One Piece RPG
I - A Whole New World XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Evento Natalino - Amigo Secreto
I - A Whole New World Emptypor GM.Mirutsu Hoje à(s) 10:32

» Capitulo II: Sangue e navalhas! O Golpe em Las Camp
I - A Whole New World Emptypor Oni Hoje à(s) 10:01

» The Hero Rises!
I - A Whole New World Emptypor Achiles Hoje à(s) 09:57

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
I - A Whole New World Emptypor Furry Hoje à(s) 09:40

» VIII - The Unforgiven
I - A Whole New World Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 08:52

» Onde terra e mar se encontram, o início da jornada!
I - A Whole New World Emptypor rafaeliscorrelis Ontem à(s) 22:19

» A inconsistência do Mágico
I - A Whole New World Emptypor Jean Fraga Ontem à(s) 22:14

» Meu nome é Mike Brigss
I - A Whole New World Emptypor Oni Ontem à(s) 21:36

» [MINI-*Kan Kin*] *Uma vida de merda*
I - A Whole New World Emptypor Shideras Ontem à(s) 21:10

» O que me aguarda em Ponta de Lança? Espero que belas Mulheres, hihihi
I - A Whole New World Emptypor Pippos Ontem à(s) 20:27

» Que tal um truque de mágica?
I - A Whole New World Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 20:02

» Vol 1 - The Soul's Desires
I - A Whole New World Emptypor Arthur Infamus Ontem à(s) 20:01

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
I - A Whole New World Emptypor K1NG Ontem à(s) 18:57

» Livro Um: Graduação
I - A Whole New World Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 18:41

» [FICHA] Sonny Delahunt
I - A Whole New World Emptypor Shogo Ontem à(s) 18:15

» 10º Capítulo - Parabellum!
I - A Whole New World Emptypor OverLord Ontem à(s) 18:10

» The One Above All - Ato 2
I - A Whole New World Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 18:00

» Phantom Blood
I - A Whole New World Emptypor Johnny Bear Ontem à(s) 16:50

» II - Growing Bonds
I - A Whole New World Emptypor War Ontem à(s) 15:59

» 11º Capítulo - Cataclismo em Skypeia!
I - A Whole New World Emptypor Far Ontem à(s) 14:04



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 I - A Whole New World

Ir em baixo 
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 68
Warn : I - A Whole New World 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

I - A Whole New World Empty
MensagemAssunto: I - A Whole New World   I - A Whole New World EmptyQui 22 Out 2020, 14:37

I - A Whole New World

Aqui ocorrerá a aventura dso(as) civis Ruby Belmont & Raveny Moonstar. A qual não possui narrador definido.


Equipe One Piece RPG

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Jinne
Game Master
Game Master
GM.Jinne

Créditos : 17
Warn : I - A Whole New World 10010
Data de inscrição : 13/05/2019

I - A Whole New World Empty
MensagemAssunto: Re: I - A Whole New World   I - A Whole New World EmptySex 23 Out 2020, 19:49

Caaaara que forma de começar na ilha, eu só queria que água salgada não ardesse nos olhos, sim, essa vermelhidão que parecia que eu estava usando algo ilícito, não era legal… Apesar que… Espera, meus olhos já são vermelhos, então… Será que eles ficaram estranhos? Um espelho me cairia bem… levaria as mãos até o cabelo e juntaria uns montinhos dele para apertar, tentando fazer um pouco da água sair.

Eu realmente ia precisar de alguma coisa pra enxugar essa droga… Mas antes disso olharia pra Raveny chamando atenção naquela hora.-Cara, sabe o pior de tudo? A gente nem sabe se esse é o lugar certo, mas viu só, eu te disse pra não se preocupar com detalhes, a gente viveu!!- diria com um ar vitorioso, afinal a gente tinha chegado a algum lugar né? E depois de ouvir o que ela tivesse a dizer daria uma risadinha meio de canto dos labios. -Sinceramente eu não faço ideia, mas vou descobrir- já diria erguendo os braços e me esticando pra começar os serviços. Enquanto ouvia os comentários aleatórios de Raveny que me faziam olhar pra ela com um olhar de dúvida, não tinha entendido muito bem o comentário, então eu só dava de ombros e deixava pra lá.

Olharia logo em volta começando a procurar algum transeunte por ali que pudesse me dar informações, e iria no primeiro que visse já questionando. -Ei, sabe me dizer em que ilha a gente tá?- se ele me questionasse o por que da pergunta antes de responder, eu diria.-A gente meio… Que naufragou hehe… Acontece hehe...- diria coçando a parte de trás da cabeça.

Se por algum motivo ele não quisesse me responder eu iria então atrás de outro repetindo esse processo, até obter uma resposta ou cansar disso depois de algum tempo. Tendo obtido minha resposta ou me cansando de perguntar eu olharia pra Raveny de novo passando a mão na barriga e falando-Bom, ninguém lucra de barriga vazia e eu to com fome. Eu acho que é hora de caçar comida.- Olharia então pra o alto e daria um assobio chamando Amon.

Eu ergueria meu braço pra o alto esperando ele pousar e logo falaria pra ele.-Amon, procure um lugar com comida por perto, e volte- diria para o pássaro, enquanto o deixaria livre pra voar agora após a ordem. -Bem, ele logo deve voltar, então vai ser algo bom, uma ajuda bem vinda haha- diria me acalmando um pouco enquanto esperava.

Quando o falcão voltasse esperaria ele pousar novamente estendendo o braço.-Achou alguma coisa? Leva a gente até onde viu comida, vamos te seguindo.- Se ele começasse a voar, seguiria ele junto de Raveny chamando ela.-Vem, que ele vai levar a gente pra encher a pança, meu estômago vai fazer festa hoje.- e avançaria em passos rápidos atrás do bicho.

Entretanto se o falcão com uma visão muito boa por sinal, e voando não achasse a comida… Por sei lá, não existirem nessa ilha barracas que vendem fora do estabelecimento, nem restaurantes com mesas pra fora, vai que né… A ilha é esquisita… Então perguntaria a algum transeunte por ali.-Aí sabe me dizer onde eu posso tirar a barriga da miséria por aqui?- independente da resposta eu só diria.-Valeu!!- e se fosse negativa eu repetiria o processo até alguém dizer o negócio e depois seguiria as informações que conseguisse.

Durante o trajeto sempre que Raveny chamasse minha atenção pra o que fosse eu já olharia rapidamente mudando o foco e falando.-Cadê??? Achou comida? Grana?!! Cadê cadê?- e assim que percebesse o que era, eu me acalmaria e já prestaria mais atenção no que ela tivesse mostrando, parando pra apreciar também, mas não exatamente parando de andar, só reduzindo o passo pra olhar e depois seguindo. E não pararia de seguir até o lugar que tivesse a comida.

Chegando no lugar eu logo perguntaria.-Bom dia, o que vocês tem pra comer por aqui? To cheia de fome, tem suco ou algo pra beber?- Eu devia pedir era uma vodka… Ou cerveja… Mas eu não queria começar a beber antes de comer… Barriga vazia não ia dar muito certo… Ainda mais que não temos pousada pra ficar no fim das contas...

histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Makei
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Makei

Créditos : 30
Warn : I - A Whole New World 9010
Masculino Data de inscrição : 07/08/2017
Idade : 24

I - A Whole New World Empty
MensagemAssunto: Re: I - A Whole New World   I - A Whole New World EmptySex 23 Out 2020, 19:58

A Whole New World



Dia de sol, tempo nublado…Noite fria… Já havia se passado quanto tempo que a gente havia começado tudo isso ? Eu sequer me lembro mais… Apenas lembrava que fazia um tempo que não havia comido ou sequer bebido algo, quero dizer… Que não fosse a água do mar, digamos que é uma péssima ideia, experiencia própria, acredita em mim, eu ainda sinto o gosto daquela bosta !…Que por sinal - Arrghhh ~ Urghh… Kawabanga ! Uuurrghh - gritei enquanto lutava contras as terríveis forças do mal que me puxavam para baixo d’água

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- Huff… Huff… Acho que meu coração vai pular pra fora - Comentei comigo mesma ao levar a mão sobre o peito, ouvindo os batimentos do desgranhento igual uma máquina de lavar roupa, não posso dizer que foi uma experiência muito legal de se ter - Não me venha com esse papo ! EU SENTI MEU PÉ NÃO TOCAR NO CHÃO, SABE O QUÃO ASSUSTADOR É ISSO ? - Bradei ao responder Ruby após dar uma olhada para trás, não posso mentir que talvez a culpa disso seja meu tamanho… - Acha que chegamos onde a gente queria ? - Me questionaria junto a ela após dar uma olhada a minha volta, ainda sem entender muito bem do que havia acontecido… Pelo menos estar em terra firme era melhor do que nada.

- Aaargh... E agora, alguma ideia ? - Não tinha muito o que dizer além de ser um tanto quanto estressante essa situação toda, mas não tinha como negar a possível ideia que Ruby poderia vir a ter, principalmente se tivesse “Comida” envolvida nisso, o que provavelmente viria com a resposta do meu próprio estômago respondendo tal questão.

Espreguiçando um pouco ao contorcer o corpo e tentando dar uma olhada mais a volta, não podia negar que aqueles dois melões ainda me incomodavam de certa forma. - Não posso negar que você fica bem com as roupas molhadas… Digo… Sabe… Você me entendeu...- Comentaria ao desviar o olhar sutilmente entre o seu corpo e o chão com um leve coçar do dedo abaixo do nariz, obviamente sem graça, afinal… Você sabe... Puxar assunto sempre é bom pra distrair, certo ?

Com as coisas organizadas e resolvidas por aqui independente do resultado bom ou ruim, acredito que não havia muitos motivos para ficar se preocupando com coisas irrelevantes, só precisava seguir em frente, sim, seguir em frente ! Com um belo tapa nas duas bochechas, abriria um largo sorriso animado como se nada daquilo tivesse acontecido, afinal… Nossa aventura apenas havia começado ! - Vamos lá ! Se a gente ficar paradas aqui nada vai acontecer… Será que eles tem alguma comida exótica ? SERÁ QUE ELES COMEM ALGUM BICHO ESTRANHO ? WAAAAAAAHHH !!! Agora tou animada !! - Com alguns leves pulinhos me colocaria na dianteira como uma criança infantil que estava adentrando no parque de diversões pela primeira vez, não podia mentir que estava curiosa no que viria a encontrar por ali, principalmente apontando e chamando a atenção de Ruby para qualquer coisa aleatória que fosse sutilmente inovadora - Olha isso ! - O que poderia ser infelizmente um besouro diferente qualquer por ai ou quem sabe um catarro que alguém cuspiu e já tava velho no chão.

Tendo a possibilidade de ser ignorada por Ruby no caminho, principalmente após ela ver algo idiota do gênero, eu sabia que ela provavelmente seguiria com o objetivo de resolver as coisas mais importantes, então eu poderia buscar enquanto observava as coisas por outros locais como uma Loja de Armamentos, Roupas e quem sabe algum lugar que nos ajudasse a nos situar de onde nós estávamos como alguma loja de Jornal ou algo do gênero, claro que se tivesse alguém disposto e que aparentasse de fácil comunicação, não perderia a oportunidade para perguntar - Hey, você sabe por acaso onde a gente está ? Digo… Não é como se eu não soubesse ou algo do gênero, sabe… Só curiosidade mesma - Digamos que isso pode ser um tanto quanto estranho para se perguntar, mas nada que um belo sorriso bonito no rosto e um corpo totalmente molhado com as roupas coladas não chamasse a atenção, por sinal… Ruby já não tinha feito isso ?

Independente da situação, se tivesse conseguido a informação ou não… Se manteria por perto de Ruby para não a perder de vista, podendo até mesmo acabar a conversa por ali por se virar de costas e cagar pra pessoa apenas por isso, afinal… Comida sempre fala mais alto, principalmente se Amon ou ela mesma tivesse encontrado um restaurante. Entraria sem se preocupar muito, apenas assobiando com a surpresa do interior, já que possivelmente seria bem diferente do local em que vivia, se sentando em uma cadeira junto a mesa de Ruby enquanto pensava no que viria a pedir.

Citação :
- Falas -
- Pensamentos -

histórico:
 

Objetivos:
 





____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
~Eis aqui uma amante do Volker~


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Medalhas:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : I - A Whole New World 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

I - A Whole New World Empty
MensagemAssunto: Re: I - A Whole New World   I - A Whole New World EmptySab 24 Out 2020, 00:14

A festival in Newberry City!

Os primeiros momentos após o naufrágio são simplesmente primordiais para saber se perdeu algum braço ou foi comido por um tubarão, embora não fosse a em questão desses dois aventureiros que haviam acabado de se afogar e acordarem comendo um pouco de areia em meio a esse processo. O sol forte batia em suas costas e se alguém fosse um tanto mais sabido que o companheiro poderia sinalizar que era por volta de meio dia. O calor passeava pelos seus corpos e vestes de forma a aquecê-los e a sua roupa molhada chegava a ser um alívio que não duraria muitos minutos até que estivessem completamente secos.

A situação que se encontravam gerava um certo problema a seus estômagos, pois a primeira sensação que poderiam sentir era que estavam com uma puta fome e o cheiro de comida estava presente em toda a ilha e o motivo de tal era simplesmente incrível (tedioso ou chatos para alguns), mas que poderia ser de uma bela ajuda para os dois náufragos. Um enorme festival estava acontecendo dentro daquela ilha e os sinais eram claros para ambos, pois havia uma enorme placa em cada entrada rua com um gigantesco: “Festival do Verão! Apresentações na Blue Square!”.

Eles ainda não haviam saído da praia quando podiam ver alguns transeuntes queimando sobre o escaldante sol debaixo de um guarda-sol e uma garrafa d’ água. Nesse meio tempo, foi possível encontrar uma concha rosa e rapidamente Raveny apontava para ela o que chamava a atenção e sua companheira que ao perceber a inutilidade daquele objeto, apenas voltava a ser objetiva. Amon, seu lindo companheiro de asas se aproximava dela ao ser assobiada e poderia ser um alívio saber que o pássaro de rapina estava bem, mas que rapidamente embarcava em uma missão. (Embarcava, tendeu? Náufrago... ;v)

O animal não demorava a voltar e pairava sobre um  homem com um cooler de isopor debaixo de seu braço e pendurado por um cordão passeava debaixo de seu guarda-sol e boné gritando: - Ó o espetinho! Espetinho! - E ao abrir para servir a um de seus consumidores, tornava mais claro a aproximação daqueles dois náufragos que sentiam um cheiro bom do produto oferecido. - Ih, minha gente, parece que vocês não andaram muito certo ultimamente, tão tudo sujo e bagunçado, oia só. - O homem enchia de críticas uma dupla que poderia ser caracterizada exatamente conforme descrito pelo vendedor que talvez pudesse até mesmo ter perdido sua clientela. - Para ser específico, aqui se chama Manhakan, mas o arquipélago é chamado de Newberry City.

Ao ser perguntado por comida, o homem lhe dava duas escolhas, embora uma fosse mais imediata que a outra. - Aqui eu tenho uma carne de qualidade em esperto, está quentinha e pronta para ser consumida. Só custam dez mil berries cada, mas se você quiser algo mais requintado, tem um restaurante que eu recomendo não muito longe daqui. Pega aquela entrada ali, ó!  - Ele apontava com o dedo indicador e fechando um dos olhos. - E segue por uns cinquenta metros, se chama: “The Modern”. Gostou do nome? Eu que dei a idéia. - E ele dava uma piscada. - Se você for lá, fala que foi indicado pelo Zé da Praia, eles vão te dar um desconto especial. - Mais uma piscada.

O homem também parecia ter um segundo cooler que carregava em suas costas que anteriormente não fora visível pela dupla, mas que aparentava estar gelado e contendo garrafas d’ água. Independente da escolha, não era muito difícil ver que haviam diferentes estabelecimentos por aquelas partes, dos mais variados tipos e independente do que eles os desejavam certamente encontrariam sem precisar vadiar muito pelas ruas.

Se, a escolha deles seguirem pela cidade fosse uma delas, seria possível observar maiores sinais da festividade e a mais principal delas era que as ruas estavam enfeitadas de diferentes cores vibrantes, principalmente azul e amarelo e algumas barracas pela rua. Caso seguissem reto pela avenida (onde fora indicado pelo vendedor de espeto), encontrariam sinais de uma grande comitiva de pessoas em grupos grandes indo em direção a onde se entenderia como centro da cidade.

Se adentrassem o restaurante do qual o vendedor havia dito, ao sentarem em uma mesa, uma garçonete com um rosto tranquilo e morena apresentaria como a responsável pela mesa de vocês no dia de hoje, assim como entregando um cadárpio bem simples de restaurante contendo alguns tipos de comida das mais baratas a caras e das mais variadas bebidas, alcoólicas e não-alcoólicas.

A ilha, mais detalhada em si, é caracterizada como grandes prédios e bem moderna, as árvores eram visivelmente plantadas e as ruas eram retas, o solo era feito de paralelepípedos (agradeça ao word!) e calçadas do mesmo. As lojas eram bem enfeitadas e constavam com promoções de verão que ia de um desconto de 5% até 70% em alguns objetos que poderia ser, ou não, do interesse do trio, mais propriamente dizendo. (Depois vai que me matam porque não considerei o pássaro). Além disso, a presença de alguns mendigos pela rua era visível ou carroças puxadas por cavalos amarelas com uma listra quadriculada em preto e branco em sua lateral com uma placa acima de seu teto escrito: “Taxi”. A cidade é bem populosa e a quantidade de pessoas é quase absurda, também é possível identificar uma grande variedade de culturas diferentes em um único local, caracteriza em principal por suas vestimentas.


Considerações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Jinne
Game Master
Game Master
GM.Jinne

Créditos : 17
Warn : I - A Whole New World 10010
Data de inscrição : 13/05/2019

I - A Whole New World Empty
MensagemAssunto: Re: I - A Whole New World   I - A Whole New World EmptyQui 29 Out 2020, 06:54


O cara do espetinho era meio bacana, assim, a cidade era interessante e talz, mas é, o cara tinha umas boas ideias ele vendia e indicava um restaurante.-Bom, eu quero um espetinho desse aí, mas quero visitar o lugar também, passa esse bicho assado pra cá- diria já pegando os 10.000 e e entendendo pra ele, se ele me entregasse eu já daria uma mordida na carne e agradeceria. -Valeu seu Zé, vamos aproveitar as dicas.- e iria andando e comendo no caminho.

Se ouvisse Raveny reclamando e pedindo o negócio, eu destacaria com as mãos um pedaço da carne e daria na mão dela. -Aqui, mas oh, da próxima vez compra um também beleza? Ou pede pra mim comprar.- diria entregando e continuaria a  comer carne logo até o final, tirando antes um pedaço e dando para o Amon também, já que ele podia ta com fome também.

Eu manteria a atenção durante o percurso todo, até chegar no tal restaurante, o centro é uma loucura aparentemente, gente pra caralho meu amigo… Eu acho que nunca vi tanta gente assim num canto, parecia formiga… Qualquer um que olhasse minha face nesse momento teria certeza de uma coisa… Eu não era dali, já que era clara a surpresa e admiração exibida nos olhos, ou melhor em toda a expressão facial.

Eu logo acabaira pensando alto.-Deve dar pra fazer uma puta grana nessa ilha em?- era claro pelo sorriso que eu tava falando serio sobre o assunto, aquilo fazia meu coração bater mais rápido, pensa só nas possibilidades… grana pra dedéu, e claro muitas pessoas= fama= muitos súditos= muita vida mansa= muita put… Cof cof muita coisa boa. Enfim, não entremos em detalhes.

eu procuraria com a minha visão ali o restaurante e logo que chegasse lá eu caçaria a primeira mesa vazia e me sentaria. Então eu logo olharia o cardapio e diria.-Eu quero um suco de goiaba e ovos com bacon se tiver por favor.- não era hora para álcool e nem nada do tipo. -E há, você tem jornais aqui?- eu queria ver o que que tinha de procurado por aí e ter uma melhor noção quem sabe tinha algum mais famoso no jornal. Depois do meu pedido eu olharia para Raveny prestando atenção no que ela tava fazendo também, só pela curiosidade de ver o que ela iria comer ali.

Podia ser uma coisa interessante, até por que ela parece gostar de carne, talvez fosse uma carne assada ou algo assim? É isso era o que eu imaginava, mas assim que eu ouvia ela falando sobre o assunto, com uma clara intenção deturpada, eu tentaria falar com ela antes da moça responder.-Ta doida mulher? Tu vai pagar isso com que? Eu vou é te vender pro restaurante desse jeito!!! Olha o preço dos negocios, pede algo que dê pra pagar.- diria com um rosto espantado, e claro ar de dúvida, como diabos ela pensou numa coisa dessa? Meu Deus do céu… Eu não faço ideia de onde surgiu isso… dava pra notar pelos meus movimentos e comportamento que eu sentia ter escapado da morte naquele momento...

Então eu esperaria a comida chegar, mas mesmo que me trouxessem o jornal eu embrulharia ele, enrolando em um rolo e deixaria ali, eu manteria os olhos em Raveny, pra ela não tentar fazer alguma loucura, inclusive se ela olhasse pra mim ainda emburrada, apontaria pros meus dois olhos e depois pros olhos dela, como quem diz, to de olho.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Quando a comida chegasse eu iria degustar ela aos poucos, enquanto pensava em como prosseguir, e bem… Eu não luto sem armas, eu tenho um estilo refinado de combate, por isso que eu preciso da gorila na mesa… Então, vamos aos fatos, armas devem ser o melhor começo, e no geral depois da alimentação deve ser o ponto.

Quando terminasse de comer eu chamaria a garçonete de novo. -Ei moça vem cá, eu queria saber a soma do que pedi e pagar por isso.- diria já tirando o dinheiro do bolso e entregando a soma total da minha comida a ela.

Depois disso esperaria Raveny se ela não tivesse terminado, ou se ela tivesse eu me levantaria e ficaria ao lado da cadeira dela, esperando ela pagar e depois caminhando até a porta, quando me lembraria que seria muito mais facil eu questionar a própria garçonete, me virando de novo pra dentro.-Ei moça, sabe onde eu encontro uma loja de armas aqui na região? Ou um ferreiro?- diria de maneira simples.

Independente da resposta dela eu agradeceria e me retiraria do local. Se ela desse instruções eu seguiria, se não faria a mesma pergunta a transeuntes na rua se fosse necessário, até conseguir alguma forma de chegar até ela. No caminho até o lugar eu iria dizendo pra loirinha.-Então, agora que a gente comeu, da pra dar um jeito na questão do dinheiro, a gente tem de conseguir repor o barco que a gente perdeu primeiro certo?- diria já colocando as cartas na mesa, por que sem barco sem jogo…

E iria a ouvindo e caminhando, e com a resposta dela eu diria.-As armas são pra caçar, mas em principal pra se defender. A questão de caçar a gente vai ter de ir ver uns caras que dão dinheiro tendeu? Tem gente que paga pra gente caçar coisas e algo assim.- Quando chegasse na loja adentraria, e iria olhando o que tinha disponível por ali, esperando que alguém me atendesse.


histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Makei
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
Makei

Créditos : 30
Warn : I - A Whole New World 9010
Masculino Data de inscrição : 07/08/2017
Idade : 24

I - A Whole New World Empty
MensagemAssunto: Re: I - A Whole New World   I - A Whole New World EmptyQui 29 Out 2020, 07:01

A Whole New World



Olhe… Não havia nem entrado ainda na cidade e já posso dizer que já havia gostado “Pacas” daquele local, só de sentir o cheiro eu já sabia que a coisa era boa ! E não podia deixar de lado o Tiozinho do Espetinho, quero dizer, o rapaz ou Tio… Sei lá, são apenas as formas de chamá-lo. - OoOoohh ! Caarne ! - É meio difícil de ignorar algo assim normalmente, sabe ? Principalmente ao ver que Ruby logo viria a pegar um para ela - Miii daaaa ! - Pediria com um tom infantil ao debruçar sobre uma das suas pernas com os olhos de um gato pidão - Só um pedacinho… Pufavô - Se a mesma demorasse ou negasse, chacoalharia sutilmente suas pernas enquanto pedia novamente com os olhos lacrimejando até que recebesse. Com a resposta positiva, apenas a responderia acenando com um sorriso, esquecendo totalmente do que poderia ter acabado de falar.

Lambendo os dedos, caminharia feliz e alegremente com passos largos em direção do Restaurante que o Tiozinho do Espetinho tinha passado, não podia mentir que a animação por trás de tal coisa era um tanto quanto graciosa de se ter, principalmente ao perceber a quantia de pessoas que haviam por ali, o que duas Caipiras poderiam sentir nesse momento ? Fascinação caralho ! Sim, essa cidade é FODA ! E isso era totalmente visível de forma estampada sobre o meu rosto ao olhar para tudo, seja para o Desconto de 70% ou até mesmo a porra do chão com nome dificil de escrever, meus olhos chegavam a brilhar até pelo Sapato diferente que o NPC usava, sabe como é isso ? É apenas a sensação de finalmente estar desbravando e experimentando o mundo que sempre sonhou conhecer, mas que nunca acreditou de verdade que isso seria capaz… No final… Aqui estou !

Deixando o papo meloso de lado, vamos ao o que interessa, The Modern ! Já que havia seguido a avenida como foi sugerido, logo me sentando não demorou muito para ser atendida, o que me surpreendeu foi com o Cardápio que havia vindo que apenas soltei sem pensar muito no assunto - São tantas coisas… - Coçava a cabeça com um tom confuso, não sabia muito bem de tudo que havia por ali e isso era totalmente evidente ao escancarar o Cardápio - E-Eu não posso pedir tudo que vocês tem de comida, não? - Direcionei rapidamente o olhar para a garçonete, eu realmente não sabia o que escolher, tabom ? É difícil ser uma garota de escolhas hoje em dia ! Com a possibilidade de Ruby salvar a pátria de uma tragédia - Eeeehh !!!? - Soltaria o ar de tristeza daquelas palavras ao me encolher sutilmente no meu próprio espaço - E-Então me vê o mesmo que o dela… - Responderia finalmente como a escolha final, infelizmente não comendo o cardápio inteiro.

No meio da espera sobre a comida, não podia deixar de lado que a minha curiosidade viria a tona se o Jornal que Ruby havia pedido fosse a primeira coisa a chegar, com um sutil biquinho, observaria entre ela e o jornal uma vez… Duas vezes… Três vezes… QUATRO VEZES... Apenas me controlando para não ter que pedir para dar uma olhada.

E bom… Digamos que eu fui uma garota comportada, talvez dando alguns pequenos tiques com o pescoço e uma vontade IMENSA DE SUBIR NA MESA, mas nada que eu não consiga resistir a curiosidade… Pelo menos até a comida chegar e eu conseguir distrair a cabeça no que importa, encher o bucho !! Apenas devorando a comida com as mãos como uma verdadeira Ogra deve ser, quem sabe trazendo um pouco de atenção no Restaurante pelos bons modos.

De bucho cheio e com uma conta pra pagar, me apoiaria sutilmente para trás com alguns leves tapinhas na barriga antes de ter que pagar a minha parte da conta, apenas me levantando após a confirmação de tudo. Junto de Ruby, seguiria em direção para fora do estabelecimento ao perguntar a mesma - E então, o que faremos agora ? - Comentaria ao olhar para sua companheira, esperando que tivesse alguma ideia do que fazer, pois se dependesse de mim, eu provavelmente apenas exploraria a Ilha sem rumo até me cansar.

Diante de uma possível resposta sendo a própria pergunta sobre uma Forja ou algo mais elaborado, responderia de forma surpresa, como se nunca sequer tivesse passado isso na cabeça dela - Ooh ! Verdade, Verdade… Mas pra quê ? - Questionaria com um leve tom de inocência, e um pequeno gostinho de burrice já que não sabia os motivos por isso, o que provavelmente faria Ruby responder novamente a minha pergunta idiota, me surpreendendo novamente - Ooh ! Agora eu entendi, agora eu saquei... Agora todas as peças se encaixam !! - Falaria ao bater com a mão fechada sobre a outra aberta como se um novo mundo tivesse explodido em minha cabeça.

Acompanhando Ruby pelo caminho, tentaria não se separar da mesma, já que isso seria um desastre por completo, principalmente se tivesse que passar por uma multidão de pessoas para que chegássemos ao nosso objetivo, que felizmente seria um local de Forja ou uma Loja do gênero para que pudéssemos comprar as nossas coisas, principalmente se pudéssemos comprar roupas novas, quando chegasse ao tal local visualizaria tudo que tivesse ao meu dispor após adentra-la, apesar que minha carteira talvez não estivesse tão cheia quanto eu gostaria…



Citação :
- Falas -
- Pensamentos -

histórico:
 

Objetivos:
 




____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
~Eis aqui uma amante do Volker~


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Medalhas:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Achiles
Sargento
Sargento
Achiles

Créditos : 47
Warn : I - A Whole New World 10010
Masculino Data de inscrição : 01/09/2017
Localização : The Wonderful Land - 1º Rota

I - A Whole New World Empty
MensagemAssunto: Re: I - A Whole New World   I - A Whole New World EmptySex 30 Out 2020, 13:07

A festival in Newberry City!

Ruby aproveitava das informações e em meio a sua fome aceitava comprar um dos espetinhos que o homem vendia. Ele apresentava um grande sorriso em seu semblante e retirava do seu cooler uma das carne da qual vendia, embalada antecipadamente por um pedaço de plástico para ter maior higienização (só no mundo do One Piece para isso acontecer, cofcof). O valor pago era de dez mil berries e eles seguiam rumo ao restaurante.

O sabor da carne era agradável, estava bem temperada e salgadinha, algo que era bem comum dentro das praias e mesmo que não tirasse a fome por completo, dava uma aliviada no estômago, embora Raveny sentisse como se fosse apenas uma gota em meio a um vazio em seu estômago.

Embora uma das meninas apenas estivesse encantada e mal parasse para pensar em meio as ruas, Ruby demonstrava uma percepção que lhe enchia os olhos de brilho, a riqueza daquela ilha era facilmente explorável e o dinheiro gerava grandes sonhos em suas mentes, principalmente relacionado a put... cof.

~

The Modern era um restaurante simpático e a garçonete que lhes apresentava o local era carismática, com um lindo sorriso observando o encanto de Raveny, ela respondia. – Ah, garotinha, você pode pedir o que desejar. – E ela dava uma piscada, embora rapidamente sua companheira lhe repreendia pelo fato de não terem dinheiro suficiente para pagarem por tanta comida e ela anotava o mesmo pedido duas vezes. – Me dê alguns minutos e já lhes trago o prato. Quanto ao jornal, só um segundinho. – E após deixar o pedido na cozinha, ela rapidamente lhe trazia duas edições de jornais, uma um tanto mais antiga (penúltima edição lançada) e uma mais nova. – Você pode ficar, se desejar. – Dizia mesmo que ela não tivesse a intenção de pagar pelo papel.

A comida não demorava mais do que cinco minutos até que chegasse em suas mesas e o sabor era bem melhor que o espetinho, elas podiam sentir que mesmo um prato simples como aquele havia um tom levemente refinado para ambas as garotas e rapidamente elas sentiam seus estômagos enchendo novamente e a energia voltando para seus corpos, o naufrágio agora era apenas mais um ponto no horizonte.

O valor da qual pagavam era trinta(30) mil berries para cada uma, totalizando uma quantia de sessenta(60) mil berries. Ao abordar a garçonete a respeito de alguma loja de armas ou ferreiro pela redondeza, a mulher colocava um dedo em seu queixo pairando ligeiramente para refletir e rapidamente lembrando de um bom lugar. – De ferreiro, há o John... Seus músculos... Quer dizer, ao sair do restaurante vire à esquerda, ande por duas quadras e vire a esquerda. Mas, se quiser ir direto para a loja de armas, há uma perto da Blue Square, há três quadras ao sair para a direita. – Comentava a moça, recebendo o dinheiro e levando os pratos e copos para a cozinha.

Talvez por destino (narrador) elas seguiam em direção a loja perto da Blue Square e cada vez que chegavam mais perto do centro percebiam a incrível magnitude que era o local, os grandes outdoors digitais já apareciam e mostravam propagandas dos mais variados produtos e empresas, era possível ver referências aos vinhos de Micqueot ou outros lugares pelos blues (não faço idéia onde mais seja rico).  Também mostrava um grande cartaz referente a recompensas e dentro dele estava o símbolo da marinha mostrando: “Recompensas em dobro na captura/eliminação de piratas!”. Mas este era bem mais escasso.

Não demoravam para encontrar a loja de armas e percebiam que talvez fosse um pouco de classe alta. Do lado de fora haviam vitrines muito bem cuidadas com alguns preços de armas muito belas, douradas, talvez banhadas ou feitas de ouro com bainhas azuis e prata. Além disso, o próprio nome era decorado em um tom dourado: “The Murder Shop”. Do lado de dentro, era ainda mais incrível, poderia ser confundida com um salão de festa (para os gostos corretos) pela quantidade enormes de armas que havia ali dentro, haviam espadas dos mais variados tipos e armas ainda maiores como dozes ou marretas. Todas eram muito bem trabalhadas e representavam de boa classe. Era possível ver também cadeados e fios que prendiam elas em seus apoios para que não viessem a serem sacadas ou roubadas.

Um homem, que ao ver que as garotas adentraram seu estabelecimento rapidamente se aproximava, ele tinha um terno branco e um monóculo. Mas, ele era um tanto mais forte e charmoso que parecia. Suas mangas estavam dobradas até o seu cotovelo e mostravam tatuagens diferentes, algumas um tanto tribais e outras com caveiras, se prestassem atenção, tal iam até o seu pescoço onde ondas pretas como chamas saiam debaixo de sua gola. O seu cabelo era penteado para o lado e raspado nas laterais, usando um leve bigode que fazia curva em sua ponta. Sua estatura física deveria envolver volta dos dois metros com músculos bem trabalhados quase como uma muralha. Diante dele, as garotas pareciam dois pequenos seres, principalmente Raveny que era uma anã. (Foda-se, 1,56 para mim é anão).  – Bom dia, o que lhes trazem em meu humilde estabelecimento nesse belíssimo dia, senhoritas? – Sorria o [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] mostrando dentes brancos como a neve. Em suas mãos haviam anéis dourados e com pedras valiosas.


Considerações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ficha na Sign

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




I - A Whole New World Empty
MensagemAssunto: Re: I - A Whole New World   I - A Whole New World Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
I - A Whole New World
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Newberry City-
Ir para: