One Piece RPG
Sorria... Você está sendo mutilado XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Unidos por um propósito maior
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor xRaja Hoje à(s) 17:12

» Cap.2 - Seguindo um sonho!
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor Kallieel Hoje à(s) 16:57

» [Mini-Kuroper] Começo da Jornada
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor Kuroper Hoje à(s) 16:28

» [Mini-Archer James] Cachorros da Dor
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor Dogsofain Hoje à(s) 16:26

» Apresentação 5 ~ Falência Sensacionalista
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor GM.Furry Hoje à(s) 15:54

» VI - Seek & Destroy
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 15:45

» Aprendendo a respirar
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor K1NG Hoje à(s) 15:10

» O Sapo Mágico
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor K1NG Hoje à(s) 14:57

» Arco 1: Passagem pela ilha do riso
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor Milabbh Hoje à(s) 14:12

» Enuma Elish
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor GM.Furry Hoje à(s) 12:40

» II - Growing Bonds
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor Teo Hoje à(s) 11:59

» Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor Pippos Hoje à(s) 09:23

» [Mini] Am I really need do this?!
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor Vismonke Nizako Hoje à(s) 07:26

» 1° Act - It's Navy Time
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor PepePepi Hoje à(s) 05:47

» The Claw
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor Achiles Hoje à(s) 03:55

» The One Above All
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor Achiles Hoje à(s) 03:21

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor DanJo Hoje à(s) 03:20

» Una Regazza Chiamata Pericolo
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor Milabbh Hoje à(s) 01:28

» Art. 3 - Our memories
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 00:54

» [MINI-Fenrisulfr] Começo
Sorria... Você está sendo mutilado Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:19



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Sorria... Você está sendo mutilado

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3 ... 7 ... 14  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 56
Warn : Sorria... Você está sendo mutilado 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Sorria... Você está sendo mutilado Empty
MensagemAssunto: Sorria... Você está sendo mutilado   Sorria... Você está sendo mutilado EmptySex 04 Nov 2016, 23:55

Sorria... Você está sendo mutilado

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) civis Deep Tesla Voltz e Draguren Hynno . A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
OverLord
Pirata
Pirata
OverLord

Créditos : 31
Warn : Sorria... Você está sendo mutilado 4010
Masculino Data de inscrição : 31/03/2012
Idade : 23

Sorria... Você está sendo mutilado Empty
MensagemAssunto: Re: Sorria... Você está sendo mutilado   Sorria... Você está sendo mutilado EmptySab 05 Nov 2016, 23:02



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
"Quando um louco parece completamente sensato, já é o momento de pôr-lhe a camisa de força."
Post: 01 | Localização: Malkiham Island



Hynno havia ficado na moita por anos, após a fuga do “hospital”. Praticamente três anos, nos quais, dois deles, Draguren possuía companheiros com o mesmo estado mental do espadachim. No último ano, o lunático perdeu seus companheiros para um incêndio que havia se iniciado de dentro para fora, “Acidental” e depois do incidente, o rapaz sumiu por mais um ano e agora, se encontrava em Malkiham, aonde uma nova aventura iria se iniciar e o que aquela ilha poderia prover para o lunático?

Havia acabado de chegar na ilha e tinha dinheiro e não possuía uma arma. Desarmado e com a escolha de comprar uma, Hynno caminharia até uma loja de armas, assobiando o que parecia ser uma música fúnebre em versão de assobio. Quando chegasse na loja de armas, diria: - Gostaria de uma espada, na qual eu consiga cortar as infestações de rato.  Obviamente a última parte não possuía nexo algum, mas, Hynno esperava que o vendedor pudesse lhe entregar a espada e caso fosse feito e conseguisse pegar primeiro a arma, retiraria da bainha calmamente e sem mostrar agressividade, olharia para o metal e buscaria seu reflexo nela e se fosse nítido, começaria a gargalhar, abrindo seu sorriso psicótico. E logo após, guardaria a espada na bainha, pagaria o sujeito e sairia do estabelecimento.

Caso não pudesse pegar a espada primeiro, pagaria o vendedor e depois, faria a mesma coisa, retiraria a espada da bainha, procuraria seu reflexo no metal e gargalharia, abrindo o sorriso psicótico e logo após, sairia do estabelecimento, com a espada já na bainha. O que faria agora? Não sabia, apenas caminharia para um bar local e lá, ficaria no seu canto. Sentado numa cadeira, com os pés para cima. Na mesa, espada presa do lado direito da bermuda e sua mão direita, ficaria encostada no cabo da lâmina branca, de maneira discreta.




Objetivos:
 


Histórico:
 

____________________________________________________

- Fala
* Pensamento
- Fala da Plateia

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

R.I.P:
 


Chibis:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Deep
Civil
Civil
Deep

Créditos : Zero
Warn : Sorria... Você está sendo mutilado 1010
Masculino Data de inscrição : 09/11/2013

Sorria... Você está sendo mutilado Empty
MensagemAssunto: Re: Sorria... Você está sendo mutilado   Sorria... Você está sendo mutilado EmptyDom 06 Nov 2016, 03:07

Deep havia acabado sua vingança pelo seu tempo encarceirado. Havia matado alguns cientistas e ganhado um renome como o “trovão sanguinário” pelos crimes cometidos, mas não mais ele estava atrás de vingança, apenas entretenimento próprio.


O tritão andava pela ilha de Malkihan e ele tinha algumas coisas que queria antes de qualquer coisa.


Deep andaria sorrindo de orelha a orelha sacudindo a cabeça de tempos em tempos como um tique. Ele procurava achar algum bairro de moradias populares para procurar abrigo do clima da ilha.


Caso chegasse a um bairro popular, o tritão passaria olhando pelas janelas em busca de uma casa com uma família. Quando avistasse alguma ele bateria na porta e espeeraria essa começar a se abrir para então desferir um chute com a sola do pé na porta, visando assim forçá-la a abrir e pegar quem a esta abrindo no susto.


Caso não coseguisse abrir a porta, Deep iria a janela e caso essa fosse grande o suficiente para seu corpo passar ele saltaria por ela.


Se entrasse numa casa, o tritão iria sobre a pessoa mais próxima e tentaria agarrar a cabeça dessa com sua mão direita eletrificada e a seguraria ali até ser interrompido ou sair fumaça da cabeça da vítima e esta estar morta.


Se alguém tentasse atacar o tritão, este daria um “dash” para longe do golpe e das paredes visando uma esquiva e em seguida se jogaria sobre o atacante tentando segurar sua cabeça para um choque como o anterior.


Durante todo o tempo que Deep estivesse dando choques em alguém ele riria histericamente.
Objetivos:
 

____________________________________________________

-Fala de personagem...
"Pensamento de personagem"

Cor do Deep
Cor do Tesla
Cor do Voltz



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alê
Narrador
Narrador
Alê

Créditos : 2
Warn : Sorria... Você está sendo mutilado 10010
Masculino Data de inscrição : 12/07/2015
Idade : 21
Localização : Farol - Grand Line

Sorria... Você está sendo mutilado Empty
MensagemAssunto: Re: Sorria... Você está sendo mutilado   Sorria... Você está sendo mutilado EmptyQua 09 Nov 2016, 15:39

O pôr-do-sol em qualquer lugar desse longo mar é uma obra prima da natureza, a qual atrai diversos amantes para admirá-la. O anoitecer também é um aviso para a chegada da escuridão, e com ela todas as energias negativas presentes no mundo.

A população já se preparava para se resguardar no interior de suas casas, pois mais uma fria noite sinalizava sua chegada. Os ventos frios que sopravam as brechas das telhas eram como um despertador para a entrada das pessoas à suas residências.

Ventos frios também podem sinalizar o temor da própria natureza para algo que esta entre ela ou algum ser que possa ameaçar a vida. Estranhamente, durante a chegada de Hynno e a presença do tritão Deep na ilha.

O jovem assassino caminhou espetacularmente, como um astro em um filme fúnebre, assobiando músicas completamente “mortas”, coisa que assustou algumas crianças que teimavam em entrar para suas casas, mas não mais depois da passada do rapaz.

Após caminhas alguns minutos buscando a loja de armas, caso tivesse alguma ali, mas não foi bem o que aconteceu. Por não ser muito grande, a ilha não tinha uma loja específica para venda de armas, como as de outras ilhas do North Blue.

Perto dali, o tritão infame caminhava grandiosamente pela ilha, causando um pequeno alvoroço pelas crianças que se dirigiam às suas casas. Ora, além de ter uma má aparência, só o fato de ser um tritão já era motivo de mau recebimento por parte da população em sua maioria.

Sacudindo sua cabeça devido ao seu tique, o tritão olhava casa por casa buscando algo específico, algo que era bem familiar, como uma família. Ao encontrar uma que, aparentemente, residia uma família, o tritão parou bateu na porta normalmente.

Um curto tempo se passou e logo o barulho da porta abrindo já era escutado pelo tritão que, rapidamente ao perceber o mínimo sinal de abertura, “arrombou” a residência com um chute, derrubando a garotinha que abria a porta.

- Ai! – urrava a jovem, caindo alguns centímetros do objeto.

Rapidamente o tritão partiu em direção a garotinha e com uma de suas mãos o monstro pegou-a pela cabeça e começou a descarregar sua corrente elétrica natural. A garota tentou escapar por alguns instantes, mas o efeito Jaule já começava a agir no crânio da garota.

Ao perceber o barulho na sala da residência, um senhor de idade em torno de cinquenta e cinco anos chegou ao recinto e soltou uma katana a qual estava limpando. Era uma cena trágica. Sua neta estava ali, entregue a morte, com sua cabeça exalando alguma fumaça. Estava sem ação. E seu atacante ria sadicamente.

- Doroth! - bradou o homem, estático sem ação. Seu coração aparentava não aguentar tais emoções e o fez sentir uma grande dor, se ajoelhando perante tal cena.

Perto dali, Hynno ainda caminhava em busca de alguma maneira viável de conseguir uma espada. Atrás dele, caminhava um garoto que resmungava consigo mesmo durante todo o caminho.

- Maldito velho... Dessa vez ele me paga! Pegarei aquela katana de um jeito ou de outro... – resmungou um garoto de mais ou menos dezessete que passou ao lado de Hynno. O rapaz estava em um ritmo mais rápido que o jovem assassino, logo andara alguns metros à frente e olhando para uma casa específica.

A porta estava aberta, a sobra que ressaltava na escuridão mostrava um ser incomum e, aliado ao olhar do garoto, que antes estava sério e agora apavorado, era a combinação perfeita para o desastre.

Feedback:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


SUPER IMPORTANTE:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Deep
Civil
Civil
Deep

Créditos : Zero
Warn : Sorria... Você está sendo mutilado 1010
Masculino Data de inscrição : 09/11/2013

Sorria... Você está sendo mutilado Empty
MensagemAssunto: Re: Sorria... Você está sendo mutilado   Sorria... Você está sendo mutilado EmptyQua 09 Nov 2016, 16:56

Spoiler:
 

A vida é frágil, essa é única frase para resumir os acontecimentos que recaíram sobre aquela casa, o som seco de batidas a porta e a pequena criança abria a mesma com inocência, esta última presente ali só na garota, pois do outro lado da porta jazia um tritão… Não… Um ser maligno com a boca cheia de água perante a possibilidade de uma presa.

“Vamos… È minha vez… Deixe-me pegar o próximo… Vou bater nele a noite toda, tratar dos ferimentos dele pela manhã e bater mais até anoitecer novamente…”


“Fodase Tesla… Você pegou o último… Irei fritar seja lá quem abrir a porta… É minha vez meu direito…”


“Parem de falar besteiras moças… Matemos eles rapidamente e roubemos qualquer arma para podermos aumentar nosso poderio militar."

“Calado Volts… Não somos um país para ter poderio militar… Fora que eu só quero fritar quem aparecer pela porta.”

“Para com isso de fritar. Nem mesmo sangram quando você faz isso. Não tem entranhas voando, nem o doce som de ossos quebrando. Qual a graça que você vê?”

As personalidades do tritão discutiam silenciosamente em sua mente até que o som trinco foi ouvido. Com a língua lambendo os lábios e os olhos avermelhados mostrando que a personalidade imperativa era Deep, o eletrocutor, o tritão chutou a porta jogando a pequena criança que a abrira no chão.

A criança soltava um “Ai” coma queda e esse era o sinal para o início da ação impiedosa, o som era como cheiro de sangue para criaturas famintas quando se fala do tritão, ouvir aquilo fez ele estremecer de prazer e salivar por mais.

Rapidamente o trovão sanguinário estava sobre sua próxima vítima com sua mão na cabeça da mesma e liberando sua carga devastadora.

O vibrar de seu corpo criando eletricidade, o tremor no corpo da criança conforme a energia percorria sua carne, o grito de dor e o olhar… Aquele olhar aterrorizado por entre seus dedos com a pálpebra tremendo pelo choque era a segunda coisa que Deep mais gostava, pois a primeira era a que vinha logo depois… O cheiro de queimado vindo da vítima, um presente de despedida mais viciante que cocaína. O tritão se deliciava com o cheiro em uma vibrante comemoração interna, era como um viciado cheirando heroína após um mês sem sequer a ver, a gargalhada que saía de sua garganta naquela rouca e profunda voz era tenebrosa, fúnebre e impregnaria a mente de qualquer um que a ouvisse.

-DOROTH!!!


Um grito tirou o assassino de seu transe.

“Tem mais alguém na casa? Deep deixe-o comigo… Você já brincou com a menina…”

“Não foi o suficiente… Nunca é…”

“Esperem vocês dois… Olhem…”


A personalidade menos psicótica de Deep e a mais entendedora de medicina fazia com que eles prestassem atenção no idoso que caía sobre seus próprios joelhos.

“Ele vai implorar pela vida? HAHAHA agora sim isso é algo que quero ver…”

“Covarde e fraco… Ele gritará muito quando eu fritar ele…”

“Quietos… Acho que ele está infartando…”

“Que sem graça… não tem graça matar quem já está morrendo…”

“Concordo… Maldito idoso que não toma conta da saúde…”

“Eu tenho interesse nele… Me dê o volante…”

O olho do tritão mudaria então de cor junto com a personalidade, sua pupila ganharia um tom escuro de verde  e então o tritão rapidamente iria sair de cima da garota e pegar a espada do chão com um rosto pela primeira vez sério para.

-Velho… Tem mais alguma arma nessa casa?

Caso a resposta fosse positiva, Voltz diria:

-Onde?

Caso a resposta fosse negativa ou após o idoso responder seja como for a pergunta sobre onde estaria essa arma, Voltz eletrificaria a espada e tentaria um corte horizontal mirando a garganta do velho em uma tentativa de decapitação.


Caso o tritão ouça ou a veja alguém, este usaria a espada eletrificada para em um dash seguido de um golpe vertical bem no meio do tórax tentar abrir o corpo do alvo para matá-lo rapidamente pela perda de sangue e os danos internos.

Caso em algum momento Deep percebesse por visão ou audição um atacante, o tritão daria um pulo de direção dependente do golpe: para trás em caso de golpes abrangentes ou para o lado em caso de golpes em linha reta, visando assim esquivar das ofensivas inimigas para em seguida soltar uma palavra “ácida”.

-Lento…


E logo depois investir contra o atacante e usar a espada caso a possua para enfincá-la por baixo do maxilar em uma estocada ascendente visando atravessar o crânio do alvo. Ou caso não possua a espada usaria suas mãos para agarrar o crânio inimigo e realizar uma torção visando quebrar o pescoço do mesmo.
Off:
 

____________________________________________________

-Fala de personagem...
"Pensamento de personagem"

Cor do Deep
Cor do Tesla
Cor do Voltz



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Deep em Qui 10 Nov 2016, 00:04, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
OverLord
Pirata
Pirata
OverLord

Créditos : 31
Warn : Sorria... Você está sendo mutilado 4010
Masculino Data de inscrição : 31/03/2012
Idade : 23

Sorria... Você está sendo mutilado Empty
MensagemAssunto: Re: Sorria... Você está sendo mutilado   Sorria... Você está sendo mutilado EmptyQua 09 Nov 2016, 23:32



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
"Quando um louco parece completamente sensato, já é o momento de pôr-lhe a camisa de força."
Post: 02 | Localização: Malkiham Island



Por onde passava, Hynno amedrontava o “futuro” da ilha. As crianças. O rapaz estava na procura da loja para comprar uma espada, mas por enquanto, só conseguia fazer com que as crianças fossem para dentro de suas casas e nada de um estabelecimento que vendesse armas. A noite já estava se aproximando cada vez mais e o frio estava “acordado” naquela noite bonita, que estava aberta para tantas coisas. *Como irei me divertir sem uma espada? Que ilha de merda! * Exclamava o espadachim em sua mente, enquanto ainda caminhava com o seu assobio.

Durante a caminhada, algo incomodava Draguren, parecia uma voz e não era de sua plateia e vinha logo atrás dele, o que poderia parecer meio suspeito e quando o louco notou o que era, viu que se tratava de um jovem, alguns anos mais novo que o próprio Hynno, talvez, tivesse a mesma idade de quando o rapaz foi para o “Hospital”. Ele resmungava algo sobre um velho e que pegaria a katana de qualquer jeito. A palavra “Katana”, animava-se, poderia ajudar o garoto e pegar a espada na melhor oportunidade, por isso, Hynno continuava seu caminho, pois parecia ser o mesmo do rapaz, que agora, ultrapassava o espadachim.

Subitamente, o jovem parava e parecia olhar para uma casa específica e tinha realmente, algo de errado. Quem deixa uma porta aberta naquele horário? E o garoto agora, parecia assustado e o problema não era a porta aberta e sim o que rolava lá dentro. *O que acham? Devo ajudar a família? Devo incentivar o garoto? Ou ajudar quem está fazendo aquilo? * Pelo que notava, a plateia parecia dividida entre ajudar a família e incentivar o garoto. Por isso, Draguren optava por conversar com o moleque. – Hey, garoto. Aposto que é um pirata lá dentro. Vamos acabar com ele e dividimos o dinheiro.

Esperaria pela resposta do garoto e se fosse sim, empurraria ele para a frente e seguiria o garoto, controlando a velocidade do mesmo, para que ele não chegasse tão rápido e ser surpreendido. Caso ao chegar na casa, botaria o garoto na sua frente, Hynno ficaria dois passos para trás e procuraria pela casa a pessoa responsável pelo arrombamento da casa. Se o garoto ainda não respondesse, pois ainda estava assustado, Draguren daria um tapa na orelha direita do rapaz e repetiria novamente a pergunta e refaria a ação de antes.

Caso a resposta fosse negativa, Hynno passaria o braço por volta do pescoço do garoto e diria para ele: - Seja homem, vamos lá. Estou do seu lado, podemos cuidar do sujeito. Um trabalho fácil e moleza. E assim, esperaria que o rapaz o seguisse. Se sim, faria a mesma ação de antes. Se não, o puxaria pelo colarinho e o levaria a força até a porta daquela casa e o jogaria para dentro. – Pronto. Por mal, você chegou. Te dei opções. E ficaria encostado na porta, demonstrando total falta de interesse. Em chamar mais gente, apenas observaria e se fosse preciso, pensaria em algo.




Objetivos:
 


Histórico:
 

____________________________________________________

- Fala
* Pensamento
- Fala da Plateia

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

R.I.P:
 


Chibis:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Akira
Civil
Civil
Akira

Créditos : Zero
Warn : Sorria... Você está sendo mutilado 9010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2014

Sorria... Você está sendo mutilado Empty
MensagemAssunto: Re: Sorria... Você está sendo mutilado   Sorria... Você está sendo mutilado EmptySab 12 Nov 2016, 12:46

De chegada!


Enfim Malkiham Island.  Estava saindo de uma ilha minúscula para uma pequena, entretanto, mesmo assim a sensação de renovação era simplesmente sensacional. Já tinha algo em mente para fazer em minha nova cidade, não era nada de mais e muito menos organizado ou pensado, porém, para um começo, estava mais que suficiente.  Para isso, primeiramente deveria me armar, uma serviria perfeitamente, de preferência uma que fosse semelhante a que costumo usar.  

Agora já com um primeiro objetivo já em mente, após desembarcar, iniciaria uma caminhada pelas ruas da ilha em busca de uma loja de armas sem clientes, sempre tentando observar qualquer indício na parte exterior dos estabelecimentos de que ali poderia encontrar armas para comprar. Caso fosse necessário, abordaria pessoas durante o caminho, tentando ser o mais agradável possível – Ér, com licença, sabe me dizer onde posso encontrar uma loja de armas por aqui? – independentemente da resposta, sorriria e então agradeceria – Ok, valeu – caso a resposta tivesse sido positiva, seguiria e as instruções dadas a fim de encontrar uma loja, caso fosse negativa continuaria a caminhar e eventualmente abordar outras pessoas. Além disso, antes de entrar em uma loja me preocuparia em ver se tinha alguém além do vendedor dentro da loja, e, só entraria caso a loja estivesse vazia exceto por este.

Caso conseguisse encontrar a tão procurada loja, entraria e então me aproximaria do balcão. – Opa, beleza? – Diria sorrindo para o(a) atendente, se mulher, o sorriso demonstraria um certo grau de interesse, porém, caso fosse o atendente, sorriria de uma maneira mais camarada. – Então, eu gostaria de comprar uma bota de combate, você sabe me dizer se vocês vendem aqui? – Levantaria meu pé, pondo-o sobre o balcão. Caso a resposta do(a) atendente fosse positiva, puxaria assunto enquanto este(a) fosse pegar o que foi pedido – Vocês vendem armas aqui, rodam muito dinheiro, não tem sei lá, qualquer tipo de segurança pra se prevenirem? – perguntaria da forma mais natural e displicente possível, buscando não transparecer quaisquer segundas intenções.


OFF:
 

Objetivos:
 

Histórico:
 

Citação :
Narração
Fala (#CD3333)
Pensamento (#999999)

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Alê
Narrador
Narrador
Alê

Créditos : 2
Warn : Sorria... Você está sendo mutilado 10010
Masculino Data de inscrição : 12/07/2015
Idade : 21
Localização : Farol - Grand Line

Sorria... Você está sendo mutilado Empty
MensagemAssunto: Re: Sorria... Você está sendo mutilado   Sorria... Você está sendo mutilado EmptyDom 13 Nov 2016, 00:13

– Hey, garoto. Aposto que é um pirata lá dentro. Vamos acabar com ele e dividimos o dinheiro! – bradou Draguren, como um questionamento que não teria outra resposta a não ser positiva.

O garoto não tinha ação. Lentamente ele sinalizava com sua cabeça não acreditando no que via e ao mesmo tempo se exonerando de uma possível culpa.

- Não... Não fui eu... O que é isso... – falava o garoto para si próprio enquanto se afastava da situação, ignorando totalmente Draguren.

- Seja homem, vamos lá. Estou do seu lado, podemos cuidar do sujeito. Um trabalho fácil e moleza! – alertava o jovem assassino agarrando o outro jovem atordoado.

- Não... Eu não posso fazer isso... Pode ficar com essa maldita espada eu só quero sair daqui! – bravejava o garoto querendo fugir dos braços de Hynno.

Draguren imediatamente pegou o jovem desconhecido pela camisa e começou a rastejá-lo até o local da cena lamentável. Enquanto isso denta do recinto o conflito de personalidades na cabeça do sanguinário tritão estava a todo vapor.

As palavras do idoso que ali estava parecia chamar a atenção do tritão que virou suas atenções para o homem com uma de suas personalidades dominando.

-Velho… Tem mais alguma arma nessa casa? – questionou Voltz.

A voz do tritão aprecia como um arrastar de correntes na mente do velho. Ele não tinha ação. Sua vida acabara ali, com sua única familiar morta a sua frente, sua netinha.

Após notar que não conseguiria nada ali, o tritão pegou então a katana que estava próximo ao idoso imóvel e, após transferir a eletricidade por indução, golpeou o velho no pescoço sem piedade alguma.

O golpe parecia preciso, mas não tanto para decapitação. O sangue do homem, vermelho como a morte, jorrava de inicio uma pequena quantidade que foi aumentando assim como a dor do homem.

– Pronto. Por mal, você chegou. Te dei opções... – ouviu o tritão antes de perceber a vinda de um rapaz em sua direção todo estabanado. O tritão não pensou duas vezes e com um golpe vertical bem no meio do tórax, o monstro acertou o alvo que caiu.

Os urros eram caóticos. A poça de sangue aumentava assim como o nível dos gritos diminuíam. Ali estava mais um encaminhado à morte. A situação persistiu da mesma maneira. Hynno, encostado na porta poderia ver o tritão com a possível katana que ouviu falar. O tritão via mais alguém ali, parado na sua frente, com o menor medo possível.

Ali na ilha, algumas ruas de distância, um homem caminhava pela ilha, recém-chegado. Uma loja de armas era seu objetivo inicial, como a maioria dos que aportavam ali, por coincidência, ou não.

A dificuldade era a mesma para todos que fizessem isso àquela hora. Era noite, qual loja de armas estaria aberta? O questionamento seria se uma pequena ilha teria uma loja de armas. Como não saber se o comércio era dominado por alguma personalidade específica? Enfim, tremendos questionamentos não passavam em sua cabeça naquele momento.

– Ér, com licença, sabe-me dizer onde posso encontrar uma loja de armas por aqui? – questionou o rapaz o ver um homem que aparentava dormir nas ruas.

- Olha para mim cara. Acha que tenho cara de guia? Se tiver grana, ensino tudo, eu vivo na rua, conheço ela como a palma da minha mão, embora não tenham elas... – falou cabisbaixo olhando seus braços que tinham sidos amputados. Em seu braço direito tinha um encaixe de espadas. No outro nada.

Algumas luzes poderiam ser vistas a certa distância. Não era como as outras que passavam pelas brechas das portas, essa estava maior, como se a porta estivesse aberta. Mas isso não vinha ao caso, o jovem estava empenhado a achar uma loja e o diálogo como morador de rua era essencial para isso.

Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


SUPER IMPORTANTE:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
OverLord
Pirata
Pirata
OverLord

Créditos : 31
Warn : Sorria... Você está sendo mutilado 4010
Masculino Data de inscrição : 31/03/2012
Idade : 23

Sorria... Você está sendo mutilado Empty
MensagemAssunto: Re: Sorria... Você está sendo mutilado   Sorria... Você está sendo mutilado EmptyTer 15 Nov 2016, 23:03



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
"Quando um louco parece completamente sensato, já é o momento de pôr-lhe a camisa de força."
Post: 03 | Localização: Casa de desconhecido



Medo, exoneramento de culpa, o garoto não estava afim de lutar, o que poderia atrapalhar os planos de Hynno, mas, o espadachim tinha a opção ruim para o rapaz, o levou a força e o jogou para dentro. O jovem não durou nem um minuto, que foi logo acertado pelo sujeito de coloração rosada. Uma cor estranha para uma pessoa, o mesmo também tinha furos na cabeça. Criatura mais estranha que havia visto, além da plateia que o ajudava em algumas decisões. Olhando para um lado, Draguren via um homem de meia idade ou mais, sangrando, provavelmente já morto, na sua frente, havia o rapaz, marionete, que havia usado para conseguir a espada, um inútil. E do outro lado, o que parecia ser uma garotinha, mas não havia poça de sangue, evidenciando a morte dela.

Hynno vendo o espetáculo, começava a dar sua risada histérica brevemente, pois ainda não queria chamar muita atenção, aquela era trágica para alguns, mas, para Draguren, parecia poesia. Após sua seção breve de histeria, olharia para o sujeito que havia feito aquilo e diria, com seu sorriso psicótico: - O garoto me disse que posso ficar com a espada. Passa ela para cá, vou terminar o serviço. O garoto ainda estava respirando, não por muito tempo, mas estava. Hynno fecharia a porta, que ainda estava aberta e logo em seguida, caminharia até o corpo do rapaz e pisaria com o pé direito no tronco do jovem e esperaria pela espada, mas, diria para o rosado. – Poderia passar logo a espada e não enrolar? Pode confiar em mim, não irei te atacar, depois conversamos mais sobre isso.

E então, caso ele entregasse a espada, que “foi dada” pelo garoto, Hynno daria um passo para trás e iria até a garotinha e logo em seguida, a moveria, puxando pelo cabelo, para perto do garoto e então, retiraria as peças da mulher, só as roupas, não as peças intimas. E logo após retiraria do rapaz, do mesmo jeito. Se algo atrapalhasse na retirada da roupa do garoto, como seu membro fálico, Hynno com sua lâmina, cortaria e voltaria ao que queria fazer, que era vestir o rapaz com as roupas da garota e a moça com a roupa do garoto. Ao fazer isso, daria uma estocada na bunda do jovem e em seguida, segurando com as duas mãos, faria um corte de cima para baixo na direção do pescoço do garoto, no intuito de decapitar a cabeça dele. Caso conseguisse com um único golpe, colocaria os braços dele para trás, como se tivesse algemado e deixá-lo-ia com as palmas da mão aberta e botaria a cabeça dele lá, virado para a porta e botaria um sorriso no rosto do rapaz e faria com que os olhos dele ficassem abertos. Caso não conseguisse com um único golpe, daria quantos fosse preciso para conseguir e faria a mesma coisa do caso com um golpe.

Iria agora, até a garota e então, a botaria de joelhos á alguns passos da porta, esticaria os braços dela, como se fosse alguém pedindo esmola e com um rápido golpe na horizontal, tentaria decapitar a garota com um único golpe. Se fosse preciso mais de um, faria mesmo assim, até ter a cabeça da moça e então, botaria nas mãos dela, como se a cabeça fosse um copo para depositar o dinheiro. Era tudo muito bom, a poesia na morte, o cheiro de sangue, o vermelho do sangue, o grito, a satisfação. Agora, faltava o velho, mas, para Hynno, já havia perdido tempo com o garoto e a garota. O espadachim com o senhor, apenas tentaria decepar os braços dele e em seguida, a cabeça e por último, as pernas. Caso os braços e as pernas fossem demorado para “cair”, Hynno apenas deceparia as mãos e pés do velho.

Após fazer tais coisas, adentraria ainda mais na casa, na intenção de achar uma bainha para guardar a espada, pois, qualquer espada possui uma bainha para deixar ela repousar. Após achar, lavaria a lâmina, tirando o sangue dela, caso não tivesse agua para lavar, passaria na primeira roupa que achasse do pessoal daquela casa e tiraria o sangue. E em seguida, embainharia a espada e procuraria sair daquela casa e se o sujeito ainda estivesse lá, diria para o rosado: - Vamos sair daqui, podemos conversar melhor em outro lugar. E então, abriria a porta e sairia daquela casa que incriminaria os dois, se fossem vistos nela, após sair, procuraria por um bar e lá, buscaria uma cadeira com mesa, aonde pudesse se sentar e botar os pés na mesa. Caso, não tivesse uma bainha para aquela espada, faria a mesma coisa do caso se tivesse, mas, a única coisa que não faria, era embainhar ela.




Objetivos:
 


Histórico:
 

____________________________________________________

- Fala
* Pensamento
- Fala da Plateia

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

R.I.P:
 


Chibis:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Deep
Civil
Civil
Deep

Créditos : Zero
Warn : Sorria... Você está sendo mutilado 1010
Masculino Data de inscrição : 09/11/2013

Sorria... Você está sendo mutilado Empty
MensagemAssunto: Re: Sorria... Você está sendo mutilado   Sorria... Você está sendo mutilado EmptyQua 16 Nov 2016, 03:22

Voltz tentou cortar a cabeça do idoso, mas falhou, isso fez ele duvidar completamente da qualidade do fio da espada, mas uma voz o chamava a atenção atrás de si.

– Pronto. Por mal, você chegou. Te dei opções...

Um rapaz vinha empurrado por outro para dentro da casa e Voltz mais que rapidamente reagiu com um corte letal.


"Voltz seu maldito... Era minha vez... Pare de cortar fila..."

"Não tenho tempo para suas brincadeiras Tesla..."


"Pelo menos me deixe matar o outro Kihihihi..."

O tritão podia ver um humano que jogou o rapaz para a morte, ele não parecia temer a situação, pelo contrário, ele parecia indiferente, talvez até gostando e como a eletricidade que corre pelo seu corpo, uma ideia irrompeu por Voltz.

"Eu vou fazer dele um companheiro... Iniciar um forte bando para aumentar meu poder bél..."

"Calado seu desgraçado... Poder é o cacete, eu quero comer o fígado dele enquanto ele assiste... To pouco me importando para seus desejos..."

"Terei de concordar com essa... E você sabe muito bem Voltz... No fim das contas esse corpo é meu... Você não terá controle uma vez que eu decida tomá-lo de volta."

"Tsc... Sei muito bem disso Deep... Mas vocês se enganam em dois pontos... O primeiro é o de que eu sou um ser que é obrigado a voltar para minha jaula... Segundo é que se divertirão mais matando ele... Ele nos deu uma vítima agora mesmo... Pensem bem quantas mais ele pode trazer e quantas mais um bando ode trazer?"

"Hmm Eu meio que entendo... Mas é um desperdício enorme."


"Caso ele me desaponte eu deixo ele para vocês..."


Uma faísca percorria a coluna do tritão pelo prazer no pensamento da tortura provinda por ambas as personalidades Deep e Tesla, o silêncio delas após isso também era a resposta que Voltz precisava.

- O garoto me disse que posso ficar com a espada. Passa ela para cá, vou terminar o serviço.

Diria o rapaz tirando Voltz de seus pensamentos.

-Para começar... O garoto não manda em nada aqui... Ele é uma peça de carne no açougue, uma vaca no abatedouro... Um inseto sob a bota...E sua posição não é muito diferente da dele

musiquinha de aclimação:
 

-... Você quer a espada? Eu a entrego a você com uma condição... Você vai se unir a mim e me ajudar a criar um grupinho... Um singelo bando pirata...Óbvio que digo condição de forma educada, mas... Se você não obedecê-las eu tenho dois amiguinhos aqui que vão ficar mais do que felizes em caçar e torturar você até que deseje que sua mãe nunca tivesse aberto as pernas para seu pai... Então deixarei a espada aqui enquanto dou uma olhada pela casa... Se divirta enquanto isso, mas quero que esteja pronto para exterminar quantas pessoas for possível... Soltarei os monstros dentro de mim essa noite e me aproveitarei da sede deles para marcar minha fama em sangue nos jornais do mundo... Então divirta-se...


Após dizer isso Voltz cravaria a espada no peito da garotinha caída e se afastaria alguns metros casa adentro onde começaria a mudar sua postura de uma ereta postura confiante para uma arqueada postura pertubada, um sorriso largo em sua face e um brilho sanguinolento em seus olhos agora escarlates.

Deep agora comandava e mandava um olhar homicida para trás, desejoso da morte do espadachim.

"Deep lembre-se do que falei..."

"Ahh... Eu lembro... Mas é tão difícil manter as pessoas vivas... "

"Quantos já lhe entreguei para matar? Confie em mim."

"Se eu não confiasse... Aquele pobre humano já estaria no obituário de amanhã... Mas continua sendo um desperdício..."

"É muita pressão ficar perto dele sem poder quebrar seus ossos... Eu vou morrer com essa tensão... Deixe-me quebrá-lo só um pouco..."

"Não... Talvez um pouquinho... Mas só quando eu der permissão."

Deep agora sorridente seguiria olhando a casa em busca de armas para Voltz e correntes para si mesmo.

Caso achasse qualquer tipo de arma, Deep carregaria ela consigo, caso achasse correntes compridas, o tritão amarraria cada uma em torno de um braço até cobrir cada braço com uma corrente sem perder os movimentos no mesmo.

Achando ou não o que procura ou não, Deep iria procurar então a cozinha, cadeiras de madeira seriam quebradas sendo jogadas ao chão para então com roupas e panos da  casa enrolados numa ponta pudessem ser usadas como tochas, em seguida qualquer fósforo ou isqueiro achado seria usado então para tentar atear fogo a partes inflamáveis da casa como sofás, forro, cortinas, camas e guarda-roupas, porém Deep não colocaria fogo em nada no seu caminho para da casa, apenas em pontos qe não atrapalhassem sua saída.

Logo depois Deep colocaria fogo em quatro tochas, as quais carregaria duas em cada mão seguradas juntas como uma e iria a casa vizinha mais próxima, onde procuraria pela janela um sofá ou lugar queimável aonde arremessaria uma tocha através da janela para iniciar ali chamas. o tritão faria isso em quatro casas diferentes, depois agacharia em frente delas observando o fogo se alastrar e esperando as pessoas da casa acordarem ou perceberem o fogo, tudo isso com um enorme sorriso no rosto esperando suas presas morderem a isca.

Voltz havia soltado as correntes que prendiam os dois demônios que dividiam o corpo com ele e se dependesse do trio:

"Essa cidade vai morrer num sangrento e eletrizante massacre."


" Os que sobrarem contarão histórias de terror, medo e loucura. "

"Isso SE sobrar alguém. Não estou interessado em deixar que sobre ninguém que não me siga."

"Que comece a diversão."

____________________________________________________

-Fala de personagem...
"Pensamento de personagem"

Cor do Deep
Cor do Tesla
Cor do Voltz



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Sorria... Você está sendo mutilado Empty
MensagemAssunto: Re: Sorria... Você está sendo mutilado   Sorria... Você está sendo mutilado Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Sorria... Você está sendo mutilado
Voltar ao Topo 
Página 1 de 14Ir à página : 1, 2, 3 ... 7 ... 14  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Malkiham Island-
Ir para: