One Piece RPG
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 XwqZD3u
One Piece RPG
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» All we had to do, was cross The Damn Line, Elise!
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 17:02

» [Mini-Mila] - Último Capitulo
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 16:00

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor Kyo Hoje à(s) 15:57

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor AoYume Hoje à(s) 13:52

» A HORSE WITH NO NAME
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor Axell Hoje à(s) 13:21

» União Flasco: Inicio do Sonho
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor Dante Hoje à(s) 12:26

» Ficha nova
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 11:35

» Grandhao Scale
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 11:35

» Em Busca do Crédito Perdido
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 01:27

» Chapter II: EDEN - Drugs ♪♫♪
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor Nolan Hoje à(s) 00:44

» I - Justiça: Um compromisso obstinado!
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor Hammurabi Hoje à(s) 00:23

» M.E.P - Mini Mila
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 00:04

» Vol 2 - The beginning of a pirate
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor Arthur Infamus Ontem à(s) 23:38

» Uma promessa ao céu
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor Bolin Ontem à(s) 23:27

» Ep 1: O médico e o marinheiro
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor TerryBogard Ontem à(s) 23:17

» M.E.P. - MINI AVENTURA HOKI - RECOMEÇO
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor Hoki Ontem à(s) 23:00

» [MINI-HOKI] O Espadachim Negro
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor Hoki Ontem à(s) 23:00

» Entrementes
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor Oni Ontem à(s) 22:44

» Ato I - Antes da tempestade
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor Dante Ontem à(s) 21:15

» Virtudes do ódio, votos de sangue
Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Emptypor GM.Midnight Ontem à(s) 20:50



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Ato I - Antes da tempestade

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 77
Warn : Ato I - Antes da tempestade - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Ato I - Antes da tempestade   Ato I - Antes da tempestade - Página 3 EmptyTer 22 Dez 2020, 00:55

Relembrando a primeira mensagem :

Ato I - Antes da tempestade

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Fujioka Razard. A qual não possui narrador definido.


Equipe One Piece RPG

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Razard
Civil
Civil


Data de inscrição : 27/06/2012

Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato I - Antes da tempestade   Ato I - Antes da tempestade - Página 3 EmptyQui 07 Jan 2021, 22:36


Apesar do susto inicial, que me fazia soltar uma suave risada, a garota parecia aceitar bem minha aproximação e até mesmo me convidava para me sentar à mesa. Aceitando o convite, caminhava até o outro lado da mesa, puxava uma cadeira e me sentava nela. Mantendo uma postura ereta, mas relaxada, e com os braços cruzados, eu a ouvia e até olhava para o garçom quando ela mesma o chamava.

“Ela é daqui e vem ao restaurante só para ver ele? Deve ser muito fã mesmo.”

A empolgação da garota era divertida de ser ver e após ela me passar a palavra, eu a respondi de imediato. - Me chamo Razard. Sou de Black Drum, uma ilha bem diferente dessa mas não tão distante. Lá as coisas, a vegetação, casas, tudo parece meio morto, diferentemente daqui que tudo é bem mais… vivo e colorido. - Minhas palavras também possuíam certa admiração, afinal, eu era um amante do clima que a ilha tinha, com um pouco mais de sol do que nuvens, mas ainda assim de um clima tropical. - E você é só uma fã ou vai tentar seguir os passos do seu pai e ser aprendiz dele também? - Depois de falar aquilo, algo em minha cabeça clicava e uma dúvida surgia. - Pera ai, o seu pai foi aprendiz do Raiki? Quantos anos aquele monstro tem!? Ele nem parece ser tão velho assim!

Uma expressão de dúvida surgia em meu rosto e imediatamente procurava o mestre para tentar olhar em sua direção e averiguar sua aparência. Antes daquele comentário eu não havia realmente notado o quão velho ele parecia ser, mas para o pai de uma garota ter sido o seu aprendiz ou ele era uma espécie de vampiro ou o pai dela só foi aprendiz dele depois de velho.

Apesar de fazer aquela pergunta e tentar olhar na direção do mestre, meus olhos também notaram um comportamento diferente na garota. Por um momento rápido ela arrumava o cabelo e logo em seguida o faixa branca se aproximava. Meus olhos cobertos pelos óculos escuros olhavam com curiosidade e apenas um sorriso de canto de boca aparecia enquanto eu observava o desenrolar da interação deles. “Parece que eles não são irmãos…” Sem falar nada demais até o homem de kimono me perguntar, eu o respondia com um certo divertimento. - Pra mim nada, a menos que eu possa comer de graça! Na verdade, eu gostaria de perguntar o seu nome. Já que agora nós somos aprendizes do mesmo mestre, acho importante saber o nome daqueles que vão sofrer pra mim nos treinos. - Um sorriso amarelo surgia enquanto eu tentava fazer uma brincadeira com o aprendiz.
Histórico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dante
Orientador
Orientador
Dante

Créditos : 4
Warn : Ato I - Antes da tempestade - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 20
Localização : Foda-se :D

Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato I - Antes da tempestade   Ato I - Antes da tempestade - Página 3 EmptyTer 12 Jan 2021, 13:23



Nem o melhor e Nem o pior

Apenas debochado
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]




A mulher ouvia-o com atenção quando resolveu se apresentar, percebendo algo a mais do qual não se preocupou em fazer. Ela estendeu a mão e com um sorriso pós espanto tentou cumprimentá-lo. - É um nome bem diferente, nunca ouvi antes. Sou Kyria - Ela desviava o rosto brevemente para o lado, se inclinando para trás por causa da aproximação repentina do outro karateca, que também estendeu seu braço para cumprimentá-lo logo após. Diferente da garota que demonstrava um aperto bem firme e confiante, ele era mais suave. - Kieran, e eu pago dessa vez - Sorriu de canto, completando após soltar sua mão - Se vai tentar me fazer sofrer, então é melhor estar bem alimentado. - E saiu com uma postura confiante indo na direção da cozinha. Raiki não aparecia por ali, mas os urros de quando Razard havia entrado retornavam e com maior intensidade. Aos poucos, vários karatecas saiam entregando em bandejas a comida dos pedintes. Kyria tornava sua atenção para o loiro, retornando ao diálogo. - Drum? Acho que já ouvi falar… Bem, fico feliz que esteja gostando daqui. -

O cheiro de churrasco era presente e agradável, estimulando a fome do pugilista. - Vou lutar, com certeza. Tive que organizar a mudança pra cá, enquanto meu irmão só chegou colocando o kimono do Raiki assim que viu ele - Soltou um riso abafado, olhando para a porta da cozinha vendo se mais ninguém iria sair de lá - Se achou que eu era uma fã, espera só pra ver ele quando o ídolo sair de perto - Mais alguns segundos se passaram e tão logo que citaram o diabo ele resolveu bater as patas. Ou melhor, abaixar a bandeja com dois pratos de arroz e camarão com um molho branco. - Aqui o de sempre, lazarenta. - Comentou com escárnio para Kyria, olhando Razard com o mesmo sorriso provocador enquanto entregava seu prato. - E pra você, o de sempre dela. -

Saiu vazado.

Quase correndo pra cozinha depois de ouvir um urro amedrontador do mestre e chef. Kyria colocou um paninho pra evitar se sujar - Sei lá, acho que o velho tem trinta, ou quarenta. Eles eram mais parceiros, mas o meu pai sempre estava atrás. Então acabou virando mais um seguidor. - Disse antes de começar a dar boas garfadas naquele prato. Ela comia com voracidade e parecia estar bem faminta se sujando nos beiços, mal parecia ser a menininha entusiasmada com seu ídolo momentos atrás quebrando essa imagem pela forma como sujava o pano com crueldade.







[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________

E daí que parece sem saída? Eu nem fujo mesmo
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Razard
Civil
Civil
Razard

Créditos : 27
Warn : Ato I - Antes da tempestade - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 27/06/2012
Idade : 25
Localização : Alem do Horizonte

Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato I - Antes da tempestade   Ato I - Antes da tempestade - Página 3 EmptyQua 13 Jan 2021, 11:15

Minhas suspeitas de que os dois eram irmãos, ou parentes, havia ficado um pouco confusa, mas ao ouvir seus nomes e notar a semelhança, qualquer dúvida havia sumido. Era impossível duas pessoas se parecerem tanto e terem nomes semelhantes sendo estranhos. “Talvez eles sejam gêmeos. Eles parecem ter a mesma idade. Se não, eles têm idade muito próximas.” Às vezes eu me preocupava com assuntos muito aleatórios, como era o caso, mas bastava falar de comida que meu foco retornava ao normal.

A resposta do karateca que nos atendia me fazia sorrir animado em resposta. Mesmo não tendo lutado com ele ainda, o rapaz parecia confiante de sua habilidade e até mesmo se oferecia para pagar uma refeição, que era aceita de muito bom grado. - Oho! Se você me alimentar antes de lutarmos então é porque você se garante mesmo. Vamos ver na prática em! - Socando a palma da minha outra mão e ainda falando de forma divertida, eu o respondia ainda mantendo as provocações.

Com a saída do garoto, voltava a olhar para jovem à minha frente, principalmente quando esta começava a falar. Não demorava muito para que ela confirmasse de vez minhas suspeitas de seu parentesco com o karateca que nos atendia. “Como eu havia pensado!” Rindo junto da garota, não a respondia de imediato pois o irmão chegava logo após ter sido citado. Para alegria de todos, o karateca chegava com os pratos e eu imediatamente respondia ao ver o prato que era colocado à minha frente. - Você tem um bom gosto em garota! Faz um tempo desde que comi camarão! - Esfregando as mãos em ansiedade para provar o prato, minha atenção captava uma cena estranha logo a minha frente. Com muita delicadeza a garota colocava um pano para não se sujar, e diferente de qualquer outra pessoa que tenha visto, ela mostrava o porque usar o paninho.

Apesar de achar graça e dar um sorriso ao ver aquilo, não comentava nada de mais e comia minha refeição, sem me sujar e sem usar nenhum paninho pra isso, é claro. - Hmm, entendo. Então seu pai tem a mesma idade do Raiki e treinou com ele, mas nunca chegou no mesmo nível? - Fazia uma pausa para dar mais uma garfada. - Daí os filhos dele vão fazer o mesmo e vim treinar com ele também? Faz sentido. Mas a dúvida é, você e seu irmão vão tentar ser melhor que o Raiki ou vão só ficar na sombra dele, como seu pai ficou? - Minhas palavras podiam soar com arrogância, mas elas eram importantes para saber que tipo de pessoa ela era. - Não me entenda mal. Não existe problema em ser fã e se tornar mais um a sombra da força dele porque ele é realmente muito forte. Porém, se você pensar assim para sempre, você nunca vai ser algo a mais. Você nunca vai superar seu ídolo. Você vai ser mais um dos vários seguidores que ele tem. Literalmente mais uma na multidão. É isso que você quer ser? Ou você vai se inspirar nele e tentar ser algo mais? - Depois de falar aquilo, terminava de comer rapidamente para encerrar a conversa.

Talvez a garota estivesse em choque com o que eu tinha falado, talvez ela recebesse aquilo numa boa, ou talvez ficasse irritada comigo, mas a verdade é que a reação dela não importava muito pois eu somente queria passar uma mensagem para ela. “Odeio ver pessoas sem ambição. Se ela realmente for esse tipo de pessoa, seria uma pena. Quem sabe eu não estimulo algo novo nela.” Independente da reação dela, me levantaria da mesa e dirigiria a palavra a ela mais uma vez. - Pense nisso e espero vê-la no treinamento amanhã, garota. Obrigado pela refeição! - Com um sorriso confiante no rosto me despedi dela e segui meu rumo.

Saindo da mesa, meus olhos procuravam pelo irmão da garota e que Raiki havia me indicado. Como meu treinamento com o mestre começaria apenas amanhã, eu iria descobrir onde era o dormitório que ele havia mencionado e saíria para treinar pelo resto do dia, afinal, eu não ficaria parado depois de dar aquele sermão na jovem. Assim que encontrasse o faixa branca, me dirigiria até ele e perguntaria se ele estivesse livre. - Ei Kieran, Raiki mencionou um dormitório para os aprendizes, pode me dizer onde fica? - Se ele estivesse atendendo alguém, esperaria ele terminar o atendimento para então abordá-lo. Se ele me indicasse o caminho, iria até o local e daria uma boa olhada lá. Caso ele fosse comigo para me mostrar o local, iria acompanhá-lo.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Meus Link: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dante
Orientador
Orientador
Dante

Créditos : 4
Warn : Ato I - Antes da tempestade - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 20
Localização : Foda-se :D

Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato I - Antes da tempestade   Ato I - Antes da tempestade - Página 3 EmptySex 15 Jan 2021, 12:36



Nem o melhor e Nem o pior

Apenas debochado
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]




Ambos deleitavam-se com a refeição do chef que mostrava-se bem ocupado com seu exército lá na cozinha, mas conseguiam sentir um sabor prazeroso e delicadamente preciso no tempero e sal, deixando um gosto inconfundível na ponta da língua. Era estranho imaginar como eles realmente trabalhavam lá dentro, e faziam algo tão artesanal e saboroso. De toda forma, Kyria ouvia as palavras com o foco total na comida, respondendo de boca cheia apressada nas garfadas do prato generoso que havia recebido de seu irmão. - Sim, mas Hmnr’ meu pai era um pouco mais novo - Assim, abriu brecha para Fujioka continuar seu monólogo, que ela ouviu completamente em silêncio enquanto terminava de devorar o almoço. O loiro se levantou, despedindo-se e assim que deu as costas ouviu uma batida forte na mesa, algo que realmente chamou sua atenção. - Aí! - A voz de Kyria desgarrou-se dos limites, aumentando um pouco o tom e chamando atenção alheia. - Ele não teve a chance de superá-lo de novo, mas eu sim! Eu voltei aqui por ele, e por mim - Existia uma raiva fervorosa naqueles olhos vidrados no loiro. Ela deixou sua voz ecoar uma vez mais, com ainda mais força e convicção - E vou lutar! - Cerrou os punhos, franzindo. Algumas pessoas haviam se assustado, outras no entanto pareciam até rir um pouco e chamá-la por alguns insultos como maluca, escandalosa, entre outros. De toda forma, diferente do que deveria-se imaginar, ela não demonstrou vergonha no que havia dito depois de ser julgada. Apenas os ignorou.

A raiva sumiu do seu rosto após alguns segundos e ela voltou a si, mas permaneceu convicta e confiante. Deixou dinheiro sobre a mesa, ao lado do prato e saiu depois de fazer uma reverência de karate, respondida por um dos que estava servindo. A imagem de garotinha fanática havia sumido junto com ela daquele restaurante.

Logo então Razard encontrou-se com Kieran, servindo outra pessoa. Esperou alguns segundos e foi-se até ele, que de imediato largou a bandeja com um sorriso. - Claro, é perto do dojo. Vambora - Pareceu até mais animado depois de ouvir seu último pedido, suspirando de alívio enquanto apertava o passo na direção da porta. Assim que saíssem dali, perceberiam que o sol havia tomado o lugar das nuvens e não havia mais brecha para qualquer chuva. Provavelmente, seria assim até o fim do dia com um céu tão limpo. O movimento de pessoas estava ainda mais reduzido, e com as ruas desertas ficava fácil de matarem papo sem preocupações - Que loucura lá dentro ein? Já fazia algum tempo que ela não ficava assim - Coçou a cabeça, meio que rindo um pouco envergonhado. As ruas eram compostas de terra, onde eles iam abrindo caminho numa direção distante da civilização mata adentro. Havia estrada é claro, mas as casas começavam a sumir no horizonte. - Bem, não se preocupe. É normal ela se empolgar assim, principalmente quando falam sobre lutar. - Disse de maneira arrastada. Parecia estar um tanto cansado, mas continuava sorrindo apesar das olheiras.

Após alguns minutos de terra e vegetação molhada, depararia-se com uma clareira no meio da floresta onde no centro havia uma grande cabana totalmente de madeira refinada, de um marrom claro muito bem cuidado apesar das condições climáticas. O telhado tinha uma coloração escura e duas camadas grossas escorrendo uma para cada lado. Provavelmente para evitar o excesso de chuva, e funcionava muito bem. - É aqui. Pode não ser muito mas… Tem tudo que um lutador precisa. - Disse apontando para a casa, e abrindo-a, revelando um grande salão com umas três portas em cada lado e uma lá na frente, no canto direito. O salão tinha um grande tapete vermelho e felpudo, e no meio, mais ao lado da porta do canto, uma lareira generosa com chamas aconchegantes. Kieran apontou para a porta do meio à direita - Ó teu quarto. Vai em frente. - Lá depararia-se com uma cama de solteiro com cobertor vermelho e um travesseiro branquinho. Mais um tapete no meio, dessa vez menor, e do lado da cama um criado mudo. - A cozinha fica ali, mas cuidado pra não pegar o sorvete de ninguém na geladeira. O povo daqui fica bem puto quando alguém faz isso… - Comentou balançando a cabeça, como se estivesse relembrando.








[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________

E daí que parece sem saída? Eu nem fujo mesmo
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Razard
Civil
Civil
Razard

Créditos : 27
Warn : Ato I - Antes da tempestade - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 27/06/2012
Idade : 25
Localização : Alem do Horizonte

Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato I - Antes da tempestade   Ato I - Antes da tempestade - Página 3 EmptySab 16 Jan 2021, 23:59


Ao notar que a jovem levantava a voz para me chamar a atenção, e do restaurante todo, eu parava de andar e virava um pouco meu corpo para olhá-la com o canto de lado.  “Era isso que eu queria ouvir!” Minha reação se limitava a um sorriso empolgado e visível à própria garota.  “No fim das contas ela tem um espírito de luta. Pelo visto eu me enganei com ela. Isso vai ser interessante!” Ali eu observava toda a ação e fala da jovem e em todo momento eu demonstrava o sorriso empolgado, principalmente quando ela saia ignorando as ofensas dos outros clientes.

Se eles tivessem falado aquilo para mim, eu teria arrebentado os dentes naquele mesmo lugar, bom, talvez fora do restaurante porque Raiki havia me recepcionado muito bem, mas como não havia sido o caso, eu segui meu rumo para encontrar o faixa branca. Esperando que ele terminasse de atender um cliente, eu o abordava logo em seguida e para minha surpresa ele decidiu me levar até o dormitório. Ele provavelmente estaria aproveitando aquela deixa para sumir do serviço no horário de pico, mas eu estava cagando para aquilo e apenas o seguia até o local.

Saindo do restaurante, meus olhos rapidamente iam na direção do céu e confirmavam que aquele dia não seria mais regado de chuvas, muito menos de tempestades, portanto eu tirava qualquer esperança de encontrar com o sábio hoje.  “Parece que hoje não é o dia certo. Muito bem, pelo menos terei tempo de aquecer.” Mesmo usando óculos de sol, eu ainda levava uma das mãos para cobrir a parte de cima dos olhos enquanto olhava para o céu devido ao clima limpo. No entanto, minha atenção era rapidamente atraída de volta ao aprendiz que me guiava.

Sorrindo com a fala do rapaz, eu o respondia com um tom descontraído. - Eu não estou preocupado. Você é quem devia, pois ela falou que ia superar o pai de vocês e o próprio mestre Raiki… - Rindo com minha própria fala, minha intenção era provocar o jovem da mesma forma que eu fiz com a irmã dele. “Acho que eu vou me divertir um pouco durante esse treinamento.” Ainda mantendo o sorriso no rosto, o seguia até onde era o dormitório e me surpreendia com a localização do mesmo.

Sendo no meio da floresta, a cabana de madeira tinha espaço suficiente para abrigar alguns aprendizes e o tamanho não seria um problema para mim. Por conta de minha altura extravagante eu havia acabado me acostumando a dormir fora de casa, mas o local parecia ser amplo o suficiente para me abrigar lá dentro.  “Bom, qualquer coisa eu durmo no salão.” O salão principal era grande e tinha várias portas laterais e uma porta central. Ao que parecia, aqueles eram os quartos, afinal foi para onde o garoto me indicou onde eu iria dormir.

Rapidamente olhava o quarto, apenas para ter uma noção de como era, afinal eu não trazia nenhum pertence comigo para deixar ali, e rapidamente voltava para o lado de fora da cabana. - Parece ótimo. Com certeza é o suficiente já que eu não vou ficar muito tempo por aqui mesmo. - Chegando ao lado de fora, me espreguiçava, como sempre fazia ao sair de um local apertado, e caminhava um pouco ao redor, observando as árvores e pensando como eu iria aproveitar meu tempo nesse dia. - Você falou que o Dojo fica aqui perto? Se incomoda de me levar até lá? Eu esperava começar a treinar hoje, se não eu vou usar essas árvores aqui mesmo, ou… se você não estiver muito cansado e quiser treinar, também pode ser. - Mais uma vez minha fala era cheia de provocações e deboche. Mesmo que sem ser ofensivo, eu tentava provocar o rapaz a uma luta de treino até mesmo para saber se ele era forte ou não.
Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Meus Link: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dante
Orientador
Orientador
Dante

Créditos : 4
Warn : Ato I - Antes da tempestade - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 20
Localização : Foda-se :D

Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato I - Antes da tempestade   Ato I - Antes da tempestade - Página 3 EmptyTer 19 Jan 2021, 22:54



Nem o melhor e Nem o pior

Apenas debochado
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]




Razard saiu da casa reparando um pouco melhor nos arredores da cabana, notando que a clareira era alguns metros metros maior que a área ocupada pela casa. Em torno daquele local sem sombra alguma, projetavam-se diversas árvores. Muitas, não, todas, com suas folhas molhadas despejando respingos vez ou outra. De toda forma, só havia a trilha aberta e mesmo nela alguns galhos intrometiam-se no caminho do alto, podendo bater na cara de alguém grande como o pugilista.

- Não me incomodo não, nem um pouco na verdade. Seria até bom… - Disse com certa preguiça, massageando seu próprio pescoço com a canhota enquanto suspirava. - Ficar longe daquele trabalho todo. Mas… Tem um problema. - Sorria de canto, devolvendo o semblante provocativo - Raiki costuma fechar o Dojo quando trabalha no restaurante. E você parece mesmo estar afim de levar outra surra. - Ele amarrava a faixa de seu kimono branco com mais firmeza, apenas puxando ambas as fitas. - Tem certeza que apanhar uma vez por dia já não está bom? - Abriu ainda mais seu sorriso e é claro, Fujioka sentia uma certa empolgação vindo do rapaz. Ele também conseguia perceber uma cicatriz na sobrancelha dele, olhando melhor agora. Um corte ligeiramente fino que subia do olho até a testa na vertical.

O vento batia gentilmente em seus ombros, balançando seus cabelos enquanto soprava murmúrios proibidos de ancestrais esquecidos em uma língua que sequer conseguia conceber. Era uma sensação sinistra, embora o clima de Karate Island fosse tão agradável...









[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________

E daí que parece sem saída? Eu nem fujo mesmo
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Razard
Civil
Civil
Razard

Créditos : 27
Warn : Ato I - Antes da tempestade - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 27/06/2012
Idade : 25
Localização : Alem do Horizonte

Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato I - Antes da tempestade   Ato I - Antes da tempestade - Página 3 EmptyDom 24 Jan 2021, 22:43


A provocação do faixa branca realmente me empolgava. Talvez ele fosse tão forte quanto o mestre ou talvez fosse apenas um aprendiz corajoso. Eu, no entanto, nunca recusaria uma luta depois de uma provocação dessas e o fato de estar lutando com alguém que, pelo menos, parecia ser bom me instigava. Com um sorriso ardiloso no rosto, eu arrumava o óculos em meu rosto e caminhava na direção da clareira.

- Olha garoto, eu apanho desde o dia que nasci, não vai ser hoje que levar uma ou duas surras vão me derrubar. Na verdade, elas me empurram para melhorar toda vez! - O sorriso agora ia de ponta a ponta em meu rosto e eu o encarava diretamente, tentando intimidar com minha confiança. - De onde eu venho, existe um grupo de guerreiros que, apesar de hoje eles serem um bando de paspalhos, ele ainda precisa tomar um raio na cabeça. Uma surra não se compara a isso e se eu quiser superá-los, bom, vou ter que apanhar tanto quanto para me comparar com um raio! - Ao terminar de falar, meu punho direito se encontrava com a palma da mão esquerda em um sinal de que estava prontíssimo para lutar, porém, algo estranho acontecia naquele momento.

Mesmo estando praticamente pronto para lutar, uma sensação sinistra chamava minha atenção. Se fosse qualquer outra coisa eu deixaria passar, mas aquilo não dava para ignorar. - Hoy, tá ouvindo isso? Que porra é essa!? - Saindo da posição de luta, perguntava para o faixa branca que estava na clareira comigo enquanto olhava ao redor procurando por algo estranho. “Mas que porra é essa. Será que é algum imbecil tentando tirar uma onda com a gente?” Apesar de não sentir medo, não podia negar que aquilo dava calafrios.

Se não encontrasse nada ao redor, voltaria a olha na direção do faixa branca para perguntar de forma bem direta. - Ei, que merda foi essa? Não vai me dizer que eu to ficando doido logo agora e to ouvindo coisa sozinho, né? Você também ouviu essa voz estranha falando umas coisas nada haver, né? - Tentando confirmar que não estava ficando doido, esperava pela resposta do karateca e, se ele me falasse que não havia ouvido nada, responderia uma última vez. - Ta zuando com minha cara né? Tem certeza que você não ouviu nada de estranho? - Se ele continuasse a negar que estava ouvindo algo, eu pararia um pouco, fecharia os olhos e tentava me concentrar para escutar com mais atenção e conseguir mais informações. Eu podia não bater muito bem da cabeça, mas eu tinha certeza que eu não era insano ao ponto de ficar escutando coisas do nada.

Se eu tivesse encontrado algo com meus olhos, tentaria olhar com mais atenção para identificar o que quer que fosse e comentaria ao karateca para que ele olhasse também. - Ei, o que é aquilo ali? - Falaria apontado para o local. De forma alguma tomaria alguma ação precipitada e sairia correndo no meio da floresta, se algum bicho estranho aparecesse, e viesse em nossa direção, tentaria rapidamente identificar se daria para lutar contra ele. Se esse fosse o caso, tentaria me colocar em posição defensiva para tentar me defender até entender contra o que estava lutando. Se fosse um animal com garras ou presas, tentaria bloquear os ataques segurando as patas ou o pescoço dele. Apesar de saber me defender bloqueando, não iria dar meu braço para ser rasgado por garras ou ser mordido, tentaria sempre impedir o ataque com um agarrão antes de ser acertado.

Porém, se eu percebesse que não seria possível lutar contra, aí sim eu iria correr na direção da cidade ou da cabana, caso o bicho estivesse entre o caminho da cidade. - Fudeu! Corre mané!
Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Meus Link: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dante
Orientador
Orientador
Dante

Créditos : 4
Warn : Ato I - Antes da tempestade - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 20
Localização : Foda-se :D

Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato I - Antes da tempestade   Ato I - Antes da tempestade - Página 3 EmptyQua 27 Jan 2021, 18:29



Nem o melhor e Nem o pior

Apenas debochado
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]




- Raio na cabeça? - Indagou ele, perdendo parte do seu semblante e redesenhando uma aura mais confusa e curiosa do que qualquer outra coisa, principalmente quando colocava o indicador sobre o queixo. - Mas que método mais esquisito. - Comentou enquanto observava o nada de maneira pensativa. De toda forma, assim que Razard assustou-se com a estranheza “no ar” o moleque de prontidão reagiu em conjunto, com medo. - Eita porra onde?! - Parecia estar mais agitado pelo desespero do grandalhão do que de qualquer outra coisa em si. Olhou nas redondezas e deu uma risada. - Cara… Tem certeza que não tinha um vinhozinho… Sei lá, tu não deu uma batizada naquele teu peixe? - Sorria ironicamente, não levando-o à sério com todo aquele discurso de pavor. - Eu só ouço o vento. Nada além disso - O pugilista tentava encontrar alguma coisa por um tempo, preparando-se para o pior.

Mas no fim, parecia mais paranóico do que de fato cauteloso. Prestando mais atenção, o vento estava longe de ser tão amedrontador assim… A sensação que o tomava de estar sendo observado, o pesar no peito, era mais preocupante do que a condição climática. Ele ouviu um barulho de arbusto se movimentando, mas nada encontrou além de um coelho saltando.

De qualquer maneira, mais alguns segundos se passaram e seu coração acalmou-se como toda tempestade que encontra seu fim. - Parece que o mundo tem mais louco do que deveria… Bem, ainda vai querer lutar ou não? - Coçava sua cabeça meio confuso enquanto encarava Fujioka.





[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________

E daí que parece sem saída? Eu nem fujo mesmo
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Razard
Civil
Civil
Razard

Créditos : 27
Warn : Ato I - Antes da tempestade - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 27/06/2012
Idade : 25
Localização : Alem do Horizonte

Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato I - Antes da tempestade   Ato I - Antes da tempestade - Página 3 EmptyTer 02 Fev 2021, 10:55


Meu olhar curioso vacilava quando minha precaução se tornava em paranoia. Vendo o coelho saltar do arbusto, eu levantava um pouco os óculos de sol e pressionava um pouco meus olhos com os dedos, tentando aliviar o equívoco que havia acontecido. “Que porra de vento é esse… Eu ja vivi em florestas mais escuras e selvagens e me assustei com o vento. Decepcionante.” Ainda observando a floresta, de costas para o meu oponente, o ouvi falar de forma debochada sobre aquele pequeno episódio de paranoia. “Tenho que fazer algo para mudar isso.”

Colocando os óculos escuros no devido lugar, a frente de meus olhos, me virava para o aprendiz ainda fazendo uma expressão de confusão em meu rosto. Ali iria tentar encenar uma situação para me tirar daquele aspecto de louco e, portanto, usava meu dedo indicador para apontar para minha orelha, como se estivesse indicando que tentava ouvir alguma coisa. - Sério que você não está ouvindo isso? Preste atenção… o vento… ele está dizendo… - Com um tom sério na voz, eu fingia que estava realmente ouvindo alguma coisa e tentava induzir o homem a fazer o mesmo, porém, ao chegar perto do final da frase, minha expressão mudava e um sorriso sádico surgia para terminar a frase. - está dizendo para você se preparar porque eu vou te dar uma surra!

Assim que terminava de falar, tentava pegar o aprendiz de surpresa e iniciava uma investida contra o aprendiz. Minha altura e os alcances de meus golpes eram minha maior força, portanto, eu tentava abusar desse detalhe para estabelecer uma luta num ritmo que eu preferia.

Se estivesse a uma certa distância do oponente, começaria a investida com uma corrida direta, porém, se estivesse próximo do aprendiz, a distância de um soco meu, iniciaria o ataque direto e em surpresa! Começaria meu ataque com um soco direto no peito do homem usando minha canhota! Diferentemente de um soco comum, esticando meu braço por inteiro e até mesmo inclinando o corpo para frente para ter ainda mais amplitude no golpe, minha intenção com aquele golpe era tentar derrubar meu adversário ou apenas empurrá-lo para trás e desestabilizar a base dele. Se o soco fosse bem conectado, continuaria avançando contra meu adversário para manter a pressão dos ataques, sem dar espaço para o oponente se recuperar. Tentaria então conectar um cruzado potente com a direita na lateral da cintura e, em sequência, mais um direto com a canhota visando atingir o rosto dele.

Eu tentava sempre manter os golpes bem conectados e rápidos para não dar tempo para o adversário reagir e logo após tentar efetuar os golpes, eu não iria dar espaço para meu oponente fazer como Raiki havia feito. Me colocaria próximo dele, bom os braços erguidos mas, dessa vez, fazendo fintas de esquivas para os lados. Caso ele tentasse me atacar, tentaria me defender bloqueando os golpes para o lados, como se refletisse os golpes para fora com meus braços. Se ele tentasse usar de algum chute, lateral ou direto, tentaria segurar a perna do homem para bloquear o ataque e, em seguida, iria repeli-lo com mais um soco direto na barriga com a mão livre.
Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Meus Link: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dante
Orientador
Orientador
Dante

Créditos : 4
Warn : Ato I - Antes da tempestade - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 20
Localização : Foda-se :D

Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato I - Antes da tempestade   Ato I - Antes da tempestade - Página 3 EmptyQui 04 Fev 2021, 20:58



Nem o melhor e Nem o pior

Apenas debochado
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]




O “clima” passou a ficar um pouco mais estranho depois de toda aquela desconfiança gerada pelo medo repentino de Fujioka pelo desconhecido. De fato, o vento cortava o ar e até mesmo Kieran notava isso, entretanto, ele reagia de uma maneira bem comum. Não parecia se importar com este fato, tampouco sentir-se ameaçado. - Não… Só to ouvindo o vento, mas não tem nada demais nisso. O que ele poderia dizer…? - Aproximava sua orelha, caindo na armadilha do pugilista. - Aff tá em cringe - Rosnava com um sorriso claramente à contragosto em sua cara, porém a surpresa lhe fora real, e ele era pego sem ter muita reação contra a investida do grandalhão, levando um socão bem no meio do peito reagindo com alguns passos para trás pós impacto - Caralho, como eu caí num negócio desses - Reclamava com uma expressão ligeira de dor, mas logo seu sorriso desenhava-se de novo.

O ímpeto do pugilista não cessava, vindo pela lateral, entretanto, antes que pudesse de fato acertá-lo de novo o jovem esguio recuava um passo com a destra e então erguia sua esquerda, utilizando o joelho como um escudo para o soco de Fujioka, empurrando-o de volta ao fim. Apesar disso, o loiro parecia estar tentando fazer uso de suas duas mãos e embora não fosse dos melhores, isso lhe conferia uma vantagem clara. O punho desnecessariamente grande descia direto no rosto de Kieran, acertando-o em cheio. - Aagh, se ficar cicatriz eu juro que vou te botar a sete palmos do chão - Rugia e, por sorte ou desejo dele, sua cara parecia estar mais intacta do que os dois poderiam imaginar.

O loiro estava conectando bem sua sequência, mas ainda faltava algo com a canhota. Era força, ou técnica? Talvez ambos. - Agora é a minha vez. - Kieran avançava, dando um último passo com a perna esquerda e então erguendo a direita num chute que girava na direção da cintura de Fujioka. Todavia, o boxeador preparado tratou de agarrar a sua perna.

O karateca se via em mais uma posição desfavorável, e quando Fujioka engatou mais um soco… Bem, Kieran conseguiu bloqueá-lo utilizando sua palma esquerda e na sequência movimentou seu punho destro na horizontal jogando um cruzado na bochecha e acertando com tudo, fazendo o loiro cair no chão.

Estranhamente, revelava uma força muito maior do que parecia ser capaz de ter, medindo forças com Fujioka. - Phew… Vamos, levante-se. Não estamos nem perto de acabar ainda, estamos? - Ele estava ofegante e colocou a mão no peito onde havia sido atingido de surpresa, mas, ainda assim, parecia disposto a continuar lutando, tal como Fujioka que apenas tinha caído no chão sentindo um pouco do punho de seu companheiro na cara.

- Hmm… Olha só, parece que os novatos ramelentos já tão na trocação franca logo cedo. - Dizia uma voz bem calma e debochada vindo por trás do loiro. - Heh, vai se lascar, você é quase tão novo quanto nós dois. - Retrucava Kieran. - Bom… É verdade. Mas continuem a luta de vocês aí, nós dois vamos gostar de ficar na plateia. - Dizia, e se o loiro se virasse para ver a fonte do barulho, se depararia com dois homens altos e musculosos, um deles com um sorriso inconfundivelmente provocante.

A sensação de estar se sentindo observado havia enfim, sumido. Talvez fosse a presença de seus novos companheiros que lhe causaram um conforto a mais, ou simplesmente seu coração concentrado na luta.




[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________

E daí que parece sem saída? Eu nem fujo mesmo
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Razard
Civil
Civil
Razard

Créditos : 27
Warn : Ato I - Antes da tempestade - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 27/06/2012
Idade : 25
Localização : Alem do Horizonte

Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato I - Antes da tempestade   Ato I - Antes da tempestade - Página 3 EmptyTer 09 Fev 2021, 10:25


Mesmo tendo conseguido conectar a maior parte de minha estratégia, os golpes efetuados não tinham a devida potência pelo fato de eu estar usando minha mão não hábil. “Ainda falta força na canhota, preciso melhorar isso.” Apesar de conseguir atingir o faixa branca, os golpes sem potência não eram o suficiente para derrubá-lo. Infelizmente eu aprenderia algo naquela luta que eu não esperava acontecer.

Um soco rápido me atingiu em cheio e me jogou no chão de forma inesperada. Por um momento, eu apenas processei o golpe e me foquei em manter a concentração, afinal, um belo de um soco no queixo poderia ser o suficiente para apagar algumas pessoas. Felizmente eu não era uma pessoa dessas e tive a sorte de nascer um cabeça dura.

Se eu não estava mostrando a força que eu queria, o meu oponente fazia isso e me surpreendia. Não iria negar que, de certa forma, havia menosprezado as capacidades do garoto, mas o soco que me derrubou era um sinal de que ele não era fraco. Me levantando, meus olhos miravam no garoto e eu o encarava com um sorriso empolgado no rosto. - Esse foi um belo golpe. Agora você me deixou empolgado! - Logo após falar aquilo, algo chamava a atenção de nós dois.

Me virei para o local onde os barulhos haviam me chamado a atenção e agora via dois homens novos. Ambos pareciam empolgados com o que estavam vendo, mas eu apenas estava feliz que de fato não tinha ficado doido e havia alguém ali o tempo todo. Me colocando de lado para os novos elementos e para o meu oponente, de forma que eu pudesse ser ouvido por todos, virava apenas meu rosto para o karateca e falava, apontando para os caras que haviam surgido. - Eu falei que tinha sentido um cheiro ruim, não falei!? Ainda não fiquei doido não! Bahahaha! - Logo após falar, virava meu rosto para os dois caras novos e, sem falar nada, apenas continuava com o sorriso debochado no rosto.

Ignorando-os, me colocava a andar na direção da cabana e, sem muita pressa, tirava os óculos da face e os deixava guardados em um local seguro, afinal, não queria quebrar meus novos pertences em uma luta de treino. - Bom, de onde paramos? - Estalando os dedos e o pescoço, começava a andar na direção do faixa branca, mas dessa vez eu estava 100% focado na luta.

Assumindo a guarda padrão, com os braços erguidos, começaria a me aproximar lentamente. Passo a passo, sempre andando para frente e me aproximando, mas ainda assim com cautela. Assim que estivesse a uma distância do meu alcance, iria abusar disso para minha vantagem, porém, diferentemente de minhas estratégias antigas, agora eu faria diferente. Fazendo fintas com o corpo eu forçava o karateca a se mover e tentar responder. Não iria efetuar nenhum golpe de começo pois minhas fintas tinham a intenção de provocar meu oponente para que ele, eventualmente, me atacasse.

Por mais que eu estivesse induzindo a uma postura agressiva em avançar e fintar, minha estratégia giraria em torno do contra-ataque. Meus olhos ficariam atentos à movimentação das mãos e dos pés do meu oponente para que, quando ele tentasse me atacar, eu pudesse reagir com um bloqueio correto e um contra ataque com a mão oposta.

Se o ataque viesse em forma de chutes laterais ou diretos, faria como antes e tentaria segurar ou refletir, com meu antebraço, a perna dele. Mesmo que isso significasse tomar um golpe lateral, eu tomaria o golpe, mas iria tentar segurar a perna dele e contra-atacaria com um direto na boca do estômago. Caso conseguisse conectar o golpe, tentaria finalizar a luta com uma rasteira, enquanto ainda segurava na perna dele, para derrubá-lo e fazer uma movimentação de um soco direto. O último soco não seria conectado. Ele seria interrompido ao se aproximar da face do oponente para demonstrar que ele havia perdido.

Porém, caso não conseguisse conectar o soco, ou se tivesse conseguido mas ele havia conseguido escapar da rasteira, continuaria com a mesma tática de antes. Entraria em modo de defesa, manteria a pressão com fintas, tentaria me defender e contra-atacar com socos diretos.

Se os ataques dele viessem em socos, tentaria novamente refletir os socos com meus antebraços, porém meu contra-ataque seria diferente. Com o braço que havia usado para refletir o ataque, tentava avançar minha mão para agarrar a cabeça do meu oponente na intenção de segurá-lo para deixar minha mão oposta livre e tentar conectar um gancho no estômago ou um gancho lateral, nos rins.
Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Meus Link: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Ato I - Antes da tempestade   Ato I - Antes da tempestade - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Ato I - Antes da tempestade
Voltar ao Topo 
Página 3 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Arquipélago Wushu-
Ir para: