One Piece RPG
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [M.E.P.] Likes: Ghouls
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor Likes: Ghouls Hoje à(s) 21:25

» [Mini-Likes: Ghouls] Teoria Humoral
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor Likes: Ghouls Hoje à(s) 21:21

» [Mini-Sting] Trabalhos sujos de formas baratas
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor Sting L3 Hoje à(s) 20:20

» [MINI-*JAUM11*] *O INÍCIO*
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor jaum11 Hoje à(s) 20:01

» [MINI - Mirutsu] Começo da Jornada
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor Mirutsu Hoje à(s) 19:34

» Ficha~Pierce~
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 19:04

» [Ficha] Violet
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 18:58

» Violet
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 18:58

» Buki Bijin
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor Bijin Hoje à(s) 18:43

» [Mini - Lind] Testando novas águas
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor Lind Hoje à(s) 18:41

» [MINI-JuninhoSiq1997] O Inicio
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor Khrono Hoje à(s) 18:00

» Takamoto Lisandro
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 16:34

» [Mini - Kyoki] Uma Jornada Inesperada.
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor Kyoki Hoje à(s) 16:30

» [Ficha] Hakuho
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor Van Hoje à(s) 13:42

» [Mini - Chikara] - Vamos para algum lado ?
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor Roy Collins Hoje à(s) 13:02

» [Mini Shelvinho] O Início da Lenda
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor Khrono Hoje à(s) 12:44

» [Ficha] Song Jun Wang
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor Visastre Hoje à(s) 0:53

» [Mini - Inim] O errante
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor Khrono Ontem à(s) 23:25

» [Ficha] Miyamoto Ryuma
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor Miyamoto Ontem à(s) 22:52

» [Mini - Van] Seguindo conselhos
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Emptypor GM.Hisoka Ontem à(s) 21:12



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and Fire

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Valerie Valentine
Membro
Membro
Valerie Valentine

Créditos : Zero
Warn : [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara 10010
Feminino Data de inscrição : 20/03/2019

[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Empty
MensagemAssunto: [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara   [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara EmptyQui 21 Mar - 0:29

Nome: Valerie Valentine
Idade: 20 anos
Sexo: Feminino
Raça: Humano
Tamanho: Normal
Estilo de Combate: Atirador
Localização: Loguetown
Grupo: Civil
Vantagens: Genialidade
Desvantagens: Distraído
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ReiDelas
Orientador
Orientador
ReiDelas

Créditos : 5
Warn : [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara 010
Masculino Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 19
Localização : Hospício

[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara   [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara EmptyQui 21 Mar - 14:11

~Mini-Aventura APROVADA~


Olá, seja bem-vindo ao OPRPG!!

Eu sou um Orientador, minha função é lhe ajudar a se adaptar neste universo do OPRPG.

Sendo assim irei lhe orientar de todas as formas possíveis, a partir de dicas no decorrer desta Mini-Aventura. Como esse fórum é bem complexo em suas regras, também irei tentar responder suas dúvidas, por isso, no menu de navegação (parte superior do site) existe um link M.P. O mesmo corresponde às mensagens privadas. Lá você poderá, em qualquer momento que achar necessário, me enviar dúvidas de como prosseguir no jogo; ou pode entrar no seguinte link: https://www.onepiecerpg.com/f3-duvidas-criticas-e-sugestoes , e criar um tópico para algum membro da Staff responder; mas caso tenha dúvidas durante a Mini, pode colocar em "off" no próprio post.

Meu discord é Ivinha#4206, sinta-se livre pra me contatar, estou à disposição para quaisquer dúvidas.

Sim... Vamos ao que importa?

Abaixo seguirão algumas dicas para que leia antes de criar seu primeiro post.

DICAS:


  • Lembre-se que você apenas narra as ações de seu personagem, seu personagem nunca FAZ ele sempre TENTA e também demonstre desde o 1º post qual o seu objetivo na aventura.
  • O ambiente que você se encontra, NPC's e todo o resto que compõe sua aventura, quem cuidará disso sera seu narrador.
  • As mini-aventuras servem para corrigir seus erros na narração durante a aventura e também formas melhores de deixar sua narração mais interessante.
  • Caso a Mini-Aventura fique sem post durante 5 dias por parte do player, a mesma será cancelada.


O 1º post é seu e eu serei o seu Orientador.

____________________________________________________

[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Ja4rPyv
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Valerie Valentine
Membro
Membro
Valerie Valentine

Créditos : Zero
Warn : [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara 10010
Feminino Data de inscrição : 20/03/2019

[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara   [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara EmptyQui 21 Mar - 20:00


Todas as famílias felizes são iguais. As infelizes o são cada uma à sua maneira.¹ E era uma infelicidade fria e corrosiva a que se espalhava na casa onde Valerie cresceu, agravada com a longa convalescença de sua mãe, em um desfecho pequeno e afiado como um espinho. O pai, oficial da Marinha, desde sempre pouco esteve com a família. Entretanto, antes de morrer, a mãe revelou à filha, então com doze anos, que aquele homem distante e de tão raro afeto não era na verdade quem ela pensava ser. "Você vai encontrar seu pai verdadeiro..." - a voz em um fio da mãe já muito fraca dizia - "... onde o Céu beija o Mar... onde só o Amor é real". O luto sincero afastou ainda mais o suposto pai da suposta filha, naquela frágil família que agora não mais se justificava, a não ser pelo fato de que ele ignorava que Valerie sabia.

E ainda mais. Crescendo sob a tutela de preceptoras e professores, em uma casa silenciosa preenchida de sombras, Valeria lia. Clássicos. Didáticos. Informativos. Documentos. Havia papéis suficientes para que fosse irrefutável a posição pouco honrada de seu até então pai nas atividades da Marinha. Propinas. Favorecimentos.

- Onde o Céu beija o Mar. - Valerie repetia para si mesma todos os dias, como um mantra - Onde só o Amor é real.

E estudava. Sua sede insaciável de conhecimento levou à conclusão da formação básica ainda bem cedo, dando à garota meios de dedicar-se com afinco à sua paixão pela Arqueologia. O estudo de línguas, modernas ou antigas, vivas ou esquecidas, era um dos jogos preferidos de Valerie: o eco da enorme casa praticamente vazia dava à moça solitária a sensação de poder praticar sua pronúncia com um ouvinte interessado. A própria companhia era a mais apreciada e única realmente constante na vida da jovem.

Porém, Valerie não se furtava à observação pontual da sociedade que a cercava. Vivendo em Loguetown, centro de efervescência e burburinho, logo descobriu que bastava paciência e algum jogo de cintura para que a multidão abençoada esquecesse qualquer coisa. Gostava de ir às compras do meio para o fim da tarde, quando muito da emoção do dia já havia se desenrolado, para ver as expressões das pessoas depois que a máscara matutina de cordialidade já havia ruído. E era belíssimo. Cansaço, mal-humor e até raiva, sim. Mas também amor, compaixão e ternura. A lembrança de sua mãe a acompanhava em cada um daqueles momentos, assim como a certeza interior de que, quando encontrasse seu verdadeiro pai, ele a abraçaria de todo coração - ao contrário do homem que sequer havia participado efetivamente de sua criação, delegando-a a tutores e relegando-a a uma visita a cada três meses, por não mais que três dias.

E, bem, já fazia duas semanas desde a última vez em que ele esteve em Loguetown. Ela já havia concluído todo o estudo que poderia fazer sem sair dali. E seu coração chamava pelo Mar. Com o planejamento cuidadoso para fazer algo completamente estúpido de que apenas os jovens são capazes, Valerie decidiu que havia chegado a hora.

Deixaria Loguetown com a maré alta.

Não com a determinação intrépida dos muitos que buscavam a cidade como entreposto para suas grandes aventuras. Valerie sentia que seu caminho era contrário, talvez mais longo, mas apenas assim certeiro. O objetivo da jovem era a contramão - de volta aos mares menos badalados, com suas pequenas e charmosas ilhotas interioranas, abrindo-se diante de um horizonte impossivelmente infinito.

Tendo reunido ao longo dos últimos oito anos as informações necessárias para a partida, Valerie decidiu abandonar completamente o sobrenome daquele lar substituto. Valentine era o nome de solteira de sua mãe e era assim que a jovem mulher, agora aos vinte anos, pensava em si mesma. Valerie Valentine. Gostava do efeito da aliteração, que provocava um rubor leve em suas bochechas toda vez que pensava que o pai poderia reconhecê-la ao saber de seu nome - se ter os mesmos olhos profundamente verdes de sua mãe não bastasse.

Era provável que uma jovem tão bonita quanto Valerie recebesse descontos em sua busca por transporte para longe de Loguetown - em especial se a moça usasse um pouco do seu charme natural e despretensioso no processo - mas a verdade é que Valentine não fazia ideia de que era considerada atraente. Costumava se vestir com praticidade, o que em sua opinião incluíam calças que se ajustassem ao corpo e facilitassem seus movimentos ao alcançar livros em estantes altas, e blusas confortáveis, que respeitassem suas formas. Trazia os cabelos quase sempre presos, costume comum aos que se debruçavam por horas sobre livros e artefatos. Mas, naquele dia em especial, procuraria não esquecer suas armas - uma pistola e um rifle, deixados ali para caso fosse preciso defender a propriedade. Com eles, aprendeu a atirar nas longas tardes de tédio. Algo que poderia de alguma forma vir a calhar.

Decidida, Valerie reuniria seus pertences previamente preparados em uma discreta mochila - oito anos para planejar uma fuga dava algum tempo para escolher os melhores modelos. Alguns livros, algumas roupas, as armas, algum dinheiro. Valerie era uma moça de gostos simples, afinal. Tomaria o rumo do cais assim que o primeiro alaranjado do sol surgisse no horizonte, trancando a grande casa vazia antes, em uma despedida silenciosa. Caminharia sem pressa, mas com certeza de seu objetivo. E buscaria o velho Encarregado das Docas para saber notícias sobre algum navio deixando Loguetown rumo às mais calmas ilhas, longe demais das capitais².

Referências:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ReiDelas
Orientador
Orientador
ReiDelas

Créditos : 5
Warn : [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara 010
Masculino Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 19
Localização : Hospício

[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara   [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara EmptySex 22 Mar - 16:28

Interação.

Pouco faltava para o pôr do Sol; as lojas começavam a fechar (sua grande maioria), bares começavam a encher, e as ruas esvaziavam-se gradualmente. Centenas de trabalhadores, em horário de pico, deixando as empresas onde trabalham e indo para suas casa. Ou para os bares. A cidade tornava-se muito mais silenciosa, no mesmo ritmo.

Recém saída de casa, com sua mochilinha nas costas, Valerie caminhava. O caminho até as docas era curto, e o som do mar sereno rebatendo-se contra a orla da ilha, era relaxante. Ao longo do caís, navios e mais navios, de todos os tipos e tamanhos. Alguns da Marinha, alguns mercantes e alguns de transporte; suas velas não estavam retesadas, e a tripulação podia ser vista no convés com facilidade.

Os olhos da garota pareciam procurar, entre tantos detalhes que furtavam-lhe a difusa atenção, o homem encarregado pelo controle do porto; quem aporta e quem parte. Sua figura era conhecida por muitos na cidade, dado os anos em que esteve a serviço da cidade. E ele se sentava bem no começo, perto dos degraus de madeira que levavam aos deques, sobre um barril. Descascava uma laranja com uma faca curtinha, numa calma e paz invejáveis.

E ele notava a presença da garota, e também sua bagagem. Já suspeitava de que se tratava. — Procurando um meio de transporte para sair da cidade? Hahah. Se você viesse com a lua no céu, eu suspeitaria que está fugindo de alguém. — E gargalhava breve e sutilmente. Parecia ter cerca de cinquenta anos, uma barba grisalha bem delineada e não muito grande. Corpo robusto e roupas simples; havia sal da maresia em sua barba e cabelos. O cheiro de peixe "perfumava" todo o lugar, de forma tênue. — O nome é Gilberto. Como se chama, senhorita?
Comentários:
 

____________________________________________________

[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Ja4rPyv
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Valerie Valentine
Membro
Membro
Valerie Valentine

Créditos : Zero
Warn : [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara 10010
Feminino Data de inscrição : 20/03/2019

[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara   [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara EmptySab 23 Mar - 17:24



Valerie realmente adorava o cheiro de sal que vinha com o rugir grave das ondas. Naquela parte de Loguetown, a profundidade do mar tornava o bater das águas contra os cascos dos navios uma canção doce para a jovem, cuja mente naturalmente distraída lembrou-se da possibilidade de haver embarcações da Marinha atracadas por ali apenas quando era tarde demais. À vista dos navios que oscilavam com suavidade à maré, Valerie desviaria-se o máximo possível daqueles da Marinha, de modo a evitar que subordinados ou colegas de seu suposto pai a avistassem nas docas.

Focada em permanecer fora das vistas da Marinha, Valerie - que estava distraída para todo o resto - assustou-se levemente quando abordada pelo Encarregado das Docas. Sorrindo de modo simpático diante da observação sobre uma provável fuga, a jovem de grandes olhos verdes esperou que o ancião se apresentasse. Apenas aí responderia, de maneira educada:

- Valentine. - soltando a mochila de um dos ombros, a moça reviraria os pertences por um instante, "esqueci as porcarias das armas", até encontrar um papel - Sr. Gilberto, será que alguma das embarcações estaria partindo rumo a... - ela consultaria suas anotações - ... Toroa Island? Nas próximas horas, de preferência. Só preciso de tempo suficiente para uma passada na loja de armas.

Fecharia a mochila e voltaria a ajeitá-la nos dois ombros. Talvez ter esquecido as antigas armas usadas para a proteção da propriedade fosse um golpe de sorte. "Aquele velho mosquete não serviria mesmo de muita coisa para a jornada, e era uma arma da Marinha" - Valerie pensava, enquanto olhava ao redor - "Não tenho tanto dinheiro, mas..."

- Indica algum lugar onde uma jovem possa conseguir um par de "espanta-pretendentes", Gilberto-san? - a jovem sorriu, com o sol poente lançando reflexos quentes por seus cabelos que ondulavam ao vento.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ReiDelas
Orientador
Orientador
ReiDelas

Créditos : 5
Warn : [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara 010
Masculino Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 19
Localização : Hospício

[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara   [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara EmptySeg 25 Mar - 15:55

Interação.

Bom, nesse horário... A laranja, já descascada, levou à boca, chupando-a sem cerimônia. Chegava a sujar a barba. — Temos algumas escunas que devem sair na faixa das 22 ou 23 horas. Talvez o Arsenal Regional tenha a arma que procura, mas ele fica longe, siga a Avenida Noroeste até o final. Quando cê voltar, vai 'tá de noite, já. — Continuou degustando da fruta cítrica, paciente e voraz. Depois de alguns segundos, deu de ombros. — Mas, é o único lugar ainda aberto. Pode achar boas armas lá.

No horizonte, o Sol poente, há pouco, fora descansar. Se não se apressasse, Valerie perderia os poucos minutos de luz natural que tinha, e em breve, a Lua surgira, entrecoberta por nuvens, brilhando bem pouco no céu noturno. Se decidisse por ir à loja, assim que chegasse, encontraria os profissionais quietos, cansados e desleixados, do turno noturno do Arsenal Regional.

o que deseja...? — O primeiro funcionário que a atendeu tinha uma expressão visível de "queria estar dormindo" mas, lentamente, atenderia seu pedido e a indicaria ao caixa, onde cobraria o valor da peça e receberia o pagamento. — são trinta mil berries... — se fossem armas que usam munição, complementaria. — gostaria de levar uma caixa de munições também...? São apenas mais dez mil berries... — Ele incluiria munições da arma que Valerie escolhesse. Por fim, aceitaria o pagamento e cederia os produtos.

Graças ao tempo perdido pela enrolação do atendente, Valerie veria-se num dilema; atravessar um bairro de volta às docas e fugir ainda hoje, ou encontrar abrigo até o sol raiar?
Spoiler:
 

____________________________________________________

[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Ja4rPyv
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Valerie Valentine
Membro
Membro
Valerie Valentine

Créditos : Zero
Warn : [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara 10010
Feminino Data de inscrição : 20/03/2019

[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara   [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara EmptySeg 25 Mar - 20:51


À indicação do Sr. Gilberto, Valerie sorriu e agradeceu:

- Obrigada! Retornarei em breve. Por favor, não deixe que partam sem mim!

Seguiria então pela via indicada, buscando manter-se longe dos olhos da Marinha e seus oficiais durante o trajeto pela Avenida Noroeste. Sendo distraída como era, Valerie tinha grande dificuldade de se concentrar em mais de uma coisa ao mesmo tempo, e talvez tropeçasse algumas vezes, em sua ânsia por esconder-se da Marinha - isso porque acabaria ignorando coisas mais simples, como degraus e meio-fios, em seu foco para se manter longe das vistas dos oficiais.

Entraria na loja decidida a comprar uma pistola simples, mas fatalmente se encantaria pelas armas expostas, que desviariam sua já precária capacidade de atenção. Ao ser interpelada pelo funcionário do turno da noite, com ares meio entediados, a moça sorriria e apontaria uma porção de armas diferentes, querendo saber o preço de todas, querendo tocá-las e ver seus detalhes, os entalhes, a madeira da coronha.

Após algum tempo, anunciado o valor, Valerie se assustaria. Seriam quarenta mil berries pela pistola e munições! Fazendo as contas de cabeça, não sabia se teria dinheiro suficiente para a viagem até Toroa Island. Após ponderar por alguns instantes, pagaria o valor e pegaria sua arma nova, encaixando o coldre quase como um cinto. Já era noite e não poderia mesmo voltar ao cais tranquilamente se não estivesse armada. Quanto ao valor da passagem, teria que se preocupar depois.

Com isso em mente, despediria-se dos funcionários da loja:

- Obrigada e tenham um bom trabalho! - antes de ganhar a porta da rua, novamente pela Avenida Noroeste.

A lua mal trazia iluminação naquele céu entre nuvens, mas Valerie não poderia se dar ao luxo de perder mais uma noite em Loguetown. Temia perder a coragem - ou, o que seria ainda pior! - perder a oportunidade de finalmente deixar aquela cidade para trás e lançar-se ao mar inexplorado, em sua busca por sinais do passado.

"Onde o Céu beija o Mar" - mentalmente a garota entoava, de si para si - "Onde só o Amor é real."

Sempre buscando manter-se fora das vistas das autoridades navais, Valerie seguiria o mais rápido possível de volta para as docas, onde pretendia obter passagem na primeira embarcação deixando Loguetown rumo ao West Blue.

Sobre a arma:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ReiDelas
Orientador
Orientador
ReiDelas

Créditos : 5
Warn : [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara 010
Masculino Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 19
Localização : Hospício

[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara   [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara EmptyQua 27 Mar - 1:25

Interação.

A distraída Valerie tracejara seu caminho até a loja com sucesso, muito embora tropeçasse ou esbarrasse algumas vezes no meio do caminho. Tomando todas as preocupações para não ser avistada, a jovem conseguia, enfim, comprar sua pistola e suas munições.

Em seu lúgubre caminho de volta, ela podia ouvir o mar agitado a chamando, mas não podia notar as sombras que marchavam pelas paredes de lojas e residências sutilmente, como elementos naturais do ambiente; mal podia ouvir seus coturnos marchando pelos ladrilhos frios e lisos. Ela continuava seguindo o caminho pelo qual veio, sem desvio algum.

E essa foi sua ruína.

À sua retaguarda, não reservara atenção alguma (da pouca que possui), e não notou a dupla de lanceiros que chegava pela Rua Norte-Centroeste, que vinha do norte (direto do quartel) e cortava a Noroeste pouco atrás da jovem. À sua frente, enfim, se posicionaram mais dois lanceiros, surpreendendo-a com seus uniformes alvo-cerúleos. Vinham da Sudoeste, provavelmente em patrulha pela Rua do Mar, onde a avistaram com seus passos barulhentos e desajeitados.

Acredito que o senhor seu pai não permitiu que divagasse, à essas horas, pela cidade. Muito menos para comprar armas. — Saindo de trás dos dois lanceiros que estavam em frente a Valentine, um homem alto, de meia idade, segurando uma nodachi em uma das mãos. — Siga-nos sem resistência, iremos levá-la até seu pai, ele não está feliz em saber que tentas abandonar sua cidade e família. — Voz carregada de veneno. Como uma serpente com pernas. Acenou com a cabeça, a dupla de trás começa a marchar para frente. A de frente, também o faz. Lentamente, se aproximavam de Valerie, com as lanças para cima.

Apenas dez passos os separavam.

Nove.
Oito.
Sete...

O rugido do mar em seu chamado parecia... abafado.

Considerações:
 

____________________________________________________

[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Ja4rPyv
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Valerie Valentine
Membro
Membro
Valerie Valentine

Créditos : Zero
Warn : [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara 10010
Feminino Data de inscrição : 20/03/2019

[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara   [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara EmptySex 29 Mar - 12:08


Maldizendo sua distração costumeira, Valerie se deparou com uma verdadeira ameaça aos seus planos quando restou interpelada pelos oficiais no caminho de volta ao cais. Porém, mais que as lanças ou a postura de poucos amigos dos homens, a garota se preocupou com a frase que disseram: como assim iriam levá-la para o pai? Seu pai não estava fora da cidade há duas semanas?

Fingiria despreocupação a medida que os homens avançavam em sua direção:

- Oras, capitão, e quem disse que eu pretendia deixar a cidade? Papai sempre julgou importante que eu tivesse uma arma, para minha proteção e da propriedade. Mas nossa velha pistola enferrujou com a maresia... - a moça daria de ombros, procurando ganhar tempo para calcular suas chances. Nem ao menos sabia se o oficial ali era um capitão, mas sabia que os homens gostavam de ser chamados por títulos importantes - ... vocês vieram para me escoltar para a casa? É muita gentileza, mas não é necessário.

Sorriria de forma doce e simpática, fazendo uma breve continência com a mão na cintura e um leve oscilar dos quadris.

- A gente se vê por aí, sailors.

Tentaria evitar o combate direto, mas, ao colocar a mão na cintura para bater sua continência charmosa, buscaria apoiar a mão na coronha da arma. Caso os oficiais não acreditassem que ela voltaria para casa, Valerie lutaria por sua liberdade!

Sendo lanceiros, a moça buscaria correr e se manter à distância, enquanto atiraria contra os homens. Buscaria disparar de forma não-letal, mas desabilitante, mirando principalmente nas pernas, de modo a impedir que a persigam pela rua.

Todo o tempo, buscaria distanciar-se dos homens. Caso existam sombras e estruturas com as quais buscar cobertura, a garota procuraria distanciar-se e depois despistar seus perseguidores, sempre seguindo rumo ao cais.

Combate:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ReiDelas
Orientador
Orientador
ReiDelas

Créditos : 5
Warn : [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara 010
Masculino Data de inscrição : 13/08/2015
Idade : 19
Localização : Hospício

[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara   [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara EmptySeg 1 Abr - 15:42

Combate

Toma-nos por tolos, criança? — Todos os cinco oficiais notaram sua mão pousando-se discretamente sobre a coronha; aceleraram seus passos até distância suficiente para que as lanças surtissem efeito. — Sou o braço direito de seu velho, e ele me alertou que você tentaria coisas desse tipo. — Valerie correu.

Durante sua corrida, visara disparar contra os soldados, mas graças à proeminência comum com armas, seu próprio movimento de correr atrapalhava sua estabilidade. Seus tiros sequer atingiam os alvos, que se moviam com velocidade em seu encalço. O capitão do pequeno esquadrão fez um aceno de mão, e todos os quatro se aproximaram o suficiente de Valerie.

Como foi você quem mostrou resistência à Lei, não temos outra saída se não levá-la à força. — Valerie tentava virar uma esquina para pegar um atalho de volta ao cais, mas era surpreendida pela dupla de lanceiros da frente, que lhe lançavam uma dupla estocada, que não a perfuraria, mas cortaria a lateral de cada uma de suas coxas, fazendo sangue escorrer ainda tímido.

À média distância que estavam agora, poderia até haver uma chance. Ela precisa encontrá-la rápido, pois a dupla de trás se aproxima mais e mais, em marcha. O capitão, continua no mesmo lugar, observando-os apenas. — Esse é o último aviso, renda-se.


Considerações:
 


____________________________________________________

[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Ja4rPyv
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara   [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Personagem e Mundo :: Mini-Aventura :: Mini-Aventuras Concluídas ou Canceladas !-
Ir para: