One Piece RPG
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» The One Above All - Ato 2
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 02:57

» Um novo tempo uma nova história
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 01:57

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 01:57

» O catálogo continua, Baterilla a cidade da beleza
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor maximo12 Hoje à(s) 00:05

» Arco 3: Entre a Luz e as trevas!
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 00:01

» Livro Um: Graduação
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 23:36

» As mil espadas - As mil aranhas
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor Revescream Ontem à(s) 22:14

» Ballu
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor DarkWoodsKeeper Ontem à(s) 21:32

» [ Ficha ] Resin Callahan
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor Dogsofain Ontem à(s) 21:06

» Rumo à Grand Line?
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor Handa Ontem à(s) 20:16

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor Dante Ontem à(s) 20:06

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor Akuma Nikaido Ontem à(s) 19:49

» Blue Guardian! Luca o soldado da justiça!
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 19:15

» Cap.1 Deuses entre nós
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 19:14

» Kizumonogatari
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor Milabbh Ontem à(s) 17:47

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor GM.Muffatu Ontem à(s) 17:36

» Alipheese Fateburn
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 17:18

» Um Rugido Inicial
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor Revescream Ontem à(s) 16:39

» Enuma Elish
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor Thomas Kenway Ontem à(s) 16:31

» ~ Acontecimentos ~ Olympo
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Emptypor DEV.Ryan Ontem à(s) 13:56



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3 ... 10, 11, 12  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 59
Warn : Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Empty
MensagemAssunto: Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?    Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  EmptySab 04 Nov 2017, 00:18

Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Calros Lazo . A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 138
Warn : Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Empty
MensagemAssunto: Re: Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?    Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  EmptySeg 13 Nov 2017, 13:27


A cabeça estava doendo um pouco por causa da ressaca, mas nada que realmente me incomodasse. Acabei percebendo que beber entrou no meu cotidiano mais fácil do que gostaria e, essa dorzinha de cabeça estava tão recorrente, que nem me incomodava tanto quanto poderia naquele momento. Bebi tanto que atrasei minha alta e, agora que finalmente estava sóbrio, podia pensar com calma no que queria fazer. O problema era exatamente esse, o que eu queria fazer? Bom, meu objetivo é simples, pegar um único maldito pirata. O problema é que eu sei que aquele maldito pirata é muito mais forte do que eu e ele, no mínimo, conseguiu chegar na grand line. Parando para pensar em tópicos:


  1. Eu preciso de transporte para lá, mas antes disso eu preciso ficar mais forte para sobreviver quando chegar lá.
  2. Mesmo se eu ficasse forte, eu ainda precisaria achar ele na grand line, informações são mais necessárias do que o normal.
  3. Se eu conseguisse ficar forte e tivesse informações, eu ainda teria que derrotar o bando inteiro dele? Isso sem contar que ele ficaria mais forte? Preciso ou ficar extremamente forte, ou preciso entrar em algum grupo que possa me ajudar.


Bem, minha mente clareou por um instante quando acabei pensando nesses pontos que chamaria de principais naquele momento. Pelo menos não tinha pensado em mais nada naquele instante.

Levantaria de onde estivesse e iria decididamente para a marinha, não me importando tanto com como estava vestido, fedendo ou etc-etera.

Caso algo que julgasse de pouca importância me incomodasse no caminho para a marinha eu só ignoraria. Caso eu visse alguém machucado no caminho, me lembraria de Mona, na praia, machucada. Poderia até quase passar mal por lembrar disso, sorriria para mim mesmo percebendo que só ser forte não iriai adiantar. Preciso saber me tratar e saber tratar outras pessoas que podem se juntar a mim no caminho atrás do maldito pirata. Ótimo, um ponto que tinha passado desapercebido por mim, o que mais eu poderia ter esquecido naquele momento? Focar no pirata é importante, mas preciso ir com calma para não morrer por bobagens ou acabar fazendo algo que me arrependeria no final. Achando tal pessoa machucada, iria parar e ajudar a mesma da melhor forma que pudesse, quem sabe chamando um médico ou fazendo algo diferente dependendo do machucado.

Caso eu chegasse na marinha sem nenhum obstáculo, procuraria a secretaria ou qualquer pessoa que estivesse disponível e perguntaria da forma mais tranquila e amistosa que conseguisse:

- Sabe se existe alguém com uma patente alta ou alguém que no minimo entende das patentes para conversar comigo? Adoraria saber alguns detalhes sobre elas.

Se me fosse negado qualquer encontro com qualquer tipo de pessoa que pudesse me dar essa resposta, eu só sairia por enquanto, ainda precisava de outras informações e não precisava perder tempo insistindo na marinha por enquanto.

Se conseguisse conversar com alguém da marinha, faria uma pergunta simples.

- Qual patente da marinha eu preciso chegar para sair a vontade na grand line prendendo piratas? Quanto tempo isso demoraria?

Em nenhum momento no caminho estaria realmente preocupado em ser atingido, então ataques surpresas seriam totalmente eficazes contra mim.

Caso saísses da marinha sem informações, iria para o bar, por mais que não quisesse beber no momento, sei que lá é sempre um bom local para reunir informações.



Histórico:
 

Objetivos:
 

OFF:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Zuzu Hijra
OKAMA
OKAMA
Zuzu Hijra

Créditos : 18
Warn : Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  10010
Feminino Data de inscrição : 13/10/2017

Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Empty
MensagemAssunto: Re: Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?    Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  EmptyTer 14 Nov 2017, 22:27


        Gélida como sempre, Micqueot passava por mais uns de seus dias pacatos naquele inverno incessante que maltratava o corpo daqueles que insistiam em não se proteger daquelas condições. Uma manhã mansa com alguns bêbados cantarolando pelas ruas depois de suas noitadas boêmias, marinheiros recém acordados em rondas vagarosas, comerciantes enfrentando a labuta em meio à neve, turistas animados aproveitando seus momentos de descanso precedidos por suadas semanas de trabalho, afinal a cidade requeria certo “nível” e isso elevava o custo dos produtos de forma exagerada, e outras pessoas, insignificantes, obviamente, completavam aquele cenário corriqueiro que estampava a cidade.

        Entre um dos reles detalhes daquela paisagem, estava um ruivo em maltrapilhos, andando em uma corda bamba imaginária capaz de denunciar sua indisposição pós-bebedeira, com a pele destoando da típica palidez dos habitantes dali e um cheiro fétido que o acompanhava como se um cadáver animal estivesse amarrado em suas costas e sendo decomposto lentamente. Definitivamente, a primeira vista, não era o tipo de pessoa que tão comumente frequentava a Adega One ou usufruísse da segurança que o Banco Mundial naquele lugar oferecia aos que desejassem aplicar ali suas finanças.

         O rapaz foi caminhando em direção ao Quartel General da Marinha sob olhares de indiferença, medo e julgamentos, o que inclusive impediu sua entrada imediata na instalação.

         - Dois passos pra trás, meia volta e vá embora – disse o soldado que estava de guarda no portão principal – Aqui você não vai conseguir muita coisa, pedinte...

        Em seguida, um homem baixo e largo – quase uma mistura de músculos e aparência rechonchuda -, escancarando os sinais da meia idade, com as vestimentas padrões da armada, a careca e os braços tatuados, pele alva e bochechas rosadas, interrompeu a abordagem bruta do outro soldado, dirigindo-se a Calros:

         - Olá, meu nome é Buya Artun, posso te ajudar? – apesar do rosto sério, passou uma sensação de tranquilidade em suas palavras quando, logo após saber os motivos do homem para estar ali, respondeu ao outro – Entendo... rapaz, suas perguntas são muitas e meu tempo, no momento, é bem curto. O que acha de nos encontrarmos na hora do meu descanso, eim? Posso conversar um pouco com você e tentar sanar as dúvidas que me cabem. O que acha? Mas por enquanto, não fique vagando por aqui ou atrapalhando os frescos da cidade. Essa gente se incomoda com coisa pouca. Existe um bar... – cortou o raciocínio  - ... não, não é aquela Adega chiquérrima, fique tranquilo... enfim, existe um bar indo reto e virando à esquerda. Não chamaria de bar, mas é o melhor jeito de descrever aquilo. Em 20 minutos estarei lá tomando alguma coisa pra relaxar do meu turno, que já já acaba. E... – olhou Calros de cima a baixo, abriu um sorriso jocoso e concluiu - ... pelo amor, onde você andou se enfiando pra estar tão fedido, meu jovem?

        O bar que Buya se referia era um pequenino estabelecimento que vendia bebidas baratas e, provavelmente, falsificadas, destoando totalmente do tão renomado sucesso que os caros e maravilhosos vinhos de Micqueot fazia pelo mundo. Era a espelunca chamada Marmis Bar, que só era possível ainda nomear por causa de um quadro na parede descascada que continha uma folha de jornal com a seguinte manchete: “Inaugurado o bar popular Marmis: a opção para quem não tem opção”. Um tom de bizarrice e uma pitada de receptividade calorosa dos outros clientes – que eram quase sempre os mesmo velhos vagabundos e amigos de longa data – dava àquela pocilga uma atmosfera quase digna de ser frequentada. Mas era o ponto de encontro sugerido por Artun.

        Seria, então, uma dúvida tão cruel assim? Ir em busca de outras informações ou dar uma chance ao cansado marinheiro que ofereceria a Calros repostas aos seus questionamentos enquanto bebericaria um destilado de procedência duvidosa? Atitudes simples; possibilidades diferentes e divergentes.  
Buya Artun:
 

OFF:
 

____________________________________________________

“I wish you could know what it means to be me
Then you'd see and agree that every man should be free...”. ♫


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Quer saber mais sobre o okama way? Ficha na imagem, honey... ♫  

Pavão Misterioso ♫
E não sou mais um transviado... ♫
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 138
Warn : Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Empty
MensagemAssunto: Re: Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?    Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  EmptySex 17 Nov 2017, 23:50

Consegui calmamente ir até onde queria, mas infelizmente não fui tão bem recepcionado quanto esperava, esse cara deveria ser alguém a servir o povo? Pelo menos outro homem o parou de ser grosso e falou de forma mais educada e gentil, um senhor chamado Buya Artun. Foi só quando este terminou de falar que acabei percebendo o porque da grosseria do primeiro soldado, não que o soldado estivesse certo, mas preconceitos estão aí para isso. Eu estava fedorento. Muito. Buya falou comigo e foi como se minhas narinas se abrissem para a verdade.

- Nossa senhor, obrigado, mas só agora me toquei que realmente estou deplorável. - A verdade é que queria evitar beber naquele momento e não confiava que conseguiria sem uma preparação antes. E pensar que meu plano antes era ir para um bar arranjar informação. No que estava pensando? Colocaria a mão na boca evitando um pouco a ânsia de vômito que bateria. - Vou para casa tomar um banho e depois volto podendo ser mais bem recepcionado. - Falaria olhando para o outro marinheiro. - Na verdade, quando eu terminar de me banhar, eu vou para o bar que o senhor mencionou, para ver se você ainda estará por lá. - Diria da forma mais educada que pudesse para o senhor Artun.

Sairia e iria em direção a minha casa, onde entraria no banheiro e tomaria um banho bom e longo com água fria para me acordar completamente. Assim a ressaca iria embora, isso geralmente funcionava comigo quando a ressaca não era tão forte, como agora.

No final do banho eu tentaria me concentrar o máximo possível."Calros, você é uma pessoa calma, você vai entrar no bar focado, você vai procurar pelo senhor gente boa chamado Artun e conversará com ele, o barman vai até você perguntar se quer algo e você pedirá algo para comer e só." Quando achasse que estava preparado o suficiente, sairia de minha pequena casa e iria diretamente para o tal "Marmis Bar". Vestiria a melhor roupa que tivesse em casa, o que não seria muita coisa e tentaria ajeitar o cabelo de alguma forma que não parece tão ruim, para falar a verdade não sei muito sobre cabelo para saber exatamente o que estava fazendo. Sairia de casa calmo e andaria num bom passo, sem correr, mas sem ser lerdo.

Na entrada do bar eu respiraria fundo e entraria sem pensar. Ao entrar, antes de procurar por Artun, me dirigiria para o barman e falaria da forma mais segura que conseguisse. - Me vê o seu almoço padrão e, por favor, em hipótese alguma me sirva bebida, mesmo se eu pedir... E você conhece algum caçador de recompensas? Eu quero conversar com um, talvez tenha um trabalho para ele. Bom, mentiria sobre ter um trabalho, mas não veria muito problema com isso. Após isso, procuraria por Artun e se eu o encontrasse sozinho. Eu educadamente sentaria na sua frente e sorriria. - Bom(a) dia/tarde de novo, agora acho que estou mais apresentável. Diria olhando agora para mim mesmo. - Não mudou muita coisa na aparência, mas o cheiro está bem melhor. Por onde começamos? Se o cheiro de o que quer que Artun estivesse bebendo fosse muito forte. Iria falar tudo isso me segurando bastante, com talvez aquele sorrisinho nervoso saindo no canto do lábio.

Caso tivesse mais alguém com ele, iria só sentar em uma mesa e esperar pelo almoço, não iria incomodar o homem com perguntas chatas enquanto ele podia se divertir bebendo com amigos. Se o senhor viesse até mim, iria acabar conversando com ele usando a mesma pergunta que usaria na hipótese acima. Caso não viesse conversar comigo, após o almoço, e de ter pagado o almoço, iria novamente para a marinha, desta vez como estava mais apresentável, provavelmente não teria problemas para entrar.

Caso no caminho, ou de onde estava os marinheiros para minha casa, ou da minha casa para o bar, ou do bar para a marinha novamente, eu acabasse achando alguém que precisasse de ajuda, ajudaria, afinal está no meu código ajudar. Sempre perguntando da forma mais educada que eu pudesse. - Bom(a) dia/tarde, posso ajudar de alguma forma?

Histórico:
 

off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Zuzu Hijra
OKAMA
OKAMA
Zuzu Hijra

Créditos : 18
Warn : Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  10010
Feminino Data de inscrição : 13/10/2017

Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Empty
MensagemAssunto: Re: Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?    Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  EmptyQua 29 Nov 2017, 21:06


        Um sorriso simpático e algumas palavras de Buya encerraram o assunto e definiram o encontro:

         - Certo! Estarei lá em...bem, você provavelmente saberá onde estarei, afinal, não sou alguém “discreto”. Tome seu banho e retorne sem esse futum desgraçado pra podermos bater um papo!

        O homem retornou aos seus afazeres enquanto Calros seguia rumo a sua casa. Um caminho tranquilo, sem muitos desvios e com pouca movimentação, afinal a hora do almoço estava aproximando-se e poucos eram os que queriam continuar enfrentando o frio de barriga vazia.

        Lutando contra a sensação de garganta seca que o vício causava e a possibilidade de desconcentrar-se naquele ambiente tão sugestivo, Lazo seguiu impassível, agora um pouco mais apresentável do que anteriormente, em direção ao Marmis Bar com a única intenção de obter informações. Ou seja, nada de álcool. Absolutamente, nada de álcool.

        O primeiro obstáculo a ser vencido era encontrar o mal falado botequim. Seguindo as instruções de Artun até parecia fácil, mas depois de quase 10 minutos indo e voltando pela rua que ele indicara, o rapaz percebeu que havia passado várias vezes em frente do minúsculo estabelecimento. Realmente, um local pequeno, repleto de homens e com um cheiro de madeira molhada um tanto quanto repulsivo. Já dentro do “bar”, duas mesas redondas de madeira pesada com quatro cadeiras cada e mais três em frente ao balcão, também de madeira escura, sinalizavam que ali era recomendado para dois tipos de gente: os que conheciam há muito tempo e os que se aventuravam a comprar uma bebida, uma comida e sair em seguida.

        Atrás do bloco comprido de madeira, um velho gordo, baixinho, de pele morena, cabelos grisalhos e mal penteados, cenho fechado e sobrancelhas grossas, esfregava um copo pequeno com uma flanela que mais sujava do que limpava, enquanto outra estava pendurada em seu ombro. Olhou de maneira feroz para Calros enquanto este cruzava a porta e manteve a expressão até que o cumprimentasse e pedisse um prato, além do absurdo de entrar no Marmis e não querer beber nada.

         - É muita ousadia... – sussurrou após a fala do outro – BUYA, SEU CABEÇA DE OVO, TEM UM NOVATO AQUI QUERENDO COMER. FAZ QUALQUER COISA, COLOCA NUMA MARMITA E MANDA EMBORA POR QUÊ DAQUI A POUCO OS RAPAZES TÃO AÍ – gritou o velho em direção a uma porta que, pela circunstância, parecia ser a cozinha.

        Em questão de segundos, Artun, trajando um avental encoberto em parte pela sua barriga saliente na blusa regata e segurando um cutelo ensanguentado, surgiu de um outro espaço e aproximou-se dos dois.

         - E não é que veio mesmo! – abriu um largo sorriso para Calros – Não seja inconveniente, Boris – disse olhando para o homem carrancudo – o rapaz veio conversar comigo, então vou sentar um pouco ali, tomar uns tragos e depois volto ao serviço.

        - Mas e os pedidos? –
respondeu o velho.

         - Olha essa espelunca vazia, babaca! Já volto pra lá, me dê um descanso – Buya tirou o avental, colocou no ombro e foi guiando o jovem até uma das mesas – Realmente você está bem mais apresentável, ao contrário de mim HA HA HA – era perceptível como o marinheiro transbordava seu bom humor mesmo naquele cubículo e com um companheiro de trabalho tão ríspido – Diga-me, o que queres saber sobre a marinha? E qual o seu interesse em caçadores de recompensas? Vi que perguntou ao Boris e, sinceramente, sorte sua a audição dele ser meio ruim, pois o velho odeia esses tipos – nesse momento, uma garrafa de um destilado e dois copos foram colocados sobre a mesa bruscamente – Obrigado, meu querido e gentil Boris... sua sutileza é como a de um coice de mula! HA HA HA – virou o copo de uma só vez e fez com que o cheiro etílico ficasse extremamente forte, como se aquela agitação tivesse revirado e exposto “deus sabe o quê” naquela bebida – Voltando... Nós, da Marinha, somos basicamente os aplicadores das leis de segurança entre e nas ilhas, além de mantenedores da paz e das decisões do Governo Mundial...

        Nesse momento, ao falar sobre a subordinação da corporação aos grandes chefões, Calros pôde notar nitidamente a mudança no tom de voz e na expressão de Buya. O homem que antes estava brincalhão e alegre, agora se assemelhava mais ao que descreviam sobre os marinheiros. Seu rosto era neutro e sua voz constante e séria, mas uma fagulha de desacato ou até mesmo de afronta despontava esporadicamente em meio a sua fala.

        Buya era, com toda certeza, um indivíduo que tinha muito a oferecer, bastava saber perguntar e diferenciar as palavras carregadas de verdades e as que traziam meras reproduções. Um bom papo provavelmente abriria uma grande porta a Calros.  

____________________________________________________

“I wish you could know what it means to be me
Then you'd see and agree that every man should be free...”. ♫


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Quer saber mais sobre o okama way? Ficha na imagem, honey... ♫  

Pavão Misterioso ♫
E não sou mais um transviado... ♫
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 138
Warn : Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Empty
MensagemAssunto: Re: Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?    Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  EmptySex 01 Dez 2017, 02:12

Já tive minhas expectativas quebradas muitas e muitas vezes, mas ver aquele homem vestindo um avental conseguiu quebrar o recorde com facilidade. Lembro de ter falado que não queria beber para o outro cara, mas antes mesmo de entender o que estava acontecendo, acabei por me ver sentado na mesa com uma bebida sendo servida em dois copos, e era bem óbvio que Buya não iria virar os dois. Falando em virar, quando o senhor Artun virou seu copo o cheiro forte invadiu minhas narinas fazendo eu não pensar duas vezes e acabei virando o meu também. Um prazer culpado foi descendo pela minha garganta, eu não saberia nem distinguir direito o gosto, só sei que adorei a bebida.

Buya acabou por falar um pouco sobre a marinha, acabei vendo diferentes tons de voz e até me interessei por isso, mas me interessei também pela bebida então estou realmente em dúvida sobre o que quero mais ou o que despertou mais o meu interesse. Sacudiria a cabeça um pouco, precisava me concentrar antes de começar a beber mais.

- Por favor, sem mais bebida para mim... por enquanto. - Falaria provavelmente olhando para o copo enquanto penso e repenso se era isso mesmo que eu queria falar, a tentação de pedir outro copo já estava me tomando.

Ouvi Buya perguntando o que mais eu queria saber, ele parecia um homem tão gentil e na dele que eu percebi que poderia perguntar muitas coisas a vontade, na verdade a aura dele já aliviava um pouco a vontade de beber.

- Eu quero pegar um pirata em específico. - Falaria com um sorriso bem triste no rosto, porém decidido, depois sim, começaria a enrolação, me perdendo um pouco nas palavras, acabaria demorando entre as sentenças. - Por causa disso imagino que ser um caçador seja a opção mais rápida, ou talvez "simples" seja a melhora palavra... mas ser um caçador não me parece completamente prático também... precisaria me preocupar com dinheiro o tempo todo... pelo que sei, sendo marinheiro eu sempre estaria em condições tranquilas para comer e dormir, então dinheiro que se exploda... além disso eu não sei quanta informação eu conseguiria sendo um caçador em comparação com um marinheiro.... e marinheiros ajudam as pessoas e eu adoro e realmente quero ajudar pessoas... - Eu diria essa ultima sentença com mais vontade do que o normal quando comparada com as anteriores. De qualquer forma, ainda estaria juntando mentalmente outros pontos. - Porém, como você disse, marinheiros precisam obedecer o governo mundial, não sei se eu poderia como marinheiro... obviamente em alguma patente mais alta, não como um soldado que acabou de entrar... comecei a divagar, eu não sei se poderia simplesmente ficar atrás de um pirata em específico mesmo em patentes mais altas. E é por isso que fui perguntar para a marinha sobre patentes. Essa dúvida sobre ser marinheiro, caçador de piratas, ou quem sabe até um agente do governo se isso me permitisse ir atrás daquele maldito pirata. Talvez até algum civil em trabalho de alguma corporação que me deixasse pegar aquele maldito. Qualquer coisa que me deixe de forma estável pegando o maldito pirata e quem sabe ajudando pessoas uma vez ou outra. Então, por favor, o que você pode me falar sobre as patentes ou a liberdade que eu teria?

Esperaria Buya responder, mas caso ele demorasse mais que dez ou vinte segundos, faria sinal de que queria mais um copo de bebida. Se fosse servido eu não pensaria duas vezes antes de virar este também. Caso logo após virar a bebida ele ainda não tivesse respondido, eu continuaria falando, só que desta vez mais baixo.

- E é por isso que eu também quero saber sobre a existência de algum caçador de recompensas por perto. Eu quero ver o ponto de vista deles também, provavelmente falarei até com algum agente do governo se eu conseguir. E talvez com outras pessoas sobre outros pontos antes de me decidir, só não posso continuar visitando bares só para beber e beber e beber, preciso começar a agir.

Só para manter a tradição, se em algum momento disso tudo eu ouvisse algum grito de socorro, o meu personagem sairia correndo para ajudar.


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Zuzu Hijra
OKAMA
OKAMA
Zuzu Hijra

Créditos : 18
Warn : Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  10010
Feminino Data de inscrição : 13/10/2017

Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Empty
MensagemAssunto: Re: Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?    Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  EmptyQua 06 Dez 2017, 16:16



         - Claro, sem problemas – responderia ao pedido do jovem, que mais parecia uma súplica, para logo em seguida virar o seu copo.

        Buya observou atentamente as nuances nas falas de Calros, conseguindo captar que as intenções ali expressas eram verdadeiras. Apesar de conviver diuturnamente com marinheiros e sua sede de “justiça” – o cozinheiro tinha sérias ressalvas para com esse conceito – contra os piratas, pôde sentir a tristeza que emanava daquele rapaz. Uma tristeza tempestuosa, daquelas que arrancam os medos da alma e move o mais covarde dos homens.

        Um suspiro alto e demorado colocou em xeque a postura neutra de Artun, que agora observava o outro contradizer-se e virar mais um copo do destilado barato. Esperou calmamente o monólogo chegar ao fim e jogou as costas pesadamente sobre o encosto da cadeira.

         - Um pirata...- desamarrou o avental e o colocou em cima da mesa – a cada dia que passa sinto que estou entrando mais de cabeça na meia idade – coçou a careca, suspirou novamente e olhou fixamente para Calros – Não precisa sair do bar. Um caçador de recompensas não vai mostra-lhe a cara limpa nesse horário e com um sorriso no rosto. Vou saciar sua curiosidade – apoiou os cotovelos e debruçou-se para aproximar o rosto, na tentativa de tornar a conversa um pouco mais particular – Um caçador de recompensas realmente trabalha com muitas opções, um pouco mais de liberdade e toda essa firula, entretanto, esse papo de “dane-se o dinheiro” é pura balela. Todos começam com objetivos ditos nobres e acabam como porcos chafurdando na própria avareza. Um caçador de recompensas não tem por que ajudar alguém além de si próprio, afinal, que grandeza existe no ato de saciar a tal “justiça”, que nada mais é do que o conceito mais individualista e tosco inventado pra justificar os intentos mais vis que temos em nós, sem que isso lhe proporcione uma posição que diferencie os “justiceiros” dos “desviados”? Não faz sentido! – uma pequena alteração no tom e na forma que Buya falava começou a aflorar – Garoto, entendo que vê virtudes em ajudar o próximo, mas não há existência no mundo que não prejudique uma outra. Caçadores de recompensas são pessoas que vivem na sombra de outras tão cruéis quanto eles. Não se engane! Todos, incluindo nós e os agentes do governo, são dominados por uma idealização criada por quem tem dinheiro, dinheiro de verdade. Como sei disso? – Buya agarrou seu avental com toda a força  – Eu era um caçador de recompensas. Hoje cozinho e trabalho na marinha para aliviar um pouco da culpa que me pesa as costas. Tenho meus motivos para aderir à marinha, principalmente a estabilidade financeira, mas – olhou para o relógio que tinha no pulso esquerdo  - se ainda quiser saber a diferença entre as duas possibilidades, apenas olhe para a porta...

        Nesse momento, três homens de porte físico assustadoramente acima da média, com espadas curvas e desejos explícitos de destruição, adentraram ao Marmi’s, posicionando-se no centro do cubículo.  

         - Boris, seu desgraçado! – um quarto integrante, colocando-se em frente aos outros três e a poucos metros do balcão, surgiu apontando a espada para o grosseiro taberneiro – Hoje você nós servirá por bem ou por mal!

         - Buya, faça seu serviço e só me chame quando tiver acabado – o velho saiu resmungando em direção a cozinha – EU JÁ ESTOU VELHO PRA ESSAS COISAS, SABIA? – o som das reclamações do outro foram diminuindo gradativamente, até desaparecer.

        Nesse meio tempo, o marinheiro levantou-se, punhou seu cutelo, que estava todo esse tempo estacado na mesa e falou para o rapaz:

         - Já que gosta de ajudar... HA HA HA

        O convite estava feito. Agora aceitá-lo ou não ficava sob a decisão de Calros Lazo, que por sinal não era fácil, pois, confirmando a participação em um possível embate, poderia machucar-se, por outro lado, recusando perderia, automaticamente, a resposta que poderia indicar-lhe o melhor caminho até o pirata que perseguia. O que faria?


OFF:
 

____________________________________________________

“I wish you could know what it means to be me
Then you'd see and agree that every man should be free...”. ♫


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Quer saber mais sobre o okama way? Ficha na imagem, honey... ♫  

Pavão Misterioso ♫
E não sou mais um transviado... ♫
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 138
Warn : Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Empty
MensagemAssunto: Re: Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?    Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  EmptySeg 11 Dez 2017, 03:24

Acho que virar o álcool tendo mal recuperado de uma ressaca não foi a melhor das hipóteses, porque afinal, eu estava de barriga vazia ainda. Aquilo bateu muito forte muito rápido.

Eu não sei se estava viajando em pensamentos sobre álcool no momento que Artun falou, mas acho que Buya misturou um pouco, pois claramente falei dane-se o dinheiro caso eu fosse marinheiro, não caçador de recompensas, talvez ele já estava prevendo que eu ficaria louco por dinheiro caso escolhesse ser um caçador de recompensas? Se fosse isso, virar um marinheiro ganhou muitos pontos comigo independente da liberdade que teria sendo um. Mas talvez eu fosse diferentes dos caçadores de recompensa que ele conhece, não sei se ele conhece muitos, eu realmente não quero saber de dinheiro... eu até pensei em perguntar, mas ele continuou o discurso e mudou radicalmente o ponto sobre que falava, emendando de dinheiro para justiça... não sei porque ele foi tão abrangente nesse ponto, eu quero pegar o pirata e prendê-lo porque imagino que deixar um pirata preso apodrecendo numa cela é uma tortura muito melhor que só matá-lo, mas mesmo assim não sei se me seguraria quando vê-se o maldito e poderia acabar tentando matá-lo de qualquer forma. Talvez ele estivesse falando de justiça porque eu falei sobre ser caçador de recompensas e teria uma liberdade diferente da normal, podendo fazer coisas ruins para as pessoas do ponto de vistas delas e que do meu seria justo? Ou talvez ele estivesse falando sobre eu ajudar pessoas, não sei que tipo de ajuda ele estava pensando, mas eu estava pensando em coisas simples, ajudar uma velinha a atravessar a rua é um bom exemplo, ajudar alguém a resgatar algum parente/amor sequestrado, coisas simples. Novamente pensei em interromper para perguntar, mas BOOM. Artun me fala que ele foi caçador de recompensas. Como se eu já não estivesse perdido em vários pensamentos aleatórios por conta própria, ele vai lá e me solta uma dessas, pelo menos exclui completamente meu ponto sobre ele conhecer poucos caçadores.

Quando Buya falou que foi caçador de recompensas tudo se passou bem rápido na minha cabeça, ele disse sobre ser marinheiro por causa de estabilidade e sinceramente, acabei ignorando os outros pontos porque Artun já emendou pedindo para que olhasse para a porta.

Três caras que não pareciam nada simpáticos acabaram por entrar na porta, eles eram grandes e aparentemente fortes e encrenqueiros, claramente conhecidos de Buya e de seu amigo Boris, que foi chamado por um quarto integrante que entrou e se posicionou na frente dos outros três. Boris acabou falando algo para Buya, mas não ouvi porque estava concentrado o máximo que podia nos quatro caras que entraram, o cheio de problema estava no ar.

Buya pediu minha ajuda e pegou o cutelo dele que estava na mesa.

Não pensei duas vezes, peguei a caneca que virei e atiraria no homem mais próximo do balcão, o dito líder. Não era de começar a luta geralmente, já que era mais acostumados a reagir a piratas atacando, mas esses caras simplesmente perturbaram a paz do local. Ninguém ali estava fazendo nada de mal, absolutamente ninguém... bom, vai que tinha alguém sendo torturado lá atrás e eu não saiba? Depois descobriria isso, de qualquer forma, eles surgiram de forma ameaçadora acabando com o clima de paz. Eu estava gostando das informações que estava recebendo apesar de claramente precisar de muitas outras.

Independente de acertar a caneca, eu saberia que estávamos em desvantagem por sermos dois e eles quatro. Além deles terem espadas e eu estar de mãos vazias. Então eu atacaria o cara que joguei o copo o mais rápido possível, pois julgo que esteja mais perto, pularia uma mesa ou duas se fosse necessário, já que não sei a distância exata, para chegar enquanto ele ainda estivesse surpreso e tentaria ver se desarmá-lo era uma boa opção. Caso eu perceba que eu não consiga desarmá-lo eu tentaria acertar ele com um bom soco em sua cabeça, perto ou da região do nariz ou da região de algum dos seus ouvidos. Caso eu ache que seja possível, eu tentaria pegar sua espada e já acertá-lo com o punho da espada na cabeça para fazer ele desmaiar e diminuir a diferença de pessoas.

Caso nesse movimento eu perceba que qualquer um dos quatro vai tentar me acertar, eu iria tentar me desviar pulando o mais longe possível para trás, nem que tivesse que subir em alguma mesa para isso.

Nas hipóteses acima eu ou acertei ou errei, ou fui atacado e meu movimento já foi parado (esse a continuação é só abaixo), caso tenha acertado e eu consiga pegar a espada tranquilamente, eu iria pegá-la e ameaçaria matar o chefe caso os três fizessem algum movimento.

- Porque diabos vocês estão perdendo seu tempo fazendo essa merda! Querem que ele morra dessa maneira inútil?! Deem mais um passo e eu corto a garganta dele.

Caso eu não acerte, ou acerte e não dê para pegar a espada e ameaçar o cara, eu só me distanciaria e esperaria eles se movimentarem. Sempre tentaria desviar para qualquer golpe indo paro lado direito e tentando acertar-lhes algum soco em qualquer região que ficasse mais exposta.



Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Levy
Civil
Civil
Levy

Créditos : Zero
Warn : Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  4010
Masculino Data de inscrição : 22/10/2015

Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Empty
MensagemAssunto: Re: Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?    Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  EmptyQui 14 Dez 2017, 11:34

~ Olha o pau quebrando ~

Buya com satisfação partiu carregando seu cutelo na direção do primeiro a sua esquerda, e como um pequeno trator saiu passando o carreto nos capangas, por sua vez Lazo atirou a caneca no homem que fez as ameaças, o mesmo foi pego de surpresa sendo acertado em cheio na cabeça, o que o fez gritar de dor e raiva. – Maldição! Eu vou te matar! Ele tentou sacar a espada, mas se viu numa disputa de força com o pescador, que na verdade queria desarmá-lo, mas acabou por impedir que a espada fosse desembainhada.

Com os olhos arregalados o líder se viu em dificuldade e acabou por sacar uma pequena pistola de dentro da camisa. – Ha! Essa eu uso nessas horas de emergência! Um tiro direto na cabeça, era o fim, mas não para o hábil pescador que vendo seu inimigo mudar o foco de arma conseguiu puxar a espada dele para fora da bainha e acabou por acertar em cheio seu queixo com a empunhadura. No reflexo um tiro foi disparado, o qual passou ao lado da orelha esquerda, e causou muita dor, e um zumbido devastador. Ficaria temporariamente surdo, perdendo algum tempo, naquele instante ficaria a mercê, mas quando pudesse olhar melhor, teria visto que Buya era muito bom no que fazia, e finalizou o líder que havia se desequilibrado com o golpe no queixo, o mesmo ainda estava ignorante à condição da audição de Calros.

– Haha, parece que eu acabei com a diversão não é Calros! Tudo bem, você tem talento cara, seria bom ter um parceiro como você na corporação, eles te dariam um treino legal, e uma arma apropriada, o salário não é bom não, mas dá pra viver. Hahaha. O que acha?

Os outros que puderam se levantar fugiram, enquanto um convite acontecia, mas do ponto de vista de Calros, parece que era como se alguém estivesse tentando conversar em meio aos graves de uma caixa de som, era difícil de ouvir, doloroso, a mensagem até foi entendida porque afinal ainda havia a audição restante da orelha direita, mas forçar demais seria insensatez. Ameaçar o líder já não era mais uma opção, embora se Calros tinha dúvidas sobre a vida de caçador, talvez aqueles em especial não fossem bons exemplos. Sua atenção deveria estar voltada agora para a dor que sentia, procurar um médico seria algo inteligente.

Considerações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 138
Warn : Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Empty
MensagemAssunto: Re: Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?    Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  EmptySeg 18 Dez 2017, 16:51

Tudo foi quase como eu planejava. Quase, porque meu ouvido agora estava reclamando de dor e eu quase não ouvir nada com ele. Não sei nem como explicar exatamente tudo que aconteceu, mas Buya basicamente acabou com todos os três capangas e ainda finalizou o que eu ataquei, eu me senti meio fraco, na verdade me senti muito fraco.

Artun então falou algo que quase não ouvi, mas pelo que entendi, ele já estava me chamando para ser um marinheiro, apesar de ter falado corporação e não marinha que é mais comum de se ouvir... talvez ele quisesse que eu trabalhasse no antiga organização dele? Não, provavelmente ele queria que eu virasse marinheiro.

- Acho que ser marinheiro parece mais tentador mesmo por enquanto. - Falaria com provavelmente um sorriso doloroso por causa do ouvido. - Mas antes eu vou me tratar e tentar aprender uma coisinha ou outra.

Me curvaria e agradeceria pela ajuda e pelas informações de Buya. Sairia do estabelecimento com uma mão tampando o ouvido esquerdo porque a dor estava insuportável. O objetivo era simples e claro, iria até o médico que me tratou quando me resgatou da praia após ser atacado pelos piratas, assim o caminho e o próprio médico já seriam conhecidos.

Se chegasse até ele tranquilo, pediria para que me tratasse e já emendaria com um pedido.

- O senhor poderia, por favor, me ensinar primeiro socorros?

Na rua (enquanto ia para o médico), por ter acabado de passar por uma luta, estava com a adrenalina a mil e prestaria atenção a qualquer sinal de perigo e a qualquer sinal de que alguma pessoa pudesse precisar de qualquer tipo de ajuda, podendo parar para então ajudar essa pessoa de alguma forma antes de seguir meu curso ao médico.


Histórico:
 

off:
 

Objetivos:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Empty
MensagemAssunto: Re: Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?    Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?  Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Decisões importantes: Liberdade ou Estabilidade?
Voltar ao Topo 
Página 1 de 12Ir à página : 1, 2, 3 ... 10, 11, 12  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Budou Island-
Ir para: