One Piece RPG
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [MINI- Rmz'] Renegado
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor Rmz' Hoje à(s) 21:53

» Timbre Mudo
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor Wesker Hoje à(s) 21:29

» [MINI- Kiryu] Cumprindo uma promessa.
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor Kiryu Hoje à(s) 21:17

» Capítulo I - Surgem os Eternos!
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor Ripper Hoje à(s) 20:37

» ~ Mudanças Importantes ~
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor DEV.Ryan Hoje à(s) 18:28

» [MINI - Lily Ann] Rainha das Rosas
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor Kylo Hoje à(s) 17:48

» Phantom Blood
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor Johnny Bear Hoje à(s) 12:12

» [Kit - MINK (Dramatical Murders)]
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor Blum Hoje à(s) 11:58

» [MINI-Amador Amoroso] NANANAAA
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor Kylo Hoje à(s) 04:42

» Apresentação - 2: Falência ambígua
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor love.licia Hoje à(s) 02:21

» Fogo e Sangue
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor Shroud Ontem à(s) 23:52

» [M.E.P] Rmz'
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor Kylo Ontem à(s) 23:49

» Sem rumo definido
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor PepePepi Ontem à(s) 23:13

» Deus não me ama
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor Mirutsu Ontem à(s) 20:46

» A justiça não é cega!
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor Wild Ragnar Ontem à(s) 20:00

» Stage 1 - Uma nova vida
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor Bijin Ontem à(s) 17:25

» ☆☆I'm a motherf#$%in' starboy!☆☆
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor Wild Ragnar Ontem à(s) 15:31

» Cap. 1 - Abrindo caminho
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor Bijin Ontem à(s) 14:34

» Sons of Vermillion's Blood: Gênesis
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor Hooligan Ontem à(s) 14:04

» 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Emptypor yaTTo Ontem à(s) 07:50



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 73
Warn : Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho   Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 EmptySeg 11 Fev 2019, 21:22

Relembrando a primeira mensagem :

Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Misael Luz. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
MisaelLuz
Membro
Membro


Data de inscrição : 03/02/2019

Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho   Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 EmptySex 08 Mar 2019, 13:53



Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho



Não consegui muita informação sobre o cachorro com o Doutor, porém isso só me deixou mais curioso e empolgado para minha missão. Como pensei o Agente F será mais difícil de se achar do que parece. Ao sair, um agente me levou para outra sala com a promessa de um treinamento. No caminho não pude encontrar o Agente W, o que é uma pena. Espero que ele fique bem. Ao chegar na outra sala o agente se apresentou, me apontou onde poderia me trocar e me ofereceu uma aula de Lógica após isso. Ficaria muito animado com a proposta e correria para me trocar o mais rápido possível. ficaria surpreso ao ouvir no meio do caminho um barulho de ronco, mas ele disse que era pra eu acordar ele depois, então tudo bem.

Tiraria meu casaco, camisa e calça e os guardaria, então colocaria o uniforme (terno, calça e gravata) e guardaria meu distintivo no bolso. Sairia animado pronto para aprender.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Estou pronto

Iria então até o agente e o tocaria levemente, dizendo: Balmer? Balmer? Estou pronto para aprender sobre Lógica, Balmer. Ficaria lá o tempo que fosse necessário para aprender tudo que pudesse sobre Lógica. Quando terminasse a aula, perguntaria ao agente Balmer se ele sabe algo sobre o cachorro Boo, enquanto espero o Agente F me encontrar.

Thanks [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]




Histórico:
 

Objetivos:
 

Off:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bread
Civil
Civil
Bread

Créditos : 22
Warn : Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 03/04/2017
Idade : 30
Localização : Cactus Island - 1st Ilha 7th Rota

Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho   Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 EmptyDom 10 Mar 2019, 17:43





NARRAÇÃO MISAEL LUZ



MICQUEOT / POST 10






O Agente F parecia ser realmente muito competente para um agente... era como Balmer disse: "Um agente não é encontrado, ele encontra" e Misael precisava portanto evoluir e ser capaz de seguir essa regra à risca. W mesmo em meio à um tratamento médico não podia ser encontrado pelas enfermarias, o que provavelmente indicava que a ala para qual ele foi levado à tratamento era diferente da qual Misael estava.

Animado para sua primeira aula, o garoto de cabelo alaranjado vestiria orgulhoso seu uniforme do Governo Mundial e colocaria seu distintivo com toda a honra que seu mais novo cargo precedia. Ele agora era um agente especial às ordens do Governo Mundial em nome da justiça e da ajuda aos mais necessitados... era isso o que ele sempre quis e o que certamente seu pai ficaria emocionado ao descobrir.

- Balmer? Balmer? Estou pronto para aprender sobre Lógica, Balmer. - Misael cutucava Balmer que acordava com um pulo enquanto piscava rapidamente pelo ronco interrompido e esfregava seus olhos dando um último bocejo - Bem bem... vamos lá então! - dizia ele pouco antes de se espreguiçar.

A aula de lógica ministrada por Balmer parecia ser bem completa. Ela incluía desde a teoria básica de inferências, tautologias, Módulus Ponens e Módulos Tolens. A lousa era rabiscada freneticamente com cálculos matemáticos simples e complexos, mas que ao mesmo tempo eram divertidos de se aprenderem. Ao passo que a aula se desenrolava, exercícios lógicos eram aplicados e corrigidos prontamente pelo professor.

Além disso, a regalia de ser um agente oficial do governo garantiam algo como um serviço de quarto especial. A aula era interrompida no horário do almoço conforme Balmer puxava um Baby Den Den Mushi do bolso e solicitava um almoço completo com suco, salada, risoto e carne de primeiríssima qualidade. A comida foi entregue em um carrinho por uma mulher de meia idade que batia na porta alguns minutos depois... o carrinho era grande e Balmer se servia e servia Misael de uma refeição que era saborosíssima e com temperos na medida, que poderiam se igualar à comida caseira de sua mãe, se é que não era melhor.

Próximo do final da aula, a mesa de xadrez do canto da sala era utilizada no treino. Um jogo para descontrair mas que também auxiliavam em conclusões e antevisões que a lógica dispunha para fazer a mente do garoto trabalhar enquanto terminava sua aula se divertindo. Obviamente ele foi derrotado diversas vezes por seu mentor que sorria bastante de modo simpático e não o menosprezava, inclusive batendo palmas na única derrota que sofreu naquele dia, quando Misael conseguiu virar o jogo com um xeque-mate inesperado por Balmer.

O recém agente tentou indagar sobre o cachorro Poo, que Fabbo havia lhe adiantado que seria sua primeira missão, mas Balmer apenas desconversava enquanto arrumava os óculos que possuíam uma lente um tanto quanto grossa e o davam um ar de nerd sábio - Infelizmente não sei nada... aliás, de onde ficou sabendo sobre esse cachorrinho? - perguntava ele conforme arrumava as peças de xadrez e as guardava em uma gavetinha que ficava embaixo do tabuleiro.

Seu professor apertava a mão de Misael ao fim da aula e o conduzia àquele que seria seu quarto pelo dia - Amanhã volte à sala de aula... irei te mostrar como aquela máquina de criptografia funciona - e Balmer dava dois tapinhas na cabeça de Misael como se ele fosse ainda uma criança bem tratada por um pai. O seu quarto era comunitário dispondo de três beliches e armários compartilhados, mas que não parecia estar preenchido com outros hóspedes já que Misael dormiu e acordou sem ter nenhuma companhia naquela noite que foi bem tranquila.

Na sala de aula no dia seguinte, Balmer estava roncando alto deitado no divã como era de se esperar. Ele parecia babar em um travesseiro improvisado do qual se recostava... o que provavelmente representava que Misael teria que acordá-lo novamente para a aula, que agora seria de criptografia.




Legendas:
 

Cenário:
 

Considerações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~~~~~~~~~~~~~~~~~~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Legendas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
MisaelLuz
Membro
Membro
MisaelLuz

Créditos : 6
Warn : Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2019
Idade : 18
Localização : Micqueot

Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho   Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 EmptySeg 11 Mar 2019, 12:19



Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho



Após um longo dia, cheio de desafios e aprendizado, eu finalmente chego no meu quarto. É maior do que eu pensei. Me deitaria na cama e olharia para o teto, contemplando o final do meu primeiro dia como agente. Não houveram muitas aventuras mas até que foi bem proveitoso. Me viraria na cama me deitando de lado, trazendo o foco dos pensamentos mais para perto. Me pergunto como estarão meus pais, não vejo a hora de contar para eles que eu passei, talvez seja bom esperar eu terminar ao menos uma missão assim a história vai ficar mais interessante. Também gostaria de saber como está o agente W, ele já deve estar bem. E assim minha mente e corpo vão se acalmando, minhas feridas sarando e eu caio em um sono tranquilo e profundo.

Quando eu acordasse, procuraria um banheiro para sanar minhas necessidades matutinas básicas. Enquanto me dirigisse a aula do Agente Balmer, procuraria também o refeitório para saber se seria possível tomar um café da manhã, mas não com muito afinco pois confiava que Balmer não me deixaria passar fome. Ao chegar na sala, o mexeria de leve para acordá-lo enquanto chamo seu nome. Quando ele acordasse eu estaria pronto para aprender a Pericia Criptografia, e eu ficaria lá o tempo que fosse necessário para aprendê-la.

Ao final da aula, agradeceria ao meu mestre e lhe faria uma nova pergunta: O senhor sabe onde está o Agente W? Sabe se ele está bem? Não conseguia parar de pensar que eu me excedi com o  W, e agora não conseguia me impedir de me preocupar com seu estado. Após ouvir a resposta de Balmer, me focaria na missão e começaria a explorar o QG atrás do Agente F. Enquanto ele não me encontrasse para me dizer o que fazer eu aproveitaria para dar uma de curioso e estudar cada cantinho daquele QG.

Thanks [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]




Histórico:
 

Objetivos:
 

Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Bread
Civil
Civil
Bread

Créditos : 22
Warn : Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 03/04/2017
Idade : 30
Localização : Cactus Island - 1st Ilha 7th Rota

Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho   Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 EmptyQui 14 Mar 2019, 21:23





NARRAÇÃO MISAEL LUZ



MICQUEOT / POST 11








Para Misael um dia repleto de aulas teóricas e práticas não havia sido muito aventuroso, mas divertido e interessante sem dúvidas. O trabalho de um agente do governo não era tão movimentado e agitado como o de um marinheiro, mas focava muito mais na paciência, inteligência e tensão do que na ação física propriamente dita... será que o garoto tinha escolhido o caminho certo para sua vida?

O garoto repousava na cama que não era tão confortável quanto a da sua casa; muito longe disso inclusive. Porém, seu pensamento voava sem limites ao lembrar de seus pais e se preocupando com o Agente W. De fato ele era um menino que valia ouro e seu senso de justiça estava aflorado... mas o quão jóia bruta ele conseguiria se manter com um mundo repleto de pessoas se esforçando para te lapidar?

Misael encontrava uma lanchonete que se asselhava à uma hamburgueria da década de 50, com uma decoração inteiramente vintage. Traços brancos, pretos e vermelhos combinavam bastante com os ternos dos agentes parecendo que aquele local parou no tempo. O café do dia era simples com torradas, ovo frito e bacon além de um delicioso café forte com um leite de vaca bem gorduroso. O banheiro não tinha nada demais, mas era bem cuidado como deveria ser para um restaurante chique.

Balmer estava dormindo no divã de sua sala como de costume. Misael o chacoalhava e o acordava em um pulo - Ahhhhh bem bem... Criptografia hoje né? - perguntava ele já respondendo para si mesmo conforme coçava a testa freneticamente - Sim! Isso mesmo... essa será sua última aula e amanhã já poderá receber o briefing do Agente F para sua primeira missão ok? - perguntava ele aguardando confirmação pouco antes de bocejar. Balmer indicava o caminho do qual Misael precisava fazer para encontrar F no dia seguinte, apontando com os dedos - Você vira aqui à esquerda... depois na terceira porta à direita...... - pareciam várias direções, mas não foi tão difícil assim de decorar.

O treino de criptografia era bem mais complexo e completo do que o de lógica, levando quase nove horas completas. Balmer passou a maior parte do tempo ensinando criptografias e sua história, desde a DES, AES, RSA, conceito de chaves públicas e chaves privadas e até o método Romano, que era muito simples. Desta vez, ele chegou à usar a máquina grande que estava na parede, parecendo com vários relógios contendo letras e números - Veja só... esta foi a primeira máquina de criptografia inventada! - dizia ele orgulhoso - É rústica de fato e leva bastante tempo para descriptografar uma dada mensagem... mas está aqui mais pelo contexto histórico envolvido do que sua utilidade prática - ele batia com o dedo indicador duas vezes na testa - Aqui, dentro de nossas cabeçinhas, está a melhor máquina que você pode querer para criptografar e descriptografar qualquer mensagem...

Misael procurava perguntar sobre o Agente W durante os ensinamentos, mas em um dado momento de pausa para descanso, Balmer elucida - Evite ficar se preocupando com os colegas e demonstrando sentimentos garoto. Isso irá te trucidar lá fora... jamais ponha seu coração à frente do seu cérebro e confie sempre na capacidade de tratamento de nossos médicos e da recuperação de nossos colegas de profissão - o professor dava alguns tapinhas no ombro de Misael - Esta é talvez a dica de ouro que tenho para lhe dar.

Ao final do dia, caso Misael fosse até a sala do Agente F conforme indicado, veria que ele não estava lá... mas sim, um homem de cabeça raspada e alto, muito bem trajado e com os olhos brancos em uma coloração fosca - Feche à porta garoto - dizia o homem batendo suas mãos sobre a mesa para se levantar e ficar de pé - Serei seu instrutor a partir de agora - dizia o homem seriamente sem encarar Misael nos olhos. Sim... o Agente W estava à sua frente como se ele não tivesse sido espancado dois dias atrás.




Legendas:
 

Cenário:
 

Considerações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~~~~~~~~~~~~~~~~~~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Legendas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho   Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Capítulo 1: Sobriedade na Ilha do Vinho
Voltar ao Topo 
Página 3 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Budou Island-
Ir para: