One Piece RPG
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor Licia Hoje à(s) 04:25

» Vallerie P. Breathnach
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 03:48

» Vallerie P. Breathnach
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 03:46

» [Mini-Aventura] A volta para casa
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 00:38

» Enuma Elish
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 00:10

» [MINI-ARTHURBRAG] COMEÇANDO UMA AVENTURA
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 00:04

» [Kit - Makei] Red Saber/Mordred Pendragon
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor Makei Hoje à(s) 00:02

» O que me aguarda em Ponta de Lança? Espero que belas Mulheres, hihihi
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor Pippos Ontem à(s) 23:31

» Xeque - Mate - Parte 1
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor TheJoker Ontem à(s) 23:26

» Arco 5: Uma boa morte!
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 23:12

» Supernova
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 22:34

» I - O bêbado e o soldado
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor Masques Ontem à(s) 21:39

» Capítulo I: Raízes Perdidas
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 21:30

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor Achiles Ontem à(s) 20:27

» Drake Fateburn
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 19:59

» Hermínia Hetelvine
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 19:51

» Akira Suzuki
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 19:49

» Sette Bello
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 19:46

» Bell Farest
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor Far Ontem à(s) 19:43

» Alipheese Fateburn
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 19:31



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 EmptyTer 17 Jul 2018, 22:13

Relembrando a primeira mensagem :

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) piratas Asken Kanogan, Helves e Kryn Nerelin. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
ADM.Kiodo
Honorário
Honorário


Data de inscrição : 16/12/2010

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 EmptyTer 04 Set 2018, 11:54

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] Post: 14 - Fala ’Pensamento’
Under an Ancient Dragon!

A ação repentina do negro, causava pânico no porto e os civis corriam em desespero em direção da cidade. Acompanhado do negro estavam aqueles dois humanos, com desejo de fazer parte do seu bando. - Provem seu valor se quiserem começar a me perguntar sobre entrar no bando. Pois odeios humanos, ainda mais inúteis como vocês. A voz do negro era seca, firme como uma pedra e sua expressão impetuosa, estando com seu olhar fixado no guardas instituiu um sorriso em seu rosto. - Esse é o começo da minha era de dragão. A voz caricata rouca e recitada de forma silábica pausada com constantes expirações sobre suas falas era o prefácio para suas ações a partir. ’Eu sinto sua falta, um caos de verdade.’ A mente do negro despertava de adrenalina, o coração pulsava de forma intensa, sua mão apertava cada vez mais firme aquele cabo de sua espada e seu rosto deixava claro aquele deleite por aquela situação. Executando uma corrida em velocidade usava movimentos nas diagonais procurando desviar de quaisquer disparo executado pelos marinheiros que portavam rifles; o foco de aproximação a primeira instância de Asken seria um dos marinheiros empunhando espada. Caso conseguir efetuar a aproximação de um dos guarda, esperava que o mesmo reage visando executar um corte em direção do deus; no qual o negro buscava defender desse golpe com a lâmina de sua espada e com sua mão esquerda buscava segurar a mão que segurava a espada daquele oponente marinheiro espadachim, seguidamente Asken puxou o braço do marinheiro de forma intensa e movimento sua cabeça para que pudesse atingir o rosto do seu adversário buscando desnortea-lo.

Caso conseguir desnortear o marinheiro o suficiente para que possa conseguir roubar a espada que o mesmo empunhava; seguidamente com duas espadas, uma em cada uma das suas mãos e lançava a espada que estava empunhada em sua mão direita visando atingir um dos marinheiros que portavam rifles. - Irei mostrar a vocês… Que sete palmos de terra é o suficiente para igualar todos os homens. Diante do caos e da guerra era o momento em que Asken proferia palavras ao vento, uma remanescente da intensificação de sua natureza. Os olhos do negro brilhavam ao ver as gotas de sangue esvoaçando ao possível ventos por causa da proximidade com o mar. Caso observar que seu primeiro movimento não foi o suficiente para derrotar o marinheiro espadachim iria manter sua espada e dando continuidade ao embate, o deus buscava se manter em movimentos constantes circulando seu oponente para que os marinheiros com rifles pudessem ficar receosos de disparar e acertar seu aliado, os movimentos era um pouco que aleatorio sem entregar um padrão ao certo e também eram focado em esquivar de qualquer outro golpe que pudesse vir em sua direção. Asken buscava executar um golpe com sua perna direita para dar um chute forte baixo para atingir a perna daquela oponente, a intenção era fazê-lo perder o equilíbrio buscando criar um momento de abertura em sua guarda. Após executou um corte na diagonal buscando atingir o tronco e parcialmente as costas de seu adversário, ficando atento para caso em algum momento o marinheiro venha a demonstrar cair desnorteado tentando pegar a espada do homem antes que o mesmo venha completamente ao chão. Caso for atingido por ataques de curto alcance seu foco era bloquear com a lâmina de sua espada, deixando que o ataque deslize pela lâmina para que possa prosseguir com seus movimentos, buscando não permanecer parado por longo períodos.




Objetivos:
 

Histórico:
 

Informações:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 EmptySex 07 Set 2018, 16:15



Cap.3 - You Will Learn To Show Respect



~~ Ryoma ~~


Ela percebia que a única maneira dela sair dali seria lutando e buscava o elemento surpresa com o seu rifle, ela mirava em qualquer um dos homens e começava os seus disparos contra eles. O primeiro disparo era como o esperado, perfeito e no momento exato para que acertasse em uma de suas pernas, prejudicando de imediato a movimentação do mesmo que gemia ao chão e sentia a terra ficando mais próxima com ele indo ao chão após perder o equilíbrio de sua perna de apoio. Como previa, os outros começavam a procura de onde vinha o tiro e a celestial disparava uma segunda vez, este tendo um rumo parecido com o primeiro, mas não sendo tão preciso, embora houvesse um acerto, a experiência e combate do homem era o suficiente para movimentar o seu corpo tentando tirar o disparo de uma região que prejudicasse de forma bruta ele e deixando a bala apenas pegar de raspão. O primeiro se levantava, com o segundo começando a corrida na direção da garota após avistá-la e ambos começavam a correr atrás dela, os musculosos não tinham a mesma agilidade que a garota. - Você está morta! – Os homens já haviam sacado as suas armas após terem iniciado a sua perseguição da celestial que tinha conseguido uma boa distância deles, os da cabana haviam se juntado aos feridos, estes que estavam mais atrás dos saudáveis. A mira não era mais precisa nos que estavam atrás e ela deveria se contentar em acertar os da frente.

Os disparos eram precisos, mas os homens também eram ágeis, a ponto que o acerto que ela tinha eram em pontos fracos de seu corpo, apenas passando de raspão, uma musculatura que não comprometia a sua movimentação, algum órgão vital e nos piores dos casos, não acertando o seu alvo. O homem de espada era capaz de bloqueá-las, conseguindo escapar dos dispará-los com a maestria de sua lâmina. Quando conseguiam diminuir a distância, já que os disparos de rifle tomavam um tempo até ter uma boa mira ou sequer movimentá-lo ao girar e conseguir o ângulo para atirar, Helves mudava a postura e partia para estocadas perto deles e o combate corpo-a-corpo deles eram melhores que o da celestial, conseguindo escapar e bloquear os seus golpes, mas eles também não avançavam por ela mirar em seus membros e não em uma área mais letal de seu corpo e ela conseguia abrir uma distância até se esconder atrás de uma árvore e voltar com os seus disparos.

Tais quais não eram efetivos, pois os guardas/agentes conseguiam se esconder atrás de uma árvore para evitar os disparos. O que a garota não esperava eram que eles também viriam por trás e a distância que ela havia tomado dos outros, apenas havia aproximado destes, os homens eram rápidos o bastante para que a celestial apenas visse a coronhada que a arma vinha em sua cabeça, acertando ela em cheio e de imediato, trazendo a visão escura para a irmã de Asken até que a sua consciência se esvaziava.

Um tempo depois a sua visão voltava, escura e mesmo que abrisse seus olhos, continuava da mesma forma, a coronhada havia sido forte o suficiente para trazer uma enxaqueca na garota, ela ouvia as vozes ao seu lado transformando a sua enxaqueca pior, pois os homens não falavam em um tom baixo. - Você acha que ela vai dar um bom lote? – Uma voz fina, mas audível. - Olha esse corpo e as asas da garota, você acha que não? É uma celestial de beleza incomparável. – Este tinha uma voz mais grossa e uma terceira voz surgia na conversa. - Vocês estão falando de mais, não é por que estamos embaixo de um dos lugares mais seguros da ilha que devem falar tanto assim! – Este parecia ser o chefe deles, com os outros apenas terminando com um simples. - Desculpa, Chefe! – E a conversa tinha seu fim ali. Ao mexer as suas mãos, ela veria que tais estariam amarradas e seus pés se encontrariam da mesma forma, mas sua boca não estava presa, ela poderia falar livremente ou tentar se mexer. Ela apenas conseguia ver uma pequena luz ao olhar para seus pés e o pano em seu rosto tinha um cheiro de ferrugem, não dando para ver entre suas linhas de costura.

Segundos depois, era possível ouvir passos. - É esta mulher? – Uma voz grossa e imponente. - Sim, é ela mesmo, olhe essas pernas e essas asas, não é uma bela mercadoria? – E um “tsc” era possível de ouvir. - E os companheiros dela? – Os homens pareciam estar nervosos. - Há guardas ocupados com eles no momento, não devem sequer sair do porto. – Era possível ouvir um ranger na cadeira em que estava sentada, mas não conseguia ver nada abaixo dela, quais eram as ações que a celestial poderia tomar? As consequências? Estava cega pelo pano e não sabia nem se suas armas estavam por perto.


~~ Punk ~~


Kryn acordava após o longe sono que teve, recuperado da febre e resfriado que tinham um tempo de melhora bem rápido até onde sabia, mas ele parecia não se lembrar de nada até o momento. Era como se tivesse dormido de um longo sono e ficado um vazio em sua mente sem se lembrar, Elisabeth o abraçava assim que via seus olhos se abrindo. - Você acordou! – Após ser perguntada por quanto tempo ele havia dormindo, ela colocava um de seus dedos no lábio, pensando em quanto tempo havia passado. - Foram por cerca de 10 horas, amor. – E após se levantar, Nerellin ia direto para o lado de fora, na direção de sua espada, mas ao sair, sentia uma forte dor de cabeça, seus olhos cegavam com a luz do sol devido a estar muito tempo sem o contato da mesma e sua mente ia para outro lugar.

Um ser, um anjo. Era perceptível pela suas belas e delicadas penas alvas que saiam de suas costas, enquanto se mantinha sentado em uma grande pedra arredondada. Estava estático em meio a lua que estava em sua frente, como se ele a observasse atentamente e não conseguisse sair daquela hipnose que lhe forçava a parecer entrar em seus pensamentos mais profundos. A presença do homem ali não era percebida e pela silhueta ainda um pouco embaçada, era possível de entender que era uma criança, um corpo pequeno e frágil diante de um gigantesco luar. Em baixo tom, se percebia suspiros tristes, ela estava a chorar, seus braços abraçavam seus joelhos, suas pernas. Seus ombros tremiam, era uma situação preocupante, do que aquela criança anjo estaria chorando, quais eram seus sentimentos diante a seu calmante lunar. Tornando lentamente seu rosto para direção de Kryn, apenas se conseguia ver o rosto sem detalhes, não entendia a cor dos seus olhos, como era seu cabelo ou o tipo do nariz, mas as lágrimas descendo em seu rosto pareciam se destacar naquele turvo momento. - ME SALVE! – Dizia a criança em tom doce e ameno, era como se estivesse na mais profunda dor e tudo então se distorcia repentinamente em um clarão branco e ele tomava a sua consciência quando os seus olhos se acostumavam com a luz. Ignorando o fato acontecido, ele ia direto para a sua espada onde a sua mulher o acompanhava após seu grito, chamando ela. A mulher observava a cada momento o seu homem trabalhando, ela estava atenta para saber se ele não teria uma recaída com a febre de antes ou qualquer outra que poderia comprometer a saúde de Kryn.

Ele passava um tempo trabalhando por ali e eles saiam para o lado de fora, onde o sol batendo sobre a lâmina mostrava melhor os seus detalhes do que uma luz artificial. - Finalmente exploraremos a ilha! Asken está lutando junto com Oz e mais alguém. – Ela estava empolgada para sair do barco, a aventura estava chamando e deixando o seu sangue fervendo, a adrenalina pulsando pelo seu coração para as suas veias e cada vez mais o chamado parecia ser real. Kryn conseguia ver toda a situação acontecendo e o resultado da batalha, os detalhes do porto, os detalhes da ilha(volta alguns posts para ler a descrição da ilha e como você consegue ver o porto, está tudo nos posts passados). Eles desciam e logo entravam no cerco, não dando tempo para que olhassem melhor a situação dali, com Asken e Oz com o desconhecido lutando mais a frente, tais quais lutavam lado a lado com o capitão, Elisabeth parecia estar pronta para partir a luta.


~~ Asken ~~


A voz do negro era imponente sobre os irmãos, eles pareciam animados com a liderança do homem, prontos para travar aquela batalha da qual não sentiam o menor medo e queriam provar que eram de confiança, pelo menos Kane queria isso, enquanto que Oz apenas queria o bem do seu irmão, mas isso não era expresso em seu rosto ou fala, como era de esperar do homem. O primeiro movimento do Deus era uma investida contra um dos espadachins que faziam o cerco, eles travavam as duas espadas que soltavam faíscas ao toque das lâminas, procurando por tentar agarrar o braço de maneira rápida do homem e tendo sucesso em seu movimento seguindo de uma cabeçada da qual deixava o homem tonto que caia no chão e soltava a sua espada, deixando o pirata armado de duas espadas ao mesmo tempo, mas por um curto período de tempo, pois assim que a pegava, lançava ela contra um dos homens de rifle, acertando a lateral do abdômen do mesmo, colocando ele no chão após receber a espada. Kanogan se via exposto após a sua movimentação e um dos de rifle conseguia acertá-lo na parte lateral de seu tórax, perto de suas costelas, da qual a bala ardia por onde havia passado e saindo direto pelas suas costas.

O negro conseguia esquivar de alguns golpes que vinham em sequência deste, mas os guardas conseguiam cercá-lo e Kane com Oz apareciam, em movimentos de dupla conseguindo impedir que eles se aproximassem mais. O cerco continuava da mesma forma, apertando todos que estavam dentro dele para trás, mesmo que tivessem derrubados alguns, haviam vários que estavam de pé e tornando eles cada vez mais fechado e os civis continuavam correndo para fora do porto. O cerco se abria quando um homem aparecia abrindo caminho entre eles. - Este é meu! – Ele tinha uma aparência pouco musculosa, mas parecia ser ágil, com a roupa de guarda usual e um taco de beisebol em sua mão direita, usando uma máscara branca que cobria boa parte do seu corpo, deixando ele com um sorriso sinistro e olhos grandes.


Considerações:
 

Legenda:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 EmptySex 14 Set 2018, 18:16



지금 이 모든 게 꿈이었음 좋겠어

Claro que escapar de todas aquelas pessoas seria incrível, mas Helves ainda não era tão incrível assim. "Ficar parada era uma opção?" Questionava-se no momento em que começava a correr, sentindo-se bem mesmo sabendo que não daria certo. Todas aquelas pessoas eram fortes e a garota não estava esperando alguém pelo outro lado, focando somente naqueles que estavam atrás de si. Helves só sentiu a extrema dor da coronhada, caindo ao chão de imediato com a visão escurecendo enquanto ela apenas conseguia ficar ali sem mover-se até já não estar mais acordada. Como se ela soubesse o que ia acontecer, apagada e distante de qualquer reação contra os agentes. Olhos fechados e muita dor, nada que a garota tentava fazer dava certo e foi ai que ela percebeu não estar nada bem. Sua visão não voltava ao normal mesmo abrindo os olhos. Vozes, mãos e pés amarrados. A situação cada vez parecia mais complicada, algo que a celestial não tinha muita noção, pois permanecia com a dor incomodando e sua visão não retornava de maneira alguma. "Do que diabos eles estão falando? Não consigo pensar direito..." Se tudo aquilo fosse real ela não tinha como estar indo até uma prisão.

Um pano cobria seus olhos e nada de interessante parecia surgir, Helves apenas via luz e escutava vozes das pessoas naquela sala. Pensar na situação atual ainda parecia complicado, já que a enxaqueca continuava incomodando e isso poderia continuar por algum tempo. "Pernas? Bem... Eles só podem estar falando das minhas, mas por qual motivo pessoas do governo se importariam com isto?" Pensar no que tinha se metido parecia complicado. Ela não entendia muito bem a situação, percebia que sua dor ia melhorando e deixava espaço para pensar melhor e entender os homens no local onde estava. "Não sinto o peso das armas, devem ter tirado elas de mim. Sinto que não existe fuga, então preciso apenas entender as intenções deles comigo." Mercadoria é uma forma estranha de tratar uma prisioneira, vendo como aquilo parecia errado e toda a forma como estava se encaminhando. – Desculpe-me pela pergunta, mas por qual motivo estou aqui? Se fui capturada pelo governo não deveriam estar me levando para uma prisão? – Claro que Helves poderia estar em uma prisão, ela só não conseguia ver para ter noção disso.

Independente de ter uma resposta ou não, a cabeça de Helves começava a trabalhar e isso levava ela até um ponto onde não sentia-se muito confortável com a situação. Percebendo que aquilo tudo parecia um pouco errado. "Lote, mercadoria e minha beleza... Eles não podem estar querendo me vender, certo? Asken falou algo sobre isso quando enfrentei aquele agente, se for isso mesmo..." Foi neste momento que a celestial sentiu-se irritada com a situação. Olhava para baixo e resolvia expressar o que sentia naquele momento. – Vocês estão querendo me vender? Isso é realmente sério? – Sem qualquer movimentação do corpo, deixando apenas sua boca expressar os sentimentos. – O governo não deveria fazer isso... Vocês deviam ser a justiça desse mundo, capturar piratas como eu e nos prender, não nos vender por aí. Achei sempre que estive no lado errado, andando com criminosos que só mereciam ser presos... E agora estou aqui, capturada e pronta para ser vendida como mercadoria. – A raiva em cada uma das palavras era para ser sentida por quem estivesse ali, não importava muito o que fariam, Helves apenas sentia necessidade de mostrar que eles estavam cometendo um erro.

Um sorriso irritado surgia no rosto da garota, criando um pouco de tensão em sua face. – Estive pensando até mesmo em trocar de lado, ajudar vocês... Sinto que estive cometendo um erro ao pensar nisso. Como podem tratar vidas como mercadoria, não consigo entender a razão de estarem fazendo isto. Apenas me falem, me mostrem que são homens de verdade! Eu não vou lutar contra isso, façam o que preferirem, mas não me ignorem. Quero entender como o governo pode aceitar que cometam esses crimes... – Deste pondo em diante Helves ficaria quieta com a cabeça baixa, não queria uma resposta imediata, apenas tinha esperança de escutar algo dos agentes. Se eles realmente eram honrados poderiam aparecer na frente dela e explicar a situação. O governo protege pessoas. Se agora eles também as capturam para vender isso significa que o nível caiu muito e o povo precisa saber dessas coisas, entender como essa organização estava fazendo exatamente o que criminosos fazem. "Se eu não conseguia entender Kryn ou Asken, acho que agora tenho algo que me aproxima deles..." Mordendo o lábio inferior seria a forma dela acalmar-se um pouco, deixando sangrar sem ligar para isto naquele momento. O lábio se recuperaria de uma simples mordida, nada daquilo poderia matar ela. Helves tinha a vida nas mãos dos agentes e aceitaria morrer, ser vendida ou qualquer outra coisa que eles quisessem fazer com ela.

Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Kiodo
Honorário
Honorário
ADM.Kiodo

Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 16/12/2010
Idade : 26
Localização : Crtl + F - Depois digita ADM.Kiodo

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 EmptySab 15 Set 2018, 18:31

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] Post: 14 - Fala ’Pensamento’
Under an Ancient Dragon!

O duelo dava continuidade e os intensos movimentos, ocasionava em uma ferida no tórax de Asken. ’Merda… Odeio atiradores.’ A expressão facial do deus demonstrava uma leve alteração, visivelmente buscando em suportar a dor. Repentinamente apareceu um homem com uma máscara estranha e um porrete e desafiou o deus para o duelo, então o negro esboçou um sorriso no rosto rapidamente. - Humanos… Com um tom caricato e proferiu sua falácia de forma silábica com sua expressão caótica, empunhando a espada na mão direita, movimentou a mesma para que a ponta fique próximo do chão, em seguida foi em disparada ao mascarado, durante o avanço buscava defender de qualquer ataque que viesse em sua direção usando a lâmina de sua espada.

No momento em que se aproximar o suficiente do guarda, visava executar um corte na horizontal em direção ao peito do seu adversário, a velocidade do golpe era mediana, pois, Asken queria que o guarda esquiva e contra ataque. A estratégia do espadachim era que no momento do contra ataque do guarda, O negro tentaria ir em direção ao golpe e receber o dano inteiro, tentando suportar o impacto causado para que simultaneamente empunhe a espada em duas mãos e busque executar um corte na diagonal. - Atrium Draak! Seu tom rouco e caótico, iniciava o começo de sua técnica e seguidamente visou executar um chute no peito do adversário. - - Opstand Nequam! A voz caricata finaliza a sua técnica, Asken então buscava observar o estado daquele homem mascarado, buscando se defender de qualquer outro golpe que viesse em sua direção.


Caso o deus observar que aquele estranho guarda ainda pudesse se recuperar, avançaria em direção do mesmo o mais rápido que puder, quando conseguir ter alcance buscou usar sua velocidade para executar a estocada em direção ao tórax do adversário. - Bem vindo a era dos dragões! Caso o deus conseguir derrotar aquele estranho mascarado, com um tom intenso e potente expressava sua falácia com uma grande entonação e seguidamente avançaria em um dos atiradores que estivessem mais próximos naquele momento, avançaria em direção do mesmo e executaria um corte na horizontal na altura do peito do adversário.




Objetivos:
 

Histórico:
 

Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar
registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 EmptyDom 16 Set 2018, 23:37



Cap.3 - You Will Learn To Show Respect



~~ Ryoma ~~


Helves se sentia assustada em estar naquele lugar, era como se todo o tempo que havia pensado em ser forte não estava sendo o bastante, os homens falavam dela como uma mercadoria o que tornava tudo mais assustador, ela perguntava para eles sobre o que ela estava fazendo ali e o porquê de não ser levada para uma prisão e os homens não respondiam, mas ficavam quietos. O seu raciocínio não demorava a vir quando ela percebia que estava sendo tratada como mercadoria e suas perguntas vinham em seguida, mas ninguém confirmava aquele fato, um fato que era quase que óbvio. A garota estava irritada, ser tratada como uma mercadoria e por pessoas que deveriam proteger o povo, que deveriam ser o escudo invés da espada e suas palavras deveriam soar como limão e sal em uma ferida profunda aberta. - Você é uma espécime rara, será um bom lucro para todos. – Era possível ouvir uma risadinha de fundo. - O governo pagará um bom preço por uma celestial para ser objeto de estudo por eles, vocês são fascinantes, não são nadas fáceis de encontrar. – O chefe deles não parecia intrometer naquelas palavras dos homens, ele parecia concordar com o que havia sido dito e nada era relevante para eles.

- Você está com sede ou fome? Devemos cuidar de você até que cheguem para buscá-la. – Era a mesma voz de antes, desta vez estava mais calma e mais fina, tentando pegar um pouco de compaixão com a garota. A mão dele passava levemente sobre a cabeça da garota por cima do pano, ele tentava calmamente massagear a área da coronhada o que provocava um leve sono e alívio de dor para a garota, embora a sua enxaqueca continuasse. - Você deve estar sentindo uma bela de uma dor de cabeça, peço desculpas, mas você também feriu nossos agentes. – Os homens não tinham a intenção de retirarem o pano da cabeça dela e exporem os seus rostos, não queriam revelar as suas identidades, mas pareciam dispostos a responder as perguntas da garota.

- Você disse mais cedo que nosso dever era proteger os homens e blá blá… Nós temos nossas missões e os marinheiros que cuidam da população, nossos objetivos são sempre diferentes. – O homem massageava as suas mãos, o barulho era normal e o chefe deles parecia ter dado alguns passos para trás dela. Era possível sentir o cheiro da comida e era bem apetitosa, o estômago da celestial dava um breve rugido, mesmo tendo comido a pouco tempo, não era o suficiente para se sustentar e a sua boca ficava seca, assim como a sua garganta, necessitando um pouco da água. Não haviam muitas ações para se realizar ali, mas os homens pareciam dispostos a conversar.


Asken


Asken estava visualmente sentindo a dor do tiro que havia tomado, mas internamente, ele se preocupava em suportar a dor e não ser interrompido por um simples ferimento de bala da forma que podia. Mantendo a sua espada em uma posição de ataque, ele partia para um avanço, buscando a aproximação do homem mascarado, procurava fazer um golpe de velocidade mediana e sem muita força, para que o guarda não tivesse problemas em defender e como era previsto, o homem conseguia bloquear o golpe com sucesso, direcionando a espada para a direção contrária do golpe e com a guarda aberta para receber o golpe inteiro, o porrete atingia o seu peito de forma certeira, deixando uma marca roxa de imediato no peito do espadachim, acertando a área do ferimento anterior, mas independente da dor enorme da qual ele sentia naquele momento, ele aguentava e partia para a execução de sua técnica.

A execução era feita com maestria, começando com o golpe na diagonal e seguido com um chute no peito do guarda, ambos golpes pegavam em cheio com uma boa velocidade, colocando o homem para alguns passos para trás e sentindo a dor dos golpes recebidos. O mascarado se mostrava resistente, ele não exibia a dor mostrada dos golpes e continuava com um sorriso macabro em seu rosto, não havia preocupação em estancar o leve sangramento que saia do corte realizado no seu peito.

Tendo em vista de que precisaria de mais potência em seus golpes para finalizar aquele combate, ele partia para uma segunda investida, desta vez mentalizando que realizaria uma estocada no peito do homem para que pudesse acabar com aquilo de forma rápida, mas o golpe era previsível demais para o guarda que colocava o seu porrete para baixo e subindo ele, conseguindo bloquear o golpe da mesma forma que o primeiro, deixando novamente a guarda do negro aberta e desferindo uma estocada com a ponta de sua arma, atingindo em cheio a área do seu ferimento que sangrava arduamente a partir daquele momento, tendo aberto um corte maior do que o anterior.

Asken dava vários passos para trás, cambaleante devido a grande dor que sentia e o ferimento que havia ficado pior, ele com sorte, conseguia ficar de pé mesmo tendo dado vários passos para trás, adquirindo uma distância de quatro metros do homem que continuava com o seu sorriso no rosto. A batalha continuava pelo porto, Kryn não realizava sequer nenhum movimento e sua mulher continuava ao seu lado esperando uma reação do espadachim, enquanto que os outros dois irmãos batalhavam com força contra os guardas. - Era dos dragões?! Está mais para uma galinha! – Ele dava uma bela de uma risada após aquele comentário, esperando uma ação do espadachim.


Considerações:
 

Legenda:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Punk
Pirata
Pirata
Punk

Créditos : 13
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 01/07/2013
Idade : 28
Localização : No barco

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 EmptySeg 17 Set 2018, 07:27



Em Busca da Saga, que ela me divirta..


Enquanto trabalha podia ver uma coisa estranha e eu não sabia o que estava acontecendo, se aquilo era real ou não. Meu olhar estava focado e me sentia completamente hipnotizado era como se estivesse num vazio numa dimensão diferente. “Será que estou no inferno?” Enquanto podia ver um pequeno anjo correndo em minha direção, ela parecia ser tão frágil, ao ponto de pensar que com apenas uma espada eu seria capaz de destroçar ela, não que eu fosse fazer isso nesse exato momento. As lágrimas escorrendo em seu rosto em um momento sádico da minha personalidade em ver o sofrimento das pessoas me proporcionava um grande prazer. Um sorriso diabólico brotava em meu rosto, por um breve momento, então pude ouvir a sua voz. “Não sei nem como salvar eu mesmo nesse momento!!!” Enquanto pensaria as palavras que sairiam de meus lábios era. – Se te salvar me proporcionar prazer!! Luta e Matança eu posso até te ajudar. – Minha voz era calma e encararia toda essa situação com toda tranquilidade. “Será que é o Diabo me proporcionando alguma peça??? Se for será melhor aparecer de uma vez!!!”

Minha mente estava completamente confusa, aquela menina parecia ser tão real, por um momento eu parecia estar ali vendo ela, mesmo não enxergando claramente seu rosto. Sua voz doce e amena, para quem já vendeu a alma isso em minha mente não parecia nenhuma loucura, enquanto ao mesmo tempo eu olharia Asken em combate. “Asken da outra vez conseguiu se virar muito bem.” A empolgação da Elisabeth era a mesma que a minha para a luta, pois se tinha algo que nos liga é o amor pela luta e a matança. Também algo dentro de mim estava extremamente empolgado apesar de não demonstrar isso, pois ficar dentro daquele barco tinha me deixado com uma tremenda vontade de derramar sangue. “Talvez eu alcance meus objetivos indo atrás disso. Cadê você quando preciso Diabo?” Fecharia meus olhos novamente e calmamente tentaria lembrar de alguma coisa próxima daquela garota, para que eu pudesse localiza-la “Estou decidido e agora nada ou ninguém mudará isso.” Sabia que Elizabeth estava louca para entrar em combate, mas como um forte crente no destino imaginaria que tinha algo melhor e mais prazeroso nos esperando.

“– Ei gata confia em mim?” Perguntaria com uma voz calma e doce para a minha companheira e independente da resposta voltaria a falar. “– Acho que tem algo melhor nos esperando, eu vi na minha mente era tão real ... precisamos ir ... Asken é forte se virou muito bem da outra vez.” Colocaria um pequeno sorriso no meu rosto enquanto olharia diretamente nos olhos da mesma. “Isso segue o seu destino moleque ... Sangue, Dor, Combate MUHAHAHAHAHa” Então daria as costas e começaria a andar em passos um pouco mais rápidos enquanto logo falaria. “ – Vamos !!! Ou perderemos toda a festa.” Se possível seguraria na mão da garota e iria caminhando com ela, caso eu tenha alguma lembrança de lugar na minha mente eu começaria olhando em volta as coisas com intuito de achar. No contrário apenas andaria pelas ruas a procura de alguma garotinha com asas de anjo, que me lembre a menina dos meus perturbados sonhos. “Será que isso é uma Redenção.”

Enquanto eu andasse pela ilha e não encontrasse nada então pediria informações, escolheria as pessoas a qual perguntaria, olharia se elas estavam desarmadas, sim, essas seriam as pessoas a qual me aproximaria. Usando minha boa aparência e minha voz encantadora então perguntaria de acordo com minhas lembranças, caso eu lembre de algum lugar em minha visão. “– Com Licença!! Desculpe-me incomodá-lo, mas conhece algum lugar assim (descreveria o local que tinha visto na minha cabeça.)” Porém caso eu não lembre de nenhum local apenas da pequena menina que me pediu ajuda. “– Com Licença!! Desculpe-me incomodá-lo, mas por acaso viu uma garota, com asas em suas costas (diria o que lembrasse da mesma em minha visão.) Ela precisa de ajuda e eu quero ajuda-la.” Independente da resposta do mesmo agradeceria da forma mais educada possível. “– Obrigado e desculpe-me por tomar um pouco do seu tempo.” Então esperaria o mesmo dar as costas para minha pessoa.

No momento que a pessoas já estivesse de costas para mim, covardemente eu golpearia minha espada com uma estocada, com intuito da espada atravessar e sair pelo o peito do civil. “É mais forte do que eu.” Pensaria enquanto me deliciava vendo o sangue escorrer, logo na sequência com a outra espada primeiro furaria suas pernas para não correr eu queria ouvir os gritos de dor dele e enquanto ele agonizava, finalizaria com um golpe certeiro na sua cabeça. “– Ei gatona, desculpe-me ... não podia deixar passar a oportunidade ... sabe como é né .... a gente também tem que entrar na festa.” Era estranho, mas eu queria matar o máximo de pessoas inocentes que conseguir, principalmente aquelas que não tinha chance de se defender. Mas tinha colocado na minha cabeça que iria atrás da menina. “ – Bom vamos.” Seguiria por um caminho caso minha vitima tenha me indicado ou apenas continuaria andando de maneira rápida olhando as coisas em minha volta, procurando a pessoa e possíveis vitimas.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 EmptyQui 27 Set 2018, 12:54



되돌릴 수 있다면

Bom lucro. Os celestiais realmente pareciam interessar pesquisadores, pois Helves havia passado por um laboratório nos blues onde existiam fotos deles e de outras raças por lá, provando que aquele local era relacionado ao governo de alguma forma. – Entendo... Não acreditei muito quando Asken me avisou, mas vocês realmente usam meu povo como cobaia. – A raiva já não era tão grande. Pensando melhor não parecia existir muito motivo para incomodar-se, com isto, pois nada mudaria a mente daquelas pessoas. Os humanos se provavam cada vez mais nojentos, plantando sementinhas na mente da celestial que se sentia incomodada por estar naquela posição. Ter de enfrentar pessoas que não mudariam de opinião era complicado, sem vontade de lutar mais Helves só poderia conversar com eles e tentar se dar bem com as pessoas que logo estariam lhe vendendo. "Esses homens parecem tranquilos, causei danos e mesmo assim parecem bem com isto. Devo confiar neles?" A questão não era realmente confiar, pois a fome chegava e sua sobrevivência seria a chave para escapar em algum momento.

Comer qualquer coisa parecia a escolha certa. A calma daquele momento aliviava a garota, que pensava no sofrimento imediato após ser capturada. – Ambos, preciso comer qualquer coisa e beber algo. – A massagem na região atingida era gostosa, Helves aproveitava aquele sentimento de ser bem tratada, sorrindo mesmo que não fosse a melhor forma de agir naquele momento. – A marinha é realmente quem protege os civis, mas não achei que o governo fazia esse tipo de coisa. Vender pessoas é um pouco estranho, não posso dizer que seja completamente errado, entendo que vocês querem usar criminosos em seus estudos... Mas ainda é incorreto o governo fazer isso, agir por baixo dos panos enquanto a marinha cuida do povo é o que imaginava ser sua função. – Obviamente ela tinha pouco conhecimento e sabia apenas do básico, entendendo o que era o governo, cuidando sempre da segurança do mundo sem ninguém saber disso.

Helves tinha certeza que seria entregue e ninguém conseguiria salva-la disso. "Não quero envolver ninguém nisto... Estou tranquila e vou arrumar uma forma de me livrar desse problema, pois agora tenho um objetivo maior a ser cumprido. Esse lado obscuro do governo que eu não conhecia... Tenho de elimina-lo, assim meu povo não será usado como cobaia." Sair ou não. Independente do futuro a celestial tinha certeza que não morreria, já que para ser usada em experimentos ela provavelmente teria que estar viva. – É triste saber que o governo não é tão bom quanto eu imaginava, gostaria de nunca ter descoberto isto. Infelizmente o meu dia não foi dos melhores, ao menos estou feliz de não precisar lutar até a morte com alguém. – Concluía sorrindo enquanto mordiscava o lábio inferior sem motivo algum.

Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 EmptySab 29 Set 2018, 23:46



Cap.3 - You Will Learn To Show Respect



~~ Ryoma ~~


Ela passava a aceitar mais a situação da qual se encontrava, encontrando o ponto lógico de tudo aquilo, mas ainda sentia o repúdio por aqueles homens da forma que eles eram. Tinha uma grande desconfiança deles, mas era óbvio o porquê. Como a oferta anterior havia sido alimentação, ela pedia pelos dois, aproveitando da massagem antes exercida pelo que aparentava ser o chefe deles para aliviar a dor da coronhada, tranquilizando um pouco da celestial. Ela refletia em voz alta o que a marinha e o governo eram, onde a camada superficial(marinha) era quem cuidava do povo, deixando a camada inferior(governo) agir por debaixo dos panos, achando incorreto que o governo agisse daquela maneira, onde o objetivo de ambas camadas deveriam ser a proteção do povo. Os homens, nada respondiam, estavam quietos e era possível ouvir o som de talheres, plástico e um som metálico como folha de alumínio. O arrastão de mesa e o som de pessoas sentando em uma mesa, era possível ouvir o som da água escorrendo para dentro de algum copo. Helves não tinha muita esperança de que viriam lhe salvar, mas queria se livrar por si só de alguma forma, onde planejava destruir aquela parte do governo, querendo livrar o povo dela de ser mais uma cobaia de algum experimento.

Passos se aproximavam dela e o pano era puxado para cima, por um momento, a cegueira tomava conta da garota, mas conforme os seus olhos se acostumavam com a luz forte daquele local, era possível começar a observar os detalhes, começando pelos homens, eles eram um total de três, todos vestidos e encapuzados por um sobretudo preto, seus rostos? Todo os homens usavam máscaras, algumas tinham um desenho de raio de cores diferentes, mas todas eram do mesmo estilo. Não era possível ver qualquer detalhe de seu rosto e eles comiam por debaixo de sua máscara, mas até mesmo o mínimo levantar, escondia seu detalhe. O local à sua volta era abafado, as paredes eram cinzas e parecia haver material de construção como um sótão, a mesa de madeira ao centro era a cosa mais normal que havia.

- Nós temos planos de levar você para algum lugar, se você cooperar, nada de mal acontecerá a você. – Sua voz era sincera e ele se aproximava de uma mesa, pegando um prato, com talheres de plástico e era possível ver um suco de caixinha com canudo, ela era a única recebendo a alimentação de maneira diferente, já que os seus homens tinham talheres de aço e copos de vidro. - Peço desculpas pela inconveniência, mas você deve saber, segurança. Sabemos do que você é capaz. – Ele esperaria ela abrir a boca para dar como um aviãozinho para ela, igual mães fazem para os seus bebês. - Tenho uma curiosidade, como você venho parar em meio a esse lugar? – O homem estava verdadeiramente curioso segundo o seu tom de voz, parecia realmente querer saber. Quando ela respondesse essa pergunta, ele continuaria a alimentando, se ela quisesse, iniciando uma nova. - Você diz coisas que um pirata nunca diria, marinha e agentes, você parece gostar de ambos. Não seria seu desejo ter seguido uma nobre profissão como marinheira? – E ele esperaria a sua resposta, oferecendo a comida e iniciando uma terceira e última pergunta. - Se houvesse um lugar do qual você gostaria de estar, qual seria? – E esperaria a resposta, caso Helves aceitasse se alimentar daquela forma, ele terminaria o prato com ela e daria o suco por último, prosseguindo para a sua refeição.


~~ Punk ~~


Kryn aceitava a proposta da anjo, não que ela pudesse escutá-lo, mas salvaria apenas se pudesse ter a luta e matança da qual ele desejava. Estava confuso em meio a aquela cena,  parecia tão real e ao mesmo tempo ele pensava que não era. Ele sabia que a batalha que teriam no porto, alegraria o coração dela e de sua mulher, a ligação pela matança. Sua concentração era em vão, pois por mais que a imagem estava fixa em sua mente, nada fazia identificar por ali ou qualquer outro lugar que ele havia visto, uma pista de onde ela poderia estar. Elisabeth tinha total confiança em seu homem, se ele dizia que não era o momento para aquela matança e que deveriam esperar, a garota afirmava mexendo a cabeça em um “Sim”. - Mas espero que não demore muito! – Seu sorriso era animado, era como uma verdadeira amante de seus atos.

Com os dois juntos, Nerellin puxava a mão de sua esposa enquanto que andavam em meio ao porto tumultuado, tendo conseguido passarem pelos guardas sem maiores problemas devido a distração que Asken e os irmãos estavam causando. Sua mente estava focada na localização da anjo, achando alguns cidadãos que ainda não haviam fugido ou não tinham a intenção de fugir, confiando em seus guardas para conterem a ameaça. - Mulher? Anjo? Não, não faço ideia de quem possa ser, me desculpe. – A pessoa dava mais dois passos para frente, aproximando-se mais da batalha para ver melhor, mas aquilo era uma burrice, deixar a guarda aberta para um desconhecido que nem hesitar, passava a sua espada no meio de suas costas, a forma covarde e vil deixava a pessoa sem palavras, apenas gemendo de dor e gritando alto, com a decapitação de sua cabeça em momentos depois, cessando o seu choro. - Desculpas? Deixe o próximo para mim e estaremos quites! – Ela dava um abraço e um beijo no rosto de seu amante, onde eles continuavam a sua procura por informações.

A sua matança tinha caminho, pois por onde andava, encontrava mais pessoas, algumas escondidas e outras distraídas, o que era cada vez, mais prazer para o espadachim que continuava matando pessoas inocentes sem que elas tivessem a menor chance de defender de seus ataques, por mais cordial que sua forma de conversar era, nenhuma tinha uma informação da qual poderia lhe indicar o caminho a seguir. A música da ilha continuava a soar, sem interrupções, quase como uma opera e Kryn era o maestro dela, quase que transformando a sua matança, em uma bela peça de romance ao lado de sua esposa, onde sua espada era o arco de um violino, passando e voltando, soando uma bela melodia. - Amor, olhe! – Elisabeth parava Kryn em meio ao seu caminho, apontando para o céu onde estava localizado um dirigível preto no céu acima da cidade, de qualquer distância que se olhasse, era possível ver aquele enorme balão em meio ao céu. - Seria prazeroso ver aquilo cair no meio da cidade. – Ela dava um belo sorriso para o seu homem.


Considerações:
 

Legenda:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 EmptyDom 30 Set 2018, 03:11



네 손잡고 거닐던

Tudo estava bem. Era nisto que Helves acreditava assim que aceitava o fato de não ter chances contra aquelas pessoas. "Não há motivos para ir contra eles, estou bem e nenhum quis me machucar até agora. Em algum momento posso tentar escapar, até lá eu irei ficar calma e tentar entender tudo por aqui." Quando o pano subiu e os olhos da garota encontraram-se com a luz ela sentiu estes arderem, parecendo estar cega por alguns momentos até a visão voltar lentamente. "Lugar esquisito." Considerando os locais onde já esteve, aquele parecia o pior e tinha uma estrutura estranha, algo que a garota nunca chegou perto. "Máscaras, devem ter colocado para que pudessem tirar o pano." Elas pareciam iguais, somente as cores dos raios mudavam e mesmo gravando isto a celestial não esperava que fosse um detalhe tão importante assim. Todos comiam, aproveitando o momento com os talheres de metal e algo muito mais comum para todos. Já Helves recebia um tratamento mais seguro, indo com talheres de plástico e uma caixa de suco. – Não tenho intenção de fazer nada, estou bem com isso. – Respondia com um sorriso sincero.

Considerando toda a escolha de como alimentariam ela a fez sentir-se feliz, pois estava sendo vista como alguém forte e Helves nunca pensou nisso de verdade. – Eu entendo, só não imaginei que me considerariam alguém tão capaz de causar danos com talheres de aço e vidro. – Concluía sorrindo, movendo-se levemente no local onde estava se fosse possível, procurando uma posição confortável para comer. "Ser alimentada assim me lembra minha mãe, sinto saudades dela..." A tristeza tocava o coração da celestial, fazendo-a abaixar levemente a cabeça por alguns segundos, erguendo ela apenas para abrir a boca e receber comida. "Sem comida ficarei fraca, isso não pode acontecer." Recebendo a comida, ela mastigaria com calma, tentando apreciar o sabor da refeição ao máximo até engolir e abrir a boca para continuar comendo. "Qualquer coisa agora será bom, o gosto é só um complemento." A pergunta daquele homem interessava Helves, pois ela nunca tinha falado disso com pessoas do governo ou marinha. Uma conversa daquelas era algo complicado e difícil de explicar para as pessoas.

Parando um pouco para entender bem a pergunta e terminar de mastigar, olhava diretamente onde os olhos daquela pessoa provavelmente estavam e dizia com calma. – Estou meio que seguindo o caminho de meu irmão... Meu único objetivo nesse mar é conhecer o mundo e tentar buscar o real culpado pela destruição da minha ilha. – Não era lá uma resposta muito boa, porém isto era exatamente o que Helves estava tentando fazer. Mais um pouco de comida e talvez um gole do suco assim poderia continuar a conversa. – Sim... Se fosse somente por mim eu terei me tornado parte de uma das duas organizações, mas Asken não gosta desse lado... – Ter o deus em sua vida era uma das coisas que a celestial se orgulhava. – Ele me salvou e se tornou minha família, tudo o que posso fazer por ele eu farei. Somente por isto não estou do lado de vocês, pois sei exatamente o que fiz de errado. Agora que me tornei uma procurada não tenho volta, então estou aqui... – A recompensa por sua cabeça era importante, tinha limitado as chances de mudar o lado e agora parecia uma coisa boa.  – Sempre penso na família primeiro, não quero perder mais uma e com ele poderei viajar pelo mundo. Acho que é isso, com toda a certeza fiz uma escolha errada, mas ainda não consigo me arrepender disso. – Com isto a segunda pergunta era respondida e Helves voltava para comer, abrindo a boca para receber o alimento enquanto escutava a pergunta final.

Um lugar onde gostaria de estar. Helves tinha pouco conhecimento do mundo e não sabia de muitos locais onde poderia ir, talvez existisse coisas boas no mundo que ela ainda não tinha ideia e teria de visitar algum dia. Naquele momento tudo o que ela poderia pensar era sua ilha. – Hinsulae, a ilha onde eu nasci e vivi por muito tempo. Atualmente ela deve estar destruída, talvez nem mesmo exista... Se houvesse uma forma de retornar lá com todos os habitantes da ilha, somente assim eu voltaria para lá... Acho que voltar e ver os corpos e destruição não seria muito bom para a minha cabeça. – Lembrar do quão feliz ela era naquela ilha. Helves teve uma vida boa, criação perfeita e se tornou uma mulher bonita e respeitável. Seu único erro foi se tornar uma pirata, pois Asken é alguém importante em sua vida e se tornou a família que a celestial havia perdido, mas nada disso mudava o fato de que ela tinha seguido o caminho que seus pais nunca aprovariam. "Eu sinto muito por isso." Pensava um pouco triste, olhando para baixo por alguns segundos. A comida continuaria sendo levada até a boca da garota e ela apreciaria aquela refeição, comendo e bebendo até o fim. Com isto a garota só poderia aguardar até ser levada por aqueles homens, seguindo sem nenhuma intenção de reagir ou tentar fugir. Seria inútil mesmo que tentasse.

Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Punk
Pirata
Pirata
Punk

Créditos : 13
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 01/07/2013
Idade : 28
Localização : No barco

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 EmptyDom 30 Set 2018, 19:59



Em Busca da Saga, que ela me divirta..


Olharia para Elisabeth com um pequeno sorriso diabólico, pensando que ainda teria muitas mortes então diria: “– Fique tranquila, ainda terá muitas mortes.” Logo na sequência eu me divertia e sentia completamente excitado com toda aquela matança. “Tantos inocentes mortos.” Sabia que em algum momento iria encontrar o que procurava, tinha colocado isso na minha cabeça, sentia uma grande felicidade de poder desfrutar esse pequeno momento ao lado da pessoa que amo era algo fascinante. “Espero que esse lugar fique banhado completamente em sangue inocente.”  Até o momento que Elisabeth chamava minha atenção, então olharia calmamente e encararia essa situação com toda calma do mundo. Minha voz seria extremamente suave e as palavras que sairiam da minha boca seria. “– Sim imagina isso caindo em cima de vários inocentes, pondo fogo em suas casas, destruindo suas famílias, pessoas gritando em desespero enquanto eu apreciaria seus corpos queimando, como se estivessem no inferno.” Daria um sorriso para Lisa e passaria a mão levemente sobre seu rosto e a beijaria levemente.

Talvez não fosse o melhor momento para isso, mas nunca se sabe quando vai ser o último, queria encontrar aquela anja em minha visão então tinha que aproveitar cada segundo. “O beijo dela me faz me sentir como se estivesse longe do inferno.” Me afastaria então olharia para a minha mulher e perguntaria: “- Se você sequestrasse uma anja onde você a levaria?” Eu não conseguia pensar nisso, pois não sou do tipo que sequestraria, eu simplesmente mataria, enquanto conversava com a garota, prestaria atenção no dirigível, enquanto a ouvia atentamente. De fato, em minha mente aquilo era estranho, mas eu já havia visto tantas coisas estranhas na minha trilha até a Grand Line, então encararia aquilo como apenas mais uma. Sempre segurando minhas espadas com muita firmeza na mão e pronto para me defender de algum ataque. “Jeito é continuar trilhando até achar o que busco.” Caso Elisabeth tivesse alguma ideia boa eu a seguiria. “ – Vamos lá gatona, encontrar a anja e nossas vítimas.” Sempre com os olhos atentos para as coisas em minha volta, pessoas, animais objetos.

Caso alguém descer do dirigível eu apenas olharia até o mesmo chegar ao chão e calmamente então falaria. “ – Uau chegou bem!!! Parabéns, mas você viu alguma anja?” Aguardaria a resposta do mesmo, olhando diretamente nos seus olhos, mas o mesmo me atacando então tentaria me esquivar de maneira rápida para os lados e logo tentaria contra-atacar com minha espada da mão direita com um corte diagonal de cima para baixo. “ – É eu também prefiro o combate do que conversar.” Usaria minhas espadas em um possível bloqueio, tentando me esquivar também de seus golpes, analisaria calmamente tipo de arma que meu oponente lutava para me preparar melhor para o combate, enquanto ainda tentaria golpeá-lo com minhas espadas em golpes verticais e horizontais. “Quem é esse maluco, interessante.” Queria sentir ao máximo a adrenalina de um bom combate, encontrar um grande adversário para que eu possa mata-lo. Eu adorava as lutas e a matança, violência extrema contra meus adversários então estava com o coração batendo forte nesse pequeno momento. “Vamos lá Kryn, não deixe esse paspalho ganhar de você.” Se possível logo manteria uma certa distância e seguraria minha espada em X a minha frente enquanto encararia meu opoente.

Caso não aconteça nada apenas continuaria andando e matando as pessoas enquanto iria perguntando. “- Estou procurando uma anja alguém viu?” Olharia as coisas enquanto minha espada atravessaria os corpos das minhas vitimas iria olhando em seus olhos, caso alguém tenha uma informação então eu pararia para ouvi-la(o). “ – Aé onde você a viu, pode me levar até ela?” Aguardaria a resposta do mesmo e honestamente então diria. “ – Não irei machucá-lo, apenas se você me atacar, sou um homem de palavra.” Tendo um acordo então seguiria o mesmo(a) até onde eu possa encontrar a anja.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 EmptyDom 30 Set 2018, 23:12



Cap.3 - You Will Learn To Show Respect



~~ Ryoma ~~

Ela observava tudo, reagindo de forma amigável para a situação em que estava, onde dizia que não faria nada, estando bem com aquilo, mesmo assim, se surpreendia um pouco ao ter que ser alimentada por talheres de plástico e uma caixa de suco, onde todos os outros estavam com talheres de ferro e copos de vidro, percebendo que estava sendo considerada forte. Ao ser alimentada daquela forma, ela tinha uma memória feliz de sua mãe, mas acompanhada de uma tristeza e saudade. Respirando fundo e ignorando essa tristeza, ela tratava de se alimentar corretamente, mastigando bem a comida e apreciando o gosto, do qual, embora surpreendente, estava muito bom, onde o tempero parecida ter sido bem selecionado e o sal estava na quantidade correta para uma boa refeição.

As perguntas haviam interessado a celestial, ela nunca havia dito sua história para nenhuma pessoa com ligação ao governo e o agente se encontrava surpreso com a resposta da mesma, soltando um “Oh...” por baixo de sua máscara e em um tom baixo, alimentando ela mais algumas vezes antes que a última pergunta fosse feita e após alguns segundos, respondida. - Hinsulae, né? Interessante. – De alguma forma, soava como se ele tivesse um leve conhecimento da mesma. Ela terminava a sua refeição, sugando todo o suco até que fizesse aquele barulho reconhecível do ar sendo sugado com as poucas gotículas do líquido subindo até a sua boca, onde aguardava para ser levada para longe, mas não era isso que acontecia.

As amarras eram soltas, tanto como as das suas mãos como de seus pés, o homem pegava do bolso de seu sobretudo, um bilhete e um baby den den mushi. - Já sabemos seus passos, não precisamos mais de suas informações… Quando precisar, apareceremos, estaremos de olho. – Sua voz era firme e séria, eles estendiam a mão até a passagem para a direita onde levaria até a saída, eles não pareciam estarem dispostos a uma batalha. - Vimos o que você fez com os agentes perto do porto e também vimos o sangue que deu na batalha contra aquele agente na floresta. – Eles olhavam diretamente para ela e para o den den mushi em uma de suas mãos. Eles pareciam aguardar a sua saída. Ela conseguia ver um pouco mais ao fundo da sala, todos os seus pertences.


~~ Punk ~~


O garoto demônio tinha um pensamento cruel ao imaginar toda a cena daquele dirigível caindo sobre a cidade, as pessoas queimando, os gritos de desespero, seria como se elas estivessem no inferno e nada seria mais prazeroso ver aquilo tudo acontecendo. Ele se afastava um pouco, olhando para a sua mulher antes de perguntar para onde levaria uma anja se sequestrasse ela, observando o dirigível e achando estranho, embora fosse aceitável por estar na Grand Line e já ter visto bastante coisas estranhas até então. - Não faço ideia, uma caverna, talvez? Subsolo? – Ela estava indecisa, pensativa, mas não tinha sequer uma ideia das motivações atrás daquela pergunta tanto quanto de onde ela levaria. Kryn se preparava para falar se alguém tivesse descido, também pensando em um combate com a mesma pessoa, mas o dirigível estava longe acima da cidade onde teria uma boa caminhada pela frente, mas ele ainda estava no porto. A sua matança estava prestes a acontecer, para tentar procurar através de suas vítimas, alguém que tivesse visto uma anja por aí, mas tal ato não aconteceria novamente.

Um homem que estava prestes a sofrer o destino de sua lâmina gritava. - Eu vi! Eu vi! Não me mate! - Elisabeth olhava com curiosidade para ele, apoiando-se no ombro de Kryn e levantando uma de suas pernas, sorrindo para o seu amado. - Ela estava dentro de uma loja, tenho certeza que a vi! Eu te levo até lá! - As suas pernas tremiam e era notável o rosto de medo que ele estava do espadachim, era um senhor de cabelo bagunçados marrons, chegando ao seu ombro, seu corpo era fraco e vestia roupas simples como um camponês com alguns rasgos em sua calça com costuras de peças quadriculadas. - Ela estava parada, nós chegaremos logo. - Sua voz tremulava, eles estavam em meio a floresta chegando a ver alguns corpos espalhados pelo chão, o sangue ainda era fresco e parecia ter acontecido a pouco tempo, ao observar mais precisamente os ferimentos, eram feito de balas.

A cidade não tardava a chegar, o caminho havia sido um pouco longo, mas ele conseguia ver todos os detalhes, os enormes lugares teatrais, a doce música que soava pelo ar, som de violinos e outros instrumentos de uma orquestra e era notável como aquela cidade parecia ser bem rica. Virando a esquina, ele via uma loja, completa de joias, eram relógios, anéis, brincos dos mais variados materiais, cores e preços. Também haviam itens de colecionadores, armaduras, vestimentas nobres e no centro de tudo havia uma garota, suas asas marcavam o ambiente, brancas como a neve e acima de uma pedra cinza, de costas para quem entrasse na loja, ela estava sentada com um pés acima do outro quase em uma posição de índio, sua altura era baixa e as pessoas pareciam não ligar muito para ela. Em meio a distração causada por aquela figura, o homem corria, gastando todas as suas forças em seus pés e não confiando de que Kryn ficaria em sua palavra, sumindo em meio a multidão em poucos segundos. Elisabeth sorria. - Acho que encontramos. - Haviam bastante pessoas pelas ruas da cidade, mas parecia que formavam um corredor para que o espadachim fosse até a loja, não passando ninguém por ali perto e várias ao redor daquela loja, do lado de dentro, não pareciam haver muitos guardas, pelas contas, podiam ser três, mas ela era grande o suficiente para ter dois andares e não dava para ver o seu fundo onde poderiam haver mais. O zeppelim no céu continuava estável da mesma maneira de antes, mas desta vez podendo ver mais dos seus detalhes em preto, embora o sol ofuscasse a visão de quem olhasse para cima, embora a sombra que ele provocava dava um ar mais refrescado a cidade por bloquear o sol.


Considerações:
 

Legenda:
 



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:
Avaliação Kiodo

Perdas:
●  750.000 berries. - Ok

Ganhos:
● Perícia: Carpintaria - Ok
● Perícia: Física - Ok
● Perícia: Marcenaria - Negado - Acredito que houve um mal entendido aqui (O que é normal, até dentro dos Avaliadores rolou isso), a Genialidade agora lhe permite aprender 3 Perícias por LEVEL, não 3 por Aventura. Entendeu ? No caso, você ainda continua a aprender apenas duas por Aventura, porém você tem mais um Slot de perícia ~ No caso, na próxima aventura você aprende a que falta.
● Espada Nv2 - Ok
● Eternal Pose (Tuntz Tuntz Island) - Ok
● Ferimento: Projétil – Parte Lateral do tórax, próximo da costela. Ok


Relação de personagens:
● O player fará. Ok

Exp: 7
EdC: ~x~

Localização: Tuntz Tuntz Island – 4º Rota. (7 posts) - Ok

Quantidade de posts do(s) Narrador(es): Achiles 15 posts. -Ok

Feedback


Player:
 

Narrador:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Achiles em Ter 02 Out 2018, 22:14, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!    Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!  - Página 6 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Cap. 3 - You Will Learn to Show Respect!
Voltar ao Topo 
Página 6 de 10Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Farol-
Ir para: