One Piece RPG
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 04:29

» Hey Ya!
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor GM.Mirutsu Hoje à(s) 02:56

» [MINI-ARTHURBRAG] COMEÇANDO UMA AVENTURA
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 02:55

» Enuma Elish
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 02:32

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 02:08

» [Ficha] Raveny Moonstar
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:38

» Raveny Moonstar
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:36

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 01:11

» Escuridão total sem estrelas
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 00:39

» Capítulo I: Meu nome é Cory Atom! Filho de Kouha Atom
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor Kiomaro Hoje à(s) 00:27

» Arco 5: Uma boa morte!
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 23:58

» A inconsistência do Mágico
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 23:45

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor Furry Ontem à(s) 22:54

» Seasons: Road to New World
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor Volker Ontem à(s) 22:44

» Ain't No Rest For The Wicked
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor Hoyu Ontem à(s) 21:55

» I - O bêbado e o soldado
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor Domom Ontem à(s) 21:49

» Um novo tempo uma nova história
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 21:29

» Ruby Belmont
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 19:47

» Drake Fateburn
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 19:38

» Alipheese Fateburn
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 19:10



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11  Seguinte
AutorMensagem
Yami
Super Nova
Super Nova
Yami

Créditos : 35
Warn : 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 28/11/2011
Idade : 24
Localização : Far, Far Away ♫

1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Empty
MensagemAssunto: 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts   1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 EmptySex 01 Dez 2017, 14:10

Relembrando a primeira mensagem :

1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts

Aqui ocorrerá a aventura dos revolucionários Elsa Volkerbäll, Raymond King Walker, Tidus Belmont e Frisk Dreemurr. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Raizen
Administrador
Administrador


Data de inscrição : 18/04/2011

1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts   1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 EmptySex 09 Fev 2018, 04:26




The emperor of flames
The Red King - Ray K. Walker



O treinamento estava se aproximando do fim e Ray estava bem ansioso para o desfecho dessa última tentativa, ao ver que Nathan havia sacado a sua foice, o Rei Vermelho arqueou sua sobrancelha direita levemente enquanto encarava o revolucionário. Apesar de ser uma medida bem drástica, Ray gostava de desafios, e aquela atitude havia o deixado ainda mais empolgado e determinado a conseguir. - " É assim?! Vamos nessa! " - e assim Ray iniciou sua movimentação. Ele estava levemente nervoso naquele momento, porém aquilo era exatamente o que ele precisava. Movido pela determinação, Ray iniciou o movimento do Soru e algo surpreendente aconteceu, em um piscar de olhos ele apareceu bem na frente de Nathan, quase que tocando na foice do mesmo. Ao ver que havia conseguido executar o Soru com sucesso, inicialmente não acreditou, ficou parado por alguns segundos olhando para frente com os olhos levemente arregalados. Quando se deu conta do que estava acontecendo, olhou para trás e viu que não tinha deixado rastro algum.

- Um Soru perfeito... - disse em voz baixa enquanto olhava o caminho que havia percorrido.

Ao olhar para o lado, viu que Elsa também havia conseguido realizar o movimento com perfeição, e agora os três revolucionários estavam juntos. O ruivo havia relaxado levemente os músculo, finalmente o treinamento havia terminado e ele se sentia pronto, mas ao contrário do que achou, o treinamento ainda não tinha sido finalizado. Logo Nathan falou sobre a última tarefa. - " Pique pega?! " - Ray pensou enquanto continuava a encarar Nathan, que naquele ponto já havia usado o soru para longe. Duranto os segundos iniciais, o Rei Vermelho se manteve parado em silêncio apenas observando o revolucionário de longe, até que Elsa se aproximou tentando de fazer algum tipo de estratéria para pega-lo. - De fato não podemos competir com ele ainda nesse quesito, afinal, ele já tem o Soru masterizado, nós vamos ter que ganhar isso na inteligência e preci... - ele não conseguiu concluir sua fala, pois Elsa o interrompeu e simplesmente saiu na frente usando o Soru. - " Mas o que?! " - pensou ao ver aquela cena. - " Certo, vamos lá... Não adianta ir pra cima dele sem um plano, ele está um nivel acima de nós nesse quesito, precisamos ser inteligentes e trabalhar em equipe. Ela está indo atrás dele, então... " - antes de concluir sua linha de raciocínio Ray usou o Soru e desapareceu também.

Ao invés de ir atrás de Nathan diretamente como Elsa havia feito, Ray foi mais pela lateral, ele usaria Sorus longos e precisos, concentrando sua energia nos pés para não falhar em nenhum momento e fazendo os mesmos movimentos que fez na tentativa anterior, agarrando e puxando o chão com os pés para atingir a velocidade extrema. Ray iria pela lateral para certar Nathan, a intenção dele era ficar sempre do lado oposto de Elsa e ir o fechando aos poucos. Enquanto estivesse usando múltiplos Sorus para cerca-lo, Ray fecharia os olhos em certo momento e usaria o seu Haki para sentir o movimento de Nathan e tentar prever para onde ele iria, assim ele iria tentar se antecipar. Porque não adiantava ficar cercando-o, se com um Soru ele iria se afastar novamente, Ray precisava estar um passo a frente para mante-lo cercado enquanto Elsa tentava pega-lo, até um momento em que ele vacilar e assim sua companheira poder toca-lo. Se após ter terminado o treino com sucesso, Ray ouvisse o comentário de Elsa sobre Tidus, ele daria um leve sorriso antes de responder. - Ele certamente deve ter se metido em alguma confusão. - diria com um sorriso confiante e em seguida se dirigiria atñe seus pertences para coloca-los.






Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hoyu
Olhos de Deus
Olhos de Deus
Hoyu

Créditos : 76
Warn : 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2013
Idade : 20
Localização : Grand Line - Jingle Bell Island

1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts   1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 EmptyTer 13 Fev 2018, 17:39




Um novo perigo!


  • Raymond e Elsa


Era hora de finalmente executar a última parte do treinamento. Dando início ao que parecia ser um jogo de pique-pega, Nathan foi para longe. Elsa começou a traçar um plano com seu companheiro, mas antes que ele tivesse sua vez de fala, a mulher foi embora. Se muita opção, o Rei Vermelho e junto a ela, usando também o soru na direção do beberão. No primeiro momento, Elsa foi direto contra Nathan, enquanto Raymond foi tentar cercá-lo para não espaço para que ele fugisse, entretanto, o homem aproveitou as brechas de ambos os lados para poder se afastar. - Vão precisar ser melhor do que isso se quiserem me pegar. - E se afastou novamente.

O treino seguiu, com os dois tentando segurar seu instrutor, porem falhando. Raymond tinha certa vantagem em relação à Elsa, pois conseguia usar o haki da observação e prever onde Nathan iria, entretanto ele também usava o haki, de modo que o embate entre os dois não era tão frutífero quanto deveria. Toda vez que eles estavam para conseguir pegar ele, o espião escapava por entre seus dedos, com uma facilidade amedrontadora. Não só seu soru era melhor do que o deles, mas ele também era mais treinado no haki da observação, o que tornava aquela tarefa muito desafiadora.

Mesmo assim, Raymond e Elsa não desistiram, e continuaram a fechar cada vez mais o cerco. O exercício estava demandando bastante, e eles já estavam começando a cansar, quando repentinamente Nathan parou. Aproveitando a chance, Elsa foi até ele e conseguiu encostar em suas cosas, fazendo em seguida um gracejo. Mas Nathan não deu ouvidos: era como se algo tivesse chamado sua atenção, ou pior: o amedrontasse. De repente, Raymond sentiu algo gelado encostar em sua testa, e ao olhar para cima pode ver o que nunca esperaria em uma ilha de verão: flocos de neve começavam a cair. Nathan olhava assustado para a neve que caia timidamente, mas que cada vez mais ganhava força e velocidade. - O treino de vocês está completo. Vamos voltar para dentro, rápido! - Seu tom era de desespero e preocupação, enquanto caminhou a passos rápidos para o interior do QG.

  • Frisk


Por fim a última etapa do treinamento do rankyaku se iniciaria, mas antes que Victoria pudesse começar a jogar as bolinhas para cima, Frisk fez uma sugestão que pareceu a agradar. - Realmente, a cor desse lugar é meio enjoativa. Só tome cuidado para não acertar a base, está bem? - Assim, os dois voltaram para o lado de fora, onde o sol impiedoso castigava o deserto. - Ótimo. Se prepare. - A comandante foi para o lado oposto de onde o QG estava, de modo que as laminas de vento não fossem lançadas na direção do mesmo.

Concentrando-se um pouco, Frisk confirmou estar pronto, e Victoria deu a largada. Jogando três bolinhas de papel para o alto, o Anjo Caído lançou a lamina de vento, acertando duas das bolinhas, mas deixando a terceira escapar. - Está indo bem, mas tente ser mais preciso. - A mulher começou a jogar cada vez mais bolinhas, e apesar de não ser tão difícil mirar nelas, eram muitos alvos moveis ao mesmo tempo para se atacar, o que aumentava bastante a dificuldade do treino. Com o passar o tempo, Frisk foi se acostumando com o ritmo, e seus rankyakus já começavam a acertar cada vez mais seus alvos. - Você está indo muito bem. Sei que para um iniciante acertar os alvos assim é um desafio, mas para uma primeira vez seus resultados estão sendo ótimos. No geral, acho que só precisa ter mais costume de uso e...

Então, algo fez Victoria calar-se do nada. Algo pequeno e branco caiu na ponta do seu nariz, e logo em seguida algo gelado acertou também a nuca do celestial, causando-lhe um arrepio. Flocos de neve começavam a cair do céu, o que era extremamente incomum, tratando-se de uma ilha de verão. Algo estava muito errado, e o olhar de Victoria transparecia bem isso. - para a base, agora!

  • Raymond, Elsa e Frisk


Logo que Nathan, Raymond e Elsa entraram na base, Victoria e Frisk também o fizeram, apressados. - Você viu que... - Começou a perguntar Nathan para a comandante, mas foi interrompido. - Vi. Temos problemas, e dos grandes. - Um den den mushi começou a tocar, vindo do criado-mudo da sala, e Victoria se apressou em atender. Alguns instantes se passaram, enquanto alguém do outro lado da linha falava com ela, até que a comandante desligou a ligação. - Parece que a situação é pior do que pensávamos. Missu foi na cidade logo depois de Tidus e disse que Nanohana está sendo invadida por piratas. Membros de uma das divisões de Mille Kellig, um supernova que está desafiando um Yonkou no novo mundo. Não sabemos porque eles estão aqui nem qual é o seu objetivo, mas não podemos deixar isso como está.

Victoria olhou pela janela, onde pode ver que a neve caia com mais força, quase como uma nevasca fraca, e começava a cobrir a areia. - Essa confusão toda, se não for bem cuidada, pode prejudicar a imagem pública de Ísis. E não só isso, mas inocentes estão sendo feridos, precisamos ajudar. Pelo que Missu me informou, Tidus está enfrentando nesse exato momento o comandante dessa divisão, Aard, o Lunático; Raymond, Elsa e Frisk, vocês três vão procurar ele no deserto e ajudá-lo nessa batalha. Eu e Nathan vamos para Nanohana ajudar Missu a acabar com os piratas que restaram e ajudar os feridos. Não temos tempo a perder.

  • Todos


Tidus estava com um problema serio. Não só a energia de sua akuma no mi estava se esgotando, como o inimigo que o enfrentava era forte demais para se vencer sozinho. O revolucionário se via contra a parede, a procura do que fazer para continuar vivo. - O que foi, ratinho? Está com medo? - Mesmo diante da força descomunal do adversário, Tidus não demonstrava medo, e provocando-o começou a juntar a areia que havia tido contato com seu corpo. - Isso é bom. Adoro diversão! - A areia tomou então a forma de uma onda gigantesca, que avançava na direção do pirata. - Isso! Isso sim é interessante! - O homem girou o braço e deu um soco contra a onda, que dispersou grande parte dela, mas não foi o suficiente para impedir que fosse enterrado vivo. Aproveitando a oportunidade, Tidus correu para longe, na direção da base, usando de início soru para depois iniciar voo.

Tudo parecia calmo, e o Belmont parecia ter deixado o pirata para trás, até que uma voz falou do seu lado. - Sentiu minha falta? - O pirata estava bem ao seu lado; não só havia saido de baixo da areia rapidamente, como o havia alcançado como se não fosse nada. O haki de Tidus não era nada comparado com a velocidade daquele homem. - Espero que não, isso seria bem sem graça. - E em meio voo, ele agarrou a cabeça de Tidus com força e o lançou ao chão com brutalidade. - Sabe, eu sempre quis um saco de pancada. - Caindo ao lado do revolucionário, ele pegou-o novamente pela cabeça e deu três socos contra seu tronco, quebrando mais costelas e deixando sem ar, enquanto cospia sangue. Uma ferida no supercílio abrira acima da sobrancelha esquerda do homem, e cobria quase seu rosto todo com sangue. - Mas todos quebram fácil.

O pirata pegou o braço esquerdo de Tidus e o segurou com muita força, quase quebrando-o. - Você estava indo naquela direção, né? Deixa eu te ajudar. - Segurando no braço do homem e usando-o como laço, ele começou a girá-lo, deslocando seu ombro no processo, e lançando-o distante. - QUE BELO ARREMESSO! - O Duque Azul voava desgovernadamente na direção da base revolucionária, mas conseguiu usar o poder de sua friuta para estabilizar seu voo e ir aonde queria.

  • Todos


Nathan e Victoria haviam partido rapidamente para a cidade, e os três revolucionários estavam para partir quando avistaram algo no céu em sua direção. Tidus vinha, com os produtos comprados no tapete, entretanto ele não estava nada bem. Seu corpo estava cheio de sangue e feridas, e ele mal conseguia estabilizar no voo. Ele dizia terem problemas, mas não demorou muito para o problema em si aparecer. - CUIDADO EM BAIXO! - Aard desceu como uma bomba, pousando com tudo nas costas de Tidus, levando-o ao chão. - Que bom que cai em algo macio. - O Lunático olhou para frente, viu os outros três e deu um sorriso sádico. - Que bom. O ratinho me trouxe direto para a toca. - Aard saiu de cima do revolucionário, pegou-o pela cabeça e jogou na direção dos outros, mas passou direto e bateu na parede. - VENHAM, VAMOS BRINCAR!



Legenda:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Grupo:
 


2017:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ravenborn
Illuminati
Illuminati
Ravenborn

Créditos : 29
Warn : 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 08/11/2014
Idade : 20

1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts   1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 EmptyQua 14 Fev 2018, 15:42






Frozen Fists and Burning Hearts

Um calafrio tomou conta do meu corpo no momento em que eu senti algo gelado tocando a minha nuca, coisa que eu sinceramente não esperava uma vez que estávamos no meio do deserto. - Brrr...mas o que é que...? - eu olhei para trás numa tentativa de descobrir o que tinha causado aquela sensação, e a visão que tive em seguida, apesar de bonita, fora de certa forma aterrorizante.

Flocos de neve, tão branca quanto se podia imaginar...no meio do deserto.

- Ah... - eu fiquei boquiaberto por um instante, sem saber bem como reagir àquilo; era algo quase mágico, mas neve no deserto com certeza significava que havia alguma coisa muito errada, seja lá o que for. Victória parecia concordar comigo, já que imediatamente deu a ordem de voltarmos até a base, um nervosismo enervante no olhar. Eu queria ficar lá fora e observar um pouco mais, pra ser sincero, tentar descobrir o que estava causando aquilo.

No entanto, ainda era uma situação alarmante, e o melhor a fazer era me reunir com o restante do pessoal, dentro da base. "Isso me cheira a problema..." Chara parecia inquieto também, e eu entendia, mas por hora, só podia torcer para que aquilo não significasse algo muito ruim. Já lá dentro, Nathan chegava junto com Ray-san e Elsa-san, aparentemente tão preocupado quanto a Comandante, e alguns momentos depois, Victória repassou a notícia dada por Missu, que também tinha ido a Nanohana - e ela não era nem um pouco animadora.

- Piratas...e Tidus-san tá lutando sozinho!? - eu disse, a preocupação clara no tom de voz. Eu sabia que ele não era alguém fraco, mas estávamos falando do comandante de divisão de alguém que estava desafiando um dos Yonkous! Será que ele ficaria bem, mesmo contra um oponente desses? A resposta veio da pior maneira possível, quando, pouco depois de Nathan e Victória deixarem a base, o Duque Azul chegou extremamente ferido e cansado, e um homem monstruoso aterrissou bem sobre suas costas, jogando-o longe logo em seguida.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Por um momento, foi como se tudo tivesse ficado em câmera lenta - era difícil manter a calma numa situação como aquela, mas o estado de Tidus-san tinha deixado bem claro que aquele era um inimigo muito mais poderoso do que qualquer outro que já tínhamos enfrentado antes. Se eu me desesperasse ali, seria o fim. Tinha que dar um jeito de manter Tidus-san seguro, e eu tinha em minhas mãos um poder perfeito pra essa situação - restava apenas usá-lo.

Tirando a expressão de medo do rosto, eu falaria baixo, de modo que apenas Ray-san e Elsa-san me escutassem. - Vou ajudar o Tidus-san, me junto a vocês daqui a pouco. Tomem cuidado, por favor. - e com isso, eu recuaria rapidamente até onde o Duque Azul tinha sido lançado - Vai doer só um pouquinho. - diria, erguendo o seu corpo machucado e colocando-o sobre meu ombro. Com a mão livre, eu abriria uma Air Door grande o suficiente para que ambos pudéssemos passar, e então, saltaria pra dentro, fechando-a imediatamente.

Lá, ao menos, podíamos contar com a segurança temporária da dimensão de bolso, mas isso não significava que eu podia relaxar. Se tudo desse certo, Ray-san e Elsa-san ainda estariam do lado de fora, contra um oponente muito mais forte que eles. "Melhor agir rápido." Chara recomendou. Respirando fundo, eu deitaria Tidus-san no chão e me levantaria, pronto pra sair e ajudar os outros dois na luta. Antes, porém, eu precisava resolver algumas coisas.

- Eu vou ser rápido, Ray-san e Elsa-san precisam de ajuda. Você viu se ele tem algum tipo de poder? Haki, Akuma no Mi, qualquer coisa? - perguntaria, pois qualquer informação que tivesse e pudesse repassar aos outros seria útil de alguma forma. - Certo. Eu sei que é pedir muito, mas se esse cara fez isso com você, eu não tenho confiança de que vamos acabar com ele desse jeito. Vamos precisar da sua ajuda. - olharia com pesar pra Tidus-san, sabendo que estava pedindo demais. Infelizmente, era a nossa única opção, e eu pretendia usá-la.

O meu coração estava acelerado, mas eu não sabia dizer se era medo ou nervosismo. Talvez um pouco dos dois. Suspiraria, mantendo a calma. - Nós vamos te conseguir alguns minutos. Quando eu te chamar, vou abrir uma passagem pra você ir pro outro lado, então tenta ficar pronto até lá. - e então, assentindo para Tidus-san, eu voltaria a minha atenção às outras três pessoas que tinham ficado na realidade normal. Àquela altura, era bem capaz de já terem começado a lutar, então eu precisava escolher bem o momento de saltar fora e aproveitar ele ao máximo pra pegar o pirata de surpresa.

Antes de tudo, eu apenas iria até o outro lado quando a luta já tivesse começado - as chances de acertar o tal Aard eram bem maiores se ele estivesse ocupado com Ray-san ou Elsa-san. No momento que fosse mais propício, eu abriria uma Air Door pequena, apenas para que pudesse passar para o outro lado, partindo de algum ponto cego do adversário. Nesse mesmo instante, avançaria com tudo em sua direção com os dois braços estendidos, no objetivo de tocar suas pernas, braços ou rosto, o que estivesse mais fácil na hora. Daí, se conseguisse, abriria portas giratórias em qualquer lugar que tivesse conseguido encostar, pra dificultar a movimentação ou os ataques do pirata.

Quer o plano desse certo ou não, a minha segunda prioridade era me afastar e ficar junto do restante do pessoal, saltando para longe de Aard. Ele era perigoso demais, e eu simplesmente não me arriscaria em ficar próximo dele por tempo demais. - Tudo bem com vocês? - perguntaria aos outros dois, meio nervoso. Fora isso, tentaria me esquivar de quaisquer ataques que ele tentasse lançar em mim, ou, a depender da posição, abrir pequenas portas no ar no meio da trajetória de seus ataques, pra que eles passassem direto e não me atingissem - a ideia era focar mais em me manter a salvo do que em acertar ele, então eu priorizaria a defensiva. - E agora, Ray-san? - perguntaria. Era hora do show.




Histórico:
 

OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

.
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts   1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 EmptyQua 14 Fev 2018, 20:42




Fall

Mesmo utilizando até a ultima gota do poder que me restava meus esforços eram inúteis, aquele sujeito sequer era humano? Sua força estava em um nível surreal, nunca em combate algum em toda minha vida a diferença de força foi tamanha, não existiam pontos fracos e em todos os quesitos ele se sobressaia. Para falar a verdade sequer conseguia me lembrar direito de tudo que havia acontecido, quando me dei conta já estava contra a parede de uma residência, com sangue escorrendo sobre o olho, o simples ato de respirar disparava uma dor dilacerante como se mil lâminas estivessem me cortando por dentro. - “Ahn… E pensar que... Terminaria assim...” - Minha vista estava turva e a respiração mais fraca, estava tão exausto que sequer conseguia expressar qualquer reação a dor, ela simplesmente me consumia aos poucos.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Demorou um pouco para perceber mas uma voz familiar me fez entender onde estava. - “Frisk?” - Podia ser fruto de alguma alucinação, mas se existia uma pequena chance de estar no lugar correto, então estava tudo bem, eles dariam um jeito naquele maniaco. Sentia meu corpo sendo erguido e retorci o rosto de dor, o menor dos movimentos já chegava a ser uma tortura a essa altura. - Tsc… - Não demoraria muito para que meu corpo fosse deixado no chão novamente, se esse fosse o caso tentaria identificar onde estava olhando discretamente para os lados, sem me movimentar. O jovem revolucionário em determinado momento me questionaria sobre o pirata, apenas então iria absorver um pouco melhor o que estava acontecendo. - Poder… - Soltei uma única palavra, fraca devido o esgotamente e o abalo emocional. - Ele… Ele não é… Humano. - As palavras iam saindo aos poucos em meio a profundas inspirações e expirações. -  Busoushoku… Kenbunshoku… Força… Velocidade… Reflexos… Tudo, ele é… Superior em tudo... Sem... Sequer se esforçar... - Fechei os olhos, as lembranças da batalha eram mais dolorosas do que os próprios ferimentos. - Me desculpem… Diga a eles que eu sinto muito. - Os ferimentos físicos não eram nada comparados aos que foram feitos no meu espírito, uma derrota de forma tão avassaladora havia me destruído de várias formas.

- Eu não sei… Não sei se serei capaz de ajudá-los. - Murmurei de forma quase inaudível, como se fosse um pensamento que escapou entre os lábios. Eventualmente ficaria completamente sozinho na dimensão paralela criada por Frisk, só então meus olhos iriam se abrir, vermelhos e deixando que algumas lágrimas escorrem pelo rosto. - “Aaa… Talvez eu realmente não leve jeito pra isso.” - Um sorriso rosto foi se abrindo lentamente. - “Ainda bem que você não está aqui para me ver dessa forma, Axell.” - Voltei a fechar os olhos. - “Você provavelmente me chutaria e diria para levantar, não é? Mas… Você não está mais aqui para me levantar.” - Meus punhos sequer tinham mais força para apanhar minha espada, na verdade eles não tinham vontade. - “Dom… Acho que nunca fomos o melhor exemplo de pai e filho, mas sabe… No fundo acho que sempre quis ser como você. Claro que temos opiniões diferentes sobre alguns assuntos, mas você sempre foi meu modelo, um exímio espadachim, homem em que todos se apoiavam e confiavam sem receio, de fé inabalável, o orgulho da família Belmont… Eu sempre… Acho que sempre esperei que você me reconhecesse, que reconhecesse o meu lado.” - Não sabia ao certo o motivo de estar pensando tudo aquilo, talvez fosse aquele momento onde nos arrependemos de nossos erros antes do fim. - “Agora está tudo bem, Ray... Eu sei que você vai terminar aquilo que eu não pude. Eu já estou cansado, cansado demais... Está tudo bem descansar agora, não é? Esta realmente tudo bem em terminar assim... ?”

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Raizen
Administrador
Administrador
Raizen

Créditos : 60
Warn : 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 18/04/2011
Localização : Grand Line – 6ª Rota – Alabasta

1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts   1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 EmptyQui 15 Fev 2018, 04:39




The emperor of flames
The Red King - Ray K. Walker



O treinamento de Soru estava finalmente no fim, como última tarefa, a dupla de revolucionários tinha que além de tentar acompanhar Nathan, o pegar. Seguindo os seus instintos, Ray rápidamente usava Soru sucessivamente tentando de alguma forma ir fechando o ceifador os poucos para que assim a sua companheira pudesse toca-lo. No decorrer da tarefa, o Rei Vermelho ativava o seu Haki para tentar prever os movimentos de seu adversário e assim diminuir as suas chances de fuga, porém não obteve sucesso em suas tentativas. No começo ele ficou um pouco confuso, pois ele previa os movimentos, mas quando tentava se antecipar, Nathan ia para o lado oposto, foi então que ele percebeu. - " Desgraçado. " - pensou quando se tocou no que estava acontecendo: Nathan também possuía o Haki da Observação, então um Haki anulava o outro, e como o Soru de Nathan era melhor, ele tinha a vantagem. O tempo foi passando e Ray notava que não estava sequer perto do seu objetivo e chegou a pensar até quando ele duraria, pois estava levemente ofegante e sentia que estava chegando no seu limite, foi então que de repente Nathan parou e Elsa conseguiu toca-lo. Ao ver a reação do ceifador, Raymond havia parado também e encarou o homem, que parecia estar levemente assustado. E poucos segundos depois sentia algo gelado tocar sua testa, fazendo seus olhos arregalarem levemente.

" O que? Neve?! " - pensou enquanto olhou para o céu, vendo que estava nevando levemente. - Mas como isso é possível? - disse em tom de voz baixo e com a expressão bem surpresa. Foi então que Nathan anunciou o término do treino e se retirou, convocando todos para a base. Ray se manteve em silêncio e com a expressão bem séria, ele foi até s seus pertences e os apanhou, levantando a parte de cima de sua veste, colocando suas luvas e botas e quando estivesse tudo ok, iria acompanhando Nathan. Em determinado momento se aproximaria de Elsa enquanto caminhava, por algum motivo que ele não sabia, estava se sentindo incomodado com alguma coisa, talvez fosse o seu Haki tentando avisar sobre alguma coisa, mas ele não saba o que era, apenas sentia o clima pesado e uma sensação estranha. - Não estou gostando disso, tem alguma coisa me incomodando... - disse em voz baixa ao lado de Elsa, sem olha-la, apenas caminhando com a expressão bem séria e fechada. Entrando na base, Ray percebe que Victoria e Frisk já estavam lá, e ela estava com a mesma cara de Nathan, algo realmente estava errado.

Quando os revolucionários diziam o que havia acontecido, e que Tidus estava no meio de uma batalha com um oponente monstruosamente forte, Ray rangeu os dentes com força e deu as costas para se retirar antes mesmo de Victoria terminar de falar, naquele momento a sua única prioridade era ir ajudar Tidus. Nathan e Victoria se retiraram rapidamente, e no momento em que Ray abriu a porta, viu que Tidus estava se aproximando. Por um momento ele ficou aliviado, pois viu que seu companheiro estava a salvo, mas logo em seguida um foguete caía em cima do Duque Azul, foi um impacto tão grande que Ray sentiu a terra tremer levemente. - TIDUS!!! - gritou o nome do seu amigo ao ver aquela cena, seus olhos estavam arregalados e algumas gotas de suor escorria de sua testa, ele sentiu naquele mesmo momento que o inimigo era extremamente perigoso. O homem que estava em cima de Tidus se levantou o segurando pela cabeça e o arremessando contra a parede. Naquele mesmo instante Ray correu até Tidus junto com Frisk, segurando sua cabeça e erguendo levemente enquanto olhava para o seu corpo todo machucado e sangrando. - Ele perdeu muito sague... Precisa de cuidados rápido... - disse com o tom de voz meio baixo e preocupado e logo em seguida abaixou a cabeça apertando os olhos com força enquanto rangia os dentes levemente. Ao ouvir o que Frisk dizia sobre levar ele para dentro da Air Door, Ray não disse uma palavra, apenas balançou a cabeça levemente, em seguida se levantou e olhou fixamente nos olhos daquele pirata.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


- Seu desgraçado! - disse com o tom de voz alto enquanto dava alguns passos para frente, Ray estava claramente furioso, rangendo os dentes com força, uma aura de chamas começava a emanar de seu corpo intensamente, mas mesmo estando bem próximo de seus companheiros, eles não se queimariam, pois mesmo furioso, Ray sabia quem era o seu inimigo. - Eu não quero saber quem é você ou o porque está aqui. Você vai morrer! Como se atreve?! - dizia com o tom ainda alto e irritado e a sua aura de chamas ficava mais forte. O Rei Vermelho estava realmente bastante irritado com aquela situação, mas mesmo diante dessa situação emocional, ele era um estrategista nato e o motivo dele ter feito aquela cena foi para fazer a atenção de Aard se voltar totalmente a ele, usando suas chamas para expandir sua presença e assim dar tempo de Frisk abrir a Air Door e entrar junto com Tidus. Uma vez que Frisk tivesse conseguido, Ray desviaria o olhar para Elsa rapidamente e logo voltaria a olhar olhar para o Lunático. - Ele é muito poderoso, pra ter feito isso com Tidus e sequer se machucar, tome cuidado com seus movimentos e não faça nada precipitado. Se eu bem conheço o Frisk, ele vai ficar dentro da Air Door até conseguir achar uma brecha para sair e atacar de surpresa. Nós vamos ter que trabalhar juntos e dar essa brecha a ele. Esse cara provavelmente deve ter os dois Hakis, pra ter feito esse estrago no Tidus, então vamos atacar ao mesmo tempo para não deixar ele sequer pensar ou concentrar o seu Haki para detectar o Frisk. - ele dizia com o tom de voz bem baixo aproveitando que o seu oponente estava longe, assim Elsa seria a única a ouvir aquilo, e em momento nenhum ele tiraria os olhos de Aard, assim como manteria o seu Haki ativo e pronto para agir.

Raymond era um líder nato e também um grande estrategista, conseguia pensar um bom plano em pouquíssimo tempo, e agora só faltava por em prática. Assim que terminasse de falar com Elsa, ele rapidamente usaria o Soru em direção a Aard, mas ele não iria para o confronto direto nesse primeiro momento, ele usaria o Soru para parar ao lado direito do seu oponente com 3 metros de distância, e no momento em que parasse no local, lançaria uma pequena bola de fogo com toda a sua força para chegar até o oponente o mais rápido possível, em seguida usaria o Soru novamente para as costas dele mantendo a mesma distância e arremessaria outra bola de fogo do mesmo tamanho, em seguida usaria o Soru mais uma vez para aparecer do lado oposto de sua bola de fogo, mas dessa vez não seria a 3 metros de distância, ele ficaria cara a cara com o Lunático com as duas mãos revestidas com chamas e usando seu cotovelo direito como jato, ele faria seu braço disparar em alta velocidade como um foguete em uma explosão de velocidade tentando atingir o rosto de seu oponente com toda a sua força antes mesmo da segunda bola de fogo chegar nele, assim o Lunático teria que dividir sua atenção entre a bola de fogo, Ray e Elsa separamente e assim pressiona-lo. Se o seu golpe acertasse, Ray não pararia por ali e aproveitaria para desferir diversos socos e chutes revestidos com fogo usando toda a sua força e velocidade. Durante a ofensiva, ele manteria o seu Haki da Observação ativo para tentar prever tanto os movimentos ofensivos, como os defensivos de Aard, e assim tentar se antecipar.  Se em algum momento Ray percebesse que o pirata iria contra-atacar, usaria o Soru rapidamente para o outro lado, sempre se preocupando em ficar do lado oposto de Elsa. Se ao invés de esquivar, Aard bloqueasse os socos, sempre que suas mãos tocassem o corpo dele, o Rei Vermelho faria seus punhos explodirem levemente para gerar um pequeno impacto de explosão para acertar o rosto do Lunático, e o tempo que prepararia outro soco, o punho que explodisse, se recomponharia rapidamente para poder realizar outro soco. Se em algum momento Aard partisse para a ofensiva ou um contra-ataque, Ray rapidamente faria seu corpo se espalhar em chamas em forma de explosão e se rematerializaria novamente alguns metros afastado e usaria o Soru pra cima do seu oponente, repetindo todos os movimentos. A sua intenção era atacar sem parar para assim Frisk conseguir achar uma brecha na defesa. Se em algum momento o Lunático o agarrasse para bater ou algo do gênero e Ray se visse sem saída, levaria as duas mãos até o rosto dele e usaria uma grande rajada de fogo, até conseguir se livrar das mãos do oponente.

Se em algum momento durante a luta, Frisk conseguisse pegar Aard de surpresa, Ray não daria tempo do homem reagir, ele rapidamente usaria o Soru e aproveitaria a brecha dada por Frisk para atingir o homem no rosto com diversos golpes revestidos por fogo usando toda a sua força. Se em algum momento ele pegasse Elsa para bater ou algo do gênero, afim de proteger a sua companheira, Ray lançaria uma grande rajada de fogo que cobrisse tanto Aard quanto Elsa, mas é claro que ele manteria a concentração para suas chamas não machucar sua companheira. Raymond manteria a mesma postura de luta citada anteriormente em um ciclo sem fim até que Frisk conseguisse achar a sua brecha para atacar, e sempre que notasse que Elsa ou Frisk precisassem de ajuda, ele iria pra cima sem medir esforços para ajudar, soltando rajadas e bolas de fogo sem machucar seus amigos, apenas Aard.






Histórico:
 

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | Mudanças Importantes | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Voltar ao Topo Ir em baixo
Volker
Frozen
Frozen
Volker

Créditos : 29
Warn : 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 10010
Feminino Data de inscrição : 23/03/2013
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui - Grand Line

1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts   1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 EmptySex 16 Fev 2018, 20:28

O último exercício proposto por Nathan sequer havia chegado a uma conclusão definitiva. Por mais que tentássemos, sequer havíamos chegado perto de alcançá-lo com os Sorus recém aprendidos, as tentativas se multiplicaram as dezenas até que enfim o tocava de forma inesperada, o revolucionário parecia ter sido acometido por um súbito sentimento de preocupação enquanto olhava para o céu, para talvez a única coisa realmente destoante naquela paisagem árida de Alabasta. – Neve?! – pensava com certa surpresa ao notar os cristais de gelo caírem lentamente, talvez num primeiro momento minha sensação não beirasse as de Nathan pois até aquela ocasião havia de minha parte mais fascinação do que propriamente medo, fora preciso retornar para meus pertences para avaliar melhor a situação e de fato, dar razão a estranheza dos fatos. – A menos que Nathan nunca tenha visto neve na vida... – o comentário saia inicialmente irônico, mas enquanto colocava as joias em minhas mãos e as sandálias nos pés, pude tecer um comentário com a devida seriedade. - ...mas caso não tenha notado, além da neve numa ilha de calor, a temperatura permaneceu a mesma até agora. Não é preciso ser um meteorologista para notar que isso é estranho.

Ao voltarmos para o interior da casa, éramos devidamente informados por Victoria da presença de piratas na ilha, comandados por um subordinado de um supernova que estava a desafiar um dos Yonkou no Novo Mundo. Uma situação ainda mais estranha se parasse para pensar friamente, coisa que naquele momento não cabia mais a nós a disponibilidade de tal tempo. Tidus aparentemente havia entrado em conflito com os piratas e o baque da notícia parecia causar certo alvoroço por parte não apenas de Frisk, mas especialmente de Raymond. – Deixem conosco. Levem toda a ajuda necessária com vocês. – respondia a Victoria de maneira apressada ao notar que o Rei Vermelho parecia disposto a ir atrás de seu companheiro, embora não fosse preciso dizer de forma aberta, era bom lembrar a Victoria de que havia também não apenas meus companheiros, mas também aqueles que chegaram junto da Red Legion.

Ao seguir junto da dupla até o lado de fora, pude chegar no momento em que Tidus era violentamente atingido por Aard, sendo jogado contra o chão. – Prepare sua habilidade Frisk. – comentava com o rapaz, ainda mantendo na memória o ambiente da Doa Doa, extremamente útil para situações complicadas. Não era preciso falar mais nada, além disso, o Belmont parecia não estar em seus melhores dias e bastou que o inimigo o levantasse pela cabeça para notar boa parte da gravidade de seus ferimentos apenas com um olhar mais apurado. – Costelas, supercílio, a quantidade de ferimentos é muito grande. – refletia conforme o corpo de Tidus passava por entre nós, atingido a parede alguns metros mais para trás. Suspirava de preocupação, meus olhos percorriam o horizonte, vislumbrando aquele inimigo imponente sob seu olhar sádico por batalha em contraste com a aparente fúria que parecia tomar Raymond.

Peça para ele não exagerar, ele comprou um kit médico pra mim. Mande-o usar, se ainda se lembrar de como fazer um curativo. – minhas palavras vinham sérias apesar do comentário aparentemente sarcástico, as brincadeiras poderiam esperar por hora. Inconscientemente, havia me colocado em máxima atenção contra aquele homem que havia surrado um de meus companheiros. – Você pode até estar com raiva, mas é um péssimo ator. Espero que compense isso no que quer que esteja pensando em fazer. – comentava em tom baixo de voz com Raymond, ouvindo o que ele tinha a dizer logo em seguida. – Eu conheci vocês praticamente ontem, se alguém tem mais chances de fazer algo precipitado aqui é você ou Frisk. – sorria levemente, mantendo o tom de voz de seriedade enquanto observava as chamas emanando do homem, era a primeira vez que via ele utilizando algo do tipo. – Um usuário. – afastava-me alguns passos para trás. – Me manterei distante, eu não sou do tipo que cai no braço com qualquer um. – levava uma das mãos até o cabelo, removendo a agulha que prendia o coque.

Ao notar o avanço de Raymond rapidamente me moveria na direção contrária, com um Soru iria para o lado esquerdo de Aard, mantendo uma relativa distância do mesmo, o suficiente para que conseguisse encaixar minhas senbons na primeira oportunidade. Dispararia um par de agulhas naquela direção mirando nos pontos do calcanhar e do joelho do pirata. – Vamos ver como ele comporta em batalha. – pensava conforme realizava meu ataque, coordenando a movimentação junto com o revolucionário. Utilizaria um novo Soru após o primeiro ataque, deslocando-me pela frente dele, evitando sempre estar muito próxima de meu companheiro, iria para o outro lado onde atacaria novamente com duas senbons nos mesmos pontos citados. Se tivesse condições de feri-lo naquelas regiões, poderia debilitar sua movimentação, impedindo-o que avance ou recua com a mesma eficiência espantosa da qual havia chegado. Um terceiro Soru viria logo na sequência para as costas do homem mirando dois novos pontos, na altura dos ombros. – Se eu acertar os pontos do Deltoide, eu posso reduzir sua força e dificultar seus ataques. – novamente analisava aquelas opções iniciais, enquanto Raymond igualmente avançava em ataques de médio e curto alcance.

Manteria-me em constante movimentação após os ataques, evitando ao máximo a aproximação de Aard caso ele avançasse contra mim, do contrário, caso ele ignorasse os ataques de Raymond e avançasse em minha direção, buscaria utilizar meu Soru para abrir distância e retornar para o ponto de origem do qual havia partido, era o ponto mais próximo de onde havia deixado Frisk e caso o rapaz ainda estivesse na Doa Doa, talvez estivesse próximo o suficiente para surpreender o pirata no meio de seu ataque. Usaria de todos os meus meios necessários para esquivar do homem, não apenas me atendo ao Soru, mas também as acrobacias para evitar golpes inesperados. Para tal manteria não apenas a atenção, mas meus olhos bem atentos aos movimentos na expectativa de aumentar minhas chances de esquiva. Se em dado momento do combate Frisk surpreendesse o homem, abriria nova distância atacando-o com minha habilidade. – Acus Hiems: Yin! – arremessaria a senbons visando o torso do homem, num dos pontos cruciais de ligação entre membros superiores e inferiores, onde a dor da agulha seria insignificante, mas seu estímulo no ponto cobraria as consequências em compensação.

Se Aard pressionasse tanto Raymond quanto Frisk, continuaria atacar de uma distância segura, tentando tirar o foco do homem deles para que pudessem assim ganhar tempo para se recomporem e voltarem a batalha.
Histórico:
 

Acus Hiems:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

~The winter has come
The blood and soul has aceepted their fate
The young viper, now mature, put their children in the hunt
They want to hunt by your lead
Their dreams, liberty and fate
Winter calls with your voice and only the phalanx can survive it!~


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
O Painel a esquerda no fórum irá te ajudar.



Última edição por Volker em Qui 01 Mar 2018, 14:32, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hoyu
Olhos de Deus
Olhos de Deus
Hoyu

Créditos : 76
Warn : 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2013
Idade : 20
Localização : Grand Line - Jingle Bell Island

1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts   1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 EmptyDom 18 Fev 2018, 21:41




Aard, O Lunático!


  • Todos


Na frente do grupo estava um oponente mais forte do que qualquer um que houvessem enfrentado; um oponente que massacrou Tidus como se não fosse nada; um oponente que faria o mesmo com eles se tivesse a chance. Raymond e Frisk iam até Tidus e se preparavam para que o celestial o levasse para a dimensão da doa doa, entretanto Aard parecia ter perdido completamente o interesse no Belmont, e agora se focava nós três novos revolucionários. - Seu amiguinho foi bem decepcionante. Espero que vocês me divirtam mais. - Tidus e Frisk haviam sumido, deixando para que Elsa e Raymond atrasassem o pirata, o que não seria tão fácil quanto eles achavam.

Em um avanço explosivo, os dois foram para cada um dos lados de Aard usando o soru: Ray pela direita e Elsa pela esquerda. De um lado, uma bola de fogo, do outro, agulhas; os dois ataques seguiram na direção do oponente enquanto ambos se reposicionavam. Novamente uma bola de fogo e agulhas foram disparadas, entretanto Aard não parecia nem um pouco interessado em se defender, deixando que os ataques o acertassem sem nenhum problema. O mais estranho era que, apesar de tudo, aquilo mal feria o homem. As bolas de fogo apenas faziam pequenos chamuscados e as agulhas mal penetravam na pele. A resistência daquele homem era assombrosa.

Os terceiros golpes vinham quase que simultaneamente aos que haviam sido efetuados antes, devido a velocidade conferida pelo soru, e ambos os revolucionários seguiram para atacar novamente, em uma tempestade de golpes que deveria encurralar o Lunático. E então, ele finalmente fez seu movimento. Se aproveitando das bolas de fogo vindo das outras direções, Raymond se aproximou perigosamente do pirata e tentou dar um soco a jato contra o rosto dele, mas instantes antes do seu golpe acertá-lo, Aard virou o rosto para ele, com um sorriso sádico de mais pura alegria, revestiu seu rosto todo com a armadura negra do haki e o soco que visava o rosto do pirata recebeu uma poderosa cabeçada dele. O impacto foi absurdamente poderoso, mas Aard era nitidamente mais forte. Raymond sentiu seus dedos se quebrando com o golpe do Lunático, que se virou e pegou as agulhas que Elsa lançava em pleno ar, como se estivessem paradas.

- Agulhas? É isso que você tá lançando? Parecem mais picadas de mosquito. - Aard se virou para um soco rápido contra o rosto de Raymond, mas esse conseguiu percebe-lo no último instante e desfazer seu corpo antes que o soco que carregava vento o atingisse. - Tsc, escorregadio. - Sem que pudesse nem ao menos piscar, o Lunático apareceu na frente de Elsa, quase como se tivesse se teletransportado. - GRAN TORINO - O pirata deu um soco avassalador contra o rosto de Elsa, jogando uma onda de impacto que percorria mais de 50 metros e balançou o chão, levantando uma nuvem de poeira. O rosto da Rainha dos espinhos foi destroçado, e sua cabeça explodiu em mil pedaços. Mas aquilo não era carne: era gelo. Dos ombros para cima, a cabeça da revolucionária havia explodido em cacos de gelo, salvando ela de uma morte certa.

- Logias? Serio? - Com a cabeça ainda se reformando, a mão direita de Aard foi revestida com haki e segurou ela pelo tronco. - Achei que poderia brincar mais, mas se tiver que usar o haki, vocês vão quebrar rápido. Uma pena. - O aperto do pirata era inimaginavelmente rígido para que ela não fugisse; mas Raymond estava lá e jogou uma rajada continua de fogo contra ele para que soltasse sua companheira. Aard colocou sua mão esquerda contra o fogo, bloqueando as labaredas como se não fosse nada. Com um sorriso, ele se virou e colocou a Volkerball na frente do golpe, e por mais que o Rei Vermelho estivesse se concentrando para as chamas não ferirem Elsa, ele não sabia sobre sua akuma no mi e a vulnerabilidade ao fogo, de modo que o que se sucedeu foram severas queimaduras nas costas da revolucionária, antes que fosse jogada contra Raymond.

A situação estava extremamente desfavorável, e de dentro da doa doa, tanto Tidus quanto Frisk conseguiam a assistir a tudo atônitos, vendo os dois serem subjugados com facilidade. Com Raymond e Elsa caídos um em cima do outro, depois que a Rainha dos Espinhos fora lançada contra ele, Aard começou a andar até eles sorrindo. Ele se divertia com aquilo tudo, e aquilo era nítido pelo seu olhar penetrante. O pior de tudo era que, mesmo com os rokushikis e hakis que haviam acabado de aprender, o pirata ainda era nitidamente superior tanto em força quanto em velocidade. O lunático colocou as mãos para cima, juntas, como se fosse uma bola de demolição prestes a cair sobre os dois, quando uma figura repentinamente apareceu atrás do homem. Um pequeno garoto surgiu de uma passagem criada em pleno ar, e, deslizando pela areia, abriu uma porta giratória na perna esquerda de Aard, o que o desequilibrou o suficiente para impedir o golpe.

O pirata poderia ser extremamente resistente, mas resistência não adiantava contra isso: mesmo que ataques normais não fizessem quase nada contra ele, o poder da akuma no mi fizera seu trabalho, dificultando sua base. Depois de efetuado o ataque surpresa, Frisk foi tratando de se afastar, mas Aard pareceu finalmente perceber o que tinha acontecido e, com sua perna direita, a que não havia sido afetada pela porta giratória, pisou com força contra o corpo do celestial, mais especifico contra o tronco, fazendo-o cuspir sangue e que duas costelas se quebrassem. Em seguida, o Lunático chutou ele para junto dos outros. - Três contra um? Isso parece mais divertido.

Os revolucionários estavam bastante feridos, mas o ataque surpresa do Anjo Caído parecia ter realmente surtido efeito, e a porta giratoria na perna direita do homem dificultava sua movimentação. Aquilo talvez fosse a chave para que conseguissem enfrentar ele.



Legenda:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Grupo:
 


2017:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts   1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 EmptySeg 19 Fev 2018, 20:06


Awakening

~ Just a Hallucination? ~

Estava escuro, frio e o único som que chegava aos meus ouvidos era o de passos afundando na areia, o som indicava que seja lá quem fosse estava se aproximando, porém a escuridão total me impedia de ver sequer seu semblante. - Fiu… Aquele cara esquisitão realmente acabou com você. - Era uma voz familiar, mas não conseguia identificá-la. - Belmont… Que piada, você não merece ser chamado assim, seu pai teve sorte em você ter saído de casa, deste modo ele não precisou ver o tamanho do fracasso que você se tornou. - Não importava de quem era aquelas palavras muito menos o que estava dizendo. - Me deixe em paz, já estou cansado de toda essa ladainha, eu escolhi ser a ovelha negra a muito tempo, está perdendo seu tempo. - Respondi à voz misteriosa, ainda sem conseguir ver nada.

O silêncio que pairava a escuridão foi quebrado com uma gargalhada, uma tão extravagante que parecia estar ecoando de todos os lados. - HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA. Você… Você realmente não entendeu nada. - Em meio a um profundo suspeito a voz daquela pessoa entrou em cena novamente, como se tivesse ficado sem ar de tanto rir. - Não estou me referindo a isso. Acredita com todas as suas forças que seu pai ou outro Belmont da linhagem principal sentiria desprezo apenas por ter se tornado um revolucionário? Você realmente sabe tão pouco… - O timbre da voz tomou uma forma diferente, estava mais séria e ao mesmo tempo passava uma sensação de pesar. - Mas isso é assunto para outra hora, agora voltemos ao que interessa. - O tom mudava novamente, agora estava um pouco mais animado. - Você não está envergonhando o nome da família por ser um revolucionário, você está envergonhando toda a história da sua família por duvidar de si mesmo, mais do que isso, duvidar daquilo que te move. - Aquelas palavras me fizeram arregalar os olhos por um instante. - Duvido daquilo que me move? - Murmurei, ainda um pouco desnorteado. - Você provavelmente só conheceu a glória dos marinheiros Belmont, mas a maior característica dos Belmonts é o seu senso de dever. A marinha faz um bom trabalho em proteger as pessoas dos piratas, mas você viu, não viu? A marinha não é o suficiente, existem trevas ainda mais profundas a qual a luz da marinha não pode alcançar... E é nesse momento que pessoas como você entram. Talvez não goste da forma que seu pai age, mas diga, acredita que o mundo seria melhor sem a marinha?

O último questionamento me fez parar e pensar no assunto por um instante, o que a marinha fazia era errado? Realmente havia motivo para odiar aquilo que meu pai fazia e sua forma de agir? Justiça… No fim todos nós não estávamos lutando pela mesma coisa? Então por quê? Qual era o sentido em odiar o outro lado?  - Todos temos de nos sujeitar a algo, você teve de virar as costas para alguma coisa quando aderiu ao exército assim como ele virou as costas para outras ao adentrar a marinha. Você pode se perguntar quem está certo nessa história, talvez ambos, assim como talvez ninguém. Então eventualmente surgem pessoas como você, Belmonts que não satisfeitos apenas em combater aquilo que está a vista iniciam suas próprias cruzadas, longe da fama e glória, alguns que morrem na lama e tem seus nomes apagados da história, também existem aqueles que se sujeitam a viver nas sombras e fazer o trabalho sujo para um bem maior. - Aquela era a primeira vez que tinha ouvido tais palavras e olhada por esse lado, isso quer dizer que… Que talvez e só talvez eu não estivesse tão fora da curva? - Não há motivo para sentir vergonha em ser um Belmont e não estar trilhando o caminho da marinha, portanto que esteja fazendo aquilo que acredita do fundo do seu coração ser o certo, tudo ficará bem. As pessoas nunca vão saber o sacrifício que você precisou fazer, do que precisou abrir mão, mas você saberá e ele também saberá reconhecer isso. - Minha vista começou a ficar embaçada e meus olhos quentes. - Mas em algum momento você duvidou disso, se entregou e agora está estirado no chão como um fracassado. - O calor em meus olhos começou a escorrer lentamente pelo rosto. - E o que você quer de mim? Eu fracassei, você viu o que aconteceu, aquele sujeito passou por cima de mim como se não fosse nada, todo esforço que tive até hoje não serviu de nada! Todo esforço e trabalho duro… Foi tudo em vão! - Pela primeira vez meu corpo se moveu, meu punho direito se fechou inconscientemente e chocou-se contra o chão.

- E só por isso desistiu? Então não passa de uma criança que começou a conhecer o mundo agora. - Após ouvir essas palavras o silencio voltou a prevalecer, até que um estrondo fez com que o céu se iluminar, a imensidão do céu… Todas aquelas estrelas… - Olhe para o céu, essas estrelas são como as pessoas nesse mundo, todas possuem uma história. Acha que se esforça e por isso não pode ser derrotado? Não seja tão arrogante, viu o corpo daquele pirata não viu? Todas aquelas cicatrizes… Agora tente imaginar por tudo o que ele passou, por todo esforço que ele já teve, todas as batalhas que vivenciou e sobreviveu. O tritão de Conomi Island, o xerife de Cactus Island, a mulher neon, o selvagem, todos eles tinham suas próprias histórias e todos eles não passavam de pequenos pontos nesse céu assim como você. Mas sabe, existem muitos, muitos e muitos outros pontos nesse céu, alguns tão grandes e brilhantes que você sequer acreditaria que são reais de tão ofuscantes. - Nesse momento alguns pontos no céu começaram a brilhar ainda mais forte, tão forte que não era capaz de olhar diretamente em suas direções. - Esse pirata que você enfrentou, ele não é nada, nada perto de brilhos como esses, do real significado de força. Sempre em algum canto vai haver alguém melhor, alguém que se esforça centenas de vezes mais, ou quem sabe um gênio nato que nunca sequer treinou de verdade na vida mas que te esmagaria apenas com sua presença. - A verdadeira força… Talvez ele estivesse certo, todo esse tempo eu pensei que me esforçava o suficiente, minha arrogância me cegava para o óbvio: eu não era invencível, sempre haveria alguém maior e melhor.  

O céu uma vez mais escureceu, todas as estrelas apagaram com a exceção de uma. - Tidus Belmont, agora eu lhe pergunto, você vai simplesmente aceitar a derrota enquanto outros lutam a sua batalha? Vai simplesmente ficar jogado ai esperando a morte enquanto seus amigos lutam contra aquele pirata que fez isso com você? Vai jogar a toalha como um covarde?! - O tom de voz era imponente, quase intimidador. - Mas… - Antes que pudesse concluir ele me cortou. - Mas nada! Não pense, faça! Se você vai desistir no primeiro tombo que teve, então a morte lhe cai bem! Vamos! Levante-se agora mesmo e vá terminar o que começou! Se ele deu o primeiro soco você dará o ultimo! Levante-se e diga a ele quem você é!


~ The End ~


Ainda não sabia exatamente o que tinha acabado de acontecer, um sonho? Um delirio? Talvez algum tipo de visão deturpada que as pessoas tinham antes de morrer? Na verdade não importava, porque agora eu tinha algo mais importante a fazer. Mesmo com  dificuldade e sentindo fortes dores fui tentando me reerguer. - Tsc… Eu… - Inclinei o tronco para frente, jogando o peso mais para o lado direito. - Sou Tidus… - Coloquei minha mão direita contra o solo para tomar de apoio e fui me levantando lentamente. - … Belmont e eu vou… - Desabotoei meu casaco vermelho e removi a manga direita. - Por um fim nisso! - No momento do grito aproveitei a manga presa no braço esquerdo de apoio e puxei o ombro para tentar coloca-lo no lugar com o auxilio da minha formação médica. -  Aaarg! - Deixava um urro escapar, uma mistura entre frustração e dor. - Hunf… Quase lá... - Deixaria o casaco vermelho cair no chão, desta forma o que representava um passado repleto de dúvidas ficaria para trás.

Após ficar de pé e colocar o ombro no lugar iria em direção ao kit de primeiros socorros que estava no tapete, me sentaria próximo aos utensílios e começaria a limpar o rosto com um pano umedecido, para isso abriria uma das garrafas d’água e aplicaria um pouco em um tecido. O próximo passo seria estancar o sangramento do supercílio e enfaixar a testa com gaze e algodão. Por fim procuraria medicamentos anti-inflamatórios, analgésicos e uma seringa, se quisesse continuar no combate precisaria injetar alguma medicação com esteroide, de preferência corticosteroide que aliviaria um pouco da dor das costelas quebradas, todavia faria o possível com o que tivesse disponível no momento.

Finalizado os tratamentos voltaria a ficar de pé, dentro da dimensão paralela era capaz de ver tudo o que estava acontecendo do outro lado, Ray, Elsa Frisk… Tudo estava se repetindo, o pirata lunático possuía um nível totalmente diferente, seus movimentos eram tão sutis que sequer parecia estar se esforçando para fazer tudo aquilo, como se fosse literalmente uma brincadeira para ele. - “Aguentem só mais um pouco... !” - Mordisquei o lábio inferior esquerdo, deixando um filete de sangue escorrer, mas eu precisava manter o foco se quisesse ter uma chance. Respirei fundo e apanhei algumas das minhas espadas, começaria a cravá-las no chão uma ao lado da outra em uma área pequena. Com tudo em seu devido lugar voltaria a sentar no chão, desta vez no meio das fileira de armas, com as pernas cruzadas e dedos das mãos entrelaçadas na frente do meu abdômen. - “Preciso reunir toda energia possível para aquele movimento.” - Iniciaria uma meditação, tentando me desapegar da dor mundana e reunir o máximo de energia possível para o ataque final.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Volker
Frozen
Frozen
Volker

Créditos : 29
Warn : 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 10010
Feminino Data de inscrição : 23/03/2013
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui - Grand Line

1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts   1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 EmptyTer 20 Fev 2018, 17:30

Nada até aquele momento havia nos preparado para um oponente como aquele, ainda que o estado de Tidus fosse um sinal da força de Aard, a vantagem numérica ao menos nos trazia uma leve confiança de que talvez fosse possível lidar com o pirata. Mas bastaram alguns segundos para termos a certeza de que talvez fosse preciso mais do que dois para começar a tornar aquele massacre em uma real luta. Mensurar sua força não era problema, era plenamente compreensível que sua superioridade física fosse superior a minha, no entanto não era apenas sua força algo a se temer, mas sua resistência e velocidade o que tornava não apenas nossos esforços inúteis, como qualquer chance de esquiva. – Ele é do tipo que pode mais facilmente comer minhas agulhas do que se furar com elas. – pensava ao notar a ineficiência de meus ataques. – E mesmo o poder de Raymond não parece sequer fazer cócegas nele. Os problemas apenas aumentam! – suspirava a distância, com um leve sentimento de preocupação.

Mas fora num estalar de dedos que tal sentimento perdeu sua leveza e mesclou-se a um repentino espanto. Ele estava a metros de distância e num piscar de olhos já estava em minha frente, o deslocamento fora tão veloz que sequer poderia imaginar ser um Soru, o que evidenciava o quão a frente ele estava de mim e dos demais, individualmente. Entre surpresas, havia também algo do qual eu não tinha o menor conhecimento, mas que havia sido crucial para manter-me viva, a certeza definitiva de que a fruta que havia comido também era uma logia. – Não é a melhor forma de descobrir isso, mas não posso negar que é útil. – pensava ao sentir meu corpo estremecer com o golpe recebido, a pressão do impacto havia facilmente me desfigurada, uma forma suficientemente educada para não dizer que ele havia explodido meus miolos, mas ao invés de sangue e ossos, o resultado eram cristais de gelo. – E eu querendo manter isso em segredo. Pro inferno! Minhas opções continuam a diminuir. – mantinha-me consciente enquanto gradativamente regenerava meu rosto como se esculpisse gelo bruto, mas a curta distância, eu era um alvo fácil demais de se lidar.

Raymond até que tentava ajudar-me, mas suas chamas acabavam sendo usadas por Aard para me queimar, uma experiência não tão boa para se descrever com exatidão, mas suficiente para fazer-me não esboçar uma reação imediata até ser jogada contra Ray. Tudo se encaminhava para uma nova surra até Frisk surgir da Doa Doa. – Parece que Frisk nos mostrou um jeito de enfrentá-lo. – comentava de forma pesada, buscando ar para respirar. Ainda que a ajuda do celestial tenha evitado um golpe definitivo, o mesmo também era golpeado sem problemas e arremessado para perto de nós. – A primeira abordagem não deu certo. Vamos precisar rever nossos planos. – comentava com certa dificuldade com Raymond, erguendo o corpo com dificuldade, tanto pela queimadura nas costas, quanto pela respiração ofegante. – Acus Hiems: Yang. – retirava duas senbons por entre os dedos e as pressionavam nos pontos  ‘Fei’ de meu corpo, na altura dos pulmões, estimulando o corpo, aliviando a tensão e recobrando a respiração regular. – Atenção, eu tenho um plano! – dizia de maneira firme, virando-me na direção de Aard para não perdê-lo de vista enquanto conversava num tom de voz onde apenas Ray e Frisk poderiam me ouvir.

Agulhas não vão ajudar enquanto ele se mantiver assim, não podemos passar pela resistência dele, então vamos mudar a abordagem. – começava a falar de maneira rápida, sucinta e seca enquanto lentamente fazia uma camada de gelo cobrir o ferimento das costas, buscando um alívio momentâneo. – Frisk, é melhor que você continue fazendo aquelas portas nele, isso dificulta tanto o ataque quanto a esquiva dele, mas ele não pretende desviar de nada a julgar pelo pouco que vimos. – Aard era sádico, muito mais forte, mas também demonstrava grande confiança, era o momento de explorar isso. – Agora, Raymond. Seu fogo não surtiu nenhum efeito contra ele, a explosão que você produz quando o libera já se encontra fraca demais quando entra em contato com alguém como ele. Por isso vamos fazer uma explosão a queima roupa. – suspirava. – Durante a ida ao Cassino eu comi uma fruta que Darwishi guardava, em resumo, eu viro e controlo gelo. Mas se uma estaca de gelo não vai machucá-lo, então vamos usar as propriedades dos nossos elementos para reduzir sua resistência. Ataque junto de Frisk e tentem mantê-lo longe de mim, eu vou reduzir a temperatura do local ao máximo antes de tentar congelar toda essa área com ele junto. Quando eu conseguir isso, vou precisar estar dentro da Doa Doa junto de Frisk para que você literalmente exploda. – olharia o homem nos olhos. – É para explodir de raiva, se tivermos sorte a área que foi congelada será subitamente aquecida gerando um choque de temperatura tão grande que explodirá a área com Aard junto e se o fizermos. Teremos uma brecha para ir com tudo!

Aguardaria a resposta dos demais para lentamente mover-me para trás deles. – Eu ainda demoro um tempo para criar muito gelo, por isso vou usar a neve como um catalisador, quanto mais ela se acumular no local, mais forte e mais rápido será o gelo criado. – era preciso trabalhar com o que tinha em mãos, e diante as falhas tentativas, não havia razão para manter aquela habilidade oculta. – Não se preocupem com as minhas feridas, vou ficar melhor se fizermos uma pior nele. – comentaria antes de usar o Soru para a lateral de Aard. Diferentemente de antes, agora caminharia pareada a um dos dois de forma que meus companheiros estivessem no caminho do pirata caso ele avançasse em minha direção. Atiraria senbons, apenas para dar a impressão de que repetiríamos a mesma estratégia de antes, porém sempre que usasse o Soru para me deslocar usaria meus pés para transmitir não apenas frio, mas gerar uma camada de gelo no chão coberto de neve, primeiro nas laterais, depois por trás e na frente do homem, não importava se o gelo fosse quebrado, o que importava era tê-lo no local por tempo o suficiente para resfriar aquela área.

Se Aard de alguma forma avançasse até mim, prontamente usaria o Soru para uma rápida evasiva na direção de Ray ou Frisk para que assim pudesse voltar a congelar o chão. Se conseguisse as condições necessárias mover-me-ia para perto do rapaz. – Prepare a porta. – diria, erguendo meu corpo e fechando os olhos para concentrar-me. – Lembre-se de antes. – pensava, recordando-me da experiência no deserto, contra o lagarto. – O gelo é uma extensão de mim, só preciso liberá-lo... – colocaria não apenas toda minha concentração naquilo, mas era preciso estar ali por inteiro, para cumprir as promessas que fiz, para alcançar os sonhos que sonhei, para encontrar o amigo que perdi, para proteger aqueles que estão comigo. – Frisk. – diria com voz serena. – Pule. – Ergueria o pé direito pisando-o com força contra o chão. – Frozen!

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Liberaria toda a determinação em forma de gelo, buscando não apenas formar uma grande área em gelo, mas confinar Aard por debaixo de uma camada sólida e extremamente gelada, mesmo que por alguns segundos. Se conseguisse, rapidamente faria sinal para que Frisk abrisse a porta e então, antes de entrar gritaria para que Raymond fizesse sua parte. – Queime-o! – assim, aguardaria do lado de dentro da dimensão de Frisk, onde jogaria uma agulha para perto de Tidus. – Quando formos atacar a devolva pra mim! – diria. Porém, caso não encontre condições de executar a habilidade, manter-me-ia afastada, exercendo a mesma função anterior de congelar e me movimentar pelo local, mas caso consiga congelar o local Aard junto e não entra na doa doa, usaria o Soru para me afastar o mais rápido possível do local até que Raymond tenha usado sua habilidade.



Histórico:
 

Yang:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

~The winter has come
The blood and soul has aceepted their fate
The young viper, now mature, put their children in the hunt
They want to hunt by your lead
Their dreams, liberty and fate
Winter calls with your voice and only the phalanx can survive it!~


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
O Painel a esquerda no fórum irá te ajudar.



Última edição por Volker em Qui 01 Mar 2018, 14:33, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ravenborn
Illuminati
Illuminati
Ravenborn

Créditos : 29
Warn : 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 08/11/2014
Idade : 20

1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts   1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 EmptyQua 21 Fev 2018, 23:41






Frozen Fists and Burning Hearts

Por mais que eu tivesse levado em conta o fato do oponente ser muito forte ao ver o que ele tinha feito com Tidus-san, além da aura ameaçadora que ele emitia só de estar ali, nos poucos momentos em que tentei trocar golpes com ele eu percebi o quão ingênuo tinha sido. Enquanto eu colocava o Duque Azul na segurança da Air Door, eu pude assistir alguns momentos da luta de Aard com Elsa-san e Ray-san, e o resultado não tinha sido nem um pouco animador - era como se o homem nem precisasse se esforçar pra lidar com os dois.

Quando me juntei a eles, consegui salvá-los de um golpe perigoso ao abrir uma porta giratória numa das pernas do pirata, mas mesmo isso pareceu não fazer tanta diferença; sem a menor dificuldade, ele usou a outra perna pra me golpear rapidamente, me lançando para junto do pessoal em seguida. A dor era excruciante, e eu não tinha a menor dúvida de que tinha quebrado alguns ossos com aquele ataque. - Argh... - eu cuspi o sangue na areia - que àquela altura, já se misturava à neve - e olhei outra vez para o nosso inimigo. Ele tinha surgido do nada, e agora estava cuidando de nós três sem a menor preocupação.

Que tipo de monstro era aquele!? As palavras de Tidus-san agora começavam a fazer cada vez mais sentido. Aard era realmente superior em tudo, e eu não conseguia nos ver derrotando-o de qualquer jeito. Sem um plano...aquele podia muito bem ser o nosso fim. Minha respiração já estava ficando ofegante, pontadas de dor se fazendo presente toda vez que eu inspirava ou respirava, quando Elsa-san propôs um plano: era algo arriscado, mas nós não tínhamos lá muito espaço pra ficar pensando em algo melhor. "Tsc...vamos fazer isso juntos, então. Ele não é do tipo que você pode enfrentar sozinho." E então, seguindo o conselho de Chara, eu ativaria também a minha técnica.

- Kibougamine...Raijuu! - me concentraria, como já tinha feito antes, pra que as nossas mentes se unissem naquela luta. Juntos, podíamos usar todo o nosso potencial de uma vez só, e era isso que nós usaríamos contra Aard. "Pronto?" Eu perguntei, e pude sentir sua confiança, com uma pitada de nervosismo. "Quando quiser." E com isso, deixaria a energia da técnica correr livre pelo nosso corpo, uma aura elétrica esverdeada rodeando-o por completo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Mesmo trabalhando junto com Chara, por meio de nossa técnica, eu ainda estava temeroso - aquele era o inimigo mais perigoso que tínhamos enfrentado até hoje, e um vacilo sequer podia significar a morte. A nossa única vantagem? A arrogância dele, que o fazia brincar conosco ao invés de acabar com o trabalho de uma vez - precisávamos dar um jeito nele antes que percebesse o próprio erro. Elsa-san precisava de um pouco de tempo, e eu daria isso a ela. - Na hora de atacar, assim que tiver a chance, eu vou usar um golpe que vai forçar ele a se defender. Isso deve dar um tempinho pra vocês. - minha técnica mais poderosa me enfraquecia bastante depois de usada, mas se desse aos dois a chance de que precisavam pra executar o plano, serviria.

E então, quando chegasse o momento, eu avançaria conforme o planejado, fosse indo junto a Elsa-san ou deixando Ray-san fazê-lo e atacando pelo outro lado. Com minha técnica em ação, tinha confiança de que podia fazer aquilo funcionar, mas eu tinha outra coisa que me dava uma pequena vantagem: minha aparência. Aard já era arrogante, e o fato de estar lutando contra uma criança aparentemente inofensiva só o induziria a brincar mais ao lutar comigo. Além disso, ele ainda não tinha me visto usar nenhum ataque, apenas o poder da Doa Doa, então ainda não conhecia a minha força.

"Ele vai ver como as aparências enganam." O foco principal, tanto meu quanto o de Ray-san, era simplesmente ganhar tempo para Elsa-san atraindo a atenção do pirata. Por isso, eu partiria pra cima dele, ainda mais rápido que o normal, tentando me aproximar o suficiente para tocá-lo nas pernas, nos braços ou no rosto, visando abrir outra das minhas portas giratórias para deixá-lo em ainda mais desvantagem. Porém, enquanto uma das mãos buscaria o corpo do oponente, a outra estaria pronta para o caso de algum ataque vir em minha direção - o que eu não duvidava muito, por mais que ele estivesse com uma das pernas inutilizadas temporariamente - com o objetivo de abrir uma pequena Air Door, que faria com que o ataque dele passasse direto para a outra dimensão.

Independentemente do que desse certo, porém, eu faria algo diferente logo após minha primeira investida. Saltando um pouco, lançaria um de meus recém-aprendidos Rankyakus na direção da areia ou neve que estivesse sob os pés de Aard, de modo que ela se erguesse com o impacto para atrapalhar a sua visão, como uma leve cortina de fumaça. E então, nesse exato momento, começaria a preparar a minha técnica suprema - eu não pensava em derrotá-lo, mas com um golpe daquele calibre, o pirata não poderia simplesmente me ignorar e seria forçado a se defender, dando mais tempo a Elsa-san para se preparar.

- FUUJIN! - eu gritaria, cobrindo o braço direito no Haki do Armamento para torná-lo ainda mais forte e, então, lançando-o contra Aard com toda a minha força. Sinceramente, eu esperava que ele perdesse alguns momentos ao tentar manter-se firme com o peso enorme da massa de ar tentando empurrá-lo, principalmente com uma das pernas transformada em porta, mas não podia ser tão otimista - por isso, contaria com Ray-san para continuar me ajudando a distraí-lo pelo tempo que fosse necessário. Durante toda a luta, eu tentaria me esquivar dos ataques que pudesse, por mais que soubesse que seria quase inútil, e no pior dos casos, revestiria a parte do corpo que fosse tomar um ataque para tentar amenizar os danos, tentando combater o Haki dele com o meu.

Por fim, a última parte do plano seria abrir uma porta para a outra dimensão no momento em que Elsa-san finalizasse com os preparativos. Se eu tivesse usado minha técnica a essa altura, meu braço direito estaria inutilizado, mas me mover provavelmente não seria um problema. Quando o momento chegasse, eu saltaria conforme as instruções, e em seguida, abriria a porta, fechando-a imediatamente quando eu e Elsa-san já estivéssemos do lado de dentro.

Depois, era esperar, e torcer para que Ray-san fizesse aquilo funcionar.



Histórico:
 

Kibougamine:
 

Kibougamine:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Raizen
Administrador
Administrador
Raizen

Créditos : 60
Warn : 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 18/04/2011
Localização : Grand Line – 6ª Rota – Alabasta

1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts   1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 EmptyQui 22 Fev 2018, 03:30




The emperor of flames
The Red King - Ray K. Walker



Depois de ter finalizado o treinamento de Soru, as coisas pareciam que finalmente iriam se acalmar, porém estava muito longe disso. Um pirata conhecido até então como Aard, o Lunático havia causado um furdúncio no mercado de Alabasta e Tidus estava em um confronto com o mesmo, antes que tivesse a chance de sair para ajudar o seu amigo, Raymond se deparou com a cena chocante do Duque Azul sendo esmagado pelo pirata e em seguida chutado para longe, ficando em uma situação desesperadora. Após ver o estado de Tidus, Ray se voltou contra Aard, o encarando nos olhos enquanto liberava toda a sua fúria. Após combinar um movimento com Elsa e Frisk, o Rei Vermelho iniciou os seus movimentos utilizando Soru e bolas de fogo, apesar de estar ciente que Tidus havia sido derrotado pelo pirata, Ray estava confiante, pois agora que possuía Haki e Rokushiki, o seu poder havia aumentado consideravelmente, e também porque não estava sozinho, porém nada havia saído como ele planejou, e no momento em que apareceu na frente de Aard, se preparou e socou o rosto do pirata usando toda a sua força, e naquele momento o menos provável para ele aconteceu.

- Aarrghhh!!! - um urro de dor saiu de Ray quando Aard, com a cabeça revestida com haki, deu uma cabeçada no seu soco.

Naquele momento o Rei Vermelho sentiu todos os seus dedos da mão direita se quebrar e ele sentia uma dor quase que insuportável, segurando seu pulso direito com a mão esquerda e apertando com força. - " Ele é muito forte! Eu não acredito que existe alguém assim nesse mundo! " - pensou enquanto rangia os dentes sentindo bastante dor. Após a investiva em Ray, Aard foi pra cima de Elsa, e com um único golpe ele explodiu a cabeça dela em vários pedaços. Ray ficou em choque por alguns segundos, ele simplesmente não conseguiu acreditar no que via, e além disso, no que o impacto do golpe havia feito 50 metros depois, porém ele logo voltou a si quando viu que a cabeça despedaçada de Elsa estava se regenerando, e foi então que ele percebeu que se tratava de uma logia. - " Hie Hie no Mi?! " - pensou enquanto observava Elsa de longe. Ele sabia exatamente qual era a akuma no mi, pois passava muito tempo lendo o seu Bingo Book, e graças a isso ele sabia reconhecer uma fruta rapidamente. Depois de todos os movimentos de Aard, Raymond se encontrava em baixo de Elsa, que estava com as costas queimadas por ter sido feita de escudo de corpo por Aard, e Frisk estava logo ao lado em um estado tão ruim quanto, mas pelo menos o Anjo Caído havia conseguido abrir uma porta giratória na perna do Lunático. Ray estava sentindo bastante dor, mas os seus companheiros pareciam estar em estado bem pior. Mesmo estando mal, Elsa havia pensado em algum tipo de estratégia e compartilhou com os demais, e após ouvir o que era proposto pela Rainha dos Espinhos, Ray ficou alguns segundos em silêncio, meio pensativo, mas logo respondeu.

- Sinceramente, toda ideia pra mim nesse momento é válida... - disse com o tom de voz fraco, pois a dor em sua mão direita estava o incomodando muito.

Agora que eles tinham mais um plano, quando Elsa saía de cima, Ray se levantou com certa dificuldade usando sua mão esquerda como apoio, ele arfava levemente enquanto encarava Aard sem sequer piscar, para não perdê-lo de vista por um minuto sequer. - " Ela comeu a akuma no mi recentemente e não consegue fazer as coisas como quer, então vai precisar de algum tempo para preparar o terreno, a nossa sorte é que está nevando e isso pode nos ajudar. Eu preciso evitar usar os meus poderes enquanto ela prepara a armadilha, então não me restam muitas opções... " - naquele momento Ray respirou fundo e se concentrou por alguns segundos, em seguida relaxou todos os músculos do corpo e depois os forçou rapidamente usando toda a sua força, fazendo com que todos os músculos do seu corpo ficassem bem duros mas logo voltavam ao estado normal. Uma leve aura vermelha começava a emanar de seu corpo e seu olhar estava mais sério e determinado, naquele momento ele acabou de ativar o Red Ignition.




Essa técnica lhe permite manifestar o máximo de sua força, conseguindo se mover com mais facilidade do que o normal. - " Vamos elevar um pouco o nível dessa luta então. " - e assim que Elsa iniciasse o seu movimento, o Rei Vermelho rapidamente utilizaria o Soru em direção a Aard, e sua intenção era clara, ir pra cima dele para dar chance de Elsa executar o planejado. Quando chegasse próximo do seu alvo, Ray prepararia um soco com sua mão esquerda e tentaria soca-lo no rosto usando toda a sua força, olhando diretamente nos olhos dele para deixar claro o que pretendia fazer, porém o Rei Vermelho não era burro, ele sabia que se Aard revestisse qualquer membro do corpo com Haki, ele o venceria em uma disputa de força, então quando sua mão  estivesse próxima do alvo, ao invés dele aplicar o soco, seu punho viraria chamas e ele usaria aquele soco como propulsor para assim parar o ataque e ao mesmo tempo usando a propulsão, girar o seu corpo em 360º e assim tentar acertar um poderoso chute na perna que havia sido debilitada por Frisk, porém, Ray sabia que Aard não iria conseguir desviar a perna, pois ela estava levemente prejudicada, então o inimigo provavelmente iria revestir a mesma com Haki para tentar absorver o impacto. Com isso em mente, antes de sua perna encostar no alvo, ele faria a mesma coisa que teria feito no ataque anterior, e assim o pé viraria fogo e Ray usaria a propulsão para novamente girar o seu corpo para o outro lado e assim com sua mão boa, ele tentaria encaixar um poderoso soco usando toda a sua força bem no meio do estômago de Aard ( ou usaria uma cotovelada, dependendo do ângulo que estivesse na hora do giro ). Sempre com o seu Haki da Observação ativo, o Rei Vermelho tentaria perceber até o último momento se Aard iria revestir o local alvo com Haki, e sempre que notasse que onde ele iria acertar fosse resvestido por Haki, ele usaria sempre a mesma façanha de transformar o membro em chamas e usar como propulsor para tentar acertar outro golpe em alguma área vulnerável do oponente, sempre focando o lado de Aard que tivesse a perna debilitada, pois isso provavelmente afetaria alguma manobra defensiva vinda do mesmo. Quando ouvisse o sinal de Elsa, ele agiria imediatamente.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Independente de como ele estivesse, Raymond iria literalmente explodir em chamas para gerar o calor intantâneo, pois o plano era causar um choque térmico em grande escala que pudesse penetrar a resistência de Aard, ou até mesmo debilita-la. Ao ouvir as palavras de Elsa, Ray aqueceria o seu corpo o máximo possível em pouco tempo e se fosse feito com sucesso, provavelmente causaria uma grande explosão, essa que não o afetaria, pois as chamas que causaria a explosão térmica viriam dele, e nada abaixo de 2000º o prejudicaria. Se o plano desse certo, usando seu Haki e sua visão aguçada, Ray tentaria notar rapidamente se aquilo havia surtido efeito em Aard, e se notasse que sim, tentaria aproveitar aquela oportunidade para acertar um poderoso soco bem no meio da cara do mesmo usando toda a sua força, sempre mantendo aquela estratégia de tentar perceber se ele revestiria alguma parte do corpo, e se sim, usaria a propulsão para mudar o local do golpe. Se Ray não conseguisse perceber se a explosão tinha afetado Aard ou não, ele não atacaria, apenas daria alguns saltos para trás de forma estratégica para manter distância e pensar em outro modo de atacar. Se em algum momento em todos os casos citados, Ray notasse que Aard tinha a capacidade de revestir todo o seu corpo com Haki, ele não tentaria atacar enquanto o mesmo estivesse com a armadura negra cobrindo todo o corpo, ele continuaria com as ameaças de ataque mantendo a mesma estratégia de mudar a direção do golpe com a propulsão até encontrar alguma brecha para atacar. Se em algum momento Aard fosse para o ataque, sempre que notasse que não teria chance de esquivar, Ray desmaterializaria o seu corpo rapidamente afim de desviar, e rematerializaria sempre do que tivesse a perna debilitada do Lunático, para dificultar seus movimentos, e ele faria sempre essa manobra defensiva quando precisasse. Se em algum momento Aard fosse pra cima de Elsa, Raymond não mediria esforços para impedi-lo, ele usaria o soru mais rápido que pudesse dar junto com a propulsão em seus pés para tentar interceptar o Lunático antes de chegar em sua companheira, mesmo que aquela ação lhe custasse apanhar, pois acima de tudo eles tinham um plano e Elsa era uma peça fundamental.






Histórico:
 


Red Ignition:
 

____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | Mudanças Importantes | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: 1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts   1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts - Página 9 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
1º Epic - Frozen Fists and Burning Hearts
Voltar ao Topo 
Página 9 de 11Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Alabasta-
Ir para: