One Piece RPG
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» On The Top Of The World
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor Ceji Hoje à(s) 21:32

» A justiça não é cega!
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor Van Hoje à(s) 20:27

» Capítulo I: Meu nome é Cory Atom! Filho de Kouha Atom
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor Kiomaro Roshiro Hoje à(s) 18:06

» There's no good man in the west
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor PepePepi Hoje à(s) 17:45

» The Victory Promise
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor Apoo Hoje à(s) 16:58

» Red Albarn e o Alvorecer de um Herói
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor GM.Doodles Hoje à(s) 15:22

» [Mini-Handa] Uma beleza preguiçosa
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor Handa Hoje à(s) 05:11

» Al mare!
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor Fanalis B. Ria Hoje à(s) 05:00

» Vermelho
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 04:15

» Ficha - Dylan Jones
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 02:31

» Dylan Jones
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 02:30

» [MINI - Gon Vinteluas] *SENHORAS E SENHORES!*
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor Bijin Ontem à(s) 22:16

» [MINI-Yahikko] - A partir do zero!
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 20:32

» Una Regazza Chiamata Pericolo
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor Vrowk Ontem à(s) 20:03

» Unidos por um propósito maior
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor madrickjr Ontem à(s) 17:22

» [MEP] 01 | Eco
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor DJ GBR Ontem à(s) 17:06

» [MINI - DJ GBR] 01 | Eco
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor DJ GBR Ontem à(s) 17:03

» Faíscas da Revolução
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor K1NG Ontem à(s) 13:46

» O Sapo Mágico
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor K1NG Ontem à(s) 13:15

» Apresentação 3 - Falência Abrasiva
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Emptypor GM.Furry Ontem à(s) 12:06



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Red Albarn e o Alvorecer de um Herói

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 47
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Empty
MensagemAssunto: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói EmptySex 24 Jan 2020, 01:52

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Red Albarn. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Doodles
Game Master
Game Master
GM.Doodles

Créditos : 73
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói 10010
Masculino Data de inscrição : 08/08/2017
Idade : 25

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói EmptySex 24 Jan 2020, 02:09



O Alvorecer de um Herói


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Post 1 - O Início da Jornada


“A chegada do nosso herói à Malkiham é aquilo que marca o início da sua jornada. É nessa ilha que Red Albarn foi apresentado pela primeira vez ao mundo… Bem, não da forma como ele imaginou que seria, pois ainda precisamos contar muitas histórias até chegarmos ao dia onde seu nome ficou realmente conhecido como o de um grande herói. E assim como começam todos os dias, a história de Red Albarn… Começa com um amanhecer.”

A viagem de Vintarion até Minion Island levou alguns dias por conta daquele drakar velho que seus conterrâneos tinham e que era necessário remadas constantes para conseguir navegar pelas águas. Red não ligava muito para isso, até ajudou bastante a remar a embarcação com seus companheiros, pois desde que conseguisse chegar ao seu destino, para ele já era suficiente. Quando o capitão anunciasse que estavam finalmente chegando em terra firme, Red sairia às pressas do navio carregando tudo que tinha trazido de casa… Basicamente uma sacola de pano com algumas roupas e apenas isso.

“Bem, Red infelizmente era ainda inocente demais para entender que no lugar para onde ele estava indo, aqueles que vinham das terras distantes do norte não eram muito bem vindos… E sendo sincero, os povos nórdicos faziam muito por merecer essa má fama, ainda que o motivo para eles estarem sempre tentando vir para o sul seja para buscar terras mais agradáveis para se morar.”

Como um jovem garoto, seus olhos brilharam ao ver uma nova ilha tão de perto, nunca havia saído da sua ilha natal e a sensação de estar visitando um lugar novo era incrível para ele. Alguns dizem que ainda estava de noite quando ele botou os pés sobre o solo nevado de Minion Island, enquanto alguns preferem dizer que já era de dia quando aconteceu, mas a verdade é que isso não faz muita diferença para o avançar da história.

“Ou talvez eu não lembre mesmo, mas se minha memória ajudar eu confirmo em que momento do dia ele estava...”

- Obrigado pela carona, galera. - Agradeceu Red aos homens que vieram junto com ele em um dos drakar. - Não era bem assim que eu imaginava que seria uma outra ilha… Sendo bem sincero não é muito diferente de Vintarion, tirando o fato de que parece ser bem maior. As águas continuam geladas e com icebergs, é frio e tem neve no solo. Enfim, para onde fica a cidade?

Diante desse momento, Red Albarn estaria ainda dependendo de seus conterrâneos para saber o que fazer a seguir, portanto precisaria ouvir as palavras daquele que era considerado o líder dessa invasão selvagem e entender quem realmente eram os homens que saíam de Vintarion para navegar pelos mares e muitas das vezes - quase sempre - não retornavam.

De onde vieram, os recursos eram bem limitados, suas armas eram de pedras ou forjas de baixa qualidade; suas defesas eram apenas roupas pesadas para se proteger do frio e com sorte um ou outro poderia ter alguma armadura roubada ou improvisada; sendo que no caso de Red ele tinha apenas pele de animais e um cachecol vermelho, inclusive não carregava nenhuma arma ou algo parecido para combate.

“O que Red ainda não sabia é que em Minion Island existe uma enorme muralha que impede a passagem dos povos do norte de adentrarem o território da ilha e que dentro dessa muralha residem patrulheiros cujo único propósito é atacar esses povos nórdicos considerados selvagens quando estes tentam invadir os terrenos de Minion Island. Acho que você já consegue imaginar para onde essa história vai, não é? “Agora espera aí, deixa eu me lembrar… Quem foi que atacou primeiro, foram os nórdicos ou os patrulheiros?”

Citação :
Narração
Falas do "Narrador"
Falas do Red
"Pensamentos do Red"

Para o narrador:
 

Histórico:
 

Objetivos:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Assinatura
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Bijin

Créditos : 50
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói EmptySex 24 Jan 2020, 18:56


Embora poucas pessoas sabiam que parte do dia era exatamente, o fato é que chegaram em uma grande ilha que parecia muito mais um bloco de gelo do que um pedaço de terra. Temperatura muito baixa e um vento muito forte logo diziam aos experientes que se não tivessem fogo e abrigo logo, antes mesmo de encontrarem uma cidade todos congelariam.

Logo a líder Sonja tomava a frente das três drakars que haviam chegado em Minion Island, a viagem havia sido terrível e durante o trajeto dois navios se perderam e um terceiro o próprio Red havia observado ele naufragando em meio a tempestade sem poderem fazer nada.

- Homens de Vintarion, chegamos nas terras distantes.  - Dizia ela com sua forte voz chamando a atenção de todos. - Homens da Drakar esquerda, busquem lenha para fazer nossos abrigos. Drakar central, busquem lenha para acender pelo menos quatro grandes fogueiras e manter elas acesas a noite toda. - Então a líder se virava para a drakar da direita, na qual nosso protagonista fazia parte. - Em duplas patrulhem a área, olhem tudo a dois quilômetros à nossa volta, qualquer coisa estranha venham me avisar e não hajam precipitadamente, entretanto se acharem uma caça não vou reclamar de receber porção extra de alimento..

Sonja:
 

Era evidente que em uma terra hostil como Mnion Island, estar em bando era muito mais simples. A poucos metros do litoral onde estavam havia uma leve inclinação de trinta graus para cima e havia o que parecia uma floresta com árvores espaçadas, entretanto não havia nenhum sinal de verde nelas, todas elas estavam pretas como carvão, mas se tocassem nela perceberia que estava firme e forte.

- Não há o que agradecer! - Disse Magnus, um homem muito alto, forte e já com uma idade, mas reconhecido como um dos maiores e mais fortes guerreiros de Vintarion. - Vamos nós dois juntos, assim posso cuidar de você.

Magnus:
 

A diferença do tamanho dos dois era grande, Magnus fazia juz ao seu nome, ele tinha pelo menos 40-50 centímetros maior que Red. Todavia era o momento de entrar em ação, todo o povo começava a se mexer e começariam logo a montar o acampamento. Era hora de dar os primeiros passos nessa terra gelada.

FALAS: escreveu:

SONJA
MAGNUS

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Doodles
Game Master
Game Master
GM.Doodles

Créditos : 73
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói 10010
Masculino Data de inscrição : 08/08/2017
Idade : 25

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói EmptySab 25 Jan 2020, 15:18



O Alvorecer de um Herói


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Post 2 - Explorando terras desconhecidas


A viagem até Minion Island não foi fácil para aqueles que vieram de Vintarion nos característicos navios dos povos do extremo norte do North Blue. Liderados por Sonja, uma respeitada e poderosa guerreira, os bárbaros perderam metade de suas embarcações, chegando ao território de Minion Island com apenas três drakkars restando. Para Red, essa emocionante aventura era apenas uma viagem que seus conterrâneos estavam fazendo para buscar alimento, visitar ou explorar novos lugares, mas mal imaginava o nosso herói que essa viagem não seria uma aventura tão amigável assim.

Sem perder tempo, logo que chegaram ao local, Sonja já começou a organizar seus homens para realizarem trabalhos, alguns deveriam procurar lenha para o acampamento, enquanto o restante deveria patrulhar a região e trazer de volta as descobertas para ela. Red não entendia muito bem o motivo para terem que ficar ali criando abrigos ao invés de ir até a cidade da ilha e pedir que lhes dessem hospedagem, mas ele poderia fazer essas perguntas a Magnus enquanto patrulhava com ele a região.

Magnus foi quem liderou o drakkar que Red viajou, ele era um dos poucos amigos de sua mãe no passado e o único que sempre esteve do lado dela quando todos os outros de Vintarion a chamavam de louca por dizer que estava grávida de um filho de Kemya, a deusa nórdica da fertilidade. Magnus é o mais próximo que o garoto teve de uma influência paterna e muitos em Vintarion acreditavam que o filho de May Albarn era dele, e ainda que não fosse uma pessoa de grande importância durante a história de Red em sua ilha natal, aqui em Minion Island, Magnus é uma das pessoas mais importantes para o início da história do nosso herói.

- Por que não vamos logo para a cidade da ilha e pedimos abrigo aos moradores? - Perguntou Red a Magnus antes ainda deles saírem para patrulhar a região. Para um garoto que passou boa parte da vida dedicado a cuidar de sua mãe doente e a outra parte a ajudar os moradores de seu vilarejo, a ideia de que nem todo mundo era bondoso e solidário com desconhecidos era difícil de se compreender, mas ele logo descobriria isso, talvez o próprio Magnus explique para ele ou então deixe para que Red descubra sozinho a verdadeira natureza humana. - Se vamos buscar lenha preciso de uma arma… Sabe se tem alguma sobrando aí? - Perguntou ele ao bárbaro procurando por alguma espada ou machado que estivesse sobrando, porém se houvesse também algum escudo ele pegaria junto com a arma. Ainda que nunca tenha ido caçar grandes animais, Red sabia que os guerreiros de Vintarion costumam lutar com uma arma e um escudo.

Conseguindo ou não qualquer uma dessas coisas, Red acompanharia Magnus para onde ele fosse, observando sempre com bastante atenção os arredores para tentar achar algo interessante, fosse uma planta, um animal ou até mesmo uma pessoa. Mesmo que o principal objetivo ali fosse patrulhar a região ou recolher lenha, os olhos inocentes e empolgados de Red buscariam sempre olhar para a natureza ao seu redor, tentando encontrar algo que fosse diferente de sua terra natal, fosse o formato de uma folha, o tamanho de uma árvore ou uma espécie diferente de animal.

- Tem certeza que ainda não estamos em Vintarion? Parece tudo tão igual. - Perguntaria Red se por acaso não encontrasse nada de diferente.

“Hahaha, bobinho, é óbvio que você não está mais em Vintarion, basta olhar para o horizonte, nossa ilha não era tão grande assim.” - Disse a voz de Chessy na cabeça de Red enquanto o fantasma da alma dela surgiu ao seu lado caminhando com ele.

- É… Talvez você esteja certa. Como sempre. - Responderia Red para o nada, o que faria Magnus e quem mais estivesse por perto ter certeza que ele estava falando sozinho. Entretanto, aqueles que já conheciam o garoto de alguma forma saberiam do seu costume de falar com o que só ele é capaz de enxergar.

Caso tenha conseguido um escudo - provavelmente de madeira -, Red tentaria usá-lo para bloquear possíveis ataques que fossem feitos contra ele, porém a possibilidade de que Magnus fosse o seu guardião eram altas também. Contudo, se o bárbaro vintariano não fosse capaz de perceber um ataque inimigo (animal ou humano), Red então - provavelmente graças a sua audição apurada - se adiantaria para tentar defendê-lo de alguma forma, seja empurrando ou alertando com um grito:

- MAGNUS, CUIDADO!

(Editando pra dar uma info: não é porque eu to cogitando a possibilidade de achar e usar um escudo que caso isso aconteça eu vou saber como usar kkkk eu ainda não tenho a perícia escudista, e a ideia disso é apenas o Red copiar a postura dos seus conterrâneos.)

Citação :
Narração
Falas do "Narrador"
Falas do Red
"Pensamentos do Red"
"Falas da Chessy"

Histórico:
 

Informações do Personagem:
 

Técnicas:
 

Inventário:
 

Objetivos:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Assinatura
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Bijin

Créditos : 50
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói EmptySeg 27 Jan 2020, 23:49


Os sonhos de uma aventura colorida nas terras nevadas de Minion parecia estar ruindo diante dos olhos do jovem guerreiro Albarn, pois imagina que nesse momento eles iram para alguma cidade, ver uma nova cultura e costumes, quem sabe o quanto não poderiam aprender naquela ilha, mas a realidade era outra.

- As coisas infelizmente não são tão simples. – Disse o grande amigo ao jovem Red respondendo a pergunta. - A realidade é que lutamos muitas vezes contra o povo daqui, somos aos olhos deles algo como bárbaros. – Então Magnus dava uma alta e sonora risada. - Nós por geração saqueamos, estupramos e pilhamos essa ilha. Por que acha que que vão nos receber?

Red teria o tempo necessário para assimilar a resposta enquanto outras pessoas começavam em suas missões, como ele poderia ver era um bando armado, caras ferozes e hábitos brutos, mas isso não era normal? Será que os povos do sul não viviam assim.

- Nos vamos para a patrulha. – Disse Magnus apontando uma direção para o jovem. - Vamos naquela direção, é o mais próximo da muralha. – Dizia ele enquanto apontava para uma pilha de espadas e escudos. - Pegue sua arma e vamos, quanto mais cedo formos e mais longe enxergarmos, mais seguro nosso povo vai estar.

Então os dois seguiram sua caminhada, logo ganharam alguma distância do ponto de origem, e nesse momento Red sentia as dificuldades do ambiente, nenhuma pessoa normal conseguiria andar sem se cansar com uma neve tão profunda, pois a neve batia em seu joelho e caminhar não era fácil. Mas depois de um tempo Magnus para e ele pede silêncio e se agacha, então aponta para o lado esquerdo e Albarn então se surpreende. Era um lobo gigante, todo branco, um animal forte e selvagem, ele carregava em suas mandíbulas um alce deixando um rastro de sangue. A distância entre o lobo e a dupla de vigia não passava de 200 metros. Para piorar a situação o jovem de Vintorion tinha a certeza de que o lobo havia visto eles, mas no momento apenas ignorava eles.

- Esse lobo tem um dono. – Disse Magnus com certa apreensão. - Um jovem guerreiro chamado Jon Snow, ele com o lobo mataram mais de 10 dos nossos homens na última vez que estivemos aqui. – Então Magnus levantava devagar e começava a recuar. - Vamos voltar até Sonja, não estamos longe do nossos navios e podemos ser encontrados a qualquer momento.


FALAS: escreveu:

SONJA
MAGNUS

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Doodles
Game Master
Game Master
GM.Doodles

Créditos : 73
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói 10010
Masculino Data de inscrição : 08/08/2017
Idade : 25

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói EmptyQua 29 Jan 2020, 03:35



O Alvorecer de um Herói


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Post 3 - A natureza do povo vintariano


Assim que Red ouviu as palavras de Magnus, levou um certo tempo até ele entender que isso que o seu conterrâneo acabou de dizer era verdade e levou ainda mais tempo para ele processar que na verdade não estavam ali para uma viagem a turismo onde seriam super bem recebidos e tratariam o povo visitado com educação… Não, era tudo o oposto disso. Como pode ter vivido tanto tempo acreditando em algo que nunca existiu? Quando foi que sua mente foi manipulada desse jeito? Ou será que… Ele criou essa imagem da sua ilha sozinho? Nunca se deu ao trabalho de perguntar a ninguém, mas também nunca vieram até ele para contar o que faziam nas ilhas ao sul.

- Você sabia disso… Mãe? - Perguntou Red para o nada, ou melhor, para a alma de sua mãe que ele era capaz de ouvir ao seu lado.

"Sim… Eu achei que se O Herói Que Foi Prometido soubesse quem realmente eram os homens de sua ilha, ele poderia ser corrompido para se tornar como eles. Eu não queria que você fosse influenciado pela nossa verdadeira cultura, Red, então desde que nasceu eu fiz de tudo para mantê-lo afastado disso… Me desculpe, mas espero que entenda." - Disse a alma de May colocando a mão sobre o ombro direito do filho.

- Você também sabia, Chessy? - Perguntou Red sério para a alma da sua amiga à sua esquerda.

"Sim, meu pai era um dos guerreiros vintarianos… Eu sabia que havia algo de diferente em você, Red, você era puro, ao contrário dos outros homens da ilha, e ao perceber que isso talvez fosse por conta da sua inocência, eu não quis ser aquela que iria mudar isso. Sinto muito por estar descobrindo isso apenas hoje e que provavelmente presenciará o pior do nosso povo." - Respondeu Chessy cabisbaixa por estar tendo que assumir isso para o amigo.

Red fechou os olhos por alguns segundos, sentindo o vento frio das terras de Minion Island tocarem as partes descobertas de seu corpo e em seguida avançar para o interior de suas narinas ao respirar fundo. Por mais que nada ainda tivesse acontecido, o nosso herói sabia que era só questão de tempo até o primeiro ataque acontecer, se não fosse deles seria dos habitantes da ilha.

Muitos dos que estão hoje aqui com ele são pessoas que ele conviveu durante a vida toda, pessoas com quem tem um laço de intimidade ainda que mínimo… Porém essas pessoas estão aqui para fazer mal aos moradores de Minion Island, roubá-los, feri-los e matá-los. Mesmo que sejam seus conhecidos atacando aqueles que nunca viu na vida, um herói não pode deixar de ajudar uma pessoa inocente que esteja precisando ser socorrida.

Ao abrir novamente os olhos, Red encarou Magnus com seriedade.

- Vocês não podem fazer isso. Nós não podemos fazer isso! - Bradou Red de maneira firme para o homem à sua frente. - Não podemos atacar pessoas inocentes dessa maneira, o que diabos pensam que estão fazendo? Como esperam ser bem recebidos pelos povos do sul se agem dessa maneira selvagem? - As chances de Magnus não lhe dar atenção eram altas, afinal é difícil mudar o pensamento tão extremo como esse de uma hora para outra. Para os Vintarianos o que eles estavam fazendo era normal.

"Não vai ser fácil convencê-lo, Red." - Disse a voz da alma de Kemya, a deusa da fertilidade e também aquela que lhe colocou dentro do ventre da virgem May. - "Os nórdicos seguem a nós, deuses, há milhares de anos e desde os primórdios lutar e matar é necessário para suas almas serem levadas a Halaval. Oh, meu querido, os vintarianos são um povo guerreiro, você acha que conseguirá mudar a natureza deles com tão pouco?"

Todas as vezes que ouviu sua mãe lhe contar sobre os deuses e toda a religião de seu povo, Red sempre enxergou o salão de Halaval como um paraíso para os guerreiros que foram heróis em suas batalhas, pessoas lutaram bravamente para proteger seus companheiros quando estes estavam sob perigo… Mas nunca foi assim. Halaval é um lugar que abriga assassinos sanguinários, homens e mulheres que sentem o prazer em tirar a vida de alguém.

“E nesse momento, Red Albarn decidiu que se ser digno de passar pelos portões de Halaval significa criar guerras e matar pessoas inocentes… Então que Korin jogue sua alma no mais profundo abismo de Kiffheim.”

Olhando para a pilha de armas que havia ali perto, Red pegou a primeira espada e escudo que viu e seguiu às pressas na direção de Magnus. “Espero não ter que usar isso contra alguém”, pensou o garoto enquanto corria sobre a neve alta com o par de armas bem firmes em suas mãos. De fato caminhar por esse terreno de Minion Island não era tarefa fácil, mesmo para Red que já estava acostumado com o clima frio do norte, então alcançar Magnus poderia ser uma tarefa difícil a menos que o bárbaro parasse de avançar por opção, que foi exatamente o que ele fez ao notar a presença de um animal… Não qualquer animal, mas um intimidador lobo gigante branco como a neve e que estava carregando com a boca um alce inteiro.

- Puta que pa… - E antes que terminasse de soltar o palavrão sincero, Magnus fez sinal para que Red fizesse silêncio e se mantivesse oculto, o que foi exatamente o que o garoto fez sem pensar duas vezes.

Ainda que tivesse acabado de renegá-los, o que o jovem do cachecol vermelho mais fez nesse momento foi rezar para que o lobo não decidisse atacá-los… E tivesse sua oração tido algum efeito ou não, de fato o animal não os atacou, preferindo ficar satisfeito apenas com o seu alce. Quando já estavam livres do perigo, Magnus começou a explicar sobre o lobo e o seu dono, mostrando que o animal já era conhecido pelo povo vintariano e era tão perigoso quanto seu dono, Jon Snow.

- Uou, mais de 10? Isso é realmente impressionante… - Comentou Red ajeitando o cachecol vermelho no pescoço para manter-se mais aquecido.

Magnus então disse que deveriam retornar para o acampamento, pois já tinham visto o suficiente e poderiam ser encontrados agora que o lobo poderia tê-los visto.

- Por que temos que fazer isso, Magnus? Por que temos que atacar essas pessoas? Podemos entrar em um acordo com as pessoas de Minion Island, temos homens talentosos em nossas vilas que podem oferecer bons produtos. Temos guerreiros exemplares como você que podem ajudar nas defesas desse país ou até mesmo músculos fortes para mão de obra. Nós não precisamos guerrear desse jeito se tudo que precisamos é um pedaço de terra podemos pedir e dar ao rei desta ilha algo que o agrade. - Tentou Red convencer o guerreiro vintariano com suas palavras otimistas e recheadas de confiança na humanidade.

A maneira exata como Magnus iria reagir a isso é uma incógnita, mas a chance dele ouvir e entender o que Red estava querendo passar eram bem mínimas, de qualquer forma, se o óbvio chegasse a acontecer e ele tratasse tudo como uma piada ou simplesmente não desse a devida atenção ao garoto que o acompanhava, então Red apenas guardaria a espada no cinto de couro em sua cintura e diria:

- Tudo bem, pode voltar sozinho para o abrigo, irei provar que estou certo… Eu estou indo atrás desse tal Jon Snow. - E com apenas o nome de uma pessoa para procurar, Red daria as costas ao bárbaro e seguiria o rastro de sangue deixado pelo lobo branco.

A partir desse cenário, Magnus poderia fazer como Red disse para ele fazer ou ainda decidir por seguir o jovem imprudente em sua jornada solitária por essas terras desconhecidas, e tudo depende do quanto o selvagem guerreiro vintariano se importa com o garoto. Então se por acaso Red e Magnus sejam próximos o bastante para o bárbaro decidir acompanhá-lo nessa missão idiota - ou pelo menos para tentar impedi-lo -, isso já seria suficiente para fazer o garoto abrir um leve sorriso.

Citação :
Narração
Falas do Red
"Pensamentos do Red"
"Falas do 'Narrador'"
"Falas da Chessy"
"Falas da Kemya"
"Falas da May"

Histórico:
 

Informações do Personagem:
 

Técnicas:
 

Inventário:
 

Objetivos:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Assinatura
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Bijin

Créditos : 50
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói EmptyQua 29 Jan 2020, 14:53


  O jovem Red pensava em quão iludido era sobre as viagens que o seu povo fazia para o sul, mas nunca imaginou que quando os "heróis" do passado chegavam com carne, verduras, frutas e sementes, que esse alimento custou sangue de muitos guerreiros de Minion Island como também da pequena Vintaria. Esse mesmo alimento que ajudou Albarm a crescer e se desenvolver, um alimento sujo de sangue.

Todavia o jovem era chamado a realidade, ainda mais quando se vê um lindo lobo branco gigante cuja força arrastava com facilidade um alce. Esse é o tipo de momento que todos se tornam mais religiosos, orar, clamar aos deuses, buscar o auxílio do divino de alguma maneira, tudo é feito em busca de salvação, mas a realidade é que poucos oram pela rendição da alma. Todavia as preces do jovem protagonista parecem ter alcançado os céus e o lobo apenas ignorou a presença dos humanos.


Red Albarn escreveu:
- Por que temos que fazer isso, Magnus? Por que temos que atacar essas pessoas? Podemos entrar em um acordo com as pessoas de Minion Island, temos homens talentosos em nossas vilas que podem oferecer bons produtos. Temos guerreiros exemplares como você que podem ajudar nas defesas desse país ou até mesmo músculos fortes para mão de obra. Nós não precisamos guerrear desse jeito se tudo que precisamos é um pedaço de terra podemos pedir e dar ao rei desta ilha algo que o agrade.


- Não sei exatamente como isso começou. - Magnus tentava responder do jeito que poderia ao seu pequeno amigo. - Mas nas três vezes que estive aqui nós não atacamos nenhuma vez, mas fomos sempre atacados. - Então respirava pegando fôlego enquanto caminhavam. - Não há comida em abundância aqui nessas terras, muito pelo contrário, a comida para os próprios moradores e escassa, talvez alguma negociação tenha dado errado no passado, mas o fato é que hoje nosso povo é inimigo do povo de Minion Island e não conseguimos mais dialogar.

Mesmo ouvindo a resposta de Magnus e jovem Red não se conformava com o status quo que a relação entre os dois povos se encontravam ele não queria desistir de criar uma relação de paz entre ambos e para isso tinha um nome em sua mente, Jon Snown, por isso com a espada em punho e com o escudo preso ao corpo Red se despedia de Magnus e seguiria seu caminho.

- Tome cuidado Red! - Disse o homem com um olhar amigo. - Mas Jon Snow, embora seja um grande guerreiro, ele não é o líder do povo dessa terra, além disso lembre-se que sua voz não é a voz do nosso povo, não prometa o que não pode ser concedido.

Recuar e achar o rastro do lobo não era difícil e em pouco mais de dois quilômetros de caminhada seguindo o sangue, Red acaba encontrando um acampamento com mais ou menos uns 15 homens, havia montaria para todos e uma barraca que se destacava das demais, sendo ao todo 5 barracas, uma central maior e outras quatro que ficavam a volta da primeira. Do lado oposto que Alborn se encontrava estavam os cavalos presos. Mas o que deixava o inexperiente aventureiro apreensivo, era que o lobo não estava a sua vista e um animal daquele não era tão difícil de se localizar.

Foi nesse momento que Red sentiu um bafo quente em seu pescoço e um leve rosnado. Olhando para trás estava um homem com uma armadura negra e o imenso lobo a poucos centímetros de Alborn, se o animal quisesse em um rápido movimento e o lobo poderia morder toda a cabeça do jovem.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


FALAS: escreveu:

SONJA
MAGNUS

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Doodles
Game Master
Game Master
GM.Doodles

Créditos : 73
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói 10010
Masculino Data de inscrição : 08/08/2017
Idade : 25

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói EmptyQua 29 Jan 2020, 22:03



O Alvorecer de um Herói


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Post 4 - Primeiro contato


Red não conseguiu convencer Magnus a acompanhá-lo, mas também não foi impedido por ele de seguir seu próprio caminho em terras desconhecidas para procurar pelo tal homem chamado Jon Snow. De acordo com o que foi explicado pelo guerreiro vintariano, das três vezes que ele esteve aqui, todas foram o povo de Minion Island que começou o ataque, e por mais que acreditasse em seu companheiro, há sempre dois lados de uma história. Magnus também disse a Red que a ilha, assim como Vintarion, não conta com comida em abundância, algo já esperado de um lugar tão frio e que deve se aquecer apenas durante um curto período em épocas de verão.

Seguindo agora sozinho por Minion Island, Red estava atento às palavras deixadas por Magnus antes deles se separarem: “Jon Snow não está sozinho”. Deveria ter perguntado um pouco mais sobre o povo da região que ataca aqueles que invadem suas terras, mas agora já era tarde, deveria seguir apenas com o que tinha adquirido, um nome, uma espada e um escudo… Sendo que sequer faz ideia de como manusear essas duas armas, mas se todos os homens de Vintarion sabe, então não deve ser tão difícil assim.

Indo atrás do rastro de sangue deixado pelo lobo de Jon Snow, Red acabou chegando em uma espécie de acampamento, mas antes que pudesse ser visto, o garoto tentou se esconder atrás de uma árvore e se abaixar para ficar mais perto da neve e se misturar com ela por conta do seu cabelo branco e pele pálida. Sua intenção era falar com apenas uma pessoa, por isso se chegasse assim no meio de uma dúzia ou mais de homens ele poderia ter problemas.

- Preciso esperar algum deles se isolar do acampamento e tentar conversar com ele sozinho. - Comentou Red baixinho enquanto observava a estrutura das barracas e também os cavalos presos por ali.

Usando da sua audição aguçada, Red tentaria ouvir as conversas no acampamento, porém acabaria percebendo a presença de uma criatura vindo pelas suas costas por conta do som das pegadas deixadas sobre a neve e também a respiração agressiva do animal (OFF: não esqueça da audição aguçada do Red T.T). Virando-se suavemente, o garoto deu de cara com o enorme lobo branco que vira anteriormente e um homem vestindo o negro… Seria esse Jon Snow? Teria sido essa a pergunta que passou pela cabeça de Red nesse momento.

- Hehe… Olá? - Cumprimentou Red com uma risada nervosa por conta da situação em que estava. Para mostrar que não tinha intenções agressivas, o jovem de olhos vermelhos ergueu suas mãos para cima, mantendo a espada presa no cinto em sua cintura, mas segurando firme o escudo em sua mão esquerda. - Eu não vim causar problemas… Me chamo Red Albarn, sou um habitante de Vintarion Island que fica ao norte daqui, e eu vim apenas para conversar. - E suando frio, Red tentou manter sua respiração controlada, fazendo um esforço para engolir sua saliva sem engasgar. - Procuro por um homem chamado Jon Snow… É você, não é? Sei que meu povo não é bem visto por aqui, mas a última coisa que eu quero é que mais sangue seja derramado. Por favor, ouça o que eu tenho para dizer.

E ainda com as mãos para cima em sinal de rendição, Red tentava convencer o homem e o lobo a sua frente com suas palavras, sua sinceridade e também o seu carisma (líder nato), algo que durante sua vida inteira foi uma de suas armas mais fortes. Se o homem de preto acreditasse nele e resolvesse lhe dar uma chance, então provavelmente a conversa continuaria a se desenrolar ali mesmo ou em um lugar mais afastado do acampamento, porém se mesmo assim não houvesse uma boa recepção, então Red sequer tentar lutar se fosse da intenção do homem em lhe capturar e levar para algum lugar.

“Foi nesse instante que pela primeira vez, Red Albarn estava fazendo contato com uma pessoa do sul… E curiosamente, todo o seu futuro estava dependendo do resultado desse encontro.”

Citação :
Narração
Falas do Red
"Pensamentos do Red"
"Falas do 'Narrador'"
"Falas da Chessy"
"Falas da Kemya"
"Falas da May"

Histórico:
 

Informações do Personagem:
 

Técnicas:
 

Inventário:
 

Objetivos:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Assinatura
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Bijin

Créditos : 50
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói EmptyQui 30 Jan 2020, 11:33


   Red se viu em uma situação complicada, percebendo uma aproximação pelas costas quando se virou sentiu o bafo de um lobo cujo fuço estava a poucos centímetros da face do jovem herói. Uma risada desconfortável com um simples olá foi tudo o que ele conseguiu falar inicialmente.

Claro que sabia que em tal situação o risco de vida era grande, estava diante de um lobo e se suas suposições fossem corretas e aquele homem fosse de fato Jon Snow, também estava diante de um grande guerreiro. Talvez por causa disso que Red simplesmente se agarrava firme ao seu escudo.

Então o jovem começa a falar sobre manter um relacionamento de paz entre o povo de Vintarion e os moradores de Minion Island, Albarn podia perceber um certo interesse da parte do homem a sua frente no tipo de conversa, mas poderia ser pelo nome citado ou pela ideia, isso não dava para saber.

- Você parece saber quem eu sou, mas pelo visto não sabe nada sobre nós. - Disse o homem se aproximando do animal e colocando a mão sobre a cabeça do mesmo, que de certa forma fez a besta recuar um pouco. - Não sou um líder e nem posso garantir nenhum acordo entre nossos povos, nessa região o soberano é outra pessoa que esta a quilômetros daqui. Você por acaso representa seu povo? Pode falar por todos de Vintarion?  -Sem ao menos esperar uma resposta Jon já dava sua ordem. - Agora vamos ao meu acampamento e vamos decidir o que fazer.

Não é como se Red pudesse recusar e logo seguiram a caminhada em direção ao acampamento e um grupo de homens começou a acumular na direção que Albarn, Jon e o lobo se aproximavam. Quando estavam bem perto um homem avançava com um martelo de guerra e estava pronto para desferir um duro golpe no "visitante". Ninguém estava interferindo na ação e ao que parece o sujeito iria golpear com tudo.

FALAS: escreveu:

SONJA
MAGNUS
Jon Snow

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Doodles
Game Master
Game Master
GM.Doodles

Créditos : 73
Warn : Red Albarn e o Alvorecer de um Herói 10010
Masculino Data de inscrição : 08/08/2017
Idade : 25

Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói EmptyQui 30 Jan 2020, 13:04



O Alvorecer de um Herói


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Post 5 - Confiança


Para Red, o humano era muito menos ameaçador que o lobo, desde sempre ele teve talento em conquistar pessoas, mas animais ele não chegou a testar muito para saber se era bem visto por eles também. Se os boatos e lendas forem verdadeiros e lobos são capazes de sentir o cheiro das verdadeiras intenções de alguém, então Red não teria com que se preocupar, afinal ele mais do que ninguém sabe que está ali falando a verdade e não tem qualquer intenção de fazer mal a esse povo.

De fato o homem à sua frente era Jon Snow, e repetindo algo semelhante do que Magnus disse há pouco, ele perguntou se Red pode falar pelo seu povo, e não, ele não pode. Filho de uma mulher considerada louca, por mais que tenha conseguido ao longo dos anos conquistar a simpatia das pessoas de Vintarion, ele ainda está longe de conseguir ser alguém respeitado desse jeito. Aparentemente o responsável por Minion Island está bem longe daqui, o que levou Red a pensar em quão grande essa ilha era, e também em que tipo de pessoa era esse rei.

- Quem é esse soberano? E que tipo de rei ele é? - Por mais que não tinha sido citada a palavra “rei”, era assim que Red assimilava os líderes das ilhas do sul, pois foi como sua mãe contou as histórias a respeito delas.

Independente da resposta de Jon Snow a respeito desse tal soberano, era do interesse dele que Red o acompanhasse até o acampamento de seus aliados, o que o garoto não podia negar ser um tanto quanto assustador, afinal, Jon lhe recebeu muito bem nessa conversa, mas teriam todos outros companheiros dele a mesma personalidade e índole do rapaz? Após respirar fundo para controlar a ansiedade, Red se deixou levar pelo “corvo” e pelo seu lobo branco, desejando aos deuses do norte que não complicassem sua vida agora.

- Você me falou seu nome… Mas o lobo, como se chama? - Perguntou Red olhando para o grande animal caminhando próximo a ele. Se sentisse que havia confiança o bastante entre eles, Red esticaria a mão até o topo da cabeça do lobo branco e tentaria fazer uma carícia, afinal, ele não queria fazer mal a ele, e esperava que isso fosse fácil do animal identificar. - Ele é muito bonito… Tem muitos lobos por aqui? Eles são difíceis de domesticar? - Continuou o garoto fazendo perguntas, dessa vez mostrando um certo interesse na ideia de ter um animal acompanhante, porém não fazia a menor ideia de como isso seria possível.

"Uma vez quando você era bem pequeno fomos até a floresta perto de nossa casa para pegar algumas frutas, lhe deixei um minutinho sozinho e quando me virei, lá estava você brincando com aquele lobo selvagem como se fossem amigos de longa data. Como mãe não pensei duas vezes e corri até você para afastar o animal que saiu correndo para dentro da floresta. Quando o peguei no colo, meus olhos estavam cheios de lágrimas por conta do medo, o completo oposto da expressão alegre em seu rosto por ter feito o seu primeiro amigo." - Ouviu Red a voz de May contar, o que poderia ser tanto a alma de sua mãe surgindo ao seu redor, como também uma lembrança antiga das histórias que eram contadas para ele antes de dormir.

“E após a voz de sua mãe desaparecer de sua cabeça, Red sorriu ao olhar para o lobo… Mas essa expressão alegre em seu rosto não iria durar por muito tempo, e é fácil imaginar o porquê, não acha? Assim que botou os pés no acampamento dos ‘corvos’, a recepção que teve não foi nem um pouco amigável.”

A menos que na cultura de Minion Island receber alguém com uma martelada seja normal… E não era. Red sequer teve tempo de se apresentar ou dizer os motivos para estar ali, para os homens vestindo o negro um “selvagem” era algo inaceitável em suas terras e não havia tolerância alguma para a presença deles. Mesmo que seu comportamento seja completamente diferente dos demais homens de sua terra natal, aquele homem carregando um martelo de guerra não queria nem saber e avançou para cima de Red pronto para golpeá-lo com tudo que tinha.

Pelo visto Jon Snow e seu lobo não iriam fazer nada a respeito, portanto o jovem Albarn precisava agir por conta própria para escapar dessa. Sacar sua espada estava fora de cogitação, além de não saber de fato como usá-la, seria uma atitude muito mal vista pelos homens que o rodeia. Poderia ainda usar o escudo em sua mão esquerda, mas assim como a espada, ele não sabia quais eram as formas mais eficientes de usá-lo e colocá-lo de qualquer jeito na frente do martelo poderia ser pior do que fazer aquilo que já era bom em fazer… Se esquivar.

Por isso, abusando da sua capacidade de alcançar rapidamente o pico de sua velocidade, Red saltaria para trás para tentar evitar o ataque desferido contra ele e em seguida continuaria tentando se esquivar com saltos para direções opostas aos golpes. Se mais pessoas começassem a vir na sua direção para fazer o mesmo, o garoto sabia que não teria a menor chance, por isso antes que algo assim pudesse começar a acontecer, Red já se adiantou para tentar se comunicar com esses homens.

- Espera! Espera! Eu não estou aqui para lutar! Não sou uma ameaça para vocês, confiem em mim! - Tentou Red desesperadamente convencer o homem que o atacava e também os demais de que não era alguém perigoso. - Não sou como os homens de minha terra, não vim aqui para derramar o sangue do seu povo. Por favor, me deixem provar quem sou!

Se mesmo assim Red continuasse sendo alvo de ataques, principalmente desse que empunhava o martelo de guerra, então só restaria uma opção a se fazer para conseguir convencê-los… Parando de tentar se esquivar, abaixando o escudo e sequer tocando em sua espada, o jovem vintariano iria se deixar ser atingido pelo golpe… E fechando os olhos para não ver a arma se aproximando, Red pediria a sua mãe Kemya e todos os outros deuses que lhe dessem forças para sobreviver a esse ataque.

Citação :
Narração
Falas do Red
"Pensamentos do Red"
"Falas do 'Narrador'"
"Falas da Chessy"
"Falas da Kemya"
"Falas da May"

Histórico:
 

Informações do Personagem:
 

Técnicas:
 

Inventário:
 

Objetivos:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Assinatura
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Empty
MensagemAssunto: Re: Red Albarn e o Alvorecer de um Herói   Red Albarn e o Alvorecer de um Herói Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Red Albarn e o Alvorecer de um Herói
Voltar ao Topo 
Página 1 de 6Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Minion Island-
Ir para: