One Piece RPG
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 XwqZD3u
One Piece RPG
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Ep 1: O médico e o marinheiro
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor Rangi Hoje à(s) 01:56

» O som das ondas é o meu chamado... Adeus, meu filho!
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor Subaé Hoje à(s) 01:51

» Cortes e Tiros, resgate na ilha das aranhas!
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor Koji Hoje à(s) 01:04

» Pandemonium - 9 Brave New World
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 00:17

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor Kyo Ontem à(s) 21:28

» Razão
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 21:27

» Razão
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 21:26

» I did not fall from the sky, I leapt
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor Formiga Ontem à(s) 20:33

» Ato I - Antes da tempestade
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor Dante Ontem à(s) 19:52

» All we had to do, was cross The Damn Line, Elise!
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor King Ontem à(s) 19:23

» Vou te comer
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor Scale Ontem à(s) 19:19

» Drake Fateburn
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 17:06

» I - Justiça: Um compromisso obstinado!
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor Hammurabi Ontem à(s) 16:01

» A HORSE WITH NO NAME
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor Skÿller Ontem à(s) 14:40

» Vol 2 - The beginning of a pirate
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor GM.Milabbh Ontem à(s) 13:58

» O que me aguarda em Ponta de Lança? Espero que belas Mulheres, hihihi
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor GM.Muffatu Ontem à(s) 11:09

» Steps For a New Chapter
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor Achiles Ontem à(s) 10:14

» Um novo recruta: o nome dele é Jack!
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor Arrepiado Ontem à(s) 08:30

» Em Busca do Crédito Perdido
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor PepePepi Qui 04 Mar 2021, 23:55

» A Ascensão da Justiça!
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Emptypor CaraxDD Qui 04 Mar 2021, 23:28



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 77
Warn : Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas   Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 EmptySex 16 Out 2020, 18:16

Relembrando a primeira mensagem :

Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Fukai Himitsu. A qual não possui narrador definido.


Equipe One Piece RPG

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
gmasterX
Civil
Civil


Data de inscrição : 12/06/2014

Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas   Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 EmptyQui 28 Jan 2021, 18:14









Bargain



E assim termina essa batalha... O homem finalmente se rendia ao saber que seus esforços seriam inúteis. Como havia dito a Rosalyn mais cedo, quando não se pode lutar, uma língua afiada é extremamente útil. Ao ser questionado, o velho se negou a abrir a boca, o que era algo bem admirável aos olhos de Alex, mas antes de decidir o que fazer com o homem, Rosalyn o atingiu em cheio, o levando a nocaute. A garota se desculpou pelo erro de mais cedo, o que fez Alex parar por um momento, encarando o chão. Ele olhava para a garota, claramente chateado. - Eu não ligo pra isso... Você está bem e é isso que importa no fim. - Ele dizia, após dar um longo suspiro. A final, aquele encontro foi desnecessário, mas, até onde Alex sabia, não arruinou completamente o plano.

Estava na hora de seguir, mas havia uma coisa que deveria ser feita antes de qualquer coisa. Alex se aproximaria do velho e checaria seu corpo em busca de itens que lhe pudessem ser uteis ou que fossem valiosos. Caso encontrasse algo, ele obviamente guardaria dentro de sua jaqueta, além de pegar a capa, como Rosalyn havia indicado. Com tudo feito, ele partira sem muita demora para a escada que Rosalyn tinha comentado. Novamente, ele seguiu com cuidado, mantendo o seu perfil baixo, e checando os arredores. Dessa vez, nada lhe impediria. Como o plano A foi de ralo junto da garrafa de vidro, ele teria que apelar pro plano C. O plano que envolve encontrar o refém e vazar dali o mais rápido que pudesse. Simples, rápido e direto ao ponto. Convenientemente, havia um mapa por ali, mas infelizmente eles não eram incompetentes o bastante pra colocar a localização do refém.

Com isso em mente, Alex seguiria seu plano anterior, de acabar com a iluminação do local se não houvesse alguém por perto. Aos poucos, ele espreitaria os corredores do prédio, novamente, buscando uma conversa ou alguma sala com um documento que desse essa informação. Além disso, ele pilharia o local, é claro, mas se não houvesse nada do tipo ali por perto, Alex seguiria pro dormitório. É bem provável que eles acabassem encontrando um corredor movimentado próximo ao dormitório, e se esse fosse o caso, ele olharia para Rosalyn, acenaria com a cabeça, seguraria sua mão e começaria a andar despreocupadamente, tentando ser o mais casual o possível para não levantar suspeitas. Era bem possível dos dois passarem batido, sem levantar questões, mas se precisasse, ele trataria das suspeitas dizendo: - Ah, perdão! Somos novos por aqui. Fomos recrutados pelo “vigilante” e estávamos buscando alguém para nos informar sobre o trabalho. Tentamos pedir ajuda a ele, mas ele parecia bem concentrado no trabalho, então eu não queria atrapalhar.

Se a área que seria o dormitório estivesse vazia, ele checaria o local por pistas ou mais itens para pilhar. Ao fim de sua busca, ele voltaria para os corredores e seguiria em direção ao refeitório, com a mesma abordagem furtiva de antes: Apagando a iluminação pelo caminho e prestando atenção aos sons. Se chegasse no refeitório e esse estivesse vazio ou com pouca gente, ele desfaria sua postura furtiva e faria a mesma busca que antes caso não houvesse pessoas ali. Se houvesse pessoas ali, isso mesmo que você está pensando, ele ouviria conversas a fim de encontra a bendita localização do refém.

Não tinha muitas pistas sobre onde ele poderia estar, então a única coisa que lhe vinha à cabeça era procurar até encontrar. Talvez, só dessa vez, aquilo não fosse dar errado de alguma forma.  


made by mihr for public use, please do not use as your own | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Fala/Pensamento


Histórico do minino Fate:
 


Última edição por gmasterX em Qui 04 Fev 2021, 01:09, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kyo
Civil
Civil
Kyo

Créditos : 27
Warn : Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 28/03/2013
Localização : -x-

Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas   Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 EmptyQui 28 Jan 2021, 19:46


Thorkj


“Sorte a nossa que esse cara tá bêbado, se não problema seria inevitável” pensou após a conclusão daquele recrutamento anormal que ali havia acontecido, então por fim partiam para o porto onde estaria o navio ao qual embarcariam, uma caminhada tranquila até lá aconteceu enquanto percebia que a noite começava a desaparecer e dar lugar ao dia.

Ao chegar conseguia ver alguém acenando não muito longe dali, aparentemente era Derik, “Pelo visto conseguiu mesmo o navio, ainda tenho minhas dúvidas se isso é de fato dele ou ele pegou de alguém” pensou por alguns instantes, mas não se importando muito com aquilo apenas acabou seguindo seu rumo para dentro da embarcação.

Já dentro da embarcação, apenas esperava para ver se precisariam dele para alguma coisa, mas caso nada fosse necessário apenas se acomodaria em algum lugar para descansar, enquanto descansava, sua atenção iria para seus aliados onde tentaria gravar melhor suas feições em sua mente.

Ao ficar cansado de nada fazer, se aproximaria de Derik, - Esse lugar para o qual estamos indo, é problema, certo? - diria em voz baixa apenas para que Derik ouvisse, independentemente de sua resposta diria, - Bom, o jeito é ver no que vai dar isso - voltando em seguida para o lugar onde estava acomodado anteriormente.

Kilion não tinha nenhum planejamento para isto até aquele momento, tudo o que ele podia contar era com sua força e com aquilo que já estava ao seu alcance naquele momento, ainda assim Kilion se sentia incomodado por não ter a sua disposição nenhuma arma equipada em seus punhos e nem mesmo pernas/pés.  

Como não havia mais o que fazer por ali, apenas esperava que chegassem, não se sentia confortável em fazer amizades ali naquele momento e nem mesmo compartilhar qualquer tipo de informação com ninguém, apenas estava concentrado em seu entre aspas trabalho que a qualquer momento poderia se tornar um plot twist e aquela mulher acabar se dando conta que havia acabado entrando em uma furada maior do que ela imagina, afinal de contas ela estaria levando dois possíveis caçadores mesmo sem saber disso.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shogo
Civil
Civil
Shogo

Créditos : Zero
Warn : Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 15/03/2013
Idade : 26
Localização : Farol

Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas   Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 EmptySex 29 Jan 2021, 14:27


Alex apalpou o velho e tudo o que conseguiu encontrar em seus bolsos foram adesivos de nicotina e uma cartela de pílulas azuladas, com o nome sildenafila impresso no verso.  O casal então seguiu para dentro do prédio, tomando todo o cuidado para não serem percebidos.  Viram algumas pessoas se movimentando, e todos estavam usando a mesma capa do vigilante, o que facilitaria uma possível infiltração caso o casal quisesse.  Quando tropeçaram em alguém, Fate explicou que se tratavam de novatos e que ainda estavam meio perdidos.

- Muito bem, arrume uma capa para a garota e siga para o salão principal.  Parece que o vigilante foi abatido. - Era um homem alto e claramente musculoso, que caminhava com pressa em um corredor seguindo a direção do refeitório.  As consequências da derrota do vigilante logo chegariam aos pés do casal.  A esta altura, muitas pessoas já estavam acordando e seguindo para o lugar, sem dar muita importância para o casal.  Alex ainda procurou nos dormitórios, e já não precisava se esconder pois com aquela capa ninguém dava a minima para sua movimentação.  Ali, Rosalyn encontrou uma capa para si, e nada demais de valor que quisessem pilhar além de lençóis e travesseiros.  Uma coisa era certa, nas instalações da mina abandonada haviam muitas pessoas.

Ao chegar ao refeitório, grande parte do grupo se fazia presente em volta de uma mesa que estava sendo feita de palco.  Ali, um homem subiu e antes de se colocar a falar baixou o capuz de sua capa. - Companheiros! Esta manhã o Vigilante foi abatido, mas já está na enfermaria recebendo cuidados!  Suspeito que um de nós é um infiltrado inimigo, e que neste momento está me ouvindo!  Quero que saiba ousado, que eu lhe encontrarei e arrancarei seus dentes um a um!  Ou não me chamo Jean Burnett! - Todos ali então se agitaram, entre burburinhos e fofocas.  - De toda forma, tenho notícias sobre a família real.  Eles concordaram em pagar o que queremos, enfim.  Nosso informante me contou que o Rei gritou em praça pública que moverá céus e terras para ter de volta seu bastardinho..  Jean olhou então para o musculoso que Fate e Rosalyn encontraram anteriormente, e delegou. - Trost! O turno de babá é seu agora!

Killion embarcou e tratou logo de descansar (?).  Depois de um tempo, perguntou a Derik sobre o destino do navio. - Estamos a caminho de Ilusia Kingdom.  Jean Burnett é problema, mas temos a irmãzinha dele que pode ser sua maior fraqueza diante daquele exército.  Ela é o nosso trunfo, rapaz. - Killion agora tinha uma ideia que talvez estivesse indo de encontro a uma guerra. - Estamos chegando, por falar nisso.  Capitã! - Todos ouviam Pete gritar, a viagem parecia ser mais curta do que deveria.

- Siga para a Praia de Pedras! - Nicole parecia ter certeza de para onde ir, mas Pete não parecia confiante. - Praia de Pedras senhora?  Mas eu estou bêbado! - Ela então o encarou, sem medo. - Coragem homem!  Você vai se sair bem! - O navio então seguiu pelas correntezas, e de início Pete até conseguiu desviar por entre os bancos de corais e rochas, mas muitas vezes o casco bateu em obstáculos.

- Merda! Meu navio! - O convés secundário já começava a encher de água, e não precisava ser expert para entender que o navio iria naufragar logo.  A praia estava a um quilômetro de distância deles, e pelo visto teriam que cumprir isto a nado.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kyo
Civil
Civil
Kyo

Créditos : 27
Warn : Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 28/03/2013
Localização : -x-

Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas   Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 EmptySex 29 Jan 2021, 19:45



Thorkj


“E eu aqui pensando que teríamos um clima de tranquilidade até chegar no lugar” pensou já prevendo uma possibilidade de dar alguma coisa errada após a mulher dizer algo sobre seguir rumo a praia das pedras, a preocupação era evidente pois havia uma sensação de que a qualquer momento poderia dar algum problema fora da limitação do que todos poderiam fazer ali.

“Bom, parando pra pensar, se ele tem um exército, não deve ser o único com recompensa lá” pensava tentando se confortar do desastre eminente que estava prestes a acontecer diante de seus olhos vendo aquele bêbado desviar o navio e também bater bastante o navio em alguns lugares até que enfim já não houvesse mais jeito e a situação se tornasse sem volta.  

Conseguia ouvir Derik reclamar ao fundo sobre o seu navio, o que já deixava praticamente claro que aquele navio provavelmente pertencia realmente a ele, mas agora já era tarde, a mulher já havia tomado uma decisão ao qual afetaria a todos.

- Enfim, não tem o que fazer, algum de vocês dois ajude o bêbado, não sei nadar direito e não vou conseguir levar ninguém comigo - diria caso não houvesse bote salva vidas já preparado para sair daquele navio e continuar o percurso até a ilha nadando, no entanto antes de ir para um dos lados do navio afim de descer cuidadosamente rumo a água, passaria perto de Derik e então diria, - Ele estava bêbado demais, deveríamos ter dado um banho de água fria nele antes de entrar no navio -.  

Caso houvesse algum bote salva vidas e não houvesse necessidade de nadar, os ajudaria a o colocar na água com sua força e então caso houvesse espaço e o comportasse se juntaria aos outros rumo ao local.

Caso não houvesse bote salva vidas ou tivesse, mas não o suportasse, Kilion começaria a sair daquele navio de forma calma rumo a água de forma a não se atrapalhar, mas antes de checaria se tinha algum tipo de boia por perto que pudesse o ajudar a ter mais estabilidade na água o qual pegaria e continuaria rumo a água, quando finalmente lá estivesse, por fim estando na água como não sabia nadar direito manteria seus pés balançando forte o suficiente embaixo da água a fim de evitar de afundar seu corpo, caso em algum momento começasse a afundar, bateria ainda mais forte suas pernas/pés na água, e começaria a bater de leve suas mãos na água para dar um pouco de velocidade para frente por fim nadando, caso estivesse com uma boia, utilizaria uma de suas mãos para a segurar enquanto a outra utilizaria para movimentar na água, em seu próprio ritmo e sem pressa rumo a Ilusia Kingdom, para não se perder na água, utilizaria o barco como ponto de referência para onde ele estivesse apontado caso ainda não conseguisse ver Ilusia Kingdom e seu porto ou praia.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
gmasterX
Civil
Civil
gmasterX

Créditos : 11
Warn : Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 12/06/2014
Idade : 21
Localização : Na minha casa,ué

Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas   Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 EmptyDom 31 Jan 2021, 15:11









Cobras no meio de ratos



Todo aquele encontro se provou extremamente desnecessário e uma perda de tempo, pois o velho não carregava nada de importante além de Viagra. Só que Alex não tem conhecimento sobre medicamentos, então não soube dizer bem do que aquilo se tratava, mas mesmo assim acreditava que seria de bom uso mais tarde, por isso carregou a cartela consigo. - Deve ser algum tipo de pílula energética. - Ele pensou.

Ao entrar no prédio, Alex encontrou a movimentação que esperava, mas todos pareciam ter algo mais urgente a tratar. Muitas almas passaram pelo casal e Alex começava a achar aquilo tudo bem conveniente. Parecia que seria um passeio no parque até um grandalhão musculoso surgir para questionar a dupla. Alex conseguiu com certa facilidade dissuadir o homenzarrão, mas tudo aquilo parecia estranho demais.  

Após checar todo o recinto, e surpreendentemente não achou nada que lhe seria de bom uso. Ele esperava um pouco mais de um grupo ganancioso a ponto de sequestrar o filho de um nobre. Talvez houvesse uma sala do tesouro por ali ou algo do tipo, e considerando que agora eles conseguiriam andar com certa liberdade, Alex tinha um outro objetivo em mente.

Após a indicação do grandalhão, a dupla passou no dormitório, conseguiram uma outra capa e partiram pro refeitório. Para a surpresa dos dois, encontraram o velhote desmaiado no lado de fora. Com certeza a falta de sua capa havia deixado claro que eles tinham se infiltrado, mas isso não seria problema se eles não demorassem. Após um papo de vilão genérico do tal de Jean, o homem facilitou ainda mais o trabalho dos dois, indicando um rosto conhecido.

Primeiro, Alex se inclinaria para Rosalyn, discretamente. - Siga minha deixa. - Ele diria, tentando não levantar muita suspeita. Sem perder tempo, ele se aproximaria do gigante, segurando a mão de Rosalyn e diria: - Olá! Err... Trost, não é? Nos vimos mais cedo. Eu me chamo Brendan, Brendan Fraser. Essa aqui é minha esposa, Michele Fraser. Ah, e não precisa cumprimenta-la. - Ele se inclinaria e olharia em volta, como quem estivesse fazendo algo suspeito. - Ela é Surda e Muda, mas não diga pra ela que eu te contei. - Ele diria em um tom brincalhão, mas alto o suficiente para que Rosalyn pudesse entender e entrar no jogo. - Eu sei o que você deve estar pensando: “O que você está fazendo aqui com sua esposa?!?” E eu lhe digo que é bem simples. Ela nem sempre foi surda e muda. Anos atrás ela sofreu um acidente que a deixou assim, e algumas semanas atrás nós encontramos um médico que disse poder tratar isso. Só que precisamos do dinheiro, e eu não posso deixa-la sozinha, não quero sofrer o risco de meu docinho sofrer outro acidente. - Ao fim da fala, ele a abraçaria, mostrando toda sua infelicidade quanto a sua situação. - Mas chega de ficar dando voltas. Eu não te abordei pra ficar que nem uma garotinha, fofocando. Eu gostaria de pedir para o senhor humildemente trocar de posto comigo. EU SEI! EU SEI! O chefe disse que você deveria fazer isso, mas veja. Eu não sou um homem tão hábil ou forte como todos esses outros homens, além de que eu mais atrapalharia visto que tenho que andar com a minha querida por ai. Por isso eu acredito que ficar de babá seria uma tarefa melhor pra mim. Além de que eu tenho certeza que você seria de grande ajuda, caso haja um confronto com os invasores. - Se ele hesitasse ou se negasse, ele seguiria dizendo. - Vamos lá, rapaz! Eu tenho certeza que eles têm mais uso para alguém forte e esbelto como você do que um para um simples vendedor e sua esposa surda-muda. Vamos, por favor. - Se mesmo assim ele negasse o pedido, então Alex teria que apelar para outra abordagem. - Certo, então pelo menos nos deixe lhe acompanhar. Você pode ter certeza que não iremos lhe atrapalhar, e pode ter certeza que Michele ficara quietinha. - Ele daria uma breve gargalhada.

Se o homem tivesse aceitado uma das ofertas, o rapaz da família Fate pediria que lhe mostrasse o caminho e seguiria o homem até a localização do refém. Caso contrário, ele o seguiria da mesma forma, mas mantendo distancia enquanto finge estar procurando por alguém suspeito. De qualquer jeito, no caminho ele buscaria por algo que pudesse usar para carregar o nobre pra fora do covil sem serem notados.  


made by mihr for public use, please do not use as your own | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Fala/Pensamento


Histórico do minino Fate:
 


Última edição por gmasterX em Qui 04 Fev 2021, 01:06, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shogo
Civil
Civil
Shogo

Créditos : Zero
Warn : Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 15/03/2013
Idade : 26
Localização : Farol

Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas   Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 EmptyTer 02 Fev 2021, 17:37


Após as críticas de Killion, Pete o olhou com cara de poucos amigos. - Ah! Qual é! Não gostou faz melhor trouxa! - Aquela era uma praia conhecida por naufrágios, e por isso exigia bastante experiência para navegar por entre as rochas.  No navio havia apenas um bote salva vidas, o qual com certeza não poderia comportar todos os presentes (principalmente devido ao tamanho de Killion). - Acho que você vai ter que nadar, grandão! - Dizia Nicole, enquanto embarcava e Derik tratava de lançar o bote ao mar.  Logo depois, desceu por meio de cordas para embarcar.  Pete o seguiu logo depois. - Boa sorte, babaca!

Com isso, o gigante pegou um conjunto de barris de madeira unidos por uma rede de cordas e se lançou ao mar com cuidado.  Aquilo serviu bem para seu propósito, e devida as rochas no lugar, Killion não precisou nadar cem por cento do trajeto, conseguindo apoiar seus pés em lugares firmes por muitas vezes.  Demorou, mas conseguiu chegar onde dá pé e finalmente à praia.  Ali na margem, o gigante podia ver um outro navio bem maior, ancorado a alguns bons quilômetros.

- Não foi como o esperado, mas aqui estamos.  Jean vai ficar bem feliz em nos ver! - Dizia a garota empolgada, enquanto Derik ainda parecia desesperado em ter perdido seu navio.  - Agora só precisamos seguir nesta direção, e chegaremos onde meu irmão está.  Vamos! - Se Killion topasse seguir o grupo, após alguns bons minutos de caminhada chegariam a uma empresa abandonada, uma antiga mineradora.

Acompanhado de Rosalyn, Fate iniciou seu plano para abordar Trost e se apresentar com um nome falso. - Desculpe senhor Fraser… Eu não gosto de ser a babá, mas sou leal ao senhor Jean. - O homem falava de maneira firme, e parecia realmente ser do tipo leal.  No entanto, não recusou em ter uma companhia para a tarefa. - Eu nunca nego uma boa companhia, ainda mais quando tenho que aturar um garoto chato como aquele.  Se gostam de sofrer, podem me acompanhar.  Ela deveria ser grata em ser surda hein… Hahaha

No caminho até onde o prisioneiro se encontrava, Fate pode observar alguns carrinhos cheios com panos sujos e lixo.  Não precisaram andar muito até chegar no lugar, uma sala.  Ali, Trost bateu na porta e rendeu a babá, uma mulher que parecia bastante irritada e soltou um graças a deus quando o viu.  Ao entrar no lugar, Fate viu uma sala mobiliada com uma cama, um pequeno armário e um sofá.  Na cama, sentado estava um garoto loiro de olhos castanhos bem claros e um adereço nos cabelos característicos dos nobres. - Então vocês serão meus escravos dessa vez? Eu pedi leite com chocolate! Conseguem entender? - Ele então atirou o copo de leite na direção de Alex, sujando sua camisa. - Tá vendo algum chocolate ai? Hã?!

Trost gargalhou, enquanto se sentava no sofá. - O dia vai ser longo, senhor Fraser!

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kyo
Civil
Civil
Kyo

Créditos : 27
Warn : Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 28/03/2013
Localização : -x-

Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas   Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 EmptyQua 03 Fev 2021, 05:38



Thorkj


“Normalmente não ligo para o que as pessoas dizem, mas esse cara com toda certeza não está bem, de qualquer forma ninguém ficaria bem depois de perder algo de valor daquela forma” pensava enquanto chegava já na margem, conseguia ver ao longe um grande navio, provavelmente aquilo era de Jean, mas não serviria de muita coisa naquele momento.

“Definitivamente não sei se o Jean ficará feliz em nos ver, mas provavelmente é mais seguro seguir ela agora do que sair por aí sozinho sem saber o que possivelmente pode acontecer, ainda mais em um lugar desse que praticamente é a base inimiga” pensava enquanto já andava em suas direções agora com a intenção de os seguir, ainda não tinha intenção de seguir sozinho por aquele lugar desconhecido.

Para quebrar aquele clima húmido ao qual estava com um sentimento desconfortável por estar molhado pela água do mar, se voltava para o homem bêbado inicialmente afim de esquecer por algum tempo até que sua roupa estivesse seca, e enquanto se voltava para ele, se aproximaria do mesmo, - Mantenha se calmo homem, o que eu falei não foi uma mentira, claramente se você estivesse melhor ali conseguiríamos chegar com o navio ainda inteiro mesmo que um pouco avariado - independentemente do que que ele falasse como resposta, completaria dizendo, - Você deveria ter ido pela água também, ajudaria na sua recuperação de forma mais acelerada -.

Voltando sua atenção agora para Derik, começaria a se aproximar do mesmo, assim ficaria melhor para que pudesse falar com ele, - Tenho uma leve impressão que daqui pra frente as coisas complicarão um pouco - diria em um tom mais baixo, mas de forma bem casual.

Continuaria a andar junto a eles agora prestando atenção a sua volta e possíveis saídas e entradas que pudessem ser utilizadas caso desse algum problema, também procuraria com seu olhar por possíveis locais onde pudessem potencialmente guardar armas ou equipamentos apenas como um ponto de referência para caso em algum momento ele precisasse, manteria sua respiração controlada e checaria se suas roupas ainda estavam umedecidas o suficiente para o prejudicar de alguma forma, mas não haveria muito o que fazer além de esperar secar mais.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
gmasterX
Civil
Civil
gmasterX

Créditos : 11
Warn : Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 12/06/2014
Idade : 21
Localização : Na minha casa,ué

Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas   Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 EmptyQui 04 Fev 2021, 16:39









The spy man



Pouco a pouco, as peças se encaixavam e o plano de Alex dava tantos frutos que o rapaz já podia montar uma feirinha. Felizmente, eles não tinham qualquer outra pista sobre os invasores, então poucos chegavam a desconfiar do casal, mas aquilo não duraria muito. Alex sabia que em algum momento a sua farsa iria por água a baixo, até porque qualquer um que estivesse a um bom tempo ali não deixaria passar despercebido os dois novos rostos, não é? Todos ali não seriam incompetentes o bastante para não desconfiar da dupla de novatos que havia surgido de repente, não é?!?!

Após negociar e barganhar, Alex conseguiu que lhe fosse mostrada a localização do refém, o seu objetivo principal.  Suas mãos tremiam levemente, pois o fim da missão estava a uns passos dali, mas ele ainda precisava se livrar de Trost, a última muralha em seu caminho, só que nem tudo era belo. A galinha dos ovos de ouro na verdade era um pivete mal criado e mimado que estava tacando o terror na galera dali. Alex acreditava que aquilo só precisava da abordagem certa, mas não podia quebrar seu disfarce.

Após Trost comentar sobre a tarefa árdua que viria a seguir Brendan Fraser lhe respondeu dizendo: - Ora... Senhor Trost... Eu pretendo ter filhos no futuro para formar uma grande família com minha linda esposa, então tenho que aprender a lidar com esse tipo de comportamento. - Ele então daria umas batidinhas em sua camisa para tirar o excesso de leite, mas sujando propositalmente suas mãos com leite. - Mil perdões, jovem rapaz. - Ele diria, cerrando e espremendo os olhos extremamente, fazendo-os parece estarem fechados, enquanto daria um sorriso simpático. - Fora o seu leite com chocolate, gostaria de mais alguma coisa? Talvez biscoitos para acompanhar... O quem sabe eu posso afofar seu travesseiro. - Ele se aproximaria do garoto, lentamente, se o garoto respondesse, ele apenas acenaria com a cabeça. - Tudo bem, tudo bem, mas.... - Ele diria, próximo do garoto. Sem muita demora, ele agarraria o rosto do moleque com força, usando a mão que havia sujado com o leite em sua camisa e cobrindo sua boca com a palma de sua mão para abafar seus gritos. - Você poderia ser um pouquinho mais grato. - Ele desfaria o seu sorriso e olharia no fundo de seus olhos, com uma expressão de profundo desprezo. - Aprenda seu lugar e tenha um pouco de consciência, pois toda essa agitação pode causar “acidentes”. Nós queremos que você saia daqui andando para rever seu papai, e não que tenha que sair carregado. - Após passar a mensagem, Alex o soltaria o moleque e daria um sorriso singelo. - Certo, então irei buscar o seu leite com chocolate. - Ele se viraria para o gigante com um olhar um pouco mais sério. - Gostaria de algo para beber, senhor Trost? - Se ele dissesse que não, Alex insistiria, dizendo que o trabalho era simples e que deviam relaxar a cabeça pra cuidar do pivete.

De qualquer forma ele teria que sair, mas antes disso, ele se viraria para Rosalyn e diria: - Querida.. Fique aqui... Irei sair, mas já volto. - Gesticulando, para parecer estar falando em linguagem de sinais. Após isso, ele deixaria o local e partiria pro refeitório sem demoras. Lá mesmo, ele agarraria quatro copos, um para cada um dentro da sala e para ele mesmo. Em dois deles, colocaria o que Trost havia pedido, ou no caso de não ter pedido nada, uma bebida alcoólica não muito forte. Em outro, colocaria água e no ultimo, ele colocaria o leite com chocolate que o pirralho mimado havia pedido. Para finalizar, ele puxaria a cartela de remédios que havia pego do velhote e a leria. O rapaz buscaria por contra indicações para ter uma noção da quantidade necessária para envenenar Trost. Caso não houvesse, ele apenas tiraria a maioria dos comprimidos. Só que ainda tem um problema... Essas pilulas são extremamente chamativas e são bem grandes, por isso ele trituraria elas bem triturado e colocaria na bebida que seria para Trost. Se fosse questionado, ele daria uma risada nervosa, guardando a cartela. - Esse daqui é o remédio de minha esposa. Ele tem um gosto forte, por isso eu jogo na bebida dela para ela tomar mais rápido.

Sem problema a frente, ele colocaria as bebidas em uma bandeja, deixando a bebida de Trost e a do principe juntas, mas afastadas de sua bebida e a de Rosalyn. Caminharia com cuidado até o quarto, observando atentamente seus arredores para não derrubar o que era sua última medida. Ao chegar lá, ele entregaria cada um a respectiva bebida e se encostaria na parede, tomando de pouco em pouco a sua bebida. - Hm! Trost! Porque você está nessa? Também está precisando de dinheiro? - Ele ouviria atentamente, para distrai-lo. Eventualmente ele tomaria tudo no meio da conversa. Se ele parasse, Alex o instigaria a continuar falando, perguntando sobre a família, objetivos na vida e etc. Se o Trost tomasse toda sua bebida, Alex pediria licença e buscaria o carrinho que havia visto mais cedo. Em seguida ele usaria um dos panos que estivesse menos sujo para limpar o chão que o moleque havia sujado e jogaria o copo na lixeira. Agora era só aguardar o remédio fazer efeito.... Ou não... Tudo dependia da sorte do rapaz naquele momento.


made by mihr for public use, please do not use as your own | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Fala/Pensamento

Histórico do minino Fate:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shogo
Civil
Civil
Shogo

Créditos : Zero
Warn : Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 15/03/2013
Idade : 26
Localização : Farol

Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas   Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 EmptySab 06 Fev 2021, 03:36


Killion enquadrava seu amigo Pete com um sermão sobre o que deveria ter sido feito, e o navegador apenas lhe mostrou a língua como forma de deboche.  O gigante ainda se aproximou se Derik, todo molhado e falando sobre mais problemas. - Pode apostar... Precisamos ser bem cuidadosos por aqui.

O grupo caminhou até chegar a empresa abandonada e ali foram abordados por vigilantes atentos.  Eles vestiam capas verde escuras e pareciam ter cara de poucos amigos. - Bom dia rapazes.  Sou Nicole Burnett, e estou a procura de meu irmão... - Nicole tomava a dianteira, fazendo sinal para que seus companheiros ali a acompanhassem, e foi o que aconteceu.  Juntos, entraram na mineradora abandonada e o gigante Killion até pensou em procurar saídas, mas se distraiu com a movimentação intensa naquele lugar.

- Jean vai adorar conhecer vocês meninos! - A moça parecia muito empolgada enquanto caminhavam por um longo corredor do que um dia foi um local limpo e claro, mas agora era cheio de penumbras e empoeirado.  Mesmo não sendo o mais alto dos gigantes, Killion ainda precisava andar arqueado para não esbarrar a cabeça no teto.  Enfim chegaram a uma sala, onde o homem que Killion havia visto no cartaz de procurado estava conversando com mais uns 4 encapuzados.  Quando notou que sua irmã entrou na sala, se surpreendeu. - Nicole? Mas o que... - Então no mesmo momento sacou uma espingarda, e apontou para o gigante. - Quem são vocês?

Fate fazia todo o seu teatro para repreender o garoto, o que arrancava gargalhadas de Trost e chingamentos por parte do garoto.  Em seguida saiu ao refeitório sozinho e procurou por informações na cartela de remédios e não achou nada além do nome e informações sobre o uso.  Preferiu arriscar a sorte, e misturou o remédio a um copo de leite para fazer com que algum efeito adverso pudesse afetar a quem o bebesse.

Quando chegou ao quarto, o garoto estava gritando ordens à Rosalyn que parecia estar de saco cheio, mas ainda mantendo o papel de surda-muda.  - Hahaha Senhor Fraser! Temos bebidas! - Dizia Trost empolgado antes de pegar justamente o copo com o leite batizado e beber tudo em um só gole.  Quando se sentou sorriu para todos. - Nós.... Jean... Todos aqui tem um propósito, que não tem nada a ver com grana.  Isso aqui tem um objetivo muito maior do que todos podem imaginar.  Estamos em guerra senhor Fraser... Mas você já deveria saber disso. - Trost então olhou desconfiado, diretamente nos olhos do rapaz.

Mas estava suando, e sua testa estava começando a ficar vermelha. - Está calor aqui... Vocês não acham? - Trost dizia enquanto repuxava a gola da camisa.  Então todos notaram o volume em sua calça, que era um tanto avantajado.  Na verdade a sensação era que que o membro do bombado iria explodir aquele tecido em alguns instantes. - Meu deus do céu! Que vergonha! - Tanto ele quanto Rosalyn estavam corados com vergonha da situação.  - Senhor Fraser por favor vigie o garoto... Eu preciso ir ao banheiro.  Peço desculpas a você e sua esposa! - Disse o homem antes de disparar para fora do quarto. O ninja então aproveitou a deixa para buscar um dos carrinhos do corredor, para dar início ao seu plano.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Shogo em Seg 08 Fev 2021, 10:27, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kyo
Civil
Civil
Kyo

Créditos : 27
Warn : Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 28/03/2013
Localização : -x-

Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas   Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 EmptyDom 07 Fev 2021, 03:02


Thorkj


Kilion continuava achando que aquilo ali poderia dar muito errado, mas não havia muito o que fazer além de seguir aquele script artificial de aliado enquanto adentrava o covil do fora da lei cercado de potenciais inimigos. “Será que tem alguém nessa ilha tentando fazer o mesmo que nós?” pensou por um instante de forma vaga enquanto continuava a andar.

Ao final daquela caminhada, para uma possível surpresa ou não já que ser antigo não seria novidade, uma espécie de local abandonado, que provavelmente não estava realmente abandonado, por outro lado era perceptível a roupa que as pessoas que guardavam aquele lugar utilizavam, um tipo de capa verde ou algo assim.  

Felizmente a entrada naquele local se tornava bem fácil por conta daquela mulher Nicole, infelizmente não foi possível encontrar nenhuma rota de saída daquele lugar pois estava muito movimentado. Enfim foi possível adentrar o local, “Esse lugar... é um pouco irritante” pensou após estar lá dentro pelos corredores, a mulher dizia algo sobre Jean ficar feliz em ver todo mundo ali, mas mal entendia por ainda estar desconfortável com aquele espaço ao qual estava e de adaptando com a situação e seu modo de se locomover ali dentro.

Por fim era nos levado ao momento de ápice ali naquele local, quando por fim frente a frente estava o alvo e nós, mas como previsto, uma confusão era praticamente inevitável, no momento de surpresa por encontrar Nicole apontou sua arma para aquele que possivelmente achava ser a maior ameaça ali, “Apontou sua arma para mim? Sério? Pirata sempre faz esse tipo de coisa? Enfim, se sua mira está em mim, melhor que seja eu a explicar antes que algo pior aconteça” pensava um pouco indignado com tal situação ao qual se encontrado por alguns instantes. - Opa opa opa, não há necessidade de algo assim senhor Jean - dizia para o mesmo tentando de alguma forma não parecer hostil, mesmo que na situação atual fosse complicado.

- Explicarei o básico e depois o amigão aqui explicará o resto - diria enquanto apontava seu dedo indicador para Derik por alguns instantes. - Primeiramente encontramos com Nicole na cidade, ela parecia precisar de ajuda para alguma coisa, então voluntariamos para a ajudar, então aparentemente ela queria ajudar Jean que no caso provavelmente é você visto a forma com a qual você ficou surpreso ao ver Nicole, então foi decidido que ajudaríamos ela a ajudar você, pode parecer meio confuso, mas no fim de tudo estamos aqui para ajudar - terminaria Kilion de falar, “Espero que isso seja o suficiente, se não for... Derik, agora é o seu momento” pensaria logo após.

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
gmasterX
Civil
Civil
gmasterX

Créditos : 11
Warn : Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 12/06/2014
Idade : 21
Localização : Na minha casa,ué

Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas   Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 EmptyDom 07 Fev 2021, 21:03









Extremely Solid Snake




Alex gargalhava por dentro. Nunca tivera tanto sucesso em seus planos mirabolantes e nunca se divertira tanto se disfarçando e mentindo. As caras e bocas que fazia pareciam ser mais efetivas do que nunca, e ele nunca foi tão grato a sua mãe quanto estava sendo agora. Depois de extravasar um pouco, o rapaz conseguiu pegar as bebidas e jogar as pílulas lá dentro sem ser questionado por terceiros. Parecia que o pessoal ali estava ocupado demais para dar uma foda sobre o que um cara estava fazendo na cozinha.

Sem muita demora e nem interrupções, ele conseguiu voltar ao quarto com as bebidas e sem nem tentar muito, fez o grandalhão consumir a bebida batizada. Tensão o matava, pois mesmo tendo virado todo o copo em um gole só, o remédio parecia demorar um pouco para ter efeito. Alex começava a se questionar se remédio em questão se tratava de uma substancia que não tem efeitos adversos se consumido em concentração tão baixa. Pensamentos pessimistas invadia a sua mente enquanto ele enrolava Trost, o que fez sua língua escorregar e o homem desconfiar. - Hahahahaha! Perdão... É que sou um homem simples e trabalho desde pequeno para ajudar as pessoas que amo. Você pode acreditar que juntar dinheiro seja uma causa egoísta, mas eu vejo além do dinheiro. Muito além disso... Assim como todo livro não deve ser julgado pela capa, eu acredito que toda intenção não deve ser julgada. - Ele respondeu a Trost, tentando diminuir sua desconfiança.

Alex já pensava em o que faria para concertar a cagada que havia feito, até que de repente, surge uma ereção em um momento inoportuno. Felizmente, a ereção não era dele, mas sim do homem que ele havia drogado. Quase que instantaneamente ele riu, mas ao perceber que seu disfarce seria desfeito, ele juntou suas forças e manteve uma expressão de surpresa e incomodo. Após o gigante ereto se afastar o bastante, Alex soltou a gargalhada que não pode conter. - Aquele velho filho da puta... Ele tava carregando Viagra!

O rapaz da família Fate havia reservado um tempo para tirar um sarro da situação, mas ele sabia que estava trabalhando com um cronograma apertado, e por isso ele logo se endireitava e assumia uma postura mais séria. - Certo Rosalyn. Tá na hora. - Ele diria contendo a voz para não chamar a atenção de qualquer um que estivesse passando por perto no momento. - Vamos ter que sair daqui o mais rápido o possível. Se nos abordarem no caminho, eu quero que você vá na frente sem mim. Eu vou atrasa-los se for necessário. Seja lá o que acontecer, eu quero que você foque levar o moleque pra longe daqui, e quando chegar lá fora, use isso. - Ele a entregaria o sinalizador a garota e se viraria para o moleque. - Certo, agora eu quero que você entre naquele carrinho e fique quietinho até a gente conseguir sair daqui. - Se ele reclamasse ou protestasse, Alex suspiraria. - Escuta moleque, o papo de mais cedo não era brincadeira. Eu posso cortar tua língua fora, te moer na porrada e te jogar no carrinho, ou você pode colaborar e se comportar. De qualquer forma eu posso dizer que foram eles que te mal trataram e seguir feliz com meu dia. - Se ainda assim o garoto continuasse com a teimosia, Alex se aproximaria o máximo que pudesse e se agacharia para se manter na sua linha de visão. Sem demora, ele sacaria uma das kunais que carregava consigo e desferiria um golpe rápido contra o queixo do garoto, com apenas força o suficiente para deixa-lo inconsciente, utilizando o cabo da arma. No fim, ele o esconderia dentro do carrinho, e juntaria itens da sala para preparar uma isca (Travesseiros, almofadas, cobertor, qualquer coisa que pudesse replicar uma peruca loira, etc) usando seu conhecimento sobre como improvisar disfarces. A possibilidade de não ter material o suficiente para replicar o garoto era bem grande, mas de certo modo, uma réplica mal feita era aceitável até certo ponto, pois ela serviria apenas para comprar tempo.

Com tudo em mãos, ele montaria a isca sobre a cama e a cobriria com um cobertor tentando economizar o máximo de tempo. Com isso pronto, ele partiria para porta com o carrinho, junto de Rosalyn. Ele encostaria a porta e buscaria por alguém desocupado por ali perto. Se não houvesse alguém assim, ele apenas aguardaria na porta. Assim que visse, ele chamaria a atenção da pessoa, e se ela parasse, ele diria: - Opa, perdão... Poderia ficar aqui de olho no moleque por um instante? Eu tenho que cuidar disso aqui e não dá pra deixá-lo sozinho. E não precisa ficar lá dentro... O safadinho tá dormindo. - Se aceitasse, Alex iria agradecer e sem demora ele correria para a entrada da frente. Se por acaso Trost voltasse antes que ele pudesse sair, ele colocaria seu indicador sobre os seus lábios e explicaria apenas que o moleque estava dormindo e que ele poderia ficar de guarda na porta.

Com isso fora do caminho, lhe restava apenas sair do local. Ele sairia pela frente a partiria para o lado do prédio, o mesmo lado em que ele e Rosalyn se encontravam mais cedo. Ao chegar ao local, ele daria a ordem para a garota disparar o sinalizador para o alto e tiraria o moleque de dentro do carrinho. Assim que tivessem feito tudo por ali, ele correria em disparada pelo mato, em direção ao barco. Se no caminho até a saída, eles fossem abordados, Alex se apresentaria com sua identidade de Brendan Fraser novamente e contaria a história sobre sua esposa surda e muda que não pode deixar seu lado. Se a desculpa não colasse, ele correria dali. Se sacassem uma arma de médio ou longo alcance, ou estivessem prestes a serem alcançados por um dos capangas de jean, ele passaria o carrinho para Rosalyn e puxaria um monte de senbons. Dessa vez, ao invés de puxar as senbons entre seus dedos, ele agarraria o máximo que pudesse, e quando estivesse pronto, juntaria toda sua força naquele braço e arremessaria todas elas para trás. Por fim, ele sacaria uma das kunais e, se necessário, tomaria cobertura para não levar uma bala no rabo.


made by mihr for public use, please do not use as your own | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Fala/Pensamento

Histórico do minino Fate:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas   Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas - Página 6 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Voltar ao Topo 
Página 6 de 9Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Las Camp-
Ir para: