One Piece RPG
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» 1º Cap: O começo de uma grande aventura
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor Muffatu Hoje à(s) 15:20

» Unidos por um propósito maior
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor Muffatu Hoje à(s) 15:10

» Busca Implacável
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor Gyatho Hoje à(s) 14:08

» [MEP - Kuroper]
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor Kuroper Hoje à(s) 12:16

» [Mini-Kuroper] Começo da Jornada
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor Kuroper Hoje à(s) 12:12

» Mini - Themis
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor Themis Hoje à(s) 11:29

» Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor Pippos Hoje à(s) 10:52

» The Claw
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor Achiles Hoje à(s) 09:31

» Gregory Ross
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor GM.Noskire Hoje à(s) 08:43

» Xeque - Mate - Parte 1
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor Jacob Allan Hoje à(s) 04:19

» [LB] O Florescer de Utopia III
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor GM.Noskire Hoje à(s) 01:06

» Hello darkness my old friend...
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor Alek Hoje à(s) 01:03

» Rumo à Grand Line?
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 01:02

» The Victory Promise
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor Akise Hoje à(s) 00:00

» VI - Seek & Destroy
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 22:56

» What do You do For Money Honey
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor Lancelot Ontem à(s) 21:46

» O início da pesquisa.
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor BlackHole99 Ontem à(s) 20:18

» Island End! Goodbye Utopia!
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor Wander Ontem à(s) 16:49

» III ~ Uma Loira na Ilha das Aranhas?
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor Noelle Ontem à(s) 16:40

» Kizumonogatari
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Emptypor yaTTo Ontem à(s) 15:36



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 16 ... 27  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 53
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 EmptyQui 24 Mar 2016, 19:39

Relembrando a primeira mensagem :

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.

Aqui ocorrerá a aventura do(a) pirata Kaiyuki ``Metatron´´ Ashuura. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Senshi
Civil
Civil


Data de inscrição : 22/03/2016

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 EmptySab 07 Maio 2016, 20:45

Todos pegavam suas armas e Ashuura obtêm um pacote de balas normais, então os portões se fechavam, o nível da água subia até ficar um pouco acima dos calcanhares dos participantes o que correspondia a altura da cintura da anã que participava. Logo Auron se pronunciou, querendo saber as especialidades dos participantes para pensar em algum tipo de plano para que todos não acabassem como comida de peixe. O primeiro a se pronunciar foi Kaiyuki que já se posicionava atrás da mulher mais durona do lugar.

Eu sou Dio, sou um atirador, e bem, pela situação eu vou dar apoio e tirar o foco do monstro. Não acho que vai ser muito difícil de atingir essa criatura.

--Meu nome é Mika, sou uma espadachim. Melhor não me subestimarem por causa do meu tamanho! Já matei caras maiores do que essa arena inteira!--Falava a anã limpinha que estava encima do ombro do mink coberto de lama.

--Haha! Gostaria de ver isso, pequenina. Prazer em conhece-los, senhoras e senhores, meu nome é Doran. Assim como o companheiro ali eu sou um atirador, atirador de precisão inegualavél, devo dizer.--Dizia o mink gato enquanto carregava seu rifle e ajustava a mira.

--Lor... Mercenária... Bojutsu...--Falava a mulher com cicatriz, quase como que num sussurro, enquanto segurava seu bastão dourado com firmeza.

Enquanto a porta não abria os participantes conversavam e conheciam um pouco de suas habilidades, mostrando suas armas e etc. Porém logo toda a conversa sessou quando eles ouviram a porta debaixo da varanda do rei se abrindo. Com os portões escancarados eles se prepararão para o monstro que viria. Primeiramente só os minks conseguiram ver na escuridão da porta o monstro que iriam enfrentar e logo começaram a mirar.

Auron

O mink gato que estava logo atrás de Auron sorriu cinicamente e falou para que o jovem a sua frente pudesse lhe ouvir.

--É maior do que pensei, parece uma cobra gigante, deve ter uns vinte metros e olhinhos menores do que uma bola de sinuca. Hahaha, interessante... Se ele ficasse quieto por alguns segundos aposto que poderia cega-lo... Talvez co-

Um rugido subitamente interrompe o monologo do mink, o sea king investia!

Suchiro

Dandara tinha recusado a lama, afirmou que se fosse atingida nessa luta não precisaria nem de um caixão, quanto mais tempo para primeiros socorros. Agora ela estava no ombro de Ashuura, segurando sua orelha como suporte enquanto olhavam para a escuridão onde o mink já podia identificar uma especie de cobra gigante, era coberto por escamas, tinha varias series de dentes afiadíssimos como um tubarão e pequenos olhos amarelos sem inteligencia.

--Né, Ashuura...--Sussurrava a anã para seu parceiro.--Já ti contei sobre a vez que matei um gigante maior que essa arena? O cara era durão mesmo, não importasse onde eu atacasse parecia que nem fazia cocegas nele. Ainda era canibal para piorar tudo, no meio da luta ele acabou me comendo, literalmente, mas foi ai que descobri que gigantes são bem mais frageis por dentro do que por fora... Se as coisas ficarem fe-

Os sussurros de Dandara eram interrompidos por um rugido sombrio, o rei do mar investia!

Ambos


E das profundezas daquela porta escura surgiu uma serpente gigantesca, sua pele coberta por escamas, sua boca armada de dentes terrivelmente afiados e seus pequenos olhos amarelos rapidamente se focando no grupo de indivíduos a sua frente. A multidão vibrou quando viu o monstro, varias reações podiam ser escutadas, surpresa, exitamento, terror... Mal os participantes tiveram tempo para contemplar, que tinha a altura de uns 10m e o comprimento ainda maior que isso, sem aviso o corpo da serpente desliza facilmente pela superfície da arena e investe contra o grupo numa velocidade que nenhuma especie marinha teria em terra firme. O sea king abria sua boca e rapidamente tentava devorar o participante mais próximo dela, Auron.

Informações dos participantes:
 

Histórico do Suchiro:
 

Histórico do Auron:
 

Off:
 


Última edição por Senshi em Seg 09 Maio 2016, 21:25, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Auron
Usurpador
Usurpador
Auron

Créditos : 6
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 5010
Data de inscrição : 16/01/2012

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 EmptyDom 08 Maio 2016, 03:51

Unir para fortificar! Em busca da queda do primeiro Rei!




Curiosamente, todos os competidores ali pareciam ser pessoas bem gentis. Assim que perguntei seus respectivos nomes e suas especialidades, todos responderam sem nenhuma resistência ~Não é o melhor time, mas dará para o gasto~ Todos nós tínhamos características bem distintas, e como um bom estrategista-líder, deveria pensar em algo o mais rápido possível, antes que a fera aparecesse.

Havia um gato na minha reta-guarda, ele se denominava de Doran, e ao meu ver era apenas mais um tagarela que iria atrapalhar tudo. Ele dirigia a palavra a mim, e eu apenas dava uma breve olhada para trás, apenas para me certificar de quem estava falando, não tinha o menor interesse em papinho que fugiria do foco.
-É maior do que pensei, parece uma cobra gigante, deve ter uns vinte metros e olhinhos menores do que uma bola de sinuca. Hahaha, interessante... Se ele ficasse quieto por alguns segundos aposto que poderia cega-lo... Talvez co...

Um novo rugido surgia no campo de batalha, diante daquela porta escura, surgiam dois olhos amarelos que avançavam ferozmente. Seus pequenos olhos amarelos brilhavam como a lua cheia de uma noite no inverno, sua investida em velocidade fazia com que eles parecessem duas faíscas de luz, até que finalmente saiam da escuridão.

Ao finalmente aparecer, a plateia que acompanhava tudo ia a delírio com a imponência daquela criatura, por mais durão que eu poderia ser, tinha que admitir que aquele monstro era assustador.
Seu enorme tamanho me impressionava e me deixava e choque ~COMO VAMOS DERROTAR ISSO?!~ Mesmo um pouco paralisado e nervoso, me dei conta de que aquela enorme fera vinha em nossa direção, para ser mais especifico, em minha direção afinal era eu quem estava na frente do grupo. -MERDA! -Gritei espantado.

Ela abria sua enorme boca mostrando toda sua arcada dentaria, aquilo me deixava mais assustado, pois seus dentes eram enormes e certamente com apenas um vacilo eu poderia pagar com a vida.

Meu objetivo de entrar naquele lugar, era matar, morrer não fazia parte dos planos e certamente eu seguiria os planos a risca. Ao notar o avanço da fera em minha direção, seguraria as sais com toda minha força e usaria minha estrategia para esperar o momento certo do bote para tentar me esquivar, usando minha acrobacia+aceleração para tentar dar um salto-cambalhota bem rápido para o lado que fosse mais conveniente e menos perigoso.

Caso conseguisse, tentaria me aterrizar de uma forma que não parasse os movimentos, tentando ganhar tempo em cima do erro da serpente, forçando um contra-ataque rapido. ¹Essa forma de aterrizagem, tentaria  Combinar minha acrobacia para flexionar ambos os joelhos e posteriormente, usaria minha força muscular acompanhada de minha aceleração para dar um impulso no monstro, tentando acerta-lo  desprevenido com um golpe perfurante utilizando minha sai da mão esquerda esquerdo, visando perfurar uma região um pouco abaixo da cabeça para que não houvesse formas de ela me atacar/morder.

¹ Se conseguisse perfura-la, me manteria firme a sai no buraco e usaria minha força+acrobacia para alcançar uma boa posição para tentar enfiar a sai da mão direita também. Caso consiga, usaria minhas habilidades acrobatas+força+Alpinismo para escalar até as costas do mesmo, tirando uma sai de cada vez e usando a força-acrobata para me equilibrar enquanto enfiava a outra novamente, para ir subindo aos poucos. -FWAAAAAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

¹ Por ventura, obtivesse sucesso em subir nas costas da serpente, tentaria manter o maximo de  equilibro sobre ela, certamente ela iria ficar se rebatendo mas eu continuaria segurando firme pelas sais enficadas em suas costas. -Ta na hora do show... - Falava de maneira que apenas eu mesmo poderia me ouvir, em seguida voltaria a me comunicar com o grupo -Irei fazer um buraco nas costas desse desgraçado, enquanto ele tenta me tirar de cima dele, causem o máximo de dano que vocês puderem!! - Após gritar isso, tiraria uma das minhas sais(mão direita), enfiaria a sai(esquerda) de maneira mais centralizada no monstro, usaria minhas forças nas pernas para apertar no monstro como uma especie de pregador e ergueria o punho direito, com a ponta da sai virada para baixo.

!!!!! Nascente do Sangue !!!!!

Usaria essa técnica quantas vezes fossem necessárias, ou até cair de cima do monstro.


² Caso antes da minha subida, a serpente ficasse dificultando minha subida nas costas dela, ficaria me esquivando até achar uma brecha da mesma para que finalmente pudesse tentar subir em suas costas.
² Se ao subir na fera, ela ficasse se rebatendo, tentando me derrubar, ficaria preso o máximo que conseguisse e adiantaria meu comando de mandar todos atacarem enquanto ela se rebate.
² Na hipótese de eu perceber algum ataque da serpente contra mim, tentaria me esquivar dando vários saltos para trás até consegui me reposicionar de forma segura.


¹² Se nada der certo e a serpente continuar me perseguindo e não houver possibilidade de esquiva -Pode vim desgraçada.... - Seguraria de forma bem firme as minhas duas sais e no momento que a serpente abrisse a boca, flexionaria o meu joelho ao máximo, contraindo todos meus músculos da perna e liberaria essa força de impulso, combinado com minha aceleração para colidir simultaneamente as duas sais nos dentes da serpente, num golpe onde ambos os meus braços estariam paralelamente para frente.

²¹ Caso notasse que a colisão não seria favorável a mim, tentaria usar minha força para redirecionar o baby, empurrando para outro lugar( utilizando as sais)





Level: 1                     Números de Técnicas: 1
Nome: Fons Sanguinis (Nascente do Sangue)
Descrição: Usando sua facilidade em alcançar sua velocidade máxima, Auron desfere 8 perfurações com o limite máximo de sua velocidade, como uma especie de metralhadora e tentando acertar sempre na mesma região, causando um dano isolado no local atingido.
O que usa: Sai/Adagas + Aceleração
Restrição:
*Durante sua estocadas, o dano vai ficando continuo, ganhando mais força nas 3 ultimas estocadas.
*Caso a técnica falhe, Auron para de hitar, porém perde metade do custo de SP da habilidade.
*Por fazer diversos ataques em um local localizado, pode haver o risco de hemorragia no oponente.
(Dependendo de onde leve o dano)
*Caso a técnica falhe, além de perda parcial do SP o dano também é parcial, vai depender de quantos golpes atingirem o alvo (lembrando que o dano + 5% dano é resultado das 8 estocadas com sucesso).
Dano ou Bônus: Dano + 5%Dano

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Badass Stars:
 

         
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



•Fala•#333366
•Pensamento•#336633
•Ação•#666666




Não Há Mudança Sem Violencia - Karl Marx  


Última edição por Auron em Dom 08 Maio 2016, 14:11, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t12406-yoroshi-auron
Suchiro
Pirata
Pirata
Suchiro

Créditos : 6
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 12/02/2013
Idade : 21

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 EmptyDom 08 Maio 2016, 13:39

Ataque gosmento.




Parece que me cobrir de lama havia me ajudado, ou teria apenas sorte dela não vir para cima de mim? Foda-se, não tem diferença. Eu não viraria as costas pro monstro, mas recuaria para e para o lado oposto que King fosse, aquela coisa tinha focado ele, não a mim. As palavras de Dandara me abriam a cabeça, eu tinha uma ideia boa do que fazer. - Você me deu uma ideia, mas você não vai gostar. Vou te jogar dentro da boca do monstro, junto com ervas venenosas, assim você acaba com ele por dentro, e faz ele tomar esse veneno que vai enfraquecer ele. Prefere que te jogue direto na boca dele ou testa? - Diria olhando pra ela, enquanto tiraria as folhas de erva venenosa, ainda bem que aquilo só iria causar problemas a pessoas feridas ou quem engolisse.

Eu guardaria minha arma, e a pegaria com minha mão. - Essa vai ser a parte que você não vai gostar. - Eu daria um sorriso amarelo. Eu a aproximaria do meu rosto, e daria uma lambida para cobrir o corpo dela todo de saliva. - Agora vou poder te arremessar melhor, e você vai poder deslizar e se grudar no corpo da criatura, boa sorte. - Eu a colocaria junto com o meu primeiro uso da erva vermelha. Logo antes de arremessar, eu gritaria para o outro atirador. - Me dê cobertura, eu tenho um plano. - Falaria sem olhar para o outro felino, ele não podia gostar de mim, mas se não trabalhássemos juntos, iríamos todos para a vala. Eu seguraria Dandara com ambas mãos, a apertando um pouco apenas, e lançaria meu braço a frente, mirando na testa ou boca, dependendo da escolha dela.

Agora estava na hora de fazer meu trabalho, suporte e apoio. Eu sacaria de novo minha escopeta, e sairia correndo para perto da cabeça do monstro pela lateral. Dependendo de onde Dandara estava, eu atiraria a queima roupa no olho, ou se ela já estivesse dentro do corpo da criatura, eu atiraria no focinho do monstro, matar esse monstro seria muito trabalhoso, mas se ele perdesse suas formas de reconhecer o ambiente, teríamos uma chance. Eu tiraria a terceira cápsula da arma e jogaria dentro do buraco que havia feito no olho, Eu daria mais um ultimo tiro no olho enquanto recuaria para trás, mas ainda lado a lado com o animal, apenas criando uma distancia. Aquele olho ele nunca mais usaria.

Enquanto eu me afastaria, eu puxaria mais balas normais para recarregar minha escopeta, eu tinha pensando em algo para fazer com minhas balas de glicerina, mas não funcionaria com Dandara ainda dentro do corpo da besta. Teria que esperar ela fazer seu buraco de saída. Se ela tentasse atacar King enquanto ele estava encima da besta, eu iria sacar minha pistola com a outra mão e atirar no nariz do bicho, tinha que fazer ele ficar desnorteado para Ao King ter como escapar. Ele tinha passado no exame de força como Dandara, eu tinha que proteger eles, assim eles poderiam causar o maior dano ao monstro.

Se a criatura viesse com tudo para cima de mim, e me jogaria com tudo para longe, dando um salto de peito na lama, e dando um rolamento pra depois se levantar, eu não tinha problema em ficar sujo, meu único problema seria ficar sujo com o próprio sangue.
A cauda dela também poderia me acertar, Diferente da boca que iria me destroçar, se aquela cauda me acertasse de frente, poderia me fazer um buraco no corpo, ou pelo menos quebrar todas minhas costelas, pelo menos se esse monstro for tão forte quando eu penso que é. Nesse caso, eu saltaria, e deslizaria pelo chão, e passaria por baixo da cauda, já que quando ela atacasse, a cauda subiria um pouco.
Também não podia deixar de fora que esse bicho era uma serpente, se essa coisa jogasse veneno em um de nós, eu realmente não sei o quão fatal seria, mas não acho que duraria muito com isso. Se a criatura tentasse jogar veneno em mim, eu me jogaria no chão, fora da área do veneno, e rolaria mais um pouco na lama, tomando cuidado com minhas armas, mas era para que qualquer veneno que tivesse me atingido saísse na lama, já que ele não podia entrar, se eu não tivesse ferimentos.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

narração:
fala
Narração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Senshi
Civil
Civil
avatar

Créditos : Zero
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 4010
Data de inscrição : 22/03/2016

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 EmptyDom 08 Maio 2016, 21:31

Suchiro


--Heh, as coisas já estão mal assim, é? Não me importo em levar suas ervas, mas duvido que isso seja o suficiente para envenenar aquela coisa... Qual era a-eI-O QUE VOCÊ-AHHHHHHHHHHHHHHHH!

Kaiyuki dava uma boa lambida na companheira e explicava o por que desse ato tão... intimo.

--ESQUECE O KALLIF! ESQUECE O REI! QUANDO EU VOLTAR, VOU ARRANCAR O SEU COURO!!!

Ignorando as reclamações da anã e lhe dando as ervas venenosas, o mink vai em direção do monstro.

Ambos


Auron via o monstro investindo, mas não se mexia, esperava até que a grande mandíbula da serpente se aproximasse bastante dele e no ultimo segundo ele agilmente dâ uma cambalhota para a esquerda, esquivando-se dos vários dentes afiados que se fecham logo a sua frente. Pegando o impulso da cambalhota, Auron imediatamente vai para o contra-ataque tentando perfurar o mini-sea king. Porém a serpente atinge ele, assim que tinha terminado a mordida ela balança a cabeça na direção de Auron acertando o mesmo enquanto ele ia para o ataque e jogando para longe. No meio de tudo isso o jovem pode sentir a sai penetrando a dura escama do monstro e levemente perfurando algo mais macio, mas logo em seguida sente seu corpo voando e sua mão se desconectando da arma, deixando-a fincada no foucinho da criatura.

A serpente se levanta de seu bote e recua a cabeça para trás enquanto se fixava no jovem gatuno indefeso, parecia estar prestes a dar outro bote quando virou a cabeça e focalizou um mink indo em sua direção.

Me dê cobertura, eu tenho um plano.

O mink fala e o outro reage imediatamente, a cobra gigante parecia pronta para atacar o leopardo vindo em sua direção, mas três tiros acertando sua mandíbula chamaram a atenção do monstro, nenhuma das balas penetrou as escamas, mas a serpente agora olhava para o gato atirador que suava frio ao encarar o monstro. Nesse meio tempo o leopardo arremessava a anã que ao aterrissar no rosto do monstro rapidamente entrou em seu nariz e se perdeu lá dentro. A serpente balançou a cabeça algumas vezes, mas os tiros do leopardo chamaram sua atenção. Por usar uma escopeta e a cabeça do inimigo estar a alguns metros do chão o impacto foi muito fraco e os estilhaços já estavam muito espalhados para causar o dano desejado. O mini-Sea King parou para se focar no felino.

Retraio sua cabeça e levantou sua cauda no ar, primeiro cuspiu um liquido verde que secretava em sua boca na direção de Ashuura, ao qual ele evitou se jogando no chão e rolando. Ao entrar em contato com a água a substancia pegajosa se dissolveu e tornou a area em que atingiu levemente mais verde. Kaiyuki não teve descanso, assim que se levantou viu a calda do monstro vindo em sua direção, não horizontalmente como esperava, mas verticalmente, tentando esmagar o felino. Auron se encontrava derrubado e com dor a mais ou menos 10 metros de onde estava originalmente, Lor se aproximava dele para ajuda-lo a voltar a luta e Doran apontava seu rifle para a cabeça do monstro, procurando um momento de oportunidade.

Histórico do Suchiro:
 

Histórico do Auron:
 

____________________________________________________

Narração e Pensamento/--Fala

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]                          [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suchiro
Pirata
Pirata
Suchiro

Créditos : 6
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 12/02/2013
Idade : 21

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 EmptySeg 09 Maio 2016, 17:56

Você sangra? Vai sangrar!


Sem tempo para comentar. A cauda estava vindo a minha direção, teria pouco tempo antes dela me atingir. Eu me jogaria com tudo, nem dar importância como cairia, só tinha que sair dali para não ser esmagado. Eu me jogaria com toda minha força, para frente, rolando no chão, e tentando me segurar no próprio chão para parar de rolar.

Eu faria um impulso com as pernas para me levantar, eu puxaria balas comuns do bolso, colocando-as entre dos dedos e carregado a arma, e puxando ela para cima para que ela fechasse com a força da mola. - Façam algo para tirar o foco do bicho de mim. - Eu tinha um plano, e agora que Dandara estava no pulmões da criatura eu poderia fazer isso sem me preocupar, se ela tivesse no estomago, eu não o faria.

Indo em direção a cabeça do monstro, eu puxaria nove balas de Glicerina e mais um uso das ervas vermelhas e lançaria todas na boca do monstro. Glicerina não era só um bom material para fazer balas especiais, era um ótimo explosivo, não tão bom quanto Nitroglicerina. Eu daria um espaço para que o dano não viesse para mim também. O dano direto na boca, com balas explosivas e veneno, isso iria acabar dar um bom dano, mas para isso eu teria que fazer o meu melhor. - Você sangra? Vai sangrar! - Eu usaria minha técnica, esse era a maior, minha melhor técnica. Ela também era a única.

Eu sairia em corrida para o lado oposto que estava indo, andando para sua cauda. Eu recarregaria a escopeta com mais três balas normais, mas dessa vez não era ela que eu iria usar. Eu ia aproveitar o dano massivo que havia dado, sacaria minhas pistolas. Eu correria atirando no corpo da, mirando entre, ou já que era bem menor que a serpente, por baixo das escamas, assim ela tomaria o dano e suas escamas ainda seriam arrancadas. - Aproveitem para dar seus melhores ataques, ela deve estar tonta. RAPIDO! - Eu gritaria para todos os outros competidores da arena.

Eu estava me pondo em risco, mesmo com suporte. A cobra poderia me engolir inteiro naquela brincadeira. Se ela tentasse, eu teria que ter um impulso extra para trás, ou seria devorado. Eu puxaria um fósforo e jogaria em sua boca para ter certeza que as balas iriam explodir, e saltaria para trás e com minha mão restante iria disparar com a escopeta, usando o coice da arma para me dar mais velocidade para minha movimentação.

A cauda era outro grande problema, aquilo ali poderia tentar me acertar de novo, e me repetir daria padrões, que mesmo enfrentando um monstro burro poderia ser um problema. Eu me manteria correndo ao lado do monstro, mas com uma distancia longe dele, perto da parede. Se a cauda passasse na horizontal, eu saltaria na parede, dando alguns passos, e deslizando com a mão com as garras para criar fricção e não cair. Na horizontal, onde eu quase havia me pego antes, eu saltaria e daria um rolamento em volta do meu próprio corpo e cairia de pé, estava tentando evitar correr pela lama, isso iria me atrapalhar para desviar. Se a criatura tentasse de novo atirar o veneno, eu me jogaria para trás, de barriga para cima, assim o veneno passaria, e eu poderia atirar mesmo assim, com ambos braços na arma, e ela contra o abdômen, tinha que fazer assim já que não estava em pé, para ter precisão.
Tecnica:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

narração:
fala
Narração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Auron
Usurpador
Usurpador
Auron

Créditos : 6
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 5010
Data de inscrição : 16/01/2012

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 EmptySeg 09 Maio 2016, 18:20

A queda do primeiro Rei!



Como planejado, esperei ate o momento certo do bote para efetuar uma esquiva mais eficaz, era algo arriscado e ao mesmo tempo mais seguro, pois esquivando antes da hora ela poderia ter um tempo de reação melhor para efetuar um outro ataque. Ao esta bem próxima de mim, com a boca aberta repleta de dentes afiados, eu conseguia sentir até seu hálito -Merda!!- E num momento de puro reflexo e agilidade, consegui efetuar uma bela esquiva para a esquerda e na sequencia do contra-ataque, consegui perfurar o fucinho da criatura  que por vez, num espasmo natural do corpo, me arremessou longe pra caralho, cerca de 10m do ponto de partida.  

-Ahhhgggggggg - Foi o grito que dei após levar aquela poderosa cabeçada. Meu corpo agora estava molhado e doía bastante enquanto tentava me reerguer.
A dor era imensa porém não podia me dar por vencido, colocaria as duas mãos no chão e lentamente faria um esforço com ajuda das pernas para erguer meu corpo novamente, durante essa tentativa, meu sub-consciente parecia esta me ajudando também - O rei do norte ressurge..! - Era o que eu ouvia enquanto tentava me levantar.

Ficar molhado e dolorido, me deixava completamente mal humorado e irritado, e ao procurar visualmente uma das minhas sais, me dei conta que ela havia ficado presa na pele do monstro, o que me deixou ainda mais irritado. -Eu vou matar você sua desgraçada! - Sussurrei enquanto ajeitava os óculos e a mascara no meu rosto .

De pé analisaria a situação, e daria conta de que o foco da serpente havia mudado, era um bom momento para pega-la desprevenida, ja que seu foco certamente ficaria conturbado ao ver tantas pessoas juntas.

~Droga, preciso recuperar minha sai imediatamente...Como ela está distraída, vou aproveitar a situação para aplicar um poderoso dano nessa desgraçada e depois pegar minha sai...~

Enquanto pensava em uma maneira de atacar a serpente, seguraria minha sai com a mão direita, e veria se estava em condições de correr.
Caso não tivesse, descansaria um pouco e iria até próximo dos outros competidores.
Caso tivesse em condições de correr, aproveitaria a cobra olhando o mink e correria ferozmente em sua direção(ao seu lado), ao chegar no meio da cobra, usaria minha força muscular+acrobacia para pular em cima dela, mantendo a velocidade constante e equilíbrio e continuaria correndo ate sua cabeça.

Caso a cobra voltasse a se rebater, tentando me derrubar, tentaria usar minha acrobacia para me equilibrar, e se fosse movimentos muito bruscos, tentaria perfura-la com a sai e seguraria firmemente até achar o momento certo para soltar.

Caso ela não se rebatesse(não percebesse minha presença em cima dela) correria ate sua cabeça e ao chegar la, me abaixaria flexionando bem os joelhos e usaria essa força de flexão para impulsionar um pulo bem alto na mesma direção do ponto de partida. No ar, seguraria a sai com as duas mãos e usaria minha técnica de forma adaptada para apenas uma arma.
!!! PROELIUM EQUESTRE !!!  

Tentando acertar o crânio da serpente.

Caso ela rebatesse, como dito acima, tentaria enfiar a sai nela para me apoiar, e aguardaria o memento certo. Assim que achasse o momento certo, tentaria usar a força da cobra se rebatendo para me projetar para bem alto e ja no ar, usaria minha técnica de forma adaptada para 1 arma, tentando perfurar seu crânio.

!!! PROELIUM EQUESTRE !!!

Caso desse certo, mas não fosse o suficiente para abater o monstro, arrancaria minha sai de seu corpo e voltaria a coordenar o grupo, para finalizar a luta. -Ela esta começando a sucumbir, não parem!! Ataquem em círculos, para que ela fique desnorteada e sem foco!!! - Dizendo isso, começaria a atacar me posicionando  de forma circular em volta da cobra, atacando e saindo rapidamente apenas quando ela tivesse com o foco em outra pessoa.

Caso não desse certo, e ela abrisse a boca enquanto eu tivesse caindo do ar em sua direção, colocaria mais força e mais impulso, e miraria em seus dentes, tentando quebra-los de forma violenta.
Se eu percebesse que não conseguiria o timing de quebrar suas presas, e fosse engolido, tentaria perfurar o céu da boca da fera, assim que entrasse, no intuito  que ela abra a boca para que eu possa sair com minha sai. Sairia e procuraria um lugar para me reposicionar.




Off:
 

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Badass Stars:
 

         
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



•Fala•#333366
•Pensamento•#336633
•Ação•#666666




Não Há Mudança Sem Violencia - Karl Marx  
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t12406-yoroshi-auron
Senshi
Civil
Civil
avatar

Créditos : Zero
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 4010
Data de inscrição : 22/03/2016

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 EmptySeg 09 Maio 2016, 21:26

Kaiyuki age rápido, rola para frente, evitando o peso enorme da cauda que se choca com o chão. Assim como Auron, entretanto, a cobra gigante prosseguiu seu ataque. Enquanto Kaiyuki estava prestes a pedir uma distração do grupo, o inimigo brandou sua cauda na direção do felino que foi atingido. A serpente não parou ai, sua cauda continuou o ataque em area, atingido o desatento Doran e indo em direção a Lor e Auron que se levantava lentamente naquele momento.

--Orrrrrrrrr!

Ao se aproximar da mercenária, com os dois minks juntos a causa, sendo levados pelo impulso do ataque, ela usa seu bastão dourado para bloquear parcialmente o ataque, empurrando a cauda para outra direção e mudando sua trajetória. Poupando sua vida e a de Auron. Logo no fim do ataque os dois minks estava quase pairando no ar quando a cauda se fechou sobre eles, trazendo seus corpos juntos e se enrolando neles. Estavam presos e com seus movimentos restringidos pela cauda do sea king neném, lentamente o monstro trouxe os dois minks diante de seu rosto e abriu a boca cheia de dentes...

Enquanto o monstro estava levando suas presas à boca, Auron retornava a ficar em pé, sentia dor pelo corpo inteiro, mas não parecia ter nada quebrado, podia correr e estava cheio de determinação e raiva depois de analisar a situação e, provavelmente, ser quase enroscado pela cauda do monstro. Como resposta ele investe contra o flanco da serpente gigante enquanto a mesma focava sua atenção em sua refeição. Com equilíbrio e força, o gatuno sobe habilmente pelas escamas da serpe até chegar em sua cabeça, nesse momento o oponente finalmente notou algo e mudou seu foco para Auron, porém o mesmo já tinha dado um grande pulo e agora se encontrava no meio do ar. Seguindo o jovem gatuno a cobra olhou para cima ao mesmo tempo que...

!!! PROELIUM EQUESTRE !!!

A técnica adaptada do garoto atinge em cheio no foucinho da criatura, bem ao lado de sua sai, no meio das narinas do monstro. Assim como na primeira vez que atacou, Auron pode sentir sua arma perfurar as escamas do monstros e penetrar a carne debaixo delas, agora um pouco de sangue escapava entre as escamas. Um rugido avassalador preenche a arena, com a dor do ataque de Auron a serpe logo reage soltando os minks em queda livre e balançando fortemente sua cabeça para se livrar do homem. O golpe tinha sido como alfinetar o nariz de um urso, machucou o urso, porém mais do que isso, deixou ele extremamente zangado. Auron tinha que segurar a sai com toda sua surpreendente força para não ser arremessado no ar pelos movimentos violentos da serpente marinha, Lor se aproximava do monstro e os minks caiam a 10 metros de altura.

--Hmpf, eu posso estar velho, mas isso não é nada para um felino!--Dizia Doran enquanto recarregava seu rifle no meio do ar.


off:
 

Histórico do Suchiro:
 

Histórico do Auron:
 

____________________________________________________

Narração e Pensamento/--Fala

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]                          [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Auron
Usurpador
Usurpador
Auron

Créditos : 6
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 5010
Data de inscrição : 16/01/2012

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 EmptyTer 10 Maio 2016, 02:47

Minha estratégia havia funcionado outra vez, porém de forma mais eficaz. Depois de rápidas combinações de movimentos, voltava a perfurar o fucinho da fera, fazendo com que a mesma rugisse de dor enquanto balançava a cabeça. Em meio a aquele sangue que melava um pouco minhas mãos, eu pude notar que estava bem próximo a minha outra sai, o que me deixava bem contente a ponto de arrancar um sorriso, que por vez era escondido pela mascara de médico. -Finalmente te encontrei..- Dizendo isso, tentaria remover as duas sais do nariz da fera e em sequencia tentaria descer dali no momento mais oportuno, com um salto mortal para trás no intuito de evitar uma possível fratura.

Se eu conseguisse, não abaixaria minha guarda em nenhum instante, certamente a serpente estaria furiosa comigo e buscaria vingança pelo dano que lhe causei. Notando algum ataque frontal, usaria toda minha aceleração para tentar me esquivar, dando saltos bem ágeis para trás até a cobra cansar ou mudar seu foco.

Se seu ataque fosse de cima para baixo, tentaria correr em sua volta e sempre atento para um eventual bote. Caso houvesse um bote, novamente esperaria ela está bem próxima  para que ela não tivesse reação para emendar um outro ataque, e daria varias cambalhotas pela água,  para o lado que fosse menos perigoso.

Notando um ataque surpresa com sua calda, esperaria ela está cerca de 2m de mim e em seguida saltaria sobre ela e usando minha acrobacia, tentaria ficar em cima da fera novamente. Se durante o salto, eu visse que não era possível, apenas pularia direto e me reposicionaria para um novo ataque. Percebendo que era possível,  ao aterrizar, correria sobre suas escamas novamente em direção a sua cabeça, porém dessa vez minha estrategia era outra. -Venha, desgraçada... - Sussurrei com um tom debochante e desafiador.  Minha intenção era fazer com que a serpente se atacasse sem querer, com isso manteria a velocidade sobre suas costas e sempre combinando as minhas habilidades de alpinismo+Acrobacia para me equilibrar sobre seu corpo revolto.


Notando uma possível mordida, esperaria novamente um bom momento para tentar sair de sua investida  com um salto para trás, para que na sua sede de me pegar, a desgraçada acabasse se auto-atacando.

Se ela fosse esperta e não fizesse isso,  eu daria um pulinho para cima e na queda livre, tentaria perfurar a cobra com a sai do braço esquerdo, para que a combinação da queda+força pudesse descer rasgando sua pele.
Se desse certo, usaria minha velocidade para dar uma estocada rápida e sairia com um salto-cambalhota mortal para trás.

Caso ela persistisse em me atacar, tentaria me esquivar em zig-zag sempre tentando perfura-la rapidamente assim que a esquiva fosse efetuada. Se não fosse possível,  apenas correria para bem longe, tentando desviar de possíveis ataques e começaria a pensar numa nova estrategia.


Na possibilidade de a luta ainda não ter terminado, pensaria novamente numa rápida estratégia em grupo. -Cadê a anãzinha? Preciso dela! - Gritaria para que todos ouvissem, num tom forte e para que notassem que estava com pressa. -Os dois gatos! Preciso vocês dois alinhados na frente da cobra, um atirando pelo lado esquerdo e outro atirando pelo lado direito! - Continuaria a grita usando todos meus instintos de liderança. -Mulher estranha, quero que você impeça, caso ela tente vim até mim! - E caso a anã aparece-se, perguntaria se ela teria alguma arma pontiaguda, caso a resposta fosse sim, eu falaria -Ótimo, venha aqui - Caso a resposta fosse não, daria uma de minhas sais para ela. -Segure isso e venha rápido, suba na minha mão! -Diria  num tom de voz bem acolhedor, porém autoritário. Caso ela subisse eu diria -Você me disse que já derrotou coisas bem grandes aqui nessa arena, e hoje te ajudarei a derrotar mais uma! - Daria uma gargalhada - Segure bem firme a sai(ou arma pontiaguda caso ela tenha), irei usar toda minha força para te arremessar contra o monstro, unindo a minha força com a sua, podemos fazer um buraco atravessar seu corpo! FWAHAHAHAHHAHA !

Dizendo isso, me concentraria bastante enquanto olhava friamente para o monstro. Atingindo a concentração perfeita, fecharia meu punho de forma que não machuca-se a pequena, apenas para que ela não caísse de minha mão e andaria discretamente ao redor da cobra para que ela não me notasse. Andaria até encontrar um angulo em que a cobra estivesse totalmente vulnerável e finalmente agiria. Levando minha mão direita para trás(Mão que a anã estava), sendo acompanhada por uma breve inclinação do tronco e suspensão do meu pé esquerdo do chão, pegaria o máximo de impulso possível, e usando toda minha força+aceleração, impulsionaria meu corpo novamente para frente, fazendo com que meu pé esquerdo voltasse a tocar o chão, e simulando um de tiro canhão, arremessaria a pequena com toda minha força na direção da cobra.
-TIRO DE ANÃ!!!!!


~Não... Não daria certo, mimha pontaria é uma bosta...hmm~ Pensaria com a mão direita  posicionada no queixo. Toda essa estrategia era apenas fruto da minha cabeça, sempre em momentos dificeis, milhares de possibilidades surgiam na minha mente e numa fração de segundos, durante uma seleção bem rigorosa eu ia eliminando as estrategias menos viaveis, como foi o caso desta.

Enquanto eu pensava em algo util, tentaria consiliar meus pensamentos e o foco na serpente. Caso eu percebesse ela tentando me devorar, tentaria me esquivar para o lado esquerdo e sem baixar a guarda, caso houvesse um novo ataque, tentaria me afastar dando 3 saltos para trás. ~Vamos la, pensa, pensa...~ Continuaria correndo da cobra e esperando o momento certo, em que a mesma estivesse com a guarda baixa, para tentar perfura-la e rapidsmente me afastaria de novo. Faria isso ate ela está bem ferida.

Se durante as estocadas ela tentasse passar por cima de mim, usaria minha aceleração para correr saltado da fera.
Se ela tentasse me morder, me esquivaria para a direita com 4 cambalhotas e voltaria a me posicionar.
Se eu notasse qualquer outra coisa voando em minha direção, seja la outro participante ou algo não identificado, tentaria me esquivar dando saltos em zig-zag para trás.

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Badass Stars:
 

         
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



•Fala•#333366
•Pensamento•#336633
•Ação•#666666




Não Há Mudança Sem Violencia - Karl Marx  


Última edição por Auron em Ter 10 Maio 2016, 17:14, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t12406-yoroshi-auron
Suchiro
Pirata
Pirata
Suchiro

Créditos : 6
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 12/02/2013
Idade : 21

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 EmptyTer 10 Maio 2016, 16:21

Quanto maior o tamanho, maior a queda.


Eu via os dentes, merda, por um momento eu achei que esse era o fim, mas a sorte estava do meu lado. Acabou o jogo limpo. Em pleno ar, eu trocaria as balas da escopeta, colocando minhas balas de glicerina, era hora de estourar aquele animal. Ao cair no chão, eu já daria um rolamento para frente, e iria em direção do corpo do animal que ainda estava ereto. Se eu atacasse o suporte iria acabar com isso dela se regenerar. Eu encostaria o cano no corpo do animal, e daria um triple shot, um do lado do outro, para fazer uma linha grossa de ferimento e fazer o animal ir abaixo.

Estava demorando demais para a Dandara fazer algo por dentro da besta, se ela chegasse nós pulmões, já que entrou pelo nariz daria para matar o bicho asfixiado, ou pelo menos estourar um dos pulmões iria enfraquecer aquilo ali. Eu não pararia por ali, nem faria questão de recarregar minha escopeta agora, daria alguns passos para trás, por segurança. Jogaria seis balas de glicerina no buraco que fiz em seu corpo, e sacaria minhas pistolas, e dispararia três vezes com cada pistola em cada uma das balas que havia deixado. Ao King estava causando muito mais dano do que eu, era essa minha chance enquanto eu não era o foco.

Depois disso tudo, eu sairia em disparada para longe, não havia como a serpente se manter em pé daquela forma se cortasse seu corpo fora. Logo antes do corpo cair, eu saltaria para o chão para não tomar parte do impacto que viria de toneladas, longe do corpo do animal. e protegeria meus olhos da areia e ouvidos do barulho. - SE PROTEJAM! - Gritaria para que os outros tomassem se fudessem por causa disso. Eu aproveitaria para cobrir meu corpo de mais lama, e ficar no chão por algum tempo para o animal perder o foco de mim de novo.

A cauda era outro grande problema, aquilo ali poderia tentar me acertar de novo, e me repetir daria padrões, que mesmo enfrentando um monstro burro poderia ser um problema. Eu me manteria correndo ao lado do monstro, mas com uma distancia longe dele, perto da parede. Se a cauda passasse na horizontal, eu saltaria na parede, dando alguns passos, e deslizando com a mão com as garras para criar fricção e não cair. Na horizontal, onde eu quase havia me pego antes, eu saltaria e daria um rolamento em volta do meu próprio corpo e cairia de pé, estava tentando evitar correr pela lama, isso iria me atrapalhar para desviar.

Primeiro tinha que tomar cuidado para não ser atingido no ar. A criatura poderia tentar me atingir com o veneno, onde não havia como desviar, mas eu tentaria proteger a cabeça e pescoço, onde era as partes mais desprotegidas. No rolamento ao cair no chão, eu aproveitaria para tentar tirar o excesso, deixando a lama bater.

No ar, ela ainda poderia tentar me devorar de novo ou me acertar com a cauda. Bem, se ela tentasse me devorar, eu esperaria, sua cabeça chegar bem perto, e dispararia nos dentes, e me seguraria na boca do bicho. E pela parte de baixo, eu tentaria descer usando minhas garras para ir deslizando por entre as escamas ate o chão. Se ela tentasse me atingir com o corpo, ainda no ar, eu esperaria o corpo dela se chocar ao meu, e me seguraria como pudesse com as garras para não ser arremessado, e depois deslizaria com as garras por seu corpo ate ficar de uma distancia segura para saltar pro chão. E se ela tentasse me chocar contra algo, eu subiria/desceria (o que fosse mais fácil) para sair do angulo de impacto.

Se ela tentasse me esmagar já no chão, eu saltaria para um dos lados que estivesse mais área para fugir, e colocaria  meus braços virados protegendo meu corpo do possível impacto que viesse. Já se o golpe viesse pela horizontal já no chão, não teria outra, eu daria um primeiro pulo, pegando mais impulso na cauda quando ela viesse, e rolando por cima da cauda para não ser atingido.

O corpo dela já havia tentado antes, então provavelmente poderia tentar de novo, e dessa vez eu não poderia deixar ou seria engolido, não podia contar com os outros para me salvar nessa situação. Já que ela teria que colocar, eu usaria o corpo dela de apoio para saltar para fora, quase como se tentasse sair de um poço me apoiando nas paredes. Se nem isso funcionasse e ela me agarrasse, eu ainda teria a escopeta, e dai eu daria tiros encostados no corpo dela,e tentaria usar isso para sair.

Também tinha que me preparar, se ela tentasse me atingir enquanto a atacava com as balas que usava de explosivo, eu não podia deixar barato. Puxaria do bolso meus fósforo, e riscaria um e jogaria em uma das balas. Quando uma explodisse já que ela tentava me esmagar, não daria outra, todos explodiriam pela pressão contra o chão, já que não teria para onde a explosão escapar. E nisso é claro, eu me lançaria com tudo depois de usar o fósforo, com ele fechado na mão, para não molhar, me jogando no chão o mais longe possível que pudesse com um salto, e colocando ambas mãos tampando as orelhas, porque a explosão seria forte já que ela não tinha por onde escapar.

Em situações onde não fosse eu que fosse atacado, eu iria me afastar, sem das as costas, andando sem fazer movimentos bruscos para não atiçar seus sentidos. Eu também sempre procuraria jogar um pouco de lama no meu corpo cobrir o calor do meu corpo.
OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

narração:
fala
Narração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Senshi
Civil
Civil
avatar

Créditos : Zero
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 4010
Data de inscrição : 22/03/2016

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 EmptyQua 11 Maio 2016, 20:01

Auron se preparava para mais um ataque, mas enquanto a cobra se rebatia ele não conseguia encontrar um bom momento para pular. Kaiyuki ao cair no chão, aproveitou que a cobra gigante estava focada no homem pendurado em seu nariz e se aproximou bem do seu flanco, encostando sua espingarda no corpo do monstro e detonando três tiros bem próximos um do outro, não abrindo um buraco como esperava, mas quebrando as escamas e deixando a carne exposta em uma pequena área. Aquilo fez a serpente para de se debater por um momento, o que deu a oportunidade que Auron precisava para saltar no ar, arrancando suas sais do nariz do monstro. Kaiyuki em seguida jogava algumas balas de glicerina enquanto se afastava e puxava suas pistolas, pretendia explodir todas para criar um dano maior, mas a cauda vinha em sua direção para intercepta-lo. O mink conseguiu dar tiros o suficiente para detonar duas balas, além de uma terceira com a explosão, mas o resto acabou se espalhando pela arena enquanto o leopardo saltava como um atleta olímpico para evitar que a cauda prendesse ele novamente, nenhum dos outros membros foram atingidos também, agora já esperando o ataque, o felino cai graciosamente na lama, como só felinos conseguem. O dano que tinha feito parecia estar prestes a abrir um buraco na area onde o estomago da cobra deveria ser.

Auron que agora caia em queda livre, enquanto estava descendo para se esbabacar com o chão, fincou sua sai no peito da cobra. Esperava rasgar ela, mas assim que enfiou sua arma parou quase que imediatamente, impedido de descer por causa das rígidas escamas que não se partiam tão facilmente. A força com que parou subitamente no ar aliada à dor que ainda sentia em seu corpo fez ele instintivamente soltar a sai enquanto sentia que seu pulso se distendia. Caindo cerca de 3 metros logo em seguida, deixando a sai fincada no corpo da serpe.

Doran, que já tinha se distanciado, atirava três vezes consecutivas no local onde Ashuura atacou, abrindo com suas balas um pequeno buraco de talvez 5cm por onde o sangue começava a sair como água de uma torneira, mas obviamente em uma quantidade muito pequena para afetar a criatura. Estranhamente parecia que sangue também estava caindo de sua boca, a qual ainda não fora atacada e de suas narinas, além do nariz que Auron atacou duas vezes. A cobra dava um grunhido de desprazer e fazia um movimento estranho, algo semelhante a um pigarro. Depois ela olha todos os participantes na arena silenciosamente e foca sua atenção novamente em Auron. Dessa vez ela se joga no chão, pretendendo esmagar o jovem gatuno com seu corpo massivo. Ao mesmo tempo sua cauda se preparava para fazer algum movimento horizontal.

--Você não vai me pegar no mesmo truque duas vezes, cobrinha.--Dizia Doran, recarregando o rifle e sorrindo.

off:
 

Histórico do Suchiro:
 

Histórico do Auron:
 

____________________________________________________

Narração e Pensamento/--Fala

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]                          [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suchiro
Pirata
Pirata
Suchiro

Créditos : 6
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 10010
Masculino Data de inscrição : 12/02/2013
Idade : 21

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 EmptyQui 12 Maio 2016, 15:41

Abrindo a torneira.



Tudo estava começando a funcionar, mas ainda tínhamos que fazer aquilo virar um ferimento de verdade. E graças a King não tinha que me preocupar tanto, o monstro estava focado nele, então eu tinha a tempo para fazer tudo bem feito. Primeiro tinha que tomar cuidado com a cauda, ou essa vantagem não seria. Eu me afastaria, correndo pela arena, tentando criar um espaço enorme entre mim e o campo de visão da cobra. Eu rolaria por cima da cauda, primeiramente dando um salto,e rolando para não ser acertado. Eu aproveitaria o tempo da corrida para recarregar minha arma com balas de glicerina.

Nesse meio tempo enquanto o King recebia os ataques, eu sairia em disparada, com a arma próxima ao meu peito, e com o dedo do lado do gatilho, para não atirar sem querer. Eu deixaria três balas normais na outra mão para recarregar rapidamente depois.Eu já havia tentado antes, mas agora que eu não era o foco iria ter mais chance de conseguir. Eu ia mirar logo onde estávamos mirando antes, e dessa vez que não havia mas escamas no lugar, e já estava sangrando meu melhor ataque faria aquele pequeno ferimento se tornar um buraco enorme. - Você sangra? Vai sangrar! - Eu rosnaria as palavras e usaria minha técnica para fazer um buraco de verdade naquele animal de merda.

Depois dos disparos, eu já puxaria a arma, e colocaria as balas normais que havia trazido comigo em minha outra mão. Eu começaria a recuar enquanto dispararia mais três vezes no corpo agora aberto do animal. - Foquem aqui! - Falaria para os outros, sem tirar o foco do animal. Agora estávamos tomando vantagem. Esse pessoal é bom em trabalhar sozinho, mas o problema é que não tivemos tempo para formar uma estratégia, e eu nem sou muito bom nisso. Depois de dar os três tiros, eu recarregaria de novo com balas normais dessa vez.

Meu maior problema era fugir, eu havia usado meu melhor em um ponto fraco da cobra, agora ela ficaria puta para caralho, mas um filhote burro e ainda estúpido é fácil de se ler. Graças a meu avó essa criatura ainda é um filhote, e era burra como qualquer filhote, reis do mar são bestas por que são serem monstruosos, e ainda inteligentes. Felizmente esse não era o caso. Ele teria que se virar para mim para me dar um bote direto, então eu deixaria ele alcançar o topo da velocidade que viria, e daria um dash para o lado, e mudaria a direção da minha corrida, assim como para golpes da cauda vindo na vertical.

O animal poderia tentar se enrolar em mim, mas para isso, ele teria primeiro que fazer um primeiro giro completo ao meu reto, quando sua cauda passasse na minha frente, eu continuaria a correr, ao chegar  nela, eu saltaria na cobra e iria para o lado contrario para fugir, seria mais rápido fazer isso do que parar e voltar a acelerar.

Se o animal passasse com a cauda na horizontal, a velocidade teria que ser alta para causar um ferimento, e ficar rolando poderia acabar dando problema se ele resolver mudar o caminho no meio. Então, eu em vez de um, daria um primeiro passo no corpo do animal quando ele chegasse próximo, e um segundo saltando para o alto para o golpe passar direito. E nisso ficaria com o corpo pronto para ter uma caída de volta no chão macia, e protegendo o rosto e pescoço de um segundo possível ataque.

Contra o veneno, eu iria evitar de vez o ataque, em vez de me limpar depois de tomá-lo, eu levaria ambas grandes mãos ao chão, e puxaria lama e água para o alto, para me proteger da rajada de veneno, e é claro, depois de jogar a lama e água, eu cobriria o rosto, principalmente por onde poderia entrar o veneno.

Se o animal viesse com um ataque massivo que eu não pudesse fugir, ou que houvesse menor chance de fugir correndo ou saltando, eu teria que fazer outra escolha, porque correr tanto já começaria a me deixar cansado. Eu tentaria ficar debaixo do lugar onde já havíamos ferido, e puxaria minhas armas, pistola em uma mão e escopeta em outra e tentando usar a cauda para segurar a ultima pistola, precisava de todo poder de fogo possível. Eu tentaria ficar debaixo do ferimento já causado e piorado, e dispararia tudo para fazer o buraco ser grande o suficiente para eu passar. E eu usaria do buraco para não ser esmagado, e sim entrar dentro do animal.

OFF:
 

Tecnica:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

narração:
fala
Narração


Última edição por Suchiro em Qui 12 Maio 2016, 21:41, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 5 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.
Voltar ao Topo 
Página 5 de 27Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 16 ... 27  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Lvneel Kingdom-
Ir para: