One Piece RPG
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Seasons: Road to New World
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor Volker Hoje à(s) 20:28

» Lurion
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor Lurion Hoje à(s) 20:26

» [Ficha] Mika Mizushima (Completa)
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 19:50

» [Ficha] Alex Fate
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 19:33

» Fran B. Air
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 19:32

» Raven Nevar
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 19:29

» Forxen Dalmore
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 19:26

» Alex Fate
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 19:26

» Thomas Kenway
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 19:21

» Akira Suzuki
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor Ceji Hoje à(s) 19:02

» Arco 4: Segredos enterrados em gelo!
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor Jean Fraga Hoje à(s) 17:54

» Apresentação 5 ~ Falência Sensacionalista
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor Licia Hoje à(s) 16:54

» Pay! Eye For Eye!
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 16:36

» Cap. 2 - The Enemy Within
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor King Hoje à(s) 15:20

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor Jean Fraga Hoje à(s) 14:05

» Cap.1 Deuses entre nós
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor K1NG Hoje à(s) 12:46

» Blue Guardian! Luca o soldado da justiça!
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor K1NG Hoje à(s) 12:23

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 05:40

» Escuridão total sem estrelas
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 04:50

» Enuma Elish
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 03:36



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder

Ir em baixo 
AutorMensagem
gabriportugas
Membro
Membro
gabriportugas

Créditos : Zero
Warn : [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder 10010
Masculino Data de inscrição : 03/05/2020
Idade : 19
Localização : Macaparana -PE

[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Empty
MensagemAssunto: [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder   [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder EmptyDom 03 Maio 2020, 22:41

Nome:Takeshi Hasegawa
Idade:17 anos
Sexo:Masculino
Raça:Humano
Tamanho:Normal
Estilo de Combate:Taekwondo
Localização:Dawn Island
Grupo:Civil
Vantagens: Genialidade
Desvantagens: Curioso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Civil
Civil
Bijin

Créditos : 58
Warn : [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder   [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder EmptyQui 07 Maio 2020, 02:34

~Mini-Aventura APROVADA~


Olá, seja bem-vindo ao OPRPG!!

Eu sou um Orientador, minha função é lhe ajudar a se adaptar neste universo do OPRPG.

Sendo assim irei lhe orientar de todas as formas possíveis, a partir de dicas no decorrer desta Mini-Aventura. Como esse fórum é bem complexo em suas regras, também irei tentar responder suas dúvidas, por isso, no menu de navegação (parte superior do site) existe um link M.P. O mesmo corresponde às mensagens privadas. Lá você poderá, em qualquer momento que achar necessário, me enviar dúvidas de como prosseguir no jogo; ou pode entrar no seguinte link: https://www.onepiecerpg.com/f3-duvidas-criticas-e-sugestoes , e criar um tópico para algum membro da Staff responder; mas caso tenha dúvidas durante a Mini, pode colocar em "off" no próprio post.

Sim... Vamos ao que importa?

Abaixo seguirão algumas dicas para que leia antes de criar seu primeiro post.

DICAS:


  • Lembre-se que você apenas narra as ações de seu personagem, seu personagem nunca FAZ ele sempre TENTA e também demonstre desde o 1º post qual o seu objetivo na aventura.
  • O ambiente que você se encontra, NPC's e todo o resto que compõe sua aventura, quem cuidará disso sera seu narrador.
  • As mini-aventuras servem para corrigir seus erros na narração durante a aventura e também formas melhores de deixar sua narração mais interessante.
  • Caso a Mini-Aventura fique sem post durante 5 dias por parte do player, a mesma será cancelada.


O 1º post é seu e eu serei o seu Orientador.

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Ass_1
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Ass_2[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Ass_3
Voltar ao Topo Ir em baixo
gabriportugas
Membro
Membro
gabriportugas

Créditos : Zero
Warn : [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder 10010
Masculino Data de inscrição : 03/05/2020
Idade : 19
Localização : Macaparana -PE

[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Empty
MensagemAssunto: [ MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder   [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder EmptyQui 07 Maio 2020, 09:00


The Liberty


“Para um mundo melhor é necessário equidade de conhecimento a todos! Serei eu quem destruirá o governo e cederá o conhecimento a todos. ”


O astro rei batia firmemente nos olhos semicerrados do garoto com um metro e oitenta e dois de altura. A falta de sorriso e seu “bico” formado usando o antebraço da destra para impedir os impiedosos raios de sol que chegassem a sua visão, fizera Takeshi definitivamente bufar. Toda a sensação estranha carregando dentro de si fora muito por seus pensamentos contínuos nos últimos meses enquanto fazia algo que tanta ama desde a morte de seus pais: observar nuvens e delirar junto à mesma. Dentro dele, tudo vive um caos, a tempestade ininterrupta que abala qualquer homem, do espírito mais fraco ao mais inabalável possível. Para o Hasegawa essa tempestade tem muito sobre como levar sua aventura dali em diante. Objetivos certos, e caminhos cujo seu nariz jamais quer alcançar, quais são eles?


Dos caminhos nos quais pretende não cruzar é definitivo de Marinheiro. Despreza o governo, assim como a marinha. Para ele, a Marinha delimita capacidade do homem em ser livre, agir na própria inteireza do ser, aquilo que é natural dele, no caso liberdade. Precisamos viver livre, é lógico que existem contrapontos que necessitam ser colocado na conversa, como matar e roubar de pessoas sem poder nenhum para defender-se de tal atrocidade. – Idiotas. Roupam nossas chances de pensar, apesar de que muitos odeiam pensar, será esse o maior motivo para muitos morrerem nos mares mais violentos deste oceano? – Algo comum para Takeshi é sua mania de falar sozinho, em sussurros como se de sua mente onde caminham os pensamentos não possuísse capacidade o suficiente para organiza-los, então, como em uma represa prestes a inundar vilas as palavras saem automaticamente em sussurros involuntários.


O próprio considera que o maior erro de muitos piratas é sua falta de pensamento, objetivo claro além da grande futilidade de roubar e matar. Piratas complexos, que possuem grande diversidade no seu arsenal linguístico e mental conseguem com êxito evoluir nos mares, na forma de agir, no objetivo central. Para um capitão esperto ele precisa de alguns membros com pensamentos intelectuais bons o suficiente para sair da grande leva comum de outros bandos, ser fútil. Hasegawa considera isso fundamental, caso o destino faça ser pirata, jamais teria um capitão sem objetivos claros e ambiciosos. Ele quer crescer tanto quanto seu futuro capitão, no entanto, o seu crescimento está intrinsecamente conectado com conhecimento e descobertas históricas. Para ele, lutas são apenas bem-vindas em momentos chaves da jornada.


Afinal, quais objetivos do jovem? Seu ódio contra Marinha faz logicamente querer coisas grandiosas. – Fazer esse mundo entender que, quem esconde o conhecimento merece morrer! – São poucos nos mares que descobrem segredos da Marinha, poucos que leem livros constantes que não sejam de obrigação do mesmo, como livros de culinária, navegação, armas e outros. Quem ler história? Quem procura desmiuçar à mesma? Poucos, primeiro porque a história é limitado no mar, Takeshi sonha em encontrar os fragmentos verdadeiros, aquele capaz de fazer o mundo de cabeça para baixo! Não usando força, apenas usando palavras e fatos verdadeiros. Seu objetivo é destruir a Marinha e Governo Mundial. O caminho para ele mais rápido de se fazer isso é viajar frequentemente como um pirata, procurando um capitão que lute por seus e também os desejos de seus tripulantes.


Retirar o preconceito do mundo é outro grande objetivo do cabelo prateado. Ele quer que todos entendam a importância dos seres vivos no mundo, para isso, Takeshi acredita fielmente que existem mistérios que atrapalham um bom relacionamento dos humanos com outros seres, perpetuando também a mesma lógica para grande desigualdade. O mar conta com tantos mistérios que provavelmente foram escritos, passados por povos hoje esquecidos que o mesmo fica completamente feliz. Mesmo com o astro rei atrapalhando sua visibilidade ele consegue enxergar além do sol, uma luz que não queima e está dentro do coração de todos. Sua personalidade de bondade aliado à sua esperança na mudança de rota o faz ser um garoto bastante simpático. Típico jovem sonhador cujo seus sonhos ainda não sofreram distúrbios devido a jornada e seus obstáculos.  


Encontrar um navio e buscar boas aventuras é essencial. Ler os mistérios do mundo é preciso de estudo, conhecer novas línguas, desfrutar de mais e mais livros e com uma pitada de lutas e aventuras que faça seu coração pulsar alegremente do peito fara a vida de Takeshi uma verdadeira história de um herói que tanto sonha ser, um herói silencioso nunca revelando quem é, porque isso para ele criaria grande demérito consigo, pois seus objetivos de vida resumem em coisas nas quais todos os cidadãos do mundo por direito básico deveriam ter. O questionamento sobre o poder só está prestes a começar para o garoto de sorriso largo.

[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Gokude10


Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Civil
Civil
Bijin

Créditos : 58
Warn : [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder   [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder EmptySex 08 Maio 2020, 17:55


Narração

Dia claro com poucas nuvens, 19°C
Manhã: 10:00
Localização: Dawn Island



Takeshi Hasegawa:
O Questionamento sobre poder




O jovem Takeshi estava em uma pensão, seu dinheiro estava contado, não tinha mais do que 50 mil berreis no bolso, daria para ele se manter naquele local da Vila Fuusha por mais dois dias com comida e tudo mais, entretanto sem nenhum trabalho as chances de se manter por ali por muito tempo era baixíssima, mas como pensava, era hora de cair no mar.

Era cedo, o relógio baita exatas 10 horas, a vila estava levemente agitada com uma festa, um antigo morador local que tinha seguido por uma carreira na Marinha e ter atingido uma enorme patente havia retornado a alguns dias, ele era o orgulho da cidade e todos falavam dele sem parar. Era o famoso capitão Georg G. Groo.

O comércio já estava aberto nesse momento e logo tudo estaria funcionando normalmente. Hasegawa então escutava passos vindo a direção de sua porta, ele já imaginava quem era, o senhor Burges, ele havia lhe cedido o quarto por uma noite com a promessa de que logo de manhã sairia do local.

- Senhor!? - Realmente era a voz de Burges, ela estava calma e bem tranquila. - Desculpe o incômodo, mas esta na hora de sair.



Observações:
 

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Ass_1
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Ass_2[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Ass_3
Voltar ao Topo Ir em baixo
gabriportugas
Membro
Membro
gabriportugas

Créditos : Zero
Warn : [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder 10010
Masculino Data de inscrição : 03/05/2020
Idade : 19
Localização : Macaparana -PE

[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Empty
MensagemAssunto: [ MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder   [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder EmptySex 08 Maio 2020, 21:04


The Liberty





Um amor, uma carreira, uma revolução: outras tantas coisas que se começam sem saber como acabarão.


Em minha mente tudo rodava, estava perdendo a consciência ou retomando-a? Quem sabe. Minha respiração trazia raciocínio para o resto do meu corpo, em um movimento apressado cheio de falhas, ergo o tronco com alta velocidade e pouca fluidez. Paralelamente, sinto que estava tudo girando próximo de mim, minha cabeça aparentava sair do lugar, aquela sensação aparentou durar anos mesmo tendo passado alguns milésimos de segundos, o que me faz acreditar a quão tortura mental é horripilante. É normal levantar-se rápido demais e a pressão querer brincar com você tão cedo. Bufo jogando o pescoço para trás olhando especificamente o teto acima de mim, a falta de dinheiro nos coloca em situações horríveis, o lugar onde estou é uma pensão simples que me fizera ter inúmeras dores nas costas devido à cama pouco apropriada para dormir. Estava dolorido demais para pensar em qualquer coisa racional nos primeiros minutos após acordar do sono.

Enquanto espreguiçava, rapidamente lembro-me do baixo valor em meus bolsos outra vez, fazendo-me coçar a nuca espalhando ainda mais os fios prateados até que os mais arruaceiros aproximarem dos olhos atrapalhando-me seriamente. Uso a destra para ajusta-lo outra vez, não é que eu seja um cara vaidoso, longe disso, apenas quero estar de boa aparência para quem sabe encontrar a mulher de minha vida, uma jovem de cabelos loiros, lutadora nata, indomável como dragões medievais, resistentes como grandes cavaleiros, com olhar arrepiante que me faça sentir-me vivo de outra forma, é claro que esses desejos levemente eróticos são depois dos cinquenta após aventuras de puxar o ar tantas vezes que meu pulmão e pernas pediram desistência após resistir bravamente por tantos anos. No meio desse devaneio ouço os passos tranquilos de alguém aproximando do lado de fora, provavelmente o dono do estabelecimento.

Já me preparava para sair. Minha ideia de ficar uma noite fora realizada com sucesso, o suficiente para continuar acreditando na salvação humana. Ao abrir a porta tentara cumprimentar o senhor do estabelecimento com um aperto saudoso de mão, acompanhado de um enorme sorriso largo, caso aceitasse o pedido não deixaria apenas o aperto de mão como sinônimo de minha gratidão pela noite na sua pensão. – Obrigado, que os mares que sopram para você lhe tragam ainda mais positividade. – Meu sorriso diminuíra gradativamente. Mesmo não gostando tanto de burgueses como esse senhor, expressões de irritações não fariam este homem mudar, analisaria novamente o mesmo e tentaria continuar um diálogo prévio com o senhor. – Me parece que essa vila está bem ocupada com uma festa não é senhor? Bem, esse marinheiro mostrou algo que os fizesse confiar plenamente no mesmo? – Perguntaria, e antes de lhe dar espaços de resposta sem sequer retomar o fôlego termino. – Cuidado, Marinheiros não são confiáveis. – após concluir tentaria seguir meu caminho, caso ele não prolongasse, caminharia pela pensão a fim de sair da mesma.

Andaria pela pensão enquanto meus olhos olhariam todo o ambiente para analisar aquela agitação presente por um mero marinheiro, na verdade, enquanto caminharia tentando sair da pensão não gostaria de observar nenhum homem festejando o mesmo. Meu coração não pulsava para marinheiros, assim como reis e todos aqueles que pregavam uma justiça de puro totalitarismo no mundo. A melhor forma de viver  está baseada na vida no mar, de pura liberdade onde não existem quaisquer distinção racial ou social, apenas os poderosos vivem e governam. No mar, talvez consiga todo conhecimento que preciso na possibilidade de retirar meus questionamentos sobre o mundo e sua formação como um todo. Caso minha caminhada chegasse ao fim da pensão olharia precisamente para cada barraca e placa  para encontrar alguém que pudesse com pouco berrius que tinha sobrando se poderia arranjar um barco para mim, meu tempo nesta ilha está no fim eu consigo sentir. Apenas torço que o destino esteja próximo, o suficiente para trazer alguém novo ajudando-me para finalmente engatar a minha jogada na busca de questionar tudo, desvendar os mistérios e revelar para todos.


[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Downlo10



Legenda:
 

Observações:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Civil
Civil
Bijin

Créditos : 58
Warn : [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder   [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder EmptyDom 10 Maio 2020, 12:59


Narração

Dia claro com poucas nuvens, 19°C
Manhã: 10:00
Localização: Dawn Island



Takeshi Hasegawa:
O Questionamento sobre poder




Takeshi levantava de sua cama e se dirigia a porta para abrir. Logo observava Burges com seu habitual sorriso simpático e aceitava a mão estendida e cumprimentava seu "cliente", mas Hasegawa não estava para fazer amizade e sim questionamentos e colocava pressão sobre o homem que lhe cedera um quarto para passar a noite.

- Não sei responder isso. - Respondia Burges de forma tranquila com se aquilo não fosse necessariamente importante. - O que nos interessa é que ele é um dos nossos, ele saiu da ilha, foi para a lendária Grand Line e retornou a nós. Não importa se é marinheiro ou pirata, mas sim que é um de nossos irmãos.

Assim que saia do quarto e se afastava de Burges, Takeshi  chegava ao salão principal da pensão, que era também uma taverna e para sua surpresa havia marinheiros lá. pela distância de do corredor até aquele local era evidente que os soldados presentes ouviram o que ele havia dito.

- Você acha que esta capacitado para falar mal de nós? - Disse um dos marinheiros com tom de raiva chegando a frente de Takeshi. - Vamos ver então se há mérito em você.

O soldado já armava uma posição de boxeador, ele queria briga e Hasegawa apenas deu motivo. Alguns de seus colegas olhavam desaprovando a atitude do companheiro, mas ninguém fazia nada. Se o próprio Takeshi não fizesse algo ele teria problemas pois o soldado se aproximava já com um soco armado.



Observações:
 

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Ass_1
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Ass_2[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Ass_3
Voltar ao Topo Ir em baixo
gabriportugas
Membro
Membro
gabriportugas

Créditos : Zero
Warn : [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder 10010
Masculino Data de inscrição : 03/05/2020
Idade : 19
Localização : Macaparana -PE

[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Empty
MensagemAssunto: [ MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder   [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder EmptyDom 10 Maio 2020, 22:14


The LIberty







Estou traçando aquilo que acredito, apostando as fichas que clamo por vida.



Entendo. Existem inúmeras opiniões diferentes no mundo, o que para muitos é considerado como herói para mim é visto como uma ideia antiga, defeituosa, que assola miseravelmente nosso mundo, como apagar isso? Talvez acordando todos aqueles que entregam suas vidas cegamente para marinheiros, ao governo mundial como um todo. Acredito que dentro do sistema existam cabeças pensando contrário, remoendo enquanto cerra os punhos todos os dias, é impossível achar que a maioria pense nessa justiça absoluta retilínea, cuja esquerda e a direita está desprotegida, uma verdade que não explora simultaneamente os sentidos sociais. Vejo um verdadeiro totalitarismo partindo desses marinheiros superiores. A única solução é despedaçar todo sistema de dentro para fora, corroendo completamente seus ideais, revelando segredos, massacres e memórias históricas que eles tanto temem revelar para o povo, com isso nos deixa a mercê de questionar. Idiotas? Sim! Assim como são espertos pela forma como escondem informações. Na verdade, almejo ter o papel de simplória fagulha, aquele que incendeia para guerreiros nascidos com a alma da revolução possam finalmente agir! Não desejo ser um revolucionário como um todo, apenas um contribuinte para eles, um professor, intelectual pronto para ajudar na verdadeira revolução, desejo beber da fonte do conhecimento viajando todo o mar buscando a maior liberdade que existe neste vasto mundo!

Sou um cara cheio de devaneios, no meio de tantas coisas ocorrendo próximo de mim tenho pensamentos consumindo-me por inteiro. Observaria o burguês que claramente reage toda minha fala sobre cautela com sua autoridade máxima, os marinheiros. Não sou um cara de habilidades interpessoais assustadoras, sou daquele que ler de fora, envolve em poucas brigas e quando abre a boca geralmente acaba falando demais o que tem guardado enquanto pensa, em outras palavras, sempre falando merda fico em apuros constantemente, além do fato principal da minha deficiência em não conseguir ficar quieto, a curiosidade toma conta de mim, é como uma maldição para quem tanto almeja conhecer tudo no mundo o resultado é me ferrar muito por causa desse traço único e trabalhoso para controlar. – Seu irmão?! – Exclamaria. Aqueles olhos prateados e uma expressão mais fechada em minha face com olhos intimidadores, observaria atento cerrando os punhos o encarando com um teor salgado demais para uma conversa amigável de sorrisos falsos. – Para mim, considerar um irmão é ter laços sanguíneos ou viajar com ele, lutar junto a ele e entender quais suas ideias para si, é lidar, ele não é seu irmão, apenas um marinheiro dentro de um sistema de merda que usa seu ´poder´´ para atrair pessoas despreocupadas como você, que tem dinheiro e não sofre da realidade, ou daqueles sem forças, sem conhecimento que apoiam em heróis usando capas, não existe herói de capas, porque sua capa é apenas uma roupa que desfaz no momento em que tira, ele é tão submisso como outros, ele também é um merda. – Falaria enquanto nossos olhares cruzam-se pela última vez.


Falei de mais, ao sair do corredor onde falara coisas nada agradáveis para certos homens caso escutassem – e escutaram bem -, outra vez acabara me ferrando bastante por falar demais invés de simplesmente sair sem brigas. – Não gostaria de brigas, ela não nos levaria para lugar algum. – Retrucaria  o comentário ao mesmo tempo que olharia fixamente para um daqueles marinheiros aproximara de mim. Sua posição de batalha me fizera cerrar o cenho. Acabo de transformar o ambiente de festa e felicidade do lado deles em um ambiente hostil onde o marinheiro posicionou-se para lutar contra mim. Levaria a destra até a nuca coçando enquanto uma expressão cansativa formara no meu rosto. – As coisas nunca são resolvidas na fala, não é? – Tentaria falar com o marinheiro, caso o mesmo replicasse a fala com algo tentaria antes de sua própria resposta comenta encima. – Deveriam apenas beber, sou um civil normal, falar mal de marinheiros e querer lutar faria você alguém infantil demais. Não apresento nenhuma ameaça para vocês..-Ponho argumentos na ´´mesa´´, arrumar confusão com marinheiros me faria perder pontos com pessoal dentro da vila o que significa o quanto faria diferença na hora de achar alguém para arrumar um barco simples para minha viagem no mar, lutar é uma decisão imprudente..


Não parou! Em sua posição de luta nada me resta além de lutar seriamente com ele. Primeiramente moveria lentamente os pés, afastando-o. O mesmo move seu punho contra mim, tentaria como alternativa para evitar seu punho abaixar o tronco caso o mesmo errasse o golpe acertando o vento, ali mesmo tentaria meu contra-ataque, a perna de apoio ( perna destra ) estava com o joelho tocando o chão, o pé bem cravado no chão faria o movimento flexionando ainda mais o tronco especificamente com a canhota para tocar o chão, então caso esses movimentos fossem concluídos giraria rapidamente com ajuda do pé destro e com apoio da mão canhota girando. Flexionando a perna canhota tentaria uma rasteira rápida no inimigo na possibilidade do mesmo cair no chão, com o fim deste movimento levantaria usando a força da mão canhota para ajudar-me erguer com fluidez. Olharia para o marinheiro, levantaria a perna destra fazendo que a minha coxa atingisse altura do abdômen, com a perna levantada atacaria-o de cima para baixo, caso o movimento concretizasse faria que a sola do pé acertasse o rosto do marinheiro para tentar derrota-lo com este segundo movimento de ataque, recolheria a perna que fizera anteriormente o ataque, afastando-me em alguns passos para trás esperaria o resultado destes movimentos.


[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Gokude11


Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Civil
Civil
Bijin

Créditos : 58
Warn : [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder   [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder EmptyTer 12 Maio 2020, 00:31


Narração

Dia claro com poucas nuvens, 19°C
Manhã: 10:00
Localização: Dawn Island



Takeshi Hasegawa:
O Questionamento sobre poder




O combate com o marinheiro se mostrou um tanto quanto frustrante em algumas perspectivas, como por exemplo o quão facilmente ele havia caído em uma rasteira após errar seu soco ou quando agarrou a perna de Takeshi e o empurrou contra a parede, mas o fato é que antes que algum estrago fosse feito ou alguém se machucasse seriamente a luta havia sido encerrada pelos outros marinheiros presentes.

A vida era assim, havia ignorantes, pacifistas, arruaceiros ou filósofos. No mar o que não faltava era a variação de pessoas que poderiam ou não surpreender as pessoas, mas esse era apenas o inicio de uma jornada que ninguém sabe onde vai levar.



Observações:
 


~Mini-Aventura ENCERRADA~


Observações:
-

O que fazer agora que terminei minha Mini-Aventura?
- 1º passo: Agora que encerrou sua mini-aventura basta criar a sua ficha na Criação de Personagens usando o Modelo de Ficha.
- 2º passo: Corra e crie sua aventura. Onde? Há um tópico chamado Crie sua Aventura, lembre-se de que você somente pode criar uma aventura se sua ficha for aprovada e dentro do limite de pedidos de criação de aventura pendentes. Caso haja alguma pendência espere alguém aprovar a aventura anterior, para postar a sua.
- 3º passo: Aventura aceita? Então procure um narrador, onde? Em T.N.D crie um tópico para solicitar seu narrador, e aguarde o ADM responsável pela área escolher um narrador para você.
- AH! Leia as regras para que você não venha a tomar punições.
- Lembre-se você tem 30 dias para pedir os 6 créditos da conclusão da mini-aventura neste link.

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Ass_1
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Ass_2[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Ass_3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder   [MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[MINI-gabriportugas] O Questionamento sobre poder
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Personagem e Mundo :: Mini-Aventura :: Mini-Aventuras Concluídas ou Canceladas !-
Ir para: