One Piece RPG
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [M.E.P] Joe Blow
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor Joe Blow Hoje à(s) 09:56

» [Mini-Aventura] Joe Blow
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor Joe Blow Hoje à(s) 09:55

» Livro Um - Atitudes que dão poder
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor gmasterX Hoje à(s) 09:54

» [M.E.P] Veruir
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor Veruir Hoje à(s) 08:16

» [Mini-Aventura] Veruir
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor Veruir Hoje à(s) 08:14

» Mise en place
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor arthurbrag Hoje à(s) 07:24

» I - A Whole New World
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor Makei Hoje à(s) 07:01

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor Skÿller Hoje à(s) 04:45

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor Licia Hoje à(s) 03:45

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 03:15

» Sidney Thompson
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor Zed Hoje à(s) 01:19

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor Fukai Hoje à(s) 00:49

» Seasons: Road to New World
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 00:26

» Hello darkness my old friend...
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor Zed Hoje à(s) 00:09

» Phantom Blood
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor Licia Ontem à(s) 23:50

» [M.E.P]Kujo
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor Kujo Ontem à(s) 23:42

» [Mini-Aventura] A volta para casa
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 23:30

» Enuma Elish
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor Thomas Kenway Ontem à(s) 23:07

» Xeque - Mate - Parte 1
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor Ceji Ontem à(s) 22:22

» Ain't No Rest For The Wicked
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Emptypor Hoyu Ontem à(s) 22:00



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Vol. 2 - Ascensão do Reino

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 12 ... 20  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 EmptyTer 19 Set 2017, 13:10

Relembrando a primeira mensagem :

Vol. 2 - Ascensão do Reino

Aqui ocorrerá a aventura do(a) pirata Samantha Evergreen. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Bread
Civil
Civil


Data de inscrição : 03/04/2017

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 EmptySab 21 Out 2017, 12:40





[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

METZA VAN HAWTHORNE



LOGUETOWN / POST 04






- Claro, claro!
Respondia quase saltitando a loira de cabelos curtos e belo vestido amarelo à pergunta do vendedor sobre tocar uma música para ele. Metza não só gostava de demonstrar sua arte para os outros como estava ansiosíssima para testar aquele violino e essa apresentação poderia ser a chave para finalmente comprar um instrumento musical próprio.


*Achar esse vestidinho lindo no navio do Kuronin foi muita sorte! Me desculpa Layla, mas ele com certeza será muito mais útil para mim do que para você*
Procurando estar atenta aos olhares do vendedor, mesmo que Metza não percebesse de fato que ele se encantou pelo seu vestido ela sabia que no fundo caso ainda fosse maltrapilha não teria o mesmo poder de convencimento. Tal roupa já estava lhe trazendo alguns frutos e poderia trazer muitos mais no futuro...


- FEITO!
A garota responde em tom alto e bem empolgado enquanto pegava com animação o violino das mãos do vendedor com um largo sorriso. Ela fica na ponta dos pés para dar um beijo em sua bochecha direita tentando evitar a barba do homem. Tendo esse beijo algum efeito ou não, pelo menos seria uma retribuição honesta à oportunidade que recebera.


Faziam pelo menos dois anos que Metza não encostava em um violino. Sua empolgação seria notável e ela segura o arco com a delicadeza de uma lady e começa a tocar as cordas com o arco segurando o instrumento de uma forma delicadamente elegante. Para completar a apresentação, ela certamente entoaria com sua deliciosa voz umas frases de uma canção improvisada para empoderar ainda mais sua performance. Mesmo um tanto quanto enferrujada, seu conhecimento para a música era notório e o tempo não deveria ser nenhum empecilho, tentando a todo tempo tocar a alma do rapaz e fazendo ele se arrepender de ainda cobrar B$500.000 por uma arte tão divina.


Após terminar sua apresentação particular para o vendedor de instrumentos, Metza olharia no fundo dos olhos dele com um sorriso marotamente sagaz, cheia de si caso percebesse o vendedor entusiasmado e tentando se beneficiar novamente do trato encaminhado:
- E ai, gostou? Ainda preciso mesmo tocar em público ou você concorda comigo que esse violino nasceu pra mim?


Se infelizmente o vendedor negasse a oferta Metza daria de ombros um tanto quanto triste pela ganância do homem em se aproveitar de suas habilidades. Tal atitude faria com que Metza não mais tivesse tanta simpatia pelo vendedor e apenas seguisse com a apresentação pública pelo trato acordado. Ela tocaria então 3 músicas utilizando o chapéu para arrecadar o dinheiro e então entregaria o chapéu para o homem, respondendo de uma forma mais séria e menos simpática dessa vez demonstrando seu arrependimento com a ganância do rapaz enquanto virava suas costas saindo da loja com seu prêmio:
- Obrigada, até mais!




Historico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sioux
Pirata
Pirata
Sioux

Créditos : Zero
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 28/05/2017

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 EmptySab 21 Out 2017, 16:54

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Ascensão do Reino


E eu estava enganada novamente, de história para dormir aquilo não tinha nada. A bebida que paguei fez o velho abrir de vez a boca, e contou uma história muito interessante e ainda deixou um gostinho de quero mais no final...

- Ah! Mas ela mexia os quadris de uma forma incrível que nunca irei ter o prazer com a ruiva extremamente bonita. -  Ele começa suas explicações com nada menos que uma piada de mal gosto, aliás, piada não, a mais pura verdade.

- Que bom que o senhor tem noção disso... - Iria dizer como réplica à tamanha verdade dita.

" Um clã envolveu em uma das melhores brigas que eu vi até hoje. Eram sete homens enfrentando vários marinheiros na praça principal de Loguetown, era sangue, soco, chute, virou uma cena de guerra na cidade e não sei como, mas os homens ganharam contra todos os marinheiros que lutaram. Eles olharam para a cidade e viu o que tinham feito, de imediato jogaram todos os marinheiros no mar e fizeram a marinha tentar reconquistar o seu próprio QG. "

Conforme ia ouvindo essa história, minha mente podia imaginar casa detalhe, cada tiro disparado, a cidade em pleno caos, transformar o QG da marinha em posse de piratas é um feito maravilhoso, uma breve síntese do que esse bando foi capaz de fazer, ainda nos Blues. Fico até com uma vontade de ter participado, eles se tornaram lendas, sendo que o nome deles não será esquecido por muito tempo!

- As cidades ficaram bem mais calmas depois que isso aconteceu, os piratas tinham feito a maior baderna pela cidade na falta dos marinheiros, eles são chatos, mas não preciso para sustentar a cidade ou uma presença de grande impacto na população que era o que nós não tínhamos e temos. Eu conversei muito com esses sete homens e virei amigo deles, eles eram um clã de espadachins. - Finaliza sua história assim, sem explicar mais nada, fico até indignada, eu queria saber mais sobre esse passado da cidade, estava sendo uma verdadeira inspiração, conhecer mais sobre os atos de outras pessoas no passado para termos apoio e base no futuro, pois ao saber que alguém fez algo que julgavámos impossível, dá esperança para continuarmos tentando, até ser nossa vez.

Mesmo perdida em meus pensamentos, volto bruscamente para a Terra, quando o velho pede mais uma bebida para voltar a falar, e a Bijin volta a pagar a ele, aquilo era uma verdadeira chantagem, a garota já havia pago tanto que não poderia deixar assim.

- Deixa que eu pago essa novamente, você já gastou de mais gata, e como estou interessada aonde essa história vai dar, eu me encarrego dessa também. - Sacaria mais dez mil berries para pagar o vinho do senhor e continuaria falando - Pronto! Acho que agora você já bebeu o suficiente para falar tudo e parar de enrolar!

Paciência? Não tenho nenhuma, principalmente com homens.

De repente vejo a garota peculiar falando com seu amigo panda, sussurrando algo, não fazia ideia do que seria, mas tenho certeza que ela já devia estar pensando em algum modo de me fazer sair daqui antes que alguma coisa interessante fosse citada, não tenho certeza e por isso somente o tempo responderia essa questão.


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Spoiler Alert:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 EmptyDom 22 Out 2017, 12:53


Vol. 2  - Ascensão do Reino






Samantha Evergreen & Buki Bijin


O taverneiro trazia mais um vinho para a mesa assim que Buki pedia e recebia o seu pagamento pelo serviço e bebida por Samantha que decidia pagar para ajudar nas despesas com as chantagens do velho, em seguida, Bijin dava a Poo dez mil para distrair o casal que se divertia ao canto e que recebia o panda de braços abertos pagando pelo vinho deles. Samantha prestava atenção nas palavras que o velho estava prestes a dizer. Ele tremia mais do que anteriormente como se estivesse ocorrendo um grande terremoto. Seus olhos estavam trêmulos e o seu tom de toz mudava para um mais firme e como se ele não estivesse tão bêbado, ele olhava para a civil. - Filha, eu era jovem e antes da bebida eu tinha as mãos firmes, eu juro, eu pintava, era um artista e no fim tatuador, eu fiz tatuagens para membros do bando do Roger, estava por cima, ganhei tanto ouro que não sabia o que fazer com ele. - Ele tossia e dava um gole em sua bebida, seu olhar voltava para Samantha. - Então num certo dia sets espadachins apareceram, e eu tive uma ideia, a última parte da minha riqueza que não gastei com cachaça e mulheres, escondi, e tatuei neles a localização, cada um me pediu uma tatuagem diferente, diziam que o seu pedido os representava, então no fundo delas fiz um sombreado com uma letra. - Mais um gole em sua bebida enquanto voltava seu olhar a bela loira. - Se acredita?! Quem reunir as letras encontra o lugar onde enterrei o tesouro, vê se pode, nem pergunte por que eu já esqueci o lugar, mas tem um deles bem ali, olha lá. - Ele apontava para o careca no balcão com a tatuagem de uma pata de dragão na parte de trás de sua careca que agora ninguém tinha percebido. - Eles não são mais um clã, são ronin's hoje em dia, ta vendo aquela tatuagem na careca dele? Todos tem a mesma “pata de dragão” na parte de trás da cabeça raspada. - Ele dava mais algumas tossidas e bebia o gole de sua bebida, abria um sorriso de orelha e a orelha e podia se ver seus olhos ficando pesados e homem desmaiando em cima da mesa, sua respiração era forte e seu ronco era alto, o velho estava dormindo para a alegria de todos.

O homem do balcão olhava para eles com desconfiança após ter ouvido ser mencionado e a história se contada, ele estava com a mão próxima a espada para uma futura briga se viesse esperando alguma ação da dupla que estava presente ao lado do velho, seu kimono preto era acompanhado com uma cinta branca que segurava ele em sua cintura, estava usando sandálias e o seu tom de pele era quase pálido, sua tatuagem de pata de dragão em sua cabeça tinha azuis com tons de preto e um branco, seus olhos eram firmes e tinha sobrancelhas grossas, um nariz pontudo e uma boca marcada, uma pinta marcante em seu queixo redondo e suas bochechas eram um pouco gordas. Ele estava a uma distância de aproximadamente sete metros e Poo estava a quatro sem saber o que tinha acontecido com o velho, J.J. se divertia com o casal fazendo piadas e bebendo ao lado deles.

Parrow estava atrás do balcão vendo o homem roncando na mesa, ele ria da situação como se fosse a coisa mais usual do mundo o velho dormindo na mesa de seu bar, ele olhava para o homem e para as garotas e com um sorriso no rosto dizia. - Fazia tempo que ele não se divertia tanto contando as suas histórias. - O taverneiro começava a limpar um copo sujo com pano e água atrás do balcão.
Metza

A loira estava alegre por estar tão próxima de adquirir o seu violino e tocá-lo alegremente e fazia um trato com o homem que parecia estar destinado a explorar a habilidade musical da jovem em seu estabelecimento. Após a entrega do instrumento em suas mãos, Metza dava um leve beijo na bochecha do homem conseguindo evitar a sua barba o que deixava ele ainda mais encantado pela civil. As músicas eram elegantes e o tom de voz usado era o certo, a garota tinha um talento e uma voz incrível o que fascinava o jovem vendedor, mas não a ponto de mudar o seu trato. - Me desculpe, mas trato é trato. Toque nas ruas, as pessoas irão amar você. - Dizia enquanto entregava o chapéu para a garota e recebia os seus 500 mil de suas mãos.

Metza saia da loja um pouco desapontada com a ganância do homem, mas não deixava de tocar alegremente e com a sua voz sensacional e o instrumento de uma afinação estupenda o que proporcionava uma grande multidão que cercada a loira gerando muitas doações de dinheiro ao chapéu, todos pareciam estar amando a apresentação dela até que infelizmente chegava ao fim.
A moça de vestido amarelo pegava o chapéu e voltava a loja entregando ao vendedor que estava feliz vendo o quanto tinha faturado com o homem. - Você é muito boa, tem muito talento, continue nesse ramo e seja muito feliz. Obrigado! Volte sempre! - Dizia para a civil antes de ela sair da loja e ficar parada na frente da mesma admirando o seu belo prêmio conquistado naquela tarde.
Considerações:
 

Aparência da taverna:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bread
Civil
Civil
Bread

Créditos : 22
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 03/04/2017
Idade : 30
Localização : Cactus Island - 1st Ilha 7th Rota

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 EmptyDom 22 Out 2017, 22:20





[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

METZA VAN HAWTHORNE



LOGUETOWN / POST 05






Metza apresentava dentro de si um misto estranho e confuso entre alegria plena e indignação. Estava obviamente contente por finalmente por as mãos em um instrumento com um timbre tão belo para chamar de "seu" e poder tocá-lo sempre que desejasse. Porém a dificuldade que teve para convencer o vendedor à lhe conceder um desconto camarada a deixava infeliz consigo mesma. Sabia que tinha condições para conseguir manipular melhor já que era bela e tinha uma doce voz... só lhe faltava experiência...


Como Bijin e Poo provavelmente ainda estavam no navio do porto de Loguetown, Metza decide voltar pelo caminho de onde veio para se aproximar de seus companheiros. Mas antes disso ela precisava arranjar um novo navegador para seu bando já que Layla e Alibaba a abandonaram... era triste mas ela precisava de alguém para confiar plenamente a direção de seu navio, alguém que não a abandonaria nos momentos mais difíceis.
*E que lugar melhor para encontrar um navegador pirata do que no porto?


Unindo o útil ao agradável, a loira de pés descalços voltava para o porto de Loguetown tendo em mente a procura de um navegador experiente e confiável. De qualquer forma ela estava crente que arranjaria alguém. Estava empolgada e com um largo sorriso no rosto já que caminhava tocando escalas de treino em seu violino recém adquirido e marchando para o porto.


Outro desejo de Metza, um tanto quanto urgente, era aprender assim que possível como seduzir pessoas. Ela puxava pela memória a época em que estava na tripulação de Bart como simples mulheres no porto tinham o dom de conseguirem bebidas e dinheiro dos tripulantes apenas com um charme. Tais moças dificilmente conseguiam chegar perto de serem tão belas e com a voz tão gostosa de ouvir quanto de Metza. Por que seus companheiros a ignoravam e preferiam a companhia dessas donzelas do porto?


A memória de tais donzelas encantadoras de marinheiros, cuja habilidade mais parecia treino do que dom, faziam com que a loira ficasse confiante em encontrar alguma dessas moças que conseguiam benefícios usando o charme para ensiná-la de bom grado.




Historico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~~~~~~~~~~~~~~~~~~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Legendas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Civil
Civil
Bijin

Créditos : 58
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 21

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 EmptySeg 23 Out 2017, 10:21



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Buki "A Louca" Bijin



   O taverneiro logo trouxe o vinho para o velho pintor, Samantha mais uma vez resolveu pagar a rodada e pouco a pouco ganhava um novo nível de respeito. Ainda não sabia exatamente como definir essa ruiva a minha frente, mas que se importa, se ela for uma pessoa boa comigo também seria com ela.

  Logo depois dei o dinheiro para Poo e ele foi até o casal distraí-los, e como ele era bom nisso, não sabia que ele tinha esse talento, com seu jeito panda de ser foi bem recebido pelo casal e agora se divertiam juntos, era exatamente isso que eu queria, pessoas felizes.

  Eu e a Samantha então dedicamos nossa atenção as palavras do velho, ele já estava bem mais acabado do que antes, a tremedeira parecia mais forte seus olhos mais turvos, mas ele falava sobre o passado distante, um passado em que ele era um pintor e tatuador reconhecido, teria tatuado o bando do antigo rei, mas agora falava de sete espadachins, mulheres e bebidas, até soava divertido e ria para o bom velho durante sua história, ele definitivamente conheceu grandes homens, mas no fim ele foi apenas um civil que viu mas não participou de nada, não era isso que desejava. Mas estranhamente ele falou de um tesouro e que ele havia espalhado pistas deste tesouro, estas pistas estavam tatuadas nos sete espadachins, essas pistas eram um letra sombreada, uma por cabeça, mas a questão era, como eu poderia encontrar esses sete espadachins?

     Mas em meio a minha frustração, pois não saberia como encontrar esses espadachim, e um pouco antes do velho desmaiar de tanto beber, ele apontou para um espadachim careca com a tatuagem da pata do dragão em sua cabeça. O espadachim também nos percebeu e com certeza percebeu meu interesse nele, mas ele estava nervoso com a situação, sua mão já estava perto da sua espada esperando uma briga.

  Peguei meu copo de vinho e dei o ultimo gole do copo, então peguei meu bastão e dei um leve giro e simplesmente coloquei ele sobre a mesa, olhei para a Samanta e empurrei minha arma para ela indicando que queria que ela cuidasse dela para mim e logo fui na direção do espadachim, ou melhor, do Ronin.

  Mas não fui simplesmente andando na direção dele, andava sensualmente na direção dele, um pé na frente do outro, como um desfile, meu quadril dava uma leve rebolada, mostrava minhas curvas e meus olhos e bocas sorriam para ele enquanto me aproximava. Tudo isso porque não queria uma briga no bar e também porque gostava de provocar os homens.

  - Boa tarde senhor! - Disse de maneira arrastada e sensual. - Aquele simpático velho me disse como você e seus amigos eram fortes, derrotando marinha e piratas. Eu realmente admiro homens fortes.

  Mantinha meu olhar nos seus olhos, e devagar me aproximaria do ronin e lentamente tocaria nos seus braços de maneira calma e macia.

  - Por favor, não imagine que quero mal a você. - Dizia e lentamente aproximava meu rosto do rosto dele. - Como uma garota como eu poderia lutar contra um grande herói que com apenas mais seis amigos tomaram conta de toda essa ilha.

  Lentamente subiria meu braços para o pescoço dele mas não de forma agressiva, apenas de modo sedutor e buscando abraça-lo. Aproximaria meu rosto mais do rosto dele, deixaria minha boca a poucos centímetros da boca dele. Inclinaria minha cabeça levemente para a direita quase me deixando vulnerável a um ataque de amor. Claro que se ele tenta-se me beijar ou qualquer coisa eu buscaria me esquivar.

  - Você é tão forte, como poderia estar nesse bar sozinho. - Dizia elogiando ele para inflar ainda mais o ego dele. - Acho que as moças nessa ilha devem ser cegas, mesmo diante de um Everest ainda são incapazes de ver a montanha.

  Estava atenta a toda maneira de como ele poderia reagir, ele poderia estar ainda desconfiado, afinal não é todo dia que uma deusa vai para cima de um homem. Por isso minha próxima ação seria para desarmar ele, desceria minhas mãos para as mãos dele, usando minha agilidade, e logo daria um giro me deixando ser abraçada por ele. Colaria meu quadril com o dele, e ficaríamos com o corpo todo colado.

  - Será que esse ronin esta disposto a ajudar essa jovem a realizar seu sonho? - Perguntaria para ele colando meu rosto no rosto dele falando baixinho no seu ouvido. - Aquele bom velho disse sobre um tesouro e cuja a pista esta tatuada em você e nos seus seis companheiros, você não gostaria de brincar conosco e nos ajudar a procurar seus amigos e achar todas as pistas. Olhe para a ruiva na mesa, pense em mim, será que não seríamos uma boa recompensa para você?


Histórico:
 

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Bijin em Seg 23 Out 2017, 22:01, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sioux
Pirata
Pirata
Sioux

Créditos : Zero
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 28/05/2017

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 EmptySeg 23 Out 2017, 20:42

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Ascensão do Reino


É O QUÊ? Se aquilo que o senhor falava fosse verdade, então com certeza valeu a pena esperar! Foi só bebericar um pouco mais da bebida, e abriu completamente a boca, talvez falou até demais, porém não me parecia nada fácil o processo para chegarmos a riqueza que foi mencionada.

Percebendo que o Poo saiu para conversar com o tal casal, provavelmente a pedidos da Buki, e foi nesse momento que o verbo foi rasgado pelo velho.

" Filha, eu era jovem e antes da bebida eu tinha as mãos firmes, eu juro, eu pintava, era um artista e no fim tatuador, eu fiz tatuagens para membros do bando do Roger, estava por cima, ganhei tanto ouro que não sabia o que fazer com ele. Então num certo dia sets espadachins apareceram, e eu tive uma ideia, a última parte da minha riqueza que não gastei com cachaça e mulheres, escondi, e tatuei neles a localização, cada um me pediu uma tatuagem diferente, diziam que o seu pedido os representava, então no fundo delas fiz um sombreado com uma letra. Cê acredita?! Quem reunir as letras encontra o lugar onde enterrei o tesouro, vê se pode, nem pergunte por que eu já esqueci o lugar, mas tem um deles bem ali, olha lá."

Nesse momento viro a minha cabeça a este homem, que se encontra ali mesmo, um homem de rosto marcante, kimono tradicional, com a citada tatuagem e uma característica pinta no queixo... Era tanta informação que eu mal conseguia processar! Ele tinha escondido seu dinheiro em algum lugar e tatuado a localização em samurais? Eu não esconderia a expressão que meu rosto transmitia, que é confusão.

Antes mesmo que eu pudesse tirar minhas dúvidas sobre o assunto, o contador de histórias simplesmente desmaiou de tanta bebida que tomou, e em meio a meus pensamentos, só podia parar e raciocinar para absorver toda essas informações.

Logo, então Buki se levanta e entrega seu bastão a mim, e deixa bem claro que eu devia cuidar dele, e na mesma seriedade que ela fez isso, responderia com a cabeça, afirmando ao mesmo tempo que sorria, e para incentiva-la, diria:

- Mostra quem manda, gata!

E assim foi a peculiar garota, andando toda confiante e carismática. Afinal de contas, eu acabo por gostar dela, uma pessoa ousada e acima de tudo, empoderada, pois não precisou de muito para eu perceber, pelo modo que ela se expressa, sem medo de consequências, e mostrou determinação, ela simplesmente se interessou pela história do velho e já foi tirar satisfação com o ex-samurai, essas são características que valorizo, e as pessoas que a detém devemos ter por perto.

Seguraria a arma dela junto de mim, e ficaria ainda ali na mesa, de olho na conversa dela com o homem, que até percebeu que falávamos dele, e também cuidaria do Poo e daquele casal, que estão mais próximos, agora todo o acontecimento daquela taverna se tornou importante, uma reviravolta total, um lugar que entrei por engano virou um cenário de uma caça ao tesouro. E eu estava dentro dessa história, e iria participar até o final!


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Spoiler Alert:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 EmptyTer 24 Out 2017, 17:44


Vol. 2  - Ascensão do Reino






Samantha Evergreen & Buki Bijin


As coisas tinham se tornado bem mais intensas do que o planejado por aquele trio que queria se divertir, mas um clima de tensão voltava a tomar o ar que agitava a taverna quando o velho contava sobre o seu tesouro, o espadachim olhava estranhamente para a garota que dava seu taco para Samantha segurar e começava a caminhar em sua direção, com um toque suave do violão trocando entre acordes que agregava um clima mais excitante para o local em ritmo de lambada pelo homem do casal que Poo distraia olhando para a garota indo em direção ao espadachim. Buki utilizava seus dotes femininos para começar uma conversa com o espadachim. Ele não conseguia dizer muito quando se via apaixonado pela jovem que ia até ele, ela utilizava de seus dotes para seduzir o homem agarrando em seu pescoço e era possível ver o homem ficando corado rapidamente quando ela se aproximava a sua boca até ele. - Se afaste. - Dizia ele tentando resistir ao charme mais do que atentador da mulher. - O que é um monte everest?

Bijin tentava dar um giro com suas mãos na dele tentando inibir qualquer reação da espada do espadachim, mas aquilo acabava por deixando ele ainda mais agitado e nervoso, o homem tentava se levantar do mesmo instante jogando o seu quadril para frente e empurrando a cadeira para trás, o violão parava de ser tocado e o homem estava parecendo uma pimenta do reino, o movimento tinha sido forte o suficiente para colocar a civil a cinco passos do homem que já se preparava andando para trás. - Você acha que serei seduzido novamente por uma mera sucubo?!- Dizia ele colocando uma mão em suas partes íntimas tentando agarrar o que estivesse ali, mas não parecia ter nada. Ele estava irritado e podia ver um suor escorrendo em sua testa, podia ser um trauma profundo de alguma coisa que tivesse acontecido com ele. O ronin olhava intensamente para a garota e depois olhava para Samantha e por último para o panda que estranhava tudo aquilo e ficava com um pé atrás olhando seriamente para o homem, o espadachim repetia seus olhares incessantes tentando achar alguma saída do estabelecimento o mais rápido que conseguia, mas a única porta que via era a da escada. Ele estava totalmente assustado. Parrow colocava uma mão em sua cabeça e começava a murmurar para si mesmo. - Por que diabos eu fui construir uma taverna em LOGUETOWN?! - O casal estava um pouco assustado enquanto o homem de terno ficava observando a todos com a sua bebida em mãos, o velho continuava desmaiado e Samantha estava a quatro metros do espadachim, Poo a três e Buki a cinco, embora a civil estivesse a dois metros da pirata.



Metza

A jovem loira estava feliz após adquirir seu belo violino e caminhava com sua mania de andar descalça pela ruas de Loguetown, alguns moradores ao ver aquilo estranhavam a garota de vestido amarelo tocando seu violino andando em direção ao porto pelo mesmo caminho que havia ido até a loja. Ela passava por aquela taverna e pelo teatro das três carinhas novamente e infelizmente não encontrava nenhum dos seus companheiros no caminho ou no porto que continuava da mesma forma em que ela tinha saído. Era estranho poder deixar seu barco daquele jeito ancorado sem nenhuma vigia, mas parecia que aquilo não estava a lhe preocupar no momento. Perto do porto podia ter visto alguns bordeis com lindas mulheres tentando atrair o público fraco da tarde.

Ela vi ao longe uma jovem lhe chamar as atenções com um cabelo vermelho que pareciam mais tentáculos de polvo, espera, eram tentáculos de polvo nas pontas, a parte de inferior dela era feita de tentáculos de polvo e aquilo chamavam a atenção de várias pessoas vendo a enorme garota de aproximadamente dois metros e trinta, os olhares chamavam um tom de assustado ou beleza, ela descia de um navio a pouco tempo ancorado no porto com mais dois homens de terno e óculos escuros como se fossem os seguranças dela, a beleza da garota era pouco apreciada, mas ela era linda para uma sirena. - Nunca tinha visto uma sirena tão bela como ela. - Dizia um marujo perto da loira que tinha parado de tocar o seu violino ao apreciar a garota, ela estava a dez metros da mulher com uma multidão em sua frente até ela.




Considerações:
 

Aparência da taverna:
 

Aparência da sirena:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Civil
Civil
Bijin

Créditos : 58
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 21

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 EmptyQua 25 Out 2017, 09:55



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Buki "A Louca" Bijin



   O que era exatamente esse samurai, um medroso, um homem que tem medo de mulheres? Será que algum dia ele foi abusado? Não sei, mas se eu não tivesse um temperamento tão calmo eu mataria esse samurai na porrada agora, como ele pode me rejeitar após dar a face para ele? Como ele pode de alguma maneira ser tão insensível? Ele não era mais alguém digno de viver diante dos meus olhos e nesse momento não me restava nada além de aumentar o nível de crueldade;

  - Tudo bem! - Disse calmamente para tentar tranquilizar a situação. - Tudo o que quero de você é uma única informação que esta tatuada em você e após ver vou embora, não preciso nem mais tocar em você. - Então me virei para o casal. - Fiquem tranquilos vocês dois, meu amigo Poo não vai deixar nada acontecer com vocês, ele esta ai para protege-los. - Então me virei para Parrow para também tranquiliza-lo. - Fique tranquilo, no que depender de mim nem uma única caneca vai ser quebrada em seu bar.

  O que me deixava ainda intrigada não era o samurai, nem o casal e menos ainda Parrow, a reação deles pode ser dita como exagerada para uma cena onde apenas uma garota havia dado em cima de uma pessoa, mas o que me intrigava era o engravatado, ele parecia calmo, do tipo que se algo acontecesse ele confiava nas suas habilidades para sair daquela situação. Bem, poderia ser que ele fosse um simples tapado também.

  - Agora olha só a proposta que vou fazer para você, amigo samurai. - Dizia voltando-me para ele e andando na direção dele a passos lentos. - Você me chamou de sucubus, mas posso dizer que sou apenas uma mera aprendiz de sucubus, minha amiga e mestra, Metza, ela por outro lado pode ser conhecida como a mãe de todas as sucubus. Se você acha que eu sou capaz de te provocar, você obviamente não conhece a Metza. Ela é alguém que uma nação entraria em guerra por ela. Cidades foram destruídas pelo simples desejo de vê-la. - Ainda lentamente me aproximaria e diminuindo a voz terminaria de dizer sobre a lenda da Metza. - Se você nos ajudar garanto que nem um fio de cabelo seu vai ser tocado, mas se você negar a sua ajuda vou lhe garantir que onde você olhar eu, minha amiga ruiva, eu e a Sucubus Queen estaremos lá, esgotando cada gota do seu suor, cada fio de força que você tiver, até que não lhe reste mais nada a não ser o tormento de ter as mulheres mais belas ao seu lado, falando no seu ouvido, mas sem nunca se quer poder toca-las. - Faria uma pausa para ver a reação dele e voltaria então a falar em tom normal. - O que acha da proposta, sua paz interior em troca de duas informações?

  A essa altura estaria me aproximando dele e planejava já estar a mais ou menos na mesma distância que a Samantha estava dele, próximo ao meu taco e atento aos movimentos do samurai, já havia percebido que ele tinha olhado para a escada e estaria pronta para um rápido movimento pegar meu taco e passar a segui-lo.


Histórico:
 

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sioux
Pirata
Pirata
Sioux

Créditos : Zero
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 28/05/2017

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 EmptyQua 25 Out 2017, 18:24

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Ascensão do Reino


Acho que da fruta que Bijin gosta, o samurai come até o caroço, pois de alguma forma, repudiou os encantos da garota. A garota peculiar parece estar caçando, foi mansa até sua presa e quando percebi já havia quase terminado o abate, entretanto a presa não estava a fim de ser o jantar.

A única coisa que aquele homem foi capaz de fazer, foi de ficar da cor de um pimentão, até empurrou a garota para longe dele, o que causou espanto, até a música parou de tocar, a cena era de conflito, já que o samurai estava gritando para Buki se afastar dele, e a chamou de succubus! Pessoalmente, eu levo como elogio, todavia não sei se ela levou dessa forma.

Bijin tenta apaziguar o homem, explicando suas intenções, e nesse momento vemos a real causa desse nervosismo... O homem é eunuco! Pelo o que peguei dessa história, uma mulher o seduziu e fez essa atrocidade, não sabemos se ela merecia ou não, porém até hoje convive sem a cabeça de baixo. O samurai eunuco já buscava um modo de escapar dessa situação, a taverna tinha toda sua atenção para nós.

E em meio a tudo isso, estava eu segurando um bastão, apenas observando, assim como o peludão, esse apelido que decido dar ao Poo faz muito jus a ele, e então percebo a única saída que o nervosinho tem: a escada; não sabia se lá em cima há uma forma de sair do estabelecimento, ao contrário dele, muito conhecido desse lugar. Por isso, me prontificaria a ficar de pé, ainda segurando a arma de Bijin comigo, mas pronta para correr atrás de um fujão se necessário.

- Espero não ter que resolver do modo difícil...

Diria como uma anúncio tanto para o amendrontado sem tico-tico tanto quanto para o homem de terno que está apenas observando isso, minha intuição apitava quando eu o olhava, ele apresenta riscos a essa busca.

E caso Bijin fosse atacada pelo Samurai, já me prontificaria para correr os metros que nos separam para contra atacar, se possível, já chegando com apoio do bastão para dar um salto de maior alcance e acertar um chute no inimigo, usando a perna esquerda, e os dois braços para me apoiar na hora do salto. Se não desse certo o salto, tentaria me recompor e verificar se não danifiquei a arma da garota



Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Spoiler Alert:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bread
Civil
Civil
Bread

Créditos : 22
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 03/04/2017
Idade : 30
Localização : Cactus Island - 1st Ilha 7th Rota

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 EmptyQua 25 Out 2017, 23:18





[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

METZA VAN HAWTHORNE



LOGUETOWN / POST 06






*Nunca imaginei que Loguetown seria uma cidade tão tranquila...*
A habilidade com instrumentos musicais da garota era realmente incomum, e com seu belo novo violino não era diferente. Além disso, tocar instrumentos era quase que instintivo para Metza, sendo que ela conseguia pensar e raciocinar assuntos desconexos paralelamente à canção. Ela não parava de manipular seu arco nem por um instante e abria um sorriso largo ao ver seu navio atracado seguramente no porto. Era um orgulho imenso estar realizando sonhos em tão curto espaço de tempo...


Assim como havia presumido, havia um bordel próximo ao porto. Não poderia haver lugar mais propício para aprender técnicas de sedução do que um bordel portuário. Onde mulheres conseguiam bebidas e dinheiro de graça dos marinheiros tarados as vezes sem nem precisar dizer alguma palavra. O difícil seria encontrar alguma moça que estivesse disposta a lhe ensinar como pôr em prática os dotes femininos que tanto encantam e chamam atenção das massas. Metza definitivamente não iria querer trabalhar lá para aprender tal perícia, portanto teria que encontrar alguma alternativa razoável de convencimento.


Ao longe Metza consegue ver descendo de um navio com dois seguranças uma estranha garota metade mulher metade polvo.
*Nossa... onde será que já ouvi histórias sobre seres metade humanos metade marítimos?*
A violinista de pés descalços abaixa a cabeça e se perde em seus pensamentos, tentando absorver em vão de sua memória a lembrança de onde havia ouvido falar de tal ser anteriormente. Porém sua bolha estoura repentinamente quando houve um cara do seu lado falar a palavra "sirena"...
- Isso! Sirena!
A loira deixa escapar um pouco alto de sua boca suas lembranças, e prontamente a tapa com a palma das mãos para não deixar escapar mais nada dela. Todavia ficava um pouco mais tranquila porque com tamanha multidão dificilmente alguém ouviria ou se importaria com o que ela disse, já que nem de perto era o foco da cena.


Metza admiraria por alguns instantes o desfile da sirena polvo. Estava realmente intrigada pela criatura assim como os cidadãos ao redor. Gostaria de conhecê-la melhor... mas provavelmente era da nobreza já que estava acompanhada de seguranças bem vestidos.
*Seria demais ter uma sirena no meu bando pirata!!*
A loira se perde em pensamentos mais uma vez imaginando um novo desejo se formando em sua mente...


Após isto, Metza seguiria seu plano inicial de adentrar o bordel e procurar por uma donzela gentil e prestativa o suficiente para lhe ensinar como atrair homens e seduzí-los com maestria. Adentraria o recinto com pouca esperança, mas com ânsia de conquista.




Historico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~~~~~~~~~~~~~~~~~~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Legendas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 EmptyQui 26 Out 2017, 12:33


Vol. 2  - Ascensão do Reino






Samantha Evergreen & Buki Bijin


Samantha estava a olhar para o Samurai e ele encarava ela por um momento voltando a sua rotina de olhares, Bijin começava a tentar tranquilizar as pessoas começando com o espadachim que a olhava com o mesmo olhar de assustado de antes, ela se virava para o casal e eles sim pareciam mais tranquilos vendo a garota lidando com a situação, o taverneiro continuava preocupado com danos ao seu estabelecimento mesmo com a voz doce e suave da garota em seus ouvidos dando a entender que aquilo era muito importante para ele para apenas simples palavras acalmar o homem.

Evergreen tinha entendido um ponto importante sobre o homem pelo simples olhar, ele era eunuco e tinha tido um trauma que lhe provocou isso, era um dos princípios principais do porquê ele resistiu a sedução da civil. Buki tentava uma abordagem diferente fazendo uma proposta ao homem enquanto tentava caminhar lentamente em sua direção para acalmá-lo e não fazê-lo correr pelas escadas em busca de uma saída. O problema era o uso dos termos utilizados pela garota se denominando uma aprendiz de sucubus e falando de Metza começando a ser conhecida como a mãe de todas as sucubus, aquilo simplesmente fazia o espadachim tremer segurando uma mão em sua bainha e a outra no cabo de sua espada. - Sucubus Queen? Eu não acredito que essa situação voltou a se repetir! Primeiro vocês queriam aquela carta! Agora vocês querem ver algo em meu corpo?! Já não bastava terem retirado algo de tão importante dele?! Eu tô é fora! - Dizia o espadachim começando a correr em direção as escadas.

A loira pegava o seu bastão da mão de Samantha e começava a correr em direção ao fujão pelas escadas, a porta era aberta com uma ombrada do homem, a pirata seguia a civil em sua busca e os levavam a um sótão escuro e empoeirado, podia se sentir o cheiro de vinho daquele lugar e uma única janela dava a iluminação amarelada ao local, haviam caixas e algumas estantes de vinhos, livros e mais alguma coisa em meio a bagunça nos dois lado do sótão, pelo caminho até a janela haviam algumas caixas empilhadas e um leve murmúrio de fundo vindo de perto da janela, se prestassem bem a atenção podia se escutar as palavras "De novo?!"; "Como isso pode estar acontecendo comigo?!";

Podia se escutar vindo de baixo um barulho de mesa se arrastando como se alguém estivesse se levantando e em seguida a batida da porta da taverna, alguém tinha saído da taverna fazendo bastante barulho.
Metza

A cena chocava a população que estava pasma com a Sirena descendo o barco acompanhada de dois seguranças, mas aquela cena começava a gerar confusão, muitas pessoas ficavam incomodados com a meia-polvo e começavam a gritar em sua direção ofensas e alguns até tentavam tacar tomates, os seguranças agarravam ao ombro da garota e começavam a correr junto com ela para um lugar que fosse afastado daquelas pessoas, a cena poderia ser revoltante para a garota descalça e o homem ao seu lado tinha ouvido o que Metza tinha dito, ele respondia. - Como podem fazer isso com uma sirena tão bonita?!

A multidão começou a se dispersar e a violinista ia até o bordel entrando pelo local, o cheiro era bom como se fosse um aroma de rosas misturado com outras flores e tinha um balcão ao lado da entrada, algumas mulheres se engraçavam com alguns homens sentado em um sofá e haviam escadas provavelmente para alguns quartos que estavam fazendo barulho mais a cima. A atendente era uma loira de olhos azuis vestindo um vestido vermelho apertado em seus seios fartos, ela tinha uma aparência bem bonita e era jovem, com um sorriso em seu rosto ela perguntava para a garota já olhando ela por inteiro da cabeça aos pés. - Boa tarde, senhorita, O que desejas? - E ficava esperando a sua resposta.

Algumas garotas olhavam a boa aparência da menina de vestido amarelo, mas riam quando olhavam para seus pés e viam eles sujos e descalça, alguns marujos que estavam se aproveitando da boa aparência da garota também estavam ali, todas as mulheres trajavam poucas roupas utilizando-se de tops, vestidos ou shorts, todos bem apertados em seus corpos.


Considerações:
 

Aparência da taverna:
 

Aparência do Sótão(+/-):
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 5 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Vol. 2 - Ascensão do Reino
Voltar ao Topo 
Página 5 de 20Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 12 ... 20  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Polestar Islands-
Ir para: