One Piece RPG
A primeira conquista - Página 4 XwqZD3u
One Piece RPG
A primeira conquista - Página 4 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Mini-Mila] - Último Capitulo
A primeira conquista - Página 4 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 16:00

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
A primeira conquista - Página 4 Emptypor Kyo Hoje à(s) 15:57

» All we had to do, was cross The Damn Line, Elise!
A primeira conquista - Página 4 Emptypor Wesker Hoje à(s) 14:11

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
A primeira conquista - Página 4 Emptypor AoYume Hoje à(s) 13:52

» A HORSE WITH NO NAME
A primeira conquista - Página 4 Emptypor Axell Hoje à(s) 13:21

» União Flasco: Inicio do Sonho
A primeira conquista - Página 4 Emptypor Dante Hoje à(s) 12:26

» Ficha nova
A primeira conquista - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 11:35

» Grandhao Scale
A primeira conquista - Página 4 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 11:35

» Em Busca do Crédito Perdido
A primeira conquista - Página 4 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 01:27

» Chapter II: EDEN - Drugs ♪♫♪
A primeira conquista - Página 4 Emptypor Nolan Hoje à(s) 00:44

» I - Justiça: Um compromisso obstinado!
A primeira conquista - Página 4 Emptypor Hammurabi Hoje à(s) 00:23

» M.E.P - Mini Mila
A primeira conquista - Página 4 Emptypor Ryoma Hoje à(s) 00:04

» Vol 2 - The beginning of a pirate
A primeira conquista - Página 4 Emptypor Arthur Infamus Ontem à(s) 23:38

» Uma promessa ao céu
A primeira conquista - Página 4 Emptypor Bolin Ontem à(s) 23:27

» Ep 1: O médico e o marinheiro
A primeira conquista - Página 4 Emptypor TerryBogard Ontem à(s) 23:17

» M.E.P. - MINI AVENTURA HOKI - RECOMEÇO
A primeira conquista - Página 4 Emptypor Hoki Ontem à(s) 23:00

» [MINI-HOKI] O Espadachim Negro
A primeira conquista - Página 4 Emptypor Hoki Ontem à(s) 23:00

» Entrementes
A primeira conquista - Página 4 Emptypor Oni Ontem à(s) 22:44

» Ato I - Antes da tempestade
A primeira conquista - Página 4 Emptypor Dante Ontem à(s) 21:15

» Virtudes do ódio, votos de sangue
A primeira conquista - Página 4 Emptypor GM.Midnight Ontem à(s) 20:50



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 A primeira conquista

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 77
Warn : A primeira conquista - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

A primeira conquista - Página 4 Empty
MensagemAssunto: A primeira conquista   A primeira conquista - Página 4 EmptySex 16 Out 2020, 18:16

Relembrando a primeira mensagem :

A primeira conquista

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Mayu. A qual não possui narrador definido.


Equipe One Piece RPG

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Rangi
Membro
Membro


Data de inscrição : 03/10/2020

A primeira conquista - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A primeira conquista   A primeira conquista - Página 4 EmptySex 08 Jan 2021, 14:40



Combate
A Primeira Conquista
Post 15
- Não se preocupe. É normal ficarmos mais sérios quando assumirmos novas responsabilidades. Eu também não fui uma doçura até agora. Vamos nos esforçar juntos em nossas novas funções - responderia para Leo com um sorriso carinhoso. De fato não estou animada como ficava em Kano.

- É um prazer Tenente. Farei o meu melhor -. Parece que ele e Leo já se conhecem. Iria até o cesto e pegaria uma katana apropriada para meu tamanho, ou melhor, duas. Com as espadas em mãos iria até o tatame e diria para o sargento - Vou fazer suas fichas valerem a pena. -

    Como até agora só lutei com espadachins, estou curiosa para ver como vou me sair contra um pugilista, ainda mais um experiente. O pouco que sei do estilo é que apesar dos ataques serem concentrados nos punhos, as pernas e cintura desempenham um papel importante na geração de força. Com essa informação tentaria iniciar o combate para evitar que Hownder venha para cima com um dash e soco poderoso logo de cara. Avançaria usando o máximo de aceleração que minha energia permitisse. Imagino que ele não se surpreenderá, mas como é o último teste, usarei tudo ao meu dispor para impressioná-lo. Realizaria um corte vertical simples de cima a baixo com a katana direita levando a perna do mesmo lado um pouco a frente, consequentemente apoiando nela. Se ele desviar para o lado direito, puxaria a mesma espada em um corte diagonal baixo/cima, tentando acertar a cintura e ficar de frente para o tenente mais uma vez. Se desviar para esquerda, sem mudar de posição usarei a katana mais próxima para realizar o mesmo corte diagonal. E se desviar indo para trás - seja nesse ou no primeiro golpe - com a perna esquerda daria um passo à frente e tentaria uma estocada com a katana esquerda.
   
    Para bloquear, tentarei impedir que os socos terminem sua trajetória em vez de evitá-los. Para isso, acertaria o pulso do pugilista com toda a força que tenho, levando as katanas do meu centro para fora. Sempre bloquearia assim.

    Se em algum momento fosse acertada, recuaria alguns passos para me reposicionar e recuperar o equilíbrio, faria isto atenta a uma nova sequência, então ficaria com as espadas preparadas para bloquear o mais rápido possível. Se o golpe me levasse ao chão, faria o possível para colocar um joelho no chão e com o pé da perna oposta apoiado no chão, pronto para me levantar. Posicionaria ambas as katanas paralelamente na mesma lateral. Prepararia-me para receber mais um soco, e utilizaria da abertura de ser golpeada para cortar lateralmente o joelho de Hownder com ambas as espadas, e se acertasse, usaria o pé de apoio para levantar meu corpo, girando no próprio eixo. O golpe seria como desenhasse uma escada em espiral, esperaria que essa trajetória pudesse levantar a perna do tenente, desequilibrando-o e até mesmo levá-lo ao chão. Tendo sucesso ou não, ficaria em pé mais uma vez, e respiraria profundamente para recuperar o fôlego

OFF:
 
Histórico:
 

Objetivos:
 

Legenda:
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



Voltar ao Topo Ir em baixo
Nolan
Soldado
Soldado
Nolan

Créditos : 3
Warn : A primeira conquista - Página 4 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2016

A primeira conquista - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A primeira conquista   A primeira conquista - Página 4 EmptyDom 10 Jan 2021, 23:20

Depois de algumas palavras trocadas com o atencioso Sargento Leo, Mayu, já pronta para o combate, empunhava duas katanas de madeira, se posicionava na frente do seu superior e, tão rápido como num piscar de olhos, tomava a iniciativa. O primeiro golpe era lançado pela espadachim, seu golpe na diagonal cortava o ar na direção do Tenente, mas o mesmo, acostumado a lidar com todo tipo de arma, já sabia exatamente o que fazer. Ao ver o golpe vindo, se movimentou rapidamente para a esquerda como forma de esquivar do golpe, mas parece que a garota já esperava tal movimento, pois com a mesma mão que efetuava o primeiro ataque, um outro, logo em sequência era lançado, dessa vez na vertical, onde claramente visava a cintura do experiente combatente.

Foi aí que a astúcia do velho cão entrou em ação. Percebendo que, por conta da amplitude do movimento ele acabaria sendo atingido, ainda que a garota não tivesse poder de fogo o suficiente para feri-lo mesmo se portasse uma katana de verdade, ele decidiu o impensável, pular. Talvez se perguntassem à Mayu o porquê de não ter reagido, nem ela consiga explicar, mas aquele homenzarrão, assim que tocou o solo, vez um movimento de pêndulo e lançou um gancho que atingiu em cheio o estômago da espadachim, mesmo que com a força reduzida pela tentativa de bloqueio da mesma. A aspirante cai com dificuldades para recobrar o fôlego perdido. Enquanto isso, o Tenente falava algumas palavras com o intuito de instruir a garota:

— Foi uma boa estratégia, mas o golpe foi lento demais. Usar duas katanas está claramente atrapalhando um pouco a dinâmica dos seus golpes. Eu entendo que você queira seguir esse estilo, mas ainda não é hora para isso. Continue usando apenas uma katana em combates reais, mas treine livremente com duas, a maestria virá com o tempo.

Quando Gray achou que o combate estava acabado, Mayu se levantou usando as katanas como apoio, o que deixou-o bem surpreso. “Ela tem garra, eu gosto disso”, pensava enquanto se posicionava mais uma vez para o combate. Dessa vez, era o próprio Mr. Howder que ia para o ataque, lançando um jab que possivelmente atingiria a espadachim, se ela não tivesse desviado a trajetória do golpe com suas katanas e, aproveitando esse espaço, ela usou como última cartada, um golpe também com ambas as katanas, visando desequilibrar o tenente, mas não foi isso o que aconteceu. Ela estava cansada do dia de trabalho e seu oponente era claramente muito mais forte do que ela, o que fez a estratégia não funcionar. Além de nem bambear com o golpe, Gray ainda lançou um potente cruzado, quase um cascudo, na cabeça da Mayu, fazendo-a bater fortemente a cabeça no chão. Antes de apagar, ela pôde ouvir meio que ao longe, a voz do Leo, claramente irritado, reclamando com seu superior:

— Aaaaaaaah, eu sabia que ia dar merda tendo o senhor como parceiro de treino. Puta merda Tenente, o senhor não sabe como se controlar. — ele corria pra perto da garota enquanto falava: — May, May, você está bem?! — a preocupação estampava seu rosto. — Vamos senhor, me ajude a levá-la para a enfermaria, rápido.

Quando Mayu acorda, ela estava na enfermaria do QG. Leo estava dormindo sentado numa cadeira ao seu lado e o Tenente Gray estava em pé com um pacote nos braços. Ele se aproxima da cama e fala bem baixinho para não acordar seu companheiro que estava dormindo ao seu lado:

— Você teve uma concussão leve, então vai passar o resto da noite aqui de repouso. Foi tudo culpa minha por não ter me segurado. Aquele seu último movimento foi tão valente que fez meu sangue ferver. Aqui, um pedido de desculpas. — e entregava a bolsa para a garota, tendo dentro um exemplar da coleção de livros sobre Mecânica do Tenente Nikolai.

— Leo só não me atacou depois que te atingi porque a preocupação dele em relação a teu estado era maior do que a raiva que ele sentiu de mim. Parece que esse moleque realmente gostou de ti. Não saiu do teu lado desde que a gente te trouxe pra cá. — o Tenente pigarreava baixo e então continuava a conversar com a garota:

— Pedi o livro emprestado para o Nikolai, quando terminar de ler, deixe-o aqui na enfermaria que eu o devolverei para ele depois, okay? Espero que seja útil no aprimoramento do seu ofício. Me despeço agora e mais uma vez me desculpe soldado. Tire o dia de amanhã para ler o livro, começará a trabalhar em seguida. — talvez ela demorasse um pouco para perceber, mas ele havia chamado-a de soldado. Mayu havia conseguido entrar na marinha a duras custas, mas ainda sim era uma vitória para ela. A soldado teria a noite e o dia inteiros para ler o livro, mas também nada a impediria de sair do quarto, então o que ela faria?

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Aventuras concluídas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rangi
Membro
Membro
Rangi

Créditos : 2
Warn : A primeira conquista - Página 4 10010
Data de inscrição : 03/10/2020

A primeira conquista - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A primeira conquista   A primeira conquista - Página 4 EmptyTer 12 Jan 2021, 13:52



Mecânica
A Primeira Conquista
Post 16

    Era inevitável não abrir um sorriso após ouvir o pedido de desculpas do tenente e sobre como Leo ficou preocupado. Descobrir que até mesmo os superiores acabam perdendo o controle da situação, mesmo que um pouco, me fez sentir melhor da luta com o pirata - Não se preocupe senhor. Achei que me sairia melhor se usasse duas katanas, mas foi burrice tentar isso em um combate sério. Vou deixar para treinar esse estilo apenas nas horas vagas - responderia com uma gargalhada no final - Ai, realmente vou precisar descansar um pouco. Obrigada pelo livro, finalmente poderei aprender mecânica e construir barcos a vapor. Acho que darei uma lida amanhã, duvido que irei aprender alguma coisa com essa dor de cabeça. Até mais senhor -  levaria a mão até a cabeça para uma continência. Sinto que tenho falhado em realizar esse simples ato de respeito com os superiores.

    Após a saída do tenente, olharia a capa do livro e passaria uma leve folheada, depois gurdaria-o em algum lugar e tentaria dormir um pouco. - Espera ai. Ele me chamou de soldado? E disse que começo daqui dois dias? AGORA SIM. Sou oficialmente um soldado.- comemoraria animadamente, antes é claro, de lembrar que Leo dorme logo ao lado.

    Com algumas falhas tentativas de pegar no sono, levantaria a procura de algum enfermeiro para pedir um remédio para dor - Olá, não consigo dormir, pode me dar algo para passar a dor na cabeça -. Se não encontrasse, voltaria para cama e tentaria cair no sono mais uma vez. No dia seguinte, começaria o dia com um bocejo e leve espreguiçada. Procuraria algum relógio, esperando que a insônia não tivesse me deixado acordar tão tarde. Iria até o banheiro, escovaria os dentes e depois pediria uma nova muda de roupas para alguém que trabalhasse na enfermaria, afinal, o dia anterior foi de trabalho braçal, um banho cairia bem. Se conseguisse, iria até os vestiários para realizar o restante da higiene pessoal e depois tentaria passar no refeitório para comer alguma coisa. Com tudo pronto, voltaria até a enfermaria para estudar o livro. Acho que como não é um ferimento sério não teria problemas voltar para casa, ainda assim, não é bom arriscar.

Aprendizado da perícia mecânica.

    Deitada na maca, abriria o livro e olharia a sumário para ver os assuntos abordados. Começaria pela parte de motores, lendo sobre o funcionamento, peças, como elas interagem umas com as outras e como transmitem a força gerada. Depois leria sobre os tipos de motores e sobre os modelos usados nos navios da marinha - Uau, quão difícil deve ser montar algo desse tamanho? - comentaria ao ver o quão grandes essas máquinas podem ser. Depois, fecharia os olhos e faria uma simulação mental para ver o funcionamento em 3D - Acredito que deveria funcionar assim. São muitas partes. Revisarei quando chegar em casa -. Ainda no tema de navios, procuraria sobre as salas de máquinas e seus componentes, assim como a função dos mesmos.

    Finalizando essa parte, iria para seção de armas. Muitas delas hoje em dia possuem engastes mecânicos, então procuraria sobre as existentes. Leria sobre como as armas conseguem se dobrar, trocar a ponta ou ser mais de um tipo ao mesmo tempo. Voltaria para as simples e clássicas armas de fogo. E por fim, faria uma lista dos cuidados necessários e da manutenção de todas essas máquinas, dos motores a armas. Limpeza, lubrificação, potência máxima, sobrecarga, resistência dos materiais e sobre seu ponto de fusão.

    Após absorver estes tópicos, leria sobre outras máquinas que não tenho muito interesse mas que pudesse complementar meus conhecimentos de mecânica. Quando terminasse, deixaria o livro em alguma mesa da enfermaria e iria para casa. Lá, procuraria papel e caneta. e começaria a escrever os pontos chaves do que li hoje, desenharia alguns motores e suas peças, fazendo notas sobre cada parte. No fim de tudo, guardaria os rabiscos e iria descansar um pouco.
Fim do aprendizado

- Ufa, quanta coisa para lembrar. Tem mais fundamentos do que eu esperava. - pensaria antes de encerrar por hoje e ir descansar,
No dia seguinte, faria toda minha higiene e me alimentaria corretamente. Após ficar pronta, iria até o hall e se conseguisse chegar sem problema cumprimentaria quem estivesse trabalhando ali - Olá (Olívia (se ela estivesse), agora me tornei uma soldado - pronunciaria a última palavra com um ar de superioridade - Preciso pegar minha farda e tinha mais alguma coisa também, mas não lembro o'que era. Para onde devo ir para me equipar adequadamente e iniciar as missões? -  

OFF:
 
Histórico:
 
Objetivos:
 
Legenda:
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nolan
Soldado
Soldado
Nolan

Créditos : 3
Warn : A primeira conquista - Página 4 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2016

A primeira conquista - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A primeira conquista   A primeira conquista - Página 4 EmptySex 15 Jan 2021, 19:16

Foi só após ser medicada pela enfermeira de plantão que Mayu conseguiu finalmente cair no sono. A enfermeira era uma mulher alta, de cabelos vermelhos e… Um tapa-olho?! Sim, a moça não viu errado, e esse importante detalhe ficaria marcado em sua mente, mesmo que não desse bola para ele ao acordar totalmente recuperada no outro dia. O relógio da enfermaria marcava 3:49 PM, o que mostra que o corpo dela realmente precisava daquele descanso. Escoltada por outra enfermeira, e não aquela ruiva de tapa-olho, ela tomava um banho e voltava para a cama, onde estudou o livro emprestado pelo Tenente por grande parte do seu último dia de folga.

Obviamente, naquele ponto Leo não estava mais lá ao lado da sua cama. Ele tinha seus afazeres no QG e era óbvio que não podia ficar todo o tempo por lá. Será que ela sentiria a falta dele? Bem, nesse dia, Mayu acordou cedo, tomou banho, café e se dirigiu rapidamente ao hall de entrada do QG, onde mais uma vez encontraria Olivia e, após explicá-la que tinha sido finalmente admitida na marinha, receberia um forte abraço vindo da atendente:

— Eu sabia que conseguiria Mayu!! — apertava um tiquinho a mais o abraço depois de falar isso — Há poucas mulheres aqui, fico feliz que mais uma entrou pro time da justiça. — Olivia solta o abraço e olha ao redor como se estivesse a procura de alguém:

— Ah Sargento Kriegg, chega aqui por favor. — um homem forte e alto se apresentava. Parecia ter por volta de 30 anos, alguns cabelos grisálhos pontilhavam sua vasta cabeleira negra e o que chamou mais a atenção da nova soldado, uma cicatriz enorme em seu pescoço. — Pode segurar as pontas aqui um pouco enquanto eu vou ali rapidinho com a Soldado Mayu? Prometo que volto rápido. — o homem acenava a cabeça e as duas sairiam na direção do vestiário feminino. Lá, Olivia entregaria a farda da marinha, com chapéu, calça, sapatos e camiseta e falaria:

— Você também tem direito a uma arma de sua escolha. Pode ir no armeiro requisitá-la. Após isso, procure Leo pelo QG, ele será o seu superior responsável na sua primeira missão. — depois de falar isso, Olivia dava uma certa risadinha marota, o que poderia significar muitas coisas para a garota. Após isso, Olivia se despediria de Mayu e voltaria ao seu posto. O que ela faria a partir daí?

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Aventuras concluídas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rangi
Membro
Membro
Rangi

Créditos : 2
Warn : A primeira conquista - Página 4 10010
Data de inscrição : 03/10/2020

A primeira conquista - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A primeira conquista   A primeira conquista - Página 4 EmptySeg 18 Jan 2021, 17:48



Primeira Missão
A Primeira Conquista
Post 17

    — Obrigado Olivia, você tem sido uma ótima amiga desde que cheguei aqui — agradeceria pela ajuda e informações. Vestiria o uniforme com cuidado para não amassar. Dobraria as minhas antigas roupas e as guardaria na mochila. Seguindo a dica, iria até o armeiro pegar uma segunda arma. Andaria pelos corredores até o local ou perguntaria para alguém que passasse onde ficava — Olá onde fica o armeiro? — . Lá, mostraria os meus documentos como soldado e requisitaria uma arma — Oi, bom dia. Vim retirar uma arma. Possui alguma katana? — cumprimentaria a pessoa pelo nome caso já conhecesse. Se não tivesse uma katana, escolheria uma Jian.


    Com uma nova arma, sairia a cantarolar pelo QG à procura de Leo. Se encontrasse, prestaria uma continência e diria — Ola, senhor. Olivia informou-me que o senhor será meu responsável. Como posso ser útil

    Dali, seguiria as ordens de Leo e iria até o local da missão.

Histórico:
 

Objetivos:
 

Legenda:
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nolan
Soldado
Soldado
Nolan

Créditos : 3
Warn : A primeira conquista - Página 4 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2016

A primeira conquista - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A primeira conquista   A primeira conquista - Página 4 EmptyQui 21 Jan 2021, 11:15

A mais nova Soldado da Marinha chegava no armeiro do QG à procura de uma nova katana para si, mas quando chegou lá, o responsável pediu a medalha de admissão para poder liberar a arma, mas a garota não a tinha e muito menos sabia o que era. Quando ela tinha dado as costas para ver onde o Sargento Leo se encontrava, eis que o próprio surge ofegante na sua frente. Entre uma respirada e outra, ele foi falando meio que em tom de desculpas:

— Foi mal… esqueci… de te entregar… isso… — ele estendia a mão, a palma virada para cima, mostrando a medalha de admissão, um broche esverdeado com bordas brancas e uma estrela também branca no centro. Com ele em mãos, a garota conseguiu receber sua nova katana e, para a sua sorte, nem precisaria ir atrás de Leo, pois o mesmo estava na sua frente.

— Me designaram para uma missão onde eu podia escolher um soldado para me acompanhar e eu acabei te escolhendo, me siga que eu irei te falar do que se trata enquanto chegamos no lugar.

Quando Leo e Mayu saiam do QG, percebiam que o tempo não estava lá tão bom. Haviam nuvens negras pairando por todo o céu e um vento frio de gelar a espinha os atingia constantemente, parecia estar vindo uma baita tempestade. Eles continuavam a andar pelas ruas da cidade que, neste ponto, estavam quase vazias devido ao prenúncio da forte chuva. Eles se dirigiam para um prédio abandonado nas proximidades da biblioteca.

— Nesses últimos meses, a biblioteca vem sendo alvo de inúmeros roubos, e não são só roubos em seu caixa, mas também de algumas obras raras que a mesma possuía. Livros antigos falando sobre marcenaria, mecânica, engenharia mecânica avançada, história das ilhas, navegação, dentre outros. Estamos aqui para observar as pessoas que circulam nas proximidades e punir com a lei quem tentar algo, fique o mais confortável possível, pois passaremos o dia e a noite aqui.

Eles subiram até o topo do prédio abandonado e, lá em cima, dois pares de binóculos, capas de chuva e um punhado de comida os aguardava, sem contar com as esteiras para eles se manterem deitados. Brincalhão, Leo diz com um sorriso no rosto:

— Se a gente não estivesse em serviço, em cima de um prédio abandonado e com uma tempestade iminente, isso aqui até pareceria um encontro. — Após essas palavras, o trabalho sério começava, mas infelizmente o trabalho às vezes pode ser maçante. Enquanto estão de campana, Leo decide perguntar por curiosidade:

— Quais são suas ambições dentro da Marinha? — ele parecia querer conhecer mais a garota, ela tinha três opções: falar, simplesmente mudar de assunto, ou até mesmo não dizer nada. Tudo dependerá da sua escolha.



Medalha de Admissão:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Aventuras concluídas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rangi
Membro
Membro
Rangi

Créditos : 2
Warn : A primeira conquista - Página 4 10010
Data de inscrição : 03/10/2020

A primeira conquista - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A primeira conquista   A primeira conquista - Página 4 EmptyQui 21 Jan 2021, 16:30



Campana
A Primeira Conquista
Post 18
Minhas ambições? Fácil. Quero fazer grandes feitos pela marinha e construir coisas incríveis. Por aqui essas coisas são raras, por isso preciso atravessar a Grand Line e chegar ao Novo Mundo. Não conheço nada dos dois lugares, mas ouvi falar que são onde as coisas boas e divertidas acontecem, e você? — responderia sem parar de olhar os arredores. Queria só desviar o assunto anterior.

    Os livros roubados me geraram duas ideias de alvos, piratas se preparando para a Grand Line ou crianças querendo virar piratas. Seja qual for a situação, precisamos pegá-los para punir ou corrigir. Ouviria a resposta de Leo ainda olhando as pessoas. Não sei se a biblioteca já reabriu mas duvido que haveria muitas indo até o local com uma tempestade. Sem contar que é uma boa oportunidade para um roubo furtivo. Estaria atenta a pessoas com vestes ou adornos que remetem ao mar, musculosas ou com machucados já que estão atrás de marcenaria, e crianças e adolescentes.

    Olharia para o céu e nuvens de chuva — Gosto de tempestades, são a prova final dos navios. Separam os bons projetos dos ruins. O mesmo vale pros marinheiros que os tripulam. Já esteve numa tempestade em alto mar? — falaria olhando pro sargento pela primeira vez. Se alguém ou algum grupo suspeito aparecesse, ficaria de olho em suas ações e se estão carregando sacos ou mochilas, se entrassem na biblioteca perguntaria para Leo — Acha melhor entrarmos no prédio? Ou esperamos para ver se tem mais cuidando da rota fuga?

    Independente da resposta, olharia a quantidade de pessoas, a posição e forma que estão se movimentando para ver se são amadores ou profissionais, e se possível as armas. Realizaria minhas ações somente depois de ter uma boa noção do que está acontecendo.

    Caso chegue a noite sem nada acontecer, ofereceria para que Leo descansasse primeiro e revezarmos depois de algumas horas.

Histórico:
 

Objetivos:
 

Legenda:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nolan
Soldado
Soldado
Nolan

Créditos : 3
Warn : A primeira conquista - Página 4 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2016

A primeira conquista - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A primeira conquista   A primeira conquista - Página 4 EmptySeg 25 Jan 2021, 22:01

Leo sorria com a primeira pergunta da garota e ficava meio aéreo, não respondendo-a a princípio. Porém, foi só quando ela perguntou sobre ele ter passado por uma tempestade em alto mar que o Sargento se manifestou:

— Eu nasci na Grand Line e sim, é um lugar onde “as coisas boas e divertidas acontecem”. Foi lá que eu perdi tudo e onde ganhei tudo o que tenho hoje. — pela primeira vez desde que se conheceram, Leo parecia um pouco ríspido enquanto falava. — Meus pais eram comerciantes e enquanto estávamos indo vender nossos produtos em uma ilha vizinha, fomos atacados por piratas que se aproveitaram de uma tempestade para nos invadir. Eu só tinha doze anos. — mesmo fazendo um bom tempo, as lembranças ainda pareciam dolorosas para o marinheiro.

— Todos os meus familiares foram mortos e só não fui morto junto deles pelo simples fato que o Tenente Nikolai e o Tenente Gray chegaram para me resgatar. Vendo que eu era o único vivo, eles me trouxeram para cá e permaneceram nesse QG. Ambos tinham muito potencial, mas ficaram por mim, para me ver crescer e sou muito grato a eles. E sim, enfrentei outras tempestades desde então, passei por todas com poucos arranhões.

Ao falar isso, parecia que o habitual Leo havia voltado. Mayu nunca poderia imaginar tal passado e era normal, só os marinheiros antigos do QG sabiam o que tinha se passado na vida dele, mas ele estava ali, dividindo-a com uma Soldado que não conhecia nem há uma semana direito. Sem perceberem, o clima havia ficado um pouco pesado, então Leo começava a falar:

— Mas isso é passado, passado. Tragédias desse tipo acontecem toda hora devido à era dos piratas e por isso virei marinheiro, para que outros não sofram o que sofri, tá tud… — um som de vidro se quebrando era ouvido e cortava a fala do jovem Sargento e ambos sabiam que vinha da biblioteca.

— Venha comigo, vamos pegar esses idiotas! — Leo descia rapidamente o prédio pela escada de segurança enquanto a garota o seguia. Nesse ponto, já devia ser tarde da noite, pois uma lua cheia dominava o céu estrelado. A invasão tinha sido fora do campo de visão deles, mas era óbvio que os ladrões estavam dentro do prédio. Leo seguia rapidamente pela lateral da grande construção, achando a entrada que os meliantes haviam criado para entrar e foi para dentro, com a soldado em seu encalço. Não foi nada difícil achar os invasores, pois eles estavam no meio da biblioteca checando a lista de livros que iam roubar. O mais próximo dos marinheiros era um homem cujo rosto era todo coberto por faixas e possuía uma grande foice escorada em seus ombros. Perto dele, um homem de cabelos curtos e loiros estava parado de costas, parecia ter mais de dois metros de altura e não portava nenhuma arma, vestia um terno fino e, ao virar, os marinheiros viram que ele usava uma mascara branca que cobria todo o rosto. Atrás deles, estava aquele que parecia ser o chefe, um homem de cabelos brancos, jaqueta negra e um tapa-olho no rosto. Ele parecia ser forte, muito forte. E Leo havia percebido isso.

— Ai ai ai… Isso vai dar trabalho. Fique com o da foice que eu cuido do grandão, okay? — sabendo que eles não tinham tempo a perder, Leo saca um tipo de pistola do bolso de sua calça e atira um sinal luminoso pela janela quebrada que entraram.

— Isso irá chamar a atenção dos marinheiros que também estavam rondando perímetros próximos, só precisamos segurá-los por um tempo que os reforços chegarão. Não morra Mayu, vamos superar isso! — Seu oponente estava na sua frente e a única opção da garota era lutar, a não ser que quisesse abandonar Leo, então a pergunta que faço é, como ela iniciaria o combate?






Homem das ataduras:
 

Homem loiro de cabelos curtos:
 

Cara do tapa-olho:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Aventuras concluídas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rangi
Membro
Membro
Rangi

Créditos : 2
Warn : A primeira conquista - Página 4 10010
Data de inscrição : 03/10/2020

A primeira conquista - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A primeira conquista   A primeira conquista - Página 4 EmptyQua 27 Jan 2021, 16:09



Combate
A Primeira Conquista
Post 19

- Certo - responderia ao sargento. A história dele ainda me doía no peito, mas não podia deixar isso me afetar agora. Alto, confiante e sem armas, deve lutar com velocidade, penso comigo mesma. Faria uma respiração profunda e aguardaria Leo e seu oponente avançar para começarmos em simultâneo.

    Quando avançarem, correria em direção ao loiro segurando no cabo da katana como um punhal, ainda sem retirá-la da bainha. Chegando a uma distância perto o suficiente para cortar, puxaria a arma em um arco vertical, de baixo para cima, de forma que sacar a espada possa cortar as costas, se ainda estiver nessa posição, ou o peito e queixo do oponente, um movimento como um soco cruzado. No ápice do arco, voltaria a katana para baixo, mirando no peito. Se ele desviar ou bloquear, tentaria pular para trás para abrir uma distância. Não queria continuar avançando e chegar perto demais do homem com tapa-olho. Se fosse atingida ou conseguisse recuar, focaria em defender. Voltaria a segurar a arma da forma apropriada e quando viesse um golpe, colocaria o fio na frente do membro, braço ou perna, que atacasse, e ajustaria novamente para bloquear a sequência, recuando um passo para cada defesa, mesmo sendo acertada. Lembro nesse momento do sargento pedir por reforços e não que precisamos derrotá-los. Usaria somente a mão esquerda na próxima defesa e com a espada na direita, tentaria contar a coxa do oponente. Em seguida recuaria alguns passos, viraria para a estante próxima e empurraria um pouco acima do centro de gravidade para quebrar a inércia e depois puxaria em nossa direção até que o próprio peso a empurrasse para o chão. Fugiria em seguida para não ficar embaixo da chuva de livros.

Histórico:
 

Objetivos:
 

Legenda:
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]




____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Rangi em Qua 27 Jan 2021, 19:55, editado 2 vez(es) (Razão : arrumar o histórico)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nolan
Soldado
Soldado
Nolan

Créditos : 3
Warn : A primeira conquista - Página 4 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2016

A primeira conquista - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A primeira conquista   A primeira conquista - Página 4 EmptySex 29 Jan 2021, 16:04

Mayu, não ouvindo as ordens do seu superior, correu na direção do loiro mascarado e nem os gritos de Leo a fizeram retroceder em seu avanço. Percebendo que ia ser atacado, o homenzarrão se virou tão rápido que a marinheira duvidou que o que ela estava vendo era verdade. Em um segundo movimento, ele se adiantava ao ataque da moça, pressionando o cabo contra a bainha, evitando assim o seu saque.

A garota estava estarrecida, mas não tanto quanto o seu superior, que se via incapaz de ajudá-la na distância que ela se encontrava. Foi possível escutar um “ha ha ha” abafado por aquela máscara horripilante antes do golpe vir. O grandalhão, tirando um pouco a katana ainda embainhada da frente, lança uma potente joelhada no estômago da espadachim, tirando-a do chão, para depois lançá-la na direção de Leo, que com dificuldades aparava o corpo da garota, fazendo com que o dano da queda fosse largamente minimizado.

— Ha ha ha, olha só quem os marinheiros mandaram para nos impedir. Só pode ser piada! Ha ha ha!! O QG dessa ilha decaiu tanto assim?!

Leo checa Mayu rapidamente e vê que, fora a falta de ar depois da joelhada, a garota ainda estava bem para continuar o combate. Mas antes de ajudá-la a se levantar, lança uma advertência:

— No campo de batalha precisamos ser inteligentes e escolher bem nossas lutas e eu te falei para focar no ceifador enfaixado ali. — e apontava pro homem de capuz camuflado atrás do grandão que acabou de jogá-la longe.

— Se você não me ouvir, vamos ter problemas aqui. Eu posso até segurar o grandão em um combate, mas se os dois me atacarem ao mesmo tempo eu não vou aguentar. Temos sorte que o figurão atrás deles não está querendo entrar no combate, mas até quando ele vai ficar só nos vendo? Pegue o seu adversário que eu pego o meu, vamos!! — o sargento ia na direção do grandalhão, o que Mayu faria?

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Aventuras concluídas:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rangi
Membro
Membro
Rangi

Créditos : 2
Warn : A primeira conquista - Página 4 10010
Data de inscrição : 03/10/2020

A primeira conquista - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A primeira conquista   A primeira conquista - Página 4 EmptySex 29 Jan 2021, 18:19



É esse aqui né!?
A Primeira Conquista
Post 20

    — Oque? Você não disse para atacar o loi… "oh" droga. — percebo que escutei as ordens erroneamente — Desculpe não vai se repetir — aquilo doía mais na honra do que no corpo.

    Levantaria com a mão no estômago. O da foice então, analisaria mais uma vez as ordens do sargento. Certo, combate à média distância. Correria na direção do homem enfaixado, tomando cuidado com ataques já que ele pode me golpear primeiro. Se algum ataque fosse direcionado à metade superior do corpo, defenderia com a katana para que o arco da foice se completasse em vez de travar no cabo. Se o ataque visse na metade inferior, pularia sobre a trajetória e continuaria correndo. Chegando perto o suficiente, desferiria um corte vertical no antebraço do enfaixado. Dando certo ou não, pisaria no pé dele, e levantaria o cabo da espada mirando no queixo, com o fio virado para ele, e continuaria subindo a espada para cortar o peito.

    Para me defender, faria assim como tentei enquanto correia, colocando a katana entre a lâmina do oponente e meu corpo, evitando acertar o cabo. Tomaria muito cuidado para ele não colocar a foice atrás de mim, e puxar para ferir minhas costas. Caso notasse essa categoria de ataque, bateria na haste para que ela voltasse pelo mesmo vetor/trajeto. Também acertaria a haste caso viesse um ataque de cima, nesse caso, também escorregaria o fio pelo cabo até acertar a mão do oponente.

    Caso fosse derrubado, arremessaria um livro na direção da cabeça do homem, não tentando acerta-lo, mas sim para criar uma abertura e poder levantar.

    Tentaria abrir um espaço entre nós para ver a situação do sargento antes de continuar nosso confronto.

Histórico:
 

Objetivos:
 

Legenda:
 

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]





Nota:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




A primeira conquista - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: A primeira conquista   A primeira conquista - Página 4 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A primeira conquista
Voltar ao Topo 
Página 4 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Kano Country-
Ir para: