One Piece RPG
O começo do julgamento XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» 1º Cap: O começo de uma grande aventura
O começo do julgamento Emptypor Muffatu Hoje à(s) 15:20

» Unidos por um propósito maior
O começo do julgamento Emptypor Muffatu Hoje à(s) 15:10

» Busca Implacável
O começo do julgamento Emptypor Gyatho Hoje à(s) 14:08

» [MEP - Kuroper]
O começo do julgamento Emptypor Kuroper Hoje à(s) 12:16

» [Mini-Kuroper] Começo da Jornada
O começo do julgamento Emptypor Kuroper Hoje à(s) 12:12

» Mini - Themis
O começo do julgamento Emptypor Themis Hoje à(s) 11:29

» Vamos nos aventurar! Anjinhas me aguardem...
O começo do julgamento Emptypor Pippos Hoje à(s) 10:52

» The Claw
O começo do julgamento Emptypor Achiles Hoje à(s) 09:31

» Gregory Ross
O começo do julgamento Emptypor GM.Noskire Hoje à(s) 08:43

» Xeque - Mate - Parte 1
O começo do julgamento Emptypor Jacob Allan Hoje à(s) 04:19

» [LB] O Florescer de Utopia III
O começo do julgamento Emptypor GM.Noskire Hoje à(s) 01:06

» Hello darkness my old friend...
O começo do julgamento Emptypor Alek Hoje à(s) 01:03

» Rumo à Grand Line?
O começo do julgamento Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 01:02

» The Victory Promise
O começo do julgamento Emptypor Akise Hoje à(s) 00:00

» VI - Seek & Destroy
O começo do julgamento Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 22:56

» What do You do For Money Honey
O começo do julgamento Emptypor Lancelot Ontem à(s) 21:46

» O início da pesquisa.
O começo do julgamento Emptypor BlackHole99 Ontem à(s) 20:18

» Island End! Goodbye Utopia!
O começo do julgamento Emptypor Wander Ontem à(s) 16:49

» III ~ Uma Loira na Ilha das Aranhas?
O começo do julgamento Emptypor Noelle Ontem à(s) 16:40

» Kizumonogatari
O começo do julgamento Emptypor yaTTo Ontem à(s) 15:36



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 O começo do julgamento

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Senshi
Mercenário
Mercenário
ADM.Senshi

Créditos : 63
Warn : O começo do julgamento 10010
Feminino Data de inscrição : 27/05/2018
Idade : 26

O começo do julgamento Empty
MensagemAssunto: O começo do julgamento   O começo do julgamento EmptyQua 03 Jun 2020, 10:04

O começo do julgamento

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Ares Coldwood. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] / [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Andando muito tempo por aí
Percebo que não tenho muito onde ir
E todos os caminhos percorridos
São páginas velhas viradas de um livro já lido.

(Jimmy & Rats)

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Handa
Membro
Membro
Handa

Créditos : 6
Warn : O começo do julgamento 10010
Data de inscrição : 20/02/2019

O começo do julgamento Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do julgamento   O começo do julgamento EmptyQua 03 Jun 2020, 16:23

O começo de uma jornada


Eu já tinha tudo preparado para começar nessa minha aventura, com dinheiro e determinação, eu tinha certeza que seria capaz de alcançar meus objetivos. Assim que abrisse a porta de minha casa iria respirar fundo e aproveitar cada segundo que eu pudesse daquele momento, pois provavelmente seria o último em um bom tempo. Rapidamente iria começar a caminhar pela cidade procurando, em especial, alguma loja de armas para que pudesse conseguir algo para ajudar em minha jornada. "O mar vai ser perigoso e mesmo com proteção divina, eu preciso pelo menos garantir bons momentos e me provar para meu pai divino!" pensaria.

Ao andar pela cidade eu iria prestar bastante atenção aos meus arredores, usando de minha audição aguçada para ouvir sobre boatos ou situações que eu pudesse ser útil em geral, como algum tipo de violência contra civis ou roubo. Agora era meu trabalho tentar ir contra a injustiça do mundo e garantir que todos recebam o julgamento que merecem. Após achar a loja, iria entrar e observar tudo sobre ela, em geral, as armas e até as pessoas ali dentro, tentando avaliar a qualidade de tudo, e então finalmente iria até o atendente e diria:
- Com licença, senhor. Teria com o senhor algum par de botas que eu possa comprar? - tentaria ser o mais doce e suave possível com ele, afinal de contas queria passar uma boa impressão. Logo que pegasse os itens iria responder - Obrigada. Saiba que o que acaba de fazer trará grandes frutos ao mundo! - e então sairia do local.

Tendo feito isso, iria começar a caminhar pelos arredores da ilha, procurando por situações ou seguindo para algum local que tivesse ouvido posteriormente nas ruas. Também iria escalar alguns lugares e daria um pulo bem alto, usando minhas asas para me manter planando por algum momento, e observaria a região o máximo possível procurando por algo fora do normal.

Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Takamoto Lisandro
Narrador
Narrador
Takamoto Lisandro

Créditos : 52
Warn : O começo do julgamento 10010
Masculino Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 20
Localização : Minha casa

O começo do julgamento Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do julgamento   O começo do julgamento EmptyQua 03 Jun 2020, 19:29




O começo do julgamento!
Primeiro Post




Lvneel Kingdom, uma ilha de fé, seus cidadãos adotavam na infância os ensinamentos passados na igreja e tomavam um rumo quanto sua mentalidade aprendendo os dogmas e leis de deus. A pequenina também tinha sua própria fé em relação a Deus, iniciava sua aventura demonstrando vontade em passos andando em direção a uma jornada desconhecida, a celestial atiçava seus sentidos, sua audição era sua carta na manga, conseguia ouvir conversas entre as ruas da cidade ensolarada. – Ei, parece que tem um capitão recrutando marujos no porto, vão rumar para Flevance. Um navio mercador sabe, meu marido até vai tentar, mas parece que o capitão é bastante exigente! – Disse uma senhora falando para outra. – Nossa! Vou avisar meu filho, ele passa o dia em casa deitado desde que falhou no exame da marinha, eu vou forçar ele!

Parecia que o boato de um navio mercador esperando por recrutas estava a pleno vapor, chegando à rua comercial da cidade poderia ver diversas de lojas de grandes variedades desde artigos como livros, utensílios usuais, comida e o que Ares queria, armas! Passando pela porta tocava o sino, o vendedor era um homem grande e parrudo digno de ser chamado de ferreiro, cabelos longos com uma barba larga de coloração avermelhada. – Bem-vindo. – Recepcionava seu cliente ainda de costas, o balcão era quase mais alto que a garota tanto que ao abrir sua boca fez com que o vendedor se virasse a atendendo. – Botas? De que tipo? – Ele olhava para frente procurando por seu consumidor, olhou para os lados e percebeu ao baixar suas pupilas o topo de uma cabeça. – Opa! Tenho sim botas, qual é o seu tamanho, que dizer, quanto você calça?! – Ele não queria parecer rude, buscava não brincar com a altura da cliente.

Com um olhar experiente e recebendo a informação poderia pegar um par de botas de luta que era sua especialidade, criar arma de todos os tipos. – São 30.000 Berries. – Esperava pelo pagamento e apreciava a resposta da garota. – Muito obrigado! – Poderia sair da loja e ir buscar novos objetivos, qual seria o caminho tomado pela pequena?

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Handa
Membro
Membro
Handa

Créditos : 6
Warn : O começo do julgamento 10010
Data de inscrição : 20/02/2019

O começo do julgamento Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do julgamento   O começo do julgamento EmptyQua 03 Jun 2020, 20:34

O começo de uma jornada


Não demorou muito caminhando pela rua e eu já tinha noção exata para onde iria. Aparentemente havia um capitão recrutando pessoas para seu navio, que iria viajar para a próxima ilha, e eu não podia perder tal coisa. "Que conveniente!", pensei, enquanto corria o mais rápido possível para o porto. Naturalmente eu iria tentar parecer o mais bem vestida possível, tomando cuidado para não me sujar com nada no caminho e ainda faria pequenas coisas como ajeitar as mangas, mexer no cabelo, garantir que tudo estava perfeito.

Assim que chegasse ao porto, começaria minha investigação pessoal, a princípio me escondendo da visão de todos para ter noção do que iria acontecer. Naquele momento eu poderia esperar qualquer coisa, desde uma enganação geral ou apenas algo muito perigoso que fosse colocar vidas inocentes em jogo, e naturalmente, eu teria que fazer algo a respeito. Caso não pudesse ver nada disso, me aproximaria calmamente e tentando parecer um pouco confiante para que o capitão não tivesse dúvidas, logo que estivesse perto dele falaria:
- Hahaha! Senhor Capitão, ouvi dizer que estava procurando por marujos, e eu, por acaso, estou procurando me aventura pelos mares. Só pode ser encontro divino! Vamos lá, me diga o que preciso fazer! - iria tentar parecer o mais confiante possível para causar uma boa impressão no homem, ficando com os braços cruzados e fazendo algumas expressões faciais de desafio.

Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Takamoto Lisandro
Narrador
Narrador
Takamoto Lisandro

Créditos : 52
Warn : O começo do julgamento 10010
Masculino Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 20
Localização : Minha casa

O começo do julgamento Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do julgamento   O começo do julgamento EmptyQua 03 Jun 2020, 21:16




O começo do julgamento!
Não vai ser assim tão facil!




Não demorou muito para sair da loja, sua vontade era seguir o boato já ouvido antes e assim foi, sua caminhada ao porto foi prospera e sem nenhum infortúnio. Pelo menos era o que achava, pois o capitão da embarcação formou uma fila com homens que estavam querendo se tornarem marujos, existia poucas vagas e assim a fila era entrevistada pelo capitão, um homem de idade avançada, mas tinha um corpo rustico digno de um homem dos mares possuindo em seu ombro um papagaio. Na fila a garota esperava por sua vez, seu sentido aguçado lhe permitia escutar algumas entrevistas a medida que se aproximava do capitão ao qual estava sentado sobre um barril examinando os homens que eram rejeitados de forma direta e sem rodeios.

Sou William senhor! – Dizia um dos aspirantes. – É de Lvneel? – Perguntava o velho. – Nascido e criado, gostaria de explorar outras ilhas e aprender mais sobre esse mar! – O velho pegava seu cachimbo escondido no bolso de seu casaco azulado. – Cê me parece bem jovem, e este navio não vai além de Flevance rapaz, se busca por aventura só posso lhe oferecer carona em troca de trabalho duro e árduo! Não vou remunerar um viajante! ESTÃO ME ESCUTANDO SUA CAMBADA DE FROXO! – Elevava sua voz, era quase que trovões caíssem na terra, sabendo que não haveria dinheiro para ganhar e sim uma carona, a maioria dos rapazes saíram da fila, o jovem de olhos sinceros e cabelos azuis continuava ali parada encarando o senhor. – É tudo que eu preciso! – O velho sorria testemunhando a coragem do rapaz. – Então suba no navio!

Permitindo a passagem, o azulado subia, alguns eram rejeitos e mais um subia, outra homem de porte mais esguio, porém alto de cabelos acinzentados. – Eu vi você a um tempo e não acreditei. – Olhando de mais de perto, o velho tinha uma barba rala e um crucifixo em seu pescoço como pingente de seu colar prateado. – O que uma garotinha ta fazendo aqui? – Indagou o capitão sendo respondido pela mesma. – Uma aventura, uma carona então, pois bem, o trabalho nesse barco é duro sabe, pesado! Não sei se uma nanica poderia ser útil, por mim é não, alguma objeção? – Ele fitava a menina ainda interessado, por mais que recusasse, ele buscava determinação na garota, teria que demonstrar que seria útil.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Handa
Membro
Membro
Handa

Créditos : 6
Warn : O começo do julgamento 10010
Data de inscrição : 20/02/2019

O começo do julgamento Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do julgamento   O começo do julgamento EmptyQui 04 Jun 2020, 06:11

O Capitão


Logo que me aproximava do local eu me deparava com uma enorme fila de homens, de todos os tipos de idade, porém não havia nenhuma mulher por ali. "Que estranho, será que as mulheres normalmente evitam essas coisas? pensava, e infelizmente não conseguia dar uma resposta para aquela pergunta já que sempre havia sido criada como homem e coisas como desafios eram apenas parte de meu dia a dia.

Graças aos meus sentidos aguçados, eu conseguia ouvir as conversas que o capitão tinha com os homens da fila, porém pouco me interessava neles, o foco estava completamente no velho marujo. Sua voz acertava meus ouvidos como um trovão e ele parecia emanar uma aura gigantesca de confiança, perfeita para quem comanda um navio. Se havia alguém que eu deveria me inspirar nessa jornada, era nele. Durante uma das falas dele, a maioria dos rapazes na fila simplesmente desistiam, eu não conseguia dizer se era pela falta da promessa de dinheiro ou pela forma que o velho agia, deixando eles com medo.

Após algum tempo, finalmente chegava minha vez. O homem falava com sinceridade, no entanto era sinceridade demais para mim, visto que ele rapidamente começava a duvidar de mim pelo meu tamanho e aparência, o que seria um enorme erro por parte de qualquer um. Iria me aproximar e começaria a falar - Não me interessa o quão difícil seja o trabalho, eu sou mais do que capaz de fazer ele! Posso ser tão útil quanto os outros homens na embarcação, talvez até mais! Posso fazer trabalhos de força, sou rápida o suficiente para realizar todas as tarefas dentro dele em pouco tempo, oras, eu consigo enfrentar todo e qualquer maldito que tentar atacar os tripulantes! Se quiser eu mostro aqui e agora as minhas capacidades! - gritaria com orgulho, levantando minha perna e colocando ela na lateral do barril, encarando o homem com uma enorme cara de raiva e desafiando cada pedaço do corpo dele.

Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Takamoto Lisandro
Narrador
Narrador
Takamoto Lisandro

Créditos : 52
Warn : O começo do julgamento 10010
Masculino Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 20
Localização : Minha casa

O começo do julgamento Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do julgamento   O começo do julgamento EmptyQui 04 Jun 2020, 14:28




O começo do julgamento!
O Barril.




Ah então você é a manda chuva, forte assim como diz vou ficar muito feliz que entre na minha embarcação, mas antes leve esse barril para dentro do navio. – Ele se levantava do barril que estava e subia na ponte que tinha a largura da daquele barril. –  Considere um pequeno teste, vou lhe dá alguns minutos antes de levantar a ancora e zarpar, fique a vontade de utilizar da melhor forma para colocá-lo aqui.

O capitão soltava uma risada deixando a garota encarando o barril que tinha quase a sua altura, não havia hastes ou espaços para colocar suas mãos ou facilitar para levantar, a maioria das pessoas colocariam sobre o ombro e agarraria a carga com seu braço para enfim executar a tarefa, a ponte era inclinada teria mais dificuldade em subir com o barril. – Ei capitão, tem certeza disso? Aquele barril não era o carregamento de ferro que pesava quase uma tonelada? Se queria fazer a garota desistir era só dizer não, não precisava fazer uma maldade dessas! – Falava o contra-mestre para seu capitão que sorria diante do comentário.

Se eu estiver certo, e sempre estou sobre pessoas, aqueles olhos são como chamas que nunca se apagarão, ela vai dá um jeito.. Isso se eu tiver certo! – Soltava uma gargalhada deixando o seu subordinado para trás que olhava para a garota observando o barril, ele se perguntava se ela realmente conseguiria, teria que ter uma força descomunal, uma vontade de ferro ou uma mente criativa para fazer tal tarefa. – O capitão cada dia fica mais caduco. – Obviamente a garota não ouvia tais falas, apesar da audição aguçada, aquela conversa ficava somente entre os dois homens.  

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Handa
Membro
Membro
Handa

Créditos : 6
Warn : O começo do julgamento 10010
Data de inscrição : 20/02/2019

O começo do julgamento Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do julgamento   O começo do julgamento EmptyQui 04 Jun 2020, 16:45

O Barril


Ouvindo o homem falando comigo, e logo após propondo o estranho desafio, fez minha mente ficar extremamente confusa por alguns segundos. Pensei comigo mesmo "Não é possível que um barril seja tão pesado assim!" e então comecei a raciocinar sobre qual era o motivo do capitão propor aquilo como desafio. Ele estava me subestimando? Ou estava preparando esse tipo de trabalho no navio e por isso queria ver se eu era capaz daquilo? Logo que ouvia ele falar sobre algum tipo de tempo, decidi que não podia perder tempo questionando.

Primeiro tentaria dar um leve chute no barril para confirmar seu peso. Caso tivesse noção que era leve, iria apenas deitar ele e rolar pela ponte. Porém, caso verificasse que ele era pesado, teria que começar a agir de uma forma diferente. Primeiro tentaria puramente empurrar ele, colocando meu braço pra frente e usando minhas pernas como apoio, fazendo força para tentar pelo menos mover o barril do lugar. Caso isso falhasse, tentaria o mesmo, porém após virar ele de lado e ver se era mais fácil pela falta de atrito.

Caso ambos os planos falharem, iria tentar uma última coisa, uma carta na manga. Iria abrir o barril e ver o que teria dentro. Se ao abrir eu pudesse encontrar uma quantidade enorme de coisas, começaria a pegar essas coisas e usar minha aceleração para correr o mais rápido possível para dentro do navio e colocaria as coisas ali. Voltaria correndo também para o barril e pegaria mais das coisas dentro dele e voltaria a correr pra dentro do navio. Faria tal até que o barril estivesse completamente vazio.

Tendo terminado essa tarefa, iria pegar o barril em si e carregar ele para próximo do antigo material dentro dele e começaria a colocar tudo de volta, porém dentro do navio. Caso em algum momento fosse questionada sobre o ato, apenas responderia - Peço desculpas, mas se um serviço for difícil demais apenas com força física, é necessário usar a força da mente também!


Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Takamoto Lisandro
Narrador
Narrador
Takamoto Lisandro

Créditos : 52
Warn : O começo do julgamento 10010
Masculino Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 20
Localização : Minha casa

O começo do julgamento Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do julgamento   O começo do julgamento EmptyQui 04 Jun 2020, 18:30




O começo do julgamento!
Gostei de ver




Dando uma pequena bica no barril sentiu que ele estava pesado, tanto que nem se mexeu e seu pé teria doído bastante se não houvesse comprado uma bota de combate anteriormente, seu encalço era reforçado e preparado para ter bastante resistência além de amortecer impactos dos chutes. Olhou para um lado e para outro, escolheu um bom canto para tentar empurrar o barril, a gravidade e o peso do material de dentro do barril não deixava que ele se movesse de verdade, usava todas suas forças para arrastar alguns poucos centímetros ainda ficando alguns metros longe da ponte que cruzava da ilha ao barco.

Tendo em vista que não funcionaria, Ares definia um novo plano, deitava o barril com cuidado, um barulho metálico ressoou na medida que ia o baixando e finalmente, rodando o barril conseguiu direcionar até a rampa, o chacoalhar do metal era impertinente tendo um ruído bem desconfortável para as orelhas da garota. Ela tentou empurrar, porém o barril não se movia na rampa já que a inclinação fazia o peso do conteúdo ir para baixo assim impedindo que a mesma conseguisse realizar o feito.

Ih rapaz.. Esse capitão.. Não tem como ela conseguir, falta força e habilidade. – Resmungava o imediato, sua preocupação com a garota era pertinente já que a mesma lembrava de sua filha pequena em sua ilha natal, pensava em ajudar, mas seria contra as regras impostas pelo capitão, o desafio foi lançado e somente ela poderia cumprir e passar por cima dos obstáculos.

Vendo que não restava opção, ela pensou uma boa ideia, iria esvaziar o barril e enfim subir com ele, ela abria a tampa do barril. – Não acredito nisso. – O material dentro da caixa eram lingotes de ferro, não eram perigosos, mas suas pontas eram afiadas, havia bastante. Apressada e ágil, ela não parou de subir e descer da rampa deixando os lingotes a perecer na embarcação, os marujos olhavam de relance para situação e preferiam focar em seus trabalhos manuais para finalmente zarpar, ao pegar o material, as mãos da garota eram arranhadas e pequenos cortes eram efetuados, mas nada que a parasse em seu objetivo.

Após cerca de dez ou mais, se alguém tivesse exata noção do tempo ou um relógio poderiam dizer a quantia de tempo que passou até ela finalmente descarregar tudo do barril, acabando podia pegar o barril e mesmo com seus braços desgastados e suas mãos doloridas, ela conseguia erguer e finalmente o colocar na embarcação. – Eu avisei. – Disse o capitão dando um pequeno tapa no ombro do imediato e indo em direção ao leme, recolhiam a ponte e finalmente poderiam zarpar. – Marujos! Estão prontos?! Icem as velas, recolha a ancora, você me traga café! Estamos indo para Flevance! – Ele assumia o timão e seu imediato era designado para ajudar a garota, ele cumpriria a ordem com um sorriso no rosto. – Deixa eu ajudar. Sou Jacob, o imediato, irei te dá algumas tarefas, mas descanse primeiro. – Ele recolhia de forma rápida os lingotes e depois do descanso Ares teria que fazer pequenas ajudas na limpeza do navio assim como os novatos que haviam sido recrutados. Partiam em direção a última ilha do north blue e a mais próxima da Grand Line.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Handa
Membro
Membro
Handa

Créditos : 6
Warn : O começo do julgamento 10010
Data de inscrição : 20/02/2019

O começo do julgamento Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do julgamento   O começo do julgamento EmptySex 05 Jun 2020, 08:21

O Descanso


A tarefa foi mais trabalhosa do que eu imaginava, o barril era muito mais pesado do que seria humanamente possível carregar e até agora me questiono como normalmente iria colocar ele dentro do navio. Ainda tive leves ferimentos de ter que carregar todos aqueles lingotes de ferro, mas com sorte não seria nada que atrapalharia minha jornada. Antes mesmo que eu pudesse reclamar de algo, o homem chamado "Jacob" já aparecia para me ajudar e com isso eu poderia subir na embarcação, finalmente - Certo, obrigada! - diria para Jacob antes de embarcar.

Enquanto ali dentro, a primeira coisa que faria era procurar por alguma instalação como um banheiro ou algum tipo de pia para poder lavar minhas mãos provavelmente ensanguentadas. Enquanto procurava por tal local, iria dar uma boa olhada pelo navio inteiro, tendo em vista que antes eu poderia apenas ver os detalhes externos e seria uma boa experiência ver como embarcações como aquela funcionavam, visto que teria que usar alguma em minhas jornadas. Seria bom pelo menos ter algum tipo de padrão para o que seria considerado bom. Após encontrar com a fonte de água do local e conseguir lavar minhas mãos, iria então procurar por algum tipo de pano limpo para enrolar onde os machucados estivessem e evitar maiores acidentes.

"Deve existir alguém capaz de me ajudar por aqui", pensei e caso não conseguisse encontrar nada bom no navio para enrolar minhas mãos, iria começar a procurar por algum tipo de médico no local - Com licença, existe algum tipo de médico por aqui? - iria sair perguntando aos membros da tripulação, torcendo para não precisar me preocupar com mais nenhum ferimento durante a viagem. Caso encontrasse, iria explicar sobre a situação dos cortes e com sorte ele iria me ajudar, porém caso não fosse possível de encontrar o médico, eu apenas iria procurar alguma cortina ou roupa jogada fora por ali, iria rasgar ela e enrolar em minhas mãos.

Por fim, procuraria alguma forma de descansar pelo navio. Provavelmente seria capaz de encontrar algum tipo de quarto ou instalação onde os tripulantes descansam, ao encontrar naturalmente iria procurar me deitar na provável cama e passaria algum tempo dormindo. Caso não fosse possível encontrar o quarto para mim, por motivo de lotação ou até mesmo de não existência, procuraria por alguma parte do navio onde haviam sombras e o vento era relativamente confortável de se sentir e tentaria me sentar nesse ponto para relaxar. Antes de sentar iria tirar minha blusa, dado seus detalhes ela era relativamente complicada de se passar o tempo apenas relaxando, e ficando apenas com as roupas de baixo protegendo meus seios, iria amarrar minha blusa em minha cintura e então faria tudo mencionado antes.

Objetivos:
 

Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




O começo do julgamento Empty
MensagemAssunto: Re: O começo do julgamento   O começo do julgamento Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O começo do julgamento
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Lvneel Kingdom-
Ir para: