One Piece RPG
Enuma Elish - Página 6 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Seasons: Road to New World
Enuma Elish - Página 6 Emptypor Volker Hoje à(s) 20:28

» Lurion
Enuma Elish - Página 6 Emptypor Lurion Hoje à(s) 20:26

» [Ficha] Mika Mizushima (Completa)
Enuma Elish - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 19:50

» [Ficha] Alex Fate
Enuma Elish - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 19:33

» Fran B. Air
Enuma Elish - Página 6 Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 19:32

» Raven Nevar
Enuma Elish - Página 6 Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 19:29

» Forxen Dalmore
Enuma Elish - Página 6 Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 19:26

» Alex Fate
Enuma Elish - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 19:26

» Thomas Kenway
Enuma Elish - Página 6 Emptypor ADM.Noskire Hoje à(s) 19:21

» Akira Suzuki
Enuma Elish - Página 6 Emptypor Ceji Hoje à(s) 19:02

» Arco 4: Segredos enterrados em gelo!
Enuma Elish - Página 6 Emptypor Jean Fraga Hoje à(s) 17:54

» Apresentação 5 ~ Falência Sensacionalista
Enuma Elish - Página 6 Emptypor Licia Hoje à(s) 16:54

» Pay! Eye For Eye!
Enuma Elish - Página 6 Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 16:36

» Cap. 2 - The Enemy Within
Enuma Elish - Página 6 Emptypor King Hoje à(s) 15:20

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Enuma Elish - Página 6 Emptypor Jean Fraga Hoje à(s) 14:05

» Cap.1 Deuses entre nós
Enuma Elish - Página 6 Emptypor K1NG Hoje à(s) 12:46

» Blue Guardian! Luca o soldado da justiça!
Enuma Elish - Página 6 Emptypor K1NG Hoje à(s) 12:23

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
Enuma Elish - Página 6 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 05:40

» Escuridão total sem estrelas
Enuma Elish - Página 6 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 04:50

» Enuma Elish
Enuma Elish - Página 6 Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 03:36



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Enuma Elish

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 59
Warn : Enuma Elish - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Enuma Elish - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Enuma Elish   Enuma Elish - Página 6 EmptyDom 05 Jul 2020, 14:45

Relembrando a primeira mensagem :

Enuma Elish

Aqui ocorrerá a aventura do(a) marinheira Alipheese Fateburn. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
GM.Alipheese
Comodoro
Comodoro


Data de inscrição : 31/03/2013

Enuma Elish - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Enuma Elish   Enuma Elish - Página 6 EmptyTer 11 Ago 2020, 15:16


Basta lembrar-se que a bravura esta, em seu coração.

De certo modo o raciocinio faria sentido, se juntos os titãs não foram capazes de subjugar Magnos, esperar que aqueles que foram pelos que estão na parte inferior dessa ilha seria no minimo esperar por um milagre, quase que uma situação como a que nós nos encontramos atualmente onde não houve um combate de fato. Respiraria fundo, tomando um gole para lhe explicar o que aconteceu. - Você se lembra que eu falei que há duas pessoas que vieram conosco de indole duvidosa?- Perguntei de maneira retórica, logo continuando - Houve um plano de sua parte, para fazer com que Helena nos considerasse uma ameaça e nos enviasse para cá. Admito que por já ter travado outras batalhas ao lado dessa pessoa, confiei em simplesmente me deixar ser trazida para cá.- Comentei em um tom calmo, enquanto dedilhava o copo por um tempo, enfim completando - A julgar pela sua guarda, apesar dos números… Realmente seria um milagre alguém que tenha caído em batalha para eles conseguir fazer algo.- Comentei, agora dando prosseguimento a conversa e também o ouvindo.


O deixei concluir seu raciocinio, não seria cortez de minha parte o fazer antes de expor o meu. Analisando toda a situação e como ele explicou comentei - Realmente, aprender o seu estilo de luta não seria algo para qualquer um… No entanto, seu nome ainda pode ser usado para atrair aqueles dispostos e talvez, isso fosse todo o necessário, já que eu poderia cuidar do treinamento se viesse ao caso, a variação poderia só vir a somar.- Comentei, enquanto levantei os braços em um longo espreguiçar, para me esticar, me ajustando novamente em minha postura antes de continuar. - Faz sentido que aqueles que se destaquem sejam um alvo, por isso até que o momento certo chegue a discrição seria necessária e… Conhecer os caminhos ocultos, certamente é um ótimo jeito de fazer as coisas na surdina.- Conclui, de maneira tranquila, onde era possível ver pela minha expressão que aquilo era algo pelo qual eu estava pensando sobre.

Quando ele falou sobre o que vimos mais cedo - Talvez… Mas, se for quem eu penso, não é alguém que cairia de forma definitiva ou que não se possa confiar que se erguerá, quando tiver um apoio.- Comentei realmente demonstrando confiança de que mesmo que não em uma primeira tentativa, que a missão de sua parte seria concluída. Apolis pediu para que eu botasse as cartaz sobre a mesa, apenas a vontade pura e genuína seriam difíceis de se acreditar e oferecer menos que a verdade não era de minha natureza. - O governo mundial deseja que o Olympo se torne um aliado.- Comentei sendo direta, onde o teria olhado nos olhos, antes de continuar a explicar em mais detalhes, sem romantizar a situação.

- Atualmente, tornar isso possível da maneira correta é a minha missão, eu não apoio a crueldade, o envolvimento de inocentes e civis e por isso, é importante que eu consiga completar essa aliança de modo que isso, faça bem a população.- Expliquei a ele de maneira séria e sem desviar o olhar, dando as devidas pausas para respirar, piscar e me fazer mais clara. -No entanto, há alguém que sei que anseia pelo meu fracasso, alguém com o coração tão negro e corrompido quanto do pior vilão, que tem o mesmo objetivo. Esta pessoa, tem influência e a usaria para vir, não com o objetivo de união mas o de conquista. Seus metodos nada mais seriam do que um banho de sangue inocente.- Comentei com algum ranço na voz, já que a simples ideia do que ela seria capaz de fazer, me trazia um escárnio profundo e amargo em minha boca. Teria pego um pedaço de carne, o cortado e colocado na boca, mastigando por um tempo onde por fim, colocaria mais uma vez o meu ponto.

- Eu sei que para conseguir trazer verdadeiramente a paz e a união entre nossos povos, apenas poder, apenas armas não são o caminho e você mesmo, mostrou isso de diversas maneiras hoje. Eu não posso fazer isso sozinha, eu preciso de você, Thanatos, de cada um que estiver disposto a mudar a situação atual.- Eu sabia que a realidade não era bonita, por mais puro que fosse o meu desejo de melhorar a vida daquelas pessoas, sem lógica era impossível estruturar uma base sólida para que pudesse construir um caminho para o que eu buscava. Haviam vários passos e eventualmente a queda de Magnos seria um destes mas, a minha frente estava o guardião do portão para que se pudesse dar os primeiros passos e eu precisava que Apolis tivesse a fé para trabalhar ao meu lado de que o que eu vim fazer dee fato é o bem.




Objetivos:
 
Histórico :
 

Atributos, vantagens e desvantagens, perícias.:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Furry
Game Master
Game Master
Furry

Créditos : 54
Warn : Enuma Elish - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Enuma Elish - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Enuma Elish   Enuma Elish - Página 6 EmptyQua 12 Ago 2020, 19:50





- UHunn. - mordeu a carne no osso mastigando-a enquanto observava Alipheese explicar a jornada até ali. - Certo. - Falou ainda meio de boca cheia e buscando o copo de cerveja para beber. - Esse é o meu ponto. - Concordou com a conclusão de Alipheese.

Prosseguiram e Alip insinuava algo inusitado como se não fosse absolutamente nada de mais, talvez sem perceber ou quem sabe com a intenção acabou por se oferecer para treinar soldados como se não fosse nada de mais. - Você… GOH. Pretende treinar nossos soldados? - Questionou com surpresa, ele não tinha imaginado que aquela poderia ser a ideia da pequena. Ele sentava-se mais profundamente em sua cadeira apoiando-se no encosto e afundando a cabeça no peito pensativo enquanto suas chamas buscavam uma coloração esverdeada e após refletir um tempo apenas acenava com a cabeça para si mesmo, mas sem dizer qualquer outra coisa sobre aquele tema, mas aparentemente tendo-se decidido sobre algo.

>><<

- Entendo, se você está tranquila com isso. Magnus também não costuma matar seus oponentes, ele os captura e os coloca para lutar no tártaro para entreter os cidadãos para que esqueçam dos problemas. Como nossa cultura sempre se desenvolveu em lendas de grandes e poderosos guerreiros o tártaro acabou se tornando o berço de muitas destas lendas.

Então partiam para um novo assunto o qual acabava por deixar Apólis um pouco confuso. - Governo, GoH, Mundial? - Talvez aquele fosse um tópico que não houvesse anteriormente chegou ao seu conhecimento, pois era algo que nunca antes havia afetado o Olympo diretamente.

Alip explicava então sobre a sua missão. - Entendo, então é parte do seu dever, mas… Se essa, GOH, é sua missão acredito que atualmente está falando com a pessoa errada para construir uma aliança. Não que eu ache que Magnus seja flexível à isso. - Seu semblante tornava-se um tanto carregado dado os pensamentos que agitavam-se em sua mente. Recordava-se do que havia visto mais cedo, aquela havia sido provavelmente uma tentativa falha de aliança com Magnus, enquanto a sua frente ele tinha uma outra tentativa que seguia-se junto a uma proposta de auxílio para com seus interesses, mas… Uma aliança com o Governo Mundial? Mas se era este mesmo governo que estava prestando auxílio a ''troco de nada'' então ele poderia confiar nos mesmos? Ou não?

- Acredito que seria demais esperar que você esteja a par das intenções deste Governo com esta aliança não é? Apenas por curiosidade, a sua ordem foi a mesma desta pessoa não foi? De nos conquistar. - As chamas ''explodiram'' aumentando mais de um palmo em um instante, mas a raiva dirigida não era para a pequena a sua frente, mas logo se aquietaram novamente. - Pelo que você me diz eu creio que posso confiar nas suas intenções, mas também percebo que o que você deseja é completamente diferente do que aqueles que estão por trás de você. - A postura de Ápolis começou a ficar curvada, ele inclinou-se para frente com seus ombros caindo agora que sentia o peso da escolha enquanto tinha ressalvas sobre ela.

Ele terminava de ouvir Alipheese e dizia apenas mais uma única frase naquele momento. - Se eu recusar a aliança com o governo? O que você fará?  

Neste mesmo momento Jibril estava chegando junto a Minos e ouviu a pergunta por Apolis feita. - Ajudaríamos mesmo que isso custasse as nossas vidas. - Sua voz soou firme sem qualquer dúvida ao ponto de estampar surpresa no rosto de deus que apenas voltou seu olhar novamente para Alipheese tentando ver algo que desmentisse aquelas palavras, mas possivelmente nada encontraria ali.


>><<


- Você me deu muito para pensar. Peço que espere até amanhã para que eu possa te dar uma resposta. Acredito que Circe já tenha deixado tudo pronto. Se estivéssemos em outro local às diria para passear e explorar enquanto isso, mas temo que devo as desaconselhar a fazer isso.   - Obviamente sua preocupação era com elas se perdendo, ou talvéz pior. [/color]

Caso Alipheese não perguntasse mais nada Apolis pediria para Minos as guiar novamente até o quarto que estaria a uns 10 minutos dali. Jibril já tinha deixado todos os pertences lá.

O quarto era amplo, com aproximadamente quatro comodos. Havia uma sala, dois quartos e o banheiro. Na parede da sala e em um dos quartos havia ''janelas'' cortadas na rocha por onde agora infiltrar-se a luz do sol poente. Estas janelas eram pequenas e havia nestas paredes cortinas grossas que podiam ser puxadas para fechá-las. Os móveis eram maioritariamente feito de pedra, mas também de ''ferro'' ou como Alip poderia perceber, nuvem de ferro. O banheiro era bem equipado, com uma banheira de pedra e os agora conhecidos dials para prover commodities tanto para o banho quanto para outras necessidades.

Sobre os sofá haviam fofas almofadas feitas de nuvens, assim também era o colchão e os travesseiros. As luzes eram fornecidas por outras conchas e havia uma mesa de jantar, porém nada de cozinha, afinal as Dríades eram quem traziam as refeições.

- Voltarei ao meu lar, enquanto a você mortal, não se esqueça do que prometeu. Não é porque Apólis aceitou você que a libertarei dos seus testes de valor. - Havia novamente assumido seu tom pomposo logo antes de despedir-se deixando as duas jovens para trás. Alias, Jibril já havia comido e tomado banho, inclusive vestia uma nova roupa. - Circe não me deixou sair daqui até que tivesse me alimentado e me banhado. - Explicaria se perguntada.




____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Alipheese
Comodoro
Comodoro
GM.Alipheese

Créditos : 53
Warn : Enuma Elish - Página 6 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 26
Localização : Olympo- 5ª Rota

Enuma Elish - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Enuma Elish   Enuma Elish - Página 6 EmptyQui 13 Ago 2020, 04:46


Não acreditar será sua fraqueza, vou seguir e obter, meu futuro que é você.


Dada a minha aparência, era muito fácil pensar que talvez a ideia de que eu pudesse treinar os soldados pudesse ser absurda, em especial para Apolis ao qual nunca me viu combater, para ter mais do que a aparência para usar de base sobre a minha força. Apesar de não considerar-me uma lutadora completa, eu tinha confiança de que poderia guiar o treinamento, meu conhecimento sobre armas poderia não ser algo tão completo nem de longe com o conhecimento marcial mas, eu saberia ver um mal uso. Sem duvida na voz eu teria comentado, não esboçando reação em relação a sua surpresa em meu rosto - Eu ainda não considero o meu estilo de lutar completo, estou em constante aprimoramento mas, em especial quando se tratar de atiradores, não seria difícil usar da minha experiência para ajudar. Além disso, conduzir um treinamento com excelência, é algo esperado de minha posição.- Apesar de confiante, não havia vaidade ou soberba em minha voz, claramente apenas expandindo o que eu havia dito.


Quando ele falou sobre os métodos de Magnos, me era um alivio duplamente pois não importava o quão forte fosse, a confiança em excesso poderia provar a sua ruina eventualmente, tal pensamento permaneceu em minha mente, enquanto a conversa continuou de modo que ele seguiu exatamente pelo caminho ao qual pensei que seguiria, no entanto interrompê-lo mostraria prepotência, falta de preparo em uma conversa e com isso, continuei a o ouvir. Ele tocou em um ponto importante e por isso desta vez o respondi. - Eu estaria mentindo se dissesse que conheço por completo suas intenções, o que posso supor é que a tecnologia de vocês, poderia ajudar o avanço da nossa e a troca cultural se faria mutualmente benéfica.- Comecei a desenvolver a ideia, dando uma pequena pausa para respirar e continuar. - No entanto, muito disso vem do motivo que eu vejo que seria vantajoso ao governo e não necessáriamente são estas suas intenções… Partindo deste ponto, por mais que diga o contrário, você de seu próprio modo defende os interesses da população, você é a pessoa perfeita para conversar sobre o  assunto. - Conclui, o que eu pensava sobre mas, eu sabia que ainda havia sido ausente em sua segunda dúvida e com isso, eu teria dado mais um gole antes de falar.

- A ordem, não foi de conquista, mas sim inclusão. A interpretação deste mesmo comando no entanto,  quando parte da indole desta mulher, provavelmente se trata apenas sobre isso, a conquista....- Teria sido breve e direta nessa resposta pois não havia dúvidas em meu coração de que eu estava lutando pelo que poderia melhorar a vida daquela população. Havia sim, resistência a postura dele era mais do que esperada, se não fosse assim a ruina,  seria tudo qu eeu poderia esperar, com o tempo. Fechei os olhos por um momento ao ouvir a doce voz de Jibril, interceder por mim, com a realidade. - Acima de qualquer missão, vem a população, eu não estou disposta a fazer o mal para alcançar um objetivo. Se você se recusasse, eu não teria motivo para mudar meus planos.- Conforme eu fosse enumerando em minha conclusão seguinte, teria usado de utensílios da mesa para representar visualmente. Cada um dos  elementos citados. - Magnos, continua sendo alguém nocivo,  o povo ainda sofre e eu não permitiria um massacre de inocentes que esteja ao meu alcance evitar, mesmo que isso culmine em meu fim.- Conclui abaixando os utensilios que usei para representar cada um dos elementos, de minha voz seria possível sentir a firmeza e a bravura, como algo inspirador.


Era claro que o assunto era pesado, eu havia jogado sobre seus ombros o mesmo peso que eu carregava, o peso de querer proteger o Olympo, de fazer as coisas de maneira correta e eu sabia que para ele, mais do que pra mim aquilo era muito para lidar. Respirei fundo e  o observei seguir o seu caminho, por onde eu me levantaria me esticando e teria olhado para o grandão - Conto com você.- Teria dito, levantando levemente os braços e os colocando por detrás da cabeça para dar algum apoio, enquanto eu caminhava. Realmente as preparações eram dignas de um rei, me era até estranho algo tão grandioso. E antes que Minos se despedisse eu teria dito - Eu não volto atrás em uma promessa, enquanto tiver por aqui, dentro do prazo estipulado eu realizarei os seus testes.- Minha voz teria sido bem calma, enquanto eu procurei rapidamente o sofá, eu precisava muito saber qual era a sensação.

Quando o fiz, fechei os olhos e respirei fundo, removendo os calçados usando de meus próprios pés e eventualmente puxando as meias  com uma das mãos, para ficar mais confortável. Abrindo levemente os olhos, eu teria reparado na nova roupa de Jibril e com isso lhe perguntei - Você comeu? Conseguiu tomar um banho? -  Perguntei com um tom genuíno de preocupação, onde com a resposta eu teria ficado tranquila em relação ao seu bem-estar físico. -Obrigada por interceder por mim… Aliás… Essa roupa, fica linda em você.-  Eu teria comentado, logo ajeitando as almofadas para que eu pudesse deitar e sentir melhor aquela sensação sobre o corpo.

Eu não conseguiria mentir, eu não estava totalmente bem e por mais horizontes que tenham se aberto, por mais focada que a missão me fizesse ser, nos momentos em que eu poderia ser só Alipheese Fateburn, 16 anos…  A sós com ela, era impossível não desejar pelo espaço de conversar. Eu não esperava palavras doces, na verdade pela minha própria expressão seria possível ver  pelo modo como eu apertei os olhos, como eu esperei algo ruim de vir e viesse ou não algo ruim,  com algum temor no coração eu teria dito, quando notasse que ela se afastaria - Eu te amo, de verdade. Amanhã vai ser um dia longo mas, se a qualquer momento você sentir que seu coração esta pronto para conversar… Por favor, imploro que me diga. -   Não importava o quão poderosa fosse a criatura, frente ao amor, até mesmo eu era frágil  e minha voz refletiria isso, eu estava louca para simplesmente correr, lhe dar um abraço e acreditar de verdade que tudo acabaria bem mas, naquela posição, tudo o que eu poderia fazer era respeitar e tentar descansar um pouco.

Objetivos:
 
Histórico :
 

Atributos, vantagens e desvantagens, perícias.:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ação
Pensamento
Fala
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Furry
Game Master
Game Master
Furry

Créditos : 54
Warn : Enuma Elish - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Enuma Elish - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Enuma Elish   Enuma Elish - Página 6 EmptySex 14 Ago 2020, 08:54




- Você diria isso pra qualquer coisa que eu vestisse. - Respondeu Jibril ao elogio, ainda que fosse possível notá-la encolhendo um pouquinho a barriga enquanto estufou levemente o busto. Alip estava sentada, no que poderia ser literalmente descrito, nas nuvens embora neste momento ela pudesse ter preferido usar essa expressão em seu sentido figurado. As almofadas eram elásticas, ao sentar-se elas afundaram, mas só até certo ponto não sendo daquelas que se achatam até perder toda a maciez. Ao se pular em cima com o bumbum poder-se-ia quicar com suavidade produzindo um *PONGPONG* com os movimentos.

Estava no sofá com três lugares de onde pegou uma das almofadas das costas colocando-a como um travesseiro o qual usou após "atirar" seus sapatos no chão. Jibril por sua vez sentou-se em uma das duas poltronas individuais posicionadas a frente deste sofá triplo. Entre este havia uma mesa feita de metal, dentro desta mesa havia um dial ao qual roubou a atenção de Jibril que mal passou 3s sentadas e já se levantou agachando-se perto da pequena mesina.

Os aposentos eram inteiramente feitos para o tamanho Normal, afinal Apólis não teria esperado usar eles ou que qualquer titã os utilizasse e muito embora pudesse parecer um quarto suntuoso era algo que na verdade vinha do duro trabalho dos que ali "moravam", pois como o próprio Apolis havia falado, era necessário um propósito, ou seja, alguma ocupação para se manter bem no dia a dia. Nada ali havia sido comprado, cada um dos móveis, cada um dos detalhes, cada comodidade havia sido feita do zero por mãos zelosas.  

- OHHHHH. OLHA.. É.. UMA MESINHA DE CENTRO COM… - Ela inclinou a cabeça como se buscando as palavras. O dial ao centro da mesinha soltava fogo, uma pequena chama para cima que somado ao fato da mesma ser feito de ferro começaria a esquentar o ambiente em algum tempo. - Hnmmm, lareira? - Jibril puxava então a nuvalfada para o chão sentando-se de pernas cruzadas à frente da mesinha.

Diferente do que a alva pensava as palavras de Jibril não eram assim tão duras, ela havia sim, ao menos um pouco, se afastado, mas continuava tentando ser a mesma de sempre, e com isso era possível vê-la agora dando pulinhos com a bunda enquanto quicava em cima da nuvalfada para mais perto. - Será que a Circe tem marshmallows? - Pensava em voz alta.

Alip no entanto sentia seu coração ainda ser pressionado e a situação acabava por ficar lhe gerando aquele desconforto que não a permitia dar tempo ao tempo. - Eu também te amo. - Jibril concentrava o olhar na chama bruxuleando. - Se não te amasse teria apenas dito que tava tudo bem, que foi uma coisinha sem importância e não taria aqui agora com todas essas coisas martelando na minha cabeça. - Batia com a mão na mesma para ilustrar. - Mas eu não quero falar disso, já falamos e não acho que vamos chegar a algum lugar falando mais… eu so quero… sabe? - Ergueu o olhar para a pequena deitada no sofá. - Uns marshmallows pra assar nesse foguinho aqui. - Havia um pequeno sorriso em seus lábios, um pouquinho forçado, mas estava lá. - E você… Levanta já daí e vai tomar um banho, ta fedendo a fumaça e óleo. - Jibril pulou ficando em pé quase tropeçando na mesinha. - Opaa.. Vou ver se a Circe tem. - Ela havia dito que já havia comido, mas talvez por não ser algo que houvesse ela mesmo preparado a sensação fosse diferente.

Ela correu até perto da porta. - Como foi que ela falou? ZZZZZZZZ…. - Olhava para um tipo de painel ao lado da porta, aparentemente não iria sair do quarto, mas tentava se lembrar de algo que Circe lhe havia mostrado. *CLIC* - Circe? É assim que faz? É a Jibril, você tem Marshmallows? - Ela mantinha um botão pressionado na pedra enquanto seguiu uma explicação sobre o que era marshmallows e então ao terminar de falar soltou o mesmo. - Agora acho que... - Apertou outro botão na pedra e então o barulho de algo sendo soprado por dutos ecoou pela parede e desapareceu na sequência. Ao se virar para a sala, se ainda visse Alipheese. - Eu não te mandei ir tomar banho? - Repreende-la-ia.


[Tempo para assar, beber e comer mais.]

[Jibril teria dormido no outro quarto]

>><<

- Bom dia, espero que tenham dormido bem. - Circe chegou no quarto por volta das oito da manhã junto a duas pequenas garotas de talvez 12 anos ou menos que carregavam bandejas com o café da manhã. - O Lord Apolis estará lhe esperando após o café, virei para buscá-las em uma hora.

>><<

Encontraria Apolis na sua oficina, estava com uma cara cansada, mas determinada. Seus cabelos brilhavam em um laranja escuro. - Iremos ver Thanatos, ele quer te ver e julgar pelos próprios olhos. - Aparentemente todos ali eram chegados a testes.





____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Alipheese
Comodoro
Comodoro
GM.Alipheese

Créditos : 53
Warn : Enuma Elish - Página 6 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 26
Localização : Olympo- 5ª Rota

Enuma Elish - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Enuma Elish   Enuma Elish - Página 6 EmptySex 14 Ago 2020, 11:16


O calor do sol sua força e luz uma chama em mim criou.

- Se não vestisse algo também mas… Eu realmente gostei, eleva o que já é bonito.- Meio sem graça acabei respondendo no automático, notando o calor que se fez pelas bochechas, por reações que ela me fazia ter, algo que vinha puramente do coração, sem que eu pensasse e isso era um feito muito raro. Talvez, eu fosse muito boa em prever e tomar caminhos, quando o assunto é politico, quando o assunto se refere a uma batalha ou a algo militar mas, quando tratava-se sobre o cotidiano comum e mesmo sobre relações cada vez mais me via ainda muito longe de conseguir entender pois, talvez até mesmo por minha natureza, esperar a dura punição fosse o mais lógico de se pensar, talvez até mesmo fosse o método que eu me sentiria que fora feita a justiça comigo? Eu realmente não sabia dizer a minha cabeça ainda estava confusa sobre como eu deveria lidar com aquilo e Jibril parecia muitos anos luz a minha frente… Não que isso fosse ruim, me daria uma direção.

Ela parecia bem animada, na verdade ela se mostrava muito mais produtiva do que eu em ajeitar as coisas e até mesmo em reconhecer as coisas da casa, em explorar e tudo mais, naquele momento eu simplesmente deixei a cabeça seguir um caminho mais tranquilo, era um pouco difícil mas, tentar viver o momento ao invés de ficar pensando era o que eu poderia fazer. - Você tem razão… Se não fosse isso, também não seria tão difícil… Desculpa eu realmente não sei muito o que fazer.- Acabei me sentando enquanto falava, meu olhar estava meio direcionado ao chão e minha voz, que já não era muito alta, acabaria saindo quase como um suspiro ao final de minha frase, quando me desculpei. A vendo sorrir, acabei por sorrir também, era visível que ela estava se esforçando e por isso, eu me esforçaria também… Na verdade eu sempre me esforçaria, o meu real problema é relaxar. - Tudo bem… Acho que acabei voltando demais… A como era o sentimento de algumas coisas de quando eu era mais nova.- Acabaria dizendo, pensativa, pegando o colar em meu pescoço e o abrindo, olhando para a foto de meus pais, deixando um pouco que aquele sentimento de saudade me preenchesse um pouquinho, enquanto fiquei ali olhando.

Acho que até perdi um pouco da noção do tempo, aquilo sempre acabaria mexendo comigo e por vezes era comum que eu me perguntasse o que eles teriam feito em meu lugar? Digo, ainda que eu conheça menos do que gostaria sobre suas carreiras, eram ainda as figuras de maior orgulho em meu coração e também aqueles que me inspiraram e inspiram até hoje. Quando Jibril acabasse por me dar uma bronca novamente eu acabaria voltando a realidade, como se tivesse levado um choque a respondendo - Já estou indo.- Comentaria com a voz claramente de quem  tomou um susto. Eu teria me levantado e procurado a mochila, aproveitaria para levar as roupas que precisassem ser lavadas, para já lavar também, já que eu iria tomar banho, as ferramentas se fossem como as da casa me seriam muito uteis para secar mais rápido também.

No banho, eu teria deixado que a água sobre meu corpo fosse um meio de lavar as preocupações para longe, as dores e o próprio cansaço, haviam poucas coisas tão revigorantes como um bom banho e com isso, eu teria aproveitado ao máximo o momento, aproveitando para lavar também as roupas que estivessem sujas, fossem minhas ou de Jibril e usando dos dials, para acelerar a secagem. Eram ferramentas tão uteis que as vezes eu me perguntava como havia vivido sem isso, era  maravilhoso mesmo. Era notável também naquele lugar, pra mim com a cabeça mais fresca o quanto um lugar como esse deve ter dado trabalho de se montar. Após já estar vestida, novamente agora com as roupas brancas, que havia comprado,  me juntaria a Jibril para comer e como sempre sua comida, falava por si… Era incrível.

Apesar de eu ter sido um pouco silenciosa na refeição, eu havia gostado, era claro que o momento era bom e apenas, precisava mesmo de um bom descanso. Surpreendentemente, mesmo com tanta coisa para supostamente me encher a cabeça na hora de dormir, eu consegui simplesmente depois da refeição deitar e dormir, talvez fosse o meu corpo me preparando para o dia seguinte que tinha tudo para ser bem cheio. Pela manhã, como fui dormir cedo, havia sido bem tranquilo para acordar, mesmo antes da chegada de Circe, que havia chegado com duas meninas que pareciam bem novinhas junto a ela ao qual eu não conhecia. Acenei com a mão e sorri agradecendo - Obrigada.- Minha voz teria sido gentil e acolhedora e logo, meus olhos teriam se voltado a Circe e eu diria - Tudo bem, obrigada também, Circe.- Teria dito com uma real gratidão, sabia que ela estava tendo muito mais trabalho por nossa causa.


Eu teria comido bem e desta vez, pelo tempo de preparação, teria procurado a minha farda para vestir, eu não gostava muto de admitir mas, ficar muito tempo sem acabava me incomodando. Se Jibril perguntasse, enquanto eu também teria vestido minhas manoplas e teria  levado todo o meu equipamento desta vez junto de mim, eu teria dito - Na verdade, eu só me sentiria mais confortável acho de tratar sobre o trabalho, vstida dessa forma… As roupas fazem a mulher, as vezes...- Eu teria citado um trecho do que eu já li uma vez e de fato as roupas me ajudavam a me colocar em uma direção mais fácil.

Eventualmente, quando fossemos guiadas para a oficina, era visível que talvez, diferente de mim que tive uma noite tranquila, que ele  teve tanto a pensar que não dormiu direito e com a sua fala, ficava mais entendível também o motivo de sua aparência. - Tudo bem, eu espero que possamos nos dar bem… Algum conselho?-  Eu teria dito, pegando da mochila o acessório para cabelo, para  fazer um rabo de cavalo rapidamente, para deixar a área da nuca respirar melhor, enquanto eu o ouvia, tivesse ele um conselho ou não, eu seguiria atenta, com agora o meu Haki da observação mais atento para as coisas ao meu redor, enquanto o seguisse… O povo local realmente gostava de testes e pelo que Minos havia dito… Eu não esperava que só uma conversa lhe faria ver o meu valor.

Objetivos:
 
Histórico :
 

Atributos, vantagens e desvantagens, perícias.:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ação
Pensamento
Fala
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Furry
Game Master
Game Master
Furry

Créditos : 54
Warn : Enuma Elish - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Enuma Elish - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Enuma Elish   Enuma Elish - Página 6 EmptySab 15 Ago 2020, 15:09




A natureza das pessoas em agir com aquilo que envolve elas mesmas era algo difícil de prever, ou imaginar. Ao fazermos algo podemos acabar por esperar que o outro lado se porte de uma maneira específica, mas quantas eram as vezes em que isso realmente acontecia? Às vezes, o comportamento daqueles que temos mais próximos de nós é aquele que mais nos surpreende o que pode acabar parecendo estranho, mas também entendível. Afinal é mais fácil entender que alguém que você não conhece tanto irá querer se vingar de algo ruim que você possa tê-lo feito, por outro lado isso muda muito quando a pessoa também lhe ama, afinal não somos exatamente nós mesmos quando dominados pelo amor.

Dali Alip pode tomar banho e realizar as tarefas domésticas necessárias, mais uma vez vestida com as roupas do céu, agora já limpas e secas ela retornava para Jibril, está que já estava novamente sentada a frente das chamas com algo em um "espeto" improvisado, que na verdade não passava de um garfo. - Não tem Marshmallow aqui, mas ela trouxe queijo de … Vabra? Seja lá o que for isso. - Então mordia um pedaço quadrado e começava a esticar. - E-le pusscha bustanate. - Já tinha um fio de mais de 30cm. [/color] - Passaram pouco mais de uma hora ali até que para ambas o cansaço do dia chegou e iam cada qual para um quarto.

>><<

Não só Alipheese, mas também Jibril nesta manhã estavam devidamente trajadas e uniformizadas esperando a nova vinda de Circe. Seguiram com ela até encontrar com Apólis. - Ele vai lhe julgar pela força, simples assim. No combate ele vai medir o seu caráter, então também não se trata de vencer ou perder.

Seguiram por bastante tempo, com Apolis funcionando como um estranho tipo de tocha humana seguindo a frente do caminho. Circe havia ficado para trás e assim seguiam apenas os 3. Apólis nada tinha falado sobre as armas que carregavam, na verdade tinha aprovado a conduta de terem-se antecipado ao que estava por vir, mesmo sem que ele houvesse precisado alertá-las.


>><<

- É a frente. - Apólis parou no corredor de pedra há alguma distância de um arco a frente. A frente havia apenas um breu completo. - Aquela é a arena de execução dele. Não há luz, é ampla e repleta de pilares de pedra. Provavelmente.. GOH, não haverá introdução, então assim que cruzar o arco já esteja preparada.

Alip, naquela posição, por mais que forçasse seus sentidos para as profundezas do local não conseguia sentir nenhuma presença daquele lugar. - Um ultimo conselho Goh. A morte, só a sentimos quando está bem perto de nós. - Apólis não olhava para Alipheese e sim para dentro da caverna. Naquele momento começava já a ficar um pouco claro porque Thanatos não tinha muito sucesso como instrutor.



____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Alipheese
Comodoro
Comodoro
GM.Alipheese

Créditos : 53
Warn : Enuma Elish - Página 6 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 26
Localização : Olympo- 5ª Rota

Enuma Elish - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Enuma Elish   Enuma Elish - Página 6 EmptySab 15 Ago 2020, 20:47


 Me conter nessa sagrada e santa guerra

Um teste de força? Me perguntei, apesar de ter expectativa de ter de mostrar o meu valor em batalha em algum momento por alguns momentos me era difícil compreender como um todo ou melhor, imaginar qual seria o teste a mim aplicado… No fim o fato de ter carregado comigo meus equipamentos havia sido inteligente. Sem que pudesse deixar minha mente cheia de nuvens para o que talvez viesse a ser um combate, apenas respirei fundo e segui em frente e respondi a Apolis - Entendo, então é muito mais difícil do que só um combate… Interessante.- Eu não sabia os critérios do avaliador mas, tinha uma noção da situação de que não seria nada fácil, era melhor que não fosse.

- Obrigada Apolis, te encontrarei após o teste.- Teria colocado ambas as mãos próximas do corpo e com um impulso a frente, troquei para a minha forma completa, me colocando junta ao chão, teria sibilado a língua de modo a estimular meus sentidos para mapear melhor  o local em minha cabeça no momento em que adentrei, onde eu teria mantido os meus sentidos extremamente aguçados, enquanto aos poucos meu corpo foi se colocando circularmente dentro de uma pequena área a calmaria que aquele sangue frio me trazia tornaria fácil para que aos poucos a mente se esvaziasse e apenas a batalha existisse. ”Flow...” era o que o sibilar da língua  queria dizer no momento em que a minha mente tivesse alcançado o seu apice.

Em um primeiro momento, eu estar parada poderia me fazer parecer vulnerável mas, tal como a cobra que esperava pelo momento perfeito para o bote, esta também era a minha situação. Eu logo percebia que minhas armas seriam mortais demais para se usar em um combate de treinamento, não era de meu interesse ferir ou ser ferida mais do que o necessário. De meu corpo era possível notar uma aura arroxeada, enquanto de meus olhos, naquele escuro destacava-se  o amarelo profundo e brilhante deles, cada pequena movimentação, cada pequeno estimulo, cada fibra de meu ser estava compilada para acertar o próximo golpe e a aproximação que em outros tempos teria sido a minha ruína, logo se mostraria como uma de minhas muitas armas.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Flow:
 

Em um primeiro momento, eu estava completamente no escuro, não só literalmente mas, também sobre qual era o seu estilo de combate e por isso, a sagacidade teria sido a minha arma para ganhar a vantagem em uma situação em que outrora  eu estaria em desvantagem. A visão de pouco importava pra mim naquela forma e a percepção do Haki só me ajudava ainda mais para o que eu estava prestes a fazer. Dada a sua aproximação, teria quebrado o meu próprio estado mental ao mudar de maneira súbita para a forma Cautious Queen, desta maneira, teria usado da forma como meu corpo já estava de forma circular, para me mover enquanto usei do meu disparo ácido na diração de Thanatos,  se ele estivesse vindo de cima, recolher o meu corpo, disparar e contorná-lo rapidamente seria o mais eficiente, no entanto, se ele viesse po’r um dos lados com um golpe vertical ou diagonal, afastar-me rapidamente com um Soru, seria a minha arma, enquanto para um golpe horizontal, se fosse alto demais, minha coluna flexível teria me feito girar por debaixo do alcance enquanto realizava o disparo e um golpe em que eu precisasse de saltar, eu teria saltado, graças a concentração que antes havia  de meu estado máximo mental, tomar tal decisão seria mais fácil do que o normal.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


No cenário ideal, o movimento teria sido um sucesso e talvez até mesmo sua visão fosse prejudicada caso ele fosse atingido no rosto, de maneira temporária, o dano no entanto não era o meu objetivo mas, o espaço para aproveitar o conhecimento de sua localização e o atraso possível, para que eu usassse rapidamente o Soru para ir em sua direção oposta, me atentando a um possível pilar, onde usando de uma acrobacia, mudaria para a forma humana para criar a base, que logo tornou-se novamente a Killer Queen, que com o rabo em mola teria produzido uma força imensa no pilar para me impulsionar na direção de Thanatos com um “ chute duplo” que nada mais era do que o rabo que faria um movimento circular a par de sua reação, para o chicotear pelo lado oposto ao qual ele tivesse esquivado ou esmo avançado, minhas mãos? Eu não tinha a intenção de acertar um disparo nele no entanto, usá-la para limitar seus movimentos  seria a minha ferramenta, enquanto ainda estava indo em sua direção teria realizado disparos propositalmente intencionados ao erro para evitar que ele seguisse por rotas indesejadas, fazendo uso da minha experiência em combate.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Meu movimento no entanto,  não era perfeito, diferente dele eu não dominava o escuro de todas as formas e com isso, se durante o meu avanço eu fosse ameaçada de algum golpe cortante ou perfurante dada a própria percepção que o Haki talvez pudesse me ajudar a ter, eu teria abusado da troca para a forma completa para ter uma completa noção de seu movimento e talvez, até mesmo para evitar que ele atingisse um braço ou perna, já que eu não teria mais nessa forma, podendo me torcer por completo e ajustar a minha trajetória, mesmo no ar  ao recuar a parte inferior do tronco ou me torcer para usar do geppou em uma posição que anatomicamente só fosse possível pra mim, usando da surpresa para com as duas manoplas realizar a posição para ativar Shirai Ryu para executar a minha técnica, deixando meus canhões de mãos apoiados pelos mindinhos por um momento...   Get over Here Eu teria dito, executando a minha técnica, buscando não um ponto de equilibrio mas, um que o fizesse perder o dele.
Get Over Here:
 
Se eu tivesse sucesso, seguraria as minhas armas direito apontando para a sua cabeça e então guardando a arma em seguida, pois esta seria a situação onde eu teria estabelecido a dominância e seria direito do mais forte tomar a decisão de não seguir com aquilo.,.  No entanto, no insucesso, se fosse por ele segurar as laminas, simplesmente puxaria, minha força era absurda o suficiente para o fazer perder o equilibrio e o colocar sobre uma posição vulnerável de maneira igual, enquanto evitaria qualquer efeito chicote, usando do próprio dispositivo para recolher a corda. Um desvio ou bloqueio apenas teriam me feito afastar com o Soru para analisar novamente a situação.

Em todo momento, eu estava atenta a investidas do mesmo e usaria de meus diferentes tamanhos e em especial da velocidade e flexibilidade para evitar golpes de maneira similar a como eu teria feito antes, em sua primeira investida. Eu sabia que minha primeira estratégia de combate, dependia da movimentação inimiga mas, meu estado mental de flow, justamente em um primeiro momento era pensado para em uma batalha de paciência me dar a vantagem tática e por tanto, se precisasse esperar não era problema.

Sempre que fosse inevitável levar um golpe ou mesmo eu fosse levar, eu cobriria a região com Haki para diminuir os danos, buscando estar na forma Killer Queen para aguentar melhor, imediatamente, tentando seguir com um movimento oposto ao golpe para que com o rabo pudesse devolver com ainda mais força qualquer golpe, de modo que mesmo que doesse em mim, fosse ainda pior. O Haki do armamento seria a minha ferramenta em todos ataques para os tornar mais poderosos. Onde eu sempre levantaria de cada queda eu me adaptaria de modo que ao menos uma das estratégias fosse bem válida.
Formas especiais usadas no combate, além da completa e humana:
 

Objetivos:
 
Histórico :
 

Atributos, vantagens e desvantagens, perícias.:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ação
Pensamento
Fala
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por GM.Alipheese em Ter 18 Ago 2020, 14:50, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Furry
Game Master
Game Master
Furry

Créditos : 54
Warn : Enuma Elish - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Enuma Elish - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Enuma Elish   Enuma Elish - Página 6 EmptySeg 17 Ago 2020, 20:56




As chamas na cabeça de Apólis explodiram em um vermelho e soltaram fumaça ao vê-la transformar-se em uma serpente e começar a rastejar para dentro. Ela já mais ou ouvia, mas Jibril estava a explicar algo para o mesmo que logo voltava a se acalmar. Ele e Jibril ficavam naquele ponto do corredor, Alip os enxergava e percebia as gesticulações de Jibril para o mesmo, suas cores vermelhas e amarelas excetuando as cabeça de Apólis que era praticamente branca e muito brilhante a sua percepção. Por outro lado, ao dirigir sua atenção para o interior perceberia que agachado no topo preso em uma pilastra havia uma grande forma, todavia era mais gélido e mesmo a mais quente de suas áreas era apenas levemente amarelada.

Enquanto rastejava a vibração lhe mostrava o ambiente, um chão aspeto e um teto muito alto, ainda mais julgando pela altura em que via Thanatos preso no pilar, possivelmente mais de 20m acima do chão. Ele era grande, mas não tanto quanto os titãs que havia visto em Pathernon, mas maior que seu irmão Apólis com talvez uns 4m de altura, embora dada a sua posição era difícil determinar.

Alip embora pudesse vê-lo com sua visão térmica ainda não era capaz de senti-lo com seu Haki, mas percebia que ele se movia e se nessa forma pudesse ouvir teria ciência dos sons das correntes raspando no pilar enquanto ele descia pelo mesmo. Estava a enrolar-se, preparando para ativar sua técnica, porém logo percebeu que não teria tempo e assim como dito por Apólis a morte não dava avisos. Naquele instante Thanatos foi captado pelo seu Haki, as cores de seu corpo se avivaram e Alip sentiu que algo disparava em sua direção vendo-se obrigada a mudar sua forma, todavia não era Thanatos que avançava e sim uma corrente que fora arremessada feita de metal negro com um peso na ponta que tinha metade do tamanho da cabeça da alva.

A corrente era disparada de cima, a uns 10m de altura e a 15m de distância e venho diretamente em sua direção. Junto a percepção do ataque mudou sua forma para aumentar suas capacidades defensivas, todavia o ataque a distância já havia sido feito e de forma inesperada dada a incapacidade de poder pressenti-lo antes de ser executado. A pontaria de Thanatos, embora não fosse nem perto da sua era ao menos capaz de confrontar a suas habilidades em esquiva. O mais pesado do golpe havia sido evitado, mas ainda assim fora jogada ao lado pelo ataque.

Nesse momento ainda sentia seu oponente, ouvia a corrente se retraindo e podia percebê-la, mas novamente no momento seguinte não havia mais a presença, ainda que em seus ouvidor pudesse perceber os sons das correntes, todavia agora com sua visão se acostumando um pouco ao breu poderia perceber que em muitos dos pilares haviam correntes presas.

Lembrando a direção para qual ele havia ido a jovem lançou-se contra um dos pilares, havia desaparecido no breu ao deixar apenas seu rastro para tŕas. A rocha rachou e começou a trincar sobre a pressão da força nela exercida pelas pernas flexionadas de Alipheese que havia usado disso para converter-se em uma ''mola'' comprimida para saltar em sua forma Killer. Em seu salto o pilar explodiu para trás em uma nuvem de detritos que atingiu os pilares atrás como disparos fazendo-os ceder também. Todavia ao entrar no breu a frente e golpear já não era mais capaz de sentir Thanatos com seu haki e apenas quebrou outro pilar a frente com seu ataque.

Correntes soaram a sua direita e novamente a presença dele se acendeu breve e fugaz em sua percepção, suas intenções mais um vez ''claras'', mas ainda assim confusas. Não havia perversão no que sentiu, nem malícia, alegria ou satisfação. Seria algo puro de uma natureza simples e direta, mas com uma intenção bastante clara por detrás do ataque, uma ímpar intenção de morte. Thanatos atacava-a para matar, ou talvez sendo melhor dito, para trazer a morte. Mas tal conflituosa era essa sensação que até mesmo ela dela possível duvidar, mas então talvez ainda fosse possível entender, pois um raio quando cai não o faz por desejo de destruição e sim somente por ser esta a sua natureza, assim como a morte era a dele.


Dessa vez já melhor antecipada com aquela forma de agir foi-lhe mais fácil evitar a investida, o chão rachou ao ser atingido pelo ataque de Thanatos que mais uma vez saltava para outro pilar agarrando-se nas correntes altas que por eles haviam, sua presença mais uma vez desaparecendo, mas agora de forma que Alip percebeu-a sendo mais gradual como se aos poucos ele fosse deixando a vida esvair-se de si abandonando toda a existência até que apenas seu corpo restasse. Uma habilidade que era diferente das akumas no mi, algo que era provavelmente dele assim como os cabelos em chamas eram de Apólis ou a força era de Minos.

A última vez que o havia sentido estava ainda no alto, mas daquele momento outros sons de corrente ecoaram rebatendo-se pelos pilares, mas naquele momento se ela permanecesse parada não seria alvejada e ao se transformar em cobra podê-lo-ia perceber agora a mais de 30m de distância de si, seu corpo quase inteiramente azul.

Também teria notado por sua movimentação e a dele que o local no qual lutavam era circular, mas bastante amplo com talvez uns 120m de diâmetro. Enquanto isso a alva continuava tendo naquele momento que enfrentar o seu pior inimigo, ela mesma e a sua letalidade.



____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Alipheese
Comodoro
Comodoro
GM.Alipheese

Créditos : 53
Warn : Enuma Elish - Página 6 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 26
Localização : Olympo- 5ª Rota

Enuma Elish - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Enuma Elish   Enuma Elish - Página 6 EmptyTer 18 Ago 2020, 14:42


Você pode cair mas se acreditar, antes de tocar o chão ira voar.

Inconcientemente esperei por um combatente físico, na verdade eram muito mais comuns de se enfrentar e pela movimentação, pelo Haki eu poderia ver claramente. Diferente de minhas intenções de o poupar, seus ataques realmente são destinados para me levar ao fim… Ainda assim o modo como não há uma malícia, como não há um sentimento por detrás ou uma sensação é assustador… Ainda mais se combinado em como ele usa bem de seu conhecimento para lutar nesse ambiente.  Respirei fundo tomando a minha forma completa enquanto organizei meus pensamentos.

Minha abordagem teria de ser diferente, não havia mudado ainda o fato de que Thanatos não era o vilão ao qual viemos derrotar e por mais que suas intenções sejam as de me levar ao fim, ainda estou em uma posição de poder confortável o suficiente para tomar tal decisão. Tomei minha forma humana, me escondendo atrás do pilar ainda, onde recarreguei Pandora, colocando uma Devil Bullet como primeiro disparo na direita, enquanto todas outras balas teriam sido comuns. Logo que o fiz, voltei para a minha forma completa por onde continuaria a o sentir, preparei-me para o plano que viria a seguir confiante. Em um primeiro momento,  avancei com o Soru para que tivesse uma impulsão veloz para cobrir bem a distância, que dada a minha força física poderia provavelmente já me deixar próxima de Thanatos, mas se ainda assim não fosse um segundo ou terceiro uso, já que ele difícilmente ficaria parado poderiam ser usados.

Durante o trajeto no entanto, como estava em minha forma completa, perceber a todos objetos e aquilo que me cercava seria mais tranquilo mesmo para o que enganasse o Haki e sabendo que talvez mudar de forma para Cautious princess não fosse o suficiente para realizar um desvio dado que sua pontaria era melhor do que  a minha capacidade de evitar golpes, usando da noção espacial e de tempo que eu tinha   do momento que fosse ver que seria um insucesso em esquivar, teria ido para a minha forma Killer Queen enegrecido com o Haki do armamento a região que seria atingida enquanto enrolaria a corrente com o rabo dando um grande puxão. Ao fazê-lo,  mudaria para a minha forma completa antes de voltar a minha forma mais poderosa em um piscar de olhos para confirmar sua posição e com isso, apontaria Pandora em sua direção, com a mão direita realizando um disparo flamejante em sua direção, um disparo que naquele escuro poderia iluminar de forma absurda provavelmente.

O disparo em si, apesar de ter um grande poder como todos os meus disparos, por tratar-se de chamas era muito mais tranquilo em relação a um projétil de arma normal em relação a sua fatalidade e não só isso, aquilo me abriria uma brecha ao qual tomando a minha forma completa, teria com Soru ou Geppou Coberto o resto da distância para que pudesse o combater de frente, segurando a corrente   anterior ainda enrolada em uma das partes da cauda, tendo a mais absoluta certeza que seria mais fácil para que eu o atrapalhasse dada a minha força física do que o contrário, caso ele   não desistisse de sua arma. Antes mesmo de que eu pudesse dar a ele algum tempo de reação  eu teria voltado a Killer queen e bradado - Shigan!- E como o disparo de uma bala em velocidade, teria com o indicador direito estocado a parte superior de seu polegar que ainda segurasse uma arma, para lhe fazer perder o gripp e poder o envolver com a minha técnica. - Snake Prison!- Eu teria dito enquanto rapidamente usava de meu corpo para  usar uma poderosa constrição.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Snake Prison:
 
Como anteriormente, eu teria usado de meu Haki para evitar qualquer dano maior e em principal teria me focado durante todo o combate em evitar que ele atingisse áreas vitais ou mesmo a minha cabeça, mesmo que não fosse um desvio total. Caso conseguisse usar de minha técnica, teria começado a o apertar mais forte, não o suficiente para que seus ossos quebrassem e eu pudesse matá-lo, como era a intenção da técnica mas, para causar dor o suficiente para que ele aceitasse aquela situação, onde a esquerda teria apontado para a sua cabeça -  Acabamos?- Teria sido o que eu diria caso o combate fosse levado a essa situação. Era inevitável de minha natureza que em uma luta eu buscasse o seu fim rápido, por mais que enquanto nessa forma os instintos me fizessem sentir um prazer sujo nas batalhas, eu preferia acabar com elas o quanto antes, sem espaço para erros.


Havia ainda a possibilidade de em algum momento ele também tentar me prender com suas correntes e se o fizesse, com o auxilio do Haki, minha força física poderia ter sido no momento provavelmente mais do que o suficiente para arrebentar as correntes e fazer proveito delas para chegar em um mesmo resultado, eu estava bem séria quanto a conseguir que as coisas fossem pelo caminho certo. Quedas me fariam me erguer e continuar com tenacidade, a dor não me pararia, eu agarraria o meu objetivo.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Thanatos era uma figura difícil de se decifrar, eu não sabia o que esperar e inclusive se ele viesse com algo inesperado, dado a situação que nos encontrávamos, supondo o sucesso da não rendição ou de falar algo como atire eu teria dito. - Você é retardado? Eu tou aqui pra firmar uma aliança, é só um teste idiota, não para matar você.- Eu teria dito em um tom de indignação grande, busando ouvir o que é que ele teria a falar a seguir. Minha expressão? Claramente misturava o rubor a uma expressão mais agressiva e confusa mas, ainda fofa.

Formas especiais usadas no combate, além da completa e humana:
 

Objetivos:
 
Histórico :
 

Atributos, vantagens e desvantagens, perícias.:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ação
Pensamento
Fala
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Furry
Game Master
Game Master
Furry

Créditos : 54
Warn : Enuma Elish - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 27/03/2015
Idade : 28

Enuma Elish - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Enuma Elish   Enuma Elish - Página 6 EmptyQui 20 Ago 2020, 19:45




Thanatos parecia inerte a distância, não agindo e apenas observando, seus olhos quando vistos pelos sentidos serpentinosos de Alip eram uma das partes mais claras do seu corpo, o que geralmente seria estranho se tudo ali não o fosse de fato. Não era sabido se ele lutava sempre assim, ou se aquela poderia ser tida como a provação, o teste que Apólis havia dito que ele aplicaria. Assim, ele apenas a observava a distância enrolada como uma serpente que preparava o seu bote.

Alip, após os preparos, disparava na direção de seu oponente, rastejando em extrema velocidade e acontecia exatamente o que ''previa''. Assim que entrou no ''room'' de Thanatos ele a atacou praticamente no mesmo instante. As cores de seu corpo ganharam vida fazendo parecer que ele era uma explosão que inflama-se em um único instante. A corrente com o peso avançava na direção dela que agora com o Haki conseguia prever com maior facilidade e buscava preparar a área de impacto a reforçando, todavia uma ação inútil dada sua proeza, ao menos, em partes. Thanatos conseguia desviar o peso com ondulações na corrente o que impediu Alip de revestir o local correto, mas dada sua determinação não a impediu de segurar a corrente do oponente. Seu corpo havia sido jogado para trás ao mesmo tempo que enrolava seu rabo ao redor da arma puxando Thanatos junto de si. Sangue saltou em seus lábios, pois o ataque de seu oponente havia sido disparado com força total, porém nem toda a força do mesmo era párea para a sua e sem tempo de fugir ele se viu arrancado do pilar que estava e atirado ao ar, Alip já preparada para isso mirou para disparar, conseguindo até mesmo antever que ele, assim como Jibril, usaria das asas em suas costas para planar.

Thanatos era envolto em uma bola de fogo e começava a despencar em direção ao chão, Alip mais uma vez tomava sua forma de serpente, o que talvez não houvesse sido exatamente a melhor das ideias, pois agora sua visão térmica via um grande ponto vermelho a frente irradiando calor, porém seu Haki ainda sentia que seu oponente estava dentro daquela grande esfera. Com o geppou se aproximou, estavam a 5m do chão.


Nesse momento ele arremessou a sua foice, mas está não havia sido jogada na direção de Alip e sim para uma lateral, Ainda no ar ele evitava o Shigan, conseguindo torcer seu corpo mesmo em meio às chamas, sua presença havia sumido, mas agora com o fogo iluminando-o ele não podia evitar os olhos de Alip que em sua forma mista agarrava-o ainda no ar antes de despencar no chão rachando o piso e erguendo uma nuvem de poeira. Alip o apertava, sentia a resistência óbvia de sua força e via o haki do armamento cobrindo seu corpo nas principais áreas.

Ela propunha o final do teste, agora que tinha seu oponente submisso em seu aperto. A voz dele era fria, baritona e pausada, cada palavra soava clara e por tal, mais perturbadora. - Apenas a morte trás o fim. - enrolado no aperto de Alip seu corpo mais uma vez se acendeu ao haki e ela sentiu a verdadeira intenção de matar, ainda sem vileza, mas mais drástica que antes.

Seu pé, enrolado na corrente e fora do aperto principal de Alip moveu-se com força, o som do metal raspando na pedra foi ouvido, a Foice era novamente puxada, o Haki dele se espalhando por elas. Todavia a forma que vinha não ceifaria apenas a vida dela, como também a dele. Ele encarava-a nos olhos, embora o aperto continuasse a doer este sentimento não transparecia em seu semblante que possuía apenas aquele olhar de chamas frias muito diferente dos olhos de Apólis, aqueles eram os olhos de alguém que não possuía motivações calorosas, alguém que apenas tinha em seu interior sentimentos frios e sem qualquer propósito positivo, alguém que mantinha-se de forma constante consumido pelo ódio.

Com seu haki ela percebia que ele esperava que com aquilo ela o soltasse, mas igualmente a este fato percebia que ele não pretendia ser solto, o que mais uma vez era desconcertante.


>>Caso você bole algo que de certo já deixarei um pequeno adianto. <<


- Você passou. - A voz mantinha as mesmas notas de antes. Ele batia duas palmas nesse momento, que ecoavam pelo local e faziam com que vários dials se incendiasse nas paredes iluminando o ambiente que não se tornava claro, mas ao menos possuía um breu menor. As roupas dele estava quase que completamente queimadas, era visível hematomas em seu corpo. Alip no mínimo possuía costelas quebradas e um grande hematoma na região abdominal, doía um pouco para respirar.

Por fim, se questionado sobre sua ''sanidade''. - Não teria como confiar em alguém que não é capaz de superar o medo da morte. - Seria sua resposta.



____________________________________________________



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Alipheese
Comodoro
Comodoro
GM.Alipheese

Créditos : 53
Warn : Enuma Elish - Página 6 10010
Feminino Data de inscrição : 31/03/2013
Idade : 26
Localização : Olympo- 5ª Rota

Enuma Elish - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Enuma Elish   Enuma Elish - Página 6 EmptySex 21 Ago 2020, 01:55


De volta ao zero.

As correntes de minhas próprias limitações se faziam pesadas de modo que mesmo em meu sucesso eu estava acabada para chegar ao ponto que desejei, não houve algo como uma batalha sem custos onde eu estivesse me limitando, a diferença de forças não era grande o suficiente para que eu lutasse de forma ao qual eu não era assim tão poderosa. Senti dificuldade para respirar, dor mas, por algum motivo meus instintos estavam mais aflorados do que nunca, minha expressão, não mais carregava  uma inocência, mesmo perante a morte, minha determinação mostrava-se inabalável, como se a morte fosse algo pequeno se comparado ao meu impeto.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Suas intenções eram claras, a morte era algo que ele buscou naquele movimento sem deixar dúvidas  e pelo que eu acredito, não hei eu de temer algo tão pequeno, em momento algum eu teria afrouxado na verdade, o instinto predador me fazia quase salivar por pelo menos infringir a ele o mesmo que ele havia feito a mim e quando me dei conta o aperto havia ficado mais firme e possivelmente quebrando alguns ossos de maneira lenta e não letal. Senti em meu sangue correr um sentimento vil, causado pelo instinto de maneira poderosa, agressiva ao qual levou  minhas duas mãos por um momento ao rosto,  sem que soltasse as armas como se eu precisasse realmente tatear que tipo de expressão nefasta meu rosto teria e para a minha surpresa, um sorriso era a resposta. O sentimento gélido da arma, teria me feito apenas ali ajustar para a 3ª configuração, diferente dele, meu tronco estava livre afinal.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Mesmo com dor, já seria possível ver o brilho azulado na ponta de minha arma ao qual mesmo com dor, teria torcido e girado o meu tronco de maneira que apenas a flexibilidade de meus ossos poderia me permitir, até que estivesse rapidamente na direção do projétil que teria vindo, todas ações e pensamentos anteriores, como esperados de uma situação como esta passavam-se tão rápido quanto um piscar de olhos, com a minha noção exata de tempo dispararia no limite da força para que a minha técnica engolisse aquele projétil de uma vez por todas, eliminando a ameaça quando os disparos feitos em sucessão se tornassem raposes azuis capazes de devorar projeteis com uma força inferior e naquela situação, em um lançamento suicida e improvisado como aquele, não havia a possibilidade de outro resultado. Esta seria a minha ação caso eu pudesse ver que realmente  apenas cobrir completamente a área de impacto com o Haki não fosse o suficiente para que segurasse o tranco e ele em momento algum fizesse algo para impedir sua própria morte, pois na minha intenção seria legível que este seria o problema. Se apenas o Haki fosse o suficiente para evitar que a merda acontecesse, mesmo que doesse, eu teria aceitado aquilo,  o espremendo com ainda mais força, mas não o suficiente para que não pudesse falar, os ossos por outro lado? Onde não fosse letal ou permanentemente debilitante, dificilmente veria alguma piedade.


Another One Bites The Dust:
 


No fim, era quase incompreensível o que ele esperava de mim e de algum modo eu havia sido levada por algo que certamente só teria sido estimulado por algo igualmente puro ao instinto animal, como  o que ele ali havia feito… Ainda assim do momento em que tudo estivesse acabado, teria  o soltado, voltado a minha forma humana, onde visivelmente eu ainda teria demonstrado parte da violência através de minhas falas antes pensadas, quando o vi tentar algo como um golpe suicida. A dor teria se feito mais intensa do momento em que tudo aquilo tivesse acabado afinal, quando a adrenalina que antes havia guiado junto aos instintos a uma determinação insana de minha vontade começara a se esvair, tudo o que havia restado era aquela sensação horrível que me fez tentar me focar em respirar.


- Temer a morte?- Perguntaria como um suspiro, segurando  agora o abdomen levemente sem pressionar para não piorar meus ferimentos eu teria dito antes de que tivesse reunido forças para continuar. -  Se algo como o medo fosse capaz de me parar de fazer o certo, eu não estaria a sua frente e não teria lutado como lutei.- Eu teria dito com os olhos brilhando como o mais belo rubi agora, enquanto minha voz teria passado uma grande sensação de calma, ainda que a dor atrapalhasse um pouco. Naquela situação, eu precisava me recuperar, estava fragilizada e por isso, teria dado prioridade a o ouvir, evitando nesse momento falar mais do que o necessário, se fossemos colocar em termos, em ambos os casos não estariamos na melhor das condições. Eu ainda estava um pouco irritada de como minha calma na batalha se deixou mesmo que com uma impulsão me fazer sentir aquele sentimento podre, era algo muito ruim de se sentir, agora que meus sentidos e humanidade estavam ao todo.


Formas especiais usadas no combate, além da completa e humana:
 

Objetivos:
 
Histórico :
 

Atributos, vantagens e desvantagens, perícias.:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Ação
Pensamento
Fala
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Enuma Elish - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Enuma Elish   Enuma Elish - Página 6 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Enuma Elish
Voltar ao Topo 
Página 6 de 9Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Parthenon :: Olympo-
Ir para: