One Piece RPG
Victarion Greyjoy XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Gilbert Wonder
Victarion Greyjoy Emptypor Ripper Hoje à(s) 12:55

» testando template
Victarion Greyjoy Emptypor DEV.Ryan Ontem à(s) 23:13

» [Mini-Rosinante-san] O homem que quer ser livre
Victarion Greyjoy Emptypor Light Ontem à(s) 17:40

» one piece altas aventuras
Victarion Greyjoy Emptypor Fanalis B. Ria Ontem à(s) 15:32

» Criando M.E.P
Victarion Greyjoy Emptypor Fanalis B. Ria Ontem à(s) 15:31

» [MINI-Kyoji] Justiça Absoluta!
Victarion Greyjoy Emptypor Fanalis B. Ria Ontem à(s) 15:29

» [FICHA] Amaya
Victarion Greyjoy Emptypor Misterioso Ontem à(s) 14:24

» Troca de Orientador Mini-Aventura
Victarion Greyjoy Emptypor rafaeliscorrelis Ontem à(s) 11:18

» [M.E.P] - [MINI - Nox Valentine]
Victarion Greyjoy Emptypor Catuios Sab 12 Out 2019, 21:48

» [MINI - Nox Valentine]
Victarion Greyjoy Emptypor Catuios Sab 12 Out 2019, 21:43

» Sakuma Teo
Victarion Greyjoy Emptypor ADM.Ventus Sab 12 Out 2019, 21:26

» olhaeu de novo
Victarion Greyjoy Emptypor Lostboy Sab 12 Out 2019, 18:17

» Desty Nova
Victarion Greyjoy Emptypor ADM.Senshi Sab 12 Out 2019, 13:48

» Aaron DeWitt
Victarion Greyjoy Emptypor ADM.Tidus Sex 11 Out 2019, 23:40

» Masimos Titã Howker
Victarion Greyjoy Emptypor ADM.Tidus Sex 11 Out 2019, 23:40

» Sophia Aldebaran Rockfeller
Victarion Greyjoy Emptypor ADM.Ventus Sex 11 Out 2019, 16:16

» Noelle Eisenhower
Victarion Greyjoy Emptypor ADM.Ventus Sex 11 Out 2019, 16:15

» [M.E.P] - [Mine-Revescream] Prazer Homicida
Victarion Greyjoy Emptypor Revescream Sex 11 Out 2019, 15:30

» [Mine-Revescream] Prazer Homicida
Victarion Greyjoy Emptypor Revescream Sex 11 Out 2019, 15:11

» ~ Mudanças Importantes ~
Victarion Greyjoy Emptypor ADM.Tidus Qui 10 Out 2019, 21:21



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Victarion Greyjoy

Ir em baixo 
AutorMensagem
Buggy
Coringa
Coringa
Buggy

Créditos : 16
Warn : Victarion Greyjoy 10010
Masculino Data de inscrição : 30/07/2015
Idade : 21

Victarion Greyjoy Empty
MensagemAssunto: Victarion Greyjoy   Victarion Greyjoy EmptySex 12 Maio 2017, 13:11

~ PESSOAL ~


Nome: Victarion Greyjoy.
Idade: 18.
Altura: 2,70.
Peso: 170 Kg.
Mão predominante: Esquerda.
Sexo: Masculino.
Raça: Mink, urso-negro.
Tamanho/Espécie: Normal.
Origem: Desconhecida.
Localização: Conomi Island, East Blue.
Grupo: Governo Mundial.


~ ATRIBUTOS ~

LEVEL: 1.
EXP: 19/25.
BERRIES: 1.530.000.

HP: 62.
SP: 73.

DANO: 4 (+3 Racial) (+2 EdC) (+2 Arma) ~Habilidoso~
ACERTO: 5 (+2 EdC) ~Normal~
PONTARIA: 0 ~Inábil~
ESQUIVA: 0 ~Inábil~
BLOQUEIO: 0 (+3 Racial) (+2 EdC) ~Normal~
RESISTÊNCIA: 9 (+2 Racial) ~Habilidoso~
PERCEPÇÃO: 0 (+2 Racial) ~Normal~
MANIPULAÇÃO: 1 ~Normal~
VELOCIDADE DE ATAQUE: 3


KENBUN-SHOKU HAKI

Citação :
LEVEL: -X-.
EXP DO PODER: 000/050.
BUSOU-SHOKU HAKI

Citação :
LEVEL: -X-.
EXP DO PODER: 000/050.

~ ESTILOS DE COMBATE ~

Citação :
• Estilo de Combate: Espadachim.
LEVEL DE COMBATE:  1.
EXP DE ESTILO: ~PRIMÁRIO NÃO POSSUI EXP~.

~ Perícias ~
Citação :
• Rastreio.
• Botânica.
• Estratégia.
• Escudista.
• Instrumentos Musicais.
• -X-
• -X-

~ Ofícios ~
Citação :
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-

~ FAMA & REPUTAÇÃO ~

Photoplayer:
Spoiler:
 
Alcunha:
Recompensa:
Citação :
LINK DOS JORNAIS:

~ AKUMA NO MI ~

Citação :
Nome:
Tipo:
Energia:
Bonificação:
~ EQUIPAMENTOS ~


• ARMA(S)
-Nome: Katana, level 1.
Bônus: +2 em dano.
Requerimentos: level 1.
Custo: 30.000 B$.

• CABEÇA
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

• TRONCO
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

• BRAÇOS.
-Nome: Escudo Comum.
Bônus: N/A.
Requerimentos: perícia Escudista.
Custo: N/A.

• MÃOS
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

• PERNAS
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

• PÉS
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

~ INVENTÁRIO~

• Insígnia da CP1 (0W).
Face do Caos (0W):
 
~ EMBARCAÇÕES ~

Nome:
Tipo:
Descrição:
Velocidade:
Número de tripulantes máximos acomodados:
Lotação máxima no transporte:
Número de ilhas sem precisar reabastecer:
HP:
Canhões:

~ TÉCNICAS ~

Nataraja:
 
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-

~ TÉCNICAS PASSIVAS ~

• -X-
• -X-
• -X-


~ EXTRAS ~


APARÊNCIA: Tem o rosto bem barbeado, com a pele lisa como um pêssego, um rosto nobre, mas um tanto quanto simples. Alto como a grande maioria dos homens, mas menor que a belicista raça de Elbaf. Possui lábios carnudos e sutilmente rosados. Com grande facilidade seu rosto é tomado de assalto por hirsutos pelos negros, obrigando-o a arrancá-los foras diariamente para não se ver semelhante a um urso. Porta garras negras tão afiadas quanto navalhas e, dentes tão brancos e pontudos como se fossem marfim polido. Cicatrizes das algemas marcam os pulsos que estiveram presos por tanto tempo e, após um recente peleja, ganhou a marca das unhas que rasgaram seu peito. Atualmente traja a metade inferior de um terno negro, que encaixa perfeitamente bem às encaracoladas madeixas que descem até metade de suas costas. Sua panturrilha direita ainda está em processo de cicatrização após ter sido lesionada por um disparo, devido a isto, ainda dói. As mechas, em questão, crescem muito rápido, mais até que seus próprios pelos corporais, num efeito colateral por ser mestiço.

Em seu olho direito carrega um olho de um azul tão transparente que facilmente podia ser confundido como se tivesse um olho feito de gelo, um gelo que parecia suportar todos os pesares do mundo. Por baixo de seu tapa-olho, possui um olho completamente negro à luz do dia, facilmente confundido com um orbe fazia de um olho perdido há muito. Contudo, ao termino do ocaso, quando os dedos fúnebres da noite se arrastam do horizonte, duas pupilas, uma vinho e uma púrpura, nascem em um brilho fosco e permitem que o meio-mink consiga ver mesmo que nenhuma tocha ilumine seu caminho. O olho negro, foi uma das tecnologias mais caras para a aberração que o governo tentava criar, basicamente simula toda a capacidade de um mink de ver no escuro e ainda, da ao rapaz, um olho afiado que dificilmente seria obtido sem anos de treino ou uma genética favorável. O outro olho, enxerga normalmente, mesmo com o tapa-olho.

PERSONALIDADE: Melancólico, por ter nascido à sombra da tempestuosa era dos piratas e parece que nasceu em um eterno luto por todas as vidas que teria salvo se não tivesse nascido tão tarde. Acima de todo e qualquer principio de fazer o bem, sua melancolia valsa com o desdém. Ele sabe muito bem o que foi feito para fazer, mas a leitura agregou a ele um pensamento que o bem e o mal são bem andam lado a lado e a humanidade apenas mede seus atos com as variações dos tons de cinza que cada ato proporciona. O bem maior é sempre visado, outrora a liberdade de escolha de cada indivíduo é o meio natural das coisas acontecerem. Ele tende a permitir que qualquer um faça o que bem entender, contanto que as consequências dos atos de terceiros não respinguem nele. Verdadeiramente, acredita que o seu destino é um verdadeiro fardo, mas, a ideia de ter sido predestinado torna-o incapaz de virar as costas para qualquer tipo de desafio, usando todos os meios que lhe forem dados para rogar êxito. Tem um tom de voz desanimado e certa insipides com todos, dificilmente dando credito para qualquer um que não demonstre se destacar em suas habilidades ao alcance dos seus olhos. Seu lado megalomaníaco, o faz incapaz de desistir de qualquer coisa que se proponha a fazer, sendo um dos motivos para seguir tão a risco o código dos caçadores; apenas por querer ser o melhor dentre todos.

HISTÓRIA: Há eras do governo mundial vem manipulando o mundo em seu fatídico espetáculo de pantomimeiros. Tudo era sempre esperado. Tudo era sempre controlado. Não foi diferente com a queda do rei dos piratas. Tardou, mas acabou enforcado por um dos fios das marionetes. Nada podia ser mais perfeito, havia medidas e contra medidas para todo e qualquer tipo de reação. Ou quase isso; o governo creditava demais a ideia de que ao ceifar o líder todos os pequenos ratos ou pulariam do navio ou usariam o convés do navio como o céu até que eles próprios esquecessem que um dia foram o que foram. Infelizmente, nada disso jamais aconteceu. A morte do líder iniciou a maior balburdia desde o século perdido. Milhares de usurpadores acordaram e rastejaram das sombras até a brilhante coroa de rei dos piratas. Nada podia ser feito, outrora a chaga no orgulho do governo não iria ser deixada aberta. O antigo imposto cobrado dos nobres para terem os seus territórios em resguardo da bandeira branca e azul, tornou-se uma extorsão. Ninguém fazia a menor ideia de onde todo aquele dinheiro estava escoando para a cada lua arrobas serem multiplicadas gradativamente. Mas isso foi há muito tempo atrás, talvez um inverno, ou dois. Pouco importava, na era dos piratas eram poucos que se davam ao luxo de viver mais que o suficiente para acreditar que aquilo não passava de alucinação de maltrapilhos próximos a sentir os lábios da morte.

A tormenta unia o negrume do céu com o do mar. Chovia muito mais do que o extraordinário e a velha cabana no meio da floresta parecia ter quase todas as goteiras que conseguiria ter antes de desabar. Um trovão arrancou o sonho do maltrapilho hóspede do casebre. Perscrutou com seus olhos de corça o fim de mundo que veio parar e arfou em desaprovação. Não foi a primeira vez que se arrependeu de morar num lugar tão inóspito, contudo estava fora de cogitação viver com o velho-chato Samul ou com aqueles selvagens das montanhas. Parou os olhos na espada, nua, sendo beijada constantemente pelo gotejar do teto que os seus velhos olhos, escorria tão lentamente que quase se lembrou dos milhares de pingos vermelhos e viscosos que correram por sua espada. Mas aqueles tempos se foram, lembrou compulsoriamente disso ao primeiro instinto de levantar debilmente sua mão para o utensílio que estava do outro lado do casebre e sentir tantas pontadas em suas costas que quase o fez chorar.

Cambaleou até a mesa e serviu a si mesmo uma boa dose de sakê. Não bebeu sem antes oferecer um gole aos deuses e despejar do copo um pequeno fio transparente rumo ao solo. Lembrou-se dos sonhos que teve e o fardo do pesar tomou sua alma. Toda maldita noite era a mesma coisa, quis acreditar que após se aposentar as coisas passariam a ser mais fáceis, mas parece que alguém com a vida que ele teve não podia ter um descanso melhor que uma mortalha. Levou o copo a boca e, como se fosse ensaiado, qualquer bater três vezes na porta, forte o suficiente para quase derruba-la com os bruscos baques secos. Estalou a língua de desgosto e atirou o copo pela janela entreaberta. Pegou a capa-de-chuva feita de lona puída, vestiu sua lâmina na bainha a tiracolo e abriu a porta. Trocou acenos com o rapaz moreno, viu o brilho maligno por baixo dos óculos escuros e deixou para trás toda a formalidade que um dia um emissário do governo tinha de ter, seguindo sem trocar uma palavra. Ele não era mais um. Queria nunca ter sido. Mas todas aquelas histórias sobre os peixinhos que libertou por toda a sua carreira, não podia ser estampado num jornal. Antes ajudar a criar um monstro que ter sua cabeça a prêmio. Seguiu floresta à dentro, desviando de eras venenosas e uma ou outra planta carnívora gigante que se disfarçava na flora.

O portão do forte secreto era guardado por dois agentes. Eram quase idênticos um ao outro, até mesmo ao que guardava suas costas, como se estivesse ali para ajudar que ele não iria desistisse da ideia. Todos pareciam ter algum tipo de imunidade ao frio cortante das rajadas de vento. Não pareciam grande coisa, mas o broche fixado na banda esquerda da lapela, reluzia o símbolo da cipher pol um. Contudo, bastou o contato visual com um deles para que um calafrio chicoteasse seu corpo, fazendo-o perder o equilíbrio e tropeçar em uma pedra. O chão pulou para abraça-lo e quase rogou êxito, se a outra sentinela não tivesse percorrido os trinta passos que os separavam em uma fração de segundo e o pegasse pelo capuz. O sorriso de escarnio entalhado em sua face era pior do que qualquer beijo da lama.

Realinhou-se e esperou o portão descer. Não era uma boa ideia enfrentar as centenas de estacas envenenadas com desejos dentro do foço que separava o pequeno forte do mundo selvagem floresta à dentro. Entrou e notou que, agora, dois dos três agentes guardavam suas costas. Não teve tempo de notar nada além do outro enorme portão trancado por correntes e um cadeado maior que seu punho. Viu uma porta à direita dele e a abriu sem pressa. Pegou a tocha presa a lateral e desceu os degraus por tanto tempo que não sabia dizer quanto. Suas pernas podiam jurar que não foi menos de um dia, contudo ele tinha a absoluta certeza que não teria aguentado tanto tempo. Terminou em uma sala cinza repletas de monitores, atrás dela havia um elevador e a frente um enorme panorama da inacreditável capacidade do governo: através dos monitores, notou que algumas centenas de metros abaixo existia uma verdadeiro bioma floresta e um sol artificial pregado no teto. Estar ali era como se estivesse na superfície.

A porta do elevador abriu-se e das sombras o cavanhaque proeminente e ruivo entregou a identidade de um antigo companheiro de profissão: Solano, vulgo, a aranha.

– Velho amigo, Bernard, o carrasco – A lembrança o entristeceu, pesando demais em seus ombros para que os mantivesse erguidos. Aquele já tinha morrido há anos, afogado em uma garrafa de sakê. Agora ele não era mais que Bernard, o bêbado. – Sem muitas delongas ou formalidades veladas. Ali está o rapaz que você irá criar. Ali no terceiro monitor da direita para a esquerda. Como pode ver, ele não é muito humano. Diria que ele é metade urso, metade aberração, mas sua genética diz o contrário. Foi o melhor meio-mink que conseguimos e, com certeza, o que possuiu a aparência mais humana, até sabe ler e falar na língua humana, mesmo que ele prefira conviver e conversar com ursos. Entristece-me admitir, contudo lhe faltam modos. Com seus quatro anos ele já caçou e matou boa parte dos recrutas que colocamos ali. Não tenho coragem de colocar qualquer agente de respeito, por medo dele acabar atacando-o e morrendo. Ele custou muitas sanções e tanto ouro quanto o mundo pode dar. Mas, cá estamos nós, o bom e velho carrasco vai dar um jeito nesse garoto. – bateu em suas costas. – ou vai morrer tentando.

Encarou-o e logo gargalho até segurar sua barriga de dor. Ele estava brincado, conformou-se, ingenuamente, enquanto descia pelo elevador. Uma milha abaixo, a porta abriu-se e a lufada dos intrigantes cheiros da floresta encheu seus pulmões de esperança. Se não fosse aquilo, com certeza era os outros seis agentes que o seguiam. Demoraram duas noites para encontrar o meio-mink e mais uma para pegá-lo longe dos ursos. Com sorte demoraram tanto, pois, só assim, conseguiram estabelecer um plano de captura onde o garoto acabava amarrado por todos os seus quatros membros e ainda dopado por um dardo tranquilizante.

De perto, ele parecia muito mais um monstro do que pelo monitor. Não tinha como acreditar que o garoto conseguia se comunicar com ursos, ter presas com fios de corte de punhas ou garras tão negras e grossas quanto de verdadeiros ursos. Porém nada era mais assustador que o fato do olho negro dele não ser um olho cego. Durante a noite, o negro ia aos poucos brilhando e fazendo nascer duas pupilas, uma purpura e a outra vinho, em meio a orbe negra. Havia boatos que era assim que o governo com seguiu fazer com que um dos seus olhos conseguisse ver no escuro tão bem quanto um verdadeiro mink, mas para o velho espadachim, aquilo não parecia menos do que a representação do diabo vivo.

Arrastaram-no para o calabouço camuflado no centro da floresta, mas com o mapa digital que o agente-ruivo disponibilizou, não foi tão difícil encontra-lo. As duas primeiras luas ele gritou, se debatia na cadeira que era amarrado para ver vídeos idolatrando o governo ou os que explicavam a importância dele perante a paz mundial e mordia todos que tentavam se aproximar. Apenas o velho Bernard parecia conseguir alimentar o rapaz, havia boatos que ele tinha uma gotinha de sangue mink, mas nunca acreditou muito bem naquilo. Nas outras duas luas, o garoto começou a aprender os horários que ele seria alimentado e parecia esperar pelos carcereiros para diracerá0los, precisando ficar acorrentado, mas quanto mais o tempo passava ele parecia saber de quanto em quanto tempo às pessoas o alimentavam. Chegaram a levantar a ideia de que o rapaz sabia usar bem seus sentidos aguçados, mas o seu calabouço foi exatamente feito para aquele tipo de situação. Ele parecia saber contar o tempo como se um relógio fosse.

O espadachim começou a ter pena do rapaz e se encarregou de ele mesmo de servir as refeições. Estranhamente foi estabelecendo um laço, chegou até a dar o tapa-olho do seu pai para o garoto, entralhado em prata e couro. A ideia de não ver o olho demoníaco ajudou bastante na aceitação do rapaz e a ligação deles cada vez veio tornando-se melhor. Em conjunto, o comportamento do garoto passou a mudar aos poucos e com o tempo os livros que os cientistas deixavam na cela não eram destroçados e ele acabou passando a maior parte do dia solto no seu cubículo. Aos seis anos ele já treinava espadas, aos oito foi permitido que ele vivesse pela floresta com O Carrasco, aos nove, pelo hábito de leitura, era mais perspicaz que quase todos os semianalfabetos que o rodeavam.

Tiveram tempo suficiente para que o velho passasse para o jovem todo o conhecimento que tinha, ou, ao menos, a parte que sabia verbalizar. Ensinou sobre todos os recursos que a floresta podia fornecer e ensinou a caçar, seguindo rastros e usando seus instintos, e transmitiu as regras que todo o caçador deve seguir. O sistema de alienação começou a surtir efeito já na adolescência, fazendo o rapaz ter um temperamento duro, mesmo que ele se forçasse a não demonstrar. Negar qualquer tipo de desafio não fazia parte dele, forçando-o a desenvolver uma capacidade sutilmente anormal em tolerância a golpes e a lutar até mesmo depois de não ter mais forças para erguer sua espada.

Os anos se passaram e a idade atingiu. Em seu leito de morte, o próprio Victarion veio, todo adornado com a armadura que ganhou no décimo oitavo dia de seu nome avisou que ele seria adotado pela família Greyjoy, composta por não mais que um comerciante viúvo e sem herdeiros, de Shells Town, que, por acaso, morrera na última volta de lua. Daqui pra frente, as coisas tendem a piorar. Meu destino parece cada vez mais inadiável, disse antes de sair e deixar seu velho mestre para morrer e partir para sua jornada do herói.

~ GOVERNO MUNDIAL ~
Cargo: Agente em treinamento.
Organização: Cipher Pol 1.
Sub-Organização: N/A.
Missões: 2.

~ ROKUSHIKI ~

Citação :

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35.

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35.

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35.

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35.

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35.

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35.

~ LA BELLE ÉPOQUE ~
Belle Époque I: Fonctions.

~ VANTAGENS E DESVANTAGENS ~


Vantagens:
• Visão aguçada.
• Visão noturna.
• Olfato aguçado.
• Audição aguçada.
• Noção exata de tempo.
• Zooglota.
• Garras e presas.
• Ambidestria. Ainda em processo de aprendizado; Victarion deverá trabalhar mais a ambidestria no âmbito de combate.

Desvantagens:
• Megalomaníaco.
• Código do caçador.
• Aparência inumana.


~ PERSONAGENS CONHECIDOS ~


PLAYERS:
 

NPC's Importantes:
 

NPC's Criados:
 

NPC Acompanhante:
 

Link da Mini Aventura concluída ou da ficha antiga cancelada: https://www.onepiecerpg.com/t37020-jack-dracul

____________________________________________________

Victarion Greyjoy I8Sl9XY
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hidan
Civil
Civil
Hidan

Créditos : 10
Warn : Victarion Greyjoy 10010
Masculino Data de inscrição : 09/01/2013
Idade : 20
Localização : Inferno.

Victarion Greyjoy Empty
MensagemAssunto: Re: Victarion Greyjoy   Victarion Greyjoy EmptySex 16 Jun 2017, 02:07

Técnica nova. Link comprobatório.
Citação :
Level: 1       Números de Técnicas: 0
Nome: Nataraja.
Descrição: Victarion leva a perna direita para frente e a esquerda para trás. Ergue a destra e empunha sua espada com ambas as mãos enquanto estica os braços para a esquerda e fazar um movimento que vai da espada empunhada para o céu até a espada finalmente estar paralela às suas costelas e rente ao seu dorso. A descrição do movimento vem em conjunto com a abstração do urso-negro de seu ego e passa a se mover com apenas os seus instintos naturais, perdurando por dois segundos.

Sem o ego, Victarion consegue atingir a abstração completa; sua consciência se funde com sua noção de tempo, sentidos aguçados, habilidades em rastreio e sua capacidade estratégica. Sua elevação espiritual fornece a capacidade de visualizar círculos em sua visão, sendo eles a representação visual da fusão de todas as suas capacidades e neles tudo trabalha com precisa sinergia.

Os círculos dão maior capacidade de reflexo, pois é possível premeditar os ataques mais prováveis com sua mente estrategista, o tempo que eles levariam para atingirem seu corpo com sua precisão na contagem de tempo e todos os sentidos trabalham em conjunto com sua habilidade de caçador, melhorando ainda seu desempenho sensorial da visão, porém tornando todo o resto normal.
Preparação, em parte:
 

O que usa: visão aguçada, audição aguçada, olfato aguçado, noção exata de tempo, rastreio, estrategista e espadachim. Talvez, visão noturna.

Restrição:

  • A técnica dura dois turnos e tem o dobro do tempo de cooldown.
  • Não é necessário que o usuário fique na posição de preparação durante toda a técnica, apenas durante os dois segundos iniciais.
  • Há a possibilidade dela ser impedida durante os dois segundos de concentração, sendo gasto a um meio do SP, mesmo que a técnica não veja a ser ativada.
  • Todos os outros sentidos tornam-se comuns durante a técnica, porém a visão do usuário torna-se melhor, possibilitando uma visão periférica, mesmo se o olho negro estiver selado, para que toda a informação dos círculos seja absorvida.
  • Se o olho negro não for usado, não é possível usar a técnica no escuro ou em locais com baixa iluminação.
  • A dança apenas funciona para defesa pessoal, por ainda estar no inicio de todo o seu potencial, deixando que os braços tenham uma velocidade de movimentação melhor que o comum, mas haja certo decréscimo na capacidade de locomoção durante a técnica.

Dano ou Bônus: +5% em bloqueio.
SP: 21.
Código:
[spoiler=Nataraja][justify][b]Level:[/b] 1       [b]Números de Técnicas:[/b] 0
[b]Nome:[/b] Nataraja.
[b]Descrição:[/b] Victarion leva a perna direita para frente e a esquerda para trás. Ergue a destra e empunha sua espada com ambas as mãos enquanto estica os braços para a esquerda e fazar um movimento que vai da espada empunhada para o céu até a espada finalmente estar paralela às suas costelas e rente ao seu dorso. A descrição do movimento vem em conjunto com a abstração do urso-negro de seu ego e passa a se mover com apenas os seus instintos naturais, perdurando por dois segundos.

Sem o ego, Victarion consegue atingir a abstração completa; sua consciência se funde com sua noção de tempo, sentidos aguçados, habilidades em rastreio e sua capacidade estratégica. Sua elevação espiritual fornece a capacidade de visualizar círculos em sua visão, sendo eles a representação visual da fusão de todas as suas capacidades e neles tudo trabalha com precisa sinergia.

Os círculos dão maior capacidade de reflexo, pois é possível premeditar os ataques mais prováveis com sua mente estrategista, o tempo que eles levariam para atingirem seu corpo com sua precisão na contagem de tempo e todos os sentidos trabalham em conjunto com sua habilidade de caçador, melhorando ainda seu desempenho sensorial da visão, porém tornando todo o resto normal.
[center][spoiler=Preparação, em parte][img]https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/38/f7/d2/38f7d24551b7d29749fcc3ebfd0ca805.jpg[/img][/spoiler][/center]

[b]O que usa:[/b] visão aguçada, audição aguçada, olfato aguçado, noção exata de tempo, rastreio, estrategista e espadachim. Talvez, visão noturna.

[b]Restrição:[/b]
[list][*]A técnica dura dois turnos e tem o dobro do tempo de [i]cooldown;[/i]
[*]Não é necessário que o usuário fique na posição de preparação durante toda a técnica, apenas durante os dois segundos iniciais;
[*]Há a possibilidade dela ser impedida durante os dois segundos de concentração, sendo gasto a um meio do SP, mesmo que a técnica não veja a ser ativada;
[*]Todos os outros sentidos tornam-se comuns durante a técnica, porém a visão do usuário torna-se melhor, possibilitando uma visão periférica, mesmo se o olho negro estiver selado, para que toda a informação dos círculos seja absorvida;
[*]Se o olho negro não for usado, não é possível usar a técnica no escuro ou em locais com baixa iluminação;
[*]A dança apenas funciona para defesa pessoal, por ainda estar no inicio de todo o seu potencial, deixando que os braços tenham uma velocidade de movimentação melhor que o comum, mas haja certo decréscimo na capacidade de locomoção durante a técnica;[/list]
[b]Dano ou Bônus:[/b] +5% em bloqueio.
[b]SP:[/b] 21.[/justify]

____________________________________________________

Victarion Greyjoy Hidan_10


Voltar ao Topo Ir em baixo
Far
Pirata
Pirata
Far

Créditos : 53
Warn : Victarion Greyjoy 10010
Masculino Data de inscrição : 05/07/2015
Idade : 21
Localização : Your worst nightmare

Victarion Greyjoy Empty
MensagemAssunto: Re: Victarion Greyjoy   Victarion Greyjoy EmptySex 16 Jun 2017, 20:31

~~ Atualizado ~~

____________________________________________________


Fala (#B22222 - FireBrick)
Pensamento (#4682B4 - SteelBlue)

Victarion Greyjoy DPrPdTX

Victarion Greyjoy RE8PAtl
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hidan
Civil
Civil
Hidan

Créditos : 10
Warn : Victarion Greyjoy 10010
Masculino Data de inscrição : 09/01/2013
Idade : 20
Localização : Inferno.

Victarion Greyjoy Empty
MensagemAssunto: Re: Victarion Greyjoy   Victarion Greyjoy EmptyTer 27 Jun 2017, 04:38

Aventura encerrada. Link comprobatório.
Citação :
Perdas:
● Primeiro uniforme de agente;
● Parte superior do segundo uniforme de agente;
● 20.000 - Materiais para costura;
● Armadura;
● Tapa-olho.

Ganhos:
● Perícia Escudista;
● Perícia Instrumentos Musicais;
● Uniforme de agente em treinamento (restou apenas a parte inferior);
● Tiro na panturrilha (Tratado, mas ainda causa dor);
● Cicatriz de garras no peito;
● Espada comum;
● Escudo comum;
● Progresso no aprendizado de Ambidestria (4 posts): Victarion deverá trabalhar mais a ambidestria no âmbito de combate.
● Novo Grupo: Governo Mundial;
● Nova Divisão no Governo: Cipher Pol 1;
● Missão: Recrutamento;
● Missão: Escolta de um nobre;
● Tapa-Olho e Chapéu (foi feito pela NPC Acompanhante com materiais comprados pelo Hidan, e serão entregues no último post após a avaliação);
● 50cm de cabelo: O personagem (mink) tem metabolismo acelerado e o ritmo de crescimento de pelos é elevado. Ele resolveu deixar o cabelo crescer durante toda a aventura e a passagem de duas semanas que haverá no post final;
● Insígnia da CP1
Victarion Greyjoy 3052sPD

Atualização de Photoplayer:
 

NPC Acompanhante:
 

Exp: 9.
EdC: 9.

Localização: Conomi Island, East Blue.

Alteração na aparência, acréscimo das cicatrizes, da dor na panturrilha direita, perda da armadura, perda do tapa-olho, ganho do chapéu e de um novo tapa-olho:
Citação :
APARÊNCIA: Tem o rosto bem barbeado, com a pele lisa como um pêssego, um rosto nobre, mas um tanto quanto simples. Alto como a grande maioria dos homens, mas menor que a belicista raça de Elbaf. Possui lábios carnudos e sutilmente rosados. Com grande facilidade seu rosto é tomado de assalto por hirsutos pelos negros, obrigando-o a arrancá-los foras diariamente para não se ver semelhante a um urso. Porta garras negras tão afiadas quanto navalhas e, dentes tão brancos e pontudos como se fossem marfim polido. Cicatrizes das algemas marcam os pulsos que estiveram presos por tanto tempo e, após um recente peleja, ganhou a marca das unhas que rasgaram seu peito. Atualmente traja a metade inferior de um terno um chapéu e um tapa-olho, todos negos, que encaixam perfeitamente bem às encaracoladas madeixas que descem até metade de suas costas e os dois últimos utensílios foram presentes de Mathilda, que Victarion usa para esconder seu olho esquerdo. Sua panturrilha direita ainda está em processo de cicatrização após ter sido lesionada por um disparo, devido a isto, ainda dói. As mechas, em questão, crescem muito rápido, mais até que seus próprios pelos corporais, num efeito colateral por ser mestiço.

Em seu olho direito carrega um olho de um azul tão transparente que facilmente podia ser confundido como se tivesse um olho feito de gelo, um gelo que parecia suportar todos os pesares do mundo. Por baixo de seu tapa-olho, possui um olho completamente negro à luz do dia, facilmente confundido com um orbe fazia de um olho perdido há muito. Contudo, ao termino do ocaso, quando os dedos fúnebres da noite se arrastam do horizonte, duas pupilas, uma vinho e uma púrpura, nascem em um brilho fosco e permitem que o meio-mink consiga ver mesmo que nenhuma tocha ilumine seu caminho. O olho negro, foi uma das tecnologias mais caras para a aberração que o governo tentava criar, basicamente simula toda a capacidade de um mink de ver no escuro e ainda, da ao rapaz, um olho afiado que dificilmente seria obtido sem anos de treino ou uma genética favorável. O outro olho, enxerga normalmente, mesmo com o tapa-olho.

Código:
[justify][b]APARÊNCIA:[/b] Tem o rosto bem barbeado, com a pele lisa como um pêssego, um rosto nobre, mas um tanto quanto simples. Alto como a grande maioria dos homens, mas menor que a belicista raça de Elbaf. Possui lábios carnudos e sutilmente rosados. Com grande facilidade seu rosto é tomado de assalto por hirsutos pelos negros, obrigando-o a arrancá-los foras diariamente para não se ver semelhante a um urso. Porta garras negras tão afiadas quanto navalhas e, dentes tão brancos e pontudos como se fossem marfim polido. Cicatrizes das algemas marcam os pulsos que estiveram presos por tanto tempo e, após um recente peleja, ganhou a marca das unhas que rasgaram seu peito. Atualmente traja a metade inferior de um terno negro, que encaixa perfeitamente bem às encaracoladas madeixas que descem até metade de suas costas. Sua panturrilha direita ainda está em processo de cicatrização após ter sido lesionada por um disparo, devido a isto, ainda dói. As mechas, em questão, crescem muito rápido, mais até que seus próprios pelos corporais, num efeito colateral por ser mestiço.

Em seu olho direito carrega um olho de um azul tão transparente que facilmente podia ser confundido como se tivesse um olho feito de gelo, um gelo que parecia suportar todos os pesares do mundo. Por baixo de seu tapa-olho, possui um olho completamente negro à luz do dia, facilmente confundido com um orbe fazia de um olho perdido há muito. Contudo, ao termino do ocaso, quando os dedos fúnebres da noite se arrastam do horizonte, duas pupilas, uma vinho e uma púrpura, nascem em um brilho fosco e permitem que o meio-mink consiga ver mesmo que nenhuma tocha ilumine seu caminho. O olho negro, foi uma das tecnologias mais caras para a aberração que o governo tentava criar, basicamente simula toda a capacidade de um mink de ver no escuro e ainda, da ao rapaz, um olho afiado que dificilmente seria obtido sem anos de treino ou uma genética favorável. O outro olho, enxerga normalmente, mesmo com o tapa-olho.[/justify]

Novo PP:

Citação :
Spoiler:
 

Código:
[spoiler][img]https://image.ibb.co/mzbo7k/19576277_1352507698180964_805035673_n.png[/img][/spoiler]

Perícias:
Citação :
• Rastreio.
• Botânica.
• Estratégia.
• Escudista.
• Instrumentos Musicais.
• -X-
• -X-

Código:
[quote] • Rastreio.
• Botânica.
• Estratégia.
• Escudista.
• Instrumentos Musicais.
• -X-
• -X- [/quote]

Espada comum:
Citação :
• ARMA(S)
-Nome: Montante, espada do level 1.
Bônus: +2 em dano.
Requerimentos: level 1.
Custo: 30.000 B$.

Código:
[b]• ARMA(S)[/b]
[b]-Nome:[/b] [url=https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/originals/17/64/32/176432e238aa8d1c395dcb140b2feba6.jpg]Montante[/url], espada do level 1.
[b]Bônus:[/b] +2 em dano.
[b]Requerimentos:[/b] level 1.
[b]Custo:[/b] 30.000 B$.

Escudo comum:

Citação :
• BRAÇOS.
-Nome: Escudo Comum.
Bônus: N/A.
Requerimentos: perícia Escudista.
Custo: N/A.

Código:
[b]• BRAÇOS. [/b]
[b]-Nome:[/b] [url=https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/236x/a9/53/d0/a953d028d11d55d29241906838fc23a0.jpg?noindex=1]Escudo Comum[/url].
[b]Bônus:[/b] N/A.
[b]Requerimentos:[/b] perícia Escudista.
[b]Custo:[/b] N/A.
Insígnia da CP1:
Citação :
~ INVENTÁRIO ~
• Insígnia da CP1 (0W).

Código:
[center][color=#E32636][b]~ INVENTÁRIO ~[/b][/color][/center]
•[url=http://i.imgur.com/3052sPD.png] Insígnia da CP1[/url] (0W).


Atributos, mudança do dinheiro (-20.000) e mudanças das cores (+4 em dano e +5 em Acerto):


Citação :
~ ATRIBUTOS ~

LEVEL: 1
EXP: 19/25
BERRIES: 30.000

HP: 120
SP: 73

DANO: 4 (+3 Racial) (+2 EdC) (+2 Arma) ~Habilidoso~
ACERTO: 5 (+2 EdC) ~Normal~
PONTARIA: 0 ~Inábil~
ESQUIVA: 0 ~Inábil~
BLOQUEIO: 0 (+3 Racial) (+2 EdC) ~Normal~
RESISTÊNCIA: 9 (+2 Racial) ~Habilidoso~
PERSISTÊNCIA: 0 (+2 Racial) ~Normal~
MANIPULAÇÃO: 1 ~Normal~
VELOCIDADE DE ATAQUE: 3

Código:
 [center][color=#E32636][b]~ ATRIBUTOS ~[/b][/color][/center]

[b]LEVEL:[/b] 1
[b]EXP:[/b] 19/25
[b]BERRIES:[/b] 30.000

[b][color=green]HP[/color]: 120[/b]
[b][color=blue]SP[/color]: 73[/b]

[b]DANO:[/b] 4 [color=lightblue](+3 Racial)[/color] [color=#33FF9C](+2 EdC)[/color] [color=#FEBA04](+2 Arma)[/color] [i]~Habilidoso~[/i]
[b]ACERTO:[/b] 5 [color=#33FF9C](+2 EdC)[/color] [i]~Normal~[/i]
[b]PONTARIA:[/b] 0 [i]~Inábil~[/i]
[b]ESQUIVA:[/b] 0 [i]~Inábil~[/i]
[b]BLOQUEIO:[/b] 0 [color=lightblue](+3 Racial)[/color] [color=#33FF9C](+2 EdC)[/color] [i]~Normal~[/i]
[b]RESISTÊNCIA:[/b] 9 [color=lightblue](+2 Racial)[/color] [i]~Habilidoso~[/i]
[b]PERSISTÊNCIA:[/b] 0 [color=lightblue](+2 Racial)[/color] [i]~Normal~[/i]
[b]MANIPULAÇÃO:[/b] 1 [i]~Normal~[/i]
[b]VELOCIDADE DE ATAQUE:[/b] 3
Progresso em Ambidestria:
Citação :
Vantagens:
• Visão aguçada.
• Visão noturna.
• Olfato aguçado.
• Audição aguçada.
• Noção exata de tempo.
• Zooglota.
• Garras e presas.
• Ambidestria. Ainda em processo de aprendizado, Victarion deverá trabalhar mais a ambidestria no âmbito de combate .

Código:
 [b]Vantagens:[/b]
• Visão aguçada.
• Visão noturna.
• Olfato aguçado.
• Audição aguçada.
• Noção exata de tempo.
• Zooglota.
• Garras e presas.
• Ambidestria. Ainda em processo de aprendizado, Victarion deverá trabalhar mais a ambidestria no âmbito de combate.

Relações com NPC’s e NPC Acompanhante:

Citação :
~ PERSONAGENS CONHECIDOS ~


PLAYERS:
 

NPC's Importantes:
 

NPC's Criados:
 

NPC Acompanhante:
 

Código:
 [center][color=#E32636][b]~ PERSONAGENS CONHECIDOS ~[/b][/color][/center]


[spoiler=PLAYERS]
[i]*Nome do Player*[/i] - [i]*Local que viu/conheceu*[/i] - [i]*Relação com este*[/i][/spoiler]

[spoiler=NPC's Importantes]
[i]*Nome do NPC*[/i] - [i]*Local que viu/conheceu*[/i] - [i]*Relação com este*[/i][/spoiler]

[spoiler=NPC's Criados][justify]
[i]*Nome do NPC*[/i] - [i]*Local que viu/conheceu*[/i] - [i]*Relação com este*[/i]

[i[url=http://vignette1.wikia.nocookie.net/tokyoghoul/images/a/a3/Yasuhisakuro.png/revision/latest?cb=20151024195413&path-prefix=fr]Noventa-e-oito[/url].[/i] - [i]Floresta do Arquipélago das focas.[/i] - [i]Victarion possui certo afeto com o experimento, boa parte disto vem do seu princípio de honra dos caçadores e por ele não conseguir encontrar crime algum para punir a garota, por isto acabou deixando-a que vivesse e deu-a o seu tão querido tapa-olho que foi presente de Bernard. O mestiço ainda retém a vontade de voltar à floresta para saber se ela e sua irmã mais nova estão bem, já que acabou deferindo um golpe forte demais na noventa-e-oito.[/i]

[i][url=https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/78/49/86/7849860629984f1d08f8ad16907514e5.jpg]Noventa-e-nove[/url].[/i] - [i]Floresta do Arquipélago das focas.[/i] - [i]Victarion não teve muito contato com a ela, mas sabe que ela é visivelmente mais nova e possui uma empatia para com ela, porém menor do que retém por sua irmã, já que, até então, apenas a mais velha possuí o olho negro. Ainda sim, julga que ela, como sua irmã, não devem ser punidas pelo crime de apenas existir.[/i]

[i][url=http://orig02.deviantart.net/a771/f/2014/160/f/7/elefarda_small_by_anotherwanderer-d7lqr25.jpg]Mathilda Margolis [/url].[/i] - [i]Mansão do Governo em Shells Town.[/i] - [i]Victarion gosta bastante da moça, principalmente por ela ter demonstrado à ele que vai além de sua beleza física e consegue dançar com uma espada tão bem quanto ele, mesmo que de ela tenha visivelmente menos força que ele. O urso-negro sabe quem que o fardo de sua companheira pode não lhe render a imortalidade que ele tem, mas, mesmo assim, fará o possível para mantê-la viva já que julga ela bonita demais para acabar morrendo. Nada obstante, por mais que o cavaleiro tenha apresso por ela, ele não discerne o interesse amoroso dela por ele, já que não entende tanto sobre as relações interpessoais já que passou boa parte da sua vida preso.[/i] [/justify][/spoiler]
[spoiler="NPC Acompanhante"][justify][b]Nome:[/b] Mathilda Margolis.
[b]Level:[/b] 1.
[b]Oficio:[/b]  N/A.
[b]Estilo de Combate:[/b] Espadachim.
[b]Perícias[/b] Furtividade, dança e costura.
[b]Atributos Principais[/b] Acerto > Esquiva > Dano.
[b]Aparência:[/b] Com seus dezessete anos, seus traços nobre entregariam muito bem sua descendência, se ela não fosse portadora de uma beleza completamente atenuante aos sentidos. É dito que sangue de gigante corre em suas veias, mas, mesmo assim, Mathilda é um humano com seus anormais um metro e noventa de altura e uma força um tanto maior que a maioria. O branco e esvoaçante de suas madeixas finas, seguem seu corpo como se fosse vapor condensando no frio. O alvo também está estampado em sua carne, que, por algum tipo de problema genético dá a espadachim certa sensibilidade ao sol quanto este se faz implacável. Se ela se expuser ao sol sem devidas roupas grossas, ela acabará empolada, mas não passa disto.
Seus olhos, vermelhos e leitosos, mas engana-se quem pensa que por qualquer motivo aquilo cause qualquer tipo de deficiência em seu corpo; é dito que aqueles olhos vermelhos veem mais longe e melhor do que qualquer outro. Suas pernas, ombros e abdômen são torneados pela dança de salão e feitos como pedra pela dança com gumes. Suas mãos são hábeis e precisas, como de uma boa costureira deve ser, que, somados aos seus olhos, dão à garota nobre uma mira minuciosa com sua espada.
[spoiler=Mathilda Margolis][img]http://orig02.deviantart.net/a771/f/2014/160/f/7/elefarda_small_by_anotherwanderer-d7lqr25.jpg[/img][/spoiler]
[b]Personalidade:[/b] Mathilda é uma pessoa com um gênio forte e possuí certa desconfiança com as ações alheias à ela. Ela foi criada e instruída para ser a melhor das damas, dando-a vários dotes nas mais variadas artes femininas, contudo o treino de espada aguçou bastante sua imponência e sua capacidade de se autoafirmar. O pouco que lhe foi explicado foi dito por seu pai quando o governo invadiu o reino deles. Segundo ele, como ele tinha perdido sua revolta contra os invasores, ela teria de ser forte e passará a servir ao governo como qualquer plebeu. Como uma boa garota, ela apenas tenta fazer o melhor possível para ser tratada como qualquer outro, mas não confia tanto nas famílias nobres por conhecer o lado obscuro que seus comuns possuem.
Por toda a sua vida ela foi preparada para o dia que iria conhecer o cavaleiro do governo que iria protegê-la, talvez tenha sido algum tipo de exigência do seu pai para poder entregá-la como cativa ao governo mundial, boa parte de sua própria história foi escondida da garota, então ela pouco sabia mais que teria de lidar com algum tipo de aberração. Ela conheceu Victarion de uma maneira inusitada e pela primeira vez em toda a sua vida ela corou. Não esperava muito dele, mas logo foi conhecendo-o melhor e vendo certa humanidade na besta. Ela não sabe ao certo, mas entre um ato de coragem quase suicida e outro, ela acabou se apaixonando pelo cavaleiro.[/justify][/spoiler]

No final da ficha: Mudança de Grupo para o governo mundial:

Citação :
~ GOVERNO MUNDIAL ~
Cargo: Agente em treinamento.
Organização: Cipher Pol 1.
Sub-Organização: N/A.
Missões: 2.

~ ROKUSHIKI ~


Citação :

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35

Código:
[center][color=#93BECC][b]~ GOVERNO MUNDIAL ~[/b][/color][/center]
[b]Cargo:[/b] Agente em treinamento.
[b]Organização:[/b] Cipher Pol 1.
[b]Sub-Organização:[/b] N/A.
[b]Missões:[/b] 2.

[center][color=#93BECC][b]~ ROKUSHIKI ~[/b][/color][/center]


[quote]•
LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35[/quote]

Depois do grupo do governo, coloque, por favor:

~ LA BELLE ÉPOQUE ~
Belle Époque I: Fonctions.

Código:
[center][color=#93BECC][b]~ LA BELLE ÉPOQUE ~[/b][/color]
<big>Belle Époque I: [url=http://www.onepiecerpg.com/t38777-belle-epoque-i-fonctions]Fonctions[/url].</big>[/center]

____________________________________________________

Victarion Greyjoy Hidan_10


Voltar ao Topo Ir em baixo
Far
Pirata
Pirata
Far

Créditos : 53
Warn : Victarion Greyjoy 10010
Masculino Data de inscrição : 05/07/2015
Idade : 21
Localização : Your worst nightmare

Victarion Greyjoy Empty
MensagemAssunto: Re: Victarion Greyjoy   Victarion Greyjoy EmptyTer 27 Jun 2017, 13:40

~~ Atualizado ~~

Apenas alterei a arma, que deve permanecer a mesma da loja enquanto estiver nos blues.

____________________________________________________


Fala (#B22222 - FireBrick)
Pensamento (#4682B4 - SteelBlue)

Victarion Greyjoy DPrPdTX

Victarion Greyjoy RE8PAtl
Voltar ao Topo Ir em baixo
Hidan
Civil
Civil
Hidan

Créditos : 10
Warn : Victarion Greyjoy 10010
Masculino Data de inscrição : 09/01/2013
Idade : 20
Localização : Inferno.

Victarion Greyjoy Empty
MensagemAssunto: Re: Victarion Greyjoy   Victarion Greyjoy EmptyQui 28 Dez 2017, 17:29

Premiações de eventos. Link comprobatório um. Link comprobatório dois.
Enfim, tomei a liberdade de colocar ponto final em tudo na ficha, acrescer as premiações, mudei o nome do atributo para o nome sob as regras vigentes, coloquei a katana como link e retirei coisas que estavam com tamanhos maiores e quebravam o padrão da ficha:
Código:
[justify][center][color=#E32636][b]~ PESSOAL ~[/b][/color][/center]


[b]Nome:[/b] Victarion Greyjoy.
[b]Idade:[/b] 18.
[b]Altura:[/b] 2,70.
[b]Peso:[/b] 170 Kg.
[b]Mão predominante:[/b] Esquerda.
[b]Sexo:[/b] Masculino.
[b]Raça:[/b] Mink, urso-negro.
[b]Tamanho/Espécie:[/b] Normal.
[b]Origem:[/b] Desconhecida.
[b]Localização:[/b] Conomi Island, East Blue.
[b]Grupo:[/b] Governo Mundial.


[center][color=#E32636][b]~ ATRIBUTOS ~[/b][/color][/center]

[center][b][size=18]
([color=#FF0000]Começa com 10 pontos, BÔNUS RACIAL EM[color=#0000FF] AZUL[/color] E BÔNUS DE EDC EM [color=#660000]VERMELHO[/color][/color])[/size][/b][/center]

[b]LEVEL:[/b] 1.
[b]EXP:[/b] 19/25.
[b]BERRIES:[/b] 1.530.000.

[b][color=green]HP[/color]: 62[/b] .
[b][color=blue]SP[/color]: 73[/b].

[b]DANO:[/b] 4 [color=lightblue](+3 Racial)[/color] [color=#33FF9C](+2 EdC)[/color] [color=#FEBA04](+2 Arma)[/color] [i]~Habilidoso~[/i]
[b]ACERTO:[/b] 5 [color=#33FF9C](+2 EdC)[/color] [i]~Normal~[/i]
[b]PONTARIA:[/b] 0 [i]~Inábil~[/i]
[b]ESQUIVA:[/b] 0 [i]~Inábil~[/i]
[b]BLOQUEIO:[/b] 0 [color=lightblue](+3 Racial)[/color] [color=#33FF9C](+2 EdC)[/color] [i]~Normal~[/i]
[b]RESISTÊNCIA:[/b] 9 [color=lightblue](+2 Racial)[/color] [i]~Habilidoso~[/i]
[b]PERCEPÇÃO:[/b] 0 [color=lightblue](+2 Racial)[/color] [i]~Normal~[/i]
[b]MANIPULAÇÃO:[/b] 1 [i]~Normal~[/i]
[b]VELOCIDADE DE ATAQUE:[/b] 3


[center][color=#E32636][b]KENBUN-SHOKU HAKI[/b][/color][/center]

[quote]LEVEL: -X-.
EXP DO PODER: 000/050.[/quote]
[center][color=#E32636][b]BUSOU-SHOKU HAKI[/b][/color][/center]

[quote]LEVEL: -X-.
EXP DO PODER: 000/050.[/quote]

[center][color=#E32636][b]~ ESTILOS DE COMBATE ~[/b][/color][/center]

[quote]• Estilo de Combate: Espadachim.
LEVEL DE COMBATE:  1.
EXP DE ESTILO: ~PRIMÁRIO NÃO POSSUI EXP~.
[/quote]

[center][color=#E32636][b]~ Perícias ~[/b][/color][/center]
[quote]• Rastreio.
• Botânica.
• Estratégia.
• Escudista.
• Instrumentos Musicais.
• -X-
• -X- [/quote]

[center][color=#E32636][b]~ Ofícios ~[/b][/color][/center]
[quote]• -X-
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-
[/quote]

[center][color=#E32636][b]~ FAMA & REPUTAÇÃO ~[/b][/color][/center]

Photoplayer: [spoiler][img]https://image.ibb.co/mzbo7k/19576277_1352507698180964_805035673_n.png[/img][/spoiler]
Alcunha:
Recompensa:
[quote]LINK DOS JORNAIS:
[/quote]

[center][color=#E32636][b]~ AKUMA NO MI ~[/b][/color][/center]

[quote]Nome:
Tipo:
Energia:
Bonificação:
[/quote]
[center][color=#E32636][b]~ EQUIPAMENTOS ~[/b][/color][/center]


[b]• ARMA(S)[/b]
[b]-Nome:[/b] [url=http://i.imgur.com/lgfR3ON.jpg]Katana[/url], level 1.
[b]Bônus:[/b] +2 em dano.
[b]Requerimentos:[/b] level 1.
[b]Custo:[/b] 30.000 B$.

[b]• CABEÇA[/b]
[b]-Nome: -x-[/b]
[b]Bônus: -x-[/b]
[b]Requerimento: -x-[/b]
[b]Custo: -x-[/b]

[b]• TRONCO[/b]
[b]-Nome: -x-[/b]
[b]Bônus: -x-[/b]
[b]Requerimento: -x-[/b]
[b]Custo: -x-[/b]

[b]• BRAÇOS. [/b]
[b]-Nome:[/b] [url=https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/236x/a9/53/d0/a953d028d11d55d29241906838fc23a0.jpg?noindex=1]Escudo Comum[/url].
[b]Bônus:[/b] N/A.
[b]Requerimentos:[/b] perícia Escudista.
[b]Custo:[/b] N/A.

[b]• MÃOS[/b]
[b]-Nome: -x-[/b]
[b]Bônus: -x-[/b]
[b]Requerimento: -x-[/b]
[b]Custo: -x-[/b]

[b]• PERNAS[/b]
[b]-Nome: -x-[/b]
[b]Bônus: -x-[/b]
[b]Requerimento: -x-[/b]
[b]Custo: -x-[/b]

[b]• PÉS[/b]
[b]-Nome: -x-[/b]
[b]Bônus: -x-[/b]
[b]Requerimento: -x-[/b]
[b]Custo: -x-[/b]

[center][color=#E32636][b]~ INVENTÁRIO~[/b][/color][/center]

•[url=http://i.imgur.com/3052sPD.png] Insígnia da CP1[/url] (0W).
•[spoiler= Face do Caos (0W)]
[center][img]https://img00.deviantart.net/acd8/i/2013/234/6/0/mask_of_chaos_by_clothbender-d6j8j71.png[/img][/center]
[b]Descrição:[/b] O Regente da grande ilha pirata de Chaos, Gatsu Gokudera, foi o responsável pela ideia inicial da máscara, utilizada pelo círculo interno dos espiões mais fieis de Gokudera, os quais nunca deveriam ter as suas identidades reveladas, para manter as aparências de simples e inofensivos civis de suas respectivas ilhas. É, portanto, obrigatório o uso da máscara para a realização de suas missões furtivas.
Inevitavelmente, um dos espiões, Himmy Prezzton, saiu fracassado em sua última missão em nome do seu líder. Desgostoso com a própria vida, mas sem coragem para se finalizar, navegou até o east blue, onde havia nascido, e isolou-se em um pequeno bote de madeira, esperando que a sua hora chegasse.
A máscara ficou com ele.
Em sua parte interior, o nome do dono está encravado no metal, "Himmy Prezzton".
[/spoiler]
[center][color=#E32636][b]~ EMBARCAÇÕES ~[/b][/color][/center]

[b]Nome:[/b]
[b]Tipo:[/b]
[b]Descrição:[/b]
[b]Velocidade:[/b]
[b]Número de tripulantes máximos acomodados:[/b]
[b]Lotação máxima no transporte:[/b]
[b]Número de ilhas sem precisar reabastecer:[/b]
[b]HP:[/b]
[b]Canhões:[/b]

[center][color=#E32636][b]~ TÉCNICAS ~[/b][/color][/center]

• [spoiler=Nataraja]
[b]Level:[/b] 1       [b]Números de Técnicas:[/b] 0
[b]Nome:[/b] Nataraja.
[b]Descrição:[/b] Victarion leva a perna direita para frente e a esquerda para trás. Ergue a destra e empunha sua espada com ambas as mãos enquanto estica os braços para a esquerda e fazar um movimento que vai da espada empunhada para o céu até a espada finalmente estar paralela às suas costelas e rente ao seu dorso. A descrição do movimento vem em conjunto com a abstração do urso-negro de seu ego e passa a se mover com apenas os seus instintos naturais, perdurando por dois segundos.

Sem o ego, Victarion consegue atingir a abstração completa; sua consciência se funde com sua noção de tempo, sentidos aguçados, habilidades em rastreio e sua capacidade estratégica. Sua elevação espiritual fornece a capacidade de visualizar círculos em sua visão, sendo eles a representação visual da fusão de todas as suas capacidades e neles tudo trabalha com precisa sinergia.

Os círculos dão maior capacidade de reflexo, pois é possível premeditar os ataques mais prováveis com sua mente estrategista, o tempo que eles levariam para atingirem seu corpo com sua precisão na contagem de tempo e todos os sentidos trabalham em conjunto com sua habilidade de caçador, melhorando ainda seu desempenho sensorial da visão, porém tornando todo o resto normal.
[center][spoiler=Preparação, em parte][img]https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/38/f7/d2/38f7d24551b7d29749fcc3ebfd0ca805.jpg[/img][/spoiler][/center]

[b]O que usa:[/b] visão aguçada, audição aguçada, olfato aguçado, noção exata de tempo, rastreio, estrategista e espadachim. Talvez, visão noturna.

[b]Restrição:[/b]
[list]
[*]A técnica dura dois turnos e tem o dobro do tempo de [i]cooldown.[/i]
[*]Não é necessário que o usuário fique na posição de preparação durante toda a técnica, apenas durante os dois segundos iniciais.
[*]Há a possibilidade dela ser impedida durante os dois segundos de concentração, sendo gasto a um meio do SP, mesmo que a técnica não veja a ser ativada.
[*]Todos os outros sentidos tornam-se comuns durante a técnica, porém a visão do usuário torna-se melhor, possibilitando uma visão periférica, mesmo se o olho negro estiver selado, para que toda a informação dos círculos seja absorvida.
[*]Se o olho negro não for usado, não é possível usar a técnica no escuro ou em locais com baixa iluminação.
[*]A dança apenas funciona para defesa pessoal, por ainda estar no inicio de todo o seu potencial, deixando que os braços tenham uma velocidade de movimentação melhor que o comum, mas haja certo decréscimo na capacidade de locomoção durante a técnica.
[/list]
[b]Dano ou Bônus:[/b] +5% em bloqueio.
[b]SP:[/b] 21.
[/spoiler]
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-

[center][color=#E32636][b]~ TÉCNICAS PASSIVAS ~[/b][/color][/center]

• -X-
• -X-
• -X-


[center][color=#E32636][b]~ EXTRAS ~[/b][/color][/center]


[b]APARÊNCIA:[/b] Tem o rosto bem barbeado, com a pele lisa como um pêssego, um rosto nobre, mas um tanto quanto simples. Alto como a grande maioria dos homens, mas menor que a belicista raça de Elbaf. Possui lábios carnudos e sutilmente rosados. Com grande facilidade seu rosto é tomado de assalto por hirsutos pelos negros, obrigando-o a arrancá-los foras diariamente para não se ver semelhante a um urso. Porta garras negras tão afiadas quanto navalhas e, dentes tão brancos e pontudos como se fossem marfim polido. Cicatrizes das algemas marcam os pulsos que estiveram presos por tanto tempo e, após um recente peleja, ganhou a marca das unhas que rasgaram seu peito. Atualmente traja a metade inferior de um terno negro, que encaixa perfeitamente bem às encaracoladas madeixas que descem até metade de suas costas. Sua panturrilha direita ainda está em processo de cicatrização após ter sido lesionada por um disparo, devido a isto, ainda dói. As mechas, em questão, crescem muito rápido, mais até que seus próprios pelos corporais, num efeito colateral por ser mestiço.

Em seu olho direito carrega um olho de um azul tão transparente que facilmente podia ser confundido como se tivesse um olho feito de gelo, um gelo que parecia suportar todos os pesares do mundo. Por baixo de seu tapa-olho, possui um olho completamente negro à luz do dia, facilmente confundido com um orbe fazia de um olho perdido há muito. Contudo, ao termino do ocaso, quando os dedos fúnebres da noite se arrastam do horizonte, duas pupilas, uma vinho e uma púrpura, nascem em um brilho fosco e permitem que o meio-mink consiga ver mesmo que nenhuma tocha ilumine seu caminho. O olho negro, foi uma das tecnologias mais caras para a aberração que o governo tentava criar, basicamente simula toda a capacidade de um mink de ver no escuro e ainda, da ao rapaz, um olho afiado que dificilmente seria obtido sem anos de treino ou uma genética favorável. O outro olho, enxerga normalmente, mesmo com o tapa-olho.

[b]PERSONALIDADE:[/b] Melancólico, por ter nascido à sombra da tempestuosa era dos piratas e parece que nasceu em um eterno luto por todas as vidas que teria salvo se não tivesse nascido tão tarde. Acima de todo e qualquer principio de fazer o bem, sua melancolia valsa com o desdém. Ele sabe muito bem o que foi feito para fazer, mas a leitura agregou a ele um pensamento que o bem e o mal são bem andam lado a lado e a humanidade apenas mede seus atos com as variações dos tons de cinza que cada ato proporciona. O bem maior é sempre visado, outrora a liberdade de escolha de cada indivíduo é o meio natural das coisas acontecerem. Ele tende a permitir que qualquer um faça o que bem entender, contanto que as consequências dos atos de terceiros não respinguem nele. Verdadeiramente, acredita que o seu destino é um verdadeiro fardo, mas, a ideia de ter sido predestinado torna-o incapaz de virar as costas para qualquer tipo de desafio, usando todos os meios que lhe forem dados para rogar êxito. Tem um tom de voz desanimado e certa insipides com todos, dificilmente dando credito para qualquer um que não demonstre se destacar em suas habilidades ao alcance dos seus olhos. Seu lado megalomaníaco, o faz incapaz de desistir de qualquer coisa que se proponha a fazer, sendo um dos motivos para seguir tão a risco o código dos caçadores; apenas por querer ser o melhor dentre todos.

[b]HISTÓRIA:[/b] Há eras do governo mundial vem manipulando o mundo em seu fatídico espetáculo de pantomimeiros. Tudo era sempre esperado. Tudo era sempre controlado. Não foi diferente com a queda do rei dos piratas. Tardou, mas acabou enforcado por um dos fios das marionetes. Nada podia ser mais perfeito, havia medidas e contra medidas para todo e qualquer tipo de reação. Ou quase isso; o governo creditava demais a ideia de que ao ceifar o líder todos os pequenos ratos ou pulariam do navio ou usariam o convés do navio como o céu até que eles próprios esquecessem que um dia foram o que foram. Infelizmente, nada disso jamais aconteceu. A morte do líder iniciou a maior balburdia desde o século perdido. Milhares de usurpadores acordaram e rastejaram das sombras até a brilhante coroa de rei dos piratas. Nada podia ser feito, outrora a chaga no orgulho do governo não iria ser deixada aberta. O antigo imposto cobrado dos nobres para terem os seus territórios em resguardo da bandeira branca e azul, tornou-se uma extorsão. Ninguém fazia a menor ideia de onde todo aquele dinheiro estava escoando para a cada lua arrobas serem multiplicadas gradativamente. Mas isso foi há muito tempo atrás, talvez um inverno, ou dois. Pouco importava, na era dos piratas eram poucos que se davam ao luxo de viver mais que o suficiente para acreditar que aquilo não passava de alucinação de maltrapilhos próximos a sentir os lábios da morte.

A tormenta unia o negrume do céu com o do mar. Chovia muito mais do que o extraordinário e a velha cabana no meio da floresta parecia ter quase todas as goteiras que conseguiria ter antes de desabar. Um trovão arrancou o sonho do maltrapilho hóspede do casebre. Perscrutou com seus olhos de corça o fim de mundo que veio parar e arfou em desaprovação. Não foi a primeira vez que se arrependeu de morar num lugar tão inóspito, contudo estava fora de cogitação viver com o velho-chato Samul ou com aqueles selvagens das montanhas. Parou os olhos na espada, nua, sendo beijada constantemente pelo gotejar do teto que os seus velhos olhos, escorria tão lentamente que quase se lembrou dos milhares de pingos vermelhos e viscosos que correram por sua espada. Mas aqueles tempos se foram, lembrou compulsoriamente disso ao primeiro instinto de levantar debilmente sua mão para o utensílio que estava do outro lado do casebre e sentir tantas pontadas em suas costas que quase o fez chorar.

Cambaleou até a mesa e serviu a si mesmo uma boa dose de sakê. Não bebeu sem antes oferecer um gole aos deuses e despejar do copo um pequeno fio transparente rumo ao solo. Lembrou-se dos sonhos que teve e o fardo do pesar tomou sua alma. Toda maldita noite era a mesma coisa, quis acreditar que após se aposentar as coisas passariam a ser mais fáceis, mas parece que alguém com a vida que ele teve não podia ter um descanso melhor que uma mortalha. Levou o copo a boca e, como se fosse ensaiado, qualquer bater três vezes na porta, forte o suficiente para quase derruba-la com os bruscos baques secos. Estalou a língua de desgosto e atirou o copo pela janela entreaberta. Pegou a capa-de-chuva feita de lona puída, vestiu sua lâmina na bainha a tiracolo e abriu a porta. Trocou acenos com o rapaz moreno, viu o brilho maligno por baixo dos óculos escuros e deixou para trás toda a formalidade que um dia um emissário do governo tinha de ter, seguindo sem trocar uma palavra. Ele não era mais um. Queria nunca ter sido. Mas todas aquelas histórias sobre os peixinhos que libertou por toda a sua carreira, não podia ser estampado num jornal. Antes ajudar a criar um monstro que ter sua cabeça a prêmio. Seguiu floresta à dentro, desviando de eras venenosas e uma ou outra planta carnívora gigante que se disfarçava na flora.

O portão do forte secreto era guardado por dois agentes. Eram quase idênticos um ao outro, até mesmo ao que guardava suas costas, como se estivesse ali para ajudar que ele não iria desistisse da ideia. Todos pareciam ter algum tipo de imunidade ao frio cortante das rajadas de vento. Não pareciam grande coisa, mas o broche fixado na banda esquerda da lapela, reluzia o símbolo da cipher pol um. Contudo, bastou o contato visual com um deles para que um calafrio chicoteasse seu corpo, fazendo-o perder o equilíbrio e tropeçar em uma pedra. O chão pulou para abraça-lo e quase rogou êxito, se a outra sentinela não tivesse percorrido os trinta passos que os separavam em uma fração de segundo e o pegasse pelo capuz. O sorriso de escarnio entalhado em sua face era pior do que qualquer beijo da lama.

Realinhou-se e esperou o portão descer. Não era uma boa ideia enfrentar as centenas de estacas envenenadas com desejos dentro do foço que separava o pequeno forte do mundo selvagem floresta à dentro. Entrou e notou que, agora, dois dos três agentes guardavam suas costas. Não teve tempo de notar nada além do outro enorme portão trancado por correntes e um cadeado maior que seu punho. Viu uma porta à direita dele e a abriu sem pressa. Pegou a tocha presa a lateral e desceu os degraus por tanto tempo que não sabia dizer quanto. Suas pernas podiam jurar que não foi menos de um dia, contudo ele tinha a absoluta certeza que não teria aguentado tanto tempo. Terminou em uma sala cinza repletas de monitores, atrás dela havia um elevador e a frente um enorme panorama da inacreditável capacidade do governo: através dos monitores, notou que algumas centenas de metros abaixo existia uma verdadeiro bioma floresta e um sol artificial pregado no teto. Estar ali era como se estivesse na superfície.

A porta do elevador abriu-se e das sombras o cavanhaque proeminente e ruivo entregou a identidade de um antigo companheiro de profissão: Solano, vulgo, a aranha.

– Velho amigo, Bernard, o carrasco – A lembrança o entristeceu, pesando demais em seus ombros para que os mantivesse erguidos. Aquele já tinha morrido há anos, afogado em uma garrafa de sakê. Agora ele não era mais que Bernard, o bêbado. – Sem muitas delongas ou formalidades veladas. Ali está o rapaz que você irá criar. Ali no terceiro monitor da direita para a esquerda. Como pode ver, ele não é muito humano. Diria que ele é metade urso, metade aberração, mas sua genética diz o contrário. Foi o melhor meio-mink que conseguimos e, com certeza, o que possuiu a aparência mais humana, até sabe ler e falar na língua humana, mesmo que ele prefira conviver e conversar com ursos. Entristece-me admitir, contudo lhe faltam modos. Com seus quatro anos ele já caçou e matou boa parte dos recrutas que colocamos ali. Não tenho coragem de colocar qualquer agente de respeito, por medo dele acabar atacando-o e morrendo. Ele custou muitas sanções e tanto ouro quanto o mundo pode dar. Mas, cá estamos nós, o bom e velho carrasco vai dar um jeito nesse garoto. – bateu em suas costas. – ou vai morrer tentando.

Encarou-o e logo gargalho até segurar sua barriga de dor. [i]Ele estava brincado,[/i] conformou-se, ingenuamente, enquanto descia pelo elevador. Uma milha abaixo, a porta abriu-se e a lufada dos intrigantes cheiros da floresta encheu seus pulmões de esperança. Se não fosse aquilo, com certeza era os outros seis agentes que o seguiam. Demoraram duas noites para encontrar o meio-mink e mais uma para pegá-lo longe dos ursos. Com sorte demoraram tanto, pois, só assim, conseguiram estabelecer um plano de captura onde o garoto acabava amarrado por todos os seus quatros membros e ainda dopado por um dardo tranquilizante.

De perto, ele parecia muito mais um monstro do que pelo monitor. Não tinha como acreditar que o garoto conseguia se comunicar com ursos, ter presas com fios de corte de punhas ou garras tão negras e grossas quanto de verdadeiros ursos. Porém nada era mais assustador que o fato do olho negro dele não ser um olho cego. Durante a noite, o negro ia aos poucos brilhando e fazendo nascer duas pupilas, uma purpura e a outra vinho, em meio a orbe negra. Havia boatos que era assim que o governo com seguiu fazer com que um dos seus olhos conseguisse ver no escuro tão bem quanto um verdadeiro mink, mas para o velho espadachim, aquilo não parecia menos do que a representação do diabo vivo.

Arrastaram-no para o calabouço camuflado no centro da floresta, mas com o mapa digital que o agente-ruivo disponibilizou, não foi tão difícil encontra-lo. As duas primeiras luas ele gritou, se debatia na cadeira que era amarrado para ver vídeos idolatrando o governo ou os que explicavam a importância dele perante a paz mundial e mordia todos que tentavam se aproximar. Apenas o velho Bernard parecia conseguir alimentar o rapaz, havia boatos que ele tinha uma gotinha de sangue mink, mas nunca acreditou muito bem naquilo. Nas outras duas luas, o garoto começou a aprender os horários que ele seria alimentado e parecia esperar pelos carcereiros para diracerá0los, precisando ficar acorrentado, mas quanto mais o tempo passava ele parecia saber de quanto em quanto tempo às pessoas o alimentavam. Chegaram a levantar a ideia de que o rapaz sabia usar bem seus sentidos aguçados, mas o seu calabouço foi exatamente feito para aquele tipo de situação. Ele parecia saber contar o tempo como se um relógio fosse.

O espadachim começou a ter pena do rapaz e se encarregou de ele mesmo de servir as refeições. Estranhamente foi estabelecendo um laço, chegou até a dar o tapa-olho do seu pai para o garoto, entralhado em prata e couro. A ideia de não ver o olho demoníaco ajudou bastante na aceitação do rapaz e a ligação deles cada vez veio tornando-se melhor. Em conjunto, o comportamento do garoto passou a mudar aos poucos e com o tempo os livros que os cientistas deixavam na cela não eram destroçados e ele acabou passando a maior parte do dia solto no seu cubículo. Aos seis anos ele já treinava espadas, aos oito foi permitido que ele vivesse pela floresta com O Carrasco, aos nove, pelo hábito de leitura, era mais perspicaz que quase todos os semianalfabetos que o rodeavam.
 
Tiveram tempo suficiente para que o velho passasse para o jovem todo o conhecimento que tinha, ou, ao menos, a parte que sabia verbalizar. Ensinou sobre todos os recursos que a floresta podia fornecer e ensinou a caçar, seguindo rastros e usando seus instintos, e transmitiu as regras que todo o caçador deve seguir. O sistema de alienação começou a surtir efeito já na adolescência, fazendo o rapaz ter um temperamento duro, mesmo que ele se forçasse a não demonstrar. Negar qualquer tipo de desafio não fazia parte dele, forçando-o a desenvolver uma capacidade sutilmente anormal em tolerância a golpes e a lutar até mesmo depois de não ter mais forças para erguer sua espada.

Os anos se passaram e a idade atingiu. Em seu leito de morte, o próprio Victarion veio, todo adornado com a armadura que ganhou no décimo oitavo dia de seu nome avisou que ele seria adotado pela família Greyjoy, composta por não mais que um comerciante viúvo e sem herdeiros, de Shells Town, que, por acaso, morrera na última volta de lua. [i]Daqui pra frente, as coisas tendem a piorar. Meu destino parece cada vez mais inadiável,[/i] disse antes de sair e deixar seu velho mestre para morrer e partir para sua jornada do herói.

[center][color=#93BECC][b]~ GOVERNO MUNDIAL ~[/b][/color][/center]
[b]Cargo:[/b] Agente em treinamento.
[b]Organização:[/b] Cipher Pol 1.
[b]Sub-Organização:[/b] N/A.
[b]Missões:[/b] 2.

[center][color=#93BECC][b]~ ROKUSHIKI ~[/b][/color][/center]

[quote]•
LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35.

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35.

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35.

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35.

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35.

LEVEL DO PODER:
EXP DO PODER: 00/35.[/quote]

[center][color=#93BECC][b]~ LA BELLE ÉPOQUE ~[/b][/color]
<big>Belle Époque I: [url=http://www.onepiecerpg.com/t38777-belle-epoque-i-fonctions]Fonctions[/url].</big>[/center]

[center][color=#E32636][b]~ VANTAGENS E DESVANTAGENS ~[/b][/color][/center]


[b]Vantagens:[/b]
• Visão aguçada.
• Visão noturna.
• Olfato aguçado.
• Audição aguçada.
• Noção exata de tempo.
• Zooglota.
• Garras e presas.
• Ambidestria. Ainda em processo de aprendizado; Victarion deverá trabalhar mais a ambidestria no âmbito de combate.

[b]Desvantagens:[/b]
• Megalomaníaco.
• Código do caçador.
• Aparência inumana.


[center][color=#E32636][b]~ PERSONAGENS CONHECIDOS ~[/b][/color][/center]


[spoiler=PLAYERS]
[i]*Nome do Player*[/i] - [i]*Local que viu/conheceu*[/i] - [i]*Relação com este*[/i][/spoiler]

[spoiler=NPC's Importantes]
[i]*Nome do NPC*[/i] - [i]*Local que viu/conheceu*[/i] - [i]*Relação com este*[/i][/spoiler]

[spoiler=NPC's Criados]

[i]*Nome do NPC*[/i] - [i]*Local que viu/conheceu*[/i] - [i]*Relação com este*[/i]

[i][url=http://vignette1.wikia.nocookie.net/tokyoghoul/images/a/a3/Yasuhisakuro.png/revision/latest?cb=20151024195413&path-prefix=fr]Noventa-e-oito[/url].[/i] - [i]Floresta do Arquipélago das focas.[/i] - [i]Victarion possui certo afeto com o experimento, boa parte disto vem do seu princípio de honra dos caçadores e por ele não conseguir encontrar crime algum para punir a garota, por isto acabou deixando-a que vivesse e deu-a o seu tão querido tapa-olho que foi presente de Bernard. O mestiço ainda retém a vontade de voltar à floresta para saber se ela e sua irmã mais nova estão bem, já que acabou deferindo um golpe forte demais na noventa-e-oito.[/i]

[i][url=https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/78/49/86/7849860629984f1d08f8ad16907514e5.jpg]Noventa-e-nove[/url].[/i] - [i]Floresta do Arquipélago das focas.[/i] - [i]Victarion não teve muito contato com a ela, mas sabe que ela é visivelmente mais nova e possui uma empatia para com ela, porém menor do que retém por sua irmã, já que, até então, apenas a mais velha possuí o olho negro. Ainda sim, julga que ela, como sua irmã, não devem ser punidas pelo crime de apenas existir.[/i]

[i][url=http://orig02.deviantart.net/a771/f/2014/160/f/7/elefarda_small_by_anotherwanderer-d7lqr25.jpg]Mathilda Margolis[/url].[/i] - [i]Mansão do Governo em Shells Town.[/i] - [i]Victarion gosta bastante da moça, principalmente por ela ter demonstrado à ele que vai além de sua beleza física e consegue dançar com uma espada tão bem quanto ele, mesmo que de ela tenha visivelmente menos força que ele. O urso-negro sabe quem que o fardo de sua companheira pode não lhe render a imortalidade que ele tem, mas, mesmo assim, fará o possível para mantê-la viva já que julga ela bonita demais para acabar morrendo. Nada obstante, por mais que o cavaleiro tenha apresso por ela, ele não discerne o interesse amoroso dela por ele, já que não entende tanto sobre as relações interpessoais já que passou boa parte da sua vida preso.[/i]
[/spoiler]
[spoiler="NPC Acompanhante"]
[b]Nome:[/b] Mathilda Margolis.
[b]Level:[/b] 1.
[b]Oficio:[/b]  N/A.
[b]Estilo de Combate:[/b] Espadachim.
[b]Perícias[/b] Furtividade, dança e costura.
[b]Atributos Principais[/b] Acerto > Esquiva > Dano.
[b]Aparência:[/b] Com seus dezessete anos, seus traços nobre entregariam muito bem sua descendência, se ela não fosse portadora de uma beleza completamente atenuante aos sentidos. É dito que sangue de gigante corre em suas veias, mas, mesmo assim, Mathilda é um humano com seus anormais um metro e noventa de altura e uma força um tanto maior que a maioria. O branco e esvoaçante de suas madeixas finas, seguem seu corpo como se fosse vapor condensando no frio. O alvo também está estampado em sua carne, que, por algum tipo de problema genético dá a espadachim certa sensibilidade ao sol quanto este se faz implacável. Se ela se expuser ao sol sem devidas roupas grossas, ela acabará empolada, mas não passa disto.
Seus olhos, vermelhos e leitosos, mas engana-se quem pensa que por qualquer motivo aquilo cause qualquer tipo de deficiência em seu corpo; é dito que aqueles olhos vermelhos veem mais longe e melhor do que qualquer outro. Suas pernas, ombros e abdômen são torneados pela dança de salão e feitos como pedra pela dança com gumes. Suas mãos são hábeis e precisas, como de uma boa costureira deve ser, que, somados aos seus olhos, dão à garota nobre uma mira minuciosa com sua espada.
[spoiler=Mathilda Margolis][img]http://orig02.deviantart.net/a771/f/2014/160/f/7/elefarda_small_by_anotherwanderer-d7lqr25.jpg[/img][/spoiler]
[b]Personalidade:[/b] Mathilda é uma pessoa com um gênio forte e possuí certa desconfiança com as ações alheias à ela. Ela foi criada e instruída para ser a melhor das damas, dando-a vários dotes nas mais variadas artes femininas, contudo o treino de espada aguçou bastante sua imponência e sua capacidade de se autoafirmar. O pouco que lhe foi explicado foi dito por seu pai quando o governo invadiu o reino deles. Segundo ele, como ele tinha perdido sua revolta contra os invasores, ela teria de ser forte e passará a servir ao governo como qualquer plebeu. Como uma boa garota, ela apenas tenta fazer o melhor possível para ser tratada como qualquer outro, mas não confia tanto nas famílias nobres por conhecer o lado obscuro que seus comuns possuem.
Por toda a sua vida ela foi preparada para o dia que iria conhecer o cavaleiro do governo que iria protegê-la, talvez tenha sido algum tipo de exigência do seu pai para poder entregá-la como cativa ao governo mundial, boa parte de sua própria história foi escondida da garota, então ela pouco sabia mais que teria de lidar com algum tipo de aberração. Ela conheceu Victarion de uma maneira inusitada e pela primeira vez em toda a sua vida ela corou. Não esperava muito dele, mas logo foi conhecendo-o melhor e vendo certa humanidade na besta. Ela não sabe ao certo, mas entre um ato de coragem quase suicida e outro, ela acabou se apaixonando pelo cavaleiro.
[/spoiler]

[b]Link da Mini Aventura concluída ou da ficha antiga cancelada:[/b] http://www.onepiecerpg.com/t37020-jack-dracul[/justify]

Se for possível, gostaria que removesse a parte em size anterior aos atributos, já que aquilo é um aviso para quem está fazendo sua ficha. Não o fiz no code para evitar que você negue isso ou julgue má fé. Enfim, espero ter ajudado.

____________________________________________________

Victarion Greyjoy Hidan_10


Voltar ao Topo Ir em baixo
Mephisto
Orientador
Orientador
Mephisto

Créditos : 109
Warn : Victarion Greyjoy 10010
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 21
Localização : Wars Island (North Blue)

Victarion Greyjoy Empty
MensagemAssunto: Re: Victarion Greyjoy   Victarion Greyjoy EmptySex 29 Dez 2017, 02:26

~Atualizado~

____________________________________________________

Make love, not war


Victarion Greyjoy D4wsKVj


2017 Achievements:
 


2018 Achivments:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Victarion Greyjoy Empty
MensagemAssunto: Re: Victarion Greyjoy   Victarion Greyjoy Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Victarion Greyjoy
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Personagem e Mundo :: Arquivo de Fichas :: Agentes-
Ir para: