One Piece RPG
I - Conhecendo o mundo - Página 4 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» 10 Anos de OPRPG - Bingo!
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor Pippos Hoje à(s) 8:48

» 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 7:12

» Cap. 2: Da alvorada ao Crepúsculo, os aspectos da liberdade surgem!
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor Wesker Hoje à(s) 5:00

» Draguren Hynno
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor OverLord Hoje à(s) 4:31

» Duncan Dellumiere
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor Wesker Hoje à(s) 3:11

» Aaron DeWitt
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor Yami Hoje à(s) 1:40

» There's no good man in the west
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 1:31

» [Mini-Shinki Karan] Ficha
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor Quazer Satiel Hoje à(s) 0:21

» O bando nasce! Nobreza contra ralé!
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor Aesop Ontem à(s) 23:24

» Hey Ya!
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor Megalinho Ontem à(s) 23:23

» Naomi Yumi
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 23:22

» Capítulo I - Despedida
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor GM.Noskire Ontem à(s) 23:16

» Capítulo I: Meu nome é Cory Atom! Filho de Kouha Atom
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor Kiomaro Roshiro Ontem à(s) 23:04

» Joe Kerr
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 22:38

» Bizarre Adventure: Welcome to the Jungle
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 22:34

» Laith Kinder
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 21:33

» Karyo Shen
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 21:30

» Noskire M. Hughes
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 21:27

» Alexsander Kaelum Colt
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 21:22

» Hizumy Mizushiro Mayan
I - Conhecendo o mundo - Página 4 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 21:20



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 I - Conhecendo o mundo

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 44
Warn : I - Conhecendo o mundo - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

I - Conhecendo o mundo - Página 4 Empty
MensagemAssunto: I - Conhecendo o mundo   I - Conhecendo o mundo - Página 4 EmptySab 14 Dez - 0:22

Relembrando a primeira mensagem :

I - Conhecendo o mundo

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Hinata Bijin. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Bijin
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador


Data de inscrição : 17/01/2017

I - Conhecendo o mundo - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Conhecendo o mundo   I - Conhecendo o mundo - Página 4 EmptyQua 22 Jan - 23:06

Capítulo 1: Shells Town


Na vida nós temos escolha, nos envolver com os outros ou apenas deixar ela passar, não dou do tipo de garota que observa uma situação de perigo e simplesmente se afasta por causa das pesadas consequências que a determinada ação poderia me acarretar, por isso me por na frente de Seiji era uma coisa natural, ainda mais porque ele estava ali exclusivamente por minha causa, então como não me posicionar diante de uma situação como essa?

Então surpreendentemente não sofri o golpe que imaginava que sofreria, não tinha muitas esperanças de sair desta situação sem me ferir, mas uma voz feminina, vindo do tritão, parece ter impedido do Mário ter realmente me machucado. Seu soco acertava o chão, que tremia e me fazia ver a diferença de forças que tínhamos um para com o outro, era algo como da água para o vinho, não era possível comparar. Buki, que estava às minhas costas, soltava um grito sentindo o impacto da batida. De fato eu estava impressionada, mas como precisava da ajuda não demonstrava medo ou arrogância, mas o olhar de quem precisa de ajuda.

Das costas da garota então saiu uma humana, não era mais alta do que eu, mas de modos simples, mas de fala forte. Foi ela que impediu o tritão de me acertar o golpe, o que já dava alguma demonstração do seu caráter, mas ao ouvir minhas palavras ela vociferava com raiva contra meu pedido, Mário parecia seguir o que a menina dizia repetindo suas palavras, mas os motivos dela não querer me ajudar parecia justo. Além disso transmitia que havia algo que não estava certo com eles, deveria haver algum problema oculto ali e eu precisava descobrir se quisesse a ajuda da dupla.

Então, como água cristalina, percebo que o tritão está ferido, seu braço não parecia bom e mesmo que ele quisesse acredito que não conseguiria dar o suporte que eu precisava, além disso o tempo passava e eu perderia o rastro dos piratas, talvez a situação em si já estivesse perdida e eu precisaria confiar na Marinha, mas o que me incomodava era que o grito de raiva da menina não me soava como raiva, mas um pedido de ajuda.


- Desculpe-nos pelo incômodo! - Disse com sinceridade. - Mas não posso deixar vocês para trás egoistamente sem nada a fazer. - Me aproximava do Mário com as mãos para cima e olhava nos olhos dele em busca de confiança. - Acho que já perdi o rastro do meu irmão e era de fato a minha última esperança. Então já que estou aqui, permitam-me chamar um médico para cuidar de você. Tudo bem?

A verdade é que havia algo dentro de mim que não permitiria abandonar pessoas que precisam de ajuda, principalmente se a ajuda parecer real. No caso da dupla a minha frente, pelo “choro” da garota e a dor que o  tritão demonstrava, algo errado havia acontecido. Ela também disse que muitas pessoas vinham e pediam ajuda a eles, mas parece que de fato eles não eram reconhecidos pela sociedade, talvez preconceito ou coisa do gênero, apenas coisas de idiotas.

- Buki, vamos adiar nossa jornada por enquanto. - Disse ao meu amigo me virando para ele. - Assim como não deixaria você receber um golpe, também não posso deixar eles nessa situação, meu irmão me conhece e entendo que ele ficaria chateado se eu desviasse do meu caminho. - Então o ajudaria a levantar estendendo a mão. - Vá e busque um médico, diga a ele que pagarei o dobro do valor da consulta, não o assuste, mas avise quem é o paciente. Você deve conhecer alguns médicos do submundo que precisam de dinheiro, mas escolha o mais competente.

Então me viraria para a jovem garota e seu imenso amigo, admirava como a dupla funcionava, um parecia ter força e a outra o cérebro, mas para ela ter conquistado tal confiança do tritão a história deles deveria ser interessante.

- Então como posso ajudar? - Diria caso ela disse que não precisassem de médicos. - Deixem pelo menos recompensá-los pelo tempo e permitam que eu faça alguma coisa por vocês. Se não querem um médico pelo menos gostariam que eu comprasse algum remédio, comida ou mesmo algo em especial?

Claro que não compraria futilidades, mas uma vez que ela fizesse o pedido eu iria providenciar o que era necessário para ajudar os dois em suas necessidades. Talvez se eu os ajudassem eles entenderiam que nem todas as pessoas são iguais, como as que vieram anteriormente.



Histórico:
 

NPC companheiro:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Kekzy
Tenente
Tenente
GM.Kekzy

Créditos : 28
Warn : I - Conhecendo o mundo - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 06/11/2013
Idade : 21
Localização : Utopia - 7ª Rota

I - Conhecendo o mundo - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Conhecendo o mundo   I - Conhecendo o mundo - Página 4 EmptyQui 23 Jan - 19:03

Narração


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Depois de ver a vergonhosa cena de um Seiji amedrontado, recuando para trás, sob os dizeres — N-não estou com medo! - Bijin dava uma nova oportunidade para o rapaz se redimir, a qual ele prontamente se dispôs a fazer — Buscar um médico?! É para já! Teremos alguns problemas por conta do toque de recolher, mas... pode confiar! Em breve estarei aqui com ele! - exclamava, batendo no peito, volvendo os pés e correndo pelo caminho de onde haviam vindo. Sair dali naquele momento era uma das razões que motivavam o rapaz; entretanto, seu coração bondoso também dizia que era o correto a ser feito. Assim, com os pés ligeiros e sabendo os caminhos por onde andar, fez tudo o que podia para alcançar um conhecido médico.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]À frente, mesmo com a oferta da ajuda, a garota não parecia muito satisfeita — Nos ajudar?! Não precisamos de sua ajuda! - contestava, irritada — Urrgh - Mario continuava a soltar alguns pequenos urros, fazendo a garota se abaixar e tentar abraçar o seu dorso — Está tudo bem... vai ficar tudo bem... eles já foram, aqueles piratas malvados já foram! - procurava acalmá-lo, com a voz mansa. Logo depois, ela voltava a ficar mais evidente nas costas da criatura, olhando para Bijin em silêncio — Vocês... vocês vão mesmo trazer um médico? - seu tom era hesitante, com as palavras pausadas, cheio de desconfiança — Mario não confia! Mario não gosta de humanos! - clamava, contorcendo o corpo para trás, como se quisesse se esconder - ou proteger - da presença da espadachim.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]E, quando a situação parecia resolvida — Vocês estão chamando reforços, não é?! Estão chamando ajuda e aproveitando esse momento em que o Mario está machucado para fazê-lo sofrer! O que vocês querem?! Saia! Suma daqui! - os braços da garota balançavam freneticamente, enquanto seus gritos cresciam cada vez mais — EU NÃO CONFIAREI EM VOCÊS! NÃO DE NOVO! VOCÊS NÃO TOCARÃO MAIS UM DEDO NELE! - e, como se uma montanha de pressão a esmagasse, Bijin sentiu seus ombros pesarem e seus olhos revirarem, caindo de joelhos e vendo a última cena antes de perder a consciência: a garota em cima do monstro gigante.

[...]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Não sabia quanto tempo havia se passado, mas Bijin voltava a acordar. Ao olhar para os lados, encontraria um homem de jaleco passando alguma substância nos braços de Mario, enquanto a garota que outrora estava em suas costas desenrolava um rolo de bandagens — Hinata? - sentiu uma mão tocar-lhe a testa — Hinata! - a voz lhe soaria familiar; era Seiji, que a envolveria em seus braços e a ajudaria a se levantar, se não o dispensasse — Eu estava começando a ficar preocupado! - o rapaz se agachou, ficando da altura da espadachim sentada — Beba um pouco de água, irá ajudar - oferecia uma garrafa de água natural — Consegui o médico e está tudo indo bem... aquela é a Talita, a garota de antes... - Buki falava com receio, alternando o olhar entre as duas — Espero que não haja um mal entendido entre as duas... - advertia.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Assim que olhasse para Talita, ela desviaria o olhar, continuando a ajudar com o tratamento de Mario.


Off



____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Bijin

Créditos : 41
Warn : I - Conhecendo o mundo - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

I - Conhecendo o mundo - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Conhecendo o mundo   I - Conhecendo o mundo - Página 4 EmptyQui 23 Jan - 23:57

Capítulo 1: Shells Town


Seiji era muito prestativo, mas como um humano normal ele ainda era limitado pelos seus temores e se desenvolver seria muito mais complicado, ainda mais para alguém que sequer sabe que existe um Caminho a se procurar, mas o medo dele era recompensado pelo voluntarismo e assim que pedi sua ajuda novamente rapidamente ele correu atrás do meu pedido e seguiu seu rumo. Bem, se tinha alguma coisa que eu sabia que ele era bom era correr, então o socorro viria rápido.

- Me desculpem pelo meu amigo. - Dizia com tranquilidade na voz e me acostumando com a presença dantesca do tritão. - Mas ele com certeza vai trazer um médico.

A garota então começava a questionar sobre o pedido de ajuda que ofereci,claro que imaginaria que ela estaria toda desconfiada, mas por isso buscava passar mesmo em um linguajar visual que não queria nenhum atrito, apenas ajudar os necessitados, que no caso em questão era o Mário. Entretanto o mesmo parecia confiar ainda menos na raça dos humanos, muito provavelmente ele tinha seus motivos, mas se eu tivesse que sofrer para acabar com essa barreira, estava disposta.

- Sim, nós vamos ajudar. - Disse com calma e tentando tranquilizar em meio aos questionamentos, mas logo fui interrompida por uma falsa acusação, cada momento que passava tinha certeza de que eles devem ter sofrido muitas perseguições no passado. Tentaria argumentar, mas algo me atingiu violentamente , um peso que nunca havia sentido, uma força que não sabia nem mesmo como resistir. Tentava erguer o braço em busca de um socorro, mas logo tudo ficava escuro e minha força fugia do meu corpo. Fui derrota, perdi a consciência, sem nem ao menos saber o que me atacou.

Não sei quanto tempo fiquei assim, mas quando acordei a primeira coisa que vi era um médico tratando o Mário dando a ele alguma medicação. Sorri, mesmo sem saber o que havia acontecido, mas o fato do médico estar ali já me dizia muita coisa. Então logo veio Seiji, todo preocupado e com abraços. Sorri e logo com a ajuda do amigo me levantava. Ele me oferecia água e tomava um bom gole. Sentia a água descer pela minha garganta e se espalhando pelo meu torax, na verdade fazia muito tempo que não bebia nada e até senti minha força se recobrando melhor.

Seiji então falava de seu sucesso na pequena missão que havia lhe transmitido, também percebia que ele já estava mais calmo mesmo estando na presença do tritão, mas ele tinha uma preocupação que parecia ser justificada, ao apresentar a garota, chamada Talita, percebi que ela era a responsável pelo ataque, primeiro pela fala de Buki e depois pela reação dela ao olhar.

- Não há razão para se preocupar Seji - Respondia a ele e caminhava na direção do médico, Talita e Mário. - Só foi um mal estar, provavelmente por não ter comido nada, mesmo depois de forjar a minha bela espada. - Então me aproximava do gigante tritão e me posicionava ao lado da Talita. - Parece que está bem melhor agora, o que acha Talita?

Então esperava a resposta e o médico terminar o seu tratamento. Olhava tanto para Mário como para a Talita com um belo sorriso, observava a reação deles e de fato ver que eles estavam bem já era o suficiente para me deixar feliz. Não consegui salvar meu irmão, mas pelo menos pude ajudar esses dois e quem sabe dar a eles mais que uma cura física, mas uma cura contra seus preconceitos.

- Muito obrigada doutor! - Diria alegre após o trabalho dele estar encerrado. - Imagino que gastou muito esparadrapo e tempo, diga-me quanto lhe devo? - E pagaria a ele sem nenhum protesto caso ele cobrasse qualquer valor abaixo dos 100.000 berreis, o que era três meses  de salários dos jovens marinheiros.

Assim que acabasse de fazer tudo ali, pagar o médico e ver que a dupla estava bem, logo me colocaria a caminhar de volta para o Lar das Queixas e esperar alguma notícia da volta do Capitão Thor.

- Vamos para o Lar das Queixas Seiji. - Dizia sem tentar transmitir a minha tristeza, pois era evidente que queria auxiliar o resgate do meu irmão. - Estou com fome e preciso descansar, quem sabe se eu conseguir dormir.

Então você deve estar se perguntando, não vai pedir a ajuda dos dois para seguir os piratas? Bem, isso seria egoísta e pouco agradável, se alguém fosse me ajudar a essa altura teria que ser pela amizade e não por uma chantagem emocional. Talvez soe frio, mas esse era o Caminho que eu escolhi, me colocando acima da raça chamados de humanos.




Histórico:
 

NPC companheiro:
 

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Kekzy
Tenente
Tenente
GM.Kekzy

Créditos : 28
Warn : I - Conhecendo o mundo - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 06/11/2013
Idade : 21
Localização : Utopia - 7ª Rota

I - Conhecendo o mundo - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Conhecendo o mundo   I - Conhecendo o mundo - Página 4 EmptySab 25 Jan - 21:25

Narração


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Hinata podia sentir a areia fofa na qual estava sentada, a qual amoldava-se ao seu corpo. Algumas conchas se espalhavam aqui e ali, assim como alguns materiais provenientes do sargaço do mar, que lembravam pequenas frutinhas. A maresia salgada permeava as suas narinas e ajudava a se livrar do enjoo de estar acordando após ter perdido a consciência — Comida? Eu tenho um sanduíche aqui na bolsa! - Seiji logo retirava um sanduba de sua mochila — Eu ia comer durante o expediente, mas como você aprece estar precisando mais, coma! - ofertava o sanduíche de atum para a sua amiga, com o semblante amistoso.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Quando Bijin a dirigiu a palavra, Talita parou um instante, voltando a completar o curativo em Mario, o qual durou mais cinco minutos, para então virar para a espadachim — Peço desculpas... - Hinata não entendia bem o porquê, mas a garota juntava os braços finos na frente do corpo, segurando ambas as mãos — Estamos te devendo uma - abaixava a cabeça, em um sinal de desculpas — Estamos devendo uma! - Mario também respondia, dando um passo destrambelhado para a frente e fazendo o doutor se desequilibrar, dando três passos para três antes de recuperar a compostura e ajustar o jaleco — Bem, isso foi oitenta mil berries - o homem dizia — 70.000  por conta do jovem Seiji - se corrigia, limpando a garganta e olhando para o garoto. Pegando o seu dinheiro, o doutor colocava os seus itens em sua bolsa com sinal de cruz e partia — Foi um prazer poder ajudá-los - parecia apressado e, sem mais delongas, saiu dali.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]As pessoas agem assim quando nos veem - Talita comentava sobre a postura do doutor — Por mais que façam algo que nos ajude, sempre é com bastante desconfiança. Não gostam da nossa presença, querem logo ir embora - dizia, em tom acanhado — Como é mesmo o seu nome? - indagava para Bijin — Eu não me apresentei direito, mas sou Talita, amiga do Mario - colocava mão sobre o braço da criatura — E ele é um Wotan, não um tritão, caso esteja pensando nisso - adiantava — Mistura de gigante e tritão - antecipava mais ainda as inevitáveis dúvidas — Ohh... - Seiji deixava escapar, olhando para Hinata.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Assim, após a breve conversa, Hinata determinava o próximo destino da dupla — Lar das Queixas?! - Seiji exclamava — Não! Não! No que você está pensando?! - gesticulava exageradamente seus braços — Você não entendeu que eu larguei o meu serviço?! Não há ninguém na maldita recepção! Se eu voltar para lá, a dona Setsuna irá me matar! Me matar! Entendeu?! - levava as mãos à cabeça, um tanto desesperado — De forma nenhuma que volto lá! Se quiser, terá que voltar sozinha! Eu fico... - era óbvio que ia dizer "aqui", mas esse também não era um lugar o qual ele gostaria de estar — Aqui... - encarado por Talita e Mario, complementava, com desânimo — Você não precisa ficar se não quiser - Talita dizia, dando as costas — Não, não é isso! - Buki tentava dissimular — É só que... - olhava para a sua amiga, em busca de uma salvação — Nós estamos atrás do irmão dela e ficar parado é uma perda de tempo! - cerrava os olhos, encarando Bijin com um olhar acusatório — Você não está preocupada?! - questionava. Segundos após, repetindo mentalmente o que havia dito, Seiji estendia o braço — Me desculpa... Não era o que queria dizer - franzia os lábios, arrependido.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Assim, Talita voltava a dar alguma atenção à dupla — Pelo que escutei antes... O seu irmão... ele é um garoto de cabelo rosa...? - a garota indagava, com uma voz envergonhada. Seiji arqueava a sobrancelha, voltando o olhar novamente para Hinata — Ãnn... - faziam anos que não avistava Hiroshi, então não tinha certeza, mas a sua vaga memória se recordava de uma criança de cabelo rosa — Hinata... - sentindo que havia algo estranho acontecendo, Buki ficou alternando os olhares, buscando um desfecho para aquela situação. Talita levava a mão até o pescoço, puxando uma pequena corrente e a envolvendo em suas mãos. Esticou o braço, com os punhos fechados, na direção da dupla — Quando eu era pequena, esse garoto me deu essa concha, após espantar uns valentões que estavam mexendo comigo, antes de conhecer Mario... - abriu as mãos, revelando uma grande concha, a qual se abriu e revelou uma pérola brilhosa — Ele foi um dos únicos a me tratar bem, quando eu era pequena - era notável que Hiroshi era mais velho, ao menos cerca de dez anos — Ele disse que me daria sorte e que uma concha resistente guardava o mais precioso tesouro - trouxe de volta as mãos para próximo ao seu peito — Se... se ele for o seu irmão, por favor, me permita retribuir o favor daquele dia! - com os olhos marejados, Talita meio que berrava para Hinata — É o que posso fazer... - esmaecia a voz, esperando por uma resposta.



Off




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Bijin

Créditos : 41
Warn : I - Conhecendo o mundo - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

I - Conhecendo o mundo - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Conhecendo o mundo   I - Conhecendo o mundo - Página 4 EmptySeg 27 Jan - 22:12

Capítulo 1: Shells Town


Seiji oferecia a sua comida, não havia percebido que só queria tirar a culpa da pequena Talita sobre o ocorrido, mas de fato comer um sanduíche não seria má ideia e aceitei com um sorriso no rosto.

- Obrigada. – Disse polidamente a meu amigo. – Quem sabe não seja melhor dividir, já que não pode mais voltar ao trabalho pelo menos coma alguma coisa.  – Falava enquanto partia o sanduiche no meio. – Agora vamos ver como esses dois estão. – Me referindo a Talita e Mário.

Então fui na direção deles, aceitei o pedido de desculpas da menina e paguei o médico e o vi sair o mais rápido possível daquela região, de fato ele não gostava muito de estar na presença de Mário e Talita. A garota então confirmava em suas palavras que esse era o tratamento que sempre recebiam das outras pessoas e parecia um pouco chateada com isso.

- Me chamo Hinata Bijin!. – Disse com um sorriso amistoso para ela. Então a garota se apresentava e seu amigo, que para minha surpresa era de uma raça que não conhecia e tirou um bom suspiro de Seiji. – Um Wotan! Não imaginava que existiam, nem me passou pela cabeça esse cruzamento de raças. Mário, ver você hoje pode ser uma coisa única na minha vida. Fico feliz por isso. – Então me voltava a pequena Talita. – Sobre a reação das pessoas o problema está em você de se importar com elas. Ajude sem se importar com os outros, você vai ser mais feliz.

Começava então a caminhar para o Lar das Queixas quando Seiji interveio dizendo porque não poderia ir para lá. De fato ele havia feito um grande sacrifício por mim e meu irmão, não seria justo abandonar ele nesse momento, ainda mais vendo que ele se enrola com as palavras e que poderia acabar morrendo mesmo se ficasse aqui me esperando.

Mas no momento que estava para dizer para procurarmos uma nova hospedagem a Talita solta uma informação sobre meu irmão. – Sim, Hiroshi possui cabelos rosa. – Responderia a sua pergunta com curiosidade nos olhos. Nós duas nos encarávamos por um momento, então ela conta sua pequena história de como conheceu meu irmão. Eu caminhava na sua direção e observava a concha e o tom de sua voz, mostrando que para ela resgatar Hiroshi também era importante.

- Muito bem! – Disse a ela e também olhava ao Mário. – Mas como vamos agora alcançar os piratas? Por quanto tempo perdi o sentido?

Na verdade não saberia como prosseguir, se tinham um barco ou simplesmente iríamos nas costas do Mário, mas ao olhar Talita, Mário e Seiji já me sentia empolgada e motivada para a ação.



Histórico:
 

NPC companheiro:
 

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Kekzy
Tenente
Tenente
GM.Kekzy

Créditos : 28
Warn : I - Conhecendo o mundo - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 06/11/2013
Idade : 21
Localização : Utopia - 7ª Rota

I - Conhecendo o mundo - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Conhecendo o mundo   I - Conhecendo o mundo - Página 4 EmptySex 31 Jan - 0:06

Narração


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Aceitando a generosidade de seu amigo Seiji, Bijin dividia com ele um pedaço de seu sanduíche, o qual era desembrulhado e repartido. O rapaz ficava visivelmente contente em poder ajudar, mordiscando sua comida enquanto olhava para a sua amiga — Um puco duro, mas meior que nada - falava enquanto mastigava, sem se importar com os bons modos, deixando a sua voz abafada e pouco compreensível.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Durante a refeição, Mário reagia de forma estranha às palavras de Hinata, levando os grandes braços para próximo de seu peito e se aproximando lentamente da garota, estendendo sutilmente a outra mão, como se estivesse aproximando-a de algo perigoso, com certo receio da reação de algo desconhecido — Eu gostar de você - dizia, meio tímido, ofertando o que, após um tempo, parecia um aperto de mãos entre humano e wotan. A própria Talita olhou para a cena impressionada — O Mário parece ter gostado mesmo de você - comentava — Mas é fácil dizer isso... você não vive sob nossa pele - acanhava o corpo, aproximando-se de seu grande companheiro e envolvendo-o em um abraço, o qual era retribuído com Mario tentando não esmagá-la em suas mãos, mas levantando-a e colocando-a em cima de suas costas.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]A garota logo aparecia sobre a sua cabeça — Eu moro aqui, dentro dessa concha - a observação exclamava, pois não parecia haver concha nenhuma ali. Todavia, olhando atentamente, logo perceberiam que, de fato, o formato do que antes tomavam como as costas de Mario era estranho demais para ser uma coluna — Está coberta de musgo, assim como ele, pois é como gosta de estar - explicava — O protege da luz. Ele é sensível - dizia, afagando a sua cabeça.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Então, quando Hinata tocava no assunto a respeito dos piratas, Talita dava a ideia — Nós temos um barco... está meio desgastado, pois arrancamos ele de uns piratas que tentaram invadir a ilha e perturbar o Mario, como esses fizeram! Mas... dessa vez eles conseguiram machucá-lo... porque... - soluçava, cortando o assunto e levantando o braço, apontando em uma direção mais distante do cais. Quando fossem em direção ao local, encontrariam apenas um mísero bote — Foi o que sobrou após a marinha apreender a embarcação maior... -dizia, em tom de desculpas — Entrem no bote! Há espaço para dois! O Mario irá arrastá-lo! - mandava. Seiji pulou na embarcação sem pestanejar — Se for pelo Hiroshi eu estou dentro - dizia, determinado, indo para a ponta que ficava de costas para o oceano.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Enquanto isso, Talita se aproximava do que seria o ouvido do wotan — Você tem certeza que quer isso? - sussurrava, mas alto o suficiente para que ambos pudessem escutar — Amigos de meus amigos também são amigos! Mario não deixar amigos para trás! - gritava, jogando o grande corpo na água e fazendo o bote balançar. Destarte, Talita enrolou lançou uma corda - a qual havia pego no cais - no corpo de Mario, que era forte e grande o suficiente para arrastar o bote na água, onde a tarefa ficava mais fácil — Então vamos! - diria, avançando sobre as águas e deixando a terra firme para trás.


Off




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Bijin

Créditos : 41
Warn : I - Conhecendo o mundo - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

I - Conhecendo o mundo - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Conhecendo o mundo   I - Conhecendo o mundo - Página 4 EmptySex 31 Jan - 0:56

Capítulo 1: Shells Town


Com o tempo que passava com a Talita e o Mário passava a entender eles melhor, o Wotan embora tivesse uma aparência aterrorizante tinha certa ingenuidade, mas parecia alguém bom de ter ao seu lado, Talita também era uma boa menina, sabia reconhecer seus erros, mas não conseguia ver sua fraqueza e diante de sua resposta apenas sorri demonstrando compreensão e simpatia, afinal como uma humana poderia atingir patamares tão alto, por isso seguir o Caminho era algo complexo e para poucas pessoas. Mas depois de toda troca de palavras amigas, talvez o gesto de Mário tenha sido o que mais me surpreendeu e do jeito que pude retribuí seu cumprimento.

Isso me lembrava um pouco da infância quando acabava de entrar na seita o Caminho, os estranhos ali eram eu e Hiroshi, parecia que ficávamos sempre em guarda esperando mais uma surra da vida, claro que com o tempo demos confiança as pessoas e por fim, nos apresentaram a melhor solução para a humanidade. Quebrar o gelo pode ser fácil ou difícil, mas quando a pessoa é justa e esta em um caminho correto, sempre há como conseguir conversar e se ajudar.

Mas as surpresas não acabaram, Talita subindo nas costas de seu amigo apresentava sua “casa”, se é que podemos chamar assim, pois se tratava não de uma típica moradia humana, mas uma concha, que como todo o corpo do Mário estava cercado de um musgo, que então nos foi explicado sobre a sensibilidade de Mário da luz. Provavelmente como um tritão não possa ficar tanto tempo fora da água sem danificar sua pele, ainda mais em um dia quente e com todo aquele tamanho para se bainhar no Sol, mas isso era apenas uma teoria que me passou pela cabeça.

- Vocês são incríveis. – Dizia para os dois com emoção pelo que estava vendo. – Fico admirada em ver como vocês se adaptaram um ao outro e como se cuidam, gostaria de ter essa força para cuidar do meu irmão.

A realidade que sou ainda fraca, mesmo alguém orgulhosa como eu precisava entender os limites. Essa menina de alguma maneira conseguiu me fazer desmaiar, o soco do wotan poderia me transformar em uma poça de sangue. Se tivesse que enfrenta-los que chances eu teria? Mas o fato era o que a pequena ressaltou, eles feriram o Mário e poderiam ser muito fortes.

Talita então nos mostra nossa maneira de viajar, não era nenhum barco luxuoso, mas também não seria sentado nas costas cheias de musgo do Mário, eles tinham um pequeno bote que segundo o plano o wotan puxaria para conduzir e de fato era melhor do que nada. Então sem temer pela minha vida e confiando no Caminho, subi no bote e esperava Seiji fazer o mesmo.

- Seiji, vamos com eles. – Dizia passando confiança a meu amigo. – Eles vão cuidar de nós, precisa confiar no coração e não nos olhos. Ambos são pessoas magnificas e a ilha que perde em deixa-los de lado.

Mas antes de sair Talita pergunta mais uma vez ao amigo se ele tem certeza do que estava fazendo e a resposta do Mário é aquela que nós esperamos ouvir de todos nossos companheiros na vida. Um compromisso pessoal de não deixar ninguém para trás. Foi então que Talita liderando o amigo deu a ordem de partida e começamos a “navegar” pelo mar. Era a primeira vez que saia da ilha, nunca tinha pisado fora e agora meu coração estava cheio de alegria e emoção, emoção de uma vida cheia de aventuras, lutas e amizades.

- Você sabe lutar? – Perguntei para Seiji se caso ele realmente estivesse do meu lado. – Que tipo de arma você usa? – Precisava saber disso para buscar entender qual era a melhor estratégia de combate. Sabia que Hiroshi era um arqueiro, luta corporal não era o forte dele, mas a questão era como Buki poderia contribuir.

- Talita! – Chamaria a garota caso fosse possível. – Sei que estava meio receosa em falar do encontro de vocês com os piratas, mas queria saber o que podemos esperar desses piratas? Que tipo de armas e artimanhas eles são capazes de usar?

Realmente o que me importava no momento era buscar informação para salvar meu irmão, o resgate dele era o objetivo, mas de maneira clara na minha mente não queria que ninguém ali se machucasse, pois egoistamente envolvi todos na minha luta e esse era o fardo que eu iria ter que carregar.




Histórico:
 

NPC companheiro:
 

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Kekzy
Tenente
Tenente
GM.Kekzy

Créditos : 28
Warn : I - Conhecendo o mundo - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 06/11/2013
Idade : 21
Localização : Utopia - 7ª Rota

I - Conhecendo o mundo - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Conhecendo o mundo   I - Conhecendo o mundo - Página 4 EmptyDom 2 Fev - 19:48

Narração


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Mario era rápido. Os grandes braços batiam na água, nadando como um humano comum; alternando, ele mergulhava, mantendo-se sob a água, deixando apenas parte de Talita emergida. Podia-se mensurar que ele era até mesmo mais rápido do que algumas embarcações quando dentro d'água, apesar de seu tamanho. Todavia, os piratas haviam aberto uma boa margem de distância e não seria fácil alcançá-los.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Podia ser questão de horas; talvez até mesmo questão dias. Tudo dependia da velocidade em que os dois estavam. Entretanto, duas horas depois, o grupo avistou um navio — Embarcação à vista! - Seiji gritava, com a mão sobre o cenho — Também estou vendo! - Talita assentia. Entretanto, quando se aproximavam mais um pouco do navio, conseguiam perceber que não era o que procurava. Na verdade, tratava-se da marinha — A marinha... ah, não... - Buki se lamentava — Ao menos estamos próximos... espero. Mas nesse ritmo, o Mario pode acabar cansando demais para ajudar na luta - era uma noite serena e as águas estavam tranquilas, de modo que carregar o grupo no bote se tornava uma tarefa mais fácil; ainda assim, cansativa.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Seiji mordia os lábios, estalando a língua — Se a marinha nos ver, é possível que eles encrenquem conosco! - comentava  — Inclusive, eu tenho apenas uma faca... - respondia Hinata, a respeito dos armamentos que utilizava  — Mas não é como se ela fosse apropriada para o combate, ainda que possa machucar alguém - complementou  — Que foi?! Eu não esperava por isso! - abria os braços, no intento de mostrar a situação inusitada em que se encontrava.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Nesse momento, Talita escutava que Seiji não estava tão bem armado — Em falar nisso... eu também não - olhava para Bijin — E se o Mario chegar lá cansado... teremos apenas você - concluía — Será que... será que devemos mesmo continuar sozinhos? - a garota começava a duvidar daquela arriscada empreitada que havia comprado — Admito que também estou um tanto apreensivo em relação a isso... - Seiji corroborava. Logo, os dois olhavam para Hinata, com olhares que clamavam por seu parecer.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]O navio da marinha não estava tão distante, de modo que, se optassem por pedir ajuda e seguir outro caminho, seria fácil chamar atenção dos marinheiros no convés, visto que estavam todos acordados, em uma intensa perseguição. Porém, também poderiam seguir em frente sozinhos. Ambas as escolhas tinham as suas consequências - e o grupo teria que arcar por suas escolhas.


Off





____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Bijin

Créditos : 41
Warn : I - Conhecendo o mundo - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

I - Conhecendo o mundo - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Conhecendo o mundo   I - Conhecendo o mundo - Página 4 EmptyDom 2 Fev - 22:23

Capítulo 1: Shells Town


Eu achava que havia poucas coisas poderiam surpreender meus sentimentos ou pensamentos, mas uma delas era sem dúvida o mar. Já estava escuro a horas e não era possível ver muita coisa a nossa frente, mas ainda assim, conforme a ilha iria se distanciando e ficando pequena a minha vista, mais me impressionava com o mar.

Outra coisa era a velocidade imprimida pelo Wotan, tinha a sensação que estávamos muito mais rápido que qualquer navio e imaginava que logo poderia alcançar os navios que partiram à nossa frente e de certa maneira isso me encheu de felicidade e esperança de poder ver meu irmão mais uma vez.

Então finalmente encontramos um barco, não era dos piratas, era a Marinha, o que era óbvio passarmos primeiro pela Marinha já que esses saíram primeiro em perseguição aos piratas e estavam à nossa frente, além disso fiquei mais motivada, pois isso indicava que estávamos no caminho correto e poderíamos ver Hiroshi ainda mais rápido. Mas neste momento uma questão foi levantada, quem teria condições de lutar contra os piratas quando nós os alcançarmos?

Mário realmente deveria estar cansado, nadar por mais natural que seja para um wotan, ainda assim é cansativo, como o caminhar para nós, não é porque temos duas pernas que podemos caminhar indefinitivamente, uma hora as pernas se fatigam e entregamos os pontos. Além disso Seiji que estava comigo basicamente desde o começo lembra agora que sua “arma” é uma simples faca, imagino até que seja aquelas de ponta redonda para passar patê no pão, mas o que poderia fazer agora? Se tivesse tempo e uma forja.

Tatita então piorava o drama com a sua também afirmação de que não tinha arma e nem capacidade de luta, eu só ficava pensando quem persegue pirata sem essas coisas, olhei então a nossa volta e para meu drama a resposta era: “Nós”.

- Talita e Seiji, podemos fazer duas coisas do meu ponto de vista. - Falava com tranquilidade e calma para transmitir esse mesmo sentimento aos dois, como líder sabia que era meu papel. - Podemos simplesmente seguir a Marinha e deixar que eles lutem e ficaremos como observadores, ou convidar Thor para seguir conosco nesse bote.

Mas de toda forma poderíamos nos aproximar da Marinha e então ver melhor as possibilidades, também gostaria da opinião da Talita sobre nossas opções, afinal ela conhece o Wotan melhor do que eu e se ela diz que ele vai estar cansado quando chegarmos por lá, então vamos estar encrencados.



AVALIADOR:
 

Histórico:
 

NPC companheiro:
 

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Bijin em Qua 5 Fev - 22:40, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Kekzy
Tenente
Tenente
GM.Kekzy

Créditos : 28
Warn : I - Conhecendo o mundo - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 06/11/2013
Idade : 21
Localização : Utopia - 7ª Rota

I - Conhecendo o mundo - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Conhecendo o mundo   I - Conhecendo o mundo - Página 4 EmptyQua 5 Fev - 20:32

Narração


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]A sugestão de Bijin não era bem recebida por Talita, a qual virava-se e redarguia — Levar o Capitão Hamaku Thor nesse bote que mal cabe vocês dois?! Porque acha que estou aqui em cima? - questionava — Você já viu o tamanho daquele homem? - abria os braços, mostrando que ele realmente era muito grande — Ele sozinho seria capaz de afundar isso! - dava o seu parecer. Após um suspiro, ela voltava a olhar para a frente

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Logo a embarcação se aproximou um pouco mais do navio da marinha, apesar de rejeitada a sugestão, homens fardados colaram no parapeito; afinal, eles estavam de vigia e atentos às redondezas — Sargento, há um bote à estibordo! - um dos soldados anunciava — Visualizo três pessoas e... e há algo estranho embaixo d'água! - complementava. Assim, mais homens se aglomeravam, pelo menos cinco deles. Três apontavam seus fuzis em direção a Hinata e Seiji — E-eu acho que não foi uma boa ideia! - Buki erguia os braços, como fazia alguém rendido — Vai, levanta esses braços também! Tá achando que eles pensam que somos amigos?! - o rapaz reclamava, balançando a cabeça em direção aos braços de sua amiga. Talita sabiamente fazia o mesmo. Mario, por sua vez, continuava submerso na água.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Após a convocação, uma mulher aparecia entre os homens, olhando para baixo, em direção ao bote. Bijin podia reconhecê-la como a Sargento Carmen Stanfield, a mesma que havia determinado que ficasse longe dos assuntos da marinha, sob a pena de sofrer uma detenção. Os olhos por trás dos óculos se mantinham impassíveis, analisando os convidados — Mantenham as armas apontadas, mas não precisam ficar tensos. São moradores da ilha - a Sargento repassava para seus homens — O que vocês querem? - a voz da marinheira era álgida e afiada como um caco de gelo — Se bem me lembro, você estava proibida de interferir nesse assunto - os olhos repousavam sobre Bijin.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Logo após, era possível escutar a voz do Capitão Hamaku Thor ressoar do convés — O que está havendo ai? - indagava — Residentes da ilha com assuntos pendentes. A irmã do raptado e seus amigos. Devo dizer, Seiji Buki, recepcionista do Lar das Queixas. Talita e Mario Marinho... Hinata Bijin, a garota que sumiu há alguns anos atrás... - ajustava os óculos, após pronunciar o último nome, o Capitão permanecia em silêncio, mas era possível escutar os baques de seus passos na madeira. Instantes depois sua figura surgiu acima dos soldados. Seus olhos encontraram os de Bijin — Ergam-os - virou-se de costas. Um dos soldados gesticulava para que a embarcação se aproximasse. Uma vez que o fizessem, seriam içados para o convés do navio, após o gancho com cordas se prender no bote — Por mim, vocês estão encrencados - a Sargento, com toda sua rigidez, diria.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Todavia, se não optassem por deixar serem içados, poderiam continuar o seu caminho - sem saber o que seria determinado pela marinha em relação a eles.


Off



____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Bijin

Créditos : 41
Warn : I - Conhecendo o mundo - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

I - Conhecendo o mundo - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Conhecendo o mundo   I - Conhecendo o mundo - Página 4 EmptyQua 5 Fev - 21:45

Capítulo 1: Shells Town


Realmente minha ideia de dar carona para o Capitão não parecia das melhores, o homem era grande e não caberia no nosso bem pequeno bote, mas precisaria então pensar em outra solução, uma vez que sozinha realmente não conseguiria lutar contra os piratas, nem tinha as habilidades necessárias para me infiltrar e disfarçadamente salvar meu irmão.

- Você tem razão Talita. - Olhava para a garota com calma. - Temos que pensar em outra coisa, pois sozinha não vou conseguir derrotar um navio pirata inteiro.  

Entretanto fomos logo percebidos pelo marinheiros e eles começaram a se agrupar apontando para nós e então chamando a sargento, como bons homens devem fazer quando não sabem que atitude tomar. Seiji logo ficou nervoso mais uma vez e logo foi tomando uma atitude um tanto quanto vergonhosa ao meu ver, ele provavelmente acreditava que aqueles marinheiros eram tão ruins quanto piratas? Pra que esse medo?

- Não seja tolo Seiji! - Falava assertivamente para meu amigo. - Que crime cometemos ou o que de errado fizemos? Por acaso atacamos alguém? Roubamos algo? Quebramos alguma lei?  

Assim como Mário me manteria tranquila e seguindo minha convicção, apesar do pouco contato que tivemos com os marinheiros nesse mesmo dia, foi claro que eles não eram pessoas más ou injustas, a tenente inclusive me deixava uma boa impressão, mas agora parecia diante de mim a mulher que uma vez bloqueou meu caminho e buscava fazer o mesmo novamente. Ela então ordenou para seus soldados apontarem rifles na nossa direção, o que em si só já era uma afronta contra meus próprios direitos.

- Sargento Carmen Stanfield, prazer em revê-la. - Falaria de forma branda, mas em tom alto suficiente para ela me ouvir. - Como você bem  sabe meu irmão foi sequestrado por piratas no dia de hoje e a muita custa consegui essa informação. Obviamente estou preocupada com ele já que por anos eu cuidei dele e ele de mim, por isso estamos apenas seguindo você e observar a Marinha em ação, somente no fracasso da mesma que eu ousaria intervir, como o governo me dá o direito me tornando uma caçadora de recompensas, ou por acaso estou errada? - fazia uma pausa para os marinheiros ouvirem e pensarem. - Como bem sabem somos civis, não nos é proibido navegar no mar, além do que não cometi nenhum ação contra a Marinha ou qualquer ação contra ou a favor dos piratas, quanto antes isso se solucionar melhor será para nós.

Então uma voz forte ressoava do convés aos nossos ouvidos e reconhecia aquela timbre antes mesmo de ver seu dono, era o Capitão Hamaku Thor, conhecido por ser um homem justo. Ele rapidamente sabia o que estava acontecendo, reconheceu meu amigo Seiji, Mário e Talita também e então, por último, disse meu nome. Ambos então trocamos olhares, não vacilava em um segundo, não tinha nenhum débito para com ele, e ele também não precisava vacilar, pois sabia que tinha força suficiente para controlar a situação, ele era um homem forte, um homem que merecia o respeito das pessoas, mas por fim, era apenas um homem.

Claro que apesar de ser muito mais forte do que eu e sabia reconhecer isso, havia uma diferença entre nós dois, essa diferença não poderia ser observada a olho nu e poucas pessoas poderiam reconhecer, entre elas está meu mestre Houken e meu irmão Hiroshi, pois diferente de Hamaku Thor, eu tinha o potencial de superar a humanidade. Por causa dessa diferença não poderia ser intimidada por ele, nem mesmo quando nos manda erguer a seu barco.

- Capitão, seremos como convidados ou prisioneiros? - Perguntava antes de se quer as cordas serem jogadas. - Não queremos incomodar, mas sem nenhum crime que tenhamos cometido não há sentido nesse atrito. - Então olhava para Mário e Talita. - Vamos apenas nos afastar um pouco e observar como a poderosa Marinha vai salvar meu irmão.

Desse jeito buscaria encerrar o assunto. Se Seiji tentasse se entregar ou qualquer coisa eu o impediria, não havia necessidade de ter medo. Além disso em nenhum momento tocaria na minha espada, não queria dar uma imagem de ameaça ou revolta, não queria realmente brigar com a Marinha.

Entretanto se o próprio Thor dissesse que seríamos convidados então aceitaria a palavra dele e ajudaria a prender o bote e subiríamos ao barco, convidaria Talita para ir conosco e chegando lá em cima olharia os marinheiros a minha volta, olharia para a sargento Carmen, rígida como ela sempre foi e ignoraria suas palavras.


Histórico:
 

NPC companheiro:
 

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




I - Conhecendo o mundo - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: I - Conhecendo o mundo   I - Conhecendo o mundo - Página 4 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
I - Conhecendo o mundo
Voltar ao Topo 
Página 4 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Yotsuba Island-
Ir para: