One Piece RPG
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Mini - Inim] O errante
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor Visastre Hoje à(s) 15:35

» Meu perfil / mini-aventura
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor ReiDelas Hoje à(s) 14:41

» [MINI-JuninhoSiq1997] O Inicio
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor JuninhoSiq1997 Hoje à(s) 12:49

» [Mini-Sting] Trabalhos sujos de formas baratas
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor Roy Collins Hoje à(s) 12:18

» [M.E.P.] Mini-Sting
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor Roy Collins Hoje à(s) 12:16

» [MINI - Pepino, o Breve] Rascunho
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor ReiDelas Hoje à(s) 12:10

» [Mini Aventura] - Gravekeeper
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor Roy Collins Hoje à(s) 07:18

» [MINI - Mirutsu] Começo da Jornada
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor Mirutsu Hoje à(s) 02:02

» Roy Collins
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor Roy Collins Hoje à(s) 01:06

» [Ficha] - S. Price
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:25

» Shimizzu Price
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:23

» [Mini - Kyoki] Uma Jornada Inesperada.
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor Kyoki Ontem à(s) 21:29

» Ficha~Pierce~
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor Pierce Ontem à(s) 21:22

» MEP Kyoki
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor GM.Hisoka Ontem à(s) 19:20

» [Mini - Benjamin] Os primeiros passos para a vingança
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor Fanalis B. Ria Ontem à(s) 19:07

» [Ficha] Violet
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor Nana. Ontem à(s) 16:35

» [Mini - Van] Seguindo conselhos
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor Van Ontem à(s) 14:00

» [Kit - Gyro Zeppeli] Blum vai pegar
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor Blum Ontem à(s) 12:17

» [Mini - Chikara] - Vamos para algum lado ?
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor Roy Collins Ontem à(s) 08:03

» Rem E. Nuf
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Emptypor GM.Remenuf Ontem à(s) 06:22



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and Fire

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
jonyorlando
Soldado
Soldado
jonyorlando

Créditos : 9
Warn : [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo 10010
Masculino Data de inscrição : 15/04/2016
Idade : 19
Localização : South blue - North Blue

[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Empty
MensagemAssunto: [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo   [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo EmptyDom 11 Mar 2018, 19:28

Nome: Julian Capri
Idade: 20 anos
Sexo: Masculino
Raça: Humano
Tamanho: Normal
Estilo de Combate: Espadachim
Localização: South Blue, Karate Island
Grupo: Civil
Vantagens: Visão aguçada
Desvantagens: Distraído


Última edição por jonyorlando em Qui 22 Mar 2018, 22:59, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zuzu Hijra
OKAMA
OKAMA
Zuzu Hijra

Créditos : 18
Warn : [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo 10010
Feminino Data de inscrição : 13/10/2017

[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo   [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo EmptyDom 11 Mar 2018, 19:48

~Mini-Aventura APROVADA~


Olá, seja bem-vindo ao OPRPG!!

Eu sou uma Orientadora, minha função é lhe ajudar a se adaptar neste universo do OPRPG.

Sendo assim irei lhe orientar de todas as formas possíveis, a partir de dicas no decorrer desta Mini-Aventura. Como esse fórum é bem complexo em suas regras, também irei tentar responder suas dúvidas, por isso, no menu de navegação (parte superior do site) existe um link M.P, que corresponde às mensagens privadas. Lá você poderá, em qualquer momento que achar necessário, me enviar dúvidas de como prosseguir no jogo; ou pode entrar no seguinte link: https://www.onepiecerpg.com/f3-duvidas-criticas-e-sugestoes , e criar um tópico para algum membro da Staff responder; mas caso tenha dúvidas durante a Mini, pode colocar em "off" no próprio post.

Sim... Vamos ao que importa?

Abaixo seguirão algumas dicas para que leia antes de criar seu primeiro post.

DICAS:


  • Lembre-se que você apenas narra as ações de seu personagem, seu personagem nunca FAZ ele sempre TENTA e também demonstre desde o 1º post qual o seu objetivo na aventura.
  • O ambiente que você se encontra, NPC's e todo o resto que compõe sua aventura, quem cuidará disso será seu narrador.
  • As mini-aventuras servem para corrigir seus erros na narração durante a aventura e também formas melhores de deixar sua narração mais interessante.
  • Caso a Mini-Aventura fique sem post durante 5 dias por parte do player, ela será cancelada.


O 1º post é seu e eu serei a sua Orientadora.




Dicas e Orientações:
 

____________________________________________________

“I wish you could know what it means to be me
Then you'd see and agree that every man should be free...”. ♫


[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Zuzu_h10

Quer saber mais sobre o okama way? Ficha na imagem, honey... ♫  

Pavão Misterioso ♫
E não sou mais um transviado... ♫
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
jonyorlando
Soldado
Soldado
jonyorlando

Créditos : 9
Warn : [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo 10010
Masculino Data de inscrição : 15/04/2016
Idade : 19
Localização : South blue - North Blue

[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo   [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo EmptyDom 11 Mar 2018, 20:26

"Que dor de cabeça... Que dor nas costas... Que dor em tudo..."
Esse tem sido meu mantra, simples assim, talvez eu ainda sinta dor pelo treino, talvez ainda sinta dor por causa dos sonhos, ou talvez seja o fato de minha cama ser o chão e um travesseiro de penas com um cobertor da finura de um dedo, isso não vai me proteger do frio, mas o velho deve estar pondo minha resistência em prática, então vou apenas aceitar isso e aguentar o máximo que puder.
Levanto com a ajuda da parede e me alongo, movimentos calmos, porém firmes, aquele dojo era minha casa agora, o mestre, me salvou e devo minha vida a ele, e ele só cobrou minha paciência e minha determinação, me garantindo assim o título de seu aprendiz, vim pra cá a pouco então não sei bem como funciona a rotina, mas vou tentar me adaptar o mais rápido possível, e já que ninguém veio me chamar eu não faço a menor ideia de que horas sejam, engraçado o quarto não ter relógio, mas também o que esperar de um velho com o nome de Hug-Hein que tem um dojo no estilo tradicional: Japonês feudal.
Um estalo interrompe meu alongamento, talvez tenha esticado meu pescoço demais, mas as dores disso só vão aparecer amanhã, é melhor que eu vá explorar esse lugar, eu preciso ficar mais forte. Para ajudar minha irmã doente, eu não quero ela como minha mãe, presa num hospício pra no final... Nesse momento eu engolia seco.
Quero uma vida diferente para ela, e para isso eu tenho que trabalhar, pelo menos desse jeito posso dar a ela tudo de bom e assim ela ficará feliz e segura, não me importo comigo só quero encontrar aquela bendita planta, mas o velho não vai me deixar enfrentar aqueles gorilas albinos sem um treino, eu posso ter quase morrido da primeira vez, mas... Vai que.. Quem eu quero enganar, se eu for lá de novo eu vou morrer, e eu mal cheguei a matar um deles, eu sou fraco e só conseguir machucar eles, nada sério, mas se eu quero pegar a planta eu preciso ficar forte, aqueles gorilas não pareceram interessados em entrega-lá de bom grado, se esse fosse o caso eu não teria que estar aqui.
- Argh! Que saco... Como eu odeio essa demora... Mais tempo aqui significa menos tempo preparando o antídoto, eu preciso pegar aquela planta logo...
Tenho que encontrar Hug-Hein, estou começando a ficar impaciente, eu deveria começar logo o treino, tenho que ficar forte, e rápido, caso contrário minha irmã vai morrer ou pior, vai matar, e... Não, eu tenho que conseguir e eu vou.
Abro a porta como em todos os dias e mais uma vez a brisa suave assopra em minha face, eu fecho os olhos por causa do vento e ponho minha mão no rosto por reflexo, talvez por causa do sol, eu saio andando pelo dojo tentando encontrar Hug-Hein, caso contrário eu deveria começar meu treino, golpear os bonecos de treino, flexões, abdominais, levantamento de peso e treino com espadas, não me importo em ser o único naquele dojo, eu me importo em perder meu tempo parado aqui sem ganhar força para meu objetivo, posso ser preguiçoso, mas não posso parar agora, tem alguém que precisa de ajuda, e enquanto eu não terminar esse trabalho não vou descansar...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zuzu Hijra
OKAMA
OKAMA
Zuzu Hijra

Créditos : 18
Warn : [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo 10010
Feminino Data de inscrição : 13/10/2017

[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo   [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo EmptyQua 14 Mar 2018, 19:58

~Post NEGADO~


Em primeiro lugar, fique tranquilo. Um post negado não é necessariamente algo tão ruim, na verdade é a oportunidade de entender melhor os seus erros e aperfeiçoar e/ou refazer o seu turno.

Entendo que seja bem complicado começar um primeiro turno, mas recomendo que leia com carinho as dicas e orientações ali em cima, pois contém orientações pontuais para a construção de um texto conforme o sistema do fórum.

Você acabou, infelizmente, cometendo God Mode. O God Mode, é quando o Player descreve cenário, cria e/ou controla NPC’s, cita horários do dia, e afirma suas ações de maneira indubitável, sem que antes o narrador o tenha feito. Esses elementos citados são de trabalho e controle do narrador, o player só pode descrever o cenário e falar com NPC’s que o narrador já tenha colocado anteriormente no seu post. Ou seja, apesar de ter gostado , não posso aceitar que narre sobre o dojô ou o Hug-Hein (NPC não citado e, portanto, inexistente), por exemplo, principalmente por estar presente do indicativo - "levanto", "abro" - ao invés do tempo verbal correto - "levantaria", "abriria" - já mencionado. É um erro bem chato que não dá simplesmente para contornar.

Deixo uma dica: faça um flashback de um dia, uma semana, um mês ou até mesmo de anos atrás e descreva esses mesmos sentimentos dele, a forma como ele observa o mundo, os desejos a longo prazo e a sua motivação, pois, mesmo você tendo feito isso, o tempo verbal está errado e não faz parte de uma memória que aconteceu e acabou, compreende? Ela se arrasta durante todo o turno, gerando o God Mode. Não precisa ser algo extremamente detalhado, apenas me explique por que eu deveria considerar que seu personagem iria acordar no dia seguinte em um dojô, ok?

Por fim, não se esqueça que suas atitudes devem ser por TENTATIVAS no futuro do pretérito (verbo+ria) – “acordaria como em toda manhã”; “escovaria seus dentes”; “sairia de onde estivesse”; “andaria pela cidade” -, ok? Caso contrário é considerado God Mode, como havia explicado antes.

Não se assuste, estresse ou desanime. É super normal, inclusive para players experientes, se adequarem ao sistema do fórum. Leia outras minis para ter um exemplo mais “prático” do que espero do primeiro turno e dos que virão. Dê o seu melhor e vamos em frente!

Estou aqui para o que precisar, tá? Envie-me MP quantas vezes forem precisas! <3

____________________________________________________

“I wish you could know what it means to be me
Then you'd see and agree that every man should be free...”. ♫


[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Zuzu_h10

Quer saber mais sobre o okama way? Ficha na imagem, honey... ♫  

Pavão Misterioso ♫
E não sou mais um transviado... ♫
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
jonyorlando
Soldado
Soldado
jonyorlando

Créditos : 9
Warn : [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo 10010
Masculino Data de inscrição : 15/04/2016
Idade : 19
Localização : South blue - North Blue

[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo   [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo EmptyQui 15 Mar 2018, 08:20

Eu parti de casa com um propósito, encontrar uma flor para curar uma doença hereditária a qual minha irmã foi acometida, minha mãe sofreu do mesmo, e ao meu ver e pelas minhas pesquisas essa doença só afetas mulheres, era desde então dita como incurável e eu teria que aceitar o fardo de perder minha irmã assim, ou pior, de como eu perdi minha mãe, é uma dor que eu não suportaria sentir novamente, eu gastei minha infância e adolescência atrás de estudos e de visitas com minha mãe, para a acalentar, e quando eu a perdi... Eu havia perdido meu propósito, minha razão havia se perdido quando eu a vi pendurada no quarto... Eu não quis minha irmã assim, nem em um milhão de vidas, por isso eu sai de casa, para encontrar uma flor cujo veneno pode ser absorvido pelo corpo humano e pode acabar com a enzima que trás um destino terrível para as mulheres de minha família...
"Eu vou nos livrar dessa maldição"
Foi o que eu disse para mim mesmo ao chegar em Karate Island, eu segui alguns conselhos de moradores e fui até onde a flor que eu procurava estava demoraram alguns dias, mas finalmente havia chegado perto da montanha, eu acabei construindo um acampamento provisório perto de um dojo abandonado, foi o que eu pensei, mas a noite algumas luzes se acenderam naquele lugar, de qualquer forma eu não preciso me importar com quem vive lá então eu ignorei e continuei andando o resto do caminho, até que então eu pude ver uma flor na encosta de uma montanha, era aquela, a flor, ao tentar me aproximar fui atacado por gorilas albinos, furiosos, que não me deixaram andar um passo dentro de seu território, a única chance que eu tinha era a de lutar, eu parti pra cima, mas eu apaguei, me lembro de muita dor, muita mesmo, mas ela logo parou.

Naquele momento eu me levantaria, eu não sabia como, mas algo dizia-me para abrir meu olhos, e eu seguiria essas instruções, meus muculos doíam, meus ossos doíam, na verdade seria difícil dizer o que no meu corpo não dói, porque tudo doía, a primeira coisa que eu faria seria olhar a minha volta, além de olhar para meu corpo...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zuzu Hijra
OKAMA
OKAMA
Zuzu Hijra

Créditos : 18
Warn : [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo 10010
Feminino Data de inscrição : 13/10/2017

[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo   [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo EmptyDom 18 Mar 2018, 20:50

~Post NEGADO~

Olá, querido! Tudo bem?

Antes de qualquer coisa, vamos continuar com aquilo de não se estressar ou desanimar por ter o post negado, ok? Estamos todos aqui para aprender e isso faz parte da adaptação ao sistema do fórum. Não se preocupe, o seu erro e pequeno e logo, logo vamos seguir em frente com a sua mini-aventura.

Primeiramente, quero te parabenizar por esse turno. Você fez exatamente o que eu queria (com exceção de uma coisinha, que direi já) e me mostrou que está atento as minhas dicas. Fico muito feliz com isso e espero que continuemos assim! Entretanto, não me destes nenhuma ação para que eu engatasse uma história. Apesar de me ter dado um ótimo flashback, não posso simplesmente adivinhar o que o seu personagem faria, compreende? Somente olhar para o seu corpo não garante um gancho para o narrador, é preciso que o seu boneco vá para a cidade, praia, floresta, procure um bar, um restaurante, um dojô, uma briga, uma informação... Ele precisa TENTAR fazer alguma coisa realmente prática - afinal, ele fez, mas não foi o suficiente.

Deixo um exemplo abaixo de um outro orientando:

"Levantaria, não triste, mas sim empolgado por ter um sonho de um momento tão marcante. Olharia para o céu e diria:
             
– Tô sentindo que hoje o dia vai ser intenso!

Iria até a cidade procurar algum jornal caído no chão, já que Bundd não possui dinheiro. Caso não encontrasse nenhum, procuraria nos bares alguém que não estivesse lendo e perguntaria:
           
– O senhor(a) já acabou de ler? Pode me emprestar por alguns instantes para ver as novidades?

Repetiria a pergunta para diferentes pessoas até conseguir. Caso consiga um jornal, leria notícias referentes a piratas que estão com notoriedade, primeiramente na localização de Malkiham, depois no North Blue e no Novo Mundo. Se o jornal citar algum pirata em Malkiham, procuraria por ele na cidade e diria:
             
– Ei, você! Por que se tornou um pirata?
           
Se o jornal não indicar alguma informação do tipo, procuraria saber entre as pessoas do bar se alguma delas conhece algum pirata que está neste momento na ilha. Em caso de resposta positiva, perguntaria sua localização atual, procuraria o possível pirata e repetiria a pergunta acima.
           
Se minha procura fracassar, sentaria em algum lugar disponível na cidade e diria em voz alta para os céus:
           
– Vou viver minha vida inteira como um bosta nessa ilha onde todos me desprezam".

Recomendo fortemente que leia outras minis para ter um exemplo mais “prático” do que espero do primeiro turno e dos que virão. Dê o seu melhor e vamos em frente!

Estou aqui para o que precisar, tá? Envie-me MP quantas vezes forem precisas! <3

____________________________________________________

“I wish you could know what it means to be me
Then you'd see and agree that every man should be free...”. ♫


[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Zuzu_h10

Quer saber mais sobre o okama way? Ficha na imagem, honey... ♫  

Pavão Misterioso ♫
E não sou mais um transviado... ♫
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
jonyorlando
Soldado
Soldado
jonyorlando

Créditos : 9
Warn : [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo 10010
Masculino Data de inscrição : 15/04/2016
Idade : 19
Localização : South blue - North Blue

[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo   [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo EmptyDom 18 Mar 2018, 21:40

Eu parti de casa com um propósito, encontrar uma flor para curar uma doença hereditária a qual minha irmã foi acometida, minha mãe sofreu do mesmo, e ao meu ver e pelas minhas pesquisas essa doença só afetas mulheres, era desde então dita como incurável e eu teria que aceitar o fardo de perder minha irmã assim, ou pior, de como eu perdi minha mãe, é uma dor que eu não suportaria sentir novamente, eu gastei minha infância e adolescência atrás de estudos e de visitas com minha mãe, para a acalentar, e quando eu a perdi... Eu havia perdido meu propósito, minha razão havia se perdido quando eu a vi pendurada no quarto... Eu não quis minha irmã assim, nem em um milhão de vidas, por isso eu sai de casa, para encontrar uma flor cujo veneno pode ser absorvido pelo corpo humano e pode acabar com a enzima que trás um destino terrível para as mulheres de minha família...
"Eu vou nos livrar dessa maldição"
Foi o que eu disse para mim mesmo ao chegar em Karate Island, eu segui alguns conselhos de moradores e fui até onde a flor que eu procurava estava demoraram alguns dias, mas finalmente havia chegado perto da montanha, eu acabei construindo um acampamento provisório perto de um dojo abandonado, foi o que eu pensei, mas a noite algumas luzes se acenderam naquele lugar, de qualquer forma eu não preciso me importar com quem vive lá então eu ignorei e continuei andando o resto do caminho, até que então eu pude ver uma flor na encosta de uma montanha, era aquela, a flor, ao tentar me aproximar fui atacado por gorilas albinos, furiosos, que não me deixaram andar um passo dentro de seu território, a única chance que eu tinha era a de lutar, eu parti pra cima, mas eu apaguei, me lembro de muita dor, muita mesmo, mas ela logo parou.

Naquele momento eu me levantaria, eu não sabia como, mas algo dizia-me para abrir meu olhos, e eu seguiria essas instruções, meus músculos doíam, meus ossos doíam, na verdade seria difícil dizer o que no meu corpo não dói, porque tudo doía, a primeira coisa que eu faria seria olhar a minha volta, além de olhar para meu corpo.
Se tudo estivesse bem eu pudesse me mover eu tentaria me levantar por completo, me vestiria com minhas roupas (isso se já não estivesse com elas) e procuraria alguma alma viva que estivesse perto.
Caso eu viesse a encontrar alguém eu me aproximaria e tentaria conversar com a pessoa:
- Olá, desculpe incomodar, mas poderia me dizer onde me encontro?
Caso a pessoa viesse a responder esse meu questionamento eu diria em seguida:
- Obrigado, e por acaso sabes informar quem foi o bom samaritano o qual me ajudou? Eu gostaria de o agradecer por me salvar e pedir desculpas por fazer ele perder seu tempo...

Se por acaso eu não encontrasse ninguém eu sairia de onde estivesse e procuraria pistas disso, como procurar a montanha na qual eu vi a planta, tentaria me guiar pelo sol ou se possível tentaria me lembrar de algum detalhe importante, caso eu já tivesse visto esse local.

Caso não viesse a reconhecer o local eu tentaria me guiar por alguma trilha ou caminho de barro e tentaria voltar para alguma vila próxima, para poder encontrar informações que desejo, as quais provavelmente poderiam ser obtidas por algum jornal, se possível tentaria pegar um do chão ou que estivesse em uma lixeira, com boa parte das informações contidas nele intactas ou legíveis.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zuzu Hijra
OKAMA
OKAMA
Zuzu Hijra

Créditos : 18
Warn : [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo 10010
Feminino Data de inscrição : 13/10/2017

[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo   [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo EmptyTer 20 Mar 2018, 00:16


        Karate Island é um dos tantos maravilhosos mistérios que o universo proporciona aos pequeninos seres humanos. Uma ilha que divide, ao mesmo tempo, climas e geografias diversas, criando um imenso retalho de vida sob um trecho de terra. O que dizer sobre o clima daquele local a um turista? Não havia como! Era preciso que os interessados se emaranhassem nas porções que mais lhe eram convenientes, a fim de alcançar seus objetivos e se conectarem com a região escolhida. Contudo, nem todos os que seguem para lá o faz só e somente por prazer, há sempre uma ponta de sofrimento envolvida na partida. Esse é o caso de Julian.

        Ainda com dores intensas no corpo – que provavelmente também se davam pela carga emocional e a pressão de encontrar a flor que salvaria sua amada irmã -, ajeitou suas roupas – que estavam um tanto quanto deterioradas por causa do ataque -, empunhou sua espada – que por sorte não foi roubada – e rumou em direção a uma estrada que havia por ali, mais ou menos à 5km, em busca de alguém.

        Não demorou para que encontrasse, depois de 15 minutos de caminhada, uma pequena cabana, ainda na região montanhosa, que tinha como principal chamariz uma cortina de fumaça que se formava próximo a ela. Sem demora, Julian aproximou-se e deu de cara com um homem que estendia algumas carnes em um imenso varal, em cima da mini fogueira. Era evidente que ele estava defumando-as.

         - Olá, desculpe incomodar, mas poderia me dizer onde me encontro?

        - Olá. Você está em Karate Island, na parte montanhosa ao leste –
sua voz firme e resposta objetiva, combinavam com as roupas largas em um tom uniforme de marrom, cabelo grande preso em um rabo de cavalo e uma presumível idade entre os 30 e 35 anos.

         - Obrigado, e por acaso sabes informar quem foi o bom samaritano o qual me ajudou? Eu gostaria de o agradecer por me salvar e pedir desculpas por fazer ele perder seu tempo...

        - Bobagem. Pura bobagem. Eu sei que você quer aquela flor e conheço os animais dali. Não te salvei para que viesse aqui me pedir desculpas –
sem sequer olhar para Julian ou parar o que estava fazendo, aquele estranho confessou sua boa ação sem se vangloriar e, simultaneamente, expor o desejo do outro com uma tranquilidade inabalável – Meu nome é Arej. Ainda não sei o seu.

        Uma boa conversa com ele poderia abrir portas importantes para os desígnios de Julian. Bem, era o que se esperava...



Dicas e orientações:
 

____________________________________________________

“I wish you could know what it means to be me
Then you'd see and agree that every man should be free...”. ♫


[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Zuzu_h10

Quer saber mais sobre o okama way? Ficha na imagem, honey... ♫  

Pavão Misterioso ♫
E não sou mais um transviado... ♫
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
jonyorlando
Soldado
Soldado
jonyorlando

Créditos : 9
Warn : [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo 10010
Masculino Data de inscrição : 15/04/2016
Idade : 19
Localização : South blue - North Blue

[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo   [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo EmptyTer 20 Mar 2018, 13:43

"Bobagem. Pura bobagem..."
Disse o homem chamado Arej, ele não aceitara minhas desculpas, mas não acho que o tom usado em sua fala tenha sido de desaprovação ou ignorância, apenas cuidado, mas ainda assim eu me senti culpado por o fazer se ocupar comigo, pessoas tem coisas mais importantes que fazer e ele não se vangloriou, algo no mínimo admirável, coisa que eu não vejo com frequência, e isso me deixou apenas mais desconfortável, ele me ajudou e não se importou em fazer isso, mesmo ele não esperando nada de volta como pagamento ele me ajudou... Esse tipo de pessoa é o tipo mais belo que existe, por isso se torna raro.
- Meu nome é Julian senhor Arej, desculpe não ter me apresentado antes, ou ter me apresentado de forma tão lamentável, e mesmo que não aceite, eu agradeço pelo que fez por mim.
"Eu sei que você quer aquela flor, e conheço os animais dali..."
Tais palavras soariam como uma melodia em minha cabeça.
- A flor, como sabes dela? Também sabes de seus efeitos curativos?! - Falaria com um certo desespero e euforia, mesmo que tentasse controlar as emoções eram visíveis em meu rosto.- Os animais! Sabes deles? Sabes como eu posso passar deles?

Caso ele me falasse como passar dos animais eu com minhas forças restantes me ajoelharia.
- Por favor me ensine, me ensine a passar deles, eu preciso... Eu preciso daquela planta, ou minha irmã... Por favor! - Eu jogaria minha testa contra o chão e pressionaria meu rosto contra a grama. - Me ajude mais uma vez, eu lhe imploro...

Se Arej aceitasse me ajudar eu me colocaria de joelhos e agradeceria, jurando minha lealdade e seguindo seus ensinamentos com toda minha honra.

Caso ele não aceitasse meu pedido eu levantaria iria tentar me levantar por completo.
- Então apenas me diga que treino eu devo fazer para superar aqueles animais, pois só sairei dessa ilha com aquela flor e não aceitarei sair de outra forma! Mesmo que meu corpo estoure! Mesmo que eu perca todos meus membros! Mesmo que em meu corpo não haja mais sangue eu levarei aquela planta para minha irmã! E só cairei morto após ela ingerir o antídoto para sua doença! E ela será curada! Não aceito morrer antes disso e meu corpo trabalhará até o limite para que minha meta seja alcançada! E pela minha meta meu corpo quebrará todos os limites, não importa o tamanho da dor ou da ferida! - Ao termino de minhas palavras eu sacaria minha espada e a fincaria ao chão ao minha frente, enquanto seguraria a bainha com minha mão direita. - Honrarei todas as minhas palavras ditas aqui e não recuarei nenhum passo sequer!
Eu encararei Arej e esperarei sua resposta as minhas palavras, caso ele recusasse mais uma vez eu viria de costas:
- Não esquecerei de sua ajuda e nem de seu nome, adeus senhor Arej.

Após desferir essas palavras eu voltaria a um lugar próximo a montanha que vi a flor e enquanto me recupero procuro treinar cortes com espada e procuro montar estratégias para conseguir passar pelos animais e pegar a planta o mais rápido o possível saindo daquele lugar logo em seguida e indo procurar meu bote para que eu pudesse voltar para minha casa e preparar o antídoto para minha irmã.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Skyblazer
Soldado
Soldado
Skyblazer

Créditos : 13
Warn : [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo 10010
Masculino Data de inscrição : 28/04/2014
Idade : 27
Localização : Lvneel - North Blue

[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo   [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo EmptySab 31 Mar 2018, 02:23


Orientação - Fase 02 - Combate!

O homem abria claramente um sorriso ao ouvir o tipo de reação do nosso pequeno aventureiro. Julian Capri parecia corresponder a cada grama de expectativa que o salvador – Denominado Arej – Parecia ter-lhe conferido no momento do salvamento. Ele sorria sem esconder a satisfação de notar que aquele a quem havia dedicado tempo e esforço era, de fato, digno para atingir os patamares que ele, secretamente, havia traçado para o espadachim.

Caminhando e pendurando mais algumas grossas tiras de costela para que esta defumasse sem problemas, o homem parou e arqueou as costas como quem estala a própria espinha dorsal. Olhou para o céu e, como que por instinto, Julian fez o mesmo. O ambiente era um céu cinza, com algumas nuvens de chuva formando-se no alto, tampando grande parte do natural canvas azulado. O samaritano suspirou e falou agora num tom mais ameno – Faz muito tempo desde que eu treinei alguém, meu caro... E eu havia jurado nunca mais fazê-lo novamente... – Uma lágrima parecia se acumular em um dos olhos do homem, mas não ousava escorrer. Suspirando uma segunda vez, ele recobrou a postura e apertou os olhos - ...Entretanto você parece tanto com ele... Acho que por isso te salvei, e acho que por isso é que abrirei uma exceção para ti...

O homem lançou longe as próprias sandálias e, descalço, caminhou sobre a grama que havia em volta da cabana; fazendo um gesto despreocupado para que o nosso herói o seguisse. Caso assim agisse, ambos contornariam o lado direito da relva que envolvia a casa, apenas para depararem-se com um pequeno campo do tamanho de uma quadra de tênis. Era uma área plana, com a grama super bem-aparada. Arej caminhou até o centro, e virou-se para Julian – Qual a sua arma de preferência? Pode escolher a vontade... – Com o braço direito, indicou a parede da casa. Havia ali um mostruário enorme com praticamente todo tipo de arma que se conhece, mas todas de madeira – Nenhuma de metal. Enquanto o aventureiro escolhia, ele explicava

Eu e meu filho costumávamos treinar aqui, juntos... Há muito tempo atrás...
– E parava a história por aí, não ousando entrar em mais detalhes. Ao fim da escolha de Capri, ele voltaria a explicar – Esse é um solo sagrado, mas pouca gente sabe disso. Aqui, nesse campo, todo movimento de combate feito tem o efeito de ser repetido 50 vezes. Ou seja, se você e eu fizermos uma luta aqui... Você adquirirá experiência equivalente a 50 combates! – Ele falava agora sério – Essa é uma informação importantíssima, e espero que você guarde segredo. Imagine o que fariam os homens maus se soubessem dessa propriedade mágica...

Fazendo o homem uma pose de luta, preparou-se. Ao que indicava ele iria lutar com as próprias mãos mesmo, em um estilo meio carateca. Com a mão esquerda, fez aquele gesto icônico de “vem”, e esperou a primeira investida do protagonista espadachim.

Citação :
Começo de posts de luta:

- Agora será seu post de luta, escreva condições de ataque e defesa, dizendo os movimentos que ira fazer e lembre-se, você NUNCA faz nada, você SEMPRE TENTA seus ataques, então TENTE seus movimentos e crie casos de movimentos consequentes, se caso aquele movimento der certo, você TENTARIA algo ou se caso ele não der certo, você TENTARIA outro algo, ou se algum dos homens tentar atacar o que você TENTARIA fazer. Coisas desse tipo. E faça sempre movimentos brutais visando matar/desmaiar o oponente. ^^


Dicas e observações:
 

____________________________________________________


Ficha | Aventura
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo FcTJa9C
Aqui é Divine Tools, pô!!!:
 

Never Forget!:
 

ஜ۩۞۩ஜ
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo   [MINI-Jonyorlando] Primeiro passo Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[MINI-Jonyorlando] Primeiro passo
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Personagem e Mundo :: Mini-Aventura :: Mini-Aventuras Concluídas ou Canceladas !-
Ir para: