One Piece RPG
Construindo o Começo - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Os 12 Escolhidos, O Filme
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 05:24

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor Wesker Hoje à(s) 03:53

» Jade Blair
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor Kylo Hoje à(s) 03:42

» Seasons: Road to New World
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 02:26

» The Victory Promise
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor Akise Hoje à(s) 00:33

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor Fukai Hoje à(s) 00:27

» Kit Phil Magestic
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor GM.Muffatu Ontem à(s) 22:25

» 10º Capítulo - Parabellum!
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor Marciano Ontem à(s) 22:12

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor Achiles Ontem à(s) 21:59

» II - Growing Bonds
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor War Ontem à(s) 21:36

» Xeque - Mate - Parte 1
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor Ceji Ontem à(s) 21:20

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor Fran B. Air Ontem à(s) 19:58

» Livro Um - Atitudes que dão poder
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor Quazer Satiel Ontem à(s) 18:28

» Galeria Infernal do Baskerville
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor Blum Ontem à(s) 18:16

» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor Blum Ontem à(s) 17:48

» Hey Ya!
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 17:25

» Blackjack Baskerville
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor Baskerville Ontem à(s) 17:21

» Cap. 2 - The Enemy Within
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 16:07

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor Skÿller Ontem à(s) 16:07

» Mini-Aventura
Construindo o Começo - Página 3 Emptypor Akaza Ontem à(s) 16:03



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Construindo o Começo

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Construindo o Começo - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Construindo o Começo - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Construindo o Começo   Construindo o Começo - Página 3 EmptyQua 27 Nov 2019, 18:58

Relembrando a primeira mensagem :

Construindo o Começo

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Valery Braunn. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Graeme
Membro
Membro


Data de inscrição : 02/04/2019

Construindo o Começo - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Construindo o Começo   Construindo o Começo - Página 3 EmptyQua 18 Dez 2019, 21:34


Construindo o Começo
Capítulo 1
Sentindo a dor que o ferimento causava, colocaria a mão direita sobre o ombro esquerdo e olharia pro ruivo tentando não mostrar o quanto estava machucada, mas provavelmente falharia, afinal não era algo fácil de se disfarçar.

"Bem, com uma mão será mais difícil, mas não será impossível. Ambos, eu e Benimaru podemos acabar com os adversários, basta pensar bem. Vamos pra ação!" -pensaria enquanto tentaria controlar bem minha respiração. "Tenho cinco tiros até que seja necessário recarregar, o que sem dúvidas não será fácil no meio da batalha devido às condições em que me encontro... -me mostraria pensativa e após acabar os cálculos, encararia o homem.

Após os meus planos estarem um pouco planejados, puxaria uma quantidade de ar pro pulmão e segurando agora a pistola com minha mão direita gritaria ao adversário mostrando estar com minha raiva à flor da pele:

-Você não deveria... ter feito, isso. Irá pa-pagar insolente!

Segundo o que havia pensado, a melhor forma de derrotar o líder seria sem os capangas por perto, assim dois contra um seria uma forma mais fácil, o que me deixaria motivada, quando tentaria acertar um rápido tiro na perna do ruivo para que não conseguisse me acompanhar. Se o tiro o atrapalhasse a se mover bem, começaria a correr por uma distância segura do mesmo tentando me aproximar de Benimaru, quando atiraria duas balas, uma nas costas de cada um dos capangas que enfrentavam meu parceiro, claro, preparada pra dar um pequeno pulo de desvio caso qualquer um deles tentasse me acertar com um golpe, com o intuito de dar assim uma brecha pra ele executar os dois o mais rápido possível quando fossem atingidos pra finalmente podermos enfrentar o homem ruivo juntos.
Caso meu tiro não conseguisse retardar a movimentação adversária, deixaria o outro plano de lado e após o tiro que tinha como mira a perna, daria alguns três passos pra trás, levantaria a arma e focaria em acertar um tiro no braço que segurava com mais firmeza o martelo, respirando fundo e recuando mais alguns passos mais rápido, quando seguiria com outro disparo, mas agora focaria em seu peito.

Se conseguisse alcançar meus objetivos pros dois planejamentos sem sofrer ferimentos nessa segunda parte da luta, abriria um pequeno sorriso ainda que não disfarçasse muito bem a dor que estava a sentir e diria: -E-eu avisei homem! e se por acaso fracassasse, apenas tentaria me distanciar dos adversários pelo caminho mais seguro e teria que começar a planejar algo novo, mesmo que muito machucada.







Objetivos:
 

Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ainz
Narrador
Narrador
Ainz

Créditos : 6
Warn : Construindo o Começo - Página 3 10010
Data de inscrição : 10/11/2017

Construindo o Começo - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Construindo o Começo   Construindo o Começo - Página 3 EmptyQui 19 Dez 2019, 17:28


Narração





Braunn se recompunha pegando a arma com a mão ainda intacta, ela começava a fazer seus cálculos do planejamento para suas munições. Enquanto isso a multidão corria, assustada com o tiroteio e a baderna, os homens do bar espiavam pela portinhola e pelas janelas, com receio de saírem e serem vítimas do fogo cruzado — uns até mesmo gritavam torcendo para os combatentes. ”Pega ele!“ ou ”Mostra pra essa vadia!“ dizia em unissom a multidão de baderneiros que rodeavam a confusão.

Valery engatilhou a arma em direção ao ruivo novamente, que estava esperto e começou a mover-se para confundir a mira ainda inexperiente da atiradora, fazendo-a errar o primeiro tiro e ser obrigada a recuar e tentar novamente. O ruivo aproveitou a brecha de recuo criada por Valery e irrompeu uma investida, com a gritaria dos homens servindo de trilha sonora para seu avanço, mas Braunn apontou a arma a tempo de disparar no braço que ele usava para segurar o martelo — ou pelo menos um deles, uma vez que o homem usava de ambos os braços para empunhar o martelo de guerra. Ele rangeu os dentes e gritou de dor — Arrrrgh! BASTARDA! — Mas não recuou e avançou como uma locomotiva contra Braunn, girando seu tronco na preparação para uma rebatida do seu grande martelo, e nesse momento Braunn deu o último disparo que atingiu-o no ombro e arrancou outro grito de dor do indivíduo.

Ele era duro na queda, isso podíamos afirmar, pois mediante a tantos danos ele manteve-se de pé embora com grande pesar, segurou firme seu martelo e rodou seu tronco para o lado contrário do último giro, balançando a grande ferramenta e atingindo uma martelada no mesmo braço outrora ferido de Braunn, mas dessa vez não com tanta força e portanto não derrubou a atiradora, somente a desequilibrou por um momento, mas a dor era intensa e seu ombro havia deslocado num ‘creck’ audível. — PAREM! RENDAM-SE! — Soldados armados chegaram ao local e apontaram rifles e lanças para todos ali.

Benimaru havia derrotado seus dois inimigos e... fugia! Ao ver a chegada da ‘polícia’ de Dawn Island, o espadachim deu meia volta e atirou-se em um corrida. A multidão se dispersava sob ordens da polícia e os tumultuantes do Bar Baridade vaiavam a chegada dos guardas que interrompiam seu entretenimento, haviam até apostas rolando para cada embate. Valery não estava cercada, e estava à dez metros de distância dos guardas a essa altura, próxima de Benimaru quando este começara a correr.


Legendas:
 

Npc's:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Graeme
Membro
Membro
Graeme

Créditos : 6
Warn : Construindo o Começo - Página 3 10010
Data de inscrição : 02/04/2019

Construindo o Começo - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Construindo o Começo   Construindo o Começo - Página 3 EmptyQui 19 Dez 2019, 22:06


Construindo o Começo
Capítulo 1
Ao receber outra pancada no mesmo braço, grunhiria de dor e recuaria o mais rápido possível, quando mostraria ter aumentado minha raiva e seria então surpreendida pelos solados que apareciam ali, ficando um pouco sem saber o que fazer, mas logo me colocaria a armar uma estratégia. Olharia assim pra todos lados e provavelmente ainda estaria à uma boa distância de todos, o que me dava uma oportunidade de fugir, assim como Benimaru já havia feito.

-Senhores soldados, peço perdão pela confusão, apenas vim atrás desse homem porque ele havia roubado algumas coisas... -diria numa altura de voz que todos pudessem escutar.

Em seguida, iria checar as possibilidades de seguintes acontecimentos e começaria a colocar o melhor plano em ação. Lentamente me moveria pros lados de forma quase imperceptível procurando um ponto cego pros homens, uma estratégia que usaria para não ficar em nenhuma mira de rifle e caso conseguisse fazê-lo, levantaria a arma rapidamente e daria um tiro mirando em seu peito ou cabeça, torcendo para que conseguisse eliminá-lo e assim pudesse sair o mais rápido possível do local tendo uma chance de fugir dos soldados, quando seguiria da forma mais fácil até a casa de Sorvi, focada em me esconder até que parassem de me procurar.

Se realmente não fosse possível chegar em uma posição que me livrasse de receber os tiros, levantaria minhas mãos fingindo me render com o intuito de deixá-los mais calmos e assim que conseguisse perceber que estavam tranquilos, tentaria em um piscar de olhos virar pra trás, quando começaria a correr o mais rápido que conseguisse, virando assim à direita na primeira esquina que passasse, onde me sentiria um pouco mais segura e continuaria a correr em frente, seguindo uma mecânica de zigue zague pelas ruas dali e se possível, seguiria até a velha casa de Sorvi para me esconder por algum tempo. Caso não existisse alguma forma de eu chegar até a casa do falecido velho, continuaria correndo da mesma forma e procuraria bons lugares nos quais poderia me esconder, tendo como único intuito sair dali sem mais problemas.

Se tivesse o azar de não conseguir fazer mais nada, apenas soltaria minha arma e levantaria minha mão direita, afinal não tinha capacidade de fazer o mesmo com a outra, tendo as condições de todo braço esquerdo sob complicações, quando tentaria provar a eles que realmente não teria como reagir com o meu braço que não fora levantado, aceitando assim ser levada, afinal não teria muito o que fazer naquela situação.

Caso fugisse sem ser capturada, me manteria na casa do velho que havia me acolhido por tanto tempo esperando que me perdessem, onde provavelmente passaria a noite e apenas na manhã seguinte tentaria ir a loja de barcos com muita cautela para que não fosse percebida por algum soldado que estivesse por perto, tendo como intuito relatar o acontecido.







Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

Pensamentos
Falas
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ainz
Narrador
Narrador
Ainz

Créditos : 6
Warn : Construindo o Começo - Página 3 10010
Data de inscrição : 10/11/2017

Construindo o Começo - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Construindo o Começo   Construindo o Começo - Página 3 EmptySex 20 Dez 2019, 13:29


Narração



Valery começava a armar uma estratégia de convencer os guardas de que estava agindo de maneira honesta, simplesmente punindo um ladrão. Neste momento, um soldado deu a voz e retrucou a atirador. — Se é assim, tudo bem! Mas largue a arma! — Eram cinco homens mirando para os indivíduos presentes ali: o ruivo, Valery, e os outros dois capangas do ruivo desmaiados.

Valery não tinha como fugir da mira dos rifles, e portanto ergueu as mãos e soltou a pistola que carregava consigo. O ruivo se rendeu, desmaiando no chão assim que soltou o martelo, seus ferimentos eram graves e Valery também tinha de ser tratada imediatamente. — Irão todos para a polícia, dar suas versões da situação e assim que o fizerem, os que forem inocentes serão liberados! — Afirmou o policial com autoridade, enquanto seus homens confiscavam as armas dos detidos e os levavam consigo algemados — inclusive Valery.

Mas primeiro serão tratados pelo nosso médico. — Dito isso, foram levados para a sede da polícia local e aqueles que estavam feridos (inclusive Valery) foram para a enfermaria onde receberam assistência médica. O médico realocou o ombro deslocado de Valery, a dor foi imensa por um instante e então passou, e ele a deu algumas pílulas para anestesiar o sofrimento. Enfaixou seu braço inteiro e a ordenou que descansasse, enquanto dois guardas se revezavam para vigiar os “meliantes”.

O policial de antes chegou para perguntar um a um suas versões, e nenhum deles conseguia ouvir a conversa dos outros participantes. Com o tempo, chegou a vez de Valery. — E então, qual sua versão, mocinha? — Perguntou o homem, com um caderno e um lápis em mãos.


Legendas:
 

Npc's:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Graeme
Membro
Membro
Graeme

Créditos : 6
Warn : Construindo o Começo - Página 3 10010
Data de inscrição : 02/04/2019

Construindo o Começo - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Construindo o Começo   Construindo o Começo - Página 3 EmptySab 21 Dez 2019, 17:04


Construindo o Começo
Capítulo 1
Suspiraria fundo ao ser apreendida, mas acreditava que conseguiria planejar algo que me fizesse sair dali sem mais problemas. Quando tratada, deixaria o mau humor de lado e agradeceria com um bom sorriso ao rosto, uma coisa rara, mas que era exigida mediante a situação.

Quando percebia que seria minha vez de ser interrogada, levantaria com meus braços cruzados em frente ao peito e logo começaria a pensar "Eu consigo sair bem dessa, vamos lá Valery, apenas se mantenha calma...", quando seguiria o homem até o local do interrogatório.

-Bem, você quer minha versão? -indagaria quando olharia diretamente ao centro dos olhos do homem. -Certo, eu fiquei sabendo por algumas pessoas na rua que esses homens roubaram algumas coisas da loja de barcos. Posso dizer que não gostei disso e dono da loja parece ser alguém honesto e achei uma injustiça... como ninguém estava atrás deles por mais que houvessem assaltado o estabelecimento já citado, decidi ir atrás deles e infelizmente acabou se tornando uma briga. -suspiraria fundo olhando pra baixo e voltando a encarar o policial completaria. -Eu sou bem mau humorada, isso pode ter talvez influenciado, sinto muito pela confusão.

Após depor isso, diria que era tudo que tinha a dizer e que estava disposta a responder qualquer pergunta que me fosse feita para que tudo aquilo se resolvesse mais rápido.

Caso por alguma falta de sorte o homem fosse mal educado comigo, sairia do meu momento de calma e avançaria contra ele, mesmo imaginando que as consequências não seriam nada boas, afinal era difícil eu ficar tão tranquila por muito tempo e qualquer coisa que me ofendesse poderia causar uma confusão ainda maior.







Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

Pensamentos
Falas
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ainz
Narrador
Narrador
Ainz

Créditos : 6
Warn : Construindo o Começo - Página 3 10010
Data de inscrição : 10/11/2017

Construindo o Começo - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Construindo o Começo   Construindo o Começo - Página 3 EmptyTer 24 Dez 2019, 18:57


Narração



Durante o interrogatório, em que o policial encarava seu caderno enquanto anotava a história de Valery, a moça optou por dizer a verdade. O homem suspirou ao fim da história. — Não acredito em você. — Disse, bem sério.

Era o que eu diria, normalmente. Mas recentemente um homem nos delatou que sua loja havia sido assaltada por um grupo de homens, incluindo um ruivo. — Ele olhou nos olhos de Braunn, deixando de lado as anotações. — Dito isso, você está errado tanto quanto eles. Interrogamos testemunhas do local e eles disseram que você que começou a briga, então não foi legítima defesa. — Ele juntou o indicador e o polegar e os esfregou em frente aos olhos. — Mas estou disposto a esquecer isso se você decidir “colaborar” com a causa da polícia. Hehe. — A risada maliciosa evidenciava o que estava sendo proposto abertamente ali.

Consideraremos uma “multa” de 15.000 berries, por perturbar a paz. — Estava proposto o acordo, bastava a Braunn decidir se aceitaria ou não, mas em sua situação não havia muito o que fazer.


Legendas:
 

Npc's:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Graeme
Membro
Membro
Graeme

Créditos : 6
Warn : Construindo o Começo - Página 3 10010
Data de inscrição : 02/04/2019

Construindo o Começo - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Construindo o Começo   Construindo o Começo - Página 3 EmptyQui 26 Dez 2019, 03:04


Construindo o Começo
Capítulo 1
Ouviria a fala do policial e direcionaria meus olhos diretamente ao seu, quando suspiraria fundo e então levaria a mão ao bolso mostrando estar chateada, falando:

-Bem, essa multa é uma vergonha não?! -tiraria o dinheiro e o entregaria. -Ei, quanto ao ruivo, ele vai ser preso? -encararia o homem mostrando estar curiosa e esperaria sua resposta, logo completando. -Estou liberada? Não tenho o dia todo... -abriria um pequeno sorriso falso.

Caso conseguisse sair dali naquele exato momento, me colocaria a andar ainda mais mau humorada pra longe dali, demonstrando raiva em meu olhar, afinal algumas coisas poderiam ser injustas as vezes. Me dirigiria até a loja de barcos, onde entraria ainda meio ranzinza, mas acabaria por me acalmar um pouco, respirando fundo e então me dirigindo até o balcão, onde chamaria o dono e suspiraria chateada:

-Bem, não conseguimos eliminar eles, mas o ruivo muito provavelmente será preso. Ainda receberei minha recompensa? -olharia seus olhos e manteria uma expressão facial típica de indagação.

Agora sem o pouco dinheiro que ainda tinha, saberia que seria necessário fazer mais algo por ali, afinal talvez não conseguisse ganhar o necessário pra construir o bote que me tiraria dali, o que me deixaria chateada, mas ainda assim com uma alta determinação de voltar pra minha cidade natal.

Se por acaso não fosse liberada de sair do estabelecimento de onde estava sendo interrogada, continuaria por ali de braços cruzados tentando manter a calma apesar da situação pela qual passava, agora sem dinheiro poderia ser ainda mais complicado cumprir minhas metas. Tentaria evitar também qualquer tipo de confusão, afinal aquele não era um bom local pra se arrumar uma briga.







Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

Pensamentos
Falas
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ainz
Narrador
Narrador
Ainz

Créditos : 6
Warn : Construindo o Começo - Página 3 10010
Data de inscrição : 10/11/2017

Construindo o Começo - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Construindo o Começo   Construindo o Começo - Página 3 EmptyDom 29 Dez 2019, 13:12


Narração



Valery decidia por pagar a taxa intitulada pelo policial como “multa” por perturbação da paz. Desfazendo-se amarguradamente do pouco dinheiro que ainda lhe restava, que não eram nada mais do que trocados. Quando questionado sobre a prisão do ruivo, o policial respondeu — Bom, isso decidiremos ainda, mas você está liberada. — ele deu as costas, não parecia mais se importar com Braunn e voltou aos seus afazeres.

Pode pegar suas coisas e ir embora. — A pistola de Braunn estava por lá, e a mulher a pegou antes de sair da parte do cômodo onde estava. Quando saíra, deparou-se com o ruivo sozinho, com alguns aparelhos médicos ligados a ele, estava distante de todos os outros indivíduos e provavelmente não seria incomodado tão cedo. Era uma oportunidade perfeita para um interrogatório, se assim Braunn quisesse. Ou poderia simplesmente deixar de lado e retornar de mãos vazias para o Marceneiro.



Legendas:
 

Npc's:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Graeme
Membro
Membro
Graeme

Créditos : 6
Warn : Construindo o Começo - Página 3 10010
Data de inscrição : 02/04/2019

Construindo o Começo - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Construindo o Começo   Construindo o Começo - Página 3 EmptyTer 31 Dez 2019, 03:50


Construindo o Começo
Capítulo 1
Vendo que o homem não estava sendo vigiado no momento e que não haviam garantias se ele seria preso ou não, observaria todo o perímetro e caso ninguém estivesse olhando, entraria na sala em que ele estava com um sorriso maldoso ao rosto, dando passos lentos enquanto focaria meus olhos nos seus tentando amedrontá-lo. Na situação de alguém estar observando, aguardaria por ali com a desculpa de que estava tentando me recompor, torcendo assim que em algum momento ele ficasse sem vigia, quando aproveitaria pra me aproximar e então colocar em ação o mesmo plano.

-Temos um assunto inacabado, não acha?! -levaria minha mão direita a seu ombro e forçaria levemente pra baixo, enquanto usaria a esquerda pra lentamente pegar minha pistola e leva-la até o pescoço do homem. -Não se atreva a fazer barulhos mocinho... tenho certeza que não quer morrer por agora. -largaria seu ombro e continuaria apontando a arma enquanto usaria a outra mão pra jogar o cabelo pra trás. -Me diga agora e sem enrolações. Onde está a madeira que você roubou? -fixaria meu olhar de uma forma ainda mais assustadora ao mesmo.

Esperaria que ele colaborasse facilmente e caso eu obtivesse sucesso, o agradeceria com um sorriso no rosto mostrando profunda ironia e seguiria dali pra onde me houvesse sido revelado o destino da mercadoria roubada, onde checaria tudo e separaria a parte que fosse necessária pra construir um bote, decidindo assim levar o resto ao verdadeiro dono, onde entregaria o que estivesse comigo e diria se ele percebesse que não era tudo que havia sido levado:

-Sinto muito senhor, tentei ser rápida, mas quando eu e Benimaru o achamos, já era tarde, ele já havia vendido uma parte. Me desculpe, não fui capaz de evitar isso... -desviaria o olhar pra fora e fingiria estar muito chateada com o acontecido.

Já que o material que eu desejava já estava em minha posse, lá mesmo onde o grupo havia escondido tudo antes, daria uma opção generosa ao dono da loja tentando mostrar ser uma boa pessoa, enquanto me esforçaria pra disfarçar tudo que realmente estava acontecendo.

-Como não consegui trazer tudo, não vou exigir uma recompensa, ok? Deixo em suas mãos, se quiser me entregar algo, obrigada, mas se não quiser, eu te entendo, ninguém gosta de sair no prejuízo.

Caso recebesse algo ou não, voltaria de forma sutil ao lugar onde tudo houvera sido escondido e checaria novamente minha parte, quando suspiraria e começaria a pensar no que fazer dali, provavelmente uma boa ideia seria levar até a casa de Sorvi aproveitando minha capa pra me cobrir ao máximo, tentando não ser identificada, onde construiria o bote e me prepararia pro verdadeiro início de tudo.

Se o homem não cedesse a meu interrogatório, não poderia fazer muitas coisas, afinal o lugar onde estávamos não era o mais apropriado pra se dar um tiro em alguém, o que me faria procurar por seus capangas, aos quais faria as mesmas perguntas enquanto seguraria minha pistola não exatamente a apontando, mas deixando-a em minhas mão de uma forma que daria a entender que qualquer movimento brusco que fosse feito poderia resultar em algo não tão bom pra eles.

Em um grande azar que nenhum dos meus planos desse certo, teria que aceitar e seguiria até a loja de mãos vazias, onde falaria toda a verdade e pediria desculpas por não ter recuperado a madeira, o que me deixaria um pouco abalada, deixando assim meu caminho ainda mais difícil.







Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

Pensamentos
Falas
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ainz
Narrador
Narrador
Ainz

Créditos : 6
Warn : Construindo o Começo - Página 3 10010
Data de inscrição : 10/11/2017

Construindo o Começo - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Construindo o Começo   Construindo o Começo - Página 3 EmptyQui 02 Jan 2020, 18:24


Narração



Valery encontrou o qual perseguia, completamente desprotegido. Ele estava deitado em uma maca e parecia receber alguma substância diretamente na veia, através de aparelhos médicos.  

Averiguando o lugar e confirmando que ninguém estava de olho no homem, a mulher se aproximou-se lentamente com um olhar intimidador. O ruivo escutou os passos e se virou para encarar a moça, arregalando os olhos ao perceber a situação em que se encontrava.  

Ele queria gritar, mas não conseguia, estava levemente sedado e a voz não saía num tom alto suficiente para chamar a atenção dos médicos, que estavam em outro cômodo em horário de lanche.  

— Temos um assunto inacabado, não acha?!  

A mau humorada bradou, levando a mão direita no ombro do ruivo e forçando-o levemente para baixo, afundando no colchão da maca. Sua mão esquerda puxou o revólver e apontou-o diretamente para o pescoço do homem, que começou a suar frio e a expressar evidentemente um medo da morte. Valery sentiu uma fisgada e foi obrigada a abaixar o revólver para descansar o ombro, que ainda não estava curado, mas não desistiu da intimidação.

— Não se atreva a fazer barulhos, mocinho, tenho certeza de que não quer morrer agora!  

Ela largou o ombro do rapaz e, com a mão agora livre, deu uma jogada de cabelo antes de continuar seu discurso.  

— Me diga agora e sem enrolações, onde está a madeira que você roubou?

Valery parecia decidida a arrancar a informação do homem a qualquer custo.  

— E-Está num a-armazém... — ele falava com algumas dificuldades e uma voz baixa. — Fica na rua... — Ele começou a dizer a localização com detalhes para Valery, que agora tinha a informação de que precisava.  

Conseguindo o que queria, a pistoleira saía dali, ainda de revólver na mão, o que causou o espanto de muitos, inclusive do policial de outrora, que lhe alertou.  

— Ei! Guarde esse negócio! Não pode andar por aí com uma arma assim, vai assustar os cidadãos!

E assim a moça foi obrigada a guardá-la antes de seguir seu caminho até o endereço indicado.  

Caminhou pelas ruas da cidade de encontro ao armazém citado e deparou-se de cara com ele, presumindo que tudo que teria de fazer era pegar os materiais e devolvê-los ao verdadeiro dono. Bem fácil, certo? Errado.  

Logo na entrada do armazém, um portão gradeado que dava acesso a uma espécie de garagem para carroças e outros transportes de carga. Logo após essa garagem, ficava o tal galpão onde supostamente estaria a madeira que Valery buscava.  

Mas agora havia um problema, o portão estava guarnecido por dois homens corpulentos e com feições duras e sérias, pareciam os seguranças do lugar, trajados inteiramente de preto como dois perfeitos capangas. Já estava anoitecendo, e o céu começava a enegrecer-se, mas ainda haviam postes de iluminação para clarear as ruas.  

A área do armazém consistia nesse pequeno quadrado maior de garagem, cercado por um muro de aproximadamente três metros de altura, e dentro um quadrado menor que representava o galpão em si. A única entrada e saída era pelo portão guarnecido, que tinha diãmetro suficiente para a entrada e saída simultânea de duas carroças.


Npc's:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Graeme
Membro
Membro
Graeme

Créditos : 6
Warn : Construindo o Começo - Página 3 10010
Data de inscrição : 02/04/2019

Construindo o Começo - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Construindo o Começo   Construindo o Começo - Página 3 EmptyDom 05 Jan 2020, 21:53


Construindo o Começo
Capítulo 1
Diante da situação na qual me encontrava, respiraria fundo e decidiria ir voltar pra casa de Sorvi, onde passaria a noite pra descansar e acabaria de me recuperar de meus ferimentos caso fosse possível. Quando amanhecesse, lembraria de quanta munição tinha me arma, quando a recarregaria e então iria em direção à loja de barcos onde procuraria notícias de Benimaru e caso o encontrasse ou recebesse sua localização, chegaria até o mesmo e o convidaria pra sair pra ter um rápida conversa, quando explicaria pro mesmo onde se encontrava o armazém com a madeira e o chamaria pra ir até lá, onde finalmente recuperaríamos a mercadoria.

Se conseguisse que ele viesse comigo, me dirigiria o mais rápido possível pro local pensando em planos totalmente ofensivos, mas caso ele não quisesse vir, teria que montar uma estratégia melhor, o que gastaria uma boa quantidade tempo, na qual estaria espiando como funcionavam os turnos dos seguranças, pra que apenas assim eu pudesse formar um plano e finalmente conseguiria colocá-lo em ação.







Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

Pensamentos
Falas
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Construindo o Começo - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Construindo o Começo   Construindo o Começo - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Construindo o Começo
Voltar ao Topo 
Página 3 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Dawn Island-
Ir para: