One Piece RPG
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 XwqZD3u
One Piece RPG
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Em busca da resistência
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 12:32

» I - Vós que entrais, abandonai toda a esperança
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor Meursault Hoje à(s) 9:29

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 2:56

» Caçadoras Eternas: Pesar Crescente!
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor Wild Ragnar Hoje à(s) 2:33

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor gmasterX Hoje à(s) 1:30

» União Flasco: Inicio do Sonho
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 1:11

» Wu-HA!
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 0:58

» Cap 4: O Silêncio dos Inocentes
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor Wesker Hoje à(s) 0:29

» Cortes e Tiros, resgate na ilha das aranhas!
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor Achiles Ontem à(s) 23:34

» Ato III: Not Fast but Furious
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor Jean Fraga Ontem à(s) 23:19

» Ep 1: O médico e o marinheiro
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor TerryBogard Ontem à(s) 22:58

» Hey Ya!
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 22:47

» 11º Capítulo - Cataclismo em Skypeia!
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor Far Ontem à(s) 22:00

» Livro Um: Graduação
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 21:12

» [Kit] Silver Ash
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor rafaeliscorrelis Ontem à(s) 20:53

» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor Blum Ontem à(s) 20:48

» Seagull Newspaper - A alegria floresce em Parthenon.
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 20:39

» O que me aguarda em Ponta de Lança? Espero que belas Mulheres, hihihi
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor Pippos Ontem à(s) 20:09

» [mep] Luna
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor lunabrag Ontem à(s) 19:46

» [mini-luna] Afiando
Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Emptypor lunabrag Ontem à(s) 19:44



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Arco 5: Uma boa morte!

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 71
Warn : Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Arco 5: Uma boa morte!   Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 EmptyDom 11 Out 2020 - 1:20

Relembrando a primeira mensagem :

Arco 5: Uma boa morte!

Aqui ocorrerá a aventura do(a) revolucionária Azura V. Pendragon. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Kenshin Himura
Comandante Revolucionário
Comandante Revolucionário


Data de inscrição : 22/04/2012

Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Arco 5: Uma boa morte!   Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 EmptyQua 28 Out 2020 - 1:07


Após a discussão sobre qual caminho seguir, finalmente caminhávamos em busca dos piratas, o fato de encontrar eles ali seria de fato a melhor coisa possível, assim resolveríamos esse assunto o quanto antes. O caminho como de costume não era dos mais fáceis, mas ao menos o clima dava uma trégua, parava de nevar e o céu começava a se abrir, poderia ser um presságio sobre coisas boas que estavam por vir.

“Que sejam coisas boas para mim, pois para esses piratas, uma tempestade escarlate esta pronta para se formar em volta deles!” A raiva latente em meu peito poderia ser sentida por qualquer um a minha volta, nem mesmo um belo dia poderia mudar meu humor.

Após um tempo seguindo pelo caminho, chegávamos a uma vila, o sol batendo nas construções realmente era algo muito bonito de se ver, mas não estava ali para turistar, e sim acabar com o bando pirata que estava causando terror pela ilha. “Ao menos essa daqui deixaram de pé!” Pensava enquanto descia as escadas da vila, olhava a minha volta para saber se havia civis no local.

Enquanto descia percebia que na base do morro onde a vila se encontrava havia um porto como tinham falado antes, e atracado no mesmo via uma grande embarcação, ao ver a bandeira do mesmo, meu punho se fechava. “Provavelmente foram pelo outro lugar, Jake deve encontrar com eles!” Pensava enquanto continuava a descer as escadas.

Logo mais me encontrava no porto, me manteria distante da embarcação por enquanto, quera saber se tinha pessoas na embarcação para poder agir. - Pessoal, encontramos a embarcação deles, provavelmente foram para a outra vila, não da tempo de irmos a encontro deles, podemos usar essa vantagem de estarmos aqui, para destruir a embarcação e encurralar os mesmos, pois não terão outro meio de sair da ilha! Falava enquanto olhava cada um dos restantes que estavam comigo.

Tinha agora de bolar a estratégia para poder tomar o perímetro para que assim impedisse a chegada dos piratas fora da vila e dos possíveis piratas que poderiam estar dentro da embarcação. “Talvez colocando Tom e Pietra a cima das casas da parte alta olhando as estradas seriam algo bastante útil, além de que estarem em um terreno mais alto podem nos auxiliar, enquanto eu e Elliot poderíamos cuidar dos piratas no barco e os que se aproximariam.”

Era um bom plano, ao menos era oque dava para fazer com a equipe separada, assim passava oque estava na minha cabeça para todos eles, esperava que eles entendessem o plano, assim esperava que Pietra e Tom se afastassem tomando seus devidos lugares, para que assim eu e Elliot pudéssemos nos aproximar da embarcação.

- Certo Elliot, nosso objetivo é acabar com qualquer um lá dentro e destruir a embarcação! Com um sorriso confiante no rosto, seguiria com o mink para frente da embarcação.

Enquanto caminharia prestaria atenção a tudo a minha volta, o local era desconhecido, não sabia se o lugar estava vazio ou tinha inimigos por ali, caso percebesse projeteis vindo em minha direção, usaria dos meus braços para tentar bloquear com os braceletes da manopla. - Acho mais digno enfrentar o destino de vocês cara a cara! Falaria bem alto para que todos os piratas que estivessem lá dentro pudessem escutar.

Esperava que assim chamasse a atenção dos inimigos que poderiam estar lá dentro, caso tentassem me atacar, tentaria usar dos meus braços e bloquear as ofensivas, caso fosse mais propenso, utilizaria do soru para esquivar e me reposicionar a fim de ter um ângulo melhor do campo de batalha e da quantidade de inimigos. Mas caso não tivesse ninguém dentro da embarcação, adentraria no mesmo, mas sempre de guarda alta a fim de não ser surpreendida por nenhum inimigo, fazendo os movimentos básicos de defesa ou esquiva quando necessário para assim ter uma noção melhor do local.

- Elliot procure por qualquer bem de valor que esses piratas podem ter, pegue tudo e leve para o lado de fora do barco, pois queimarei tudo isso aqui! Daria as informações a Elliot caso não tivesse inimigos na embarcação, em seguida iria a procura das bebidas e de coisas inflamáveis para despejar pelo barco.
Historico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
GM.Milabbh
Game Master
Game Master
GM.Milabbh

Créditos : 52
Warn : Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Arco 5: Uma boa morte!   Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 EmptyQua 28 Out 2020 - 18:51



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

NARRAÇÃO - ARCO 5: UMA BOA MORTE!


Vila Siniy - 14:20h

Durante suas andanças pela vila azul, Azura notava certo movimento. Como não era um local particularmente povoado, as ruas eram até vazias, o problema maior era o porto. Sacando o mapa, Tom olhava atentamente antes de dizer.

- Parece que esse é o único porto desses vilarejos, então é bem movimentado... Mas por enquanto não parece que precisamos lutar. - E realmente, as palavras do jovem exemplificavam a realidade já vista pelos olhos dos ali presentes. Muitas pessoas rondavam pelo porto carregando caixas para dentro e fora dos navios, bem como vendiam seus produtos por ali mesmo.

Azura olhava em volta para descobrir se havia alguém nos arredores, ou mesmo dentro da embarcação. Com atenção, ela consegue perceber a presença de 3 pessoas no barco, provavelmente deixados ali para tomar conta até que o resto da tripulação voltasse.

A comandante então decidia que o melhor curso de ação seria destruir o navio, para prender os piratas na ilha, e ela dizia isso aos seus companheiros, que concordavam e se preparavam para executar o plano.

Dando as ordens para cada aliado, Azura esperava que tomassem seus respectivos lugares, enquanto ela mesma falava com Elliot sobre o próximo passo. Antes de ir, porém, Tom se aproxima de Azura e diz.

- Comandante, a outra vila fica localizada a oeste daqui, então se atente para aquela direção. - Ao dizer isso ele apontava para uma estrada que vinha da suposta Zelenyy, e depois subia em uma das casas, enquanto Pietra corria para outra.

Com essa deixa, Azura e seu companheiro mink seguem para o barco, parando na frente do mesmo e observando, antes de entrar na morada aquática dos piratas. Eles caminhavam pela embarcação e ninguém havia percebido sua presença, isso é, até os dois alcançarem o convés, onde um dos piratas estava limpando.

Largando o esfregão e sacando sua espada, o homem avança na direção da revolucionária, bradando a arma, que bate inofensivamente nos braceletes de Azura. O tilintar dos metais ecoava pelas tábuas de madeira carmesim, atraindo os outros dois vigias do navio.

- Cuidado! - Azura só via pelos passando rapidamente.

Um deles corria para o ataque, mas Elliot entrava na frente e se esquivava da marretada. Já o outro, com uma pistola em mãos mirava em Azura e puxava o gatilho. Por sorte a comandante sabia usar o soru, pois desviou no momento exato para não ser atingida pelo projétil. E uma vez fora do alcance, ela analisava a situação.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


No momento Azura estava em cima do parapeito do navio, segurando em uma das bichas, olhando tudo de uma maneira mais panorâmica. Com essa visão, ela podia ver Elliot esquivando das marretadas e sacando sua foice. Os outros dois inimigos se preparavam para avançar, um bradando sua espada, e o outro mirando novamente na revolucionária.





POST 15

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Azura Pendragon:
 

Considerações:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Falta de Humildade:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Comandante Revolucionário
Comandante Revolucionário
Kenshin Himura

Créditos : 26
Warn : Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Arco 5: Uma boa morte!   Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 EmptySex 30 Out 2020 - 5:02


A vida na vila parecia normal, a presença dos piratas ali não tinha abalado a população pelo que parecia, apesar de parecer ter pouca população. “Eles devem atacar aqui por último, talvez por isso a vila ainda está inteira!” Pensava enquanto caminhava pela vila que tinha uma vida portuária bem movimentada, assim por sorte deles termos chegados a tempo.

E como visto a presença da marinha ali era nula, o governo estava de olho mais na própria cidade Arstotzka do que a população da ilha como um todo. Infelizmente a guerra tira a humanidade das pessoas, mas o fato era que nós da revolução não lutávamos apenas para destruir o sistema, mas sim para salvar a população de qualquer coisa que pudesse feri-los.

Com o pequeno devaneio, logo estávamos próximos a embarcação, conseguia ver uma movimentação vindo do mesmo, três piratas estavam nele, isso se não tiver mais escondido dentro do lugar. Bom era o momento de passar todos os meus planos para a esquipe para assim eliminar os piratas na vila e os que estivessem para chegar.

Ordens dadas, Tom informava a direção que os piratas chegariam, com um sorriso de canto de boca assentiria com a cabeça. - Ficarei ligada, mas confio em vocês para serem meus olhos! Assim liberando para que eles saíssem para seus devidos postos, deixando o trabalho com o barco para mim e Elliot.

Assim que pisávamos no convés da embarcação um dos piratas que estavam trabalhando vinha em minha direção desferindo um golpe com sua arma, mas graças aos meus reflexos conseguia aparar o golpe. Em seguida escutava a voz de Elliot gritando para tomar cuidado, enquanto o mesmo esquivava do seu próprio atacante, outro dos piratas utilizava de sua pistola para tentar atirar em mim, mas não contava com a alta velocidade de meus movimentos para esquivar do golpe.

Me apoiando no parapeito da embarcação conseguia ter uma visão geral dos três inimigos, em seguida me agacharia ainda no parapeito olhando fixamente para todos eles. -Que decepção, pelo visto os melhores de vocês estão andando pela ilha! Falaria em um sorriso debochado em meu rosto.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- Sei que são piratas, mas não tenho ideia de que tipo de tripulação vocês são, mas já vou adiantar, não somos caçadores muito menos a marinha. Dava uma pausa passando o olho em volta do convés. - Acho que prefeririam que fossemos marinheiros, talvez fossem presos! Com mais uma pausa descia do parapeito tomando minha forma ereta. - Não estamos aqui para fazer prisioneiros! Assim terminaria de falar colocando ambas as mãos no chão para assim ficar em meus quatro apoios.

Assim visando o inimigo mais próximo, daria início a corrida em zig zag, enquanto correria me manteria atenta a minha volta para não ser pega de surpresa pelos inimigos, enquanto estivesse dando a investida, prepararia um bloqueio caso fosse atacada colocando o braço próximo ao golpe para assim acertar o bracelete. Tendo alcance o suficiente do pirata mais próximo, saltaria sobre ele almejando ficar por trás do mesmo, e enquanto estivesse no ar me impulsionaria o máximo que conseguisse, girando-me de forma vertical para a frente e esticando a perna destra poucos momentos antes de voltar a cair, para assim desferir um corte com as lâminas das botas. Procuraria atingir o corpo do marinheiro com a maior força possível para que ele fosse ao chão do porto, possivelmente ferido.

Caso em meio a esse ataque algum deles tentassem me atacar arquearia meu braço na altura do ataque do pirata que tivesse me atacando, apoiando com os dois braços para que o bloqueio não me jogasse para trás, em seguida jogaria meu corpo para frente com desfazendo o bloqueio com o braço a fim de desequilibrar a pessoa que estivesse me atacando. Depois agacharia o mais rápido possível esticando minha perna direita fazendo um movimento em meia lua da direita para esquerda a fim de dar uma rasteira no inimigo. Assim que o mesmo tivesse no chão para enfim finalizá-lo levantaria e arquearia minha perna para cima e desceriam com um poderoso chute de calcanhar em seu crânio, visando acertar o mesmo com a pequena lâmina na traseira da bota.

Após  voltando aos meus quatro apoios, iria de encontro ao próximo inimigo sempre correndo em Zig Zag a fim de esquivar de qualquer projetil que possa vir em minha direção, Utilizaria do soru para assim surpreender o pirata, e logo que tivesse bem próximo do inimigo, jogaria meu corpo em cima dos braços em seguida esticaria minha perna destra em direção da cabeça do homem assim efetuando um poderoso chute na vertical de baixo para cima no queixo do homem. Caso alguém desferisse algum golpe em minha direção em meio a esse ataque rapidamente elevaria meu braço na direção do ataque para assim aparar o golpe, caso visse que esquivar seria mais efetivo tentaria utilizar do soru para me reposicionar e continuar o golpe.

Finalizando os ataques daria um grande salto me afastando para ter uma visão melhor do campo de batalha, esperava que Elliot tivesse atacado um dos piratas e já tivesse terminado, mas caso o mesmo ainda estivesse em batalha, daria uma investida na direção do inimigo utilizando da minha aceleração para assim pegar de surpresa, assim que tivesse perto, utilizaria do soru para me posicionar atrás do pirata, em seguida com o punho direito fechado, tentaria desferir um soco na cabeça do pirata. Caso ele percebesse e tentasse me atacar tentaria pular para o lado contrário e esquivar do golpe, em seguida iria para frente tentando puxar atenção para mim enquanto Elliot finalizasse, claro sempre em guarda alta para esta pronta para bloquear os golpes dos inimigos.

Terminando a batalha, olharia para o oeste tentando ver se algum dos outros piratas tivesse se aproximando. - Esses não servem nem para o aquecimento. Falaria confiante esperando primeiro sinal dos inimigos.

Assim restava agora ficar de olho na aproximação dos inimigos. - Elliot meu querido… ande pelo navio a procura de coisas valiosas, enquanto ficarei aqui de guarda para o restante dos piratas! Esperava que o mesmo atendesse meu pedido, assim começaria a caminhar na direção do parapeito da embarcação, onde me sentaria cruzando as pernas, enquanto esperava retiraria minha garrafa de bebida, a abrindo e dando alguns goles na mesma e assim observaria a possível chegada dos piratas, assim que avistasse os mesmos, guardaria minha bebida e aguardaria os mesmos com um grande sorriso sádico.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Historico:
 

____________________________________________________

Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
GM.Milabbh
Game Master
Game Master
GM.Milabbh

Créditos : 52
Warn : Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Arco 5: Uma boa morte!   Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 EmptySex 30 Out 2020 - 18:20



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

NARRAÇÃO - ARCO 5: UMA BOA MORTE!


Vila Siniy - 14:40h

Azura não perdia a oportunidade de irritar seus oponentes, e claro que dessa vez não seria diferente. Ali, sobre o parapeito, ela proferia algumas palavra de escárnio e lançava olhares de desdém. Suas falas continuavam a medida que descia de onde estava, e se preparava para atacar.

- Você fala demais... - O atirador puxava o gatilho rapidamente. O projétil era veloz, e acabava raspando a perna de Azura, que por sorte tinha forjado suas botas fashion mais cedo, ou estaria com um ferimento agora.

Ela termina de assumir sua posição costumeira e avança ziguezagueando em direção ao espadachim. Ela o alcança rapidamente e pula por cima do homem, caindo por trás dele. Porém, antes que pudesse aterrizar, ela estende sua perna direita e chuta seu oponente com força. O problema é que não era apenas um chute, suas botas além de belíssimas, também eram mortais. Existiam lâminas ali, e elas cortavam o braço do pirata, que em agonia, largava sua espada, tentando estancar o sangramento.

Enquanto isso, Elliot lutava com o homem da marreta. O mink era muito ágil, e contrastava com seu oponente extremamente lento, porém muito forte. Um único golpe daquele homem seria o suficiente para deixar o jovem cabo em maus lençóis. Mas claro, ele teria que alcançá-lo antes... Pulando, dando cambalhotas e enganando seu oponente, Elliot conseguia deslizar por baixo de suas pernas com a foice apontada para cima. Segura ou vai cair.

Apesar de Elliot ter se dado bem em sua luta, um inimigo ainda estava de pé, e ele começava a atirar na direção de Azura, que rapidamente esquivava com seus movimentos em zigue zague. Ela então investe em seu soru como elemento surpresa, e assim, corre a toda velocidade de encontro ao inimigo.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Uma vez lá, ela usa sua aceleração de impulso para chutar verticalmente o queixo do homem. Em um movimento ascendente, ela acerta o oponente, que com o impacto, acaba sendo lançado para trás. Ele cai no chão, e uma quantidade considerável de sangue escorria de sua boca. Com uma das mãos, ele segura o maxilar extremamente dolorido, já com a outra, ele efetua um disparo, mas dessa vez, seu alvo não era Azura.

- Ahhh! - Elliot gritava e segurava seu braço, se ajoelhando e tentando parar o sangue que começava a escorrer. Ele olhava para Azura e rapidamente exclamava. - Eu descuidado, mas bem!

O homem claramente estava fraco e não conseguia atacar mais, a dor era intensa para ele. Mas o reforço já chegava para resgatá-lo. Um tiro podia ser ouvido, e vinha da direção em que Pietra se encontrava, em um prédio a oeste dali. Ao olhar para lá, era possível ver uma aproximação. Mais 3 piratas, e atrás deles várias pessoas presas em fila por cordas. Não restavam dúvidas, era o resto da tripulação, e os habitantes de Nadezhda e Zelenyy. E eles se aproximavam cada vez mais rápido ao ver estranhos na embarcação.

POST 16

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Azura Pendragon:
 

Considerações:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Falta de Humildade:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Comandante Revolucionário
Comandante Revolucionário
Kenshin Himura

Créditos : 26
Warn : Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Arco 5: Uma boa morte!   Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 EmptySab 31 Out 2020 - 20:48


A luta tinha chegado ao fim, infelizmente Elliot tinha sido descuidado e acabava sendo acertado por uma das balas do inimigo, aquilo me alertava, apesar de serem fracos, não poderíamos baixar nossas guardas. “Droga...” O atirador já não tinha mais forças para fazer nenhum movimento caindo no chão após o tiro. - Filho da puta! Proferia enquanto seguia em direção a Elliot.

Olhando para o braço do Mink via que o mesmo tentava estancar o sangramento, ele falava que tinha sido descuidado. - Não se preocupe, erro meu, pensei que ele estivesse finalizado! De fato, a falta de reflexo de Elliot poderia ser um fator do ferimento, mas se eu tivesse matado o pirata não haveria tal disparo.

Graças a luta conta a caçadora, o uniforme dado pela ruiva em Polestar. “Depois dessa missão já não tem como continuar com elas, ao menos vai servir para alguma coisa!” Pensava ao me aproximar do mink, rasgando parte das minhas vestes que já estavam rasgados pela caçadora, mas antes que pudesse fazer qualquer tipo de primeiros socorros, escutava som de tiro, mas não vinha de dentro da embarcação, olha para a direção do som.

“Parece que o restante da tripulação chegou!” Pensava ao ver um grupo de pessoas se aproximando, quando dava por mim, percebia que toda aquela gente não era parte do bando pirata, a grande maioria estavam amarrados sendo escoltados por três piratas. “Piratas escravistas!?” A raiva que sentia pelos piratas só aumentava cada vez mais, apertava meu punho com força olhando aquilo quase esquecendo da situação que Elliot se encontrava.

“ Agentes da escuridão como dito, além de destruírem os lares de moradores inocentes, os prendem sabe se lá para qual finalidade” Urias falava se materializando a minha direita, a mulher tinha razão. - Não se preocupe levarei eles a justiça. Falava para a mulher que permanecia com um semblante sério.

- Elliot, inimigos se aproximando, tentarei estancar o sangramento, mas tente não forçar muito esse braço! Terminaria de falar rasgando parte do meu uniforme e fazendo o máximo de primeiro socorros possível, assim que escutasse eles bem perto terminaria indo na direção da entrada da embarcação, retirando a pequena garrafa de bebida.

- Espero que você ainda consiga lutar Elliot! Falaria me posicionando, na frende do barco entre os piratas e o mesmo, com a garrafa aberta daria alguns goles prestando a atenção em todos, estava tão estressada com toda aquela situação que minha boca começava a ficar seca e precisava de algo para molhá-la, a ardência da bebida descendo minha garganta me deixava mais centrada e calma para não perder o controle.

- Antes que eu enfie a cara de vocês a sete palmos de terra, oque diabos estão fazendo com esses moradores!? Meu punho se fechava com tamanha força tentando controlar a raiva que mesmo com a bebida não se passava.

Queria saber oque eles tinham a dizer sobre tudo que estavam fazendo com aquela ilha, atacar, massacrar a população e ainda os capturar, era desumano. A escuridão tinha pessoas tão perversas assim lutando por ela? Se sim, mais do que nunca estava determinada a fazer as vontades de Urias de erradicá-los.

Antes de chegar na batalha em si queria saber oque eles tinham a dizer, mas ficaria atenta mesmo assim para caso atacassem, utilizaria dos braceletes da manopla para assim bloquear golpes de projeteis ou de investidas inesperadas, mas caso fosse mais propenso a esquiva, utilizaria do soru para assim me esquivar e me reposicionar rapidamente para algum lugar mais próximo. E logo então falaria. - Dei a oportunidade de dizerem suas ultimas palavras, agora vão sofrer em minhas mãos! E com um grande salto utilizando da acrobacia tentaria pousar no lugar mais alto possível para assim ter uma visão melhor do campo de batalha e começar a bolar o plano de ataque.
Historico:
 

____________________________________________________

Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
GM.Milabbh
Game Master
Game Master
GM.Milabbh

Créditos : 52
Warn : Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Arco 5: Uma boa morte!   Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 EmptySeg 2 Nov 2020 - 14:11



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

NARRAÇÃO - ARCO 5: UMA BOA MORTE!


Vila Siniy - 15:00h

Apesar do susto, o mink parecia bem, mas não conseguiria mexer seu braço por enquanto. Como uma boa comandante, Azura lida com a situação tentando deixar Elliot estabilizado até terem condições de um tratamento melhor, para isso, ela rasga um pedaço de suas vestes para usar de bandagem. Seu plano falha ao som do disparo.

Azura olhava com raiva para a tripulação que se aproximava, e em um momento de maior tensão, acaba falando com Urias em voz alta, o que deixa Elliot um pouco confuso. O mink olhava para sua comandante e a respondia, mesmo achando que não era com ele que ela falava.

- Ok... - O rapaz se levantava ainda segurando o braço e acompanhando o olhar de Azura, ele ouvia suas palavras e estendia o braço para que ela realizasse os primeiros socorros. Com destreza e rapidez, ela faz o melhor curativo que consegue, e por sorte, ele segura o sangramento, pelo menos naquele momento. - Obrigado, não forço. - O jovem sorria para ela, mas logo voltava sua atenção para o perigo novamente.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Azura agora andava até a prancha de entrada do navio, enquanto sacava sua bebida e olhava a aproximação. Ela decidia então dar um gole, afim de acalmar os ânimos. Claro que não servia de nada, mas pelo menos agora estava ainda mais fogosa para bater nos homens.

- Não certeza, tentar vou. - Elliot dizia olhando para seu braço. O mink lutava com sua foice utilizando os dois, só com um deles não demonstrava muita confiança.

Com passos pesados e os barulhos de metal batendo contra o outro, um homem alto e barbudo se aproximava. Por seu porte e vestes, era claro que ele comandava o navio. E a julgar pelas pistolas em seu colete, ele também lutava à distância. Enquanto andava, ouvia a exclamação seguida de pergunta da comandante revolucionária.



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


- Ora senhorita, isso são modos? Me chamo Liam, eu até diria que é um prazer, mas comigo isso é só na cama. Por isso digo... Encantado! E veja só... Não imaginei que encontraria a Fúria Carmesim nesse fim de mundo congelado. Devo dizer que seu cartaz não faz jus a você... É muito maior pessoalmente. - Com um sorriso sarcástico ele sacava um papel e desenrolava mostrando para a revolucionária, ali sua foto e recompensa, seguido de uma alcunha. Ele encarava Azura para terminar sua fala. - Moradores? Ahhh, você diz meus animais de estimação? Deve saber como a vida no mar é dura não é? São meses navegando, as vezes precisamos de uma diversãozinha... - Ele apontava para os prisioneiros, e naquele momento era perceptível, a maioria eram mulheres. Se aproximando de uma ele pegava seu rosto apertando as bochechas dela, a moça estava claramente amedrontada. - Essa aqui mesmo é uma ótima cozinheira, mas veja como serviria bem para outras coisas. Além disso, precisávamos de um dinheiro, e uma ilha em plena guerra civil... Ahh, nada mais perfeito para um saque.

Toda a conversa havia se desenrolado enquanto o pirata estava no cais, olhando de baixo para Azura, que se encontrava parada na entrada do navio. Ela tinha uma visão privilegiada, e com ela conseguia ter uma ideia do campo. Eram 2 piratas e seu capitão, acompanhados de diversos civis. Ali de cima, a comandante também via algo interessante, uma sombra se esgueirando pelas costas dos inimigos. Era Tom, e ele se aproximava mirando para um dos 2 piratas.

O capitão não perdia tempo e sacava uma de suas pistolas, mirando diretamente para Azura. Com um sorriso sádico, e um clique da arma, ele colocava o dedo no gatilho proferindo.

- Será uma pena matar tão formosa moça... Mas sua cabeça vale uma grana preciosa que precisamos agora.

POST 17

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Azura Pendragon:
 

Considerações:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Falta de Humildade:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Comandante Revolucionário
Comandante Revolucionário
Kenshin Himura

Créditos : 26
Warn : Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Arco 5: Uma boa morte!   Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 EmptyTer 3 Nov 2020 - 10:16


Os primeiros socorros em Elliot eram feitos, deixando livre para lidar com os piratas, olhando para os inimigos que se aproximavam o nojo que tinha deles por tudo que estavam fazendo com as pessoas daquela ilha crescia a cada segundo. Conforme se aproximavam proferia algumas palavras para os mesmos, logo um homem parrudo tomava a frente das conversas, por suas vestes e pela maneira que falava claramente podia ser o capitão da embarcação.

“Porque sempre tem de ser os feios?” Pensava quando ele se apresentava, além de feio tinha uma cantada péssima, ele continuava parecendo estar surpreso com minha presença ainda mais me chamando por um nome que nunca tinha escutado antes. “Fúria carmesim?” Pensava enquanto o homem retirava um cartaz mostrando oque parecia ser meu busto, meu rosto franzia de raiva, todos que tinha visto até agora eram ótimos, mas logo o meu mostrava apenas os peitos?

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

- EU VOU MATAR QUEM FEZ ESSE CARTAZ! Gritava para todos que estavam ali, sabia que meus peitos eram fartos, mas me associar apenas por eles isso já era demais. O pirata continuava a falar, e a cada palavra dele a fúria que estava guardada dentro de mim começava a latejar, como uma chama que estivesse pronta para consumir tudo a sua volta, o fato dele utilizar os moradores como seus escravos particulares era ainda mais nojento do que os próprios mercadores de escravos.

O homem terminava de falar sacando suas pistolas apontando em minha direção, já tinha motivos o suficiente para acabar com esse idiota. “Que sua alma seja destroçada por Urias!” Pensava apertando meu punho direito. - Acho que o nome fúria carmesim me cai bem, e vou te mostrar o porque! Não tinha mais oque se fazer, estava decidida a destroçar aquele idiota, piratas eram livres para fazer oque bem entendessem, mas desde que não interfiram na vida de inocentes.

- Aproveitem seus últimos minutos de vida, piratas de merda! Falava quanto observava o campo de batalha, logo percebia um vulto correndo por detrás dos piratas, identificava Tom se posicionando para poder dar um golpe surpresa, já que eles estavam com suas atenções totalmente voltadas a mim.

Assim que escutasse o barulho do tiro tentaria pular o mais rápido possível, utilizando da minha acrobacia para poder esquivar do projetil e dando uma cambalhota para pousar no porto em meu quatro apoios.

Forçaria os quatro apoios contra o chão a fim de pegar impulso com minha aceleração, correndo em zig zag o mais rápido possível para assim confundir o mesmo e desviar de possíveis projeteis que fossem desferidos em minha direção, assim que tivesse bem perto do capitão me levantaria rapidamente tentando dar uma sequência de direita e esquerda utilizando as manoplas, o intuito não era acertar, mas sim colocar pressão no pirata, acertando ou não, utilizaria do soru para saltar e me posicionar atrás do pirata, me sentando em seus ombros, em seguida prenderia as pernas enrijecendo das coxas para que assim estrangulasse o homem, em seguida jogaria meu corpo para trás, no que faria com que o pirata se desequilibrasse, colocando meus dois braços como apoio tentaria enterrar a cabeça do homem no cais do porto.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Esperava que nessa investida contra os piratas, fizesse Elliot e Tom atacarem juntos, para que assim não tivesse interferência de terceiros em meus golpes, mas caso em meio a minha investida algum pirata tentasse me atacar, ou até mesmo o capitão, tentaria colocar o braço na frente do golpe, utilizando dos braceletes e assim aparando o golpe. Caso fosse melhor, tentaria me esquivar do golpe desferido contra mim e com algumas cambalhotas me reposicionaria para continuar a investida.

Esperava que Pietra se juntasse logo ao grupo para a batalha, a minha luta claramente era com o capitão, mas não poderia deixar os outros piratas fazerem oque quiserem prestaria atenção no decorrer da luta, para que assim caso fosse necessário a próxima movimentação iria ser contra os outros piratas, mas apenas se necessário caso contrário os golpes ainda iriam ser no capitão deles.

Com isso em mente, a próxima movimentação, me distanciaria do capitão, me colocando em meus quatro apoios para que assim eu pudesse dar mais uma investida, forçando o chão novamente para impulsionar com minha aceleração, assim que tivesse a uma distância média do alvo me levantaria rapidamente em seguida daria um salto, esticando minha perna direita e recolhendo a perna esquerda revestindo a ponta do meu pé direito com o haki do armamento, assim iria como um míssil na direção do inimigo visando acertar o estômago do mesmo. Aproveitaria do impacto colocando a perna esquerda no chão, arquearia a perna direita para assim usar do desequilíbrio do inimigo e com o calcanhar da bota que havia uma lâmina tentaria acertar a cabeça do alvo com a mesma.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Próximo golpe, começaria com uma rápida investida utilizando de minha aceleração assim que estivesse a uma distância curta, jogando meu corpo para cima e apoiando meus braços no chão começaria a dar algumas cambalhotas em direção alvo, a fim de evitar algum ataque imprevisto, em seguida, assim que tivesse bem próximo daria um salto sobe o inimigo, e assim que tivesse nas costas dele antes de cair no chão tentaria dar um poderoso chute com minha perna esquerda a fim de acertar a coluna do mesmo com minha lâmina. Assim empurraria o mesmo e com o impulso do corpo do homem daria uma pequena cambalhota no ar tentando cair em meus quatro apoios.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Historico:
 

____________________________________________________

Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
GM.Milabbh
Game Master
Game Master
GM.Milabbh

Créditos : 52
Warn : Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Arco 5: Uma boa morte!   Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 EmptyTer 3 Nov 2020 - 19:56



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

NARRAÇÃO - ARCO 5: UMA BOA MORTE!


Vila Siniy - 15:20h

Azura escutava as falas do homem impressionada por sua feiura e o uso de cantadas baratas, mas o que realmente a fazia ficar irritada no primeiro momento era aquele cartaz enfadonho que ostentava seu enorme busto. Quem é que vai reconhecer alguém pelos seios? Mas realmente, são belos seios.

A comandante já estava irada, mas os próximos comentários do pirata conseguiam amplificar ainda mais os sentimentos que agora carregava. Proferindo algumas últimas palavras de escárnio, Azura percebe Tom e aproveita para continuar atraindo a atenção dos homens e dar uma abertura maior para seu companheiro.

O jovem revolucionário se aproxima e coloca a arma a alguns centímetros da cabeça de um dos homens, e espera pacientemente. Com o tiro efetuado pelo capitão, ele faz o mesmo, abafando o som de sua própria pistola. O barulho que se seguiu foi apenas o de algo pesado tombando em tábuas de madeira, e o sangue se espalhando rapidamente por ali, invadindo os buracos entre as tábuas e escorrendo para o oceano. As prisioneiras gritavam e se protegiam dos tiros.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Azura, por sua vez, pulava o mais rápido que conseguia, e caía como um gato, de pé no cais. Correndo à toda de encontro ao seu oponente, a revolucionária desviava das balas e tentava acertá-lo com suas manoplas. O problema maior é que o homem era enorme, e quase não sentia seus golpes. A situação só piora quando ela sobe em seus ombros e tenta derrubá-lo.

- Ora ora... Então você é mais assanhada do que parece? Fúria carmesim é um nome noturno? - As palavras do pirata eram seguidas de um tranco forte. Ele se jogava para frente e Azura caía no chão. O momentum criado fazia com que ela desse várias cambalhotas até parar em uma caixa que estava no porto.

Rapidamente ela se reposiciona para dar continuidade ao combate. Já distante do capitão, ela voltava para sua posição em quatro apoios e se impulsionava para frente, acelerando para investir. Ela se aproxima o bastante de seu alvo, mas não antes de ser alvejada. Os tiros rasgavam alguns pontos de seu corpo, e o sangue começava a escorrer, mas nada que a pudesse parar.

Tanto que ela continuava o ataque mirando seu joelho no estômago do pirata, ele é atingido e instintivamente se encolhe segurando a barriga. Azura aproveita para pular e acertar a cabeça do homem, mas antes que fizesse isso, ele agarra o tornozelo da moça e a segura no ar. O tamanho do homem era realmente impressionante, e ele mantinha a revolucionária ali como se não pesasse nada.

- Haki do armamento. Isso seria um problema se me atingisse. Cheia de truques hein... Diga, conhece algum na cama? - Enquanto dizia isso ele apontava a pistola para a barriga de Azura, e se preparava para puxar o gatilho.

- Solta ela!! - O grito vinha do navio, seguido de um vulto peludo e acinzentado pulando.

Percebendo a situação, Elliot avança com tudo para cima do homem, e com uma mão só, faz um corte no braço que erguia Azura. O pirata deixa a moça cair, mas com um grunhido que mais parecia um rosnado ele bate no mink, que é jogado para dentro d'água.

A comandante estava no chão, o pirata olhava para a água onde Elliot havia caído e Tom tentava se livrar de um praticante extremamente chato de Taekwondo.

POST 18

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Azura Pendragon:
 

Considerações:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Falta de Humildade:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Comandante Revolucionário
Comandante Revolucionário
Kenshin Himura

Créditos : 26
Warn : Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Arco 5: Uma boa morte!   Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 EmptyQua 4 Nov 2020 - 9:45


A luta contra o pirata tinha se dado início, o homem era maior e mais resistente do que aparentava, oque dificultava algumas das minhas ações, oque não ajudava quando algumas das balas desferidas em minha direção conseguia me acertar, mesmo que de raspão. “Isso não vai me parar” Pensava enquanto desferia mais uma sequência de golpes.

Minha joelhada no estômago do mesmo era acertado em cheio, em seguida tentava aproveitar da dor causada na região e da curvatura do corpo do homem para assim desferir um segundo golpe, mas que não contava era ele agarrando minha perna, ele proferia algumas palavras para mim, como de esperado algumas bem nojentas.

- As que eu conheço você não aguentaria, até porque minha perna tem dentes, claramente arrancaria essa minhoca que tu chama de pau! Um sorriso sarcástico podia ser visto em meu rosto após minhas falas.

Escutava Elliot se aproximar furioso pelo pirata ter me agarrado, graças ao golpe de sua arma o pirata me jogava longe no que fazia cair com tudo no chão do porto, enquanto via Elliot sendo jogado no meio do mar. - Elliot! Falava percebendo que apenas Pietra estava livre, já que Tom estava lidando com seu próprio oponente.

Ainda deitada olhava na direção de Pietra. - Ajude Elliot o mais rápido! Gritaria para a garota, apesar de Elliot saber nadar e se virar, ele estava ferido oque poderia dificultar para que ele pudesse sair do mar sozinho.

- Vamos ver se aguenta o tanto que fala! Com essas palavras colocava ambas as mãos no chão como apoio e assim que ele tivesse olhando para mim daria diversas cambalhotas na direção do pirata, quando estivesse próximo do mesmo, com ambas as mãos no chão tentaria desferir um chute com minha perna esquerda na cabeça do pirata, em seguida aproveitando o movimento de rotação, com ambas pernas no chão tentaria agarrar as vestes do pirata e dobrando o joelho direito tentando revestir o mesmo com o haki do armamento, e assim puxaria o pirata enquanto desferiria uma grande joelhada no abdome do pirata.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Caso ele tentasse desferir um golpe em minha direção, esperaria que as cambalhotas esquivassem dos golpes, sendo de armas de fogo ou não, mas caso percebesse que não conseguiria desviar, pararia as cambalhotas colocando as manoplas na frente e fixando as pernas no chão para poder aparar o golpe e aguentar o impacto. E em seguida mudar minha posição com o soru para tentar o mesmo movimento.

Realizando ou não o golpe daria um grande salto tentando me distanciar do pirata, tentaria pousar em meus quatro apoios. Observando atentamente o pirata, lamberia meus lábios como se fosse uma cobra pronta para dar o bote, forçando meus quatro apoios, partiria em mais uma investida utilizando da minha aceleração para chegar ao ápice da minha velocidade, prestaria atenção a minha volta para caso ele tentasse disparar contra minha investida, começaria a correr em zig zag para dificultar seu ataque. Assim que tivesse próximo o suficiente me levantaria desferindo um chute no tórax do pirata utilizando minha perna esquerda, aproveitando da curvatura que o homem faria, colocaria a perna esquerda no chão para apoio, em seguida com a perna direita tentaria dar uma joelhada na região pélvica do pirata para assim infligir o máximo de dor no mesmo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Me afastando do pirata com várias cambalhotas, tentaria ficar em uma distância considerável, tentando parar ainda de pé. - Sim sou uma garota que gosta de certos...Brinquedinhos! Com um sorriso em meu rosto faria o movimento em X bruscamente com meu braços assim para ativar as lâminas de minha manopla.

Voltaria então a me posicionar em meus quatro apoios, dando breves caminhadinhas como se fosse uma leoa pronta para dar um bote em uma gazela ferida. Assim que sentisse uma brecha, começaria dar mais uma investida na direção do capitão, próximo do mesmo utilizaria do soru para pegá-lo de surpresa, me posicionando em pé e com o braço direito revestindo as pontas das lâminas com o haki tentaria desferir um poderoso arranhão visando acertar o rosto do pirata com o máximo de força que eu conseguisse e com o lado esquerdo do corpo tentaria me esquivar de qualquer golpe que fosse desferido contra mim.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Caso em meio a investida percebesse que estivesse vindo um golpe em minha direção, tentaria me esquivar para o lado contrário do golpe, ou então se fosse mais propenso utilizaria das manoplas para bloquear o golpe, mais especificamente os braceletes da manopla para assim aparar o golpe, em seguida tentaria jogar o peso contra o inimigo e utilizar da minha aceleração para correr e me posicionar em outro ângulo para poder desferir o golpe.

Por fim, para tentar finalmente finalizar o pirata, me distanciaria dando alguns saltos para trás, em seguida me prepararia para poder aplicar uma das minhas técnicas. - Lotus infernal! Proferia para assim executar a técnica. Finalizando ou não a luta, daria vários passos para trás para que assim pudesse ter uma boa visão do campo de batalha e de como estariam meus aliados.

Historico:
 

Tecnica:
 

____________________________________________________

Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
GM.Milabbh
Game Master
Game Master
GM.Milabbh

Créditos : 52
Warn : Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Arco 5: Uma boa morte!   Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 EmptyQua 4 Nov 2020 - 21:39



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

NARRAÇÃO - ARCO 5: UMA BOA MORTE!


Vila Siniy - 15:40h

Azura falava algumas coisas que arrancavam um riso sarcástico do pirata, mas o movimento seguinte a derruba no chão com força suficiente para que pudesse alucinar, já que falava com sua companheira que nem ali estava. Parando para pensar, desde que se separaram, a moça não foi mais vista, o máximo que sabiam dela era o tiro que escutaram vindo de sua direção.

Tais devaneios, porém, eram interrompidos por um mink na água, contudo, apesar da preocupação, Elliot parecia se virar bem, e de maneira inteligente boiava, evitando fazer muito esforço. Mas seu curativo começava a sangrar novamente. Tom vendo a cena conseguia se livrar do pirata com quem lutava com um tiro na coxa. A bala inutiliza o inimigo, que cai gritando e segurando a perna. Enquanto o revolucionário fica livre para pular no mar em direção a Elliot e ajudá-lo a voltar para a praia.

Enquanto isso, Azura continuava provocando o pirata, que parecia se divertir com a situação. Ela então aproveita o momento de distração causado por seus companheiros e dá cambalhotas o suficiente para deixar qualquer um tonto, mas alcança o inimigo. E uma vez próxima, ela mais uma vez investe em um ataque direto.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


O pirata, já preparado, esquiva, fazendo com que a comandante passe inofensivamente por ele. Ela decide pular para se afastar e cai em seus quatro apoios, observando o pirata como um carnívoro pronto para caçar. Em um bote, ela corre na direção do homem, ziguezagueando para evitar os disparos que vinham do oponente. Ela novamente tenta um ataque direto, o que o faz rir, já que aquilo não parecia funcionar com ele.

Dessa vez o homem a pega pelos ombros e a ergue no ar, olhando com escárnio para ela. A sorte foi o pensamento rápido da comandante, que a fez dar um golpe baixo no homem, literalmente. Ele a solta de uma vez e se encolhe com dor, aparentemente aquilo era um truque que funcionava com qualquer um do sexo oposto frágil.

Ao cair, ela nem perde tempo para ver os danos, apenas se afasta com cambalhotas novamente. O problema é que seu braço agora doía, o pirata realmente não era muito gentil e usou muita força para contê-la no alto. Mas isso não intimidava a moça, que continuava lançando falas provocantes ao homem.

Ela logo ativava as lâminas da manopla de uma vez, e voltava para sua posição de combate costumeira. Esperando pelo momento certo, se mantinha ali, rondando o oponente, e sem aviso nenhum, ativa seu soru correndo com tudo para cima do pirata. O homem era gigante e forte, mas sua desvantagem estava na velocidade, coisa que Azura tinha de sobra com seu soru. E se aproveitando disso, ela envolve a ponta de sua lâmina com haki e soca o rosto do oponente.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


A pele era rasgada na hora, e o esteriótipo de piratas com tapa olho seria real para Capitão Liam, isso é, se ele sobrevivesse. Sangrando e gritando de dor e raiva, o homem investe em uma coronhada com o cabo da pistola na direção da cabeça de Azura, que com rapidez, defende o golpe com suas manoplas.

Aproveitando a posição, ela começa a empurrar o oponente. A tática não faz muito efeito, uma vez que a força da comandante não era suficiente para mover o capitão, mas dá a abertura que ela precisava para correr. E uma vez distante, aproveita para utilizar sua cartada final, ignorando os bravejos de Liam.

- Eu vou te matar, sua puta!!! - O homem irado vinha na direção da revolucionária.

Se concentrando e pegando impulso ela se preocupava, estava completamente exposta para um golpe daquele cara, e a julgar pelo tamanho e força, seria apenas um que bastaria para apagá-la. A preocupação aumentava ao passo que Liam se aproximava, e ele estava a penas dois passos dela, já erguendo sua arma quando Elliot e Tom apareceram.

- Me larguem, maldição! - Liam se debatia enquanto a dupla revolucionária executava seu plano.

Os dois seguram o enorme pirata por um momento, antes que fossem arremessados para o piso de madeira. Mas era o suficiente para que a comandante terminasse sua preparação e, em um movimento rápido, avançar colocando toda a sua força na perna direita para acertar o homem, que distraído com os dois que acabara de derrubar, só percebia a aproximação de Azura tarde demais.

O golpe acerta em cheio, e por mais que não fosse o suficiente para levantar muito o homem do chão, já bastava para os golpes subsequentes. Os chutes eram executados com perfeição, e todos atingiam no mesmo lugar, eis a vantagem de ter um alvo grande. Ao final, Azura se afasta e olha a cena, e o que vê é um enorme homem caído de cara no chão, aparentemente desacordado.

Tom e Elliot ainda estavam caídos ao lado do corpo, olhando estupefatos para a cena, enquanto as prisioneiras começavam a perceber que seus sequestradores estavam derrotados. Tudo parecia tranquilo, exceto pelo fato de Pietra não ter aparecido.

- Você bem? - Elliot perguntava olhando para Azura e de volta para o pirata caído, parecia preocupado que o homem voltasse a se mexer.

- Não se preocupe Elliot, ele parece estar bem abatido. - Tom falava enquanto olhava ao redor. - Onde está Pietra?

POST 19

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Azura Pendragon:
 

Considerações:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Falta de Humildade:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Comandante Revolucionário
Comandante Revolucionário
Kenshin Himura

Créditos : 26
Warn : Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Arco 5: Uma boa morte!   Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 EmptyQui 5 Nov 2020 - 8:50


O pirata se mostrava ser bastante resistente, mesmo diante a diversos golpes era difícil derrubá-lo, seus golpes também eram fortes, oque faziam além de sentir forte dores em meus músculos, as feridas já existentes pelas balas de sua armar arderem como fogo.

Conseguia acertar o rosto do mesmo com minhas lâminas, oque fazia com que o pirata ficasse furioso, ele esbravejava enquanto me preparava para dar o golpe final, gritava que iria me matar começando a correr. Me permanecia imóvel perante a investida do pirata, se saísse dali teria de me reposicionar novamente para então poder tentar a técnica novamente, era um risco que tinha de correr.

Mas graças aos Deuses, antes mesmo dele me atingir, via dois vultos se aproximando e agarrando o homem, Elliot e Tom seguravam o pirata com o máximo de força que eles conseguiam, me dando a brecha para enfim finalizar a batalha. “Não vou desperdiçar a chance que vocês estão me dando!” Pensava executando a técnica fazendo assim o pirata cair ao chão desacordado.

Olhando a volta via Tom e Elliot caídos, dava um grande sorriso para ambos, o mink como sempre parecia preocupado como sempre, mas Tom estava certo o homem estava desacordado, mas como havia falado mais cedo, eu não estava ali para poder fazer prisioneiros e sim aniquilar os piratas. - Não se preocupe estou bem, nada que um breve descanso não resolva! O sangue ainda estava quente, sentia leve incomodo nos músculos do meu braço, mas nada que me impediria de finalizar o trabalho.

Tom perguntava sobre Pietra, olhando em volta realmente não conseguia ver a jovem, oque estranho jurava ter visto ela mais cedo, quando Elliot tinha caído na água, talvez uma pequena alucinação devido ao baque que o pirata tinha me dado. “Temos de encontrá-la!” Não seria a primeira vez que a garota tinha sido capturada pelo inimigo, na última missão tinha acontecido a mesma coisa.

Dava um breve suspiro de preocupação, mas que era abafado ao ver que a população que seria mantida de escravos estava feliz por seus sequestradores estarem derrotados. - Vamos terminar aqui e ir atrás da Pietra! Falava enquanto ajudaria ambos a se levantarem.

De pé diante da população que agora estava livre e do restante dos que moravam ali naquela vila, que provavelmente pararam seus afazeres para observar a luta contra os piratas, me posicionaria em um lugar em que todos pudessem ver. - Povo de Arstotzka! Falaria em um tom no qual todos ali pudessem escutar e olhassem na minha direção. - Eu Azura Pendragon, comandante do exército revolucionário, estou aqui para dizer que vocês não estão sozinhos, nós lutamos pela liberdade de todos que aqui estão, lutaremos contra todos que ameaçam isso, sejam piratas, caçadores, marinha ou governo! Dava uma pausa me aproximando do corpo do pirata caído no chão. - Como líder da célula Wings of Freedon eu declaro que essa ilha e todos os seus habitantes estão sob minha proteção, e qualquer um que atente contra vocês estão atacando diretamente minha célula e o exército revolucionário, se a marinha não consegue proteger vocês nós conseguiremos, nem que a gente morra tentando! Levantaria a mão em forma de fazer a população comemorar conosco.

Meu desejo era forte, não queria que as vilas daquela ilha até mesmo a capital vivesse o horror de serem atacados pelos piratas, marinheiros ou oque fossem e eu os protegerei da melhor forma possível. - Para mostrar que falo sério perante a minha promessa, esses filhos da puta que tentaram capturar vocês vão servir de exemplo! Assim posicionando minhas lâminas na cabeça do capitão pirata enfiaria todas as oito em seu crânio com o máximo de força possível, poderia sem ser uma cena forte, mas necessária, minhas palavras não seriam jogadas ao vento e precisava mostrar aos piratas que fossem atracar ali, que quem saísse da linha teria o mesmo destino.

- Os corpos deles ficaram estendidos em seus barcos como uma forma de aviso a todos os piratas que passarem por aqui, o barco será atracado a alguns metros do porto para assim o cheiro não incomodar vocês e que qualquer um que se aproximar possa ver! Estava convicta com minha decisão, estava puta com a marinha, já que eles não fariam seu trabalho, eu faria por eles do meu jeito.

- Tom quero que entre em contato com o castelo, peça para enviarem homens para poder fazer a guarda do porto, e poder colocar o navio com os corpos de aviso, se possível trazerem a bandeira da revolução e uma da minha célula! Todos no castelo sabiam como era a bandeira da minha célula, esperava que pudessem trazer, assim olhando para a população. - Assim que possível ajude os sobreviventes a saírem das amarras, Elliot corte a cabeças dos demais piratas! Falaria limpando as lâminas da minha manopla e as guardando uma por uma.

Em seguida me aproximaria do mink, para poder limpar as feridas do mesmo, tinha tanta coisa para fazer ainda tinha o fato de Pietra estar sumida. - Depois de cortar as cabeças deles tente amarrar eles no barco em uma posição visível! O pedido poderia ser algo macabro, mas era algo necessário, as pessoas precisavam saber que a ilha estava sendo protegida.

- Qualquer civil que queira nos ajudar a montar o aviso para que enfim possam viver em paz será uma ajuda de bom grado! Falaria dando um grande sorriso para todos ali presente, em seguida ainda perto dos meus subordinados me viraria falando.

- Cuidem das coisas aqui, irei atrás de Pietra, logo mais volto! A menina realmente dava trabalho, era craque em desaparecer ou ser sequestrada, mas não podia a culpar, assim sairia correndo pela vila em busca da menina, primeiro no ponto onde a mesma havia ficado e assim observaria a volta em busca de pistas e a seguiria sempre de guarda alta.

Historico:
 

____________________________________________________

Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
Conteúdo patrocinado




Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Arco 5: Uma boa morte!   Arco 5: Uma boa morte! - Página 4 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Arco 5: Uma boa morte!
Voltar ao Topo 
Página 4 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Arstotzka-
Ir para: