotá-lo sozinho... e, pra falar a verdade, sequer estava pensando em enfrentá-lo, HAHA! - Terminaria com uma breve e cômica risada.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Eu havia estudado um pouco a respeito do Quiron, mas desnecessariamente, seria algo mais como uma possível solução para o trono do Olympo, mas o único problema seria Helena no meio de toda essa estória. Enfim, eu já havia me questionado demais quanto a isso e estava me preocupando demais com algo que sequer era minha obrigação. Tendo em vista tudo o que havia discutido com o Tastro a respeito dos riscos excessivos, não era nem um pouco viável tentar me meter no meio dessa confusão. Lógico, seria bom acabar com esse Magnus... Enfrentar o Magnus? Por que motivos eu ainda não havia pensado nisso até hoje? Bem, parece-me algo divertido... mas desnecessário. Pelo que pude analisar na biblioteca a respeito de todos os titãs, incluindo ele, Magnus parece ter um estranho poder baseado em lanças... seria um confronto divertido. Mas, além de sua grande fama, eu tenho melhores coisas a fazer. - Rapidamente pensei.

Em uma rápida despedida, o Tastro me falou de que quando descêssemos, teria algo relacionado a uma carta para mim, mas não especificou muito bem sobre o que era. Maldito Tastro HAHAHA! Agora vai me deixar nessa dúvida sobre o que seria essa 'cartinha'... seria de alguma anjinha admiradora secreta? Ahh... - Fiquei idealizando como um louco e talvez até fosse possível visualizar corações em meus belos olhinhos. Mas pera... se fosse de alguma linda celestial ele me diria aqui. Ele não seria tão filho da mãe para só me falar isso lá embaixo HAHA! - Coloquei mais uma vez a mão no queixo tentando responder esta analogia em minha mente. Acho que deve ser alguma informação referente ao Governo Mundial, só pode... - Falando em tudo isso, eu também deveria me preparar e pegar tudo o que era meu, incluindo os Dials úteis que eu havia guardado em minhas coisas secretamente, para poder partir deste magnífico harém de lindas anjas. Era triste sair daqui, e, lógico, que a cada olhada em uma linda donzela que passasse por mim, eu já ficaria apaixonado várias vezes.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Assim que pudesse ver o Tastro, logo tentaria entender o que seria a tal carta, mas respeitaria caso não pudesse saber agora. - Sobre o que seria essa tal carta? Se for alguma admiradora secreta aqui do céu e tu tiver esperando a gente descer pra me falar... eu vou te matar HAHAHA! - Guiando o Tastro até a posição onde havia deixado meu tão amado Ferdinando, seria essencial trazê-lo junto a mim na descida, afinal, não poderia esquecer o meu impecável touro mecânico aqui em cima. Havia deixado o Ferdinando próximo ao bote, uma área mais desabitada e não muito frequente pelas pessoas, nesse caso, acho que não teria problemas e vê-lo por lá, afinal, ninguém saberia controlá-lo e ele era bastante pesado para ser carregado. - Ferdinando, meu bom, sentiu saudades? HAHA! - Pausaria brevemente para olhar para o Tastro para melhor entender qual seria todo o procedimento. - Err... sim, Tastro, e agora? Como fazemos para descer? - Eu seguiria todos os passos apontados pelo mesmo para que fielmente pudéssemos descer com amplitude e voltar à Pathernon. Depois de descer, faria questão de perguntar a respeito da tal carta: - E essa carta aí? HAHAHA! - Perguntaria, ainda curioso.


Histórico:
 

Objetivos:
 
Personagem:
 


O Galante


Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Muffatu
Game Master
Game Master
GM.Muffatu

Créditos : 32
Warn : Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2020
Idade : 34
Localização : Newberry - West Blues

Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...   Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 EmptyTer 01 Set 2020, 12:24

Muffatu Presents:

Sette, O belo.



Tastro ri com a pergunta de Sette sobre a carta, mas para a sua infelicidade Tastro simplesmente a guarda no bolso antes de falar.

- Sabe o bote? É com ele que vamos descer. Teremos que pegar esse bote que você buscava os nossos prisioneiros e descer. Quando a água do geiser ficar mais fraca, jogamos o barco em cima e descemos. Aliás, podemos fazer isso, não é? Eu acho que se tivesse um barco aqui a sua espera já teria feito isso. Bem, eu não tenho nenhum balão, nem fiquei sabendo que alguém poderia vir nos buscar… Então é isso. Vamos de bote.

Com a coragem de 300 Espartanos, os dois se dirigem até o bote que buscava os homens. Era claro que seria muito arriscado, mas era o que eles tinham para aquele momento. Antes disso porém, Tastro comunica o pessoal que ele e o agente Bello estavam descendo. Com algum tempo de intervalo ouviram uma voz confirmando a busca. No horário determinado, eles colocam o barco na posição.

O jato de água sobe com toda sua força, quando ele começa a perder força Tastro e Sette colocam o bote sobre o Geiser e descem. A velocidade era a mesma coisa que estar caindo com um guarda chuvas aberto, mas era mais tranquilo e seguro que simplesmente pular no Geiser e descer.

Algum tempo depois o bote bate contra a água se despedaçando, a pedra, digo.. Sette é segurado por Tastro que percebe o rapaz afundando. Não a tempo de conseguir evitar que o agente começasse a se afogar. Tastro havia ficado perdido um tempo, e afundando estava Sette. O barco do governo se aproximava para pegar os dois. Morto consegue pegar o braço de Sette e o levanta até a superfície. O coloca no bote e dá um baita tapa em seu peito, o suficiente para fazer o homem cuspir água e voltar.

- Que merda Sette… Quase você virou enfeite do fundo. Você está bem? Olhe.. Essa é a carta que quero te dar. Parabéns, rapaz...

Na carta havia uma recomendação para a CP09 e consequentemente o aumento de patente de Sette.

Recuperados e agora mais tranquilos no barco, Ferdinando, Sette e Tastro poderiam seguir o caminho que queriam.

Assim que pisam em terra, Tastro dá um abraço em Sette e se despede, seguindo o seu caminho. Faz um carinho entre os chifres de Ferdinando e então se vai.

- Foi um prazer, rapaz. Se cuide.

Enquanto Tastro se vai, a tarde começava a virar noite, o sol ia se pondo e era, para o nosso agente, mais uma noite, dessa vez como um belo agente CP09.


bichaelson

|

Citação :
Tastro Morto
Aief Otium
Inuri Matagatto
Baito Matagatto
Ogatto Matagatto

Ganhos: 2.250.000 B$ - Missão - Recepcionar Criminosos (03/03)
Missão => Investigar Ariel e Grupo (Análise de Perfil)
Promoção = CP09 - Número de Missões OK,
Rokushiki:
 

Perdas: 20.000 B$
Relação com Personagens: Tastro Morto - Superior / Aief Otium - Anja que deu atenção / Inuri Matagatto - Criminoso

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


“Aventuras”:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pippos
Agente Especial
Agente Especial
Pippos

Créditos : 12
Warn : Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 22/05/2012
Idade : 25

Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...   Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 EmptyTer 01 Set 2020, 21:51



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Finalmente promovido para a CP9?
O que me aguarda?
Botânica antes de qualquer coisa...


Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
Depois de uma certa complicação em nossa descida, não esquecendo de que eu quase me afoguei nessa brincadeira, finalmente estávamos plenos e bem. Foi uma descida bem problemática, mas, por sorte, haviam nos buscado de toda essa situação desconfortável, mas quando estávamos bem, ele parecia me entregar a carta como numa espécie de 'despedida'. - Nossa... não venha falar comigo como se nunca mais fôssemos nos ver... HAHAHA! Gostei muito de você, maninho. - Pausaria dando-lhe um breve abraço de despedida nessa situação. - Talvez o destino nos aguarde em algum reencontro, quem sabe HAHA. Até a próxima. - Terminando a 'emotiva' despedida, era notável que a noite parecia abraçar àquele ambiente, e o entardecer do céu deixava tudo isso bem claro.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Puts, tenho que encontrar algum lugar para dormir por aqui... Bem, pela minha experiência do pouco que frequentei este lugar, eles haviam sido bem receptivos quando eu era um 'marinheiro'. - Pois bem, eu havia melhor entendido o que eu deveria fazer na atual situação. Eu teria de agir novamente como um marinheiro, isso provavelmente teria um interessante sucesso, e o principal seria entrar em contato com alguns dos muitos guias que eu haia visto aqui pelas redondezas. Faria questão de perguntar quantas vezes fosse necessária até encontrar alguma resposta viável. - Opa, boa noite, tudo bem? Você é um guia? Enfim, tanto faz, poderia me ajudar a encontrar algum lugar para eu me hospedar por aqui e passar a noite? Sou o Capitão Zachary Vitaminado, e estou de passagem por aqui. - Seria direto e bem claro quanto à minha pergunta, fazendo-a quantas vezes fossem necessárias até eu encontrar uma aceitávevl resposta ali por Theros. Caso fosse uma mulher a perguntada, faria questão de beijar a parte superior de seu punho, agradecendo pela generosidade, além de convidá-la ao quarto. - Muito obrigado por sua ajuda, mas, URF! Nossa, hoje está um dia bem frio, você não acha? Olha, se quiser me acompanhar, poderemos nos aquecer nessa gélida noite, pode vir dormir no meu quarto se quiser... sem nenhumas segundas intenções, claro. A não ser que você esteja interessada, hihi. - Terminaria.

No dia seguinte, eu provavelmente acordaria bem mais descansado e tranquilo, e, em meus acessórios, logo pegaria em mãos para melhor ler melhor a respeito da minha promoção para CP9. Tudo bem que eu não sabia ao certo se haviam informações adicionais quanto à algum ponto de encontro ou algum destino o qual eu deveria seguir, mas faria questão de analisar bem a tal carta para averiguar tais fatos. Depois de examinada a carta, ainda haviam fatores para eu terminar de fazer por ali na cidade, e, olhando bem ao meu redor pela famosa pólis da racionalidade, eu ficaria amplamente atento em notar alguma região em que fosse possível visualizar um exímio cultivo de plantas, afinal, ao meu ver o estudo a respeito desse cultivo de plantas seria muito útil, até mesmo na produção de medicamentos ou venenos. Então deixaria o dinheiro para pagar minhas hospedagem, se houvesse alguma donzela dorrmindo ainda, não a pertubaria e apenas sairia furtiamente do local. A claridade do Sol facilitaria o encontro de alguma formidável área com o cultivo abundante na cidade.

~ Aprendizado Botânica ~

Completamente impressionado pelo excelente trabalho no cultio de tal planta, eu estava muito impressionado e sabia que com um cultio tão explendoroso quando esse, eu poderia ter alguma ajuda referente aos hábeis cultivos botânicos. Chegando o mais parto possível do local mais bem cultivado e bem arrojado botanicamente, eu precisaria analisar na presença de alguém, talvez agora de manhã houvesse alguém regando as plantações, afinal, era o mais sensato a se fazer numa bela manhã, ou então eu teria de tocar na residência ou o que quer que fosse para chamar a atenção de quem por ali estivesse. - Err... Com lincença, posso ver que seu trabalho botânico é impecável, seu que estou aqui te atrapalhando e te enchendo, mas, por favor, ajude-me a melhor aprender como fazer tudo isso! Você é incrível. Eu sou o Capitão Zachary Vitaminado, e, mesmo trabalhando firmemente na Marinha, não consigo tem uma extraordinária habilidade como essa de cultivar bem. Por favor, poderia me ajudar nisso? Obrigado. - Mediante meu formidável pedido, era provável que a pessoa concordasse em me ensinar, afinal, depois de ouvir tantos elogios vindo de um grandioso Capitão da Marinha, quem não facaria agraciado de enciná-lo?

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Eu manter-me-ia esplendorosamente focado em entender o total funcionamento de tal cultivo, não esquecendo de também prestar atenção em todas as informações importantes que poderiam me serr bem úteis. Claro que tal cultivo giraria em torno de ervas, plantas, e, quem sabe, até de deliciosas frutas. Muito bem instruído talvez eu estivesse sendo, mas também seria bem sensato eu aprender o que me era realmente necessário. - Ah, e sobre algumas ervas que sejam mais venenosas? Como eu poderia fazer para trabalhar na extração de tal veneno ou até mesmo em seu uso? Pode me ser útil algum dia, quem sabe. - Eu sabia bem trabalhar com a toxicidade, mas a extração do veneno de alguma planta ou erva seria muito útil, claro, além de tentar também mantê-la viva depois de tal feito. No fim de todo o potencial aprendizado até então, seria perfeito praticar um pouco onde talvez o(a) intrutor(a) me auxiliasse em algum terreno que estivesse por perto, mas eu sempre disposto a executar tudo eximiamente conforme vi ser feito e seguindo todos os procedimentos à mim ensinados. - Muito obrigado! - Agradeceria ao fim deste bem trabalhado aprendizado.

~ Fim ~


Histórico:
 

Objetivos:
 
Personagem:
 


O Galante



____________________________________________________

Aventura 11: Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Citação :
Narração
Pensamentos
Falas de Sette



Última edição por Pippos em Ter 08 Set 2020, 14:56, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Muffatu
Game Master
Game Master
GM.Muffatu

Créditos : 32
Warn : Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2020
Idade : 34
Localização : Newberry - West Blues

Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...   Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 EmptySex 04 Set 2020, 19:10

Muffatu Presents:

Sette, O belo.



O agente sorri quando a frase de Sette vem a tona, e era real. Ele sabia que veria o novíssimo CP09 mais algumas vezes.

Assim que se recupera, o agente se passando por um capitão rapidamente acha uma pousada. Uma velha senhora fica encantada com os seus galanteios e regojizando-se ela diz:

- Ah, se fosse minha época…Obrigada mocinho, mas já tenho meu capitão.

Descansado e revigorado durante a noite de sono e agraciado com um belo desjejum, Bello agora poderia seguir sua caminhada.
Durante o caminho, o agente poderia ler em sua carta:

“Olá caro agente Sette Bello.

Estamos felizes com o trabalho apresentado e a partir de agora cadastre esse número em seu comunicador. (Tastro Morto)

Ele é seu superior imediato e é responsável por passar algumas informações quando necessárias. Fora isso, o senhor responde como sempre a nós.

Espero que sua caminhada seja tão gloriosa quanto foi até o devido momento.

Saudações calorosas,

Governo Mundial “


Era praticamente uma carta de agradecimento, mas que significava muito. Claramente não há uma central para onde seria enviado, apenas havia aumentado suas responsabilidades.


Chegando até o homem que cultivava ali, ele sorrindo diz:

- Olá meu jovem. Eu sou Oribe Tehaba. Responsável pela horta. Muito obrigado pelo elogio!

- Sim, aqui é tudo cultivado com muito amor….


Ele continua o seu ensino e responde por fim a pergunta de Sette…

- Que questão curiosa. Vocês da marinha são estranhos… Bem para isso é só você perceber as folhas… veja só…

Ele termina de dar suas explicações e feliz com o resultado chama o agente até um canto com alguns legumes. Ele entrega uma beterraba para o “Capitão”


- Para adoçar a viagem, capitão!

Agora com o novo conhecimento, Sette tinha uma boa caminhada. E enquanto aguardava um contato, ou uma ordem superior. Ele poderia aproveitar o seu dia.

Assim que começa a andar, ele recebe uma ligação avisando que o pagamento pelas informações referente ao bando Revolucionário que agia no Olympo, estava depositado e seus próximos passos era localizar qualquer resquício desse grupo na cidade onde estava.

Por onde começaria nosso agente favorito?


bichaelson

|

Citação :
Tastro Morto
Aief Otium
Inuri Matagatto
Baito Matagatto
Ogatto Matagatto

Ganhos: 2.250.000 B$ - Missão - Recepcionar Criminosos (03/03)
Missão => Investigar Ariel e Grupo (Análise de Perfil)
Perdas: 20.000 B$
100.000 B$ - Hospedagem (café da manhã incluso)
Relação com Personagens: Tastro Morto - Superior / Aief Otium - Anja que deu atenção / Inuri Matagatto - Criminoso

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


“Aventuras”:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pippos
Agente Especial
Agente Especial
Pippos

Créditos : 12
Warn : Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 22/05/2012
Idade : 25

Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...   Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 EmptyTer 08 Set 2020, 14:50



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Alegrias e mais sucessos...
Sempre retrata tudo o que faço, haha!
Aief, onde está você?


Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
Depois de glorificar-me ao ler a referida carta e entusiasmar-me ainda mais em empolgação, como eu não poderia transbordar de alegria? Eu era incrível, haha! Não demorei muito para logo procurar aprender e alavancar ainda mais meus belos conhecimentos, até recebendo uma beterraba como recompensa. - Muito obrigado, senhor! Tenha um excelente dia e uma ótima plantação. - Despedir-me-ia com o mais formidável sorriso em meu rosto, afinal, era um senhor muito gente boa e que merecia muito sucesso em sua horta. Todavia, logo pude receptar mais uma chamada informando-me de que dveria procurar mais informações sobre aquele relez grupo revolucionário em formação no Olympo.

À princípio, eu sabia que a Aief havia descido, será que eu poderia ter a sorte de encontrá-la por aqui? Bem, de meu conhecimento, ela seria a única quem estaria também aqui em Parthenon. Lógico que eu não deixaria belezas raras como esta passarem por mim e ficarem despercebidas... hihihi. - Colocava a mão na boca, imaginando safadezas envolvidas com o fabuloso corpo da mais bela celestial que eu havia conhecido nos céus. Lógico que eu não poderia deixar de notar lindas e exuberantes humanas que passassem por mim, claro, eu era um exímio admirador de explendorosas belezas, e, mesmo não sendo a Aief, eu saberia reconhecer qualquer uma: - Minha nossa! Acho que você também é uma marinheira... Já me prendeu à você com todo esse encanto. Pode me levar, serei seu prisioneiro. - Brincadeiras à parte, mas eu já estava bem acostumado com mulheres menosprezando minhas tolas tntativas de dar em cima, mas eu vinha melhorando minha habilidades com o passar do tempo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Dando a devida corda às lindas donzelas que por ali aparecessem, eu sabia que meu objetivo principal ainda era o de resolver alguns detalhes com a desaparecida Aief. Tendo em vista que tratava-se de uma beleza explendorosa e incontestável, eu teria de parar de falar com quem eu estivesse, para ir deretamente à impecável anja. - Nossa, Aief, parece que eu finalmente te achei, hein? HAHA. Estava com tantas saudades de poder ver, beijar e te encher de carinhos... - Diria enquanto fazia questão de levemente acariciar seus cabelos e sua cabeça à medida que eu falava. - Sobre a nossa missão... tem alguma informação adicional para me dar? - À medida que eu agia de um jeito carrismático e bem sedutor, farria questão de colocar um plano essencial, ao menos para mim.

Mediante o fato de agraciá-la de carinhos e elogios, nquanto ouvia qualquer tipo de explicação da mesma, aproximaria meu rosto ao dela e cochicharia ardentemente em seu ouvido: - Nossa, você está tão cheirosa... - Diria, suavemente, enquanto que sagazmente seria mais intenso e, sagazmente, pegaria seu cabelo com mais força inserir-lhe-ia um beijo mais picante e feroz. Mas claro. Tudo dependendo da situação e a ideia imponente de pegá-la com mais força seria apenas viável se caso a resposta que ela desse a mim, permitisse minha assídua e depravada ação, afinal, com meus plenos conhecimentos à respeito tanto do corpo quanto da mente humana, muitas mulheres gostavam de ser bem dominadas, e esse meu conhecimento em sedução ajudaria nesse ponto. Considerando que tudo ocorresse confforme o planejado: - Vamos para onde agora? - Não sabia bem aonde a mesma estava hospedada por aqui em Parthenon, mas já seria um passo à frente quando eu pensasse em usar minha sedução para colocar um plano em prática.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Mas caso toda a minha tentativa não fosse muito sensata de se fazer de acordo com o que a mesma falasse a mim, eu teria de me manter quieto e prestar bem a atenção à respeito das fpalavras que à mim fossem impostas.


Histórico:
 

Objetivos:
 
Personagem:
 


O Galante




[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Alegrias e mais sucessos...
Sempre retrata tudo o que faço, haha!
Aief, onde está você?


Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
Depois de glorificar-me ao ler a referida carta e entusiasmar-me ainda mais em empolgação, como eu não poderia transbordar de alegria? Eu era incrível, haha! Não demorei muito para logo procurar aprender e alavancar ainda mais meus belos conhecimentos, até recebendo uma beterraba como recompensa. - Muito obrigado, senhor! Tenha um excelente dia e uma ótima plantação. - Despedir-me-ia com o mais formidável sorriso em meu rosto, afinal, era um senhor muito gente boa e que merecia muito sucesso em sua horta. Todavia, logo pude receptar mais uma chamada informando-me de que dveria procurar mais informações sobre aquele relez grupo revolucionário em formação no Olympo.

À princípio, eu sabia que a Aief havia descido, será que eu poderia ter a sorte de encontrá-la por aqui? Bem, de meu conhecimento, ela seria a única quem estaria também aqui em Parthenon. Lógico que eu não deixaria belezas raras como esta passarem por mim e ficarem despercebidas... hihihi. - Colocava a mão na boca, imaginando safadezas envolvidas com o fabuloso corpo da mais bela celestial que eu havia conhecido nos céus. Lógico que eu não poderia deixar de notar lindas e exuberantes humanas que passassem por mim, claro, eu era um exímio admirador de explendorosas belezas, e, mesmo não sendo a Aief, eu saberia reconhecer qualquer uma: - Minha nossa! Acho que você também é uma marinheira... Já me prendeu à você com todo esse encanto. Pode me levar, serei seu prisioneiro. - Brincadeiras à parte, mas eu já estava bem acostumado com mulheres menosprezando minhas tolas tntativas de dar em cima, mas eu vinha melhorando minha habilidades com o passar do tempo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Dando a devida corda às lindas donzelas que por ali aparecessem, eu sabia que meu objetivo principal ainda era o de resolver alguns detalhes com a desaparecida Aief. Tendo em vista que tratava-se de uma beleza explendorosa e incontestável, eu teria de parar de falar com quem eu estivesse, para ir deretamente à impecável anja. - Nossa, Aief, parece que eu finalmente te achei, hein? HAHA. Estava com tantas saudades de poder ver, beijar e te encher de carinhos... - Diria enquanto fazia questão de levemente acariciar seus cabelos e sua cabeça à medida que eu falava. - Sobre a nossa missão... tem alguma informação adicional para me dar? - À medida que eu agia de um jeito carrismático e bem sedutor, farria questão de colocar um plano essencial, ao menos para mim.

Mediante o fato de agraciá-la de carinhos e elogios, nquanto ouvia qualquer tipo de explicação da mesma, aproximaria meu rosto ao dela e cochicharia ardentemente em seu ouvido: - Nossa, você está tão cheirosa... - Diria, suavemente, enquanto que sagazmente seria mais intenso e, sagazmente, pegaria seu cabelo com mais força inserir-lhe-ia um beijo mais picante e feroz. Mas claro. Tudo dependendo da situação e a ideia imponente de pegá-la com mais força seria apenas viável se caso a resposta que ela desse a mim, permitisse minha assídua e depravada ação, afinal, com meus plenos conhecimentos à respeito tanto do corpo quanto da mente humana, muitas mulheres gostavam de ser bem dominadas, e esse meu conhecimento em sedução ajudaria nesse ponto. Considerando que tudo ocorresse confforme o planejado: - Vamos para onde agora? - Não sabia bem aonde a mesma estava hospedada por aqui em Parthenon, mas já seria um passo à frente quando eu pensasse em usar minha sedução para colocar um plano em prática.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Mas caso toda a minha tentativa não fosse muito sensata de se fazer de acordo com o que a mesma falasse a mim, eu teria de me manter quieto e prestar bem a atenção à respeito das fpalavras que à mim fossem impostas.


Histórico:
 

Objetivos:
 
Personagem:
 


O Galante



____________________________________________________

Aventura 11: Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Citação :
Narração
Pensamentos
Falas de Sette

Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Muffatu
Game Master
Game Master
GM.Muffatu

Créditos : 32
Warn : Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2020
Idade : 34
Localização : Newberry - West Blues

Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...   Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 EmptyDom 13 Set 2020, 17:02

Muffatu Presents:

Sette, O belo.



Após algum tempo, e algumas investidas contra as mulhres de Pathernon, o nosso novíssimo agente secreto percebe uma mulher de traços parecidos com o de Aief. Ele se aproxima da mulher para que conseguisse falar com ela.

Para a sua sorte era mesmo a mulher que ele havia passado algumas noites e até mesmo estava começando a se encantar.

A mulher sorri para ele e faz um sinal:

- Oi! Que bom te ver… Vamos em um lugar mais calmo. Quero pouca gente para o que vou te dizer…

A mulher lidera o caminho até uma região afastada, cerca de vinte minutos se passam e ao chegar no local, Sette poderia ver Ariel sentada sob uma árvore. Aief se aproxima dela e faz um sinal com a mão, como se a cumprimentasse. Assim que ela faz isso, a mulher que estava recostada na árvore parece sumir da vista dos dois, mas para onde ela teria ido? A mulher começa a entrar na árvore que parece ganhar vida, era como se a natureza fosse contra. A árvore ganha braços de madeira e saindo do chão parte para cima de Sette.

Aief olha para o seu “amado” e então se vira para ele, segurando um revólver em suas mãos.

- Você já sabe de mais, seu agente de merda! Seu manipulado. Você não passa de um fantoche desses loucos do governo. Eu não sei qual a sua, mas agora não tem como a gente evitar isso. Ou você se rende e vem conosco, ou a gente te mata. Como vai ser?

A mulher não parecia alguém que hesitaria em puxar o gatilho, mas o que faria nosso agente? Era a razão e a emoção em um só lugar. Uma “árvore” e sua anja que agora parecia mais um demônio prestes a acabar com o mais novo CP09.


bichaelson

|

Citação :
Tastro Morto
Aief Otium
Inuri Matagatto
Baito Matagatto
Ogatto Matagatto

Ganhos: 2.250.000 B$ - Missão - Recepcionar Criminosos (03/03)
Missão => Investigar Ariel e Grupo (Análise de Perfil)
Perdas: 20.000 B$
100.000 B$ - Hospedagem (café da manhã incluso)
Relação com Personagens: Tastro Morto - Superior / Aief Otium - Anja que deu atenção / Inuri Matagatto - Criminoso

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


“Aventuras”:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pippos
Agente Especial
Agente Especial
Pippos

Créditos : 12
Warn : Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 22/05/2012
Idade : 25

Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...   Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 EmptySeg 14 Set 2020, 14:48



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Hora de provar...
Que sou um merecedor de estar na CP9!
Claro! HAHAHA


Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
Era visível que a situação mudava drasticamente, como que da água para o vinho, mas já era esperado, afinal, se antes eu já havia suspeitado, quem diria agora. Quando a Aief me chamou para ir em um lugar mais privado, apesar dee meus interesses íntimos, eu sabia que estava fácil demais não parecia me cheirar muito bem. E, no momento em que vi a Ariel sentada sobre uma árvore tinha certeza absoluta que o confronto estaria para começar. - Lindas donzelas, eu desci justamente para não ter um fim desse tipo... Vocês acham que eu seguiria as ideologias desse Governo maldito e teria de matá-las? Claro que não! Eu sigo missões, mas ainda tenho meus princípios. Por esse motivo eu saí do Olympo... - Com uma singular atuação como essa, eu não sabia bem como elas reagiriam à minha fala, mas com certeza não era nada o qual elas esperavam.

- Aief... você atiraria em mim? E tudo o que a gente viveu? - Isso me faria ganhar ainda mais tempo, claro, antes dela pensar em querer atirar em mim. - Sim, eu sou um agente! Eu cresci com a violência matando meus mais e crendo que fazer a justiça era o certo a se fazer... mas se é isso que vocês acham certo, então vão, me matem! - Era nesse momento o qual eu precisaria entender o quanto havia entrado na mente, tanto da Aief como da Ariel, e, nesse caso, eu precisaria reagir conforme a situação. Caso nenhuma das duas fosse me atacar, utilizando de minha sagaz previsão, focando meu Kenbun na Ariel e atento o suficiente utilizando minha perpétua audição aguçada para previamente ouvir qualquer tipo de barulho indicando o som mecânico da arma de fogo ser utilizado. Nessa situação, eu teria plena convicção de que minha breve atuação havia dado certo, e, nesse caso, talvez eu pudesse escutar algum tipo de planejamento sendo efetuado por elas, onde poderiam pretender me usar para ter maiores informações do Governo Mundial e continuar me mantendo incluso no grupo delas, mas, aproveitando isso, eu não demoraria para utilizar o tempo garantido pela atenção onde ambas não me atacariam para fazer o primeiro movimento.

Partindo desse princípio, rapidamente eu logo executaria o Soru para me aproximar o suficiente da Ariel e, inclusive tentar efetuar de forma rápida um Rankyaku a queima roupa, também utilizando de minha habilidade recém aprendida, o famoso Busou, onde alvejaria rasgar a árvore ou até mesmo a própria Ariel com muito mais firmeza. Mesmo nessa situação, era provável que a Aief fosse executar um disparo contra mim, nesse momento eu tentaria utilizar de minha audição acima da média para tentar prever uma singular trajetória retilínea de um disparo para tentar sair de minha posição e logo me sair do disparo. Mas, se necessário, faria questão de executar o Tekkai para tentar resistir ao disparo com a firmeza inata de meu corpo impecável.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Mas caso eu pudesse notar em algum momento que o disparo por ela fosse efetuado, eu precisaria, na emergência tentar utilizar o Tekkai para tentar resistir ao disparo de uma arma de fogo, mas não demorando para logo em seguida utilizar o Soru e executar o Shigan alvejando acertar em seu crânio e eliminá-la. Na sequência eu teria de me preocupar com uma 'mulher-árvore', então me concentraria no Busou para executar o Rankyaku e tentaria resgar a árvore com muita firmeza, lógico que alvejando sempre acertar algum ponto em que a mesma estivvesse visível, afinal, eu não conhecia muito bem essa Akuma no Mi e precisaria tomar mais precisão em minhas investidas.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Caso Ariel me atacasse primeiro de alguma forma, eu tinha a necessidade de utilizar o Soru para tentar antecipar seu movimento ofensivo e me esquivar, além de executar na sequência os mesmos movimentos descritos anteriormente, onde concentraria meu foco em utilizar o Busou para executar o Rankyaku e partí-la ao meio, mas quanto à Aief, de início, eu ainda não tinha a intenção de atacá-la. - Aief, você realmente ia atirar em mim? Você sabe de toda a história que tivemos juntos e eu não quero ter que te matar... - Pausaria tentando fazê-la compreender bem a sua situação, afinal, eu poderia facilmente matá-la, mas parecia algo que eu estava disposto a atuar de que não tinha essa intenção: - Fuja! Não quero te matar. Posso dizer ao Governo que você fugiu! - Diria na maior e melhor atuação a que pudese executar, e, neste caso, esperaria que a mesma se virasse para fugir, onde eu estenderia meu braço para logo executar o Tobu Shigan Bachi. Sim, eu não queria ter de assassiná-la, mas a vida me criou de uma forma a qual eu aprendi a ser frio, crescer sem poder chorar ou me desapontar por qualquer fator, e tudo isso era necessário. Mas, se necessário, eu teria de me transformar em meu modo híbrido para correr atrás da mesma e executar o gulpe final, vulgo Shigan, com minha impecável velocidade.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Histórico:
 

Objetivos:
 
Personagem:
 


O Galante



____________________________________________________

Aventura 11: Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Citação :
Narração
Pensamentos
Falas de Sette

Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Muffatu
Game Master
Game Master
GM.Muffatu

Créditos : 32
Warn : Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2020
Idade : 34
Localização : Newberry - West Blues

Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...   Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 EmptySex 18 Set 2020, 12:52

Muffatu Narra

Sette Bello



Apontando a arma, Aief parecia muito mais fria que o comum. Assim que o corpo de Sette sai da frente de Aief que parecia repensar nas ações enquanto Bello partia para cima de Ariel,ela rapidamente se vira e dispara o tiro contra as costas do agente.

O golpe é certeiro e faz com que lascas de árvore voem para longe. O vegetal se curva mostrando dor, e um pouco de seiva avermelhada sai de onde ficaria a “boca” daquela mulher. Ela ainda consegue tentar revidar algumas vezes contra o agente atingido. A primeira e segunda vez ele acaba se esquivando, mostrando ter um controle da situação que poucos teriam. O uso de seu Haki para acertar foi algo essencial para mudar aquele instante, porém mais uma vez o barulho do tiro era escutado. Mais um tiro para cima de Sette que dessa vez acertava sua perna. Ariel por sua vez vendo um espaço bate com um de seus galhos. O que mais era estranho para essa luta, era que as balas não deveriam conseguir causar tanto dano no agente, mas algo de diferente nas munições o fazia ser só mais um alvo.

O impacto do golpe de Ariel faz com que Sette perdesse mais um pouco de sangue e equilíbrio. A sua vontade em fazer a diferença era clara, mas as duas não iriam desistir. Aief dispara mais uma vez, mas dessa vez erra. A árvore de Ariel tenta abraçar Sette e caminha para cima do agente com a convicção de uma fervorosa revolucionário vendo ali a chance de fazer o seu nome.

O que faria nosso, ferido, agente?


bichaelson

|

Citação :
Tastro Morto
Aief Otium
Inuri Matagatto
Baito Matagatto
Ogatto Matagatto

Ganhos: 2.250.000 B$ - Missão - Recepcionar Criminosos (03/03)
- Ferimento a bala na escápula direita.
- Ferimento a bala perna esquerda
- Cortes superficiais na barriga

Missão => Investigar Ariel e Grupo (Análise de Perfil)
Perdas: 20.000 B$
100.000 B$ - Hospedagem (café da manhã incluso)
Relação com Personagens: Tastro Morto - Superior / Aief Otium - Anja que deu atenção / Inuri Matagatto - Criminoso

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


“Aventuras”:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pippos
Agente Especial
Agente Especial
Pippos

Créditos : 12
Warn : Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 22/05/2012
Idade : 25

Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...   Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 EmptyTer 22 Set 2020, 13:30



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Fui atingido?!
Repensar a estratégia...


Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
Problemas haiam acontecido em todo o meu planejamento. À princípio, eu sequer conseguia entender como tudo aquilo estava acontecendo. Mas que merda está acontecendo? Como que essa bala está conseguindo me machucar tanto? Mais que merda! - Eu sequer teria muito tempo para ficar pensando demais, enquanto tinha de agir e executar todos os meus movimentos, mas estaa claro de que elas haiam se preparado o suficiente antes de ir me enfrentar... seria alguma bala que causa mais dano em usuários de Akuma no Mi? - Analisei, mas estava claro de que ainda eu não teria uma sensata certeza do que imaginava. [color=purple]A não ser que... ela esteja usando o Busou![/color - Estava clara a minha incerteza, mas eu não podia ficar me questionando demais.

Por sorte, os disparos que recebi não haviam sido direcionados a regiões fatais de meu lindo corpo, a dor consigo segurar, mas o problema vai estar na minha mobilidade... esse disparo em minha perna esquerda pode ser um problema. Como num instinto animal, eu tinha de sair dali, fui descuidado de não focar muito em me esquivar de disparos de uma boba arma de fogo, mas preciso ser mais cuidadoso, pois estou lidando com a líder de um grupo revolucionário. Soru seria rapidamente utilizado, a intenção de fugir não representava que eu deixaria ambas escaparem, e nem mesmo que eu, verdadeirament, desistiria de enfrentá-las. Verdade que estávamos em uma região afastada, e que, com a deassa claridade, evitaria o trabalho de minha furtividade, mas de qualquer modo, agora todo o meu foco no uso do Kenbun seria voltado para a Aief, esses disparos realmente seriam um problema, e a necessidade de tentar anteceder a direção destes seria meu novo foco.

À medida que eu me afastasse de ambas, era óbvio que um ou talvez dois disparos da Aief fossem executados, mas eu utilizaria da habilidade Kami-e e deixar meu corpo tão maleável como papel, claro que também tentando anteceder todos os movimentos da mesma e vendo algum avanço da Ariel, também procuraria utilizar o Geppou para saltar e ganhar ainda um pouco a mais de tempo. O foco principal de todos esses movimentos que estariam me dando tempo eram eu, plenamente, usar minha Akuma no Mi e mudar minha forma corporal para o modo Híbrido. Além de dar-me ainda mais resistência, permitir-me-ia manter uma velocidade tremendamente mais elevada.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Com o modo Híbrido ativado, e ainda com o tempo conseguido, eu procuraria, sem pestanejar, executar mais uma vez o Tobu Shigan Bachi , voltando todos os disparos contra as mãos da Aief. Sim, eu ainda não havia conseguido presenciar nenhuma potencial agilidade vindo da mesma para conseguir esquivar de todos os disparos de meu Shigan , mas eu parecia não conhecê-la tão bem como antes imaginava, então nunca se sabe. Eu parecia estar tão furioso com essa reolucionária que, eu pretendia, realmente, até estourar as mãos dela. Como que ela havia jogado fora tudo o que tivemos desse jeito? Eu até havia focado mais em enfrentar a Ariel para não ter que lutar com ela... se antes eu almejaria ainda deixá-la sair viva, pode ter certeza que agora este plano não estava mais viável.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Depois de executar a minha perspicaz sequência de disparos contra as mãos da Aief, precisaria agora ter uma atenção voltada para a Ariel, e caso eu realmente conseguisse estourar as mãos da atiradora, eu voltaria a dar novamente o foco de meu Kenbun à Ariel. Usando ou não o Kenbun voltado para a mulher-árvore, estava claro de que ela tentaria alguma coisa contra mim, e, neste caso, eu procuraria executar o Geppou algumas vezes para subir e depois usá-lo novamente para cair como insano e veloz meteoro em cima da Ariel, para inferir-lhe um golpe, direto com minha perna direita pois estava me causando menos dor, voltado em atingir o abdome da mesma, talvez tentando fraturar até, quem sabe, algumas costelas. Mas no término de tal chute, eu não demoraria para, na sequência, iniciar consecutivos Shigans , seis para ser exato, em seu abdome. Utilizando o meu dedo direito envolto de Busou para garantir a efetividade de meu ataque.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltando novamente minha atenção para a Aief, analisando onde esla estaria e como, pois precisava ter certeza do quanto machucada ela estaria, afinal, eu ainda pretendia executar um golpe final nela. Caso eu pudesse notar que ela não estivesse com a mãos assim tão danificadas depois do uso de minha técnica, ela ainda seria o foco de meu Kenbun, onde eu almejaria me esquivar em qualquer chance da mesma me acertar. Mas caso ela fugisse, eu sabia que conseguiria alcançá-la. Sim, eu poderia, talvez, ainda sentir algumas dores problemáticas em meu corpo, mas estava claro de que essas dorzinhas não eram fatais e que eu conseguiria aguentá-las em prol de meu trabalho. Mais uma vez executando o Soru combinando-o com o meu Kenbun e minha velcidade de Leopardo para acelerar ainda mais minha aproximação: - O Governo mandou lembranças. - Executaria uma sequência de dois Shigans em sua cabeça. Apesar de ser minha inimiga, eu ainda não gostaria de ver uma linda e doce celestial sofrer antes de morrer.


Histórico:
 

Objetivos:
 
Personagem:
 


O Galante



____________________________________________________

Aventura 11: Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Citação :
Narração
Pensamentos
Falas de Sette

Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Muffatu
Game Master
Game Master
GM.Muffatu

Créditos : 32
Warn : Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2020
Idade : 34
Localização : Newberry - West Blues

Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...   Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 EmptySab 26 Set 2020, 18:23

Muffatu Narra

Sette Bello



A fuga fora essencial para que completasse o seu sucesso. As duas inimigas do agente começam a perder um pouco o foco. Aief assim que o agente sai, praticamente some da visão de Sette. Se não fosse o Haki da Observação ele jamais saberia onde estava a mulher.

Ariel no entanto começava a se preparar para continuar a luta contra Bello, porém também não sabia o que estava por vir.

Em sua forma híbrida em alta velocidade ele chega quase como uma sombra e atinge Ariel que se curva ao sentir o golpe, o CP09 ataca com sua técnica usando o haki do armamento e causando muita dor atingindo sua inimiga em pontos letais… O corpo vai aos poucos voltando ao normal. Ariel cai ao lado da árvore como se atravessasse a mesma, o vegetal por sua vez acaba apodrecendo, como se a vida daquela planta tivesse se esvaído. As raízes sem vida para fora do chão, mostravam que o ataque do Agente fora mais do que eficaz para com a sua inimiga.

Seus ataques contra Aief também foram certeiros, as mãos da mulher são afetados como se tivesse de fato sido acertada por tiros. Ao largar a arma ela tenta correr, sem chances de defesa.

O agente parte para cima de seu antigo caso. A velocidade do agente era maior que a velocidade de Aief que sem chances ouviu as últimas palavras do agente, e então sua cabeça foi perfurada pelas técnicas do novo CP09.

Com os corpos ao chão, a fruta some e parte no meio da floresta buscando sua nova morada. o corpo sem vida de Ariel e o de Aief em sua frente agora eram só lembranças.

O trabalho do agente estava no fim, sua última missão estava completada. Cabia a ele agora avisar de seu sucesso, recuperar o seu dinheiro e então seguir para onde deveria seguir.

Ao entrar em contato com Tastro, ele ouve de seu superior:
- Ótimo trabalho, Sette. O valor já está em sua conta. Agradecemos o feito. Você pode ficar aqui, mas acredito que seus serviços sejam mais interessantes na ilha de Ponta de Lança. Eu acredito que chegando lá tenha mais informações. Aparentemente a ilha precisa de um pulso mais firme.

Ao desligar o comunicador, Sette sabia que não era a última vez que falava com Tastro, mas certamente era um até breve.


bichaelson

|

Citação :
Tastro Morto
Aief Otium
Inuri Matagatto
Baito Matagatto
Ogatto Matagatto

Ganhos: 2.250.000 B$ - Missão - Recepcionar Criminosos (03/03)
- Ferimento a bala na escápula direita.
- Ferimento a bala perna esquerda
- Cortes superficiais na barriga
- (+ 2.250.000 B$) - Missão - Observar Revolucionários (Aief + Ariel)

Missão => Investigar Ariel e Grupo (Análise de Perfil)
Perdas: 20.000 B$
100.000 B$ - Hospedagem (café da manhã incluso)
Relação com Personagens: Tastro Morto - Superior / Aief Otium - Anja que deu atenção / Inuri Matagatto - Criminoso

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


“Aventuras”:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pippos
Agente Especial
Agente Especial
Pippos

Créditos : 12
Warn : Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 22/05/2012
Idade : 25

Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...   Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 EmptyOntem à(s) 13:16



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Consequências acontecem...
Mas precisámos se forte e aguentá-las!
Rumo à uma nova ilha


Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
Tudo, dessa vez, parecia ocorrer exatamente coonforme eu havia planejado. Nada mais do que o esperado, não é? Um agente tão exuberante e 'Bello' como eu não devia ter problemas em uma situação como essa, mas ao final de toda essa situação, eu precisaria aproveitar o singelo moomento de paz para iniciar um breve tratamento de primeiros socorros rápido para aliviar toda a dor o qual eu havia sofrido e ainda estaria a sofrer. Lógico que não procuraria alguns tecidos de meu lindo terno, se necessário, talvez arrancasse um pedaço da roupa de ambas as donzelas para usar como uma espécie de atadura. Mas não seria esse o meu primeiro passo, pois eu precisava ter os principais cuidados com tudo, e, obviamente precisaria tirar a parte superior de meu terno para lidar com o ferimento principal, próxima à minha caixa torácica.

Utiliznado de meus essenciais e fervorosos conhecimentos à respeito de anatomia humana e primeiros socorros, eu sabia muito bem lidar com tudo isso. Sem camisa, eu faria questão de utilizar minha hábil ambidestria para iniciar uma perspicaz massagem na região próxima de meu ombro esquerdo, utilizando, logicamente, de minha mão esquerda. Acompanhado de minha noção exata do tempo, eu me preocuparia em executar uma massagem de maneira formidável, onde almejaria executar movimentos bem precisos à, aproximadamente, 100 compressões por minuto, ou, aproximadamente, uma massagem a cada meio segundo. Eu precisava ser rápido, para garantir que tudo fosse feito antes da minha ferida inflamar. Depois da rápida massagem, e de ter aliviado a tensão na área, eu precisava segurar a dor e fazer o suficiente para me mostrar verdadeiramente frio a ponto de engolir a dor e guardá-la para mim. Suportando-a, depois de aliviada a tensão na área, eu precisava pressionar a pele na referida área para tentar extrair a bala com muito cuidado. Sim, eu precisaria ser firme e segurar, fielmente, a dor. Caso tudo isso fosse possível, claro.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Agora seria o momento de dar continuidade a meu tratamento, sim, precisaria extrair a bala de minha perna, mas, considerando que agora ainda seria algo, supostamente, mais fácil, eu faria questão de sair da forma humana e voltar à minha forma híbrida, onde logo procuraria, furtivamente, me ocultar e tirar minha calça. No atual momento eu precisaria suportar a dor, como de costume, mas utilizaria uma de minhas afiadas unhas para penetrar a área perfurada, e, com muita frieza e determinação, tentaria aguentar a dor para tentar extrair a bala com uma de minhas garras. Ao fim de toda essa tentativa mal feita de cirugia para extrair as balas, utilizando apenas todos os meus fiéis conhecimentos de anatomia humana e primeiros socorros, ainda precisaria utilizar os pedaços de roupa o qual antes havia retirado para usar como atadura nas regiões de meu corpo feridas, para evitar sangramento sujando meu belo terno. Agora eu precisava novamente me vestir e voltar à minha forma humana. Apesar de meu básico tratamento, era sensato supor que eu ainda sentia fortes dores e que precisava descansar um pouco, mas, por enquanto, eu ainda tinha o que fazer.

- Grande Tastro! Como vai indo, meu bom? Aqui é um lugar calmo e interessante, mas não sei bem se ainda pretendo passar mais tempo por aqui... - Suspirei. - É, pensando bem, acho que já vou atrás de encontrar alguma embarcação que me leve para... Ponta de Lança. Na própria embarcação posso tentar descansar melhor. Você sabe se tem algum navio da Marinha ou do Governo que esteja saindo daqui e indo para lá? E, por favor, me diga que nesse lugar também tem alguma lindas mulheres... hihihi. - Perguntei na maior confiança a que poderia ter, afinal, esperava que pudesse haver lindas mulheres esperando por essa radiante beleza aqui, afinal, sei que todas me amam.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Lógico que não me parecia ser o nome de um lugar com muitas donzelas esperando por mim, mas... quem sabe não era uma tribo de lindas indígenas me esperando? Não dava para ter certeza, mas agora eu precisaria focar em ir ao porto para buscar a referida embarcação, caso o Tastro houvesse me falado que estivesse a caminho do tal lugar. Caso contrário, eu precisaria me virar para embarcarem algum navio que seguisse para lá: - Olá, eu me chamo Takashi, não sei se falaram de mim, mas eu gostaria de entrar nesse navio que vai para... Ponta de Lança, certo? Se mecessário, eu posso até pagar pela 'passagem'. - Lógico que eu não gostaria de querer pagar por uma viagem, para executar uma missão... mas se necessário, assim teria de fazer.


Histórico:
 

Objetivos:
 
Personagem:
 


O Galante



____________________________________________________

Aventura 11: Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Citação :
Narração
Pensamentos
Falas de Sette

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...   Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem... - Página 6 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
Voltar ao Topo 
Página 6 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Parthenon :: Olympo-
Ir para: