One Piece RPG
A justiça não é cega! - Página 5 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» The Hero Rises!
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 13:59

» Capitulo II: Sangue e navalhas! O Golpe em Las Camp
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor Oni Hoje à(s) 13:44

» Nova Ficha - Regina "Gina" Drake
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor Gina Hoje à(s) 09:51

» Art. 4 - Rejected by the heavens
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 06:47

» Que tal um truque de mágica?
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 03:17

» O catálogo continua, Baterilla a cidade da beleza
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor maximo12 Hoje à(s) 00:00

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor Licia Ontem à(s) 23:32

» Seasons: Road to New World
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor Volker Ontem à(s) 22:37

» Vol 1 - The Soul's Desires
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor Arthur Infamus Ontem à(s) 22:08

» VIII - The Unforgiven
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 22:00

» The One Above All - Ato 2
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 20:53

» Cortes e Tiros, resgate na ilha das aranhas!
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor Achiles Ontem à(s) 20:49

» Bakemonogatari
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor Milabbh Ontem à(s) 20:39

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 20:25

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor Dante Ontem à(s) 19:52

» [MINI-DoflamingoPDC] A pantera negra da ilha montanhosa
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor Makei Ontem à(s) 19:43

» [Mini - Nice] A espada que dorme.
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 19:35

» [M.E.P] Nice
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 19:34

» [Mini] Albafica Mino
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor Makei Ontem à(s) 19:16

» [M.E.P] Albafica
A justiça não é cega! - Página 5 Emptypor Makei Ontem à(s) 19:15



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 A justiça não é cega!

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : A justiça não é cega! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

A justiça não é cega! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 5 EmptyQui 30 Jan 2020, 23:32

Relembrando a primeira mensagem :

A justiça não é cega!

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) civis IX-1 e Zahard H. Mizzu. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento


Data de inscrição : 03/02/2011

A justiça não é cega! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 5 EmptyQua 10 Jun 2020, 01:31


Narração


Prontamente pôs-se em frente à Routrick e preparou-se para o pior, sua posição tinha alguma aberturas, bloquear ataques não seria o ideal, porém a esquiva poderia deixar seu protegido em situação de risco. Entretanto, assim que o capanga preparou-se para atacar Cromwell, o segurança, ainda que cambaleando saltou em sua direção dando-lhe uma cotovelada na costela esquerda, aquilo o tiraria do eixo por tempo suficiente para Cromwell dar seu ataque direto no rosto do meliante. O soco não era tão forte quanto seu normal, porém tinha o efeito necessário, desacordando o capanga.

O local parecia um campo de batalha, aquela com certeza havia sido uma das manhãs mais movimentadas da vida de Routrick... Ah Routrick continuava ali em choque, não movia músculo algum, mal piscava, se ficassem em silêncio conseguiriam até ouvir o coração dele batendo rápido. Uma manhã atípica para Routrick, porém parecia algo muito comum para os moradores da área, os quais observavam das janelas e rachaduras de seus casebres enquanto comentavam entre si.

Ray caminhava até onde Routrick estava e percebia que o estado dele era grave, uma pessoa naquela idade tomar um susto desses poderia trazer problemas, aquela situação tinha sido algo realmente inesperado. Ray passava a mão em seus bolsos à procura de algo, porém ao não encontrar nada, tragava seu cigarro mais uma vez comentava com Cromwell- Parece que deixei meu Den Den Mushi no quartel novamente. Garoto, tenho mais um favor hehe.- Ray sorria como se não tivessem passado por uma situação de risco para vida de um nobre. Caminhava até Cromwell enquanto tirava sua gravata aos poucos, ao chegar no rapaz, olhava seu braço, arrumava o paletó do rapaz e o amarrava firmemente com sua gravata. Apertava um pouco mais forte com o intuito de incomodar o rapaz mesmo.- Eu vou procurar aquele moleque que esbarramos antes, se ele te falou algo e você ignorou, teremos problemas. heheh. - Ray falava em um tom ameaçador, diferente de sua postura anterior. Mas em seguida voltava para sua forma mais comum, um ser amável.

É arriscado, mas eu ficarei aqui com Routrick e os outros. Não podemos nos dar ao luxo de sermos emboscados novamente no local do evento nem no caminho de volta. Esconderei todos em algum lugar por aqui. Precisamos de toda informação possível para evitarmos qualquer outra emboscada. Carregue Earle até o quartel. Essa hora Carolyn, ou melhor, Questão, já deve estar lá. Peça para ela fazer o processo de interrogação nele, esse ataque não me parece um acaso do destino. Eu tratarei os seguranças aqui para ter reforços e imobilizarei o resto dos capangas para quando acordarem não ficarem no meu caminho. Caso encontre algum marinheiro no caminho informe minha localização prontamente e que precisamos de um time médico para nobres urgente.

Ray tinha muita paciência e dava ordens com naturalidade, com certeza essa não era sua primeira situação de emergência. Ele carregava Routrick para um canto mais aberto, com menos lixo, desabotoava suas vestes para que ele pudesse respirar e comunicava-se com o segurança que ia para lá e pra cá ao receber as ordens.

Ray entregava seu paletó para Cromwell, para que ele não fosse visto com o braço inutilizado para lá e pra cá enquanto carregava Earle. O jovem podia ir em direção ao evento e procurar alguém lá, porém corria perigo de mais uma emboscada ou voltar seu caminho passando pelo jovem desacordado e chegar até o quartel, tudo isso carregando Earle, que agora estava inconsciente, e também com um braço à menos.

Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Van

Créditos : 4
Warn : A justiça não é cega! - Página 5 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 31
Localização : -

A justiça não é cega! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 5 EmptyQua 10 Jun 2020, 22:29

A Justiça não é cega!


FALAS PENSAMENTOS Técnicas
Uma tragada, ah, como eu queria um cigarro, pensou Donovan ao ver Ray fumar em meio aquele caos. Finalmente tinham conseguido neutralizar a ameaça. Agora era a pior parte da missão: lidar com a limpeza e as consequências. Sim, lutar e enfrentar o perigo é sempre divertido devido ao pico de adrenalina. Mas e quando ela se vai? Carregar corpos, sarar feridas, preencher relatórios, tudo isso era um verdadeiro pesadelo e estava apenas começando.

— Entendido… Vou dar o meu melhor…

Dizia olhando para a fumaça, ignorando completamente a ameaça do Médico. Não se importava com a fala do garoto de antes. Ele não tinha falado nada, apenas tentado e seria sua palavra contra a do garoto. Se um agente tivesse a sua palavra posta em dúvida, então ele não deveria ser do governo. Havendo desconfiança, dificilmente alcançaria postos hierárquicos elevados e toda a sua ambição seria travada por pessoas incapazes de lhe oferecer uma chance real. Portanto, gastar tempo preocupando-se com um possível problema não acrescentaria nada, principalmente quando a missão ainda estava em andamento. Ray não era um homem sábio, posto que falar algo assim não ajudaria. Ele poderia fazer com que um agente culpado mudasse de lado e matasse todos para continuar no governo e falar que foi uma emboscada. Das duas, uma: arrogância ou inocência. Cromwell não o via como alguém inocente.

— Tsc, tô todo fudido e ainda tenho que levar esse filho da puta… missão de merda...

Murmurou enquanto iniciou a tarefa proposta pelo Médico. Dentre as possibilidades, escolheu ir diretamente para o Quartel, posto que teria marinheiros à postos para iniciar o processo de resgate e possivelmente teriam médicos e enfermeiros para atendê-lo prontamente. Levar Earle era complicado pois ele poderia acordar a qualquer momento e ser um risco. Estava também com somente um braço utilizável, então precisaria dar o seu melhor para chegar o mais depressa possível.

Na hipótese de chegar no quartel, jogaria o corpo de Earle no chão e explicaria todo o ocorrido até ali, pedindo apoio para resgatarem os feridos e principalmente o nobre. Se durante o trajeto acabasse por encontrar algum agente/marinheiro, pediria para que este fosse em socorro aos demais. Caso seja emboscado no trajeto, largaria o corpo de Earle e se prepararia para o combate. Se o bandido acordasse ou tentasse atrapalhar, tentaria nocauteá-lo com um soco para levá-lo inconsciente.


Objetivos:
 
Ponto-Situação do Personagem:
 
Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A justiça não é cega! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A justiça não é cega! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 5 EmptyQui 11 Jun 2020, 21:42


Narração



O caminho de volta foi mais tranquilo que o esperado, porém, finalmente o rapaz sentia as consequências de ter ficado acordado por tanto tempo antes da missão, seu corpo estava cansado e a dor em seu braço não colaborava, o peso de Earle o incomodava também, realmente não estava em uma boa situação. O que seu caminho tinha de tranquilo seu corpo tinha de caótico. Estava muito próximo de desmaiar por causa de seu cansaço. Tudo acontecera muito rápido.

Passava na frente dos moradores daquela região e podia ouvir seus comentários espantados com o estado em que ele estava. Chegando mais próximo da entrada de Geartrópolis já podia avistar alguns marinheiros patrulhando o local. A diferença dos locais era cada vez mais vísivel, Latem não possuía um marinheiro sequer patrulhando, mas logo na entrada de Geartrópolis já via um grupo antes mesmo de entra.

Fora reconhecido por suas vestes e assim que sinalizou para os marinheiros, dois deles vinham as pressas para ajudar o rapaz. Um deles carregava o corpo inconsciente de Earle e o outro ajudava Cromwell a se recompor para que assim fizessem o caminho mais rápido.

Ao cruzarem a entrada de Geartrópolis o resto do grupo de marinheiros se junta e ouve o relato de Cromwell sobre o acontecido. Prontamente um deles retira um Den Den Mushi e comunica-se com o Quartel General. - Atenção! Marinheiros patrulhando próximos à Latem, corram até a encruzilhada próxima à segunda saída de Geartrópolis. Time médico necessário urgente. Emboscada possível. Atenção. Quartel General CP4: Preparar sala de interrogação e médicos no local para Agente ferido.Parte daquele grupo já segue na direção que Cromwell apontava enquanto outros dois o carregavam até o Quartel General. Na porta já era possível ver Carolyn (Questão) esperando Cromwell.

- Você está com uma cara péssima. Melhore. Levarei esse cara para a sala de interrogação então. Parece que Ray não o atacou nos pontos vitais e ele não vai sangrar até a morte. -. Carolyn mostrava-se focada em sua missão de interrogar o Earle e fazia apenas um breve comentário sobre o ferimento de Cromwell. O marinheiro que carregava Earle o levava até o final de um enorme corredor. - Médicos te esperam na terceira sala à esquerda. Você pode vir observar o processo de interrogação da CP4 se quiser. Logo você fará o mesmo. É importante.- Carolyn terminava de falar e sem enrolar anda em direção ao corredor. Havia feito um convite para Cromwell, porém agora o rapaz deveria decidir se iria observar a interrogação no estado que estava ou se iria primeiro ver os médicos.

Status físico::
 
Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Van

Créditos : 4
Warn : A justiça não é cega! - Página 5 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 31
Localização : -

A justiça não é cega! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 5 EmptySex 12 Jun 2020, 19:36

A Justiça não é cega!


FALAS PENSAMENTOS Técnicas
A busca pelo Quartel foi dura, um verdadeiro sofrimento. Todo o seu corpo sofria e certamente sentiria os efeitos de tamanho esforço assim que a adrenalina fosse embora. Carregou Earle carregando também o próprio corpo em péssimas condições. A principal delas talvez fosse a ausência de tabaco em seu corpo. Ter o cigarro furtado não foi uma atitude legal e a abstinência era talvez o maior dos problemas, principalmente quando o sangue começava a esfriar. Ter uma mente forte e calma facilitava aguentar essa situação adversa até alcançar o objetivo.

Ao encontrar um marinheiro e passar as informações, parecia entrar num estado esquisito de consciência onde via tudo acontecer automaticamente e fora de seu controle. Parecia ver tudo como um filme e apenas seguia o fluxo torcendo para dar tudo certo. Estava exausto e machucado. Não tinha condições mentais de ir direto para o interrogatório, precisava se recompor e isso dependia de duas etapas: receber socorro médico e fumar um cigarro.

Portanto, iria até a sala médica onde mostraria o ferimento no braço e pediria por ajuda. Ainda lá, perguntaria se alguém tinha um tabaco disponível. Precisava urgente disso e não teria vergonha de pedir aleatoriamente. Caso conseguisse um dentro da sala, acenderia sem se importar com proibições ou algo do tipo. Na hipótese de ser tratado e liberado, sairia perguntando por cigarro para cada pessoa que encontrasse no caminho até a parte externa. Iria de marinheiro a marinheiro, agente a agente, não importava. Se visse alguém, perguntaria se havia um até ter sua vontade saciada.

Uma vez que a compulsão estivesse saciada, iria até a sala apontada anteriormente pela agente e veria o restante do interrogatório se estivesse acontecendo ou simplesmente esperaria pelas próximas ordens. Caso alguém lhe pergunte sobre o ocorrido, detalharia removendo a parte sobre o garoto ter tentado avisar. Simplesmente diria não ter entendido o que ele disse, mas o ignorou por ser um vagabundo qualquer.

Objetivos:
 
Ponto-Situação do Personagem:
 
Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A justiça não é cega! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A justiça não é cega! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 5 EmptyDom 14 Jun 2020, 01:32


Narração



Finalmente Cromwell teria o devido tratamento aos seus ferimentos. Assim que entrou na sala com os médicos já o deitaram em uma maca. Primeiro retiraram o que estava estabilizando o braço do rapaz, precisavam ver se não havia nenhum ferimento profundo. Para a sorte de Cromwell, não havia nada muito profundo, porém a quantidade de pequenos ferimentos em seu braço e pequenas e uma leve torção era o que o impedia de mover seu braço completamente.

O médico principal passava um creme nas feridas abertas no braço do rapaz e em seguida cobria o braço inteiro com bandagens e o imobilizava fazendo uma tipoia para seu braço. - Você pode tomara este remédio aqui toda vez que sentir dor, ele ajudará em sua recuperação. É um medicamento exclusivo para Agentes do Governo, para que voltem a agir rapidamente em batalha. Tome-o apenas uma vez por dia, mesmo após a melhora. Ele também lhe ajudará com seu cansaço, mas esse não é o objetivo principal dele. Precisamos evitar que isso cause problemas futuros.- O médico dizia com um tom sério enquanto entregava um pequeno pote com 20 pilulas dentro, caso Cromwell as tomasse naquele momento já sentiria enorme alívio, sua dor no braço não passaria de um simples incomodo e seu cansaço transformaria-se em energia.. O tratamento todo durou 30 minutos, assim que terminado entregaram uma nova muda de roupa para o rapaz. Quando questionados sobre a posse de tabaco, todos os médicos na sala disseram não ter nada.

Cromwell fazia a caminho de volta, chegando na entrada avistaria uma bela mulher de longos cabelos loiros fumando um cigarro do lado de fora, ela tinha pose imponente, beleza rara e um ar misterioso a rodeava. Parecia estar esperando alguém do lado de fora. Assim que Cromwell pedisse um cigarro a mulher responderia. Tome. Ouvi que Match ficou com os seus. Ele tem um péssimo costume de pegar as coisas de recrutas. A mulher entregaria um maço  com 19 cigarros, iguais ao que ela fumava, a marca era Dunboro Free uma das mais caras encontradas na região, junto do pacote havia também um isqueiro com o símbolo do governo.. Soltaria um pouco de fumaça e olharia para Cromwell.- Ray já me ligou e contou tudo da missão. Muito bem! Espero que você ainda seja útil mesmo com esse braço parado. A mulher entrava novamente no Quartel General e seguia tragando seu cigarro enquanto percorria o grande corredor até as salas de interrogação.  

Meu nome é Tina Kambol, Líder da CP4. Tina falava casualmente enquanto abria a porta para Cromwell. Quando a porta se abria revelava mais um grande corredor e no decorrer dele várias pequenas salas de interrogação. Logo na primeira ele via, através de um espelho falso, Carolyn (Questão) sentada em frente à Earle, o homem parecia em transe.

Ray me falou que você não é só músculos igual Match. Quero que prove. Na sala ao lado já temos um dos capangas de Earle esperando para ser interrogado. Essa será sua próxima missão.- Tina apontava para outra janela onde era possível ver um dos capangas agora se,máscara, possuía pequenos cortes em locais similares aos de Earle indicando que Ray já o deixou imóvel, mas consciente.- Earle já está falando, mas queremos apertar ainda mais para ver se a história bate. Um mercenário atacando um nobre não é algo do acaso. Descubra quanto eles ganharam e se possível quem os pagou. Bateremos as informações com as de Carolyn. Após isso pagaremos os valores das suas missões.-

A segunda missão do rapaz estava para começar. Ele agora deveria entrar na sala e de alguma forma tirar as informações do homem.

Status físico:
 
Histórico:
 

off:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Van

Créditos : 4
Warn : A justiça não é cega! - Página 5 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 31
Localização : -

A justiça não é cega! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 5 EmptyDom 14 Jun 2020, 11:09

A Justiça não é cega!


FALAS PENSAMENTOS Técnicas
O tratamento médico foi melhor que o esperado e ainda recebeu uma droga para aliviar as dores e lhe dar energia. Depois de suturado, tomou um comprimido e como descrito, sentiu o corpo mais energizado e disposto. Definitivamente usaria aquele remédio até o final. Talvez acabasse viciado? Talvez, mas a sensação era boa e valia o risco no momento.

Ao sair da sala, decepcionado, mas não surpreso por não ter obtido o cigarro desejado, foi até o exterior e lá encontrou uma bela humana, a qual conhecia sua breve fama e novamente estava em posse de seu tabaco assim como um isqueiro personalizado. A tal entrou e Cromwell a acompanhou pois ela parecia não ter terminado ainda. Acendeu um cigarro e tragou tão profundamente que chegou a tossir. Não estava acostumado com aquela marca cara. Quem vive na rua tá acostumado com paraguaios ou guimbas/sobras. Contudo, pulmão de pobre tem resistência extra e poucos segundos depois já estava fumando normalmente.


No interior das instalações, Donovan descobriu que a tal jovem era a líder da CP4 ou seja, a autoridade máxima do governo naquela ilha. Sua idade o agradou pois ao vê-la em tal status, percebeu que também teria chances de alcançar este posto. Todavia, não via a cp4 como objetivo final. Era apenas mais um degrau em sua busca pelo último andar. A chefe mostrou a sala de interrogatório e sua tarefa: conseguir mais informações.


- Vai ser uma experiência, heh...

Com o próximo objetivo em mãos, entraria na sala e sentaria na frente do preso ainda com o cigarro na boca. Estava com o braço esquerdo inutilizado e sabia que isso o colocava em uma posição inferior, posto que um homem ferido não passa confiança. Mas ao mesmo tempo, ele tinha esse ferimento como uma carta na manga e optou por usar a máscara do homem vingativo.

- Rapaz… pediram para eu vir te interrogar e pegar mais informações. Mas a verdade é que eu não ligo pra isso. Eu só vim aqui pra aliviar minha raiva e descontar o que fizeram comigo. Então, seu filho da puta, eu vou te fuder até você implorar para contar tudo o que sabe e quando você contar, eu vou continuar te machucando e sabe quando eu vou parar? Quando a pessoa do outro lado da porta achar que você contou o suficiente. Então eu vou aproveitar o quanto eu puder… hahaha

Após a fala, ficaria de pé e pegaria o cigarro aceso com a mão direita. Caminharia lentamente até ele e apertaria a ponta acesa na direção do olho do preso. Ele poderia desviar e pegar em outra parte, mas apertaria justamente onde o olho estava para mostrar que não estava brincando. Em seguida, daria um tapa de mão aberta no ouvido dele para lhe incomodar e dificultar os pensamentos. Enquanto o torturava, movimentar-se-ia para parecer estar cercando o preso, dando-lhe uma sensação ainda maior de impotência.

Usaria também o isqueiro, levando a chama bem perto de seu rosto, tentando verdadeiramente lhe queimar. Com a mão direita, se houvesse abertura, daria socos em sua cabeça daqueles que adolescentes aplicam um nos outros conhecidos como "moca". Alternaria tapas, socos e queimaduras, sempre se movimentando e sem nunca perguntar uma coisa sequer. Abraçaria a atuação do torturador sem sentimentos para forçar a vítima falar até mesmo de coisas que os agentes não queriam saber. Ficaria nisso por horas se necessário e só cessaria quando achasse ter obtido as informações necessárias.

Na hipótese de ser impedido de torturar ou impossibilitado de alguma forma, usaria a tática B. A de sua vivência nobre para conquistar a vítima através de sua ganância. - Garoto, aqui vai o negócio… Você já tá preso e não há nada que possamos fazer para mudar isso. Mas eu posso garantir que quando você sair, você vai ter uma vida boa. Dinheiro para mim não é problema. - Colocaria o maço de cigarros caro junto do isqueiro sobre a mesa, de modo que o preso perceba que ele não é qualquer um. Acenderia outro cigarro e ofereceria a ele. - Se você colaborar e contar tudo, eu te dou 5 vezes o valor que você receberia. Só você falar a pessoa ou lugar e eu deixo os berri… Algumas prisões valem mais do que dinheiro, sabe?! Valem status, poder no governo...então não me importo de gastar um pouco. O que acha? -


Objetivos:
 
Ponto-Situação do Personagem:
 
Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A justiça não é cega! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A justiça não é cega! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 5 EmptyQua 17 Jun 2020, 02:50


Narração



Pura violência. Esse era o cheiro que exalava de Cromwell enquanto falava com o jovem capanga. O capanga não mostrava nenhum tipo de reação à fala de Cromwell, olhava até mesmo com um pouco de desdenho. Porém isso logo acabaria ao ver Cromwell se aproximando com o cigarro.

-AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA Seu grito ecoava naquela pequena sala, o medo do capanga era quase que tangível. O rapaz conseguia apenas mexer sua cabeça no momento, pois havia sido imobilizado por Ray, porém mesmo assim Cromwell se aproveitava da situação para torturar o rapaz.

Cromwell dominava a sala, parecia um rei dos mares passando perto de uma canoa, cada pequeno movimento dele fazia o rapaz ficar com ainda mais medo. Após uma sessão de cascudos e algumas queimaduras no rosto o rapaz movia seus braços com medo protegendo seu corpo. A adrenalina que corria fazia com que conseguisse superar as dores dos ferimentos causados por Ray, voltando a ter o movimento parcial de seu corpo.

O rapaz tremia assim como qualquer um no morro tremeria ao encontrar Capitão Nascimento num beco qualquer.-Um velho... velho velho velho.... v-velho O rapaz repetia incansavelmente a palavra enquanto se tremia inteiro, estava cheio de dor e medo. - A gente precisava capturar um velho... Tinham outros... nós queríamos... o velho... Eu não sei pra que. Eu... eu não quero morrer. Eles vão matar todo mundo.- A voz do rapaz saia com dificuldade, parecia ter um nó na garganta. O suor de seu rosto escorria junto com as lágrimas e o sangue de seu olho. Mostrava-se muito vulnerável.- Eu não... n-não s-eei o q-que aquela família quer. O chefe só f-falou q-que u-uma f-família... E-eu n-não s-s-sei de mais nada. A gente só tinha que pegar o velho... Vocês não deviam estar lá. Não era pra ser assim. Não era. Não. Eu não quero morrer. Eu não quero morrer. Eu não quero morrer. Eu não quero morrer...-

O rapaz tremia em posição fetal enquanto contava parte do plano. Ele estava tremendo de medo. Não tinha mais condição nenhuma de falar, apenas ficou repetindo "Eu não quero morrer" igual à um maluco. Não sabia mais o que falar. Já não reagiria à nenhum tipo de estímulo.

Status físico:
 
Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Van

Créditos : 4
Warn : A justiça não é cega! - Página 5 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 31
Localização : -

A justiça não é cega! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 5 EmptyQua 17 Jun 2020, 13:40

A Justiça não é cega!


FALAS PENSAMENTOS Técnicas
A primeira experiência de Cromwell atuando como um torturador do governo mundial não era bem a sua primeira atuação fazendo algo do tipo. Lembrou-se do ódio sentido ao ser traído pelo único amigo e o que tais sentimentos despertaram. Por isso, essa atuação demoníaca era diferente das demais. Não tinha roteiro, trejeitos ou falas específicas. Era natural e livre, sem amarras. Precisava apenas liberar o ódio dentro de si que tudo transcorria tranquilamente.

O esforço não tão forçado assim rendeu frutos. O preso acabou sofrendo um colapso mental. Provavelmente estava cercado de gente poderosa e sabia que se fosse pego como um fofoqueiro, seria morto pela própria gangue. Havia também a pressão do interrogatório e todas essas possibilidades o afetaram mais do que poderia suportar. Contudo, Donovan obteve informações importantes e considerou um sucesso sua ação.

- Então… Temos o alvo e temos o mandante… ou melhor dizendo, mandantes. Qual o próximo passo?

Diria após sair da sala e encontrar a chefe da CP4 ou algum outro responsável. Ouviria o que tivessem a dizer enquanto acendia um cigarro e travava profundamente, tentando diminuir os batimentos cardíacos elevados devido à atuação estressante de agora pouco e resetar, voltando ao seu "eu" normal.

- Qual o próximo passo?

A droga utilizada anteriormente ainda fazia efeito e sentia-se pronto para mais uma missão, mesmo com o braço inutilizado. Se fosse ordenado, tentaria entender tudo corretamente e seguiria em direção ao local desejado.


Objetivos:
 
Ponto-Situação do Personagem:
 
Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A justiça não é cega! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A justiça não é cega! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 5 EmptyQua 17 Jun 2020, 23:44


Narração



Após se recompor, Cromwell saiu da sala, como se nada tivesse acontecido. Encontraria com Tina o esperando. Seu olhar era intimidante até mesmo para aquele rapaz. Ela não demonstrava raiva, porém se mostrava um tanto quanto incomodada. - Igualzinho ao Match... tch-. Seu tom era seco, ela fitava o rapaz e andava em direção à porta de saída.- Vá se trocar e coma algo de uma vez, sua cara é péssima. Em três horas quero todos na sala de reuniões no quarto andar, algo preocupante está acontecendo na cidade.

Com essa breve mensagem, Tina seguiria seu caminho de volta pelo longo corredor, até desaparecer em uma das salas. Cromwell agora tinha sua liberdade novamente. Passando pela cozinha sentiria o doce cheiro do almoço, dessa vez o local tinha comida, diferente da noite anterior, uma mesa farta para que todos pudessem se servir, comer e beber tranquilamente.

Mesa:
 


Caso seguisse para seu quarto no segundo andar, encontraria roupas limpas e faixas novas para quando precisasse trocar de tipoia. O rapaz agora tinha tempo para fazer outras coisas, só tinha que tomar cuidado, caso dormisse poderia acabar se atrasando para mais uma atividade no dia.


Status físico:
 
Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Van
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
Van

Créditos : 4
Warn : A justiça não é cega! - Página 5 5010
Masculino Data de inscrição : 31/10/2011
Idade : 31
Localização : -

A justiça não é cega! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 5 EmptyQui 18 Jun 2020, 02:04

A Justiça não é cega!


FALAS PENSAMENTOS Técnicas
O interrogatório chegou ao fim e diferente do imaginado, sua superior não parecia feliz com o resultado. A chefe agiu com desprezo, muito provavelmente devido ao método utilizado, reprovando a ação. Por fim, antes de sair, ela apontou a localização e o horário da próxima reunião, dando liberdade para o agente até a hora do encontro.

- Hm, acho que vou amassar um prato agora… hehe...

Sentia o corpo ser levado pelo aroma como um fantasma flutuando de tanta fome e atração pelo bom aroma .Faria uma boa refeição e tentaria se alimentar de maneira saudável e não exagerada pois não sabia se teria outra tarefa no dia e não poderia arriscar passar mal. Em seguida, iria até o quarto, pegaria o traje novo e tomaria um banho demorado. Trocaria as bandagens e após colocar novas, vestiria o uniforme novo. Por fim, iria até o quarto andar e procuraria pela tal sala de reuniões onde seria realizada a instrução e tentaria cochilar nela para não se atrasar, sentando em uma cadeira ou até mesmo no chão. Se a sala estivesse ocupada ou trancada, procuraria o lugar mais próximo onde pudesse descansar confortavelmente e ali ficaria. O medo do atraso não existiria por estar tão perto e assim conseguiria dormir e se recuperar ainda melhor.

Conseguindo descansar ou não, tentaria estar atento às palavras da chefe na reunião. Sentar-se-ia o mais afastado possível para não trazer atenção indevida e acenderia um cigarro para lhe fazer companhia durante o possível monólogo. Caso lhe fosse perguntado algo, responderia dentro do possível. Se fosse ordenado, acataria a ordem mesmo sendo esquisita ou esdrúxula como um bom agente fiel do governo mundial.


Objetivos:
 
Ponto-Situação do Personagem:
 
Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.youtube.com/ocanilbr
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A justiça não é cega! - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A justiça não é cega! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 5 EmptySex 19 Jun 2020, 04:24


Narração


Após alimentar-se e trocar de roupa, Cromwell subia até o quarto andar para a sala de reuniões. Assim que chegava encontrava uma grande sala de espera com vários vasos de plantas exóticas, os sofás eram largos e estavam presentes em todas as paredes. Mais a frente havia uma enorme porta com o símbolo do Governo Mundial e sua maçaneta era do mesmo formato que a insígnia do CP4, no momento a porta estava trancada. Não havia ninguém na sala de espera, então Cromwell podia deitar tranquilamente no local e tirar seu precioso cochilo.

Ao abrir os olhos Cromwell veria seus companheiros Match, Carolyn e Ray entrando na sala
com alguns estranhos agentes seguindo Tina. O rapaz acordou no momento certo. A sala de reuniões era enorme, havia uma grande mesa com 12 lugares, porém apenas os 8 membros estavam no local. no fundo da sala, atrás da cadeira principal havia 3 quadros, um símbolo do Governo Mundial, símbolo do CP4 e no meio o rosto de Tina. De uma lado estavam Match e Carolyn e outros dois agentes, do outro Ray e mais duas figuras esguias totalmente de preto, porém com o símbolo da CP4 e ao centro Tina. Na frente de cada acento havia uma jarra com água gelada, pequenos biscoitos e um pequeno guardanapo.

- Vamos ao que interessa.- falava Tina em seu tom autoritário já conhecido por todos.- O incidente de hoje nos traz algumas preocupações. Ray e Carolyn irão apresentar o problema. Com isso Tina sentava-se e Ray levantava com um sorriso no rosto.

- Boa tarde, meus amados. Serei breve. Hoje houve um atentado ao meu estimado amigo Sr. Routrick. Como de costume estávamos escoltando ele para o "Lançamento de Moeda" no caminho que passava pela parte rural de Latem ao leste quando fomos emboscados por um grupo que queria pegá-lo. Eu e o Garoto demos conta do recado. Routrick está em sua cama salvo, porém não tão são assim hahaha. Ray falava como se estivesse contando uma história em um boteco qualquer. Não se apegava muito aos detalhes. Os membros ali presentes conversavam entre si em choque, mas assim que Carolyn começou a falar, apenas sua voz era ouvida.

- Earle, o mercenário que estava crescendo e sua gangue atacaram Routrick. Após interrogação descobrimos que não agiram sozinhos, há bastante dinheiro envolvido. Uma família criminosa atacando investidores da cidade.- Carolyn como sempre era direta, não dava muitos detalhes sobre sua interrogação e após sua fala retornava ao seu lugar. Os homens ao seu lado novamente comentavam entre si, mas ficavam em silêncio assim que Tina voltava a falar.

-Bem...- Falava um pouco desapontada com o resumo que o grupo deu. - Durante a interrogação Carolyn descobrimos que pelo menos outros 2 grupos de mercenários profissionais foram mobilizados para fazer este ataque. Cada um estaria presente em um dos 3 caminhos para o evento. Alguns marinheiros foram averiguar após o atentado, porém não encontraram ninguém suspeito no local. - Tina fazia uma pausa para tomar um gole d'água, com isso o homem ao lado de Match se pronunciava.

-Estão pagando para atacar nobres agora? Qual a finalidade? O homem tinha uma grande quantidade de pelos no rosto e uma feição um tanto quanto agressiva, porém seu tom de voz era calmo e confortante, talvez ainda mais do que o de Ray. -Quem teria dinheiro para contratar tantos mercenários assim? Perguntava incrédulo.

-Ótimas perguntas, Sorin. Durante a brutalização, digo, interrogação do Sr Donovan, nosso mais novo Agente, descobrimos que é uma família que está financiando esses ataques. Aparentemente alguém com muito dinheiro. Carolyn conseguiu descobrir também que talvez essa família não esteja aqui, mas sim em outra ilha, porém precisamos investigar os moradores de Briss Tower também, não podemos deixar nada passar. As ordens dadas ao grupo de Earle eram a de captura, então é alguém que precisa dele vivo.- Tina faria mais uma pausa para água e nisso uma das figuras esguias se levantaria.


- Capitã, é necessário então dividirmos, Capitã. 3 grupos, Capitã. Explorar ilha suspeita, Capitã, Investigação de nobres, Capitã, e Escolta particular do Senhor Routrick para encontrar os outros mercenários, Capitã.-A figura tinha uma voz sombria, não era possível descrever se era homem ou mulher, porém, assim que começou a falar Cromwell sentiria um arrepio. Era intimidador, porém falava de uma forma estranha, repetindo a palavra Capitã à todo momento.

- Exato, Toll. Já tenho os líderes dos grupos para prepara-los para seus próximos passos. Só tenho que definir membros, há duas pessoas que ainda não encaixei em grupo nenhum, quero ouvir deles. Tina olhava para Match e em seguida para Cromwell. - Cromwell, apresente já qual grupo você se encaixaria melhor e o motivo. Exploração, Escolta ou Investigação? Explicarei detalhes em seguida, mas quero ouvir de você agora. Tina parecia didática demais pela primeira vez, ela queria que o rapaz mostrasse seu interesse real em alguma coisa finalmente. Por isso esperava sua resposta.


Status físico:
 
Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




A justiça não é cega! - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: A justiça não é cega!   A justiça não é cega! - Página 5 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A justiça não é cega!
Voltar ao Topo 
Página 5 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Briss Kingdom-
Ir para: