One Piece RPG
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Capítulo I - Despedida
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor GM.Noskire Hoje à(s) 21:04

» Capítulo I: Meu nome é Cory Atom! Filho de Kouha Atom
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor Kiomaro Roshiro Hoje à(s) 20:53

» Cap.1 - O primeiro passo!
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor Kallieel Hoje à(s) 20:27

» [MINI - DJ GBR] 01 | Eco
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor DJ GBR Hoje à(s) 20:00

» The Victory Promise
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor Alê Hoje à(s) 18:22

» Escuridão total sem estrelas
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor K1NG Hoje à(s) 18:21

» Garfield Henryford
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 17:19

» O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor Kiomaro Roshiro Hoje à(s) 15:26

» Contrato de Sangue
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor Coldraz Hoje à(s) 14:47

» Tyrael Silverfang
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 14:13

» Akira Suzuki
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 14:10

» O início de uma aventura. Em busca do topo!
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor Quazer Satiel Hoje à(s) 13:58

» Leon Ari Nefesh
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 13:52

» Jhonathan Wolf
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 13:42

» Daniel Fried Hanz Von Joseph
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 13:35

» O início da pesquisa.
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 13:22

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 13:12

» II - Eternas Ondas
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor Mephisto Hoje à(s) 12:28

» II - Aliados
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor Hunson Hoje à(s) 09:05

» Vermelho
Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Emptypor annavitoria Hoje à(s) 08:27



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Prólogo - A primeira perna é a direita

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 50
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 EmptySab 22 Fev 2020, 22:43

Relembrando a primeira mensagem :

Prólogo - A primeira perna é a direita

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Phil Magestic. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Muffatu
Narrador
Narrador


Data de inscrição : 04/02/2020

Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 EmptyQua 01 Abr 2020, 23:40

Um Leão Italiano

Tiros, Árvores e um joelho quebrado




Phill então entra na mata buscando o assassino para fazer ele pagar o preço, ao começar sua caminhada chamando pelo infeliz ele é recebido por um tiro. As árvores não ajudavam muito e a luz da lua se confundia com as sombras. Um misto de raiva em um tom noir que levava aquilo ao ápice dos melhores romances italianos, obviamente um cenário pronto para receber uma coloração vermelho rubro como nos clássicos de SinCity, Magestic tiraria o terno e o penduraria em alguma árvore próxima, caminharia medindo com calma de onde teria saído o disparo. Naquelas condições triangular o som, perceber o clarão de um novo tiro será fácil, porém levar um tiro não é algo que se almeja no primeiro dia na casa de seu futuro padrinho.

Magestic andaria a passos firmes, sempre mirando as regiões de onde poderia ter vindo o tiro, para ter mais certeza que o seu oponente estaria por ali, ele usaria algo que é clássico de mafiosos, a doce e importante imponência e intimidação. Algo que já era natural em seres como ele.


” Será que dá para ele aparecer logo? Quanto mais cedo eu matar esse sujeito e educar ele no melhor estilo Italiano, mais rápido volto aos meus afazeres e posso desfrutar de uma boa conversa com alguém de alta estirpe”

- Se você puder facilitar o meu trabalho e aparecer de uma vez para que possa te matar, eu agradeço. Será rápido? Não. Será bom? Para você não. Mas será educativo, isso posso dizer. Por favor, meu caro, tenha modos na hora de morrer. Apresente-se, deixe eu ver o rosto do infeliz que matou um homem, fez uma mulher gritar e de sobra acabou com uma festa prazerosa.

Enquanto falaria, Magestic iria desferir dois golpes nas árvores para estreiar a sua marreta mostrando a sua raiva e a vontade acumulada em exterminar seres sem etiqueta e sem o mínimo respeito. Se desse sorte, o barulho das marretada juntamente ao som de sua voz atrairía a atenção do seu alvo, o que certamente o levaria a dar outro disparo. Assim sendo Phill sabia que andar de peito aberto não era uma boa ideia. Sua caminhada era por trás das árvores, usando-as como forma de se defender dos tiros. Se ele estivesse pensando direito também seu corpo de tonalidade noir também acabaria confundindo o atirador que teria uma sombra gigante em seu encalço. O resultado era esperado.

Phill caminharia e andaria buscando o homem até o fim, caso o encontrasse, ele preparia as mãos deixando as mais e mais firmes ao redor do cabo da marreta pegando o mais perto do fim do cabo, porém com uns 15 cm do fim, com maior possibilidade de impacto ele lançaria sem dó o peso da marreta juntamente ao peso do seu corpo mirando as pernas do(a) atirador(a). E então com um sorriso no rosto, daria mais uma marretada, dessa vez mirando a outra perna.

Caso não conseguisse achar “ainda” o seu oponente, ele caminharia em direção aos últimos tiros se protegendo e continuando a dar pancadas nas árvores para assustar seu inimigo. Estivesse ele sobre as árvores ou entre elas, uma coisa era certa, a Orca o acharia.


bichaelson



Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 35
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 EmptySex 03 Abr 2020, 11:50


Una storia di famiglia

#10




A noite estava ótima para uma caçada, o vento soprando suavemente, um certo frio dominava o clima e as árvores pareciam estar gostando de ver aquele evento hedonístico, o Orca ao entrar no meio da floresta começava a perseguir com o olhar de onde o tiro deveria ter visto, e acabava por bater com força contra uma árvore com duas marretadas, causando um grande estrago na mesma, ainda que ela não caísse.

Por um lado, o pensamento do Magestic tinha sido feliz, sua pele mais escura o camuflava dentro da mata, fazendo com que, como imaginava, o atirador disparasse mais um tiro errado e revelasse sua posição. Mais a frente. Passando pelas árvores o tritão andava rumo ao desafio, sedento por aplicar o “corretivo” no homem. Chegava até próximo de onde tinha ouvido o tiro e pelo seu conhecimento técnico sabia que a trajetória só poderia ter sido tal. De começo não conseguia achá-lo, não estava atrás de nenhuma árvore. Mas era ai que ouvia um som, o som de algo nas folhas, fazendo com que olhasse para cima e visse um homem saltando sobre seu corpo com uma faca. Mas, como visto anteriormente, armas brancas eram inúteis contra a fortaleza ambulante que era Phill.

Portanto, o homem ao perceber que faca não penetrava, soltava-a e pulava, mas nesse interim era atingido pelo cabo da mareta em um giro do tritão. Não era o suficiente para abater o atirador, mas pelo menos para machucá-lo e diminuir seus movimentos. Mas, ainda conseguia correr, e desse modo o assassino saia correndo pela floresta, mostrando uma marcha assimétrica e ia correndo.

Pela diferença de porte, Phill conseguiria acompanhar em velocidade reduzida, mas o alcançava quando chegava em uma pequena clareira, onde havia um leve barranco e um lago no meio. O atirador não estava no lago, mas talvez por perto, o subalterno de Jhonny encontrava-se a cerca de 5m desse local, ou seja, ainda fora do campo de visão do atirado e poderia, assim, traçar mais uma estratégia.



Legenda:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Muffatu
Narrador
Narrador
Muffatu

Créditos : 12
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 10010
Data de inscrição : 04/02/2020

Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 EmptySeg 06 Abr 2020, 14:34

A Marreta Educada:

Regras de Etiqueta.




A tática de Phill havia surtido efeito, bater nas árvores e causar medo de fato funcionou. O homem teve de tentar se livrar do empecilho do tamanho de um ônibus vindo atrás dele e com isso tentou outro tiro que para a sorte de Magestic foi errado e mostrou onde estava o seu oponente. chegando perto do local do tiro nada…

Pelo visto era mais ágil que esperado e isso foi mostrado quando movimentou-se no alto da árvore e saltou sobre o tritão tentando sem sucesso ferir o grandão com uma faca. Uma ação que seria inteligente contra um oponente mais comum, mas a orca tinha o couro resistente que absorveu bem o impacto, fazendo com que Magestic sorrisse e girasse a marreta ao mesmo tempo. Não foi o suficiente, dessa vez para a sorte do oponente, para que o derrubasse, mas a pancada fez com que o homem saísse cambaleante correndo para longe da Orca.


”Mas que sujeito chato… Por que ele não para logo? Tenho assuntos a resolver, e esse traste continua sumindo, até parece baratas quando as luzes se acendem”

- Para com isso, só vai demorar mais tempo e me dar mais vontade de te educar, rapaz…

Phill bufava quando terminou de falar, não por raiva, por saber no âmago de seu ser que aquele era só um rapaz a menos no mundo, em que hora seria o seu funeral, isso ainda devia ser resolvido.

Indo atrás do assassino Phil chega até uma clareira pouco tempo após o seu oponente chegar até lá. Um lugar com um lago, bonito e que aparentemente era fundo o suficiente para um bom banho. O homem havia sumido, o que poderia ser um empecilho, ao menos temporariamente..

Phil já cogitava os possíveis passos que tomaria. Caminharia olhando para todos os lados tentando achar qualquer sinal de seu oponente. Contaria com suas habilidades para que pudesse agir de forma mais tranquila. Uma clareira dava vantagem ao oponente que se ainda tivesse a arma poderia certamente ter uma visão mais privilegiada de Phill e acabar atingindo o grandão. Claro que isso também tinha a sua contrapartida para ele que se mostraria no mesmo instante e acabaria dando a Phill razões para arrebentar a sua cabeça, bem… mais uma no caso.

Assim sendo, se ele estivesse ali, atrás do barranco, poderia ter uma proteção para ele e uma ótima posição de tiro, então precisava fazer com que ele se movesse mais uma vez. Chamaria a atenção dele para um ponto, e então tentaria usar isso para agir. Caso desse certo, o que seria a melhor situação, seria ponto para Magestic. Ele procuraria por uma pedra, um pedaço de tronco, algo que fosse grande o bastante para ser jogado para longe dele e chamasse a atenção como se fosse uma pessoa grande caminhando, ou correndo e o fizesse se precipitar e atirar. Debilitado, machucado e com medo, certamente ele não teria o temperamento calmo de Magestic para agir. O que acabaria por prejudicar ele.

Caso essa ação desse certo, Phill partiria a toda a velocidade em zig zag para cima do atirador, em zig zag pois dificultava o acerto, hora para a esquerda, hora para a direita, ora para a direita novamente, para confundir a mira do oponente e fazer errar, caso ele recebesse o tiro, seus musculos e corpo estaria firme para tentar não sentir tanto o impacto, claro que isso seria muito para o seu corpo que provavelmente iria só querer descansar, mas isso não importava naquela hora. O que valia era o corpo do oponente feito de troféu para Don Salvatore e Jhonny.

Caso conseguisse chegar a seu oponente dessa vez bateria com força no centro do corpo, fazendo o possível para deixar o oponente no chão, tempo suficiente para arrancar informação, torturar, bater até cansar… essas coisas mais simples.

Caso sua ação não surtisse efeito, Phill tomaria outra atitude, iria caminhando para o lago, também de forma aleatória em sua trajetória para mostrar que poderia sim frustrar um ataque e então quando chegasse perto o suficiente desceria o barranco e procuraria o atirador, caso ele estivesse dentro do lago, Magestic iria aguardar pois uma hora ele teria que sair. Caso ele estivesse no barranco, a Orca procuraria por algo para acertá-lo e terminar logo com isso. Mais perto do oponente, aí sim, Magestic terminaria o serviço, destruiría as pernas de seu oponente impedindo a fuga novamente e então faria o restante do serviço.

Caso o homem estivesse esperando Phill e pulasse na água, Magestic mergulharia atrás dele e com a sua velocidade ele iria buscar o homem, se chegasse perto o suficiente iria desferir uma mordida na perna do homem, e o arrastaria ao fundo do lago por algun segundos para que ele ficasse inconsciente.

Caso o homem tentasse fugir subindo novamente o barranco Magestic iria correr mais uma vez atrás do atirador tentando por fim à sua existência.

Por fim, se o rapaz estivesse deitado tentando não ser visto, ou então estivesse tentando se render, Phill bateria do mesmo jeito.


- Desculpe, o problema não somos nós. É você mesmo… Eu não sei se você vai falar quem te mandou antes de morrer, se vai me deixar acabar com cada um dos seus ossos antes de você falar, ou se vou precisar terminar isso de uma vez, então se quiser cuspir os nomes de seus chefes, eu vou respeitar um de seus pedidos, desde que não seja te deixar viver.

Ajeitaria a marreta nas mãos e então quando desferisse o golpe diria:


- Comigo, regra 1: Sempre respeitar o seu anfitrião…


bichaelson


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


“Aventuras”:
 


Objetivos:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 35
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 EmptyQua 08 Abr 2020, 14:26


Una storia di famiglia

#11




(soundtrack)

A caçada estava chegando ao seu final, Phill chegava até a clareira e ao ver suas opções traçava seus planos, previa, corretamente, que o inimigo poderia estar escondido no barranco e para contornar isso decidia trazer a atenção dele para outro ponto, batia com força em uma árvore e movimentava-se e graças à sua "camuflagem", conseguia fazer com que o inimigo revelasse sua posição, tolo.

Em um movimento o Orca, já bem posicionado, avançava sobre o barranco, desferindo uma marretada que acertava o inimigo, fazendo-o cair contra o chão, procurando ar, cuspindo sangue imediatamente na sensação de que sua caixa torácica tinha sido esmagada. Gritava de dor, sentia seu corpo eliminar toda a dor pela endorfina, e ele sabia que em breve a morte iria chegar até ele. Nisso, quando a luz da lua batia sobre o inimigo, o tritão conseguia ver que a figura era ninguém menos que Fidno, o suposto capanga de Salvatore.

- Espero que você tenha uma morte dolorosa, eu protegi o chefe de aceitar os planos malucos do Jhonny e de aceitar a escoria como você para os nossos negócios. Ele respirava profundamente, sentindo o sangue inundar seus pulmões, e então o brilho começava a esvair dos seus olhos. - Vá pro inferno. Phill liberava sua última martelada, mas o homem já estava morto. Assim, junto com o último suspiro liberado pelo gangster, vinham perguntas ao ar também.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Por que ? Que negócios do Jhonny eram esses ?

Portanto, quando Phill voltasse para a "festa" com o corpo do morto, poderia encontrar perto casa, protegido por vários guardas e por Jhonny, o próprio Salvatore, que ao ver o tritão se aproximando arregalava um poucos olhos. - Aquele não é Fidno? O que aconteceu? Falava um pouco atônito, pois no fundo já sabia a resposta ao problema.



Legenda:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Muffatu
Narrador
Narrador
Muffatu

Créditos : 12
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 10010
Data de inscrição : 04/02/2020

Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 EmptyQui 09 Abr 2020, 18:36

O Leão Italiano

Não se trai a famiglia...





Chegava ao fim a busca pelo assassino. Uma marretada que definiu toda a história. Ao cair no chão, Magestic poderia ver Fidno, deitado com o sangue saindo de sua boca, o homem que havia ido contra a sua chegada por ali, agora estava estirado ao chão como uma peça de carne no açougue. E ainda serviria de porta de entrada de Phill ao coração dos familiares, não ainda não é a SUA famiglia, mas é uma das que já o conquistou pelo modo de agir.

- Quem visitará o Belzebu, és tu. Não se trai a famiglia Fidno…

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Phill desefere mais um golpe pondo fim à vida do homem. Ele segura Fidno como se ainda estivesse vivo, jogado com ele nos ombros. Sem camisa, parecendo um trabalhador de mina Magestic chegava até o local onde estava sendo realizada a festa de Salvatore.

Ele colocaria o corpo do homem no chaõ, se abaixaria e limparia o sangue do rosto de Fidno e então olharia para Jhonny, em seguida para Don Salvatore enquanto diria:


- Don, não tinha nada contra o sujeito. Mas ele disse que estava só tentando manter as coisas como deveriam ser, impedindo planos e evitando seres como eu… Espero que esteja bem, signore. Sei que não é algo fácil de lidar. Saiba que pode contar comigo senhor Salvatore, estou à disposição no que precisar.

Apoiando a marreta no chão pelo cabo, Phill puxaria de trás do bolso da calça um lenço de pano, passaria no rosto limpando o sangue que poderia ter, e no ombro para limpar o que poderia ter sujado sua pele. Olharia para Jhonny e então diria:

- Pronto chefe, o senhor está bem, senhor Jhonny?
”Interessante, ele fala sobre planos do Jhonny, mas quais seriam esses planos? Preciso de um momento com Jhonny para saber disso…



bichaelson




Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


“Aventuras”:
 


Objetivos:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 35
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 EmptySex 10 Abr 2020, 12:20


Una storia di famiglia

#12




Quando os gangster viam Phill se aproximar, alguns olhavam com olhos de medo, outros com curiosidade, de todo modo, aquele que importava - Salvatore - parecia não demonstrar muitas reações, principalmente por sua visão estar presa no corpo trazido até perto pelo tritão. O defunto era posto no chão mais próximo do grupo e então o orca enunciava o que havia ocorrido. Nisso, alguns homens já abriam a boca com palavras de ódio como "Absurdo! Mentiroso", Jhonny parecia perplexo com tudo aquilo, até que então o chefe da família levantava a mão em um sinal de moderação, todos se calavam, o patriarca caminhava até o morto, ajoelhando frente ao mesmo, passando a mão por seus olhos, fechando-os. - Fidno, meu caro amigo, o que te levou para esse destino? O homem perguntava, fechando seus olhos, em um minuto de oração.

Então, o Don levantava-se e olhava diretamente para Phill, seus olhos não estavam marejados, mas era visível uma nítida tristeza no seu olhar. - Obrigado por trazer o corpo dele. Não queria que a sua primeira festa em nostra residência acabasse assim, mas por hora, vamos descansar. O homem dizia e então caminhava rumo a casa, sendo escoltado por alguns membros que após a entrada do mesmo, voltavam para a parte de fora. Alguns dos que protegiam Salvatore olhavam para Phill com olhar de recriminação, outros com de aprovação, Jhonny por sua vez, só acendia um cigarro e colocava na boca, oferecendo outro ao tritão. - Obrigado por capturar o cara Phill. E pensar que ele que estava por trás de todas as coisas hein? Que triste, ele era uma boa pessoa, sim sim. O homem dava uma baforada e após isso voltava a olhar o Magestic. - Vamos descansar, amanhã cedo temos um funeral para ir, vá com a roupa mais formal que puder, ok ? Dando as coordenadas, o chefe retirava-se dali e ia para sua casa.

Depois que Phill descansasse, poderia ir para o tal funeral, não eram dificil encontrar o local, já que alguns homens de Salvatore tinham ido acompanhar Phill até o lugar. Ao chegarem lá, vários homens de terno, uns de chapéus e outros sem, encontravam-se perto de um tumulo no chão, onde vez a vez cada um ia colocando uma rosa. Ao ver que o tritão chegava, o próprio Salvatore aproximava-se do tritão, junto de seus guarda-costas, retirava seu chapéu e entregava para Phill uma rosa vermelha. - Fico feliz que veio, não acho que Fidno tenha carregado algo para o paraíso, mas é bom você dar suas condolências para ele também, assim também será salvo. O chefe saia de perto do futuro gangster, esperando que fosse colocar a rosa vermelha, em contraste com todas as outras brancas, no tumulo de Fidno.

Após o ritual, o chefe voltava a falar com Magestic. - Phill, obrigado pela sua proteção de outro dia, considere que estou em débito por isso, e pelo seu serviço para Jhonny, aceite essa recompensa. Dizia o homem entregando um pacote com dinheiro. - Agora que você oficialmente trabalha para Jhonny, espero que entenda que está ligado a nós, carrega de certa forma nossa honra, então proteja-a mais do que sua vida. Por fim, quero que você e Jhonny investiguem o que estava acontecendo com Fidno, por que ele era tão contra os meus planos, e se era somente preconceito que estava por trás de tudo isso.

Assim, o patriarca saia de perto e Jhonny abaixava levemente a cabeça até o chefe sair de perto, depois olhava para o tritão e voltava a colocar o chapéu. - Bem, não sei o que dizer direito, mas Fidno parecia ter algo em especial contra sua raça, além disso, parecia que não era muito favorável aos planos de expansão do Don Salvatore, mas algo  me incomoda, aquele ataque na loja de madeira, acho que podemos começar por lá, o que acha?



Legenda:
 

Ganhos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."


Última edição por Midnight em Sab 11 Abr 2020, 22:01, editado 1 vez(es) (Razão : Esqueci de alterar os ganhos)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Muffatu
Narrador
Narrador
Muffatu

Créditos : 12
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 10010
Data de inscrição : 04/02/2020

Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 EmptySab 11 Abr 2020, 21:52

O Leão Italiano

Caminhada rumo ao “conhecido”




Jhonny agradece a Phill pelo serviço feito. Dando um trago em seu charuto ele deixa claro que o homem era um bom sujeito… De certa forma na verdade. Ele então deixa a fumaça sair por sua boca, Phill olha para ele prestando atenção. Cada uma das palavras de Jhonny entravam pelo ouvido de Magestic e ele assimilava cada palavra. Assim como ter um compromisso pela manhã e ter de levar seu mais belo terno para a ocasião.

Um terno todo preto, gravata preta, calça social preta, sapato preto. Não iria de chapéu pois não acreditava que aquele homem merecia suas condolências. O conheceu como preconceituoso, e o matou como assassino. Não há como ter simpatia por um homem assim, nessas situações.

Chegando até o local, o tritão pode ver vários homens alguns com chapéu outros sem, todos ao redor de um túmulo onde faziam uma espécie de ritual jogando flores sobre o caixão. Ao chegar por lá Phill foi recebido por Don Salvatore.


- Fico feliz que veio, não acho que Fidno tenha carregado algo para o paraíso, mas é bom você dar suas condolências para ele também, assim também será salvo

Pegando a rosa nas mãos, Phill se aproxima e lança a rosa vermelha que contrastava com todas as brancas por ali. Após o ritual, Don Salvatore se aproxima e entrega ao Tritão um pacote com dinheiro enquanto dizia que a partir daquele momento Magestic era parte integrante e guardaria a honra da família com sua vida, caso necessário.

Magestic faz um sinal com a cabeça e entã fala:


- Claro signore. Compreendo perfeitamente… Grazzie.

Assim que Don sai de perto, Jhonny começa a lhe dizer sobre como era Fidno e o que estava acontecendo por ali. Ele cita o acontecimento no estabelecimento onde comprou os objetos. Era interessante para Magestic começar por lá.

- Acredito que seja a melhor das ocasiões, Jhonny. Lá eles devem elucidar melhor as questões às quais temos interesse. Acredito que o dono do estabelecimento possa ser fidedigno em seu depoimento. Vamos?

Phill olharia para seu atual chefe, e então diria:

- Acredito que será uma ideia interessante passar em minha pousada, trocar a roupa e então pegar a Educação, dei um nome ao meu presente. E então estarei pronto.

Caso fossem para o local e passassem pela pousada, Phill carregaria sua marreta, mas a deixaria por perto, sem andar com ela pendurada no ombro para não causar pânico. E trocaria a roupa também para não caminhar por aí com roupas de velório pois não achava de bom tom.


bichaelson



Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


“Aventuras”:
 


Objetivos:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 35
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 EmptySeg 13 Abr 2020, 13:51


Una storia di famiglia

#13




Acordando com Phill, Jhonny seguia até a pousada junto com Phill, onde lá conseguia ver o seu novo "brinquedo", a grande marreta "Educação", devidamente equipados, o mafioso até aproveitava para verificar sua pistola e logo a dupla partia em direção da marcenaria visitada anteriormente pelo tritão.

Devia fazer cerca de dois dias que tinham visitado por lá, e as coisas pareciam de certo grau "normais", a ponto de as pessoas não se assustarem ao ver o tritão junto do gangster, todavia alguns ainda cochichavam coisas como "Ei, eles estão de volta", e similares. De todo modo, ao adentrarem na loja, o dono brevemente dava as suas boas vindas e ao verificar que era Jhonny, tratava de tirar o avental e aproximar-se dos dois, do outro lado do balcão.

- Bom dia Jhonny, a que devo a honra? O grisalho olhava o local por alguns minutos, dando uma tragada e outra no seu cigarro e por fim soltava a fumaça, como se estivesse refletindo enquanto ela se dissipava no ar. - Meu caro amigo, venho aqui procurando alguma razão do ataque, você sabe se os baderneiros que te procuraram outro dia estavam atrás de algo específico? Ou só estavam aqui para buscar alguma coisa?

O marceneiro por um momento parava e levava a mão ao queixo, pensando a respeito, e depois puxava do bolso um cartão, entregando-o para o chefe de Phill. - Um deles derrubou isso, mas não sei a quem se refere. Só tem um endereço. O outro pegava o cartão e por um momento lia, parecendo indiferente, agradecia, e então saia da loja fazendo um sinal para que o Orca o acompanhasse.

- Não quis falar na cara dele, mas sei de quem é esse endereço, era a casa do Fidno, mas não faço ideia de quem é esse cartão. No dorso do objeto só havia um símbolo, uma raposa mordendo uma maçã, nenhuma escrita, nada. - Uma sociedade secreta? Um grupo terrorista? Sei lá! Não acho que o cara teria capacidade para liderar algo assim, mas me pergunto qual era a relação deles. Só tem um jeito de descobrir, vamos até lá.

Então, a dupla seguia até o local esperado, chegavam a uma espécie de motel, em que sem falar nada Jhonny só passava pelos corredores indo até um quarto. - É aqui, não sei também o que esperar lá dentro, então cuidado, vamos entrar quando você arrombar a porta.



Legenda:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Muffatu
Narrador
Narrador
Muffatu

Créditos : 12
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 10010
Data de inscrição : 04/02/2020

Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 EmptySeg 13 Abr 2020, 21:57

EDUCAÇÃO.”:

Temos de saber usar.




Ao chegarem até a loja, dois dias depois do ocorrido aproximadamente, parecia tudo normal.
O dono ao ver Jhonny, retira o avental e cumprimenta o chefe. O mafioso patrão pergunta ao comerciante se ele teria alguma outra informação sobre o ocorrido e é respondido positivamente com um cartão e um endereço. Quando saem da loja Jhonny diz que aquele endereço era de Fidno, ao observar o cartão e o endereço, Magestic viu que no verso do cartão havia um simbolo. Uma raposa mordendo uma maçã.


– Uma sociedade secreta? Um grupo terrorista? Sei lá! Não acho que o cara teria capacidade para liderar algo assim, mas me pergunto qual era a relação deles. Só tem um jeito de descobrir, vamos até lá.

”Fidno não parecia ser o tipo de pessoa que teria uma sociedade secreta, e pelo que ele disse os planos não eram dele.. E sim de Jhonny. Não posso confrontar ele. Afinal de contas só ouvi um lado da história. Por mais que eu fique com um pé atrás com toda a história, talvez Jhonny tivesse planos de expansão e Fidno quisesse algo mais centrado. Ou então o meu patrão poderia querer galgar postos mais altos e Fidno não estava interessado nisso. Seja lá o que for, eles não deveriam discutir por postos na famiglia, os merecedores são exaltados, os que não estão prontos, mantém seus postos…”

- Indubitavelmente é uma opção mais que correta.

Os dois seguem até o local indicado. Um tipo de motel, seguindo pelo local Jhonny para a frente de um quarto e dá as coordenadas.

”Analisando essa porta… Eu acho que a madeira é razoável, portas de motel em geral são feitas de compensado… Talvez seja algo mais firme, afinal de contas é uma cidade diferenciada, é melhor eu colocar força suficiente dessa vez…”

Magestic sorriria antes de falar:

- Acho impressionante esses momentos em que precisamos saber usar “Educação”... Com licença, meu consagrado..

Firmaria as mãos no cabo com pressão suficiente. As mãos chegam quase a quebrar o cabo de tanta firmeza. Ele levanta a marreta à altura de seu ombro, gira o tronco 90º e então em um só movimento ele desce a arma enquanto gira o tronco de volta a posição original, tentando dar um golpe mais que suficiente para estourar a porta na região da tranca central, se tivesse feito como desejava, ele teria uma porta sendo arrebentada para o interior, e um cômodo aberto para ele.

Caso abrisse ele firmaria todo o seu corpo tentando deixá-lo mais resistente aos possiveis danos que ele receberia. Se tivesse alguém ali ele também já estaria pronto para agir.

Caso em um primeiro momento tivesse uma pessoa somente, ele pularia para dentro e sem deixar o oponente ter reação ele tentaria acertar um golpe para derrubar o oponente sem matá-lo.

Caso ali dentro tivesse mais que uma pessoa ele se colocaria atrás da parede do lado de fora, próximo à porta e aguardaria qualquer ação dos homens do lado de dentro.

Caso estivesse vazio, ele entraria e iria direto ao banheiro, não porque precisava fazer algo, mas sim porque talvez tivesse alguém por ali. Caso tivesse, teria a mesma ação da primeira oportunidade contra um oponente somente.

Após o quarto “limpo” ele começaria a buscar qualquer coisa que pudesse servir de ajuda para investigação. Números, telefones, anotações, cadernos, armas, qualquer coisa que ligasse o atentado a carpintaria, o atentado ao homem na festa e o quarto.
Se ele teria sorte? Ah… isso só o tempo dirá.


bichaelson



Histórico:
 
[/color]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


“Aventuras”:
 


Objetivos:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 35
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 EmptySeg 13 Abr 2020, 22:32


Una storia di famiglia

#14




Um..dois..três. O tritão, em um movimento brusco com a "educação" arrombava aquela porta de madeira com certo vigor, fazendo um barulho até que alto, de modo que vizinhos saiam de seus apartamentos, mas ao verem o mafioso simplesmente preferiam omitir-se dado o medo que sofrerem alguma repressão.

Dessa forma, Jhonny e Phill tinham um bom tempo para explorarem até que a "poeira baixasse", então, o Magestic, após invadir o local primeiro focava na segurança do seu patrão, e checava em todos os cômodos, vendo que, de fato, não havia ninguém ali. A princípio nada parecia fora do normal, havia poeira pelos móveis(o esperado de alguém que morava sozinho e havia falecido). Na mesa copos decoravam ela, mas em um canto muito bem separado e aparentemente zelado, fotos decoravam o único móvel dali fora a cama, fotos da famiglia de Salvatore, em que eram visto vários dos "cabeças" junto com o próprio patriarca, mas nessa foto Jhonny não estava. - Isso foi antes de eu me tornar um "irmão" na família, eram bons tempos, me lembro de ser apenas um homem lavando o chão do Don Salvatore. Falava o chefe do tritão enquanto pegava a foto e dava mais uma baforada no cigarro, agora procurando o cinzeiro, e então era quando percebia algo.

- Ei... O homem parava ao ver no cinzeiro que havia uma bituca ali, a principio nada demais, mas ao analisá-la, ele franzia os olhos, mostrando certa descrença no que via. - Essa marca de cigarro, nossa família não fuma ela..isso não é bom Phill. Dizia o contratante enrolando o objeto em um pano. - Não sei de quem pertence, mas isso é algo muito maior do que eu pensava, precisamos ir falar com Don Salvatore. E nisso, sem falar mais nada, o gangster saia do local, com pressa, na mesma rapidez com que entrara ali, mas antes pegando a foto preciosa de Fidno.



Legenda:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Muffatu
Narrador
Narrador
Muffatu

Créditos : 12
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 10010
Data de inscrição : 04/02/2020

Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 EmptyTer 14 Abr 2020, 00:10

Início de Caminhada

A próxima perna, é a esquerda.




A porta se rompe com um barulho alto o suficiente para chamar o síndico do prédio vizinho. Os curiosos e claramente espantados moradores também saem às suas portas para tentar entender o que estava acontecendo. Ao ver a dupla retornaram para não terem maiores problemas.
No interior quarto vazio, nada no banheiro inclusive.

Jhonny traga seu cigarro enquanto conversa com Phill e busca uma foto lembrando tempos antigos. Quanto vai bater o seu cigarro ele se espanta. Vê um cigarro que não é o usual na família. Nas palavras dele algo muito sério.


”Um cigarro. Claro que ficaria um erro para trás. E pelo jeito era bem mais sério que eu pensava… Fidno então nunca foi flor que se cheire. Bem, ao menos era mais calmo para nós agora. Uma pista era alguma coisa.”

- Sabe signore, eu acredito que tenhamos muito mais a entender por aqui. Se alguém que não é da família estava inclusive fumando com ele, o que mais poderá ter sido tramado? Tenho quase certeza que essa é só uma pequena parte de um quebra cabeça que acaba de começar a ser montado… E quem sabe até onde isso vai nos levar.

Saindo dali eles iriam até Don Salvatore.

- Signore, acredito que temos aqui muito mais que um cigarro apagado, e sim a brasa que nos levará à uma fogueira… Então mais do que nunca. Temos que resolver isso rápido mesmo.

Ao chegar até lá, caso encontrasse Don Salvatore, Phill diria:

- Don, se me permite, gostaria de fazer a investigação desse cenário. Acredito que Jhonny possa ajudar o senhor e bem… Eu serei apenas um tritão andando por aí, Jhonny é mais conhecido no meio. Mas enfim é só uma sugestão, signore..

Dito isso, aguardaria por ordens do patriarca…

bichaelson



Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


“Aventuras”:
 


Objetivos:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Prólogo - A primeira perna é a direita
Voltar ao Topo 
Página 3 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Newberry City-
Ir para: