One Piece RPG
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor K1NG Hoje à(s) 15:04

» Ato III: Not Fast but Furious
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor Yamazaki Raizo Hoje à(s) 14:36

» Making Wonderful Land a Real Wonder
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor GM.Milabbh Hoje à(s) 14:27

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor DarkWoodsKeeper Hoje à(s) 12:16

» X - A vontade de um Rei
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor Kekzy Hoje à(s) 12:09

» [Mini-DarkJohn] O começo de algo
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor DarkJohn Hoje à(s) 11:34

» Mess in Grand Line: The Red-Haired Arrived
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor Akise Hoje à(s) 10:13

» LightPoint!Os herois e amigos se reunem novamente!
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor Noah Hoje à(s) 08:53

» Cap 4: O Silêncio dos Inocentes
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 04:42

» [Mini- Yoru] Aula de kenjutsu!
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor Yoru-san Hoje à(s) 04:00

» I - As rédeas de Latem City!!
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor Jean Fraga Hoje à(s) 01:42

» Ficha Saito Hiraga
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor Saito Hiraga Hoje à(s) 01:38

» X - Some Kind Of Monster
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:24

» Chapter I: Seafret - Oceans ♪♫♪
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor Nolan Hoje à(s) 01:09

» [Ficha] - Koji
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor Proto_ Hoje à(s) 00:24

» [MINI-Subaé] OXE! agora a aventura começa mesmo!
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor Subaé Ontem à(s) 22:44

» A primeira conquista
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor Nolan Ontem à(s) 22:01

» O que me aguarda em Ponta de Lança? Espero que belas Mulheres, hihihi
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor GM.Muffatu Ontem à(s) 21:46

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor Shogo Ontem à(s) 20:31

» [M.E.P-DarkJohn] O começo de algo
Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 20:12



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Bater e Correr em Shell's Town

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 71
Warn : Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Bater e Correr em Shell's Town   Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 EmptyDom 21 Ago 2016, 18:08

Relembrando a primeira mensagem :

Bater e Correr em Shell's Town

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Leonarda München. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Aesop
Civil
Civil


Data de inscrição : 14/06/2014

Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bater e Correr em Shell's Town   Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 EmptySab 21 Jan 2017, 12:21

OFF - Voltando a narrar em primeira pessoa xD

Minha estratégia, agora que pensando bem, não fora algo bem pensado. Foi irresponsável e precoce, e poderia colocar todos em um grande perigo. Mas o que tomava conta de mim naquele instante era a determinação para fazer tudo caminhar no eixo correto. A espada pesava em minha mão, assim como minha consciência pesaria em mim caso Cedric se machucasse. Evitei morder os lábios enquanto caminhava para o hall de entrada, afinal, era um sinal de incerteza e dúvida, e isso não ajudaria em nada agora.

Da mesma forma que alguém pega fôlego antes de mergulhar, eu peguei antes de entrar no hall e começar a batalha. Senti minha caixa torácica inflar, deixando meus seios para frente e empurrando a camisa apertada da marinha. E com bastante coragem chutei a porta, e a medida que esta abria, sujeitos encapuzados e mascarados olhavam para mim e para Cedric. Uma pontada na cabeça surgiu, interpretei como o anjinho me culpando: "Não foi uma boa ideia, nha." Mas agora não havia como escapar, a luta iria começar.

Antes de mover um músculo, tentei analisar o que acontecia no hall. Por culpa da adrenalina, o tempo ironicamente parecia mais longo, porém me impedia de ter uma noção detalhada do que acontecia ali. A primeira instância, não havia ninguém diferente de um ser humano, uns mais altos, outros mais baixos, mas, seres humanos. Mostrei os dentes rosnando para os adversários e avancei em ofensiva, dando um grito de guerra para iniciar a porradaria.

Meu primeiro passo se deu com dificuldade, assim como os dois em sequência, já que foi esse tempo que demorei para levantar minha espada e posiciona-la da forma que gostaria. Corri para a direção do encapuzado mais próximo, e assisti ao homem sacar sua katana e tentar bloquear. Eu tinha inveja da forma com que ele conseguia manusear aquela espada, quando tivesse a oportunidade, pegaria aquela arma, mas nem por isso deixei de golpear com menos força, muito pelo contrário. Desci a lâmina que se chocou contra a lâmina adversária, pressionei mais ainda e ele cedeu, ganhando um corte horrível que se estendia por seu tronco, como uma farda.

- ARGH! MERDA! - exclamou o homem, cedendo.

O primeiro golpe para valer como uma marinheira foi um sucesso. Um bandido ferido. Um golpe desferido. Aproveitamento de 100%. Mas a resposta de seus aliados era de desesperar qualquer um. Os outros encapuzados corriam em minha direção, e um bandido chegou mais rápido que os capangas, desferindo uma estocada contra mim. Contra mim! Que audácia desse descarado. Com muita sutileza e um movimento bem colocado, dei um passo para trás, aproveitando o peso da espada para jogá-la contra o atacante e acertá-lo em cheio num golpe horizontal. Pimba. Aproveitamento perfeito!

Sorri por um curto instante, mas bem curto mesmo. Minha cara de desespero substituiu a feição satisfeita à medida que uma clava exageradamente monstruosa tentava me acertar. Não queria nem imaginar o estrago que aquilo faria na minha cabeça, seria muito sangue jorrando e muito miolo caído. Por sorte, outro passo para trás me salvou da morte, e a esfera de espinhos bateu no chão, certamente criando uma pequena cratera com sua forma, era impossível. E outra coisa exageradamente grande ali, além da clava e a minha beleza, era o homem que empunhava aquela arma. Era certamente muito maior que os outros, e com medo de uma reação daquele homem, desferi uma estocada.

Acabava de descobrir um dos grandes prazeres da vida: perfurar um oponente. Segurar no cabo da espada e perfurar um adversário era uma sensação especial para qualquer espadachim. Era como se a ponta da espada fosse a ponta do meu dedo, era como se meu sistema nervoso se estendesse para a espada. Senti sua carne abrindo espaço para a lâmina passar, cortando fibras algumas outras coisas. Melhor que isso, se é que existia algo melhor, provavelmente seria tirar a espada de dentro do malfeitor, e foi com esse pensamento que fiz isso.

E foi naquela noite em uma missão pela marinha que eu descobri a diversidade de pessoas e monstruosidades que existe mundo afora. O homem não havia morrido ou desmaiado! Ele segurava meu braço, sua mão áspera encostava no braço pelado, onde a manga curta do uniforme não cobria. Senti medo, muito medo, estava com muitos adversários, mas estava debilitada. Fiz força para me livrar da mãozorra, entretanto, era inútil, era como uma algema de pele e osso.

- M-me solt... AAAH!

Se eu já senti uma dor como aquela? Não me recordava. Era como se um raio escaldante estivesse abraçando minhas costas. Pinicava, ardia, coçava, doía. Olhei para trás e vi um, ou uma, encapuzado com um chicote, e foi assim que comecei a ter mais dó ainda de escravos. Minha vontade era de ficar de joelhos, cair diante da dor, mas eu sabia que eu não poderia fazer isso. Org e Cedric precisavam de mim, precisavam da mulher que eu era. Gemia de dor, gritava também, e mais alguns golpes foram desferidos.

- Argh! Isso machuca demais.

Meu comentário veio milésimos antes de um vulto branco e preto passar diante de mim, e uma haste luminosa guiava esta visão. Era Cedric com sua espadinha de esgrima, acertando em cheio o peitoral grande do homem da clava. Ele perdia as forças, caindo e me deixando livre, assim como a espada de duas mãos. Me afastei com alguns passos em prol de não levar mais chicotadas de graça. Olhei para a pessoa que me batia, agora, além de ser uma missão, era uma questão de vingança machuca-la (ou machuca-lo).

- Você está bem? - perguntou Cedric, bastante atencioso e gentil.

- Sim. Tá tudo bem. Obrigada. - respondi - E você?

Conversávamos limitando o nosso espaço com as espadas. Estávamos encurralados, esperando um milagre ou uma tentativa insana de continuar a luta. Org não aparecia, tinha sumido, não pensava em outro lugar para ele estar se não o quarto. E era bem difícil ele não ter ouvido aquela explosão, ele estava somente a um andar de distância. Minhas narinas se abriam de nervoso, bufando com raiva e com dúvida. Será que era sábio continuar com aquela batalha? Será que fugir não era uma opção melhor?

Raciocinei comigo mesma. Cedric já estava exposto, e os sequestradores sabiam que ele era o alvo. Lutar era arriscado demais, e fugir poderia deixar Org em paz, além de nos dar chance de separar os encapuzados. Então estava decidido, fugiríamos. Pretendia ficar na frente de Cedric e colocaria a mão esquerda atrás do corpo, de forma que os encapuzados não conseguissem ver. Faria um sinal com a mão para que o homem começasse a fuga, para então começarmos a correr.

Meu plano era voltar para a sala de hobbies, pegar o escudo e pular contra a janela. Caso o escudo não fosse o suficiente, bateria com a espada de duas mãos, e então pularia com o escudo na frente, minha ideia era deixar o vidro mais sensível o possível para que pudesse passar. O plano continuaria com Cedric me seguindo, e então poderíamos andar pelo jardim, já que eu ainda não tinha certeza se deixar Org sozinho era uma boa ideia. Correria para os fundos da casa, evitando passar pela entrada da frente, onde supostamente os bandidos deveriam estar. Assim que estivéssemos do lado de fora, perguntaria:

- Você não tem uma passagem secreta por aqui não? Ou alguma forma alternativa de ir para o segundo andar? Ou melhor, não tem algum lugar para você se esconder, um lugar secreto mesmo, sabe? Eu não vou abrir mão de Org. É a minha primeira missão! - queria parecer convincente, minha voz doce poderia fazer alguma diferença, e então seguiríamos para um esconderijo ou uma base secreta na mansão Bhfreagra.

Caso fossemos atacados antes de começarmos a fuga, ou depois de iniciar a corrida, iria defender Cedric. Daria golpes pesados e com pouca destreza, queria aproveitar o peso da espada para causar mais estragos em meus adversários. Ainda torcia para Org surgir de última hora e nos ajudar a aniquilar nossos oponentes, mas caso isso não acontecesse, continuaria lutando bravamente. Tentaria esquivar golpes verticais de qualquer espécie jogando meu corpo para o lado e cortando do lado oposto, justamente para tentar compensar minha falta de destreza.

Os golpes horizontais seriam respondidos com uma tentativa de bloqueio com a espada apontando para baixo, ou seja, levantaria meus dois braços, de forma que a espada ficasse pendendo em minhas mãos, e então devolveria com uma estocada. Se a pessoa do chicote estivesse golpeando, tentaria realizar um golpe rápido e horizontal na altura da cabeça. Aquele indivíduo merecia ser decapitado. Essa seria minha estratégia de fuga, estávamos em grande desvantagem afinal.

Histórico escreveu:
Leonarda München
Posts:
14
Ganhos: Treino; Ingresso na Marinha; 1 missão (admissão); Uniforme de Soldado
Perdas: N/A
Relações: Velhote, Matthew, Lindy, Org, Cedric



Última edição por Leo em Sab 28 Jan 2017, 13:57, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 72
Warn : Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bater e Correr em Shell's Town   Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 EmptyDom 22 Jan 2017, 20:22



Shadows that lives between the alive.

O processo de alistamento até então não parecia ser algo tão especial ou sequer medonho, na verdade a curto modo era bem simples. O local aonde a primeira etapa começava era em uma sala nada peculiar, entediante, e totalmente dentro do esperado. Um local adornado com as fotos de antigos membros da Instituição lembrando um local típico para entrevistas, algo bem “clássico” e clichê, era assim em todos os lugares no mundo em que se desejava uma vaga para algo, até na marinha esse padrão se repetia.

Indiferente, adentrava no local ouvindo as palavras de meu supervisor, mas a atenção se fixava sobre a própria pessoa a qual tentava adivinhar algo sobre o mesmo ou tentar tirar alguma informação amais como a posição dentro da instituição ou algum detalhe dele. Ao ouvir a tarefa decidia fazer o contrário, ao invés de ficar triste ficaria neutro com a tarefa como se não fosse nada demais, isso poderia fazer ganhar a confiança do supervisor rapidamente. – Sim senhor.

Limpar sempre foi uma tarefa fácil afinal fora anos em vários tipos de treinamentos e toda vez que terminava um combate ou uma tarefa era os Kinders que inclusive limpavam, incluindo até mesmo retirar os corpos das arenas.  Cobria a boca e o nariz com a camisa e pegava o kit de limpeza indo ao trabalho buscando primeiramente usar os produtos para cuidar do mofo e em seguida limpava os cantos, de cima para baixo para ir para a parte mais ampla e etc, um trabalho braçal, porem com certeza não afetaria sequer minha beleza ou então compostura.

Aproveitava para as vezes, durante o serviço, observar a movimentação pelo local e tentar tirar alguma conclusão do fluxo das coisas ali, se era movimentado em tal horário ou se então as coisas ficavam mais calmas..quantas pessoas costumavam se mover em tal horário. Etc.

Quando terminado a tarefa apenas aguardava pelo seu supervisor esperando pela próxima tarefa, tinha um certo sentimento ali de inconsistência quanto ao protocolo da marinha ou então do quão proveitosas essa etapas poderiam ser, todavia ficar parado não era uma opção.
 


histórico escreveu:
Laith Kinder
posts: 03
Ganhos: N/A
Perdas: N/A
Relações: Matthew,

objetivos escreveu:
- Se alistar na marinha.
- Conseguir uma arma.
- Encontrar e conhecer Leona.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Pedrão
Civil
Civil
Pedrão

Créditos : Zero
Warn : Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 15/10/2015

Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bater e Correr em Shell's Town   Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 EmptyTer 31 Jan 2017, 01:34




RISE OF THE DRAGON


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

A situação era crítica para Leona. Passo a passo os indivíduos encapuzados iam se aproximando deixando-a completamente encurralada. Um em especial se destacava entre os demais, era alto, 1,90m aproximadamente, e empunhava uma espada longa. Ele se aproximou, e ao erguer um pouco a cabeça, a moça pode ver que havia uma espécie de bico de coruja na máscara. Seus olhos se encontraram, e ela teve certeza que se o enfrentasse naquele instante não venceria.

- Entregue o garoto, não temos interesse em você mulher. – a voz era grave e pesada como o barulho de um trovão. O silêncio era perturbador, suor escorria pela face da jovem deixando claro o momento de tensão. Cedric mesmo vendo Leona acenando, simplesmente a ignorou, saindo de trás e encarando o indivíduo. A expressão do rapaz era dura, dentes trincados e olhos estreitos.

- O que vocês querem comigo? – bravejou com raiva, qualquer um em sua posição não poderia agir diferente. O líder dos encapuzados deu mais um passo envolvendo-os na sua sombra, mostrando-se ainda mais ameaçador do que antes. – A corte já tomou a sua decisão. Você virá conosco por bem, ou terei que me livrar dessa mulher? – O plano de Leona em fugir não tinha dado muito certo, até porque o almofadinhas era mais corajoso do que ela imaginava.

- Eu irei com você, desde que você não a machuque. – Se a marinheira tentasse qualquer movimento, os encapuzados a cercariam rapidamente, apenas para garantir que nada atrapalhasse a missão, restando claro que ela não estava em posição de fazer absolutamente nada. Cedric deu uma última olhada para a garota mostrando o seu sorriso e disse:

- Me desculpe por ter que fazer você passar por isso. – Ele caminhava lado a lado do encapuzado enquanto seus companheiros iam se afastando da garota. – Peguem os feridos e vamos embora. – os lacaios obedeceram as ordens, apanharam seus companheiros, enquanto uma espécie de fumaça negra começava a preencher o lugar. Quando esta cessou, eles haviam desaparecido.

Leona estava ferida, e embora não fosse muito grave, sangue escorria por uma listra nas suas costas. Era doloroso, ardia, e de fato pinicava, mas a sua determinação sobrepunha a dor. Ela tinha maiores preocupações agora, uma delas era o próprio Org que estava caído próxima a entrada da cozinha. Aos poucos ele foi despertando, sangue escorria pela sua cabeça tingindo a testa e parte do seu rosto.


Laith



Laith era um rapaz prendado, e nem por um momento o trabalho pesado afastou o seu bom humor. Como esperado, ao terminar a tarefa o lugar estava cintilando, surpreendendo até mesmo o supervisor que passava para ver como ele estava indo. Os olhos do marinheiro brilhavam exibindo um semblante esbabacado. Ele levou a mão fechada até a boca, e pigarreou logo em seguida voltando a ficar sério.

- Muito bem rapaz, devo admitir que você faria um ótimo empregado doméstico, mas não é isso que queremos de você não é mesmo? Venha, eu irei para guiá-lo para a próxima etapa. - Depois que Laith organizasse os materiais de limpeza no cantinho, o supervisor o conduziria por um longo corredor. Pegaram a direita, e após cruzar uma porta se deparariam com um enorme pátio. Estava de noite, e no entanto alguns marinheiros corriam dando voltas no lugar, outros treinavam com shinais.

- Como você pode ver, muitos dos nossos homens treinam dia e noite sempre buscando aprimorar. O que acha de nos mostrar o seu potencial garoto? Ei Rubert, venha cá um instante. Um dos marinheiros que estava marcando o tempo dos outros se aproximou trotando. Era alto, corpo bem definido, mas suas características não eram muito chamativas. Não passava de um mero soldado. - Estou precisando da sua ajuda com esse rapaz aqui. É o último dia dia, não pegue leve está bem?

A primeira etapa era bem simples. O soldado levaria Laith até o meio do pátio, e ficando de frente para ele contaria o máximo de flexões, abdominais, e agachamentos que o recruta conseguiria fazer isso. A ordem de cada exercício ficaria a critério do Laith. O homem colocou um apito na boca, e com um simples aceno ordenou o inicio das atividades físicas.

Citação :
Obs: Ola pessoas, serei o narrador de vocês a partir de agora. Tentei postar mais cedo, mas deu gateway bad error aqui mais de uma vez, e perdi meu post -.- enfim vamo que vamo




Uma nova lenda. Inicio em Dawn Island!

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aesop
Civil
Civil
Aesop

Créditos : Zero
Warn : Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 3010
Masculino Data de inscrição : 14/06/2014
Idade : 20
Localização : São Paulo-SP

Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bater e Correr em Shell's Town   Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 EmptyTer 31 Jan 2017, 18:32


Os encapuzados se aproximavam, não respeitando o limite que eu delimitava com a minha espada. Mas eu também tinha culpa no cartório. Eu dava pequenos passadas para trás deixando que se aproximassem, encurralando-nos. Ainda queria fugir, com certeza era a melhor coisa a se fazer. Meu nervosismo era maquiado pela raiva e pela determinação, exibida pelo ranger de dentes e pelo olhar nervoso para com os bandidos. Cedric estava ao lado, tão tenso quanto eu, e com certeza ficou mais tenso ainda quando um homem se prontificou.

Era encapuzado também, mas parecia ter mais autoridade. Sua máscara de coruja era bonita e bem feita. Só de ser uma coruja já era bonito. Corujas são bonitas. Seus olhos encontraram os meus, e era como se golpeassem a minha mente e minha autoridade própria. Não consegui falar muita coisa, apenas alimentar o desejo de fuga, que rapidamente cresceu em mim como se a tensão fosse um fermento. Engoli a seco quando sua voz envolveu o hall de entrada.

- Entregue o garoto, não temos interesse em você mulher. - falou com a voz de trovão.

- Não posso fazer isso, eu tenho uma missão e vou cumpri-la. - bradei enquanto acenava para Cedric fugir.

Mantive a postura. E falava a verdade também, afinal, eu queria cumprir a missão. Não poderia falhar na minha primeira missão!

As vezes acho que o ser humano é um ser vivo muito complexo, e as vezes bipolar, burro, e indeciso. O que aconteceu em sequência foi um exemplo claro disto. Cedric deu um passo para frente, atraindo o meu olhar incrédulo, minha boca semiaberta e trêmula. Perdi o brilho dos olhos quando ele começou a negociar sua própria segurança com os bandidos em troca de me deixar em paz. Aquilo não poderia estar acontecendo. Era demais para mim.

- Você não pode fazer isso, Cedric! - falei, mas parecia não surtir efeito. Cedric olhou para mim e pediu desculpas.

- Me desculpe por ter que fazer você passar por isso.

Milhares de palavras vieram a minha mente. Minha vontade era de puxar Cedric pelo braço e dar um golpe de fúria em todos os encapuzados. Não estava mais pensando em Cedric, afinal, não viveria com ele, mas a missão seria falha. Eu poderia ser despedida da Marinha. Carreguei em meu pulmão o máximo de ar para ordenar que todos parassem. Os encapuzados recolhiam seus parceiros e lançavam uma fumaça negra no hall.

- NÃO! - corri para pegar o braço de Cedric, mas só apalpei a fumaça que se dissipava aos poucos, mostrando o hall vazio.

Desespero, angústia, agonia, nervosismo.

Eram os ingredientes para a receita do choro. Não contive as lágrimas, e suas gotas salgadas desciam pela minha maçã do rosto e chegavam à boca. Abaixava a cabeça e ocultava minha cara com o cabelo. A posição da derrota. Limpei meu rosto com o braço, as lágrimas deixavam meu rosto um pouco mais rijo, tenso, grudento. Um barulho chamou minha atenção, e o desaparecido Org aparecia, caído.

Estava numa situação pior que a minha, que, diga-se de passagem, era um tanto quanto desagradável. A vadia do chicote me machucara bastante, e não era uma dor bruta como a de quebrar um dedo. Era uma sensação de ardência e um corte aberto, uma dor superficial e grande, que me cutucava a cada passo. Caminhei com dificuldade até Org, que já estava acordado, mas estava numa situação horrível.

- Org, você tá bem? Fala comigo. Você está machucado. PRECISAMOS DE ALGUÉM AQUI. - gritava chamando alguém.

Eu não sabia nada de primeiros socorros, também não sabia como proceder numa situação daquelas, tampouco diagnosticar o que ele tinha. Iria tentar ajudar, mas precisava procurar ajuda antes. Se alguém viesse para ajudar, assistiria tudo de perto, talvez pudesse incomodar por estar sendo tão coruja. Se ninguém viesse, deixaria Org encostado na parede e correria pelo perímetro da casa gritando por socorro.

Não pararia enquanto Org não estivesse melhor. Ainda estava triste, pra baixo, frustrada, mas ainda não estava tudo acabado. A esperança é sempre a última que morre, e eu ainda estava na fila desse risco, querendo encontrar Cedric e realizar minha missão de uma vez por todas. Ficaria de canto, pensativa, não tinha noção do que fazer, mas sabia de uma coisa: falar isso para o Quartel era arriscado, eu poderia ter a minha missão fracassada por isso.

A noite estava péssima para mim, eu precisava de reforços. Perguntaria para Org caso ele estivesse melhor:

- O que fazemos? Cedric se entregou. Eles falaram de uma espécie de corte. O que pode ser isso aqui em Shell's?

Não deixaria que Org saísse de lá naquela noite. Mandaria que ficasse em um dos quartos de hóspedes enquanto eu dava uma volta para esfriar a cabeça. Primeiramente devolveria a espada de duas mãos para o manequim armadura da sala de hobbies, em seguida procuraria a Katana que um encapuzado deixara cair. Se estivesse no chão, muito bem, a tomaria para mim, caso contrário, andaria sozinha e desarmada pelo escuro de Shell's Town.

Uma taverna era uma boa ideia agora. Beber um pouco para esquecer as mágoas era bom, e eu precisava bastante ter um tempo para mim. Um tempo para refletir e pensar bem. Caminharia rumando a taverna, olhando para o céu daquela noite imaginando um lugar possível para Cedric estar.

Histórico escreveu:
Leonarda München
Posts:
15
Ganhos: Treino; Ingresso na Marinha; 1 missão (admissão); Uniforme de Soldado; Machucado nas costas;
Perdas: N/A
Relações: Velhote, Matthew, Lindy, Org, Cedric


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 72
Warn : Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bater e Correr em Shell's Town   Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 EmptyQua 01 Fev 2017, 12:42



Shadows that lives between the alive.


Com certeza fora um capricho celestial ter recebido um supervisor daquele tipo, geralmente pessoas focadas no serviço de realmente se tornar um instrutor é quem eram mais fácil de manipular também e isso era o melhor pedido que poderia ter recebido de algum deus.  Seria bem simples, bastasse que eu cumprisse com as atividades básicas com louvor e tinha basicamente uma carta branca para algumas coisas além do simples.  A marinha parecia mais fácil de dentro que de fora.

- Com certeza não vim para ser um empregado domestico, mas concordo com a sua opinião. Hahaha.
Fingia estar animado com tal tarefa, na realidade já tinha passado muito tempo fazendo essas coisas, porém, tinha aprendido fixamente: paciência é o segredo.  Seguia o supervisor passando por mais algumas partes da instalação, não se dera ao trabalho de decorar o caminho até porque logo mais seria um interno dali e poderia conseguir essa informação com facilidade. Chegava então a um pátio ao qual podia observar pelos movimentos dos membros ali presente que se tratava de um local para treinos e falando nisso, esperava por mais membros ali treinando ainda mais pelo horário já que ao anoitecer devia ser o horário mais desocupado dos marinheiros.

O oficial apresentado parecia ser bem compatível a tarefa a seguir, treinar e realizar exercícios e nada mais coerente ser conduzido por um homem com músculos em sobra. Não que fosse antipático aos exercícios ou então não praticante, apenas tinha aprendido desde seu tempo de treinamento que ter músculos em excesso principalmente na questão de volume era desperdício de energia vital transformando-se em um obstáculo.  Enfim tinha suas instruções e bastasse que fizesse alguns exercícios e sendo assim ia até o local designado e me colocava em posição para começar os agachamentos.

A movimentação necessária para fazer tal exercício não era complexa ou trabalhosa,  deixava os pés paralelos e levemente afastados e logo fazia força com o músculo da panturrilha, coxa e  com o abdômen e logo abaixava o quadril mantendo os joelhos flexionados e a postura correta deixando os braços para frente para  auxiliar, começava o treinamento então indo mais lento com os exercícios demonstrando ao orientador uma suposta preocupação com a forma correta dos movimentos.  Realizava uma sequencia de 15 agachamentos e parava por 40 segundos para fingir que estava em um relaxamento, continuava nessa sequencia até que começava a sentir um pouco de cansaço do musculo e assim começava a atuar que estava bem mais cansado do que a realidade, não iria gastar minha força física em algo insignificante.

Mudava o exercício então para abdominal e posicionava-se deitado com as pernas dobradas, flexionando o joelho, e começava a realizar o exercício fazendo força com os músculos abdominais tracionando o tórax para perto do joelho, os braços cruzados fazendo com que os músculos do tórax também se contraíssem.  Mantinha  uma sequencia de 15 abdominais e dava uma pausa de 30 segundos, repetia essa rotina quatro vezes totalizando 60 abdominais. Só faltava então um ultimo exercício, flexão. Posicionava-me para o exercício colocando os braços estendidos e suas pernas também mantendo seu quadril e costas alinhados trazendo seu peitoral para próximo do chão dobrando os braços e afastava o peitoral fazendo o movimento contrario ao anterior, mantinha os movimentos até realizar 20 flexões e parava respirando por 40 segundos, parava  e fazia a sequencia mais duas vezes, acreditando que com essa demonstração havia demonstrado ao orientador que tinha a aptidão física necessária, continuava também com a atuação de que estava bem mais cansado do que a realidade e fazia isso expirando o ar mais exageradamente, repetidas vezes agitando os ombros como se estivesse relaxando-os, movimentos similares a esses.

- Essa foi difícil, qual é a próxima etapa senhor ?

 


histórico escreveu:
Laith Kinder
posts: 04
Ganhos: N/A
Perdas: N/A
Relações: Matthew,

objetivos escreveu:
- Se alistar na marinha.
- Conseguir uma arma.
- Encontrar e conhecer Leona.
- Realizar um treino

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jinsang
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Jinsang

Créditos : 7
Warn : Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bater e Correr em Shell's Town   Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 EmptySeg 06 Fev 2017, 19:03



Leonarda

Não contendo suas lágrimas, Leona cai aos prantos ao ver que Cedric havia sido levado. Mas não havia muito a se fazer, afinal, pouco se sabia sobre os encapuzados, muito menos de onde vinham, e menos ainda de suas intenções com o sequestro do rapaz. Ao avistar Org caído, Leona se aproxima de seu companheiro, numa mistura de alívio e apreensão.

-Org, você tá bem? Fala comigo. Você está machucado. PRECISAMOS DE ALGUÉM AQUI. - gritava.

-Oi. -Diz Org, piscando de dor e acariciando sua cabeça, avaliando o dano sofrido. -Eu estou bem, eu acho. Só estou meio tonto, preciso de um tempo pra me recuperar.

Então Org se senta, encostado numa das paredes do Hall de Entrada, olhando para o teto, sem falar mais nada, enquanto Leona inquieta e pensativa, imagina quando chegariam os reforços, e imagina o que fazer para ir atrás de Cedric. Até que a gladiadora quebra o silêncio.

-O que fazemos? Cedric se entregou. Eles falaram de uma espécie de corte. O que pode ser isso aqui em Shell's?

Concentrando-se na dor, Org demora alguns momentos para responder.

-Eu não faço a mínima ideia. Só sei que logo após a explosão, eu desci correndo, e fui recebido com um golpe forte na cabeça. Caí na hora, nem sei o que me acertou. Alguns deles devem ter se infiltrado na mansão antes mesmo da explosão. Só por essa abordagem, dá pra saber que esses caras não são nem um pouco amadores.

Leona vai até a sala de Hobbies, e coloca a grande espada de duas mãos em seu devido lugar. De volta ao grande salão, a gladiadora encontra a Katana que um dos invasores utilizou e se apossa da mesma. Desejando ir à uma Taberna, Leona se dirige até a porta da mansão e logo ao abri-la, dá de cara com Matthew, que está pálido e suando.

-Vocês estão bem? Aonde está o rapaz? O que aconteceu?

Abrindo totalmente as portas da mansão, Matthew libera a passagem dos reforços, cerca de 50 soldados.

-VASCULHEM TODA A CASA, DIVIDAM-SE E NOTIFIQUEM-ME CASO EXISTA QUALQUER ANORMALIDADE!

E num coro uníssono, os soldados respondem a ordem do Capitão.

-SIM, SENHOR!

E então, ao ver que Leona estava relativamente bem, o Capitão reassume a compostura, livra-se de um pigarro em sua garganta, e diz:

-Relatório da missão, Soldado Leona!

Laith

Diferente do que acreditava que faria, o soldado que supervisionava as atividades físicas de Laith sopra o apito com força quando o rapaz para de fazer seus agachamentos após quinze repetições.

-Só para quando eu mandar, moleque. -Ordenou Rubert. -Quero duas séries de 30 repetições, 10 segundos de intervalo, nada de moleza.

O homem musculoso aparentava ter percebido o olhar de Laith, que parecia dizer: "não passa de um monte de músculos".

Quando mudou de exercício, Laith já tinha notado o olhar de Rupert, e dessa vez esperou o apito do homem para descansar. Logo retornou as suas abdominais. Ao terminar as séries, Laith tentou novamente realizar apenas séries que havia planejado, mas o musculoso o impediu novamente.

-FRIIIIIIIIIIIIIIIIII! -Soou o apito. -Vamos lá moleque, tá na cara que você consegue fazer mais que isso! Quero duas de quarenta e uma de vinte! Pode fazer a de vinte antes da segunda de quarenta, caso você não aguente o tranco.

Então após as flexões, Laith se levanta, realmente fatigado, e diz:

-Essa foi difícil, qual é a próxima etapa senhor?

Um barulho de explosão pode ser ouvido ao longe. Os marinheiros do QG parecem ignorar o estrondo. Com um leve sorriso malicioso, Rubert olha para o rapaz, e diz:

-Agora moleque, é o seu teste de combate. Como não tem nenhuma arma por perto, vamos no mano a mano mesmo. Seu objetivo? Me acertar e não ser acertado! Se me derrubar, ganha uns pontinhos extras.... WHIIIIHAHAHAHAHA! Vamos ver como se sai!

OFF:
 

OFF2:
 

OFF3:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Everything flows, and all is connected"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aesop
Civil
Civil
Aesop

Créditos : Zero
Warn : Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 3010
Masculino Data de inscrição : 14/06/2014
Idade : 20
Localização : São Paulo-SP

Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bater e Correr em Shell's Town   Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 EmptyTer 07 Fev 2017, 14:38


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Ver Cedric naquele estado foi um grande choque para mim. Não consegui balbuciar nada até chegar nele e pedir por socorro, colocando sua cabeça, até então inanimada, em minhas pernas e torcendo para que tudo ficasse bem.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- Oi. Eu estou bem, eu acho. Só estou meio tonto, preciso de um tempo pra me recuperar.- falou.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Por um instante fiquei em silêncio, olhando incrédula para o homem, que colocava a mão na cabeça em sinal de dor. Parecia ruim, mas estava vivo. Como se tivesse esquecido de todas as dores que o homem pudesse estar sentindo, abracei-o como se não houvesse amanhã. O maior exemplo de amizade que já vivemos na amizade que não tinha nem mesmo 24 horas. Estar trabalhando junto já era um grande motivo para a mim, que o via como alguém que lembraria para sempre.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]As pessoas costumam lembrar dos primeiros professores, são sempre referências. E para mim, a referência naquele momento eram os seus primeiros parceiros e avaliadores. No momento: Org e Matthew. Perdê-los iria trazer um fardo pesado e tenso, era como estar sem o seu primeiro apoio. Seria difícil esquecê-los, mesmo com o tempo. Junto do peso que saía das minhas costas ao ver Org vivo, a dor nas costas parecia cessar durante o abraço, mas não tardara a voltar, se mostrando chata e incômoda.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- Eles nos machucaram muito, não é mesmo? Não vai acontecer de novo. Eu vou proteger todo mundo.- falei. Emendei: - O que fazemos? Cedric se entregou. Eles falaram de uma espécie de corte. O que pode ser isso aqui em Shell's?

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- Eu não faço a mínima ideia. Só sei que logo após a explosão, eu desci correndo, e fui recebido com um golpe forte na cabeça. Caí na hora, nem sei o que me acertou. Alguns deles devem ter se infiltrado na mansão antes mesmo da explosão. Só por essa abordagem, dá pra saber que esses caras não são nem um pouco amadores.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Entendi o comentário de Org como o seguinte: "Não sei, mas um com um são dois e dois com dois são quatro". Eram muito óbvios, não acrescentavam muito. Mas vamos dar um desconto para o soldado né!? Ele estava desmaiado! Dei um sorrisinho de canto antes de deixá-lo curtindo sua dor na parede do hall de entrada, enquanto isso, devolveria a espada para o manequim de armadura.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Fiz aquilo como um tributo para Cedric. Não sabia se voltaria a vê-lo vivo, não saberia nem se voltaria a vê-lo. Mas a espada de duas mãos foi um presente, e, apesar de ser muito difícil de manuseá-la, eu gostava dela. Coloquei na mão de ferro e encarei-a por um instante. Era diferente do tipo de guerreiros que eu conhecia. Eu estava acostumada com homens que lutavam com quaisquer tipos de arma, em quaisquer circunstâncias. Usar muita armadura era um luxo, e eram bem diferentes dessa armadura medieval.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- Eu vou te encontrar, Cedric.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Fui até o hall novamente, mas dessa vez, iniciando o processo de relaxamento. Estava certa de que, após pegar a Katana do chão, iria para um bar beber um pouco e pensar na vida, mas fui surpreendida.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Admirando a espada nova - e possivelmente mais fácil de manusear -, fui até a porta e a abri. Apesar do escuro, consegui ter uma visão nítida do que estava acontecendo, fato que me deixou pasma e um pouco sem jeito. Não queria contar para Matthew que eu falhei em minha primeira missão, e como lei de Murphy, Matthew aparecia bem no meu local de ação.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- Vocês estão bem? Aonde está o rapaz? O que aconteceu?

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Bosta Pensei. Esse cara vai direto ao assunto.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- Sim, eu estou. Org nem tanto, mas nhe... E Cedric se entregou. - falei receosa, como se fosse levar um tapa na cara ou algo assim.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- VASCULHEM TODA A CASA, DIVIDAM-SE E NOTIFIQUEM-ME CASO EXISTA QUALQUER ANORMALIDADE!

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]E como um exército, os soldados acatavam a ordem e começavam a vasculhar. Eram muitos homens, um batalhão inteiro. Certamente poderiam lutar contra um bando de piratas considerável para os Blues. A Marinha era uma potência mesmo. Os homens faziam seu trabalho quando fui ordenada para dar um relatório da missão. Engasguei em meus pensamentos antes de soltar o verbo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Cedric...

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- Cedric Bhfreagra é o nosso cliente. Temos a mansão toda ao nosso dispor, se não fosse pelo escritório do Sr. Bhfreagra, pai de Cedric. Há poucos minutos fomos atacados por um grupo de mais ou menos dez encapuzados, e todos usavam máscaras de animais. Lutei contra alguns deles, que ficaram desacordados, mas quando fomos cercados, Cedric conversou com o que aparentava ser o líder do grupo e concordou em se entregar. Eu tentei impedir, mas eles sumiram em uma fumaça, levando os corpos consigo. Org foi pego antes mesmo de poder lutar, então não viu muita coisa. O que me chamou a atenção, foi que eles citaram uma espécie de "corte", sabe? Como se fossem reis, príncipes e imperadores, sabe? - falei.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Ouviria o que Matthew tinha a dizer. Era um homem sério, e poderia não gostar nada de receber uma notícia dessas. O que eu esperava era que ele estivesse animado em procurar pelos encapuzados, e sendo assim, iria apoiá-lo com um sorriso. Apesar da minha animação, tomaria cuidado com meu machucado, que poderia voltar a incomodar. Não via a hora da dor passar. Talvez eu precisasse de ataduras.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- Alguém aqui sabe algo de primeiros socorros? Eu adoraria umas faixas pra isolar meus machucados nas costas. - viraria para Matthew como se tivesse uma fofoca histórica para contar - Eu falei que havia uma como chicotes? Certeza que era uma mulher. Homem com chicote é muito menininha. Eu quero acabar com essa vaca!

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Se eu conseguisse ataduras, muito que bem, se não, tentaria aturar a dor. Estava pronta para receber ordens de meu superior, e não sairia de sua presença, por onde quer que fosse. A missão era da soldado Leonarda, mas a pessoa Leonarda também estava envolvida agora. Era questão de honra!

Histórico escreveu:
Leonarda München
Posts:
16
Ganhos: Treino; Ingresso na Marinha; 1 missão (admissão); Uniforme de Soldado; Machucado nas costas;
Perdas: N/A
Relações: Velhote, Matthew, Lindy, Org, Cedric


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 72
Warn : Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bater e Correr em Shell's Town   Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 EmptySex 10 Fev 2017, 18:14



Shadows that lives between the alive.


Talvez os exercícios tivessem puxado um pouco mais de si do que esperava, isso era verdade, mas seria difícil isso atrapalhar totalmente as habilidades em combate. Preferia é claro o combate com armas mas de punhos abertos também era uma opção, obviamente teria desvantagens mas talvez sua capacidade acrobática e sua facilidade em lidar com tempos poderia ajuda-lo..seria como dançar, porém, de uma forma mais arriscada.

O assassino se movia então em direção do inimigo esperando que o mesmo devolvesse o ataque, teria que usar uma vantagem e seria a do tempo, sendo assim tentaria visualizando o contra-ataque usar de um pulo para desviar do mesmo e ganhar esse intervalo para acertar o homem nem que fosse com um soco em seu ombro, afinal não fora dito onde ou de que forma deveria se golpear, apenas fazer. Caso não fosse possível fazer o salto usaria do tempo para desviar na direção mais adequada projetando um rolamento ou se deitar no chão buscando não ser atingido em nenhum local e de imediato recuar com a total velocidade que tinha.

Sabia que a diferença entre os dois estava na experiência de situações de combate mas Laith também tinha suas vantagens, era um assassino, fora treinado para tal e logo combates não se tornavam assustadores ou tão complicados quanto. Dessa vez sua luta seria focada nas defesas usando suas vantagens para conseguir a brecha perfeita, perdia em força contra o musculoso mas ganhava em agilidade e tempo de resposta.

Outra coisa que perturbava o rapaz mas não tirava seu foco era os barulhos, era a segunda vez que ouvia tais sons mas nada iria parar seu instrutor no momento, não até que desse um bom soco nele ou então que ele cansasse, preferencialmente a primeira já que a segunda trazia grandes riscos para o civil também. Só restavam no ruivo duas coisas: a vontade de colocar o grandalhão no chão, e o sorriso no rosto pela excitação da batalha.


 


histórico escreveu:
Laith Kinder
posts: 05
Ganhos: N/A
Perdas: N/A
Relações: Matthew,

objetivos escreveu:
- Se alistar na marinha.
- Conseguir uma arma.
- Encontrar e conhecer Leona.
- Realizar um treino

off escreveu:
-Mudei para 3° pessoa, me sinto mais a vontade.
E fiz um post bem curto, sem muitos casos, não tem necessidade para tal.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jinsang
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Jinsang

Créditos : 7
Warn : Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 17/01/2017
Idade : 20

Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bater e Correr em Shell's Town   Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 EmptySex 10 Fev 2017, 22:56



Leonarda

-Cedric Bhfreagra é o nosso cliente. Temos a mansão toda ao nosso dispor, se não fosse pelo escritório do Sr. Bhfreagra, pai de Cedric. Há poucos minutos fomos atacados por um grupo de mais ou menos dez encapuzados, e todos usavam máscaras de animais. Lutei contra alguns deles, que ficaram desacordados, mas quando fomos cercados, Cedric conversou com o que aparentava ser o líder do grupo e concordou em se entregar. Eu tentei impedir, mas eles sumiram em uma fumaça, levando os corpos consigo. Org foi pego antes mesmo de poder lutar, então não viu muita coisa. O que me chamou a atenção, foi que eles citaram uma espécie de "corte", sabe? Como se fossem reis, príncipes e imperadores, sabe?

-Corte? Em Shells Town? Hmmm, isso é estranho, muito estranho. -Diz Matthew com a mão no queixo, evidenciando sua dúvida em relação a tal corte.

-Alguém aqui sabe algo de primeiros socorros? Eu adoraria umas faixas pra isolar meus machucados nas costas. -Leona agora dirige a palavra para Matthew. -Eu falei que havia uma como chicotes? Certeza que era uma mulher. Homem com chicote é muito menininha. Eu quero acabar com essa vaca!

-Não se preocupe em relação a sua missão. Me precipitei demais mandando apenas dois novatos para fazer uma escolta numa missão desse nível. Enfim, pegue Org e retorne para o quartel, vá direto para a enfermaria. Descansem, e descansem bem, pois amanhã eu precisarei de vocês novos em folha, para que recolham informações pela cidade.

Laith

Após as ordens de Rubert, Laith avança em direção ao grandalhão, esperando algum movimento. Rubert, com sua experiência em batalha, parece ler as intenções do garoto. Com uma ginga, o homenzarrão estica sua perna direita na altura da coxa de Laith, o que faz com que o garoto salte, buscando desviar o ataque. Porém, pisando firmemente com a perna direita no chão, fincada como se fosse uma estaca, Rubert gira em torno de seu próprio eixo, e acerta um chute giratório nas pernas de Laith enquanto o garoto ainda está no ar, o que faz com que o ruivo rodopie no ar, e caia de costas no chão, com um baque surdo.

-GWEHAHAHAHA! Tá fazendo cosplay de pião do baú, garoto? -Provoca Rubert.

Quando o garoto se levanta, Rubert avança em direção ao garoto, com o punho direito levantado, pronto para acertá-lo.

OFF - Leona:
 

OFF - Laith:
 

OFF 3:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Everything flows, and all is connected"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Aesop
Civil
Civil
Aesop

Créditos : Zero
Warn : Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 3010
Masculino Data de inscrição : 14/06/2014
Idade : 20
Localização : São Paulo-SP

Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bater e Correr em Shell's Town   Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 EmptySab 11 Fev 2017, 12:21


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Dava meu relatório para meu superior, Matthew, contando tudo pelo meu ponto de vista. Pelo menos naquilo eu não falhava. Era frustrante ter que atrapalhar o andamento da minha primeira missão como soldado.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Pedi por primeiros socorros e ajuda, mas aparentemente ninguém ali sabia o básico de como ajudar alguém ferido. Estralei a boca desapontada, e, como não tinha muito o que fazer, tentei me acostumar com a dor, deixando que Matthew desse suas próximas ordens.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- Não se preocupe em relação a sua missão. Me precipitei demais mandando apenas dois novatos para fazer uma escolta numa missão desse nível. Enfim, pegue Org e retorne para o quartel, vá direto para a enfermaria. Descansem, e descansem bem, pois amanhã eu precisarei de vocês novos em folha, para que recolham informações pela cidade. - falou

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- Sim, senhor. - bati continência antes de me virar e buscar Org.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]O coitado estava mais ferido e debilitado do que eu. Era uma incógnita para a continuação da missão de amanhã, afinal, não saberíamos se ele conseguiria se recuperar e ficar são para buscar informações. Alguém novo na equipe seria um presente dos céus. Ainda segurando a minha espada com a mão esquerda, tentei dar apoio para Org se levantar.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- Vamos para o Quartel, amigo. Temos que descansar. - falei estendendo a mão.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Tentaria levantar o homem, contando com a força que lhe restava para se apoiar sobre meu ombro, e assim buscar o aconchego do Q.G. Optaria por usar toda a minha força para levantar o homem, pois a pancada pode tê-lo deixado zonzo e fraco, então uma mão amiga poderia ser conveniente.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Se somente eu não fosse o bastante, pediria para alguém me ajudar, mesmo que tivesse que apelar para Matthew mandar um outro soldado ajudar.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- Alguém me ajuda aqui. O grandalhão tá pesado e eu não consigo levá-lo. - pediria. Se alguém aparecesse, muito que bem, se não, apelaria para Matthew: - Manda alguém me ajudar por favor. - talvez minha voz encantadora e meu tom de liderança pudesse fazer alguma diferença para esse caso.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Com ajuda ou não para levar Org, tentaria seguir o ritmo do rapaz, não correndo muito. Estava escuro, e sabendo dos perigos que isso poderia trazer, continuava segurando minha Katana. Era uma espada muito mais leve e fácil de manusear do que a que Cedric me dera, e repousá-la entre meus dedos me dava mais segurança para proteger alguém.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Se Org não precisasse de ajuda para se levantar, ficaria feliz por ele, mas ainda assim não ficaria longe. Andaria lado a lado com o homem, rumando o Quartel General tentando fazer o caminho inverso que fiz mais cedo, no início da missão. Não puxaria muito assunto, e acho que não deveria fazer isso mesmo. Era frustrante para nós dois, sem contar que provavelmente chateamos Matthew.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Se o homem pedisse minha opinião sobre o caso, falaria sem rodeios:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- Eles devem frequentar essa "corte", sabe? Os sequestrados, eu digo. Amanhã a gente pode ir procurar informações com as famílias, talvez elas saibam onde seus filhos estavam andando e com quem estavam andando antes de serem sequestrados. - bufaria logo em seguida, mas respiraria e daria uma dica: - Vamos esquecer isso por umas horas. Vamos descansar e esperar por amanhã.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Assim que chegássemos ao Q.G, procuraria pela recepção, ainda acompanhando Org, seja com ele apoiado em mim ou não. Se encontrássemos alguém, pediria:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- Precisamos urgentemente de cuidados médicos. Pode nos indicar o local? - pediria.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Seguiria com meu parceiro até a enfermaria, onde deixaria que cuidassem de meus ferimentos nas costas. Caso não houvesse ninguém por lá, encararia os últimos instantes da dor procurando a enfermaria, tentaria vasculhar todos os cômodos e andares, até que conseguisse alguém com tal perícia, e então faria o pedido.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Seria um alívio estar sendo cuidada após uma batalha daquelas, e lá eu conseguiria descansar. O problema mesmo era: onde eu iria dormir? Assim que estivesse pronta para sair de lá, perguntaria para o enfermeiro (ou a enfermeira):

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]- Você sabe se aqui tem algum dormitório? Eu tô simplesmente exausta e adoraria dormir um pouco.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Se conseguisse uma cama para dormir, rumaria o local e objetivamente a cama. Não enrolaria muito para dormir, apenas cairia na cama e esperaria o sono vir, e convenhamos que não demoraria depois de um dia agitado desses. Caso não houvesse nenhum lugar para mim, procuraria uma estalagem por Shell's Town, rodando a cidade em busca de uma cama.

Histórico escreveu:
Leonarda München
Posts:
17
Ganhos: Treino; Ingresso na Marinha; 1 missão (admissão); Uniforme de Soldado; Machucado nas costas; Katana;
Perdas: N/A
Relações: Velhote, Matthew, Lindy, Org, Cedric


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Midnight
Tenente
Tenente
GM.Midnight

Créditos : 72
Warn : Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 27/04/2010
Idade : 23

Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bater e Correr em Shell's Town   Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 EmptySeg 13 Fev 2017, 14:16



Shadows that lives between the alive.


Surpresa e um certo arrependimento, era assim que o rapaz se sentia ao que suas costas atingiam o chão gelado do pátio, eram poucos segundos que isso tudo ocorria, mas na cabeça do assassino era como se estivesse passando a cena várias vezes procurando seu erro lembrando os passos decididos em sua cabeça, porém, não tinham ocorrido conforme havia desejado e a prova disso era o golpe recebido e junto com ele a ardência do chute nas costas.

Aos poucos o civil ia se levantando e podia ver o homem vindo a sua frente, tinha errado em uma coisa em seu plano: o inimigo podia ser uma montanha de músculos, mas não era idiota. Não falava uma palavra, não dava um olhar a mais, apenas o sorriso em seu rosto ditava tudo que estava passando na mente do aspirante. – PODE VIR! Não tinha uma estratégia ao certo, mas sua intuição talvez lhe diria algo.

Procurando desviar-se do golpe do marinheiro Laith tentaria se desviar do golpe jogando o corpo para a direita, e nesse caso se conseguisse o sucesso da sua ação deixaria o próximo golpe vir também afinal ele já havia provado que conseguia dar dois golpes em sequência, mas quem diria um terceiro? Considerando estar na direita do inimigo Laith apostaria em um chute como o próximo golpe e caso fosse usaria de sua acrobacia para pular tentando desviar do chute e encurtar a distância permitindo um chute no peito ou na face do grandalhão. Todavia se o segundo golpe fosse um soco apenas buscaria desviar com rapidez para o lado oposto do chute e tentaria usar o intervalo para desferir um soco no estomago do veterano.

Caso conseguisse se desviar apenas para a esquerda giraria seu corpo para não ganhar muita distância e então tentaria desferir um chute contra a costela do maior buscando ganhar um intervalo de tempo para um novo desvio ou fuga.

Se em momento nenhum fosse possível desviar ou então não houvesse contra-ataque apenas tentaria bloquear o golpe cruzando as mãos e aproveitando a primeira oportunidade que tivesse para sair da situação.

Ao final da prova, conseguindo completa-la, iria então para o marinheiro agradecendo-lhe pelo combate. – Obrigado. Fingira estar com certa animação já que pessoalmente aquele combate fora tempo de energia por mais que tivesse aprendido que alguns marinheiros teriam potencial. – Você está na marinha a muito tempo, senhor ?



 


histórico escreveu:
Laith Kinder
posts: 06
Ganhos: N/A
Perdas: N/A
Relações: Matthew, Rubert

objetivos escreveu:
- Se alistar na marinha.
- Conseguir uma arma.
- Encontrar e conhecer Leona.
- Realizar um treino


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

"Pague o preço do seu karma e aceite-o."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Bater e Correr em Shell's Town   Bater e Correr em Shell's Town - Página 4 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Bater e Correr em Shell's Town
Voltar ao Topo 
Página 4 de 8Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Yotsuba Island-
Ir para: