One Piece RPG
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Mini Blind Monk
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor Blind Monk Hoje à(s) 17:23

» [MINI-*Henry*] *A Simple Wanderer*
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor HenryGGarcia Hoje à(s) 16:36

» [MINI-Tenzi] Primeiros passos
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor Light Hoje à(s) 16:08

» [M.E.P] Tenzin
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor Light Hoje à(s) 16:05

» MEP Blind Monk
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor Meursault Hoje à(s) 15:00

» [MEP-*Henry*] *A Simple Wanderer*
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor Meursault Hoje à(s) 15:00

» Asger
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor Achiles Ontem à(s) 23:40

» [MINI-tiago5465] Sakajimo Adventures
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor Meursault Ontem à(s) 18:47

» [Mini] - Matthews Nature
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor Meursault Ontem à(s) 18:46

» [FICHA] Abino Rouxinol
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor Minerd Ontem à(s) 16:10

» SeaGull Newspaper - Edição rápida.
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 15:25

» [FICHA] Koyozumi Yoshindo
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor Koyozumi Ontem à(s) 13:58

» [MINI-Itashi]
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor Fanalis B. Ria Ontem à(s) 08:56

» [FICHA] Ozaki Ichigo
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 07:02

» Ozaki Ichigo
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 07:02

» Elsa Volkerbäll
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor ADM.Ventus Sex 20 Set 2019, 19:16

» [MINI - Belial Sonme*] New Dawn
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor Belial Sonme Sex 20 Set 2019, 08:48

» [MINI-BURA] Recomeço
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor Meursault Qui 19 Set 2019, 21:09

» [MINI-JIN WOO] Ocioso de mão cheia
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor Meursault Qui 19 Set 2019, 21:07

» [MINI-Katrielle] Uma coelha perdida.
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Emptypor Meursault Qui 19 Set 2019, 21:05



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and Fire

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom

Ir em baixo 
AutorMensagem
Joel Clint
Soldado
Soldado
Joel Clint

Créditos : Zero
Warn : [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom 3010
Data de inscrição : 04/01/2016

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Empty
MensagemAssunto: [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom   [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom EmptySeg 04 Jan 2016, 14:50

Nome: Ead-se O-nan
Idade: 20
Sexo: Masculino
Raça: Humano
Tamanho: Normal
Estilo de Combate: Taekwondo
Localização: East Blue - Dawn Island
Grupo: Cívil
Vantagens: Temperamento Calmo
Desvantagens: N/A
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sakaki
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Sakaki

Créditos : 6
Warn : [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom 1010
Masculino Data de inscrição : 22/10/2013

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom   [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom EmptySeg 04 Jan 2016, 20:01

~Mini-Aventura APROVADA~

Olá, seja bem-vindo ao OPRPG!!

Eu sou um Orientador, minha função é lhe ajudar a se adaptar neste universo do OPRPG.

Sendo assim irei lhe orientar de todas as formas possíveis, a partir de dicas no decorrer desta Mini-Aventura. Como esse fórum é bem complexo em suas regras, também irei tentar responder suas dúvidas, por isso, no menu de navegação (parte superior do site) existe um link M.P. O mesmo corresponde às mensagens privadas. Lá você poderá, em qualquer momento que achar necessário, me enviar dúvidas de como prosseguir no jogo; ou pode entrar no seguinte link: https://www.onepiecerpg.com/f3-duvidas-criticas-e-sugestoes , e criar um tópico para algum membro da Staff responder; mas caso tenha dúvidas durante a Mini, pode colocar em "off" no próprio post.

Sim... Vamos ao que importa?

Abaixo seguirão algumas dicas para que leia antes de criar seu primeiro post.

DICAS:


  • Lembre-se que você apenas narra as ações de seu personagem, seu personagem nunca FAZ ele sempre TENTA e também demonstre desde o 1º post qual o seu objetivo na aventura.
  • O ambiente que você se encontra, NPC's e todo o resto que compõe sua aventura, quem cuidará disso sera seu narrador.
  • As mini-aventuras servem para corrigir seus erros na narração durante a aventura e também formas melhores de deixar sua narração mais interessante.
  • Caso a Mini-Aventura fique sem post durante 5 dias por parte do player, a mesma será cancelada.


O 1º post é seu e eu serei o seu Orientador.

____________________________________________________

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom BBPmpnj
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Joel Clint
Soldado
Soldado
Joel Clint

Créditos : Zero
Warn : [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom 3010
Data de inscrição : 04/01/2016

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom   [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom EmptySeg 04 Jan 2016, 21:15

off:
 

Adrenalina, um sentimento que O-Nean não sentia há anos, ele precisava sentir o fervor dessa sublime emoção novamente, o sangue pulsando de forma nervosa enquanto percorre cada músculo, cada veia e cada centímetro de célula de seus 1,80 metros de seu corpo.

Mas tudo começa com um forte dor de cabeça, o que aconteceu na ultima noite? Na verdade não importa, nenhuma consequência grave se mostrava ali no momento, todos os membros pareciam estar em ordem, nenhum osso quebrado ou coisa parecida, é hora de seguir em frente, rumo a um novo começo.

Agora tudo o que importa é fazer história.

É claro que Ead-se já pensou em ser pirata, mas não gosta muito de injustiça, e ter gente caçando a sua cabeça não é muito o seu forte. O-Nean é um jovem que possui um coração de ouro, preza para que a justiça seja feita, por isso a ideia de se tornar um pirata logo foi descartada de sua mente.
Revolucionário, foi uma das outras ideias que já passaram pela sua mente, mas é muito arriscado, e é uma faca de dois gumes, ele teria tudo o que desejaria, mas poderia passar fome, arriscando todos os dias a sua vida em prol de um ideal. O que ele queria mesmo era ser marinheiro. Sempre ficará excitado com a ideia de perseguir foras da lei e ainda sim conseguir fama! Então esse passará a ser seu objetivo, a marinha, o cargo mais alto da marinha, então esse tinha de ser seu foco, e ele sabe que somente ira descansar quando morrer.

O-Nean agora levantava de seja lá qualquer canto que estivesse fora de sua casa, entregue a cidade para que qualquer coisa que o impeça de chegar ao seu objetivo seja completamente aniquilada e destruída, mas primeiro ele precisa se alistar.

____________________________________________________

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom 4SpSmIe

Legenda::
 

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sakaki
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Sakaki

Créditos : 6
Warn : [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom 1010
Masculino Data de inscrição : 22/10/2013

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom   [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom EmptyQua 06 Jan 2016, 06:46

As nuvens negras cobriam o todo o céu, haviam pequenos raios de sol que se esgueiravam por fendas entre elas, que iluminavam locais aleatórios de Dawn Island, local onde habitava  Ead-se O-nan, o jovem de nome exótico que almejava um posto na marinha, o rapaz não fazia a minima ideia do que havia acontecido na noite passada, talvez ele tivesse se dado bem com uma jovem moça, ou talvez tivesse apenas exagerado na bebida, algo não muito a caráter para uma pessoa que desejava ser marinheiro. O jovem se encontrava em um quarto, um comodo pequeno sem muitos móveis além da própria cama na qual o homem havia acabado de acordar, parecia ser uma pousada, e ao sair do quarto o homem confirmaria suas suspeitas, ao sair do quarto se depararia com outros quarto além do seu próprio, e próximo a saída esta uma linda de mulher de cabelos castanhos e olhos azuis aguardava para guiar os clientes e recepcioná-los, por sorte o jovem já havia pago na entrada ontem a noite, assim o deixando livres de dividas.

As ruas de Dawn Island estavam praticamente desabitadas, um diluvio era aguardado para aquela tarde, mas aquilo não iria de maneira alguma interferir nos planos do jovem para aquele dia, ele estava decidido a se alistar na marinha, e mais que isso, ser um homem justo e famoso, aquilo parecia ser tudo para o homem.

O homem andava pelas ruas de Dawn Island totalmente inseguro, já que a ilha não possuía um QG (Quartel General) da Marinha próprio, o jovem estava em duvidas sobre onde iniciaria seu alistamento. Enquanto o jovem buscava pelo local algo chamou sua atenção, um vendedor de boa índole estava sendo abordado violentamente por um homem, o vendedor possuía uma barraca de artesanato a poucos metros de Ead-se, enquanto o assaltante, um homem forte, de pele escura e careca apontava-lhe uma arma, o vendedor não teria outra ação além de entregar o dinheiro, haviam muitas testemunhas no local, mas nenhum marinheiro, se Ead-se quisesse fama essa seria uma ótima oportunidade para conseguir uma boa reputação, as testemunhas seriam cúmplices de seu ato heroico e talvez poderiam até informar-lhe onde ficava o local de alistamento, então, o que Ead-se faria?

Orientação:
 

Resposta da Pergunta:
 

____________________________________________________

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom BBPmpnj
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Joel Clint
Soldado
Soldado
Joel Clint

Créditos : Zero
Warn : [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom 3010
Data de inscrição : 04/01/2016

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom   [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom EmptyQua 06 Jan 2016, 15:41

"O que fazer?" Era essa a pergunta que percorria a mente de O-nan, ele sabia que tinha de agir de alguma maneira, mas o jovem tinha um temperamento calmo, ele poderia evitar uma briga, talvez tentar algum tipo de diálogo. Mas como dialogar com um homem que tem uma arma?

Ead-se sempre soube ao longo de todos os seus vinte e poucos anos de idade, que quando se está assaltando alguém, o ladrão sempre está mais nervoso do que quem está sendo assaltado, então dialogar não era uma opção.

Nuvens escuras cobriam o céu de Dawn Island, O-Nan gostava daquele tipo de tempo, era um clima que por mais estranho que possa soar, alegrava o jovem rapaz, já que esse sempre ouvira de seu pai as histórias de pessoas que viviam no reino dos céus, e todas as suas glórias provindas desse povo, o que o fazia imaginar os seres habitantes do céu como uma tribo de anjos com suas longas asas e sua aparência celestial, que trás paz somente ao observar tão divindade.

O jovem estava de pé, sempre fora um rapaz de temperamento calmo, não gostava muito de brigas, mas também odiava injustiça, o que o fazia ter lapsos de adrenalina que tornava o rapaz impulsivo, então, O-Nan sente por todo o seu corpo uma onda de adrenalina, que fazia seus pés esfriarem, consequência de seu coração bombear mais sangue para os membros, e fazia o rapaz se arrepiar e pensar em diversos tipos de situações, o que poderia dar certo, assim como o que poderia dar errado em tentar nocautear o bandido.

Mas ele precisava manter a calma e prestar atenção em tudo ao seu redor, observava a situação enquanto se aproximava sorrateiramente para atrás do bruto homem que ali estava, se conseguisse chegar sem ser notado atrás do ladrão, O-Nan com toda a sua maestria em Taekwondo, iria desferir um chute baixo na Fossa poplítea do assaltante (parte de trás do joelho) o que provavelmente o faria perder o equilíbrio de uma das pernas, como consequência, caso o homem que estava a assaltar fosse maior que O-Nan, o deixaria numa altura razoável perante o jovem, que então tentaria chutar uma das mãos do assaltante num movimento rápido, numa tentativa de derrubar a arma da mão do homem. Caso obtenha sucesso nessa sua tentativa, outro chute dessa vez na altura da cabeça do ladrão, mais precisamente da região da têmpora o que pararia o fluxo sanguíneo momentaneamente na região da cabeça e o faria perder a consciência.

Mas tudo é trabalhado na probabilidade, assim como O-Nan o bandido também poderia estar sobre um lapso de adrenalina, o que gera os mesmos resultados de O-Nan, o fazendo observar tudo ao seu redor, aumentando seus sentidos. Logo, caso o jovem seja descoberto, ele tentaria chamar a atenção do assaltante jogando algum objeto na direção do bandido, o que o faria possivelmente olhar para o objeto indo na sua direção, enquanto Ead-se correria na direção do homem no lado oposto na qual o objeto voara, como Ead-se é canhoto mais possivelmente ele correria pela direita do homem, possivelmente entrando num ponto cego do bandido. Caso o bandido tenta-se atirar na direção do objeto O-Nan correria e tentaria acertar um chute debaixo para cima na mão do bandido, na tentativa de ao menos o fazer soltar a arma, ou atrapalhar o próximo tiro do assaltante, o fazendo precisar de muito mais tempo para proferir o próximo tiro. Então caso uma das tentativas do jovem fossem suscetiva ele desferiria um chute médio na altura do tórax do bandido, o fazendo perder o equilíbrio, caso o assaltante caia no chão, O-Nan tentaria desferir socos sucessivos na direção do rosto do bandido.

____________________________________________________

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom 4SpSmIe

Legenda::
 

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sakaki
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Sakaki

Créditos : 6
Warn : [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom 1010
Masculino Data de inscrição : 22/10/2013

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom   [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom EmptySex 08 Jan 2016, 20:18

Ead-se estava tenso, os pelos de seu braço começavam a tomar postura ereta, ele soava como um leitão em uma sauna, provavelmente os civis que testemunhavam o ato estavam mais nervosos que os próprios envolvidos. O vendedor já havia começado a entregar os poucos Berries que possuía ao fora da lei, essa era a deixa para Ead-se entrar em ação, o homem começaria a andar de forma sorrateira em direção a barraca escondendo sua verdadeiras intenções, ele muito provavelmente passaria despercebido já que o assaltante estava muito ocupado contando o dinheiro que estava recebendo da forma mais injusta possível. Ead-se se aproximava de forma furtiva, porém seu coração estava tão acelerado que sua respiração poderia ser ouvida do outro lado da ilha, o primeiro a notar sua aproximação foi o vendedor, que fixou o olhar no jovem e parou de entregar os Berries ao homem, logo o assaltante notaria que haveria algo errado, mas antes de se virar era surpreendido, sua fossa poplítea era atingida por um poderoso chute, no qual imediatamente causava a queda do jovem, o homem de pele escura rapidamente tentaria apontar a arma para o jovem, mas outra tentativa em vão, sua mão rapidamente era prensada contra o balcão da barraca pelo outro pé do jovem, jogando a arma a alguns metros de distância dali.

A situação estava totalmente favorável a O-nan, tudo que restava era nocautear o jovem marginal com um chute em sua têmpora e ele seria visto como um herói por todos que testemunharam aquilo, quando de repente a lateral direita de sua cabeça era atingida por um forte impacto, tão forte que jogaria o jovem contra o chão e deixaria sua orelha direita sem audição por alguns segundos, ao virar seu rosto para a direção do golpe ele notaria um homem, um homem careca, de pele escura, óculos de lentes vermelhas e com tatuagens em seu rosto, ele era muito parecido com o assaltante, provavelmente era seu cúmplice, que havia permanecido na penumbra para garantir que nada sairia errado, faria uma expressão de raiva e direcionaria a palavra ao homem ainda no chão:

- Ora, ora, ora, parece que temos um herói aqui não é? Vamos ver se ainda tem condições de ajudar alguém com a cara desfigurada.

Nesse momento o homem correria em direção a Ead-se que ainda se encontrava-se no solo com um leve atordoo e flexionava seu cotovelo, e a um metro de distância saltava, e jogava seu braço flexionado para cima, visando ganhar mais impulso para acertar um golpe com o cotovelo na cabeça de Ead-se, logo depois disso agarraria o pescoço do jovem com as duas mãos, e o prensaria contra o chão, com a intenção de enforca-lo, nessa estapa do campeonato era possível perceber que o primeiro assaltante estava se arrastando com uma perna só até a arma, agor Ead-se teria que lidar com os dois homens, como ele faria isso?

Cúmplice:
 

Orientação:
 

____________________________________________________

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom BBPmpnj
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Joel Clint
Soldado
Soldado
Joel Clint

Créditos : Zero
Warn : [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom 3010
Data de inscrição : 04/01/2016

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom   [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom EmptyDom 10 Jan 2016, 18:56

O-nan tinha sido o herói de todos em Dawn Island por um breve momento, ele sentiu por um pouquíssimo momento uma sensação de satisfação, por ter feito aquilo que sempre gostava, que era lutar contra a injustiça. Ele sentia seu peito estufar diante do público que ali estava, Ead-se respirava fundo, erguia o seu nariz para mostrar-se superior as outras pessoas e até mesmo o bandido que estava ali no chão.

Dirigia-se ao vendedor quando sentiu um fortíssimo impacto em sua cabeça que o jogara longe, o fazendo perder a audição por um breve segundo. O-Nan mal teve tempo de analisar quem era o outro sujeito que ali chegara assim como, ignorou as palavras do rapaz, já que o rapaz procurar se recompor rapidamente para contra-atacar. O cúmplice agora se dirigia rapidamente ao garoto que ainda estava no chão. Esse era o momento certo para revidar.

O-Nan então vendo o rapaz que se dirigia ao jovem com rápida velocidade, Ead-se tentaria ignorar seu atordoo e daria um giro ali no chão onde estava, para tentar mudar a rota do cúmplice, então, Brovar tentaria com toda a força que ainda lhe restava, aplicar uma rasteira enquanto o cúmplice se preparava para saltar, já que esse era o momento que a força que o bandido possuía estaria concentrada em seus tornozelos para poder assim conseguir alcançar uma altura maior para acertar o jovem.Caso O-Nan acertasse a rasteira e o ladrão caísse no chão, o jovem correria em direção a arma do outro bandido que se arrastava e tentava se recuperar do golpe em seu joelho, que visivelmente estava contundido pois o bandido não conseguira alcançar uma rápida velocidade para chegar a sua arma.

Havendo a possibilidade de Ead-se alcançar a arma, ele tentaria agarrar o armamento e tentaria disparar contra o homem que tinha possivelmente acabado de cair com a rasteira do jovem a poucos momentos, já que esse não sofrera outro impacto maior em nenhum de seus membros a não ser em suas pernas, o que o fizera provavelmente cair no chão. O-Nan tentaria disparar contra esse homem, visando acertar o peito do bandido, pois para alcançar uma maior possibilidade de acerto, era uma maior área a ser acertada, e caso o jovem acertasse, iria atrasar possivelmente qualquer tipo de ação que o bandido poderia tomar pois esse provavelmente estaria ocupado sofrendo de dor ali no local. Então, O-Nan olharia o outro bandido que se arrastava com dificuldade e tentaria novamente disparar, dessa vez na região da cabeça, ignorando qualquer tipo de súplica ou pedido de misericórdia que o bandido possivelmente pediria.

As chances de O-Nan acertar, não eram nulas, mas não eram cem por cento possíveis, ele poderia errar qualquer um dos dois, ou errar a rasteira no homem a momentos atrás.

Caso, Ead-se errar a rasteira no homem, ele e o bandido provavelmente ficariam cara-a-cara, o que de certa forma daria uma pequena vantagem ao jovem, já que esse possuía mesmo que pequeno, um certo conhecimento em arte marcial, o que lhe favorecia no combate corpo a corpo, O-Nan precisaria nocautear ou atrasar o cúmplice o mais rápido possível, pois seu comparsa estava a se dirigir a arma com alguma velocidade, era só questão de tempo para esse alcançar seu armamento e piorar ainda mais a situação, e não era isso que o jovem queria.

Então O-Nan tentaria acertar um chute na região do tórax do bandido, caso o ladrão segura-se a sua perna, Ead-se ainda com a perna presa pelo rapaz tentaria aplicar um giro e tentaria acertar a cabeça do cúmplice com a outra perna, e como consequência o faria cair no chão ou coisa parecida. Mas O-Nan iria cair no chão caso acertasse o chute na cabeça do rapaz, porém, como não provavelmente não levaria nenhum golpe de maior impacto do bandido, tentaria se levantar o mais rápido que pudera para tentar alcançar a arma que o outro ladrão estava a tentar alcançar, para assim tentar aplicar o mesmo tipo de ação de pegar a arma e disparar contra os dois bandidos.

Existe sim imensas outras possibilidades, como a arma sem munição, ou coisa parecida.

Caso não possui-se balas para disparar O-Nan tentaria arremessar a arma contra o rapaz que se rastejava para tentar acertar a cabeça do bandido, e logo após correria para de uma vez apagar o bandido, e assim correr para o outro ladrão que possivelmente estaria no chão para tentar nocauteá-lo com um chute na têmpora e finalmente salvar o dia.

Ead-se estaria nervoso, provavelmente, seus lapsos de adrenalina durariam momentos após o ocorrido, já que esse sentimento estava sendo aguardado pelo jovem a muito tempo.
Caso tudo ocorra bem, O-Nan olharia para as pessoas que ali estavam a observar, estufaria seu peito, levantaria seus braços e gritaria:


- Lembrem de mim Dawn Island, o homem que um dia salvou vocês... Lembrem-se de O-Nan, "A face da justiça" o filho de Deus que caminha perante vocês, que destrói a injustiça e trás paz aos corações oprimidos pelo caos. - Enquanto faria um movimento para agradecer os cidadãos que ali estavam no maior estilo Bad Boy escrachado.

____________________________________________________

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom 4SpSmIe

Legenda::
 

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sakaki
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Sakaki

Créditos : 6
Warn : [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom 1010
Masculino Data de inscrição : 22/10/2013

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom   [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom EmptyQua 13 Jan 2016, 00:27

A calma em seus olhos, isso era perturbador, o cúmplice não representava nenhum nervosismo ou insegurança, ele parecia totalmente seguro diante a situação, talvez aquilo fosse algo para se preocupar, mas a única coisa que Ead-se pensava no momento era em se livrar daquela situação. O cúmplice corria em direção do jovem era possível perceber sua intenção de acertá-lo um poderoso golpe com o cotovelo, e foi nesse momento em que O-nan reagiu, ele rolou seu corpo para o lado, saindo da zona de impacto do golpe do homem, e rapidamente bolou um contra-ataque, ergueu seu corpo do solo e enquanto estendia sua perna rotacionava seu corpo, para que sua perna entrassem em impacto com a perna dele, assim introduzindo uma rasteira no homem e o derrubando de forma violenta contra o chão. E o jovem obteve sucesso, o homem caia bruscamente e impactava o seu rosto contra o chão, e essa era a hora de Ead-se agir contra o assaltante que estava a poucos metros de sua arma e se aproximando cada vez mais, Ead-se já de pé corria em sua direção, mas era surpreendido, enquanto corria ele sentia uma mão agarrar seu tornozelo, interrompendo seu trajeto e o fazendo voltar ao chão novamente, enquanto o assaltante já estava quase em contato com a arma.

Não importa o quanto o garoto se movesse ou usasse sua outra perna para fazer o homem largar sua perna, ele tinha uma força extrema, e não o soltava por nada, Ead-se entrava em desespero naquele momento, o assaltante havia alcançado a arma, parecia tudo estar acabado, quando de repente, o vendedor se mostrou útil, ao mirar a arma para o jovem o assaltante foi atingido por um vaso de barro, que se estilhaçava ao atingir sua cabeça e o nocauteava instantaneamente, fazendo a a arma do assaltante voar para próximo do jovem, a arma se encontrava a alguns palmos de distância, e ao perceber a pequena distância entre ele e a arma o jovem resolveu aumentar suas tentativas de se livrar do homem, emitindo golpes com a sola de seu pé contra o rosto do cúmplice ele era obrigado a se soltar, liberando o caminho do jovem até a pistola do assaltante que ainda estava desacordado.

Não demoraria nada para o jovem se erguer daquele chão imundo e conseguir entrar em contato com a arma, mas o cúmplice não perderia tempo e seguiria os passos de Ead-se, juntamente se erguendo chão e correndo em sua direção, Ead-se não perdia tempo, se virava para o homem que se aproximava e mirava a arma já destravada para o cúmplice, mas como não possuía destreza com armamentos acabou fazendo três disparos, dois deles aleatórios, acertando janelas e barris que se encontravam ali por perto, mas o terceiro e último era o tiro de sorte, acertava o ombro direito do cúmplice que mesmo assim continuava indo para cima de O-nan. Era tarde demais para efetuar outro disparo, o homem já estava praticamente em cima do jovem, com a mão esquerda ele segurava o braço armado do jovem, e com o seu corpo investia contra o jovem, que como consequência impulsionava os dois contra o frágil balcão de madeira que era destruído em questão de segundos, já que estava com o braço direito imóvel pelo tiro que provavelmente havia acertado algum nervo, não seria difícil tirar o homem de cima de seu corpo, que caía ao lado do homem com uma hemorragia.

Parecia estar tudo acabado, o cúmplice estava perdendo sangue pelo tiro, com um braço imóvel e seu rosto estava basicamente desfigurado pela quantidade de golpes que haviam sido impactados contra o mesmo, e agora se encontrava quase desacordado em cima do balcão de madeira estilhaçado, o jovem com vários ferimentos pelo corpo estava pronto para se levantar e se vangloriar quando pode ouvir:

-Saia de perto, não se aproxime, ou eu mato ele!

O vendedor agora era um refém do assaltante que aparentava estar nocauteado, parece que ele havia retomado a consciência durante a briga com o cúmplice, ele estava com uma mão no ombro do vendedor, e a outra segurava um caco afiado do vaso que havia sido estilhaçado em sua cabeça, o caco estava muito próximo a garganta do homem, que com o minimo movimento do braço, rasgaria o pescoço do homem e deixaria o vendedor sangrar até a morte, eles estavam a poucos metros de Ead-se, o jovem não podia arriscar atirar, pois sua falta de experiência com armas poderia causar a morte do inocente vendedor, e esse era o objetivo desde o inicio, então, qual seria a reação de Ead-se?

Orientação:
 




~FEEDBACK~

Visando uma maior qualidade nas orientações, a Staff gostaria de saber a opinião do que achou do orientador em que teve a responsabilidade de narrar. É uma pergunta básica que deve ser respondida com sinceridade, ajudando bastante a qualidade de orientação dos orientadores, afinal os mesmos saberão onde estão indo bem, pecando e assim melhorando gradativamente. Então a questão é a seguinte: "O orientador demonstrou um regular/bom/ótimo trabalho? Desde a parte de tirar dúvidas, as dicas, o carisma do orientador com você (principalmente a atenção que foi dada durante a mini-aventura), o desenrolar dela e por fim se reconheceu uma maior clareza do sistema narrativo."

____________________________________________________

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom BBPmpnj
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Joel Clint
Soldado
Soldado
Joel Clint

Créditos : Zero
Warn : [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom 3010
Data de inscrição : 04/01/2016

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom   [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom EmptyQua 13 Jan 2016, 02:13

O-Nan, o jovem garoto que almejava a fama e o topo, que sonha ainda em ser o melhor. Destruir toda a injustiça sempre fora o seu plano, acabar com todo o mal que existe, parece uma pequena ambição apenas, diversas pessoas podem possuir esse tipo de sonho, "é um objetivo muito simples" o jovem já ouvira, mas com ele era diferente. É como se ele sentisse do fundo de sua alma que algo fazia dele o escolhido, nunca ouvira nenhuma profecia, mas sempre soubera que as coisas tendem a dar certo para o seu lado, por isso constantemente sentia-se superior as outras pessoas, mas isso era errado. Ele tinha que ser humilde como sempre fora e como foi ensinado pelas pessoas que o criaram.

Todos esses pensamentos vinham a tona quando O-Nan fora fortemente derrubado naquela tenda de madeira, o que o fizera ficar levemente atordoado. A dor percorria seu corpo, suas costas doíam e ele só sentia mais vontade de ir para casa, tomar um banho, ou até mesmo ir a um bar mais próximo para poder encher a cara de saquê até ficar sóbrio novamente.

Mas esse não era o momento para se ter essas ideias em mente, o ladrão agora tem um refém.

Ead-se nunca soubera como lidar com essa situação, ele nunca antes havia pensado que isso poderia acontecer. Então outro sentimento passar a tomar conta de O-Nan, a ira era uma emoção quase que inédita dentro do jovem, ele se sentia imponente diante daquela situação, qualquer movimento brusco poderia facilmente matar o cidadão inocente que a poucos momentos havia mostrado seu pequeno ato de heroísmo, assim como O-Nan.

Transpirava ira, e prometera a si que quando ele colocar as mãos no assaltante ele faria questão de esmurra-lo, mas não irá o matar. Ead-se precisava demonstrar calma, a vida do vendedor está nas mãos do assaltante e na do jovem aventureiro.

Então ele abaixa suas mãos e tenta não tensionar os ombros enquanto diz:



- Você sabe que se matar esse cidadão, eu mesmo arranco a sua amígdala com minhas próprias mãos sem usar nenhum objeto cortante, não sabe? - Ele diz enquanto tenta até mesmo com o olhar intimidar o bandido de alguma forma -Então seguinte, solta esse vidro e eu prometo que não te mato, a gente senta aqui e espera a marinha chegar pra te prender.

Caso a intimidação funcione, O-Nan de certa forma esperará o vendedor se afastar do assaltante e esperar o bandido soltar o que poderia ser o caco, para então caso Ead-se esteja portando a arma, em um movimento de saque rápido, tentará acertar o bandido em uma das pernas para o deixar imobilizado, então ele calmamente se aproximaria do meliante, pois se ele estiver ferido ou estiver ajoelhado, O-Nan desferir um chute com força na cabeça para enfim tentar nocautear o bandido e dizer:

- Me desculpa, eu costumo contar lorotas casualmente.


Essa era uma ideia que circundava a mente do jovem, que sempre sentira vontade de dizer essas palavras, já que vira seus heróis favoritos dizerem coisas parecidas para intimidar ainda mais os bandidos. Caso a intimidação não funcione, O-Nan partirá para uma atitude ainda mais arriscada, ele tentara se aproximar muito lentamente com as mãos na altura do ombro, esticadas para demonstrar que não fara nenhum movimento brusco, se conseguir chegar perto o suficiente do bandido, Ead-se calmamente irá com movimentos muito friamente calculado dizer:

- Aqui, me dá esse caco e vamos resolver isso sem precisar machucar esse vendedor, vamos resolver isso agora. Eu e você, mano a mano, dois homens resolvendo isso como verdadeiros homens.

O-Nan tentará essa ação perigosa, para então, tentar convencer o homem a liberar o refém e assim, se possivelmente o bandido soltar o pedaço de vaso, Ead-se irá novamente tentar acertar uma das pernas do assaltante na região do joelho para desequilibrar o homem, e tentar aplicar um golpe na cabeça do ladrão. Se o homem defender o chute do jovem ele tentara aplicar um chute com a sola do pé com toda a sua ira no tórax do homem e trocando rapidamente o pé de apoio para fazer o mesmo com a perna esquerda para tentar derrubar o homem e o fazer desmaiar com socos na face.

---------------------------------------------------------------
FEEDBACK



O estagiário narrador, possui uma ótima narrativa e desenvolve muito bem a história sem nenhum tipo de enrolação, ou enche linguiça, a história narrada foi boa mesmo para uma simples mini-aventura, e as orientações foram completamente claras.

off:
 

____________________________________________________

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom 4SpSmIe

Legenda::
 

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sakaki
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Sakaki

Créditos : 6
Warn : [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom 1010
Masculino Data de inscrição : 22/10/2013

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom   [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom EmptyQui 14 Jan 2016, 05:52

Ead-se estava nervoso, sua respiração estava ofegante, transpirava gostas fervorosas de suor, ele podia sentir a adrenalina correr por suas veias, ele nunca pensou que se encontraria em uma situação daquela, caso cometesse o menor dos erros aquele pobre vendedor perderia suas vidas pela mão daquele meliante, ele devia agir de forma sorrateira, ele tentava esconder seu nervosismo atrás de formas de intimidação contra o criminoso, mas nada daquilo surtia efeito, o homem mantinha o afiado caco de vidro praticamente junto ao pescoço do comerciante. Era possível ver o desespero no olhar do comerciante que encarava O-nan com uma expressão enigmática, é como se ele quisesse implorar por ajuda, mas caso abrisse a boca por qualquer motivo corria o risco de ter sua garganta cortada, aquilo deixava Ead-se com tanta raiva, tanta raiva que ao por suas mãos no bandido ele estaria disposto a matá-lo da forma mais cruel possível.

Agora era a hora de partir para o plano B, já que o homem não havia reagido de forma agradável diante a intimidação do rapaz, ele iria tentar negociar com o assaltante, mas não seria fácil, o homem estava extremamente nervoso, e tudo que o assaltante visava era se manter vivo, e não há nada mais perigoso do que um homem que não tem nada a perder. Ele tentaria se aproximar lentamente do homem com sua mãe estendida, simbolizando que o jovem pretendia receber aquele fragmento de vidro pela parte do assaltante, que ao notar a  aproximação do rapaz, faria uma expressão de raiva e diria em tom alto e agressivo:

-Largue a arma! Achou mesmo que eu não ia notar que você ainda esta com ela? Solte-a e não se aproxime!

Ead-se não possuía outra escolha, teria que se livrar da arma, e seguir as exigências do criminoso, certamente o fora da lei estava em vantagem, mas apenas por enquanto, enquanto se preparava para abrir mão do armamento, Ead-se notaria uma movimentação estranha em uma rua próxima, eram os marinheiros, vinham em direção ao local de forma furtiva para que o criminoso não percebesse a aproximação de tais, por sorte o fora da lei estava de costas para tal rua, O-nan procuraria direcionar sua visão para lá o menos possível, para que o criminoso não percebesse nada, agora, tudo que ele precisava fazer era enrolar, evitar que o vendedor fosse morto e dar tempo para a marinha, para que ela pudesse realizar o seu dever.

O-nan já havia se livrado do armamento que se encontrava a alguns metros dali, estava parado, cara a cara com o criminoso, que se afastava pouco a pouco em direção a uma viela ali próxima, era uma questão de segundos até que o assaltante decidisse soltar (ou matar) o vendedor e correr em direção para o beco, o criminoso dava passos lentos para a esquerda, com o vendedor ainda em seus braços e com o olhar fixo em Ead-se, o jovem não podia permitir que ele se movesse, isso impediria o trabalho dos marinheiros de neutralizar o alvo, então realizaria um movimento brusco para a frente e diria:

-Aqui, me dá esse caco e vamos resolver isso sem precisar machucar esse vendedor, vamos resolver isso agora. Eu e você, mano a mano, dois homens resolvendo isso como verdadeiros homens.

O homem pararia, olharia em direção a O-nan novamente com a expressão de ódio, e começaria a dialogar de forma agressiva com Ead-se, aquele dialogo nada amigavel se tornaria uma discussão, até o ponto em que o criminoso se exaltaria, seguraria o caco de vidro com mais firmeza contra o pescoço do rapaz e diria:

-Já chega, eu vou matar esse velho agora e depo...

Um único disparo certeiro e preciso, a cabeça do criminoso balançava de um lado para o outro como uma folha caindo sobre o forte vento, o vendedor se soltaria dos braços daquele corpo já sem vida e correria em direção aos marinheiros que agora se aproximavam correndo, o vendedor nem agradeceria Ead-se no qual agora, se encontrava coberto de sangue fresco, jorrado da cabeça do homem que agora se encontrava deitado sobre o solo gelado e sujo, o jovem permaneceria alguns minutos, sem falar nada e sem se mover, para se recuperar de toda aquela situação, finalmente, estava tudo acabado.

Um homem com farda da marinha se aproximava de Ead-se, ele mantinha um sorriso simpático no rosto mesmo diante aquela situação deplorável, ele parabenizaria O-nan pelo seu feito heroico e perguntaria se ele estava bem, após receber a resposta eles dariam algumas risadas, e Ead-se citaria sua intenção de se integrar a marinha, e então sua jornada se iniciaria.




~Mini-Aventura ENCERRADA~


Nota: 03


Observações:
- Eae Brovar, o que dizer sobre essa magnifica mini-aventura na qual tive o prazer de narrar? Sério haha, teve um enredo ótimo, você postou muito bem, um post mais lindo do que o outro, fizemos história aqui amigo, você narra muito bem, explorou quase todas as possibilidades em seu post, menos uma, o que você iria fazer caso ele matasse o vendedor? Mas isso não importa, finalizamos com chave de ouro, não tenho observações adicionais a não ser pedir para que você leia posts de players mais experientes, você vai aprender muito com isso. E do fundo do meu coração de orientador espero que você crie sua ficha e tenha sucesso no fórum, foi um prazer lhe narrar, até a próxima!

O que fazer agora que terminei minha Mini-Aventura?
- 1º passo: Agora que encerrou sua mini-aventura basta você criar a sua ficha na Criação de Personagens usando o Modelo de Ficha para fazer isto. Como sua mini está finalizada é só colocar a EXP e EDC que ganhou aqui na ficha e esperar que ela seja avaliada.
- 2º passo: Corra e crie sua aventura. Onde? Você vai em regras e lá tem um tópico chamado Crie sua aventura, detalhe você só pode criar com ficha aprovada e com nenhum pedido de criação de aventura pendente. Caso aja alguma pendente espere alguém aprovar a aventura anterior, para postar a sua.
- 3º passo: Aventura aceita? Então procure um narrador, onde? Em T.N.D. Importante olhe em como você deve fazer para procurar um narrador. Depois crie um tópico a pedir um narrador, no 1º link deste 3º passo e pronto ficará só a espera de um narrador pegar sua aventura.
- AH! Leia as regras para que você não venha a tomar punições.

____________________________________________________

[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom BBPmpnj
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Empty
MensagemAssunto: Re: [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom   [MINI - O-NAN] - Started From The Bottom Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[MINI - O-NAN] - Started From The Bottom
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Personagem e Mundo :: Mini-Aventura :: Mini-Aventuras Concluídas ou Canceladas !-
Ir para: