One Piece RPG
Game of Bunddes XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» The Claw
Game of Bunddes Emptypor Mephisto Hoje à(s) 18:50

» 1º Cap: O começo de uma grande aventura
Game of Bunddes Emptypor Muffatu Hoje à(s) 18:42

» Una Regazza Chiamata Pericolo
Game of Bunddes Emptypor DarkWoodsKeeper Hoje à(s) 18:21

» Terminando assuntos inacabados
Game of Bunddes Emptypor Muffatu Hoje à(s) 18:02

» Enuma Elish
Game of Bunddes Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 17:49

» Unidos por um propósito maior
Game of Bunddes Emptypor xRaja Hoje à(s) 17:12

» Cap.2 - Seguindo um sonho!
Game of Bunddes Emptypor Kallieel Hoje à(s) 16:57

» [Mini-Kuroper] Começo da Jornada
Game of Bunddes Emptypor Kuroper Hoje à(s) 16:28

» [Mini-Archer James] Cachorros da Dor
Game of Bunddes Emptypor Dogsofain Hoje à(s) 16:26

» Apresentação 5 ~ Falência Sensacionalista
Game of Bunddes Emptypor GM.Furry Hoje à(s) 15:54

» VI - Seek & Destroy
Game of Bunddes Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 15:45

» Aprendendo a respirar
Game of Bunddes Emptypor K1NG Hoje à(s) 15:10

» O Sapo Mágico
Game of Bunddes Emptypor K1NG Hoje à(s) 14:57

» Arco 1: Passagem pela ilha do riso
Game of Bunddes Emptypor Milabbh Hoje à(s) 14:12

» II - Growing Bonds
Game of Bunddes Emptypor Teo Hoje à(s) 11:59

» Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
Game of Bunddes Emptypor Pippos Hoje à(s) 9:23

» [Mini] Am I really need do this?!
Game of Bunddes Emptypor Vismonke Nizako Hoje à(s) 7:26

» 1° Act - It's Navy Time
Game of Bunddes Emptypor PepePepi Hoje à(s) 5:47

» The One Above All
Game of Bunddes Emptypor Achiles Hoje à(s) 3:21

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
Game of Bunddes Emptypor DanJo Hoje à(s) 3:20



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Game of Bunddes

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 56
Warn : Game of Bunddes 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Game of Bunddes Empty
MensagemAssunto: Game of Bunddes   Game of Bunddes EmptySeg 2 Abr 2018 - 15:02

Game of Bunddes

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Bundd A. Brank. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bunda Branca
Membro
Membro
Bunda Branca

Créditos : 6
Warn : Game of Bunddes 10010
Masculino Data de inscrição : 03/01/2014
Localização : No seu coração

Game of Bunddes Empty
MensagemAssunto: Re: Game of Bunddes   Game of Bunddes EmptyQua 4 Abr 2018 - 21:40


O começo de sua ambição



Bundd sempre acreditou que sua vida era desperdiçada em Malkiham. Sua vida na floresta era pacata, onde dificilmente acontecia algo novo e na cidade quando alguém o reconhecia não havia alguma possibilidade de um diálogo sem preconceitos. Não era muito um sonho, podemos dizer que era mais uma vontade: ele queria sair dali para conhecer o mundo. Alguns poderiam dizer que até seria uma necessidade. Bundd queria ser livre, fazer o que quiser em qualquer circunstância e para isso necessitava ser forte. Procurava que as pessoas o olhassem com respeito.

Como normalmente faz, Bundd procuraria e pegaria frutas nas árvores da floresta de Malkiham. Comeria as que encontrasse e levaria consigo uma fruta, escondida em alguma parte do corpo, de preferência em um bolso. Após isto, andaria até a cidade em busca de novidades e algumas coisas que necessitava, já que fazia algum tempo que não frequentava o ambiente urbano.

O jovem procuraria uma loja de armas na cidade para comprar katanas, porém com muita cautela para não ser reconhecido. Para tal, ficaria em um local de percepção não tão simples e utilizaria sua boa visão para encontrar o local. Caso encontre, entraria na loja e perguntaria: - quanto custa cada katana?

Caso o homem fale que o preço é de 30.000 ou inferior, falaria: - beleza, vou levar. Após isto, pagaria o homem, pegaria a espada e sairia da loja. Caso ele me reconheça e não queira vender, exclamaria: - hahaha você deve estar me confundindo com o raio, somos bem parecidos... mas ele morreu há alguns anos. Se ele não cair na mentira, pegaria uma espada do local e ameaçaria o homem, apontando a espada para ele: - você não me dá outra alternativa cara... vou ter que levar esta espada e outra. Roubaria esta e mais outra espada e sairia correndo do local em direção a algum beco da cidade.


Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Legenda:
 

Oni está em todo lugar:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
West
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
West

Créditos : 38
Warn : Game of Bunddes 8010
Data de inscrição : 12/03/2016
Localização : East Blue

Game of Bunddes Empty
MensagemAssunto: Re: Game of Bunddes   Game of Bunddes EmptyQui 5 Abr 2018 - 0:02

Narração – Bundd

A neve caia na ilha de Malkiham, mesmo estando de dia, não se via nada no céu, a não ser nuvens pesadas, carregadas de chuva, o solo da cidade estava coberto por uma leve camada de neve, fazendo com que desavisados escorregassem caso pisassem de forma despretensiosa.

O jovem Bundd, acordava naquele dia com a vontade de sair daquela ilha, procuraria por alguma fruta na floresta, porém com o frio, não havia ser quer folhas nas arvores, quantos mais frutas, talvez o jovem encontre comida na cidade.

Com a determinação de conseguir uma nova katana, Bundd caminhava pelas ruas da ilha, tentando esconder sua face, para não ser reconhecido, O Raio era famoso por seus roubos, mesmo não tendo uma recompensa por sua cabeça, muitas pessoas o odiavam.  Logo o espadachim encontrou a loja de armas, uma pequena placa do lado de fora indicava que a loja chamava Espólios de um Guerreiro, talvez pelo frio que assolava a ilha, não havia muitas pessoas nas ruas, via-se apenas uma movimentação num bar mais a frente.

Bundd adentrava o local, podia-se notar que não era um local muito grande, tinha apenas um balcão, com umas prateleiras nas laterais da loja, com as armas penduradas atrás do balconista, este por sua vez era um homem de idade, já na terceira fase da vida, assim que Bundd entrou, o idoso virou-se para o rapaz. Bundd pedia uma katana, com isso o velho pegou uma que estava pendurada na parede, colocando sobre o balcão.
- Normalmente eu venderia por 30 mil, mas como eu tenho a sensação que eu te conheço, você e o Raio que o povo tanto odeia ne? Pra vagabundo igual você eu faço por 100mil

- hahaha você deve estar me confundindo com o raio, somos bem parecidos... mas ele morreu há alguns anos
.

Antes mesmo do velho perceber, Bundd pega a katana que estava no balcão, e sai correndo, o velho não faz nenhum movimento, a única coisa que escutava era uma risada vindo do velho, foi quando Bundd foi surpreendido por um homem que estava sentado ao lado da porta, quando Bundd foi passar pela porta, o homem pegou o espadachim pelo braço e com uma força tremenda, jogou o rapaz no chão.
- Larga está katana, e paga o dinheiro ao Sr. Ouda

Agora Bundd se encontrava no chão, a única saída era pela porta ao qual estava atrás do homem, este não portava nenhuma arma, o velho ainda ria do movimento do espadachim, o deboche pelo lado do Ouda era evidente.

Ouda:
 

Homem Misterioso:
 

Spoiler:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bunda Branca
Membro
Membro
Bunda Branca

Créditos : 6
Warn : Game of Bunddes 10010
Masculino Data de inscrição : 03/01/2014
Localização : No seu coração

Game of Bunddes Empty
MensagemAssunto: Re: Game of Bunddes   Game of Bunddes EmptyQui 5 Abr 2018 - 6:08


Deu merda?



A irritação de Bundd era notável. A neve que ocupava a cidade já há algum tempo destruiu os pomares, nada antinatural, mas estressante. As frutas presentes em seu sonho do dia, na qual o fizeram acordar de água na boca ficariam para depois.

Chegando à cidade, não foi difícil encontrar uma loja de armas, a chamada Espólios de um Guerreiro. A nova descoberta animara o jovem que adentrou na loja, enquanto pensava: “tomara que não tenha só coisa de gente morta”. Sua animação foi breve, porque após perguntar o preço das katanas, o dono da loja reconheceu-o. Tentando contar uma mentira que claramente seria descoberta, rapidamente pegou a katana e saiu correndo em direção à porta, já que não tinha o dinheiro suficiente para comprar a katana superfaturada pelo homem.

Era capaz de escutar uma risada enquanto caia no chão após ser empurrado por outra pessoa que estava presente na loja. Ao beijar o chão, Bundd simplesmente riu enquanto ouvia: - larga esta katana e paga o dinheiro ao sr. Ouda.

- Bela roupitcha. É o descobridor da ilha Malkiham? – Diria rindo enquanto faria a locomoção até o balcão da loja com a katana na mão, já que o homem estava perto da porta.

Tentaria fazer o Ouda de refém, locomovendo-se até ele em alta velocidade, colocando a katana em seu pescoço e dizendo: - não vai ter um piripaque, hein tio Iroh. Nisso, pegaria outra katana e mandaria o homem misterioso ir até a outra extremidade da loja para realizar a fuga em segurança. Sairia correndo com as duas katanas em direção a algum beco da cidade.

Se Ouda sacar uma arma de fogo e atirar ou atirar qualquer objeto, usaria a espada para bloquear e iria em alta velocidade em sua direção para desarmá-lo e realizaria o mesmo dito acima. Caso ele saque uma espada, bloquearei seus ataques com a minha katana enquanto me dirijo até ele, sempre atento a alguma aproximação do outro homem. Após bloquear ou levar um ataque, atacaria com a katana o braço que ele empunhe a espada para desarmá-lo. Após isto, realizaria a ideia inicial.

Caso o outro homem venha atacar após a rendição de Ouda, bateria na cabeça senhor idoso com a parte sem corte da espada, com o objetivo de desmaia-lo. Pegaria outra katana e enfrentaria o homem com uma espada em cada mão. Faria uma rotatividade em batalha: bloquearia seus ataques com a primeira katana e utilizaria a segunda para atacar. Após o ataque, a segunda viraria a bloqueadora, enquanto a primeira atacaria. Como ele utiliza ataques físicos, meus ataques teriam como foco decepar a mão que ele ataca, utilizando a outra espada após o bloqueio de seu ataque. Se o homem acertar algum golpe, continuaria com este plano até surgir algum descuido. Em caso de uma brecha e com já duas katanas, fugiria da loja na primeira oportunidade.






Objetivos:
 

Histórico:
 

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Legenda:
 

Oni está em todo lugar:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
West
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
West

Créditos : 38
Warn : Game of Bunddes 8010
Data de inscrição : 12/03/2016
Localização : East Blue

Game of Bunddes Empty
MensagemAssunto: Re: Game of Bunddes   Game of Bunddes EmptyQui 5 Abr 2018 - 15:06

Narração – Bundd
O som do corpo do jovem Bundd batendo no chão ecoava por toda a loja, ainda era possível ouvir as risadas do Sr.Ouda, o homem misterioso caminhava rumo ao balcão e sentava num banco que la havia, enquanto isso, Bundd se levantava, o rapaz não parecia intimidade pela presença dos rapazes, pois recuperar sua postura cuspiu alguns deboches ao homem, que se limitava a cochichar algo para velho.

Bundd levantando rapidamente, avançava sobre o alvo mais fraco, e parecia tentar atacar o Sr.Ouda, porem sua investida foi interrompida novamente pelo homem, que desferiu um chute na lombar do espadachim que não se atentou ao movimento, com isso Bundd voava pela sala, batendo na parede lateral da loja, o chute foi apenas para afastar o garoto, o homem parecia estar brincando com ele.
- Calma rapaz, se tem coragem para roubar um loja, devia ter mais forças nos seus braços – O Homem escarnecia de volta, voltando a sentar em frente ao Sr.Ouda, este por sua vez cessava suas risadas – Acha que ele pode nos ajudar Joaquim? A fama dele na cidade e de um ladrãozinho, mas ele tem coragem, o que você acha? - Sr.Ouda parecia ignorar a poera do local, e voltava sua atenção para o homem a sua frente.

Joaquim parecia avaliar o rapaz, que se levantava aos poucos, ainda meio atordoado pelo golpe repentino, suas roupas agora estavam empoeiradas pela queda, mas tirando isso, não havia se machucado.
- As pessoas o conhecem como Raio correto? Eu sou Joaquim de la Plata, esse e o meu amigo Sr.Ouda, estamos recrutando uns homens corajosos para realizar um roubo – o homem parecia muito sério enquanto falava, seus olhos negros encaravam o jovem Bundd como um julgamento – Descobri um pequeno deposito na floresta, onde o Clã Ant-Bullet guarda o dinheiro que recebe, estou recrutando pessoas para me ajudar a roubar esse deposito, o que você acha? Tem culhões para enfrentar os caçadores?

A poeira causada pela queda de Bundd tomava conta do local, tornando que sabe uma fuga possível, pois o homem agora estava próximo do balcão e a porta desprotegida, tudo dependeria de Bundd, este que ainda segurava sua katana, e já se encontrava de pé novamente.
Ouda:
 

Joaquim:
 

Status:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bunda Branca
Membro
Membro
Bunda Branca

Créditos : 6
Warn : Game of Bunddes 10010
Masculino Data de inscrição : 03/01/2014
Localização : No seu coração

Game of Bunddes Empty
MensagemAssunto: Re: Game of Bunddes   Game of Bunddes EmptySex 6 Abr 2018 - 5:05


Uma equipe inesperada





Era um dia que não irradiava sorte para Bundd, seja no clima, em frutas ou em roubos. O homem, até o momento misterioso, acertou um belo chute na lombar do jovem, que sentiu um pouco de dor e demonstrou uma expressão de insatisfação enquanto os homens dialogavam sobre coragem. Após isto, o homem mais novo discursou suas palavras em direção a Bundd: - as pessoas o conhecem como Raio, correto? Eu sou Joaquim de la Plata, esse é o meu amigo sr. Ouda, estamos recrutando uns homens corajosos para realizar um roubo. Descobri um pequeno deposito na floresta, onde o Clã Ant-Bullet guarda o dinheiro que recebe, estou recrutando pessoas para me ajudar a roubar esse depósito, o que você acha? Tem culhões para enfrentar os caçadores?

O jovem médico concentrou-se nas falas de Joaquim, que no diálogo revelara o seu nome. Era um plano ambicioso e perigoso, mas era uma oportunidade para conseguir algum dinheiro. Mas os homens eram confiáveis? Com certeza não e era uma opinião que os mesmos também deviam compartilhar sobre Bundd. Em seus pensamentos, o rapaz aceitaria com algumas condições e caso a situação ficasse muito feia poderia pular fora.
- Caçadores não são nada para mim, Cabral. – Dando uma pausa enquanto batia a palma de suas mãos na roupa para retirar o acumulo de poeira presente no traje. - Mas tenho algumas condições: quero que haja uma divisão igual dos lucros e outra katana, porque não consigo lutar de forma eficiente com apenas uma. São cláusulas inegociáveis. De bônus, se você tiver algum doce aí pra me dar estaria muito agradecido. – Diria Bundd, começando a frase com um leve sorriso em sua piadinha sem graça e tornando sua expressão séria enquanto suas palavras continuavam. “Mesmo que eles tentem me deixar fora dos lucros, pelo menos vou ter duas katanas de graça”, pensaria.

Se eles aceitassem as condições, Bundd acompanharia os dois até o local onde fossem, porém sempre estaria de guarda em caso de algum ataque surpresa deles, tentando dar passos para trás da origem do golpe, com objetivo de desviar. Caso negassem, o jovem correria em direção a porta para fugir da loja e se esconder em algum beco da cidade.







Objetivos:
 

Histórico:
 

OFF para avaliador:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Legenda:
 

Oni está em todo lugar:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
West
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
West

Créditos : 38
Warn : Game of Bunddes 8010
Data de inscrição : 12/03/2016
Localização : East Blue

Game of Bunddes Empty
MensagemAssunto: Re: Game of Bunddes   Game of Bunddes EmptySex 6 Abr 2018 - 16:36

Narração - Bundd


A poeira do local abaixava, e consigo Bundd erguia seu corpo, se apoiando da sua katana, enquanto isso, Joaquim e Sr.Ouda, fitavam a fisionomia do jovem, que erguia sua voz dizendo suas condições para participar do plano, queria duas katanas e parte igual dos lucros e por último exigia um doce ou algo do tipo.
- Olha garoto, eu posso te dar uma katana, mas terá que pagar por pelo menos uma delas, faço por 30mil berries, a outra digamos que e um presente por aceitar entrar no plano - concluía Sr.Ouda.

-A parte dos lucros serão divididos igualmente por 5 pessoas, eu, você e mais três pessoas que estamos esperando chegar, e olha esse garoto Sr.Ouda, ele quer um doce hahahahaha – A risada de Joaquim era ouvida até do lado de fora, fazendo com que as poucas pessoas que passassem la fora, virasse para verificar da onde viria aquele barulho.

Sr.Ouda pegava a outra katana que o garoto havia pedido, e aguardava que o mesmo fosse pagar, enquanto isso, Joaquim se levantava e caminhava até a porta quando foi surpreendido por uma garota loira, que abria a porta e pulava sobre Joaquim, este não teve tempo de reação, fazendo com que caísse de costas ao chão, era possível ver uma adaga em sua garganta, a situação parecia ser desesperadora, mas ao invés disso, Joaquim soltava uma breve risada.
- Ligeira como sempre Coelha !

A garota então se levantava, tinha um cabelo loiro da cor de ouro, uma cicatriz na sua sobrancelha direita, portava duas adagas, uma estava na sua cintura e a outra na sua mão direita, que forçava sobre a garganta de Joaquim. A garota assim que avistou Bundd, saiu de cima do rapaz, e apontava a adaga para o espadachim.
- Quem é este belo homem? Me chamo Caroline – a garota se aproximava do espadachim – Que belo músculos você tem, e este rostinho lindo, talvez possamos nos conhecer melhor.

- Este e o Raio de Malkiham - a voz vinha da porta, um homem robusto, portava uma espada em sua cintura, sua presença tomava conta do local, o rapaz parecia ser extremamente forte – Esta e minha irmã Caroline, ela já deve ter se apresentado, eu sou Carlos – O rapaz fitava Bundd enquanto ajudava Joaquim a se levantar, este por sua vez, se sentava novamente no banco.

Enquanto tudo acontecia, Sr.Ouda apenas olhava a nova formação do grupo, a katana ainda estava sobre o balcão, a garota agora se afastava de Bundd, e Carlos cumprimentava Joaquim, ambos pareciam amigos de longa data.
Ouda:
 
Joaquim:
 
Caroline:
 
Carlos:
 

Ganhos:
 



Status:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bunda Branca
Membro
Membro
Bunda Branca

Créditos : 6
Warn : Game of Bunddes 10010
Masculino Data de inscrição : 03/01/2014
Localização : No seu coração

Game of Bunddes Empty
MensagemAssunto: Re: Game of Bunddes   Game of Bunddes EmptySeg 9 Abr 2018 - 21:37


A nova equipe




Ao levantar e tirar o excesso de poeira presente em seu traje, Bundd colocou para a equipe as suas condições para participar do roubo. Ganhou um presente de Ouda, mas teria que comprar a outra katana que necessitava, porém considerou com alegria a possibilidade, já que só tinha recursos financeiros para adquirir uma. Joaquim aceitou a divisão em partes iguais dos lucros e riu do pedido inusitado do jovem, uma gargalhada que foi compartilhada pelo próprio Bundd que sabia o pedido ridículo que havia feito, querendo fazer uma piada, mas também arriscando um “vai que dá certo”.
- Vou levar a outra katana, meu bom velhinho kakakakakakakaka. – Diria Bundd ao mesmo tempo em que gargalhava pela situação anterior e colocaria os 30 mil berries em cima do balcão.

Enquanto isso, Joaquim estava sendo atacado. Uma bonita moça, de cabelos loiros destacados, pulou nele, derrubando-o e colocando uma adaga em seu pescoço. Bundd ficou paralisado ao ver a cena, apreensivo com os próximos acontecimentos, mesmo com a risada leve de Joaquim que poderia ser de nervoso. Sua calma só veio quando o homem disse: - ligeira como sempre Coelha!

Ao levantar da mulher, ela rapidamente apontou a adaga para Bundd. Sabendo de sua fama na cidade, Bundd pensou que ela partiria par ao ataque achando que era um assalto, afinal no começo era mesmo. Colocou força em suas mãos para segurar firme as katanas, mas logo ouvir da mulher que se aproximava do espadachim: - quem é este belo homem? Me chamo Caroline. Que belos músculos você tem e este rostinho lindo, talvez possamos nos conhecer melhor. Quando Bundd abriu a boca para falar, foi interrompido pela voz e presença de um homem, o que deixara especialmente irritado, afinal já tinha pensado em um apelido para a mulher, Coelhine, e até havia pensado em umas rápidas piadas sem graça sobre a Páscoa. O homem identificou Bundd, pela sua fama, e também tratou de apresentar sua irmã e si mesmo. Bundd não responria o homem, apenas abriria um sorrisinho em sua direção e pegaria a katana no balcão. Caso tivesse em seu traje algo que prendesse a katana em sua cintura, colocaria ambas, de preferência uma em cada lado do quadril.

Após esperar um breve silêncio, Bundd falaria aos presentes: - meus estimados amigos, preciso realizar algo muito importante, mas logo retornarei. Quando ocorrerá o roubo?

Quando alguém responder, sairia da loja e procuraria algum lugar que vende chocolate. Caso encontrasse, perguntaria: - quanto custa o chocolate? Se não encontrar, procuraria lojas que vendam outros alimentos de sabor doce e perguntaria o preço, até achar alguma.

Na hipótese de perguntarem qual o assunto muito importante, diria: - é algo muito pessoal, envolve saúde, dança e grampeador. Após isto sairia, mesmo que ninguém entendesse nada.






Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Legenda:
 

Oni está em todo lugar:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
West
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
West

Créditos : 38
Warn : Game of Bunddes 8010
Data de inscrição : 12/03/2016
Localização : East Blue

Game of Bunddes Empty
MensagemAssunto: aaa   Game of Bunddes EmptyTer 10 Abr 2018 - 10:24

Narração – Bundd

Sr.Ouda agora contava o dinheiro que Bundd havia lhe pagado pela katana, aparentemente estava certo, o jovem espadachim agora portava duas katanas, uma em cada lado do quadril, pelo sorriso que o garoto estampava, estava realmente confiante com aquelas armas. Carlos e Joaquim se afastaram um pouco, e falavam algo que não era possível escutar, Carlos fixava o olhar em Bundd, e mesmo não dando para escutar o que diziam, aparentemente era algo sobre o rapaz.

Enquanto tudo acontecia, Sr. Ouda abria uma porta que tinha atrás do seu balcão, Caroline já avançava, pulando o balcão com extrema facilidade mesmo tendo uma abertura que pudesse passar caminhando, Carlos e Joaquim logo a seguiram, Bundd começava a caminhar rumo a porta, quando foi interrompido por Joaquim – Aonde você pensa que vai? – O espadachim justificava que precisava fazer algo importante, algo envolvendo saúde, dança e um grampeador – Olha garoto, não me leve a mal, mas acabamos de te falar que iremos roubar o clã mais perigoso da ilha, e você agora vem com essa, vai nos entregar? - Joaquim agora estava sério, Bundd talvez se sentindo intimidado pelo homem, ou talvez tenha entendido que sair àquela hora não seria uma boa ideia, começava a seguir loja adentro com Joaquim.

Atravessando a porta, era possível ver dois sofás com uma mesa ao centro, nela havia uma garrafa de rum aparentemente, alguns pães, além de um pote com algumas guloseimas, entre ela barras de chocolate e balas de caramelo. Assim que adentraram o recinto, Carlos já pegava um dos copos e virara um gole de rum, dando uma leve risada no final, em seu lado, estava sentado Caroline, no outro sofá estava Sr. Ouda e Joaquim, Caroline vendo que Bundd nao tirava os olhos dos doces, falava com uma voz sexy para o rapaz – Esses doces são pra min bonitão, eu tenho um vício por doce, principalmente quando estamos prestes a fazer algo grande, meio que me acalma- No canto da boca da moça, era possível vislumbrar alguns vestígios de chocolate, porem ninguém comentava nada sobre o assunto.

Todos bebiam e comiam o que havia na mesa, aparentemente estavam aguardando o último membro do grupo. Enquanto esperavam, Caroline não tirava os olhos de Bundd, talvez fosse pela fama negativa que lhe acompanhava, ou quem sabe a beleza que possuía, apenas a garota sabia, visivelmente Carlos estava incomodado com a troca de olhares, porém, nada falava, apenas bebia. Após alguns minutos, a porta da loja finalmente abriu, Joaquim já esboçava um sorriso, Carlos segurava o cabo da sua espada, enquanto Caroline se escondia atrás do seu irmão, era possível ouvir os passos adentrando a loja, quando a figura finalmente apareceu na porta.

Era um garoto de estatura média, possuía cabelos escuro, vestes simples, em suas costas era possível ver um arco, e uma aljava lotada de flechas. Ninguém esboçava um sorriso para o garoto, o mesmo sequer olhava o grupo, quando Joaquim pegou um pedaço pequeno de pão e o jogou para o alto, o garoto rapidamente sacou uma flecha e atirou, em segundos o pão era despedaçado caindo farelos sobre a mesa, e a flecha estava cravada na parede ao fundo.

- Bom Dia pessoal, desculpem meu atraso – O garoto parecia tímido pelo seu atraso, porém, ninguém se importou, todos sorriam, e Joaquim fazia sinal para que o garoto sentasse – Este o nosso segundo espadachim, Bundd o Raio de Malkiham – Depois virando para Bundd diria – Este e Thiago, o melhor atirador de toda a ilha – Ambos se olhavam e Thiago apenas cumprimentava Bundd com um aceno com cabeça. Agora Joaquim tirava alguma coisa de sua bota, aparentemente era uma folha, limpando a mesa, estendia um mapa, onde parecia ser o local que iriam assaltar, e começava a explicar o plano.

Mapa:
 

- Este e mapa do barracão que iremos atacar, como podem ver, o único jeito de entrar, e pela frente, isso vai ficar por conta do Thiago e da Caroline, vocês entraram disfarçando estarem perdidos na floresta, pela minha pesquisa, costuma ficar 4 homens ali, portando armas, eu o Bundd e o Carlos, iremos pegar as sentinelas, são 3, eles ficam caminhando ao redor do barracão. Após matarmos os sentinelas, iremos aguardar o sinal de vocês, e assim iremos entrar, agora vem a parte difícil, eu não sei quantos homens dormem naquele lugar, mas não passa de 15, se tivermos sorte, passaremos pelo corredor despercebidos, o cofre está na sala a esquerda, a última do corredor, a Caroline ira arrombar o cofre, pegamos o dinheiro, e corremos até a carruagem do Sr.Ouda que estará nos esperando a alguns metros escondido na floresta, alguma dúvida?
Ouda:
 
Joaquim:
 
Caroline:
 
Carlos:
 
Thiago:
 


Ganhos e Perdas:
 



Status:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bunda Branca
Membro
Membro
Bunda Branca

Créditos : 6
Warn : Game of Bunddes 10010
Masculino Data de inscrição : 03/01/2014
Localização : No seu coração

Game of Bunddes Empty
MensagemAssunto: Re: Game of Bunddes   Game of Bunddes EmptyQui 12 Abr 2018 - 19:50


Fim dos preparativos





Olhei minhas duas katanas e me desliguei do mundo por instante. Pensei em tudo que passei para chegar até aqui, as dificuldades de uma vida solitária ainda criança, sem nenhum amigo, apenas animais da floresta de Malkiham. Lembrei também de meu mestre, talvez ele fique orgulhoso a me ver portando estas belas armas, de qualquer lugar onde ele esteja. Voltando ao mundo real, percebi olhares fixos de Carlos em mim enquanto falava. A equipe seguiu a Coelhine após um pulo magistral sobre o balcão, eu não a conhecida tão bem para dizer se era seu jeito natural ou estava tentando se exibir, mas durante a acrobacia tentei me afastar da loja por alguns instantes para saciar meu vício. Minha fuga não durou tanto tempo, já que o chato da “roupitcha” esquisita logo me abordou. Ainda disse: - olha garoto, não me leve a mal, mas acabamos de te falar que iremos roubar o clã mais perigoso da ilha e você agora vem com essa, vai nos entregar? – Eu ouvia, enquanto revirava os olhos, mas optei por segui-los.

Dentro da loja havia um espaço interessante, que do lado de fora não aparentava ter tanta coisa. Sofás, rum, pães, doces e um cheiro de mofo, que a poeira trazia consigo. Perdi a conexão com as pessoas quando comecei a observar os doces: lindas balas, nas quais posso imaginar o cheiro delicioso e o sabor divino. Minha fantasia gustativa foi interrompida, me deixando com um sentimento duplo, pois talvez me dessem um doce ou apenas queriam encher o meu saco. Como meu dia estava uma merda, com certeza era a segunda opção. A única mulher do recinto aparentemente compartilha meu vício por doces, mas não custava me dar um. Logo diria a ela: - pode compartilhar comigo apenas uma bala? Parecem apetitosas. – Enquanto lambia meu lábio superior, demonstrando minha vontade de abocanhar aquelas balas. Se ela me desse um doce, guardaria no bolso. Mais que um, comeria um e guardaria o resto no bolso. Mas caso não me desse nenhum, tentaria aproveitar um momento oportuno que ninguém estivesse olhando e pegaria uma bala para colocar no bolso, mas no caso de qualquer pessoa dar uma tentativa de olhar logo suspenderia a minha missão adocicada. Pensaria comigo mesmo: “ela com certeza vai me dar uma dessas delícias, não para de me olhar” enquanto sorriria em sua direção.

Ao som de porta abrindo, olhei para o local de onde vinha o ruído. Passos eram ouvidos, mas logo apareceu um rapaz. Ele tinha um cara de bobão e logo fiquei feliz, porque eu era pobre e senti que ele tinha uma cara de “tirar dos ricos para dar aos pobres”. Enquanto eu pensava, um pão foi atirado pro alto e levou uma flechada, provavelmente fatal para o pequeno carboidrato. A única coisa que eu diria naquele momento é: - e morreu.

O rapazinho deu bom dia e pediu desculpas pelo atraso. Como eu não tinha nada pra fazer mesmo, não estava nem um pouco incomodado. Joaquim nos apresentou e Thiago fez um sinal com a cabeça que eu apenas repeti. Nisso, Joaquim tirava algo da bota, não muito cheiroso, e botando na mesa foi fácil perceber que era uma planta bem rústica do local do roubo. Ouvi atentamente a explicação do plano de invasão e mais ainda prestei atenção na planta. Como só havia uma saída, tenho que ficar perto da porta após o arrombamento do cofre, para caso necessite fugir em caso de traição. Quando fomos perguntados se tínhamos alguma dúvida, eu responderia: - quantos berries você acha que tem no cofre?

Após a resposta, perguntaria: - falta algo para irmos em frente com o plano do roubo?

Depois de tudo, seguiria eles até o local do roubo. Caso o roubo fosse mais tarde, iria até um bar na cidade.






Objetivos:
 

Histórico:
 

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Legenda:
 

Oni está em todo lugar:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Game of Bunddes Empty
MensagemAssunto: Re: Game of Bunddes   Game of Bunddes Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Game of Bunddes
Voltar ao Topo 
Página 1 de 4Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Malkiham Island-
Ir para: