One Piece RPG
First Chronicle - Página 8 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» O que me aguarda em Ponta de Lança? Espero que belas Mulheres, hihihi
First Chronicle - Página 8 Emptypor Pippos Hoje à(s) 20:09

» [mep] Luna
First Chronicle - Página 8 Emptypor lunabrag Hoje à(s) 19:46

» [mini-luna] Afiando
First Chronicle - Página 8 Emptypor lunabrag Hoje à(s) 19:44

» Tony Redstorm
First Chronicle - Página 8 Emptypor Dante Hoje à(s) 18:26

» Ep 1: O médico e o marinheiro
First Chronicle - Página 8 Emptypor Rangi Hoje à(s) 18:22

» 2° Versículo - Return in Peace!
First Chronicle - Página 8 Emptypor ADM.Kiodo Hoje à(s) 17:59

» Sonny Delahunt
First Chronicle - Página 8 Emptypor Shogo Hoje à(s) 17:31

» [FICHA]Zeus
First Chronicle - Página 8 Emptypor Thomas Torres Hoje à(s) 17:02

» Making Wonderful Land a Real Wonder
First Chronicle - Página 8 Emptypor Achiles Hoje à(s) 16:18

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
First Chronicle - Página 8 Emptypor Kyo Hoje à(s) 16:00

» Lilith BlackWater
First Chronicle - Página 8 Emptypor Skÿller Hoje à(s) 15:50

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
First Chronicle - Página 8 Emptypor K1NG Hoje à(s) 15:04

» Ato III: Not Fast but Furious
First Chronicle - Página 8 Emptypor Yamazaki Raizo Hoje à(s) 14:36

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
First Chronicle - Página 8 Emptypor DarkWoodsKeeper Hoje à(s) 12:16

» X - A vontade de um Rei
First Chronicle - Página 8 Emptypor Kekzy Hoje à(s) 12:09

» [Mini-DarkJohn] O começo de algo
First Chronicle - Página 8 Emptypor DarkJohn Hoje à(s) 11:34

» Mess in Grand Line: The Red-Haired Arrived
First Chronicle - Página 8 Emptypor Akise Hoje à(s) 10:13

» LightPoint!Os herois e amigos se reunem novamente!
First Chronicle - Página 8 Emptypor Noah Hoje à(s) 08:53

» Cap 4: O Silêncio dos Inocentes
First Chronicle - Página 8 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 04:42

» [Mini- Yoru] Aula de kenjutsu!
First Chronicle - Página 8 Emptypor Yoru-san Hoje à(s) 04:00



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 First Chronicle

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 71
Warn : First Chronicle - Página 8 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

First Chronicle - Página 8 Empty
MensagemAssunto: First Chronicle   First Chronicle - Página 8 EmptyTer 19 Jan 2016, 16:41

Relembrando a primeira mensagem :

First Chronicle

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Anelise Silverburgh. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
anthic
Ciel Noir
Ciel Noir


Data de inscrição : 29/11/2013

First Chronicle - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 8 EmptyTer 01 Mar 2016, 23:33




Inicio do Aprendizado de Sedução


Ver a cara de Jack olhando fixamente para um dos rapazes que entrou no bar foi impagável. Realmente era uma biba assumida e sem medo de ser feliz. Depois de alguns segundos, ele voltava a si, vendo que Anne esta observando-o, interessada no que aquilo ia dar. Esboçava um sorriso pervertido para a moça. "Realmente é um desperdício... Um homem bonito desses gosta de pole dance... Eh..." Era pega de guarda baixa quando ele se aproximava, puxando-a para próximo dele. - Você, bonita desse jeito, não sabe usar esse charme para conseguir as coisas certas. - Voltava a olhar para o rapaz, sentado e conversando com o amigo, obnubilado às intenções de Jack.

O mesmo olhava para Anne de cima em baixo, como se estivesse medindo algo, assentindo com a cabeça. - Meu amor, vou te ensinar a usar esse seu rostinho lindo pra alguma outra coisa além de servir de paisagem. Hehehehehe~ - Ele soltava uma risada pervetida que chegava a dar calafrios em Anne. Não sabia ao certo como reagir, além de nunca ter precisado de muito mais do que algumas palavras, uma piscadela e todos estarem aos seus pés. Só que se aprendesse algo mais útil do que isso, realmente era bem vindo. Jack voltava para a posição de um barman respeitável (como se isso fosse possível). - Me diga... Já seduziu alguém? - Anne só conseguia erguer uma sobrancelha e abrir um sorriso sardônico. - É uma pergunta séria? - A jovem tinha como hábito ser o centro da atenção, conseguir as coisas com algumas palavras. Se ela já havia seduzido alguém??

Só que as próximas palavras de Jack traziam uma nova realização para ela. - Pelo que eu to vendo, o máximo que você consegue é que as pessoas tenham uma vontade quase incontrolável de montar em você, quantas vezes for possível. Mas e aí? E depois? - Ele dava um sorriso, dando alguns segundos para ela perceber que era verdade. No máximo ela se insinuava para alguém e as coisas mais ou menos aconteciam conforme a vontade dela. Já teve vários momentos em que teve problemas e precisou se virar para escapar de uns caras mais barra pesada. No fim, apenas o seu corpo havia causado impacto, era isso, sedução? Preferia ficar em silêncio. - Heh~ To vendo que entendeu que só dar uma chave de boceta não é o suficiente. Meu amor, deixa eu te falar. Sedução é a arte de fazer quem você quiser comer na sua mão. De pensar em você a cada momento e querer te agradar de todo modo por não conseguir ficar longe!

Jack começava a infatuar-se e se inspirar, como se sua fala fosse um discurso humanitário de um ganhador do nóbel. - Sedução tem a ver com linguagem corporal, o olhar, o movimento da boca, o tom de voz. É o controle absoluto sobre as duas cabeças. É a submissão total da sua vítima, ao ponto que ela é incapaz de pensar em mais nada, a não ser você. Sedução não é o acender de uma chama incontrolável. Isso você faz só de rebolar por aí que nem uma cadela no cio. Sedução é a arte de entrar na alma dos outros, brincando com seus desejos e fantasias, e colocar uma algema. E se você for boa o suficiente. Uma algema que nunca pode ser removida, heheheheh~ - O que Anne fez até então parecia brincadeira de criança. Jack, no fundo, bem no fundo, era um cara bem perverso. E a morena precisava admitir que gostava daquilo. Bastante. A ideia de algemar as pessoas com uma força invisível e torná-las completamente submissas parecia um tanto quanto... tentadora. - Estou a ouvidos.

O mesmo sorriso perverso de Jack, surgia no rosto de Anne. Ele aproximava o rosto do dela, lentamente. Com o indicador, tocava no queixo dela, fazendo com que ela, inconscientemente passasse os olhos dela pelos dele, vendo que estava olhando para a boca dela, infatuado. Enquanto seus lábios estavam entreabertos, perdidos em um mundo alheio. O hálito fresco chegava às suas narinas. Seu corpo ia pendendo para frente lentamente, como se fosse beijá-la, mas passava direto, próximo à sua boca, indo até sua orelha, com uma voz profunda e mansa. - Seduzir não é ser uma vadia, mostrar decote e abrir as pernas pro primeiro ricasso que passar. Tem a ver com o imaginário. A indução da imaginação até uma jaula em que você controla tudo que entra e sai da cabeça da pessoa, até que a única coisa que fica lá dentro é a sua imagem. - Ele se afastava de Anne, a deixando um pouco ofegante. Balançava a cabeça, entendendo um pouco do que ele estava falando.

Ficaram conversando por vários minutos, Jack explicava diversas técnicas relacionadas ao que poderia fazer. Anne, como já passou grande parte da vida nesse meio, não tinha dificuldade em entender porque fazia algumas coisas, o que não fazer mais. E o que podia adicionar ao seu arsenal para que tivesse mais efeito. De acordo com as orientações de Jack, permanecia trocando olhares com o outro rapaz da dupla que havia entrado. Rapidamente abaixando o rosto, mimetizando a ruborização do rosto, e logo olhava para Jack, sem antes olhar na direção novamente. Isso servia para fazer a outra parte ganhar confiança em se aproximar, e ainda, de guarda baixa. Depois de algum tempo, o rapaz não aguentou mais esperar e se levantou. Claro que Jack, percebendo a chance (se já não fosse esse o plano dele desde o início), deixou Anne para conversar com o jovem e foi para a mesa conversar com o que ele esteve de olho desde o início.

Com a aproximação, Anne esboçava um sorriso tímido, ajeitava o cabelo lentamente atrás da orelha, exibindo 'acidentalmente' sua nuca, e naturalmente deslizava a mesma mão pela nuca até chegar até a clavícula. Os olhos do rapaz acompanhavam todo o movimento até chegar no decote comportado dela, e ser obrigado a olhá-la novamente para não parecer um pervertido. Colocava a mão livre entre as pernas, chamando atenção novamente do rapaz, que passava os olhos pelo corpo perfeito da morena, não conseguindo conter a saliva e engolindo seco. A mão entre as pernas logo se movimentava, indo para o copo que Jack havia deixado estrategicamente próximo. O movimento delicado, fluido e calculado. Fazia Anne ao levá-lo próximo dela, acariciando as bordas com o indicador livre, produzindo um som agradável, tirando-o do momento de contemplação que se encontrava.

Finalmente, depois de Anne ter tomado a total dominância naquele breve início, o rapaz finalmente tinha coragem de falar. - Tudo bem? Posso te acompanhar em um drink? - Anne apenas sorria, misteriosamente, virando o corpo para o balcão e levando o copo aos lábios. Lentamente os abria, deixando o vidro gelado tocar a parte inferior e um pouco da bebida passar pela sua boca. Passava levemente a língua sobre o local umedecido e o mordia lentamente, sem se dar ao trabalho de olhar para o rapaz. Ele fazia um sinal apressado para uma atendente, subordinada de Jack, para trazer um drink igual ao de Anne. E quando se virava de volta, ela estava com o pescoço apoiado nas mãos, enquanto o cotovelo pendia no balcão. Seus olhos dourados olhavam atentamente para o rapaz, como se dissessem 'me divirta, se for capaz'.

Ele bem que queria dizer algo, engajar em uma conversa. Falar de todas as coisas que já fez e já viu. Impressionar uma bela moça que estava em sua frente. Mas tudo que pensava e achava pareciam tão insignificantes diante dela. Não conseguia encontrar palavras, aquilo jamais havia acontecido. Por mais que fosse a mulher mais linda, de longe, que já havia visto na vida, não era um garotinho inexperiente. Mas não conseguia entender o motivo de estar tão perdido em uma rede inescapável. Sentia-se sem forças, impotente de continuar. Sua auto-estima degradada e toda vez que piscava, a única coisa que conseguia ver era aquele rosto angelical. Ela não havia dito sequer uma palavra e o efeito era daquela magnetude. Imagine se já tivesse partido para a próxima etapa. Só que parecia não ter necessidade. O rapaz a observava, sem querer perder nenhum detalhe, enquanto a jovem deixava o copo 99% cheio no balcão, e se levantava na direção dele.

Uma emoção indescritível surgia em seu peito. Como se ele estivesse sendo aceito por uma deusa. Ela se aproximava cada vez mais dele, em um movimento lento e tranquilo, até que virava o rosto, como se jamais tivesse a intenção de dar uma chance à ele. Via-a esboçar um sorriso empático, conquanto cruel. Parecia estar sorrindo para um animal de estimação. Aquilo definitivamente fez o coração do rapaz despedaçar. Mantinha os lábios entreabertos, vacilando seus olhos com os deles. O indicador passava por baixo de seu queixo, fazendo-o perder o controle sobre os próprios membros. E a sua voz melodiosa, profunda e ao mesmo tempo carinhosa e tenra, soava próximo dele. Só que, até o fim, Anne sequer se deu o trabalho de se comunicar com o jovem. Vendo que Jack já havia saido do bar com o outro rapaz, era hora de deixar o ambiente também. - Coloque o drink na conta dele... - Falava com a atendente, deixando o bar.

Fim do Aprendizado


E então todos sairam felizes. Anne com sua nova habilidade a ser utilizada em prol de seus próprios interesses nefastos (pobre Iara), Jack com seu bofe e todos nadando em um pote de ouro sob o arco-íris da homossexualidade. Nada como mais um dia comum na vida de Anelisa Silverbugh. "Sério, comum? Hoje é aquele fucking dia! O dia do maior show que essa ilhazinha já viu, e vem com essa de dia comum?!? Qual seu problema??" Tirando os, cada vez mais frequentes, surtos psicóticos achando que existe uma entidade superior controlando todas as suas ações... *coff coff*...

Anne decidia por ir ao 'Big House of Shows' para ver como as coisas estavam indo. Mais especificamente, para encontrar com o rapaz que a havia contratado pela primeira vez. Sabendo que revolucionários estavam presentes naquele local, e com planos malévolos, eles só tinham dois alvos a curto prazo. A marinha e a apresentação. E do jeito que a sua sorte com os céus estava indo desde que resolveu sair de Centaurea Island, provavelmente iriam fazer alguma coisa para tentar ofuscar o seu brilho. "E isso eu não posso permitir! Recalcados!" Iria direto para lá, e caso chegasse, procuraria por algum rosto familiar, ou na pior das hipóteses procuraria por algum atendente. - Oi, tudo bem? O Kaneki tá por aí? Eu tenho o show aqui hoje de noite e queria saber como as coisas estão indo... - Esboçava o sorriso mais doce e cativante que era capaz. O suficiente para que países entrassem em guerra.

Citação :
Posts: 35

Objetivos:
- Entrar na Marinha
- Completar 2 1 missões
- Adquirir vantagens Ambidestria e Temperamento Calmo
- Adquirir vantagem Boa Fama pelo ofício Artista - Melodia Escarlate
- Aprender as perícias Sedução e Hipnose
- Se tornar uma Popstar!

Localização:
- Baterilla

Ganhos:
- Violino
- Alistamento na Marinha
- 1 Missão Completa
- Uniforme da Marinha
- Botas lvl 1
- Espada lvl 1
- Pistola lvl 1
- Adaga lvl 1
- Dinheiro das carteiras

Perdas:
- Boné da Marinha

Relações:
- Moira: Ruiva de corpo voluptuoso que possui cargo na marinha mais elevado que Anne. Está em uma amizade colorida com a mesma, em que ambas não sabem onde é que se situam nessa relação. É fria, distante e orgulhosa.


Última edição por anthic em Dom 06 Mar 2016, 23:13, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dragonmbr
Civil
Civil
Dragonmbr

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 8 5010
Masculino Data de inscrição : 01/04/2013
Idade : 24
Localização : Casa da mãe joana

First Chronicle - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 8 EmptyQui 03 Mar 2016, 19:35

NARRAÇÃO


Após ter uma pequena aulinha de como seduzir os outros, Anelisa o deixou com seu Bofe e foi em direção ao seu futuro palco de apresentações, o tão famoso a caminhada, não foi tão longa 'Big House of Shows' era até bem próximo do bar do Jack , então não demorou muito para Anelisa notar um grande grupo de marinheiros ao redor do 'Big House of Shows' eles estavam fuçando em tudo, procurando qualquer prova que os ligassem aos revolucionários.

Ao se aproximar mais viu Iara junto com os marinheiros, ela estava com orelhas e bocejando, ela estava comandando os marinheiros, na investigação, ao se aproximar mais , Anelisa encontrou um rosto familiar, era uma mulher um pouco velha, que estava junto com Keneki da ultima vez que falou com ele, Anelisa não tinha dado muita atenção para ela no outro dia, mas agora era diferente, se aproximou da senhora que não parecia nada contente e falou- Oi, tudo bem? O Kaneki tá por aí? Eu tenho o show aqui hoje de noite e queria saber como as coisas estão indo... - a velha olhou para ela com uma cara até que feliz, a viu com o uniforme da marinha novamente fez uma cara carrancuda, -Pergunte para seus amigos da marinha, algum desgraçado falou que ele estava tramando com os revolucionários, levaram Kaneki para interrogatório.... há e sobre seu show hoje a noite, Esquece!!!! - após isso a velha saiu e entrou no estabelecimento, pelo visto não iria ter show hoje a noite, e dificilmente alguém da marinha iria se apresentar tão cedo naquela casa noturna, antes de ir Analisa foi capaz de ouvir a mesma velha falar com os outros funcionários, -É realmente uma pena, mas não temos como avisar os clientes, eles iram ficar pro lado de fora, vai demorar dois dias para arrumarmos a bagunça que os marinheiros estão fazendo, só espero que Kaneki esteja bem. - Pelo visto avisar que Kaneki estava conversando com um revolucionário, não foi uma boa idéia, Iara ainda estava a vista o que Anelisa iria fazer?





off:Malz a demora.... e parece que o tiro saiu pela culatra To nem aí!



____________________________________________________

Link(s) da(s) Ficha(s):[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


tédio....:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
anthic
Ciel Noir
Ciel Noir
anthic

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 8 10010
Feminino Data de inscrição : 29/11/2013

First Chronicle - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 8 EmptyQui 03 Mar 2016, 20:15




Ao escutar aquelas palavras: 'Esquece', foi como uma bomba nuclear que detonou dentro da cabeça de Anne. Viu por um momento seus objetivos, seus sonhos, tudo que planejou ir por água abaixo. E o motivo? Iara. Bem, não necessariamente. Afinal, o motivo era uma recaída, achando que era uma boa pessoa por um momento. Heh~ Quem queremos enganar, Annie só fez isso com medo de explodirem o show dela e acabar sujamento permanentemente a imagem dela como artista. Ao invés de Melodia Escarlate, ia virar Melodia Sangrenta. Não é exatamente um bom nome a ser conhecida. Queria voar no pescoço da ruiva e fazê-la tirar todos aqueles imbecís paus-mandados da marinha daquele lugar e liberarem o espaço pra ela. Só que... Acabou tendo uma ideia melhor.

Se aproximava da senhora, encostando no ombro dela. Esboçava o sorriso mais fofo, carismático e envolvente que era capaz. - Olha, a marinha está fazendo isso pelo bem da população, e do seu estabelecimento. Imagine só, vai que os revolucionários explodem uma bomba no meio do show? Acho que vocês nunca mais conseguiriam promover nada, isso é, se sobrevivessem... - Seus olhos pareciam sorrir por um momento, quando dava a solução. - E se não acontecer o show, vai sujar permanentemente a reputação da 'Big House of Shows'. Que tal fazermos o evento ali perto, no porto? Montamos o equipamento em um dos navios da marinha, pra servir de palco, que não deve demorar muito! E ainda vai ter a proteção de dezenas de marinheiros a mais do que o normal.

Olhava para a ruiva, chamando ela e fazendo a carinha do gatinho do Shrek, potencializado mil vezes. - O que acha, Tenente Iara? Podemos pegar um barco da marinha emprestado? Afinal, o lugar mais seguro nesse momento vai ser próximo do QG. E ainda podemos aproveitar o luar no mar para fazer uns efeitos que todo mundo vai adorar! O que acha da ideia? - Anne observava as reações da senhora com a esperança que aquilo funcionasse. Claro, dependia do aval da ruiva para pegar um navio da marinha emprestado. Levar os instrumentos e maquinário pra lá não iria demorar muito. Ainda mais envolvendo marinheiros. É claro que qualquer coisa levada teria que ser vistoriada antes de sair dali, mas nada que fosse atrapalhar o andamento das coisas.

Citação :
Posts: 36

Objetivos:
- Entrar na Marinha
- Completar 2 missões
- Adquirir vantagens Ambidestria e Temperamento Calmo
- Adquirir vantagem Boa Fama pelo ofício Artista - Melodia Escarlate
- Aprender as perícias Sedução e Hipnose
- Se tornar uma Popstar!

Localização:
- Baterilla

Ganhos:
- Violino
- Alistamento na Marinha
- 1 Missão Completa
- Uniforme da Marinha
- Botas lvl 1
- Espada lvl 1
- Pistola lvl 1
- Adaga lvl 1
- Dinheiro das carteiras

Perdas:
- Boné da Marinha

Relações:
- Moira: Ruiva de corpo voluptuoso que possui cargo na marinha mais elevado que Anne. Está em uma amizade colorida com a mesma, em que ambas não sabem onde é que se situam nessa relação. É fria, distante e orgulhosa.
- Yuki: Marinheiro que Anne tem uma relação distante, realizou uma única missão com ele.

____________________________________________________



[Você precisa estar
registrado e conectado para ver esta imagem.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dragonmbr
Civil
Civil
Dragonmbr

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 8 5010
Masculino Data de inscrição : 01/04/2013
Idade : 24
Localização : Casa da mãe joana

First Chronicle - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 8 EmptySex 04 Mar 2016, 16:23

NARRAÇÃO


O mundo de Anelisa abalou quando ouviu as palavras da velha, Anesa tentou se aproximar da velha para negociar com ela, mas era tarde demais a velha já havia entrado no estabelecimento e se trancou em um dos quartos que a marinha já havia revistado, então tudo que restou ,  foi falar com a iara, - O que acha, Tenente Iara? Podemos pegar um barco da marinha emprestado? Afinal, o lugar mais seguro nesse momento vai ser próximo do QG. E ainda podemos aproveitar o luar no mar para fazer uns efeitos que todo mundo vai adorar! O que acha da idéia? a tenente olhou para Anelisa com um rosto serio  misturado com incredualidade-Voce ficou louca????????? Se eu fizer isso eu perco meu emprego. -


A resposta da tenente não foi bem o que Anelisa queria e isso ficou evidente para tenente, que conhecia cada centímetros do corpo de Anelisa, a  tenente  novamente falou, só que desta vez em um tom normal de voz  de desculpa-Escute, não posso envolver a marinha em um show, isso seria loucura é pedir para perder o meu emprego e posso ir para cadeia se usar um navio de guerra como palco para show..... Mas os clientes ainda não foram anunciado do cancelamento, você pode se apresentar na rua mesmo, como artista de rua eles com certeza vão vim para essa rua. -, a Tenente dava a dica, agora já se passava do meio dia e a barriga de anelisa estava começando a roncar




off: sua persuasão não é tão alta assim To nem aí!  malz post bosta,

____________________________________________________

Link(s) da(s) Ficha(s):[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


tédio....:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
anthic
Ciel Noir
Ciel Noir
anthic

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 8 10010
Feminino Data de inscrição : 29/11/2013

First Chronicle - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 8 EmptySab 05 Mar 2016, 10:17




Em uma única frase, Iara conseguia destruir todas as ideias de Anne, e junto disso, a ideia que tinha em criar um show grandioso. Estava ficando cada vez mais difícil manter a calma, afinal... Era culpa dela! - Iara, meu anjo. - O tom da morena era especialmente ríspido, e continha um fundo gélido incapaz de ser escondido. - Se eu não vou conseguir me apresentar nessa casa de shows hoje, é culpa sua. Tive uma ideia para corrigir o problema que você me criou, e você veta. E agora quer que eu faça o meu show, o meu primeiro show de verdade, no meio da rua?? - Lançava as palavras de ressentimento, respirava por um momento, ganhando a tranquilidade e a calma que precisava.

Anne não era do tipo que demonstrava suas emoções facilmente, apesar de um pequeno deslize, acabava dizendo mais do que deveria. E vendo que o estrago estava feito, precisava se corrigir imediatamente. - Já que você não pode envolver a marinha em um show, vou te dar a solução pra pegar os revolucionários. Que tal usar a apresentação como isca? Já que o objetivo dos revolucionários é abalar o poder da marinha na ilha, nada melhor como um evento em grande escala em um local inesperado, bastante patrulhado pela marinha e controlado militarmente. Não tem nenhum outro evento nos tempos próximos que eles possam usar, então eles provavelmente vão tentar se aproveitar disso da melhor maneira possível. Se der errado, isso é, nada acontecer, você usa a desculpa que eles não compraram a isca. Se der certo, parabéns, vai ser promovida. - Todas as palavras eram ditas com a tranquilidade de alguém no controle, mantendo o contato visual sem cessar. Faria de tudo para que sua primeira experiência no estrelato fosse um sucesso, nem que tivesse que mobilizar toda a ilha pra isso!

Citação :
Posts: 37

Objetivos:
- Entrar na Marinha
- Completar 2 1 missões
- Adquirir vantagens Ambidestria e Temperamento Calmo
- Adquirir vantagem Boa Fama pelo ofício Artista - Melodia Escarlate
- Aprender as perícias Sedução e Hipnose
- Se tornar uma Popstar!

Localização:
- Baterilla

Ganhos:
- Violino
- Alistamento na Marinha
- 1 Missão Completa
- Uniforme da Marinha
- Botas lvl 1
- Espada lvl 1
- Pistola lvl 1
- Adaga lvl 1
- Dinheiro das carteiras

Perdas:
- Boné da Marinha

Relações:
- Moira: Ruiva de corpo voluptuoso que possui cargo na marinha mais elevado que Anne. Está em uma amizade colorida com a mesma, em que ambas não sabem onde é que se situam nessa relação. É fria, distante e orgulhosa.
- Yuki: Marinheiro que Anne tem uma relação distante, realizou uma única missão com ele.

____________________________________________________



[Você precisa estar
registrado e conectado para ver esta imagem.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dragonmbr
Civil
Civil
Dragonmbr

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 8 5010
Masculino Data de inscrição : 01/04/2013
Idade : 24
Localização : Casa da mãe joana

First Chronicle - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 8 EmptyDom 06 Mar 2016, 13:39

NARRAÇÃO


Anelisa finalmente perdeu a paciência, se deixando levar pelo momento, e como toda criança mimada botou toda a culpa em outra pessoa - Iara, meu anjo.....Se eu não vou conseguir me apresentar nessa casa de shows hoje, é culpa sua. Tive uma ideia para corrigir o problema que você me criou, e você veta. E agora quer que eu faça o meu show, o meu primeiro show....- antes que Anelisa pudesse terminar de falar, Iara a interrompe a pegando pelo colarinho da camisa e a erguendo 2 centímetros do chão, o rosto da Iara estava quase da cor do seus cabelos, ela estava claramente em fúria, os outros marinheiros haviam se reunido em volta quando Anelisa havia começado reclamar, esse era o motivo da fúria de Iara, -Escute aqui sua garota mimada, muitos foram expulsos da marinha por menos, não vou tolerar gesto de rebeldias de subordinados quer eu goste deles ou não, entendeu? - quando falou chacoalhou um pouco Anelisa, fazendo sua camisa rasgar um pouco na parte da frente, deixando seu busto mais destacado ainda, após isso Iara largou Analisa a deixando seus pés tocar no solo novamente.

- Já que você não pode envolver a marinha em um show, vou te dar a solução pra pegar os revolucionários. Que tal usar a apresentação como isca? Já que o objetivo dos revolucionários é abalar o poder da marinha na ilha, nada melhor como um evento em grande escala em um local inesperado, bastante patrulhado pela marinha e controlado militarmente. Não tem nenhum outro evento nos tempos próximos que eles possam usar, então eles provavelmente vão tentar se aproveitar disso da melhor maneira possível. Se der errado, isso é, nada acontecer, você usa a desculpa que eles não compraram a isca. Se der certo, parabéns, vai ser promovida. - Mais uma vez analise, falou, com sua voz maravilhosa de um modo mas tranqüilo, mas Iara ainda estava nervosa com a falta de respeito que Anelisa teve -Por que caralhos os revolucionários iriam atacar um show????? Revolucionários só se importam com a marinha eles não atacam civis, não vou botar nem um dos meus marinheiros para te proteger, se quiser faça a porcaria do seu show na rua, como uma mendiga o-

Após isso a tenente falou em alto e bom som para todos os marinheiros em serviço -Vamos embora, aqui não tem nada de importante. - Após isso todos os marinheiros foram embora, deixando o estabelecimento uma bagunça, havia varias coisas reviradas, moveis pro lado de fora, e documentos espalhados, sendo levados para longe pelo vento, a barriga de Anelisa roncava mais ainda, ela estava faminta, não havia comido nada hoje.






____________________________________________________

Link(s) da(s) Ficha(s):[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


tédio....:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
anthic
Ciel Noir
Ciel Noir
anthic

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 8 10010
Feminino Data de inscrição : 29/11/2013

First Chronicle - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 8 EmptyDom 06 Mar 2016, 14:00




Cada palavra de Iara deixava Anne mais e mais enfurecida. Se tivesse ficado quieta sobre tudo aquilo, nada teria dado errado. As coisas continuariam fluindo como deveriam e a sua jornada incrível começaria a fazer sentido. Teria um destino a seguir. E agora, tudo jogado pelos ares em uma explosão de coincidências que pareciam fazer de propósito. Nesses momentos em que as coisas vão por água abaixo e tudo parece ir contra o que imaginava, algumas pessoas perdem a razão e partem para fazer algo louco, ou até entram em colapso. Já outras permanecem com uma tranquilidade beirando a frieza, calculam suas ações e determinam o melhor caminho a seguir.

Por mais enfurecida que Anelise estivesse, respirava fundo e entrava em um estado de profunda calma. "Já que a marinha não tem intenção em reconhecer o trabalho feito, não é cortez em devolver a bondade que foi realizada... Não preciso deles, e quando perceberem que eles precisam de mim... Já vai ser tarde demais!" Sua barriga revolvia sobre si mesma em uma cólica irritante devido à fome, só que tinha algo mais importante a resolver antes disso. Com passos determinados e uma expressão impassível, iria direto para o seu quarto no QG. Colocaria as suas mesmas roupas que havia lavado depois de viajar de Centaurea Island para Baterilla, uma calça comprida vinho que valorizava suas curvas e uma blusa branca com uma estampa de notas musicais em vinho.

Organizando meticulosamente o seu uniforme de marinheira, pegava suas coisas e iria para o local que guardam armas. Devolveria a bota e a espada que havia pego, ficando apenas com a pistola e a adaga. Iria para a secretaria entregar o uniforme e pegar qualquer salário que tivesse por resolver missões, e falaria com a pessoa. - Sou Anne, e estou me desligando da marinha. - Não tinha nenhum vínculo emocional com aquele lugar. Iara era seu brinquedinho e a organização em si era apenas um meio para atingir um fim mais facilmente. Não queria perder mais tempo do que necessário.

Sem demorar muito, evitando entrar em contato com outros marinheiros, especialmente uma ruiva incômoda, iria para o bar do Jack. Antes de entrar, massageava as bochechas, transformando a frieza em um sorriso confortável. Entraria e iria direto para o balcão, se sentando diante do homossexual, caso ele estivesse lá. - Ah Jack... Por que os melhores são assim? Que desperdício... - Piscaria uma vez para ele, mostrando a língua. Deixando que seu estômago reclamasse por um momento, antes de ruborizar o rosto. - O que de gostoso, e que não seja banhado a óleo, você tem aqui pra comer?

Aguardaria que fosse servida, e tentaria conversar com ele. - Então, larguei a marinha e quero virar uma caçadora de recompensas, como que eu faço? - Aguardaria a resposta dele, caso viesse, e continuaria. - Também quero chegar na Grande Rota o mais rápido possível, tem algum jeito de fazer isso por aqui? - Dava de ombros, esperava que tivesse boas notícias, mas logo depois ficava genuinamente triste pelo que estava acontecendo. - Ah é... Ficou sabendo que a marinha deixou o 'Big House of Shows' de cabeça pra baixo e meu show vai ser cancelado? Não sei o que fazer... Hyahahah! Aquela tenente ainda mandou eu me apresentar no meio da rua que nem uma mendiga. - Dava de ombros, revirando os olhos. Era o nome dela que estava na linha. E se fosse necessário, iria mesmo fazer isso. Só que qualquer outra ideia era bem-vinda.

Citação :
Posts: 38

Objetivos:
- Entrar na Marinha
- Completar 2 1 missões
- Adquirir vantagens Ambidestria e Temperamento Calmo
- Adquirir vantagem Boa Fama pelo ofício Artista - Melodia Escarlate
- Aprender as perícias Sedução e Hipnose
- Se tornar uma Popstar!

Localização:
- Baterilla

Ganhos:
- Violino
- Alistamento na Marinha
- 1 Missão Completa
- Uniforme da Marinha
- Botas lvl 1
- Espada lvl 1
- Pistola lvl 1
- Adaga lvl 1
- Dinheiro das carteiras

Perdas:
- Boné da Marinha

Relações:
- Moira: Ruiva de corpo voluptuoso que possui cargo na marinha mais elevado que Anne. Está em uma amizade colorida com a mesma, em que ambas não sabem onde é que se situam nessa relação. É fria, distante e orgulhosa.
- Yuki: Marinheiro que Anne tem uma relação distante, realizou uma única missão com ele.

____________________________________________________



[Você precisa estar
registrado e conectado para ver esta imagem.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dragonmbr
Civil
Civil
Dragonmbr

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 8 5010
Masculino Data de inscrição : 01/04/2013
Idade : 24
Localização : Casa da mãe joana

First Chronicle - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 8 EmptySeg 07 Mar 2016, 17:09

NARRAÇÃO


Anelisa realmente ficou nervosa, com o modo de que foi tratado pela sua amante, e foi marchando para o QG, mais especificamente para seu quarto, vestiu suas roupas normais e pegou seus pertences, após isso foi até quarto das armas e devolveu sua bota e espada, o atendente achou estranho mas não falou nada, ainda nervosa foi até a secretaria do QG e entrou seu uniforme, - Sou Anne, e estou me desligando da marinha. - o atendente era um velho gordo, o olho dele expressavam curiosidade, mas apenas pegou as roupas e entregou um envelope, com o nome de Anne escrito no mesmo,dentro do envelope havia 40.000 B,agora Anelisa já havia lucrado, 45.000 B, se contasse o dinheiro achado na carteira,assim que o atendente entregou o envelope a Tenente Iara passou no corredor, olhou aquela sena e percebeu do que se tratava era evidente um olhar de tristeza nos olhos da Tenente, mas ela não falou nada, apenas continuou andando.

Após entregar o seu uniforme e receber o dinheiro fruto do seus esforços Anelisa foi para o bar do Jack, antes de entrar tentou disfarça o seu mal humor, e se sentou em frente ao seu amigo e começou a falar - Ah Jack... Por que os melhores são assim? Que desperdício...- os olhos de Jack se mostravam curiosos, mas ele não perguntou nada, sabia que cedo ou tarde, Anelisa iria contar por ela mesmo o motivo de tal reclamação,anelisa ficou um pouco envergonhada pelo ronco de sua barriga, Jack apenas sorriu ouvindo anelisa falar - O que de gostoso, e que não seja banhado a óleo, você tem aqui pra comer?- Jack apenas fez um sinal para uma de suas atendentes, e a mesma começou a fazer um prato.


Enquanto o prato estava sendo feito Anelisa continuou a falar com Jack, - Então, larguei a marinha e quero virar uma caçadora de recompensas, como que eu faço? - Jack apenas respondeu a pergunta, como se fosse obvio, -Pegue alguém com recompensa, muito simples.- novamente Anelisa falou - Também quero chegar na Grande Rota o mais rápido possível, tem algum jeito de fazer isso por aqui? - Jack agora pensou mais um pouco e falou, -conheço tres novatos que estão indo para GL, eles são músicos,aposto que vai gostar deles, mas tem certeza que quer ir para GL? lá e um lugar perigoso. - após isso o prato de Anelisa finalmente chegou, era um prato de estrogonofe de frango também havia arroz e um pouco de batata palha, - Ah é... Ficou sabendo que a marinha deixou o 'Big House of Shows' de cabeça pra baixo e meu show vai ser cancelado? Não sei o que fazer... Hyahahah! Aquela tenente ainda mandou eu me apresentar no meio da rua que nem uma mendiga. - A voz de Aneliza agora era triste, evidente de que estava chateada, -Se quizer posso te ajudar com isso, posso montar um palco improvisado e chamar os três músicos para tocar também, seria uma ótima oportunidade para vocês se conhecerem.... Mas todo o lucro será meu... Em troca a sua comida e o necessário para viajar vai sair de graça, o que você acha? - o sorriso de Marcus era inocente o que Anelisa faria?





____________________________________________________

Link(s) da(s) Ficha(s):[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


tédio....:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
anthic
Ciel Noir
Ciel Noir
anthic

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 8 10010
Feminino Data de inscrição : 29/11/2013

First Chronicle - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 8 EmptySeg 07 Mar 2016, 17:29




Seus olhos acendiam com uma nova esperança ao escutar o que Jack estava oferecendo. Não é como se um palco improvisado fosse estar aos pés de toda uma estrutura montada especificamente para um grande show. Só que poder estar ali, onde quer que fosse, se apresentando, realmente trazia um novo ar de esperança para o dia terrível que estava tendo. Para um artista, sua imagem era a coisa mais importante. Pois é através dela que é promovido, que vende e lucra. E marcar um show para não acontecer definitivamente seria um grande golpe à imagem não-existente da morena. Por mais excitada que estivesse, fazia o possível para respirar fundo e manter a calma.

Fitava-o, intensamente. E esboçava um sorriso misterioso. - Jack, você é um safado, né? - Dava mais uma garfada, mastigando lentamente. Quanto sentia que tempo o suficiente havia passado, continuava. - Você sabe muito bem que o lucro desse show vai ser dez vezes maior que o gasto de alimentação e transporte, e mesmo assim não vê a hora de meter essas mãos de lobo no dinheiro! Humpf! - Dava de ombros, dando mais uma garfada na comida.

- Que tal fazermos algo mais realista, afinal, você vai ter o trabalho de organizar um evento que as pessoas já sabem que vai acontecer. Tudo que precisa fazer é montar um palco e chamar os músicos. A gente divide cinquenta-cinquenta. Sendo que 20% é meu e 10% de cada um dos outros músicos, além da alimentação e transporte para a Grand Line. Todos saem felizes, especialmente você, que não precisou gastar nada com publicidade. - Sorria, mordendo os lábios. E deixando seus olhos dourados cintilarem com a luz local.

Uma coisa tinha absoluta certeza: não podia se deixar vender barato. A partir do momento que fizesse isso, seu trabalho não teria mais valor. Sabia muito bem do que era capaz, e também sabia que Baterilla não poderia pagar à altura de suas habilidades. Se ele negasse de início, iria insistir mais um pouco, sem parecer afobada. Na pior das hipóteses, subiria em um telhado e tocaria de lá. Se ele insistisse, ela continuaria. - Setenta-trinta então. 15% meus e 5% de cada músico. Alimentação e transporte para a Grand Line e nenhum berrie a menos. - Se dissesse que não estava ficando nervosa, seria a maior mentira do mundo.

Sentia um calafrio para toda vez que Jack negava. E tinha medo que ele desistisse de patrocinar aquilo de uma hora pra outra. Vai que dá uma loca no viado e ele dá pra trás. Caso ele concordasse, apertaria a mão dele com uma cara de negócios. - Foi ótimo fazer negócios com você. Vamos conhecer os músicos? Eu fiz as partituras para as músicas e tenho que passar pra eles. - E caso ele não aceitasse... Bem, cada coisa de cada vez.

Citação :
Posts: 39

Objetivos:
- Entrar na Marinha
- Completar 2 missões
- Adquirir vantagens Ambidestria e Temperamento Calmo
- Adquirir vantagem Boa Fama pelo ofício Artista - Melodia Escarlate
- Aprender as perícias Sedução e Hipnose
- Se tornar uma Caçadora de Recompensas
- Chegar na 1ª ilha da Grand Line
- Se tornar uma Popstar!

Localização:
- Baterilla

Berries:
- 95.000

Ganhos:
- Violino
- Pistola lvl 1
- Adaga lvl 1
- 45.000 Berries

Perdas:
- Boné da Marinha
- Botas lvl 1
- Espada lvl 1
- Uniforme da Marinha
- Alistamento na Marinha

Relações:
- Moira: Tenente da marinha com quem Anne teve uma curta amizade colorida. É reservada com assuntos privados e detesta insubordinação. Anne tomou antipatia pela mesma por ter destruido seus objetivos imediatos, em troca de sua ajuda.
- Jack: Dono de um bar de caçadores de recompensa em Baterilla. É um homossexual assanhado que tem grande simpatia por Anne, e a recíproca é verdadeira.

____________________________________________________



[Você precisa estar
registrado e conectado para ver esta imagem.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dragonmbr
Civil
Civil
Dragonmbr

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 8 5010
Masculino Data de inscrição : 01/04/2013
Idade : 24
Localização : Casa da mãe joana

First Chronicle - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 8 EmptyQua 09 Mar 2016, 14:15

NARRAÇÃO


Embora tenha gostado da idéia, Anelisa não demonstrou ter gostando pelo contrario , - Jack, você é um safado, né? -, Jack não respondeu, apenas continuou com seu sorriso inocente e fez um olhar curioso, embora na realidade Jack sabia perfeitamente o que Anelisa iria falar, - Você sabe muito bem que o lucro desse show vai ser dez vezes maior que o gasto de alimentação e transporte, e mesmo assim não vê a hora de meter essas mãos de lobo no dinheiro! Humpf! -, Anelisa agora poderia perceber uma pontada de malicia no sorriso de Jack,- Que tal fazermos algo mais realista, afinal, você vai ter o trabalho de organizar um evento que as pessoas já sabem que vai acontecer. Tudo que precisa fazer é montar um palco e chamar os músicos. A gente divide cinquenta-cinquenta. Sendo que 20% é meu e 10% de cada um dos outros músicos, além da alimentação e transporte para a Grand Line. Todos saem felizes, especialmente você, que não precisou gastar nada com publicidade. - , o tom de malicia novamente havia sumido e Jack falava em um triste e uma voz afeminada -Eu gosto de você, mas eu iria sair no prejuízo...Sabe quantos custa um navio? - esse era um argumento forte, será que o show que Anelisa iria fazer realmente iria dar mais dinheiro do que o preços de um navio?.


- Setenta-trinta então. 15% meus e 5% de cada músico. Alimentação e transporte para a Grand Line e nenhum berrie a menos. - Jack respirava pesado, desanimado, Anelisa começaria a se questionar se havia perdido a oportunidade, o silencio durou 5 segundos, tempo que para Anelisa parecia uma eternidade, finalmente Jack disse com um sorriso no rosto e a voz animada enquanto apertava as bochechas de Anelisa com ambas as mãos, -Ok.... Eu concordo,mas só faço isso por que voce é muito fofa!!!!-o tom de voz dele era alto, fazendo com que todos do bar olhassem assustados e dessem uma risada, para logo em seguida voltar para a bebedeira, - Foi ótimo fazer negócios com você. Vamos conhecer os músicos? Eu fiz as partituras para as músicas e tenho que passar pra eles. - com a agilidade que faria um gato ter inveja Jack pula sobre o balcão, fala sorrindo empolgado -Então vamos!!! - .

Na caminhada, Anelisa percebeu que Jack rebolava mais do que ela quando andava e que estranhamente alguns homens preferiram olhar para Jack do que ela, embora a maioria preferisse olhar para ela, a caminhada foi de 30 minutos, conforme andava percebia que o bairro estava ficando cada vez mais bonito somente com casas consideradas mansões, antes de chegar na casa dos músicos, Analisa já consegui ouvir uma melodia se espalhar pelo ar, após ouvir a melodia não demorou muito para achar a fonte, era uma linda casa branca de dois andares, com detalhes em azul marinho, Jack entrou sem cerimônia, sem bater sequer na porta, ao entrar Anelisa deu de cara um grande sala de estar cheio de quadros lindos e enfeites caros, em um canto destacado na Sala havia um piano, quem estava tocando era uma linda mulher, ao lado dela sentado no mesmo banco estava dois lindos rapazes que tocavam violão-cela.

Eles tocavam, como se estivessem brigando, sem perder a melodia,sorrindo conforme um tentava expulsar outro do banco, a musica finalmente acabou, um dos homens de olhos azuis estava no chão caído, aos pés de Anelisa de costa para o chão, olhando para ela de baixo, ele estava encarando Aneliza com um sorriso no rosto, dando uma atenção especial para o busto da mesma, a garota deu um pulo do banco e foi correndo abraçar o Jack dando um selinho no mesmo, Jack se afastou com uma cara de nojo,fazendo a mulher dar risada, o homem de olhos de cores diferentes, apenas ficou olhando de longe e falou-Jack não me lembro de pedir para voce trazer uma linda garota para fazermos uma festinha particular...-o tom do rapaz suava serio, os outros dois(a mulher e o homen ainda caído) encararam o de olhos diferentes que rapidamente se corrigiu, -Pelo menos não hoje....- Jack apenas falou com o sorriso inocente, -Ela vai ser a nova companheira de banda de voces, garanto que a voz dela é linda, há vou fazer um show para vocês na frente daquela budega que se alto proclama a melhor casa de Show, estejam lá as 10 horas, fui..- Após isso Jack foi correndo em direção a porta, e sumiu de vista.




garota:
 

homens:
 

a musica e como eles estavam tocando:
 


Off: ia fazer voce ficar parada no bar, já que não fez ação saindo dele, mas já que não postei ontem decidi adiantar Fu feliz

____________________________________________________

Link(s) da(s) Ficha(s):[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


tédio....:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
anthic
Ciel Noir
Ciel Noir
anthic

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 8 10010
Feminino Data de inscrição : 29/11/2013

First Chronicle - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 8 EmptyQui 10 Mar 2016, 00:09




O resultado da negociação não havia sido tão bom quanto Anne esperava. Ganhar 15% do total dos lucros não parecia muito bem como um objetivo a ser buscado. Entretanto, limitava-se a aceitar o que estava ocorrendo. Afinal, se não fosse Jack, teria que se apresentar na rua, e ainda sem ganhar dinheiro nenhum. Arriscando sujar o próprio nome quase que permanentemente. "Argh!! Que raiva dessa Iara!! Ela não podia ser menos estúpida?? E ainda me olhou com aquela cara de cachorro pidão, que vontade de dar um tapa nela... Arf..." Aproveitava o caminho para o local em que os músicos estavam para se acalmar um pouco.

Acabava por reparar que Jack realmente era diferenciado. Anne achava que já rebolava o suficiente para levar qualquer um, de ambos os sexos, à loucura - só que depois de ver como seu companheiro caminhava, tinha que admitir que ele era impressionante. Ele podia não ter as curvas dela, graças a Deus, se não ser uma mulher perderia todo o sentido, mas não perdia no quesito da vadiagem. - Você sempre morou aqui, Jack? - Perguntava repentinamente, um tanto incomodada com o silêncio. - Essa coisa maravilhosa não parece ser natural de Baterilla!! Hyahaha~ - Fazia um sinal com a mão, mostrando todo o corpo dele. Conforme andavam, o bairro ficava cada vez mais chique até que chegavam em uma das mansões no local em que era possível escutar música.

Precisava tirar o chapéu, a construção era maravilhosa. Um branco elegante e bem organizado. Pena que tinha detalhes em azul e a fazia lembrar da marinha. Maldita marinha. "Toda vez que penso na sacanagem que fizeram me dá vontade de bater em alguém!!" Seguia Jack, que entrava na casa sem sequer bater na porta, finalmente vendo de onde vinha a música. Uma mulher tocava piano. "Nada mal..." Não sabia se comentava sobre a habilidade como música ou sobre a aparência da mesma. Os olhos passavam pelo resto do grupo, encontrando dois rapazes, um com olhos azuis brilhantes e o outro de olhos com cores diferentes, ambos muito bonitos. "Hmmmmmm... do tipo que eu gosto! Vou adorar esses dois! Espero que sejam solteiros..." Abria um sorriso pervertido, que logo desaparecia do rosto e mantinha uma expressão serena, aproveitando a apresentaçao.

Quando acabaram de tocar, o primeiro rapaz caiu no chão aos pés dela, e ficou encarando-a de uma forma um tanto quanto... safada. Gostava disso. "Está gostando do que vê?" Anne dava um sorriso amigável para o jovem no chão, estendendo a mão para ajudá-lo a levantar. Também não ligaria se fosse puxada para o chão por um rapaz bonito assim. O comentário do outro acabou pegando-a de surpresa, vale ressaltar que foi uma... ótima surpresa. - Hoje não? É uma pena... Podemos fazer amanhã? - Erguia uma sobrancelha e falava com uma seriedade que realmente não cabia à situação.

Aguardava Jack ir embora, e falava com o grupo. - Então, oi, tudo bem? Sou Anelisa, mas podem me chamar de Anne... Espero que nos dêmos bem! - Ajeitava os cabelos atrás da orelha e observava o grupo, na esperança que se apresentassem sem que ela precisasse pedir. Caso se apresentassem, ou não, tiraria as partituras que havia escrito para entregar ao big house of shows contendo títulos de músicas que ela havia composto como 'Halo' e 'Set Fire to the Rain' e entregava pra eles. - Vamos ter bastante tempo para nos conhecermos melhor... - Passava os olhos por cada um deles, com uma curiosidade misturada com desejo difícil de esconder, só que continuava. - Só que vocês precisam me ajudar nessa... A casa de shows... E a marinha... Me sacanearam e vocês são minha única esperança! Até convenci o Jack a pagar vocês... - Aguardaria a resposta deles. Caso quisessem treinar, tudo bem, iria acompanhá-los nisso. Caso contrário, ela mesma não precisava treinar as músicas que ela compôs. Ficaria conversando com o grupo e quem sabe 'se conhecendo melhor'.

Citação :
Posts: 40

Objetivos:
- Adquirir vantagens Ambidestria e Temperamento Calmo
- Adquirir vantagem Boa Fama pelo ofício Artista - Melodia Escarlate
- Aprender as perícias Sedução e Hipnose
- Se tornar uma Caçadora de Recompensas
- Se tornar uma Popstar!

Localização:
- Baterilla

Ganhos:
- Violino
- Pistola lvl 1
- Adaga lvl 1
- Dinheiro das carteiras

Perdas:
-

Relações:
- Moira: Tenente da marinha com quem Anne teve uma curta amizade colorida. É reservada com assuntos privados e detesta insubordinação. Anne tomou antipatia pela mesma por ter destruido seus objetivos imediatos, em troca de sua ajuda.
- Jack: Dono de um bar de caçadores de recompensa em Baterilla. É um homossexual assanhado que tem grande simpatia por Anne, e a recíproca é verdadeira.

____________________________________________________



[Você precisa estar
registrado e conectado para ver esta imagem.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




First Chronicle - Página 8 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 8 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
First Chronicle
Voltar ao Topo 
Página 8 de 9Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Centaurea Island-
Ir para: