One Piece RPG
A Caça e o Caçador XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» A justiça não é cega!
A Caça e o Caçador Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 19:43

» Capítulo I: Meu nome é Cory Atom! Filho de Kouha Atom
A Caça e o Caçador Emptypor Kiomaro Roshiro Hoje à(s) 18:06

» There's no good man in the west
A Caça e o Caçador Emptypor PepePepi Hoje à(s) 17:45

» The Victory Promise
A Caça e o Caçador Emptypor Apoo Hoje à(s) 16:58

» On The Top Of The World
A Caça e o Caçador Emptypor GM.Kekzy Hoje à(s) 15:59

» Red Albarn e o Alvorecer de um Herói
A Caça e o Caçador Emptypor GM.Doodles Hoje à(s) 15:22

» [Mini-Handa] Uma beleza preguiçosa
A Caça e o Caçador Emptypor Handa Hoje à(s) 05:11

» Al mare!
A Caça e o Caçador Emptypor Fanalis B. Ria Hoje à(s) 05:00

» Vermelho
A Caça e o Caçador Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 04:15

» Ficha - Dylan Jones
A Caça e o Caçador Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 02:31

» Dylan Jones
A Caça e o Caçador Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 02:30

» [MINI - Gon Vinteluas] *SENHORAS E SENHORES!*
A Caça e o Caçador Emptypor Bijin Ontem à(s) 22:16

» [MINI-Yahikko] - A partir do zero!
A Caça e o Caçador Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 20:32

» Una Regazza Chiamata Pericolo
A Caça e o Caçador Emptypor Vrowk Ontem à(s) 20:03

» Unidos por um propósito maior
A Caça e o Caçador Emptypor madrickjr Ontem à(s) 17:22

» [MEP] 01 | Eco
A Caça e o Caçador Emptypor DJ GBR Ontem à(s) 17:06

» [MINI - DJ GBR] 01 | Eco
A Caça e o Caçador Emptypor DJ GBR Ontem à(s) 17:03

» Faíscas da Revolução
A Caça e o Caçador Emptypor K1NG Ontem à(s) 13:46

» O Sapo Mágico
A Caça e o Caçador Emptypor K1NG Ontem à(s) 13:15

» Apresentação 3 - Falência Abrasiva
A Caça e o Caçador Emptypor GM.Furry Ontem à(s) 12:06



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 A Caça e o Caçador

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 47
Warn : A Caça e o Caçador 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

A Caça e o Caçador Empty
MensagemAssunto: A Caça e o Caçador   A Caça e o Caçador EmptyQui 27 Dez 2018, 15:53

A Caça e o Caçador

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Gian Claude Strauss. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Minos
Civil
Civil
Minos

Créditos : 7
Warn : A Caça e o Caçador 9010
Data de inscrição : 24/11/2018

A Caça e o Caçador Empty
MensagemAssunto: Re: A Caça e o Caçador   A Caça e o Caçador EmptyQui 27 Dez 2018, 18:49


A Caça e o Caçador 
Prólogo


Memórias... Memórias eram o quê me faltariam naquele instante, eu não lembraria de muitas coisas depois do último dia, e possivelmente, não me lembraria agora de onde estaria atualmente, será que foi uma bebida forte que me baqueou? Uma noitada na gandaia? Mesmo eu sendo velho demais para as coisas que gosto de fazer, aquela amnésia toda era estranha demais, mas de uma coisa eu sei, nunca que eu teria sido nocauteado.  Que porra! — Levantaria a cabeça de onde é que eu estaria, tentaria sentar caso conseguisse, e esfregaria os olhos, respirando fundo olharia ao redor — Onde será que eu estou? Sivuple

Ficaria sentado olhando fixamente ao chão, com as mãos cruzadas, bufando e batendo os pés incessantemente em sinal de ansiosidade, com pausas apenas para coçar minhas costeletas protuberantes. Era uma possível mistura de enxaqueca, cansaço e mal-estar, talvez fosse fome? Eu não fazia ideia, mas uma iniciativa sensata era sair de onde estou para procurar um bar, uma lanchonete ou algo para ter mais informações, eu não tinha ideia de nada.

Molharia os lábios com a língua, levaria minha mão aos meus possíveis bolsos procurando algo e checaria o quê eu carregaria comigo, ficaria inquieto procurando um isqueiro e tabaco. Hm... Que vontade de fumar um charuto! — Diria indagado. Ao mesmo tempo sentiria meu estômago roncar e isso me levaria a um impasse, saciaria minha vontade ou minha necessidade? Eu realmente não saberia responder, com para uma boa confusão mental nada melhor que um bom charutinho para me fazer pensar melhor, porém, saco vazio não parava em pé, e pelo que parecia, eu não comia faz tempo.

Hm... — Levaria novamente minhas mãos as minhas costeletas e as massagearia simbolizando que estava pensando freneticamente. Já que não sou muito um homem de ficar parado, andaria até sair de onde estava e seguiria até o quê encontrasse primeiro, um bar ou um restaurante, porquê nenhum dos dois viriam andando até mim, então... Vou até eles!

Caminharia atento ao redor, com os braços cruzados e um semblante de mal-humorado, não me importaria muito com minha situação externa atual, que aliás, não a entenderia, estava preocupado com as situações internas, iria até o lugar onde pudesse resolvê-las e se encontrasse alguém amistoso por lá, pediria informações caso a pessoa tenha me visto e quiser ser solidária.

Histórico:
 
Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alê
Narrador
Narrador
Alê

Créditos : 2
Warn : A Caça e o Caçador 10010
Masculino Data de inscrição : 12/07/2015
Idade : 21
Localização : Farol - Grand Line

A Caça e o Caçador Empty
MensagemAssunto: Re: A Caça e o Caçador   A Caça e o Caçador EmptyQui 03 Jan 2019, 14:59




Narração

O começo na Ilha de Gelo


Gian Claude Strauss. Não se sabia o motivo de alguém, nascido no Novo Mundo, estar naquele pedaço de gelo flutuante que se intitulava “Fenand Ice Island”, mas dava para se perceber que de fato ele não fazia ideia de onde estava. Conseguir uma taverna? Charutos? Ele iria procurar anos e não encontraria nada disso ali, na verdade, anos não seria o tempo correto, já que os dois quilômetros que era o tamanho daquele bloco gélido, seriam facilmente percorridos. De onde o aspirante a caça de fora-da-lei estava, podia ver alguns caminhos distintos que podia seguir. A sua frente, o home podia enxergar um amontoado de iglus — ou em outras palavras, as casas dos nativos que ali residiam. A sua direita, ao longe, “coberta” por um amontoado de neve, o sinal de fumaça era nítido, alguma coisa era queimada ali próximo. Porém, no lado contrário, a sua esquerda, estava um trio, grupo de pessoas, caminhando em uma direção. Os três carregavam bolsas consigo, porém, o gênero não podia se notar ao longe. O caminho até os eventos citados era desconhecido, exceto o primeiro, que claramente havia uma trilha que levava até os iglus. O vento frio, assolava aquela pele não tão acostumada com o extremo frio que a ilha fazia os presentes sentir.

Imagem Situação:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


SUPER IMPORTANTE:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Minos
Civil
Civil
Minos

Créditos : 7
Warn : A Caça e o Caçador 9010
Data de inscrição : 24/11/2018

A Caça e o Caçador Empty
MensagemAssunto: Re: A Caça e o Caçador   A Caça e o Caçador EmptyQui 03 Jan 2019, 19:15


A Caça e o Caçador 
Neve


A situação realmente não estava boa para mim, o vento congelante arrepiaria meu corpo da ponta dos pés até as madeixas do meu cabelo, sentiria um calafrio que me faria tremer repentinamente. M-mas que frio — Diria, levando os braços cruzados em baixo de cada axila para se aquecer — N-não teria lugar mais maldito para um homem como eu estar!  — Falaria emburrecido.

Semicerraria meus olhos para enxergar um pouco melhor as coisas a minha frente, não tinha muitos detalhes dos incidentes porém consegui ver um sinal de fumaça, algumas... Hmmm, eu não conseguiria distinguir exatamente o quê eram aquilo — O-que são essas coisas? — Sussurraria espanando o bigode, enquanto tremia de frio, tentando tirar os respícios de neve — Ah... Casas de neve! Claro... — Sorriria como se eu soubesse o quê de fato eram, mas na verdade, apenas estaria jogando um palpite. Pude perceber a presença de indivíduos chegando próximo a mim, não consegui ver seus rostos mas pude contar que eram três, e carregavam bolsas, meu primeiro pensamento seria que eles pudessem me ajudar, porém, nessa vida eram raras as pessoas que se classificavam como solidárias, e olhando ao redor mais cautelosamente, dificilmente alguém ajudaria um velho congelado como eu.

Não perderia tempo, caminharia encolhido antes que os sujeitos pudessem me perceber, iria até o grande sinal de fumaça deduzindo que haveria uma grande fogueira, e no entanto, calor! Aquilo talvez serviria momentaneamente para me tirar desse frio glacial. Não me arriscaria com aqueles sujeitos, eram 3, e eu sou 1, não sei se eles estão armados, mas eu com certeza não estou, se não, o sentimento de medo que me aflige não era tão gritante, e sendo sincero comigo mesmo, não considero medo mas sim instinto e sobrevivência, de fato!

Iria até o fumacê, cauteloso e encolhido, atento para distinguir sons de passo ao som de neve caindo do céu, me aproximaria na iniciativa de me proteger do frio, se houvesse uma fogueira me esquentaria nela, isso caso não houvessem perigos iminentes. Se existissem minímas chances de eu ser prejudicado nessa viagem, ou ao encontro da origem da fumaça aproveitaria do ambiente ao meu redor, me esconderia na neve, mesmo que fosse uma ideia absurda devido o frio intenso, mas isso só enquanto o sinal de perigo estiver alarmante, mas realmente a tática seria procurar me esquentar.

Caso encontrasse uma alma bondosa e que não demonstrasse perigo logo procuraria me socializar, tentaria ser sútil, mas pelo menos cumprimentaria. Então... Eu não sei como explicar isso mas você poderia me dizer onde est... Est.... EST... — Seguraria as palavras mas seria em vão, logo espirraria devido ao frio intenso — ATCHUUU! — E logo após limparia o nariz — Perdão, você poderia me dizer onde estou e onde eu poderia me proteger desse frio? Eu lhe recompenso futuramente, sivuple!

Seria sútil, mesmo que inconveniente, mas procuraria ser sútil esperando uma ação de bom grado.


Histórico:
 
Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alê
Narrador
Narrador
Alê

Créditos : 2
Warn : A Caça e o Caçador 10010
Masculino Data de inscrição : 12/07/2015
Idade : 21
Localização : Farol - Grand Line

A Caça e o Caçador Empty
MensagemAssunto: Re: A Caça e o Caçador   A Caça e o Caçador EmptySex 04 Jan 2019, 00:30




Narração

Um monstro da neve?!


Sentindo o frio dançar por sua pele a cada dança oportuna, Gian havia raciocinado a cerca das suas possibilidades. Entre enfrentar um possível trio, em sua mente, e ir em direção a iminente fumaça, o homem optou por vagar em busca de algum lugar a se esquentar e o fumacê era uma boa chance para isso. Caminhando pela neve que devido a profundidade exigia mais dos seus músculos inferiores, o homem demorou alguns minutos até encontrar de fato a origem da fumaça. Era um local mais elevado onde ele estava, com algumas pedras cobertas de uma densa camada de neve. Lá em baixo, no centro da construção natural de arcadas rochosas, havia uma única pessoa a mostra. O ser totalmente peludo, estava sentado segurando uma espécie de vara, onde na ponta, havia um tipo de peixe sendo frito na fogueira. A neve ao redor das chamas logo derretia, refletindo aquela ceia improvisada.

Ao tentar se aproximar, analisando que aquela cena era mais favorável que a anterior, talvez pela calma e o silêncio, as passadas travaram na neve, normal, porém, isso facilmente chamou a atenção do ser, que lá de baixo, logo olhou para onde Claude estava. Cravando a vara na nesse, o ser ergueu-se rapidamente e, diferente do protagonista, com certa facilidade iniciou uma corrida na direção do mesmo. — Então... Eu não sei como explicar isso, mas você poderia me dizer onde est... Est.... EST... — antes mesmo que o atirador pudesse terminar sua frase, aquela imensidão de pelos saltava em sua direção, rendendo-o com tamanha feracidade. Agarrando em ambos os braços, o ser desconhecido segurou os braços do aspirante a caça de procurados, que sem controle, conseguiu avistar que ali, a sua frente...

— ATCHUUU! — espirrou, sujando parcialmente o ser que estava a sua frente, que nesse momento, se mostrou ser uma mulher, trajando vestes extremamente densos de pelugem. Sem acreditar que o homem havia feito aquilo, ela olhava para as secreções que haviam saído de Strauss, retirando-as de seu rosto, porém, ainda em cima do homem. — Perdão, você poderia me dizer onde estou e onde eu poderia me proteger desse frio? Eu lhe recompenso futuramente, sivuple! — solicitou, cordialmente, o homem, obtendo como resposta um olhar obliterador da mulher, que se ergueu e caminhou de volta em direção a fogueira. Sem dar uma palavra sequer até iniciar a descida, a mulher claramente não queria conversa com o desconhecido que acabara de espirrar em sua face. — Estrangeiros...! — resmungou firmemente a mulher no que parecia mais uma reclamação para si mesma do que algo direcionado ao atirador.

Ao chegar no aparente acampamento, a mulher retirava eu capuz e ali, o homem podia avistar uma bela dama. Embaixo daquela densa casca, havia uma “donzela” de madeixas claras como a neve, que contrastavam com suas sobrancelhas escuras, que atenuavam aqueles olhos azuis, claros como o mar em noites límpidas. Com um tecido já desgastado, a mesma limpava o que Gian havia sujado, ignorando mais uma vez a presença do homem ali. — Será que já está pronto...? — comentava a mulher, olhando para o peixe. Mesmo que em baixo tom, comentário dançava pelo ar até chegar aos ouvidos do invasor, tão audível quando o chorar de uma fada da neve. O odor de peixe queimado começava a bailar pelos ventos frios, aquecendo as narinas de Strauss, além de lhe lembrar que a fome era algo que o atingia também e o roncar de seu tronco imitava um monstro da neve naquele instante.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


SUPER IMPORTANTE:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Minos
Civil
Civil
Minos

Créditos : 7
Warn : A Caça e o Caçador 9010
Data de inscrição : 24/11/2018

A Caça e o Caçador Empty
MensagemAssunto: Re: A Caça e o Caçador   A Caça e o Caçador EmptySex 04 Jan 2019, 17:32


A Caça e o Caçador 
A dominante donzela de gelo


Ficaria um tanto perplexo com aquele olhar hipnotizador, e ao meu ver, ameaçador. Não conseguiria discernir se o calafrio que estaria sentindo agora era de um leve pesar de ter espirrado logo tão próximo daquele indivíduo ou aquele frio incessante que cortaria minha pele como uma faca afiada — Espera aí... — Sussurraria incrédulo do que meus olhos poderiam ver, ou, talvez até criado uma ilusão, engoliria saliva seca e piscaria os olhos rapidamente para cessar a possível queda de neve em seus cílios. Era real? Realmente era real? Ou era um sonho? Ilusão da neve como um oásis no deserto, só que feito de pura e fria neve?! Aquele ser lotado de pelos, assando um peixe na brasa em plena neve absurda era... Uma mulher?!

Sem demora levantaria e seguiria a mulher até seu destino sem pestanejar, já que, era nítido devida minha falta de respeito em ter espirrado na face da mesma, na qual estava profundamente arrependido e envergonhado, mas um homem viril sabe a hora de falar e a hora de ficar quieto. Permaneceria quieto, obviamente, com o semblante envergonhado e sentindo um frio na barriga por ter feito tal atrocidade com uma pessoa tão generosa por não ter me matado, que inclusive se ela não matar o frio vai, naquele lugar.

Observaria um pouco de longe, quieto, brandando a situação e com os braços cruzados, não gostaria de demonstrar que estou em um situação de desvantagem com aquele frio intenso, fome, perdido e vergonha. Mas algo me fez mudar, rapidamente, uma ação depois da fala da moça me fez mudar todo meu jeito ao ter retirado o capuz, abaixaria a cabeça e cerraria os punhos pensando, cerraria os dentes mas não seria tão obvio para que ela visse minhas atitudes.

Caminharia calmamente e não demonstraria perigo, seria sútil e maduro em minhas atitudes, porém ao tomar uma distância confortável para a mulher, sentaria próximo a fogueira ainda com a cabeça abaixada e estendendo as mãos para tentar se esquentar, logo levando aos braços para passar o calor para o resto do corpo. Sentindo um formigamento em minhas entranhas e meu coração palpitaria tão rápido que meu coração pularia para fora da boca — Há algo que eu preciso lhe perguntar, moça das neves... — Levantaria a cabeça com as bochechas coradas e o olhar fixo na moça, mais uma vez engolindo seco a saliva — Você é maior de idade?!

Jogaria um clima tenso no ar, meu coração palpitaria forte, um homem viril sabe o momento de cortejar uma bela moça, mas também sabe não se jogar de cabeça de primeira para saber primeiramente seus objetivos e peneirar a situação. Mas, o clima seria quebrado pelo roncar de meu estômago, pareceria um monstro da neve, e isso me voltaria a realidade, mas com aquele gostinho de dever cumprido ao cortejar a mulher.

Passaria a mão para esquentar meu bigode, e chegaria um pouco mas perto do fogo tomando cuidado, respiraria fundo e a ouvir a moça sobre o peixe olharia para o mesmo — Para ser sincero... — Puxaria o ar para sentir aquele aroma dos anjos, que na verdade, qualquer coisa naquela situação era um manjar dos deuses, comeria até pedra ensopada com tempero — Pelo cheiro que exala, hm.... Eu acho que já está no ponto! Na brasa! —

Seria cordial, aceitaria caso fosse oferecido um pedaço daquele alimento, agradeceria com um gesto formal com a cabeça e levantando o alimento para a moça, logo comeria. Se não fosse oferecido, não pediria, por que um homem viril não se rebaixa por nada. Porém, independente das situações esperaria uma pausa para fazer umas perguntas. — Gostaria primeiramente de agradecer por ter me ajudado, e segundo, peço desculpas pelo incidente anteriormente, o frio faz essas coisas com a gente, não é? — Sorriria um pouco sem graça — Mas... Você poderia me dizer, você tem namora... Você sabe onde estamos? — Olharia serio para moça das neves — ...Ah, perdão, aliás meu nome é Gian Claude Strauss, e o seu?

Manteria a postura, seria sútil calmo e atento não só a postura da mulher quanto suas atitudes e ao redor, estava em uma acampamento desconhecido, uma local desconhecido e com uma pessoa desconhecida, por mais que meu semblante mostrasse que eu estaria calmo, por dentro, sempre estaria em alerta, como um sino em minha cabeça que badalava em qualquer sinal de perigo iminente.

Histórico:
 
Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alê
Narrador
Narrador
Alê

Créditos : 2
Warn : A Caça e o Caçador 10010
Masculino Data de inscrição : 12/07/2015
Idade : 21
Localização : Farol - Grand Line

A Caça e o Caçador Empty
MensagemAssunto: Re: A Caça e o Caçador   A Caça e o Caçador EmptyTer 08 Jan 2019, 00:33




Narração

Amigos


O começo da relação de Strauss com a mulher que acabara de conhecer não havia sido dos melhores. Vendo que ela havia voltado ao seu lugar de origem, pelo menos onde o homem havia a visto inicialmente, o mesmo se aproximou não se dando conta que aquele poderia ser o seu maior erro. Ainda navegando em tamanha falta de atenção, o mesmo questionou sobre a idade da mesma que, com um olhar fulminante, fuzilou Gian. Após receber a resposta negativa da mesma, o homem não sossegou. Se aproximando da fogueira, o mesmo analisou o peixe que a mesma averiguava e dando sua pronta análise, ele mais uma vez tentou se aproximar da mesma. Vendo que o homem estava próximo demais de sua refeição, a mulher, em um ato instintivo, pegou a vareta na qual o peixe estava preso e, se afastando, sentou perto de seu acampamento, deixando Strauss frente a lareira. Por mais que a garota tentasse evitar o homem, sua insistência começava a dar nos nervos da mulher, que em um ato de total perda de paciência, respondeu-o.

— PARE! — bradou, esquecendo-se do peixe, que caiu na neve — Ah, que merda! Pelos Deuses! — bradou ela pegando o alimento, limpando-o com a mão e voltando a comer. Ao ouvir o nome citado por Gian, ela pausava momentaneamente sua refeição e pensava algo, porém, ignorando aquele fato, novamente voltava a focar em sua comida. — Você fala demais, barbudo! — afirmou-a, com sua boca totalmente cheia —E ainda dizem que as burguesas da cidade não conseguem ficar com a matraca fechada... — riu, alegre com sua própria piada. Terminando todo seu banquete e restando apenas a cabeça do peixe, ela parou por um segundo e olhando para Claude, arremessou o resto do animal. Erguendo-se, ela começou a juntar suas coisas e quando Strauss percebeu, ela já tinha juntado suas coisas e se preparava para partir.

A garota seguia, sem falar com o homem e deixando a fogueira pra trás. Ela caminhava em direção ao mar. Porém, em contrapartida, para Gian, que havia ficado onde estava, no centro daquela depressão, que mais parecia um palco de horrores, a visão em meio àquela neve que caía permitiu que o homem visse uma figura ao longe, que simbolizava para os mais crentes alguma criatura se aproximando. O vento soprava mais rápido, gelando cada vez mais a pele e o semblante dos presentes. A neve cada vez mais dificultava a locomoção dos menos acostumado, até que um disparo foi o evento que coincidiu com a pausa nos ventos. Um disparo, singular silenciava os ventos. A direção do som? Muito provavelmente a direita do protagonista, perpendicular as direções antes citadas. Tal disparo havia chamado a atenção da garota, que a certa distância, parava para conferir o que tinha acontecido, porém, sem titubear.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


SUPER IMPORTANTE:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Minos
Civil
Civil
Minos

Créditos : 7
Warn : A Caça e o Caçador 9010
Data de inscrição : 24/11/2018

A Caça e o Caçador Empty
MensagemAssunto: Re: A Caça e o Caçador   A Caça e o Caçador EmptyTer 08 Jan 2019, 10:35


A Caça e o Caçador 
Impasse


Cruel, ou um tanto incompreendida talvez eu pudesse defini-la assim, sou um homem que de fato conheci várias mulheres, e uma em questão, não saiu da minha mente, a que chama pelo meu nome. Todas as mulheres em minha frente poderiam ser a quê procuro, mas definitivamente essa não é. Com uma breve analise entre falas e grosserias, olharia-a dos pés a cabeça, ao vê-la jogar a cabeça de peixe próximo a mim, pegaria e quicaria em minha mão como uma bola de neve — Burguesas da cidade? — Falaria comigo mesmo, em meus pensamentos, refletindo sobre as atitudes e falas da mulher — Nunca vi alguém tão ingênua... Não, ingênua não, descuidada seria melhor a palavra — Sorriria ao pensar e vê-la arrumando suas coisas para partir — Ela não deve perceber que a natureza de um homem é ser cruel, não importa quem seja, ele sempre será cruel e não abaixará a cabeça para nenhum ser que direciona a palavra com tanta ousadia como ela está fazendo, porém, eu definitivamente sou um homem calmo — Respiraria fundo, bocejando
a cortesia do som de meu estômago — Eu quero observá-la, com um lobo observa uma ovelha, como um urubu rodeia uma carniça, não que eu seja alguém ameaçador... Jamais — Levantaria e atiraria a cabeça do peixe para o meio das neves — Eu me sinto mais um.... — Olharia para mulher se afastando de mim — .... Caçador!

Algo havia tirado minha atenção daquela mulher, pude ver uma silhueta mais ao longe, meu corpo se arrepiaria da cabeças aos pés, sentiria um incômodo e um gosto ruim na boca, algo como um reboliço no estômago, todo meu corpo cintilaria em sinal de perigo, já quê, olhando ao redor qualquer um poderia perceber que não há nada para se resolver neste lugar gelado a não ser com qualquer um de nós dois, eu ou aquela mulher grosseira, que agora estaria mais distante da figura do que eu.

Em um curto intervalo de tempo, em meio a assovios do vento gelado o único som que conseguir discernir dos habitantes e do ambiente foi um disparo, era nítido para mim como o céu que nos rodeava.

Porra! — Sussurraria assutado.

Procuraria sair da linha de tiro, da vista da figura. Se jogaria na neve, se esconderia atrás do montante de gelo ou procuraria abrigo, mas o quê realmente não seria prudente de se fazer é ficar em pé como se nada estivesse acontecido, existiam apenas duas hipóteses ali: Um, havia uma figura armada se aproximando de nós dois e dois, possivelmente ele tem a intenção de matar algum de nós dois, e claro, não seria eu. Verificaria todas partes do meu corpo, pernas, braços, costelas, pescoço se nada havia sido atingido, se eu não estaria sangrando ou se tudo estava bem, me certificaria que o lugar onde eu estaria era seguro o suficiente para não receber um dano direto dos disparos, e se conseguisse tentaria fazer uma análise do que estava acontecendo naquele momento.

Caso não conseguisse lugar para se esconder, se jogaria no chão para dificultar a visão sobre mim, me arrastaria e pegaria um pedaço de madeira ou algo sólido e inflamável para servir como uma espécie de tocha, usaria aquele item em chamas para jogar em distância em meio da neve, simulando como se alguém estivesse com uma tocha em mãos e correndo para o meio da mesma, assim, usaria o tempo que conseguiria para sair da linha de tiro, procurando abrigo.

Sempre fui um homem de estrategia, um homem tático e nunca aquele que ataca sem motivos, e tentaria me colocar calmo o suficiente para minhas emoções não tomarem lugar da razão, precisaria observar quieto o quê estava acontecendo, talvez esperar a melhor situação para dar meu bote? Ou para saber de fato quem é aquela mulher, eles estavam atrás dela? Era muito cedo para que eu pudesse tomar uma atitude, precisaria tomar a melhor atitude.

Caso o disparo tivesse acertado em mim, e após conseguir um lugar para se proteger, pressionaria aquele local atingido e tentaria fazer o menos de movimento possível, cerrando os dentes para suportar a dor de levar um tiro.

A arte e observar ali era minha única escolha, eles estavam armado com uma arma de fogo de longa distância, só tinha neve e nenhum objeto para servir de escudo, não tinha para onde correr, eu estava desarmado e não conheço ninguém naquela ilha, não tem motivos e nem o por quê de ser eu o alvo, ser emocionado naquele estante não serviria de nada, minha respiração deveria ser controlada e a lógica deve superar o medo.



Histórico:
 
Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alê
Narrador
Narrador
Alê

Créditos : 2
Warn : A Caça e o Caçador 10010
Masculino Data de inscrição : 12/07/2015
Idade : 21
Localização : Farol - Grand Line

A Caça e o Caçador Empty
MensagemAssunto: Re: A Caça e o Caçador   A Caça e o Caçador EmptyTer 08 Jan 2019, 12:56




Narração

Fogo


Sentindo o perigo em suas veias, Gian agiu rapidamente. Saltando lateralmente, o homem tentou esquivar-se de mais disparos. Averiguando se um deles havia o acertado, por sorte, nada tinha acontecido, porém, sentindo a adrenalina em suas veias, ele não se sentiu satisfeito apenas em esquivar-se. Pegando parte da madeira que havia sido usada para a fogueira da mulher de antes, o protagonista arremessou-a em direção aos disparos, buscando defender-se, já que na sua visão não tinha muito o que fazer. As chamas lentamente sumiam em meio a distância e os ventos que voltavam com tudo, porém, ao fundo, em meio aos assobios de um vento raivoso, um estranho barulho surgia. — Que merda é essa!? Tá pegando fogo, bicho! — bradou uma voz um pouco grave em meio a neve.

Figura:
 

Rapidamente o barulho de pisadas na neve aumentava e se aproximavam de Strauss até aumentar e quando o homem mal viu, estava um ser pegando fogo a sua frente. Rolando de um lado ao outro, o casado queimado era largado e por baixo estava um homem, que pisando em sua vestimenta, tentava apagar suas chamas. — Sai! Sai! Sai! Maldito fogo! — reclamava o homem intercalando com goles de algumas coisas que bebia em sua caneca. Era impressionante que, mesmo rolando na neve, ele não tinha derrubado o que bebia. O curioso era que havia uma pistola com o cano dentro da caneca. — Ei! Me ajude aqu... — antes que percebesse, perto de Gian estava a fogueira que ainda estava acesa — FOI VOCÊ! MANÍACO DA FOGUEIRA! Ai! Sai, fogo, sai! — bradou mais uma vez, reclamando, tentando apagar o fogo e intercalando com mais goles de sua bebida.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Ao longe, a dama de antes observava tudo e, reprovando toda aquela algazarra, continuava seu trajeto, que podia ser seguido devido a suas passadas na neve que em pouco tempo seriam soterradas com mais neve que caía. — Droga! Minha roupa! Apaga! Apaga! Tenho que ir embora logo daqui... E COM MEU CASACO! Apaga! — bradava o estranho homem que o protagonista acabara de conhecer.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


SUPER IMPORTANTE:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Minos
Civil
Civil
Minos

Créditos : 7
Warn : A Caça e o Caçador 9010
Data de inscrição : 24/11/2018

A Caça e o Caçador Empty
MensagemAssunto: Re: A Caça e o Caçador   A Caça e o Caçador EmptyQua 09 Jan 2019, 18:30


A Caça e o Caçador 
Só um gole?


Não entendia muito bem todo aquele acontecimento, era até de certa forma constrangedor, tão constrangedor ao ponto de minhas bochechas corassem, indagaria tentando responder o homem que apagava o fogo em suas vestimentas, ele estava apavorado e eu completamente confuso — É... — Mais uma vez indagaria e me perderia em minhas próprias falas, com a língua embolada e os olhos cerrados observando a ação do rapaz.

Meu foco de visão só se prendeu o como ele conseguia fazer toda aquela algazarra sem derramar uma gota da bebida que estava na caneca, eu me considero um beberrão mas aquele jovem rapaz se superava, nem sentindo o fogo das profundezas o cara não largava a bebida, e claro, eu vou ter que pegar e beber só para ele aprender como um homem viril trata sua bebida.

Estaria deitado de lado, com meu rosto apoiado sobre a palma da mão sobre a neve, observava aquela situação deitado e calmo, até por quê independente das minhas ações de fato não conseguiria ajudá-lo. Ao vê-lo direcionando a palavra a mim, que aliás o garoto estava absurdamente puto da vida, me sentiria completamente constrangido e sem jeito, ainda deitado e com um semblante sem graça na face sorrindo envergonhado — Ahm.... É... E-e-ntão... É.... — Gaguejaria e franziria a testa levando meus olhos para outra posição.

Tomaria uma postura e uma pose, levantaria e antes de enfim ajudar o rapaz chamuscado olharia a selvagem andando sobre a neve indo embora, o quê era engraçado, já que ela aproveitou a deixa para sair de fininho e deixar os homens resolvendo aquela situação — A miserável... — Sussurraria — ... E quem diria que ela iria fazer isso, quem me dera eu ter essa oportunidade, pois bem, nós tratamos nosso assunto inacabado futuramente — Olharia mais um pouco agora perplexo e um tanto triste — É um pesar uma donzela tão linda dessas ir embora sem me contar seu nome, ah que pena.... Agora voltaria a atenção ao rapaz, de uma vez, com as mãos na cabeça e estaria assutado — AH É! TEM VOCÊ!

Correria para ajudar o sujeito, mesmo com o sentido de perigo que cintilaria no meu ouvido pegaria um ramo de neve e jogaria no sujeito, jogaria sem intervalo, até que o fogo nas vestes da figura cessassem.

Caso o fogo não apagasse empurraria o homem na neve e faria um bolo de neve sobre o mesmo, em uma atitude desesperada e nada sútil, já que, a culpa dele estar pegando fogo realmente era minha.

Meu caro é... — Diria meio sem jeito e acanhado —... Eu não sei como dizer, mas... — Colocaria uma das mãos atrás da cabeça coçando a nuca, mas sem tirar o contato visual do rapaz — Eu meio que ateei fogo em você... Mas não foi de propósito! NÃO! — Sorriria ainda sem jeito — A intenção era sair do meio do fogo cruzado, acho que você deve ter assuntos inacabados com aquela moça que tá indo embora ali, ó! — Apontaria para mulher — Mas qualquer tipo de punição é aceitável para mim, sou um homem viril e não corro do perigo, pode dizer!

Olharia confiante para o menor, com um semblante confiante e emponderador, mesmo que aquilo pudesse me trazer problemas era inevitável bater de frente com eles, até porque não teria para onde fugir, e o homem estaria armado, então não há muitas opções.

Histórico:
 
Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




A Caça e o Caçador Empty
MensagemAssunto: Re: A Caça e o Caçador   A Caça e o Caçador Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Caça e o Caçador
Voltar ao Topo 
Página 1 de 4Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Minion Island-
Ir para: