One Piece RPG
Melodias de uma pequena mink XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Phantom Blood
Melodias de uma pequena mink Emptypor Johnny Bear Hoje à(s) 21:29

» [Ficha] Kiryu Yamamura
Melodias de uma pequena mink Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 20:00

» Kiryu Yamamura
Melodias de uma pequena mink Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 19:59

» For Whom the Bell Tolls
Melodias de uma pequena mink Emptypor PepePepi Hoje à(s) 15:25

» Gato de Convês
Melodias de uma pequena mink Emptypor Oni Hoje à(s) 15:19

» Apresentação - 2: Falência ambígua
Melodias de uma pequena mink Emptypor GM.Furry Hoje à(s) 14:55

» V - Into The Void
Melodias de uma pequena mink Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 01:15

» Bizarre Adventure: Welcome to the Jungle
Melodias de uma pequena mink Emptypor ADM.Ventus Hoje à(s) 00:56

» 1° Versículo - Gadeus, os Ateus do Gadismo!
Melodias de uma pequena mink Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 22:53

» Prólogo - A primeira perna é a direita
Melodias de uma pequena mink Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 22:43

» Timbre Mudo
Melodias de uma pequena mink Emptypor Oni Ontem à(s) 13:33

» Sangue e Pólvora! O Caminho do Atirador!
Melodias de uma pequena mink Emptypor Jabuloso Ontem à(s) 10:07

» [MINI - Lily Ann] Rainha das Rosas
Melodias de uma pequena mink Emptypor Kylo Ontem à(s) 05:55

» O Legado Bitencourt Act I
Melodias de uma pequena mink Emptypor Ineel Ontem à(s) 05:42

» [MINI-Amador Amoroso] NANANAAA
Melodias de uma pequena mink Emptypor Kylo Ontem à(s) 02:57

» I - Dançando No Campo Minado
Melodias de uma pequena mink Emptypor Achiles Ontem à(s) 00:52

» Conto I: O que Dizem as Raposas?
Melodias de uma pequena mink Emptypor Vincentão Sex 21 Fev 2020, 18:58

» The New Terror of Pirates
Melodias de uma pequena mink Emptypor Vincentão Sex 21 Fev 2020, 17:07

» Apresentação \o/
Melodias de uma pequena mink Emptypor GM.Kekzy Sex 21 Fev 2020, 15:33

» I - A Match Made In Heaven
Melodias de uma pequena mink Emptypor Teo Sex 21 Fev 2020, 14:33



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Melodias de uma pequena mink

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 73
Warn : Melodias de uma pequena mink 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Melodias de uma pequena mink Empty
MensagemAssunto: Melodias de uma pequena mink   Melodias de uma pequena mink EmptyQui 16 Ago 2018, 22:37

Melodias de uma pequena mink

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Anzu Laffey. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anzu
Civil
Civil
Anzu

Créditos : 6
Warn : Melodias de uma pequena mink 10010
Feminino Data de inscrição : 16/05/2017
Idade : 25

Melodias de uma pequena mink Empty
MensagemAssunto: Re: Melodias de uma pequena mink   Melodias de uma pequena mink EmptySab 18 Ago 2018, 00:49

Já se fazia alguns dias desde que a avó de Anzu falecera. A jovem mink estaria sozinha na velha casa de madeira da sua avó, localizada em algum lugar na floresta daquela ilha. A mesma se prepararia para deixar aquele lugar, ela sabia que um dia precisaria sair dali, deixar tudo para trás e esse dia era hoje. Enquanto ela se preparava ela lembraria as ultimas palavras de sua avó, sobre sua mãe ser um pirata e sobre a herança da família que estava com sua mãe.

Assim que ela estivesse pronta, ela pegaria seu chapéu e seguraria ele com sua mão direita, em seguida sairia de casa, assim que ela saisse ela olharia uma ultima vez para aquele lugar. Se deixaria lembrar dos momentos bons, ruim e loucos que havia passado naquela casa ao lado de sua velha avó. Os olhos da garota comecariam a se encher de lagrimas, mas antes dela deixar as lágrimas fluirem ela gritaria e em seguida diria, bastante irritada.  

- Drogaaa... Por que não coloquei fogo nessa maldita casa! Não tem mais nada para mim nesse lugar, aquela velha não vai mais voltar.


Assim que ela parasse de falar. A pequena mink respiraria fundo, tentando se acalmar. Enquanto apertava o chapéu com a ponta dos dedos, para não estraga-lo, sua expressão era de tristeza. Assim que Anzu se acalmasse, ela colocaria o chapéu em sua cabeça, em seguida levaria suas mãos até o próprio rosto e apertaria e puxaria as suas bochechas de leve, tentando se animar.

- Certo... Vamos lá.

O tom da voz dela era de confiança, por mais que não tivesse certeza total disso. Logo ela abaixaria as mãos e seguiria em direção a cidade. Ela passaria pelas arvores da floresta com cuidado para não se machucar. Enquanto ela caminhava, ela começaria a cantarolar.  

- Para cidade eu irei, doces eu comprarei e em uma aventura entrarei.

Se tudo desse certo e a garota chegasse na cidade a mesma ficaria bastante animada já que essa seria primeira vez que ela visitava o local, mesmo morando perto a pequena mink sempre viveu dentro da floresta com sua avó. A cauda dela balançaria sem parar de um lado para o  outro, indicando que estava bastante animada, seus olhos brilhavam com as ideias que tinha de como era o local. Assim que chegasse a cidade ela sairia correndo pelas ruas, olharia para cada lugar, animal, vitrine e  pessoa. Enquanto ela caminharia pelo lugar, ela tentaria achar uma loja de doces.


- Você sabe onde posso achar uma loja de doces ?

A pequena mink perguntaria para as pessoas que achasse pela frente, até que conseguisse a responta ou conseguisse achar a loja por si só. A mesma não sentia medo por falar com estranhos, pelo contrário, ela estava achando aquilo bastante divertido e curioso.


Objetivo :
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierce
Revolucionário
Revolucionário
Pierce

Créditos : Zero
Warn : Melodias de uma pequena mink 10010
Data de inscrição : 25/07/2017

Melodias de uma pequena mink Empty
MensagemAssunto: Re: Melodias de uma pequena mink   Melodias de uma pequena mink EmptyQui 23 Ago 2018, 02:01




A pequena Anzu se preparava para deixar a casa na qual morava, a memória de sua falecida vó era ainda uma ferida recente no coração que insistia em sangrar sempre que era apertada, deixar aquela casa era como por seu coração numa prensa e essa por sua vez arrancava cada gota de sentimento da alma da mink fazendo ela reviver muita coisa numa fração de segundos, tudo isso irrompia dela na forma de um grito após sair da casa e olhar para trás.

- Drogaaa... Por que não coloquei fogo nessa maldita casa! Não tem mais nada para mim nesse lugar, aquela velha não vai mais voltar.

Dizia a pequena, mas suas palavras eram carregadas e silenciadas pelo forte vento que empurrava neve contra o rosto de Anzu que sentia uma fina linha de frio mais extenso cruzar seu rosto quando uma lágrima ousava cruzar suas bochechas em meio ao lufada de ar gélido.

A mink apertava suavemente seu chápeu entre seus delicados dedos antes de colocar o mesmo sobre sua cabeça e apertar suas bochechas para recobrar as rédeas de sua linha de pensamento de uma forma menos alterada.

Em seguida a garota se colocou a caminhar e em meio a floresta que estava branca pela neve e salpicada do verde que escapava pelos buracos no manto branco, a paisagem era congelante, mas qualquer um teria seu coração derretido pela visão fofa da mink cantarolando tão inocentemente.

Ou pelo menos normalmente seria assim, no entanto,  no meio da neve a mink atraía um olhar vindo dos cantos escuros da floresta, um bafo quente e úmido subia formando uma nuvem a frente da boca de algo atrás da mink, enquanto uma poça de baba caía no chão. A pequena olhava para trás e nada via, porém uma inquietação subia por sua espinha, a floresta que ela passou tanto tempo dentro hoje parecia diferente por algum motivo, era como se os animais estivessem silenciosos, só se ouvia o som do vento nas árvores, isso podia gerar curiosidade ou até mesmo assustar a mink, porém o cheiro de chocolate quente a estapeava com vigor em uma lufada de ar e seguindo o cheiro logo ela  achou a cidade e atrás de uma vitrine dentro de uma casa da qual a chaminé expelia o cheiro embriagante de chocolate, ela podia ver dois homens trabalhando e no vidro os dizeres, “CACAU FLOW”.

Dentro da chocolateria Cacau Flow, os dois homens trabalhavam enquanto observados pela mink cuja cauda parecia querer fazer a pequena voar de tão agitada, um deles tinha um crachá escrito Oya, era um homem de uns quarenta anos, cabelos curtos e de castanhos, ele estava banhando bolinhas de wafer recheado em chocolate para fazer bomboms, o outro senhor estava muito concentrado ao misturar chocolate derretido utilizando duas espátulas sobre uma prancha lisa de metal com a pasta de cacau sobre esta, ele era um homem bem mais velho, gordinho, quase totalmente careca, cujo cabelo restante nas laterais da cabeça estavam bem grisalho e um óculos pendia em seu nariz.

O grisalho parecia estar muito atento a seu trabalho e não reparou na pequena com cauda de helicóptero em sua porta, mas o que tinha o crachá visível reparava nela e com um sorriso e aceno a convidava a entrar pela porta da frente.

Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anzu
Civil
Civil
Anzu

Créditos : 6
Warn : Melodias de uma pequena mink 10010
Feminino Data de inscrição : 16/05/2017
Idade : 25

Melodias de uma pequena mink Empty
MensagemAssunto: Re: Melodias de uma pequena mink   Melodias de uma pequena mink EmptySex 24 Ago 2018, 17:41

A jovem caminharia pela floresta enquanto cantarolava, observando em volta as arvores brancas com neve. A mesma sentia o vento gelado em sua face descoberta, fazendo a bochechas e nariz ficarem levemente avermelhados. Mesmo com aquele frio, a pequena mink não iria desanimar e continuaria a cantarolar. A garota só pararia sua cantoria quando sentisse algo atrás dela. Ela olharia para trás o mais rápido possível.

- Quem ta ai ?

Perguntaria a pequena mink enquanto suas orelhas e cauda ficavam completamente arrepiadas, deixando ambos em pé. Suas orelha ficariam se movendo, tentando captar qualquer som diferente na floresta. A pequena mink acharia estranho que aquela floresta, onde sempre viveu, estivesse silenciosa, a garota a recordava que mesmo nos dias mais frios ainda podia ouvir os sons dos animais selvagem que ali viviam, ainda mais para ela que possuía uma audição aguçada. A mesma respiraria fundo e em seguida soltaria o ar pela boca lentamente, deixando uma pequena nuvem de ar quente fluir por seus lábios. Assim que ela respirasse fundo ela sentiria o odor de chocolate  quente.

- Esse cheiro...

Diria a garota, bastante animada, em seguida sairia correndo, seguindo o aroma de chocolate como se fosse uma cachorrinha. O cheiro a guiaria para a cidade, logo ela acharia uma casa com uma chaminé por onde era expelido o cheiro embriagante de chocolate. Ela pararia na frente da vitrine, em seguida ela começaria a ler o que estava escrito no vidro.  

- Ca-ca-cacau flo...flow! Ah cacau flow.

Diria a pequena enquanto sua cauda não parava de balança, já que a mesma estava bastante animada e o cheiro de chocolate a  deixava muito mais animada. Ela continuaria olhando para vitrine. Observando os dois homens estranhos que estavam dentro daquela casa, tudo indicava que aqueles dois trabalhavam naquele local dos Deuses do cacau adocicado. Assim que a garota visse o cara do crachá visível ela acenaria para ele. A mesma não pensaria duas vezes, ela levaria suas duas mãos até a porta e, em seguida,  empurraria com um pouco de força, logo ela entraria naquele local. Assim que ela entrasse seus olhos começariam a brilhar e olhar cada canto daquela casa, sua cauda balançaria freneticamente, quase como uma bandeira em uma tempestade. Ela pararia em frente ao homem estranho de crachá.

- Isso aqui é uma loja de doces ?


Antes que o homem conseguisse responder a jovem voltaria a olhar em volta daquele lugar mágico, apontaria para cada chocolate que desejava, em seguida voltaria sua atenção novamente para o homem.

- Que chocolate é esse ? e aquele ?

Mas uma vez, antes que o homem conseguisse responder as questões a pequena mink voltaria a se mover dentro da loja, ela tentaria mexer em tudo que estivesse ao seu alcance. Não ligaria muito se incomodaria os dois homens ou se iria atrapalhar na fabricação do doces. Enquanto ela andaria pela loja, ela continuaria com suas perguntas.

- Por que chocolate  derrete  ?? É verdade que chocolate é feito por criaturas pequenas de pele laranja e cabelos verdes ??


As perguntas da garota mostravam o quanto a mesma estava curiosa sobre aquele lugar e sobre os chocolates.
Objetivo:
 


Histórico :
 

Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierce
Revolucionário
Revolucionário
Pierce

Créditos : Zero
Warn : Melodias de uma pequena mink 10010
Data de inscrição : 25/07/2017

Melodias de uma pequena mink Empty
MensagemAssunto: Re: Melodias de uma pequena mink   Melodias de uma pequena mink EmptySeg 27 Ago 2018, 02:34




Sendo convidada a entrar na loja a pequena toda animada não se demorou, ainda era bem cedo na manhã, mas a porta já estava aberta. Dentro da loja haviam diversas estantes com diversos produtos de chocolate, bombons, pirulitos, balas, ovos, moedas, barras, coelhos entre outras coisas, tudo feito de chocolate e embrulhado em papel colorido. A cauda da pequena abanava como louca conforme andava na loja com seus olhos brilhando, ela caminhava até o Oya e disparava uma rajada de perguntas:

- Isso aqui é uma loja de doces ? Que chocolate é esse ? e aquele ? Por que chocolate derrete ?? É verdade que chocolate é feito por criaturas pequenas de pele laranja e cabelos verdes ??

A criança disparava perguntas sem parar enquanto praticamente teleportava pela loja, Oya não tinha nem tempo de pensar nas respostas de cada pergunta e ela já mandava outra, ela chamou até atenção do homem que estava focado, este ao ver o furacão mirim ria baixinho enquanto continuava seu serviço.

-Hohoho… Como é bom ser jovem… Hohohoho…

Enquanto ria da menina ele adicionava ao chocolate derretido um pó branco que parecia algum tipo de farinha, o chocolate então mudava de consistência e escurecia, agilmente o senhor movia as espátulas para cortar a massa formada em tiras e depois em cubos que a criança poderia reconhecer como puxa-puxas.

-Hey aqui… Quer limpar a panela?

Oya mostrava a ela uma panela com uma grossa camada de chocolate derretido nas bordas e uma colher de pau lambuzado do doce para devorar aquela delícia açucarada, o homem sentava num banco e dando tapinhas na coza, insinuava que a mocinha sentasse em seu colo para comer o resto de chocolate da panela.

deixo essa musica e saio de fininho:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anzu
Civil
Civil
Anzu

Créditos : 6
Warn : Melodias de uma pequena mink 10010
Feminino Data de inscrição : 16/05/2017
Idade : 25

Melodias de uma pequena mink Empty
MensagemAssunto: Re: Melodias de uma pequena mink   Melodias de uma pequena mink EmptyTer 28 Ago 2018, 18:41

A pequena mink continuaria pela loja, observando as estantes com diversos produtos de chocolate, sua cauda não pararia de balançar nem por um minuto e seus olhos brilhariam indicando que estava bastante animada. A bagunça era tanta que chamava atenção do homem que estava focado. Ela olharia para o homem e diria apontando o seu dedo indicador da mão direita para ele.


- Finalmente prestou atenção em mim.


Sua expressão era de felicidade já que ela tinha conseguido fazer o outro homem prestar atenção nela. Logo ela ouviria o Oya falar sobre como era bom ser jovem. Ela começaria a dar atenção para Oya, assim que ele começou a fazer as balas puxa-puxa. Ela ficaria bastante surpresa em como elas eram feitas, logo ela ouviria o Oya dizendo se ela queria limpar a panela.

- E por acaso eu teria cara de quem limpa panela?

A garota se aproximaria calmamente até a vasilha, em seguida levaria suas duas pequenas mãos até a panela e puxaria para sua direção, logo ela levaria sua mão direita até a colher de pau. Ela olharia a colher por um breve momento e, em seguida, jogaria a colher no chão. Em seguida ela voltaria a segurar a panela com as duas mãos e aproximaria a panela até seu próprio rosto. Ela começaria a cheirar o chocolate que estava ali dentro, se tudo estivesse certo, ela começaria a lamber a panela por completo, enfiaria seu rosto o máximo que conseguisse. Na animação ela sentaria no chão da loja enquanto lambia a panela, ignorando completamente o pedido do Oya ou qualquer outra coisa ao seu redor. Assim que a panela estivesse completamente limpa, ela a colocaria em cima da sua própria cabeça, usando como chapéu. Logo a pequena diria em tom de deboche.

- Demorou 5 anos para minha avó conseguir me pegar no colo sem eu morder ela. Acha mesmo que eu iria sentar no seu colo só porque você me deu uma panela vazia ?


Logo ela se levantaria do chão, em seguida levaria suas mãos até a saia e limparia a poeira que nela contivesse, em seguida ela começaria a  lamber as próprias mãos e boca, tirando qualquer chocolate que houvesse grudado ali. Enquanto ela se limpava ela deixaria suas orelhas de pé, visando captar qualquer som estranho que ali pudesse surgir, ficaria em modo de defesa.

Caso ela levasse a panela até seu rosto e sentisse um cheiro estranho. Ela jogaria a panela em direção do Oya, em seguida começaria a rosnar para o homem. Sua cauda e orelha ficariam eriçados e seu pelo ficaria arrepiado, mostrando que estaria em uma forma agressiva.
Objetivo :
 

Histórico :
 

Off::
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierce
Revolucionário
Revolucionário
Pierce

Créditos : Zero
Warn : Melodias de uma pequena mink 10010
Data de inscrição : 25/07/2017

Melodias de uma pequena mink Empty
MensagemAssunto: Re: Melodias de uma pequena mink   Melodias de uma pequena mink EmptyDom 02 Set 2018, 00:17


Oya tinha seu colo negado enquanto a panela era usurpada de si e limpa pela menina que afundava seu rosto na panela após cheirar o doce que lá tinha, quando ela terminou de limpar a panela, usou a mesma como chapéu, mas ainda estava com muito chocolate na bochecha.

- Demorou 5 anos para minha avó conseguir me pegar no colo sem eu morder ela. Acha mesmo que eu iria sentar no seu colo só porque você me deu uma panela vazia ?

Oya parecia estranhar a reação da pequena, mas o outro homem ria ainda mais.

-Hohoho… Ora ora Oya, essa aki é bem vívida, lembra minha filha quando mais jovem… Se manter essa mente forte até crescer o marido dela vai ter muito o que ouvir… Hohoho…

A menina limpava as bochechas com os dedos e os lambia, Oya por sua vez, parecia perder o interesse na menina que lhe deu o fora e começava a arrumar suas panelas de chocolate e colheres, logo ele tirava o chapéu de cozinheiro e se despedia do outro.

-Terminei o que tinha que fazer Elder… Quer que leve a menina pra fora quando eu sair?

-Não precisa, ela parece engraçada…

Elder respondia em tom risonho, em seguida ele pegava uma das espátulas e apoiava um puxa-puxa sobre ela.

-Vejamos… Se você é tão selvagem deve ser forte… Vejamos quão boa você é… Pega…

Elder então rapidamente jogava três cubinhos de puxa-puxa no ar perante a mink, dava para se pegar os três, mas não seria fácil.


off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anzu
Civil
Civil
Anzu

Créditos : 6
Warn : Melodias de uma pequena mink 10010
Feminino Data de inscrição : 16/05/2017
Idade : 25

Melodias de uma pequena mink Empty
MensagemAssunto: Re: Melodias de uma pequena mink   Melodias de uma pequena mink EmptyDom 02 Set 2018, 21:02

A jovem arrumaria a sua nova panela na cabeça para que ela não cai-se. Enquanto ela arrumaria a panela ela ouviria o Elder falar sobre como a garota era parecida com sua filha e como ela era bem vívida, assim que ele falou sobre o futuro marido dela. A garota diria.

- Esposa, vai ter que ouvir muito de mim.

A pequena mink corrigiria o Elder enquanto ela prestaria atenção na panela. Logo ela caminharia até a vitrine e tentaria olhar para o seu reflexo na vitrine e como ela estaria fabulosa com seu novo chapéu. Ela pararia de se admirar assim que ouvisse o Oya perguntando para o Elder se deveria colocar ela para fora. Ela olharia para Oya, em seguida diria dando uma leve rosnada.  

- Assim que se fala com uma cliente ?

Assim que ela terminasse de falar, ela mostraria sua língua para Oya e ficaria observando ele até que o mesmo saísse da loja. Enquanto a pequena garota observava ele, ela levaria suas duas mãos até a panela e seguraria com força, mostrando para Oya que não iria devolver para ele.

- Tchau Oompa-loompa.

Diria a garota com um tom de deboche para Oya, ela tiraria sua mão direita da panela para acenar para o Homem que sairia do lugar, assim que o homem saísse ela tiraria suas mãos do chapéu e abaixaria os braços. Logo ela voltaria sua atenção para Elder.  

- Eu sou fofuramente selvagem.


Diria ela com um pequeno sorriso, debochando do Elder. Assim que Elder jogasse o puxa-puxa diante da garota, a pequena mink não pensaria 2 vezes, ela levaria suas mãos até a panela em sua cabeça, em seguida tiraria ela e flexionaria os joelhos e logo pularia em direção dos puxa-puxas. Ela usaria a panela para ter mais chance de pegar o doce. Antes dela cair no chão, ela jogaria seu corpo para frente  e encolheria os joelhos, tentaria fazer uma cambalhota e tentaria cair de pé. Logo ela olharia para Elder e diria.

- Todas as lojas são doidas ou só a sua é especial?

Caso ela conseguisse pegar todos os puxa-puxa. Ela levaria sua mão direita até a panela e pegaria os cubinhos, colocaria a panela de volta na cabeça. Em seguida comeria os cubinhos. Caso falha-se ela simplesmente colocaria a panela de volta na cabeça. Logo ela diria de forma bem rápida e animada.

- Chega de bobagens homi! Eu ainda tenho muita coisa para fazer, preciso comprar um instrumento musical, uma foice, criar um amigo imaginário, criar  culto religioso, brigar com meu amigo imaginário, criar uma guerra, fazer as pazes com meu amigo imaginário, ter um amor platônico, chorar por que meu amigo imaginário morreu em uma briga de bar.

Logo ela pararia de falar por um momento para respirar, tentaria se calmar. Em seguida ela levaria sua mão direita e apontaria com seu dedo indicador e diria novamente.


- Então você poderia me vender uma caixa de bombons e um coelho de chocolate e se possível poderia me dizer onde tem uma loja de instrumentos musicais.

A pequena mink esperaria o homem pegar os chocolates ou o que ele tivesse para dizer.
Objetivo:
 

Histórico :
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pierce
Revolucionário
Revolucionário
Pierce

Créditos : Zero
Warn : Melodias de uma pequena mink 10010
Data de inscrição : 25/07/2017

Melodias de uma pequena mink Empty
MensagemAssunto: Re: Melodias de uma pequena mink   Melodias de uma pequena mink EmptyQui 06 Set 2018, 13:06



A mink usava a panela para tentar pegar os doces e devido ao tamanho da panela conseguia até que com certa tranquilidade.

- Todas as lojas são doidas ou só a sua é especial?

Dizia ela após pegar seus doces, mas ao dizer isso um outro puxa-puxa a acertava na testa, ele era fofinho e grudava suavemente na testa da pequena.

-A minha é uma loja de doces, pequena. Doces não são para ser sérios quando já estão feitos…

O homem dizia com um sorriso, depois jogava um puxa-puxa para o alto e dizia:

-E quando jogam doces em você… Não pegue com uma panela…

Ele acompanhava o doce com o olhar, posicionava e abria a boca no lugar e tempo correto para comer o doce em queda.

-É assim que se pega um doce jogado… Você tem muito o que aprender ainda… Hohohoho…

Ria o homem com um orgulho forçado para parecer estar querendo mostrar superioridade perante a menina como algum super vilão de histórias que se contam as crianças.

- Chega de bobagens homi! Eu ainda tenho muita coisa para fazer, preciso comprar um instrumento musical, uma foice, criar um amigo imaginário, criar culto religioso, brigar com meu amigo imaginário, criar uma guerra, fazer as pazes com meu amigo imaginário, ter um amor platônico, chorar por que meu amigo imaginário morreu em uma briga de bar...Então você poderia me vender uma caixa de bombons e um coelho de chocolate e se possível poderia me dizer onde tem uma loja de instrumentos musicais.

A pequena falava um tanto quanto séria, fato que fazia o velho homem engasgar com a própria risada.

-Hohoho… Cof… Cof… Hohoho… Parece que você é muito ocupada… Seus pais devem estar lhe ajudando nessas missões tão importantes né? Mas olha… Vou te fazer uma oferta especial, só porque você é uma garota tão ocupada… Que tal se eu te der essa caixa de bombom aqui?

Ele pegava uma caixa de uma pilha numa estante atrás do seu balcão.

-To testando alguns sabores novos… Se prometer me dizer o que acha deles depois… Caso queira comprar uma caixa, tenho caixas de dez mil até trinta mil dependendo do tamanho e marca… E o coelinho é um brinde por você ter feito eu dar risada do Oya… Vou incomodar ele um bom tempo com isso… Hohoho… Só pegar um na prateleira perto da porta quando sair…

Depois o homem colocava a mão ao lado da boca e falava num tom de sussurro para a garota apenas ouvir.

-Só não conte a ninguém que eu te dei de graça… Fala que comprou… Shhhhhhh...





____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anzu
Civil
Civil
Anzu

Créditos : 6
Warn : Melodias de uma pequena mink 10010
Feminino Data de inscrição : 16/05/2017
Idade : 25

Melodias de uma pequena mink Empty
MensagemAssunto: Re: Melodias de uma pequena mink   Melodias de uma pequena mink EmptyDom 09 Set 2018, 07:46

- Pra que eu vou usar minha boca para pegar os puxa-puxa, se eu tenho o Wei-wei para me ajudar.

Diria a jovem, arrumando sua panela que agora tinha batizado de Wei-wei, uma loucura doce, se a ironia permitisse. A mesma não ligaria muito para o homem que estaria jogando o puxa-puxa e pegando com a boca em seguida. Logo ela ouviria o homem falar que ela tinha muito o que aprender.

- É mesmo ?


Diria a garota, em um tom nem pouco interessada sobre pegar chocolates com a boca. Depois que ela falasse todo seu plano e como estaria ocupada, ela ficaria observando o homem que não pararia de rir.

- Você vai acabar molhando as calças de tanto rir.

Ela esperaria o homem pegar a caixa de chocolates. A garota levantaria sua mão direita e pegaria a caixa que o homem estava lhe dando, em seguida ela seguraria a caixa com ambas as mãos. Ela abriria a caixa para ver o que ela continha, em seguida fecharia. O olhar da jovem voltaria para o homem.

- Deixa ver se eu entendi, você esta me dando essa caixa se eu prometer que eu irei voltar para dizer se eu gostei? Por mim tudo bem. E vou querer uma caixa de trinta mil.

A garota guardaria a caixa de chocolate que tinha ganhado. Em seguida ela esperaria o homem pegar a outra caixa de trinta mil, ela também esperaria receber um coelho de chocolate, afinal agora era a degustadora.  


- Ele não se mexer muito nê.

Diria a mink assim que recebesse o coelho de chocolate. Em seguida começaria a cutuca-lo, para ver quanto tempo ele levaria para se mexer. Na mente da garota, ela achava que aquele coelho estava vivo, ou algo perto disso. Logo ela diria confusa.

- Ele come cenouras de verdade ou cenouras achocolatadas?

Assim que ela recebesse a outra caixa a jovem levaria sua mão direita até o bolso, tiraria o dinheiro e daria para o homem, em seguida ela também guardaria a aquela outra caixa e o coelho, mesmo ainda confusa de como alimentaria o roedor de chocolate. Logo ela ouviria o homem sussurrar que não deveria falar pra ninguém que ela tinha ganho chocolates. Ela responderia para o homem.

- Vou contar para todo mundo que te dei uma surra e peguei os chocolates e já que você não falou nada sobre a loja de musicas, eu imagino que você não deva saber.

Se o homem não tivesse mais nada que a garota achasse interessante ou alguma informação ela se prepararia para sair do recinto, ela olharia ao redor verificando se não estava esquecendo nada, em seguida caminharia calmamente até a saída. Assim que chegasse na porta ela abria usando suas duas pequenas mãos. Antes dela sair ela viraria por um breve momento e em seguida acenaria para o homem.

- Bye, bye.

Ela sairia da loja. Em seguida começaria a andar novamente pelas as ruas da cidade com calma e cuidado, olharia as vitrines das lojas, tentando achar uma loja que vendesse instrumentos musicais ou uma loja de armas.
Objetivos:
 

Históricos :
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]  [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Melodias de uma pequena mink Empty
MensagemAssunto: Re: Melodias de uma pequena mink   Melodias de uma pequena mink Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Melodias de uma pequena mink
Voltar ao Topo 
Página 1 de 4Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Budou Island-
Ir para: