One Piece RPG
A Ascensão da Justiça! - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» 11º Capítulo - Cataclismo em Skypeia!
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor Far Hoje à(s) 22:00

» Cap 4: O Silêncio dos Inocentes
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor Akuma Nikaido Hoje à(s) 21:37

» Livro Um: Graduação
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 21:12

» [Kit] Silver Ash
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor rafaeliscorrelis Hoje à(s) 20:53

» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor Blum Hoje à(s) 20:48

» Seagull Newspaper - A alegria floresce em Parthenon.
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 20:39

» O que me aguarda em Ponta de Lança? Espero que belas Mulheres, hihihi
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor Pippos Hoje à(s) 20:09

» [mep] Luna
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor lunabrag Hoje à(s) 19:46

» [mini-luna] Afiando
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor lunabrag Hoje à(s) 19:44

» Tony Redstorm
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor Dante Hoje à(s) 18:26

» Ep 1: O médico e o marinheiro
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor Rangi Hoje à(s) 18:22

» 2° Versículo - Return in Peace!
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor ADM.Kiodo Hoje à(s) 17:59

» Sonny Delahunt
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor Shogo Hoje à(s) 17:31

» [FICHA]Zeus
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor Thomas Torres Hoje à(s) 17:02

» Making Wonderful Land a Real Wonder
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor Achiles Hoje à(s) 16:18

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor Kyo Hoje à(s) 16:00

» Lilith BlackWater
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor Skÿller Hoje à(s) 15:50

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor K1NG Hoje à(s) 15:04

» Ato III: Not Fast but Furious
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor Yamazaki Raizo Hoje à(s) 14:36

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
A Ascensão da Justiça! - Página 3 Emptypor DarkWoodsKeeper Hoje à(s) 12:16



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 A Ascensão da Justiça!

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 71
Warn : A Ascensão da Justiça! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

A Ascensão da Justiça! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! - Página 3 EmptyTer 24 Nov - 17:50

Relembrando a primeira mensagem :

A Ascensão da Justiça!

Aqui ocorrerá a aventura do(a) marinheiro Kenzö Tenma. A qual não possui narrador definido.


Equipe One Piece RPG

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
K1NG
Soldado
Soldado


Data de inscrição : 30/04/2020

A Ascensão da Justiça! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! - Página 3 EmptyTer 29 Dez - 15:01




A Ascensão da Justiça!

Pétala



A batalha lhe trazia um peso, porém ter a ajuda daquela senhora, bem misteriosa por sinal, era algo que lhe trazia certo alívio. É óbvio que o marinheiro queria estar ajudando-a a tratar da senhorita Haori, porém sabia que sua situação também era crítica. As feridas abertas e a exaustão deixavam seu corpo pesado e praticamente morto. – Huh... certo... – Concordou, sem nem entender muito bem. Aceitou os medicamentos e os itens médicos e se retirou de volta ao seu quarto.

Primeiramente tiraria a farda, que estaria impregnada do cheiro do Caçador e de seu sangue. Ele sentia nojo e foi a primeira coisa que fez quando entrou no banheiro. Em seguida tratou de se lavar muito bem. Um banho demorado e, em certos aspectos, filosófico, afinal os temas da culpa e da fraqueza não saíam de sua mente. Até mesmo vislumbres do passado, tais quais a promessa que fez a seu pai e também a sua função quando à sociedade, lhe faziam companhia na solidão. À noite, esperava ele, poderia ser um pouco mais longe neste dia triste e obscuro.

Após o banho, muito bem tomado, diga-se de nota, trataria de seus ferimentos. A água já fez um excelente trabalho em lavar os machucados e as cicatrizes ainda abertas. Ele também tentaria suprir a dor, não gritando, quando fosse enfaixar as feridas e aplicar os medicamentos antibióticos e anti inflamatórios. Após isso, por último, pegaria um copo generoso com água e tomaria enfim a pílula que lhe foi oferecida para que tivesse uma noite de sono. Esperava que de fato ela tivesse tal papel, afinal ele relutava em dormir visto que sua cabeça trabalhava como mil operários.

O sono viria, em algum momento, e Tenma estaria o aguardando para reconfortar ante a tantos pensamentos negativos e prejudiciais. – Por favor... me perdoe... – Mais uma lágrima descia, era solitária e triste, talvez a mais profunda, e esta descia lentamente como que se deleitando do pior estado emocional que o militar sentiu em anos.

INÍCIO DO SONHO

- Mamãe, eu posso te ajudar? – Uma criança, que quando caminhava esbarrava nas coisas, se aproximava de uma linda mulher. – O papai disse que eu não tenho idade pra trabalhar com ele, então eu quis vir te ajudar! – Sorriu inocentemente.

A mulher se abaixava, fazia um carinho na cabeça da criança cega, e em seguida, segurando sua mãozinha, lhe entregava uma flor. Ela fechava a mão da criança e em seguida dava um beijo nos dedinhos de Tenma. – Esta flor está machucada, meu filho. – Disse. – Assim como todas as vidas trate as flores com amor e carinho! – Proferiu. O sorriso simples não saía de seu rosto.

A criança não entendia muito bem oque ela queria dizer com aquilo, mas... era algo que lhe fazia pensar bastante. Ele suspirava para dizer alguma coisa, porém repensava no que diria e escolhia o silêncio, que realmente foi a melhor resposta.

FIM DO SONHO

Acordar traria seus alívios e seus problemas. – Mais um dia... pelo menos estou vivo. – Disse, ainda desmotivado. Suas mãos se abriam frente ao rosto e, mesmo sem enxergar, sabia que elas tiveram um trabalho importante na última noite. Colocaria o pé para fora da cama e daria os primeiros passos na direção da porta. Buscaria alguma veste, mesmo uma antiga de algum outro hóspede que havia esquecido no quarto da estalagem, e vestiria.

Desceria as escadas e procuraria pelo Senhor Ran. Caso visse o gigante ou a senhora também os cumprimentaria com um grato sorriso. – Obrigado por nos ajudar! – Diria. – Como está a senhorita Haori? – Seria a primeira pergunta.




Histórico:
 

Objetivos:
 

⚓


Última edição por K1NG em Ter 29 Dez - 21:32, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A Ascensão da Justiça! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A Ascensão da Justiça! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! - Página 3 EmptyTer 29 Dez - 18:34



A ascensão da Justiça

O caçador pt1





Se fazia o favor de não se jogar no lounge mesmo e esperar ser tratado. Cambaleando Tenma chegava até seu quarto, tateava as paredes até encontrar seu banheiro e lá ficava por hora. A água levava a impureza de seu corpo, limpava todo o sangue que ali tinha. Infelizmente a água não conseguia tirar o sentimento de culpa do homem. Se lavava como podia, sentia os diversos cortes em seu corpo e sabia que lembraria de todos no futuro.

Enrolava ataduras no ferimento no abdômen, fazia pontos em seu peito, mesmo que com dificuldade ainda tentava, não era seu melhor trabalho, mas para primeiros socorros era o suficiente no momento. Seu cansaço era grande demais, ao tomar o remédio apagava imediatamente. Sua mente se transportava para outro local, em seus sonhos sentia-se mais livre, mais solto, não tinha mais aquela culpa pegajosa, era só ele e suas lembranças.

Tentou acordar por duas vezes, na primeira apenas ouviu algumas vozes, mas não conseguia se mover. Na segunda abria os olhos e já tentava se mover. - Abra qualquer um desses pontos que eu mesma te apago, garoto.- A voz da velha o repreendia assim que ele tentava se levantar. - Dormiu 13 horas e acha o que??? Vamos com calma. Sua amiga foi levada ao hospital central, seu estado ainda é crítico, mas por hora não há nada que possa ser feito.- A velha entregava uma peça de roupa nova para o rapaz, e ao tatear percebia uma pequena diferença. - Esse é o uniforme de sargento aparentemente, alguns marinheiros vieram aqui para pegar o outro marinheiro-san e limpar essa cena horrível... E deixaram isso aqui... Como ouvi a conversa de vocês sei que é você... Parabéns, eu acho.-

A velha andava em direção a saída do quarto. - Os marinheiros que vieram aqui pediram para você explicar... O que aconteceu... Eles estão te esperando na base da polícia... É... Conte tudo.-

A chuva ainda caia forte nas ruas, Ran agora teria que ir até a polícia se explicar e buscar mais informações, aparentemente visitar Haori não era uma opção viável, não no momento. Sentia os pontos balançando em seu peito, não podia se mover muito bruscamente, seu sangue poderia acabar vazando.



Histórico
Spoiler:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
K1NG
Soldado
Soldado
K1NG

Créditos : 15
Warn : A Ascensão da Justiça! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 30/04/2020

A Ascensão da Justiça! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! - Página 3 EmptyTer 29 Dez - 21:36




A Ascensão da Justiça!

Pétala



O humor da velha era algo precioso naquele momento. Eles precisavam ter um ponto de vista mais amplo sobre toda e qualquer coisa para que a amargura da perda, ou pelo menos da quase perda, assim esperava, não contaminasse o coração e mente de cada um, em especial o Capitão Ran. – Sim... vou me cuidar! – Prometeu, com um sorriso infantil. O cego ouviria ao seu redor, daria atenção ao ambiente desta vez. Era como tentar ver o que compunha o lugar, quantas pessoas e onde elas estavam. Provavelmente o som abafado pelo local fechado, ou semifechado, por conta da chuva contribuiria para tal.

A nova farda lhe era dada e Tenma não demoraria nem um pouco em trajá-la. – Heh... – Diria meio bobo. O Sargento não conseguia esconder o sorriso estampado em seu rosto. Sabia muito bem que era sinal de um bom serviço, porém, mesmo com certas perdas, ele ainda deveria seguir em frente. – Pela Senhorita Haori. – Sussurrou.

As novas orientações foram recebidas e prontamente atendidas. – Entendido, reportar o caso à polícia local. – Disse, repetindo o que deveria fazer.

Antes de sair trataria de comer alguma coisa, um pão, ou qualquer coisa para encher o estômago pela manhã. Daí sim seguiria seu caminho até a central da polícia. Não seria difícil, afinal ele passou por lá no dia anterior. Tomaria atenção às ruas, em especial para as pessoas que transitavam pelas mesmas. Era um detalhe importante, que seria certamente uma das prioridades em sua caminhada, sobre possíveis pessoas seguindo o botânico. Não era normal ver pessoas na rua durante uma chuva, principalmente com a gravidade desta, ainda mais em casos onde estariam tomando o mesmo rumo. Os passos seriam um pouco mais fáceis de serem captados quando na chuva, afinal o som ecoaria um pouco mais alto.

- Hunf... – Resmungaria o Sargento. Continuaria até o destino. A espada ao seu lado prestes a ser sacada ao sinal de um verdadeiro perigo.

Notável também era o cuidado com seu corpo, os passos seriam cautelosos, evitando locais mais problemáticos. Além disso teria tenção também para não entrar em ambientes menos urbanizados, provavelmente o som das poucas pessoas, caso houvessem, estaria disposto pelas ruas dando algum tipo de direção provisória. Era importante assimilar o som da chuva e diferenciar tal do som do ambiente, como conversas, passos e sons de objetos.

Esperava não demorar muito até o destino, assim como também esperava ter algum tipo de comitiva, ou alguns marinheiros, para o receber. – Sargento Tenma se apresentando! – Diria e prestaria continência formalmente.

Aguardaria as instruções e direções para começar a relatar os fatos. – A cerca de dois dias atrás estive em missão com o Capitão Ran, ele me guiou até os esgotos da cidade onde pudemos dar início às investigações sobre um assassinato. Este foi nosso primeiro contato com o Caçador. – Daria início ao discurso. – Lá iniciamos um confronto ao qual, por falha minha, confesso, fiquei marcado como sua próxima vítima. – Daria uma curta pausa, para respirar e também pensar em suas próximas palavras. – No próximo dia, ontem, recebi as instruções de encontrar com o Capitão Ran em uma estalagem, nós conversaríamos sobre o dito cujo e planejaríamos formas de detê-lo. Notei também que durante minha ida até o estabelecimento senti que estava sendo seguido e vigiado, não necessariamente nesta ordem. Era uma presença diferente das que senti anteriormente. – Continuou, voltando sua face para cada um. Evitaria expressões faciais e também sinais com as mãos, estaria com ambas voltadas para trás e com a cabeça erguida. Uma perfeita postura militar. – Na noite anterior fomos atacados pelos que pareciam ser lacaios do Caçador. Eles capturaram o Capitão Ran, por uma falha particular, e cercaram a senhorita Haori, sendo uma batalha árdua ao qual gerou um grave caso médico. – Tenma se concentraria nesta última parte. – Fui em quem lutou contra o caçador e o matou, porém a vida da senhorita Haori está pendendo em um fio e creio que o Capitão Ran não esteja em seu melhor estado.

Finalizaria o testemunho com um longo suspiro. Aguardaria novas instruções.




Histórico:
 

Objetivos:
 

⚓

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Podem cortar todas as flores, mas não podem deter a primavera.
Voltar ao Topo Ir em baixo
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A Ascensão da Justiça! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A Ascensão da Justiça! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! - Página 3 EmptyDom 3 Jan - 13:42



A ascensão da Justiça

O caçador pt1





Uma caminhada não muito longa o levava diretamente ao QG da polícia. Seu andar cauteloso na chuva manteve seus pontos intactos, sentia seu corpo mais relaxado do que de costume, o remédio que tomara para dormir ainda estava agindo, por mais que de leve.

Ao se apresentar no quartel era respondido por aproximadamente 5 continências, enquanto os outros ali presentes só andavam para lá e para cá cuidando de seus negócios. Tenma foi guiado até a sala de reuniões e estratégia para que pudesse reportar os acontecimentos.

Assim que se apresentava podia ouvir os sussurros das pessoas na sala, muitos pareciam infelizes com sua presença ali e não faziam questão de esconder. Todos ouviam atentamente à história de Tenma, as reações eram variadas, mas todos anotavam tudo em seus cadernos. Assim que terminou de contar os acontecimentos uma voz masculina dirigiu-se a Tenma. - Então quer dizer que sua irresponsabilidade em capturar um assassino na sua missão anterior causou tudo isso? Uma oficial da Marinha em estado crítico, um CAPITÃO da Marinha em um estado deplorável e uma pousada praticamente destruída... Vocês da marinha não tem nenhum tipo de responsabilidade. Seu tom era grosseiro, não tinha papas na língua e atacava Tenma com suas palavras.

- Ei ei! Não é bem assim! Você ouviu o jovem Tenma... Ele não sabia da existência do Caçador e muito menos que ele estaria aqui... Foi uma missão passada por sua polícia irresponsável... Como vocês tinham um procurado da Marinha aqui e NINGUÉM percebeu??? A voz de um velho defendia a honra de Tenma, mas em seguida Tenma ouviria uma forte batida na mesa de reunião.

- COMO OUSA! Já chega! Capitão Komui, nós recebemos vocês muito bem, tentamos manter uma relação saudável, mas se for jogar ofensas gratuitamente vou ter que pedir que se retirem de nossa ilha imediatamente. A voz de uma jovem mulher totalmente alterada aumentava a animosidade da discussão. A cada frase dita por ela um soco na mesa era dado.

- Não! Eles não vão sair da ilha, não sem antes limparem a merda que fizeram aqui. Nós só permitimos vocês aqui pela falta de oficiais na região, agora estão todos de volta. Vocês vão terminar duas coisas para nós e depois estão livres... Para sair daqui imediatamente.

- Cuidado com suas palavras, General Mayuri! Você sabe que nós somos oficiais do governo... Permitimos vocês brincarem de Polícia e ladrão aqui em respeito a conduta da chefe de vocês e do Rei. Mas não se engane, no momento que houver qualquer tipo de ameaça ao bem maior, nós tomaremos as medidas cabíveis.

- Capitão Komui... Você também deveria cuidar com suas palavras. Vocês vão fazer mais duas coisas para nós e depois sair da ilha, eu mesma irei até o rei para revisarmos essa relação. Agora saíam e esperem.

Cadeiras se arrastavam, capas se moviam, era finalmente o fim daquela agitada reunião, o tempo havia passado e Tenma nem perceberia. Ao saírem da sala Tenma sentia uma mão enrugada tocar a sua.

- MIHIHIHO. Eu tocaria seu ombro, mas eu não alcanço MIHIHIHO Sargento Tenma... Venha comigo. Ambos andavam para uma sala vazia, ao ouvir o som do velho sentando numa cama Tenma podia ter certeza que aquele era seu quarto.

- Eles não estão errados, sabe... Houve bastante amadorismo... Não só seu, mas do Ojimoto-san também. Me enviaram aqui assim que Haori reportou a presença do Caçador aqui... Enfim... Já foi pedida a remoção deles da marinha. Imprestáveis como eles não tem motivos de estarem conosco. O velho falava palavras tão duras com um tom tão gentil. - Como você sozinho conseguiu lidar com a presença do caçador e seus aliados, me foi pedido para manter você sobre aviso. Não falhe mais, a presença de vocês 3 aqui nessa ilha abalou a nossa relação com a polícia e o rei... Você não agirá mais sozinho. Agirá sobre minha supervisão e a de meu superior. Você terá parte do meu esquadrão com você em todo momento. Não é um pedido. É um aviso. O velho se deitava na cama e esticava suas pernas.

- Eu já fui jovem como você... A glória e a honra da marinha... Me tornar um herói... Demorei anos para criar coragem em me alistar e agora sou basicamente o relações públicas aqui nos Blues... inferno. Bem, ali na primeira gaveta, uns 6 passos de você temos o pagamento de sua missão e parte da recompensa do Caçador... 60.000 berries + 90.000 de recompensa. Sim, foi um valor baixo, coisas lá de cima, nem eu sei, mas pediram para eu já sacar para você. Dentro da sacola também tem um vale para uma arma mais forte, você poderá retirar no meu navio ou então esperar até a próxima ilha... aqui eles não querem mais nos dar nada.

O velho começava a cochilar logo após terminar de falar, mas segundos depois uma batida na porta fazia com que a dupla se atentasse.

- Capitão Komui... Tenma... A missão de vocês é a recuperação dos itens que foram roubados no hotel. É bem simples. Foram dois Den Den Mushis um verde e outro amarelo e um cofre azul metálico... Pela descrição do cofre eles provavelmente fugiram para vender no Terminal Cinza. Após a recuperação dos itens, vocês podem se retirar... Aliás, capitão Komui, temos uma conversa para terminar. Te espero em 2 minutos. A mulher passava a missão com um tom de deboche, não conseguia segurar as curtas risadas ao explicar o que tinha que ser feito. Komui pulava da cama aborrecido.

- Criança maldita. Ela te passou uma missão onde a visão é o mais importante... Não se preocupe, meus auxiliares Oscar e Flav irão te auxiliar, procure por eles lá embaixo... Agora eu tenho que ir. Eles farão o que for possível para ajudar.

O velho saia as pressas pisando fundo, estava irritado com toda a situação e também por não poder cochilar. Tenma tinha uma missão difícil pela frente.



Histórico
Spoiler:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
K1NG
Soldado
Soldado
K1NG

Créditos : 15
Warn : A Ascensão da Justiça! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 30/04/2020

A Ascensão da Justiça! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! - Página 3 EmptySeg 4 Jan - 16:00




A Ascensão da Justiça!

Pétala



As expressões e respostas dos oficiais da polícia não incomodavam, nem um pouco. Ele sabia que sua falha era grave e também sabia que isso geraria um grande, talvez extenso, rolo de problemas a resolver. - ... – Ele murmurava impaciente, não por ansiedade de ser rechaçado, mas sim por não ter condições de resolver os problemas logo. – Entendido. – Finalizou ao fim de todo o discurso. Prestaria continência uma última vez e seguiria o velho.

Todo o falatório lhe dava muito o que pensar. “Relações e acordos, tratados e responsabilidades de terceiros? Isso não é trabalho da marinha!” Ele ficava sério, porém começava a entender o quão engenhoso e trabalhoso era ter de lidar com tudo sozinho. – Entendi... – Ele não entendeu, mas sabia que era importante ter essas relações, pelo menos por cordialidade. – A marinha tem influências e responsabilidades bem maiores do que imagino. – Falou, mesmo soando irônico ele era sincero em suas palavras.

A missão era gritada da porta. – Tsc... – Essa mulher irritava o cego, ela era barulhenta e bem incômoda. – Sim, senhora. –  Falou o “senhora” em alto e bom tom. – Oscar e Flav, vou procura-los. – Indicou. Ele cumprimentava o velho com cordialidade e também prestava mais uma continência. – Vou terminar esta missão, tenho afazeres em Loguetown e irei para a Grand Line. – Falou, cuspia essas informações como algo comum ou costumeiro. – Imagino que lá tenham coisas importantes a fazer. – Pontuou com importância e certo valor em sua voz e gesto. Antes de ir ele pegava o que lhe pertencia, tanto o dinheiro como também o vale.

Seguia então até onde seus pertences estavam, como as bengalas e também ruas roupas antigas. Ele guardava tudo em uma bolsa velha, caso houvesse uma, ou simplesmente guardaria em algum compartimento de itens. – Tenho que comprar uma mochila para a viagem. – Falou. Tatearia tudo a sua volta para ter certeza de que estava deixando o quarto em que esteve instalado, no quartel da polícia, o mais organizado possível. Não queria deixar problemas para serem tagarelados por aquela mulher mais uma vez. – Aquela voz me irrita... – Cerrou os dentes, se levantou e foi até o local indicado pelo senhor Komui.

Atento a sua volta, assim como também atento a quem estava a sua volta, chamaria pelos nomes quando chegasse no local. Seguiria pelo som que mais lhe indicasse ser o local, talvez a recepção, talvez a secretaria ou até mesmo os alojamentos. – Oscar? Flav? – Procuraria. Esperaria pela resposta dos dois marinheiros. – Temos uma missão! – Indicou. – No terminal cinza teremos de recuperar algumas coisas: dois Den Den Mushi e um cofre azul metálico. Pelo que eu entendi é uma missão difícil, espero contar com a ajuda de vocês. – Mesmo sério ele se esforçava em não ser arrogante ou coisa parecida. Seria calmo, o mais pacífico possível e gentil. Até sorriria quando possível.

Seguiria então, sob as orientações e direções dos marinheiros que lhe acompanhavam durante a missão, até o local indicado onde todos os itens estariam. – Terminal Cinza, huh? – Sussurrou. A espada estaria presa ao coldre em sua cintura. A mão também estaria atenta e rápida a sacá-la no menor movimento brusco e inimigo possível. Estaria também de ouvidos em pé quanto aos barulhos que cercavam o trio. Passos suspeitos, vozes sussurradas e também algum som rápido na direção deles. Era provável que fossem seguidos e também fossem atacados, ainda mais quando conseguissem localizar os itens. – Temos companhia! – Bradaria antes de puxar a lâmina da bainha.

Em todo o caso, estaria o mais atento possível para ouvir os sons a sua volta, tanto naturais como também não naturais. Procuraria por instalações e pessoas suspeitas, além de procurar por locais peculiares.




Histórico:
 

Objetivos:
 

⚓

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Podem cortar todas as flores, mas não podem deter a primavera.
Voltar ao Topo Ir em baixo
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A Ascensão da Justiça! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A Ascensão da Justiça! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! - Página 3 EmptyQua 6 Jan - 23:15



A ascensão da Justiça

Lost and Found





Chegando em seus antigos aposentos Tenma procuraria suas coisas para empacotar, entretanto abrindo as gavetas não encontraria nada, nos armários e banheiro nada também, até que finalmente passaria a mão na cama e sentiria duas trouxas com todas suas coisas e um papel em cima. Provavelmente alguém da polícia queria que Tenma fosse embora o quanto antes.

Ao sair de seu quarto andava até o hall de entrada onde ouvia diversas vozes, algumas pessoas reportando crimes, outras esperando alguém ser liberado e uma voz desagradável para o rapaz o esperava assim que chegou no centro do hall.

- Sua cavalaria está lá fora, o lugar de vocês. Ela falava desgostosa com toda a situação e Tenma apenas acatava indo até o lado de fora. Ao chegar e chamar os nomes dos rapazes ouvia os dois baterem continência. - Oscar Murav se apresentando, senhor! - e Flav Murav ao seu dispor! Suas vozes eram parecidas, entretanto alturas e posturas bem distintas. Oscar falava com um tom respeitoso, a posição de sua onde saia sua voz lhe dava aproximadamente 2,07 metros de altura, tinha um presença firme e vigorosa. Já Flav tinha aproximadamente 1,75, falava com a língua enrolada, exalava preguiça e desleixo. - Iremos te escoltar, Sargento. Eu sou especialista em rastreio e interrogação, já meu irmão é força bruta e estranhamente muito rápido para um gordo desgraçado.!

- Você não tem respeito nenhum, irmão! Comentava incomodado. O grupo andava em direção aos portões de saída da cidade. - Nosso capitão nos disse para seguir suas ordens, senhor.!

- É... ele disse isso, mas também nos mandou vigiar você... de acordo com o capitão você é um "homem de valor, mas que ainda não conhece a rigorosidade da marinha"! Dizia imitando a voz do velho. - Aparentemente ficaremos juntos até sua ida para... Loguetown? É isso aí... Não sei o que você quer fazer na Grand Line, aqui é tão melhor, a gente corta a corja imunda antes deles conseguirem virar qualquer coisa. Após essa frase o grupo seguiu em silêncio por um tempo.

- O terminal cinza é onde a escória dessa ilha fica, senhor! Dizia Oscar chegando próximo aos portões de saída do centro da cidade. já era possível sentir o cheiro do ferro velho, um cheiro de metal enferrujado juntamente à roupas sujas e um calor extremo. Os portões se abriam, eram diversos cadeados e níveis diferentes de segurança até que o portão fosse completamente aberto e o trio pudesse passar.

Assim que o portão se abria eles percebiam que até mesmo o ar do local era mais denso, andavam lado a lado seguindo as orientações de Tenma. Andariam por volta de 20 minutos até que chegariam em um lugar um pouco mais movimentado. Tenma ouviria Flav mover-se rapidamente e agarrar alguém. - Conta pra gente, onde que a gente encontra os bandidinhos de segunda daqui? Se mentir eu vou saber e te punir. O tom sério de Flav era diferente, ele usava sua intimidação na pessoa que segurava e aos poucos com dificuldade de respirar uma voz infantil respondia. M...m...moço... pufavô... Ao suplicar a voz da criança e sua respiração ficavam ainda mais difíceis. última casa... última casa... casa de madeira, fim da rua, Locke o comprador mora ali... mo...ço. Assim que terminava de falar a criança era lançada longe.

- Ele apontou para o sul, há um beco com alguns meliantes e uma casa, senhor! Oscar falava secamente. O grupo se movia na direção do beco. Era possível ouvir alguns dos moradores cochichando sobre a presença deles, também comentavam sobre estar com medo, alguns só corriam para longe.

- Sargento... O local possui 2 portas aparentes, uma na frente e a outra no lado esquerdo. As janelas parecem estar fechadas com madeiras para impedir que seja visto o que está acontecendo dentro. Estamos aproximadamente 9 metros de distância da casa. Há 2 homens fumando algo na frente da casa, não parecem estar armados. Tudo parece em silêncio... O que deseja fazer?
Esperariam as ordens de Tenma.



Histórico
Spoiler:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
K1NG
Soldado
Soldado
K1NG

Créditos : 15
Warn : A Ascensão da Justiça! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 30/04/2020

A Ascensão da Justiça! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! - Página 3 EmptyQui 7 Jan - 16:35




A Ascensão da Justiça!

Pétala



A cada minuto naquele quartel o nojo que Tenma sentia por aqueles policias crescia. – É isso o que vocês chamam de soldados da justiça? – Cuspia as palavras de forma ríspida. Ele tinha uma missão a cumprir, então não poderia perder mais tempo. – É um prazer conhece-los, senhores! Vamos indo! – Disse, a voz era suave e gentil. Ele queria passar a impressão de ser confiável, o que tentaria ser de fato para aqueles soldados.

O Terminal Cinza! Era a segunda vez em que Tenma estava naquele lugar e incrivelmente em nenhuma das duas ele se sentia bem. A primeira impressão fora péssima, o povo e o clima do lugar não lhe agradavam nem um pouco, além dos perigos que se sucediam até a cidade que certamente tinham raízes profundas naquele lugar. – Atenção a todo momento. – Sussurrava mais para si do que para o grupo.

A conversa distraída era boa para tranquilizar os nervos ansiosos além do normal. O cego sorria. – Heh, de fato o East Blue é um lugar bem interessante, mas acredito que grandes perigos precisam ser silenciados no Paraíso. – Porém não poderia deixar isso atrapalhar no foco da missão. Inclusive vê-los em ação era interessante para aprender mais sobre o proceder dos marinheiros. Analisaria cada aspecto da intimidação e interrogação que o soldado aplicava. Era interessante para pôr em prática futuramente, ele também observava como eram feitas as perguntas e a forma com que ele as implicava sobre o medo e dúvida do garoto. - ... – O murmuro do Sargento era o suficiente para transpassar o que ele sentia de interesse, principalmente de ver como eles se dispunham em de fato vestir a farda, não só fisicamente como também simbolicamente.

A casa estava ao fundo. – Dois rapazes? Ok... – Disse. A mão não ia até a espada, ainda... – Vamos apenas conversar. – Falou e seguiu na direção da dupla suspeita. – Senhores, bom dia. – Cumprimentou, colocou as mãos atrás das costas, porém não seguraria o antebraço, como uma postura ereta de padrão militar normalmente faria, apenas manteria os braços atrás das costas. – Recebemos algumas informações sobre alguns itens perdidos que estão aqui no Terminal Cinza. – Tenma olharia em volta. – Queremos averiguar a casa. – Finalizou. A última frase tinha tom, volume e força de uma ordem direta. Os olhos cegos se dirigiam a frente, mesmo que não vendo os dois homens ele poderia ouvi-los fumar.

Aguardaria a resposta, porém independente disso faria o que veio fazer. Se aproximaria da porta e abriria com um empurrão. Imaginaria que ambos poderia bloquear a passarem, mas Tenma não teria problema em interceptar os dois com suas mãos, usaria a espada, ainda embainhada, se necessário, para tirá-los de sua frente. Os passos firmes e decididos passavam a impressão de que ele não titubearia em serviço, pelo menos não como da última vez quando conheceu o Caçador.

Poderia ocorrer de um combate se desenvolver, então aproveitaria de sua posição mais próxima para imobilizar ambos os rapazes. Sacaria a lâmina e realizaria um golpe rápido e leve, não letal, contra o peito dos dois em um longo deslize da espada. Em seguida a colocaria frente ao corpo apontada aos dois. Estaria atento a respiração e aos passos de ambos os elementos para bloquear com o fio de ferro as investidas da dupla, seria fatal ser atacado sem a possibilidade de se defender. – Vamos começar novamente. – Diria. – Eu VOU investigar esta casa, vocês gostem ou não! – Imperou.




Histórico:
 

Objetivos:
 

⚓

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Podem cortar todas as flores, mas não podem deter a primavera.
Voltar ao Topo Ir em baixo
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A Ascensão da Justiça! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A Ascensão da Justiça! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! - Página 3 EmptyDom 10 Jan - 16:27



A ascensão da Justiça

Lost and Found





Tenma decidiu por uma aproximação mais amigável, tinha uma postura um pouco menos intimidadora, se deixava aberto para conversas. Seus companheiros ficavam atrás dele encarando os rapazes. Tenma tomara uma decisão, pois assim que chegou nos rapazes os mesmos pareciam tranquilos, suas respirações, movimentos e reações no geral mostravam que eles estavam sem medo algum.

- Perdidos não, tio, roubados. Dizia um dos rapazes. Flav soltava uma curta risada. - Eles chegaram na madrugada, alguns deles cheios de sangue, todos molhados... é... Tinha uma porrada de coisa, tio.- O rapaz falava tranquilo enquanto com um pedaço de pedra fazia desenhos no chão para se entreter.

- FUFUFU e qual o motivo de você nos contar isso. Flav não conseguia conter o riso, enquanto isso Tenma ia para a porta juntamente de Oscar. - Nem todo mundo aqui é bandido... A gente foi expulso da cidade por desacato. Aqueles policiais malditos só nos tiraram de casa e jogaram aqui. A gente não liga pros bandidos, tio. Inclusive isso aí é fachada, eles fazem a venda no quintal lá nos fundos...-

Assim que entrava no local ouvia correria para os fundos da casa, onde uma porta se fechava. Tenma e Oscar andavam até o fim da casa em direção à porta que foi aberta.
- Eles estão todos armados com porretes e barras de metal, senhor. 5 no total. O homem comentava com calma encarando os futuros adversários. - Pegarei os 3 da direita, o senhor fica com os outros. Dizia confiante.

Os homens corriam na direção da dupla com balançando suas barras de metal e ferramentas para ataque. Oscar corriam na direção de alguns deles e Tenma ouviria os passos cessarem, agora tinham apenas dois vindo em sua direção. Um deles saltava indo para cima de Tenma e o outro arrastava um pedaço de ferro o qual cortava o ar indo na direção das pernas dele.

-Esse cego de merda matou o cara antes de nos pagar!!



Histórico
Spoiler:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
K1NG
Soldado
Soldado
K1NG

Créditos : 15
Warn : A Ascensão da Justiça! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 30/04/2020

A Ascensão da Justiça! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! - Página 3 EmptySeg 11 Jan - 17:20




A Ascensão da Justiça!

Pétala



Que ironia pensar que o bandido daria caso de objetos roubados. – Você fez bem em me contar isso. – Falou tranquilamente, que bom que não precisou de sacar sua espada e acabar com aquelas vidas logo ali. - Flav, cuide deles, por favor. - Diria. Pois bem, ele partiu para os fundos da casa. As novas informações martelavam em sua cabeça como algo que não parecia nem um pouco certo aos seus olhos. “Polícia... que diabos vocês andam fazendo aqui? É isso o que vocês contemplam por tentar bancar de heróis e suportar os mais fracos? É isso o que vocês tentam passar para a população?” Era algo lamentável. “Lamentável.

Ao fim de tudo mais um combate teria início, meio e fim, mais uma missão chegava ao seu ápice e seu principal objetivo se mostrava válido quando dava de cara com os meliantes aguardando a dupla da marinha já armados e preparados. – Barras de ferro, huh? – Tentou desenhar a cena em sua cabeça.

Ergueria a lâmina frente ao peito, segurando com ambas as mãos, arquearia as pernas, com o intuito de ter mais mobilidade para realizar os bloqueios com agilidade e perfeição e, por fim, mas não menos importante, inclinaria a cabeça levemente para baixo, deixando seus olhos serem seus ouvidos. Era uma forma mais prática de ter atenção quanto ao som ao seu redor. O ambiente pudera ser barulhento, mas o foco seriam os dois oponentes que corriam em sua direção como bestas que acabaram de serem soltas. – Podem vir... – Sussurrou, com um pingo de autoconfiança.

O primeiro oponente tinha um destino imaginado. A lâmina correria na direção da barra de ferro e, com força e precisão tentaria bloquear o golpe. Seguraria o impacto de modo a resistir a força bruta aplicada e também. Amorteceria o impacto da barra de ferro se necessário, deixando o golpe fluir e saindo da linha de impacto, mas tentaria redirecionar sua espada para, com um movimento de arco, dar um giro e acertar o próximo oponente que viesse em sua direção com um corte alto e rápido, aproveitando da força aplicada no golpe anterior. Era meio engenhoso, mas poderia funcionar.

Após isso focaria apenas em sua defesa. A espada estaria segura com ambas as mãos frente ao corpo, ela não poderia titubear e nem mesmo falhar, afinal a sua vida e a de sua equipe dependia disso. Ele era um Sargento agora e devia passar confiança a seu grupo, problemas como aqueles não poderiam ser maiores do que a solução vigente. – Oscar, estou indo te ajudar! – Diria quando possível.

Agiria de forma rápida para bloquear os golpes em sua direção, a lâmina correria na direção da barra de ferro, ou até mesmo dos punhos e pernas, que tentassem lhe acertar. Os golpes teriam de ser firmes o suficiente para aguentar o impacto e redirecionar para suas laterais. Armaria seu próximo movimento de modo a executar um golpe a fim de desestabilizar ambos os combatentes.

Avançaria na direção dos dois oponentes. Tentaria discernir a direção e distância pelo tempo ao qual os passos foram dados e o tempo em que eles chegaram até Tenma. O fio de ferro estaria frente ao corpo e com um golpe longo, duradouro e pesado, rasgaria o ar de baixo para cima, na diagonal da direita para a esquerda, com força, técnica e peso, a fim de, em um único corte, acertar os dois bandidos. – Gaarrgh! – Rugiria com a força do golpe, talvez pudesse ser sem precisão, mas com certeza seria fatal a quem fosse atingido.

- Oscar, vamos! – Diria quando possível para ter o foco nos itens roubados.




Histórico:
 

Objetivos:
 

⚓

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Podem cortar todas as flores, mas não podem deter a primavera.
Voltar ao Topo Ir em baixo
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A Ascensão da Justiça! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A Ascensão da Justiça! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! - Página 3 EmptyQui 14 Jan - 20:24



A ascensão da Justiça

Lost and Found





A mais "pura" violência era aplicada nos golpes de Tenma, o homem estava certo ao bloquear o primeiro golpe, entretanto assim que os metais se colidiam Tenma sentia uma grande pressão em seus pontos, um aviso para que se cuidasse na firmeza dos ataques. Era inteligente ao deixar o movimento do adversário fluir desviando seu corpo levemente. Os metais se colidiam escorregavam uns nos outros.

Com leveza e experiência Tenma deixava sua espada escorregar e voar na direção do outro rapaz, o qual cortava facilmente a pele, a dor fazia com que o homem largasse o metal e saltasse para trás. O outro assustado com o ataque iminente apenas escorregava no chão, deixando-se cortar superficialmente a testa.

O homem se arrastava em direção ao seu companheiro também desistente. Tenma podia ouvir seus corações batendo forte, na verdade, qualquer pessoa conseguiria escutar. Agora preparado para ajudar Oscar, Tenma ouviria os 3 corpos dos homens indo ao chão.

- ... São... bandidinhos comuns... está tudo certo, senhor. Dizia meio confuso. Nenhuma gota de suor caia do rosto dos marinheiros, na verdade aquela missão estava fácil demais. Com passos leves Flav aparecia na porta de trás.

- FUFUFU parece que a garotada aqui tá só repassando os materiais... O mandante de tudo é um outro cara... Falava um pouco desanimado. - O gurizão contou o esquema inteiro... na verdade nem precisei usar nenhuma de minhas habilidades. Os itens roubados estão nessa casinha de madeira aqui no quintal... Aparentemente esses carinhas aí cuidam do local e a cada 7 dias o dono dessa merda toda aparece... Demos sorte, o dia da colheita é hoje, daqui algumas horas de acordo com o gurizão... -

Oscar andava até a porta e a abria, uma infinidade de coisas caiam no chão confirmando o que alegava seu irmão. - E ali estão as coisas mesmo... Deve ter tanta bosta aí. O dilema agora é... transformamos isso em uma operação e esperamos o chefão chegar ou só saímos agora com o que foi roubado? Tua decisão Sargento...

Flav falava com um tom entediado, parece que qualquer uma das opções tiraria a vontade de viver que ele tinha, tudo parecia um enorme trabalho. - Só precisaremos jogar o lixo fora de qualquer forma... Falava se referindo aos rapazes que ali estavam.



Histórico
Spoiler:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
K1NG
Soldado
Soldado
K1NG

Créditos : 15
Warn : A Ascensão da Justiça! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 30/04/2020

A Ascensão da Justiça! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! - Página 3 EmptySeg 18 Jan - 21:37




A Ascensão da Justiça!

Pétala



A mente de Tenma martelava sobre o que aconteceu da última vez. Ele sentia no principio que um pingo de culpa ainda recaía sobre seus ombros. A memória não falhava em relembrar de quando deixou o Caçador partir sem ao menos tentar, fe verdade e sinceridade, parar aquele vilão. – Tsc... – Onde o cego foi se meter? – Vamos ficar. – A espada ia até a bainha. – Hoje cortaremos o mal pela raiz! – Bradou, era uma ordem, a mais direta e concreta que ele havia dado em toda sua carreira na marinha.

- Faremos então a emboscada. – Sorriu, ele confiava nos rapazes. – Flav e Oscar, se escondam e esperem qualquer sinal que eles deem sobre pegar os objetos roubados. – Indicou. – Porém nós vamos limpar este armário. Heh. Quero ver o que ele vai achar aqui. – Novamente sorriu. As mãos cegas iam de objeto em objeto jogando em cantos dos fundos do casebre, ele tentava escondê-los sob plantas, areia, terra ou qualquer coisa que desse cobertura para aqueles itens roubados. – Me ajudem, eles estão chegando. – Seria rápido em executar a missão. Por fim, mesmo que não fosse perfeito em tal tarefa, se esconderia no armário com os objetos furtados. – Vamos, vamos! – Sussurrava para que eles ouvissem claramente. Se esconderia e aguardaria a chegada dos bandidos.

A mão ia até a lâmina e estaria preparado para atacar ao mínimo sinal. – Venha, desgraçado. – Sussurrava. Ele tinha raiva em sua voz, porém era algo controlável. O problema era se aquilo estivesse em uma ascensão problemática e imparável. O fluxo do ódio e rancor matava os seres vivos, ele via isso quando cuidava das coitadas das gazânias feridas e maltratadas. “Calma, Tenma, lembre-se da coragem dos Obanai e não desista...” Por alguns segundos algo vinha até sua memória, poderia ser um vislumbre do passado ou um presságio do futuro. Seja como for ele precisava terminar, ou melhor, concluir aquela missão com êxito!

A qualquer instante ele estaria atento aos movimentos, passos e principalmente as vozes. De fato, as vozes de Flav e Oscar estariam em sua mente então as vozes dos bandidos seriam novas e fáceis de serem distinguidas.

Contaria o tempo e distância do tempo das vozes chegando nos fundos do casebre e também prepararia um golpe rápido e fatal. Tentaria ter no mínimo a direção do pescoço, cabeça ou peito do alvo principal. Um corte pesado e mirado a ser mortal, em seguida saltaria do armário e, com a espada frente ao peito, bloquearia os movimentos posteriores. Ergueria a lâmina e interceptaria os socos, chutes ou até mesmo ataques armados com lâminas ou porretes.

- Agora! – Gritaria para que seus companheiros de farda o acompanhassem naquela investida silenciosa contra as forças do mal de Dawn.




Histórico:
 

Objetivos:
 

⚓

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Podem cortar todas as flores, mas não podem deter a primavera.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




A Ascensão da Justiça! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Ascensão da Justiça!
Voltar ao Topo 
Página 3 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Dawn Island-
Ir para: