One Piece RPG
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 2:13

» Hey Ya!
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 1:02

» Sophia Aldebaran Rockfeller
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 0:12

» Hitsujino Ukigumo Morone Antropfiev Nibelumgo Oam-oam
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 0:07

» Laith Kinder, a Serpente Vermelha
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 22:08

» A Ascensão da Justiça!
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 21:29

» The Hero Rises!
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor Achiles Ontem à(s) 20:32

» A primeira conquista
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor Misterioso Ontem à(s) 18:35

» Azura V. Pendragon
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 18:29

» Nova Ficha - Regina "Gina" Drake
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 17:33

» Regina Drake
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 17:31

» Capitulo II: Sangue e navalhas! O Golpe em Las Camp
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor Oni Ontem à(s) 13:44

» Art. 4 - Rejected by the heavens
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 6:47

» Que tal um truque de mágica?
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 3:17

» O catálogo continua, Baterilla a cidade da beleza
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor maximo12 Ontem à(s) 0:00

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor Licia Sex 27 Nov 2020 - 23:32

» Seasons: Road to New World
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor Volker Sex 27 Nov 2020 - 22:37

» Vol 1 - The Soul's Desires
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor Arthur Infamus Sex 27 Nov 2020 - 22:08

» VIII - The Unforgiven
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor GM.Alipheese Sex 27 Nov 2020 - 22:00

» The One Above All - Ato 2
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Emptypor CrowKuro Sex 27 Nov 2020 - 20:53



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 [CF] Primeiros passos em uma nova estrada

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11, 12  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Empty
MensagemAssunto: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 EmptyTer 5 Jan 2016 - 13:08

Relembrando a primeira mensagem :

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) Civis Gregory W Ross, Kurihara L Riki e Yukimura Sanada. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Meiko Matsunaga
Civil
Civil


Data de inscrição : 18/06/2013

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 EmptySex 12 Fev 2016 - 3:26


Aquilo foi a coisa mais surpreendente que poderia acontecer, eu até mesmo me belisquei para garantir que não estava sonhando no momento, porque aquela situação era completamente e totalmente impossível. Atualmente alguém havia dado em cima de Gregory, e não o contrário, e de maneira nem tão surpreendente ele reagiu como um completo covarde. “Acho que ele apenas fica cantando as pessoas para se fingir de valente”, eu pensei, reparando no comportamento muito estranho dele, se bem que talvez ele a conhecesse de algum lugar, se bem que pelo dialogo dela parecia que não era esse o caso, independente da razão para o ocorrido eu sorria, me divertindo com a situação.

Mas logo a minha diversão acabava sendo interrompida pela interferência de uma nova personagem, por assim dizer, uma garota acabava caindo de braços bem em cima do sujeito de cabelos cinzas. Pelo jeito aquele bar parecia criar um estranho magnetismo para atrair pessoas curiosas, mas o curioso mesmo era porque ela estaria ali, ela realmente parecia bem bonita, e não combinava nem de longe com o ambiente, muito menos com o grupo. Não era para menos que Kurihara parecia ter ficado bem bobo com ela por perto, se bem que só por garantia talvez ele devesse checar se estava com a carteira depois, afinal uma trombada assim sempre podia ser só um truque, e um rosto angelical não faz de alguém um anjo. “E como o esperado, a minha alegria durou pouco”, eu pensei ao ver Gregory voltar ao seu comportamento padrão de uma hora para outra.

- Olha aqui, se fosse acabar se perdendo espero que não tenha um mapa, porque ninguém quer que você volte! – Eu dizia, me deixando levar pela irritação de ver aquela cena se repetindo de novo e de novo, me adiantando e instintivamente puxando a orelha dele com força, para tentar afastar ele da jovem inocente. Logo Akane também se metia na situação, mesmo que eu estranhasse a reação dela, até parecia sentir ciúmes da outra garota insistir em dar em cima de Gregory. “Não, provavelmente é apenas raiva mesmo.” – Por mim quando antes sairmos daqui, melhor. – Ela dizia para Kurihara, esperando com este o término do tratamento de Akane antes de partirem para o porto a fim de buscar um navio digno da tripulação.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryuza Ying
Pirata
Pirata
Ryuza Ying

Créditos : 13
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 05/02/2012

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 EmptySex 12 Fev 2016 - 23:41


Haviam tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo que explicar tudo detalhadamente seria um tanto quanto complicado, mas digamos que o regente desta história não deseja algo simples, e sim, grandioso. Em primeiro lugar, a novata garota que havia “caído de paraquedas” no meio daquele grupo ficava desnorteada em meio a aquilo tudo, tinha vindo parar ali sem a sua intenção em uma sucessão de acontecimentos que mal teve chance de pôr as suas delicadas mãos nas rédeas, o “destino” estava pregando travessuras e mais travessuras com a doce e louca jovem.
Kurihara era surpreendido pela colisão de Shannon com o seu corpo, não que ele soubesse o nome da garota até o momento, mas sim por ter se encantado com a aparência da arqueira, que na mente conturbada do boxeador, seria um anjo que veio para servir a sua dinvidade, chegava até mesmo a passar as mãos nas costas da garota, mas ao invés de asas, sentia o arco e o couro da aljava que a garota carregava consigo. Ele a ajudou a retomar a postura, mantendo-a firme de pé ao seu lado. No seu rosto, um sorriso descontraído, um dos poucos sinceros que o homem tinha dado naquele dia.

Gregory ficou estupefato com a beleza da jovem, e ao contrário do seu companheiro boxeador, não foi tão sutil ao abordar a jovem, tinha acabado de passar por um transtorno, devido a cantada que tinha recebido. Mas não tinha perdido seu lado mulherengo. - Minha linda, você por acaso teria um mapa? – Tomou a jovem pela mão - ...Pois eu me perdi no encanto de seu olhar. – Beijou as costas da mão da garota, e logo levantou o olhar, se apresentando - Me chamo Gregory Winterfell Ross. Poderia me dizer seu nome, senhorita?

- Olá! Meu nome é Shannon e... Acabei me perdendo da minha amiga. – Disse a garota meio sem jeito, em seguida delicadamente retirou sua mão das “garras” do loiro rapaz que estava em sua frente.

Sofia e Akane observavam não tão felizes quanto os rapazes, pelo visto o grupo estava dividido por um antagonismo clássico e diria até ultrapassado. Os garotos de um lado, tendo amado a presença da mais nova integrante. E as garotas de outro, estando com total aversão para com a enxerida novata.
Sofia olhava para a garota com suspeita, tendo em mente que aquilo tudo era muito estranho, e que não se deveria confiar em qualquer um assim, somente por sua aparência. E ela estava certa quanto a este pensamento, mas não era o caso naquela situação, Shannon dentre todos ali, era a que estava mais surpresa e desconsertada.

Akane por sua vez, que tinha acabado de sair de um transe de mal humor e de em seguida ter de proteger Gregory de uma “mulher” oferecida, estava olhando a novata de cima abaixo, com aqueles olhos tão penetrante quanto a ponta de uma lança afiada, com a garrafa de rum em mãos e com o gosto ardente da bebida na garganta, aquilo a acalmava, a fazia se sentir bem... Até o momento.
Celina voltava a cena, toda animada por ter descoberto com suas amigas dentro do bar que Gregory tinha saído para lutar contra Toguro e que voltara “inteiro”, como ela tinha visto o brutamontes sendo carregado por seu capangas, só precisou juntar as peças, para saber o que tinha acontecido.

Gregory recuou olhando para Akane, que sem delongas se interpôs aos dois, o loiro rapaz, como um filhote de leão que se escondia atrás de uma brava leoa, comentava. - Tudo bem, moça, eu aceito sua ajuda. Eu desloquei o braço e minha perna esquerda está doendo. Pode fazer algo para me tratar?

- Essa é minha tarefa, afinal... Sou a médica dessa tripulação. – Falou Akane com um sorriso sínico estampado.

- Ora ora... O que temos aqui... – Disse Celina com um tom de voz tão sínico quanto. Ao ser afastada pela lamina embainhada da ruiva que se prostrava em sua frente

- Desculpa, é que ela sente ciúmes se outra pessoa me tra... Ai! – Exclamou Gregory por fim, sem concluir sua frase, ao sentir o calcanhar de Akane em seu pé.

- Não iriam partir sem mim não é mesmo? – Perguntou a médica, que agora, depois de ter visto com mais atenção aquela pessoa que se passava por garota e ouvir direito a sua voz, graças a sua genialidade, percebeu algo estranho. Aquela garota... Era realmente uma garota?

Celina Shirlley então se virava para Kurihara, e prontamente o navegador respondia com toda a cortesia – Estou bem. Agradeço a preocupação... – Então se virou para Shannon – agora ele já sabia o seu nome -... E você? Está bem? Tropeçou naquela hora... Venha conosco para o porto, poderemos lhe ajudar caso se sinta mal.

Shirlley reagia. – Epa epa epa! A garotinha está comigo, lhe prometi uma bebida e é isso que lhe farei. – A mulher segurava o antebraço de Kurihara, que por sua vez, não entendia o porquê de não conseguir se livrar da mesma, a mulher era assustadoramente forte, não que o louco navegador soubesse o significado de medo.

Enquanto isso Akane cuidava dos ferimentos de Gregory que já estava sem sua camisa. Sofia esperava tudo, impaciente, aproveitando para testar a condição de seu pé, percebia então que logo já iria poder andar com ele, tinha uma capacidade muito boa de recuperação. Mas talvez fosse precisar de uns remédios para a dor. A médica da tripulação colocava o ombro de Gregory no lugar, percebia que as dores das pernas não eram nada muito sério, apenas uma luxação devido ao impacto, foi por pouco, um pouco mais de força e teria sido o suficiente para quebrar o osso, que no momento tinha apenas uma pequena fratura – não que a médica soubesse disso – não tinha o que se fazer ali, o tratamento seria analgésicos, bolsas térmicas e descanso, tanto para a canela, quanto para o ombro.

Tendo terminado estavam prontos para partir. Shirlley acabava por ceder, apesar de ter gostado da garota Shannon, tinha acabado de a conhecer, não tinha o direito de tomar decisões por ela. – Tudo bem, mas esperem um pouco! – Disse com uma voz um pouco grave de mais para uma mulher. Entrou no bar.

- Olha aqui, se fosse acabar se perdendo espero que não tenha um mapa, porque ninguém quer que você volte! - Sofia reclamava com Gregory.

Um pouco depois voltou com uma garrafa laranja. – Aqui está minha querida. Você não me parece do tipo que bebe muito, como certas pessoas aqui. – A indireta era tão clara que foi praticamente uma direta. – Essa é uma bebida sabor laranja, é bastante docinha e cítrica. E o teor alcoólico é muito baixinho... Boatos que ela causa um efeito estranho em algumas pessoas que a bebem... Mas são só boatos. – Sorria por fim. A mulher dava dois beijos no rosto de Shannon, um em cada lado, se cuide tá bem? – Disse em despedida.

– Por mim quando antes sairmos daqui, melhor. - Disse a kurihara, a garota já estava muito impaciente.

Sendo assim partiram para o porto, a caminhada demorou pois Kurihara preferiu seguir pela periferia para evitar a marinha, viram a movimentação na cidade, o alvoroço que aos poucos ia cessando devido a aproximação do fim do dia. Por fim chegaram na estrada que leva da cidade, no centro da ilha, para o porto. Caminharam sem encontrar ninguém no caminho, o que era estranho. Chegando no porto notavam que o mesmo estava lotado de navios. Não só navios pesqueiros e pequenas embarcações, mas também grandes cargueiros, galeões, dracar’s, caravelas, até mesmo um grande navio de guerra da marinha, e um grupo de 5 navios pintados de azul, que não pertenciam a marinha. O porto estava agora relativamente vazio, podiam ver cerca de 25 pessoas ainda trabalhando, descendo cargas e estocando em um armazém. Mas viam também guardas que faziam rondas, usavam capas azuis e estavam todos armados com arcos, e com punhais presos na cintura. As rondas eram feitas por duplas de capas azuis, haviam uns 10 ao todo, e demoravam cerca de 3minutos para ir de um ponto a outro, e retornar. Os aspirantes a piratas poderiam agora, tentar serem sorrateiros, assaltar um navio à força ou tentar convencer algum dos trabalhadores a lhes ajudar. Ou qualquer outra coisa que lhes viessem a cabeça.
off:
 

histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

>>narração<<
||pensamento||
::Minha fala::
**Fala da Fantasia**


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wander
Pirata
Pirata
Wander

Créditos : 14
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 05/07/2013
Idade : 22
Localização : Não sei :D

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 EmptySab 13 Fev 2016 - 4:09


Eu havia sido tratado pela médica da tripulação, passando por instantes dolorosos e agonizantes. Mas graças a isso, consegui fazer a dor dar lugar à paixão que sentia em meu peito graças ao charme da garota cabelos alaranjados.

As coisas se desenrolavam de maneira intensa e eu, com toda a minha agitação, consegui dar e receber a atenção de todas as donzelas ali, o que me gerou uma grande satisfação. As ações de minhas pretendentes me faziam tomar minhas conclusões. - Então eu consegui capturar o amor de Sofia e Akane a ponto delas sentirem ciúmes? - Pensei, agindo de maneira inquieta enquanto tomava aquilo como uma grande conquista. - Sim... E se essa mulher estranha está realmente apaixonada por mim? Estranho, mas... Animador! - Segui o grupo, torcendo para que Shannon aceitasse o convite de Kurihara. - Esse dia merece ser celebrado por mim todo ano... - O quatro-olhos tinha escolhido o caminho mais longo e isso me dava espaço para continuar a me arrepiar a cada onda de pensamento e fantasia que me vinha em mente.

Quando finalmente chegávamos no porto, pude despertar de meu transe para observar a situação ali. Instintivamente já percebi que não era um ambiente favorável para arrumar confusões, por mais que confiássemos em nossas habilidades. - Ei, Riki Martin, pessoal... São os capas azuis e a marinha. - Chamaria a atenção dos meus aliados, principalmente o outro lutador que demonstrara ser o mais inteligente. - Olha, acho que a melhor opção é tentar alguma carona, não acham? Vamos tentar isso, se não der certo a gente se vira. - Sussurraria para que apenas o grupo ouvisse e então voltaria minha atenção novamente para os inimigos. Aguardaria o momento propício para que a gente pudesse entrar em cena sem ser notados ou sem chamar muita atenção das rondas e só então diria. - Vamos. - Evitaria me aproximar de marinheiros e da guarda pessoal do nobre enquanto procuraria embarcações com movimentação de tripulantes. Quando achasse uma, me aproximaria amigavelmente com um sorriso no rosto e com mão erguida, acenando para aquele que viesse me ouvir.

- Olá, boa noite. Por acaso vocês teriam como destino a ilha de Baterilla? - Tentaria me pronunciar em nome do grupo, mandando um questionamento antes de uma apresentação.

Caso a resposta fosse positiva, prosseguiria dizendo - Opa, que bom! Então... Eu e o pessoal aqui temos esse mesmo destino, mas não temos uma forma de seguir até lá. Nós poderíamos pegar carona com você? Podemos oferecer dinheiro e assistência. Temos um carpinteiro, uma médica e... - Daria espaço para Kurihara e Sofia indicarem seus ofícios. Se fôssemos aceitos, subiria a bordo e tentaria checar o convés, buscando com o olhar coisas valiosas e contando quantos tripulantes haviam na embarcação.

Se a resposta for negativa para nossa carona, procuraria por outra embarcação com tripulantes a bordo e tentaria o mesmo, até conseguir êxito.

Na hipótese de sermos negados em todas as tentativas, eu diria em tom baixo para meus companheiros - Então, o que acham de roubar um navio vazio? - Esperaria a resposta deles enquanto usava minha exímia audição para encontrar algum navio sem tripulantes. Se aceitassem, entraria a bordo do navio vazio que eu tinha encontrado e tentaria ajudar a fazer o navio velejar fazendo o que estivesse ao meu alcance para, dessa forma, concretizar o roubo e enfim seguir até nosso destino. Caso eles negassem minha ideia ou eu não encontrasse nenhuma embarcação sem tripulantes, estaria disposto a ouvir seus planos para poder ajudá-los.

Tentaria sempre evitar passar perto ou no campo de visão dos marinheiros e das rondas dos capas azuis. Caso começassem algum tipo de ataque contra mim, tentaria me manter longe do alcance inimigo, alternando minha movimentação ao ficar me mexendo constantemente com pulos e impulsos e, de repente, dar paradas para mudar minha antiga rota de movimento para o lado oposto, buscando confundir meus inimigos. Além disso, tentaria usar o ambiente ao meu favor, passando por trás de caixas, madeiras, sacos ou o que pudesse ser usado de barricada.

OFF:
 

____________________________________________________

Falas
Pensamentos
Esquizofrenia (Fantasia)

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

RIP:
 

Titulo Internacional:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shannon
Civil
Civil
Shannon

Créditos : Zero
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 2010
Feminino Data de inscrição : 30/05/2013
Idade : 99

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 EmptyDom 14 Fev 2016 - 2:25





O rosto de Shannon corou quando Gina a beijou. Ela não tinha amigos e – pelo que se lembrava – não tinha feito nada que merecesse a companhia da mulher até ali, mas mesmo assim, naquele curto período em que havia passado ao lado dela percebera o quanto uma amizade era valiosa. A ruiva apenas segurou a bebida que Gina trouxera e num abraço tão forte, demonstrou o seu tamanho agradecimento por acompanhá-la até ali.

- Tchau amiga.  

Era tarde na ilha, com um sol se pondo no horizonte e provocando enormes sombras que se destacavam pelo grupo. A caminhada era longa e silente, tão quieta que em certos momentos provocava arrepios na garota. A conversa do grupo não lhe importava muito, mas mesmo assim prestaria atenção, já que a confiança ainda não havia sido obtida completamente. Todavia, ela optava por não se mostrar receosa quanto aquilo, continuando a caminhar próximo a eles.

O porto era maior do que esperava, também não tinha muita gente, mas ainda assim possuía um grande número de embarcações. Algumas dessas a fez cogitar no momento em que chegou na cidade, aonde os guardas de uniformes azuis faziam uma ronda pelo perímetro, e sem falar da senhora que de certa forma a ajudou falando sobre eles. Bom, o que ela havia entendido era que os homens armados estavam ali pela reconstrução do Quartel General e pela festa no centro da cidade. E pelo o que tinha conseguido perceber na conversa de seus novos companheiros, os homens nada mais e nada menos se tratavam de marinheiros, e estes não os alegravam.

Esperaria alguém de seu grupo realizar a tentativa de conseguir uma carona, e se conseguissem, embarcaria no barco junto deles. Porém, caso eles tivessem falhado, Shannon olharia ao seu redor e caminharia na direção de algum dos pescadores, mudando completamente as suas feições para um ar de tristeza.

- Olá? Senhor Pescador? Eu posso conversar com você?

Aguardaria a resposta do mesmo, e dependendo entre sim ou não, continuaria a conversa.

- Desculpe incomodar o senhor, mas... Eu e meus amigos precisamos de uma carona para Baterilla, temos uma médica e um carpinteiro no nosso grupo, e... Bebida, se o senhor quiser, é claro.

Ela mostraria a bebida na intenção de instigar o homem, e caso funcionasse de primeira, chamaria pelos seus amigos e embarcaria no barco. Mas caso o homem ainda não quisesse ajudar, ela insistiria.

- Por favor! Tem um homem que está me perseguindo e me ameaçando, seu nome é Rufus. Ele quer que eu case com ele, mas eu não quero! Esses garotos estão me ajudando.

Shannon forçaria um choro, limpando as falsas lágrimas com sua mão vaga. Caso o homem aceitasse, ela o abraçaria e saltaria de emoção, logo chamaria o grupo grupo, mas se caso ele negasse, voltaria para perto dos outros.



Fala - Pensamento - Garota Desconhecida



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Meiko Matsunaga
Civil
Civil
Meiko Matsunaga

Créditos : Zero
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 10010
Feminino Data de inscrição : 18/06/2013
Idade : 28
Localização : Baterilla

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 EmptyDom 14 Fev 2016 - 4:35


Parecia haver um número nem tão grande de pessoas trabalhando ali no porto aquele dia, se bem que algumas mereciam um destaque especial. Estas pessoas eram os diversos membros da marinha que estavam por ali, acompanhados de vários sujeitos que se vestiam de azul, provavelmente eram os indivíduos que o dono do bar havia falado, os tais que haviam vindo para proteção pessoal do nobre, também imaginava que os seus navios fossem os de azul no porto, e podia ver um grande navio de guerra da marinha. Talvez pudéssemos roubar um dos navios deles, seria interessante, pegar um deles separado do resto e então roubar suas roupas, matar o resto e tomar um navio, foi quando olhei para baixo e vi o meu pé, o que me lembrou do resultado na luta anterior. “Melhor a gente permanecer sem arrumar confusão por agora”, eu apenas seguia com o resto do grupo, sem realmente prestar muita atenção no que estava acontecendo, mas parecia que era Gregory que havia tomado a liderança do time, o que eu suponha que poderia terminar realmente mal se ele achava que precisava apontar o pessoal de capa azul para percebermos eles.

“Como é que acabei me juntando com um cara desses?”, comecei a pensar, imaginando se aquilo era algum tipo de castigo por conta da morte da minha mãe. “Pelo menos ainda tem a Akane e o Kurihara, se bem que ela é meio sádica para o meu gosto”, eu completava minha linha de pensamento, olhando para os dois, realmente parecia um grupo bem diversificado. Por último havia aquela garota, ainda nem fazia ideia de porquê Kurihara a havia chamado, aliás eu sabia de uma única razão, mas estava torcendo para não ser a alternativa correta, ou ele se tornaria quase tão ruim como Gregory. Eu apenas começava a olhar os navios, imaginando o tipo de coisas dentro destes, será que teriam forjas, piscinas, talvez até tanques com peixes neles? Seria interessante aprender alguma coisa sobre navios, talvez para poder criar alguns equipamentos especiais, um canhão auto recarregável seria algo interessante, ou talvez bolas de canhão que explodissem atirando espinhos ao atingir um alvo. Isso realmente poderia ser o tipo de arma ideal.

Eu nem repararia caso Gregory ou algum dos demais apontasse para mim ou falasse comigo, ficando em silêncio pensando em possíveis canhões, a não ser que alguém me cutucasse ou chamasse a atenção de alguma forma. – Que? – Eu diria caso isso chegasse a acontecer, me limitando a olhar para os demais esperando esclarecerem o que estava acontecendo. Caso perguntassem alguma coisa referente a minhas habilidades ou profissão me limitaria a responder:

- Sou uma ferreira, especializada em armas, mas posso fazer outras coisas. – Eu falaria, saindo de meus pensamentos por um momento para perceber como a conversa transcorria. Independentemente do resultado, apenas voltaria a seguir o rumo do resto do grupo, afinal eu estava pretendendo seguir viagem com eles, e por mais que me doesse o plano de Gregory não era tão ruim. Apenas esperaria para ver se conseguiriam arrumar um navio com esta abordagem, caso não e tentassem tomar algum navio, mesmo vazio, eu iria ajudar eles da maneira que pudesse, mantendo um olho aberto para ver os guardas de ronda na região, afinal eles talvez já tivessem uma descrição dos que lutaram antes, mesmo que fosse difícil afastar o pensamento dos canhões que colocaria no navio e como gostaria que fosse a forja nele. Caso acabasse percebendo a mentira deslavada contada por Shannon, eu me limitaria a comentar de leve com Akane: - Parece que ela só tem a cara de anjo, mas a língua é falsa! - Porém ainda estaria disposta a seguir com aquilo com o resto do grupo, falando minha profissão se necessário, mesmo me restringindo a ficar em silêncio caso exigissem que eu contasse alguma mentira. Mentir não era algo natural para mim, eu realmente era incapaz de mentir naturalmente.




____________________________________________________

- Fala - Narração - Pensamento - Outros –
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alek
Pirata
Pirata
Alek

Créditos : 1
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 10010
Feminino Data de inscrição : 09/06/2013
Idade : 22
Localização : Penumbra - 5ª Rota

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 EmptyDom 14 Fev 2016 - 6:12




O Filho Único

"Chaotic."



A chegada no porto, como eu podia ter imaginado, ocorrera de forma demorada, e através de um caminho menos agitado, até que, por fim, alcançávamos o populoso porto da ilha, que parecia estar realmente cheio de visitantes por conta de algum evento do qual eu não tinha certeza. Vários navios estavam dispostos pelo local, inclusive um galeão da Marinha, e, juntamente deles, um grupo dos possíveis "capas-azuis" se organizava em duplas em outro canto, fazendo a supervisão do local.

~ Está tudo bem. Eles não nos atrapalharão, tenho certeza. ~ Sorriria para meu próprio pensamento, e, em seguida, voltando-me aos assuntos realmente urgentes naquele momento.
- Olha, acho que a melhor opção é tentar alguma carona, não acham? Vamos tentar isso, se não der certo a gente se vira.
- Sim, de fato. - E os deixaria agir. Não pretendia eu mesmo seguir para falar com os proprietários de navios, mas estaria sempre à disposição dos que precisassem de ajuda em suas tentativas de conseguir carona para o grupo.

- Navegador. - Completaria, caso fosse necessário informar a minha utilidade de ofício. De certa forma, eu não era um mero Navegador, mas não podia constranger os pescadores por ali, seria, decerto, humilde.
- Um navio vazio? - Consideraria a ideia, caso chegasse a ser citada por Gregory. - Acho difícil que encontremos um, mas por que não? Se nenhum de vocês tiver sucesso... - Olharia para os outros, de forma conclusiva.

Caso, de alguma forma nenhum dos pescadores tivesse aceitado ajudar e tivessemos, com sucesso, encontrado uma embarcação vazia, procuraria subir à bordo, esperando por que todos os meus companheiros viessem a entrar também. - Venham, senhoritas. - Me referiria, também, a Gregory, caso este ainda não estivesse à bordo. Procuraria não olhar tanto para os detalhes da embarcação, para que não parecesse ser algo novo para mim, e assim, podendo passar como um familiar tripulante para quem quer que visse a cena de fora. Por fim, direcionaria-me para a parte traseira ou dianteira e procurando pela corrente da âncora, também analisando o mastro principal e procurando determinar se era uma vela quadrangular ou triangular, algo que seria, de certa forma, importante na navegação.








____________________________________________________

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Falas da Mao
Falas da Aggy
Falas de Players Aliados
Falas de NPCs Aliados
Falas de Inimigos




RIP:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryuza Ying
Pirata
Pirata
Ryuza Ying

Créditos : 13
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 05/02/2012

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 EmptyDom 14 Fev 2016 - 19:02

Podiam agora ver com com clareza – apesar de já ser noite – como estava o porto de Briss Kingdon, podiam ouvir o som do mar, as ondas e iam e viam, o cheiro salgado que os ventos traziam. O sereno da noite era frio, mas para aqueles que passaram por situações tão quentes e desconfortáveis, aquela era uma boa sensação. A noite estava muito bela, com um céu estrelado e uma grande lua cheia, que naquele horário ainda brilhava amarela no céu, o que mostrava que ainda era cedo. Devido ao trabalho ainda não ter acabado por ali, haviam tochas improvisadas espalhadas pelo porto além de, é claro, os postes normais de iluminação a base de querosene.

O chão do porto, no local onde o grupo se encontrava, era feito de paralelepípedos enterrados na areia da, apesar de belo, era possível notar que não era lá uma boa ideia, pois a chuva fazia a areia erodir por baixo dos blocos deixando assim várias falhas, locais que se assemelhavam a chagas de uma paisagem tão bela. Mais à frente à praia sofria um declive, e o porto continuava com ruas de madeiras sustentadas por troncos. Ainda estavam entre os coqueiros logo no fim da floresta que dividia o exterior da ilha da cidade movimentada no centro. Sem sinal da marinha, a não ser pelos navios, mas em terra, nenhum oficial. Mas tinham aqueles indivíduos com capas presas no ombro, capas azuis, todos do grupo – exceto Shannon – percebeu quem eles eram.

- Ei, Riki Martin, pessoal... São os capas azuis e a marinha. – Gregory fazia questão de afirmar o obvio para o resto do grupo. Shannon estava um pouco receosa por não conhecer aquele grupo, não sabia nem o porquê de ter ido com eles, mas a garota era louca, não se procura entender mentes como aquela. Sofia estava pensativa, sobre o que deveriam fazer a seguir, mas assim como os demais, chegava a conclusão de que, por hora, seria melhor evitar confusões.
- Olha, acho que a melhor opção é tentar alguma carona, não acham? Vamos tentar isso, se não der certo a gente se vira. – Enquanto falava o boxeador aspirante a marceneiro conseguia, graças a sua boa audição, escutar a conversa dos trabalhadores no porto, nada que lhe fosse útil: - “Hey! Vamos lá! Me passe logo essa caixa, estamos atrasados!”
“Ah que droga de trabalho! Eu deveria ter me tornado modelo AHAHAHAH”
–Ouvia outras risadas.
“Manda mais uma eu aguento! – Que isso ai, seu molenga, trabalhe direito!”

Os trabalhadores estavam a uma distância relativamente grande do grupo em questão, os demais navios não pareciam habitados, tirando algumas pequenas embarcações, os navios da marinha e os grandes pintados de azul.
- Sim, de fato. – Kurihara concordava com o companheiro loiro, o que fazia Sofia temer pelo que viria a seguir, de certa forma ela estava certa, porque deixariam logo um cara com uma fama tão ruim tomar a frente? Mas seguiram em frente mesmo assim. Aguardaram o momento que uma das rondas passaram e avançaram, tentando serem silenciosos ao se aproximar de um pequeno barco que que estava perto deles. Era difícil não fazer muito barulho sobre o chão de madeira, mesmo que ela fosse uma madeira grossa e maciça.

O grupo se aproximou do barco. - Olá, boa noite. – Um homem forte parecia ocupado, movia um barril com algo, que pelo som que fazia quando balançava, parecia gosmento. O homem se virou para ele, a luz do luar refletia na sua testa suada. – O que? – Indagou.
- Por acaso vocês teriam como destino a ilha de Baterilla? – Perguntou o boxeador, esperançoso, esquecendo por alguns segundos as dores que o afligiam.

- Baterilla? – O homem pareceu confuso. – Por que alguém estaria indo para Baterilla hoje, justo quando a cidade está nas vésperas de um grande evento? Ainda mais a noite... – O homem voltava aos seus afazeres, mas vendo que o grupo ainda não tinha ido embora, se voltou para eles. – Porque querem ir para Baterilla? – O homem olhava direito para a face de Gregory, fazia uma careta. – Pensando bem, esqueça. Sumam daqui, se continuarem a me importunar chamarei aqueles caras. – Ele parecia se referir aos capas azuis.

Sofia estava perdida em seus pensamentos sobre canhões, Kurihara era muito boçal para falar com pessoas que considerava prole, Akane tinha voltado a sua forma fria e quieta de ser. Assim sobrava para o senhor winterfell ou para a novata cuidarem das coisas. Estavam se deslocando para um outro barco, o perigo crescia, se aquela próxima embarcação não lhes aceitassem, as outras habitadas estavam perto de mais do armazém, onde estavam os trabalhadores, os navios da marinha e onde as rondas eram mais constantes. Shannon tomava a dianteira dessa vez.

- Olá? Senhor Pescador? Eu posso conversar com você? – Uma pessoa estava recostada na borda do barco, ouvindo a frase da garota, se virou e deu para com o grupo. Se recostou na beirada. – O que é isso? Algum tipo de sereia que acabou se perdendo na praia? – Era um velho de cabelos grisalhos, pequeno e de aparência enrugada, pelo tom enrubescido da sua face e pela garrafa que tinha na mão, ele parecia bêbado.

- Desculpe incomodar o senhor, mas... Eu e meus amigos precisamos de uma carona para Baterilla, temos uma médica e um carpinteiro no nosso grupo, e... Bebida, se o senhor quiser, é claro. – O tom de voz de Shannon era convincente, a forma como gesticulava, as expressões que fazia, tudo isso junto a sua bela aparência, e a sua forma inocente eram de grande ajuda para fazer qualquer homem ceder. Mas aquele era um velho vivido, e para piorar, estava embriagado, ignorou boa parte do que Shannon dizia enquanto entornava a bebida diretamente da garrafa. – O que que você disse meu anjinho? – O sotaque caipira e a voz embargada eram notáveis. – Bebida? HÁ! Isso eu quero, vamos, subam, subam! – O velho parecia animado, jogou para eles uma escada de cordas.

Enquanto o grupo se movia para embarcar naquele velho e acabado barco, Sofia sussurrava para Akane. - Parece que ela só tem a cara de anjo, mas a língua é falsa! – Gregory conseguia ouvir.
Kurihara tomava a dianteira, e ajudava as garotas a subir. - Venham, senhoritas. – Ele incluía o outro homem do grupo.

Todos subiam a bordo, era um barco bem pequeno, de vela triangular, e fedia, fedia a tantas coisas juntas que não era possível nem separar o que era cada coisa. A madeira rangia a cada passo, parecia estar podre, em alguns lugares era possível ver furos no convés, o mastro estava remendado. O velho estava dançando valsa com o vento. – HOHOHOH! Bem vindos a grandiosa Benção da Princesa Joana! O barco mais veloz do West Blue! Não... Qual era o blue mesmo?... – O velho parava por 2 segundos, pensativo. – Ah esqueçam isso! Me dê aqui essa bebida garotinha. – Ele em um movimento rápido tomou a garrafa da mão de Shannon, espremeu os olhos enquanto fitava a garrafa.
- Nunca vi essa bebida antes! Mas contanto que tenha álcool tá de bom tamanho! – Ele pegou um copo que estava caído no chão esfregou o copo na camisa suja como se quisesse limpa-lo, abriu a garrafa com facilidade, e despejou o líquido laranja no recipiente. A bebida tinha um brilho estranho, mesmo na relativa escuridão da noite, ele parecia refletir brilhoso, quase como se tivesse luz própria. Sem demora o velho tragou a bebida.

- Nossa como é bom! – Praticamente gritou o velho, se não fosse pelo som das ondas, todo o porto teria escultado. – Mas é bem fraquinha... Tome garota, beba também! – Ele devolveu a garrafa para Shannon e terminou de virar o líquido que ainda tinha no copo, e depois virou a garrafa que já tinha com ele. – Uhuu!! Hoje é dia de feste... – O velho parou de súbito.

A partir dali veriam algo que julgariam depois ser impossível. O velho colocou a mão no peito, caiu de joelhos no chão, como se sofresse de ataque cardíaco... E gritou. Gritou alto e desesperadamente, como se sua vida dependesse daquilo, os ouvidos de Gregory doeram, Kurihara pode perceber luzes vindo na direção da embarcação onde estavam, Sofia que estava distraída teve sua atenção chamada para aquela cena. E então, tão subitamente quanto ele tinha começado, ele parou. Seus olhos estavam vermelhos, ele babava. – É dia... de... Festa... – Sorriu psicoticamente, parecia uma outra pessoa. Levantou e correu para a beirada do barco, deu um salto para fora e partiu ensandecido em direção ao armazém, puderam ver dois capas azuis puxando seus arcos e os armando com flechas, ordenavam para que o velho parasse. O mesmo não o fez. As flechas voaram e acertaram em cheio o senhor que continuou a correr. Puderam ver o senhorzinho, que aparentava malmente ter forças para se pôr de pé agarrar o pescoço de um dos guardas, e o torcer como se fosse uma roupa molhada. Em seguida, tomou a adaga do homem caído em sua frente e a jogou no segundo, que voo em cheio na garganta do homem. O velho parou por uns instantes, e seguiu em correndo para o armazém, com duas flechas cravadas no corpo.
histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

>>narração<<
||pensamento||
::Minha fala::
**Fala da Fantasia**


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alek
Pirata
Pirata
Alek

Créditos : 1
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 10010
Feminino Data de inscrição : 09/06/2013
Idade : 22
Localização : Penumbra - 5ª Rota

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 EmptySeg 15 Fev 2016 - 0:30




O Filho Único

"Chaotic."



- Então... - Tentaria encarar a situação do velho através da escuridão da noite, voltando-me, aos poucos recompondo a reação. -... Mapa. - Concluiria, passando a caminhar pelo convés de madeira, dirigindo-me aos cômodos internos do navio. - Procurem por coisas interessantes no navio, preciso de um mapa e uma bússola, o que provavelmente esse velhote tem. - Procuraria por todos os cômodos que encontrasse, passando por eles em busca dos objetos citados acima, já que realmente precisaria deles para prosseguir a navegação.

Tendo os tais objetos sendo encontrados por mim ou pelos outros, traria-os em mãos e colocando-os aos bolsos, para, de seguida, ir à âncora do navio. - Ajude-me aqui, Gregory. - Posicionaria as mãos na corrente que a segurava, puxando-a aos poucos à bordo da embarcação, e, só então, despejando-a ao chão, dessa forma, estaríamos em breve livres.
- Estamos zarpando, senhores. Rumo à... - Olharia para o mapa que tivesse encontrado, procurando pela ilha que estivesse mais próxima da entrada da Grand Line. Aquele era, inevitavelmente, nosso destino. - Baterrila, como bem sabem. - Encaminharia-me para o timão, procurando analisar todos os detalhes do navio a respeito de sua organização de cômodos, e até mesmo a posição do timão.
Passaria, com cuidado, a mão por ele, voltando-me, em seguida, à tripulação. - A partir de hoje eu vos guiarei através destes mares, senhores. - Sorriria. Por algum motivo, sentia uma pontada de melancolia por aquela situação, e uma vontade desesperadora de lançar uma berrante gargalhada. Sentia como se já tivesse passado por aquilo em suas vidas anteriores, mas talvez fosse apenas a bebida que tinha ingerido finalmente fazendo efeito. ~ A propósito, aquela bebida de Shannon parecia ser bem estranha.

- Desamarrem as velas, senhores. As deixem nos guiar ao nosso destino. - Procuraria sentir de qual direção o vento soava com mais força. - À Oeste daqui estará Baterilla. - Aquilo tinha certeza. Passara anos de sua vida estudando os mapas do mundo, e, principalmente, os do South Blue. Baterilla estava em uma linha à oeste de Briss Kingdom, apesar de levemente inclinada para Noroeste.
Tendo, portanto, as vela abertas e recebendo o vento, daria as ordens seguintes.
- Vire a vela naquela direção. - Apontaria, para que quem quer que cumprisse tal ordem o fizesse corretamente. A direção apontada seria referente ao lado em que o vento mais forte chegava. Caso viesse do Leste, ou seja, fosse favorável à nossa viagem, apontaria de forma que a vela recebesse tal vento completamente, porém, caso o vento viesse das laterais ou mesmo da frente, manteria a vela inclinada, de forma que recebesse vento suficiente para "deslizar" pela corrente de ar, ao invés de ser literalmente empurrada por ela, assim, seguindo na direção desejada com a navegação à bolina.

Manteria-me sempre atento às direções, tendo necessidade da bússola para tanto.





____________________________________________________

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Falas da Mao
Falas da Aggy
Falas de Players Aliados
Falas de NPCs Aliados
Falas de Inimigos




RIP:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wander
Pirata
Pirata
Wander

Créditos : 14
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 05/07/2013
Idade : 22
Localização : Não sei :D

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 EmptySeg 15 Fev 2016 - 3:34


Pelo visto, minhas suspeitas sobre a mulher estranha estavam certas. Aparentemente havia alguma droga na bebida que conseguiu fazer com que o velho enlouquecesse. Se um idoso tinha ficado daquele jeito, imagina se a bela e jovial Shannon ingerisse a bebida. Parei pra pensar e imaginei que caso ela bebesse aquilo seria possível ela disparar seu charme em cima de mim ou até mesmo atirar-se em meus braços em uma paixão calorosa... Mas ao ver seu arco pensei melhor e vi que ela dispararia algo sim, mas não o que eu desejava.

Se já estava contente em ver a nova integrante do grupo, fiquei mais ainda quando a vi derrotar um estorvo sem nenhum esforço - Boa jogada, Shannon. - A elogiaria e então me aproximaria dela lentamente. - Me pergunto se um certo alguém ficaria emburrada por causa dos ciúmes se eu te agradecer com um abraço. - A envolveria em meus braços, dando-lhe um breve abraço. Após minha provocação, passaria carinhosamente a minha mão em seu rosto e por fim daria uma piscada para aquela que de inocente só tinha a aparência, assim como dizia uma de minhas mulheres.

Parecia que tínhamos dado sorte e o velho tinha facilitado para o nosso lado, deixando o navio em nossas mãos. Só faltava encontrarmos os itens que Riki precisava. Aquilo parecia um presente muito generoso do destino e, por isso, ficaria atento a minha audição para que pudesse detectar outros tripulantes.

- Ajude-me aqui, Gregory. - Ao ouvir isso, me aproximaria disposto a ajudar no que fosse necessário, embora estivesse meio puto com sua brincadeira.

- Claro, donzela das mãos de alface. - Diria em tom ríspido. Usaria apenas minha mão esquerda para ajudá-lo, pois ainda estava receoso em forçar o braço tratado antes, tendo em mente o pouco tempo em que havia curado o ferimento.

Após prestar minha assistência, seguiria para o convés disposto procurar mais tarefas ou tentaria ouvir as ordens do navegador sobre em que eu poderia ajudar para fazer o navio enfim zarpar. Não hesitaria em concluir as tarefas, pois sentia que tínhamos que nos apressar ali. Minha estadia em Briss tinha sido longa, mas enfim partia para os mares em uma nova jornada, em busca de aventuras em terras desconhecidas. Ansiava pelo que viria pela frente e pelo que eu viria a me tornar.

- Vejam, amigos. Eu chegarei lá. - Pensaria, lembrando de minha ''família'', composta por aqueles que me motivaram e que continuam sempre vivos em minha alma.

____________________________________________________

Falas
Pensamentos
Esquizofrenia (Fantasia)

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

RIP:
 

Titulo Internacional:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Meiko Matsunaga
Civil
Civil
Meiko Matsunaga

Créditos : Zero
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 10010
Feminino Data de inscrição : 18/06/2013
Idade : 28
Localização : Baterilla

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 EmptySeg 15 Fev 2016 - 20:29


“Que porcaria é essa?”, pensei ao ver o capitão do navio que havia nos recepcionado sem maiores problemas graças a mentira de Shannon de repente desmaiar e levantar enlouquecido, correndo para o porto para acabar sendo morto por um monte de flechadas. Pelo jeito a bebida era realmente algo bem especial, algum tipo de toxina da loucura talvez, mas a grande questão era como aquela garota havia colocado as mãos em algo assim. Até poderia entender a Akane, uma médica com uma personalidade como a dela, acabar tendo alguma coisa desse tipo, mas a nova garota realmente não tinha nada de angelical.

- Me lembre de nunca beber nada que ela oferecer... – Eu falei para Akane em voz alta, sem me preocupar em ser ouvida, e depois completava em pensamento, lembrando de como era a expressão dela enquanto tratava do meu ferimento: “E só por garantia nada que você oferecer também.”

Eu iria me voltar para o porto observando como estava transcorrendo a confusão no porto, preocupada que todo aquele evento acabasse chamando a atenção da marinha e dos capaz azuis, e que estes acabassem por decidir checar o que estava acontecendo ali e pudéssemos nos ver em problemas. Caso eu percebesse que estes se aproximavam do navio, eu iria correr para junto dos outros, falando com preocupação: - Melhor corrermos com isso, acho que eles estão vindo ver como as coisas estão, e não estamos em condições de arrumar mais brigas ainda. – Diria para Kurihara, parecendo um pouco preocupada, tínhamos que partir logo antes que eles nos alcançassem. No caso destes não se aproximarem do navio, retornaria para dentro, preparada para ajudar no que fosse necessário seguindo as ordens de Kurihara, o único que realmente parecia saber como navegar com aquele barco, e caso houvesse tripulação restante e estes decidissem não acreditar na história montada pelo resto do time, ou arrumassem confusão de qualquer forma, eu simplesmente me aproximaria por trás de um deles e colocaria a foice em seu pescoço, dizendo: - Parado, ou alguém vai ter que limpar seu sangue do convés. – Garantindo que todos ficassem quietos até partirmos, ou cumprindo a ameaça caso não o fizessem.

Assim que começássemos a singrar o mar em direção a outra ilha, eu pararia para observar como a cidade parecia se afastar, mas também como os navios do porto se comportavam, afinal não queríamos ser seguido. - Precisamos tomar cuidado, acho que podem estar seguindo-nos. – Avisaria, caso percebesse alguma movimentação de um dos navios azuis ou da marinha partindo do porto atrás deles. Logo a seguir, olharia de novo para a ilha que havíamos acabado de deixar e pensaria sobre o meu pai, e em todos os eventos daquele dia, e como não haveria mais retorno a partir daquele ponto. “Você já cruzou o ponto sem retorno há muitas horas atrás”, pensei, lembrando-se do rosto da mãe morta. Sem dúvida não havia mais nada ali para ela, e com este pensamento se voltaria para o outro lado, olhando para o horizonte e se preparando para o que haveria de acontecer.


____________________________________________________

- Fala - Narração - Pensamento - Outros –
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryuza Ying
Pirata
Pirata
Ryuza Ying

Créditos : 13
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 10010
Masculino Data de inscrição : 05/02/2012

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 EmptyTer 16 Fev 2016 - 20:24

- Me lembre de nunca beber nada que ela oferecer... – Acho que ninguém naquele grupo beberia daquela bela cachaça de laranja.

- Então... Mapa. – Kurihara estava um tanto quanto perplexo com toda aquela cena que acabara de presenciar, assim como o resto do grupo, mas não tinham tempo para ficarem ali pensando no que tinha acontecido porque, provavelmente, o que estava pra acontecer não seria do agrado deles.
- Procurem por coisas interessantes no navio, preciso de um mapa e uma bússola, o que provavelmente esse velhote tem.– O navegador deu a ordem, e partiu em busca dos objetos citados, a embarcação não era muito grande, tinha uns 18 metros de comprimento e uns 8 de largura, com um metro e meio de altura acima do nível em que flutuava, uma pequena cabine se encontrava no convés que estava cheio de tralhas, barris e redes de pesca, a maioria estavam tão deterioradas que não podiam ser utilizadas.

Kurihara adentrou na cabine de navegação e em uma bancada que circundava o leme ele encontrou uma velha bússola e um mapa mofado, mas iria servir.
Enquanto isso Gregory se aproveitava da situação para se engraçar com Shannon. Sofia estava preocupada com os acontecimentos no porto, então foi olhar o que estava acontecendo. Pelo visto o velho não tinha morrido com as flechadas que recebera, de alguma forma aquela bebida o havia deixado imune ao sentimento de dor e certamente dado uma resistência maior. Era possível escutar os gritos vindos do armazém, uma batalha parecia estar sendo travada por lá.

Não parecia existir nenhum outro tripulante naquele barco, sendo assim os aspirantes a piratas começaram a se mover, Gregory ajudou o louco navegador a remover a ancora e a içar a vela, mas acabaram esquecendo da corda que prendia o navio ao porto, já estavam em movimento quando sentiram o solavanco. Que jogou todos no chão, um barril caiu e saiu rolando pelo convés, o loiro boxeador, durante a queda, pensou ter escultado o barril exclamar uma expressão de dor. A garrafa da estranha bebida que estava na mão de Shannon também caiu. A garrafa rolou e acabou caindo em um dos buracos no assoalho do navio, indo parar no deposito. Sofia se levantava, e ao olhar em direção ao armazém conseguia ver luzes de tochas se movendo na direção em que estavam.

- Melhor corrermos com isso, acho que eles estão vindo ver como as coisas estão, e não estamos em condições de arrumar mais brigas ainda.

A corda, por sorte, era tão velha como o barco, e agora estava sendo tencionada pelo barco que com a vela içada, tentava se mover, a corda acabou cedendo, dando outro solavanco, mas dessa vez ninguém caiu.
- Vire a vela naquela direção. – Ordenou Kurihara, e o loiro boxeador, que se encontrava pensativo, obedeceu sem hesitar. Enquanto realizava a tarefa podia ouvir, graças a sua boa audição, homens gritando. – Ali, aquele é o barco daquele velho! – E uma outra voz completou. – Rápido, atrás deles!

A partida não seria tão tranquila quanto pensaram, a noite no mar estava calma, a maré tranquila, mas o que estava por vir não era nada agradável. Sofia que pensava sobre sua família, olhando para a ilha, avistava a movimentação. Duas pequenas embarcações, que cortavam o negro mar fazendo-o se encher de bolhas e espuma. Dois rápidos Drakkars vinham na direção dos fugitivos, cada um deles com 6 remadores de cada lado, e no convés logo poderiam ver arqueiros, os capas azuis, com suas armas em mãos, cordas retesadas, tochas sendo espalhadas pelo convés.
Logo iria chover, uma chuva que o grupo não gostaria, uma chuva de flechas em chamas.
Barco de vocês:
 


Drakkars:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

>>narração<<
||pensamento||
::Minha fala::
**Fala da Fantasia**


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 9 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada
Voltar ao Topo 
Página 9 de 12Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11, 12  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Briss Kingdom-
Ir para: