One Piece RPG
Art. 3 - Our memories - Página 4 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» A primeira conquista
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor Rangi Hoje à(s) 05:10

» Bitch Better Have My Money
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor Kylo Hoje à(s) 03:54

» Pequeno Gigante
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor Teo Hoje à(s) 00:53

» Um novo recruta: o nome dele é Jack!
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor Teo Hoje à(s) 00:53

» Vol 1 - The Soul's Desires
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor Arthur Infamus Ontem à(s) 23:47

» VIII - The Unforgiven
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 23:41

» Art. 4 - Rejected by the heavens
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 23:28

» [MINI-*Kan Kin*] *Uma vida de merda*
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor Shideras Ontem à(s) 23:25

» [MINI-Koji] Anjo caído
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor Makei Ontem à(s) 22:53

» [M.E.P] Koji
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor Makei Ontem à(s) 22:52

» ZORO
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor Makei Ontem à(s) 22:52

» The Hero Rises!
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor Achiles Ontem à(s) 21:03

» Apresentação 6 ~ Falência Bombástica
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor Furry Ontem à(s) 20:16

» 11º Capítulo - Cataclismo em Skypeia!
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 19:46

» Capitulo II: Sangue e navalhas! O Golpe em Las Camp
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor Kiomaro Ontem à(s) 19:08

» Um Destino em Comum
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor Jean Fraga Ontem à(s) 18:59

» Kit - Jinne
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor GM.Jinne Ontem à(s) 13:17

» [LB] O Florescer de Utopia III
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor GM.Midnight Ontem à(s) 13:07

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor Fran B. Air Ontem à(s) 13:05

» Meu nome é Mike Brigss
Art. 3 - Our memories - Página 4 Emptypor Oni Ontem à(s) 10:27



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Art. 3 - Our memories

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Art. 3 - Our memories - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 4 EmptyQua 22 Jul 2020, 19:40

Relembrando a primeira mensagem :

Art. 3 - Our memories

Aqui ocorrerá a aventura do(a) revolucionária Helves. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Ryoma
Super Nova
Super Nova


Data de inscrição : 04/06/2011

Art. 3 - Our memories - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 4 EmptyQua 19 Ago 2020, 00:28

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Pelo nome do poder ela não estava exatamente esperando aquele tipo de treinamento. A escuridão até que a deixava um pouco confortável, mas estava longe de ser fácil se acostumar com aquele lugar, mover-se em uma sala escura acabou se provando ser muito mais complicado que Helves imaginava. Todos os ensinamentos que a velha tinha para passar acabavam sendo úteis, ficando um bom tempo naquele lugar escuro e vazio. A celestial nem mesmo se deu conta que dois dias haviam passado, ficando tão focada em seu treinamento que quando finalmente saiu da sala escura viu o mesmo cenário de dois dais atrás. "Parece que o tempo nem passou..." Inicialmente foi o que ela pensou, mas logo que escutou as palavras da velha as coisas começaram a fazer mais sentido. Todo o cansaço dos treinos finalmente parecia bater nela agora que seu corpo tinha esfriado, sentindo também a fome e muito sono. Ambas as mãos dela iam ao rosto, esfregando os olhos um pouco para se manter acordada, sabendo que precisava de um banho, muito descanso e de um abraço apertado da sirena.

É, parece que sim. – dizia enquanto esfregava a barriga que fazia alguns barulhos e também doía levemente pela fome, resolvendo caminhar até a mesa onde estavam os bolinhos, sentando-se na primeira cadeira que tinha na sua frente. Helves não comia tranquilamente, naquele momento a garota simplesmente devorava os bolinhos, bebendo um pouco do chá entre cada um deles para ajudar a descer e também aquecer seu corpo. – Muito obrigada! Sei que vai ser muito útil. – o tal do Haki mostrou-se um poder extremamente atrativo, algo que literalmente ajudaria em tudo que fosse fazer no futuro, mesmo não estando em seu potencial máximo. Helves alimentou-se até estar completamente cheia, satisfazendo a fome e sede depois de tanto tempo. – A senhora me ajudou, não precisava saber seu nome. Botei minha confiança em ti, acho que estava certa... Mas é o um prazer saber seu nome, Genkai. – dizia sorrindo, retirando-se do local em um simples aceno para a velha, subindo ao seu quarto para finalmente banhar-se e apagar na cama.

Felizmente a sirena estava descansando profundamente quando Helves entrou no quarto, parando para observar sua amada descansar de forma tão tranquila, apreciando a beleza de Aya em um momento fofo de seu descanso. "Espero não ter preocupado ela nem a deixado se sentir muito solitária... Vou compensar isso." De qualquer modo ela seguiu ao banheiro, retirando todas as roupas usadas e as jogando de lado, sabendo que precisavam de um tempo de descanso. Sem mais roupas a garota seguiu ao banho, aceitando a água fria para lhe refrescar por completo e limpar todo o suor que acumulado. Helves tratou de limpar-se muito bem, mesmo sendo um banho mais rápido, esforçou-se para sair de lá limpa e cheirosa. Ao finalizar a limpeza, secou-se com uma toalha simples, andando ao quarto enquanto fazia isto. "Ainda bem que não a acordei, posso aproveitar o descanso dela para dormirmos juntas." Quando se secou por completo, guardou a toalha dentro de sua mochila, imaginando que poderia fazer bom uso dela no futuro, mesmo não sendo sua originalmente. As vestes para aquele momento só poderiam ser as brancas e confortáveis que tinha comprado alguns dias atrás.

Helves colocou as roupas novas, deixou as usadas anteriormente no banheiro para descansar e então colocou a mochila de lado. Cuidadosamente ela deitou-se ao lado de Aya, abraçando sua companheira por trás, cobrindo ambas com o lençol ou algo do tipo para dormirem bem aquecidas. Por conta do tempo que passou acordada a celestial provavelmente ficaria ali algum tempo, talvez até mais que a sirena, mas não importava muito isso. Descansaria o tempo necessário e assim que estivesse acordada, seja com alguém fazendo isto ou despertando naturalmente, ela procuraria por Aya na sala já querendo desculpar-se com sua amada. – Ahn... – se esticava, esfregando o rosto e então falando. – Bom dia e... Me desculpa, não achei que demoraria tanto o treino. Se sentiu muito só? – questionaria, saindo da cama para pegar as roupas no banheiro e guardar em sua mochila, além de escovar os dentes e lavar o rosto, permanecendo no quarto por ainda não estar completamente acordada naquele momento.


Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Comandante Revolucionário
Comandante Revolucionário
Kenshin Himura

Créditos : Zero
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

Art. 3 - Our memories - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 4 EmptyQui 20 Ago 2020, 21:57



Helves descansava depois de horas de treinamento, seu corpo estava pedindo cama, então assim que terminava de se limpar no banheiro, a celestial seguia até a cama, se deitando junto com Aya, a abraçando por trás e assim fazendo uma conchinha. Horas se passavam desde que Helves tinha se deitado, Aya já tinha se levantado e deixado sua companheira dormindo por mais algumas horas.

Assim Helves era acordada pelo barulho de seu comunicador, ao olhar pela janela a mesma poderia ver que o sol já estava bem forte, deveria estar pelo meio da tarde, ao seu lado a cama estava vazia Aya já não estava mais no quarto. Assim que a celestial pegasse no comunicador para escutar a ligação escutaria a voz de Vânia.

- Garotinha ficamos sabendo que hoje, Vladimir Rasputin irá fazer seu primeiro pronunciamento oficial, isso é uma chance ótima para podermos saber como é nosso inimigo, então peço que vá nesse pronunciamento, acontecerá na entrada de Stanford, em frente a estátua angelical as 20h de hoje! Assim a mulher desligava, agora Helves tinha algo para fazer.

Assim Aya entrava no quarto em seguida, sorridente usando seu vestido azul. - Finalmente acordou! A garota vinha de encontro com a Celestial, que se desculpava por ter deixado a mesma sozinha por esse tempo. - Não se preocupe anjinho, está tudo bem, sabia que você estava treinado, e eu não fiquei sozinha, os netinhos da senhora viam aqui, e me fazia companhia, e também aquele rapaz que nós conhecemos no bar outro dia vinha e ficava conversando comigo, aliás ele tá la em baixo com alguns amigos! Helves agora tinha sua missão de ver o novo lider e a chance de conhecer os membros de sua possível tripulação, será que em uma hora oportuna? Já que ela tinha de chamar a atenção para seu bando? Logo então Aya abraçava a garota e em seguida saia de volta para o térreo da pousada.

Legenda:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

Art. 3 - Our memories - Página 4 >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 83
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Art. 3 - Our memories - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 4 EmptySex 21 Ago 2020, 08:19

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


O descanso tinha sido bem longo e proveitoso. Helves conseguiria dormir muito mais se seu comunicador não houvesse tocado naquele momento. "Droga, da onde isso ta vindo?" Preguiçosamente ela sentava-se na cama, basicamente se arrastando até alcançar sua mochila, retirando de lá o comunicador que tanto tocava e tinha a despertado. – Bom... – dizia, fechando os olhos se espreguiçando. – Bom dia. – dessa vez falava corretamente, esfregando os olhos enquanto ouvia as palavras de Vânia saírem do baby den den mushi. Conhecer o homem por trás dos problemas atuais de Stanford. – Okay, vou dar uma olhada. – proferia, desligando rapidamente a ligação, observando Aya entrar no quarto com seu novo vestido. A bela visão que tinha dela basicamente forçava um sorriso bobo nos lábios de Helves, que a olhava e escutava tudo que a mesma tinha a dizer após desculpar-se.

Sem hesitar a celestial retribuía o abraço, dando uma breve mordida no pescoço de Aya até se afastarem. – Ainda bem. – falava com um sorriso no rosto. – Imagino que assim está bom, não preciso trocar de roupas aqui dentro. – a única coisa que Helves realmente fazia em seu visual atual era prender seu cabelo em um longo rabo de cavalo antes de descer. Inicialmente a garota apenas observaria tudo e todos que estivessem por perto, aproximando-se então de Uriel e seus companheiros. Era uma boa hora para reunir o grupo, dizer a eles que não poderiam descer rapidamente e também os conhecer melhor. – Bom dia! – procuraria um lugar para se sentar ao lado de Aya e dos outros, enfiando ambas as mãos nos bolsos da blusa já relaxando bastante. "Queria entender a razão de tanta gente buscar se líder, nunca achei isso algo tão chamativo assim. Ser o centro das atenções, ter que dar ordens e ter tantas pessoas contando com sua liderança." Parecia realmente algo muito mais perigoso do que atrativo aos olhos da celestial.

É um prazer conhecer todos vocês, me chamo Helves, sou uma pirata do mar azul. – apresentava-se rapidamente, aguardando para escutar tudo que os celestiais quisessem falar naquele momento. "Provavelmente não vou encontrar ninguém muito forte por aqui, todos que possuem força já servem alguém. Vou ter que me contentar apenas com trabalhadores comuns, eles devem conseguir manter um barco funcionando." A parte da força ela imaginava que teria de cuidar completamente sozinha enquanto estivessem em uma ilha do céu, sabendo que não encontraria piratas poderosos por ali. A única chance que tinha de conseguir aliados com muita força seria na guarda local. – Imagino que todos queiram descer comigo, mas preciso avisar que não pretendo fazer isto agora. Ainda possuo assuntos pendentes aqui em Stanford e quero finalizar tudo antes de partir, espero que entendam. – isso já afastaria todos que estavam com pressa, deste modo Helves não estaria cercada de gente apressada e impulsiva.

Aos que pretendem esperar a hora certa, gostaria de escutar um pouco das razões para estarem querendo fugir daqui... Isso me interessa um pouco, sou uma celestial também, mas não tive opção quando sai da minha ilha. Ajudar meu povo é sempre importante na minha cabeça, então os levarei independente do motivo. – ao dizer isto ela simplesmente mostraria um sorriso levemente triste enquanto observava todos, aguardando para escutar suas razões agora que estava ali com eles, aproveitando o longo tempo que tinha até a hora exata da missão. – Seria bom conhecer também suas habilidades, seja em combate ou fora. Quero saber onde posso usar cada um de vocês se for necessário, apenas isto. – terminaria de falar assim, escutando todos antes de voltar a falar qualquer coisa, pois precisava dar voz para quem estava realmente querendo entrar na tripulação.


Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Comandante Revolucionário
Comandante Revolucionário
Kenshin Himura

Créditos : Zero
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

Art. 3 - Our memories - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 4 EmptyDom 23 Ago 2020, 21:01



Helves descia as escadas da pousada após conversar um pouco com a sirena, o lugar parecia exatamente o mesmo enquanto a garota descia as escadas do lugar. A velha estava sentada em sua mesa tomando seu característico chá, já no outro lado do cômodo estava Uriel sentado em um sofá velho próximo a mais alguns celestiais ao todo mais dois rapazes e mais duas meninas.

Assim que viam Helves descendo as escadas Uriel logo se levantava indo de encontro com sua possível nova líder, o rapaz mostrava um grande sorriso logo falando. - Finalmente nos encontramos novamente, você é mais difícil de encontrar do que eu pensei! O rapaz então pegava a mão de Helves levando até o restante do grupo que tinha vontade de sair da ilha com a celestial.

- Não se preocupe, nós decidimos seguir você por tudo que fez pela ilha, livrar a gente do Ford era nosso objetivo, nada mais justo do que seguir a pessoa que fez isso e nos tornarmos grandes piratas. Uriel informava sobre a questão de ficarem ali na ilha.

- Sabemos quem é você! Uma jovem garota de cabelos azulados falava olhando para a Celestial, em seguida a mesma dava um pequeno sorriso simplório. - A pirata que destituiu o Ford! Dizia o homem de cabelo vermelho sentado no braço do sofá. - Esse é o grupo que falei para você outro dia, fazíamos parte de uma resistência contra Ford até você aparecer e fazer nosso trabalho! Uriel falava coçando a cabeça. - Vamos vou apresentar o povo.

- Primeiro vamos com a Ariel, eximia espadachim, arqueóloga, a mesma vinha estudando toda a história da ilha para podermos retomar o controle de volta! Uriel apontava para a garota de cabelo azul que tinha respondido Helves agora pouco.

- A próxima é Yekaterina Petrovna Zamolodchikova! Uriel apontava para a garota de cabelos negros como a noite. - Mas pode me chamar de Katya para simplificar! Sou uma ferreira apta para produzir qualquer tipo de arma, e como pode ver eu era uma das crianças que fazia parte dos experimentos de Ford, agradeço pelo que tenha feito! A garota mostrava uma prótese em sua perna.

- Seguimos para o Anael, carpinteiro do nosso grupo! O homem de cabelos vermelhos acenava com a mão e cumprimentava com a cabeça. - Ele é um ótimo lutador com bastões!

- Por fim mas não menos importante, nosso médico Cassiel! O mesmo é ótimo com um arco e flecha! Assim Uriel apontava para o rapaz mais esguio no canto da sala. - Todos nós conversamos esses dias e aceitamos seguir você, mesmo que isso demore para sairmos da ilha, estamos aqui para ajudar em seus objetivos, como seus companheiros de tripulação! Assim que Uriel terminava de falar, todos ali concordavam com a cabeça esperando as próximas palavras de Helves. - Agora nos diga capitã quais nossos objetivos na ilha!?

Legenda:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

Art. 3 - Our memories - Página 4 >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 83
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Art. 3 - Our memories - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 4 EmptyTer 25 Ago 2020, 02:55

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Assim que desceu para encontrar o grupo foi surpreendida pela quantidade de pessoas. Como de costume a velha bebia um chá tranquilamente, mas Helves não estava ali para ver ela naquele momento. "Quatro. Parece um bom começo." Todos eram tão diferentes, só conseguindo realmente os perceber como semelhantes pelas asas que carregavam. A garota sorria ao ter sua mão pega, acompanhando Uriel até os seus amigos, que provavelmente já a conheciam muito bem para terem se candidatado ao bando. – Ótimo. – dizia em um sorriso, escutando a apresentação deles, pensando um pouco na composição que havia conseguido ao barco. "Outra arqueóloga, uma ferreira... Carpinteiro e mais um médico." Por um instante ela até pensou que era ruim ter duas pessoas que acabavam fazendo o mesmo trabalho que ela, porém Helves agora estava no comando de uma tripulação. Ser a única pessoa que conhecia história ou conseguia tratar os feridos seria horrível. "Não busco grandes lutadores, mas é uma boa adição ter pessoas que parecem saber lutar. Está bem até então, acho que só vai faltar um navegador e um cozinheiro." A comida bem feita faria falta em algum momento e sem alguém para guiar a navegação eles provavelmente teriam que viajar no barco de outra pessoa.

É bom saber que estão dispostos a me ajudar no que farei aqui. – Helves olhava cada um deles enquanto sorria, apreciando a forma como pareciam aceitar o comando dela mesmo que a garota ainda não fosse uma grande capitã. – Como eu causei muitos problemas para Stanford, não quero que a ilha fique assim. Os livrar de Ford foi um grande começo, mas a falta de Maddie dificultou um pouco as coisas. – só de pensar na garotinha a fazia sentir-se triste. – Meu plano inicial era derrubar o pai dela e auxiliar a garota no comando da ilha, guiando ela por um caminho melhor... Agora isso é um pouco complicado por causa da guarda. Ficarei na ilha para resolver isto, por isso quero derrubar o atual líder da guarda e assim arrumar alguém interessante para colocar no lugar dele... Alguém que esteja do nosso lado e só queira o bem do nosso povo. – todos os detalhes por trás dos panos que envolviam a revolução não precisavam ser citados, pois se qualquer um dos celestiais estivesse realmente aliado com a guarda as coisas poderiam complicar para Helves. Era melhor eles entenderem apenas a parte bruta do plano, algo que não envolvia o exército revolucionário dominando a ilha.

O pronunciamento do líder da guarda aconteceria naquele dia e a presença de todos do bando lá ajudaria um pouco na parte de esconder que Helves observava aquilo. – Fiquei sabendo que hoje o líder da guarda vai aparecer em público para se pronunciar, ele é o nosso inimigo... Então precisamos ao menos entender quem ele é, além de tudo que fará enquanto estiver no cargo atual. – o matar faria muito mais sentido, só que não atrairia um bom olhar do governo, muito menos da guarda. Helves queria resolver os problemas e sair daquele lugar com uma boa fama, não acabar com toda sua imagem matando alguém querido pelos guardas que ela tanto precisava do seu lado. – Por isso tudo que conseguirem de informação sobre a guarda vai ser útil, não quero que se coloquem em perigo. Boa parte do trabalho eu quem farei, pois já sou procurada aqui na ilha. Tudo que preciso de vocês é informações e alguns olhos pela ilha, imagino que consigam isso. – dito isto, ergueu-se do assento, caminhando até o seu quarto. – Acho que vai demorar um pouco, mas vamos esperar a hora do pronunciamento. Devo me trocar por agora e assim podemos ir lá, façam o que preferirem enquanto isso. – finalizava em um aceno com a mão direita, virando-se completamente para as escadas, seguindo ao quarto.

Como sempre a garota aproveitaria o momento de paz e todo o tempo que tinha para tomar um simples banho gelado, relaxando bem o corpo e também mantendo-se bem limpa para o momento em que veria de frente seu atual inimigo em Stanford. Limpa e bem fresca, colocaria novas roupas para poder sair, combinando com uma roupa antiga com o novo manto preto conseguido naquela ilha. Helves iria descer quando estivesse pronta, carregando sua mochila consigo já que poderia encontrar problemas no pronunciamento e era melhor não deixar nada para trás naquele ponto. – Vamos. – proferia para Aya e os outros se ainda estivessem na hospedagem, seguindo para o local onde Vladimir estaria. Sem pressa, apenas caminhando por locais mais discretos até encontrar o ponto exato do discurso, ficando em algum local mais isolado onde poderia aguardar a chegada de todos, aproximando-se um pouco mais apenas para escutar completamente tudo que seu inimigo tinha a dizer.


Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Comandante Revolucionário
Comandante Revolucionário
Kenshin Himura

Créditos : Zero
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

Art. 3 - Our memories - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 4 EmptyQua 26 Ago 2020, 17:20



Helves então era apresentada a sua nova tripulação, todos eles pareciam ser bem preparados e decididos a seguir a jovem celestial. Logo mais Helves comunicava os motivos de continuarem por mias um tempo na ilha, e nenhum dos novos recrutas parecia infeliz com a ideia, muito pelo contrário pareciam determinados a ajudar sua nova líder.

- Não esperaria menos de você! Dizia Ariel. - E um dos motivos por todos nos termos aceitado a ideia de Uriel a nos unirmos a você, e seguirmos como capitã, pensa pelo bem de seu povo, nosso objetivo como falado era tirar Ford do poder e assim botar alguém que representasse realmente a gente! A garota então sorria para Helves.

- O novo líder da guarda é alguém muito perigoso, o mesmo já conspirava contra Ford, nos entregando muito dos planos da antiga chefe e do próprio Ford para que assim pudéssemos agir! Dessa vez quem falava era o Anael, o ruivo encarava sua nova líder diretamente nos olhos. - Não tenho objeções sobre o mesmo ser nosso inimigo, não me surpreenderia se o mesmo colocasse toda a culpa do que está acontecendo na gente! Anael terminava de falar sendo seguido pelo Cassiel.

- Se quisermos por alguém que realmente vai lutar por nós na regência da ilha, precisa ser alguém com ideias opostas ao Ford e ao Vladimir, e temo que a pessoa com prestígio para isso infelizmente seja a Natalie Hazelton! Assim o nome da antiga chefe da guarda era mais uma vez citada por alguém para Helves.

- O fato dela ser uma antiga aliada de Ford pesa nos contras, mas muitas vezes identificamos que ela estava contra as ideias propostas pelo Ford em prol do seu povo, adorada por boa parte do povo e respeitada pela guarda, mas depois de tudo que aconteceu duvido que possamos encontrá-la ou muito menos fazer ela ficar do nosso lado. Katya terminava de falar coçando o queixo.

Helves então dava as instruções finais sobre irem ao encontro do novo chefe da guarda, para que eles se preparassem para sair no horário próximo do pronunciamento, mas antes da mesma subir para se trocar Uriel fazia um sinal para que a mesma esperasse. - Pode contar com a gente, ficaremos de olho em todos os lugares, prontos para passar as informações que você quer, ter alguém digno no poder da ilha é um dos nossos maiores desejos! Assim após a fala do seu novo companheiro a garota subia para se trocar.

Agarota logo e estava pronta e o grupo estava a sua espera do lado de fora da pousada, Aya a esperava no pé da escada a mesma parecia estar confiante com tudo aquilo. - Sabe anjinha eu gostei muito deles, parece que vão ser aliados valiosos! A garota falava segurando a mão da celestial. - Mas temos que tomar cuidado certamente aquele lugar estará tomado de guardas.

Ao lado de fora da estalagem, Helves podia ver uma massa enorme de pessoas se locomovendo em direção a cidade alta, aonde ficava a entrada da ilha, e local do tal discurso, se infiltrar no meio da multidão não seria complicado ainda mais disfarçada. O grupo então seguia caminho pelos lugares mais vazios possíveis para assim não chamarem a atenção indevida, após um tempo finalmente se encontravam na praça da entrada, o lugar estava lotado, um enorme palco havia sido montado em frente a grande estátua angelical a guarda estava espelhada e numerosa no lugar, causar qualquer tumulto ali acabaria em uma grande catástrofe.

Helves precisava encontrar lugares ótimos para assim ter total visão de tudo que seria mostrado e falado, mais a frente a mesma podia ver alguns palanques com alto-falantes, que poderia ser discretos o suficiente para abrigar ela e ter uma visão privilegiada de tudo, ou poderia sondar andando pelo lugar sempre em movimento, para não ser detectada, a mesma tinha de decidir o local o quanto antes, para que assim que o discurso começasse a mesma pudesse absorver tudo.


Legenda:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

Art. 3 - Our memories - Página 4 >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 



Última edição por Kenshin Himura em Dom 30 Ago 2020, 09:08, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 83
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Art. 3 - Our memories - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 4 EmptySex 28 Ago 2020, 07:52

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Todo o grupo parecia bem conectado. Ainda que Helves estivesse prometendo para eles uma vida de pirataria no mar azul, não era exatamente algo imediato. O plano de ajustar Stanford poderia demorar anos, precisava ser realmente uma coisa trabalhada e bem estruturada para não acontecer outra queda pouco tempo depois. – Pensei sobre ela também... – a antiga chefe da guarda realmente chamava muita atenção, talvez fosse mesmo a melhor escolha. – Natalie... Bem, pode deixar que eu cuido dessa parte. Ela pode acabar sendo um problema, então preciso mesmo a encontrar antes de tudo. – se ela estivesse para se tornar uma inimiga, talvez fosse melhor a eliminar antes de tudo começar. – Sem ela do nosso lado pode ser complicado, mas é tudo que temos para avançar por aqui. – após as palavras trocadas ela subiu para vestir outra roupa, descendo logo em seguida até Aya, que a esperava no fim da escada. – Espero que sim... São promissores, mas não posso depositar totalmente minha confiança neles. – ainda restavam algumas coisas que a garota não podia contar aos novos companheiros, na realidade existiam muitas coisas. Esconder fazia parte de seu trabalho, ainda que não fosse legal com pessoas que mostravam tanta confiança nela, Helves ainda fazia parte do exército revolucionário e precisava manter as aparências mesmo com companheiros.

Com tudo pronto o grupo saiu em direção ao local do pronunciamento. Helves segurava firme a mão de Aya, parando por alguns instantes para vestir ela com um de seus mantos que poderia cobrir os cabelos e rosto da sirena já vistos por alguns civis de Stanford. – Nós duas não podemos ser reconhecidas ainda. – comentava em um sorriso, jogando o capuz sobre sua cabeça, assim como na de sua amada para se manterem escondidas. "Vou precisar de um lugar discreto, com visão ampla de palco principal." Com os olhos a celestial começaria a procurar um lugar do tipo, além do mais simples com o alto-falante, Helves também queria algum onde pudesse ver tudo de cima ou algo parecido. Ter a melhor visão possível de seu maior inimigo em Stanford. "Só escutar a voz dele não basta, quero escutar tudo que ele vai dizer e ainda olhar nos olhos dele." Encarar um novo monstro que ela provavelmente tinha criado ali ao matar Ford, infelizmente acabava sendo o tipo de culpa carregada pela pirata nos últimos tempos. Não demoraria muito tempo na busca, parando de procurar assim que estivesse chegando a hora do discurso, indo para um dos lugares com vista boa, seja algum prédio ou simplesmente algum ponto mais alto. A segunda opção seria o lugar inicial encontrado, ficando próxima do alto-falante para escutar bem tudo que seria dito, permanecendo escondida junto de Aya o tempo inteiro.

Fiquem de olho nos guardas, é melhor sairmos assim que estiverem se aproximando muito. – avisaria ao grupo, mantendo seus próprios olhos atentos, observando bem a movimentação da população e também de toda a guarda fordista. Helves se movimentaria para algum outro ponto próximo a qualquer sinal de perigo, mantendo-se dentro do alcance do discurso, querendo realmente escutar tudo e assim entender o que Vânia procurava a mandando ali. "Terei que matar esse homem também?" Perguntava-se, sabendo que o fim esperado seria esse. "O jeito dele resolver as coisas é ruim, não acho que seja melhor que o Andrew... Só parece que tudo atualmente envolve matar meus inimigos mesmo que eles sejam simples cidadãos de bem." Pensar naquilo complicava ainda mais a vida de Helves, as mãos dela iam ao rosto, esfregando este um pouco só de pensar na quantidade de coisas horríveis feitas nos últimos tempos por suas próprias mãos. "Esse acabou se tornando o meu jeito, ainda que eu não estivesse pensando em trilhar esse caminho... Pareceu a única maneira de deixar todos seguros e protegidos." E mesmo com tudo isso a única pessoa que restou ao seu lado foi Aya. "É... Se for para nos deixar seguras eu acho que posso matar esse homem, mesmo que não seja o certo na minha visão." Assim ela concluía seu problema interno, deixando isso de lado para focar no presente. Segurando a mão de Aya, acariciando a mesma e também prestando atenção no pronunciamento e Vladimir.


Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Comandante Revolucionário
Comandante Revolucionário
Kenshin Himura

Créditos : Zero
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

Art. 3 - Our memories - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 4 EmptyDom 30 Ago 2020, 09:07



A conversa com seus novos companheiros fora bem proveitosa, se a menina queria mudar a ilha, quem melhor do que o grupo que era a resistência do governo Ford. Agora tinham de conhecer seu principal inimigo, o grupo seguia para a praça da entrada da ilha, onde estava reunido milhares de pessoas para escutar pela primeira vez o novo líder da guarda, e saber qual vai ser o novo rumo da ilha.

Helves tinha de encontrar um lugar seguro para poder ver com clareza e escutar nitidamente o discurso do homem. Além da caixa de som, que era um lugar tranquilo para ficar, Helves podia ver diversos prédios em volta, talvez fossem lugares melhores para poder estar, já que teria uma visão privilegiada de toda a praça e dos guardas que rondavam todos os lugares.

Assim a celestial dispersava seus companheiros ficando ao lado de Aya, em seguida ambas seguiam para o beco mais próximo que dava acesso a uma rua atrás dos prédios que estavam virados de frente para a entrada de cidade. Guardas passavam várias vezes por ali, mas ambas tinham sido rápidas o suficiente, um dos prédios tinha uma escadaria de emergência que levava para a o terraço do mesmo.

Subindo as escadarias, Helves chegava ao terraço onde ao chegar do outro lado tinha uma visão perfeita de toda a praça e do palco onde o chefe da guarda daria seu discurso. A garota tinha de tomar cuidado com sua permanência ali, pois em alguns prédios espalhados pela praça podia ser visto alguns guardas de olho na rua, realmente o local estava extremamente fortificado, a permanência da mesma por muito tempo ali poderia ser um risco.

Logo então trombetas tocavam e as pessoas aplaudiam, logo então subindo ao palco Helves conseguia ver Vladmir atrás dele haviam doze pessoas, dentre homens e mulheres que se dividiam ao lado dele. Um dos homens seguia em direção ao palanque, os aplausos e trombetas iam diminuindo, o homem levantava as duas mãos pedindo para que as pessoas se acalmassem.

- Meu povo! Vocês estão para testemunhar essa noite, um evento de tal magnitude, no qual nem Stenford ou mesmo o mundo já viu antes, o renascimento de uma nação que teve sua queda causada por pessoas do mar azul, assim apresento a vocês o novo chefe da guarda de Stanford, o homem que vai levar nossa ilha a grandeza… Vladimir Rasputin! Asim que o homem terminava de falar, Vladimir que estava ao fundo se aproxima sendo ovacionado pela população, o mesmo sorria para todos acenando gentilmente.

As pessoas ficavam mais calmas quando o mesmo se aproximava do microfone. - Irmãos celestiais, a alguns dias nossa ilha fora atacada por uma pirata e seus amigos, levando nossa sociedade ao decline-o, mas isso tinha sido só o estopim, pois tudo que o Ford vinha fazendo era explorar nosso povo e nos tratar como lixo, eu e um grupo de nacionalistas nos unimos, e juntos conseguimos ver tudo que estava acontecendo, e que a luta que sempre tivemos internamente para ajudar a nossa população na maioria das vezes era em vão, pois nunca podíamos fazer nada, eramos apenas soldados em meio a milhares de outros, não eramos responsáveis pelas ordens que eram dadas a nós.

-  E ouve um tempo que eramos orgulhosos, mostrávamos nossas raízes sem medo, até a chegada desse homem que nos fez hoje termos medo de quem somos, toda a corrupção, toda a desgraça que vem assolando nossa nação, veio de um homem que não era um de nós, um homem do mar azul! Ele dava uma pausa elevando sua voz, o ódio começava a ser instalado no lugar, principalmente pelas pessoas do mar azul. - Eles sobem em nossa ilha, fazem oque quiser, matam nossos cidadães, e agora vemos o colapso de classe por classe, metade de vocês estão em desespero, centena de milhares de vidas destruídas com uma luta sem sentido em nossa cidade. Centenas de milhares perderam suas casas, perderam seus negócios, e estão indo a falência, tudo por conta de pessoas do mar azul, até quando vamos aguentar isso?

- Eu estou convencido, de que devemos agir agora, e se não agir o quanto antes, será tarde demais, e por essa razão eu decidi, com a ajuda dos mesmos irmãos nacionalistas que estão logo atrás de mim! O mesmo pausava mostrando as doze pessoas que o acompanhava. - Estamos decididos salvar nossa nação e a pátria! As pessoas aplaudiam as palavras do homem, estavam maravilhados com Vladimir, ele tinha bastante carisma. - Não tenham medo de serem quem são, mostrem suas asas, mostrem que somos uma raça superior que as pessoas do mar azul, e podem ter certeza que eu e meus doze apóstolos, lutaremos com unhas e dentes, para a ressurreição de Stanford, nos de dois anos para tornar Stanford grande novamente, e eu juro que assim como eu tomei posse de chefe da guarda, assim terminarei, não por recompensa, farei tudo por vocês, cidadães de Stanford!

- Stanford acima de tudo, a escanção dos celestiais! Assim que ele terminava de falar, as pessoas iam aos gritos e felicidades, mostravam suas asas, oque não era feito na época do Ford, as palavras do homem eram realmente bonitas e fortes, ele era cheio de carisma, mas eram carregadas de racismo com as pessoas do mar azul. Quem olhava de fora achava que as coisas poderiam sim melhorar, mas aquele que tinham o mínimo de entendimento politico, poderia ter certeza de que algo grande e perigoso estava por vir.


Legenda:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

Art. 3 - Our memories - Página 4 >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 83
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Art. 3 - Our memories - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 4 EmptySeg 31 Ago 2020, 19:03

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Dos lugares disponíveis para se ficar, Helves acabou escolhendo o prédio de onde conseguiria ter uma visão ampla de tudo que estava acontecendo durante o pronunciamento de Vladimir. "Parece bom até aqui, só precisarei tomar cuidado com eles." A quantidade de guardas realmente assustava, tendo diversos que até mesmo estavam nos prédios fazendo a ronda para proteger bem o discurso de seu líder. – É... Ele tem cara de líder, sem saber tudo que sei eu provavelmente o apoiaria também. – comentava ao ver a chegada do ruivo junto de mais doze pessoas, provavelmente seus apoiadores dentro da guarda. Conforme o discurso iniciava os aplausos surgiam, algo bem estranho para a garota depois de ter conhecido melhor a cidade baixa. Ela literalmente não tinha noção que os moradores da cidade alta apoiavam tanto assim o sistema que a guarda local estava implantando. – Provavelmente não sofrem tanto quanto os outros... Nem devem saber de tudo que eles já fizeram nos lugares mais baixos, é natural. – sem o conhecimento eles viam Vladimir como a salvação, nem mesmo entendendo que estavam apoiando a pessoa errada naquele momento.

A culpa de tudo cair nela e em seus companheiros fazia total sentido, Helves nem mesmo duvidava que aquele sujeito usaria desse tipo de argumento para ganhar o povo. O problema era que até mesmo ela entendia o lado dele, que estava apenas tentando salvar seu povo, sua terra e se livrar da oposição. A única coisa que a pirata realmente não gostava era o jeito que ele tratava o pessoal do mar azul de forma diferente, como se fossem simples monstros sem antes os conhecer de verdade. Nenhuma raça é superior a outra, elas são apenas diferentes e justamente por isso Helves buscava tanto a liberdade para tudo e todos. "E mesmo assim estou aqui pensando se ele é tão ruim quanto dizem." O seu maior inimigo usava uma máscara como qualquer pessoa que precisava ganhar o apoio dos outros, parecendo tão real e verdadeiro naquele momento. – Dois anos... Vou ter mais trabalho do que pensei, esses doze apóstolos vão ser trabalhosos de derrubar. Mesmo ele eu não vejo caindo no fim. – a escolha de resolver os problemas ali tinha sido ela. Deixar tudo para trás como outros fizeram não era bem o estilo da celestial.

Helves não era uma grande conhecedora de política e coisas do tipo. Seu trabalho até então sempre a fez conhecer um pouco de história, coisas do passado, além de tudo que já viveu até aquele dia. Dois anos era muito para se estudar e evoluir, então não era lá um grande problema aos olhos dela. Mas com tanta gente a apoiando, ao menos aquele tipo de coisa ela tinha de conhecer e entender. Vladimir continuava seu inimigo ainda que o pronunciamento do mesmo tivesse sido atrativo, no fundo a jovem pirata conseguia ver o caos que o governo do guarda poderia trazer. "Não posso deixar isso nas mãos dele facilmente, tenho sorte de ter pessoas me apoiando nisso. Vânia vai ajudar muito e todos do bando também... Aya principalmente." Todo o estrago que Helves causou na ilha, tudo isso foi feito perto da sirena. Não era esse tipo de imagem que ela gostaria de passar para a pessoa que amava tanto, talvez por isso virou seu objetivo pessoal ajudar Stanford o máximo possível. "Ela merece alguém melhor do que eu ao seu lado, mas não acho que conseguiria viver sem ela..." Só de pensar em a deixar partir fazia o peito da garota apertar um pouco. Por alguns instantes após escutar tudo ela ficou quieta, olhando seriamente na direção do ruivo, imaginando se teria como resolver os problemas em uma simples conversa.

Parecia impossível naquele ponto. Helves apenas suspirava, levando a mão direita até os cabelos, jogando estes para trás durante uma breve observada nos arredores. Os guardas provavelmente já tinham se movimentado bem e ela não teria como permanecer ali muito tempo. A única razão para ficar seria escutar mais alguma coisa dita por seu inimigo, apenas trocando de localização para um ponto mais seguro onde conseguiria escutar bem tudo. Só que se o perigo fosse grande demais ela simplesmente recuaria, levando Aya consigo de volta até a hospedagem. – É melhor não corrermos perigo. – comentaria se fosse questionada sobre a saída precoce do grande evento criado para anunciar a liderança de Vladimir. Os próximos passos em sua grande jornada naquela cidade seriam complexos, provavelmente bem difíceis de serem seguidos e no fim Helves poderia nem mesmo conseguir tudo que almejava e nisso a chance de perder mais do que simplesmente sua chance de virar Shichibukai existia. Ninguém faria uma recomendação desse tipo de caminho, ela simplesmente amava muito seu povo para os abandonar na situação complicada que estavam.


Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Comandante Revolucionário
Comandante Revolucionário
Kenshin Himura

Créditos : Zero
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 4 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

Art. 3 - Our memories - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 4 EmptyTer 01 Set 2020, 14:49



Helves presenciava o discurso do seu então inimigo, o homem era como Vânia tinha falado, carismático, cheio das palavras bonitas, falando tudo que o povo quer ouvir, mas ai que morava o problema, ele estava se aproveitando do ódio, e da raiva, de uma crise para poder implantar um governo autoritário e racista, oque poderia no final culminar em uma guerra com a ilha de baixo ou pior uma guerra civil entre as diferentes classes existentes na ilha.

Helves percebia que um dos guardas nos telhados estava se aproximando, rapidamente a moça puxava Aya a levando para o térreo, ter a posição revelada naquele momento seria algo extremamente perigoso, visto que sua cabeça estava na mira do novo regente e sua guarda. No momento que as meninas pisavam no chão escutavam disparos, e o barulho do povo desesperado, as garotas podiam ver as pessoas invadindo as ruas adjacentes correndo da praça.

Alguma coisa tinha acontecido, e assim interrompendo o resto do pronunciamento do Vladimir, não tinham tempo de encontrar seus companheiros pois se ficassem ali certamente seriam esmagadas pelas pessoas correndo. Assim Helves e Aya corriam em direção a cidade baixa, a jovem sirena estava assustada, e a mesma coria um pouco mais devagar que Helves devido suas pernas não serem feitas para tal ato.

A multidão tomava em volta das garotas, todos correndo assustados com o barulho de tiro, mas isso ao mesmo tempo era proveitoso pois os guardas não conseguiam identificar a dupla em meio a multidão. Depois de um tempo ambas conseguiam voltar a estalagem, ofegantes com tudo que tinha acontecido em tão pouco tempo. - Helves oque aconteceu? Indagava a sirena para a jovem celestial. - Será que o pessoal está bem? Realmente era uma pergunta valida, talvez a guarda tenha reconhecido eles, ou pior... Helves tinha o número de Uriel, poderia assim se comunicar com o garoto. - Parece que as coisas na praça foram bem movimentadas! Dizia a velha olhando na direção de Helves.


Legenda:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

Art. 3 - Our memories - Página 4 >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 83
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 4 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Art. 3 - Our memories - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 4 EmptyTer 01 Set 2020, 15:24

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


O dia estava tão bom para acabar terminando daquela forma. Helves realmente não esperava escutar o som de tiros em um dia claramente feliz para o povo da cidade alta. O pessoal da cidade baixa obviamente não gostava de Vladimir, mas não fazia sentido atacarem o discurso dele e simplesmente criarem mais ódio do ruivo. "Merda... Não precisava acontecer isso logo agora, só vai chamar mais atenção pra mim." A correria assustaria qualquer um, principalmente a pequena sirena naquele ponto. Correr foi a melhor escolha, ainda que seus outros companheiros estivessem ficando para trás, Helves sempre colocava a segurança de Aya em primeiro lugar. Uma sereia nunca conseguiria acompanhar a celestial, que só tinha como ficar ao lado de sua companheira, impedindo qualquer pessoa de se aproximar pra que ambas conseguissem correr em uma velocidade aceitável. – Vou te levar até um lugar seguro, pode ficar tranquila. Nada vai acontecer conosco! – afirmava, seguindo em frente sem qualquer problema com os guardas, aproveitando-se por completo da multidão que as escondia de tudo e todos.

A hospedagem parecia tão longe a alguns minutos atrás, mas quando a alcançou finalmente, Helves apenas sorriu de alivio, indo para dentro do local com a respiração tão rápida que poderia ter algum problema se a corrida tivesse continuado por mais tempo. – Não sei... – falava também sem entender a razão do acontecido, fechando os olhos só de pensar em quem poderia ter feito aquilo. – Eles sabem se cuidar, estão vivos até hoje mesmo sendo contra Andrew até então. – quando terminou de falar isso ela imediatamente aproximou-se mais de Aya, checando cada parte do corpo da sirena em busca de qualquer ferimento. – Mais importante que tudo isso... Você está bem? Eu quis garantir sua segurança, mas não imaginei que teríamos de correr tanto. – sem dizer mais nada ela apenas olharia para Aya com certa preocupação até a mesma esclarecer sua situação. Com a sereia bem, Helves apenas precisaria retirar o comunicador da mochila e ligar para Uriel. Só que se ela estivesse com algum problema, de imediato a pirata levaria a mesma para o quarto no andar superior, cuidando de tudo que fosse preciso de tratamento, deixando-a para descansar após tudo.

Ocorreram disparos no meio do discurso... Não sei bem quem ou a razão disso, mas esse tipo de coisa só complica mais a minha situação. – explicava para a velha Genkai. Logo o comunicador era retirado e com o número de Uriel em mãos, ligava ao outro celestial. – Uriel! Está tudo bem? – aguardaria qualquer resposta para então continuar. – Como estávamos distantes, resolvi nos manter seguras ao invés de procurar por vocês... Sabe me dizer quem fez isso? Estava tudo indo tão bem. – as respostas precisavam surgir de algum lugar, talvez ele junto dos outros tivesse visto algo antes dos disparos serem dados. Helves penas queria alguma pista para poder provar que não teve nenhum envolvimento nisso futuramente. – Você sabe onde estou ficando, descansaremos um pouco. Fiquem bem, eu imploro... – não era hora de perder alguém, estava cedo demais para isto acontecer. Helves apenas queria o bem de seus companheiros, talvez por isso demonstrava isso daquela forma, finalizando a ligação após despedir-se de Uriel e dos outros. "Que dia... Mais trabalho a ser feito, ao menos Aya está bem." Como o dia já estava perto de seu fim a garota apenas subiria ao quarto para descansar um pouco, trocando de roupas e simplesmente deitando na cama junto de Aya por algum tempo. Não dormiria de imediato, apenas aproveitaria aquele momento para relaxar um pouco após uma fuga tão conturbada e também apreciar que a sirena estava bem depois de tudo. Depois de tantos acontecimentos a celestial escutaria sua companheira se esta quisesse falar algo, mantendo-se acordada até que a sereia fosse dormir, pois só assim poderia descansar tranquilamente ao lado dela.


Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Art. 3 - Our memories - Página 4 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 4 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Art. 3 - Our memories
Voltar ao Topo 
Página 4 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Karakui :: StanFord-
Ir para: