One Piece RPG
Prólogo - A primeira perna é a direita XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» The Victory Promise
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 00:42

» Momoko Yuki
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:49

» [Ficha] Joe Blow
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:46

» Akira Suzuki
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor Ceji Ontem à(s) 23:18

» Revan Yamamoto
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:18

» Revan Yamamoto
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:17

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor Licia Ontem à(s) 22:44

» Uriel Seraphim
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor Thomas Torres Ontem à(s) 21:25

» Sorte ou Azar? Uma Ascensão Pirata!
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor Fran B. Air Ontem à(s) 21:13

» Cap IX ~ Esperança ~
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor Alek Ontem à(s) 21:06

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor Alê Ontem à(s) 21:00

» Pedido de Kit Drake
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 20:58

» Azura V. Pendragon
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 20:51

» Hello darkness my old friend...
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor Alek Ontem à(s) 20:29

» Livro Um: Graduação
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 20:26

» ||Tesouro|| Ambição dos vadios - Down Island
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor Fran B. Air Ontem à(s) 20:26

» ~ Mudanças Importantes ~
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 20:21

» Que se ascenda o fogo!
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor Tensei Ontem à(s) 19:47

» The One Above All - Ato 2
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 19:26

» Bell Farest
Prólogo - A primeira perna é a direita Emptypor Far Ontem à(s) 19:20



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Prólogo - A primeira perna é a direita

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Prólogo - A primeira perna é a direita Empty
MensagemAssunto: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita EmptySab 22 Fev 2020, 22:43

Prólogo - A primeira perna é a direita

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Phil Magestic. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Muffatu
Game Master
Game Master
GM.Muffatu

Créditos : 41
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2020
Idade : 34
Localização : Newberry - West Blues

Prólogo - A primeira perna é a direita Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita EmptySeg 24 Fev 2020, 16:27

Mais que uma dor de Cabeça...

Em busca de sua própria âncora!






Nada como amanhecer e esfregar os olhos com as costas das mãos enquanto cantarola uma bela canção: Esse era o jeito que Phil se arrumava pela manhã, escolhia as suas roupas como um majestoso ser, o que de fato ele era. Se arruma enquanto olha no espelho, passa as mãos nos dentes para tirar quaisquer sujeiras e então sai dali com destino a alguns lugares.

”Preciso de uma âncora, a minha acabei deixando não lembro onde. Ledo engano, poderia me privar de certos pesares se fosse mais consciente.”

Crente em conquistar uma nova peça para ele, Phil se direcionaria para um local onde pudesse achar uma âncora para comprar, quem sabe uma loja de barcos ou uma oficina onde ele pudesse comprar mais em conta. O que ele precisava e gostaria era da sua boa e velha “marreta personalizada” com a corrente em sua base (inicialmente a ideia é usar como uma marreta pelo E.D.C.) Logicamente precisa de algo mais parrudo que um martelo ou um machado para carregar consigo, mesmo que fosse um civil a sua ideia era escolher uma boa famiglia e então fazer ela emergir desde o submundo até o mais alto posto. O que não seria difícil de conseguir visto que já existem algumas pessoas crescendo nesse mundo há algum tempo.

A melhor maneira de conseguir melhorar isso era fazer contato com um dos influentes de Newbarry, seja quem fosse seria bacana ter um padrinho temporário em uma terra como essa. Ali ele poderia até mesmo conseguir algumas informações, dinheiro e quem sabe já ir em busca de alguém que de fato ele se sentisse confortável.

A primeira pessoa que vem na cabeça é Salvatore. Um homem com tantos contatos e tanto poder certamente faria bom uso de um carpinteiro de mão cheia e de tamanho razoável como Phil Magestic.
Passaria por qualquer lugar que parecesse vender a  ncora e descobriria qual o valor que estavam pedindo no objeto.


- Por obséquio meu caro, poderia me dar a informação de quantos berries devo me despreender para comprar tal peça?
Diria enquanto olhasse para a peça. Caso fosse um valor que pudesse comprar ele a levaria sem pensar duas vezes.


Assim que conseguisse a sua âncora ele procuraria por um bar/taverna onde ele poderia ser melhor aceito . Encontrando-a entraria e então procuraria algumas informações do  Don.


- Peço que elucide minha indagação, meu consagrado… Onde poderia encontrar aquele que tem a alcunha de Don Salvatore? Sabes onde posso ter maiores informações sobre tão perspicaz sujeito?

Cruzaria os braços e então apontaria uma garrafa empoeirada e diria

- Também apreciaria se me cedesse um shot desse seu bourbon, ou seria um scott?

bichaelson



Citação :

“Lime”
Fala
Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


“Aventuras”:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 61
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

Prólogo - A primeira perna é a direita Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita EmptyDom 01 Mar 2020, 17:35


Una storia di famiglia

#01




O fim da tarde parecia imperar sobre Newberry City, ou melhor, sobre a ilha Manhakan, e nas suas ruas uma figura chamava bastante a atenção dos transeuntes, um tritão para ser exato, uma figura incomum naquelas bandas, e apesar de conhecida, bastante temida, ironicamente mais enojada do que os gigantes, o que fazia várias pessoas darem olhares subversivos para Phill, como se a presença dele fosse uma ofensa a eles.

Buscando apenas satisfazer seu desejo de defesa pessoal, o aspirante a mafioso partia em direção à doca da cidade, caminhando pelas ruas iluminadas e ativas da ilha, que mais se assemelhava a um lugar de grande desenvolvimento e progresso, do que uma simples ilha do West Blue. Ao chegar na doca, não diferente de antes, o tritão não era bem recebido ali, de forma que muitos desviam o olhar, cuspiam para o outro lado, fingiam que esse não existia. Mas, quando Magestic chegavam em um homem que olhava para ele, ele recuava um passo, levando o braço ao nariz, como se estivesse se protegendo de alguma doença. – Não temos nada do que procura, e duvido que vai ter algo assim aqui para você. A resposta era clara, o tom também, as pessoas ao redor olhavam agora mais seriamente, agressivos até, para o rapaz, que vendo que não obteria ali o que desejava, partia agora para um bar.

Acabava por achar próximo de onde estava uma taverna que recebia alguns marujos, talvez por aquele clima mais de homens recém voltados da exploração, não se importavam muito com o que acontecia, bem, isso em partes, já que quando Phill adentrava alguns homens olhavam sério, mas voltavam suas faces para os amigos, já que o álcool devia fazê-los ignorar outros sentimentos, ou dar-lhes um pouco mais de coragem.

Assim, logo que o homem-tubarão encontrava seu lugar, ele se sentava (ocupando boa parte da mesa) e um garçom, do outro lado, atendia-o. – Bem...senhor o que posso servir-lhe? Phill, por sua vez, acabava por falar o nome Salvatore em tom alto, e nesse momento, diferente de antes, toda a atmosfera no local mudava. As pessoas que estavam conversando paravam, a música que tocava parava, as mulheres faziam expressões de surpresa e tampavam suas bocas, assim como todos os olhares iam em direção ao tritão. O garçom por sua vez, parecia sem reação e tentava de alguma forma contornar aquilo. Todavia, nesse momento um homem de terno levantava-se de sua mesa, colocava um charuto na sua boca, acendendo-o e caminhava até a mesa do meio homem, sentando-se na outra ponta. – Voltem as suas vidas, parece que viram um fantasma. Dizia o desconhecido para a plateia que o ouvia e dessa forma a música voltava e as pessoas retomavam as conversas, mesmo que alguns cochichavam sobre Phill.

- Então, tritão, ouvi que você está procurando Don Salvatore? Você é novo aqui ou é tão insano ao ponto de falar esse nome à luz do dia para qualquer pessoa? Além do mais, encontrar com ele? Quem você é? Alguém importante? Dizia olhando o ambiente. – Por onde está acho que não. O homem desdobrava as pernas e batia seu charuto contra o dedo, fazendo cinzas caírem sobre a mesa. – Mas fiquei curioso, quer fazer negócios com a família Salvatore? Ou quer apenas morrer? A vida para alguém como você deve ser dura, não estranho que esteja buscando a morte.



____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Muffatu
Game Master
Game Master
GM.Muffatu

Créditos : 41
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2020
Idade : 34
Localização : Newberry - West Blues

Prólogo - A primeira perna é a direita Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita EmptyTer 03 Mar 2020, 18:37

Prólogo: Primeira perna é a direita

O Início da caminhada.




O ambiente não parecia propício para o tritão e talvez isso ficasse cada vez mais claro. Ele tinha sim a vontade em sua mente e forte vontade de chegar perto do homem que para ele tinha um dos nomes mais imponentes por ali, fato que foi consumado ao falar o nome dele e perceber o silêncio perturbador tomar conta do local. As pessoas o olhando como se ele fosse uma máquina de matar gente, e bem… Ele não era, ao menos não na mente dele, ou melhor, ao menos não ele. Um ser com tamanho cuidado com as palavras percebia que tinha escorregado em algumas frase e isso ficou claro quando um senhor de terno, levantou-se disse para os que ali estavam para seguirem com suas vidas e sentou-se na mesa onde estava o tubarão no meio da sala…

- Boa tarde, signore. Pelas suas vestes vejo que é um homem respeitável e honrado. Algo que certamente eu dou o devido valor. Não é falta de amor à vida, meu consagrado. É mais uma vontade, uma fome por algo maior e que acredito que um homem com tamanho conhecimento e amizades poderia me ajudar.
Caso ele já tivesse recebido sua dose, ele tomaria um gole e então levantaria o seu copo em sua próxima fala, caso contrário ele faria um sinal ao garçom para que fosse servido. - Claramente não sou alguém de importância, ainda. Mas pretendo ser sim. Eu me chamo Phil Magestic, e acredito que poderia realizar alguns serviços para o Don - Dessa vez ele fala mais baixo percebendo o alvoroço que havia causado.~ - Eu realmente sou muito bom em trabalhos com carpintaria, porém posso resistir a pancadas muito bem. É assim a minha vida toda. Enfim… é isso. Eu estou aqui falando, porém não sei sua graça, senhor…

Phil limpa o terno que usava, arruma um pouco o colete e então se inclina para ouvir o homem em sua frente e tudo o que ele poderia ouvir. Receberia todas as informações dele para que pudesse sair dali sem dúvidas algumas ou então que a próxima caminhada de Phil fosse mais certeira.


Citação :
“Pensamento”
- Falas
bichaelson



Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


“Aventuras”:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 61
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

Prólogo - A primeira perna é a direita Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita EmptyQua 04 Mar 2020, 15:49


Una storia di famiglia

#02




O homem ouvia atentamente Phill falar, e até ficava um pouco surpreso com a desenvoltura com que ele falava, então não estava ali para apenas morrer, de fato o tritão tinha suas ambições e procurava auxiliar em algum caminho. Ao ouvir que o semi-homem poderia realizar serviços para o Don acabava por dar uma gargalhada, fazendo as cinzas do charuto caírem sobre seu colo, ele por fim apoiava o fumo sobre a mesa e ao ver que o drink do convidado não havia chegado, fazia um sinal com o indicador para que o garçom viesse. – Veja o que rapaz pediu, e para mim veja um cowboy de 12 anos. O garçom rapidamente trazia os pedidos e dessa forma o mafioso levantava brevemente o copo, como se estivesse saudando a ocasião e bebia o whisky em um golpe, voltando o copo a mesa.

- Agora sim estamos falando no mesmo idioma, tritão. O moço pegava mais uma vez o fumo e baforava, aproveitando o momento e enchendo o espaço com fumaça de notas fortes de tabaco. – De fato alguém do seu porte pode ser muito útil para o meu chefe, mas nos dias de hoje desperdiçar um carpinteiro é uma pena, ainda mais que Don Salvatore é apreciador de belos trabalhos com madeira. A propósito, me chamo Jhonny. O homem estendia a mão para o tritão, esperando que fosse retribuído, e quando terminava, soltava um sorriso pouco maior, talvez de satisfação.

- Façamos assim Phill, eu estava procurando presentar Don Salvatore, mas não estava achando o que fazer, vamos no seguinte plano, você irá criar uma escultura de madeira sobre a natureza, algo belo, o Don ama animais selvagens como leões e ursos, talvez seja uma boa inspiração, arranjarei um encontro para você com outro homem dele, se ele gostar, talvez você possa encontrar o chefe, caso contrário, eu te darei outros serviços menos artísticos e mais pesados, entende?

Por fim, o mafioso se levantava, agora apagando o charuto no cinzeiro e guardando-o dentro das vezes, embalado por um pano. – Agora, se você aparecer com um trabalho meia boca, ou não aparecer, é bom que esteja preparado para nunca mais conseguir falar. Quanto tempo precisa? Um dia, dois? Esperava a resposta do homem-peixe e começava a andar.

As ordens estavam dadas, a figura saia do ambiente e o clima do local parecia retornar ao local, as pessoas que antes cochichavam sobre Phill paravam, talvez por medo, ao entenderem que agora ele tinha a “graça” dos afiliados ao Salvatore, ou por cansarem mesmo de falar sobre isso, seja qual fosse a realidade.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Muffatu
Game Master
Game Master
GM.Muffatu

Créditos : 41
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2020
Idade : 34
Localização : Newberry - West Blues

Prólogo - A primeira perna é a direita Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita EmptyQui 05 Mar 2020, 18:28

Prólogo: Primeira perna é a direita

O Início da caminhada.




Felizmente o homem era bem tranquilo, e tinha de fato um poder por ali claramente compreensível pelo fato de ser ouvido. Talvez ser um homem de família mudava as coisas. Jhonny, o nome do rapaz. Phil aperta a mão dele enquanto admira a sua postura e o jeito de falar.

Jhonny continua e além de dizer que ele seria um homem útil para o Don ainda acaba por fazer um pedido. Ele gostaria de presentear Don e ele cita uma escultura de urso ou leões. Ele lhe promete um encontro com outro dos homens dele e caso ele goste do que vê, pode ser que acabe por conhecer o Don. Caso contrário ele teria outros serviços para realizar ao homem, algo mais pesado porém da mesma forma seria um serviço ao Dom Salvatore.

Phil para um tempo, e começa a pensar em o que aquilo poderia significar. Ele precisava de materiais para o produto e de material para trabalhar, ferramentas de carpinteiro na realidade. Algo que por enquanto ele não possuía, e podia parecer bobo, mas burro não era e sem isso ele não seria capaz de fazer algo belo usando uma faca e um cabo de vassoura.

Por fim, Jhonny pergunta sobre quanto tempo ele precisava…


- Serei claro contigo como fui até agora Jhonny. Eu ainda não tenho meus materiais para carpintaria por aqui, nem tenho ainda material para isso. Sabe onde posso conseguir tais itens? E também preciso de um bom fornecedor de madeiras. Quero algo do patamar de seu amigo. dessa forma precisaria de ao menos dois dias para realizar essa tarefa. 

Falaria isso aguardando que o homem pudesse lhe dar informações ou até mesmo material para esses trabalhos. Caso contrário ele precisaria se virar e achar um lugar onde pudesse adquirir ferramentas de carpintaria e madeira para fazer a sua arte.

Levantaria do bar, perguntaria ao garçom quanto ficou e deixaria o pagamento, seguiria para o local onde ele pudesse encontrar materiais para a sua arte. Caso Jhonny tivesse lhe dado algo ele seguiria, ou então ele acabaria indo por local em local até achar uma loja com o que lhe interessava.

Nesse último caso passaria por cada um dos lugares olhando com atenção e perguntando às pessoas nas ruas se elas sabia onde ele poderia achar uma loja de carpintaria.


- Por obséquio meu consagrado, saberia me informar a localização de um estabelecimento que comercializa materiais para carpintaria e ferramentas para tal nobre arte? 
Repetiria o processo quantas vezes fosse necessário até achar o lugar que ele queria. Em seguida iria saber o valor dos produtos e tentar pagar menos do que o oferecido com o respeito óbvio de Magestic.

- Claro, é um excelente produto. Certamente seria de ótima valia para mim. Poderia fazer ele por 3 mil a menos? Quem sabe 2 mil a menos? Ainda preciso comprar madeira e sabe como é… Hoje em dia está difícil achar uma madeireira boa e barata, não é? 

Caso ele conseguisse todos os itens que necessitava, ele começaria a imaginar o que faria e como trabalharia no seu projeto. 

”Bem, com o material para carpintaria e madeira, fica fácil fazer o processo. Farei como fiz da última vez. Uma base de aproximadamente um dedo e meio meu para que possa ficar em pé sem maiores problemas, uma escultura do tamanho de meu braço deve ser o suficiente para um homem como ele. Farei o rosto de um poderoso leão rugindo em madeira, com os olho semi cerrados, a juba bem trabalhada com alguns detalhes e bem cortada, o que é mais rápido de fazer que o corpo por completo. Os dentes eu posso fazer com um engrave mais profundo e pontiagudo para mostrar uma ferocidade maior, trabalho com cada um dos dentes em um relevo um pouco menor, e então por fim o rosto meio de lado para mostrar algumas pequenas partes de seu traçado. Assim terei uma boa amostra de meu trabalho, ficamos com um bonito trabalho de um rosto de leão rugindo como os que conseguimos imaginar ao fechar os olhos e posso inclusive gravar atrás da placa de madeira o nome de Don Salvatore.”

Com todas as decisões em sua mente, ele começava sua caminhada.

Leao:
 

Citação :
“Pensamento”
- Falas
bichaelson



Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


“Aventuras”:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 61
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

Prólogo - A primeira perna é a direita Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita EmptySab 07 Mar 2020, 14:53


Una storia di famiglia

#03



Concordando com os termos de Jhonny, o tritão tinha seu acordo formalizado com o gangster, dessa forma, restava a opção de caçar o material e aplica-lo para criar sua melhor obra, afinal, precisava disso para poder chegar perto do resultado desejado, entrar em contato com Salvatore, e aparentemente, a escalada até lá era bem grande.

Jhonny, por sua vez, acabava por não ouvir ou ignorar o que era dito pelo semi-homem, apenas saindo do recinto sem falar mais nada, assim restava à Phill caçar as informações por conta própria. O barman, ao ser requisitado da conta, apenas soltava um “conta da casa”, talvez fosse pelo fato de ter visto uma aliança entre ele e os gangster, ou por medo de uma cobrança chegar aos ouvidos dos Salvatore, de todo modo, estava livre para ir.

Saindo dali o carpinteiro começava a busca por seus materiais, de início começava a olhar as lojas da rua, mas não via nada muito parecido, continuava a andar por ali até que por fim ouvia o barulho de um instrumento conhecido: a serra. Ouvindo tal som, seguia o mesmo até uma espécie de doca de reparo de navios, na qual um homem de sunga bermuda e camiseta larga serrava uma tora pesada de madeira.

Com a aproximação de Phill, muitos homens e mulheres acabavam por amedrontar-se e recuavam, alguns tampavam os olhos das crianças, mas o carpinteiro dono da loja parecia concentrado demais no serviço. Quando ouvia a voz do cliente, olhava e inicialmente tomava um susto, mas voltava ao normal depois. – Uma orca de terno, que raro. Dizia dando algumas leves risadas. Ele largava o material de lado e caminhava até uma caixa, puxando algumas ferramentas e separando-as. – Bom, eu posso vender tudo para você de uma vez, a madeira que precisa e as ferramentas, pelo preço de 30.000, que tal?

Caso tritão optasse pelo acordo, poderia pegar os produtos e logo estaria apto a fazer o trabalho, ao mesmo tempo que não parecia que o vendedor estava pronto para pechinchar, ou talvez o carisma do tritão-orca fosse o suficiente.


Histórico:
 

Código:
[spoiler=Histórico]
[b]Posts:[/b] 03
[b]Ganhos:[/b] Kit madeira para escultura(1 uso), ferramentas de carpintaria.
[b]Perdas:[/b] 30.000
[b]Relações com personagens:[/b]


[b]Perícias:[/b] Marcenaria, Carpintaria ,Física
[b]Ofício:[/b] Carpinteiro
[b]Vantagens:[/b]

• Pele Resistente (Especial para meio-gigantes)
• Velocidade Aquática (Especial para Tritões)
• Pisciglota (Racial)
• Tubarão (Racial)
• Genialidade (2 pontos)
• Temperamento Calmo (1 ponto)
• Ambidestro (1 ponto)
• Voz Encantadora (1 ponto)

[b]Desvantagens:[/b]

• Dificuldade (Especial para meio-gigantes - Racial )
• Monstruoso (Todos os Tritões - Racial )
• Desprivilegiado (Especial para Tritões e Sirenos - Racial )
• Convencido (2 Pontos)
• Devoção (1 Ponto) - ( Imortalizar a Famgilia que eu escolher como minha )[/spoiler]

Aparência carpinteiro:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Muffatu
Game Master
Game Master
GM.Muffatu

Créditos : 41
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2020
Idade : 34
Localização : Newberry - West Blues

Prólogo - A primeira perna é a direita Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita EmptySab 07 Mar 2020, 21:53

Um presente para um novo amigo

O Leão Italiano




Com a proposta em mãos, cabia a ele somente aceitar e sair dali com o seu material novo para que pudesse começar a produção da bela, ao menos ele esperava que fosse, escultura.

- Imensamente agradecido pelos materiais e pela ferramenta. Acho o preço excelente caro amigo. Aqui está. Até logo e um ótimo serviço aos senhores.

Sairia dali e já procuraria algum lugar para começar o seu trabalho e fazer o seu melhor para mostrar ao homem que ele poderia ser utilizado das melhores maneiras e não era somente um homem que causava medo, ou receio, ou nojo de outros seres. 

Começaria os trabalhos trabalhando a madeira e marcando os traços com um lápis mais firme. Começaria com os formões para dar as formas iniciais à madeira sempre tomando por base os veios da madeira. Também já começaria com as formas mais grosseiras indo a cada parte para chegar no mais fino dos traços. Terminaria os entalhes com uma faca mais afiada, sempre tomando cuidado para que as linhas não fossem somente veios de madeira mas que mostrassem história de todo um trabalho e treino para isso.

A cada traço mais profundo, assopraria para manter o trabalho limpo e bem feito, depois de cada linha feita, lixaria para ter um traço também sensível ao toque, mas com a brutalidade de um animal feroz e belo como o leão que ele queria.

Quando terminasse a obra, traria uma mão de verniz para manter a beleza da madeira, e então com uma faca mais fina, assinaria nas costas da placa de madeira. “Magestic”

Deixaria em um alto relevo o nome Don Salvatore. E então estaria tudo pronto para o presente de um dos grandes poderosos da cidade.

Após isso, Phil procuraria um devido local para descansar, tomando o cuidado de deixar a sua obra secando e no outro dia ele trataria mais uma vez de passar outra demão de verniz para que ficasse um trabalho belo e bem acabado para entregar.

Procuraria Jhonny para realizar a entrega de seu material se ele tivesse terminado, de outra forma ele continuaria a obra até que ela estivesse pronta e perfeita em sua visão para entregar ao Don.


bichaelson



Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


“Aventuras”:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 61
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

Prólogo - A primeira perna é a direita Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita EmptySeg 09 Mar 2020, 16:22


Una storia di famiglia

#04




Já com os ingredientes de sua obra-prima em posse, o artesão iniciava seu processo fino de produção da obra, sendo que, antes de pôr “a mão na massa” Phill procurava um local adequado para seu processo de dois dias, achando para isso uma pousada de baixo custo e acabava por ficar nela, uma daqueles estilos que você fica apenas para descansar e que paga na hora do checkout o que já ajudava bastante o mafioso em questão dos custos.

Tendo o local e o material preparados, o tritão começava seu trabalho manual imediatamente, pegava aquele pedaço de madeira e começava a moldá-lo primeiramente, ia afinando a peça, dando forma, esculpindo, isso ia consumindo o restante da tarde que tinha até tomar a noite e tchazam! A primeira passa estava pronta, assim como o primeiro dia já tinha acabado, e logo o rapaz ia descansar.

No outro dia, ia finalizando o trabalho indo para a parte mais fina, tomava alguns detalhes na obra e ia terminando de dar a aparência de leão para essa, assim como finalizava com sua assinatura e a homenagem para Don Salvatore. Assim, depois de passar uma camada de verniz, a fim de impermeabilizar e lustrar o objeto, o Magestic saia pelas ruas com sua peça de arte.

Muitas pessoas continuavam com o preconceito sobre ele enquanto caminhava pelas ruas, uns sequer olhavam, outros olhavam assustados para aquela peça como se talvez ele tivesse roubado ela coisa assim, imaginando que seria impossível um tritão como ele produzir algo tão fino quanto aquele leão de madeira, pena que se enganavam profundamente.

Chegando na mesma taverna de antes, o local, talvez devido por ser ainda de manhã, parecia bem vazio, sendo que lá dentro estavam apenas Jhonny, sentado na mesa com outro homem, um garçom atendendo-os e dois homens com armas de fogo que observavam de longe e ao verem a entrada de Phill não pareceram gostar nada.

- Olha só, bem na hora que eu comentei, venha até Phill! Garçom, faça o favor de servir uma bebida para o nosso novo convidado!

O empregado rapidamente voltava com a mesma bebida pedida pelo tritão da última vez e com pressa, possivelmente devido ao medo, retirava-se dali quase correndo e ameaçando tropeçar em alguma cadeira.

- Meu rapaz sonhador, permita-me apresentar-lhe esse nobre cavalheiro, seu nome é Fidno, é um dos homens de Salvatore e tem bom prestígio com ele. Pedi que viesse buscar o meu presente para o Don. Fidno, sobre o presente, mandei encomendar algo que com certeza Don Salvatore vai gostar, conheço e compartilho do bom gosto dele para animais selvagens, então por que não imortalizar tudo isso em uma única imagem?

- E sobre artesão, você quis dizer ele ? A nova figura tomava o espaço de fala e claramente olhava para o tritão-orca com os mesmos olhos de preconceito de antes, apesar que a nova figura sequer tinha sido mostrada. – Você é um carpinteiro mesmo? Ou só está tentando dar um golpe?


Legenda:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Muffatu
Game Master
Game Master
GM.Muffatu

Créditos : 41
Warn : Prólogo - A primeira perna é a direita 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2020
Idade : 34
Localização : Newberry - West Blues

Prólogo - A primeira perna é a direita Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita EmptyTer 10 Mar 2020, 22:00

Um presente para um novo amigo

O Leão Italiano






Com a escultura sob seus braços e caminhando felizmente pela cidade repleta de olhares de desaprovação, ele ia elegantemente com todo o seu porte e charme rumo a uma nova aliança, se assim podemos dizer. Ele passa por algumas pessoas que olham torto, mas dessa vez ele deixa transparecer o quanto ele importa para as pessoas. Passa por uma delas que o fita e então olha nos olhos dela, sorri e continua sua caminhada.

”Pobres seres, se soubessem o quanto a educação tem a oferecer não prestariam esses olhares e sim seguiriam a sua vida sem importar-se com os demais.”

Após algum tempo ele finalmente chega ao bar, aberto, ali dentro ele pode ver em uma mesa Jhonny e um homem a seu lado, além de dois rapazes que tinham armas de fogo e fizeram uma cara de poucos amigos com a entrada do pequeno tritão de sete metros e lá vai pedrada. Jhonny, conhecendo o tritão já se mostra mais receptivo, pede ao garçom para trazer o mesmo de ontem para Magestic, que se senta na mesa com os dois e já se afasta um bocado para que as pernas pudessem ficar confortáveis. 

Magestic coloca a peça sobre a mesa enquanto é apresentado. Fidno é o nome do distinto senhor. Ele parecendo não acreditar muito se posta de maneira costumeira a Phil e então diz:
 

- E sobre artesão, você quis dizer ele? Você é um carpinteiro mesmo? Ou só está tentando dar um golpe?

Magestic tomaria a sua dose como se não se importasse muito para a frase do homem, apoiaria uma das mãos sobre a peça enquanto a giraria tranquilamente para mostrar a sua assinatura onde agora há verniz sobre ela.
- Com a sua permissão, consagrado Fidno. Essa é a minha assinatura, ela está em cada uma das minhas criações, sejam esculturas ou pequenos barcos, elas levam Magestic no nome. Sou carpinteiro assim como o senhor é um homem que inspira respeito. É sua natureza. Não tenho interesse algum em querer dar um golpe em um homem que inspira a tantos. Não teria mérito algum, ou ganho algum visto que em uma hipótese onde eu deveria mostrar os meus feitos, eu seria testado com algumas armas apontadas a minha cabeça e nada poderia fazer, concorda? Acredito que não seria de bom tom, testar a inteligência de homens tão melhor preparados que eu. Assim sendo, só tenho a agradecer, pois achar que esse não é um trabalho meu, acredite senhor.  É uma honra.

Phil se viraria olhando para os homens que estavam com armas de fogo como se tivesse aguardando algo. Seriam eles apenas a segurança do local ou homens que estariam buscando algo contra Jhonny e Fidno?

Magestic se abaixaria e pegaria mais uma vez seu copo, tomando o devido cuidado para que não pudesse ser ouvido pela outra mesa, com o copo em sua frente para tentaria bloquear a vista de sua boca ele perguntaria aos dois de sua mesa:
 

- Aqueles senhores estão com vossas senhorias? Ou deveria me preocupar?

Nao, ele não era do tipo que corria de uma briga, mas bem. São armas de fogo não é mesmo? Uma coisa é ter a pele vez ou outra acariciada por um soco ou por uma faca que não penetrou, outra coisa era de fato parar uma bala com o peito. Se ele precisasse fazer algo era melhor saber como ele poderia agir. Não estava nem um pouco afim de ver sua obra de arte ganhar adornos de chumbo, ainda mais antes de presentear Don Salvatore.

Ignoraria um bocado os rapazes terminaria a frase:


-Terá alguma festividade?


bichaelson



Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


“Aventuras”:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Prólogo - A primeira perna é a direita Empty
MensagemAssunto: Re: Prólogo - A primeira perna é a direita   Prólogo - A primeira perna é a direita Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Prólogo - A primeira perna é a direita
Voltar ao Topo 
Página 1 de 4Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Newberry City-
Ir para: