One Piece RPG
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» A inconsistência do Mágico
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor Jean Fraga Hoje à(s) 20:03

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 19:53

» Livro Um: Graduação
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor Jean Fraga Hoje à(s) 19:41

» Arco 5: Uma boa morte!
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor Milabbh Hoje à(s) 19:28

» As Raízes do Vigilante Lucífugo
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor Kekzy Hoje à(s) 18:29

» Meu nome é Mike Brigss
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor Shiro Hoje à(s) 17:46

» 1º Tale - Where the Earth Meets the Sky
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 16:50

» Os 12 Escolhidos, O Filme
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor Ceji Hoje à(s) 16:14

» Kit - Ceji
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor Ceji Hoje à(s) 15:23

» [ficha] Arthur D.
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor arthurbrag Hoje à(s) 15:15

» Mini-Aventura
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor Makei Hoje à(s) 14:25

» [Mini-Aventura] A volta para casa
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 12:40

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor Akuma Nikaido Hoje à(s) 12:34

» Mini-Aventura
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor Makei Hoje à(s) 12:29

» Art. 4 - Rejected by the heavens
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 12:04

» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 11:06

» [Mini-Azarado] Um falastrão beberrento
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 10:58

» Jade Blair
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor Kylo Hoje à(s) 03:42

» Seasons: Road to New World
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 02:26

» The Victory Promise
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Emptypor Akise Hoje à(s) 00:33



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 EmptyTer 17 Jul 2018, 22:13

Relembrando a primeira mensagem :

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) piratas Asken Kanogan, Helves e Kryn Nerelin. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Achiles
Sargento
Sargento


Data de inscrição : 01/09/2017

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 EmptyDom 30 Set 2018, 23:12



Cap.3 - You Will Learn To Show Respect



~~ Ryoma ~~

Ela observava tudo, reagindo de forma amigável para a situação em que estava, onde dizia que não faria nada, estando bem com aquilo, mesmo assim, se surpreendia um pouco ao ter que ser alimentada por talheres de plástico e uma caixa de suco, onde todos os outros estavam com talheres de ferro e copos de vidro, percebendo que estava sendo considerada forte. Ao ser alimentada daquela forma, ela tinha uma memória feliz de sua mãe, mas acompanhada de uma tristeza e saudade. Respirando fundo e ignorando essa tristeza, ela tratava de se alimentar corretamente, mastigando bem a comida e apreciando o gosto, do qual, embora surpreendente, estava muito bom, onde o tempero parecida ter sido bem selecionado e o sal estava na quantidade correta para uma boa refeição.

As perguntas haviam interessado a celestial, ela nunca havia dito sua história para nenhuma pessoa com ligação ao governo e o agente se encontrava surpreso com a resposta da mesma, soltando um “Oh...” por baixo de sua máscara e em um tom baixo, alimentando ela mais algumas vezes antes que a última pergunta fosse feita e após alguns segundos, respondida. - Hinsulae, né? Interessante. – De alguma forma, soava como se ele tivesse um leve conhecimento da mesma. Ela terminava a sua refeição, sugando todo o suco até que fizesse aquele barulho reconhecível do ar sendo sugado com as poucas gotículas do líquido subindo até a sua boca, onde aguardava para ser levada para longe, mas não era isso que acontecia.

As amarras eram soltas, tanto como as das suas mãos como de seus pés, o homem pegava do bolso de seu sobretudo, um bilhete e um baby den den mushi. - Já sabemos seus passos, não precisamos mais de suas informações… Quando precisar, apareceremos, estaremos de olho. – Sua voz era firme e séria, eles estendiam a mão até a passagem para a direita onde levaria até a saída, eles não pareciam estarem dispostos a uma batalha. - Vimos o que você fez com os agentes perto do porto e também vimos o sangue que deu na batalha contra aquele agente na floresta. – Eles olhavam diretamente para ela e para o den den mushi em uma de suas mãos. Eles pareciam aguardar a sua saída. Ela conseguia ver um pouco mais ao fundo da sala, todos os seus pertences.


~~ Punk ~~


O garoto demônio tinha um pensamento cruel ao imaginar toda a cena daquele dirigível caindo sobre a cidade, as pessoas queimando, os gritos de desespero, seria como se elas estivessem no inferno e nada seria mais prazeroso ver aquilo tudo acontecendo. Ele se afastava um pouco, olhando para a sua mulher antes de perguntar para onde levaria uma anja se sequestrasse ela, observando o dirigível e achando estranho, embora fosse aceitável por estar na Grand Line e já ter visto bastante coisas estranhas até então. - Não faço ideia, uma caverna, talvez? Subsolo? – Ela estava indecisa, pensativa, mas não tinha sequer uma ideia das motivações atrás daquela pergunta tanto quanto de onde ela levaria. Kryn se preparava para falar se alguém tivesse descido, também pensando em um combate com a mesma pessoa, mas o dirigível estava longe acima da cidade onde teria uma boa caminhada pela frente, mas ele ainda estava no porto. A sua matança estava prestes a acontecer, para tentar procurar através de suas vítimas, alguém que tivesse visto uma anja por aí, mas tal ato não aconteceria novamente.

Um homem que estava prestes a sofrer o destino de sua lâmina gritava. - Eu vi! Eu vi! Não me mate! - Elisabeth olhava com curiosidade para ele, apoiando-se no ombro de Kryn e levantando uma de suas pernas, sorrindo para o seu amado. - Ela estava dentro de uma loja, tenho certeza que a vi! Eu te levo até lá! - As suas pernas tremiam e era notável o rosto de medo que ele estava do espadachim, era um senhor de cabelo bagunçados marrons, chegando ao seu ombro, seu corpo era fraco e vestia roupas simples como um camponês com alguns rasgos em sua calça com costuras de peças quadriculadas. - Ela estava parada, nós chegaremos logo. - Sua voz tremulava, eles estavam em meio a floresta chegando a ver alguns corpos espalhados pelo chão, o sangue ainda era fresco e parecia ter acontecido a pouco tempo, ao observar mais precisamente os ferimentos, eram feito de balas.

A cidade não tardava a chegar, o caminho havia sido um pouco longo, mas ele conseguia ver todos os detalhes, os enormes lugares teatrais, a doce música que soava pelo ar, som de violinos e outros instrumentos de uma orquestra e era notável como aquela cidade parecia ser bem rica. Virando a esquina, ele via uma loja, completa de joias, eram relógios, anéis, brincos dos mais variados materiais, cores e preços. Também haviam itens de colecionadores, armaduras, vestimentas nobres e no centro de tudo havia uma garota, suas asas marcavam o ambiente, brancas como a neve e acima de uma pedra cinza, de costas para quem entrasse na loja, ela estava sentada com um pés acima do outro quase em uma posição de índio, sua altura era baixa e as pessoas pareciam não ligar muito para ela. Em meio a distração causada por aquela figura, o homem corria, gastando todas as suas forças em seus pés e não confiando de que Kryn ficaria em sua palavra, sumindo em meio a multidão em poucos segundos. Elisabeth sorria. - Acho que encontramos. - Haviam bastante pessoas pelas ruas da cidade, mas parecia que formavam um corredor para que o espadachim fosse até a loja, não passando ninguém por ali perto e várias ao redor daquela loja, do lado de dentro, não pareciam haver muitos guardas, pelas contas, podiam ser três, mas ela era grande o suficiente para ter dois andares e não dava para ver o seu fundo onde poderiam haver mais. O zeppelim no céu continuava estável da mesma maneira de antes, mas desta vez podendo ver mais dos seus detalhes em preto, embora o sol ofuscasse a visão de quem olhasse para cima, embora a sombra que ele provocava dava um ar mais refrescado a cidade por bloquear o sol.


Considerações:
 

Legenda:
 



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:
Avaliação Kiodo

Perdas:
●  750.000 berries. - Ok

Ganhos:
● Perícia: Carpintaria - Ok
● Perícia: Física - Ok
● Perícia: Marcenaria - Negado - Acredito que houve um mal entendido aqui (O que é normal, até dentro dos Avaliadores rolou isso), a Genialidade agora lhe permite aprender 3 Perícias por LEVEL, não 3 por Aventura. Entendeu ? No caso, você ainda continua a aprender apenas duas por Aventura, porém você tem mais um Slot de perícia ~ No caso, na próxima aventura você aprende a que falta.
● Espada Nv2 - Ok
● Eternal Pose (Tuntz Tuntz Island) - Ok
● Ferimento: Projétil – Parte Lateral do tórax, próximo da costela. Ok


Relação de personagens:
● O player fará. Ok

Exp: 7
EdC: ~x~

Localização: Tuntz Tuntz Island – 4º Rota. (7 posts) - Ok

Quantidade de posts do(s) Narrador(es): Achiles 15 posts. -Ok

Feedback


Player:
 

Narrador:
 


Última edição por Achiles em Ter 02 Out 2018, 22:14, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 EmptySeg 01 Out 2018, 10:58



나 그때로 단 한번만

A refeição tinha sido muito boa. Helves gostava do quão bem preparada ela estava e se aproveitava daquele momento de calma para apreciar a comida, indo com calma enquanto conversava com um dos homens mascarados. Tudo aquilo que a prendia era retirado, libertando a celestial de um modo que ela não estava esperando. – Ahn... Não entendi muito bem, mas vou seguir a decisão que tomaram. – A confusão em seu rosto era óbvia e Helves apenas faria como tinha sido dito pelos homens, seguindo o caminho até a saída, onde encontraria seus pertences e os pegaria. "Isso foi muiiiito estranho." Pensar que os sequestradores não eram tão ruins quanto esperava a incomodava. O objetivo deles parecia bem óbvio, isso tudo antes dela contar sua história para eles. "Já que me libertaram, vou aceitar isso e sair daqui. Espero não ter preocupado ninguém, não faço a mínima ideia de quanto tempo fiquei aqui..." Dinheiro em suas vestes, armas cada uma em seu lugar. A maleta em mãos e o colar seguro em seu pescoço, sorrindo por estar finalmente livre e não ter precisado lutar para conquistar isto.

Sem muita pressa em sair daquele local, Helves andaria calmamente ao observar a saída e tudo àquilo que tinha por perto. Buscando sempre gravar por onde andava, traçando as rotas para montar um mapa mental de onde estava até onde iria. "Onde estou?" O mapa comprado anteriormente serviria de base para entender onde estava, tentando buscar pontos de referência nos arredores até ter certeza de que conseguiria seguir para a cidade. "Vamos lá, preciso encontrar Asken o quanto antes." A felicidade da liberdade deixava Helves um pouco perdida, sabia seu objetivo, mas não conseguia montar o plano para completar este e acabava seguindo sem pensar muito nas coisas. Chegando à cidade, a esperança da celestial era passar diretamente por tudo e retornar ao barco caso nada no caminho chame sua atenção. No momento ela só queria encontrar algum dos companheiros, pois assim poderia explicar a situação e entender o que estavam fazendo.

Encontrando Asken, Aya, Kryn ou qualquer uma das pessoas que a celestial entendia como companheiros da tripulação naquele momento. Só assim ela poderia chegar a algum deles, começando a explicar sua situação e a razão de estar desparecida. – Me desculpe... Fui capturada pelos inimigos e fiquei presa por algum tempo, estou um tanto perdida... Pode me atualizar da situação atual? – Esta seria a fala para qualquer um que conseguisse encontrar. Helves tinha de entender as ações de todos, podendo agir conforme combinado ou apenas seguir com suas próprias decisões. "Eu ainda tenho que pensar no meu futuro... O governo precisa ser parado, não posso deixar minha raça ser usada em experimentos." Com calma a garota retornaria ao barco, tomando o rumo apenas para confirmar que tudo estava bem por lá, procurando alguém em todos os cantos até ter completa certeza de quem poderia continuar por ali e resolver os próximos passos.

Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 EmptyQua 03 Out 2018, 00:05



Cap.3 - You Will Learn To Show Respect



~~ Ryoma ~~


A celestial estava confusa em relação a ter sido libertada daquela maneira, ela não entendia nada e não era para menos da maneira que as coisas haviam acontecido, mas aceitava a oportunidade e pegava os seus pertences, indo em direção a saída. Ao sair, ela via a grande construção da qual saia pela lateral, o ambiente todo era decorado por detalhes em dourado do que o material parecia ser o próprio ouro, o grande símbolo de dinheiro em seu emblema com uma grande escrita em sua parede. “Cash Center”. O ambiente era lotado de homens entrando e saindo onde o fluxo de dinheiro era enorme, haviam diversos homens guardando o local com armas e dos mais diversos apetrechos, bardos e ilusionistas faziam a felicidade de quem passava por perto mostrando que o local era bem requisitado. Em seus passos, ela teentava memorizar todo o seu caminho por ali, pode onde ela estava e tentando traçar um mapa mental para onde estava vindo e indo, tentando achar pontos de referência se baseando no mapa que havia comprado anteriormente para tentar se achar e ela percebia que estava no meio da cidade. Ao tentar sair da cidade, ela via uma barreira impedindo a saída da cidade por onde tinha saído da última vez para ir em direção ao barco, do lado dessa barreira haviam guardas impedindo que qualquer cidadão passasse por ali, eles não diziam nada para quem perguntasse tentando isolar a cidade do evento que estava acontecendo do lado de fora, mas era perceptível que talvez fosse a confusão que seus companheiros possam ter causado por ali.

Ao se afastar um pouco para começar a procurar outra maneira de sair, o seu den den mushi começava a tocar e não era preciso que ela atendesse para que começasse a falar, onde ela estava em perto de um beco onde ninguém mais estava escutando. - Senhorita. Vejo que está nos ouvindo bem. Há uma loja chamada “Karnival”, é uma loja de fantasia localizada perto do centro da cidade, estará lotada essa época do ano. Ele contêm informações de uma missão dos agentes, quero que você descubra o que acontecerá. O homem que contêm essas informações é de média idade, cabelos curtos e há uma cicatriz em seu mamilo esquerdo. – Ele dava uma pausa em suas informações. - Nós daremos mais informações quando você obtiver dele. Boa sorte. – O den den mushi dava um grito e seus olhos fechavam em “X”, era possível sentir um cheiro de queimado e a fumaça saindo de seu casco. A primeira missão estava dada para aquela jovem aventureira e ela percebia que a cidade estava diferente da última vez que havia passado por ali, eram possíveis ver várias pessoas fantasiadas com asas e roupas brancas, cartazes estavam expostos de uma grande peça que aconteceria no teatro principal. - Venham todos! Venham todos! A peça angelical chegou mais cedo esse ano! – Gritava um anunciador e a cidade parecia ainda mais lotada, era possível ver um grande zeppelim preto no centro da cidade acima de suas cabeças.


~~ Punk ~~


~~ Pulado ~~


Considerações:
 

Legenda:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Punk
Pirata
Pirata
Punk

Créditos : 13
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 01/07/2013
Idade : 28
Localização : No barco

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 EmptyQua 03 Out 2018, 20:32



Em Busca da Saga, que ela me divirta..


Pensaria comigo mesmo, talvez ela tivesse razão uma caverna ou um local mais isolado. Porém não fazia ideia onde encontrar algum local assim dentro daquela ilha, até porque ali era tudo novo para Kryn. Mediante a minha busca incansável e cruel parecia que finalmente eu conseguiria minha resposta, enquanto o mesmo suplicava por sua vida. “Uma loja? Interessante, lugares fechados é bom.” Eu podia sentir o medo vindo daquele homem, isso me fazia ter ainda mais o prazer de mata-lo, mas era um homem de palavra, então se não me atacar não havia sentido para mata-lo. “– Gatona vamos segui-lo, parece que a diversão de verdade vai começar.” Enquanto seguia o estranho deparava com uma trilha de cadáveres, olharia e manteria a calma enquanto ouvia algo na minha cabeça. “Até parece que você passou por aqui antes, será que não foi sua alma? Ohhhh não ela está comigo Hahahaha” O diabo as vezes gostava de me perturbar, mas o que eu poderia fazer foi o acordo que eu fiz. “Muito engraçado, estou rolando de rir aqui.”

Aqueles enormes locais que eu podia notar na cidade era algo muito bonito, uma obra de arte que em minha mente deveria ser pintada em sangue. O som era agradável, em minha mente era tão calmo quanto eu, com a mesma suavidade que se tocavam aquela música eu matava pessoas. “– Ei Lisa talvez eu consiga uma joia bonita para você nessa cidade.” Diria a garota, mediante há uma pequena promessa que havia feito para a mesma tempos atrás, na minha estranha mente era só entrar lá pegar e perfurar quem tentar impedir, mas tínhamos que continuar focados pelo menos até saber qual é a loja. Ainda ali bem próximo podia ver estranhos itens chamaria minha atenção. “– Beth o que acha disso para mim? Vestimenta nobres, armaduras vou ficar bonitão?” Perguntaria a mesma com um certo sarcasmo, pois não fazia a ideia de como funcionava, pois nunca usei roupa de nobres, mas tudo na vida tem sua primeira vez. “Um interessante.”

“Então é aqui que a anja se encontra, o que será que ela está fazendo meditando?” Acharia um pouco estranho e bizarro, mais finalmente estava ali próximo dela e não sabia nem por onde começar. “- Ops ele fugiu, que pena ia agradece-lo.” Então mediante ao que a minha mulher havia dito apenas balançaria a cabeça com um positivo e começaria a andar calmamente, analisando muito bem as coisas em minha volta com minhas mãos próximo a espada para uma possível defesa. Com isso então antes de chegar bem próximo eu diria com uma voz suave e calma. “– Está tudo bem com você, qual é o seu nome?” Pararia e aguardaria a resposta da mesma, não dizendo uma palavra então voltaria a falar. “– Estou aqui para ajudá-la.” Então voltaria a se aproximar mantendo minha atenção dobrada, faria um sinal para Elisabeth ficar esperta também até o momento que eu pudesse tocá-la no ombro. “– Me chamo Kryn Nerellin.”

Em caso de ser atacado durante o percurso, sacaria minhas espadas rapidamente, faria um bloqueio com elas ou se possível me esquivaria de acordo com o golpe do meu adversário. Pularia no sentindo oposto e se possível eu percebendo que mesmo assim a chance dele me acertar usaria a minha lâmina para bloqueá-lo, durante minha esquiva. Sendo atiradores procuraria um local para se esconder, enquanto falaria o mesmo para Elisabeth, algo que ela já está bem acostumada então com um sorriso diabólico no rosto diria para a garota de cabelos rosas. “– É então começou.” Me sentiria completamente animado com a situação enquanto me esconderia dos disparos. Porém sendo atacado com um golpe na altura do peito para cima eu me abaixaria e cravaria a minha lâmina no peito do adversário e usaria seu corpo como um possível escudo caso tenha atiradores. Mas sendo atacado na altura do peito para baixo eu viraria um mortal para frente me esquivando e durando o movimento acrobático levaria meu pé direito na cabeça do meu oponente e logo quando caísse no chão analisaria a situação, estando em posição de defesa. “Caramba ... Bem-vindo a Tuntz Tuntz.”

Mas se ninguém me atacasse apenas faria um sinal para Beth sobre os três guardas, para ela tomar certo cuidado e se posicionar caso precise para pegá-los de surpresa pelas costas, usando o ambiente em si como estratégia. E ficaria atento as palavras da anja, ela estando muda eu diria bem calmamente. “ – Olha estamos bem opostos sabe, você uma anja eu um cara que vendeu a alma para o diabo, acho que procurou a pessoa errada. Mas vamos ver no que posso te ajudar.” Se ela estivesse amarrada eu nem me importaria no sentido de ter medo dos guardas e começaria a soltá-la se fosse possível, caso alguém se intrometa então tiraria a mesma dali e levaria no colo para algum lugar já fazendo um sinal para Eli correr se preciso, também.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 EmptyQui 04 Out 2018, 21:44



안 된다는 걸 알아

O local onde saia era muito atrativo e bonito. Helves nunca tinha visto tanto ouro assim em sua vida e sair em um local onde tinha tanto assim para apreciar era interessante, talvez seu lado pirata estivesse fazendo-a sentir, pois tanto ouro devia valer muito dinheiro no mundo dos humanos. Todo o dinheiro da ilha deveria se mover dentro daquele local, fazendo as pessoas entrar e saírem por ali enquanto guardas bem armados e aparentemente perigosos cuidavam da segurança local. Muita gente feliz estava por lá e isso animava um pouco a celestial, deixando-a alegre com tanta musica e felicidade espalhada pelos bardos e ilusionistas. Algo que realmente a vez sentir-se mal foi quando chegou ao limite de onde poderia ir, parando na barreira de guardas impedindo qualquer um ultrapassar e seguir ao porto. "Asken está lá, assim como Aya, Kryn e Liza." Todo o problema que o negro poderia ter causado talvez fosse a razão da segurança daqueles homens, impedindo que civis fossem para o abate. Não era o melhor dos planos tentar dominar o porto de uma ilha onde o governo estava, mas Helves jamais impediria seu irmão de fazer isto.

Sem muitas opções a celestial afastou-se de lá, seguindo por outro caminho que talvez estivesse livre. As chances não eram lá tão altas, mas existia essa possibilidade e sorridente ela seguiu um caminho distinto. Foi ai que o pequeno animalzinho que a garota havia recebido começava a fazer um barulho, isto chamava a atenção dela e do nada uma voz saia da lá quando a mesma o pegava em suas mãos com cuidado e carinho. "Como assim?! O que diabos é isso?" As informações surgiam daquele bicho estranho e Helves apenas escutava, seguindo as indicações do sujeito que estava do outro lado da linha. – Entendo, vou fazer o possível. – Dizia sem nem mesmo saber a razão de estar atendendo aos pedidos daquela pessoa. "Eu lembro de estar seguindo agentes do governo, como diabos acabei entrando nessa situação... Eles me soltaram e agora me passam missões, não parecem ser do governo. Se forem, estou sendo usada e não tenho como negar." Lutar contra a maior força do mundo não seria nada fácil. – Sou fraca, como poderia enfrentar isso? – Dizia baixinho após terminar a ligação, tomando cuidado com o comunicador enquanto guardava em suas vestes.

Sem demorar ela começava a se movimentar, tentando encontrara tal loja de fantasias dita pela pessoa do outro lado. Muita coisa havia mudado e isso parecia estranho, não era muito difícil perceber que todos estavam usando fantasias e o clima era outro. Anúncios estranhos, uma grande coisa preta estranha voando. Todas as surpresas faziam a garota se animar um pouco mais, ver pessoas se fantasiando e mostrando interesse em peças de teatro não era comum. – Eles já pareciam animados, agora só melhorou a situação. – Um sorriso no rosto e bastante determinação descreviam a celestial naquele momento. Com paciência Helves iria andar pela cidade por caminhos que ainda não tinha passado, novamente usando do mapa gravado em sua cabeça para saber exatamente aonde ir. "Karnival... Bem, se passei por alguma loja assim eu não consigo me lembrar. Terei de andar pela cidade mais uma vez até encontrar isso, quem sabe Asken e Kryn não estão por aí também. A conclusão deste pensamento dava inicio à busca da loja com o nome de Karnival, que estava no centro da cidade. Ao menos era isto que o a voz tinha dito e Helves não conhecia tão bem Tuntz Tuntz para discordar, seguindo exatamente para onde era necessário. Os olhos continuariam atentos, procurando agentes do governo ou até mesmo seus companheiros. Caminhos, lojas interessantes de passar em algum momento e até mesmo rotas de fuga. "Essa vez eu não farei um plano suicida como aquele, preciso me preparar e com certeza teremos sucesso no roubo." Roubar estava longe de ser o foco principal dela, mas por ser o de Asken acabava tornando-se importante para a garota.

Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 EmptySex 05 Out 2018, 22:46



Cap.3 - You Will Learn To Show Respect



~~ Ryoma ~~


Helves estava animada, depois de ter estranhado a ligação do pequeno bicho do qual não fazia ideia de como falava e ter percebido que estava sendo usada, pelo governo ou por outro grupo? Não sabia, mas desconfiava que não poderia ser do governo. Ela ficava feliz com o novo clima que a ilha estava tendo, as pessoas mais alegres e tudo mais, ela tomava o seu caminho em direção para a loja, tentando explorar caminhos que ainda não havia visto para achar aquela loja da qual não lembrava de ter visto até o momento, baseando no seu mapa mental para seguir em direção ao que tinha em mente de onde poderia ser.

Ela tinha alguns contratempos em seu caminho, a multidão fazia com que ela andasse em um ritmo lento e o tempo ia passando, mas em seu caminho não tinha problemas com agentes ou visse algum dos seus companheiros em meio a cidade. Ao chegar na frente do estabelecimento, ela via as vidraças com fantasias mais do que bem elaboradas, os detalhes ricos em suas texturas, suas linhas e grandes. O ambiente era enorme, haviam várias e várias pessoas, muitas vestiam ternos e tinham cabelo preto, não seria tão fácil encontrar o homem como talvez imaginasse.

Pessoas saiam e entravam naquele ambiente, muitas das vezes os ternos e suas vestimentas divergiam de cores, formatos e as fantasias mais do que elaboradas haviam diversas mecânicas, as asas moviam, soltavam brilhos e iluminavam, algumas delas tinham chifres que mexiam e retorciam como se fosse um abridor de rola. Tudo estava estranho e era diferente ver isso do que em qualquer outra cidade da qual tinha passado, o festival estava começando e as pessoas gritavam em comemoração, a música naquele tom angelical era outra das peculiaridades presentes na ilha e parecia que os preparativos para o teatro mudava completamente o que havia visto antes, se tornando cada vez mais belo e diferente.

No chão, haviam algumas plumas presentes em fantasias que acabavam voando com o vento que batia sobre a ilha, o clima não estava mudando e continuava daquela mesma maneira de antes mesmo com o vento batendo, não quente e não frio. Todo o ambiente transformado trazia uma leve memória do que poderiam ser em outros lugares e com todas aquelas asas, talvez fosse impossível não lembrar de outros celestiais e trazer um clima mais melancólico para a pequena celestial presente na ilha.


~~ Punk ~~


Kryn dizia que talvez conseguiria uma joia da qual prometido há algum tempo atrás e Elisabeth sorria para o homem. - Eu quero! Meu amado. – Ela dava um beijo no rosto do espadachim antes que prosseguissem. Ao perguntar sobre alguns itens de vestimentas presentes na vidraça da loja para a sua mulher, ela olhava analisando ele das pontas aos pés. - Você ficaria mais lindo do que já é. – E abrindo outro de seus belos sorrisos. Depois que ele tinha uma visão da anja, ele começava a ir em direção a mesma, com a mão no cabo de sua espada, esperando um eventual ataque. Ao chegar próximo da garota, ele começava a falar com ela, perguntando se estava bem, qual era o nome dela, que ele estava ali e se chamava Kryn Nerellin e tal ato começava a trazer algumas risadas de terceiros ao olharem para ele. Beth prestava atenção nos outros guardas que pudessem reconhecê-los para se alguns deles viessem a se movimentar até eles, pudessem responder a altura.

A anja nada dizia, Kryn dizia sobre ter vendido a alma e que estavam em lados opostos e as risadas continuavam onde aqueles que ouviam e viam, pensavam que era simplesmente uma brincadeira realizada pelo homem. Um senhor se aproximava dele, uma careca com poucos fios de cabelos grisalhos, um monóculo e aparentando ser bastante sábio e um conhecedor daquela loja. - Oh! Meu homem! Você está bêbado? Está conversando com uma estátua. - Ao notar mais perto da estátua, era possível ver a textura de pedra em meio aos seus tons de tinta, algumas leves rachaduras proveniente do processo de esculpir a estátua. - Você tem interesse sobre anjas? Temos mais alguns delas ali. - Ele apontava para um quarto com anjo, este mostrava-se com uma enorme anja de asas abertas na parede ao lado da mesma forma que a pequena estátua estava a sua frente.

O ambiente voltava a funcionar normalmente, as risadas paravam e era impossível descobrir quem havia rido ou não, os guardas notavam uma certa aparência em Kryn que estava apoiado sobre o cabo de sua espada, estranhando aquele comportamento que de certo era suspeito, mas não pareciam que tomariam qualquer atitude no momento.


Considerações:
 

Legenda:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 EmptyDom 07 Out 2018, 04:19



그래서 더 힘들어

Tuntz Tuntz por um momento acabava fazendo a celestial lembrar-se de sua antiga ilha. Obviamente aquele lugar animado, cheio de música e cores não poderia ser parecido com sua ilha. Mas o clima de felicidade e as pessoas com asas davam esta impressão, deixando-a feliz e triste ao mesmo tempo. "Como eu pude deixar aquilo acontecer..." Perder todos que amava em um único dia era realmente triste. Alguns ainda poderiam estar pelo mundo, Helves não tinha encontrado nenhum conhecido após cair no mundo dos humanos. Ela tinha certeza que ainda existia alguém por aí que estava vivo, um dos celestiais que poderia encontrar mais uma vez e conversar melhor sobre os ocorridos naquele dia. "Tenho certeza que terei a chance de descobrir tudo... Não posso deixar aquelas pessoas saírem ilesos, eles precisam pagar por terem feito isto." A questão de pagar era basicamente capturar os culpados, levando estes até a marinha para que pudessem ser julgados de maneira justa. Porém existia a chance deles serem da marinha ou governo, algo que a garota não se lembrava muito bem. Neste caso a justiça teria de ser feita com suas próprias mãos. – Como sempre esse assunto vai ficar para mais tarde... – Esta era sempre a decisão dela ao ver que focar nisto não traria avanço algum para os planos em Tuntz Tuntz.

Todo o sentimento que sempre ficava guardado ia acumulando um sentimento horrível, algo que Helves provavelmente não aguentaria quando fosse tudo liberado. Deixando isso um pouco de lado para lidar com a missão dada pelos desconhecidos levavam a garota até o local designado. "Como diabos eu vou ver a cicatriz no mamilo de alguém... Precisarei retirar a camisa dele? Essa missão me parece um pouco estranha." Fora as descrições mais básicas a garota só tinha a tal cicatriz, que por mais chamativa que fosse, não estava em um local muito exposto geralmente. Sem muitas opções no presente momento restava apenas para ela seguir até a loja, caminhando no interior desta com olhares atentos na situação. Helves tinha esperanças de encontrar algum homem sem camisa que tinha a tal cicatriz no mamilo esquerdo, mas sabia que isso seria muita sorte e somente se fosse uma marca importante para a pessoa ela estaria mostrando por ai. "Dificilmente sentirei a elevação que as cicatrizes fazem, passar a mão em algum homem sem o conhecer é estranho... Não faço ideia de como poderei encontrar essa pessoa... Só posso estar sendo alvo de uma brincadeira para aqueles mascarados se divertirem." O objetivo não era muito claro e a celestial não tinha recebido muitas informações, ficando perdida no meio de tantas pessoas fantasiadas enquanto buscava o sujeito do mamilo com cicatriz.

Cada vez que ela via as asas e plumas pelo chão só conseguia segurar as lágrimas por conta dos anos aguentando tudo isto sozinha, conseguindo guardar a tristeza bem no fundo de seu coração para focar na missão. O bilhete antes não visto seria observado naquele momento, pegando este do bolso da blusa vermelha para dar uma bela olhada no mesmo. "Não que eu espere muita coisa disso." Podia ser apenas um papel em branco ou talvez alguma coisa importante estivesse escrita ali, ajudando um pouco na busca pelo desconhecido. No meio da busca Helves também procuraria coisas na loja de fantasias, tentando encontrar tintas para pintar seu cabelo, algo bem simples e que poderia ser aplicado na hora, durando algumas horas ou desaparecendo apenas quando fosse lavado. "Devo começar a me preparar, sinto que precisarei de muitas coisas pensando no que farei futuramente." Caso houvessem tintas do tipo a celestial pegaria algumas de cores diferentes, sendo uma branca, outra vermelha e a terceira preta. O pagamento viria após confirmar que era exatamente o que buscava, podendo assim prosseguir com seu objetivo principal.

Para não sair por ai perguntando se alguém conhecia uma pessoa com as características ditas pelo mascarado, Helves apenas olharia com atenção tudo e se nada fosse suficiente, começaria a encostar de leve nas pessoas enquanto andava, usando de sua mão para sentir o mamilo esquerdo por cima da roupa e ver se encontrava seu alvo. O movimento seria feito de maneira sutil, aproveitando-se de esbarrar na pessoa para poder sentir a região exata e definir se poderia ser ou não. – Sinto muito, eu estava um pouco distraída. – Ela diria isto ao esbarrar na pessoa, mostrando um sorriso um pouco desajeitado enquanto se curvava para desculpar-se pelo ocorrido. Se em algum momento a jovem conseguisse encontrar tal pessoa, ela primeiramente tentaria pegar sem ser vista qualquer fantasia por perto, algo preferencialmente com capuz para cobrir sua cabeça. Deste modo Helves usaria das tintas que havia pego ou talvez apenas uma peruca para assim se aproximar do sujeito sem demorar muito, ainda mantendo uma distância segura onde talvez conseguisse escutar o que ele falava e também acompanhar seus passos com cuidado.

Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Punk
Pirata
Pirata
Punk

Créditos : 13
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 01/07/2013
Idade : 28
Localização : No barco

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 EmptySeg 08 Out 2018, 00:16



Em Busca da Saga, que ela me divirta..


Era bom saber que Elisabeth havia gostado de alguma daquelas joias e que ali também possuía roupas boas que me deixariam com uma ótima aparência. “É bom as vezes, para levantar a autoestima, além de que estou com essas roupas desde Micqueot.” A anja estava a me ignorar e eu encararia isso calmamente, mesmo com as pessoas dando risada. “Até que fim consegui ser o brincalhão da turma, até porque a última vez que fui motivo de graça, foi quando eu tropecei e cai.” Pensaria tranquilamente, enquanto eu era atendido por um rapaz de cabelos grisalhos, usando da minha boa aparência e voz encantadora então respondia ele bem suavemente. “- Não mas gostaria de estar. Olha que nem sou viciado em álcool.” Faria uma pausa e com minha sinceridade excessiva então voltaria a dizer. “– Eu tenho tido uma visão com uma anja, algo que parece bem real, ela pede socorro, mas isso é estranho, porque pela lógica eu a mataria, já que fiz um acordo com o rapaz lá de baixo.”  Enquanto olharia as outras anjas que o homem apontaria me mostrando. “Olha ... imagina fazer uma dessas virar demônio, eu ia adorar.”

Mesmo em minha mente as risadas poderia ser algum sinal, eu ignoraria, sim, era assim que eu encarava as situações. Simplesmente deixando acontecer enquanto ele apontava para a anja na parede, calmamente observava ela com os braços aberto. Algo que era muito comum em estatuas de anjos, porque eles sempre abrem os braços era como estivessem esperando receber algo. “ Hmm, queria ter um anjo da guarda. Mas ele me abandonou quando eu ainda era jovem e hoje nem alma eu tenho mais.” Pensaria enquanto olharia e seguraria o cabo da minha espada, esperando o momento certo, o homem de costa para seria a oportunidade correte. Então sacaria minha espada extremamente rápida já dando uma estocada no rapaz de cabelos grisalho, tentando perfurar suas costas e atravessar o mesmo. Sim, não me importaria com os guardas ali no momento. “– Esse é meu jeito de agradecer. São bonitas anjas, espero que se encontre com elas.” Já retiraria a minha espada do corpo do rapaz me escondendo de possíveis disparos, atrás da estatua observando a minha melhor oportunidade, analisando os adversários.

Ficaria atento para me esquivar se preciso, pulando para o lado ou me abaixando em golpes da cintura para cima, abaixando em golpes da cintura para baixo, me escondendo ou em ultimo caso usando minhas duas espadas como bloqueio, faria em forma de X que sobre minha frente dessa praticamente meu corpo todo coberto pelo bloqueio, enquanto esperaria que Elisabeth fizesse o mesmo, caso de disparos além de me esconder na estatua usaria o corpo do ferido também como escudo. “O porque eu fiz isso? Não há explicação!! Eu gosto de ver as pessoas sofrerem, gosto de matança. É tão prazeroso.” Tendo conseguindo causar um certo movimento nas pessoas ali próximo, pegaria na mão de Elisabeth então diria. “– Vem comigo!!! Já saca sua adaga gatona.” Tentaria me misturar com as pessoas que estivessem correndo, fazendo da maioria delas meu escudo e se possível enquanto corria com elas iria passar minha espada em algumas delas por puro prazer, até achar um local para se esconder brevemente. “– HAHAHAHA Vamos cortar as pessoas !!!!” Usaria apenas uma das minhas espadas enquanto que com a outra mão continuaria segurando bem firme Elizabeth e não a soltaria por nada.

Também durante o percurso iria olhando detalhadamente todas as pessoas para não ser agredido de surpresa, qualquer um que tentar me atacar usaria minha espada para bloquear ou civil inocente como escudo e logo na sequência faria um sinal para minha mulher para desferirmos um ataque junto. “– Quero ver muito sangue inocente.” Procuraria o primeiro local que eu pudesse usar para sair do bolo da galera e usaria como um pequeno esconderijo, poderia ser casa, buraco, qualquer coisa. Se fosse alguma casa entraria rapidamente se alguma pessoa se assustasse então faria um sinal de silencio e diria. “– Psiuu, tem pessoas morrendo lá fora!!!” Não mentiria, mas estava louco para completar a informação para a pessoa, dizendo quem era o responsável pelas mortes. “ Precisarei voltar lá ou pelo menos até a loja das joias, agora o que fazer.”

Caso eu não consiga fugir apenas me manteria em defesa enquanto analisaria as armas utilizadas pelos guarda enquanto faria um sinal típico para Elisabeth. Referente para eu saber quem ela vai focar. Vendo algum com arma de fogo me manteria atrás da estatua faria um pequeno símbolo de pistola com a mão, assim a garota já saberia que teríamos que contar as balas e aproveitar o momento certo. Mas algum deles ainda vindo para cima então tentaria me esquivar para os lados sem sair de trás da anja em possíveis golpes enquanto durante minha esquiva eu aplicaria algum golpe ou usaria minha espada num possível bloqueio também. “ – Que engraçado não é HAHAHAHA .” Mesmo sendo atingido limparia meu sangue enquanto colocaria um sorriso diabólico logo falando. “ – Vou me divertir e muito.”

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 EmptySeg 08 Out 2018, 21:42



Cap.3 - You Will Learn To Show Respect



~~ Ryoma ~~


A história de seu passado era triste, não havia um meio de ela ter conseguido impedir aquilo de forma completa, mas, mesmo assim, ela se martirizava por isso. Helves refletia o quão difícil seria encontrar um homem com a cicatriz no mamilo visto que não sabia um modo certo de realizar tal ação, fazer aquilo de forma que não fosse constrangedor, estranho ou óbvio, chegando a considerar que os homens pudessem fazer uma espécie de brincadeira com ela. Ela estava em frente a loja e abria o seu bilhete em busca de alguma colher de chá que contivesse dentro dele, mas a única mensagem que havia dentro era: “Se juntem e ache a bússola dos desejos.” Uma mensagem da qual não fazia sentido algum naquele momento e que poderia deixar a garota apenas mais confusa do que já estava. Dentro da loja, ela começava a procurar por tintas primeiramente, mas não haviam uma tinta tão potente que deixaria o cabelo dela da cor que quisesse sem que demorasse em um processo de tingir o cabelo da forma que ela queria para que pudesse se disfarçar mais posteriormente sem que levantasse uma suspeita muito clara da garota, sem conseguir encontrar o que queria,recorria para algumas perucas coloridas, escolhendo as cores de uma verdadeira tricolor são paulina branca, preto e vermelho e pagando um valor de quinze mil berries pelas três, devido a todas estarem em promoção e não tinha uma qualidade tão decente da qual podia se esperar de uma loja de fantasias daquele porte.

Voltando ao se foco principal, sua tática consistia em esbarrar nas pessoas, tentando tocar em seu mamilo esquerdo para tentar sentir a cicatriz da qual havia sido descritas pelos mascarados, pedindo desculpas de maneira cordial e seguindo o seu caminho se não encontrasse o homem desejado. O seu primeiro alvo era um homem de asas que estava de costas no momento no esbarrão, ao esbarrarem ela chegava a tocar em seu mamilo e não sentia uma cicatriz, mas que o mesmo estava aceso igual ao farol de Karthus. - Ui! Mas que sensação boa! Que que foi, baby? – A pessoa tinha percebido o toque e ao olhar dela, era possível ver uma grande quantidade de maquiagem, lábios com batons vermelhos, uma base parecendo quase que um fantasma e sombras de olhos roxas com cílios do tamanho de espinhos. - Não tem problema, linda garota. – Ele sorria para ela mostrando seus dentes brancos e a garota seguia o seu caminho. Ninguém parecia ter focado a sua atenção nela para a sua sorte devido ao Okama ter sido bem barulhento em seu grito, mas em uma loja cheia daquela maneira era comum que houvessem vários esbarrões.

Ela se esbarrava em mais três pessoas que apenas aceitavam as suas desculpas e prosseguiam os seus afazeres, mas nenhuma tinha uma cicatriz em seus mamilos e para a sorte dela e de sua vergonha, também não tinham mamilo acesos. Nessa quinta pessoa da qual era esbarrava, ela um homem com uma camisa social branca e calças pretas, seus sapatos pretos pareciam refinados, tinha uma boa textura e um bom brilho tendo sido polido recentemente. - Tá desculpada! – Seu tom de voz era grosso e sua voz imponente e era o único que ela tinha sentido algo diferente como uma leve ondulação em sua pele, estranhando aquilo, ela se afastava e o homem olhava diretamente para ela durante todo o seu caminho. A garota colocava uma de suas perucas e tentava pegar uma das fantasias que estava próxima, conseguindo se disfarçar com uma fantasia de anja com um vestido belo e que dava um constaste diferente ao seu corpo, parecendo que estava mais gorda. Conseguindo uma nova aproximação dele, ela começava a ouvir um pouco de sua conversa. - Acho que está chegando a hora, nós devemos ir. – O seu companheiro era um homem de estatura média, seus cabelos eram pretos igual ao do primeiro homem e ambos espetados, os seus olhos castanhos, mas a expressão era o que mais diferenciava os dois, um era mais sério e outro parecia ser mais brincalhão, o tom de pele de ambos eram diferentes, um tinha um tom de pele claro parecido com o de Helves e o outro era mais moreno como o de Asken e ambos começavam a se mover, a garota acabava sendo travada por um homem antes de sair, mas os que estava perseguindo não pareciam ter percebido. - Esta fantasia custa cinquenta mil berries, não pagará?! – Era um guarda com um porrete preso em sua cintura, ele não parecia ter reconhecido a garota.

~~ Punk ~~


Kryn fazia uma fala sádica embora sincera devido a nunca conseguir mentir sobre nada, ele desistia da anja e partia para o massacre, esperando o velho virar de costas para estocar, um massacre que não começaria tão fácil como das últimas vezes, ao “acertá-lo” ele dizia um das suas falas sádicas - Não vai ser hoje o meu encontro com elas. – Mas quando percebia, a sua espada não havia acertado o homem em cheio e ele havia sido capaz de esquivar do golpe no último segundo e o espadachim se escondia atrás da estátua de anjas quando os disparos dos guardas começavam. O barulho de pessoas gritando era óbvio e das diversas que estavam, começavam a correr para fora da loja, largando dinheiro para trás pelas fantasias que estavam vestindo ou por algum produto que estava levando consigo, mostrando que eram verdadeiras e fiéis.

Com a multidão ocorrendo, Nerellin queria escapar daquele local, mas não esperava que além de ágil em suas esquivas, o velho fosse capaz de alcançar a sua velocidade e chutar uma de suas espadas em meio ao seu bloqueio já que a esquiva seria quase impossível de escapar em um golpe surpresa como aquele, fazendo ele bater contra a estátua. Elisabeth partia para o ataque e conseguia fazer ele recuar, a adaga da gatuna era forte o suficiente para realizar qualquer rasgo que a sua lâmina perfurasse, mas o velhote estava sendo tão ágil como antes, a aparência inocente dele havia sido apenas uma enganação, não se mostrando um inimigo tão fácil como antes, o homem estava vestindo botas de aço em suas pernas e estava olhando sério para o homem. - Você não é o primeiro que tenta me matar e duvido que será o último. – Sua voz não era da mesma forma que antes, estava séria e grossa, ele não parecia querer a batalha e os seus guardas tomavam aquela ação, fazendo um cerco sobre ele, onde a estátua estava em suas costas e quatro deles em um semicírculo a sua frente por volta de cinco metros.

A loja havia se esvaziado rapidamente e não tinha nenhuma pessoa inocente ali por perto, era possível ouvir o tumulto do lado de fora com pessoas gritando e tentando alertar outros guardas do lado de fora para que entrassem dentro da loja, a situação não estava nada favorável para o pirata que queria matar pessoas inocentes de qualquer maneira sem um motivo plausível para tal. - Pelo que você me parece, afobado desse jeito, que não conhece nada na Grand Line. Diga-me, o que você pretende com isso? – Ele subestimava Nerellin, querendo ver a sua ira.


Considerações:
 

Legenda:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 EmptyTer 09 Out 2018, 01:41



여전히 오늘도

A mensagem que o bilhete passava para a garota era tão inútil que ela não conseguiu deixar de reagir. "Oi?!" Claro que aquilo faria sentido para alguém que estava por dentro dos assuntos do grupo, mas Helves era uma pessoa perdida sem saber ao menos a razão de estar realizando aquela missão para pessoas desconhecidas. "Estou fazendo papel de otária. O que diabos é isso?" As tintas não existiam naquela região, restando apenas as perucas como opção no momento. Claramente não seria a melhor forma de se disfarçar, pois sem qualquer conhecimento nisto ela seria apenas uma idiota usando peruca. "Futuramente eu poderei usar isso e ninguém vai ter motivos para reclamar, por esse preço nada poderia ser tão inútil." Sorria para as novas aquisições, guardando tudo tranquilamente na maleta para poder seguir em frente com o plano. Helves não tinha noção alguma de que estava comprando algo de qualidade péssima, mesmo que isso a fizesse feliz parecia uma escolha horrível e arrepender-se era o futuro óbvio para tudo que estava fazendo. O primeiro alvo obviamente era um erro e o que deixava para trás era uma sensação estranha, como se estivesse abusando de alguém. "Isso está muito errado." Concluía após a primeira sessão de toques. – Chegou a hora. – Sussurrava no meio da multidão, roubando uma fantasia para misturar-se e conseguir acompanhar de perto a única pessoa que tinha mostrado uma elevação diferente no mamilo.

O que realmente impediu a garota de continuar foi um guarda, algo que ela não estava esperando, mas aceitou pagar a quantia necessária sem problemas para poder seguir na perseguição. – Sinto muito, achei que eram fantasias para todos pegarem. – Poderia até parecer uma mentira, só que por ter pago ela esperava não ser julgada de maneira injusta. No meio de tanta gente aquele tipo de roupa realmente lembrava algo de graça, podendo ser pego apenas por conta do festival. "Aqueles dois não eram pessoas normais... Se a informação que preciso deverá ser retirada deles, não acho que consiga fazer isso lutando. Uma conversa também não será fácil... Bem, terei de tentar escutar algo enquanto os acompanho." O estilo de vestir-se lembrava um pouco os agentes, só não fazia a jovem pensar exatamente neles por conta das cores claras que ela não via muito. "Devo mesmo prosseguir com isso? Acessar a outra parte da cidade não deve ser tão complicado assim, Aya pode estar precisando de mim..." Voltar ou seguir em frente? Helves tinha poucos motivos para preocupar-se com seus companheiros sabendo que Asken e Kryn estavam por lá, ela só não conseguia definir muito bem o que fazia ali. Seguir pessoas com cautela mesmo sem os conhecer, tocar nos mamilos de alguns e no fim vestir e comprar algo que ela nunca esperava ter. "Já sou uma celestial, nunca precisarei usar isso outra vez... Assim eu espero." Passos suaves e olhar fixo no alvo, esta era a ideia de bela pirata na perseguição de seu alvo que poderia tanto descobrir sua posição como também entregar alguma informação importante por ali, acabando rapidamente com a missão dela.

Helves evitaria lugares afastados das pessoas, buscando caminhos no meio da multidão para que assim não fosse percebida facilmente. Se em qualquer momento a direção da dupla fosse a um local pouco movimentado, seria neste momento que a celestial teria de agir rapidamente. "Sem muito tempo para pensar, vamos logo." O tempo até ser percebida era o que daria chance dela aproximar-se em velocidade, trocando as perucas, já que no momento usava a preta e faria uso da branca para mudar um pouco sua aparência. A qualquer sinal de que os homens iriam virar-se, Helves se movimentaria para alguma cobertura, escondendo-se da visão e logo em seguida retornaria na perseguição, ficando sempre próxima para escutar o que poderiam estar conversando. Se em algum momento os homens fizessem qualquer ação ofensiva em sua direção, a celestial apenas se jogaria no chão como se estivesse surpresa, erguendo ambos os braços à frente de seu corpo como se quisesse proteger-se. – Q-qual o problema? – Diria com a voz tremula, tentando esconder o rosto com as mãos para ter o elemento surpresa se necessário.

As ações ofensivas só seriam usadas em último caso, naquele momento em que Helves não tivesse qualquer chance de convencer os homens de que era uma simples civil ou o plano dos mesmos estivesse encaminhado e a informação fosse completamente necessária de imediato. "Se é assim, preciso acabar logo com isso." Ao concluir isto a celestial faria uso de uma impulsão rápida para cima ou frente, aproveitando-se da surpresa de chegar por trás deles ou avançar na direção dos mesmos sem aviso, levando consigo o punho direito e esquerdo ao mesmo tempo. Com o punho direito ela tentaria golpear o queixo de um dos alvos, usando da esquerda em uma tentativa de segurar a camisa do outro e joga-lo contra a parede mais próxima. Sucesso ou não, Helves iria à direção do que talvez estivesse na parede, indo em um salto rápido em sua direção e no exato momento em que os pés da mesma tocassem o chão a perna direita flexionada subiria em velocidade ao encontro do estomago do alvo, usando do joelho para causar dano. "Isso precisa se rápido." A sequência era uma cotovelada de esquerda na têmpora, visando atordoar ao menos um deles para que o restante do combate fosse decidido mais facilmente.

Em momento algum a garota iria tocar nas armas de fogo, focando completamente no combate com seu corpo, pegando somente a machadinha no caso da dificuldade de derrubar algum dos homens estivesse muito grande. Com uma arma cortante Helves se aproveitaria dos momentos em que fosse fazer qualquer esquiva, saltando para longe, movendo o corpo em uma direção onde não seria atingida por qualquer golpe, além de abaixar-se e bloquear ataques com os braços cruzados à frente do tronco. Se os braços pudessem ser feridos muito mais do que o esperado, Helves apenas pegaria as machadinhas e usaria elas para bloquear, tentando usar tais membros apenas para afastar golpes e mudar a direção dos mesmos se possível. Esquivando-se, bloqueando ou quando uma chance surgir seria ai que as machadinhas seriam usadas em cortes contra as pernas dos oponentes, visando sempre diminuir a mobilidade dos mesmos sem fazer muito barulho para não atrair o governo mais uma vez.

Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Punk
Pirata
Pirata
Punk

Créditos : 13
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 01/07/2013
Idade : 28
Localização : No barco

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 EmptyQua 10 Out 2018, 16:01



Em Busca da Saga, que ela me divirta..


Minha espada não era capaz de perfurar aquele homem, isso não me preocupava nem um pouco, as coisas aconteciam porque tinha que acontecer então manteria minha calma mediante a toda situação. “– Que pena, pois elas o adorariam receber.” Diria com tom tenor dramático. Os disparos começavam sem parar enquanto eu podia olhar aquela multidão em desespero, cada som de bala fazia meus olhos brilharem, cada grito inocente era um alivio prazeroso em minha mente. “- MWHAHAHAHAHAHA” Achava bem divertido toda aquela confusão, desespero, o medo das pessoas, o som das armas e toda aquela correria. “É eu não consegui evitar, eu tinha que tentar pena que ele se recusa a morrer.” Pensaria comigo mesmo, talvez justificando ao Diabo, não que eu precisaria, mas era interessante, quem sabe ele não teria algum conselho bom para me dar. Mediante a minha fuga pela multidão o velho fazia algo impressionante, inacreditável, além da capacidade humana, mas não me impressionava muito não olharia para ele de cima abaixo. “– Parabéns em, está trapaceando com cheater. Desliga aí.” Diria com um tom calmo encarando a situação.

Em minha mente esperaria não ter quebrado a estátua, pois era bem bonita, já não havia inocentes para a diversão continuar, olharia minha volta e as coisas pareciam a começar a ficar um pouco chata em partes. “– Não me interessa se não sou o primeiro ou se vou ser o último, coisa de gente velha isso.” Diria para o mesmo enquanto estralava um pouco os ossos, em partes eu gostava de um inimigo que valeria a pena, mas não é a força dele que me diz se ele vale ou não e sim a sua importância. “É esse velho tem um bom chute, deveria cortas as pernas dele, mas ele faz coisas além da capacidade humana.” Pensaria comigo enquanto encararia a situação. “É como dizem cão que ladra não morde, mas o inimigo parece está levando a batalha a sério, mas não pense que será assim tão fácil, divirta-se um pouco.” Apesar da situação eu estaria completamente calmo, analisando a situação, olharia para Elisabeth eu faria um sinal meio de que fazer oque é o que tem para hoje.

“– Gosto de ver o terror no rosto das pessoas, o medo e o desespero. Olhar para elas e observar cada traço de dor possível.” Daria um pequeno sorriso para o velho então falaria com um tom bem calmo. “– Sabe “garoto” não podemos nos prender a ira, raiva e nem ao ódio.” Falava usando minha voz encantadora, além de encarar essa situação com meu temperamento calmo, não me importaria com o que ele achava, pensava ou como me trataria, sua força, trapaças. Sou um matador, eu mato pessoas, destinado a fazer isso até que a hora da minha morte chegue. “É hoje o dia está tão belo, aqui tinha muitos fiéis eu deveria matar todos eles em um ritual satânico, que pena que o paspalho me interrompeu.” Enquanto minha mente era perturbada também pelo amiguinho lá de baixo. “Adoraria receber a alma deles, pois os fiéis são os melhores para se brincar.” Com isso colocaria um sorriso bem animado no rosto, precisava dar um jeito de sair daquela situação, algo que seria praticamente impossível, mas não custa nada tentar.

Pegaria as espadas com ambas as mãos na frente do próprio corpo, as espadas estariam na altura do meio do próprio corpo, com todo seu diâmetro servindo de escudo à sua frente, de forma a intervir de antemão qualquer forma de ataque frontal - e, quem sabe, pelos flancos - e ao mesmo tempo não perder de vista o oponente; Um escudo de ferro que ficava à frente de seu corpo, sendo segurado. Também teria que me preocupar com atiradores, ficaria em posição de defesa aguardando como as coisas iriam ser, pois paciência eu tinha e bastante. “Se esse for o ultimo combate, que valha a pena. Espero poder ouvir o barulho do meu sangue jorrando” pensaria comigo enquanto olhava meus adversários. “Bom acho que você deveria ir para cima, vai ser divertido, ohhhh ou está virando covarde?” Analisaria e achava um absurdo, não me irritava nem nada, porém acharia divertido.

Mas sim ficaria em posição de defesa aguardando os movimentos dos meus adversários. “Covarde!!!!” Em casos de disparos iria usando ou me contornando na estatua para não sofrer nenhum tiro, me esquivaria para os lados usando minha acrobacia se necessário além de com a posição da espada, tentaria usar a lâmina em ultimo caso para não ser atingido. Em caso de um possível ataque do velho, tentaria me esquivar ou para trás, ou para os lados e ainda se possível contra-atacar com uma estocada rápida na direção da barriga do mesmo. Caso não seja possível me esquivar ainda estaria com a posição das espadas a minha frente e usaria as lâminas para bloquear, mesmo ele sendo mais forte no mesmo momento que aplicar um chute eu com uma das espadas faria um corte de cima para baixo na coxa do rapaz. Ou dependendo de onde for o chute do velho usaria a outra espada e faria o corte de baixo para cima.

Para golpes nas minhas pernas eu apenas pularia levando minha espada na direção do peito/garganta do meu oponente. Para um chute na direção da minha cabeça, apenas usaria minha acrobacia, fazendo uma abertura 0 e rapidamente ficando minha espada nas partes intimas do meu oponente, um chute lateral eu me esquivaria em um sentido oposto deixando a lâmina de uma das espadas baterem contra as botas do rapaz e com a outra focaria a perna de apoio com uma estocada rápida. Se não me fizesse nada apenas continuaria encarando esperando para ver o que iria acontecer.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 7 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!
Voltar ao Topo 
Página 7 de 10Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Farol-
Ir para: