One Piece RPG
Art. 3 - Our memories - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor Bluesday Ontem à(s) 20:26

» Cap. 2 - A New Day
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor ADM.Tonikbelo Ontem à(s) 18:59

» [Ficha] Song
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor MarionLRZ Ontem à(s) 18:39

» [LB] O Florescer de Utopia III
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor Vincent Ontem à(s) 18:12

» Enuma Elish
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor Thomas Kenway Ontem à(s) 16:57

» Seasons: Road to New World
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor Ravenborn Ontem à(s) 15:51

» Arco North Blue: Uma Odisseia no Santuário
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor Thomas Kenway Ontem à(s) 15:36

» I - As rédeas de Latem City!!
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor Felix Ontem à(s) 15:18

» Akira Suzuki
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 10:58

» Lurion
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 10:57

» O Legado Bitencourt Act I
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor Ineel Ontem à(s) 04:15

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor Akuma Nikaido Sab 26 Set 2020, 23:54

» Livro Um - Atitudes que dão poder
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor ADM.Tidus Sab 26 Set 2020, 22:20

» Supernova
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor Takamoto Lisandro Sab 26 Set 2020, 21:56

» Hey Ya!
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor Takamoto Lisandro Sab 26 Set 2020, 21:55

» Cap.1 Deuses entre nós
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor Thomas Torres Sab 26 Set 2020, 21:05

» The One Above All - Ato 2
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor CrowKuro Sab 26 Set 2020, 19:44

» A inconsistência do Mágico
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor CaraxDD Sab 26 Set 2020, 19:27

» Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor GM.Muffatu Sab 26 Set 2020, 18:23

» As mil espadas - As mil aranhas
Art. 3 - Our memories - Página 3 Emptypor jonyorlando Sab 26 Set 2020, 17:46



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Art. 3 - Our memories

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 59
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Art. 3 - Our memories - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 3 EmptyQua 22 Jul 2020, 19:40

Relembrando a primeira mensagem :

Art. 3 - Our memories

Aqui ocorrerá a aventura do(a) revolucionária Helves. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Ryoma
Super Nova
Super Nova


Data de inscrição : 04/06/2011

Art. 3 - Our memories - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 3 EmptySab 08 Ago 2020, 01:01

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


As roupas eram encontradas com certa facilidade, principalmente por ser uma loja na cidade alta, tendo maior variedade de coisas a serem compradas em boa qualidade. Tudo seguia perfeito, as roupas encaixavam bem e pareciam ter sido feitas do tamanho correto para Helves, que simplesmente ia acumulando cada uma delas até experimentar cada uma. Ver Aya animada com sua nova roupa tranquilizava um pouco a celestial que estava pensando se parar para comprar algo tinha sido mesmo uma boa ideia. "Pelo jeito foi." Sorriu, caminhando até sua amada lentamente, mostrando um sorriso suave para ela. O vestido da sirena realmente era bonito, mas não teria ficado tão bem em outras mulheres. Provavelmente só ficou perfeito daquele jeito por ser Aya o vestindo. – Sim, maravilhosa... – comentava, mesmo que não fosse exatamente sobre o vestido, provavelmente pareceria que era. Rapidamente se aproximou de sua companheira, abraçando-a por trás enquanto observava melhor o vestido, sentindo este em suas próprias mãos antes de afastar-se para dentro de um dos provadores.

Helves colocaria o vestido azul para usar pelo resto do dia, imaginando que combinaria mais ao estar do lado de Aya com sua nova roupa. O manto preto permaneceria sendo usado para simplesmente esconder os cabelos da garota, pois chamavam atenção demais e não era o melhor horário para ter guardas a seguindo. E nos sapatos a bota preta do conjunto anterior também ficaria por ali, já que andar descalça mesmo sendo uma coisa do seu gosto não faria sentido por ali. – Estou pronta. – diria, saindo do provador ainda sem o capuz, prendendo seu cabelo com um simples elástico para que o mesmo não fique voando por aí chamando toda a atenção do mundo. "Arrumarei algo mais discreto quando descermos, não posso sair comprando roupas completamente para me esconder usando esse rosto, seria suspeito até demais." Tudo ali na loja estava finalizado, pagou, guardou as roupas restantes e ambas caminharam para fora do local.

O agradecimento de Aya só fazia Helves mais feliz ainda, abrindo um sorriso tão grande, não conseguindo se segurar. – Eu vivo por você, aquece meu coração te satisfazer assim... Sempre que precisar de algo é só falar, não gosto de te ver insatisfeita com alguma coisa. – dito isto, passava a mão direita nos cabelos dela e um breve abraço. O capuz de seu manto finalmente subia para cobrir as madeixas verdes, andando sempre perto da sirena, segurando seu braço no percurso de maneira cautelosa o tempo inteiro. A cena que encontrava logo depois de achar o ponto da reunião parecia um tanto estranha. Mesmo quando Ford ainda era vivo os seus guardas não mostravam aquele tipo de ação, seguindo bem as ordens. Helves não conhecia a pessoa que comandava os guardas naquele momento, sendo um pequeno problema que até poderia ser resolvido retirando tal ser do comando, mas provavelmente seria melhor apenas evitar a confusão por hora. – Hm, fique tranquila. – cuidadosamente segurava o rosto de Aya com ambas as mãos, fazendo ela olhar diretamente em seus olhos sem ver a cena horrível que ocorria ali. – Não se preocupe, este não é o lugar onde devemos estar agora... E eu estou aqui, nada vai acontecer com você. – diria em um simples sorriso, passando a mão direita pelo pescoço da sirena enquanto caminhava para longe sem olhar pra trás.

Sem muito a ser feito pelos civis, Helves focou em simplesmente encontrar sua superior quando fosse o horário certo e então discutir como deveriam prosseguir daquele ponto em diante. Stanford precisava de ajuda, mas uma pessoa que acabou de matar o prefeito não poderia ter muita voz contra os guardas do lugar e o povo de Karakui que apoiava a justiça do mundo. "Tudo que consigo fazer é livrar todos da guarda local... Só não imagino que o governo gostaria muito de algo assim, eu ainda preciso fazer eles me apoiarem de alguma forma." E aquela reunião com os superiores parecia a melhor chance de conseguir algo perto de um plano que ajudaria na escolha de Helves como a próxima Shichibukai.


Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Cabo
Cabo
Kenshin Himura

Créditos : 4
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

Art. 3 - Our memories - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 3 EmptyDom 09 Ago 2020, 04:24



As meninas terminavam as compras, ambas felizes com suas novas aquisições, principalmente Aya que agradecia pelo presente, aquilo fazia com que Helves reascendesse uma chama antiga, sua amada tinha voltado ao normal, e isso era bom, parecia que a companhia da celestial fazia com que a sirena voltasse a normalidade, esquecendo das coisas horríveis que tinha visto.

Não fora difícil encontrar o local aonde ira acontecer a reunião, mas oque chamava a atenção das duas era o fato da guarda está sendo muito mais autoritária do que na época  em que Ford estava vivo, mas isso era um fato, com o atentado terrorista que fizera a morte de seu líder, tinha suas consequências, e a principal mais notável era o regime autoritário por parte da guarda com os habitantes da ilha principalmente com os da cidade baixa.

Mas Helves não podia fazer anda aquele momento, tudo que podia fazer era virar shichibukai e para isso bastava conversar com sua superior na reunião marcada. Helves pegava a mão de Aya falando que tudo ficaria bem, a sirena ficava um pouco mais relaxada, assim ambas ficavam escondidas até o horário da reunião.

O tempo se passava e finalmente estava perto de meia-noite, Helves e Aya se aproximavam da casa abrindo a porta sem muita cerimonia, um vento gélido vinha de dentro do local fazendo ambas se arrepiarem, em seguida as garotas adentravam na casa que em um movimento estranho a porta atrás delas se fechava sozinha. A escuridão tomava conta do lugar quando alguns segundos depois uma lâmpada era acessa no centro de uma grande mesa de madeira que tinha plantas crescendo por ela.

Atrás da mesa Helves podia ver a silhueta de uma mulher, que se aproximava em direção a luz, logo a celestial podia ver uma bela mulher de cabelos negros como a noite, a mesma vestia um gigantesco casaco como sobretudo. - Fico feliz que seja pontual! Dizia a mulher, a mesma voz que Helves tinha escutado no seu comunicador.

A mulher então se sentava na cadeira perto a mesa fazendo sinal para Helves e Aya se aproximarem, ao fazerem isso mais algumas luzes na casa eram acesa, e ambas as garotas podiam ver mais ou menos cinco pessoas espalhadas pela casa as observando. - Não se preocupem, são o meu pessoal! A mulher falava se reclinado.

- Fico feliz em conhecer a famosa Anna mascara da morte ou Helves, não sei como prefere se chamar! A mulher então tirava um cigarro o ascendendo olhava para as garotas e dava um sorriso. - Vim por conta do resultado de sua última missão, graça a morte do idiota do Ford o novo chefe da guarda adotou um sistema autoritário próximo a poder dar um golpe e aplicar uma ditadura, e isso seria péssimo para nós! A mulher dava uma pausa dando uma grande tragada em seu cigarro. - Antes que pergunte, não, não fui a responsável por essa missão, por isso estou aqui para limpar a bagunça daquele idiota! A mulher então se levantava caminhado pela casa.

- Que grosseria a minha, me chamo Vânia, mas conhecida como “A manipuladora.” Um apelido que o governo colocou em mim! Bom chega de apresentações, antes de tomar nota de tudo que temos de fazer me diga de você, oque aconteceu com essa cidade! Assim a mulher parava olhando para Helves esperando seu relatório, e dando brecha para a celestial fazer seu pedido para tentar virar uma shichibukai.

Legenda:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 3 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Art. 3 - Our memories - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 3 EmptyDom 09 Ago 2020, 23:54

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


A reunião tinha um inicio bem estranho. O lugar em si não era lá muito convidativo, parecendo tão abandonado que Helves só sentiu-se confortável para entrar por conta da ordem que recebeu. A dona da voz que escutou anteriormente finalmente surgia, mostrando-se um ser tão belo quanto todas as outras mulheres que a celestial já teve o prazer de encontrar na revolução. Parecia impossível ter alguma mulher considerada feia dentre os revolucionários, talvez por isso a garota estivesse tão confortável de lidar com ela, pois sua aparência e jeito de falar entregavam o tipo de pessoa que a garota conseguia dialogar melhor. Homens geralmente não a deixavam tão tranquila, somente alguns tinham este efeito, pois a maioria deles na realidade pareciam causar uma má impressão na garota e ela preferia não ter que passar por isso. – Certo... – murmurava, observando o pessoal nos arredores. Não era lá uma conversa muito privada, Helves não poderia ter certeza de que estava segura falando com aquela mulher no meio de tanta gente, mas já tinha passado do ponto onde poderia se dar ao luxo de esconder coisas.

Tranquilamente aproximava-se da mesa, dando uma boa olhada na mulher que precisaria lidar antes de prosseguir com seu plano. A conversa com ela poderia seguir um rumo horrível dependendo dos planos que os superiores tinham para Helves, e naquele momento ela não estava atrás de mais missões inúteis que somente os deixariam felizes. – Nomes... Bem, é melhor não usar nenhum destes... A máscara é a Anna, não eu. Foi o jeito que encontrei de auxiliar os outros em missões. – depois da missão para encontrar Axell e o seguir não sobrou muita escolha a não ser adotar uma identidade nova, seria inútil se revelar como revolucionária naquele momento e até então essa escolha tinha se provado correta. "É o esperado da guarda local." Eles não tinham muita escolha, pois tinham perdido não só Andrew, como também a única pessoa que poderia assumir o controle da ilha no lugar dele. Sem ninguém da família Ford para comandar a ilha, restou apenas aquela escolha aos guardas de Stanford. – É... Me obrigar a matar um homem inocente de certa forma foi horrível, mas eu entendo um pouco dos motivos... Só não aceito que Madeleine se tornou efeito colateral. – por um instante a raiva voltava, mas Helves sentava-se na mesa, abaixando a cabeça por alguns segundos enquanto escutava a apresentação da mulher.

Vânia... – dizia baixinho, sorrindo para a mulher que parecia bem mais interessada nas coisas feitas por Helves do que o antigo superior com quem ela teve de conversar nas últimas missões. – Bem que eu gostaria de saber... Andrew aparentemente estava envolvido em um experimento feito em celestiais, meu próprio povo estava sendo usado para criar alguma coisa para ajudar Madeleine... Não sei bem o que era, apenas tenho noção que Frisk estava envolvido nesse experimento. – era muita informação para dar de uma vez só, Helves ainda não tinha ideia do que havia feito até então, mas imaginava ter feito a coisa certa. – Andrew tinha um acordo com o governo, tudo isso envolvia o projeto, aqueles experimentos... Ele basicamente se entregou quando o confrontei diretamente, então tive sucesso na minha missão e... Foi bem ai que recebi a ordem de matar ele. – assim ela levou a mão direita até o rosto, esfregando este um pouco enquanto olhava diretamente nos olhos de Vânia. – O objetivo era causar a morte de Andrew sem envolver a revolução nisso, então eu fiz isso. Matei ele como Helves, uma pirata... Acho que foi o bastante, mas acabei explodindo mais do que apenas ele. Explodi a casa onde ele estava e isso levou a um incêndio que danificou boa parte de Stanford. – por hora sua parte estava finalizada, mas não era bem ali que terminava tudo.

Da minha parte é isto... Não fiz muito, me mandaram ficar aqui e acabou por aí... Só que a ilha onde ficava a mansão dos Ford caiu por algum motivo. Sei que nenhum dos meus companheiros fizeram isso propositalmente, então só posso imaginar que foi o governo ou a marinha. – eles nem mesmo pareciam ligar para o estado de Stanford. – Imagino que você esteja aqui para ajudar nisto, certo? – perguntaria, sabendo que Vânia não teria ido até uma ilha do céu apenas para conversar com uma simples revolucionária. – Quero ajudar, mas não é só isso... Tenho planos, pretendo fazer algo grande. – aquela pareceu a melhor oportunidade para apresentar o real plano que Helves tinha em mente, algo que ainda não tinha conseguido falar para ninguém fora Aya. Somente ela conseguiria dar as forças que a celestial precisava naquele momento, pegando a mão da sirena na sua, segurando firme enquanto continuava a falar. – Sempre fiz um trabalho por baixo dos panos, algo mais secreto. Quando me colocaram com a Seasons eu achei estranho, eles não combinavam em nada comigo. Um grupo que sempre chama toda a tenção envolvidos com uma pessoa que nunca quis esse tipo de atenção ao entrar na revolução. – Helves respirava fundo, dando uma breve olhada para Aya, acariciando a mão da sirena e então retornava seu olhar à Vânia. – Estou atrás de algo maior, sei que provavelmente vou ter que fazer mais missões de invasão no futuro, mas não quero me manter apenas aqui... Sendo uma simples revolucionária. Eu pretendo me infiltrar em algo maior, quero me tornar uma Shichibukai usando minha real identidade para isto. – somente uma pirata conseguiria chamar a atenção do governo para tal coisa, Helves tinha tudo que precisava, só faltava a aprovação e apoio dos revolucionários naquele assunto. – Ainda preciso fazer algumas coisas, mostrar ao governo que sou uma aliada e não uma ameaça como fiz até o momento... Eles não devem gostar tanto de mim, matei Ford, causei tanta destruição nessa ilha e na de baixo. Tudo que preciso é do apoio dos meus superiores e de algumas ideias, formas de conseguir que o governo veja Helves de forma diferente... – nesse instante a garota olhava para sua superior como se estivesse realmente precisando de ajuda, mostrando toda a confiança que tinha em seu plano, porém ainda um pouco perdida em como faria isto funcionar. – Sei que posso fazer isso, mas precisarei de ajuda. Lá dentro eu conseguirei fazer algo que será impossível de onde estou atualmente, espero que entenda. – e assim ela finalizou, mantendo seu olhar fixo em sua superior, esperando receber suas novas ordens, pois esta era a razão dela estar ali. Não importava muito se ela iria apoiar aquele plano. No fim a escolha ainda estaria nas mãos da celestial, que poderia simplesmente seguir seu rumo sem receber mais ordens, podendo entrar como Shichibukai sendo uma simples pirata.


Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Cabo
Cabo
Kenshin Himura

Créditos : 4
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

Art. 3 - Our memories - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 3 EmptyTer 11 Ago 2020, 06:03



A reunião com Helves e sua superiora dava início, e a pedido da “manipuladora”, a celestial dava seu relatório sobre tudo que tinha acontecido com Ford e a ilha, a mulher parecia estar mais surpresa do que se esperava, sabia que a situação da ilha estava tensa mas dado aos acontecimentos não sabia o quanto. - Sei que o idiota do Ford não era flor que se cheira, mas se estava fazendo experimentos junto ao governo poderíamos ter usado isso para expor o governo, mas ago… Graças aquele idiota! A mulher falava limpando as cinzas do cigarro que ia se acumulando.

Helves então perguntava se a mulher estava ali para poder ajudar a ilha, Vânia dava um riso para a jovem celestial e logo começava a falar. - Vim aqui por vários motivos, mas sim, um deles e arrumar essa ilha! Mas antes que a mulher pudesse falar mais alguma, coisa Helves mostrava querer ajudar, e mais, a jovem mostrava sua determinação para poder se infiltrar em algo maior, algo que ela realmente poderia fazer diferença.

A jovem celestial mostrava seu interesse em se tornar um shichibukai, mas para isso precisaria estar na patente certa e apoio do exército para poder fazer a mesma chegar nesse posto. Vânia sabia o quão valioso poderia ser ter alguém infiltrado no meio dos sete e aquilo fazia a mulher ter um turbilhão de ideias. - Como ia falando, vim aqui com vários motivos, e um deles era você, precisava conversar com você pessoalmente e não por ligação, a final, isso é importante demais para ser interceptado pelo governo. A mulher então admirada pela determinação da jovem celestial. - Fico feliz em ver o quão determinada está para poder mudar o mundo, e você me deu oque esperava, parabéns está sendo promovida a Agente-Duplo! A mulher então se levantava e estendia a mão par Helves.

- Bom sou uma das lideres da central de inteligência do exército, então esse pedido é bem viável de ter nosso apoio para seguir nessa empreitada, cada um dos meus subordinados aqui é um agente-duplo pronto para assumir suas posições nessa ilha para que enfim possamos tomar controle do lugar bem de baixo do nariz do governo… Ou no caso acima! Vania retomava seu assento enquanto Helves absorvia a notícia. - E claro você agora responde a mim, seus serviços para nós foram todos bem executados, mesmo aqueles sendo autorizados por alguns idiotas, então por isso quero você trabalhando comigo, ainda mais uma empreitada como essa como se tornar uma shichibukai.

As coisas iam indo muito bem para os planos que Helves tinha, só que havia algumas barreiras até chegar ao fato de realmente conseguir uma cadeira nos shichibukais. - Concordo com você, para conseguir tal feito, vai ter que abandonar completamente a vida de revolucionária e passar a agir como uma verdadeira pirata, mas não uma pirata qualquer, uma que seja útil para o governo! A mulher então dava uma tragada em seu cigarro pensando no que poderiam fazer.

-Sabe que em alguns momentos ira ficar contra seus amigos na revolução e terá que fazer isso com maestria para não estragar seu disfarce, mas primeiro terá de reviver a marca de seu bando, e assim levantar seu nome como já tá conhecida por ter matado Ford!

-Mas ela matou por conta de uma ordem! Dizia Aya. - Exatamente senhorita, para o governo ela agora é uma pirata que matou uma dos seus aliados, e precisamos mostrar a eles que não, que Helves está querendo mudar de vida e tem seu senso de justiça mesmo sendo uma pirata! A mulher então sorria.

- Como falei a ilha está a beira de uma politica ditatorial, e certeza que o governo está de olho nisso e provavelmente apoiará, para isso estamos aqui, alguns dos meus vão se infiltrar na guarda e outros em pontos chaves do governo da ilha como empresas! A mulher então apontava para cada um dos que estavam no lugar.

- Vamos precisar mostrar que você tirou Ford pelo bem da ilha, e que esta do lado de uma politica mais controladora para esse povo, só assim para o governo fazer vista grossa para oque fez! Vânia apagava seu cigarro dando uma pausa em sua fala. - Então Pirata Helves, precisamos bolar algo que faça receber apoio do novo chefe da guarda e então fazer seu nome, alguma ideia? Com um sorriso no rosto Vânia esperava as ideias da jovem celestial recém-nomeada Agente-duplo.


Legenda:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 3 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Art. 3 - Our memories - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 3 EmptyQua 12 Ago 2020, 08:07

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Aquela mulher era uma das poucas pessoas na revolução que Helves conseguia confiar após poucas palavras trocadas. Normalmente perder a confiança da garota seria complicado, mas os superiores que ela teve de conversar para conseguir missões até então não tinham sido exatamente bons. Vânia possuía algo que fazia a celestial se manter calma, acreditando nas palavras dela enquanto conversavam normalmente, sem necessariamente precisar se conter na frente dela. – Oh... – murmurava, abrindo um largo sorriso ao escutar sobre sua promoção. Isso tudo só provava que Helves estava fazendo algo certo mesmo quando acreditava estar errada, pois os superiores conseguiam ver o lado bom de suas missões ainda que estivesse recebendo-as da maneira incorreta. Lágrimas se formavam nos olhos dela, mas nenhuma realmente acabava descendo. – Obrigada, me sinto honrada de receber outra promoção... Não achei que chegaria tão longe em pouco tempo. – falava ainda um pouco atordoada, segurando a mão de Vânia enquanto mostrava seu sorriso e observava a mulher de forma mais amigável.

Responder a uma pessoa que teve a coragem de falar na cara de Helves tudo aquilo e ainda ir até a ilha parecia muito bom. Chegar ao posto de Shichibukai seria muito mais complicado do que simplesmente matar algumas pessoas que incomodavam o governo, estava claro que a celestial teria de fazer diversas ações favoráveis sem necessariamente mostrar que apoiava a justiça da marinha ou a gestão do governo. – Bem... Precisamos ver quem é a pessoa por trás dos guardas atualmente, imagino que não seja a mesma pessoa que era quando Andrew ainda estava vivo. – a mudança provavelmente ocorreu, aquele tipo de coisa não seria aceito antes. – Acredito que precisaremos encontrar outra pessoa para ficar no comando da guarda e... Estive pensando em fazer algo com a Anna. – para manter o disfarce ela poderia se livrar da outra parte que algum dia quem sabe fosse atrás dela. Máscaras poderiam facilmente entregar sua identidade e Helves não queria estava correndo atrás de uma revelação por agora. – Anna já foi um grande problema pro governo, se eu conseguir mostrar que derrotei ela e a deixar para ser presa... Imagino que talvez consiga atrair ao menos os olhos deles para minhas ações. – parava de falar um pouco, deixando a mulher para pensar.

Helves não sabia se entregar alguém usando a máscara poderia ajudar tanto assim, mas era algo que talvez conseguisse tirar o perigo de um dia ser reconhecida como a máscara da morte em algum lugar. – A forma mais rápida de fazer eles me olharem diferente seria entregando pessoas problemáticas para a marinha. Piratas, revolucionários ou coisas parecidas. Resolver os problemas da ilha, mostrar que fiz tudo pelo meu povo também ajuda, mas não sei se aquelas pessoas se importam tanto assim com essa ilha. – só de lembrar no estrago que derrubar a mansão causou já fazia a garota ficar com um pouco de raiva. – Foram eles mesmos que derrubaram a ilha com a mansão em Stanford... Mataram Maddie e provavelmente vão jogar a culpa nos meus amigos. – a pequena Ford faria uma ótima prefeita, podendo assumir o posto de seu pai e ser guiada pelos revolucionários secretamente. Talvez a deixar naquela ilha fosse até pior, mas sua morte já não permitia mais qualquer pensamento sobre ela junto de Helves.

Devo fazer uma caça depois de resolvermos os problemas da ilha... Mostrar que a justiça deve ser feita e aí talvez eu consiga bastante atenção. Já estou reunindo pessoas para o bando, pretendo arrumar alguns por aqui e aumentar conforme encontrar mais candidatos. – existia só mais um problema que Helves pensava em lidar naquele ponto, algo que poderia complicar as coisas se não fosse resolvido logo. – Vou precisar que Aya fique comigo, sei que ela tem a própria patente e missões... Mas não posso fazer isso sem ela já que estávamos no mesmo bando. Então se puder resolver qualquer problema com o cargo dela ou coisa parecida, eu agradeceria. – sem a sirena não existiria um bando tão feliz aos olhos de Helves, que já não podia viver sem ela. Simplesmente largar a revolução seria seu próximo passo se mais alguém quisesse separar ela de sua amada depois de tanto tempo separadas.


Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Cabo
Cabo
Kenshin Himura

Créditos : 4
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

Art. 3 - Our memories - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 3 EmptyQui 13 Ago 2020, 22:48



A reunião seguia produtivamente, Helves mostrava sua preocupação em saber quem comandaria a guarda naquele momento, com a falta de seu líder a corporação poderia ter se reinventado completamente, Vânia sorria para a celestial logo falando. - Para podermos entender onde poderíamos nos infiltrar fizemos algumas pesquisas antes dessa reunião! A mulher voltava a se sentar cruzando suas belas pernas.

Um dos homens que acompanhavam a líder revolucionaria colocava uma pasta em cima da mesa. - Temos as fotos do homem que assumiu o poderio da guarda Fordista, já que a antiga capitã esta desaparecida! Vânia retirava uma foto da pasta colocando na frente de Helves, era um belo homem de cabelos vermelhos. - Esse é o vice capitão da guarda fordista, ou melhor dizendo atual capitão da guarda, Vladimir Rasputin, conhecido como “O mago”! O olhar da mulher estava confiante no que poderia ser feito na ilha. - A aparência desse homem, é de um bom samaritano, que luta pela segurança do seu povo e bla bla bla, mas pelas coisas que consegui juntar isso não passa de teatro, ele vinha conspirando contra Ford todo esse tempo.

- Sei que Ford poderia ser um verme, mas esse aqui pode ser mil vezes pior que ele, e não podemos deixar, então sim, precisamos fazer algo para colocar alguém no poder que possamos confiar e que ao mesmo tempo seja bem-vista pelo governo! A mulher respondia a afirmação de Helves sobre esse assunto, seguindo assim para a questão da Anna.

Escutando as palavras de Helves, Vânia se levantava com um grande sorriso, andando em direção da celestial, passava sua mão pelos cabelos esverdeados da Helves falando. - Gosto muito de como você pensa, mas isso é um trabalho perigoso, e muitos diriam ardiloso, mas como é o ditado a gente combate fogo com fogo, o governo já abusou de muitas coisas para poder nos atingir! A mulher então aproxima o rosto perto do de Helves falando. - Garotinha, você tem estômago para entregar alguém “inocente” para conseguir oque você deseja? A pergunta era bastante pertinente visto que não era algo muito do estilo revolucionário, e talvez era isso que Helves queria apresentar.

- E não duvide sobre os interesses do governo para com essa ilha, se não eles não teriam eliminado a mansão dos Ford para apagar o rastro deles, tenha certeza de que vão tentar por as mãos aqui, e por isso que temos de impedir. Com um grande sorriso no rosto a mulher se afastava da celestial.

- Helves, você gosta do estilo musical Jazz? Ela dava uma pequena pausa perambulando pelo local. - O jazz é como uma linda mulher, complexa, emotiva e difícil de agradar, ela não se oferece, é você que tem que conquistá-la. Ela abria os braços olhando para a celestial para ver se a mesma estava acompanhando o seu raciocínio. - Com a liderança da ilha estiver respondendo diretamente a mim e não ao governo, essa ilha soaria mais como… Jazz tistititis tititis… Vânia fazia um barulhinho com a boca com uma pequena dancinha enquanto terminava de falar.

- E como vamos fazer isso? Perguntava Aya. - Meu doce peixinho, por isso vamos resolver uma coisa de cada vez, e vocês entram nessa equação! A mulher se sentava em cima da mesa próxima de Aya e Helves. - Temos de encontrar alguém da ilha, que viveu o mal que Ford fazia, fazê-la ficar do nosso lado, e um bônus maravilhoso se encontrarmos a antiga chefe da guarda! O plano começada a se dar inicio, os olhos da superior brilhavam com suas novas empreitadas.

- Atendendo seu pedido para que o peixinho ande com você, ela não teve nenhum registro notável que impedisse a mesma de seguir na divisão de inteligência, então peixinho, bem-vinda, agora é uma vigilante! Ao escutar isso Aya estava muito feliz pois ia ficar perto de sua amada, a mesma abraçava Helves comemorando sua nova patente.

- Bom já sabe oque pretendemos fazer, reúna as pessoas que você disse reunir, elas vão ser importantes, já é um grande passo para se tornar uma shichibukai, a primeira coisa que peço para fazer, vá atrás de saber o paradeiro da antiga chefe da guarda, ela vai ser uma peça importante para oque iremos fazer! Entrarei em contato para nossa próxima reunião! Assim a mulher dispensava Helves e Aya.


Legenda:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 



Última edição por Kenshin Himura em Sab 15 Ago 2020, 20:41, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 3 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Art. 3 - Our memories - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 3 EmptySex 14 Ago 2020, 00:07

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


O homem no comando era bem bonito, até conseguia atrair um pouco a celestial, mas seu trabalho como líder dos guardas não estava sendo muito atraente. – É... Nunca imaginaria que alguém assim estaria por trás desse tipo de coisa. – ela segurava a foto, analisando para ver se lembrava de qualquer pessoa parecida com ele, mas era improvável. Helves só tinha conhecido alguns guardas espalhados por Stanford, somente aqueles da confiança de Andrew que o acompanhavam. – Achei o mesmo de Andrew no início, acabei descobrindo o pior depois. – e da mesma forma que Ford aquele homem deveria perecer, mesmo que não fosse pelas mãos da celestial, ele ainda precisava desaparecer daquela ilha para o bem da população. Sacrificar alguém inocente realmente parecia muito para conseguir aquilo que buscava, mas Helves já foi obrigada a fazer isso uma vez ou outra. Nem todos são inocentes no fim, todas as pessoas possuem algum segredo obscuro.

Tudo que ela estaria fazendo é entregar uma mulher inocente para salvar muito com tudo que conseguiria fazer como uma shichibukai. Talvez nem fosse preciso ser uma pessoa inocente, uma simples revolucionária poderia assumir o papel de Anna e aguentar a prisão enquanto as coisas eram resolvidas. – Se for preciso fazer algo do tipo para proteger as pessoas que amo, acredito que sim. – dizia seriamente, certa de que não se arrependeria de seguir aquele tipo de plano. – Sim, é claro. Música é algo que consigo apreciar qualquer estilo, afinal eu sou uma pirata. Meu irmão gostava de dar festas durante nossas viagens, era bem... Divertido. – lembrar daquela época ainda a incomodava levemente, principalmente quando pensava que Asken ainda estava preso e não podia curtir esse tipo de festa mais. – Bem, acho que entendi... Vou ter que te conquistar? – perguntava sem saber se era realmente isso. Na cabeça dela fazia um pouco de sentido, mas Helves apenas esperava que Vânia pudesse esclarecer a questão, olhando seriamente nos olhos da superior.

A chefe da guarda nos ajudaria? Do tempo que estou aqui ela parece ter algum tipo de relação com o Andrew... Provavelmente é mentira, mas ainda é problema... Ela sumiu depois que matei ele, então alguma coisa devia existir entre eles. – se Helves tivesse mesmo assassinado o amor da vida dela, bem, teriam que encontrar outra pessoa para os apoiar naquela missão. Fora isto existia a possibilidade arrumar um simples guarda que poderia os ajudar, alguém bom que não comandaria os guardas da forma que seguiam atualmente. – Se encontrar alguém que sirva para ser o líder pode me avisar... Eu vou ver se consigo mais informações sobre os guardas e também a capitã... Acho que consigo lidar com essa tarefa enquanto resolvo algumas coisas por aí. – Helves precisaria encontrar um lugar para conseguir informações privilegiadas. Se fosse em Karakui ela só teria que achar Marshal, mas como o cretino não parecia mais a seguir, era hora da celestial conhecer melhor o lado obscuro de Stanford.

O abraço de Aya tirava qualquer coisa da cabeça de Helves, ignorando por hora os problemas e missões que teria de completar. Sentir a sirena relaxava o corpo da celestial, respirando tranquilamente enquanto sorria e acariciava os cabelos dela. – Ótimo, agora não tem como nos separarem. – durante o abraço ela simplesmente olhava para Vânia, sorrindo enquanto dizia baixinho. – Obrigada... – basicamente não daria para escutar nada, mas Helves esperava que ela pudesse entender apenas pela forma como sua boca se moveu. Sem muito mais a ser feito por ali ela caminharia para fora junto de Aya, segurando uma das mãos da sirena. – Vânia... Ela realmente foi diferente dos outros, muito diferente. – dizia aliviada, acariciando a mão de sua amada. – Pareceu até que foi demais... Tudo para me manter do lado dela, espero que não seja só uma atuação, pois eu estou realmente confiando nela. – finalizava trazendo a mão de Aya até seus lábios, mordendo os dedos da sirena durante a caminhada.

O rumo era obviamente a hospedagem onde tinha ficado os últimos dias. O grupo de pessoas que Uriel falou provavelmente estaria por lá, mas não era hora de discutir planos nem nada do tipo. Helves já tinha tudo que precisava para prosseguir, só faltava um pouco mais de descanso e preparação. Aya deveria estar cansada, depois de um dia cheio de caminhadas, algo que o corpo da sirena já não ajudava muito. – Imagino que esteja cansada. – comentaria durante o caminho, parando de morder a mão dela para acariciar um pouco. Ainda que fosse um momento de paz e tranquilidade, Helves manteria a caminhada o mais furtiva possível, evitando encontrar guardas e outras pessoas. Aya precisava de algum descanso e a celestial só queria dar isso para ela, um tempo de paz antes de começarem a luta para melhorar Stanford.

Ao chegar na estalagem a celestial observaria bem o local e pediria um quarto para a velha caso o anterior estives ocupado por agora. Além disso ela procuraria Uriel e outros celestiais que poderiam estar ali para conversar sobre a partida da ilha. – Sei que está cansada, pode ir para o quarto, logo seguirei você... Só preciso conversar com eles antes. – do lado da pirata não existia muito a ser dito, ela simplesmente deixaria sua companheira seguir ao quarto e ficaria com os candidatos ao bando pirata que estava reunindo. – Bem, meus planos de descer vão ser atrasados um pouco... Mas isso não é importante, quero apenas escutar sobre vocês, conhecer todos melhor e entender a razão de estarem tão ansiosos para deixar esse lugar. – terminaria com um sorriso, sentando-se em algum lugar ou apenas se encostando na parede enquanto cruzava os braços, olhava e escutava cada um que estivesse ali.


Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Cabo
Cabo
Kenshin Himura

Créditos : 4
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

Art. 3 - Our memories - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 3 EmptySab 15 Ago 2020, 23:33



Vânia ficava satisfeita com a resposta de Helves, a superior gostava de pessoas que são capazes de fazer qualquer coisa para conseguir seus objetivos para um bem maior. A conversa seguia tranquila quando Helves lembrava de sua época como pirata com o seu irmão, a musica ali sempre fora presente em suas vidas. Então Helves a respondia, a mulher dava um riso na direção da celestial.

- Esta semi certa, para eu ter total confiança em você tem de me conquistar, mas eu me referia a ilha, vai ser uma conquista complicada mas no final vai ser como Jazz! A mulher então fazia a dancinha das mãos característica do estilo musical.

A conversa seguia para seu fim, Helves mostrava a preocupação do plano de utilizar a antiga chefe da guarda, era valido, mas a celestial não conhecia sua nova superior, pois tudo tinha seu propósito. - Não se preocupe se ela vai nos ajudar ou não, tenho habilidades que podem contribuir com isso! A mulher então sorria. - Não sou chamada de “A manipuladora” a toa! Assim a conversa se finalizava, e Helves grata por tudo pegava na mão de Aya logo saindo do local.

No lado de fora já estava o auge da noite, o frio era bastante intenso naquele horário, madrugada não tinha nenhuma estrala no céu, Helves parecia grata por ter uma nova superior que parece se importar mais do que os outros, ao menos para ela. - Acho que essa é realmente diferente, está em busca de mudanças pelo mundo! Aya falava confiante e feliz com que a reunião seguisse de forma tão natural e divertida. - Achei ela um tanto excêntrica, mas muito divertida!

A próxima parada era obvia, a hospedaria, precisava se reunir com Uriel e seus amigos, para ver quem realmente estava para entrar no bando. Não demorava para encontrar o lugar, a final estavam na cidade baixa. Ao entrarem o lugar estava vazio, oque não era surpresa, a não ser pelo recepcionista, que ao ver as garotas falava. - Bem que a madame falou que vocês voltariam, finalmente posso dormir! O homem então se aproximava de Helves e Aya. - Um jovem rapaz de cabelos negros veio aqui, ficou esperando você até agora a pouco, mas foi embora e falou que volta amanha! O homem então olhava para Aya que nitidamente estava cansada. - A madame falou que podem usar o mesmo quarto, se a menina quiser ir dormir, enquanto a você ela pediu para esperar aqui!

Assim Aya se despedia subindo para o quarto, junto com o recepcionista deixando Helves sozinha no térreo. O lugar parecia bem mais sombrio do que mais cedo, do fundo da sala a jovem celestial escutava o barulho de uma porta se abrindo, e das sombras saia a velha dona da estalagem. - Estava esperando por você, seja bem vinda de volta! A velha seguia em direção a mesa, fazendo sinal para que a menina se senta-se.

- Sinto boas vibrações vindas de você, e você esconde um poder latente, selvagem, pronto para ser domado ! A velha sorria docilmente para a garota. - Não sei se você já ouviu falar em Haki, habilidades atingidas por todos seres vivos em momentos de grande periculosidade! Ela dava uma pequena pausa encarando Helves como se ela conseguisse enxergar os olhos da garota. - E Você tem aquele que popularmente chamando de Haki da visão, e posso ajudar a dominar se essa for sua vontade! Assim a mulher esperava a resposta da celestial.


Legenda:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 3 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Art. 3 - Our memories - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 3 EmptyDom 16 Ago 2020, 11:35

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


A mudança de superiores observando a situação das duas tinha dado um novo gás para elas, algo que permitia uma motivação bem maior agora que sabiam com quem estavam lidando e também como deveriam prosseguir para alcançar os maiores objetivos. O local de hospedagem da dupla logo era visível, adentrando nesta para encontrar as pessoas que Uriel provavelmente tinha trazido ou simplesmente descansar um pouco depois do longe dia que teve. Por conta do horário, daquele clima e também do tempo que Helves demorou para retornar a falta de Uriel por ali fazia muito sentido, simplesmente assentindo após escutar as palavras do recepcionista que parecia cuidar do local no lugar da velha. – Tudo bem. – e como o quarto estava livre para Aya subir, não restou muito para a celestial fazer além de entregar a sua companheira a mochila que carregava todos os seus pertences. – Logo estarei ao seu lado, descanse bem. – finalizava já dando uma olhada geral no local, notando a presença da velha de antes por ali. A hospedagem estava bem mais escura que antes, realmente não era o lugar mais recomendado para se passar suas noites, mas parecia ser o mais seguro.
Aprendizado: Haki da Observação

Helves sentava-se assim como a velha indicava, relaxando um pouco na presença dela, que parecia ao menos se importar com a situação das duas procuradas na ilha. Conforme as informações chegavam ficava claro que aquela nova magia realmente parecia ser importante, não só um simples poder que a celestial tinha descoberto sozinha e poderia usar facilmente. Se era preciso um ensinamento de alguém com vasto conhecimento no assunto, não existia motivos para negar a ajuda daquela senhora. – Bem... Possuo interesse nesse tipo de magia sim, acredito conhecer pessoas que possuam algo do tipo, não sei dizer... Só não lembro de escutar essa palavra antes. – ficar mais forte era um dos objetivos de Helves, que só queria proteger sua amada enquanto possuísse forças para isto.

A atenção da garota seria completamente focada nos ensinamentos que a velha fosse dar, buscando aprender cada detalhe do tal Haki para que no futuro pudesse ajudar alguém com isto, identificar um uso do mesmo ou apenas utilizar para proteger a si mesma e Aya. "Vou aceitar cada magia nova que conseguir aprender, não estou atrás de um caminho fácil... Sei que ainda sou fraca, por isso preciso evoluir o máximo possível antes de encontrar eles outra vez." Chegar ao nível de Seasons era o objetivo no momento, mesmo que nunca fosse os alcançar ela esperava que pelo menos conseguisse se igualar ao poder que eles tinham quando partiram para o novo mundo. E com isso em mente Helves focava naquele treinamento, aprendizado ou o que fosse preciso para dominar o Haki. Não importava muito quanto tempo teria de passar aprendendo isto com a velha, no fim ela só queria treinar o máximo possível, permanecendo ali até ter aprendido a utilizar seu novo poder, acordando este por completo.

Ao fim do treinamento a única coisa que Helves queria fazer era tomar um banho rápido, limpando-se completamente, além de relaxar um pouco seu corpo que provavelmente estaria cansado, e então partir para a cama, deitando-se junto de Aya para a abraçar e assim dormir até estar completamente bem para continuar o próximo dia. As próximas tarefas que ela tinha a completar eram complicadas, então precisava de todo o descanso possível.


Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kenshin Himura
Cabo
Cabo
Kenshin Himura

Créditos : 4
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 22/04/2012
Idade : 24

Art. 3 - Our memories - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 3 EmptyTer 18 Ago 2020, 07:40



Helves era recepcionada pela dona da estalagem, que sorria para a jovem celestial que aceitava a oferta de aprender como controlar seu poder adormecido. Helves tinha o objetivo de ter poder para chegar onde queria, principalmente se igualar em força com os seasons. - Fico feliz que tenha aceitado, venha! A mulher se levantava indo na direção da porta ao fundo da sala.

Ao abrir a porta a velha descia em uma escadaria escura, nem mesmo Helves conseguia enxergar direito os degraus da escadaria. Enquanto a mulher descia ela ia falando. - Seu poder te da a capacidade de enxergar muito além do que seus olhos conseguem ver! A mulher tinha rasão o Haki da cor da observação tinha a capacidade de fazer com que o usuário conseguisse enxergar e sentir tudo que estava a sua volta. - Concentre, essa é sua primeira lição! A mulher sumia nas sombras deixando Helves sozinha.

A jovem celestial tentava se concentrar escutando oque a mulher tinha falado, não era fácil conseguir acessar aquele poder de livre espontânea vontade, mas após algum tempo ali concentrada com o medo de pisar em falso naquela escada velha, a mesma conseguia sentir a aura da velha logo a baixo dela, e não com muita perfeição conseguia sentir a escada em sua volta, como se seus sentidos estivesse saindo de seu corpo e se materializando a sua volta.

Ao chegar la em baixo, ainda no escuro completo a velha voltava a falar. - Muito bem, com muito esforço mas você conseguiu acessar seu poder, agora vai ser mais fácil. Assim Helves passava 48 horas direto com a velha no porão da estalagem, com a ausência completa de luz para que assim elas pudessem treinar completamente o Haki da observação. Ao fim do segundo dia de treino quando saia do porão, Helves tinha a mesma vista de dias atrás um lugar vazio e escuro, como se o tempo não tivesse passado, se a mesma não tivesse sentido a movimentação de algumas pessoas durante o dia, a mesma poderia dizer que o tempo não havia passado.

- Creio que deve estar exausta, dias sem dormir até conseguir treinar o Haki! A velha falava com um sorriso. - Sem falar a fome. Em cima da mesa como se já esperasse por elas havia alguns bolinhos acompanhados de um bule de chá com duas xícaras de frente as cadeiras. - Venha, vamos comer! A mulher então servia o chá. - Use esse poder para evitar aqueles homens, vai ser muito útil! A velha então bebia um pouco de seu chá.

- Esse tempo todo que estamos juntas e até agora não falei meu nome para você, ainda teve coragem de aprender com uma velha estranha hi hi hi! A mulher dava uma pausa sorrindo. - Me chamo Genkai, enfim, já tomei muito do seu tempo, pode ir dormir minha criança amanhã vai ser um longo dia.

Helves então subia em direção ao quarto que ela e Aya estavam dias atrás, ao entrar via a sirena deitada na cama em um sono profundo, logo então a celestial seguia ao banheiro para poder se limpar, a água estava gelada, mas perfeita para poder se refrescar depois de todo aquele treino. Ao sair do banheiro Aya continuava a dormir, assim Helves se deitava com a sirena logo então dormindo, pois o próximo dia seria algo muito mas muito corrido.

Legenda:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Sempre estarão comigo:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t33737-cla-shadows-league
Ryoma
Super Nova
Super Nova
Ryoma

Créditos : 81
Warn : Art. 3 - Our memories - Página 3 10010
Feminino Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 22
Localização : hell

Art. 3 - Our memories - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 3 EmptyQua 19 Ago 2020, 00:28

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Pelo nome do poder ela não estava exatamente esperando aquele tipo de treinamento. A escuridão até que a deixava um pouco confortável, mas estava longe de ser fácil se acostumar com aquele lugar, mover-se em uma sala escura acabou se provando ser muito mais complicado que Helves imaginava. Todos os ensinamentos que a velha tinha para passar acabavam sendo úteis, ficando um bom tempo naquele lugar escuro e vazio. A celestial nem mesmo se deu conta que dois dias haviam passado, ficando tão focada em seu treinamento que quando finalmente saiu da sala escura viu o mesmo cenário de dois dais atrás. "Parece que o tempo nem passou..." Inicialmente foi o que ela pensou, mas logo que escutou as palavras da velha as coisas começaram a fazer mais sentido. Todo o cansaço dos treinos finalmente parecia bater nela agora que seu corpo tinha esfriado, sentindo também a fome e muito sono. Ambas as mãos dela iam ao rosto, esfregando os olhos um pouco para se manter acordada, sabendo que precisava de um banho, muito descanso e de um abraço apertado da sirena.

É, parece que sim. – dizia enquanto esfregava a barriga que fazia alguns barulhos e também doía levemente pela fome, resolvendo caminhar até a mesa onde estavam os bolinhos, sentando-se na primeira cadeira que tinha na sua frente. Helves não comia tranquilamente, naquele momento a garota simplesmente devorava os bolinhos, bebendo um pouco do chá entre cada um deles para ajudar a descer e também aquecer seu corpo. – Muito obrigada! Sei que vai ser muito útil. – o tal do Haki mostrou-se um poder extremamente atrativo, algo que literalmente ajudaria em tudo que fosse fazer no futuro, mesmo não estando em seu potencial máximo. Helves alimentou-se até estar completamente cheia, satisfazendo a fome e sede depois de tanto tempo. – A senhora me ajudou, não precisava saber seu nome. Botei minha confiança em ti, acho que estava certa... Mas é o um prazer saber seu nome, Genkai. – dizia sorrindo, retirando-se do local em um simples aceno para a velha, subindo ao seu quarto para finalmente banhar-se e apagar na cama.

Felizmente a sirena estava descansando profundamente quando Helves entrou no quarto, parando para observar sua amada descansar de forma tão tranquila, apreciando a beleza de Aya em um momento fofo de seu descanso. "Espero não ter preocupado ela nem a deixado se sentir muito solitária... Vou compensar isso." De qualquer modo ela seguiu ao banheiro, retirando todas as roupas usadas e as jogando de lado, sabendo que precisavam de um tempo de descanso. Sem mais roupas a garota seguiu ao banho, aceitando a água fria para lhe refrescar por completo e limpar todo o suor que acumulado. Helves tratou de limpar-se muito bem, mesmo sendo um banho mais rápido, esforçou-se para sair de lá limpa e cheirosa. Ao finalizar a limpeza, secou-se com uma toalha simples, andando ao quarto enquanto fazia isto. "Ainda bem que não a acordei, posso aproveitar o descanso dela para dormirmos juntas." Quando se secou por completo, guardou a toalha dentro de sua mochila, imaginando que poderia fazer bom uso dela no futuro, mesmo não sendo sua originalmente. As vestes para aquele momento só poderiam ser as brancas e confortáveis que tinha comprado alguns dias atrás.

Helves colocou as roupas novas, deixou as usadas anteriormente no banheiro para descansar e então colocou a mochila de lado. Cuidadosamente ela deitou-se ao lado de Aya, abraçando sua companheira por trás, cobrindo ambas com o lençol ou algo do tipo para dormirem bem aquecidas. Por conta do tempo que passou acordada a celestial provavelmente ficaria ali algum tempo, talvez até mais que a sirena, mas não importava muito isso. Descansaria o tempo necessário e assim que estivesse acordada, seja com alguém fazendo isto ou despertando naturalmente, ela procuraria por Aya na sala já querendo desculpar-se com sua amada. – Ahn... – se esticava, esfregando o rosto e então falando. – Bom dia e... Me desculpa, não achei que demoraria tanto o treino. Se sentiu muito só? – questionaria, saindo da cama para pegar as roupas no banheiro e guardar em sua mochila, além de escovar os dentes e lavar o rosto, permanecendo no quarto por ainda não estar completamente acordada naquele momento.


Objetivos:
 
Histórico:
 
Informações:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Art. 3 - Our memories - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Art. 3 - Our memories   Art. 3 - Our memories - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Art. 3 - Our memories
Voltar ao Topo 
Página 3 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Karakui :: StanFord-
Ir para: