One Piece RPG
#2 - Sangue e Suor - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Kit — Maes/Elicia Hughes
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor Blum Hoje à(s) 10:40

» I - A Match Made In Heaven
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor War Hoje à(s) 10:38

» O Ronco do Bárbaro
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor Ghast Hoje à(s) 02:56

» Cap. 2: Da alvorada ao Crepúsculo, os aspectos da liberdade surgem!
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor Akuma Nikaido Hoje à(s) 02:29

» [Mini Aventura] Agnar
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor Shroud Hoje à(s) 02:27

» Bizarre Adventure: Smooth Criminal
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor ADM.Ventus Hoje à(s) 01:29

» [Frota] LB - Lótus Branca
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor Mirutsu Hoje à(s) 00:37

» ☆☆I'm a motherf#$%in' starboy!☆☆
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor Wild Ragnar Ontem à(s) 21:21

» Rim Arkman
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 21:11

» Sombras do Passado
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor Bijin Ontem à(s) 20:31

» Fogo e Sangue
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor Khrono Ontem à(s) 19:56

» O vagabundo e o aleijado
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor Ghast Ontem à(s) 18:28

» Le voleur de coeurs - Un conte
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor Jin Ontem à(s) 17:02

» Sons of Vermillion's Blood: Gênesis
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor Midnight Ontem à(s) 15:29

» Só mais uma Aventura
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor Van Ontem à(s) 15:27

» Rem E. Nuf
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 12:37

» The New Terror of Pirates
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor Vincentão Ontem à(s) 12:22

» あんみつ - Anmitsu
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor Skÿller Ontem à(s) 02:06

» I - Dançando No Campo Minado
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor Achiles Ontem à(s) 00:02

» I - Conhecendo o mundo
#2 - Sangue e Suor - Página 3 Emptypor Bijin Sex 17 Jan 2020, 22:53



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 #2 - Sangue e Suor

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 70
Warn : #2 - Sangue e Suor - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

#2 - Sangue e Suor - Página 3 Empty
MensagemAssunto: #2 - Sangue e Suor   #2 - Sangue e Suor - Página 3 EmptySex 09 Dez 2016, 18:00

Relembrando a primeira mensagem :

#2 - Sangue e Suor

Aqui ocorrerá a aventura do(a) Caçador(a) de Recompensas Juri Belleren. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Juri
Player -Juri
Player -Juri


Data de inscrição : 16/07/2014

#2 - Sangue e Suor - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: #2 - Sangue e Suor   #2 - Sangue e Suor - Página 3 EmptyDom 18 Dez 2016, 12:24


#2 - Sangue e Suor


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


As tentativas seguintes não poderiam ser mais frustrantes do que as futuras uma vez que nada – ainda pelo menos – havia dado frutos para Juri. Contudo ela pôde observar que o transito de pessoas ali era livre ou parcialmente livre, atentou-se para os estilos de quem entrava por ali e julgou que não deveriam se meros civis, tampouco piratas ou marinheiros. — Então Caçadores podem ter acesso a casa, uh?! — Ela ainda não entendia muito bem como era a hierarquia (se houvesse), mas ao que tudo indicava os Caçadores não-filiados tinham acesso à uma parte limitada da casa. Isso não iria ajudar a assassina. Tentando não chamar muito a atenção, ela teve a súbita ideia de tentar achar o quarto de Kurt, não para espionar, muito menos para tentar procurar pistas e sim para pegar algo pessoal do líder, talvez um pedaço do lençol da sua cama, qualquer coisa que tivesse o seu cheiro para que ela pudesse rastreá-lo, ou pelo menos tentar, usando o seu olfato.

A casa não era demais complicada nem era um grande edifício que fosse impossível de subir, sendo assim usaria duas perícias em acrobacia e furtividade para tentar escalar alguma pilastra ou algo do tipo a fim de ir até o topo da casa, tentaria evitar passar na frente de possíveis janelas a fim de não ter sua presença descoberta, para isso abaixar-se-ia para logo em seguida continuar seu rumo. Ela imaginava que o quarto de Kurt deveria ser o mais alto ou, pelo menos, o que se diferenciasse dos demais uma vez que se tratava de um líder de um grande clã de Caçadores, por isso julgou que quarto este estaria no andar mais acima da casa. Obtendo sucesso em localizar o quarto que, para Juri, era o de Kurt, ela procurar uma maneira de entrar, talvez fuçar a janela para observar alguma falha, contudo ela não tinha perícia em arrombamentos então não deveria dar certo, sendo a última opção quebrar os vidros usando a kunai que não possuía o veneno e num salto, entrar no local. Talvez ela tenha chamado atenção com barulhos, sendo assim tentaria ser rápida para localizar algum objeto pessoal de Kurt ou até mesmo um tecido que logo usaria a kunai para rasgar e guardar em suas vestimentas, se ainda tivesse tempo hábil olharia em suas gavetas, cômodas, arquivos pessoas a procura de um Vivre Card que levasse até Kurt, tiraria um pedaço. Por fim tentaria sair do local com a mesma agilidade que entrara, saindo dali o mais breve possível.

Caso a invasão de Juri não fosse possível por qualquer motivo que viesse a ocorrer, ela não tentaria entrar “pela porta da frente”, ou seja, ela não iria tentar invadir discretamente por dentro, mesmo que a sua passagem por ser uma Caçadora ali fosse livre, isso seria uma exposição desnecessária e Juri não iria querer isso – agora. Frustrada, o que mais ela poderia fazer?

Grr, essa merda não deu em nada — falaria consigo mesma caminhando, se assim fosse, pelas ruas da cidade — Eu não tenho paciência para essa merda, eu quero lutar! Preciso matar alguma coisa.

As festividades em Malkiham estavam intensas, porém Juri não tinha o mínimo interesse nesse tipo de evento, ela não tinha amigos, seu dinheiro havia quase todo ido embora e não tinha ninguém para caçar. O que mais poderia fazer? Esperar o outro dia para ir de encontro a Khal Zebur, talvez ele tenha conseguido algo. — Eu não sei onde estava com a cabeça para me unir ao Espada-kun, tsc... — Esperaria até amanhecer ficando num canto qualquer da taverna que tentaria ter voltado. Contudo, sempre mantendo os ouvidos atentos para eventuais notícias ou pistas sobre seus objetivos. Esperaria até o horário do encontro.

Uma vez que Khal chegasse, ela não iria acenar ou algo do tipo, apenas esperaria que ele a visse e se aproximasse. Provavelmente faria isto. Ela não sabia como tinha sido o dia de buscas dele, mas esperava que fosse melhor que o seu, uma vez que ela – se assim fosse – tinha apenas um pedaço de tecido usado ou Vivre Card. Sentada sem modos como de praxe, começaria a falar.

Conseguiu alguma coisa, Espada-kun? Já estou farta dessa cidade — falaria de imediato esperando respostas dele para continuar sua fala.
Tudo o que consegui foi isto que posso tentar localizar Kurt pelo seu cheiro — Caso ela tivesse conseguido o tecido.
Tudo o que foi isto, podemos usar para acha-lo — Falara caso tivesse obtido um pedaço do seu Vivre Card
Nah, eu não consegui nada, nem mesmo uma lutinha — Bufaria suas frustrações para o menino, esperando-o continuar suas falas enquanto levantava a mão para alguém atende-la. Pediria novamente aquele prato de javali que comeu ainda ontem, dessa vez iria pedir para caprichar mais nas porções e não se importava de pagar à mais por isso.

Off:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Niizuma
Civil
Civil
Niizuma

Créditos : 6
Warn : #2 - Sangue e Suor - Página 3 9010
Masculino Data de inscrição : 28/10/2016
Idade : 22
Localização : Navegando pela terra das palmeiras

#2 - Sangue e Suor - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: #2 - Sangue e Suor   #2 - Sangue e Suor - Página 3 EmptyDom 18 Dez 2016, 19:51


Cheguei na taverna e consegui falar com o taverneiro, ele deu algumas informações básicas sobre Wolfe, nada muito profundo, mas graças a ele consegui entender mais sobre a pessoa que estava indo atrás. Ant-Bullet parecia ser uma organização importante, mas não tão poderosa, já que não conseguiram lidar com esse Wolfe. Eles recolhiam informações assim como eu estava fazendo, talvez procurar assim abertamente o homem poderia trazer uma atenção desnecessária, mais pessoas iriam querer a cabeça dele, mais pessoas do que já tinha aparentemente, já que toda a Ant-Bullet parecia caçar Wolfe. Ele explicou quem era o tal do Kurt também, me lembrando do que Juri ia fazer, e realmente esperava que ela tivesse mais resultados que eu.

- Tudo o que eu sei do Wolfe é que ele costuma reagir a quem o rastreia... Então, tome cuidado, garoto. Wolfe não dá ameças vazias. - alertou-me o taverneiro.
- Obrigado. - agradeci pelas informações, quanto ao aviso, não era como se eu esperasse que Wolfe fosse um buquê de flores.

"Bem, se ele viesse atrás de mim facilitaria bastante minha busca..." - pensei coçando a cabeça, provavelmente demoraria mais do que esperava.

Um assobio chamou minha atenção e fui até o homem que tinha me chamado, ele usava um capuz, e parecia até meio suspeito, mas estava desesperado por informação.

- Atrás do Wolfe? Você tem estômago, garoto... - não significava muito aquilo, ainda não tinha feito nada, só perguntas para algumas pessoas até o momento. - Se quer tanto assim encontrá-lo... Sei de alguém que pode te ajudar. Tenho um conhecido caçador que se encontrou com um dos comparsas do Wolfe e conseguiu ganhar a batalha. Ele tá com o maldito preso no navio dele... É um navio grande, preto e dourado, com uma cabeça de leão na proa, não tem como errar. Está no porto do navio. Fala que "Algoz" enviou você e ele vai te tratar bem. - dei sorriso modesto, mas facil de reparar minha felicidade em finalmente ter algo pra fazer. - Se você conseguir encontrar o comparsa do Wolfe, talvez ele possa te dizer onde o Lobo Mau está. - embora desconfiado era a única dica boa que recebera até ali.
- Agradeço pela informação. - disse e saí da taverna.

O resto do dia não foi muito mais produtivo do que aquilo, então basicamente passei o dia com a informação do encapuzado, era uma boa informação pelo menos, poderia no dia seguinte ir com Juri até lá, assim qualquer problema poderíamos lidar juntos. Não sabia de onde tinha tirado tanta confiança na garota, só sabia que isso podia acabar me complicando mais pra frente. Também contava que ela tivesse algo, porque passar o outro dia sem qualquer ação iria perturbar até a mim, que não um dos maiores fãs de entrar em combates desnecessários. Ao cair da noite eu pude ouvir um tumulto no centro da cidade, parecia ter algo a ver com Kurt, e consegui ver o homem agradecendo as pessoas ali, uma espécie de evento para ele.

"Ora, ora, parece que quem está vivo sempre aparece." - foi o que pensei quando vi Kurt, e milhões de pensamentos sobre o que poderia fazer agora vieram a minha cabeça. - "Será que devo tentar falar com ele? Quer dizer, tem um monte de gente aqui por causa dele..." - o que tentava compreender era se valia a pena falar com ele e correr o risco de perder minha presa, porém o Ant-Bullet já sabia de Wolfe.

Tentaria me aproximar de Kurt, podia não parecer, mas eu sabia ser furtivo quando necessário, a questão era pegá-lo desprevenido, mas chamar o mínimo de atenção possível para falar com ele. Agiria naturalmente, observando o que as pessoas a minha volta estavam fazendo e se necessário acompanhando, mas somente se acabasse percebendo alguém me olhando estranho. Se conseguisse chegar perto de Kurt pediria para conversar com ele, se possível em lugar com menos gente, se não desse falaria ali mesmo. Se o tumulto não deixasse eu chegar perto dele, esperaria as pessoas dispersarem mais e tentaria novamente. Falaria com Kurt se o mesmo permitisse.

- Alguma novidade sobre Wolfe? - esperaria por alguma resposta, negativa ou positiva eu prosseguiria. - Você parece ser a pessoa que mais conhece ele da cidade, se pudesse me contar alguma coisa que você acha que seria útil eu agradeceria. Alguma coisa que não seja "ele é perigoso", "não faz ameaças vazias", essas coisas que todo mundo sabe. Como você é o líder da Ant-Bullet, acho que deve saber mais do que só isso não é? - falaria calmamente, não querendo fazer aquilo parecer um desafio. Não esperava que ele colaborasse, só queria conhecer o tal do Kurt e ver como ele era.
- Estou querendo caçar ele, e você provavelmente sabe que ele quer matá-lo, seria muito melhor se pudéssemos resolver isso de uma forma mais calma, sem criar uma verdadeira guerra na ilha. - diria caso ele se perguntasse porquê devia me dar informações.
- E o que você pode me contar sobre o "Algoz"? - também perguntaria, se soubesse qualquer coisa iria ajudar a não seguir instruções de um desconhecido encapuzado em uma taverna.

Depois, com ou sem respostas, sairia dali se não tivesse nenhum problema, e trataria de esperar até o próximo dia para me encontrar com Juri e falar tudo o que tinha conseguido, falar sobre Kurt, o evento para ele, e como Ant-Bullet também estava atrás do homem. Se ocorresse tudo bem e eu encontrasse ela na taverna, falaria:

- Ora, ora, se não é a famigerada Víbora. - tentando me aproximar dela e sentando junto a mesa, caso ela estivesse em alguma. - Então qual suas novidades? Espero que sejam melhores que as minhas. - ouviria o que ela tinha a dizer.
- Eu descobri que um dos parceiros de Wolfe foi preso e está em um navio grande, preto e dourado e tem um leão nele, podemos ir lá. - diria se perguntasse algo antes que pudesse perguntar a ela. - Não fui antes por achar que poderia ser uma armadilha ou coisa do tipo, dizem que Wolfe reage a quem caça ele, não seria muito experto só seguir uma informação dada de bandeja por um desconhecido, principalmente sozinho. - explicaria, embora soubesse que se fosse ela provavelmente já estaria no navio falando com o homem, talvez só estivesse sendo cuidadoso demais. - Wolfe não gosta que cacem ele, então pode ser que se fizermos muito "barulho" com relação a isso ele pode vir atrás de nós, isso se já não estiver fazendo isso. - avisaria a Juri, sem saber o que ela poderia fazer com tal aviso, apenas disse sem muita pretensão.
- Bem, vamos comer e depois, se quiser, podemos ir olhar o navio. - diria por fim, caso ela não tivesse mais nada a dizer.

Caso tivesse conseguido falar com Kurt e ele tivesse me dado algumas informações, também passaria elas precisamente para Juri, assim ela poderia analisar também e assim decidiríamos nossos próximos passos. Também pediria algo para comer se chegasse até a taverna como tinha planejado, algo barato que desse para pagar com o pouco que tinha, tentaria comer rapidamente e já me preparar para ou partir até o navio, ou qualquer outra coisa que a insana da Víbora fosse decidir fazer.


Off:
 

Histórico:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] (Aventura Atual)
Anterior:
 

Citação :
Legenda:
Narração
- Fala
"Pensamento"

Citação :
- Objetivos:
[] Sair da ilha inicial.
[] Conseguir uma ou mais armas.
[] Ser qualquer coisa que não seja Civil.
[] Alguém me reconhecer.
[x] Terminar a Mini-Aventura.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yami
Super Nova
Super Nova
Yami

Créditos : 35
Warn : #2 - Sangue e Suor - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 28/11/2011
Idade : 23
Localização : Far, Far Away ♫

#2 - Sangue e Suor - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: #2 - Sangue e Suor   #2 - Sangue e Suor - Página 3 EmptyDom 18 Dez 2016, 21:14


Khal havia tirado sorte grande ao ter o famosíssimo Kurt bem diante de seus olhos. Eram muitas pessoas tentando falar com ele, uns agradecendo, outros apenas comemorando e fazendo tumulto, o que tornava difícil chegar até ele. O espadachim, porém, fazia o que podia, furando por meio da multidão até chegar próximo o suficiente de Kurt. Demorou um pouco, mas o esforço valeu a pena quando o espadachim conseguia segurar a mão do líder dos caçadores num aperto de mão, puxando-o mais para perto e falando rapidamente o nome de Wolfe, que fez o caçador olhá-lo de forma fria. Ele não estava esperando ouvir aquele tipo de coisa numa hora como aquela e havia sido pego de surpresa de jeito. - Como...? - Ele se questionava, dando mais um sorriso forçado ao redor para não preocupar quem mais estava por perto. - Venha, garoto... Aqui não é lugar para isso. - Ele falava com tranquilidade na voz, mesmo que Khal soubesse que por dentro ele estava bem diferente.

Ao mesmo tempo, não tão longe dali, Juri via a oportunidade perfeita para escalar a base dos Ant-Bullet. Não era preciso conhecer tanto de escalada, pois apenas em subir uns andares de uma casa em construção vizinha à base, era possível saltar até o andar no qual Juri queria, se agarrando à construção assim que conseguisse colocar as mãos nela. Por pouco, Juri não caía, tendo dificuldades de se equilibrar ali, mas uma janela aberta muito convidativa fazia a assassina invadir sem maiores problemas. O quarto de Kurt, porém, não parecia inabitado.

Mais para o centro da cidade, Khal agora conseguia se aproximar melhor de Kurt, que começava a ficar sozinho com as pessoas se dissipando ao seu redor. Ele puxava um charuto de seu bolso, acendendo e, após uma longa baforada, olhava para o espadachim aspirante à caçador. - Não achei que Wolfe estaria causando tanto mais problemas do que já causou... - Ele parecia se sentir culpado por isso. Talvez ele sentisse que fosse responsável pela paz da ilha. - Sim, eu já colhi bastante informação do Wolfe. E te dizer... Ele tem sido um desafio. Toda hora muda de lugar, nunca tem um lugar fixo... - Aquilo era um tanto desanimador, mas Khal precisava manter as esperanças. Eles continuavam andando e, agora, estavam sozinhos. A noite já havia chego, mas não havia nada a temer para aquela dupla. - Wolfe parece ser mais frequente na zona norte da ilha. Estava para fazer uma caçada num depósito velho bem na costa da ilha, próximo ao porto. Meus informantes dizem que ele se mudou para lá no início da semana, então deve demorar um pouco para sair de lá... - E aquilo explicava o motivo de Wolfe estar atrás de Kurt agora. Como Wolfe sempre matava aqueles que estavam na sua cola e Kurt planejava visitá-lo em breve... Kurt agora havia se tornado o novo alvo do Lobo Mau.

Não muito longe dali, Juri entrava no quarto do famoso líder dos Ant-Bullet, esperando encontrar o cômodo vazio. Não havia tido a necessidade de quebrar janelas, o que parecia ser bom, mas ao mesmo tempo suspeito. A entrada, inicialmente, havia sido feita com sucesso, permitindo que Juri não apenas invadisse o quarto, mas como também pegasse um cachecol preso no cabideiro no canto do quarto, pronta para inalar o cheiro quando, com um forte som de pressão no assoalho de madeira, o instinto da caçadora foi alertado, fazendo ela se virar imediatamente. Não havia sido rápida o suficiente, porém, para escapar de um fortíssimo golpe em seu rosto, levando-a ao chão e deixando-a atordoada. Juri mal pôde notar o que havia lhe atingido, sem antes tomar um segundo golpe nas costelas e ver, passando bem na sua frente, os pés de uma criatura muito pesada para o seu tamanho. Sua visão estava turva, mas era possível ver que seja lá quem tivesse atingido-a, parecia um homem bem acima do peso e, por mais que isso pudesse parecer limitador, a criatura saltava pela janela na qual Juri havia invadido, pulando para o prédio do lado em uma fuga frenética. Apesar de atordoada, Juri ainda podia alcançá-lo se corresse, mas isso exigiria bastante esforço.

Logo abaixo, Kurt e Khal chegavam da caminhada após a conversa sobre Wolfe. Apesar de Khal querer caçá-lo também, Kurt parecia ter tudo sobre controle, o que poderia ser ruim para a caça do espadachim. No fim da conversa, Khal perguntava sobre o tal "Algoz", o misterioso informante na taverna. - Algoz Eremes? Ele é um procurado pela marinha. Já viu o cartaz dele? - Ele falava, puxando de suas vestes o cartaz referente ao "Algoz Eremes". - Ele tá sendo procurado por possíveis sequestros e alguns dos meus homens estão atrás dele, mas suspeitam que ele deixou a ilha. E apesar de tudo, garoto, algo me diz que ele é inocente... Não sei dizer, talvez seja besteira minha, mas a história por trás de seus crimes são muito confusas. De qualquer modo, chegamos... - Ele falava, antes de ser interrompido por um enorme barulho vindo dos andares superiores. Kurt olhava para cima, atônito, corrento pelas escadas para ver o que estava acontecendo em seu quarto. Os caçadores que estavam no andar de baixo também pareciam confusos, correndo para ajudar em seja lá o que tivesse acontecido lá em cima.

OFF:
 

Histórico Juri:
 

Histórico Khal:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Juri
Player -Juri
Player -Juri
Juri

Créditos : 5
Warn : #2 - Sangue e Suor - Página 3 10010
Feminino Data de inscrição : 16/07/2014
Localização : Malkiham Island - North Blue

#2 - Sangue e Suor - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: #2 - Sangue e Suor   #2 - Sangue e Suor - Página 3 EmptyDom 18 Dez 2016, 23:22


#2 - Sangue e Suor


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Com um pouco de esforço Juri conseguira alcançar a janela mais alta deixando claro que as suas suspeitas de ser o quarto de Kurt estavam corretas. Ela era pequena e habilidosa, sabia o que estava fazendo. Olhou um pouco para dentro do quarto até notar que ele estava inabitado, escuro, mas a sua visão noturna ajudou a enxerga-lo por dentro e num salto estava dentro do cômodo apesar de achar ligeiramente estranho a janela já estar aberta. Rapidamente pôde notar uma peça de roupa, um cachecol e viria bem a calhar devida as intenções da kunoichi que logo tomou em suas mãos, mas segundos antes de conseguir sentir qualquer odor vindo da peça, teve a sua atenção roubada por uma pesada passada que estralou o assoalho, antes mesmo que Juri conseguisse levar sua mão direita até o cabo da ninjaken presa ao cóccix para defender-se um golpe fez sua cabeça balançar e, por um segundo, sua visão escureceu e logo viu-se no chão. Antes que ela pudesse ter uma reação contrária àquela brutal ação ela fora acertada em suas costelas. Ela estava atordoada devida a sua baixa resistência. Juri sabia que seu corpo era frágil, sua defesa não era das melhores, por isso havia treinado a sua velocidade que falhou naquele momento.

Furiosa e sedenta por sangue, ela tentaria ignorar as dores possíveis a fim de recuperar-se rapidamente da sua mente confusa devida aos golpes. Rangendo os dentes, franzindo a sua testa deixou escapar um berro furioso que poderia ser ouvido, caso fosse, até alguns metros dali.
Aaaaahhh! EU VOU TE MATAR!!! — No mesmo segundo da sua explosão de fúria Juri tratou de levantar-se já se impulsionando para frente a fim de aproveitar-se disto para alcançar uma boa velocidade num curto período de tempo. Ela deveria ser rápida devido ao seu tamanho e peso, tendo pouco atrito com o ar. Pularia a janela colocando seu pé direito no parapeito da mesma para saltar o mais longe que conseguisse e a partir daqui o seu treinamento em acrobacias deveria ser útil. Tentaria não perder o alvo de vista, pularia por possíveis obstáculos à sua frente, mesmo que precisasse usar paredes para isto, esquivar-se-ia para o lado oposto de algo que, por ventura, estivesse no seu caminho e não pudesse ser saltado, também usaria esta técnica para qualquer tipo de projetil que fosse atirado contra ela vinda do invasor. — Eu sou péssima nisso, mas não tenho opções — Juri sabia que não conseguiria acertar um gigante estando há dois metros de distância usando suas shurikens, mesmo sendo uma kunoichi, mas não teria muitas opções, sendo assim levaria sua mão esquerda até a sua bolsa de shurikens colocando duas entre os dedos e em paralelo que retirava suas mãos da bolsa ela já lançaria contra o alvo, repetiria exatamente a mesma ação usando a mão direita, em seguida com a esquerda lançando um total de seis projeteis contra o alvo. Acertando ou não, ao menos deveria fazê-lo sair um pouco do seu percurso ou atrasa-lo. Esforçar-se-ia o máximo para alcança-lo sob qualquer circunstância.

A intenção de Juri era ficar minimamente a dois metros de distância do alvo, caso ficasse menos do que isso seria ainda mais perfeito. Levaria sua mão até o cabo da ninjaken presa em seu cóccix para logo em seguida desembainhar a sua arma colocando-a um pouco à frente do seu rosto deixando seu braço esticado, contudo manteria esta posição até preparar-se para o ataque.
㍙ Mazu Kunoichi āto • Bukijutsu • Uta Bureido — Uma vez que o oponente esteja no seu raio de alcance, ela tenta golpeá-lo veemente usando a lâmina de sua ninjaken a fim de executar um corte horizontal visando cortar o tronco do mesmo infligindo o máximo de dano que conseguir. Juri, geralmente, termina o seu movimento atrás do oponente, ficando de costas para ele - caso obtenha êxito na execução do movimento. O fato de ela usar uma de suas principais técnicas deveria deixar claro que ela estava séria e furiosa, queria sentir a carne do alvo sendo rasgada por sua lâmina. Ainda que não obtivesse êxito em sua ofensiva, ela deveria ter ao menos feito o homem parar de mover-se por alguns instantes ou até mesmo feito atrasa-lo de alguma forma. Usaria esta oportunidade para, com a outra mão, desembainhar a sua kunai envenenada para atacar o homem por cima logo após um salto que daria não visando acertar um ponto específico, ainda que mirasse em sua clavícula e saberia bem onde acertar devida a sua maestria em conhecer a anatomia humana. O chutaria em seguida, mas não com força e sim para empurra-lo para trás enquanto ela projetava-se para frente a fim de criar uma distância entre eles.

Juri era feroz e rápida, não daria – ou pelo menos tentaria – dar espaço para o oponente atacar ou tampouco fugir e para isto aproveitar-se-ia da possível escuridão da noite que lhe dava a vantagem tendo ela visão noturna para ataca-lo pelos flancos caso este tentasse fugir, não deixando-o sair dali. Uma vez que este partisse para ofensiva, caso possuísse armas brancas usaria sua ninjaken para defender-se deixando as faíscas, pela lógica, aos ventos assim como o zunido dos metais se chocando, caso assim fosse. Usaria da força do próprio oponente para guiar a lâmina dele para baixo diminuindo assim a distância entre eles para na sequência usar a kunai envenenada para acerta-lo na primeira brecha que achasse, sendo braço, perna, tronco, pescoço – só precisaria de um toque.

Caso nenhum dos seus ataques surtissem efeitos ou ele fosse mais agressivo, ela apenas usaria da sua velocidade, pequeno porte e acrobacias para desviar-se dos golpes do oponente sempre levando seu corpo para a direção contrária. Mortais, saltos, pulos mais altos e acrobáticos poderiam ser usados para as evasivas da menina.

Contudo, ainda seria necessário dialogar e provocar o oponente e Juri o faria quando fosse mais propicio ou quando achasse uma oportunidade.
Kiahahah, Bolota-kun, o que fazia no quarto do líder do Ant-Bullet, uh?! — se necessária falaria enquanto lutasse — Estou puta da vida com você, por isso me conte algo antes de eu te matar. Talvez eu seja rápida com isso. Mas ainda vou te dilacerar inteiro, KIAHAHAHAH — Era o jeito de Juri, a Víbora negociar possíveis informações.

____________________________________________________

"Não importa quantos eu mate, há sempre mais para caçar.
A mera ideia já me dá satisfação."

— Juri Belleren, a Víbora

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


#FF34B2 Falas
#6600FF Pensamentos
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yami
Super Nova
Super Nova
Yami

Créditos : 35
Warn : #2 - Sangue e Suor - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 28/11/2011
Idade : 23
Localização : Far, Far Away ♫

#2 - Sangue e Suor - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: #2 - Sangue e Suor   #2 - Sangue e Suor - Página 3 EmptySeg 19 Dez 2016, 22:03

Aquilo não ficaria barato para a Víbora. Ninguém, ninguém jamais mexia com a assassina e saía inteiro para contar a história e, por isso, Juri disparava na corrida contra seu agressor. Suas palavras finais no quarto de Kurt ecoaram por todo o prédio, saindo antes que alguém pudesse aparecer para perguntar o que houve. Levando o cachecol consigo, a kunoichi disparava pelos telhados do prédio, seguindo a redonda figura que se afastava com velocidade. A criatura, apesar do peso, parecia rápida, pulando por entre os prédios - que não tinham uma distância tão grande entre si - e entrava pela janela de outros, atravessando corredores enquanto fugia de sua algoz. A criatura jogava mesas, quadros, armários e prateleiras que tinham em seu caminho para atrasar Juri, que saltava e girava, não perdendo velocidade no processo.

A aproximação era eminente, mas o agressor era ágil e conseguia fazer Juri perder tempo precioso na corrida jogando coisas em sua direção. Tentando fazê-lo frear, a kunoichi sacava suas shurikens que, apesar de má pontaria, conseguiam fazer seu serviço em atrasá-lo. Das 6 shurikens, 3 foram na direção do corredor, que jogava primeiramente um quadro, se jogava para lado e, na última, não teve como fugir, precisando erguer sua arma na direção de seu tronco. O homem estava próximo a janela e, com o impacto da shuriken em seu martelo de das mãos, era projetado para a abertura do prédio, caindo do segundo andar do edifício. Juri não perdia tempo e saltava atrás do mesmo, quase pisando em seu corpo antes que o mesmo pudesse girar e sair da rota.

Ele se erguia, agora em guarda e com uma respiração pesada, quando Juri percebeu o que ele realmente era. A criatura não era apenas um homem gordo, mas sim um Mink porco, com orelhas caídas e um nariz esquisito demais para não olhar. Ele respirava com dificuldade, soltando uns poucos "oinc" enquanto arquejava. - Wolfe... Vai ficar... Sabendo disso... Oinc... - A assassina nem esperou outra reação, partindo em sua direção com sua maior técnica que, assim como havia atingindo a assassina no quarto de Kurt, pegou o mink porco desprevenido. O corte fazia sangue jorrar pela farta barriga do porco, que apesar do golpe, aparentava aguentá-lo com resistência. A kunai envenenada de Juri era sacada, logo em seguida, virando-se para atingir seja lá onde fosse no oponente. O porco, por outro lado, também virava com velocidade, mas por sua arma ter um melhor alcance do que uma adaga, atingia o ombro de Juri e a projetava para o lado, mas sem deixar sua adaga cair.

Seu ombro latejava, assim como sua cabeça e suas costelas. O porco tinha um corte em sua barriga que fazia o sangue escorrer, mas parecia aguentá-lo por hora. Ele respirava furioso, aparentemente frustrado por alguém ter acabado com seu plano. Entre os "oinc" de sua respiração, ele rangia os dentes e partia em direção da assassina novamente, girando seu martelo e obrigando Juri a recuar, fugindo com facilidade de sua martelada. Durante a provocação da assassina, quando ambos ficavam parados esperando reação um do outro, o porco erguia seu punho até sua boca, falando com um pequeno aparelho que parecia um relógio. Puru puru puru... Puru puru puru... Gotcha! - Ajuda... Rua C com a praça... Oinc... - O que parecia estar ruim, poderia ficar bem pior em algum tempo. Era bom Juri agir rápido.

OFF:
 

Histórico Juri:
 

Histórico Khal:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Yami em Ter 20 Dez 2016, 22:20, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Juri
Player -Juri
Player -Juri
Juri

Créditos : 5
Warn : #2 - Sangue e Suor - Página 3 10010
Feminino Data de inscrição : 16/07/2014
Localização : Malkiham Island - North Blue

#2 - Sangue e Suor - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: #2 - Sangue e Suor   #2 - Sangue e Suor - Página 3 EmptyTer 20 Dez 2016, 17:20


#2 - Sangue e Suor


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


A perseguição ia se tornando mais frenética a cada instante passado. Juri desvia com certa facilidade dos obstáculos que vinham na direção da ágil menina que vinham com intenção de atrasa-la, porém sem muito sucesso. Descrente de que os arremessos de shuriken iriam surtir algum efeito, Juri foi quem se surpreendeu com a queda do alvo para o andar inferior quando uma das estrelas acertou o vidro, fazendo-o cair. Ela não tardaria para aproveitar-se daquela vantagem ela pularia para cima dele, tentando acerta-lo já no solo – mas ele fora ágil o suficiente para rolar e sair do alcance da sanguinária assassina.

Com toda aquela movimentação, logo o invasor revelou-se como um humanoide que Juri não sabia distinguir o que era, porém não sentiu medo da nova descoberta, apenas curioso. “KIAHAHAHAH” Riu. “O que é você, afinal?” Perguntou Juri não contendo as risadas.

"Wolfe vai saber do quê, uh?!” As orbes púrpura da garota brilhavam deixando seus olhos penetrantes, pedindo sangue e violência a todo e qualquer custo. Não hesitou nem um pouco para avançar contra o homem e logo após deixar o timbre sério de sua voz ao conjurar sua técnica, sangue entrava em cena jorrando para o ar, automaticamente banhando a ninjaken de Juri que ficou logo às costas do Mink. Ele era rápido, logo virou-se para ir de encontro a ela que já vinha à tona com sua kunai, porém teve seu ataque frustrado devido ao alcance da arma do seu oponente ser maior, teve seu ombro atingido, mas ainda assim iria da situação afastando-se do Mink.
"Você é durão, hein” Diria com um sorriso no rosto. Apesar das dores em três pontos diferentes do corpo, o Mink era quem tinha recebido o maior dano até agora. Uma leve vantagem. Vantagem esta que poderia sumir devido ao aparente pedido de ajuda que o porco havia solicitado pelo Den Den Mushi. “Está chamando os macho, né? Kiahahah” Sua gargalhada era quase insana, deixando claro o seu sadismo.

Foi naquele momento que Juri teve uma ideia: Ela imaginaria se Wolfe e seu bando não iriam atrás dela por vingança, uma vez que ela atrapalhou seus possíveis planos ao impedir que o Mink investigasse o que quer que seja, além de machucar um dos seus companheiros pondo a prova a sua capacidade e reputação. “Você está com sorte hoje, Porco-kun” disse ela em meio a um sorriso cínico. Aproveitar-se-ia da provável vulnerabilidade do Mink ao falar no Den Den Mushi para projetar-se para frente abusando de sua velocidade, aproveitar-se-ia, também, do seu corpo leve e pequeno para, assim que chegasse numa distância de dois metros para projetar-se para o lado direito desviando sua rota para evitar possíveis golpes diretos por parte do Mink. Golpes estes que caso viessem pelo lado direito, Juri iria se projetar para o lado esquerdo. A intenção da assassina era flanquear o adversário usando suas kunais para rasgar a carne dele não importando onde exatamente, contudo tentaria fazer um novo corte quase igual o primeiro caso conseguisse acertar o lado oposto da ferida, porém se só tivesse oportunidade de acerta-lo no lado já atingido, iria tentar infligir ainda mais dano na ferida do adversário. “KIAHAHAHAH! Ei, ei, ei, Porco-kun” disse. “Quando seu marido chegar diga que vocês podem me encontrar amanhã na taverna próxima a rua que está acontecendo a baboseira da festinha da Ant-Bullet. A propósito me chamo Juri, a Víbora, kiahahah” falaria já embainhando suas armas para logo em seguida usar de suas acrobacias para fugir dali o quanto antes, julgando que os reforços ainda levariam algum tempo para chegar até o local.

Ainda que não fosse possível atacar o Mink por qualquer ângulo, Juri ainda assim tentaria sair dali o mais rápido, mas não antes de deixar-lhe seu nome, alcunha e como encontrá-la. Estava mesmo dançando com o perigoso e brincando com a sorte, mas daria de ombros para esse pequeno detalhe. Sempre com movimentos rápidos inversamente proporcionais aos dos possíveis ataques do oponente, ela abusaria da sua velocidade, corpo pequeno e agilidade para saltar com mortais, acrobacias improvisadas e afins para esvair-se e assim entrar numa fuga temporária. Feito isto e estando segura, voltaria para a estalagem/taverna de outrora para tomar um banho, respirar um pouco e até mesmo recuperar-se das dores. “Porco desgraçado...” disse ela em fúria. “Da próxima vez vou colocar suas tripas pra fora, depois vou cortar seu pau gordo! *Grrr*
Se assim fosse, no outro dia apenas iria esperar Khal chegar, não ligaria para quanto tempo levasse. Sentaria em uma das mesas mais ao canto e usaria o tempo para envenenar a sua outra kunai, deixando as kunais com efeitos tóxicos tornando-se ainda mais letal.

____________________________________________________

"Não importa quantos eu mate, há sempre mais para caçar.
A mera ideia já me dá satisfação."

— Juri Belleren, a Víbora

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


#FF34B2 Falas
#6600FF Pensamentos
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Niizuma
Civil
Civil
Niizuma

Créditos : 6
Warn : #2 - Sangue e Suor - Página 3 9010
Masculino Data de inscrição : 28/10/2016
Idade : 22
Localização : Navegando pela terra das palmeiras

#2 - Sangue e Suor - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: #2 - Sangue e Suor   #2 - Sangue e Suor - Página 3 EmptyTer 20 Dez 2016, 21:59


Kurt pareceu ser um cara interessante, e realmente preocupado com as pessoas quando cheguei perto dele, não conversamos muito ali pois ele tratou de levar-me para outro canto onde poderíamos conversar mais tranquilamente e ele não queria que outras pessoas ouvissem sobre o que falávamos, acho que eu podia entender o motivo. Nós fomos nos aproximando do centro, a quantidade de pessoas diminuía consideravelmente, e ali era mais fácil ter uma conversa sem ouvintes desnecessários. "Parece que Wolfe realmente preocupa ele, mesmo ele sendo o líder de uma grande organização, quer dizer, ao menos é famosa." pensava enquanto acompanhava o homem. Como a maioria das pessoas que respondiam perguntas ele também fumava, já tava pegando certa antipatia por fumaça.

- Então... - ele tratou de começar a falar, e fui apenas ouvindo naquele primeiro momento, contava como Wolfe já vinha causando problemas e como reunira algumas informações sobre o mesmo, porém o mesmo não ficava no mesmo canto. - Acho que é o que se espera de alguém procurado. - comentei, sendo levemente sarcástico naquele momento. Quando já estávamos sozinhos ele continuou falando, dizia que Wolfe se concentrava atualmente mais no norte, e comentou um local onde pretendia atacar, onde provavelmente Wolfe estaria. - Não é muito surpreendente ele querer lhe matar, já que parece estar tão próximo dele... - comentava olhando um horizonte sem focos, apenas refletindo naquele momento as possibilidades.

Quando chegávamos lembrei de perguntar sobre o "Algoz", e fiz certo, segundo Kurt ele era um criminoso que sequestrava algumas pessoas. Mostrou-me o cartaz e tentei identificar pelo pouco que vi se era o mesmo homem que vi, já que se fosse sua informação podia ser só mais uma armadilha. Pouco depois Kurt contou que não achava que ele fosse um criminoso, o que não servia de muita coisa, já que o fato de ser um criminoso tinha abaixado completamente minha vontade de verificar o tal navio.

"Então o desgraçado queria me levar para uma armadilha? Me sequestrar talvez?" - meus pensamentos foram interrompidos por um barulho vindo de cima de onde havíamos chegado, Kurt correu para ver o que tinha acontecido.

Naquele momento eu tentaria correr se possível, tentando acompanhar Kurt e os outros que subiram para descobrir o que tinha acontecido, com minha aceleração não deveria ser difícil alcançá-lo, mas me esforçaria, já que poderia ser Wolfe ou algum de seus capangas. "Será que foi a idiota da Juri? Ela não disse que ia vir por aqui?" um certo temor passou pela minha cabeça, esperava realmente que não fosse ela que tivesse feito aquele barulho, pois poderia trazer problemas desnecessários.

Se conseguisse chegar onde ocorrera o barulho tentaria observar ao máximo o que tinha acontecido, deixaria Kurt ter suas conclusões também e perguntaria ao mesmo o que ele achava que tinha acontecido.

- Acha que sabe o que aconteceu aqui? - perguntaria a Kurt, mas antes observaria para eu mesmo ver detalhes e tirar minha conclusão.

Caso encontrasse alguém eu esperaria pelos demais ali presentes para tomar alguma iniciativa, já que não conhecia os membros da Ant-Bullet e poderia ser apenas um deles, e não um capanga ou o próprio Wolfe. Se fosse Juri eu fingiria que não conhecia ela a princípio, caso eles tentassem fazer algo contra ela eu me adiantaria e pediria para todos terem calma.

- Calma, calma, eu conheço ela, ela devia estar procurando algum criminoso que pode ter vindo pra cá. - e olharia para Juri esperando por uma explicação, claro se eu encontrasse ela no local do barulho.

Se não encontrasse ninguém no local, procuraria por vias de fuga, como janelas, ou simples buracos por onde pudessem passar uma pessoa, se possível me dirigiria para lá e tentaria ver se encontrava alguém, ou algum sinal de que usaram aquele lugar para fugir. Se não me deixassem subir eu pediria insistentemente e diria que eu estava ali para ajudar Kurt, se mesmo assim não deixassem eu sairia e tentaria procurar algum local para ver o que tinha acontecido de fora.

- Kurt, obrigado pelas informações, mas poderia fazer só mais uma coisa por mim? - esperaria para ver qual seria a resposta dele, se ele não recusasse eu continuaria. - Posso passar a noite aqui? Em qualquer canto serve, preciso encontrar uma amiga amanhã e não tenho lugar para passar a noite. - se ele recusasse na primeira ou na segunda pergunta, agradeceria e sairia em direção a taverna, entrando nela e lá ficando se tivesse aberta, se não eu ficaria do lado de fora mesmo até a mesma abrir as portas.

"Bem, acho melhor eu ir para o local combinado logo." - pensaria no próximo dia, se Kurt me deixasse ficar, se não acabaria por não ser necessário, já que já estaria lá.

Pediria algo para comer se tudo desse certo e conseguisse chegar na taverna. Algo barato já que o dinheiro não tinha aparecido, mas se conseguisse pegar Wolfe, dinheiro passaria a ser o de menos. Esperaria por Juri, esperando que o dia dela tenha sido mais emocionante do que uma série de entrevistas.



Histórico:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] (Aventura Atual)
Anterior:
 

Citação :
Legenda:
Narração
- Fala
"Pensamento"

Citação :
- Objetivos:
[] Sair da ilha inicial.
[] Conseguir uma ou mais armas.
[] Ser qualquer coisa que não seja Civil.
[] Alguém me reconhecer.
[x] Terminar a Mini-Aventura.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yami
Super Nova
Super Nova
Yami

Créditos : 35
Warn : #2 - Sangue e Suor - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 28/11/2011
Idade : 23
Localização : Far, Far Away ♫

#2 - Sangue e Suor - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: #2 - Sangue e Suor   #2 - Sangue e Suor - Página 3 EmptyTer 20 Dez 2016, 22:45


A batalha contra o humanoide porco estava empatada, por hora. Apesar de ter causado apenas uma ferida no suíno, havia sido muito mais profunda do que os machucados que ele havia causado na assassina. Ele mantinha-se agora na defensiva, erguendo o martelo na frente de seu corpo enquanto esperava o bote da Víbora, que não demorou muito para atacá-lo quando ele se mostrou distraído com a ligação com o Den Den Mushi. A gatuna disparava, alcançando uma distância incrível em poucos segundos, o que surpreendeu o mink a princípio. Sua tática de batalha havia sido bem executada, mas bastou uma girada completa em torno do próprio eixo, no instante em que a assassina ia desferir os cortes, para que o bloqueio fosse bem sucedido. Vendo que seria atingida, Juri teve que se afastar, tentando encaixar seu ataque na abertura que havia sido feita. A mesma conseguia chegar até a carne do suíno, fazendo filetes de sangue surgir em sua pele, mas não profundo o suficiente como a mesma gostaria de causar. Ela estava enfrentando alguém com uma ótima resistência e seu dano, que apesar de ser letal na maioria dos casos, parecia causar pouco efeito no seu adversário.

Seu nome, localização e alcunha havia sido entregue de alto e bom som para o suíno, que não se pronunciou a respeito. Quando ele viu que Juri estava fugindo, correu imediatamente para o outro lado, se comunicando pelo Den Den Mushi. Seja lá qual era o plano dele naquela noite, parecia que ele havia tido sucesso, apesar do contra tempo. Cambaleando, ainda meio atordoada depois que a adrenalina ia saindo de seu corpo, Juri caminhava até a taverna onde tudo havia começado, achando sem problemas um local para dormir longe de problemas.

Khal, por outro lado, ouvia o mesmo som que o líder dos caçadores havia escutado e, tentando acompanhá-lo, o espadachim era barrado na entrada da escada por outros caçadores, que diziam que apenas membros do clã podiam passar. De mãos atadas, ele esperava pacientemente por Kurt voltar, que descia as escadas minutos depois com um semblante de fúria. - Invadiram meu quarto, roubaram meu cachecol e ainda algumas papeladas minhas... Seja quem tivesse sido, está colhendo informações minhas. - Ele falava para seus aliados. - Olhos atentos, amigos. Essa noite pode ser agitada. - E, em seguida, ia até Khal, que esperava para terminar a conversa. Kurt sorria e, como já era de se esperar de sua simpática personalidade, ele dava um tapa no ombro do espadachim. - É claro, meu amigo. Um aspirante à caçador é tão caçador como eu. Vamos, arranjaremos uma cama para passar a noite. - Ele acolhia o jovem sem pensar duas vezes, deixando que dormisse na segurança de sua base junto com seus caçadores.

A noite cessava e mais um dia vinha com seu fim. Apesar de muitos ficarem atentos naquela noite, nenhum ataque havia sido executado contra a base dos Ant-Bullet, assim como ninguém havia aparecido na taverna na qual Juri se encontrava. Khal acordava mais cedo do que de costume, partindo para a taverna assim que o sol surgia no céu, enquanto a assassina erguia-se com calma, descansada, para degustar o café da manhã que a taverna servia. Não demorou muito para que o espadachim chegasse ao local e visse sua companheira de caça numa mesa próxima. Eles tinham conversa para colocar em dia e precisavam começar a planejar seus passos. Algo dizia que aquele dia seria agitado... E eles precisariam estar prontos.

OFF:
 

Histórico Juri:
 

Histórico Khal:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Juri
Player -Juri
Player -Juri
Juri

Créditos : 5
Warn : #2 - Sangue e Suor - Página 3 10010
Feminino Data de inscrição : 16/07/2014
Localização : Malkiham Island - North Blue

#2 - Sangue e Suor - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: #2 - Sangue e Suor   #2 - Sangue e Suor - Página 3 EmptyQua 21 Dez 2016, 10:00


#2 - Sangue e Suor


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


De fato, a velocidade de Juri era superior ao do Mink, contudo ele possuía mais resistência e tolerância, o que não era um problema sem solução para a Caçadora, contudo derrubar um oponente assim demandaria mais tempo do que ela tinha disponível ali. Sua investida fora inicialmente bloqueada pelo martelo do adversário, ainda que ela conseguisse achar brechas para corta-lo deixando filetes no sangue em dois pontos do Mink como uma lembrança. Logo em seguida evadiu-se dali deixando sua identificação e como acha-la. Normalmente ela o teria matado levando a luta até o final, mas julgou se Wolfe daria as caras – ou pelo menos isso deveria chamar a atenção dele. “Ele era duro...” disse. A medida que a adrenalina ia descendo as dores iam se tornando mais intensas, o que era normal do ser humano. Acariciava seu pescoço com a mão enquanto o forçaria para os lados. Após a agitação da noite tentaria tomar um banho e dormir.

Já na manhã seguinte, Juri trataria de descer até a taverna onde procuraria uma mesa mais ao canto, pediria carne de porco para a garçonete que não deveria se tardar a trazê-la. Ela estaria sentada sem modos como sempre, pondo a sola do pé na mesma cadeira que sentara enquanto usaria o tempo livre para banhar sua outra kunai com veneno, sempre tentando manter a atenção e cuidado para tal. Percebeu que uma kunai somente seria ineficiente. Esperaria Khal chegar enquanto comeria com todo o ódio que carregasse, segurando o garfo como se fosse um arpão apontado para baixo ela perfurava a carne várias e várias vezes antes de leva até a boca. “Aquele... desgraçado...” diria enquanto mastigava. “Ele vai... ver o que... vou fazer com aquela... barriga”.

Assim que Khal chegasse ela iria tentar atualizar-se dos ocorridos do dia anterior, não se importaria com a raiva que estava comendo – provavelmente por conta do Mink –, tampouco com a maneira que estaria sentada. “O você descobriu?” perguntaria ainda mastigando. Ouviria atentamente todas as possíveis informações passadas por ele e só após isso ela falaria algo. “Ahn, eu consegui isso” retiraria o cachecol de Kurt. “Agora posso localizar o Kurt usando o meu olfato” disse. Era possível que Khal tivesse informações preciosas, provavelmente o dia dele tivera sido mais produtivo do que o dela. “Tem algum plano? Tô ouvindo, só tô terminando de matar esse porco” falaria olhando para o prato.

Por fim, deixaria apenas um aviso para Khal se preparar. “Ah sim, acho que arrumei confusão. Ontem eu lutei contra um cara com jeito de Porco, ele disse algo sobre o Wolfe saber disso ou sei lá o quê” falaria casualmente. “Eu disse meu nome e que estaria aqui” ela passou a tal informação tão despreocupada como quem diz as horas, mesmo sabendo do perigoso iminente que, provavelmente, ela e Khal corriam.

A conversa entre eles iria se desenrolando com naturalidade, sem um pressionar o outro o que faria Juri imaginar que eles poderiam ser uma boa dupla. Mas não deixaria esse tipo de pensamento tomar conta da sua mente por agora.

"KIAHAHAH, você ia cair numa armadilha tão simples? Que idiota" riu-se a garota balançando a cabeça negativamente enquanto mastigava, referindo-se sobre o fato do "Algoz Eremes" quase ter emboscado Khal. "Vamos atrás do Eremes, Espada-kun" disse "Já sabemos onde ele pode estar e além do mais..." diria enquanto estaria se levantando, preparando-se para as eventualidades "... Wolfe vai nos encontrar de qualquer maneira".

Off:
 

____________________________________________________

"Não importa quantos eu mate, há sempre mais para caçar.
A mera ideia já me dá satisfação."

— Juri Belleren, a Víbora

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


#FF34B2 Falas
#6600FF Pensamentos
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Última edição por Juri em Qua 21 Dez 2016, 20:11, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Niizuma
Civil
Civil
Niizuma

Créditos : 6
Warn : #2 - Sangue e Suor - Página 3 9010
Masculino Data de inscrição : 28/10/2016
Idade : 22
Localização : Navegando pela terra das palmeiras

#2 - Sangue e Suor - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: #2 - Sangue e Suor   #2 - Sangue e Suor - Página 3 EmptyQua 21 Dez 2016, 16:22


Não haviam me deixado passar, então eu fiquei ali apenas aguardando na expectativa que Kurt voltasse, e felizmente ele voltou, contando o que tinha acontecido lá encima. Alguém tentou colher informações de Kurt, o que aumentou minha suspeita de que tinha sido Juri a fazê-lo, mas não tinha como saber até me encontrar com a mesma. Kurt deixou que passasse a noite ali e foi o que eu fiz.

"Amanhã espero que o dia seja mais interessante..." - tratava de ir dormir, provavelmente sem muitos problemas.

Na manhã seguinte acabei acordando bem cedo, talvez a ansiedade de encontrar logo com a garota e ver as informações que tínhamos, sendo assim acordei e já segui até a taverna do trato. Chegando lá depois de pouco tempo eu pude encontrar Juri em uma das mesas, parecia bem furiosa comendo o café da manhã, esperava que aquela raiva não fosse por minha causa. Tentaria me aproximar da mesa e sentar-me junto a ela, ainda no caminho trataria de pedir logo algo para comer, em seguida me voltaria para Juri e tentaria falar calmamente e baixo o suficiente para que apenas nós dois pudéssemos escutar.

- Espero que tenha tido um dia melhor que o meu! - diria se conseguisse sentar-me. - Consegui algumas coisas, devo dizer, algumas eu nem lembro direito. - passaria a mão na cabeça, observando-a. - Primeiro eu voltei aqui e um esquisito me falou que um capanga do Wolfe tinha sido capturado e tava no porto, um tal de Algoz, e como não sou de confiar em pessoas encapuzadas eu decidi que iria te esperar para nos f******* juntos. - diria sabendo agora quem era o Algoz. - Quando buscava mais informações pela cidade vi um tumulto, era um evento pro Kurt, sabe? - tentaria ver se ela estava acompanhando e daria pequenas pausas pra recuperar o raciocínio. - Bem, eu aproveitei e fui falar com ele diretamente, ele disse que Wolfe costumava atualmente ficar mais pelo norte da ilha, e que ele já estaria até planejando um ataque a um depósito velho onde Wolfe estaria, o motivo provavelmente de Wolfe querer matá-lo. - tentaria observar as pessoas a nossa volta, ver se tinha alguém suspeito, ou se encontrava o "Algoz" de novo. - Também aproveitei e perguntei quem seria o tal do Algoz, e ele é um criminoso responsável por sequestrar algumas pessoas, Kurt não me contou muito mais do que isso, mas me mostrou o cartaz do mesmo. - percebendo que já havia falado até demais, daria fim falando: - Segundo todos Wolfe caça aqueles que o caçam, então não duvido já estarmos sob a mira do desgraçado. - daria de ombros por fim, agora olhando apenas Juri e comendo se a comida tivesse chegado.
- E você? O que conta? - iria escutar o que ela tinha a dizer, desviando o olhar para ver quem entrava na taverna e quem mais estava lá além de nós dois. - Bem, podemos fazer muitas coisas agora, verificar o depósito, ficar parados e esperar que Wolfe venha até nós, verificar o navio que o Algoz indicou, sair por aí gritando desafios ao Wolfe... - falaria sobre nossos possíveis planos.

Se ouvisse ela falando sobre a possibilidade de encontrar Kurt diria que não seria necessário por enquanto, já que eu mesmo tinha me encontrado com ele ontem, e não parecia que ele precisaria de ajuda por enquanto, já que parecia estar na Ant-Bullet junto com alguns membros. Ouvindo sobre a possível confusão ele iria rir, rir sem modéstia ou vergonha, pois aquilo era muito a cara de Juri, e ele no fundo contava com aquilo para ter um dia mais divertido hoje. Terminaria de comer e esperaria pelas respostas da mesma para sabermos o que iríamos fazer, ficar ali esperando os homens do Wolfe nos acharem ou iríamos tentar encontrá-los antes, como era o plano inicial.


Histórico:
 
Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] (Aventura Atual)
Anterior:
 

Citação :
Legenda:
Narração
- Fala
"Pensamento"

Citação :
- Objetivos:
[] Sair da ilha inicial.
[] Conseguir uma ou mais armas.
[] Ser qualquer coisa que não seja Civil.
[] Alguém me reconhecer.
[x] Terminar a Mini-Aventura.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yami
Super Nova
Super Nova
Yami

Créditos : 35
Warn : #2 - Sangue e Suor - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 28/11/2011
Idade : 23
Localização : Far, Far Away ♫

#2 - Sangue e Suor - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: #2 - Sangue e Suor   #2 - Sangue e Suor - Página 3 EmptyQua 21 Dez 2016, 22:00


O plano estava em curso na medida em que o tempo passava. Tempo este que parecia uma contagem regressiva, quase dando para sentir um colar de corda apertando em seus pescoços. Ainda não haviam visto Wolfe pra valer, mas por toda sua fama e as capacidades físicas de seu lacaio que havia sido enfrentado por Juri no dia anterior... Dava para sentir o medo se aproximando. O almoço ia acontecendo sem maiores problemas, com a dupla colocando em dia o que haviam descoberto. A kunoichi, portanto, percebia que tinham uma chance de ouro em mãos: Algoz estava na cidade e não apenas estava por ali, mas também se encontrava naquela taverna no dia anterior. Não que ele estivesse ali agora, mas era como cheirar o dinheiro que entraria em seus bolsos. Estavam perto, bem perto.

O ruim, porém, era que tinham pouquíssimas informações sobre o Algoz. Como haviam gasto seu tempo todo investindo na caça de Wolfe, haviam deixado para trás a ideia de acharem Eremes, que agora parecia mais crível de ser capturado. O que sabiam, porém, era que o pirata queria que Khal encontrasse um amigo dele no porto, se é que o navio ainda continuava por lá.

Era uma boa estratégia, visto que agora que estavam na mira do Wolfe, era questão de tempo até o lobo encontrá-los. Precisariam dormir de olhos abertos, é claro, mas não precisariam mais se preocupar em achá-lo em algum momento. Se o plano deles agora era achar Eremes, precisariam começar a fazer novamente o trabalho de rastreá-lo e, pelo que Khal havia visto no dia anterior, talvez o homem tomasse suas precauções para não ser encontrado facilmente. A taverna, como sempre, era local onde histórias começavam e terminavam e, por sorte, estavam em uma. Era hora de começar a caçar.

Histórico Juri:
 

Histórico Khal:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




#2 - Sangue e Suor - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: #2 - Sangue e Suor   #2 - Sangue e Suor - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
#2 - Sangue e Suor
Voltar ao Topo 
Página 3 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Malkiham Island-
Ir para: