One Piece RPG
O Log que vale Dois Bilhões de Berries XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Os 12 Escolhidos, O Filme
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 05:24

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor Wesker Hoje à(s) 03:53

» Jade Blair
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor Kylo Hoje à(s) 03:42

» Seasons: Road to New World
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 02:26

» The Victory Promise
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor Akise Hoje à(s) 00:33

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor Fukai Hoje à(s) 00:27

» Kit Phil Magestic
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor GM.Muffatu Ontem à(s) 22:25

» 10º Capítulo - Parabellum!
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor Marciano Ontem à(s) 22:12

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor Achiles Ontem à(s) 21:59

» II - Growing Bonds
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor War Ontem à(s) 21:36

» Xeque - Mate - Parte 1
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor Ceji Ontem à(s) 21:20

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor Fran B. Air Ontem à(s) 19:58

» Livro Um - Atitudes que dão poder
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor Quazer Satiel Ontem à(s) 18:28

» Galeria Infernal do Baskerville
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor Blum Ontem à(s) 18:16

» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor Blum Ontem à(s) 17:48

» Hey Ya!
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 17:25

» Blackjack Baskerville
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor Baskerville Ontem à(s) 17:21

» Cap. 2 - The Enemy Within
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 16:07

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor Skÿller Ontem à(s) 16:07

» Mini-Aventura
O Log que vale Dois Bilhões de Berries Emptypor Akaza Ontem à(s) 16:03



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 O Log que vale Dois Bilhões de Berries

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : O Log que vale Dois Bilhões de Berries 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

O Log que vale Dois Bilhões de Berries Empty
MensagemAssunto: O Log que vale Dois Bilhões de Berries   O Log que vale Dois Bilhões de Berries EmptySab 10 Out 2020, 13:43

O Log que vale Dois Bilhões de Berries

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) caçadores de recompensa Takamoto Lisandro e Nakamura Blum e dos(as) civis Max Evans e Ares Coldwood. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Handa
Membro
Membro
Handa

Créditos : 6
Warn : O Log que vale Dois Bilhões de Berries 8010
Data de inscrição : 20/02/2019
Localização : Farol

O Log que vale Dois Bilhões de Berries Empty
MensagemAssunto: Re: O Log que vale Dois Bilhões de Berries   O Log que vale Dois Bilhões de Berries EmptySab 10 Out 2020, 19:43

Prepare-se para a Encrenca


Eu não havia nem mesmo chegado em alguma Ilha propriamente na Grand Line e já me encontrava em mais situações complicadas do que esperava, mesmo no Farol. Pouco tempo após entrar naquele local relativamente escuro eu me deparava com um grupo de três pessoas e escutava um suposto plano para roubar algum navio. "Eu não me lembro de ter visto muitos navios por aqui, então provavelmente só podem estar falando do Hawk. Bom, vou deixar que eles descubram a dura realidade por si mesmos", porém antes mesmo de conseguir fazer qualquer coisa, armas eram apontadas na minha direção.

O puro imaginar que aquelas pessoas tentariam apontar armas em minha direção para me machucar já fazia meu sangue ferver e minha boca, sem minha permissão, prontamente respondia - Se você valoriza seu braço, é melhor colocar essa espada em outra direção - falava com um tom seco e uma ameaça clara, porém rapidamente tentaria reverter meu erro. Iria respirar fundo, levantar as mãos para o alto e falar com um tom mais gentil - Mil perdões, é a primeira vez que alguém aponta uma arma assim em minha direção, hehe. Eu estou aqui apenas em busca de cogumelos, mas ouvi algumas vozes e fiquei preocupada achando que alguém teria se perdido nesse local - e então iria abrir um sorriso - Bom saber que estão bem! Mas, uh, sabem me dizer aonde posso encontrar cogumelos? - iria tentar disfarçar o máximo que pudesse e fingir que não sabia de nada daquilo, como uma civil normal.

A ideia de lutar contra eles não me descia bem, mas sabia que poderia ser inevitável. Meu eu de antigamente provavelmente já teria tentando chutar a cara deles, porém estava tentando me afastar dessa realidade e procurando ser o mais calma e paciente possível. "Maldita boca. É realmente difícil mudar, huh? Espero que por causa disso não cause muita confusão" e naturalmente se esperar uma resposta agressiva seria o essencial, mas ainda assim tentaria falar coisas como "Podem me revistar se quiserem, não tenho armas mesmo" e torcer para que eles pelo menos não comecem uma briga. Eu, no entanto, iria ficar o tempo todo atenta nas armas deles, para garantir que não seria pega de surpresa por qualquer ataque. Caso o homem da cimitarra tentasse algo, iria dar um chute com toda minha força no local aonde segura sua espada e tentaria lançar ela o mais longe possível das mãos do mesmo, em seguida usaria minha outra perna para arrastar no chão e tentar puxar um pouco de areia pra cima, tentando obstruir a visão deles e fugir o mais rápido dali. O problema seria com a mulher das pistolas, a qual não tenho muitas formas de lutar contra, porém iria tentar o máximo possível desviar de seus tiros, junto dos outros ataques, e tentaria bloquear aqueles que fosse incapaz de desviar pelo local não ser tão amplo quanto eu gostaria.

No caso de tudo de alguma forma se resolver bem e nenhum ataque ser lançado de nenhum dos lados, iria me apresentar como sempre - Muito prazer, eu sou Ares Coldwood! Sou a Filha de Deus, como podem ver por minhas asas, e minha própria existência é um sinal de boa sorte para todos que me seguem! - falaria, abrindo meus braços e mexendo minhas asas - Posso perguntar quem são vocês, bravos humanos?

Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Takamoto Lisandro
Narrador
Narrador
Takamoto Lisandro

Créditos : 52
Warn : O Log que vale Dois Bilhões de Berries 10010
Masculino Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 20
Localização : Minha casa

O Log que vale Dois Bilhões de Berries Empty
MensagemAssunto: Re: O Log que vale Dois Bilhões de Berries   O Log que vale Dois Bilhões de Berries EmptyDom 11 Out 2020, 16:30




O Log que vale Dois Bilhões de Berries
Encrenca em Dobro!



Graças ao curandeiro de Fernand Ice Island, eu tinha o conhecimento de ervas e outras plantas medicinais e comestíveis, pegava os cogumelos sendo eles de três cores diferentes, dado a características tão únicas, seria fácil distinguir qual cogumelo usar na minha receita, primeiro teria que dessalgar o ingrediente sabendo que ele poderia ser salgado devido a maresia, ferver bem na água e esperar secar, teria que usar uma frigideira acelerando o processo e deixar o cogumelo crocante a ponto de poder quebra-lo em minhas mãos, os farelos iriam juntos com a farinha de trigo, afim de ligar os dois usaria os ovos, adicionaria leite aos poucos questionando se ficaria homogêneo o suficiente. Faria finas camadas em uma forma para assim traçar os tiramissus como waffles que teria um recheio de creme branco e café obviamente.

Teria todos estes ingredientes ao meu dispor mesmo tendo apenas suprimentos básicos, seria uma receita do Farol feita para um morador do Farol, enquanto esperaria que a massa ficasse em seu ponto, notei que Max e Urahara haviam deixado a embarcação indo explorar essa terra desconhecida, não tinha para onde ir e minha única companhia era o pato que sempre estava a me perseguir, não sei ao certo como tratar esse animal, ele deveria ficar livre e não em cativeiro, não havia como fazer ensopado com sua carne. – O que eu faço contigo? – Indaguei observando a ave, Blum também está no Hawk, teria que fazer seu arroz com maionese novamente e colocar na shakeira para ele comer a qualquer instante do seu dia.

A paz reinava no nosso navio, o tempo parecia passar devagar e sabia que deveria focar na sobremesa de Karthus, não queria perder nunca mais, voltaria para a cozinha para fazer o creme branco com café, além de um chantilly caseiro, precisaria resfriar o leite para tudo ficar certo. Não sabia que enrascadas eu iria me meter nessa grande empreitada e os novos caminhos a se seguir nesse lugar misterioso que é a Grand Line.


Offs/Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Blum
Designer
Designer
Blum

Créditos : 6
Warn : O Log que vale Dois Bilhões de Berries 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2013
Idade : 19
Localização : Ilha do Gelo

O Log que vale Dois Bilhões de Berries Empty
MensagemAssunto: Re: O Log que vale Dois Bilhões de Berries   O Log que vale Dois Bilhões de Berries EmptyDom 11 Out 2020, 18:39


Cap. III
O Log que vale Dois Bilhões de Berries

Para proteger o mundo da devastação!
Não vou ficar careca

Por que o Taka tá demorando tanto? Será que aconteceu alguma coisa com ele, ele foi atacado por urso, eh, mas se tratando dele, é mais fácil ele ter dado uma porrada no urso... Espera aí, agora você deve tá achando que só alguém apressado e/ou estressado, não é nada disso, é aquele cozinheiro que gosta de arranjar confusão e não é coisa pouca.

Para mapear você, contarei um pouco dos eventos anteriores para você entender minha situação, bem, após uma viagem turbulenta acabamos chegando no Farol, após isto o ruivo vez aposta com um velhote bem forte por um tal de log, ainda continuo sem saber para que serve e muito menos quanto é que custa, e para ganhar tal precisamos vencer uma aposta contra esse senhor de idade. E sobre a aposta, ela é bem simples, consiste em simplesmente fazer uma sobremesa que aquele velho goste e isso antes do anoitecer, mas adivinha só, não tínhamos muito tempo e para melhorar não sabíamos o que aconteceria com a gente caso perdêssemos, e pode acreditar, seria algo assustador.

Agora você deve está me entendendo melhor. Francamente, por mim apenas queria está deitado e comendo o meu arroz com mayo.

Nesse momento não tinha escolha ao não ser aguardar o cozinheiro e para matar um pouco do tempo, procuraria por Don, pois tinha umas perguntas para o navegador. Se Taka disse que precisaríamos desse tal de Log para avançarmos a diante, provavelmente o cowboy saberia responder. – Ei, Don o que essa tal de Log? – Perguntaria com um pouco de receio, pois não sabia o quão sóbrio estava o mesmo.

Quando o ruivo chegasse iria ajuda-lo imediatamente, não sabia muito sobre cozinhar e essas coisas, porém o fato de eu ser um espadachim daria para um gasto se a atividade fosse cortar algumas frutas ou o que fosse necessário para agilizarmos o tempo de preparo dessa sobremesa.

Histórico:
 

Objetivos:
 

OFF:
 

____________________________________________________


LEGENDAS:
Falas #0066FF | Pensamentos - #FF6600
-''Arroz'' ~
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Blum em Dom 18 Out 2020, 17:36, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Masques
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Masques

Créditos : 8
Warn : O Log que vale Dois Bilhões de Berries 10010
Masculino Data de inscrição : 27/05/2020
Idade : 22

O Log que vale Dois Bilhões de Berries Empty
MensagemAssunto: Re: O Log que vale Dois Bilhões de Berries   O Log que vale Dois Bilhões de Berries EmptySeg 12 Out 2020, 23:52


Act 01
para unir as pessoas de nossa nação!




- Post de Aprendizado da Perícia Rastreio -

Engraçado como se pode aprender  algo de quase tudo nessa vida, nesse caso eu aprendia pela terra vermelha que algo que vem fácil, vai fácil. As pegadas desapareciam com facilidade no terreno, além de ser fácil se confundir nesse tipo de ambiente. Coçava a cabeça ainda frustrado comigo mesmo. Eu tinha feito todo aquele discurso pro Urahara e não queria ter que voltar atrás.

Entretanto, havia uma constante no ambiente, o farol, famoso farol que era nosso objetivo há não tanto tempo, estava logo ali, talvez seria mais fácil ir rumo á ele porém eu tinha que ao menos tentar rastreá-lo antes de desistir. Provavelmente eu diria que minha confusão era visível pela fala de Urahara "Só o poeta vive de palavras bonitas, você precisa aprender a perseguir se quer encontrar alguém, não acha?" Ele tava certo, não tinha muita discussão sobre isso.

Meio sem jeito, acenei que sim com a cabeça, respondendo "De fato, não posso dizer que sou bom nisso." Dava um sorriso meio sem graça, tentando disfarçar a vergonha que senti naquele momento, porém para minha surpresa, Urahara não ligou pra minha falta de experiência, na verdade ele me incentivava.

"Vamos começar, então. Me diga o que vê." Eu olhava para o chão, onde ele apontava a sua sombrinha. Analisando a terra avermelhada da ilha eu podia fácilmente ver um conjunto de pegadas, me agachei para me aproximar da terra para analisar tais pegadas. Podia ver dois pares, de certo estava acompanhado de alguém, talvez alguém que o ajudou a fugir, verificando então podia perceber que estávamos nos dirigindo a direção errada: "Estávamos indo pro lugar errado! Essas pegadas... elas vão para... lugar nenhum?"

Conseguia ver Urahara rindo por debaixo da sombrinha, o mesmo então após um longo suspiro afirmava "Certo, certo. Esqueci o quão novo você é nisso. Primeiro, essas pegadas são nossas." O caçador de recompensas afirmava, levantando o indicador da sua mão esquerda enquanto seguia com a lição de rastreio; "Segundo, está vendo como essa terra é fofa? As pegadas aqui vão tão fácilmente quanto fica, ainda mais com os ventos por ser uma ilha no meio de toda essa água. Dando todo o tempo que o nosso pirata passou por aqui, pegadas não irão nos levar á ele e sim a ultima pessoa que passou por aqui, que seria, no caso a ida de seus amigos no farol!" Continuava a lição levantando seu dedo do meio, fazendo o sinal do número dois com sua mão esquerda.

Eu olhava então para baixo, levantando meu pé direito, vendo que com a leve brisa do momento a recém-feita pegada já era levemente deformada pelo pouco de terra que era empurrada de volta para a rasa marca deixada ali. "Tsc. Mas pera tem outro jeito de saber onde ele tá! A gente pode perguntar pelos estabelecimentos ao redor e..." Enquanto eu olhava ao redor não conseguia ver nada que se destacasse além de formações rochosas e o farol.

Urahara, exibia um sorriso, "Sim! Mas calma, você precisa aprender isso, quer ajudar seus amigos né?!" O sorriso subitamente mudava para um olhar que podia ver através da minha alma "Ou já desistiu desse sonho?" Por um momento eu engolia seco, embora talvez um pouco duro, ele falava a verdade. Eu hesitava de respondê-lo abruptamente, demonstrando um pouco de insegurança em relação a minha função no grupo e capacidade de ajudá-los. Ainda olhando para mim, o desleixado embora bem vestido caçador então estalava os dedos para que eu prestasse atenção nele novamente.

O mesmo coçava sua barba que estava comecendo a crescer desde que nos conhecemos e  então arrastava a sua sombrinha fechada pela terra durante um tempo, cravava-a algumas vezes logo ao lado e cospia no chão mais ao lado dos furos.

"Max, eu sei que isso foi difícil de ouvir, mas preste atenção e aprenda. V~e como tudo que eu acabei de fazer fez uma marca diferente no local onde estamos? Pegadas, informação, tudo faz parte de um grupo ainda maior. Todos são rastros e agora preste atenção, tudo que não foi feito pela própria natureza é um rastro, pegadas, arranhões em superfícies, excremento, buracos, sinais de acampamentos e etc. Tudo que foi feito por interação daquilo que está procurando é um rastro, e tudo isso você deve identificar e basear pelo que conhece do que está procurando. Neste caso sabemos que é um pirata e um ser humano e estamos em escassez de quaisquer evidências, logo..." Ele fazia um gesto com as mãos como se quisesse que eu completasse o que ele estava dizendo, aproveitando a deixa eu então respondia "Ir ao farol e procurar por informações ou rastros no farol?".

O Caçador de Recompensas batia com uma mão fechada por cima de sua palma aberta exclamando "Bingo!". Enquanto eu ia em direção ao farol antes mesmo que eu passasse por Urahara a sua mão me parava; "Ainda, não, quero que você saiba a noção básica de rastreio antes de formos ao farol. Confie na palavra de seu companheiro de hmm maior experiência, sim , isso, isso, maior experiência." Eu então me afastava um pouco e então perguntava: "Beleza, mas como a gente vai treinar isso?"

Ele então colocava seu característico chapéu de forma que tampasse a minha visão pedindo "Aí, tira isso não, espera aí." Eu então depois de certo tempo á pedido do próprio Urahara tirava o chapéu, enquanto ele abria ambros os braços rindo: "A gente só vai pro farol quando você achar todos os rastros que eu deixar enquanto você estava vendado, se errar um, ou esquecer um, começaremos de novo. Ah e a cada iteração desse jogo você vai definir rastros pra mim." O sorriso dele era genuíno, talvez ele gostasse de colocar as pessoas nesses desafios e aventuras loucas dele.

"Não temos tempo, temos que voltar pro Hawk e pro grupo! Vamos logo ao farol" Ouvindo minha afirmação, ele abria a sombrinha, a segurando com a mão direita apoiando a no ombro do mesmo lado ele afirmava sériamente: "Então se eu fosse você, tratava de aprender em dois tempos."

Eu e Urahara então, passamos um tempo ali, jogando o jogo de novo e de novo e de novo, sempre ao final da tentativa tendo que definir para ele o que eram rastros. Eu falhei incontáveis vezes, até que então o coroa exibia um sorriso em sua barba, o mesmo já estava relativamente cansado de ficar em pé e estava sentado em uma pedra. Ele se impulsionava para um pulo, abrindo a sombrinha e comemorando " Ding ding ding! Isso está corretíssimo cabeça de cenoura. Eu então sorria e saltava com o mesmo e por um momento podia-se ver dois bobos comemorando algo talvez não tão bobo na ilha do Farol.

Urahara então tirava o chapéu da minha cabeça, indagando: "E então, para o farol?"



Objetivo:
 
Histórico:
 

____________________________________________________

" Si vis pacem, parabellum. "

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Info:
 



Última edição por Masques em Dom 18 Out 2020, 23:36, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kekzy
Tenente
Tenente
Kekzy

Créditos : 61
Warn : O Log que vale Dois Bilhões de Berries 10010
Masculino Data de inscrição : 06/11/2013
Idade : 22
Localização : Utopia - 7ª Rota

O Log que vale Dois Bilhões de Berries Empty
MensagemAssunto: Re: O Log que vale Dois Bilhões de Berries   O Log que vale Dois Bilhões de Berries EmptyDom 18 Out 2020, 01:49

Narração




[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Nem tão preparada para a encrenca, Ares redarguia as ameaças com outra ameaça, a qual não era nada efetiva, pois as armas continuavam apontadas para ela. Era algo que cedo ou tarde aprenderia naquele mar; para ameaçar, você devia possuir capacidade para tanto, e naquele momento, ela era... — Um passarinho que caiu do céu e não sabe mais como voltar? - o loiro disse, com um sorriso no rosto. Parecia ser do tipo mais engraçado - ao menos tentava ser - visto que alternava o olhar entre seus companheiros, buscando aprovação — Cala a boca, Shinji, não é hora pra isso - a mulher retrucou — Sim, preste atenção para não deixar isso cair de sua mão... - curiosamente, o moreno comentava, sendo este quem aparentava ser o líder. O loiro contorcia a boca, virando o rosto de volta para Ares — Ok, ok, Ai, mas ela está mentindo... e eu não gosto de quem mente - observava — Nenhum de nós gosta... - o moreno acrescentava, ainda dialogando entre seus próprios companheiros.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Só após aquela breve conversa que o suposto líder voltava o foco para Ares, apesar de não ter tirado os olhos dela — Se você não está armada... por qual razão está aqui?! Não nos venha com desculpas esfarrapadas! Você é uma tripulante daquele barco que atracou mais cedo, não é?! - o jovem de cabelos brancos dava um passo para frente, aproximando sua espada — E provavelmente é uma pirata, por chegar aqui atravessando a Montanha Reversa... - cerrava os cenhos, brandindo sua cimitarra, na qual o sol refletia o suficiente para criar um ponto luminoso que ofuscava brevemente o olhar — Não lembro de vê-la em algum cartaz... apesar de estarmos desatualizados - a mulher comentava, fechando o cerco ainda mais — Não acho que não lembraria dessas asas... e o nome... talvez ela não seja uma pirata? - o loiro levantava a pergunta, fazendo os três sustentarem um olhar dúbio — Somos nós que fazemos as perguntas! Responda! - a mulher se adiantou — Calma. Talvez ela esteja falando a verdade - nos últimos momentos, Coldwood percebera que o moreno a analisara, em busca de armas — Se o que diz é verdade, deixe a Waru te revistar - o nome que mencionava se atrelava à mulher, que com a cara remexida se aproximou, a fim de revistar Ares.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Assim que ela chegou em suas costas, uma figura saiu da escuridão. Hotwood logo percebeu. Era um homem trajado em uma longa túnica preta, com uma face pálida demais, uma cartola que cobria-lhe os olhos com um sombreado, ostentando um rosto sério — Não caiam na ladainha desta fera. Ela é uma procurada... Ares Coldwood, uma mulher vil que invoca o nome de um Deus para justificar as suas atrocidades... Não veem como ela se refere a nós como humanos? Somos outra coisa para ela, que pensa estar acima de nós... somos apenas meros peões para uma vilã tão cruel - as palavras chocariam Ares, bem como o trio que a abordara, que logo mudava sua postura diante dela. Waru segurava seus braços rapidamente, cruzando-os; logo estaria algemada, pois pode escutar o tilintar das algemas na cintura da mulher. Ai e Shinji se esparsavam — E pensar que seríamos enganados assim! O Sênior realmente sabe o que está acontecendo mundo afora - o moreno parecia mais revoltado, enquanto o loiro fazia graça, mas com a voz irritadiça — Do céu para o inferno, quem diria... - continuava com aquele invólucro na mão, apontado para Ares, como se fosse jogar o objeto nela a qualquer momento. O que estava acontecendo ali? Só Deus sabia...

[...]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Enquanto isso, um tanto longe dali,  Blumayden erguia a cabeça, para ver Don, que ainda encontrava-se com os braços cruzados sobre o leme, olhando para o topo - ou onde deveria estar o topo, pois não era possível vê-lo - da Red Line — O-oquê?! - a pergunta de seu companheiro o tirou de seu devaneio, levando alguns segundos para processar — Oh... um Log Pose, sim... é um tipo de bússola especial que é preciso para navegar pela Grand Line... parece que as bússolas convencionais não funcionam aqui, veja - ele colocava a mão em um dos bolsos de sua jaqueta de couro e jogava para o convés inferior. O objeto caia nas mãos de Nakamura, o qual testemunhava que o ponteiro da bússola se movia freneticamente para todas as direções, alternando constantemente — Não dá para navegar com uma dessas... e dizem que o mar é perigoso, então se você se perder do caminho, pode nunca mais voltar... - abria a boca, bocejando. Parecia um tanto cansado — Vocês deram um jeito de conseguir uma? - questionava.

[...]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Na parte interna da embarcação, Takamoto focava no seu desafio, com o auxílio de Blum, o qual era o seu assistente de entrega de materiais, dessalgando cogumelos, esfarelando a farinha e assando a massa, em um processo que apenas quem dominava as artes culinárias era hábil de fazer. Ao passo que cozinhava, a pata selvagem que havia ganho observava... e observando, Lisandro percebia que se ele fazia seis porções de um ingrediente, uma ou duas sumiam... até que uma nuvem de farinha subia — Tifff! - a pata espirrava, movendo parte da nuvem para cima do cozinheiro — AaaAAAaaA! - e sucedeu-se um sonoro arroto do animal, com o cheiro de cogumelo fervido e quase seco. Apesar do inconveniente, a pata parou de roubar a comida após começar a espirrar e arrotar em sequência, possibilitando Takamoto de prosseguir com a receita que valia um Log Pose! Com leite, creme e chantilly, o maior azarado da historia, as chances daquilo dar errado eram de...

[...]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Já fora do navio, Masques continuava o seu treinamento com Urahara, andando bastante, chegando bem próximo ao Farol. Já haviam passado algumas horas e o rapaz conseguia um pouco de iluminação quanto aos princípios da arte de rastrear, no que pese ainda lhe restar muito a se aprofundar — Você tem jeito... mas aqui ou ali, não fará diferença, esta terra é a mesma por toda essa região... e é assim, não espere ter uma colherzinha de chá em que a terra preservará as pegadas para você para sempre. O que você precisa é saber lidar com o pior dos ambientes, e quando estiver em um local fácil, irá tirar de letra - Urahara elogiava Evans, aproveitando o ensejo para tecer alguns comentários, se escondendo novamente embaixo de sua sombrinha — Podemos ter outra aula em outra oportunidade, mas por agora... que tal fazer uma visitinha ao Farol? - sugeria, na verdade em concordância, virando a cabeça em direção àquela construção, que já estava bem maior, de onde se encontravam.





OBS: Ao avaliador, para ajustar a cronologia, este treinamento do Masques se iniciou enquanto a Ares procurava por cogumelos. A Ares avançou no tempo ao deixar o grupo e fazer uma ação de busca, mas agora se encontra na ação de tempo real; o Masques, o Takamoto e o Blum tinham ficado para trás no tempo, porque se mantiveram em grupo, agora suas ações se parelham com o tempo em que a Ares está, pois suas ações demandam tempo, então eles avançaram. No próximo post todos estarão em tempo real.

PP - Sênior:
 

Off

Simbora, meu povo! Lembrem de manter o histórico atualizado desde o início para não termos complicações!



____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Handa
Membro
Membro
Handa

Créditos : 6
Warn : O Log que vale Dois Bilhões de Berries 8010
Data de inscrição : 20/02/2019
Localização : Farol

O Log que vale Dois Bilhões de Berries Empty
MensagemAssunto: Re: O Log que vale Dois Bilhões de Berries   O Log que vale Dois Bilhões de Berries EmptyDom 18 Out 2020, 15:46

Punição


Após me apresentar como sempre, fui recebida com palavras de dúvida e até um deles me chamava de mentirosa, porém no momento me esforcei ao máximo para não reagir, afinal, não gostaria de provocar uma situação ruim logo de cara. Logo começavam as acusações de que eu seria uma pirata, coisa que também não me afetava pois piratas eram um certo símbolo de coragem naqueles mares. O que realmente mexeu comigo foram as acusações da quarta pessoa ali...

O homem de capuz começava a me chamar de vil, que utilizava o nome de Deus para cometer atrocidades e como eu me via como algo superior aos humanos. Era quase impossível acreditar no que estava ouvindo, e eu realmente não gostaria de acreditar. Alguém que conseguia facilmente mentir e espalhar tantas blasfêmias de forma tão leve, era algo que eu não gostaria de ter como verdade. A mulher que estava ali rapidamente agarrava meus braços e estava se preparando para colocar algemas em mim "Ela vai tentar me algemar, eu deveria fazer algo" e infelizmente essas foram as últimas palavras que eu consegui ouvir em minha mente antes dela sumir completamente...

- COMO VOCÊ OUSA FALAR TANTAS BLASFÊMIAS CONTRA MIM?! - minha boca dizia. Eu conseguia sentir meu corpo ficar extremamente quente, meus cabelos se arrepiarem e minha visão ficar trêmula por alguns segundos. Logo após isso, meu corpo começava a agir por contra própria. Rapidamente iria usar minha força para girar e acertar um chute direto nos braços da mulher tentando me algemar, para que pudesse ser livre, e logo após isso iria utilizar de minha aceleração para correr o mais rápido possível na direção do homem de capuz e então utilizaria minha técnica First Impression para causar a maior quantidade de dano inicial possível. Logo em seguida iria procurar acertar um chute horizontal nas pernas do mesmo, para fazer com que este se ajoelhe no chão e em seguida eu iria me preparar e lançar um chute direto em seu rosto, colocando meu corpo de lado, dobrando a perna e em seguida disparando meu pé na direção de sua face, com toda minha força. Caso ele fosse capaz de bloquear minha técnica, antes de cair no chão, tentaria colocar minhas mãos no solo e usar isso de apoio para girar e acertar mais um golpe em seu pescoço e depois faria um chute vertical de baixo para cima para acertar seu queixo.

Naquele ponto a última coisa que se passava em minha mente era esquiva ou defesa, tudo que pretendia era causar a maior quantidade de dor possível naquele homem. Meus olhos e instintos estavam focados em completar este objetivo, a ponto que esqueceria completamente da minha situação ou dos outros ao meu redor. Infelizmente pensamento lógico já havia deixado este corpo, e eu havia me tornado uma fera pensando em exterminar seu adversário.
- MENTIR DESSA FORMA NA FRENTE DE SEUS COMPANHEIROS!! - voltava a gritar, provavelmente uma parte da minha sanidade tentando fazer o homem se arrepender e parar meu lado destrutivo

Objetivos:
 

Histórico:
 

First Impression:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Takamoto Lisandro
Narrador
Narrador
Takamoto Lisandro

Créditos : 52
Warn : O Log que vale Dois Bilhões de Berries 10010
Masculino Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 20
Localização : Minha casa

O Log que vale Dois Bilhões de Berries Empty
MensagemAssunto: Re: O Log que vale Dois Bilhões de Berries   O Log que vale Dois Bilhões de Berries EmptyDom 18 Out 2020, 17:24




O Log que vale Dois Bilhões de Berries
Putaria.



Tudo estava sendo preparado com perfeição até que alguns ingredientes estavam sumindo de alguma forma, olhei para um lado, olhei para o outro. – Hawk, não acho que você esteja assombrado. – Tinha alguém levando porções do requisitos para a sobremesa enquanto eu me focava em finalizar todos os processos e entregar o prato para Karthus. Foi quando escutei um forte espirro e respondia imediatamente. – Saúde. – Era o pato que estava mordiscando meus recursos culinários, a farinha não foi uma boa ideia para se provar, achei que a mesma tinha um paladar mais sofisticado dado as iguarias que lhe agradavam vindo de mim. – Bem feito, quem manda roubar a comida? – Apesar da lição, o arroto significava que havia pelo menos enchido o buxo por algumas horas. – Devo finalizar a sobremesa. – O prato estava completo, massa, recheio e cobertura em sintonia feitos antes do anoitecer tendo em vista que agora só precisava entregar para o regente e finalmente obter o Log Pose.

Perfeito! – Colocaria a sobremesa em um deposito que mantivesse-a segura segurando a fragrância de café forte afim de aflorar o paladar de Karthus quando tivesse em contato com o prato. – Blum, eu vou indo pegar o Log! – Estava confiante na minha vitória, não podia me dá ao luxo de perder e ficar para trás do velhote, havia aprendido com meus erros e minha derrota contra o chef chamado de Jacob durante a estadia das férias de praia. Se o pato quisesse me acompanhar, teria que ter cuidado a fim de proteger a comida da ave, não deixaria que ela botasse o bico em algo tão importante para o futuro da nossa aventura.

Caminharia calmamente observando os arredores, o prato teria de permanecer intacto, não teria tempo para criar outra sobremesa, a aposta estava valendo e ganhar era meu único objetivo por agora, se Blum me acompanhasse, falaria para ficar atento também. – A prato deve chegar a Karthus não importa como, vamos pegar esse Log e sair do farol para explorar a Grand Line o mais rápido. – Mal podia parar de pensar nas culinárias do mundo, tinha muito que aprender ainda, experiência e conhecimento de ingredientes foi o que me faltou nas disputas, porém aprendia com elas e assim podia seguir em frente!


Offs/Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Blum
Designer
Designer
Blum

Créditos : 6
Warn : O Log que vale Dois Bilhões de Berries 9010
Masculino Data de inscrição : 27/12/2013
Idade : 19
Localização : Ilha do Gelo

O Log que vale Dois Bilhões de Berries Empty
MensagemAssunto: Re: O Log que vale Dois Bilhões de Berries   O Log que vale Dois Bilhões de Berries EmptyDom 18 Out 2020, 19:56


Cap. III
O Log que vale Dois Bilhões de Berries

Faça a entrega
e tenha cuidado!

Estava pronto o prato que faria o velhote dar o log, posso dizer que essa bússola é bem peculiar e misteriosa, porém não me surpreendia, pois eu era o homem que possuía uma corda no dedo que não saia de jeito nenhum, pelo meu bom histórico isso foi definitivamente um maldição, mas isso fica para outra história.

Apesar dos pesares estava lá, A Sobremesa, e com toda certeza me certificaria de entregar aquela deliciosa comida ao homem, visto que agora sabia a importância de um log pose para continuarmos nossa jornada, e o mais importante não ficar careca.

Sairíamos para fazer a entrega, o sentimento de ansiedade aumentava e confesso que minha barriga começava a doer um pouco, mas eu devia ser duro e pensar positivamente. Enquanto íamos Takamoto advertia sobre a importância do prato, apenas concordava com a cabeça e estranhava um pouco. – O Taka para falar uma coisa dessas é porque a situação é séria mesmo, mas por algum motivo eu sinto que... Deixa para lá.

Na rota não podia deixar de notar aquela grande construção, o farol. Não entedia muito bem sua função, mas de alguma forma ajudava os navios a navegarem seguramente pelo o mar, seria um baita de um problema caso acontecesse algo com ele.

Quando chegássemos a casa do velhote, pediria para o cozinheiro entregar a comida e analisaria com cuidado cada uma de suas mordidas, pois se não agradássemos a fera, a cobra ia fumar e dessa vez não seria o Jamal.

Histórico:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________


LEGENDAS:
Falas #0066FF | Pensamentos - #FF6600
-''Arroz'' ~
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Masques
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
Masques

Créditos : 8
Warn : O Log que vale Dois Bilhões de Berries 10010
Masculino Data de inscrição : 27/05/2020
Idade : 22

O Log que vale Dois Bilhões de Berries Empty
MensagemAssunto: Re: O Log que vale Dois Bilhões de Berries   O Log que vale Dois Bilhões de Berries EmptyDom 18 Out 2020, 21:23


Act 02
PUTZ




Após certo tempo olhando para pegadas e quaisquer outro tipos de rastros possívelmente deixados por um ser humano, ou animal, as coisas apareciam de modo diferente para mim, ao vê-las eu observava como se fossêm desctacadas falhas, imperfeições que não deveriam estar ali em seu estado natural. A noção básica de rastreio ensinada a mim por Urahara ainda batia em minha mente fazendo com que eu ativamente tentasse encontrá-las, tentando fazer daquilo algo natural para meu corpo, então como prática eu tentava a todo tempo encontrar ditas imperfeições no solo, em plantas quebradas de forma na qual houve interação com algo.

De qualquer forma, havíamos decidido ir até o farol, já que a busca por rastros nesse tipo de terra se mostrava ser complicado demais, dado que cada rastro era efêmero e altamente fácil de se confundir. Chegando no mesmo bateria na porta, esperando que alguém atendesse a tentativa de chamado. Caso alguém respondesse, com uma rápida introdução me apresentava, juntamente do parceiro de busca Urahara:

"Olá, meu nome é Max e esse seria Urahara, não precisamos entrar, só queremos uma informação sobre alguém." Falaria enquanto fazia sinal para que Urahara me desse o cartaz do pirata em questão. Caso o mesmo não me desse eu então falaria "Será que poderia descrever quem estamos procurando para este senhor(a)?"

Esperaria então a resposta da pessoa que morava ou trabalhava, talvez possívelmente os dois naquele recinto, juntamente de Urahara.

Entretanto, se não houvesse resposta de ninguém, eu não poderia apenas eliminar o lugar por não ter ninguém ali, então tentaria abrir a porta de forma devagar para entrar e analisar o lugar cuidadosamente, tentando identificar, se alguém esteve ali recentemente e tentando também a todo tempo estar atento para quaisquer surpresas.

Caso a porta não abrisse, eu não gostaria de arrombar a possível casa de alguem, então viraria para Urahara perguntando "E agora?" . Se porventura os recém-adquiridos ensinamentos de Urahara me ajudasse a identificar quaisquer rastros ao redor de onde estivéssemos apontaria para Urahara o rastro, indagando "Pera, pera, olha só isso aqui... Isso parece recente, dado que conseguimos encontrar. Vamos seguir?"



Objetivo:
 
Histórico:
 

____________________________________________________

" Si vis pacem, parabellum. "

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Info:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




O Log que vale Dois Bilhões de Berries Empty
MensagemAssunto: Re: O Log que vale Dois Bilhões de Berries   O Log que vale Dois Bilhões de Berries Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O Log que vale Dois Bilhões de Berries
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Farol-
Ir para: