One Piece RPG
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Supernova
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor Shroud Hoje à(s) 11:56

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 02:30

» Amaya
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor Misterioso Hoje à(s) 02:21

» [Ficha] Mika Mizushima (Em Construção)
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor Revescream Ontem à(s) 23:47

» Livro Um: Graduação
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 22:31

» ~ Acontecimentos ~ Utopia
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 21:51

» Cap. 2 - The Enemy Within
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 21:10

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor Dogsofain Ontem à(s) 20:52

» Arco North Blue: Uma Odisseia no Santuário
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor Alê Ontem à(s) 20:17

» II - Growing Bonds
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor War Ontem à(s) 19:57

» Apresentação 5 ~ Falência Sensacionalista
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor Licia Ontem à(s) 18:40

» Drake Fateburn
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor CrowKuro Ontem à(s) 17:13

» Ficha - Alejandro Martínez
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor Domom Ontem à(s) 15:50

» Arco 4: Segredos enterrados em gelo!
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 14:11

» O Legado Bitencourt Act I
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor Fran B. Air Ontem à(s) 13:18

» Art. 4 - Rejected by the heavens
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 13:09

» Ryuzaki Loster
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor Revescream Ontem à(s) 12:37

» Bakemonogatari
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 11:44

» 7º Capítulo - A Guerra do Apocalipse!
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor Far Ontem à(s) 10:34

» III - Grand Line
Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Emptypor PepePepi Ontem à(s) 02:45



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Escaping Mean! Run Ria, Run!

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 59
Warn : Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Escaping Mean! Run Ria, Run!   Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 EmptySeg 13 Jul 2020, 14:44

Relembrando a primeira mensagem :

Escaping Mean! Run Ria, Run!

Aqui ocorrerá a aventura do(a) pirata Fanalis B. Ria. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Fran B. Air
Pirata
Pirata


Data de inscrição : 30/11/2017

Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Escaping Mean! Run Ria, Run!   Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 EmptySab 18 Jul 2020, 23:29

Prison Break! Part 10!

Com aquele grito até eu fiquei curiosa, o que será que tinha com aquela garota, eu não podia nem meditar em paz, tudo bem que eu fiquei o dia inteiro trocando ideia com o Mordomo e seu estilo de vida samurai. Mesmo assim, o que estava acontecendo comigo não era algo normal onde um fantasma fica assombrando alguém, provavelmente era algo de diferente.

Delacorte estava ali a mais tempo do que eu, então talvez ela pudesse me falar alguma coisa. Mais uma vez me aproximaria de sua cela, aparentemente além de conversar com o Mordomo, a garota e os exercícios seriam as únicas coisas para me entreter naquele lugar. Então como alguém que não quer nada, começaria a falar olhando para a parede da garota que estava do outro lado. - Ô Dalecorte… Essa Alicia é meio doidinha, não é não? - Aguardaria alguns instantes para escutar sua resposta e continuaria.

- Você não sabe dizer o que ela tem? - Escutaria atentamente, não é como se a informação fosse ser útil naquele momento, mas quem sabe posteriormente em algum futuro plano de fuga. - Pelo que eu percebi, essa Licia não é muito de conversa, não é? - Mais uma vez a escutaria atentamente,  a curiosidade me assolava. “O que levaria alguém a se limitar a falar Yeah e ficar dormindo o dia todo? Se bem que eu até que fico assim quando estou criando armas, já que é algo divertido e exige concentração.”

Me aproximaria da cela de Alicia ao ficar de frente para as grades da minha e tentaria puxar conversa também, tentando a forçar a falar alguma coisa, do contrário ela não seria uma aliada valiosa quando o momento de fugirmos chegasse e provavelmente, quanto mais pessoas envolvidas, melhor seria, desde que a informação da tentativa não vazasse. Apenas a questionaria amigavelmente demonstrando meu interesse com perguntas mais abertas que exigisse uma resposta mais específica além de um sim ou não. - Então… Licia, o que aconteceu pra você ser presa? Te pegaram fazendo alguma coisa errada? Você já era procurada e te encontraram? O quê que deu? -

Meu sorriso amigável e o rosto levemente inclinado seriam as marcas dessa conversa, eu achava que até ela poderia me acrescentar em algo, por mais que soubesse que eu tinha muito mais a agregar para a garota, então continuaria com a conversa a respondendo se fizesse alguma pergunta e complementando com outra. - Você fazia ou faz alguma coisa de legal antes de ser considerada uma criminosa? -

Independente da resposta, continuaria, mesmo que ela não estivesse gostando da encheção de saco, não me dando muita bola ou mesmo não quisesse conversar comigo. - Tá tudo bem com você? Você tava falando só “Yeah” e gritando isso, além de ficar só deitada dormindo aí, tá com algum problema? - Diria isso sem nem perceber que eu que era a mais maluca ali, onde com a minha pergunta o Mordomo que estava um pouco atrás de mim daria alguns passos bebendo chá de uma xícara ao dizer suavemente. - Até eu fiquei curioso, boa pergunta Senhorita Ria. - Tanto eu quanto o Mordomo ficaríamos a encarando esperando alguma resposta que desse uma reviravolta na impressão inicial que a garota tinha me causado.

Depois de sua resposta, não importando qual fosse, finalizaria dizendo ainda sorrindo e fechando os olhos por alguns segundos. - Certo… Vou te deixar em paz agora, depois a gente conversa mais... - Me sentaria novamente na beliche de cima e voltaria a tentar meditar esvaziando minha mente para apenas cronometrar o tempo a cada quinze minutos, conferindo no relógio para ver se conseguiria acertar e o quão longe da exatidão eu estava, por mais que achasse aquilo tedioso e chato.

Se visse o guarda que tinha jogado os absorventes antes passando, pularia em direção às grades para tentar perguntar sobre Yue, já que ele parecia ser um marinheiro bondoso, talvez me ajudasse, meu tom e meus olhos trêmulos com a pergunta demonstraria minha preocupação com a garota e talvez tocasse o coração do carcereiro. - Ei, você… Ah, qual era o seu nome mesmo? - Com a resposta faria a pergunta. - Minha amiga, Yue, aquela loira que foi capturada comigo, me falaram que ela está viva, mas ela tá realmente bem? Saberia me dizer ou poderia verificar pra mim se ela ao menos está acordada? - Claro que tomaria cuidado para que ele não visse minha mãos quebradas ao deixar meus longos cabelos ruivos tampando levemente as algemas.

Objetivos:
 

Histórico:
 

Feitos:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milabbh
Narrador
Narrador
Milabbh

Créditos : 28
Warn : Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Escaping Mean! Run Ria, Run!   Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 EmptyDom 19 Jul 2020, 02:35




narração - escaping mean! run ria, run!


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Ponderando sobre seu estado de saúde mental, enquanto olhava indignada para a mulher que gritava na cela da frente, Ria decide perguntar para Joan se ela sabe o que Alicia tem de errado, até porque, ela não tinha muito o que fazer mesmo, o melhor era fofocar. Ao ser questionada pela ruiva, Delacorte responde rindo.

- Alicia? Foi esse o nome que ela te disse? Acho que nem os marinheiros sabem qual é o nome dela, toda vez que perguntam ela fala um diferente. - Ouvindo a outra pergunta, ela da de ombros e responde. - Eu não sei mesmo o que a doida tem, mas ela parece feliz em uma hora e do nada surta e fica gritando yeah, eu se fosse você, manteria distância.

Ria curiosa sobre a moça que só dormia e falava yeah, decide se aproximar e tentar fazer contato, começava perguntando sobre como ela havia sido presa, e outras coisas do tipo. A mulher que estava sentada na cama encarando a parede, se levanta e vai até a grade para responder a ruiva, ela diz.

- Fui presa por chantagear a capivara de um comodoro, se você considera isso errado, então foi errado e eu era procurada sim, valia 200 milhões. - Ela começa a andar de um lado para o outro na frente da grade quando termina de falar.

Mas a pirata ainda não estava satisfeita, queria descobrir mais sobre sua vizinha de frente, então continua o questionário, tentando ostentar o semblante mais amigável possível, quando continua seu interrogatório, a mulher, antes indiferente, agora parecia bem irritada, ela agarrava as grades, balançando-as e gritando.

- YEAHHHHH!! YEAH! Yeah.... - Ela começa a se acalmar, respira fundo, e olha para a ruiva, que estava assustada com a cena. - Sim, eu jogava bingo.

Era um momento bem oportuno para perguntar se a moça estava bem, uma vez que ela acabara de fazer uma cena, ela se virou em direção a cama e disse.

- Sim, tudo ótimo. - Ela volta  para sua posição inicial.

Ali, naquele antro de criminosos e marinheiros, o sujo falava do mal lavado, uma ruiva que conversava com seu mordomo morto, uma mentirosa surtada, e outra que parecia indiferente, a não ser na hora de ser grossa, só alegria. De qualquer forma, Ria falava sozinha, como sempre aos olhos de outras pessoas, na esperança que "Alicia" escutasse. Voltou para sua cama, e foi tentar meditar, cronometrando o tempo para ver se acertava o tempo que havia decorrido.

Com toda a algazarra que "Alicia" causou, um guarda veio averiguar a situação, era aquele mesmo que havia entregado os absorventes para Ria antes. Ele ouve a bela ruiva o chamando, e envergonhado se aproxima para falar com ela.

- M..meu nome? É Alexandre... Eu não devia te falar sobre outros prisioneiros. - Olhando para os olhos pidões e preocupados da ruiva, ele checa o perímetro e diz rapidamente. - Ok, tudo que posso dizer é que ela está estável, ainda não acordou, estava bem machucada mesmo sabe.... É sua amiga?

Histórico:
 

Imagens:
 

Considerações:
 

Off:
 

                                     

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fran B. Air
Pirata
Pirata
Fran B. Air

Créditos : 32
Warn : Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 10010
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 24
Localização : The Wonderful Land

Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Escaping Mean! Run Ria, Run!   Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 EmptyDom 19 Jul 2020, 16:22

Prison Break! Part 11!

Vendo a maluquice da outra mulher, uma gota de suor escorria por trás de minha cabeça enquanto eu sorria vendo a cena, simplesmente não dava para entender a garota direito. “Chantagear uma capivara? Isso não é aquele bicho fofinho? Como diabos alguém chantageia uma capivara? Seria algo como “Se você não me der o seu capim, vou te matar!” Ou algo assim?” Começava a rir um pouco da mulher ao comentar apontando para ela. - Ahahaha. Você é engraçada, Licia. - Ela tinha dito que esse era o seu nome, então a chamaria assim mesmo que não fosse verdade.

Depois, quando o marinheiro me questionava sobre Yue, desviaria os olhos pensando nela verdadeiramente e então olharia para o marinheiro de volta diretamente em seus olhos o respondendo com a voz baixa de forma envolvente. - Sim. Ela é minha preciosa companheira... - Onde uma lágrima escorreria de meu olho esquerdo por me emocionar falando de Yue.

Pouco depois continuaria tentando segurar meu lado sentimental e utilizar o lógico. “Quais seriam as chances desse marinheiro me ajudar a sair desse inferno?” Conversaria agora de forma mais sedutora. - Escuta, Alexandre… O que vocês fazem normalmente com as coisas apreendidas dos piratas? Me falaram que a Katt costuma roubar os objetos mais valiosos para ela, mas e o resto? Estou curiosa... -

“Aquelas cápsulas compactadoras eram muito úteis e eu não sei se consigo recriar elas por mim mesma, ao menos as armas eu conseguiria, até melhores talvez agora que as utilizei e percebi suas fraquezas.” Escutando a resposta do marinheiro, independentemente de se ele quisesse me ajudar ou não, me aproximaria ao máximo possível das grades para continuar a conversa com a voz mansa. - Me prenderam por alguns mal entendidos, sabia? Eu não sou uma má pessoa. -

O Mordomo que estava sentado olhando o tempo passar, olharia para mim e comentaria de forma sarcástica. - Você até que matou alguns marinheiros ou já se esqueceu, Senhorita Ria? - Mas o ignorando continuaria com minha conversa tentando convencer o marinheiro que eu era uma pessoa do bem. - Ou você acha que a marinha não comete erros às vezes? Acaba que os próprios marinheiros decidem que vai passar o resto da vida e quem não vai, eu ouvi histórias sobre Ennies Lobby… Um lugar onde todos que são levados, são considerados culpados. -

Concluiria minha conversa tentando manter o clima agradável para que o marinheiro não se sentisse desconfortável. - Acredito que você não seja o tipo de pessoa que julga um livro pela capa, não é mesmo? Eu sou meio doidinha sim, talvez incompreendida mas sou uma pessoa do bem, sabia? - Começaria a me distanciar da cela ao me virar de costas para ele e me despedir feliz por ter esclarecido as coisas. - Depois a gente se fala, acho que você tem que trabalhar, não é Senhor Marinheiro? - Me sentaria na cama e deixaria que o mesmo fosse fazer suas coisas.

Não seria em uma mísera conversa que eu conseguiria convencer o marinheiro de que a marinha não prestava e seria melhor para todo mundo que ele me libertasse com meus companheiros, isso talvez até mesmo fosse impossível. Mas querendo ou não, mesmo que fosse mísera, existia alguma chance de que ele fosse útil para uma suposta chance de fuga. “Ainda me lembro de quando fugi em Dream Whater, a Tenente de lá teve um papel fundamental segurando o Capitão depois que mostrei pra ela a verdade sobre a marinha, talvez esse marine possa me ajudar também.”

Eu não tinha muitas opções em um lugar fechado daqueles, então continuaria com a rotina que havia criado ao treinar fazendo os exercícios de antes, meditar e tentar ter um uma noção melhor sobre as passagens do tempo, de forma que conseguisse determinar as mesmas com uma maior precisão. Também comeria, dormiria, conversaria com o Mordomo, a rotina seria a mesma até que alguma coisa de diferente acontecesse e eu precisasse fazer algo a respeito.

Objetivos:
 

Histórico:
 

Feitos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Convidado, consistência é o segredo! Só vai!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milabbh
Narrador
Narrador
Milabbh

Créditos : 28
Warn : Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Escaping Mean! Run Ria, Run!   Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 EmptyDom 19 Jul 2020, 18:38




narração - escaping mean! run ria, run!


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Perplexa com as reações e respostas dadas por Alicia, Ria sorria de desespero, tentando entender o que significava tudo aquilo, como alguém poderia chantagear um bichinho tão fofinho? A essa altura, não era possível saber se a moça falava ou não a verdade.

Conversando com o guarda, Ria demonstra seus sentimentos, mas rapidamente se recompõe, tentando usar um tom mais sedutor, afim de convencer o marinheiro de que ela era uma boa pessoa. Perguntando sobre seus pertences novamente, ela recebe a mesma resposta que já havia ouvido de Joan.

- Sim, a Katt, como nossa capitã, escolhe algumas coisas para ficar com ela... O resto fica em uma sala segura.  - Ele diz olhando para os lados, com medo de ser pego conversando com a ruiva.

A pirata ainda tinha esperança quanto á seus bens valiosos, contudo, a capitã tinha olhos muito bons para coisas caras, certamente havia colocado as mãos nas capsulas, sobre as armas, se não conseguisse reaver as antigas, a ruiva teria que conseguir novas, talvez melhores. Após uma pausa dramática pensando sobre tudo isso, ela continua sua conversa, falando que havia sido um mal entendido ela estar ali, sendo refutada por seu mordomo, que felizmente, só era escutado por Ria. Falando sobre os erros da marinha, e tentando convencer o jovem marinheiro, a ruiva continuava, parecendo uma daquelas sereias que encantam homens pela voz.

- A marinha é correta.... Eu não sei sobre erros, mas somos todos humanos e...  - Ria continuava falando, e o jovem afundava cada vez mais em seus encantos. - Ennies só tem criminosos perigosos, se estão lá devem ter merecido, ou não...?

Tentando concluir seu encanto com Alexandre, Ria apela para o preconceito, afirmando que não é aquilo que a acusam de ser, ele estava embriagado com as palavras da bela ruiva, mas o transe foi interrompido pelo tenente, que vê a cena e intervem.

- Eei Alexandre!! O que você acha que está fazendo?!  - Ele se aproxima com passos largos e pesados, agarra o jovem pela gola e diz quase rosnando. - Você tem ideia de quem ela é?! Ela já fugiu antes, ela mata marinheiros.... Acha que essa mulherzinha vale tanto dinheiro por quê?! Se eu te pegar aqui de novo, será dispensado, esteja avisado!!!  - Ele solta a gola de Alexandre, e o menino corre assustado, deixando o tenente e a pirata sozinhos.

- Você achou que seria tão fácil assim? Não se engane Fanalis, aqui dentro, você é menor que os ratos que te fazem companhia pela noite. Sem jantar hoje para você... Ficarei vigiando bem mais de perto agora.  - Ele diz virando as costas, ostentando um sorriso sádico e indo embora.

As vizinhas vendo toda aquelas cena, riem e exclamam.

- Olha, dessa vez você se superou ratinha.... huahuahuahuahua - Joan bate no joelho e segura a barriga, rindo do que aconteceu.

- Eu já conversei muito com o tenente, somos amigos próximos. - Diz "Alicia" pensativa, parecendo um tanto avoada.

Será que a ruiva tinha conseguido influenciar Alexandre? Não havia como saber, e agora que ele estava sob vista grossa, não conseguiriam conversar tão cedo. Talvez a cartada que funcionou em Dream Whater, provavelmente não funcionaria aqui, as pessoas eram mais preparadas e a segurança mais rigorosa. Sem ter o que fazer, Ria continuaria com seus exercícios mentais e físicos, cronometraria o tempo, que passava cada vez mais devagar, a fome começava a se anunciar com o cair da noite, será que as vizinhas de Ria dividiriam a refeição com ela? Talvez o orgulho da pirata nem permitisse que ela tentasse comer.

Histórico:
 

Imagens:
 

Considerações:
 

Off:
 

                                     

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fran B. Air
Pirata
Pirata
Fran B. Air

Créditos : 32
Warn : Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 10010
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 24
Localização : The Wonderful Land

Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Escaping Mean! Run Ria, Run!   Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 EmptyDom 19 Jul 2020, 23:45

Prison Break! Part 12!

Escutando o tenente, sibilava para ele como uma cobra perto de dar o bote, por mais que ele só saísse andando me ignorando. - Shhhhhh. - Mas com a saída dele e os comentários das garotas, me aproximava mais uma vez da cela de Joan, a garota parecia realmente não se importar com nada que acontecia ao seu redor, então a questionaria curiosa. - Por que diabos você tá me chamando de ratinha? Não, sério, eu nem sei se isso realmente quer dizer alguma coisa ou se é só um apelido aleatório. -

No anoitecer, vendo que eu estava sem comida, ao invés de ser legal e ir comer em outro lugar, o Mordomo pegou um prato de sopa, meu alimento favorito, e começou a comer sendo que a cada colherada fazia barulho com a boca sugando o caldo, até que dizia animado. - Nossa, isso aqui tá muito bom! - Eu sabia que ele não sentia gostos, mas ainda sim conseguia me incomodar, embora eu fingisse que não ligava para sua provocação proferindo educadamente. - Engraçadinho você hein Mordomo. -

Eu não mendigaria comida, acreditava estar acima disso, embora se alguém me oferecesse, aceitaria de bom grado agradecendo. - Hum. Aceito sim, obrigada! Aquele tenente ainda me paga. - Do contrário, ficaria deitada em minha cama esperando que todas comessem, sendo que deixaria meu estômago roncando a noite inteira mesmo apenas para incomodar todo mundo de forma que dividissem nas próximas vezes.

Depois que todos tivessem comido, tentaria mais uma vez conversar com Alicia, talvez ela estivesse mentindo de novo ou exagerado, mas a garota me intrigava com as suas maluquices, então a perguntaria sorrindo novamente, ainda buscava formas de lidar com a personalidade de uma doida de pedra que a garota possuía. - Errr… Licia, você disse que é amiga próxima do tenente, o que poderia me dizer sobre ele? -

Eu tinha uma ideia bem formada daquele homem, mas não podia dizer com certeza, ele parecia ser bem durão e seguir seus ideais sem nenhuma dúvida, algo que não podia ser visto no outro marinheiro de patente mais baixa, o que me deixava pensativa. “Acho que a lavagem cerebral que a marinha faz nos que fazem parte dela vai aumentando com o tempo, algo como se fosse aumentando essa pira de justiça absoluta ou coisa assim.”

Talvez ela não respondesse o que eu queria, então faria a mesma pergunta algumas vezes até que ela respondesse com algo que não fosse “Yeah”. Após ela responder ou eu a perguntar por mais de uma vez sem escutar o que queria, faria outra pergunta ainda mais determinada em saber sobre o tenente. - Pelo que eu vi, ele não pega leve nunca, poderia me dizer as fraquezas do tenente? Se é que ele tem alguma e você conhece... - Olharia para diagonal superior pensando com o indicador, mesmo com a mão quebrada e dolorida, encostado em minha bochecha.

Não importando o que ela dissesse, dessa vez não insistiria mesmo sem uma resposta conclusiva, finalizaria fazendo só mais uma pergunta mantendo a pose e a face mais sérias do que de costume. - Licia… Antes você disse que achava que era possível de fugirmos daqui, poderia me dizer qual a sua ideia? Inclusive qual seria o melhor momento e lugar para isso... - Talvez ela soubesse de algo que eu não sei, aquela caminhada entre minha cela e a sala de interrogatório me mostraram muito sobre a prisão. “Ainda bem que eu optei por atacar os guardas na volta ao invés da ida, provavelmente eu só seria capturada mesmo sem uma de minhas armas.”

Então me viraria e iria para a beliche me deitar na de cima ao dizer já cansada para ambas as prisioneiras. - Boa noite, durmam bem vocês duas, suas malucas, você também Mordomo... - De forma que o Mordomo que estaria deitado na de baixo me responderia já quase dormindo também de forma mais séria. - Boa noite, Senhorita Ria, sonhe com uma possível fuga. - Sendo que pregaria os olhos na expectativa de que algo de interessante acontecesse no outro dia mesmo estando na prisão.

Objetivos:
 

Histórico:
 

Feitos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Convidado, consistência é o segredo! Só vai!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milabbh
Narrador
Narrador
Milabbh

Créditos : 28
Warn : Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Escaping Mean! Run Ria, Run!   Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 EmptySeg 20 Jul 2020, 11:24




narração - escaping mean! run ria, run!


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


A ruiva muda rapidamente sua personalidade de axolote para uma cobra, pronta para atacar o tenente, que estragava seus planos e lhe privava de comida. Resolve então tirar satisfação com Joan, que nunca estava do lado de ninguém, a não ser o dela, aparentemente.

- Eu não lembro o nome das pessoas, então dou apelidos para elas, você é a ratinha porque eu quis. - Ela dá de ombros do outro lado da parede, como se aquilo fosse bem comum.

A noite chega e Ria, como prometido pelo tenente, é deixada às minguas, sem comida. O mordomo aproveita para dar o troco, comendo na frente da ruiva, e dizendo o quanto estava bom, por mais que não soubesse. Ela ignora sua provocação, assim como o faz com suas vizinhas, uma vez que não queria mendigar alimento para ninguém. Deitada em sua cama, Fanalis conduzia uma sinfonia estridente com seu estômago, mas aparentemente, não foi alto o suficiente para incomodar as mulheres próximas.

Cansada de ficar deitada esperando o tempo passar, ela decide se concentrar em outra coisa que não seja sua fome, para isso, ela acha uma boa ideia tentar lidar com a maluca da cela da frente. Se aproximaria novamente das grades, conversando com "Alicia".

- Sim, é claro, ele é um fofinho, faz pose de mau, mas na verdade é uma manteiga derretida. - Ela dizinha levando a mão até sua testa, dando leves batidas com o dedo indicador em sua têmpora.

As palavras da prisioneira, contrastavam com os pensamentos de Ria, seria o tenente tão diferente do que ela imaginava? Ainda em busca de mais informações sobre seu inimigo, a ruiva segue perguntando para a vizinha de frente.

- Fraqueza? Ele adora cocégas, será que isso conta? hihihi. - Ela diz cobrindo a boca enquanto ri e continua. - Ahh, fala do cabelo dele também, é o assunto preferido do Eliazinho.

Pensativa, olhando para um canto da cela, Ria resolve perguntar uma última coisa antes de encerrar a conversa da noite. Indagando a prisioneira sobre uma possível fuga, a mesma encara a ruiva, e sorrindo responde.

- Fugir? Eu não sei nada sobre isso, desde que cheguei não tentei escapar.... - Seu semblante mudou rapidamente, ela parecia distante, como quem lembra do passado e, de repente, ela fica irada, e mais uma vez começa. - YEAHHHH! YEAAAAH! YEAH! YEAH!

Joan, olhando a cena, apenas suspira e diz.

- Espero que ela pare logo, ou vai ser pior que aquela sirene do caralho....

Assustada com a reação de "Alicia", mas perplexa por ter conseguido manter uma conversa com a mulher, Ria decide ir dormir, o dia foi chato e mesmo assim, repleto de emoções. Desejando uma boa noite para todos os "presentes", ela adormece rapidamente. Pela manhã, a rotina retorna, o guarda, munido de comida, espera na grade para que Ria busque o alimento. O que mais um dia na prisão traria para a ruiva?

Histórico:
 

Imagens:
 

Considerações:
 

Off:
 

                                     

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fran B. Air
Pirata
Pirata
Fran B. Air

Créditos : 32
Warn : Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 10010
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 24
Localização : The Wonderful Land

Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Escaping Mean! Run Ria, Run!   Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 EmptySeg 20 Jul 2020, 12:52

Prison Break! Part 13!

Acordava me espreguiçando toda com as mãos para frente por baixo do lençol, infelizmente era mais um dia na cadeia e parecia que o tempo lá não passava, era só comida, o Mordomo, as meninas e um guarda ou outro passando. A cada dia que se passava parecia que minha sanidade diminuía um pouco, muito provavelmente ela logo se esgotaria se continuasse assim, eu odiava ficar presa, tinha me tornado uma pirata para ser livre.

De todo modo, me levantaria com cuidado para que as mãos não ficassem muito a mostra para o guarda, já que mesmo que ela estivessem se curando, não queria que soubessem que eu tinha as quebrado para uma tentativa de fuga no caminho para o interrogatório. Apenas iria até a comida e a pegaria conversando com ele ainda sonolenta. - Bom dia. Bom serviço pra você... - Depois de pegar o prato, o questionaria como era de praxe olhando diretamente em seus olhos. - E Yue, a loira que veio comigo, ela acordou? Pode me falar se está bem? - Onde concluiria irritadiça. - É crueldade não me dizer algo assim, ela é minha melhor amiga, Sabia? -

Deixaria que ele fosse mesmo que não me desse uma boa resposta e me poria a comer o que quer que o marinheiro tivesse trazido, precisava matar a fome do dia anterior de alguma forma, mesmo que fosse uma gororoba qualquer de prisão. É claro que vendo o Mordomo olhando, só de pirraça, lamberia os lábios antes de devorar a comida rapidamente fingindo que estivesse muito boa, mesmo se não estivesse ao dizer mais animada que de costume. - Delícia! -

Terminando, escovaria os dentes e colocaria de volta o prato pela passagem da comida agachada e me ergueria encarando a cela de Alicia. “Essa mulher… Não dá para entender ela… Ela mente, descreve o tenente de uma forma completamente bizarra da que aparenta e do nada fica doida e começa a gritar, qual é a dela? Caiu um tijolinho na cabeça dela ou algo assim?”

Me manteria em pé olhando por alguns segundos até que não aguentaria e mais uma vez me colocaria em uma de nossas conversas estranhas ao chamar por seu nome. - Ei, Licia? - Aguardaria sua resposta e continuaria a falar com a garota de forma casual, sendo que antes olharia para os lados para ter certeza de que nenhum guarda escutaria, onde interromperia minha conversa se algum aparecesse para continuar logo em seguida. - Ontem você disse que não tentou fugir… Mas por quê? - A escutaria esperando que desse alguma resposta decente a minha pergunta.

Com ela falando ou não, faria mais uma pergunta, estava curiosa, ela parecia saber de alguma coisa que poderia me ajudar. - Você deve ter vontade de escapar… Seja pra chantagear as pobres capivaras ou coisas do tipo. Se fosse pra arriscar uma tentativa de fuga, qual acha que seria o melhor momento? - Finalizaria conversando baixinho após sua resposta. - Eu imagino que seja quando estiverem nos levando para o navio ou algo assim, o que acha? -

Após ela conversar um pouco comigo, comentaria. - Acho que era só isso mesmo, qualquer coisa me fala. - Agora se ela começasse a gritar “YEAH.” em algum momento, a responderia gritando de volta para ela da mesma forma e ainda mais alto só para a incomodar e ver o que acontecia. - YEAH! YEAH! YEEEAH! YEAAAAH! YEAH! - Com inclusive o Mordomo querendo fazer também, embora não fizesse e apenas comentasse com um leve sorriso, mas meio para baixo por estar morto e não poder ser escutado. - Se fossem me escutar, também faria isso, parece divertido. -

Ficaria nessa por alguns minutos ou até que ela parasse ou me mandasse parar, onde concluiria falando cansada. - Acho que já deu, né? AHAHAHAH. - Para só assim me virar e voltar a me deitar tentando entender qual era o problema daquela garota e quais parafusos a menos ela poderia ter para ser daquele jeito. Também ficaria pensando sobre a conversa com a garota e possíveis rotas de fuga, embora nenhuma outra viesse em minha mente, além de tentar fugir no comboio já que dentro do QG parecia simplesmente impossível com tamanha organização por parte dos marinheiros.

Objetivos:
 

Histórico:
 

Feitos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Convidado, consistência é o segredo! Só vai!


Última edição por Fanalis B. Ria em Seg 20 Jul 2020, 23:39, editado 1 vez(es) (Razão : arrumando número do post)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milabbh
Narrador
Narrador
Milabbh

Créditos : 28
Warn : Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Escaping Mean! Run Ria, Run!   Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 EmptySeg 20 Jul 2020, 20:38




narração - escaping mean! run ria, run!


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Outro dia monótono se inciava, Ria percebia os efeitos de estar presa, ela presava sua liberdade, e agora havia sido privada de tal luxo. Talvez tenha sido por isso que suas vizinham ficaram assim? Difícil dizer. Levantando-se ela pega a comida com o guarda, que distraído, não nota suas mãos ainda com hematomas, quando questionado, ele responde.

- Bom dia detenta. A amiga que você tanto pergunta continua apagada, mas não morreu. Sua melhor amiga? E por quê a deixou naquele estado? - Ele falava rispidamente antes de ir embora, um encanto de pessoa.

A pirata se alimenta, e dá continuidade à sua guerra gastronõmica com o mordomo, irritando-o novamente. Ela ponderava sobre "Alicia" outra vez, quando não se tem nada para fazer, qualquer assunto interessa, e o interesse de Ria atualmente era esse, como entender aquela mulher? Mesmo sem a reposta certa, a ruiva decide conversar novamente com a doida da cela da frente. Sendo perguntada sobre o motivo de não arriscar uma fuga, ela responde.

- Não tentei porque gosto daqui.... - Novamente seu semblante mudava, a raiva subia e ela começava. - YEAHHHH!! YE... - Sendo interrompida por Ria, que decide gritar junto com a maluca, as duas berram em uníssono. - YEAAAAAH! YEAHHH! YEAH! - Só parando porque um guarda chega e manda elas pararem, ou chamaria o tenente, ficar sem comida novamente não seria boa ideia, por isso elas se calam.

A ruiva dava uma risada cansada e o mordomo sorria triste, queria poder participar, talvez ele pudesse pregar peças assustadoras nos vivos? Não sabemos, seu caso era um tanto incomum. De qualquer forma, a pirata continua perguntando coisas para "Alicia".

- O melhor momento para fugir, é seduzir o Eliazinho e pedir educadamente, eu já fiz isso e funcionou, fugi mês passado. - Dizia a moça em mais uma de suas histórias esquisofrênicas, será que ela falava algo sério na vida?

Ao ouvir as duas, Joan decide se meter e fala.

- A loucura dela é contagiosa?? Por quê diabos você ta gritando doida?! - Ela disse agarrando as grades de sua cela, afim de ver o que acontecia.

Após o término da conversa, Ria analisava sua situação e as novas informações que havia conseguido, a segurança daquele lugar parecia implacável, e dentro de poucos dias o comodoro chegaria para levá-la até Impel Down, ali sim, era impossível fugir. Até lá, quais seriam os planos de Ria?

Histórico:
 

Imagens:
 

Considerações:
 

Off:
 

                                     

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fran B. Air
Pirata
Pirata
Fran B. Air

Créditos : 32
Warn : Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 10010
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 24
Localização : The Wonderful Land

Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Escaping Mean! Run Ria, Run!   Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 EmptySeg 20 Jul 2020, 23:39

Prison Break! Part 14!

Aquele guarda tinha razão, eu deixei que Yue se machucasse muito antes de nos entregar, mas não tinha o que fazer naquela situação, a capitã estava em um nível completamente diferente, tudo que queria era não perder nunca mais daquela forma. “Eu preciso ficar mais forte, essa é a única forma de proteger os companheiros que ainda me restam!” Olharia para o Mordomo meio triste por ele estar morto, por mais que ele não soubesse o que se passava em minha cabeça.

Agora, escutando a mulher falar sobre o tenente, ficava tentando enxergar alguma lógica em suas palavras. “Será que o tenente não é mesmo tão casca grossa quanto parecia?” Daria um leve sorriso malicioso ao olhar para cima deitada na beliche e começaria a imaginar a cena. “Seduzir o tenente e o enganar para nos libertar até que parece ser divertido, mas isso é realmente possível?” Fecharia meus olhos e me colocaria a respirar profundamente tentando enxergar alguma lógica naquilo.

Não demorando, me viraria para a garota maluca para ver o que ela estaria a fazer e continuaria imaginando se suas palavras eram mesmo uma possibilidade. “Essa doida de pedra seduziu o tenente e fugiu? Isso parece ser uma lorota das bravas, a própria Dalecorte disse que essa Licia é biruta.” Desviaria os olhos para o Mordomo e pediria sua opinião já que não tinha muita certeza do que fazer. - O que você acha, Mordomo? Confio nessa garota? -

Em resposta o rapaz daria um leve sorriso e me responderia tranquilamente, embora de forma irônica. - Yeah! - Mas vendo minha cara de “sério isso?” Ele continuaria com sua resposta. - Acho que não deve descartar ela completamente, meu mestre sempre dizia que toda mentira nasce de uma verdade, talvez tenha alguma lógica nas palavras dela... - A verdade é que não daria para ter certeza, não sem antes confirmar por mim mesma.

Talvez fosse melhor consultar outra pessoa, já que falar com o Mordomo e comigo mesma era praticamente a mesma coisa por ele fazer parte de mim, então me aproximaria da cela de Joan e sem tirar os olhos de Alicia, a questionaria curiosa. - O que acha disso que a Licia, falou Joan? - Se ela perguntasse o que era ou caso não tivesse entendido minha pergunta, continuaria de forma mais séria que o normal. - Acha que a Licia tá falando a verdade sobre o tenente? O tenente libera prisioneiras por quem sente alguma coisa? - A escutaria atentamente, ela estava a mais tempo que eu ali e provavelmente sabia mais das coisas, ao menos deve ter escutado alguma fofoca se aquilo fosse verdade.

Se tinha algo que não dava para negar era que Alicia era bonita, não tanto quanto eu já que eu sou portadora de uma beleza ruiva exótica e natural, mas ao menos estava acima da média. Sua fala sobre um marinheiro poder se encantar com sua pessoa, apesar dos gritos bizarros e a libertar até que era bem crível se é que ela conseguia realmente seduzir alguém com sua personalidade fora da caixinha.

Independentemente da resposta das garotas, eu precisava tirar minhas conclusões por mim mesma. Até porque mesmo que aquilo fosse mentira e eu estivesse perdendo meu tempo, não era como se eu tivesse algo melhor para fazer além de desenhar tracinhos na parede contando a quantos dias eu estava presa e ficar olhando para o teto esperando o tempo passar e pensando no que os meus companheiros estariam fazendo.

Ainda sim tinha minha rotina de treinos para fazer, então me exercitaria ao meditar e realizar os exercícios que tinha planejado fazer todos os dias. Dessa vez faria um exercício mental um pouco diferente com relação ao tempo, onde olharia para os guardas fazendo suas patrulhas e tentaria cronometrar tanto mentalmente quanto em meu relógio de ouro o tempo de passagem de cada guarda, fazendo isso até que chegasse o almoço, onde checaria minhas mãos para ver se já tinham melhorado a ponto de as algemas não saírem mais.

Se estivessem melhores, quando o carcereiro viesse com a comida, me aproximaria para que depois de a pegar, encarar o marinheiro determinada ao exibir os joias que chamo de olhos, embora mais se pareçam com rubis brilhantes e me colocaria a proferir algumas palavras mantendo minha elevada confiança habitual. - Ei, carcereiro, lembrei de algumas coisas que eu fiz e esqueci de falar para o tenente, será que não poderia marcar outro interrogatório para hoje a tarde? Tenho certeza de que ele vai gostar de escutar o que tenho a dizer e vai se arrepender se não puder escutar hoje... - Manteria a seriedade por fora, embora por dentro soltasse um enorme sorriso sádico.

Objetivos:
 

Histórico:
 

Feitos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Convidado, consistência é o segredo! Só vai!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milabbh
Narrador
Narrador
Milabbh

Créditos : 28
Warn : Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Escaping Mean! Run Ria, Run!   Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 EmptyTer 21 Jul 2020, 12:04




narração - escaping mean! run ria, run!


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


A culpa abatia Ria, que pensava triste em seus companheiros caídos, inclusive do mordomo, que era um constante lembrete de suas perdas, ela estava determinada, precisava ser mais forte, para não mais perder.

A busca por uma lógica nas palavras de "Alicia" talvez fossem em vão, mas Ria precisava determinar isso por si mesma. Ela pergunta para o mordomo, que zombava da situação toda, mas sabiamente aconselhou Ria a não descartar nenhuma de suas opções, mesmo que tivessem vindo de um lugar meio esquizofrênico. Não satisfeita em conversar com si mesma, a ruiva decide perguntar para sua aliada ali.

- Sobre o tenente? Acho que nem de mulher ele gosta, trata pior que os homens se duvidar, aquele virgem só liga pra marinha huahuahuahua. - Dizia sentada, com o cotovelo apoiado em seu joelho levantado.

Será que "Alicia" realmente tinha um poder de sedução acentuado, como dizia? Será que o tenente tinha um fetiche por alguém que berra na hora H? Ou era só mais uma mentira descarada? A única maneira de saber com certeza, era tirando a prova ela mesma, o bom, é que ela teria algo para fazer no tempo em que estivesse por ali.

Antes de colocar seu plano sedutor em prática, Fanalis começa sua rotina de exercícios, dessa vez, conseguiu cumprir sua meta, uma vez que suas mãos já estavam quase completamente curadas. Sua noção de tempo também ficava mais aguçada, a ponto de ela saber exatamente quando o guarda passaria, errando poucas vezes. Ela utilizou isso para saber a hora do almoço, e acertou em cheio, dessa vez o guarda não precisou acordá-la.

- Ahh, você ta acordada, bom, pega isso ai. - Ele diz estendendo a comida para dentro da cela.

Aproveitando a oportunidade, ela fala com o guarda para conseguir um novo interrogatório com o tenente, ele receoso mexe a cabeça em sinal afirmativo e diz.

- Verei o que posso fazer. - Saindo e deixando Ria sozinha para aproveitar seu banquete à la cárcere.

Histórico:
 

Imagens:
 

Considerações:
 

Off:
 

                                     

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fran B. Air
Pirata
Pirata
Fran B. Air

Créditos : 32
Warn : Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 10010
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 24
Localização : The Wonderful Land

Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Escaping Mean! Run Ria, Run!   Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 EmptyTer 21 Jul 2020, 19:26

[
Prison Break! Part 15!

Eu sabia que escapar na base da pancadaria seria impossível naquele lugar, então nem adiantaria manter minha mão quebrada ou algo do tipo, isso só me atrapalharia ainda mais em uma possível fuga. Então deixaria que a mesma se recuperasse por completo, o plano agora era tentar fugir na conversa já que provavelmente não poderia contar com ajuda externa. O mais certo é que algo impediu o Macaco de vir me ajudar ou ele foi preso tentando, embora ainda exista a leve possibilidade de que ele esteja correndo atrás de alguma forma para me tirar daqui, o que me levava a pensar em meu companheiro. “Aquele Macaco… Será que o símio também também foi pego? Queria ter alguma confirmação, as coisas vão se complicar se ele estiver em Utopia e formos levados pra Ennies Lobby.”

Comeria rapidamente e deixaria o prato limpo de volta no lugar, dessa vez infelizmente o Mordomo não estava na cela para o incomodar. “Não vi quando o Mordomo saiu, deve ter ido dar uma volta ou algo do tipo.” Aproveitaria a ausência do mesmo para me higienizar e tomar um banho sem remover o biquíni e de torneira mesmo já que não me deixavam ir para o banheiro, ao enxaguar meu corpo, me ensaboar e depois me enxaguar novamente utilizando as mãos mesmo para jogar água se é que não existia uma ducha no banheiro, sem nem me importar em virar algum tipo de atração para os guardas, ainda mais porque pelo que tinha visto aquela cadeia era bem diferente da prisão de Dream Whater.

“Parando pra pensar, é bem estranho existirem tantos guardas homens em uma ala feminina de prisão… Vai entender como funcionam esses marinheiros.” Pensava enquanto estivesse a me lavar. Acabando, faria uma trança em meus longos cabelos ruivos, não tinha mais porque esconder minhas mãos já que estavam quase curadas, poderia simplesmente falar que ainda estavam se recuperando da luta contra a capitã e queria um visual diferenciado para quando fosse falar com o tenente.

Enquanto as fizesse, avistaria o Mordomo adentrando a cela ao atravessar as grades, onde ele se espreguiçava se sentando de costas contra a parede, parecia cansado,  que me levava a o questionar sobre o que fazia. - Onde você tava? Achei que finalmente tinha me libertado... - Para que ele me respondesse com um sorriso safado. - Estava dando uma volta, descobri que as marinheiras treinam todo o dia e ficam bem suadas… Depois elas tomam banho todas juntas em um banheiro cheio de chuveiros. - Ele apertava o ar com as mãos em sua frente, onde seu rosto estava levemente corado, um sorriso abobalhado e um leve sangramento nasal, o que me fazia sorrir de volta sem ligar muito para o que escutava. “Quando ele era vivo, não mostrava esse lado tarado.”

Acabando as tranças, me deitaria na cama sobre os braços cruzados em cima de algum travesseiro olhando para o teto e aguardaria que o tenente ou outros guardas viessem me buscar, tudo que podia fazer era imaginar formas de seduzir o tenente se é que aquilo era mesmo possível, coisa que não demorava até que o Mordomo perguntasse. - Acha que pode seduzir ele? O tenente... - Com a pergunta, eu me manteria por alguns segundos olhando para o cima sem o responder até que comentaria confiante, embora não muito animada com como as coisas estavam caminhando. - Até onde eu sei, só de existir eu já encanto qualquer ser vivo existente desde que seja encantável… A questão é: será que o tenente é seduzível? Ela parecia ser um bruto e pelo jeito a Licia é meio mentirosinha... -

Continuaria pensativa onde talvez até mesmo caísse no sono já que não faria nada de importante nesse meio tempo, a questão é que quando viessem me buscar, sorriria e me levantaria empolgada indo em direção às grades ao falar animada. - Agora vamos ver qual é que é! - Seguiria com quem quer que viesse me levar até a sala de interrogatório, reclamando se me puxassem com força pelos braços como da última vez ao dizer. - Deem uma maneirada, sou uma dama, sabiam? - Embora não fosse utilizar isso para fugir, nem nada, já tinha me conformado que dessa forma não daria certo. Chegando na sala, me sentaria esperando o tenente se ele já não estivesse lá.

Objetivos:
 

Histórico:
 

Feitos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.][Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Convidado, consistência é o segredo! Só vai!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Escaping Mean! Run Ria, Run!   Escaping Mean! Run Ria, Run! - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Escaping Mean! Run Ria, Run!
Voltar ao Topo 
Página 3 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Utopia-
Ir para: