One Piece RPG
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Sidney Thompson
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor Zed Hoje à(s) 01:19

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor Fukai Hoje à(s) 00:49

» Seasons: Road to New World
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 00:26

» Hello darkness my old friend...
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor Zed Hoje à(s) 00:09

» Phantom Blood
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor Licia Ontem à(s) 23:50

» [M.E.P]Kujo
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor Kujo Ontem à(s) 23:42

» [Mini-Aventura] A volta para casa
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 23:30

» Enuma Elish
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor Thomas Kenway Ontem à(s) 23:07

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor Blum Ontem à(s) 22:44

» Xeque - Mate - Parte 1
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor Ceji Ontem à(s) 22:22

» Ain't No Rest For The Wicked
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor Hoyu Ontem à(s) 22:00

» BOOH!
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor Oni Ontem à(s) 21:35

» [LB] O Florescer de Utopia III
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor Kekzy Ontem à(s) 21:27

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor Furry Ontem à(s) 21:24

» Meu nome é Mike Brigss
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor Oni Ontem à(s) 21:07

» The One Above All - Ato 2
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor Thomas Kenway Ontem à(s) 21:07

» Que se ascenda o fogo!
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 21:01

» Mise en place
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 21:01

» [MINI - Gates] O Pantera Negra
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 20:46

» [M.E.P - Gates] O Pantera Negra
Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 20:44



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Vol. 2 - Ascensão do Reino

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 10 ... 16, 17, 18, 19, 20  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Empty
MensagemAssunto: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 EmptyTer 19 Set 2017, 13:10

Relembrando a primeira mensagem :

Vol. 2 - Ascensão do Reino

Aqui ocorrerá a aventura do(a) pirata Samantha Evergreen. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Hunson
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas


Data de inscrição : 08/09/2017

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 EmptyQua 24 Jan 2018, 00:25

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


O dia não havia começado bem e ficava cada vez pior conforme avançava, o nosso navio gemia como se fosse quebrar em meio a força daquela correnteza, o balançar dele dificultava ficar em pé me forçando a segurar cada vez mais forte para não cair da lateral do navio; a minha função ali era apenas ajudar a direcionar o navio e era o máximo que meu corpo conseguia ajudar naquele momento.

Pelo convés se conseguia ouvir os gritos da menina polvo dando ordens em relação à posição das velas, que ficou a cargo da Capitã, do Poo e do velho Genn este por sua vez dava ordens aos dois auxiliando os sobre o que fazer.

Finalmente começamos a subir aquela maldita montanha de baixo daquela chuva sem fim que estava disposta a atrapalhar nossas vidas, pois ela meio que lançou uma rocha em direção ao barco, à menina polvo ao perceber aquilo grita para que usemos o canhão do convés ao mesmo tempo em que manda as meninas girarem o barco para esquerda, direita e novamente para a esquerda.

Os acontecimentos seguintes foram uma sequencia de gritos em meio a forte chuva que nos castigava, primeiro a menina polvo o que fez o velho Genn correr em direção ao canhão do convés para disparar contra a rocha, em seguida Bijin que gritava mandando todos se segurassem, Metza falava logo em seguida incentivando ainda mais Genn em sua tentativa de nos salvar finalizando com Samantha que incentivava o velho de uma maneira diferente, “Maldito corpo” pensava querendo está no lugar do velho naquele momento.  


HISTORICO:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alê
Narrador
Narrador
Alê

Créditos : 2
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 10010
Masculino Data de inscrição : 12/07/2015
Idade : 21
Localização : Farol - Grand Line

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 EmptyQua 24 Jan 2018, 13:28



O Reino

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Tentei me animar, mas...


Na tentativa falhar de ler os dizeres que havia na subida, Aleister sentia-se irritado. Quando as coisas não saiam como o planejado na mente do rapaz, ele tendia a ficar mais irritado que o normal, entretanto não era momento para birras, era momento para a ação. O velho informava que as velas estavam colocadas de maneira erradas, ou algo o tipo, na mente do gatuno as palavras não faziam muito sentido naquele instante. — O da frente está mais para cima! Aperta essa corda aí! — havia bradado o velho. De início Aleister pensava que o mesmo estava falando com ele, ora, como ele estaria mais para cima? Isso era ilógico, mas após alguns segundos, o estrategista entendia que o velho falava das cordas da vela.

— Precisamos de mais forças nas velas! Aumentem ela! Garotas, girem o timão para a direita o máximo que puderem e segurem com força, não o forcem muito! — bradava dessa vez a polvo e, nesse instante Aleister tremia na base. Cada vez mais, problemas surgiam e com problemas vinham grandes responsabilidades, essa que seria de nos enviar para o mais profundo lugar do oceano. Pensando nisso, um aperto no coração do rapaz fazia-o murmurar palavras de despedida. — O que tiver de ser... Será! Me mostre o caminho oceano! — murmurou o rapaz, com a mão apertando seu peito, olhando o desenrolar dos eventos. Quando já imaginava o fim, mesmo avisando para irmos para a lateral, a saída do redemoinho não havia sido fácil. Aleister avistou que toda aquela situação era uma faca de dois gumes.

Ao conseguir liberar-se da força do redemoinho, a embarcação em que o gatuno estava se afastou da rota. Mais rápido que qualquer reação de Aleister, a embarcação já tomava outro rumo. Voltando para a rota, os danos eram imaginados pelo rapaz que se segurava o máximo que pudera. — Misericórdia! — bradou o rapaz ao sofrer com o balançar desenfreado e o aumento de velocidade. — SUBAM AS VELAS! — bradava a polvo e isso fazia com que Aleister pressentisse que as cosias iam ficar mais bravas para todos ali. Segurando-se mais forte, o rapaz havia guardado seu vidro vazio e agora se preparava para o pior. Naquele momento a embarcação subia aquela gigantesca montanha.

Mesmo no calor do momento, que ia de contraste a temperatura que o rapaz sentia em sua pele, Aleister questionava-se em como era possível seguir um fluxo contrário ao normal, que a água tomaria. — Como é possível isso! — bradou o rapaz ao segurar-se durante a subida. Coincidentemente, ao falar isso uma enorme pedra surgia no caminho de ambos. Sem conseguir manter a calma, Aleister tentava dizer algo, mas nada naquele momento o ajudou a proferir o necessário. Em sua mente tudo estava paralisado. Ao olhar para os lados, ele via tudo estático no ar, como era possível. Ao virar-se, ele não avistava ninguém. — Onde estão todos? — questionou-se o rapaz, procurando a presença dos restantes. Ao voltar à vida real, o rapaz notou que havia sido apenas um devaneio, um profundo devaneio, porém a pedra continuava vindo. — Lá vem a pedra! — bradou ele.

Não havia muito o que o jovem Aleister fazer. Ao virar-se para o restante, a comoção pelo velho atingir a pedra era evidente. Se aliando aos seus companheiros, o rapaz apenas suplicaria para que o velho atingisse a pedra. — Velho! Você vai destruir essa pedra nem que seja a última coisa que você faça nessa vida! Até porque será, caso não consiga! — bradaria o rapaz, tentando disfarçar o nervosismo com sua ironia. Dito isso, o rapaz tentaria se segurar para não cair da embarcação. Os resquícios da rocha poderiam vir para a embarcação. Caso fossem pequenos, Aleister tentaria quebra-los com um golpe de faca. Se não, apenas tentaria desvirar dos pedaços. — Cuidado aí atrás! — alertaria ele, caso as pedras fossem atrás.

Histórico do Alencar:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


SUPER IMPORTANTE:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 EmptyQua 24 Jan 2018, 15:28



Todos



O Reino havia conseguido passar da entrada com certas dificuldades, mas havia passado ileso diante dos portões da mesma, a subida começava tranquila, mas a chuva lhe deixava um presente com uma rocha deslizando em direção ao barco, rapidamente a navegadora começava um plano e Genn corria até o canhão localizado, os outros membros davam força moral enquanto Levi era o ÚNICO que realmente se segurava na embarcação após o grito de Bijin além das timoneiras. A navegadora assim que via Genn já agarrando o canhão gritava. - Girem agora! Máxima força! - E o trio girava forte o timão para a direita e o barco com uma extrema velocidade da subida mal havia apenas um curto tempo para virar para a esquerda com o grito da sirena que já ajudava a girar o timão com tudo com os seus tentáculos. - Esquerda! - O curto espaço de tempo foi o suficiente para que os reflexos rápidos do atirador agissem e ele atirasse com o canhão em direção a rocha. Em meio ao direita e esquerda, Metza e Hunson acabavam sendo jogados de um lado para outro da embarcação por não segurarem e assim que o movimento era finalizado eles eram jogados em cima do outro causando grande dores ao mesmo que eram segurados por Poo em seus grandes braços felpudos no último instante antes que caíssem em direção a correnteza forte da subida, Metza ficava com uma forte dor em seu peito provido do impacto e Hunson sentia o seu corte no peito abrindo e a dor no seu peito aumentando fortemente. - Direita de novo!... Agora esquerda... direita... esquerda - Dizia a sirena que dava as ordens para corrigirem a linha da embarcação

A rocha se partia em pedaços como era se esperado e todos vinham em direção a embarcação que continuava a subir apenas aumentando a sua velocidade. A maioria batia sobre o casco ou as paredes do barco e Aleister conseguia desviar de um que os seus pedaços eram maiores do que sua adaga poderia repeli-los, gritava para os seus companheiros ficarem atento com as pedras, um dos pedaços vinha em direção a Samantha que não conseguia desviar a tempo por reflexo tendo sua testa machucada acertada por um enquanto que Bijin e a sirena tinham maior sorte e conseguiam escapar dos pedaços. O movimento de antes também havia deixado danos, eles haviam raspado sobre a montanha com a ponta da parte de trás e o pedaço de metal que compunha aquela parte acabava sendo arrancado sem eles nem terem percebido e só depois que a sirena olhava para trás após corrigir a linha da embarcação. - A embarcação sofreu danos na traseira! Raspou na montanha! - gritava Helena.

O transtorno por fim havia acabado, mas ainda haviam de segurar na embarcação para não acabarem voando para trás e a embarcação continuava subindo, as nuvens negras eram deixada para trás e eles passavam da altura das nuvens apenas vendo o branco em sua frente em meio a passagem das correntezas entre a montanha, aquela vista era bonita para todos que a olhassem e em meio ao transtorno poderiam finalmente começarem a pensar em seus futuros objetivos ficando cada vez mais próximos, o Reino estava cada vez mais próximo da GL!

Eles conseguiam ver o topo da montanha, a água batia sobre um ponto e voava para cima, as gotículas de água viravam gelo bem na ponta após uma grande altura e o barco parecia que iria dar um grande pulo ou um grande alavanco. - Mantenha o timão reto, não girem-o nenhum pouco! - Atentava a navegadora para as suas duas companheiras perto, Genn já assumia o ponto em que girava segurando na amurada da embarcação e colocando o pé sobre o canhão para que não escorregasse ou caísse e Poo ainda esperava seus companheiros rapidamente segurassem antes de segurar com as duas mãos na amurada da embarcação.



Considerações:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Civil
Civil
Bijin

Créditos : 58
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 21

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 EmptyQui 25 Jan 2018, 14:33



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Buki "A Louca" Bijin



   Com sucesso entramos naquele maldito rio, que contrário a logica subia uma montanha, e de certa maneira fizemos isso bem, o barco não parecia ter sofrido tanto, pelo menos até a maldita rocha cair sobre nós. A navegadora e Genn tinham um plano do que fazer e seguimos suas ordens com uma boa precisão, colocamos o barco na posição certa e Genn, com bons reflexos, disparou o canhão contra a rocha.

Masnaquele momento estava aflita, mais uma vez pela minha impotência de fazer algo mais útil, vi Metza e Hunson sendo jogados de um lado para o outro dentro do barco, olhando de onde estava não tinha como passar por aquilo sem se machucar, mas mu coração de fato disparou quando vi que eles estavam sendo jogados para fora, pensei ate em mudar a direção do barco, mas foram os braços de Poo que os salvaram.

Logo dos gritos da sirena mandando girar para a esquerda e direita me colocaram no meu lugar e seguindo as ordem dela tentávamos colocar o barco em linha reta no rio. Entretanto a rocha atingida não tinha simplesmente evaporado, mas tinha se partido em vários pedaços, muitos deles atingiram o barco em diversos lugares, mas as mesmas pedras também voaram sobre nós. Alister parecia estar esperando aquele estouro de pedras, o que realmente deveria ser obvio, e conseguiu desviar das pedras, entretanto a Samantha que estava ao meu lado foi atingida enquanto eu e a Lorealis conseguimos nos esquivar.

- SAM! - gritei vendo a cena dela ser atingida. - Você...

De fato queria dizer algo mas sabia que ela estava determinada e apenas sorri para ela mostrando confiança, mas o fato é que ela havia ganhado um corte na sua cabeça, mas qual fosse sua atitude estaria ali para apoia-la. Entretanto um novo grito e um novo frio na barriga, Helena nos avisava que a parte de trás do barco foi atingida e sofreu danos.

- Que merda! - Falava baixinho comigo mesma. - Estou realmente com raiva dessa montanha.

Mas o fato é que não sentia dificuldades m manter o controle do barco e isso já era um com sinal. Os problemas pareciam já estar acabando também, além disso a montanha era alta e passávamos pelas nuvens, agora poderíamos desfrutar de uma visão bonita, ver a beleza do rio que subimos e de certa maneira sentir um pouco de calma, finalmente estávamos indo para a tal Grand Line que a Metza falava, não sabia exatamente o que era ou o que esperar de lá, mas o fato era que esse barco era a única coisa que podia chamar de lar e as pessoas aqui comigo de família.

Finalmente estávamos vendo o topo da montanha e achava que aquilo ali era o final, mas novamente a sirena me despertava dos meus devaneios e orientava manter o leme firme e reto. Firmei o máximo possível que poderia para não perder o controla, além disso porque o que parecia que iria acontecer era que o barco iria dar um salto logo a frente e se ele subir ele vai cair, eu acho, afinal estávamos em um rio subindo uma montanha.

Tomara que essa tal de Grand Line tenha mesmo algo interessante.


Histórico da aventura:
 

NPC Companheiro:
 

Técnicas:
 

”OBJETIVOS”:
 
[/b]

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hunson
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Hunson

Créditos : 9
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 10010
Masculino Data de inscrição : 08/09/2017
Idade : 27

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 EmptySab 27 Jan 2018, 10:30

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Havíamos conseguido  passar pelos portões, entretanto aquela maldita chuva que nos castigava fez com que uma Rocha deslizasse contra nosso barco, a menina polvo traçava um plano para desviar daquilo enquanto o velho Genn corria em direção ao canhão a fim de destruir aquela pedra com um disparo.

As moças do timão começam a executar os comandos da sirena virando o navio primeiramente para a direita o que possibilitou Genn disparar contra a rocha a transformando em vários estilhaços menores que se chocaram contra o navio chegando a acertar até uma de nossas companheiras.

Após Genn destruir a rocha usando o canhão a menina polvo mandou que girassem o navio para a esquerda, um movimento que foi mais que o suficiente para me jogar tanto eu quanto Metza pelo convés do navio meu corpo se chocava contra o dela e antes que pudéssemos ser arremessados para fora do navio o panda conseguiu nos segurar em seus braços.

- Obrigado Poo, salvou nossas vidas somos eternamente gratos. Falaria para o panda enquanto recuperava o folego do choque contra Metza, - Capitã você está bem? Perguntaria logo em seguida; em meio a essa confusão Helena avisava a todos que o navio havia sofrido danos na parte de trás provavelmente devido a manobra da sirena.

A chuva diminuía conforme subíamos a montanha até finalmente sessar já havíamos passado a altura das nuvens e continuávamos subindo até avistamos o topo da montanha a água batia no “pico” dela, gotas d’água voavam para cima se transformando em gelo rapidamente, o navio se aproximava daquele ponto e pelo convés algumas pessoas começavam a se segurar e eu não teria o mesmo descuido de antes, correria em direção a qualquer coisa que estivesse presa ao navio e me seguraria fortemente para evitar ser jogado novamente. “Finalmente estamos chegando.”


HISTORICO:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]




[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]/[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sioux
Pirata
Pirata
Sioux

Créditos : Zero
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 10010
Masculino Data de inscrição : 28/05/2017

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 EmptySab 27 Jan 2018, 12:18

Montanha Reversa


Foi tudo tão rápido, que minha recordação até está um pouco embaralhada. Confusa, eu continuo controlando o timão com Bijin, que se mostra preocupada com o acontecimento, acho que um pedregulho me deu um perdido na cabeça.

Vamos lá, eu estava dando o meu melhor contra aquela chuva e a reverse mountain, um verdeiro teste pra todos nós, não havia trégua nem por um segundo! Até que fomos surpreendidos por aquela pedra, que vinha com tudo para cima de nós, foram os segundos mais tensos da minha vida até agora, junto do momento em que na praia haviam vários marinheiros me cercando.

Que dia mais turbulento.

Então, Genn dispara uma bala do canhão em direção à pedra, fazendo-a virar várias outras pequenas que continuaram seguindo e bateram contra o barco, e contra mim. Foi um BAQ e minha cabeça só levou o impacto, na região final da testa, a primeira reação que daria seria um grito de susto, não consegui reagir rápido o suficiente para desviar.

Após isso, volto à posição normal, com um pouco de devaneios, mas firme, ainda com a mão no timão, não seria uma pedrinha que ia me por abaixo! Respiraria fundo para trazer calma de novo ao meu corpo,  está tudo bem, pelo menos viva e ainda colaborando e é isso que importa.

- Não se preocupe Bijin, já me bateram com mais força... - responderia com um sorriso malicioso na face, para mostrar a garota peculiar que, além da dor do corpo, o machucado ali logo mais passará.

Olharia para os lados e iria ver se haviam mais pessoas machucadas, ou se foi somente eu a sortuda. Se percebesse mais alguém acertado pela pedra, sorriria e soltaria uma gargalhada, sair de uma aventura sem uma lembrança marcada na pele não é correto.

- A embarcação sofreu danos na traseira! Raspou na montanha! - Gritava Helena avisando a todos o que aconteceu com o barco, ao meu ver se ainda estávamos sobre o mar, o resto não é importante - Desde que continuemos navegando, isso que importa! Falta pouco e nos livramos desse tormento! - responderia no mesmo volume em que Helena gritou.

Conforme o barco subia, íamos passando pela altura das nuvens, a chuva foi deixada para trás, a visão que tínhamos era linda, as gotículas de água agora eram gelo, frio toma conta, parecia que estávamos em um lugar totalmente diferente, mas a montanha continuava a mesma subindo e subindo. Deixo escapar um "uau" por tudo isso que vi, as cenas e paisagens, não havia nada comparado a isso.

Essa sensação que cresce meu peito, a alegria de conhecer o novo, seguir em frente, viver e experimentar com meus próprios sentidos, não haviam mais fios em mim, a dor de ser uma marionete da sociedade foi deixada para trás quando atravessamos as nuvens e não paramos, o céu parecia ser o único limite o qual agora eu não podia enfrentar, mas isso é uma questão de tempo.

E como tudo que sobe depois desce, e desse movimento eu entendo, sabia que em poucos instantes ia haver um alavanco e depois a descida, ou seja, mais uma vez correriamos perigo de vida, e não vou negar, estou me desprendendo da ilusão que em algum momento houve segurança real nesse mundo.

- Mantenham o timão reto, não gire-o nem um pouco! - disse Loraelis, certamente desejava que tudo ocorresse o mais perfeito possível.

Dito isso, eu usaria minhas duas mãos e afastaria um pouco mais meus pés, para equilíbrio, e então enrijeceria meus braços, manteria-os firmes e imóveis todo o percurso até acabar esse tormento, respiraria pelo nariz e soltaria pela boca, mantendo a calma e fixaria meu olhar no horizonte, não queria perder nem por um instante a vista.

Vou lembrar desse momento para sempre, uma nova era se aproxima, falta pouco para chegarmos ao destino, e agora é hora de acreditar no melhor.

Samantha Evergreen
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
THANK YOU [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] BY LOTUS GRAPHICS EDITION!


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Spoiler Alert:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bread
Civil
Civil
Bread

Créditos : 22
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 10010
Masculino Data de inscrição : 03/04/2017
Idade : 30
Localização : Cactus Island - 1st Ilha 7th Rota

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 EmptySab 27 Jan 2018, 12:53





[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

METZA VAN HAWTHORNE



LOGUETOWN / POST 27






- AI!
A capitã não consegue deixar de escapar um grito de dor após se chocar com Lúcius. Ela não havia se segurado direito e havia sido punida por pensar que conseguiria se manter de pé no barco versão touro mecânico. Seu peito era maltratado novamente com um choque mesmo depois de Helena ter solicitado que ela tomasse cuidado com ele e passasse pomada. A dor voltava mas não era hora de se preocupar com isso… primeiro porque não havia tempo, e segundo porque ela havia se chocado justamente com aquele tripulante que havia sido o mais ferido na batalha do porto de Loguetown.
- Eu estou... mas Lúcius! Você está…?


O choque foi forte. Se ela estava machucada era óbvio que os pontos de seu amigo semi-tritão iriam se abrir. Metza evita fazer a pergunta retórica e opta por dar força ao seu companheiro e incentivo:
- Aguente firme! Estamos quase chegando… procure se apoiar em algo firme para não acontecer de novo.


A lição fora aprendida. Metza segue a ideia de Poo, Genn e os outros e se segura na lateral do navio relativamente próxima à Poo. Ele realmente concorria com Helena para saber quem era o anjo da guarda do Reino… mas isso não importava. Agora era hora de se preparar para o choque do navio no topo da montanha reversa.


Metza abre aquele que talvez era o maior sorriso de sua vida. A garota loira respirava profundamente e aliviada conforme ia retirando o peso de sua ansiedade para fora do corpo. O Reino, que acabara de começar, já estava passando por difíceis provações e risco de extinção e eles ainda nem haviam chegado ainda em Paradise! Genn conseguiu chegar à tempo no canhão e despedaçar a rocha. Metza talvez não tivesse visto que Sam havia sido atingida em cheio por um dos estilhaços ou não acreditou que a tivesse machucado com gravidade já que ela se mostrava firme e com a mesma energia de antes.
* QUE BANDO! ME ENCHENDO DE ORGULHO!*


A embarcação sofria danos na popa o que era realmente preocupante. Na velocidade que estavam e com poucos recursos seria impossível parar para que Genn reparasse os danos e chegassem com segurança do outro lado da montanha. *Vamos assim mesmo… somos fortes e vamos conseguir! A monarca estava com uma expressão séria e determinada estampada em sua face, levemente inclinada para frente encarando o caminho à frente.


Apesar dos pesares, o Reino chegava no meio da Reverse Mountain. Havia sido difícil essa primeira parte mas… tudo o que sobe precisa descer! A visão da altura das nuvens era ao mesmo tempo bela e preocupante. Um misto de emoções fortes e contraditórias. A monarca começa a respirar um pouco mais rápido ansiosa esperando que o navio voltasse para as águas e sentindo novamente dores em seu peito, cerrando os olhos e franzindo a testa para tentar suportar a dor novamente.
*Pobre Helena! Ela terá muito mais trabalho em breve… essa Reverse Mountain não é brincadeira!




Historico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~~~~~~~~~~~~~~~~~~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Legendas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alê
Narrador
Narrador
Alê

Créditos : 2
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 10010
Masculino Data de inscrição : 12/07/2015
Idade : 21
Localização : Farol - Grand Line

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 EmptySab 27 Jan 2018, 21:49



O Reino

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Fiquem um mês sem poder falar de ver um navio voaaaar!


Por ora as coisas haviam acabado bem, ou pelo menos era isso que Aleister imaginava. Até o momento, após conseguir esquivar-se dos resquícios da rocha destruída, o rapaz não havia olhado para trás em momento algum. Não seria a melhor ideia possível, visto que ele não estava sozinho ali, na embarcação, porém aquela cena, as nuvens ficando para trás e a sua frente, por agora estava toda aquela imensidão branca. Isso era esplendoroso para o rapaz. — Que mágico... — indagou sem notar que as palavras saíam de sua boca de maneira incontrolável.

Seu ombro estava dolorido, porém nada que não pudesse aguentar. Os últimos dias haviam sido muito cansativos, porém o que viria a seguir serviria como combustível para prosseguimento não só dele, como de todos os tripulantes do Reino. Aquela sensação estranha no estômago lentamente diminuía e, aquela singela falta de ar ao se deparar com algo que não conhecia era a cereja do bolo de emoções que Aleister sentia naquele determinado instante.

Ao ver toda aquela imensidão de surpresas que ainda o esperava, o rapaz lembrara de algo do seu passado. Um quadro...Um quadro que havia no corredor do palácio, era aquela imagem... O topo da Reverse! Tão transparente quanto aquelas gotículas que flutuavam em pleno ar, estava a mente do rapaz naquele instante, porém uma completa escuridão surgia em sua mente, transformando aquele sentimento alegre em um total abismo de arrependimentos e ilusões. Segurando-se mais firmemente, Aleister só queria fugir dali, só queria escapar de todas aquelas vozes que ecoavam em sua mente, os gritos, os disparos... As mortes.

— Saiam da minha mente! Saiam! Calem a boca! — bradaria o rapaz segurando-se mais firmemente onde estava, chegando até a se abaixar para defender-se das vozes malignas.

Do que está falando, Levi? A culpa foi inteiramente sua...

— Vocês não sabem de nada! Não sabem... — recluso, o rapaz falaria de maneira tão íntima quanto as vozes que apenas ele ouvia — Eu enfrentei tudo e todos para provar quem eu sou! Vocês não sabem de nada! Nada! — ofegante, afirmaria o rapaz abaixado, segurando na sua última esperança de sanidade.

Mesmo assim, garoto Levi, você sabe que é culpado, no fundo... No fundo você...

— Eu nada! Saia da minha mente! Eu não sei de nada! Eu não fiz nada! Apenas saia da minha... — antes de terminar de bradar, o rapaz voltaria a realidade e veria que estava novamente ali, na embarcação em pleno movimento pela Reverse. O clima poderia estar como estivesse, porém, seria inevitável o garoto não suar, era estranho, um suor frio. Lentamente ele tentaria se situar, seus dedos doíam por ter pressionado tantos eles onde segurava-se, mas isso era uma simples consequência do que havia ocorrido. O palpitar de seu coração, lentamente cessando, simbolizaria que o rapaz estava voltando ao normal.

Se erguendo perante o padecer do ocorrido Aleister tentaria observar para onde estariam indo e, segurando firme, bradaria caso fosse necessário desviar de algo ou qualquer fenômeno diferente do normal. Sempre direto, o rapaz tentaria ao máximo otimizar as falas e ir direto ao ponto, evitando assim enrolar na dispersão das informações essenciais. Tudo encaminhado, uma voz ecoava em seu peito e fluía até se exaurir em sua garganta. — VAMOS LÁ! EU NÃO VOU MORRER AQUI! E NEM VOCÊS VÃO! RUMO AO DESCONHECIDO! — de olhos fechados gritaria o rapaz, tentando acreditar em si mesmo e, acima de tudo, mostrar para quem que fosse aquela voz que ele era ele, ele seria quem ele queria e nada do passado iria mudar isso.

Histórico do Alencar:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


SUPER IMPORTANTE:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 EmptySeg 29 Jan 2018, 01:54



Welcome to the Grand Line!


A subida estava cada vez mais próxima de ter o seu fim, aquilo começava a encher o coração de cada um dos integrantes da tripulação, o ferimento de Samantha havia começado a escorrer um leve sangue que começava a dificultar a sua visão, mas com apenas um caminho a frente, não havia problemas apenas firmando sua mão no timão. Embora todos estivessem um pouco machucado de cada forma nenhum deles estava mais do que desanimado para aquilo. Todos se seguravam da forma que pudiam e havia conversas entre eles, Lucius e Metza perguntando se ambos estavam bem e nenhum dos dois corretamente respondendo um ao outro, quanto a Bijin e Samantha a ruiva afirmava estar bem embora o impacto em sua cabeça. Aleister por outro lado era o mais louco de todos começando a falar consigo mesmo enquanto lembrava do seu passado, aquilo acabava deixando Genn mais estranho com a sua atitude e a celestial tendo um momento de risada e Poo ria da forma mais alta que pudia.

O Reino estava apenas começando e assim que estavam para dar o salto, Levi gritava empolgando a todos dentro da embarcação que deixava a água, a cena parecia passar em câmera lenta e trazia emoções diferenciadas a todos, alguns sentiam medo e outros apenas a maior das empolgações. Aquela cena não demorava muito e a gravidade fazia o serviço de colocar a embarcação de volta ao rio da montanha, eles percebiam que a embarcação ia ganhando velocidade, mas não estava mais sendo empurrada pela correnteza enorme e sim pela gravidade o que fazia terem uma grande velocidade, mas não tão grande como havia sido na entrada. O barco ia cada vez descendo mais e assim que as nuvens passavam mais uma vez pelos seus olhos enxergavam um enorme farol, a construção cônica iluminava tudo por ali e não poderia ser diferente.

O barco rangia algumas vezes e a parte de trás parecia estar começando a fazer um barulho estranho como se estivesse a ponto de soltar alguma madeira para trás, a descida era mais tranquila que a subida pelo que parecia, não haviam rochas ou qualquer outra coisa em seu caminho e finalmente estava diminuindo a sua velocidade quando estavam para chegar para baixo. - Iremos ancorar no farol, precisamos avaliar a embarcação antes de seguir caminho. Aliás, a bússola está louca! - Uma coisa que ninguém havia percebido era que em todo esse tempo, Loraelis estava carregando consigo uma bússola por onde estava se orientando e se pedissem para a mesma mostrar veriam o ponteiro girando enlouquecidamente. - Acho que a bússola quebrou em todo esse tumulto que ocorreu. - Gritava a sirena.

Bijin e Evergreen já percebiam que não havia mais um motivo para ter três no timão, a sirena se distanciava dando alguns passos para trás e voltando a colocar a mão em seu machucado, aparentemente estava doendo, mas não parecia estar sangrando pelo que suas roupas aparentavam apenas com o sangue seco de antes.

A embarcação ia cada vez ficando mais próxima daquele farol, ao lado do farol havia uma pequena construção assemelhada a uma casa com armazém, também se via alguns mastros e pedaços de madeira espalhado por aquele mar ou colocado entre as cavernas e o farol, pareciam ser partes de embarcações destruídas devido a montanha que a correnteza havia trazido para perto. Mais uma vez uma tomada de decisões deveria se dada pela capitã, as velas ainda estavam para cima o que puxava pouco ar sobre a embarcação e uma velocidade mínima, mas que seria o bastante pra chegar perto do farol sem problemas. Alguns moradores pelo que parecia da construção já estavam perto de onde o ponto seria melhor para aportar. Após terem chego na verdadeira Grand Line conseguiam ver que na base da montanha vermelha haviam algumas cavernas, alguns pescadores estavam com suas varas de pesca por ali tentando a sorte para conseguir algum peixe.

O clima do farol era completamente estranho, estava quase completamente nevado e o calor era bem abaixo do esperado para aquele lugar parecendo que estava a dez graus. Todos da tripulação estavam a sentir o frio que estava causando naquele lugar com o sol não conseguindo derreter a neve que se acumulava. Todos dali sabiam que aquele clima poderia acabar prejudicando a todos com alguma gripe ou resfriado, não haviam roupas consigo para aquecer completamente, mas as roupas de couro que Aleister havia encontrado estavam o esquentando, embora a calça ainda machucasse suas partes baixas e o ar gelado passava por dentro do seu casaco.




Considerações:
 


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bijin
Civil
Civil
Bijin

Créditos : 58
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 10010
Feminino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 21

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 EmptySeg 29 Jan 2018, 16:43


s
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Buki "A Louca" Bijin



   Finalmente havia acabadoa coisa mais louca que eu já imaginei viver. Primeiro uma subida de barco por uma montanha, um rio que literalmente subia. Se não bastasse isso uma pedra gigante quase nos atingiu, mas conseguimos também sobreviver a isso, graças as instruções da sirena e da boa apontaria de Genn. Eu e a Sam conseguimos manter o leme na posição certa, e o Reino parecia como todo animado.

  O barco realmente havia saltado, Levi lá na frente gritava empolgado, não sabia nem o que sentir, se era medo ou felicidade, mas de fato é que minha vida estava mudando e aquele salto parecia ser deixar uma parte de mim para o passado e saltar para uma nova vida, um novo começo e desta vez com um barco repleto de amigos.

  Mas logo veio o choque do barco contra o rio, a vida voltou para agito e logo tínhamos que colocar o barco na rota certa, claro que sempre contado com a ajuda da navegadora. A velocidade também aumentava rapidamente, se a correnteza era forte suficientemente para fazer o barco subir, imagine descer. A visão não era muito boa, pois as mesmas nuvens que nos atrapalharam na subida estavam agora abaixo de nós e era torcer para não ter nenhuma curva enquanto passávamos por elas. Por sorte foi isso que aconteceu e embora a velocidade da decida estava grande, desta vez não sentimos tantas dificuldades para descer como para subir.

  Bem lá embaixo conseguíamos ver um farol, formato cônico e bem alto, era como um sinal de civilização para mim, era sinal de que alguém vivia por ali, as luzes dele estavam acesas iluminando toda aquela região. Isso me deu um certo alívio, pois sabia não tínhamos muita comida e que o barco precisava de reparo segundo Helena havia gritado e o barulho que vinha lá do fundo, ali seria a nossa primeira parada depois de chegar finalmente na Grand Line.

  Para mostrar ainda mais nossa necessidade de parar a sirena reforçou meus pensamento, mas acrescentou um problema a mais, a bússola dela havia quebrado. Embora eu não seja uma navegadora, sabia que era aquele instrumento que dizia para onde era o norte e o sul e sem ele a navegação era algo praticamente impossível.

  - Mas que droga Loraelis. - Disse com calma não querendo criar mais nervosismo. - Quem sabe naquele farol podemos encontrar alguma coisa que nos ajude.

  A navegação já estava tranquila, parecia que não havia mais problemas, a sirena já havia se afastado um pouco de nós e vi que sua ferida havia parado de sangrar, por outro lado a ferida da Sam fazia o sangue bater em seus olhos e claro que isso incomodaria qualquer pessoa. Mas conhecendo a Sam ela não deixaria o trabalho dela pela metade, enquanto não chegássemos ao farol ela não largaria o timão, mas ela precisava dar um jeito naquele rosto também.

  - Sam, pode se limpar o rosto se quiser. - Disse calma e sem ser imperativa na fala. - Acho que agora o problema já passou.

  Entretanto se a Sam realmente quisesse ir até o final deixaria a cargo dela eme afastaria para ver melhor essa tal de Grand Line, embora realmente não desse para ver muito, na verdade a única coisa a nossa vista era mesmo o farol, entretanto agora ganhava mais detalhes. Pois era possível ver uma casa com armazém ao lado da torre bem como muitos restos de barcos. Também era possível ver muitas cavernas e logo mais vimos alguns pescadores por ali. Realmente havia vida naquele lugar, quem sabe consigamos uma bússola ou coisa do tipo.

  Mas agora que a adrenalina estava passando senti o frio atingir minha pele, não era realmente gelado, algo insuportável, mas o problema era que estávamos com as roupas molhadas da tempestade e aquilo poderia dar muitos problemas de saúde, por isso tive uma ideia.

  - Poo! - Chamei a atenção do meu amigo. - Vá para a cozinha e acenda aquele forno a lenha, ele deve manter o ambiente mais quente e evitar que pegamos algum resfriado ou coisa do tipo, estamos todos molhados e muitos machucados, se o calor for roubado do nosso corpo existe chances de morrermos por besteira aqui.

  Mas logo me dirigi a meu quarto e logo me troquei, pelo menos tinha uma roupa de couro com gorro que poderia me manter bem mais aquecida que aquela roupa curta e molhada que estava usando até agora e claro que aproveitaria e pegaria minha garrafa de vinho para dar mais um bom gole daquele nectar dos deuses. Mas agora o barco já estaria parado e era hora de sair.

segunda roupa:
 

  - Pessoal! - Chamaria a atenção de todos. - Vou dar uma volta rápida e ver o que descobro com aqueles pescadores. Alguém quer ir comigo?

  Acompanhada ou não, eu iria na direção dos pescadores, não sabia qual era a real situação deles, mas não era burra, não havia nenhum barco inteiro aqui, eles não tinham como sair da ilha e nosso barco era muito bem visado, por isso fui na direção deles, se tivesse que me impor, me imporia, mas o fato é que se pudesse apenas negociar um pouco de peixe, quem sabe uma bussola que estivesse funcionando ou alguma informação de como sair daquele lugar ficaria feliz, claro que se eles tiverem alguma roupa para negociar isso seria bacana. Mas quem liga para isso eu quero é tirar uma com a cara deles.

Para chegar até eles eu iria andar ne uma maneira sensual, requebraria o quadril de vez em quando, buscaria atrair seus olhares e colocaria até mesmo charme e fogo na maneira de olhar para cada um dos pescadores ali.

- Brurururruuuu, que frio! - Falaria alto para todos ouvirem. - Olá rapazes! Tudo bem com vocês?

Daria uma boa analisada neles, veria se estavam armados ou bem alimentados, se estavam fortes ou fracos, com saúde o doentes, esse tipo de informação era importante, mas não importava muito para o meu passo seguinte.

- Tenho uma boa e uma má notícia para vocês! - Dizia provocativamente na minha arte de sedução. - A boa notícia é que temos vaga no navio e podemos dar uma carona para alguém até uma cidade, mas tenho uma má notícia também. Só temos duas vagas, e como não quero ser injusta vou dar as vagas para aqueles que mais colaborarem conosco, precisamos de alimento, casacos, bússolas...
e tudo mais que pensarem. O campeão pode dormir no meu quarto.
- Diria essa ultima frase bem sex e bem melosa.


Histórico da aventura:
 

NPC Companheiro:
 

Técnicas:
 

”OBJETIVOS”:
 
[/b]

____________________________________________________

OBJETIVOS:

Nessa missão::
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Bijin em Qua 31 Jan 2018, 16:11, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bread
Civil
Civil
Bread

Créditos : 22
Warn : Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 10010
Masculino Data de inscrição : 03/04/2017
Idade : 30
Localização : Cactus Island - 1st Ilha 7th Rota

Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 EmptySeg 29 Jan 2018, 23:17





[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

METZA VAN HAWTHORNE



FAROL / POST 28






Tensão, surpresas, fortes emoções… O navio do Reino atingia as nuvens e, apesar desta sensação de frio na barriga durar poucos instantes, parecia que ele pairou no céu por uma eternidade. Metza dessa vez aprendeu a lição e se segurou próxima à Poo para não ser arremessada novamente pela correnteza da montanha doida. Agora a gravidade era suficiente para fazer o trabalho de descer a embarcação morro abaixo, mas provavelmente pela inclinação ela aparentava descer rápido apesar de não tão rápido quanto subiu, além do caminho ser aparentemente mais tranquilo e livre de rochas gigantes assassinas.


*Quantos problemas! Calma Metza… vamos por partes…
O Reino precisava de muitas coisas ao mesmo tempo. Dentre elas estava comida, madeira para consertar o navio, medicamentos para curar quem ainda estava ferido, uma bússola nova para a navegadora e… agasalhos?
*Brrrr o que é isso? Está calor ou nevando afinal???
A loira é interrompida no meio de seu raciocínio para cruzar os braços e esfregá-los contra seu corpo e vestido que provavelmente estariam molhados. Felizmente seu bando tinha até o momento nove integrantes. A monarca provavelmente conseguiria dividí-los em diversas tarefas apropriadas que todos necessitavam no momento.


Ela, Lúcius, Sam e Poo precisavam de tratamentos. Metza não tinha certeza se ainda Helena teria suprimentos necessários para tratar todos os feridos. Ela se aproxima vagarosamente da moça celestial ainda tentando se aquecer do clima doido daquele farol, procurando respirar o mais cautelosamente possível para evitar que seu peito continuasse dolorido. Assoprando um pouco para esquentar sua boca, ela perguntaria para Helena:
- Eu, Lúcius e Sam nos machucamos na viagem além de Poo que ainda não se tratou… nós temos itens suficientes no kit de primeiros socorros para todos nós?


Seja caso afirmativo ou não, Metza sabia que equipamentos médicos eram fundamentais para um bando pirata (principalmente com a frequência que todo mundo estava se machucando). Esse era um dos itens de sua lista para procurar ou comprar. Antes de qualquer um tomar uma decisão, Metza falaria em voz alta para que todos do navio pudessem ouvir:
- Pessoal! Nós estamos precisando de vários itens para seguirmos viagem pela Grand Line e vamos aproveitar o momento para tal. Dentre os itens precisamos de: Comida, madeira para conserto do navio, itens de primeiros socorros, uma nova bússola, e agasalhos para aguentarmos esse clima nevoso deste farol… Alguém mais tem alguma idéia de itens necessários que estão em falta?


A capitã olharia para cada um dos integrantes e, caso não houvesse mais nenhum item ela prosseguiria:
- Bem… Acho melhor Levi ir atrás de comida, Genn e Loraelis podem cuidar da madeira, Helena e Sam atrás de itens de primeiros socorros, Lúcius e Poo ficam no navio de vigia, Bijin vai atrás de agasalhos para todos e eu atrás de uma nova bússola… combinado?
Se houvesse algum outro item não mencionado pela capitã, que algum outro membro lembrasse, ela adicionaria em sua conta:
- Pode deixar que eu cuido disso também…
Metza aguardaria uma resposta da equipe após dividir seu bando em pequenos grupos de divisão e conquista. Por fim, ela levantaria seu punho cerrado ao alto como já havia se tornado uma tradição do Reino, como uma motivação de um time de futebol:
- Pelo REINO!


A monarca de pés descalços aguardaria então ser tratada por Helena caso possível, e desceria do navio após atracado. Com as funções separadas, ela tomaria cuidado para evitar pisar na neve com seus pés descalços e piorar ainda mais a baixa sensação térmica que o local estava proporcionando ao seu corpo. Ela não tinha roupa de troca e se arrependia de ter jogado fora seus trapos de antes enquanto rangia os dentes:
*Tomara que Bijin consiga algo para mim… estou virando um picolé!


Metza caminharia em direção aos pescadores e tentaria ver se eles eram amistosos ou não. Caso fossem aparentemente amistosos e dispostos à comercializar itens, Metza colocaria seu pescoço levemente de lado, e com um sorriso belo e simpático usaria de sua beleza e voz dominante para conseguir o que desejava:
- Olá! Eu estou procurando por uma nova bússola para navegar pela Grand Line… Há! A propósito… eu estou também procurando um livro sobre disfarces para aprimorar uma fantasia de carnaval e estou disposta a pagar um preço bom por ele! O senhor teria algum desses itens para mim?




Historico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]~~~~~~~~~~~~~~~~~~[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Legendas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Empty
MensagemAssunto: Re: Vol. 2 - Ascensão do Reino   Vol. 2 - Ascensão do Reino - Página 17 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Vol. 2 - Ascensão do Reino
Voltar ao Topo 
Página 17 de 20Ir à página : Anterior  1 ... 10 ... 16, 17, 18, 19, 20  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Polestar Islands-
Ir para: