One Piece RPG
Wu-HA! - Página 4 XwqZD3u
One Piece RPG
Wu-HA! - Página 4 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» All we had to do, was cross The Damn Line, Elise!
Wu-HA! - Página 4 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 17:02

» [Mini-Mila] - Último Capitulo
Wu-HA! - Página 4 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 16:00

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Wu-HA! - Página 4 Emptypor Kyo Hoje à(s) 15:57

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Wu-HA! - Página 4 Emptypor AoYume Hoje à(s) 13:52

» A HORSE WITH NO NAME
Wu-HA! - Página 4 Emptypor Axell Hoje à(s) 13:21

» União Flasco: Inicio do Sonho
Wu-HA! - Página 4 Emptypor Dante Hoje à(s) 12:26

» Ficha nova
Wu-HA! - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 11:35

» Grandhao Scale
Wu-HA! - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 11:35

» Em Busca do Crédito Perdido
Wu-HA! - Página 4 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 01:27

» Chapter II: EDEN - Drugs ♪♫♪
Wu-HA! - Página 4 Emptypor Nolan Hoje à(s) 00:44

» I - Justiça: Um compromisso obstinado!
Wu-HA! - Página 4 Emptypor Hammurabi Hoje à(s) 00:23

» M.E.P - Mini Mila
Wu-HA! - Página 4 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 00:04

» Vol 2 - The beginning of a pirate
Wu-HA! - Página 4 Emptypor Arthur Infamus Ontem à(s) 23:38

» Uma promessa ao céu
Wu-HA! - Página 4 Emptypor Bolin Ontem à(s) 23:27

» Ep 1: O médico e o marinheiro
Wu-HA! - Página 4 Emptypor TerryBogard Ontem à(s) 23:17

» M.E.P. - MINI AVENTURA HOKI - RECOMEÇO
Wu-HA! - Página 4 Emptypor Hoki Ontem à(s) 23:00

» [MINI-HOKI] O Espadachim Negro
Wu-HA! - Página 4 Emptypor Hoki Ontem à(s) 23:00

» Entrementes
Wu-HA! - Página 4 Emptypor Oni Ontem à(s) 22:44

» Ato I - Antes da tempestade
Wu-HA! - Página 4 Emptypor Dante Ontem à(s) 21:15

» Virtudes do ódio, votos de sangue
Wu-HA! - Página 4 Emptypor GM.Midnight Ontem à(s) 20:50



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Wu-HA!

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 77
Warn : Wu-HA! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

Wu-HA! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Wu-HA!   Wu-HA! - Página 4 EmptyTer 01 Dez 2020, 19:36

Relembrando a primeira mensagem :

Wu-HA!

Aqui ocorrerá a aventura do(a) pirata Cindy Vallar. A qual não possui narrador definido.


Equipe One Piece RPG

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Oni
Pirata
Pirata


Data de inscrição : 19/01/2013

Wu-HA! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Wu-HA!   Wu-HA! - Página 4 EmptySex 22 Jan 2021, 21:50




Lamúrias



A amazona flutuava durante um instante, sem nada em que se apoiar.

Via o corpo de Reita descolado do seu por breves momentos, sendo eles o suficiente para fazê-la perder completamente a base para se manobrar rumo a revanche.

Ouvia o punho dele se aproximando do lado do seu braço ferido e não fazia o menor esforço para proteger aquele lado. Apertava as pálpebras como se estivesse medindo algo com os olhos, aguardando - já que também não possuía outra opção - para ver se o pirata iria acertar seu braço machucado como forma de ter vantagem na luta. ''Não é o meu braço, mas o meu rosto...'' acabava por perceber após a trajetória do golpe mudar... Entretanto AINDA estava errada. Fechava os olhos com força, aguardando o impacto, e ao invés dele sentia um ataque gentil no estilo alavanca que a lançava no chão.

- FFSSSSSUUUU - O impacto das costas no chão levava seu peitoral para cima, arqueando a coluna e lançando a barriga para frente tamanha a dor, sugando o máximo de ar possível. Por mais contraditório que soe, foi quando ela abriu os olhos após o susto que tudo ao seu redor se apagou...

... A escuridão a fustigava e as sombras bruxuleavam como se chamas invisíveis estivessem projetando-nas. Várias camadas de tons obscuros abafavam a pirata com calor, e, tamanha a vertigem que a tomava concomitantemente à sua caminhada de pés incertos no solo oco poderia muito bem estar de cabeça para baixo.

Suas pernas se cruzavam em busca de equilíbrio enquanto andava e suas mãos tateavam o escuro de um lado para o outro em busca de um apoio que nunca vinha. Luz laranja e dourada irrompiam na escuridão e se transformavam em um bafo vermelho carmesim conforme se apagavam até revelarem uma porta no fundo do corredor. Como se para provocá-la, sons de elefantes distantes e tambores de guerra vinham da sala que havia se revelado.

Correu desesperada até ela, sentindo que o corredor quadrado em que estava girava como um dado em uma aposta doentia. Perdendo toda a estrutura para manter os passos firmes que costumava ter. Soluçando alto e segurando o choro até poder vislumbrar o que havia após a porta.

Era Reita.

E Lecufier apontava uma arma para Zaki e outra para Clap.

O Rover Pirate tinha uma faca na mão, mas coragem nenhuma para devorar o coração da mulher à sua frente.

A cabeça de Zaki explodia e Clap tentava correr em vão.

Pensamentos sobre o filho de Zaki e sobre quando o pato a salvou irrompiam na mente da amazona.

Agora era ela quem estava no lugar de Reita, com a garota embaixo de si.

Tentava esfaqueá-la. Aquilo serviria. Daria para salvar todos os companheiros. Só ela teria como dar um fim ao sofrimento. Apenas ela era ruim o suficiente. Apertava o cabo da faca com força. Levantava-o o máximo possível. Rangia os dentes como se rugisse. Apertava os lábios até sangrar. Descia com toda a sua determinação rumo ao coração dela. Não deixaria que ninguém morresse.

Mas não adiantava.

Seu braço estava atado.

A dor que ignorava para se manter à frente do combate apenas se tornava pequena quando comparada ao estresse pós-traumático que a colocava para lutar.

Mas já não adiantava. E seus amigos morreriam não por falta de determinação, mas por algo bem pior. ''Eu sou fraca.''

Um grito sincopado, um berro de dor, logo era acompanhado por uma orquestra de trombas, trombones e tambores de guerra crepitando os ossos dos mortos em sua terra natal abafados pelo som do seu próprio pescoço torcido por uma corda de forca ao balanço da queda em chamas segurando sua garganta e segurando sua voz.

Do lado de fora do sonho, justamente por não poder falar, as chamas desceriam como lágrimas de magma pelos seus olhos. Acordaria ainda chorando, absolutamente frustrada e decepcionada, sentindo a dor com dez vezes mais intensidade do que antes.

Seu olhar deprimido e cabisbaixo, as olheiras pálidas... Os lábios que não podiam dizer com palavras, mas que poderiam dizer com expressões... Tudo soaria como um pedido de desculpa de alguém que falhou com os companheiros.

Observaria o mar junto com Zaki e Zuni. ''Eu amoleci.''






[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Cindy Vallar:
 
Histórico:
 



Créditos: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] e [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



objetivos escreveu:

[5 posts] Treinar Karatê Tritão
[ ] Desenvolver vantagem Liderança
[ ] Aprender perícia natação
[ ] Conversar com o homem chamado Jake
[X] TORNEIO DE LUTA SHONEN MAL ASSOMBRADO
[ ] Prêmio do evento de halloween
Voltar ao Topo Ir em baixo
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : Wu-HA! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

Wu-HA! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Wu-HA!   Wu-HA! - Página 4 EmptyDom 24 Jan 2021, 13:09




Wu-ha

Farol ~ Manhã ~ Pedras



Um sonho fazia com que Cindy enxergasse acontecimentos de sua vida com outros olhos, seria aquilo realmente um sonho? Uma visão de um futuro por acontecer? Não sabia ao certo, entretanto podia garantir que a sensação não foi das melhores.

Ao acordar a dor em seu corpo era grande, mas não por fora... a sensação de impotência atingiria a garota novamente, havia fracassado na luta contra Reita, o rapaz que havia se mostrado mais gentil do que o esperado, atacando-lhe de uma forma que apenas o peso de seu próprio corpo feriria Cindy.

Ao olharem para sua companheira Zaki e Zuni sorriam e a chamavam para olhar o mar também, meio que indiferentes ao olhar de perdão dela. Chegando ao lado deles perceberia que estavam em um monte de pedras, uma área alta do farol, na água era possível ver Clap tentando nadar e fracassando, o refletir do sol nas águas perigosas e cristalinas e um silêncio... uma estranha paz.

A dor no seu braço vibrava aos poucos, a garota viajaria para o momento em que aquele homem gordo a feriu, pensaria nos erros e acertos que cometeu até que finalmente viesse a memória de sua luta mais recente e o resultado da luta seguinte.

- Reita te derrubou feio mesmo hein... - Zaki dava dois tapinhas nas costas da garota. - Pode relaxar, por mais difícil que tenha sido, no fim das contas Reita ganhou a luta... houve um custo, mas deu tudo certo. - Zaki olhava para Zuni e sorria.

- Reita-kun já foi tratado, agora ele está batendo boca com o Don Karthuss... bem... er...- Zuni estava sem graça, sorria forçadamente tentando falar com naturalidade. - Depois que ele saiu do hospital ele me nomeou Capitã dos Rover... mas antes... negou a entrada de qualquer um dos participantes do torneio... em suas palavras "Se esses carinhas aí bateram nos meus amigos eu não quero eles na minha trupe"... E isso quebrar uma das regras do torneio do Don Karthuss, eles estão batendo boca até agora... faz 3 horas já... E Reita não é muito bom em negociar... hmmm- A garota passava a mão na nuca com um olhar sem graça e apreensivo. Cindy sentiria que toda a tensão da batalha já havia saído dos corpos de seus amigos, Zaki ainda estava meio ferido, entretanto o tratamento parece ter sido bom, seus breves movimentos não pareciam incomodar seu corpo.

- Desde que a solução dele não seja lutar mais... GAHAHA... Vamos esperar.- Gargalhava o tritão... mas ao mesmo tempo parecia um pouco apreensivo, afinal, aquele garoto podia ter um bom coração, mas agia impulsivamente. - Ele me lembra você...- Comentava olhando para o mar.

-Espero que não... hihih...aa...é....- Zuni já não estava tão confiante com as decisões do rapaz. - Bem... eu acho que el- A garota era interrompida por um berro alto.

-CONSEGUI!!!!!!!!!!!!!!! AAAAAAAAAAAHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA - De longe Cindy veria Reita saltitando com muletas e seu pé esquerdo dobrado sem tocar o chão. O rapaz se aproximava com velocidade. -Esse tempo todo... Eu consegui... Don Karthuss nos deu um Log Poseeee... bem...  Ele também disse para irmos lá fazer UMA pergunta cada para ele... sobre qualquer coisa. Ele disse estar livre... vamos. - O rapaz não parava um instante, corria para lá e pra cá, parecia extremamente animado, simplesmente falava sem parar e da mesma forma que apareceu voltava, saltitando igual um maluco em direção ao farol.

Histórico:
 


NARRAÇÃO

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Oni
Pirata
Pirata
Oni

Créditos : 23
Warn : Wu-HA! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 19/01/2013
Idade : 23
Localização : Bahia império nagô

Wu-HA! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Wu-HA!   Wu-HA! - Página 4 EmptyDom 24 Jan 2021, 16:47




Alívio.



Ouviria os companheiros com um ar lânguido encarando o mar. A dor no seu braço seria uma lembrança constante do seu fracasso e uma disposição clara de suas limitações.

Forçaria um sorriso com os lábios para as falas de Zuni e Zaki, embora que seu olhar alheio ao presente deixasse bem claro que não estava presente naquele momento.

Uma angústia sobrepujaria a dor do braço por um instante, mas apenas para se fundir à ela com o fracasso como catalisador, e então uma pontada a faria arquear-se e piscar com força conforme o sofrimento se acumularia no braço deslocado. ''Olung...'' pensaria em como sentiu-se ao combatê-lo. ''Eu queria derrotá-lo pois era como um elefante.'' a dor no braço se intensificaria. Lembraria-se dos seus sonhos. ''É como se eu quisesse ser maior do que aconteceu comigo desde muito antes da mansão da Lamúria... Mas eu... Sou...'' morderia o lábio. Não queria continuar pensando.

Descobrir que Reita venceu a aliviaria. Ter de pensar que precisaria ser alguém ruim ou sem limites para atravessar aquele problema era sua principal razão para querer vencer o combate. Mas o Rover Pirate a provou que era forte o suficiente para ter o direito de manter a própria bondade ingênua. ''Até quando...'' pensaria orgulhosa, mas ainda aliviada.

A vontade mais forte que possuía naquele momento era de abraçá-lo com força. Chorar de alegria e alívio em seu ombro e explicar como ele a havia dado forças no combate contra os outros dois adversários. Sobre como pensar em como deveria ser responsável e sensata e cuidar de si durante a luta para voltar bem para o companheiro a haviam feito lutar melhor. ''Eu estou feliz por ter sido você quem venceu, e não eu.'' conteria o sorriso agridoce prestes a se formar. ''Inspirando os outros a serem melhores por mais que soe impossível... E então dando tudo de si para concretizar e suportar todo o peso... Você é como um líder realmente é.''

Assistiria o garoto se deslocando com velocidade em direção a Don Karthuss antes de voltar a caminhar.

A dor em seu braço esquerdo pareceria diminuir. Deixaria os lábios se arquearem desta vez, apontando as extremidades deles para cima em um sorriso.

Esperaria que todos fossem à frente para deixar algumas lágrimas descerem.

Voltaria a sentir a dor no braço e morderia o lábio.

''Mas que forma estranha de fugir, Cindy Vallar.'' voltaria a lembrar-se do pesadelo. Das chamas, dos elefantes, da corda no pescoço. A falta de voz. ''Querer crescer até não caber mais em si... Desesperada por ser maior que os seus medos.''


- O que você sabe sobre o Reino de Zomana? - Era disto que ela vinha fugindo. Era sobre isto que pensava constantemente, por mais que negasse. E até mesmo era daí que advinha sua obsessão por disputas de vida ou morte. Lutara contra Olung por ser como um elefante. Arriscava a vida até a morte em um jogo pois tinha um orgulho de guerreira. Estava disposta a matar e ser a mais perversa entre os companheiros por já ter perdido tudo, e também por saber que a terra natal que amava era tão corrupta quanto o resto do mundo, e se sentia desacreditada por sentir falta daquilo e romantizar aquele passado. Estava completamente presa àqueles valores. Suas aventuras acumuladas dos últimos dias a haviam feito se desencantar com seu passado, consigo e ficar cada vez mais obsessiva com as apostas. ''Mas pelo menos fiz companheiros incríveis.'' usaria o pensamento como uma forma de se libertar. ''E agora eu posso me descobrir e dar um basta nisso. Imaginar o que quer que eu queira pro meu futuro, assim como o Reita me mostrou, e então lutar por isso.''

Entregaria o papel para Don Karthus. Talvez o fluxo de pessoas atravessando o Farol o fizessem saber de alguma história.






[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Cindy Vallar:
 
Histórico:
 



Créditos: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] e [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



objetivos escreveu:

[5 posts] Treinar Karatê Tritão
[ ] Desenvolver vantagem Liderança
[ ] Aprender perícia natação
[ ] Conversar com o homem chamado Jake
[X] TORNEIO DE LUTA SHONEN MAL ASSOMBRADO
[ ] Prêmio do evento de halloween

____________________________________________________

''.....''

- Cindy Vallar  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

GUAP:
 

Ser Staffer:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : Wu-HA! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

Wu-HA! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Wu-HA!   Wu-HA! - Página 4 EmptyQua 27 Jan 2021, 00:58




Wu-ha

Farol ~ Manhã ~ Farol



A fila era composta apenas pelos Rover Pirates, o primeiro a entrar na sala de Don Karthuss era Reita, 20 minutos se passavam e então Zuni era chamada na sala, mais 30 minutos se passavam até que finalmente Zaki fora chamado. Cindy perceberia que sempre alguém era chamado mas ninguém saia pela mesma porta que entrou, ou eles estavam aglomerando lá dentro ou então saindo por uma porta diferente.

Zaki era o que levava mais tempo, foram aproximadamente duas horas de conversa até que a porta se entreabria e a voz de Don Karthuss chamava a garota. - Cindy-chaaan.- Cantarolava o velho.

O escritório de Don Karthuss era simples, em cima de sua mesa havia alguns mapas, rabiscos aleatórios, alguns jogos de tabuleiro e atrás dele um armário preto com uma fechadura dourada no centro. - Antes de você lançar alguma pergunta mirabolante deixe eu te explicar o que está acontecendo.- Os dedos de Don Karthuss faziam uma melodia na mesa, anelar, médio, indicador, anelar, médio, indicador, fazia o galopar de cavalos com os dedos. Sua face era tranquila, não estava prestes a contar nada de tão especial em sua visão. - Depois de um tempo conversando com o Reita vi que o torneio foi um pouco injusto visto que vocês perderiam tudo se perdessem, mas em retorno o lucro não seria tão grande, então... cof cof... pela primeira vez estou deixando mudando uma aposta após finalizar. O bem mais precioso que você terá aqui na Grand Line é informação... saber das coisas antes dos outros, entender certas coisas melhor que muita gente... bem, após a conversa eu decidi dar este bem para cada um de vocês, então pode perguntar.- O homem encarava a menina e esperava a entrega do papel.

- KUKUKU... como eu imaginava.- Don Karthuss sorria ao ler o papel que Cindy o entregou, em seguida respirava fundo. - Não sei o que era mais belo, os elefantes, as mulheres ou sua força inigualável. Calma calma não se preocupe, eu nunca entrei lá realmente, eu só tinha uma amiga que era de lá, quando eu ainda era um aventureiro passamos pela frente... enfim... O que eu posso te dizer sobre Zomana que você já não saiba? O ataque do Tenryuubitos- O homem fazia uma pausa, algo estalava em sua cabeça, finalmente sabia o que falar para a garota. - Aquele ataque não foi bem o que disseram... Claro que eles queriam os elefantes e o caos, mas eles procuravam algumas coisas a mais, por isso o ataque foi orquestrado pela Cipher Pol e a Marinha... Como aquele lugar teria queimado tão facilmente? É... Enfim. Algumas outras guerreiras sobreviveram e de alguma forma vieram parar nos blues também... Todas sedentas por vingança. E com elas algo parecido aconteceu assim que chegaram, os homens da ilha ficaram loucos de amor por elas e de repente parou, nem eu entendo... Eu posso testar algo...- O homem se levantava, abria aquele grande armário atrás dele, revirava várias coisas até que finalmente pegava um objeto longo coberto por um manto sujo. Ele o colocava na mesa.

- Segure... isso... vou te contar uma história....- - Don Karthuss revelava um [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] feito de um metal escuro, o qual possuía uma aura obscura, era algo assustador de se olhar sem preparo, mas aos poucos os olhos de Cindy iriam se acostumando com a presença do bastão. Entretanto, assim que colocou em suas mãos, uma enorme quantidade gritos a ensurdeciam, a garota olhava a boca de Don Karthuss se mexer, entretanto só conseguia ouvir os gritos, eram gritos de dor, gritos de pessoas em seus últimos momentos, não só isso, havia também um sussurro no fundo, talvez seus últimos desejos? Não era possível realmente entender o que as vozes diziam, mas pouco a pouco elas iam ficando mais vagas, Cindy acreditava estar se acostumando, até que ouviu a sua própria voz, algo que há tempos não acontecia, a voz que ela ouvia dentro de sua cabeça estava saindo daquela lâmina, seu último suspiro antes de ser enforcada... Cindy ouvia o desespero, mas aos poucos sua realidade voltava... - Cindy, você está me escu... Ah, finalmente. Então vou te contar sobre este bastão, o melhor, o metal que o compõe... Este é um metal que transcende a própria Grand Line, pouco se sabe da origem dele, mas posso te garantir que são poucos como esse que existem no mundo. Os gritos que você ouviu... e ainda ouvirá são os gritos do enforcados... É um metal que se aproximou demais da morte, dizem que ele absorveu os gritos através dos mares, mas pouco se sabe. As primeiras vezes que você empunhar isso, já te peço desculpas, será difícil demais... Uma velha amiga pediu para que eu guardasse até encontrar uma jovem que conseguisse empunhar este bastão... Você já esteve perto da morte mais vezes do que gostaria não, é? kukuku- - O homem sentava em sua cadeira e colocava os pés para cima.

- Essa é uma arma que expõe a raiva dos outros... uma arma perigosíssima... Se você não tiver controle de suas emoções, essa arma vai te consumir... Bem, é o que dizem kukuku...- - Don Karthuss sorria para a garota. - As outras garotas não conseguiram, talvez por elas estarem perdidas em suas próprias vozes... O seu silêncio tem valor, Cindy. Daqui para frente a sua vida ficará ainda mais difícil, você não é a última sobrevivente de Zomana, há algumas que compartilham do seu desejo de vingança e tem uma outra... ela... ela quer ser a última sobrevivente. Cuidado. E lembre-se, há certas coisas que são impossíveis de serem feitas sozinha... até mesmo sofrer.- - A porta de trás abria-se e como se num transe, Cindy simplesmente saia do local, sua mente divagaria ouvindo os sussurros.

O tempo passaria e a garota nem ao menos perceberia, até que finalmente era tirada de seu transe.

- Cindy? Acorde. -
- Cindy-cha??? Ooooi.-
-Garota a gente tem o Log Pose... Acorda logo. O que tu quer fazer?
-Quack-

Estavam todos olhando para Cindy deitada no chão com o bastão. Ao levantar-se veria que estava no barco.


Histórico:
 


NARRAÇÃO

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Oni
Pirata
Pirata
Oni

Créditos : 23
Warn : Wu-HA! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 19/01/2013
Idade : 23
Localização : Bahia império nagô

Wu-HA! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Wu-HA!   Wu-HA! - Página 4 EmptyQua 27 Jan 2021, 21:47




Minha voz.



A amazona amaldiçoou a sua audição aguçada.

As palavras de Don Karthus adentravam-na alcançando locais inóspitos do seu inconsciente que nem mesmo facas poderiam atingir. Veneno denso era projetado da voz do guardião do farol, e os ouvidos da pirata sentiam o gotejar incessante preenchendo sua consciência a conta gotas como se fosse um método de tortura.

Seus pés pareciam flutuar, sentindo o rodopio da terra embaixo de si. Como se nada se encaixasse. Tudo em atingindo uma escala vertiginosa e destrutiva que a faziam ficar sem chão. Abaixava a cabeça em desespero e punha a única mão boa na cabeça com os olhos quicando nas bordas da córnea como se implorasse para que Don Karthus parasse de falar.

Embora que, mesmo que pudesse pedir que ele parasse, não pediria.

Sua função como guerreira naquele momento seria justamente suportar as palavras. Parar de fugir do presente e das responsabilidades através de jogos apostando a vida.

Segurava o bastão quase sem pensar e, ao ouvir a própria voz, não suportava e caía de joelhos.

- O... O que aconteceu? - Homens de terno e gravata cercavam a garotinha que tinha acabado de voltar de uma exploração escondida. - Qu...Que cheiro é esse? - Sua voz era doce e assustada. Como a de uma presa inocente. - Cad.. Ca... AH.... AH... - Era interrompida pelo próprio choro. Levava as duas mãos à boca e ficava na ponta dos pés de pavor. O cheiro era de suas companheiras incineradas. Algumas penduradas pelo pescoço pelas cordas chamuscadas, outras estabanadas como montes de esterco de elefante no chão. - Gh.... - Apertava os dentes e afiava o olhar ao ser percebida e cercada. Sombras de chamas dançantes se projetavam sobre ela. Sombras de terno e gravata estendiam as mãos sobre a amazoninha. - POR ZOMANA - Saltava sobre uma das sombras. A voz não possuía medo. Absolutamente determinada. Mas era um falta de medo doentia, dissimulada, inexperiente... Causada por uma indução fortemente impressa sobre a jovem soldada. O tipo de indução que só entenderia mais tarde como sendo nociva. Quando percebesse que Zomana era um reino controlado por nobres como qualquer outro, sendo até mesmo capaz de construir crianças guerreiras para explorá-las. Uma voz determinada a... Morrer pelo reino. Tão ingênua que logo foi substituída. - AH... AH... AH... - Berrava de pavor quando a corda foi posta em seu pescoço. - NÃO... NÃO... NÃO.... - Via o óleo cercar a corda e assistia um dos agentes levantando-a. - NÃO... NÃO... AAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHH

Sua voz sumia, mas seu corpo se tornava muito mais fácil de ouvir. As chamas na corda presas ao seu pescoço tinham o mesmo som de lufadas verticais de vento, bem como do auto-crepitar. Suas roupas de linho farfalhavam numa altura desconcertante, alucinante, e talvez por causa da dor também hipnotizante, conforme seus bracinhos se contorciam em vão em uma dança estranha em busca de conseguir fazer algo. Os canais lacrimais ardiam de calor. A última coisa que ouvira foi o próprio corpo: os tendões retorcendo-se conforme mexiam involuntariamente às portas da Deusa Vashu.

- E lembre-se, há certas coisas que são impossíveis de serem feitas sozinha... até mesmo sofrer.-

Acordaria ignorando todos os companheiros.

Iria até a sua mochila. Suas coisas. O presente que recebera em Torino Kingdom. A foto do homem chamado Jake que saberia sobre Zomana.

''Foi melhor não ter sido a capitã'' pensaria em uma corrida desesperada. Deixando todos para trás. ''Eu não tenho o menor controle da minha existência.''

Começaria a andar pelo Farol sozinha, apenas levando o seu mais novo bastão às costas e a foto de Jake. Mostraria a fotos para todos os que aparecessem em busca de alguma pista de para onde seguir. Absolutamente desleixada com a segurança do próprio corpo.






[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Cindy Vallar:
 
Histórico:
 



Créditos: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] e [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



objetivos escreveu:

[5 posts] Treinar Karatê Tritão
[ ] Desenvolver vantagem Liderança
[ ] Aprender perícia natação
[ ] Conversar com o homem chamado Jake
[X] TORNEIO DE LUTA SHONEN MAL ASSOMBRADO
[X] Prêmio do evento de halloween

____________________________________________________

''.....''

- Cindy Vallar  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

GUAP:
 

Ser Staffer:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : Wu-HA! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

Wu-HA! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Wu-HA!   Wu-HA! - Página 4 EmptyDom 31 Jan 2021, 12:27




Jake... who?

Farol ~ Meio dia



-Onde tu tá indo eh? - Reita questionava após Cindy simplesmente ignorar todos ali e pegar o papel em sua mochila. A garota passava rapidamente na frente de todos e ia parando de pessoa em pessoa na ilha perguntando sobre a figura da foto. A maioria das pessoas ali ignoravam a garota por estarem ocupados demais em alguma aposta, enquanto outras simplesmente diziam recém ter chego na ilha, portanto não tinham ideia.

A garota andou aproximadamente 30 minutos até que finalmente encontrou um grupo com uma face conhecida. Omar seu primeiro oponente estava sentado conversando com seus outros parceiros. - Oh... Cindy. Feliz com o resultado?- O homem perguntava, mas via a garota com a foto do homem em mãos. - Ah não... Esse cara é um problemático, talvez um pervertido... não sei. Desde o dia que ele chegou ele sempre ficou ali, só vi ele duas vezes para falar com mulheres... Homem nenhum é permitido ali...- O homem apontava para uma caverna bem próxima d'água. - Mas se liga, o velho  é um pervertido, eu tenho certeza. Uma vez fui ver se estava tudo bem com ele e ele falou "Você não é uma mulher, o que quer falando comigo? Sai daqui vagabundo..." EU ODEIO ESSE CARA- Falava com uma cara furiosa que chegava a ser cômica.

Essa informação faria Cindy ir na direção da caverna, passava por várias pedras perigosas, até que chegava na entrada da caverna onde o homem estaria. A entrada tinha um fino caminho de terra, todo o resto era água, uma água cristalina, era possível ver os peixes nadando no local, uma claridade enorme entrava na caverna, até metade dela era tudo muito bem iluminado, após isso apenas escuridão.

Arrastou-se pelo canto com terra até chegar em um pedaço com terra firme de verdade, era aproximadamente 20 metros para dentro da caverna e ainda estava iluminado. A garota andava em silêncio. - Cindy-chaaaan o que você vai fazer aiiiiii...- Ouvia atrás dela a voz de Zuni, a jovem a seguiu o caminho inteiro e Cindy nem ao menos percebeu, suas habilidades furtivas eram impressionantes, pois enganaram até mesmo a audição aguda de Cindy. - Omar-kun falou que você estava vindo atrás de um velho pervertido.-

-PERVERTIDO?????????? Da parte mais escura da caverna as garotas podiam ouvir uma voz um pouco rouca de alguém mais velho. Pouco a pouco passos traziam a face do homem à tona. Segurando uma tocha próxima de seu rosto o homem era revelado. Seu traços eram iguais aos da pessoa na foto, entretanto parecia muito mais velho.

Homem:
 


- O que vocês querem aqui? Quando eu falei que só mulheres podiam entrar aqui, não quis dizer duas drogas barulhentas. Vão embora. O velho chegava na parte clara da caverna, agora era possível ver suas vestimentas por completo, Cindy ao olhar melhor perceberia que a roupa que o velho usava era similar as das mulheres mais velhas de Zomana, entretanto haviam algumas diferenças, a principal sendo a cor e o brazão. - Desembuchem antes que eu perca a paciência.

Histórico:
 


NARRAÇÃO

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Oni
Pirata
Pirata
Oni

Créditos : 23
Warn : Wu-HA! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 19/01/2013
Idade : 23
Localização : Bahia império nagô

Wu-HA! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Wu-HA!   Wu-HA! - Página 4 EmptyDom 31 Jan 2021, 18:03




Jake.



Acometida por um transe que a distanciava da realidade e que sobrepunha seu mundo interno no mundo externo, a garota perdida perambulou como um fantasma por sobre todos os fatos descritos sem expressar reações aos mesmos, apenas vagando como que no automático em direção ao seu objetivo. Como se todas as informações que recebia adviessem de um intermediário distante que lhe entregava as mensagens.

-PERVERTIDO?????????? - Sua expressão de desespero e sonambulia virou de susto. Notou de repente o mundo ao seu redor.

''É o homem da foto..''


- O que vocês querem aqui? Quando eu falei que só mulheres podiam entrar aqui, não quis dizer duas drogas barulhentas. Vão embora.


Angustiada demais até para rir da ironia em ser chamada de barulhenta, começou a dar um passo na direção dele.

Logo todo o seu corpo pareceu errado.

Sua postura desleixada, sua maneira de se portar, sua falta de educação... Tudo ressoou como se sua própria existência se chocasse nas paredes da caverna e voltasse para si. ''Eu amoleci.''

Parou o pé ainda no ar, antes de completar o primeiro passo, e o arrastou novamente para trás, alinhando-o com o outro.

Com um movimento devagar de cintura, pendendo toda a parte superior do corpo para frente, Cindy se curvou em um gesto de absoluto respeito.

Tal respeito era a forma dos Zomanenses de se comunicar. Provavelmente algo muito incomum no Farol.

Após isto mostraria a foto de Jake para o próprio Jake, começando a se aproximar devagar do mesmo, ajeitando a postura para que a coluna ficasse bem alinhada, como era comum em seus treinamentos quando menina.

Uma vez próxima o suficiente levantaria o bastão amaldiçoado devagar, num movimento de baixo e o segurando apenas com a ponta dos dedos, demonstrando o mínimo de perigo que conseguisse.

Encostaria a arma na pele de Jake. Esperaria que as vozes falassem por ela.

Seguiria encarando-o fixamente com uma expressão de absoluta confusão. Carregada de desespero e dúvidas.

Levantaria o queixo. Mostraria a marca que a corda flamejante deixou em seu pescoço quando quase foi morta sufocada e perdeu a voz.






[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Cindy Vallar:
 
Histórico:
 



Créditos: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] e [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



objetivos escreveu:

[5 posts] Treinar Karatê Tritão
[ ] Desenvolver vantagem Liderança
[ ] Aprender perícia natação
[X] Conversar com o homem chamado Jake
[X] TORNEIO DE LUTA SHONEN MAL ASSOMBRADO
[X] Prêmio do evento de halloween

____________________________________________________

''.....''

- Cindy Vallar  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

GUAP:
 

Ser Staffer:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : Wu-HA! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

Wu-HA! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Wu-HA!   Wu-HA! - Página 4 EmptyQua 03 Fev 2021, 23:00




Jake... who?

Farol ~ Meio dia



Do incômodo à gentileza e em seguida a tristeza. Estes eram os sentimentos que se passavam no rosto do homem. Assim que Cindy curvou-se o homem tremia, seus olhos enchiam de tristeza, claramente sua mente viajava para outro lugar, um lugar triste, vazio, onde um dia as memórias já foram de felicidade e amor. Lágrimas escorriam de seus olhos.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Jogava para longe os maus sentimentos. Tinha um momento de lucidez e enxugava as lágrimas, apenas sorria, seu sorriso era triste, mas ainda estava ali. O homem esticava a mão esquerda e negava o bastão empurrando-o de volta para a garota. -Você não precisa provar nada, olhando em seus olhos... Zomana... Comentava em um nostálgico, sorria e andava até o fim da caverna, as garotas o seguiam tranquilamente, ao irem mais para o fundo viam tochas que iluminavam o local, o homem havia feito daquele lugar sua casa, havia um emaranhado de coisas, mas tudo muito bem cuidado. O cheiro doce de um chá ocupava o local, o velho servia três xícaras.  - Seu nome é Cindy então... O homem olhava com um olhar misterioso e piscava para a garota. - Não sou medium não, só ouvi sua amiga falando seu nome quando entraram... Você é muda então? hm. E você? Apontava para Zuni.

- Ssim... ela é... Cindy. Meu nome é Zunitra DealVinar... Mas todos me chamam de Zuni.- A garota falava meio sem graça, se imaginava invadindo um local que não deveria estar, entretanto tomava um gole do chá. -Aaaah tão suaveeeee.... Aaaa.-

O homem sentava no chão e sorria para as garotas. - Zuni-chan, você e Cindy tem muito em comum, os olhos de vocês se parecem mais do que vocês imaginam... Mas enfim, se você veio até aqui só tem um assunto que gostaria de saber... Tomava um gole de seu chá e respirava fundo. - Zomana não foi extinta. Zomana vive em cada um de nós... até mesmo de mim. Nós representamos Zomana... e Zomana está com um grande problema. O velho olhava sério para as garotas. - Algumas das sobreviventes criaram um ódio intenso por tudo e todos e tornaram-se mercenárias eu tenho informação de apenas duas, mas lendo os jornais vejo que há outras. As que tenho são de Pharmet e Kali. Pharmet era uma das treinadoras, você deve ter passado por ela, ela treinava as garotas para invasões, bem... Ela ultimamente tem procurado vilarejos e assassinado todos os homens. Todos. Respirava fundo. - E Kali, ela deve ter sua idade... a garota foi torturada por aqueles malditos e algo estourou em sua cabeça. Juntou-se com um grupo e agora usa de extrema violência para conseguir o que quer... não consigo nem chamar eles de piratas, são... nojentos. O velho ficava em silêncio por alguns segundo, a intensidade em seus olhos era enorme.

- Cindy, a sua dor é interna, por isso você consegue carregar este bastão, por isso as vozes estão mais claras pra você. Essas garotas se perderam, o ódio delas é maior que a dor, eu vejo que você carrega muito mais dor do que ódio. Você não amoleceu, você se tornou alguém empática, as pessoas ao seu redor, elas estão te fazendo bem, até mesmo os traumas que você tem passado, eles estão te fazendo crescer...- Respirava fundo novamente. - Você conhece as histórias da antiga Zomana? Ou melhor, conhece a histórias de Vashu e suas irmãs? O velho perguntava talvez sabendo a resposta.

Zuni discretamente passava o caderno de Cindy para ela.- Eu achei que ia precisar-


Histórico:
 


NARRAÇÃO

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Oni
Pirata
Pirata
Oni

Créditos : 23
Warn : Wu-HA! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 19/01/2013
Idade : 23
Localização : Bahia império nagô

Wu-HA! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Wu-HA!   Wu-HA! - Página 4 EmptySab 06 Fev 2021, 20:57




Vashu e suas irmãs.



Nada como cheiros para trazerem memórias de volta à tona.

A expressão de cachorro escorraçado da guerreira que tonteava não se apagava, mas se misturava aos poucos com uma postura serena. Seu olhar era metade desconfiança metade esperança do que iria ouvir. Sentava-se lentamente no chão, se apoiando nos joelhos e então no braço bom para se sentar com as pernas cruzadas e joelhos de pé.

Ouviria de cabeça baixa e de maneira sombria as histórias sobre as outras sobreviventes. Suas pálpebras tremeriam e suas feições seriam forjadas em seriedade tácita.

No mesmo momento em que Jake respirasse fundo Cindy também respiraria, fazendo um beiço ao projetar o lábio inferior, e então abaixando a cabeça e expirando todas aquelas informações. ''Eu não amoleci...'' fixaria o olhar na escuridão da caverna. Tentaria imaginar as amazonas sobreviventes levando destruição ao mundo. ''Eu fui salva.''

- Você conhece as histórias da antiga Zomana? Ou melhor, conhece a histórias de Vashu e suas irmãs?

Isto a lembrava de algo. Agradeceria Zuni pelo caderno com um sorriso meneando o pescoço. Pediria por um momento com a mão para Jake e então bebericaria seu chá. Respiraria fundo e traria os cheiros para si... ''Em Zomana era bem comum tomar chá...''

Desta vez viriam memórias não de elefantes de guerra e nem de armas em punho. Mas memórias doces de jantares à fogueira, de pequenas guerreiras juntas preparando-se para dormir, das arrumações em conjunto e dos momentos de riso breve das garotas que eram sua família. E então das orações... Dos ensinamentos sobre os deuses do amor e da guerra. Da beleza e das punições.

''Zomana está viva em mim... E eu posso fazê-la ressurgir da forma que eu quiser. A anterior não prestava de qualquer maneira.''

Abriria os olhos desta vez com a determinação reconstruída, apesar dos pesares.

- Vashu... Isto me lembra... O homem que me entregou a sua foto está morto. Eu tentei cantar para que a deusa o levasse, como o grande guerreiro que era, mas não tinha voz. Não podia ensinar a melodia para ninguém. Agora ele está sobre a árvore mais alta do South Blue, Torino Kingdom. Por favor, cante para ele. - Diria otimista através do caderno. - Eu não me lembro muito bem dos outros deuses... Nunca fui muito religiosa. Mas gostaria de ouvir o máximo de histórias possíveis...

Após algum tempo, entregaria um outro recado.

- Sobre as outras amazonas... O que eu deveria fazer sobre elas?


- Eu estive pensando... Talvez eu pudesse reconstruir Zomana... Só as melhores partes... Os elefantes, os guerreiros e as guerreiras... Mas desta vez sem guerras nem comércio violento... Talvez chá e deuses. Nada de nobres... Bom... Não sei... Érm.. AJOmroenorew - Começaria a coçar a nuca sem saber muito bem como terminar e entregaria o papel mesmo assim.

- Eu já quis deixar de ser amazona... Conhecer o mundo me fez perceber coisas que eu odeio que existiam na minha terra natal... Mas, por mais que eu tente, ser uma guerreira é tudo o que eu consigo ser... E eu gosto muito. Além de não querer que as partes boas de Zomana morressem comigo. Saber que tem mais pessoas vivas me deixa me sentindo mais leve... Mas, ao mesmo tempo, não queria que as minhas companheiras espalhassem tamanha má-fama e esta fosse a memória que restasse... Mas, para ser bem sincera, acho que nem mesmo eu lembro tão bem de todas as coisas boas... Eu estou perdida.

Afundaria a mão no rosto enquanto ele lesse.






[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Cindy Vallar:
 
Histórico:
 



Créditos: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] e [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



objetivos escreveu:

[5 posts] Treinar Karatê Tritão
[ ] Desenvolver vantagem Liderança
[ ] Aprender perícia natação
[X] Conversar com o homem chamado Jake
[X] TORNEIO DE LUTA SHONEN MAL ASSOMBRADO
[X] Prêmio do evento de halloween

____________________________________________________

''.....''

- Cindy Vallar  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

GUAP:
 

Ser Staffer:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : Wu-HA! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

Wu-HA! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Wu-HA!   Wu-HA! - Página 4 EmptyDom 07 Fev 2021, 23:08




Jake... who?

Farol ~ Meio dia




- Meu velho amigo... Tomava um gole do seu chá e olhava para Cindy. - Ele cumpriu a missão dele e eu cumprirei a minha então... Mas... não é meu local cantar para ele, não assim. Um minuto. O velho descruzava as pernas e ia até uma mochila velha que tinha jogada, pegava um caderno e arrancava uma de suas páginas.

- Heh. Aqui está, Zuni-chan... cante para nós... O velho entregava o papel para Zuni e sorria, era um sorriso sincero e esperançoso. - Você acha... apropriada?- A garota gaguejava, mas o homem não duvidava de seu talento, apenas assentia com a cabeça e esperava.



A garotava cantarolava, sua voz era doce, parecia um anjo e de certa forma, a música parecia fluir dela. A música que até então era desconhecida para ela, tornava-se quase que toda sua essência, era triste, entretanto pacífica, a música era apenas... o que tinha que ser.

Jake cantarolava a música baixinho junto da garota, e deixava uma lágrima correr por seu rosto. E em seguida sorria, relia a mensagem de Cindy e comentava. - Cindy-chan, aquela árvore onde você o colocou, aquele lugar é Zomana... Nossa belíssima Zuni-chan cantando, isso é Zomana. Para você Zomana era um lugar físico não é mesmo? Não tem problema, para muitos de nós é o que precisa ser, mas entenda. Reconstruir Zomana é também reconstruir a possibilidade de sofrimento que sempre aconteceu e sempre acontecerá, essa não é a primeira vez que o Reino caiu. Não reconstrua, não tente recriar nada, viaje o mundo, entenda  o seu coração, e aí sim,
CRIE uma nova Zomana, uma Zomana que entende e respeita as dores e sofrimentos dos outros.  


O velho servia mais chá para si e Zuni e então lia as outras falas de Cindy. - HAHUHAHUHAHU Parece que você está tão confusa quanto as outras. Cindy, lembre-se do que eu disse, você não deve nada a ninguém, sua existência já carrega Zomana com você. Talvez o lugar que você chamou de lar por anos não seja o lugar que você deseja estar. Conheça o mundo. Daqui para a frente a vida se torna muito mais interessante. Passava a mão em sua barba. - Você falou sobre não ser Religiosa... Cindy-chan, a deusa que muitos se referem, Vashu, nada mais era do que uma jovem guerreira, talvez a mais forte de nosso reino. Diziam que seu corpo tornava-se raios, sua velocidade era inigualável, ela era basicamente uma deusa na terra. Suas irmãs com inveja de seu poder lhe fizeram uma armadilha, sabendo que por alguma maldição dos deuses Vashu não podia nadar, suas irmãs conseguiram com que a jovem caísse no mar... Respirava fundo. - Após a morte de Vashu todas as garotas achavam que finalmente teriam seu momento, mas nenhuma delas era reconhecida por nada, pois ao invés de lutarem para conseguir a atenção e carinho do reino, elas se isolaram e planejaram o mal para sua irmã. O velho sorria.

- Mesmo após sua morte, Vashu foi idolatrada e seu nome carregado por todos aqueles de Zomana... Suas irmãs não foram esquecidas na história, entretanto, nunca puderam ser como ela, pois seu foco era raso, achava, que resolveriam o problema e pronto, suas vidas estavam ganhas... Cindy, não sei o que você deve fazer com as suas irmãs... Elas estão pelo mundo, espero que no momento que você as encontrar você tome a melhor decisão.- O velho se levantava e com isso as duas garotas seguiam o movimento.

- O único caminho que eu posso lhe botar agora é o de Melrose... ela completará a sua transição... heh- O velho falava de uma transição e piscava para as garotas. - Melrose é uma velha amiga também, ela vai te mostrar o caminho da mente, não se preocupe... Procure-a nas áreas abandonadas das ilhas que você for, ela adora trabalhar medicando as pessoas... E leve isso.- O homem entregava dois livros pesados para Cindy. "As histórias de Zomana" e "O Diário de Jake Wuhan".

- Este diário é seu?- Questionava a garota. - Este diário é de Zomana. Assim como Cindy e assim como seu coração agora é. Sigam o caminho de vocês, meu tempo por aqui está acabando.-


Histórico:
 


NARRAÇÃO

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Oni
Pirata
Pirata
Oni

Créditos : 23
Warn : Wu-HA! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 19/01/2013
Idade : 23
Localização : Bahia império nagô

Wu-HA! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Wu-HA!   Wu-HA! - Página 4 EmptyTer 09 Fev 2021, 22:55




Canção de si.



- Você acha... apropriada? - Quando Jake assentiu Cindy compreendeu que Zuni era tão digna como guerreira quanto qualquer habitante de Zomana.

Uma vibração única ressoava e vibrava nas paredes da caverna. Uma espécie de melodia solar, com um timbre dourado, fazia com que a escuridão se tornasse distante e que veios luminosos imaginários incendiassem de uma maneira bela entretanto fantasmagórica os ânimos. Uma dança invisível mas audível se chocava contra as paredes e retornava para a audição sensível da guerreira, que era a que mais se abalava.

Lágrimas quentes como os veios irradiantes jorravam dos olhos de Cindy. ''Mestre... Vashu vai levá-lo da árvore mais alta... Você merece descansar...''

A voz de Zuni exorcizava os demônios de Cindy Vallar. Desde o mau pressentimento que sentiu em Baterilla, quando achou que o funeral que fez para seu falecido mestre (o homem que lhe deu a foto de Jake) poderia ter sido uma ofensa para Vashu até mesmo os seus dilemas existenciais após ter perdido a terra natal. Embora a canção devesse ser cantada nos funerais para que a deusa levasse os guerreiros valorosos, desta vez parecia ter um efeito muito mais intenso.

Cindy começava a ouvir as palavras de Jake e era levada pelo cavalgar incessante e intrépido de um elefante em altíssima velocidade. Sentia-se como se não pudesse fazer nada além de segurar-se e sentir as vibrações ressoando com potência embaixo de si, todo aquele peso que não era seu e que a levava para longe. Olhava para trás com o pouco de concentração que possuía, observando se estava muito longe de casa e se teria condições de voltar seja lá quando a criatura cinzenta deixasse de ser um borrão feroz e a permitisse estacionar.

Uma sensação terrível de urgência a acometia. Precisava se soltar logo. Encontrar o caminho para voltar para casa de uma vez por todas.

Entretanto, assim que as palavras de Jake terminaram, percebeu que tinha controle sobre o animal. ''Eu também sou isso.'' percebia ao fazer a criatura se acalmar e andar no ritmo que ela decidia. ''E o mundo inteiro é a minha casa.''

Secava as lágrimas e sorria como se fosse uma garotinha. ''Vashu era só uma humana... Zomana é a minha base, mas não precisa existir pois eu já é minha base... Minhas irmãs... Tudo isto...''

Cindy abraçaria Jake com toda a força usando o braço bom. Apoiando o rosto no ombro do senhor.

Logo após ficaria um tanto sem graça e se afastaria, fazendo uma referência como era comum na terra natal dos dois...

...Apenas pra abraçá-lo de novo.

- Eu quero que Zomana seja feliz. - Diria escrito, mais uma vez sem se referir necessariamente a um lugar. - Eu vou falar com Melrose... E vou encontrar minhas irmãs... E vou convencer todas a fazer Zomana ser feliz. Por favor, me ajude também.

Sorriria para ele mal-educada e desleixada como se fosse Reita.

Cindy pegaria os dois livros pesados e guardaria o bastão nas costas. Tentaria levar ambos com o braço bom.

Mas, antes disto, deixaria uma mensagem para Jake: - Obrigada.

No caminho de volta, por levar os livros pesados, não poderia escrever nada para ninguém, e teria de conversar por expressões como sempre fazia.

Observaria os piratas contra quem lutara e por quem havia passado para pedir informação havia pouco tempo. Sorriria para eles. ''Os desafiantes do Farol são incríveis... Eu tenho muito o que crescer...'' não estava mais com o senso de urgência e ansiedade de antes, apenas aproveitava os desafios ao longo do caminho como sempre foi naturalmente. É verdade... Eu sempre fui assim. Desde muito pequena...'' pensaria nas vezes em que fugia do dormitório para explorar sua ilha natal. ''Eu sou apenas mais uma das repercussões de Zomana... Um aspecto, um pedaço, uma semente...'' sorriria para o horizonte.

Uma expressão agridoce tomaria seu rosto. Um luto saudoso por felicidade. O gigantesco elefante dentro de si ainda estava cabisbaixo, mas desta vez ao menos não estava mais correndo em um rumo sem sentido. Seus passos confusos e desajustados, estrondosos e incômodos, sem realmente caber em nada, pareciam dançar por paisagens novas.

Ao chegar no navio guardaria os livros e o bastão em seu quarto novo. Observaria-o com calma. ''Meu quarto...''

Iria até o seu droid, feito com a ajuda dos seus amigos de Briss Kingdom, e usaria suas habilidades de engenharia mecânica para compreender por que não estava mais ligando. ''Dan.. Vergil... Kelvin... Eu também estou levando um pouco de vocês comigo...''

Voltaria para o convés.

- Por que você e o Reita saíram para o mar? De onde vocês vieram? Qual é o sonho de vocês depois que acabarmos com a LaMuria? - Ela sempre se perguntava isto ao observar pessoas novas antigamente. Estava tão presa dentro de si que havia se esquecido da sua forma de se portar com o mundo. Mas agora não mais.

- Zaki... Eu voltei. - Sorriria para ele. - E então? Já sabe qual o seu objetivo nos mares?

- Quanto a mim... Bem... Eu preciso aprender a nadar para explorar as profundezas. Evoluir meu karatê tritão. E também quero deixar uma boa impressão no maldito do Karthuss antes de sair como eu prometi... E conhecer muito, muito mais gente. Aprender todo tipo de coisa, comer todo tipo de refeição, ouvir vozes no mundo inteiro e ver se alguma bate a de Zuni e, principalmente, viver algo que valha uma canção como a de Vashu. - Pensaria num canção de si mesma por um instante. Seria impossível cantá-la. Teria de agir de uma forma bastante transparente e chamativa para que os outros pudessem compreende-la e cantá-la. Apenas este pensamento já a empolgava. Andaria na direção de Clap e o afagaria.

- Mas antes... - Prosseguiria. - E então, Capitão Reita, para onde nosso logpose está apontando?






[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Cindy Vallar:
 
Histórico:
 



Créditos: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] e [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



objetivos escreveu:

[5 posts] Treinar Karatê Tritão
[ ] Desenvolver vantagem Liderança
[ ] Aprender perícia natação
[X] Conversar com o homem chamado Jake
[X] TORNEIO DE LUTA SHONEN MAL ASSOMBRADO
[X] Prêmio do evento de halloween

____________________________________________________

''.....''

- Cindy Vallar  

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

GUAP:
 

Ser Staffer:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Wu-HA! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Wu-HA!   Wu-HA! - Página 4 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Wu-HA!
Voltar ao Topo 
Página 4 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Farol-
Ir para: