One Piece RPG
A Ascensão da Justiça! XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» LightPoint!Os herois e amigos se reunem novamente!
A Ascensão da Justiça! Emptypor Noah Hoje à(s) 08:53

» Cap 4: O Silêncio dos Inocentes
A Ascensão da Justiça! Emptypor PepePepi Hoje à(s) 04:42

» [Mini- Yoru] Aula de kenjutsu!
A Ascensão da Justiça! Emptypor Yoru-san Hoje à(s) 04:00

» I - As rédeas de Latem City!!
A Ascensão da Justiça! Emptypor Jean Fraga Hoje à(s) 01:42

» Ficha Saito Hiraga
A Ascensão da Justiça! Emptypor Saito Hiraga Hoje à(s) 01:38

» X - Some Kind Of Monster
A Ascensão da Justiça! Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:24

» Chapter I: Seafret - Oceans ♪♫♪
A Ascensão da Justiça! Emptypor Nolan Hoje à(s) 01:09

» [Ficha] - Koji
A Ascensão da Justiça! Emptypor Proto_ Hoje à(s) 00:24

» Making Wonderful Land a Real Wonder
A Ascensão da Justiça! Emptypor Achiles Ontem à(s) 23:14

» [MINI-Subaé] OXE! agora a aventura começa mesmo!
A Ascensão da Justiça! Emptypor Subaé Ontem à(s) 22:44

» [Mini-DarkJohn] O começo de algo
A Ascensão da Justiça! Emptypor Ryoma Ontem à(s) 22:07

» A primeira conquista
A Ascensão da Justiça! Emptypor Nolan Ontem à(s) 22:01

» O que me aguarda em Ponta de Lança? Espero que belas Mulheres, hihihi
A Ascensão da Justiça! Emptypor GM.Muffatu Ontem à(s) 21:46

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
A Ascensão da Justiça! Emptypor Shogo Ontem à(s) 20:31

» [M.E.P-DarkJohn] O começo de algo
A Ascensão da Justiça! Emptypor Ryoma Ontem à(s) 20:12

» Mini- aventura de Saito Hiraga
A Ascensão da Justiça! Emptypor Ryoma Ontem à(s) 20:10

» Hizumy Mizushiro Mayan
A Ascensão da Justiça! Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 19:54

» Takamoto Lisandro
A Ascensão da Justiça! Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 19:50

» Isaac Kalidou
A Ascensão da Justiça! Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 19:49

» Alipheese Fateburn
A Ascensão da Justiça! Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 19:46



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 A Ascensão da Justiça!

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 71
Warn : A Ascensão da Justiça! 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

A Ascensão da Justiça! Empty
MensagemAssunto: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! EmptyTer 24 Nov 2020, 17:50

A Ascensão da Justiça!

Aqui ocorrerá a aventura do(a) marinheiro Kenzö Tenma. A qual não possui narrador definido.


Equipe One Piece RPG

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
K1NG
Soldado
Soldado
K1NG

Créditos : 15
Warn : A Ascensão da Justiça! 10010
Masculino Data de inscrição : 30/04/2020

A Ascensão da Justiça! Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! EmptyQui 26 Nov 2020, 16:09




A Ascensão da Justiça!

O Caçador



Tenma se dirigiria até o balcão. A lâmina presa ao coldre e a farda indicavam o orgulho que ele tinha em finalmente fazer parte da organização cujo seus pais o incentivaram a se empenhar por. Um sorriso bobo não saía de seu semblante cansado e sonolento. – Um copo d’água, por favor. – Pediria o cego. As mãos tateariam a bancada até encontrar com o objeto. O som do ambiente também seria bem analisado, afinal não queria ser pego de surpresa logo em seu primeiro dia após as missões que o fizera. O rapaz aproveitaria, é claro, o curto descanso para pensar no que fazer referente aos problemas em que enfrentaria, porém não deixaria de se recordar do que a criatura vil e aparentemente perigosa disse nos esgotos de Dawn Island.

Caso não fosse atendido trataria de sair do bar, depois de se despedir do oficial da marinha que o acompanhou durante a última missão, e procuraria pelo porto, ao qual se interessaria por uma passagem para fora da ilha. Daria preferência por uma para uns dois ou três dias após a compra da passagem, Kenzö queria finalizar o assunto que o incomodava enquanto em Dawn. – Esse “Caçador” ... – O rapaz pensava alto. – Como ele planeja seus crimes? O que executa durante isso? Que droga, maldito dia em que fui me meter com esse tipo de gente. – O cego reclamava, porém não por renunciar a sua função, mas sim por não ter informações suficientes, e muito menos recursos, para erradicar mais uma semente já crescida do mal.

Durante a caminhada até o porto tentaria se recordar de alguma coisa atípica em que notou na criatura desconhecida. Algum maneirismo nos sons de seus passos, movimentos e ataque, se sua voz contava com algum artifício não natural ou se era em uma entonação singular ou também tentaria encontrar algum tipo de som único que apenas ele fazia. Era importante estabelecer notas mentais para que, quando o encontrasse, não tivesse dúvida sobre quem era e de que este era o alvo que deveria eliminar ou, no melhor dos casos, prender. – Se ele for tudo isso que o oficial Ran diz certamente a prisão não vai ser suficiente. – Sussurrou de forma solitária.

Os passos do cego eram lentos e sem pressa, ou seja, ele não desejava adiantar suas tarefas durante este dia. Queria principalmente descansar seus músculos para as próximas missões que fosse cumprir. Certamente imaginava algo bem mais perigoso e árduo do que as que completou, porém não deixaria de pensar em como as faria, já que teve uma notável dificuldade em certos aspectos durante o progresso das duas primeiras missões. – Me lembro de que enfrentei algumas criaturas diferentes lá no lixão, talvez o “Caçador”. – Disse dando ênfase ao curioso título. – Também seja desta mesma espécie, ou pelo menos algo parecido, já que ele não tinha dificuldades em atacar no escuro e com aquele insuportável cheiro de esgoto, merda e verme. – As mãos formigavam e, instintivamente, a mão direita alisava a ponta do cabo da espada. - Tsc... – Resmungou de forma ansiosa.

Era notável como a feição de Tenma o deixava bem mais tenso e estressado do que naturalmente parecia, porém era inconcebível para ele permitir que uma criatura como esta descrita pelo oficial marinheiro continue a solta infernizando a vida dos cidadãos de bem da cidade. Nota-se que ele tinha espasmos curtos e bem indesejáveis sobre os minutos enquanto no esgoto. Enquanto frente a criatura ao qual prometei eliminar.

A caminho do porto ele esperaria encontrar algum navegador próximo às docas de viagem. – Poderia me dizer a direção do porto da cidade? – Indagaria de forma educada e simpática, após isso, com uma resposta afirmativa, ele se dirigiria até o local indicado. Em seguida procuraria por algum barco de viagem. – Saberia me dizer onde encontro um barco que me leve até a ilha de Yotsuba? – Era notável que ele não tinha nenhum receio em perguntar para qualquer estranho que ouvisse caminhar próximo a este.

As direções, esperava Tenma, deveriam ser precisas, afinal ele não contava com uma facilidade que outros tinham. O mesmo se localizaria pelo som durante a estrada, se distanciaria de locais onde haviam um conjunto maior de vozes e barulhos, e tentaria seguir por partes, claramente urbanas, em que o som de passos e vozes fosse menos intenso. Não queria causar problemas ou “empacar” as ruas e calçadas.

Histórico:
 

Objetivos:
 
✿✿

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Podem cortar todas as flores, mas não podem deter a primavera.
Voltar ao Topo Ir em baixo
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A Ascensão da Justiça! 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A Ascensão da Justiça! Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! EmptySex 27 Nov 2020, 04:07



A ascensão da Justiça

O caçador pt1





O atendimento no bar era excepcional, o garçom parecia adorar ouvir as conversas dos marinheiros e policiais ali presentes, rapidamente entregou um copo d'água para Tenma e com um sorriso no rosto lhe afirmou que era por conta da casa. Tenma poderia ter aproveitado e pedido algo mais forte, mas decidiu ficar na água.



Ao sair do bar encontrava-se nas ruas de Dawn, o vento fresco da ilha era muito agradável, os passos das pessoas ao seu redor eram tranquilos, estavam em grande parte passeando e conversando sobre coisas fúteis e atualmente sem relevância nenhuma para ele.



Sussurrava tentando entender o que era aquele tal caçador e qual sua real função, motivos, tudo que lhe fosse possível entender sobre. As pessoas observavam o homem falando consigo enquanto andava sem rumo e preocupavam-se, mas não o suficiente para fazerem algo sobre, eram apenas alguns comentários sobre a presença do homem no local.



Passou uma parte do tempo buscando em sua memória o que poderia lhe ajudar a entender melhor sobre a fisionomia do tal Caçador. Sua mente levava-o diretamente para o esgoto, sentia-se como se estivesse lá novamente, o cheiro da podridão, seus pés e os de Ran pisando na água, o som dos ratos andando por toda a área, a moedas se batendo no chão... Conseguia sentir todas as presenças ali, e pouco a pouco foi eliminando som após som, até restar o nada... o mais absoluto silêncio. E assim ficou por um bom tempo, até que finalmente começou a ouvir a movimentação novamente, a água voltava a se mexer, o som vinha do lado oposto, com certeza foi o momento que encontraram o homem. Ouvia a velocidade com que o Caçador passava de corredor em corredor em alta velocidade, perceberia um padrão de movimentos acima da média de um humano comum, pernas treinadas talvez?  

Mas de todas as peculiaridades que encontrou ao adentrar essa lembrança, a mais estranha era aquele perpétuo "cheiro molhado", mesmo que mascarado pelo cheiro da podridão, aquele cheiro de pelo molhado não sairia da cabeça de Tenma, talvez na hora o medo não tivesse deixado perceber, mas com certeza aquele cheiro era presente. Ouvindo a forma como o homem falava conseguia distinguir sua altura, talvez um pouco mais alto que Tenma, mas definitivamente muito musculoso. Tenma tentava buscar mais informações, entretanto seu bloqueio mental foi maior, voltou a si após imaginar-se novamente naquele local perigoso.



Tenma agora andava a procura do porto, ouvia algumas pessoas conversando enquanto passava por eles e as abordava. - É só andar reto por uns 25 minutos, não tem erro, você vai ve.. erm... OUVIR o mar e os marinheiros. Mas agora não é um pouco tarde? O velho questionava e continuava andando com seus colegas..



Tenma seguira por aquela noite indo em direção ao Porto, lá chegando ouvia apenas algumas vozes, pouca movimentação, portanto ali mesmo conversava para comprar uma passagem para Yotsuba.- Vai fazer o que nessa droga de lugar? Tem nada não. A voz fazia Tenma instintivamente olhar para cima, um gigante de aproximadamente 3,20m falava com ele. - Cara, a gente já tá fechando tudo por aqui, aparentemente aquele monstro tá por aqui... Então à noite é bom todo estabelecimento se manter fechado até que achem ele... O caçador, conhece? Perguntaria despretensioso.

Jango, pare de incomodar a visita, ele é um servidor da lei. Uma voz feminina, envelhecida cortava o jovem gigante, essa voz vinha do ângulo oposto ao do gigante, era uma senhora de aproximadamente 1,50m. Sinhô Marinheiro, se quiser ficar instalado em nosso humilde hostel será um prazer te receber. Como Jango disse, não consigo te vender nada agora, já está escurecendo, aquele caçador gosta desse horário... é... Tem mais um marinheiro com a gente no hostel... seria para a sua e a nossa segurança... O que acha? Amanhã vendemos o que você precisa.





Histórico
Spoiler:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
K1NG
Soldado
Soldado
K1NG

Créditos : 15
Warn : A Ascensão da Justiça! 10010
Masculino Data de inscrição : 30/04/2020

A Ascensão da Justiça! Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! EmptySex 27 Nov 2020, 16:26




A Ascensão da Justiça!

O Caçador



As palavras daquele gigante pareciam ser massagem para seus músculos. Tenma tentava emular um sorriso, porém aquilo parecia mais sair como uma ameaça. Ele se conformava com o fato de que “O Caçador” havia escapado de suas mãos, porém não era fora de cogitação imaginar que ele tinha total capacidade de capturar o criminoso fugitivo. Era isso o que pensava, e não queria esconder. – Veja bem, rapaz. Eu não sou um mero mercenário que foge ao sinal de perigo, eu sou um soldado da justiça! – Seus olhos vazios subiam até o que seria a face do grande homem. – Não temo a morte e nem a abraçarei. – Tenma passava a mão sobre o cabo da espada, praticamente instintivamente, ele não se dava conta do que fazia e as palavras saíam naturalmente de sua boca. – Não me ofereci como marinheiro para ficar brincando por aí de pique pega com assassinos, terroristas, bandidos e piratas. – Novamente o cego respirava com um peso enorme sobre os ombros. Ele voltava a face ao que seria a direção do mar. – Eu vou exterminar essa raça de vermes nojentos. – O soldado não proferia isso com mágoa, raiva ou qualquer outro tipo de sentimento negativo, era algo simples e direto: uma promessa.

O rapaz voltava a atenção à atenciosa senhora, provável responsável pelo serviço de viagem. – Agradeço o convite, vou ficar no hotel sim. – O sorriso simpático tentava responder a grande ajuda que ela provia. Não era muito confortável ficar no quartel da polícia da ilha, além de que isso certamente geraria muita conversa fiada sobre a moral “aproveitadora” dos soldados da marinha quando em serviço. – Eu pago amanhã pela manhã. – Tenma esclareceu.

Aguardaria as direções da senhora antes de adentrar o local. Imaginava a noite como algo menos movimentado, mais silencioso e pacífico. Era também de se imaginar que ele gostaria muito de um bom descanso, o que era refrescante à mente e ao corpo. Tenma o faria assim que possível, mas também queria aproveitar para matar a fome e comer alguma coisa. Talvez o estômago tenha roncado que ele nem percebeu.

Outro fato interessante seria que ele não tiraria a atenção a sua volta. Era irresponsável pensar que o “Caçador” esperaria uma situação mais propícia para atacar por simples receio de civis cercando sua “presa”. Logo, o cego seria cauteloso quanto aos sons urbanos, vozes e principalmente barulho de movimentos como passos e saltos. Ele não queria ser pego de surpresa e sua vantagem seria a preparação que teria ao ouvir a criatura com seu cheiro molhado.

Voltava a sua atenção o que a senhora havia dito momentos antes. – Sobre o marinheiro que também está alojado no hotel. – Diria Tenma puxando assunto. – Sabe me dizer quem é ou como ele é? – A curiosidade acabava por escapulir da língua. – Lembro que um superior da marinha também estava na ilha, mas acredito que ele já tenha partido. – O soldado seria mais direto neste ponto. – Ele por acaso se chama Jimoto?

Até então o rapaz esperava o que o destino, mesmo não acreditando e tal perda de tempo, lhe separava. Lógico que imaginava uma marinheira formosa com qualidades que enchessem tanto o peito quanto os olhos do coração solitário de Tenma, porém ele sabia muito bem que não era nada assim. Sua esperança era algo singular e bem longínqua, mas seria agradável ter uma noite de descanso, e nada mais íntimo, com alguém para conversar sobre o seu novo emprego e suas tarefas. - ... – O murmúrio do silêncio do cego era algo gritante. Ele estava não só ansioso para conhecer tal marinheiro como também curioso para saber o desdobra de eventos do “Caçador”.

Histórico:
 

Objetivos:
 
✿✿

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Podem cortar todas as flores, mas não podem deter a primavera.
Voltar ao Topo Ir em baixo
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A Ascensão da Justiça! 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A Ascensão da Justiça! Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! EmptySab 28 Nov 2020, 21:29



A ascensão da Justiça

O caçador pt1





O gigante observava Tenma falar e com um olhar meu surpreso gesticulava para a senhora sobre os olhos do marinheiro. Enquanto ouviam o rapaz falar, Jango e a velha começaram a recolher suas coisas. Viu seu imprestável, ele sim é um homem de respeito. Tenma ouvia a velha batendo na perna gigante e em seguida resmungando insatisfeita com o que ele havia dito. Tenma sentia uma presença estranha lhe observando de longe, segundos depois desaparecia..



-Será um prazer ter alguém como você conosco, Senhor marinheiro, siga-nos, o caminho é tranquilo é logo ali. A velha apontava e depois percebia o erro que estava cometendo, seguiu o resto do caminho conversando com o gigante, jogando conversa fora, para que de alguma forma Tenma os seguisse sem problemas. Tenma sentia uma presença estranha lhe observando de longe, um ângulo completamente diferente agora, mas segundos depois desaparecia novamente.



-Aaah esse marinheiro esteve aqui conosco nestes últimos dias, ele é um falastrão, mas é um bom rapaz, vive com moças indo e vindo, nem eu sei o que acontece lá, mas paga tudo direitinho então... Quem sou eu para reclamar? MIHAHAMIHAHA O nome dele deve ser isso ai mesmo, Ran alguma coisa alguma coisa, não sei...

A velha ria comentando sobre o Marinheiro presente no hostel. -Mas conversei com ele, o cara parece ser forte, mas não quer nada a ver com o tal de Caçador, disse que já se esbarrou com casos dele algumas vezes, sempre que um marinheiro do time dele foi marcado não acabava nada bem... Sei lá, o cara é capitão e trabalha sozinho agora, o trauma deve ter sido grande... Complementava o gigante.

Chegavam no local, Tenma conseguia ouvir várias vozes no local, música ambiente, o som de copos e bebidas, pessoas festejando alguma coisa, outras apenas conversando e no fundo ouvia uma voz conhecida. - TENMA-SAAAAAAAAAAN[/color] Era a voz de Ran, o homem soava um pouco alegre demais, só por essa frase Tenma já saberia que o homem estava bêbado demais. O homem chegava muito perto do rapaz botava ambas as mãos no roso dele e espalmava dando pequenos tapinhas.- eU  DisSe AMINHÃ... hoxe nãum vai Dá Enma...Tenma-chan... Yo... o Caçador... loucura né... Oh... É... sabe... Cara... você é demais... Tanta luta... Você... é... foda. Ran estava completamente bêbado só conseguia se comunicar dessa forma com palavras desconexas. - Erm... me desculpe... Ele chegou e não parou de bebeer.. Sou Haori, estou com o Ran-san hoje à noite, ele... é um grande amigo... Uma voz doce saia para cumprimentar Tenma, era a voz de uma mulher de aproximadamente 2 metros, pelo seu andar tinha pernas longas ou utilizava algum salto muito alto, sua voz era agradabilíssima.

- HOXE A XENTE VAI BEBER PRA COMEMORAR... XUA PROMO... PROMO... aquele negócio mesmo HAORI... PrOmaxao... eu nau lembro... cara... DESCE MAIS 4 DISSO AQUI QUE TÁ TOP O homem comentava sobre alguma promoção para Tenma, mas realmente manter a conversa com ele estava difícil. - Acho que ele está falando da sua... promoção? Eu não sei ao certo, quando eu cheguei ele já estava meio fora também... Vamos beber com ele...



A velha já não estava mais ali, porém Ran, Jango e Haori começavam a beber e incentivavam Tenma a beber também. O sentido de paranoia dele cessaria por um tempo, aquela presença sentida anteriormente sumiu completamente.



- VIVA MEU AMEGO ENMA... TNMA...TENMA



Histórico
Spoiler:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
K1NG
Soldado
Soldado
K1NG

Créditos : 15
Warn : A Ascensão da Justiça! 10010
Masculino Data de inscrição : 30/04/2020

A Ascensão da Justiça! Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! EmptySeg 30 Nov 2020, 16:27




A Ascensão da Justiça!

O Caçador



A visão completamente diferente da figura séria e completamente profissional do marinheiro era desconstruída quase que por completo. – Senhor Ran? – Perguntou retoricamente. Mesmo não tendo qualquer imagem mental do militar o cego não conseguiria nem pensar que ele seria este tipo de soldado. O sorriso envergonhado acompanhado da pele quente no rosto claramente demonstrava o desconforto que Tenma sentia naquela situação. Ele temia uma má interpretação dos outros que também compunham o ambiente, além de é claro a imagem da marinha que poderia, caso já não havia sido, ser manchada com qualquer coisa sem nexo ou acusações sem sentido. – Senhor, é melhor pegar leve. – Disse por instinto. O rapaz também pensava nos perigos que o excesso de álcool tinha ante a qualquer pessoa, principalmente os que precisavam guardar muitos segredos. Imaginava também o mal estar que o marinheiro sentiria no outro dia, quando acordasse, e percebesse o quanto havia ingerido de álcool. Porém agora, pelo menos para ele e talvez outros na estalagem, era só alegria e farra!

A figura feminina dividia espaço com o Senhor Ran, ao qual ainda deveria ser o líder do grupo. Tenma a cumprimentava com cordialidade, sem perder a atenção sobre como ela poderia se parecer. Percebeu logo pela voz e direção que ela era um pouco mais alta do que o cego, mas não levou isso em conta. – Prazer, me chamo Tenma. – Ele simulava uma tossida seca. – Como já deve ter percebido... – Sua face ia em direção à voz feminina. Ele tentava prestar bastante atenção aos maneirismos orais dela, além de qualquer outro som que pudesse a identificar. – A senhorita que o acompanha é marinheira? – Perguntou, por curiosidade além de, é claro, por profissionalismo.

Não pode deixar de perceber, ou até sentir, uma presença estranha quando do lado de fora da estalagem. Tenma se sentia perseguido ou algo parecido com isso. Como se uma figura o observasse e analisasse a distância, juntamente com isso a inquietude de ser marcado era alarmante. – Senhor, sinto que o Caçador está aqui. – Proferiu o cego, em sussurro, para o marinheiro Ran. – Creio que seja melhor nos prepararmos para esta noite, acho que ele irá nos procurar e nos atacar. – A atenção redobrada de Tenma era de fácil percepção, além de sempre estar voltando sua face para várias direções, principalmente a porta e possíveis janelas, ou qualquer outro local de entrada e saída. – Temos que ficar atentos! – Novamente exclamou com grande alarme.

Sem dúvida o botânico se sentia culpado por ainda passar por isso. No fim das contas ele não conseguiu cumprir com o papel que jurou executar. Mesmo que os inimigos que venha e tenha de enfrentar sejam mais fortes um verdadeiro soldado da justiça não poderia de forma alguma retroceder. – Nunca mais. – Sussurrou em seu interior.

Algo que também não tirava a dúvida e possível desconfiança de sua mente era a figura feminina que acompanhava o Jimoto. Quem ela era e o que fazia ali? “Uma simples amiga sairia de tão longe para acompanha-lo? Será que ele é de uma patente tão alta assim que precisa de uma assistente ou algo parecido? Isso não deve ser normal...” Se lembrou da outra equipe da marinha que teve de servir antes da missão ao qual foi marcado pelo “Caçador”.

Seja como for o cego precisava descansar. Os cochilos no quartel da polícia de Dawn não foram suficientes para revigorar o marinheiro, além de é claro o estômago que pedia por comida.

Histórico:
 

Objetivos:
 
✿✿

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Podem cortar todas as flores, mas não podem deter a primavera.
Voltar ao Topo Ir em baixo
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A Ascensão da Justiça! 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A Ascensão da Justiça! Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! EmptyTer 08 Dez 2020, 05:40



A ascensão da Justiça

O caçador pt1





A sobriedade ia e voltava nos olhos de Ran, por mais que houvesse urgência na fala de Tenma, o homem continuava deixando-se levar pelo álcool em seu sangue. Ouvia o nome do caçador e se punha em alerta por um segundo, entretanto mais um gole diretamente do bico da garrafa fora tomado. - - TENMA-SAN NADA DISSO, BEBERICAR É HORA DE BE..BE...RRRRRRRR GLUBGLUB Focava mais uma vez na garrafa.

- Então é real... Haori comentava em um tom sério. - Tenma-san... Ran-kun e o Caçador possuem uma história há um tempo já... Tenma conseguiria ouvir a garota engolindo a seco. Ela esperava Ran se afastar para pegar mais bebida e continuava. - Ran-kun tinha acabado de ser promovido à capitão, antes de ir conhecer sua frota ele chamou alguns amigos para comemorar... só que... de alguma forma um deles tinha sido marcado pelo Caçador... A mulher respirava fundo. Haori era firme ao falar, porém transparecia pena em sua voz. - De alguma forma o Caçador os encontrou no navio e lá ele matou as 9 pessoas presentes, Ran-kun apenas sobreviveu pois escondeu sua presença o tempo inteiro, o medo o paralisou, não conseguiu salvar seus amigos... Foram dois dias no mar no meio de seus amigos mortos e um monstro entediado. Desde então ele prefere não se envolver com tantas pessoas, só faz pequenas missões longe de locais com muitos marinheiros... Ele utiliza de bebida e mulheres para conseguir dormir noites inteiras... Normalmente eu o deixo fazer o que bem entende. Mas quando fiquei sabendo que aquele monstro está aqui... Como tenente dele, vou trazer a justiça.

Haori terminava de falar e coincidentemente um trovão era escutado, o som fazia quase toda a ilha estremecer, aos poucos ouvia-se do lado de fora a chuva batendo forte contra as janelas e telhas da instalação. Tenma ouvia o gigante e a velha correndo para os lados para fechar algumas janelas. -Essa titica de chuva. Bem, temos que trancar todas as portas de janelas essa hora de qualquer forma, já foi informado que por causa daquele tal Caçador, todo cuidado é pouco.-  Tenma ouviria a velha arrastando alguns pedaços de madeira e depois martelando-os contra janelas e paredes.

- Como já foi dado o aval de nossos superiores, a partir de amanhã você já será considerado sargento, cerimônia para isso terá que ser deixada para depois... Haori falava um pouco impaciente e incomodada com a chuva. -  Pelo seu interesse repentino nele quer dizer que ele te marcou não é mesmo? Você está um caco... Vá dormir, farei sua proteção por hoje. Apenas não fique perto de janelas.

Tenma subiria as escadas em direção ao seu quarto enquanto guiado por sua memória das direções que a velha lhe deu. "Após a escada, um, dois. três... três passos, em seguida é sua porta." Chegando em seu quarto o homem poderia finalmente descansar, assim que arrumou-se propriamente para deitar-se Haori aparecia na porta de seu quarto. - Nós vamos acabar com esse ser juntos, descansa, vou cuidar de você por esse meio tempo, mas caso algo ocorra, acorde preparado para luta. Sua primeira missão como Sargento é agir comigo para neutralizar o segurança. Descanse rápido. A mulher fingia uma intimidade que não tinha com Tenma, sentando literalmente ao lado da cama dele, luzes acesas e folheando uma revista.

Ao fundo podia ouvir Ran gritando. - MAIS DRINKS AMÉM IRMÃOS, QUE COISINHA MAIS GOSTOSA. A madrugada chegou para os cansados.


Histórico
Spoiler:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
K1NG
Soldado
Soldado
K1NG

Créditos : 15
Warn : A Ascensão da Justiça! 10010
Masculino Data de inscrição : 30/04/2020

A Ascensão da Justiça! Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! EmptySeg 14 Dez 2020, 16:28




A Ascensão da Justiça!

O Caçador



- Que sono! – Bocejou antes de se deitar. Ele levava a mão até a cama, tateando com cuidado antes de se jogar sobre a mesma. Sentiria a macies da coberta, travesseiro e enfim do colchão, porém nada disso era relevante perante o peso do cansaço que o marinheiro, e futuro Sargento, sentia. Seus ombros estavam bem pesados, assim como sua cabeça que começava a latejar de dor. A respiração se tornava mais lenta conforme o tempo passava, ele tentava relaxar e confiar na marinheira que se dispôs a ajudar tanto o Capitão Ran como o recém admitido marinheiro. – Heh, vou demorar a me acostumar com isso... – Sorriu meio sem jeito ao perceber como ele devia se portar de agora em diante. Tenma passava os dedos sobre o bigode e subia ambas as mãos até a cabeça, alisando o cabelo para trás. Em seguida puxava a espada para perto de seu peito e a segurava com ambas as mãos. Tratou de desabotoar alguns botões de sua camisa e tirar os coturnos.

Tentava descansar, era até um momento propício para se lembrar dos momentos antes de partir. Se lembrou de sua mãe chorando e de seu pai, tentando esconder o choro...

INÍCIO DO SONHO

- Tenma, eu e sua mãe estamos muito orgulhosos de você! – O velho dizia com as mãos sobre os ombros do rapaz. – Saiba que estaremos te apoiando aonde quer que você vá! – Lágrimas vergonhosas teimavam em descer, porém o faziam. – Até logo, meu querido filho. – Proferiu Naoki Obanai entre suspiros profundos e um grande peso melancólico em sua voz.

A mulher, sentada na cadeira, mãe de Tenma, não conseguia proferir nada. Ela soluçada de tanto que chorava! Seus olhos marejados e nariz avermelhado sofriam em tentar apaziguar a dor em deixar o filho sair de casa. – T-t-enma! – Ergueu a voz com dificuldade. – N-n-não v-v-v... – Antes de terminar a frase ela corria e abraçava o filho com toda a força que tinha. Kenzö Urasawa agarrava Tenma e não o soltava.

O cego ria, mas sem perceber lágrimas também desciam por seu rosto, ainda sem bigode. Ele tentava se fazer de forte. Os olhos não viam nada além de escuridão, vazio e muito amor. Seu porte físico o permitia abraçar ambos os pais e, com o pouco de voz que tinha, que tanto era impedido, ou dificultado, pelo choro que tomava conta de sua garganta. – Eu amo vocês!

A família se despedia entre lágrimas, porém todos sabiam muito bem que era por um bem maior.

[. . .]

Na noite anterior, apenas entre Obanai e Tenma, uma promessa fora feita. – Filho, eu sei que não posso te dar o que merece, mas saiba que apoio sua decisão. – A mão do pai do rapaz ia até seu ombro. – Pai, isso é o que posso fazer para trazer o orgulho de volta ao nome de sua família. – Respondeu o futuro marinheiro.

[. . .]

O samurai saiu de casa com um sorriso no rosto, porém lágrimas nos olhos.

FIM DO SONHO

Os sonhos tomavam conta de sua mente. Ele estava bem mais tranquilo e relaxado. Talvez tivesse balbuciado palavras sem sentido enquanto dormia, porém era apenas mais uma história cômica para conversas futuras. Havia esquecido da presença da Tenente Haori. Um aperto no coração, de saudade, o fazia involuntariamente apertar o cabo e bainha da espada e, com um susto, recobrava os sentidos e despertava.
- Haori? Como está você? E o Capitão Ran? – Perguntaria preocupado. Estaria atento a sons, movimentos e principalmente qualquer voz diferente das memorizadas como seus aliados da marinha. – Haori? Ran? – Um silêncio. – Caçador?

A mão estaria preparada para sacar e se defender de qualquer ameaça, assim como bloquear investidas diretas. Ouvidos aguçados e preparados para discernir o perigo iminente e o coração palpitando de ansiedade para terminar logo com aquele mau.




Histórico:
 

Objetivos:
 
⚓

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Podem cortar todas as flores, mas não podem deter a primavera.


Última edição por K1NG em Qua 16 Dez 2020, 14:51, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
CaraxDD
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
CaraxDD

Créditos : 12
Warn : A Ascensão da Justiça! 10010
Masculino Data de inscrição : 03/02/2011

A Ascensão da Justiça! Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! EmptyTer 15 Dez 2020, 04:21



A ascensão da Justiça

O caçador pt1





Um sonho agradável carregava Tenma pela noite, mas ao acordar não sentiria o calor do sol matinal, nem mesmo o seu descanso por completo, o rapaz havia dormido apenas 4 horas, o suficiente para que sua mente descansasse e divagasse, mas não o suficiente para a noite ir embora... na verdade a noite estava apenas começando. Havia acordado por ouvir uma voz que invadira seu sonho, alguém gritava alto por seu nome, mas não conseguia ouvir com clareza.

Questionava Haori em seu quarrto, entretanto não tinha resposta, estava sozinho. Ao atentar sua audição aos seus arredores ouvia um ronco alto vindo do quarto ao lado, o som da brisa noturna juntamente com o cair da chuva e por fim alguns sons vindos do térreo.

- Tenma-san AQUI!!!!! Ouvia o berro de Haori vindo andar superior, mas em seguida ouvia a voz de Ran.  - MO QUERIDU! VEM PRA CÁ ME AJUDAR EU PRECIOSO MUTCHO MAIS- Sua voz ainda era a de bêbado e vinha do térreo, não havia um pingo de sobriedade em sua voz. Há quanto tempo ambos estavam gritando?

- TENMA-SAN AQUIII!- Gritava a garota novamente. - CUIDADO ELE TROUXE MAIS GENTE. ELES ESTÃO NAS E- Sua frase era interrompida por uma série de pequenos estalos vindos do andar superior. Já no térreo era possível ouvir uma comoção, pratos caindo ao chão, garrafas se quebrando, mas nada muito concreto, mas era óbvio que uma briga estava acontecendo.

Duas brigas aconteciam, uma no andar superior e outra no térreo, Tenma entre ambos os andares deveria tomar uma decisão.


Histórico
Spoiler:
 




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
K1NG
Soldado
Soldado
K1NG

Créditos : 15
Warn : A Ascensão da Justiça! 10010
Masculino Data de inscrição : 30/04/2020

A Ascensão da Justiça! Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! EmptyQua 16 Dez 2020, 14:50




A Ascensão da Justiça!

O Caçador



O susto levava Tenma a ficar completamente ereto. Ele saltava da cama ao ouvir a voz da senhora Haori e do senhor Ran. – Haori? Ran? – Gritou. – Estou indo! – Respondeu sem nem se atentar aos perigos que certamente cercariam os dois. A mão corria até a espada, porém não a desembainhava ainda. Pelo som o cego se dirigia até a porta do quarto e consequentemente até as escadas que levavam ao andar inferior.

Atento ao seu redor o recém promovido a Sargento esperava o perigo espreitar em qualquer canto. A lâmina sedenta por sangue corrupto e os punhos cerrados em fúria não estariam nem um pouco satisfeitos em, desta vez, deixar o trabalho feito pela metade. – Caçador, você morre esta noite. – Expressou com fúria. Se fosse um personagem herói de livro fantástico seus olhos estariam flamejando em brasas e suas mãos rachariam o ar em pressa.

Os passos seriam largos e espaçados, queria chegar ao destino, à ajuda do Capitão Ran, o mais rápido possível. Corria contra o tempo, e principalmente contra os inimigos, para ajudar de alguma forma seu superior e, ansiosamente, correr para ajudar também a superiora de seu superior. – Não posso... não devo deixar isso acontecer! Lembre-se da honra da família Naoki! – O sobrenome da família de seu pai ecoava em sua mente, como um canto melancólico e fúnebre que demorava a terminar.

Ouvindo a presença de qualquer pessoa no ambiente o marinheiro seria bem rápido em desembainhar sua lâmina e, em um rápido movimento, preciso na medida do possível, eliminaria o oponente no menor tempo possível. A questão que badalava em sua cabeça não era enfrentar um inimigo e derrota-lo rápido, mas sim não perder tempo para ajudar seus companheiros militares. Esperava enfrentar inimigos menores, provavelmente os mais fracos, porém sem os desrespeitar, como qualquer samurai reluzente em sua honra.

Corria até as escadas, desceria, e tentaria identificar e ilustrar a sala em que o Capitão estava. – Senhor Ran? – Gritaria. A espada frente ao corpo preparada para bloquear golpes diretos e frontais. Enrijeceria seus músculos para ao menos bloquear, ou tentar resistir miseravelmente, a outros golpes não previstos.

Já na sala, caso acertasse o local efetivamente apenas por ouvir os chamados de socorro de Ran e os sons de batalha, identificaria as direções dos oponentes e não demoraria em disparar contra cada um destes vermes e dilacera-los violentamente com o metal afiado. O fio da espada seria apenas um borrão contra os pescoços, peitos, braços, pernas, faces ou qualquer parte do corpo que a lâmina conseguisse acertar. – Morram! Morram! Morram! – Cuspiria sem se atentar a sua calma e muito menos paciência. – Vermes imundos miseráveis e sem direito a vida! – A raiva quanto a piratas, bandidos e qualquer outra raça criminosa era tão grande que não cabia em sua mente.




Histórico:
 

Objetivos:
 

⚓

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Podem cortar todas as flores, mas não podem deter a primavera.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




A Ascensão da Justiça! Empty
MensagemAssunto: Re: A Ascensão da Justiça!   A Ascensão da Justiça! Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Ascensão da Justiça!
Voltar ao Topo 
Página 1 de 4Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Dawn Island-
Ir para: