One Piece RPG
Dylan Jones XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
Dylan Jones Emptypor Handa Hoje à(s) 20:08

» Bell Farest
Dylan Jones Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 19:25

» Helves
Dylan Jones Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 19:22

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
Dylan Jones Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 18:53

» O Segredo de Um Ladrão
Dylan Jones Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 18:11

» Art. 5 - The hunt is on
Dylan Jones Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 18:10

» Cap.1 Deuses entre nós
Dylan Jones Emptypor Thomas Torres Hoje à(s) 18:09

» The Hero Rises!
Dylan Jones Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 17:21

» VIII - The Unforgiven
Dylan Jones Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 17:10

» 11º Capítulo - Cataclismo em Skypeia!
Dylan Jones Emptypor Far Hoje à(s) 16:17

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
Dylan Jones Emptypor K1NG Hoje à(s) 15:52

» Vol 1 - The Soul's Desires
Dylan Jones Emptypor Arthur Infamus Hoje à(s) 15:41

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Dylan Jones Emptypor Furry Hoje à(s) 13:22

» Seasons: Road to New World
Dylan Jones Emptypor GM.Muffatu Hoje à(s) 10:55

» [FICHA] Sonny Delahunt
Dylan Jones Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 10:10

» Sonny Delahunt
Dylan Jones Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 10:09

» Capitulo II: Sangue e navalhas! O Golpe em Las Camp
Dylan Jones Emptypor Oni Hoje à(s) 08:33

» Meu nome é Mike Brigss
Dylan Jones Emptypor Oni Hoje à(s) 08:18

» Evento Natalino - Amigo Secreto
Dylan Jones Emptypor Hisoka Hoje à(s) 03:24

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Dylan Jones Emptypor Fukai Hoje à(s) 01:54



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Dylan Jones

Ir em baixo 
AutorMensagem
ADM.Senshi
Mercenário
Mercenário
ADM.Senshi

Créditos : 13
Warn : Dylan Jones 10010
Feminino Data de inscrição : 27/05/2018
Idade : 26

Dylan Jones Empty
MensagemAssunto: Dylan Jones   Dylan Jones EmptyDom 24 Maio 2020, 02:30

~ PESSOAL ~

Nome: Dylan Jones
Idade: 34 anos
Altura: 1,88 m
Peso: 75 kg
Mão predominante: Ambidestro
Sexo: Masculino
Raça: Humano
Tamanho/Espécie: Normal
Origem: West Blue - Newberry City
Localização: West Blue - Newberry City
Grupo: Civil

~ ATRIBUTOS ~

LEVEL: 1
EXP: 10/25
BERRIES: 50.000
BANCO: 0

HP: 44
SP: 62

DANO: 1 +2 (Racial) +2 (EDC) = 5 ~Normal~
ACERTO: 5 (Bônus) ~Normal~
PONTARIA: 8 +3 (Racial) +2 (EDC) = 13 ~Habilidoso~
ESQUIVA: 0 +3 (Racial) +2 (EDC) = 5 ~Normal~
BLOQUEIO: 0 ~Inabil~
RESISTÊNCIA: 1 ~Normal~
VELOCIDADE DE ATAQUE: 3


KENBUN-SHOKU HAKI


Citação :
LEVEL: -X-
EXP DO PODER: 000/050

BUSOU-SHOKU HAKI


Citação :
LEVEL: -X-
EXP DO PODER: 000/050

~ ESTILOS DE COMBATE ~

Citação :
Estilo de Combate: Atirador
LEVEL DE COMBATE: 1
EXP DE ESTILO: ~PRIMÁRIO NÃO POSSUI EXP~

~ Perícias ~


Citação :
• Diagnose
• Primeiros Socorros
• Anatomia Humana

~ Ofícios ~

Citação :
• Médico
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-

~ FAMA & REPUTAÇÃO ~


Photoplayer:
Spoiler:
 
Alcunha:
Recompensa:
Citação :
LINK DOS JORNAIS:

~ AKUMA NO MI ~


Citação :
Nome:
Tipo:
Energia:
Bonificação:

~ EQUIPAMENTOS ~

• ARMA(S)
Nome:
Dano:
Requerimentos:
Custo:

• CABEÇA
-Nome:
Bônus:
Requerimento:
Custo:

• TRONCO
-Nome:
Bônus:
Requerimento:
Custo:

• BRAÇOS
-Nome:
Bônus:
Requerimento:
Custo:

• MÃOS
-Nome:
Bônus:
Requerimento:
Custo:

• PERNAS
-Nome:
Bônus:
Requerimento:
Custo:

• PÉS
-Nome:
Bônus:
Requerimento:
Custo:

~ INVENTÁRIO~


(MÁXIMO DE 10W)





~ EMBARCAÇÕES ~

Nome:
Tipo:
Descrição:
Velocidade:
Número de tripulantes máximos acomodados:
Lotação máxima no transporte:
Número de ilhas sem precisar reabastecer:
HP:
Canhões:

~ TÉCNICAS ~


• -X-
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-

~ TÉCNICAS SUPREMAS ~


• -X-
• -X-
• -X-


~ EXTRAS ~

APARÊNCIA:


Dylan é homem branco de estatura média; possui cabelos castanhos que se estendem até os ombros. Tem uma barba cheia, porém contém uma falha central no bigode, abaixo do nariz, que caracteriza sua fisionomia. O médico gosta e prefere usar roupas formais, variando sempre entre peças como smoking, paletó e algumas vezes colete. Entre suas combinações, a gravata padrão e a borboleta, ou nenhuma delas, são alternativas que dependem sempre da ocasião. Dylan não é muito fã de estampas, preferindo sempre um look mais clássico e elegante, e de cores escuras; roupas sociais com listras ou bolinhas está fora de questão, assim como roupas rasgadas ou surradas/velhas. Entre seus trajes sociais, obviamente não poderia faltar a calça social padrão, variando cores entre o preto, vinho ou azul marinho; branco também caso seja um evento de gala. E também seus calçados de couro preto ou marrom, sapato social, que estão sempre bem engraxados e polidos. Além da elegância no que veste, Dylan atenta-se muito aos detalhes; estes são o colarinho bem passado, a manga da camisa social fugindo alguns poucos centímetros por baixo do terno, mas principalmente no estado dos sapatos, ao qual ele acredita refletir fortemente a personalidade do indivíduo. Uma curiosidade interessante seria sua preferência por charutos por achá los mais elegantes; além disso, na mão esquerda, usa uma aliança dourada no dedo anelar, símbolo de seu amor e fidelidade a sua família recém assassinada.

PERSONALIDADE:


Resumidamente, Dylan Jones é um homem bom que tenta fazer a coisa certa pelo jeito errado, ou pelo jeito dele. Com uma mente brilhante e uma personalidade presunçosa e muita das vezes arrogante, ele busca vingança pela sua família, além de também buscar reconhecimento e sucesso profissional. Dylan é o tipo de pessoa convencida que se cobra bastante e por isso tende, e se esforça a ser o melhor no que faz e espera o mesmo de outras pessoas; porém nas horas vagas é um alcoólatra, fumante, rabugento que, sob os efeitos de seus vícios, reclama da vida e de como ela é cruel com homens bons, deixando de lado toda sua formalidade tornando-se uma pessoa desbocada, mulambenta e inconveniente. É um cara tomado pelo sentimento de ódio e vingança, tornando se um homem violento e impiedoso com quem merece; muitas das vezes frio, mas que ainda sim luta pelo bem estar da humanidade como um verdadeiro filantropo, mesmo que mascarado por seu ego inflado e suas frases recheadas de sarcasmo e ironia. No mas, Dylan se mostra um rapaz centrado, elegante e formal que se comporta de forma refinada e aparenta ser ligeiramente calmo, esbanjando extrema confiança em si mesmo.

HISTÓRIA:


Dylan nasceu no West Blue, mais precisamente em Newberry City. Teve uma infância privilegiada e confortável; seus pais eram sócios e investidores no West Trade Center. Não teve muito contato com crianças na sua idade por culpa da diferença social das famílias naquela época, tornando-se uma criança tímida e solitária. Seus pais eram super protetores, bancavam uma educação de ponta para o garoto, mas não o deixavam aproveitar a infância como uma criança comum, confinado em casa e sem amigos para dividir seus inúmeros brinquedos. Dylan se tornava uma criança bastante educada com um nível de etiqueta diferenciado, se comparado aos demais da sua idade, porém com uma habilidade social tendendo a zero.

Nessa idade ele conheceu um garoto nas ruas enquanto fazia compras com sua mãe. O rapaz se chamava Tyler Miller e era totalmente o oposto de Dylan; órfão, mau educado, boca suja e ladrão. Certo dia, Dylan convenceu a sua mãe para levar Tyler a sua casa e brincar com seus brinquedos, mas Dylan não esperava que seu primeiro amiguinho, mesmo que ainda jovem, roubasse as jóias caras de sua mãe e alguns brinquedos do jovem. Isso fez com que seus pais proibissem o rapaz de se envolver com aquela criança e aumentaram a rigidez auto protetora sobre o menino.

Em um fatídico dia, Dylan acordou com sua mãe o abraçando-o e chorando desesperadamente; ele tinha acabado de completar dez anos e seu pai havia sido assassinado a sangue frio por um assaltante enquanto saía do trabalho. Seu pai era a única fonte de renda da família, mas suas ações no West Trade Center seguraram as pontas da família por alguns meses. Os sócios logo compraram as partes de seu pai que renderam a Dylan e a sua mãe um bom dinheiro que os mantiveram por um curto período. Sua mãe, vendo que o dinheiro era limitado, decidi vender a casa e seus bens para viver uma vida mais simples afastada da parte nobre da cidade. Logo eles se viam sozinhos no mundo, rejeitados pelos velhos amigos ricos e mal recebidos pelos mais desprovidos.

Dylan e sua mãe começaram uma nova vida, totalmente diferente da que eram acostumados. Mudaram-se para o The Bronkza, uma das cidades mais pobres e perigosas de Newberry. Dylan se sentia um estrangeiro ali, não só ele, mas era o que o dinheiro conseguia cobrir. Aos quinze anos de idade Dylan, inconvenientemente, encontrou Tyler que morava no The Bronkza com outros jovens órfãos e que ofereceu uma forma diferente para o menino de como conseguir dinheiro. Dylan sabia que os métodos de Tyler não eram nada legítimos, mas o garoto passava por uma fase difícil, sua mãe havia contraído um parasita que afetava sua coordenação motora deixando-a tetraplégica aos poucos, e as economias que tinham não cobriam um plano médico. Logo Dylan se juntou a Tyler.

Os amigos de Tyler eram jovens assim como Dylan, mas eram vividos e sabiam se virar, diferente dele. Ele não tinha jeito pra coisa, era culpado pelos outros por arruinar alguns serviços; não conseguia se enturmar por culpa da timidez brigando com alguns deles muitas das vezes. Certo dia, Dylan teve uma desavença com Tyler, o rapaz não era de conversa e Dylan não era de briga. Não demorou muito, foi rápido, mas dolorido. Dylan com certeza havia se separado da turminha depois de ter levado uma surra deles. No mesmo dia, Dylan conheceu Bruce, uma homem grande e bigodudo de quarenta e poucos anos, dono de um bar. Bruce era um fuzileiro que não tinha dado certo no mundo militar, mas ainda sim era um grande atirador e precisava de um barman pro seu negócio, fui uma troca de favores. Dylan começou a trabalhar para Bruce em troca de aulas de tiro.

O problema da sua mãe só piorava e os poucos trocados que havia conseguido com Tyler haviam sido pegos por ele na noite em que se separaram. Em alguns de seus trabalhos como barman, Dylan sempre via uma figura acompanhada sempre com dois guarda costas, essa figura era nada mais nada menos que Cornelio Gambiaro. Bruce, ao que parecia, fazia parte da máfia de West Blue, mas nunca havia falado sobre isso. Ele pagava uma quantia absurda de dinheiro para Cornelio e isso chamava a atenção de Dylan o que o encorajou a perguntar a Bruce sobre o assunto. Após muitas rejeições e muita insistência por parte de Dylan, Bruce decidi apresentar o jovem ao homem que testou o rapaz em diversos ramos dos seus negócios, naquele dia, Cornelio descobriu um dos melhores contadores da sua equipe. Era um garoto brilhante.

Dylan entrou pra máfia definitivamente aos dezessete anos e cresceu bem rápido nela desde então assumindo a responsabilidade sobre a lista de pagamento de Cornelio. Nessa época, Dylan aos vinte anos, dividia seu tempo entre o trabalho de Barman, os treinos com Bruce e a responsabilidade pelo setor de pagamento de Cornelio, além de tirar tempo para cuidar de sua mãe que já não movimentava metade do seu corpo. Nesse período da sua vida, recebendo relativamente bem dos seus trabalhos para o mafioso, Dylan consegue pagar o melhor plano médico para sua mãe no Hospital Universitário de Las Camp contratando, com a ajuda de Cornelio, os melhores médicos para o tratamento do parasita.

Dylan não era mais um menino tímido e ingênuo, ele sabia no que estava metido, mesmo não fazendo o trabalho sujo, ele sabia que era algo criminoso. No início, o peso na consciência era inevitável, mas agora já não o afetava mais. Dylan vendeu a pequena casa no Bronkza e mudou-se para Las Camp para ficar perto de sua mãe. Continuou fazendo seu trabalho para Cornelio de lá, mas parou com os serviços que prestava para Bruce, aliás, ele já havia aprendido o bastante. Mais um ano se passou e sua mãe perdia ainda mais os movimentos. Dylan estava indignado em vê-la naquele estado, ele não se conformava pagar tão caro em algo que não lhe dava retorno. Ele começou a achar que os médicos não sabiam o que estavam fazendo, que só queriam sugar seu dinheiro. Foi então que decidiu encerrar o contrato com os médicos, má decisão. Sua mãe piorou duas vezes mais rápido sem o devido auxílio e isso lhe incentivou a pagar sua matrícula em um curso de medicina na universidade de Las Camp.

Motivado pela doença de sua mãe, Dylan avançava nas matérias de Medicina muito rápido, tão rápido que chegou a concluir seus estudos primeiro do que aqueles que já estavam cursando quando ainda era um calouro. Dylan, durante o processo de formação, aos poucos perdia o contato com a máfia de sua cidade natal, e vendo que sua renda principal vinha do trabalho que prestava aos Gambiaro, percebeu que se não fizesse alguma coisa a respeito, ele pararia de estudar por não conseguir pagar a mensalidade e pior, teria que tirar sua mãe do hospital por falta de verba. Foi então que Dylan caiu de cabeça nos estudos e conseguiu uma bolsa na universidade, salvando seu curso e conseguindo um acordo para continuar deixando sua mãe internada naquele hospital.

Obcecado pela cura da doença de sua mãe, Dylan vivia para desenvolver uma fórmula que tirasse ela daquele estado vegetal. Nessa busca incansável, Dylan conheceu Rebecca, uma menina meiga e atraente, tão inteligente quanto o rapaz que acabou por entrar nessa busca junto a Dylan. Rebecca e Dylan formaram-se juntos pela Universidade de Las Camp e não muito tempo depois, casaram-se. Dylan fazia vinte e oito anos no momento que descobriu que Rebecca estava grávida. Empolgado e feliz, Rebecca queria comprar uma casa em Toroa Island pensando na criança estava por vir. Dylan concordou, mas sua mente ainda estava no desenvolvimento da cura, ao qual percebeu uma oportunidade de fazer experimentos com as plantas de Toroa que sempre ouviu falar durante sua formação.

Aos vinte e nove anos, Dylan presenciou o segundo melhor momento da sua vida; além do seu casamento, ele também presenciava o nascimento de sua filha Alice. Essa época, Dylan dividia seu tempo para sustentar sua família, cuidar de sua filha com a sua esposa, e ainda trabalhava no desenvolvimento da cura para sua mãe. Cinco anos depois, com trinta e quatro anos de idade, Dylan recebeu uma mensagem do hospital onde sua mãe estava internada. Essa mensagem informava o falecimento por insuficiência cardíaca da já idosa Sra Jones. Dylan visitou seu inferno pela primeira vez. Um impacto emocional indescritível que abalava também seu ego. Por mais de dez anos ele tentou achar a solução e não conseguiu. O brilhante médico Dylan Jones formado por uma das melhores universidades do mundo sentia-se inutilmente eficaz.

Em luto, imediatamente Dylan viajou até Las Camp para visitar sua falecida mãe e cuidar de seu sepultamento. Angustiado e culpando-se a todo momento por não ter tido êxito, ele se desculpava inúmeras vezes em prantos sobre a sepultura da Sra Jones. O tempo voou e já era hora de voltar para sua família e logo Dylan volta a Toroa para rever Rebecca e sua filha Alice de cinco anos. Subindo as montanhas ao norte da ilha, Dylan caminhava cabisbaixo até sua casa próxima ao rio Toran, bem afastada da cidade. E pra sua surpresa, ela ardia em chamas. Espantado ele corre em direção ao casebre gritando o nome da sua mulher e filha. Ele entra esbarrando a porta da frente e logo se depara com uma imagem assustadora, sua filha pendurada por uma forca de corrente em frente a porta. Subitamente ele corre para tirá la dali, mas ela já não respirava. Abismado com a realidade que vivia, ele ouvia um barulho vindo do depósito da casa. Ele correu para ver o que era sacando seu revólver por debaixo do terno. Furioso e em lágrimas, ele abria a porta do depósito sem medo do que poderia ser, e logo sentia o calor que emanava dali. De repente ele sentiu algo tocar seu tornozelo fazendo-o disparar seu revólver ao chão. Era Rebecca com cem por cento do corpo queimado; totalmente desfigurada. Por sorte o projétil não a atingiu, mas isso não a impediu de dizer suas últimas palavras forçadamente. Parecia lutar contra a dor para dizer a Dylan duas palavras. Ele aproximou os ouvidos e escutou. “Tyler Miller”. Dylan vivenciava pela segunda vez seu inferno.

~ VANTAGENS E DESVANTAGENS ~


Vantagens:

• Genialidade
• Ambidestro
• Noção Exata do Tempo
• Temperamento Calmo
• Visão na Penumbra

Desvantagens:

• Convencido
• Vício - Tabaco [15 posts]
• Vício - Álcool [15 posts]
~ PERSONAGENS CONHECIDOS ~


PLAYERS:
 

NPC's Importantes:
 

NPC's Criados:
 

~ AVENTURAS CONCLUÍDAS ~

------------------

Link da ficha anterior ou da Mini-Aventura concluída:  Mini Aventura

____________________________________________________


Dylan Jones BgSDAYZ

Andando muito tempo por aí
Percebo que não tenho muito onde ir
E todos os caminhos percorridos
São páginas velhas viradas de um livro já lido.

(Jimmy & Rats)

Dylan Jones Ali_e_Shi_final
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Dylan Jones
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Personagem e Mundo :: Arquivo de Fichas :: Civis-
Ir para: