One Piece RPG
II - Ascension - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
II - Ascension - Página 2 Emptypor Furry Hoje à(s) 12:57

» De volta aos negócios
II - Ascension - Página 2 Emptypor Viktor II Hoje à(s) 12:46

» Kit - Jinne
II - Ascension - Página 2 Emptypor GM.Jinne Hoje à(s) 10:03

» Arco 5: Uma boa morte!
II - Ascension - Página 2 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 4:17

» Xeque - Mate - Parte 1
II - Ascension - Página 2 Emptypor Jacob Allan Hoje à(s) 0:45

» Art. 4 - Rejected by the heavens
II - Ascension - Página 2 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 0:40

» Hey Ya!
II - Ascension - Página 2 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 23:53

» [LB] O Florescer de Utopia III
II - Ascension - Página 2 Emptypor Vincent Ontem à(s) 23:19

» Blues, Bourbon e balas
II - Ascension - Página 2 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 22:58

» Sorte ou Azar? Uma Ascensão Pirata!
II - Ascension - Página 2 Emptypor Misterioso Ontem à(s) 22:51

» Livro Um: Graduação
II - Ascension - Página 2 Emptypor Jean Fraga Ontem à(s) 21:40

» Um Destino em Comum
II - Ascension - Página 2 Emptypor Jean Fraga Ontem à(s) 21:03

» Capítulo I: Raízes Perdidas
II - Ascension - Página 2 Emptypor Zeitgeist Ontem à(s) 20:27

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
II - Ascension - Página 2 Emptypor Akuma Nikaido Ontem à(s) 19:56

» Um novo tempo uma nova história
II - Ascension - Página 2 Emptypor new man reformed Ontem à(s) 19:50

» MEP _ IRUH
II - Ascension - Página 2 Emptypor Iruh Ontem à(s) 19:49

» Mini-Aventura
II - Ascension - Página 2 Emptypor Iruh Ontem à(s) 19:44

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
II - Ascension - Página 2 Emptypor Akuma Nikaido Ontem à(s) 19:39

» [Mini-Azarado] Um falastrão beberrento
II - Ascension - Página 2 Emptypor Azarado Ontem à(s) 17:31

» [MINI-ARTHURBRAG] COMEÇANDO UMA AVENTURA
II - Ascension - Página 2 Emptypor arthurbrag Ontem à(s) 11:37



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 II - Ascension

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, ... 9, 10, 11  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : II - Ascension - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

II - Ascension - Página 2 Empty
MensagemAssunto: II - Ascension   II - Ascension - Página 2 Empty25.01.17 0:11

Relembrando a primeira mensagem :

II - Ascension

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) marinheiros Alucard Vermillyon e Mao di Lut Ima. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Dragonmbr
Civil
Civil


Data de inscrição : 01/04/2013

II - Ascension - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Ascension   II - Ascension - Página 2 Empty28.01.17 18:41


Entrando na marinha!


Acordaria abraçado com Alice, sentiria o cheiro doce feminino que escapava da mesma, ontem foi um dia corrido, embarquei em um navio, entrei no bando pirata do Dio, salvei uma pequena ilha de piratas assassinos e por ultimo dormi com uma marinheira, deixaria um sorriso escapar de meus lábios, me lembrando da ultima parte, provavelmente minhas costas ainda estariam doendo divido os arranhões de ontem a noite, me levantaria com cuidado para não acordar Alice, para mim era uma experiência nova dormi com uma mulher, embora seja acostumado a dar prazer, eu ia embora assim que terminasse o serviço e me pagavam, uma vez em pé estenderia os braços, me espreguiçando e iria até o banheiro tomar um banho e fazer as necessidade básicas.

Ao voltar ao quarto iria me vestir, com o terno preto, camisa social branca e meus sapatos pretos, também não esqueceria dos meus cigarros, isqueiro , arma,munições e também do dinheiro que tinha, guardaria a arma na cintura, ficando escondida assim pelo paletó, quanto o resto das coisas , guardaria nos bolsos, o meu anel ainda estaria no meu dedo, não havia o tirado na noite passado, comigo pronto acordaria a Alice fazendo carinho em sua cabeça, se ela tivesse que se arrumar, ficaria sentado pacientemente na cama e esperaria ela, com ela pronta iria até o refeitório do motel para fazer uma refeição, após comer pagaria e iria andar com a Alice pela cidade, para conhecer a ilha, com minha boa memória duvidava que ficaria perdido e com um marinheira fardada do lado, achava pouco provável que iriam arranjar confusão comigo então tentaria dar uma volta em toda a ilha.

Após dar uma volta na ilha iria voltar para o barco no porto onde atracamos, procurando o resto dos nakamas, uma vez no barco pegaria um cigarro e acenderia e esperaria pacientemente encostado em alguma coisa pelos meus nakamas, se visse algum Nakama falaria entre as tragadas-Eaw onde esta o resto do bando?-, seria provável eu não achar o rato e o Dio, o rato estava empolgado demais para encontrar o cara que o havia salvado então provavelmente estaria procurando em cada canto da ilha atrás do mesmo, quanto ao Dio eu não duvidava nada que ele estaria perdido, o mais provável que aparecesse seria Gregory.


Historico:
 


objetivos:
 

off::
 


off: mal primeiro post fraco... vai ficar pior.... há e desculpa se tem ordem.... mas tava com o post pronto se tiver ordem... por favor me avisem que não irei repetir o erro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wander
Pirata
Pirata
Wander

Créditos : 14
Warn : II - Ascension - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 05/07/2013
Idade : 22
Localização : Não sei :D

II - Ascension - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Ascension   II - Ascension - Página 2 Empty28.01.17 18:54


O espirito o qual eu não me atrevia a olhar por causa do medo de ser a alma de Ayumi decidia me botar para dormir como uma criança, me dando umsingelo beijo na bochecha. Era estranho, mas não pude reclamar. Senti meu coração acelerar e logo em seguida diminuir seu ritmo, indicando que eu estava pegando no sono.  E assim que eu adormecia, já não tinha noção de nada, mas antes de chegar a esse ponto eu tinha em mente o quanto aquilo era bom. Eu tinha chegado ao meu limite, ficando acordado desde Shells town, passando por uma batalha e por duas viagens. Não tinha como saber quanto tempo ficaria dormindo, mas tinha certeza que quando acordasse sentiria o peso do cansaço indo embora de minha costas.

Assim que despertasse, seguiria até Ayumi  - que por algum motivo continuava adormecida na cama ao lado - E com um olhar preocupado, me curvaria até seu rosto e beijaria sua testa, com isso desejando não um bom dia, mas que eu pudesse um dia ouvir sua voz. Depois disso, seguiria até o convés e notaria que não só o Dio tinha saído, como também Alexandre e Alice não estavam mais por ali. - AH SEU PORRA, CE JÁ TA COMENDO ELA!? – Exclamaria ao notar isso e então me sentiria estressado, mas também iria ter um pouco de inveja... Era como um chilique de abstinência por parte de um viciado, no caso, meu vicio eram as mulheres.

Depois de um pouco de irritação, deixaria isso passar para voltar a pensar racionalmente. Já fazia um bom tempo que Dio tinha saído, o que me fazia imaginar que sua impulsividade tinha trazido o pior. - Se ele tivesse morrido, acho que eu conseguiria entrar em contato com ele no outro mundo... Creio que ele tenha sido no máximo capturado. - Com esse pensamento em mente, não poderia deixar de observar ao meu redor e ver o porto, o que me lembrava das grandes embarcações da marinha que zarpavam rumo ao famoso e temido ''calm beat''. Assim, relacionei as duas questões e tive uma ideia: Eu iria entrar para a marinha e buscar informações sobre o capitão. Se eu conseguisse saber seu paradeiro e ele estivesse ao meu alcance, cogitaria a possibilidade de ajudá-lo. Caso contrário, seguiria em frente mais uma vez sozinho, tentando usar da marinha para chegar até a Grand Line.

Ansioso pelo meu plano repentino, seguiria rapidamente até a cabine do navegador e guardaria o mapa e a bússola em meus bolsos. Buscaria encontrar também uma folha e alguma coisa que eu pudesse usar para escrever para deixar um recado para trás: ''Fui à marinha para talvez achar o capitão''. Se eu encontrasse Nygi por ali, diria - Estou de saída. Se quiser pode ir em busca de seu conhecido.

Caso eu encontrasse Alexandre antes de sair, não perderia tempo e começaria a passar meu plano para ele. - Do jeito que Dio é, ele deve ter sido pego pela marinha. Planejo entrar na marinha para buscar informações... E quem sabe encaminhar nossa entrada para a Grand Line. Não sei se sabe, mas vez ou outra saem embarcações da marinha daqui que cortam caminho para lá. - Diria isso e daria as costas, dessa forma não o convidaria, apenas deixaria para ele mesmo decidir se me seguiria nessa empreitada.

Após isso tudo, seguiria para fora da embarcação e me encaminharia até o QG da ilha, seguindo os caminhos que eu conhecesse pela minha experiência como morador da cidade. Uma vez que eu chegasse em meu destino, me aproximaria de algum marinheiro e perguntaria. - Com licença, pode me informar onde posso realizar o alistamento na marinha? - Assim que obtivesse a resposta, seguiria de imediato até o lugar indicado, demonstrando interesse em meu olhar. Com esses olhos determinados, observaria os arredores em busca de coisas interessantes e também de mulheres que despertassem meu interesse.



OFF INFORMAÇÕES:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________

Falas
Pensamentos
Esquizofrenia (Fantasia)

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

RIP:
 

Titulo Internacional:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alek
Pirata
Pirata
Alek

Créditos : 1
Warn : II - Ascension - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 09/06/2013
Idade : 22
Localização : Penumbra - 5ª Rota

II - Ascension - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Ascension   II - Ascension - Página 2 Empty29.01.17 4:42





Mao L. Ima

"A Filha do Caos."



Já se passava algum tempo desde o fim das festividades daquela manhã com relação a nossa graduação. Todo o evento fora realmente surpreendente para mim, que esperava por apenas uma parabenização dos nosso supeiores e alguma carta formal de ofialização da nova patente. O que viera a acontecer, entretanto, foi bem melhor do que o esperado, senti, a partir da menção honrosa às minhas missões e meu nome, que eu estava no lugar certo.
Com supervisão dos marinheiros responsáveis, seguia atrás do meu novo uniforme, pegando para mim uma camisa branca de mangas longas, o lenço azul-marinho, e calça da mesma cor, além, é claro, do boné que já estava utilizando com o símbolo da gaivota em azul. Corria para um dos banheiros, empurrando a porta com destreza e me enfiando por dentro de um dos boxes, para que pudesse, sem tanta dificuldade, retirar parte por parte de minhas peças de roupa, deixando-as de lado em algum cesto destinado à lavanderia, e, só então, vestindo as novas peças de uniforme, começando pelas calças, sapatos, camisa de manga, e finalizando com o lenço azul-marinho no pescoço.

Por fim, éramos alertados sobre uma missão, a qual nos era passada pelo Cachorro Louco, que entregava um papel com os detalhes. Parecia ser simples, apenas tínhamos de executar a prisão de alguns bandidos problemáticos que pareciam horrorizar as áreas costeiras da ilha, que tinham pouca supervisão do Quartel.
- Sim. Traremos os culpados para a Ordem seja reestabelecida. - Afirmava para o Cachorro Louco, de forma séria, afinal, realmente odiava qualquer tipo de desordeiro que prejudicasse a Ordem ou a Justiça.

Sairia da sala e seguiria de encontro a Isara, com a intenção de informá-la sobre a nossa missão, afinal, ela havia se juntado à Marinha com a intenção de formar equipes comigo. - Isara-nee. Temos uma missão. - Sorriria, lançando-lhe uma piscadela assim que a encontrasse pelo Quartel. Provavelmente a garota ainda estava pelos dormitórios, refeitórios ou até mesmo os banheiros.

Assim que a informasse da missão, seguiria para a entrada do Quartel com ela, para que pudesse me encontrar com Alucard, e, juntos, seguirmos para a área que patrulharíamos em nossa missão.





Meu Histórico:
 

Objetivos:
 


____________________________________________________

II - Ascension - Página 2 >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Falas da Mao
Falas da Aggy
Falas de Players Aliados
Falas de NPCs Aliados
Falas de Inimigos




RIP:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
yaTTo
Soldado
Soldado
yaTTo

Créditos : Zero
Warn : II - Ascension - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 23

II - Ascension - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Ascension   II - Ascension - Página 2 Empty29.01.17 5:26



For Honor

Me encontrava com meu parceiro de missão anterior, suas palavras explicavam com clareza a nova missão que teria que executar, a pouco tinha escapado de uma batalha contra piratas e revolucionarios, porem uma nova oportunidade de aventura se mostrava presente, era hora de demonstrar mais uma vez quem era o dono daquela matilha. - Claro, irei lhe acompanhar... - Falava vagarosamente com um sorriso no rosto, tocava na bainha de minha lamina e pensava que era hora de me aprontar realmente. - Me encontro com vocês na saída... - Vagarosamente iria me distanciar daquele local, iria em direção ao local onde se poderia encontrar todo tipo de armamento, provavelmente seria o local adequado para reorganizar meus instrumentos de combate. Iria me orientar por qualquer tipo de aviso visual existente nas paredes ou portas do QG, não esperava ter dificuldades quanto a isso. Encontrando o local iria entrar vagarosamente, iria procurar por qualquer pessoa que estivesse cuidando das armas. - Marinheiro Shiro, desejo entregar esses armamentos e conseguir alguns de melhor qualidade... - Retirava a ninjaken ainda em sua bainha, retiraria a lamina da mesma e colocaria sobre uma mesa ou balcão que estivesse por ali. Iria retirar a kunai e colocaria sobre a mesma mesa.

- Essas são armas que utilizei em batalha e vou entregar para a organização, alguém mais necessitado pode precisar. - Falava com firmeza enquanto esperava por uma autorização de quem estivesse no local. Aceitando minha proposta de troca iria procurar por outra ninjaken, porem alguma com qualidade um pouco superior, em seu aço principalmente, geralmente armamentos da marinha tinham pouca qualidade visto que o governo não desejava gastar muito naquilo. Iria procurar por aquela que tivesse a lamina menos escura visto que escuridão remetia a ferrugem ou algo parecido, iria pegar a mesma na mão e girar em torno de meu braço testando seu balanço e peso, todas as armas não são iguais de fato. Não gostando da mesma iria colocar no lugar de onde tinha a achado e procuraria por outra realizando os mesmos movimentos. Achando a arma escolhida iria procurar agora por uma kunai, elas sempre foram vistas como armas de arremesso, porem minha mira nunca foi das melhores então as usava com outro proposito. Em relação dos fatos mencionados iria procurar aquela que como a ninjaken tivesse um aço bem cuidado e em relação ao balanço e peso teria que testar no momento, giraria a mesma com o dedo anelar procuraria por algo mais rígido e um pouco mais pesado que uma faca comum.  

Achando tudo que desejava era hora de sair daquele local, agradeceria a quem estivesse e iria calmamente em direção a biblioteca, provavelmente aquele QG iria ter algo semelhante ou parecido, não era nada sábio ir em uma missão cuja cultura e ambientação não se sabe de exatamente nada, portanto iria procurar por um livro que descrevesse a historia dos blues, seria o que estava buscando. Achando o que procurava iria folear o mesmo com pouca velocidade, afinal pelo que tinha conhecimento a missão não se parecia urgente e nem tinha data de validade. Descobrindo o que queria iria devolver o livro para onde estava previamente e novamente com pouca pressa dirigia-me em direção a saída do QG, iria procurar pelos companheiros de missão, não sabendo exatamente onde estariam iria ficar apoiado em um muro qualquer ate ter noção de suas presenças.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Posts: 2
Localização: East Blue - Loguetown Ganhos:
Perdas:
Desvantagens: Trauma - Fumaça/Fogo

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por yaTTo em 11.02.17 13:50, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Elliot Irwin
Civil
Civil
Elliot Irwin

Créditos : 12
Warn : II - Ascension - Página 2 9010
Masculino Data de inscrição : 20/11/2016
Idade : 26
Localização : Rio de Janeiro

II - Ascension - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Ascension   II - Ascension - Página 2 Empty10.02.17 9:22



Mao, Alucard & Shiro

Após a ordem de missão para os três recém-promovidos, um papel contendo os detalhes da missão foi entregue a cada um deles. Mao lhe deu uma breve confirmação de que as ordens seriam cumpridas, mas antes que o Tenente se fosse, Alucard interrompeu sua caminhada.

- Senhor, antes possamos iniciar essa missão, tenho uma questão a ser levantada. - Alucard colocou suas pensamentos em palavras, fazendo com que o homem conhecido como Cachorro Louco se virasse com um pequeno interesse. Com o silêncio de seu superior, Alucard acreditou que tinha permissão de continuar. - Acharia melhor manter nossa formação da ultima missão que incluem Shiro, Wander e Isara. Pelo fato de já termos trabalhado juntos a chance de que possamos concluir com sucesso e maior.

- Hmm, foi uma boa questão a ser levantada, Sargento Alucard, mas por terem certa familiaridade entre vocês e suas recentes promoções permitirei esse número mais elevado de integrantes- Disse Cachorro Louco, percebendo que o argumento levantado tinha alguma lógica. - Mais alguém tem mais alguma coisa a colocar? - Quis saber o Tenente para que não precisasse ser interrompido novamente.

- Marinheiro Shiro, desejo entregar esses armamentos e conseguir alguns de melhor qualidade... Essas são armas que utilizei em batalha e vou entregar para a organização, alguém mais necessitado pode precisar. - Se apresentou Shiro entregando as armas nas mãos de um soldado que estava ao lado do Tenente Cachorro Louco.

- Não se preocupe com isso Marinheiro, armas sempre terão utilidade nesta Base, você pode pegar novas armas na sala de armas da Base, diga ao responsável que eu lhe autorizei a pegar alguma coisa lá de graça, só não abuse. - Disse o Tenente olhando profundamente para Shiro.

Assim dito, os três se viraram em direção à saída, Shiro desceu uma boa quantidade de escadas para chegar ao local indicado por Cachorro Louco para que pudesse pegar uma nova arma. Alucard e Mao seguiram em direção aos dormitórios para procurarem por Wander e Isara.


Na loja de armas, um homem sentado em uma cadeira lendo um livro olhou desinteressadamente quando Shiro entrou na sala de armas, o local parecia mais como um grande sótão localizado em uma sala normal, era uma verdadeira bagunça. Não se sabia como era possível que o homem soubesse como encontrar qualquer arma naquele amontoado de coisas, além de conseguir conviver calmamente com aquela bagunça toda. O homem cansado da presença do pequeno intruso que olhada para aquela montanha de coisas jogadas na sala, o homem pôs o livro de lado e se pôs de pé.

- Procurando alguma coisa por aqui? - Perguntou o homem que era responsável pelo local.

Depois de algum tempo caminhando, Alucard desviou o curso para a direita, pois pensou ter visto uma figura conhecida se esgueirando pelos corredores adjacentes da base. O seu inegável tamanho além do inconfundível chifre, não lhe deixavam dúvidas de que se tratava de Wander, depois de correr um pouco, finalmente conseguiu alcançá-lo. Demorou cerca de 5 minutos para explicar para Wander qual era seu papel na missão, Alucard soltou um suspiro de alívio, por enfim terminar de explicar as ordens da missão.

Mao diferente de Alucard, seguiu diretamente para os dormitórios, e foi recompensada por isso, Isara estava sentada em sua cama olhando tranquilamente para o céu através da janela, decidindo interromper sua observação sem sentido, Mao lhe chamou.

- sara-nee. Temos uma missão. - Disse Mao sorrindo para Isara.

- Só espero que não seja muito complicado. - Disse Isara, aparentemente mal-humorada.



Alexandre & Gregory






Era um dia atípico no porto de Loguetown, já que por ser uma cidade bem conhecida do East Blue, e estar próxima a Red Line, o que era conveniente para piratas e Revolucionários usarem a ilha para se reabastecerem, seu porto estava sempre tumultuado, mas não neste dia, pois por algum motivo o porto estava vazio.

Na única embarcação presente no porto, seus tripulantes ainda se encontravam dormindo, por pouco tempo, já que um deles acabara de acordar, Alexandre foi ao banheiro e se arrumou para que pudesse conhecer a ilha em que aportaram, com a ajuda da mulher com quem dormira, Alice. Após acordá-la e saírem sem fazer muito barulho para que não acordassem indevidamente os outros, a dupla começou sua caminhada pela cidade que ocupava a maior parte da ilha, passaram por todos os locais mais importantes do local, a base da marinha, onde se encontrava boa parte da população local, a loja de armas, um pub, alguns bares menores, a conhecida Lich Corp e a estação de Zepelim, e por fim começaram seu trajeto de volta ao barco.

Durante esse breve passeio, foi a vez de outro tripulante acordar, Gregory, que logo após se aprontar seguiu em direção ao convés, onde percebeu que seu capitão Dio, Alexandre e Alice não se encontravam no local, e após isso se irritou ao perceber a possível relação entre seu companheiro e a mulher que estivera junto com eles.

Sabendo que não havia sentido em manter esse tipo de pensamento, Gregory começou a analisar o local em volta, que ainda se encontrava tão vazio quanto no momento em que seu companheiro saíra. Após um tempo, em sua mente, decidiu que entraria para a marinha e por lá procuraria pistas do paradeiro de seu capitão, e decidindo que era hora de pôr em prática o que havia em sua mente, foi em direção à cabine do navegador, mas pouco antes de chegar ao local que queria, Gregory encontrou-se com Nygi, outro tripulante do navio.

- Estou de saída. Se quiser pode ir em busca de seu conhecido. - Disse Gregory ao recém chegado.

- Não se preocupe comigo, agradeço pela carona até aqui, vou em busca da pessoa que vir encontrar. Espero que possamos nos encontrar futuramente. - Replicou o outro homem, também de saída do navio.

Após a breve conversa, Gregory voltou ao seu caminho e rapidamente pegou todas as coisas que precisava para que pudesse deixar um aviso aos outros que iria para a marinha e tentaria encontrar alguma coisa sobre o capitão daquele navio, o mapa e uma bússola. O aviso ficou na própria cabine, os outros objetos foram postos em um bolso das suas roupas e partiu em direção ao convés. Ignorando todos os fantasmas que passavam pela sua frente, tentando evitar qualquer má noticia que pudesse  lhe atrasar, o homem finalmente chegou ao porto, mas antes que pudesse se distanciar muito do navio, ele pôde ver Alexandre e Alice chegando.

- Eaw onde esta o resto do bando? - Perguntou Alexandre antes de realmente chegar no seu companheiro.

- Do jeito que Dio é, ele deve ter sido pego pela marinha. Planejo entrar na marinha para buscar informações... E quem sabe encaminhar nossa entrada para a Grand Line. Não sei se sabe, mas vez ou outra saem embarcações da marinha daqui que cortam caminho para lá. - Disse Gregory ignorando completamente a pergunta de seu companheiro.

- Eu posso lhe levar até lá Gregory. - Disse Alice. - Passamos pela Base da Marinha a não muito tempo, ainda lembro o caminho. Vai vir conosco Alexandre? Ou prefere seguir por outro caminho? - Completou a mesma virando em direção ao outro homem desta vez.

OFF:
 


thanks juuub's @ cp!  

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Sonho de Consumo:
 


Objetivos Futuros:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wander
Pirata
Pirata
Wander

Créditos : 14
Warn : II - Ascension - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 05/07/2013
Idade : 22
Localização : Não sei :D

II - Ascension - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Ascension   II - Ascension - Página 2 Empty10.02.17 23:17


Após pegar meu material de navegador, sai do navio e comecei a caminhar pelo porto observando os arredores. E assim comecei a estranhar, pois a cidade estava quieta ao ponto de me incomodar. Primeiro por que aquela era minha cidade natal e eu sabia que ela era agitada e que situações de calmaria eram a introdução de uma grande tormenta. Além disso, me incomodava pelo fato de que fantasmas recém-chegados ao mundo dos mortos chamarem minha atenção, algo que normalmente não acontecia pois o mundo real quase sempre é mais chamativo do que o paranormal, ao menos para alguém como eu que convive com os dois mundos ao mesmo tempo.

Não sabia o que estava por vim e nem tive tempo de especular sobre, pois logo mais avistei os dois tripulantes que desapareceram da noite pro dia. - Que pena que você foi pega pelo espantalho, é tão gostos-Quer dizer... Tão linda! - Respondi Alice com uma expressão vazia, enquanto passava meu olhar pelas curvas de seu corpo. Naquele momento, só queria chegar logo em meu objetivo e continuar com o meu plano, portanto contornaria a dupla e seguiria em frente enquanto lançava mais algumas palavras aos dois. - Sei andar pela cidade. Vou indo na frente, enquanto isso decidam-se se querem me acompanhar nessa.

E assim seguiria caminho até o QG. Ao chegar em meu destino, buscaria encontrar algum oficial disponível por perto e respeitosamente lhe dirigiria a palavra. - Olá, pode me informar onde posso me alistar na marinha, por favor? - Ouviria sua resposta e então seguiria até o local indicado e, uma vez que chegasse lá, declararia sem demoras o meu interesse em ingressar na instituição. - Olá, gostaria de entrar na marinha, como posso fazer isso? - E assim esperaria o desenrolar da situação.

Historico:
 

____________________________________________________

Falas
Pensamentos
Esquizofrenia (Fantasia)

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

RIP:
 

Titulo Internacional:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alek
Pirata
Pirata
Alek

Créditos : 1
Warn : II - Ascension - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 09/06/2013
Idade : 22
Localização : Penumbra - 5ª Rota

II - Ascension - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Ascension   II - Ascension - Página 2 Empty11.02.17 3:18





Mao L. Ima

"A Filha do Caos."



Isara não parecia estar fazendo algo tão complexo quanto eu esperava. A garota sentava por sobre sua cama e observava os céus pelas janelas do dormitório. Minha chegada não parecia tê-la surpreendido, nem tampouco a notícia da nova missão, apesar do comentário da garota.
- Nada será difícil demais para nós duas. - Manteria o sorriso no rosto, procurando transmitir a excitação que sentia pela missão que estaria por vir. - Vamos, precisamos encontrar Alucard e os outros no portão. - Puxaria Isara pelas mãos, guiando-a em frente enquanto começaria a explicar os detalhes da missão.

- Algumas áreas da cidade, principalmente as do litoral, estão com pouca ou nenhuma supervisão da marinha e estão sendo alvo da ação de alguns criminosos. Precisamos investigar, proteger e prender os culpados. Ou pelo menos é isso que eu entendi, hehe. - Abriria um largo sorriso. - De qualquer forma vai dar tudo certo enquanto estivermos juntas.

Ao alcançar o portão de entrada do Quartel General, procuraria pelos outros membros do time, e apenas partiria assim que todos estivessem juntos, já que provavelmente precisaríamos revisar a missão mais uma vez antes de pôr os planos em prática. - Aliás, precisamos de um plano de ação. - Diria a todos os outros, esperando que qualquer um lançasse a primeira moeda.





Meu Histórico:
 

Objetivos:
 


____________________________________________________

II - Ascension - Página 2 >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Falas da Mao
Falas da Aggy
Falas de Players Aliados
Falas de NPCs Aliados
Falas de Inimigos




RIP:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Comandante Revolucionário
Comandante Revolucionário
Kenshin Himura

Créditos : Zero
Warn : II - Ascension - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

II - Ascension - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Ascension   II - Ascension - Página 2 Empty11.02.17 4:27

Formação.

Após o recebimento da nova missão, eu fazia um levantamento sobre a quantidade de membros para a equipe, o cachorro louco levava a ideia em consideração, aparentemente via todo sentido de permanecermos com a mesma equipe. Logo nos dividíamos para podermos encontrar os outros membros do grupo, Mao seguia a procura de Isara enquanto eu seguia a procura do Wander.

Assim caminhava calmamente pelo QG, mas atento a minha volta para poder encontrar o grande Mink bovino, logo via um grande vulto que chamava minha atenção pelo fato de que era um tanto familiar, me virava em um dos corredores correndo enquanto chamava pelo nome do Mink, por minha sorte o vulto em questão era mesmo o Wander. Sem muitas cerimônias explicava para o mesmo tudo sobre nossa atual missão.

Após explicar todos os detalhes para Wander calmamente olharia para ele dando um sorriso amigável. – Vamos, o resto do pessoal deve estar nos esperando no portão do QG! Assim me viraria e sairia correndo em direção a entrada do QG, esperaria que Wander me seguisse.

“Mostrarei que eu não tenho apenas nome!” Pensava enquanto corria em direção ao portão do QG, assim que chegasse lá procuraria o resto dos membros do time, logo me encontrava com Mao e Isara, assim esperava que todos estivessem ali, em seguida Mao começava a falar.

- Aliás, precisamos de um plano de ação! Mao apontava uma parte crucial da missão decidirmos como iriamos executá-la.

- Bom nossa missão nada mais é do que proteger uma rua que esta em altos índices de furtos, e descobrir quem anda furtando a população. Dava uma pequena pausa colocando a mão no queixo. – Como somos um time de cinco pessoas, devemos nos separar em duas duplas, aonde o membro que ficaria solo ficasse para dar o suporte para a dupla que tiver com mais problemas. Calmamente olharia para todos vendo se estavam acompanhando minha linha de raciocínio.

- Pelo fato de que na ultima missão tivemos algumas duplas já formadas, e aparentemente demos certo, eu e Wander, Mao e Isara. Quanto ao Shiro pelo fato dele ter se mostrado o mais rápido e furtivo dentre nós, nada mais justo que ele fique como o vigia e reforço já que o mesmo poderia nos comunicar ou ajudar rapidamente.

Daria mais uma pausa esperando que alguém também tivesse alguma ideia ou plano para a missão, caso ninguém mais se pronunciasse voltaria a falar. – Bom, então estamos todos de acordo? Bom ao chegarmos lá decidiremos o posicionamento de cada um. Após essas palavras seguiria caminha até o local indicado pelo cachorro louco, sempre estando atento em tudo a minha volta.
Histórico:
 

Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
Dragonmbr
Civil
Civil
Dragonmbr

Créditos : Zero
Warn : II - Ascension - Página 2 5010
Masculino Data de inscrição : 01/04/2013
Idade : 24
Localização : Casa da mãe joana

II - Ascension - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Ascension   II - Ascension - Página 2 Empty11.02.17 10:13


Entrando na marinha!


Após acorda junto com Alice eu dei uma volta pela ilha, e conheci vários lugares da mesma, mas assim que chego ao navio sou surpreendido pelo Gregory -Do jeito que Dio é, ele deve ter sido pego pela marinha. Planejo entrar na marinha para buscar informações... E quem sabe encaminhar nossa entrada para a Grand Line. Não sei se sabe, mas vez ou outra saem embarcações da marinha daqui que cortam caminho para lá. - confesso que achei que Gregory tinha alguns parafusos a menos desde que ele me falo que via fantasmas, começava a me questionar se ele realmente havia sido envenenado pelo seu mestre, essa idéia louca dele que Ideo tinha sido capturado pela marinha, sem ter nem um fato que provava isso só me fazia acreditar mais ainda na loucura do mesmo.

Eu estaria encostado em uma parede do navio ainda aproveitando meu cigarro, quando ouvi Alice oferecer ajuda para Gregory, ele de uma maneira pouco gentil recusou o convite dela, se ela mostrasse irritação para mim quanto ao ato de Gregory apenas mostraria para ela um sorriso que não chegaria em meus olhos, enquanto fumava, pensava sobre o que Gregory havia dito sobre o Ideo ter sido capturado pela marinha e embora ele não tinha nem uma evidencia isso poderia de fato ter acontecido, afinal era Ideo que andava por ai anunciando que queria ser o rei dos piratas, daria de ombros quando chegasse a minha conclusão, -Não me custa nada entrar na marinha para conferir isso... Seria bom conhecer contra quem vamos lutar e não é como se eu tivesse algo melhor para fazer...- falaria para mim mesmo, não me importando se Alice ouviria, -Então Alice esta afim de voltar para marinha? - um sorriso surgiria em meu rosto, enquanto pegava a mão da mesma e iria em direção ao QG da marinha.

Acreditava que graças a minha boa memória chegaria no QG da marinha facilmente, ao chegar perto do QG da marinha largaria a mão de Alice, pois ela havia um cargo maior dentro da marinha do que eu teria, talvez não fosse agradável para ela se ocorresse boatos que ela estava saindo com um recruta, ao chegar no QG da marinha iria me dirigir ao atendente e falaria com uma voz feliz e determinada-Ola na onde posso me alistar para entrar na marinha? -, se o atendente fosse, homem minha voz seria em um tom mais determinado, se o atendente fosse mulher iria destacar o tom alegre de minha voz, dando um sorriso “puro” no final tentando encantar a mesma, se o atendente me avisasse que era em outro lugar, eu iria agradecer com um aceno de cabeças e iria até o lugar indicado e falaria -Gostaria de me alistar -, se o lugar para alistar fosse com o atendente mesmo falaria -Obrigado.... O que eu faço agora? - se o atendente fosse mulher eu me aproximaria do rosto dela, olhando firmemente para os olhos dela, com um sorriso encantador no rosto enquanto falava isso, só para ver a reação da mesma.



Historico:
 


objetivos:
 

____________________________________________________

Link(s) da(s) Ficha(s):[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


tédio....:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
yaTTo
Soldado
Soldado
yaTTo

Créditos : Zero
Warn : II - Ascension - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 07/11/2010
Idade : 23

II - Ascension - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Ascension   II - Ascension - Página 2 Empty11.02.17 13:51



For Honor x2

Aceitando minha proposta de troca iria procurar por outra ninjaken, porem alguma com qualidade um pouco superior, em seu aço principalmente, geralmente armamentos da marinha tinham pouca qualidade visto que o governo não desejava gastar muito naquilo. Iria procurar por aquela que tivesse a lamina menos escura visto que escuridão remetia a ferrugem ou algo parecido, iria pegar a mesma na mão e girar em torno de meu braço testando seu balanço e peso, todas as armas não são iguais de fato. Não gostando da mesma iria colocar no lugar de onde tinha a achado e procuraria por outra realizando os mesmos movimentos. Achando a arma escolhida iria procurar agora por uma kunai, elas sempre foram vistas como armas de arremesso, porem minha mira nunca foi das melhores então as usava com outro proposito. Em relação dos fatos mencionados iria procurar aquela que como a ninjaken tivesse um aço bem cuidado e em relação ao balanço e peso teria que testar no momento, giraria a mesma com o dedo anelar procuraria por algo mais rígido e um pouco mais pesado que uma faca comum.  

Achando tudo que desejava era hora de sair daquele local, agradeceria a quem estivesse e iria calmamente em direção a biblioteca, provavelmente aquele QG iria ter algo semelhante ou parecido, não era nada sábio ir em uma missão cuja cultura e ambientação não se sabe de exatamente nada, portanto iria procurar por um livro que descrevesse a historia dos blues, seria o que estava buscando. Achando o que procurava iria folear o mesmo com pouca velocidade, afinal pelo que tinha conhecimento a missão não se parecia urgente e nem tinha data de validade. Descobrindo o que queria iria devolver o livro para onde estava previamente e novamente com pouca pressa dirigia-me em direção a saída do QG, iria procurar pelos companheiros de missão, não sabendo exatamente onde estariam iria ficar apoiado em um muro qualquer ate ter noção de suas presenças.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Posts: 3
Localização: East Blue - Loguetown Ganhos:
Perdas:
Desvantagens: Trauma - Fumaça/Fogo


Off: Ja que ignorou metade do meu post vou postar de novo né, vai que agora da certo.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mizushiro Hizumy
Revolucionário
Revolucionário
Mizushiro Hizumy

Créditos : 2
Warn : II - Ascension - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 12/11/2014
Idade : 20
Localização : Cactus Island

II - Ascension - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Ascension   II - Ascension - Página 2 Empty21.02.17 23:45


Uma luz brilhante...



10:45 da manhã, dia soalheiro (21ºC).

  Apesar da imensidão do mundo, dos perigos vários que o além-mar proporciona e de toda a fama divina que o Grande Oceano e o Novo Mundo oferecem para os mais destemidos, é Loguetown o ex libris. Não importa suas origens ou suas ambições, todos buscam passar pela infame ilha antes de verdadeiramente se aventurar entre perigos vários. Essa, e muitos outros, são os motivos que levam a ilha, principalmente o seu porto, a estar sempre lotados. Contudo, quebrando a tradição diária, como que um agoiro, o porto assim como a cidade pouco tinha além de seus conterrâneos habituais.
 
 O único que notara este sintoma na ilha, por mais óbvio que fosse, era Gregory. Talvez fosse por ter nascido ali, ou quiçá a sua genialidade que o levara a suspeitar. Fosse qual fosse a razão para ser o único a apercebesse, Gregory acabaria por notar ao decorrer do tempo, enquanto caminhava à procura do Quartel General da Marinha, de outro facto curioso. Loguetown estava anormalmente mais próxima do submundo do que deveria. Fantasmas, demónios, espíritos, santos ou fadas… Há inúmeros nomes que os definem e, contudo, nenhum está absolutamente certo.

  Ignorando por agora as criaturas, afinal não pareciam estar a incomodar ninguém, estavam apenas a perambular de um lado para o outro, seguindo ora entes queridos, ora um inimigo da vida passada, Gregory deparava-se com um soldado da marinha que parecia terminar de auxiliar uma velhinha que se encontrava cercada de vultos revestidos com o famosíssimo manto negro. - Olá, pode me informar onde posso me alistar na marinha, por favor? -  Abrindo um sorriso meio que forçado o soldado limitava-se à apontar para o seu lado, indicando então o Quartel General.

 Coincidentemente, Alexandre e Alice testemunhavam a falta de senso de direcção do jovem, o deixando em uma situação constrangedora. Para a sua desculpa, poderia dizer, caso fosse o caso, que o seu senso de direcção estava atrofiado pela intensa aura maligna que pairava no ar. Juntos, o trio adentrou no quartel. Mas assim que passaram pela porta, Alice sentiu sua mão ser libertada, aproveitando o momento para abandonar Alexandre e ir prestar satisfações aos seus superiores.

 - Olá, gostaria de entrar na marinha, como posso fazer isso? -
- Ola na onde posso me  alistar para entrar na marinha? -

 A rececionista, por sinal uma jovem de feições delicadas, tez esbranquiçada e imaculada, lábios carnudos e seios fartos. O verdadeiro estereótipo de mulher ideal, figura mítica feminina, que parecia mexer tanto com os vivos como com os mortos, sorria inocentemente àquela situação a que os dois homens falavam em simultâneo. – Por favor, se quiserem se alistar, basta que preencham este pequeno formulário com as vossas informações pessoais. Assim que estiver feito, aguardem até que o vosso nome seja chamado.

 Entregue os formulários, Alexandre começaria a sentir-se um pouco cansado. Seus ombros começariam a doer, e uma sensação desconfortável cairia sob sua espinha. Era como que se alguma coisa estivesse em cima de si. E, do ponto de vista de Gregory, realmente havia alguma coisa em cima do parceiro. Um espírito inofensivo por si só, que nada mais busca do que alimentar-se da energia de seus hospedeiros. Corpo de enguia e cabeça de dragão, todo ele albino.

 Passado alguns minutos, uma voz sinistra ecoaria pela sala através do megafone e de forma lenta e exageradamente pontuada a voz transgénera chamava pelos dois. - Gregory Ross. Alexandre Triande. Dirijam-se à ala número 2. -

 Seguindo pelo corredor, onde àqueles mais sensíveis poderiam ler nas paredes gritos e berros escritos em sangue, a dupla encontraria uma sala bastante grande. Na mesma apenas se encontrava uma cadeira e um sujeito sentado, de pernas cruzadas e à ler um jornal, como que se não houvesse nada mais importante para ser feito no momento.


...............


Silenciosamente, eles aproximam-se...



10:00 da manhã, dia soalheiro (21ºC).

 Obstinado em conseguir a arma ideal, apesar de ser algo realmente complicado, uma vez que todas as armas no local eram ou já foram usadas por outrem, Shiro empunhava uma e outra, medindo com o próprio corpo o peso e a estabilidade das armas que iam passando por si. Demorou um pouco até que a arma que lhe parecesse ideal surgisse dentre os escombros. E efetuando a troca, o albino deixa o armazém de armas em busca da biblioteca, o que lhe foi posta em sua frente assim que deixou o armazém e virou o corredor.

 Shiro, apesar da sua idade precoce e da sua patente baixa, não era, de forma alguma, semelhante aos marinheiros que até então passaram por aquele Quartel. Tendo em vista a sua missão, não se deixava levar pela ansiedade, pelo contrário, procurava melhor entender o ambiente em que estava colocado e seus elementos.

 Nas várias e imensas estantes empoeiradas, evidência mais do que clara do desuso do local e da pouca importância que era lhe oferecida pela nova geração de justiceiros, Shiro pôde encontrar na secção "História e Geografia Local" inúmeros livros que lhe poderiam ser úteis, bastava escolher. Entre eles estavam títulos como: "Desde os primórdios de Loguetown"; "Geografia económica da Urbe"; "População e Densidade demográfica"; "Loguetown, a ilha e os Blues".

 Fora da secção respectiva à Loguetown, o jovem prodígio aperceber-se-ia de que pouco mais havia sobre os restantes Blues ou ilhas. Apenas três livros que resumiam as histórias mais superficiais dos Blues. Se sua curiosidade estivesse verdadeiramente sedenta, não conseguiria encontrar mais nada sobre os Blues, porém, encontraria uma "odisseia" sobre a tão infame Grand Line, onde estaria explicado os fenómenos naturais que suas ilhas estão obrigados à sofrer e os perigos naturais que a mesma poderia ser para marinheiros de água-doce.

 Do outro lado do Quartel General, no dormitório feminino, Mao e Isara conversavam acerca da missão que tinham em mãos e em como juntas, as duas poderiam concretizá-la com sucesso. E, não conseguindo resistir ao sorriso gentil da companheira, Isara também sorria, compartilhando daquele momento vulgar, porém único. E era de mãos entrelaçadas que ambas seguiam em direcção aos portões do QG.

 Para as garotas, a relação que mantinham talvez fosse algo natural, simples, sem necessidade de cerimónias ou explicações. No entanto, a medida que iam seguindo caminho, atravessando corredores e passando por rostos figurantes, notariam, se fizessem um mínimo de esforço para não o ignorar, o murmúrio injuriado dos crentes ou defensores do que é normal à sociedade, perguntando-se estes terceiros qual seria a relação que aquelas marinheiras partilhavam.


 
10:25 da manhã, dia soalheiro (21ºC).

  Ansiosos, Alucard e Wander aguardavam que seus parceiros chegassem conversando entre si às margens do grandioso e ilustre portão do Quartel General. Lentamente, o vulto feminino de Mao e de Isara surgiu no horizonte o qual seus olhos fitavam. Estando os quatro reunidos, apenas faltava o quinto membro, o qual não parecia estar para chegar tão cedo.

  - Aliás, precisamos de um plano de ação. - Propôs Mao, que obteve do grupo a aceitação total à sua ideia. - Bom nossa missão nada mais é do que proteger uma rua que esta em altos índices de furtos, e descobrir quem anda furtando a população. Começou Alucard, demonstrando vigor e ansiedade para concluir esta missão sem deixar espaços para falhas ou lamentações, semelhante à missão passada que ainda o perseguia. – Como somos um time de cinco pessoas, devemos nos separar em duas duplas, aonde o membro que ficaria solo ficasse para dar o suporte para a dupla que tiver com mais problemas. E nesse instante em que seus olhos fitavam os olhos de cada um de seus parceiros, como que se lhes penetrasse a alma, Shiro surge. Sossegado, porém atento, age como os demais e escuta o que Alucard tem a dizer.

- Pelo fato de que na ultima missão tivemos algumas duplas já formadas, e aparentemente demos certo, eu e Wander, Mao e Isara. Quanto ao Shiro pelo fato dele ter se mostrado o mais rápido e furtivo dentre nós, nada mais justo que ele fique como o vigia e reforço já que o mesmo poderia nos comunicar ou ajudar rapidamente. Mais uma pausar surgia. O recém-graduado marinheiro aguardava que alguém se pronunciasse, que acrescentasse algo mais às suas palavras. Como tal não sucedeu, continuou com o diálogo. – Bom, então estamos todos de acordo? Bom ao chegarmos lá decidiremos o posicionamento de cada um.

 
- ESPEREM! -

 Abafado pelo cansaço e pela correria, o berro quase que afogado de um recruta ansioso por ser prestável à seus superiores, fez-se ouvir, travando os passos do quinteto. - O-obrigado... Uffa! Pensei que não chegaria à tempo... - Desabafava o soldado. - Aqui! O Sr. Cachorro Louco disse para vós entregar isto, que fizessem um bom uso deles e que eram apenas emprestados, por isso que não os maltrateis! - Terminava, entregando nas mãos de Alucard dois Baby Den Den Mushi e deixando um alerta inusitado.

 
 
10:45 da manhã, dia soalheiro (21ºC).

  Até que chegassem ao local indicado, o quinteto percorreu várias ruas e cruzamentos. As ruelas que passavam pouco faltavam para estarem vazias. Os becos que até então costumavam estar lotados de sem-abrigos ou gatos e cães vadios, agora se viam solitários, sem uma alma viva.

  Somente no local indicado observaram três crianças brincando de saltar à corda, um velho fumando cachimbo à varanda de seu apartamento igualmente velho, e duas senhoras na rua que segredavam em voz baixa, mas não o suficientemente baixa para impedir àqueles com dádivas em seus ouvidos de as escutarem. Falavam sobre um rumor que andava a se espalhar pelo bairro, e que dizia que o responsável pelos furtos era uma criatura vinda das profundezas do Inferno e com a forma de uma ratazana gigante. Que não só furtava o que achava ser valioso, como também violava belas donzelas com o intuito de procriar.

  A rua que haviam sido feitos responsáveis, tinha um total de dois quilómetros em linha recta, e toda ela era revestida tanto de um lado quanto do outro de apartamentos de entre dois à cinco andares, não muito grandes em altura. Vários becos sem saída, e alguns com escadas que levavam à terraços abandonados.

 À seis metros do início da rua estava uma das casas que havia sido recentemente roubada. No seu interior, apenas uma enorme confusão: roupas espalhadas pelo chão, armários abertos, camas desarrumadas, lençóis pintado de vermelho, arranhões no chão, utensílios de cozinha como facas e garfos no chão da sala. Apenas vestígios de um assalto que deu luta, e que assim como as jóias, também os donos da casa desapareceram. Nela, além da confusão, apenas uma aura pesada se mantinha.

 No beco do outro lado da rua, um local pequeno e escuro, mais gotas de sangue poderiam ser encontradas junto à tampa de esgotos.  

 Nas casas que ainda mantinham hóspedes, verificavam-se que tanto janelas e postas estavam bem fechadas, como que se quisessem manter o perigo exterior do lado de fora. Impossibilitado de entrar. Em algumas varandas viam-se ainda roupas estendias, demonstrando que havia quem não temia a ratazana maligna e que persistia com o zelo quotidiano.

 No fim da rua, algo normal de se ver por aquela área do subúrbio, o corpo de um jovem infante. Sua estatura baixa indicaria ser uma criança de 13 anos. Sua cor pálida, que o corpo estava morto já a mais de um dia, contudo, o que chamaria mais a atenção de quem o fosse verificar, seria o facto do seu peito estar todo arranhado, como  que se fosse uma besta que o tivesse mutilado.

..................................

OFF: Olá à todos, eu sou o “Hizumy” e serei o vosso narrador ^-^ Bem, como um principiante, acho-me no dever de avisar que poderá haver, e de certeza que haverá, coisas que não os satisfaçam. Não se sintam inibidos de me avisar caso não gostem de algo. Ainda, se não entenderem alguma palavra ou o meu português, avisem por favor! E, desde já, peço desculpa pelo meu post TT.TT Estive muito tempo sem narrar, e por mais que gostasse de fazer algo legal e incrível, saiu essa coisa aí... Tentarei melhorar! u.u

Quanto à aventura, farei com que a primeira missão seja algo mais virado para o quesito mental… E não se esqueçam que a missão tem sim um prazo de 24 horas on game. Além disso, fazeis parte da Marinha, há uma avultada gama de equipamento que têm disponível à vossa mercê ;)

Wander, eu as vezes esqueço que o fórum é baseado no “mundo” de One Piece e me deixo levar …  Será que há problemas em fazer fantasmas te ajudarem ou te “discriminarem” violentamente?  :/
 
Dragon, numa escala de 0 à 10, o quanto você realmente deseja a Alice? ^-^’ E desculpa,peguei seu template Ç.Ç

E se puderem mandar uma MP com a personalidade dos NPC’s eu ficaria deveras agradecido xD

 Tentei fazer uma missão mais puxada pra exploração e pro lado detective, mas não consegui :/  Desculpem!

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:

[ ] Ganhar uma Meitou lvl 2; (ノ≧∀≦)ノ
[ ] Ter Ofício Ferreiro lvl 2; (╯✧∇✧)╯
[ ] Forjar uma Katana lvl 2; (ര̀ᴗര́)و ̑̑
[ ] Caçar 5 Recompensas;  ヾ(〃^∇^)ノ♪
[ ] Vencer o torneio de artes marciais 1x; (๑•̀ㅂ•́)و✧
[ ] Encontrar dois tesouros; (۶ꈨຶꎁꈨຶ )۶ʸᵉᵃʰᵎ
[ ] Viajar por todo South e West Blue; ೕ(⁍̴̀◊⁍̴́ฅ)

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




II - Ascension - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: II - Ascension   II - Ascension - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
II - Ascension
Voltar ao Topo 
Página 2 de 11Ir à página : Anterior  1, 2, 3, ... 9, 10, 11  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Polestar Islands-
Ir para: