One Piece RPG
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Os 12 Escolhidos, O Filme
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 05:24

» Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor Wesker Hoje à(s) 03:53

» Jade Blair
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor Kylo Hoje à(s) 03:42

» Seasons: Road to New World
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 02:26

» The Victory Promise
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor Akise Hoje à(s) 00:33

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor Fukai Hoje à(s) 00:27

» Kit Phil Magestic
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor GM.Muffatu Ontem à(s) 22:25

» 10º Capítulo - Parabellum!
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor Marciano Ontem à(s) 22:12

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor Achiles Ontem à(s) 21:59

» II - Growing Bonds
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor War Ontem à(s) 21:36

» Xeque - Mate - Parte 1
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor Ceji Ontem à(s) 21:20

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor Fran B. Air Ontem à(s) 19:58

» Livro Um - Atitudes que dão poder
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor Quazer Satiel Ontem à(s) 18:28

» Galeria Infernal do Baskerville
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor Blum Ontem à(s) 18:16

» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor Blum Ontem à(s) 17:48

» Hey Ya!
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 17:25

» Blackjack Baskerville
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor Baskerville Ontem à(s) 17:21

» Cap. 2 - The Enemy Within
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 16:07

» ブルーベリーパイ ~ Blueberry Pie
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor Skÿller Ontem à(s) 16:07

» Mini-Aventura
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Emptypor Akaza Ontem à(s) 16:03



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... , 9, 10, 11  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Senshi
Mercenário
Mercenário
ADM.Senshi

Créditos : 72
Warn : Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 10010
Feminino Data de inscrição : 27/05/2018
Idade : 26

Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante   Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 EmptyTer 02 Jun 2020, 13:12

Relembrando a primeira mensagem :

Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) revolucionários Azura V. Pendragon, Duncan Dellumiere, Garfield Henryford e Naomi Yumi. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] / [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Andando muito tempo por aí
Percebo que não tenho muito onde ir
E todos os caminhos percorridos
São páginas velhas viradas de um livro já lido.

(Jimmy & Rats)

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Sagashi
Revolucionário
Revolucionário


Data de inscrição : 17/01/2014

Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante   Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 EmptySex 18 Set 2020, 15:56


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Reparava quase instantaneamente que M-8 não ficava tão feliz com meu discurso. ”Meras palavras não a satisfarão.” Olharia para baixo, evitando contatos visuais por um momento. ”A situação foi traumática demais. Vou deixar que outra pessoa cuide dela, pelo menos, por enquanto…” Voltava minha atenção às proclamações de M-4 e achava um trecho que me alegrava, não por causa do tritão, mas por ser o foco da preocupação da garotinha. — Morgana já está tratada e está dormindo no nosso navio. — Sorria e empurrava levemente o ombro de M-8. — Vê?! Ela está bem! Você a salvou, M-8! — Esperava que ela ficasse melhor depois disso. Voltaria a prestar atenção em M-4. Dizia ela que Morgana estava meio que traumatizada, visto que acabara por falar enquanto dormia sobre ter sido sequestrada. ”Não é como se eu me importasse muito… só quero o bem da M-8.” Encararia M-4 com semblante sério e compreensivo, enquanto afirmaria com a cabeça para mostrar estar prestando atenção.

Papo vai, papo vem. Handsome se manifestava, coisa que me incomodava um pouco por ele poder estar mentindo a qualquer momento, embora me restasse apenas confiar nele, não havendo outra opção. Assim que M-4 mencionasse meu nome, daria um passo a frente. — Garfield, depois que o médico Danell te tratar eu quero que você procure por Faust. Se não me engano ele que estava com o Log Pose. Pode ser que o tal homem doença tenha encontrado ele... evite lutas, mas procure por ele. — Dolorido, colocaria as duas mãos nos seus ombros e olharia para seu rosto diretamente. — Ótima escolha, M-4: o imortal para combater a pestilência. Prometo ser a vacina dessa vez! Digo, com o menor contato físico possível… — Soltaria-a e procuraria com os olhos por alguém que parecesse médico. ”Danell… Danell…” Procuraria com os olhos, até desistir e voltar para minha posição anterior, esperando o fim do diálogo para colher o maior número de informações possível.

Ao fim do diálogo de M-4, Duncan dizia palavras acolhedoras para M-8, que aparentemente a alegravam do seu estado de melancolia. ”O Eclipse fala muito bem! Talvez eu devesse pedir a ele alguma dica sobre relacionamentos. Aliás, será que ele já leu o livro que dei?” Me perderia em pensamentos. Não conseguiria evitar de dar um sorriso de canto de boca, contente por estarmos todos mais calmos e longe daquele buraco. Estávamos livres e o Sol estava para raiar. ”Ah, meu rei, você está de volta. Faltará pouco agora para totalizar sua força e me contaminar com todo seu poder! Estarei te esperando — serei sua mão direita para derrotar a pestilência e…” Meus pensamentos eram interrompidos por Duncan. — E Garfield… — Me espantaria, percebendo que não tinha acompanhado o diálogo por completo. — Conto com você. Depois de uma explosão, não vai ser uma doencinha que vai te derrubar. Mas não faça nada muito arriscado, o palhaço não é tão resistente — Bateria continência. — Nem se fosse um meteoro, irmão. É capaz da pestilência me fazer rir mais alto que o palhaço. — Contrairia meus dois bíceps em uma posição de poder, porém, por infortúnio, relembraria-me das dores e abaixaria o braço rapidamente. — Vou pedir licença para vocês, preciso de cuidados mé… — Nesse momento, seria surpreendido por um beijo na bochecha.

Passava a mão no rosto, incrédulo. — Cuide bem de todos, grandão... Voltamos em breve. — Soltaria ar pelas narinas, como quem desistisse de sentir espanto e aceitasse o beijo polêmico. — Vou sim, M-8, pode deixar. Vocês vão me ver de novo, nem que eu precise atravessar a Grand Line à pé. — Sorria e afagaria sua cabeça. Quando Duncan chamasse Zazu, meus olhos brilhariam e repetiria o gesto. — Zazu! — Se o animal viesse até mim, afagaria seu pescoço, cabeça e tronco, divertiria-me um pouco e enfim soltaria sua cabeça para caminhar em direção ao navio, procurando por Danell. — A propósito, irmão… — De costas, me referia à Duncan. Viraria o rosto para ele com um olhar esperançoso. — Dos berries que conseguimos, junte pelo menos um quinto: vamos beber bastante suco e comemorar o ingresso de M-8 quanto tudo isso acabar. Não esquente, M-4, chamaremos você também. Compre um de maracujá — o amarelo me seduz. — Voltaria a seguir meu caminho para o interior do navio e ser tratado por Danell.

— QUEM AÍ SE CHAMA DANELL? — Olharia para os arredores a procura do médico. — ME EXPLODIRAM! TRAGA O MELHOR DOS SEUS REMÉDIOS PARA MIM! — Encararia com olhares intimidadores qualquer um que me olhasse torto e que tivesse a patente menor que a minha. Caso fosse atendido pelo médico, aguentaria as dores do tratamento e, de quebra, conversaria um pouco com ele. — Danell, não é? Belo nome. Conhece um tal de Hugo? — Olharia para o teto. — Não sei bem, mas faz tempo que não o vejo. Sinto medo do que pode ter acontecido com ele… — Faria movimentações ansiosas com os dedos, batendo a ponta deles em algum lugar. — Ei, doutor, diz para mim, você tem remédio para doença? — Esperaria um tempo. — Ãhm… doença que alguém joga na gente. Literalmente. Tem remédio para isso? — Esperaria a resposta novamente. Enquanto isso, seria tratado, e, quando fosse liberado, voltaria para a entrada do navio, saindo por ela e caminhando em busca do palhaço.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Historico:
 
Facilitando a vida do narrador:
 
Objetivos escreveu:

— Dá meus 10kk de recompensa pf.
— Me tira desse farol.
— Deixa eu forjar uma paradinha mec.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Punk
Pirata
Pirata
Punk

Créditos : 13
Warn : Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 10010
Masculino Data de inscrição : 01/07/2013
Idade : 28
Localização : No barco

Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante   Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 EmptySab 19 Set 2020, 02:06

Shazam
-FALA: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] "PENSAMENTO": [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] TÉCNICA: blur




[color=#00ff99]“Gwhahahahahaha”[color] Eu ria, sim, por que? Simplesmente por não saber onde eu estava naquele exato momento é como se o tempo tivesse parado, as coisas ao meu redor continuassem se movimentando e eu apenas tivesse ficado ali olhando, para o nada. Olharia se eu ainda estava com o tal do Log Pose, bom esperaria que sim. Enquanto me perguntaria o que eu estava fazendo, era uma pergunta difícil até mesmo para mim e pode acreditar não era uma piada, por mais que eu quisesse que fosse. “ – Bom onde está o pessoal? Quero sair desse farol logo. ” Meu único desejo era seguir viagem e o mais rápido possível, então eu me lembraria. “Ahhhh é nós íamos para Terralegre ... Gwhahahah uma ilha bem legal, o nome já diz tudo” Levantaria um dos meus braços para o alto como um sinal de comemoração, então eu olharia em minha volta para saber o que estava acontecendo. Bom colocaria um sorriso largo então analisaria bem as pessoas, estava curioso para saber como meus amigos estão nesse momento. “Será que eles se divertiram sem mim?”

Então começaria a andar por ali, vendo se encontrava com o pessoal, meus passos seriam bem calmos, sorriso largo. Mas se eu não encontrasse ou não conseguisse observa-los então eu começaria a falar em um tom alto de voz. “ – O PESSOAL, NÃO ME ESQUECE AQUI POR FAVOR !!!” Sempre balançando a cabeça de um lado para o outro, com muita atenção. “Mas que Diabos aconteceu comigo ...” Bom coçaria um pouco a cabeça e tentaria continuar procurando pelos Revolucionários. Então eu pensaria comigo mesmo. “Cara eu sou muito burro ou muito louco GWHAHAHAHAHAH” Apenas voltaria para o navio dos revolucionários, assim que chegasse lá, logo perguntaria para as pessoas ali sobre Duncan e os outros. “- Eae meu chegado!!! Viu o Duncan por aí, ou o El bigodão?” Bom mas se não tivesse um navio ali eu simplesmente teria um minuto de surto. Esfregaria os olhos e começaria a falar comigo mesmo. “- Cadê, Cadê, Cadêeeeeeeeeeeeeee tinha um navio aqui.” Então falaria gesticulando. “- Ele era dessa cor, e desse tamanhão !!! Ele não pode sumir. .... não , não ... OK Georg , ok você apenas ficará preso nessa ilha. AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH”

Sentaria um pouco, olharia para o céu, me levantaria colocaria um sorriso no rosto e sentaria novamente, coçava a cabeça por mais alguns minutos e depois levantaria e começaria a andar sem rumo. Sem dizer nenhuma palavra apenas procurando algo para fazer, era como se eu tivesse perdido o rumo por alguns instantes. Eu conseguindo ver meus companheiros então colocaria um largo sorriso no rosto. “- AEEEEEEE OLHA EU AQU, TAMO JUNTO PORRA!!! QUAIS SÃO AS NOVIDADES?” Então correria até eles ou ele. Com passos largos e alegre me sentia muito bem naquele momento, um alivio, não vou ficar preso nessa ilha maldita e isso era algo muito importante para a minha pessoa. “ – Rapaz parece que o tempo parou .. mas , acho que eu ando mais louco que o normal apenas hahahah acontece !” Então me uniria novamente com o grupo e faria questão de olhar como eles estavam, se tinha mudado algo, apenas curiosidade.


Objetivos:
 
Histórico:
 
Off:
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante   Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 EmptySeg 21 Set 2020, 20:02


Narração
Sensação térmica: Frio
Localização: Farol
Amanhecendo


Duncan e Garfield e Naomi
Apesar da situação começar a se desenrolar, Duncan sentia que na verdade estava indo tudo rápido demais para o seu gosto e quis desacelerar o passo para entender melhor a situação a sua volta.

O primeiro passo foi indagar mais coisas para Handsome. – Bem... o nome dele é Mai Kanaka. E sim o poder dele faz muito mais, o espirro é só como ele vigia o povo. – Ele dava uma pausa parecendo pensar melhor em como ia explicar. – Eu não sou médico ou biólogo para explicar exatamente como o poder dele funciona. Mas ele não é simplesmente um homem doença que te faz ficar doente. – Falava ele gesticulando com a mão, mas não deixava nada claro com aquilo. – Para começar ele pode fazer o próprio corpo agir como um vírus e se espalhar por aí pelos espirros como todos vimos. Acho que deve ter outras coisas que são transmitidas e nem sei se é vírus mesmo. – O modo que ele falava deixava todo mundo na dúvida, a falta de certeza era tamanha que deixava claro porque ele não queria explicar pra começo de conversa.

– De qualquer forma, nós sabemos que ele consegue ouvir e ver as coisas das pessoas infectadas se ele quiser. Só que quando ele faz isso, já ouvi por aí que quando ele faz isso não está agindo como um vírus mesmo. – Ele dava uma pausa olhando pro médico do grupo pirata que estava por lá pensando se ele ia concordar com ele, mas o homem estava bem mais preocupado em ver o estado das médicas. – Bem, falam que ele está gastando a própria energia ao invés de parasitar, por isso custar energia para ele que não costuma ficar muito tempo no corpo da pessoa. Ele só tenta averiguar se achava o log pose que queria e pronto. Então ver ele por aí mesmo é difícil, geralmente ele se esconde em algum lugar para não ser pego estando cansado demais.  

Ele dava mais uma pausa, mas ficava mais sério. – Quando ele achar o que ele quer que complica, porque se ele se livrar de todos os “parasitas” que ele tem no corpo das pessoas e se focar em uma pessoa só... – O medo dele era mais visível agora. – Digamos que quão doente você fica realmente depende do “tipo” que ele está no momento, tanto de ser uma mera febre que pode atingir mais de quarenta e cinco graus celsius, acho que vi alguém que morreu quando atingiu isso ou algo bem mais pesado em questão de sofrimento, como doenças cancerígenas. Não sei quão fácil é para ele mudar o sintoma que ele provoca, mas ele costuma ficar em coisa fácil de se espalhar por aí. – Falava ele deixando claro o quão perigosa era se fosse possível dele focar em um único inimigo, isso lembrava Yumi quanto ao que ele falava sobre o homem enfrentar todos que estavam lá na caverna e a confiança da resposta de que isso não seria possível. – Se ele fez a gente parar de espirrar, é porque ele achou o que queria, ou porque já desistiu de encontrar nesse grupo. Se ele conseguiu o log pose, pode querer o navio de vocês agora... se ele não conseguiu o log pose, está só a procura de um. – Terminava de falar Handsome a explicação do que sabia do poder do cara.

Então começavam a conversar entre eles preparando-se para a partida em si. Duncan acalmava Naomi, chamava seu pássaro gigante e preparava-se até mesmo comentando com Garfield sobre a situação. Yumi ia até o médico e falava um tanto para ele, mas o homem basicamente ignorava a pequena, concentrado na garganta de Lenora, no máximo ela via ele fazendo um pequeno aceno com a cabeça. Naomi então decidia se despedir do pernas longas e poderiam finalmente partir. Porém Garfield que estava se preparando para ser tratado provavelmente ficaria triste, pois todos lá viam uma figura conhecida se aproximando de longe.
   


Faust
Sem entender o que estava ocorrendo a sua volta o nosso palhaço parecia abrir os olhos pela primeira vez em um bom tempo. Percebia que estava amanhecendo, seu corpo estava ensopado, mas havia parado de chover. Sentia sua cabeça pesada, como se estivesse se recuperando de um resfriado.

O que chamava a sua atenção primeiro era quem estava logo a sua frente, o homem que vira e o pato gigante dele estavam desmaiados logo a sua frente, também ensopados. O homem com a máscara havia desaparecido e não havia sido a única coisa que sumira, Faust notou que seu log pose havia desaparecido também. Ao se levantar notou que estava meio fraco ainda, mas conseguiu se locomover com certa facilidade, a cada passo sentia-se melhor. Sentindo após um tempo só o frio por causa da roupa ensopada e do vento leve que ainda batia em seu corpo.

Off:
 


Todos
Com seu corpo melhorando aos poucos em uma velocidade que parecia até ilógica para Faust, ele via o navio dos revolucionários novamente. O povo estava por lá, bem Duncan estava lá, Azura não, Garfield estava por lá, Naomi também, M-4 também. Além deles vários outros se encontravam por lá, via que um homem parecia tratar Lenora que estava deitada numa mesa amarrada.

Quando ele se aproximou por completo, foi cumprimentando o povo feliz como sempre, só que bem, ele estava sem o log pose que havia conseguido na noite anterior. – Faust, está tudo bem com você? – Ouviu M-4 perguntando para ele meio surpresa pelo mero fato dele aparecer ali do nada.  


Ganhos Não divididos:
 

Legenda:
 


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Punk
Pirata
Pirata
Punk

Créditos : 13
Warn : Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 10010
Masculino Data de inscrição : 01/07/2013
Idade : 28
Localização : No barco

Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante   Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 EmptyTer 22 Set 2020, 19:14

Shazam
-FALA: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] "PENSAMENTO": [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] TÉCNICA: blur




"Cara pobre é uma desgraça, quando toma banho tem que ser de chuva." Era com esse pensamento divertido que eu tinha em minha cachola. Observaria aquele homem e o pato desmaiado e então ficaria com do do animal, mas qual deles? Obviamente era do pato, além de todo meu esforço ter sido em vão e eu ter perdido o Log Pose. "Ué, sem aquela porra eu não vou poder ir para Terralegre .... Meeeeeeeeeeeee." Coçava a cabeça enquanto andaria de um lado para o outro de uma maneira pensativa, agora me sentia curioso para saber onde foi parar o Log Pose. "Isso só pode ser piada?" Então olharia para cima e depois cairia de joelhos, então abriria os braços e ainda olhando para cima eu diria. " - Está bem!!! OK, Você venceu. Agora pare de brincar comigo, eu me rendo a sua vontade." Fecharia os olhos e então logo me levantaria enquanto a curiosidade me matava aos poucos, mas eu estava também muito puto, parece que Deus zombava de mim o tempo todo, tudo acontecia comigo, minha garrafa de alcool some, log pose, me obrigam a ter tendencias cleptomaniaco ... nada absolutamente nada podia ser do meu jeito e era isso que mais me deixava ....

Observava o povo do exercito então a voz da M-4 era a primeira a me receber então apontava para ela e diria com um tom meio sarcastico. "- Acho que eu morri foi....." Balançaria a cabeça negativamente enquanto ainda sorria. " - Estou de volta." Continuaria sorrindo caminhando para o navio. " - Eae M-4 está feliz? Achou que ia chutar a bunda do governo mundial sem mim? Han Han Han?" Balançaria a cabeça de forma negativa e então ainda com um sorriso no rosto. " - Mas não vai !" Então começaria a subir no Navio enquanto olharia para cada um. " - É o seguinte eu fui falar com um velhote, para conseguir um Log Pose junto com a Azura." Olharia de um lado para o outro, digamos que procurando. " - Falar nisso cade a mulher macho?" Abriria os braços meio que num ué , tiraria o sorriso do rosto enquanto meio que esperaria por uma resposta. "Caramba agora que lembrei eu aloprei ela ... se tiver por aqui espero que tenha esquecido."

" - Bom mas mudando de assunto, tinha conseguido o Log Pose para Terralegre, porém eu perdi, não sei como, eu meio que sofri um apagão e todo o trabalho que tive com o velhote foi inutil. Só serviu para ver a bravinha sem roupa." Abriria os braços indicando um fazer o que é a vida então procuraria um local para sentar, queria dizer muitas coisas, mas no momento eu apenas estava curioso para saber como foi as coisas e se vamos conseguir sair desse maldito farol acho que isso era o mais importante para mim, vida que segue. Manteria meu olhar fixo para a M-4 como um largo sorriso no rosto e assim que outra pessoa começa a falar eu passaria a olhar para ela, sempre olhando nos olhos." - Ah alguém pode me arrumar um par de botas para eu usar como arma? Por favor?"


Objetivos:
 
Histórico:
 
Off:
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]





____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sagashi
Revolucionário
Revolucionário
Sagashi

Créditos : 3
Warn : Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 3010
Masculino Data de inscrição : 17/01/2014
Idade : 18

Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante   Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 EmptySex 25 Set 2020, 20:54


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

”Qual é a da demora…” Estilhaçado, cruzaria os braços e bateria o pé, impaciente. ”Ora, pois — por que raios a prioridade na fila de atendimento médico não é do campeão?” Ao pensar nisso, me acalmava um pouco, porque apesar da indignação, uma luz de razão vinha à tona. ”Oh, eu sei o porquê. Eu aguentaria eras em pé nesse mesmo lugar, enquanto meus companheiros não aguentam horas, claro, com exceção do Eclipse. Aceitarei a minha vez, portanto.” Me poria em postura orgulhosa, cheia de mim. Olharia de relance para Duncan conversando com um dos ex-prisioneiros, porém não prestaria tanta atenção no que falavam, apenas sorriria orgulhoso com o canto da boca. ”Esse aí vai ter futuro. Que bom que saiu daquela vida.” Olharia para Zazu. ”Quero saber quem vai limpar as fezes do animal. Vou colocar a M-8 para fazer o serviço…” Pensaria.

De repente, uma luz no fim do túnel surgia. — Ãhn?! Ei! — Forçaria um pouco a visão para o indivíduo que vinha caminhando do horizonte. A maquiagem era inconfundível: o palhaço! Estendia a mão no ar, brevemente para não doer muito, e falaria alto: — PALHAÇO! — Puxaria o pano da roupa do doutor, dando uns tapas nas suas costas. Sairia de perto do doutor e bagunçaria o cabelo de M-8, depois, me aproximaria de Duncan, jogaria meu corpo em cima dele com contentamento. De Duncan, iria para o pirata Handsome e daria dois tapas no seu rosto, leves, é claro. — O PALHAÇO CHEGOU, GENTE! — Contente, caminharia em direção à Faust e abraçaria-o calorosamente. Caso M-4 estivesse lá primeiro e tivesse se manifestado, responderia à ela, soltando o palhaço e mantendo-o apenas com um abraço de um braço só por trás da nuca. — O que está dizendo, M-4? É claro que ele está! Ele derrotou a pestilência sozinho, não precisei medir esforços, afinal! — Diminuiria o sorriso bruscamente. Viraria o rosto para ele e tocaria seu nariz com a ponta do dedo. — … ou foi um covarde e fugiu, palhaço? Não, tenho certeza que não faria isso. — Soltaria-o e ouviria as próximas palavras. Ouviria-o sem responder nada, apenas afirmar com a cabeça, até ouvir o termo “mulher-macho”.

— Eh? — Pararia para raciocinar por uns segundos. Logo então, me daria conta de ser uma piada. — HAHAHAHA! MULHER MACHO! AZURA! HAHAHAHAHAHA! É VERDADE! HAHAHA! — Riria por mais alguns segundos até me dar conta de que Azura estava sumida. Me preocuparia por instantes, mas, logo ao olhar o anel, me daria conta de que ela poderia estar bem sozinha — era uma moça forte. Prestaria atenção nas próximas palavras do palhaço. — Bom mas mudando de assunto, tinha conseguido o Log Pose para Terralegre, porém eu perdi, não sei como, eu meio que sofri um apagão e todo o trabalho que tive com o velhote foi inutil. Só serviu para ver a bravinha sem roupa. — Pararia para raciocinar de novo. Matutaria na cabeça: ”Perdeu… o Log Pose…?” Então, me daria conta de ser mais uma piada. — HAHAHAHAHA!! OUVIU, M-4?! ELE PERDEU O LOG POSE! HAHAHAHA!! ELE É O MELHOR PIADISTA DE TODOS OS TEMPOS! HAHAHA! — Riria até perder o fôlego e tossir, ficando meio sério depois dos risos. Daria dois tapas nas costas do palhaço e diria: — Você é muito engraçado, palhaço! Vai ser legal te ter nas viagens. Depois, passe no capitão para entregar o log pose para ele. Só que vê se me espera: vou procurar a Azura antes, certo? — Faria sinal de positivo com a cabeça para M-4 e voltaria para o doutor. A esse ponto, imaginava que M-8 já estaria tratada e boa para seguir em frente, se não estivesse, esperaria que fosse tratada primeira e novamente me poria na frente do doutor. — Médico! Injete-me mais líquido solar, por gentileza. — Ainda dentro da teórica fraternidade revolucionária, gritaria: — ALGUÉM PODE ME ARRANJAR UM MACHADO? O MAIOR QUE VOCÊS TIVEREM AÍ. — Esperaria pelo tratamento médico e pela resposta popular. Ao receber (ou não) o item e o tratamento, me retiraria do local e caminharia na mesma direção que veio o palhaço, a fim de procurar Azura.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Historico:
 
Facilitando a vida do narrador:
 
Objetivos escreveu:

— Dá meus 10kk de recompensa pf.
— Me tira desse farol.
— Deixa eu forjar uma paradinha mec.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Meu amor:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wesker
Major
Major
Wesker

Créditos : 14
Warn : Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 10010
Masculino Data de inscrição : 29/04/2012
Idade : 22

Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante   Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 EmptySab 26 Set 2020, 00:25


O Eclipse

We are Revolution!






A explicação de Handsome era, dessa vez, bem mais satisfatória do que a última. O tal Mai Kanaka tinha realmente um poder assustador e saber disso no fim das contas levantava bem mais perguntas do que sanava. Afinal, como se luta contra algo que não se pode tocar? Quanto tempo um poder como aquele levaria para desenvolver uma doença fatal no corpo humano? Algo assim era sequer possível?

A verdade é que depois de tudo o que havia passado naquele dia, minha mente estava exausta. O simples fato de precisar pensar em mais um plano para outro possível inimigo, e desta vez um tão poderoso assim, servia para gerar em mim um imenso desconforto. No fundo, eu desejava que Handsome estivesse mentindo sobre tudo isso, mas não via motivos para que ele o fizesse.

De qualquer forma, sabia que não precisaríamos nos preocupar com ele ao menos até conseguirmos um log pose e por isso mesmo eu conseguia me concentrar em recompor a moral de meus companheiros e me preparar para sair dali com M-4 e Yumi. Minhas palavras para a pequena cabo, sejam verdadeiras ou não, eram o suficiente para fazer com que ela voltasse a si. Me alegrava por poder de alguma forma devolver o favor que ela havia feito para mim mais cedo. Sorridente e mais confiante em suas próprias palavras, respondia a sua pergunta dizendo - Absoluta. Temos que confiar na força de nossos companheiros, não é? - Mantinha o sorriso no momento que ia falar com Garfield.

O pernas longas também parecia animado. Por mais que confiasse no pernas longas cegamente, era bom ver que nada havia mudado dentro dele - Ótima ideia grandão. Depois de tudo nós merecemos uma boa festa. E sem aquele marinheiro esquisito pra estragar a diversão dessa vez! - Dizia bem contente referindo-me aquela estranha experiência de abdução na qual passamos 3 dias em uma ilha paradisíaca, tudo isso dentro de alguns segundos do dia anterior. Aos poucos percebia ainda mais a importância de todas aquelas pessoas para mim, de como aquele grupo restaurava minhas energias mesmo com uma mente tão exausta.


Era então que algo preocupante acontecia. Contra todas as expectativas e regras do bom senso, Yumi se aproximava de Garfield e lhe dava um beijo na bochecha. Sentia naquele momento, que talvez fôssemos ter um problema de novo. Nada poderia garantir que Garfield havia realmente aprendido a não dar em cima de garotas com cara de criança depois que eu havia lhe ensinado a agir assim com Cindy. Por sorte, entretanto, o pernas longas parecia bem controlado.

Zazu era então o último companheiro com quem eu iria interagir. Após acariciar o pássaro estava pronto para partir com M-4 e era aí que outro rosto familiar aparecia. Depois de várias horas desaparecido, Faust surgia com seu mesmo jeito excêntrico de sempre. O alívio em ver o palhaço são e salvo provavelmente ajudaria o grupo a se recompor após a perda de Azura, mas o fato de ele ainda não saber sobre isso tornava difícil contar quando ele perguntava e por isso eu mesmo decidia tomar a dianteira na conversa antes que os sentimentos ruins tomassem conta de Yumi novamente.

- A Azura se meteu em uma briga e acabou sendo levada depois de desmaiar. Temos que achá-la - Dizia propositalmente tentando evitar o uso do termo sequestro. A conversa por sua vez continuava com o palhaço falando sobre o log pose que havia conseguido e que, infelizmente, havia sido roubado. Logo a preocupação de momentos atrás voltava a tomar conta de mim à medida que ele relatava um apagão. Mesmo sem ter visto pessoalmente, podia apostar que era obra do tal Mai.

Era então que minha mente voltava a trabalhar. Se um sujeito desses fosse lutar contra nós em um navio com tantos feridos, seria perigoso. Meus olhos começavam a revistar os arredores buscando por pistas e, por um instante, passavam pelo rosto de Melissa. A mulher ainda estava doente, bem doente. Não sabia se isso poderia significar que estava marcada pelo tal Mai, mas por que correr riscos? Nossa melhor aposta era bolar um plano, algum tipo de armadilha. Desta forma, se ele realmente viesse, poderíamos lidar com ele por mais que os poderes fossem desconhecidos. Se ele pudesse ver e ouvir através da mulher, entretanto, qualquer preparo seria em vão.

A questão, entretanto, ainda era o que fazer. Era aí que entrava Garfield, mais uma vez. Mesmo em seu jeito bobo de ser, suas falas e mesmo sua inocência me ajudavam a ter uma ideia. O pernas longas achava que o palhaço estava fazendo outra piada ao dizer que perdeu o log pose, mas eu não acreditava muito nessa possibilidade. A boa ideia mesmo vinha quando este falava de ir procurar Azura. Talvez pudéssemos enganar o tal pirata e fazê-lo pensar que conseguiria o que quer de forma fácil. Por um breve instante, me aproveitava da proximidade para dar um tapa discreto nas costas de Yumi, esperando que talvez a garota entendesse minha deixa. Mas não importava muito.

- Pois me diga… Wiley... - Me voltava repentinamente para o pirata que vinha nos auxiliando desde a caverna - O que pode nos garantir que você, que surgiu tão convenientemente para nos ajudar, não seja o tal Mai? Coincidência ou não, paramos de espirrar logo depois que o encontramos... - Dizia em tom de desafio, mas esperava que o homem ainda tivesse medo o suficiente de mim para não me refutar com provas, ao menos não imediatamente.

- Não confio em você o suficiente para deixá-lo sozinho com nossos companheiros feridos. Você vai com a gente quando formos buscar o log pose enquanto o Garfield vai procurar a Azura. Mesmo com menos pessoas protegendo, o navio estará mais seguro com você longe! - Dizia mostrando certo rancor ao fim da frase, mas ainda completava - Mas lhe digo que terá a carona que tanto quer se realmente não for esse maluco. Por hora, você vem com a gente - Eu tinha que tomar algumas precauções. Por ter medo de mim, o pirata podia simplesmente fugir e isso não seria bom, ainda mais por que eu sentia ter uma certa dívida com ele e não queria espantá-lo.

Olhava novamente para Melissa. Se o tal Mai realmente a tivesse marcado, esperava que tivesse escutado muito bem toda aquela atuação. O plano era simples, faria ele acreditar que saímos do navio e que este estava agora praticamente sem defesas. Quando se aproximasse, não havia poder especial que o impedisse de ser alvo fácil para um ataque surpresa - Melissa... - Dizia olhando para a mulher. Havia jurado não interferir com seu livre arbítrio, mas neste momento sua condição podia colcoar todos em perigo - Venha, vou te levar pra dentro do navio. Vai poder se recuperar melhor. Depois se quiser ir embora ou não, é você quem decide!

Dito isso, seguraria a mulher e já começaria a guiá-la para dentro do navio sem antes pedir por permissão. Pegaria ainda algumas de suas toalhas e por fim ordenaria - Hugo, pode trazer água quente? - Tentaria levá-la para um quarto onde ficasse o mais isolada possível de todos e então a colocaria deitada. Pediria para que Hugo cuidasse de esquentar os panos e ajudar a mulher no que precisasse e então voltaria para o restante o grupo. A partir desse ponto mantinha em mente que não falaria nada caso espirrasse.

- Me desculpe a cena Wiley, a mulher pode estar marcada - Diria assim que chegasse do lado de fora - Pois bem, espero que o pirata pense que saímos e deixamos tudo desprotegido. Vamos nos esconder. Yumi, o primeiro tiro é seu. É um poder desconhecido então o ideal é que ele não se levante, mas sei que vai fazer o julgamento correto - Dizia a garota, e então me voltava para o pernas longas - Garfield… Por quê não vai atrás de pistas da Azura? - Diria caso o pernas longas já estivesse tratado. Sabia que ele teria pouca utilidade em se esconder e ficar quieto para uma armadilha.

Me voltava finalmente para a comandante, agora dizendo - Me desculpe por fazer tudo isso sem consentimento - Dizia usando um tom bem sério, mas sincero - Com todas essas preparações, qual o plano de ação contra esse cara das doenças? É melhor pensarmos rápido! - Sentia a urgência. Queria proteger meus companheiros de qualquer jeito mas aquela altura minha mente já tinha dificuldade em bolar novos planos. Talvez algum dos outros membros do grupo pudesse dar alguma contribuição.


Post: XX ~ Rename: O Eclipse ~ Location: Calm Belt

Notes: •Ganhos:

•Perdas:

Legenda: Falas
"Pensamentos"

Thanks, Lollipop @ Sugaravatars


Historico (Geral):
 

____________________________________________________

Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 >

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Em homenagem aos que se foram::
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Akuma Nikaido
Pirata
Pirata
Akuma Nikaido

Créditos : Zero
Warn : Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 10010
Data de inscrição : 03/08/2012

Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante   Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 EmptySab 26 Set 2020, 23:54



Duncan questionava Wiley a respeito do homem-doença e, aos poucos, minha atenção voltava a ficar totalmente voltada para aquela cena. Eu havia dito a Handsome que eu iria cuidar desse cara, e não havia mentido. Pensar em como ele agia e o que ele fazia a outras pessoas me causava um misto de raiva e nojo.



— Wiley-san... você diz que ele fez a gente parar de espirrar. Acha que ele pode estar vindo?



Quase que como esperando a deixa para uma piada completamente anticlimática, Faust surgia, chamando a atenção de todos e contando sua história. Não demorou para que eu começasse a juntar os pontos.



~ Faust disse ter tido um apagão e, após isso, ter acordado sem o log pose. Claro que alguém poderia tê-lo roubado enquanto isso, pessoas por aqui dispostas a fazer isso não faltam... Mas é coincidência demais ele ter desmaiado assim, do nada. E acho que me lembro de tê-lo visto espirrar antes...



Meu raciocínio aos poucos ia-se construindo, e por um momento eu comecei a suspeitar de Wiley, até pensar que ele tinha o álibi perfeito: ele estava com a gente já fazia bastante tempo. Começava a relaxar ao perceber isso, até sentir o sutil toque de Duncan em minhas costas. Sua fala em seguida mostrava que ele havia tido a mesma desconfiança que a minha. Por um momento iniciava um gesto para tranquilizá-lo, até que reparava na atitude do major. Eu já havia visto Duncan pressionar alguém com suas palavras e gestos, mas esse não parecia ser o caso. Não conseguia compreender muito bem porque ele estaria encenando aquela situação, mas já possuía proximidade o suficiente para usar a deixa e eu mesma iniciar minha atuação.


— Oras, Duncan-senpai... Wiley-san é um homem bonito, inteligente e prestativo. Ele não seria alguém horrível como esse tal de Mai... Não é mesmo, Handsome-san?


Dizia, dando um sorriso sincero para ele e uma piscadinha atrevida. A verdade é que o apelido de Wiley não era à toa e ele era bem apessoado, de fato. Não fossem as circunstâncias, talvez tivesse flertado com ele muito mais, mas a situação dificultava a brincadeira. Mas o objetivo ali estava cumprido. Duncan fingia pressioná-lo, eu fingia acreditar cegamente nele. Não sabia ao certo o motivo, mas ao combinar nossas atuações, jogávamos a corda dos dois lados, garantindo de entrelaçá-lo. A partir daí, seguiria a deixa do senpai até que finalmente ficássemos sozinhos e eu entendesse o motivo. Ouvia suas falas e então assentia com minha cabeça.


— Pode deixar, senpai. Não pretendo mesmo que ele se mova... Ainda não consigo dizer se é certo matarmos alguém, mas talvez essa seja uma forma de sermos benevolentes... Encarcerar alguém seria melhor que libertá-la da vida? De toda forma, a vida de muitos depende de garantirmos que o peguemos. Não pretendo errar.



Divagava um pouco, enquanto refletia sobre minha própria visão de mundo, que pouco a pouco era quebrada para ser novamente forjada, a partir da realidade que vivia e compreendia. Olhava bem o cenário em que nos encontrávamos, procurando por bons pontos de observação, onde pudesse ter uma visão ampla do navio, ao mesmo tempo em que pudesse me camuflar ao fundo. Quando encontrasse o melhor local, faria um sinal para que Duncan, Wiley e M-4 me seguissem. Com alguns gestos, pediria primeiramente pra ficarem em silêncio. Apontaria, também, para meus pés, andando com leveza após isso. Sabia que pessoas sem treinamento em furtividade não teriam condição de me acompanhar perfeitamente, mas esperava que ao olharem como eu fazia, conseguissem ao menos diminuir o tanto de barulho que fariam.


Quando, enfim, chegássemos ao local postulado, armaria minha besta e deixaria-a pronta para o disparo, mas sem manter a cordoalha totalmente tensa, pois sabia que isso poderia desgastá-la e alterar a mira. Pediria, sussurrando no ouvido de M-4, que me avisasse se notasse alguém desconhecido no local. Complementaria solicitando que apenas confirmasse ter entendido com um aceno de cabeça, sem emitir sons. Isso possuía duas finalidades. A primeira era evitar barulhos que pudessem denunciar nossa posição para algum observador. A segunda era deixar Wiley em cheque. Sem saber o que fora falado, caso ele realmente desejasse algum mal nosso, ficaria em dúvida se suspeitávamos dele ou não.


Trouxera M-4 pois eu de fato não tinha conhecimento nem de todos nossos companheiros ainda, que dirá dos aliados de Morgana. E trouxera Duncan pois sabia que ele faria uma boa proteção. A partir de agora, cada detalhe importava para podermos pegar o homem-doença. Concentrava em minha respiração enquanto mantinha minha mente focada no que importava. Todo o resto poderia esperar para depois.



Objetivos:
 

[quote]
Contagem

Posts: 20
Ganhos: Perícia primeiros socorros?
Perdas: -
Relações: M-4: em construção
Morgana: em construção
Azura: em construção
Duncan: em construção
Garfield: em construção
Wiley: em construção

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
PepePepi
Membro
Membro
PepePepi

Créditos : 140
Warn : Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 10010
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Utopia - 7ª rota

Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante   Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 EmptySeg 28 Set 2020, 05:25


Narração
Sensação térmica: Frio
Localização: Farol
Amanhecendo


Todos
Novamente todos reagiam de formas diferentes a toda aquela situação. A explicação de Mai era absorvida aos poucos por eles, mas acabou sendo interrompido todo o processo de descobrir o que estava ocorrendo porque Faust havia aparecido. Tanto o palhaço quanto Garfield respondiam à pergunta de M-4 a sua própria maneira. Pelo menos assim o palhaço mostrava que estava bem.

Faust notava o desaparecimento de Azura e indagava sobre. Que foi quando o Garfield se lembrava da informação que fora contada a poucos minutos. Duncan no entanto minimizava a situação falando que ela havia somente “desaparecido”. Após isso Georg citava o sumiço do Log Pose.

A primeira pessoa que parecia pensar na resposta era Naomi, que pensava que isso podia ser obra do Kanaka, onde ele fez Faust desmaiar para roubar o log pose. Handsome notava que a baixinha parecia perdida em seus pensamentos. Enquanto isso o médico parecia parar de tratar de Lenora e começar Katie que ele até comemorou por ser bem mais simples.

Enquanto Wiley simplesmente esperava a situação, pensando se deveria falar algo, Duncan partia para uma atuação diferente indagando sobre Handsome ser o tal Mai Kanaka. O pirata recuava um pouco acuado ouvindo toda a besteira dele ir com eles procurar um log pose por não querer deixá-lo sozinho com todos aqueles. Confiar no Snowflake ou no Zhac era mera ilusão na mente do major

Após recuar alguns passos e Duncan parar de falar, ele acabou se defendendo. – Epa, eu sei que vocês são só músculos, mas isso é burrice demais até para vocês. E você tem problema de memória baixinha? – Perguntava ele para Yumi que havia entrado no jogo do major. – Lá na caverna eu falando com todos aqueles piratas perguntei qual a chance de Mai aparecer por lá. Se eu fosse ele, então eu teria muitos aliados para eles mentirem. Vocês não teriam nem chance e nem teria razão para fazer todo esse teatro. – Falou ele se defendendo da acusação sem sentido daqueles dois a sua frente.

M-4 só observava tudo e indicava para Hugo pegar tanto as botas quanto o machado que Faust e Garfield haviam pedido. Enquanto o homem entrava no navio para pegar as armas, M-4 perguntava algo para os homens, pois só ela parecia lembrar que Handsome não era o único que ficava pelo farol. – Vocês conhecem esse tal Mai Kanaka? – Perguntou ela e quem respondeu foi um dos aliados de Morgana que Yumi não havia visto antes. – Bem, sim e não, pelo que falam ele é jovem, não seria esse cara aí não. Acho que o capitão já chegou a ver ele quando foi falar com o Karthus.

Após aquele homem falar isso, todos ouviram do navio a voz de outro homem, que no caso, quem reconheceu [streak]dos players[/streak] foi Naomi. – Sim, o cara lá usa uma máscara onde tampa a própria boca e nariz, igual alguém doente mesmo. – Ele aparecia de cima do convés enquanto dava uma pausa em sua fala. – Bom, o navio aqui está completo. Eu tenho um log pose lá no meu acampamento, se vocês conseguirem o log pose podemos partir todos juntos para a ilha. Além disso, com certeza ele vai tentar vir aqui pegar o navio e não vou deixar isso. – Falava o capitão de Morgana com um sorriso. Claramente M-4 não gostara daquela fala, pois já começava a ser uma mudança no trato deles. Era esse um possível novo problema? O trato era trazer madeira para arrumarem o navio deles e isso não foi feito.

A pequena loira então sorria e perguntava. – E você acha que vai caber todo mundo? – Ela perguntava com um tom quase irônico que nenhum dos revolucionários ali lembra de ter visto a comandante usando alguma hora. – Bom, a maioria de vocês está de cama, então sim, é só apertar direitinho que conseguiremos partir sem maiores problemas. – Falava o capitão sorrindo também.

Enquanto o médico deles se aproximava de Garfield e começava a olhar a condição do pernas longas, Duncan levava Melissa de forma tão gentil para dentro que era difícil estimar que parecia o mesmo homem de antes. – Sua pele queimou bastante, mas você está bem inteiro incrivelmente. – Falava ele olhando principalmente a garganta de Henryford. Dellumiere queria dar ordens para Hugo, mas esse estava pegando as armas e quem acabava acatando era o “servo” de Garfield que falava que vigiaria Melissa.

Lá dentro, Duncan via o que M-4 e o que o capitão de Morgana haviam falado. Além de Melissa, havia M-3, M-2, e mais outras vinte e três pessoas esparramadas pelos poucos cômodos vagos do navio, pois as armas ocupavam um. Não havia local onde ela ficaria sozinha por mais que o povo deitado por si só parecesse ocupar “pouco espaço”, pois todos estavam no chão.

Hugo saía do navio pouco antes de Duncan e entregava as armas para Faust e Garfield. Após sair o Eclipse se desculpava com Handsome sobre a explicação e ouvia então uma frase quase provocativa. – Então você sabe que navio é algo raro aqui. Decide levar quem você acha que está contaminada para um lugar que de acordo com aquela loira e o cara lá está lotado? E que ele perceberia que o navio está inteiro e por isso aumentar a chance de sermos atacado? – Perguntava ele meio surpreso com aquilo, a cada segundo o homem tinha mais certeza que o grupo era realmente feito para lutar e não para pensar.

O capitão de Morgana sorria e pulava para o chão. – Ele não conseguiria atacar um navio tão cercado, somos muitos. Mas eu acredito que se vocês forem atrás dele, viram iscas mais fáceis. – Falava ele para M-4, Duncan e Yumi, que pareciam querer ir dormir. – Por que vocês não dormem um pouco enquanto meu grupo cuida dos arredores? Depois vocês vão pegar um log pose. – Sugeriu ele.

Apesar disso, eles partiam, com Handsome incluso. Yumi parecia procurar por um lugar bom para atirar se tivesse visão, mas o local era bem plano então não tinha nenhum lugar realmente alto onde ela podia observar bem a região, eles podiam observar toda a região a sua volta tranquilamente. Enquanto saíam, M-4 perguntava cansada após alguns bons passos numa direção que ia em direção ao farol. – Será que não compensa só dormirmos mesmo enquanto aquele homem vai pegar o log pose e assim irmos com eles? – Ela virava para Duncan e comentava. – Eu não tenho nenhum plano contra alguém com uma akuma dessas, não consigo nem imaginar qual o limite do poder dele... mas pelo que deu para entender, ele não atacaria um grupo sem pensar. – Comentou ela olhando agora para Wiley que concordava com a cabeça. – Ir com esses desconhecidos pode ser só vantagem... Poderemos dormir... será que não vamos ver tudo com outros olhos após uma boa noite de descanso? Talvez minhas irmãs acordem e estejam bem para protegerem o navio melhor. Outros podem acordar e todos poderemos nos preocupar com Azura melhor. – Ela parecia querer convencer ela mesma. Afinal, era até difícil de estimar a quanto tempo aquela loirinha não havia dormido. – Talvez achar Azura primeiro seja mais importante que o log pose também.

Já no navio, onde Faust havia ficado e Garfield terminava de ser tratado, cheio de ataduras cercando seu corpo, ouviam o médico comentando. – Você vai atrás de uma de vocês né? Não recomendo que lute. Sua pele é realmente mais resistente que o normal e por isso você aguentou bem, mas tive que retirar tanta pele queimada que agora ela provavelmente irá sangrar por qualquer coisa. – Tirando esse fato, o pernas longas estava pronto para partir em busca de Azura.

Ferimentos escreveu:
Garfield – Está com toda a região do pescoço até a cintura com a resistência comprometida, onde se machucará igual alguém com 11 de resistência. Isso vai durar por dois~três dias ingame, não vai ser quantidade de posts não Sagashi, boa sorte

Lenora – Apagada e com a garganta tratada. Apesar de estar estável, qualquer coisa que ocorrer poderá acabar por matar ela.

Katie – Teve o olho tratado, mas não sabe se vai voltar a enxergar com ele de novo. Além disso está bem, precisando basicamente de um pouco de descanso.

M-3 – É a que está melhor de todos esses, o braço dela está machucado, mas em pouco tempo irá melhorar

M-2 – Está profundamente machucada, precisou ser tratada e não se sabe se vai acordar em poucas horas ou mais de dia.

Outros 23 revos no navio machucados – Todos precisam de descanso para ficarem bons.

Explicação das Armas para o GM:
 


Ganhos Não divididos:
 

Legenda:
 


Histórico:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Punk
Pirata
Pirata
Punk

Créditos : 13
Warn : Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 10010
Masculino Data de inscrição : 01/07/2013
Idade : 28
Localização : No barco

Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante   Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 EmptyQui 01 Out 2020, 20:50

Faust
-FALA: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] "PENSAMENTO": [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] TÉCNICA: blur




"- Então meu bom ..." Diria em um tom animado para Garfield, eu pensava um pouco, talvez curioso com a fala dele. " - pestilência, não sei quem é, mas não eu não fugi Gwhahahahahahaha." Literalmente ele não estava me levando a sério, isso era ótimo para Faust fazia as coisas serem bem divertidas. " - Pode deixar, vou falar com o capitão!" Diria em um tom bem ironico. Bom mas finalmente eu conseguia minhas botas e isso era algo muito animador para mim, enquanto eu prestava atenção em toda conversa e ficaria boiando um pouco, percebia o quanto de coisas havia perdido durante esse tempo. "Parece que eles se divertiram bastante. Bom isso não vem mais ao caso, me pergunto só se conseguiremos sair desse farol?" Eu sentia o clima ainda meio que focado em algum inimigo ou em combate, com isso eu apenas observaria no momento enquanto pensaria em algo. "Bom aparentemente as coisas estão encaminhadas, o pessoal deve descansar e na sequencia conseguir outro Log Pose."

Eu tinha o pensamento posito apesar de qualquer situação era um ponto legal da minha pessoa, ao mesmo tempo que uma boa autoestima poderiamos dizer, o homem ali comigo parecia estar todo mumificado e ao mesmo tempo estava determinado a ir atrás da Azura. " - Ei me pergunto, qual seria o mundo ideal para você , El Bigodão?" Colocaria um sorriso no rosto enquanto olharia de maneira distraida, pensando em muitas coisas ao mesmo tempo, além de estar curioso sobre as coisas que aconteceram, não gostava muito de ficar de fora do assunto. "Agora me pergunto, que tipo de inimigo é esse?" Para deixar um cara como ele todo ferrado, deveria ser alguém bem poderoso, medo? É algo que eu definitivamente não tinha, apesar de eu ser um estrategista, gostava também de um combate feroz. " - Me vejo em um mundo sem o governo mundial .... agora com botas já posso chutar a bunda deles, é algo que pretendo fazer com muita força." Faria uma pausa enquanto na sequência eu completaria. " - Gwhahahahahahaha vai ser divertido .... " O porque eu falaria isso, eu me simpatizava com a energia que ele trasmitia, era tão forte quanto o próprio sol, um brilho unico.

Bom com isso eu começaria a andar pelo navio, eu tinha outras preocupações em mente, também gostaria de saber se o navio havia algum estoque de bebida alcoolica. " Hmm, já sinto a garganta um pouco seca." Então eu começaria a andar pelo navio e observar também as pessoas por qual eu pasaria e sempre comprimentaria com um sorriso no rosto, largo e alegre. " - Opa!! Blz, tudo bom?" Isso se eu encontra-se alguém pelo caminho. Conseguindo chegar até onde seria a "possivel" cozinha eu procuraria por alguma coisa para beber, se eu encontra-se com algumas das M? Então eu perguntaria diretamente para elas. " - Ohhh Segurança de gaiola, tudo bem com você?" Daria um largo sorriso. " - Sabe se tem bebida alcoolica aqui no navia?" Faria um coração com as mãos enquanto perguntaria, ouviria a resposta da mesma. Eu conseguindo o que eu queria ficaria muito feliz e então partiria para beber um pouco, pois isso faria refrescar minha mente. " Nada como o alcool" Não encontrando ninguem pelo caminho ou sendo outra pessoa na cozinha ou procuraria ou apenas perguntaria para essa outra pessoa de maneira clara e objetiva.

Conseguindo minha bebida eu tomaria de maneira como se estivesse saboreando aquilo como se fosse um nectar sagrado. Admiraria aquele copo enquanto pensaria um pouco no passado e lembraria algumas coisas, se eu tivesse com uma das M's seria perfeito mas no caso de não estar eu então andaria tranquilamente até achar. " - Olá, como está as coisas as pessoas? Tudo em ordem, senhorita." Diria de forma educada e sem sarcasmo, andaria em volta dela e se tivesse algum local para sentar então eu sentaria, preferencia puxando algo e ficando frente a frente. Agora sim eu colocaria um sorriso no rosto. " - Você da poucas risadas ... isso não é bom, está preocupada?" Eu sabia que o momento não era bom e que muita coisa havia acontecido desde o momento em que eu havia me separado do grupo. " - Me diga uma coisa, o que você e suas irmãs buscam de coração? É algo muito grande, algo que está além de tudo isso?" Abriria os braços jesticulando como se fosse algo grandioso, mas antes que ela respondesse essa pergunta, eu levantaria e daria as costas colocaria as duas mãos na cabeça e sairia andando. " - Nha, iremos encontrar ou derrubar ..... e isso não é uma piada Gwhahahaha poderia ser, mas por trás dessa maquiagem existe um homem que não é tão louco quanto as pessoas acham .... pelo contrario é genial."

O porque disso tudo agora, desde que eu conheci o povo eu sinto algo nessas garotas, mas eu sinto que deve ser algo bom, muito bom, e espero não estar errado.  " - Sabe o nanica, agradeço a você e suas irmãs ... Gwhahaha, de coração." Agora eu falava sorrindo como de costume, deixando no ar, se estava dizendo serio ou sarcasmo. " - Depois que eu olhei para mim, ou melhor depois que a gente olha para gente mesmo a vida muda, tudo muda, porque as vezes a gente se perde olhando para fora, as vezes a gente olha muito para os outros, pros amigos, para familia, para o julgamento dos outros, e eu nem ligo para isso apenas deixo passar, por isso olha para você olha para dentro de você, porque sempre os outros vão ter um visão completamente diferente do que você é, e você tem que saber o que você é , de onde você veio, todas as suas lutas, todas as suas dores, todas as suas conquistas." Faria uma pausa enqunto olharia para o nada.

" - Todos tem seu tempo de evolução, de ganhar as coisas, de ganhar o mundo, de se encontrar, de saber seu caminho eu tive meu tempo." Olharia para trás com um sorriso simples para quem sorri bastante. " - Seja aquela pessoa que as pessoas acreditaram que você nunca seria, as vezes as pessoas pode muito te colocar para baixo, não acreditar em você mas você tem que acreditar em você, por que so você mesmo sabe até onde você pode chegar o quanto você tem força para lutar e chegar lá. ..." Seguiria meu caminho olhando um pouco pelo navio e as pessoas de maneira animada e explorando, também esperando noticias, ou respostas do que fazer ou como estava a situação toda, qual seria o plano no mais apenas voltaria para onde estava o homem do bigode. Eu sentia que essas garotas M's não acreditava muito em mim, então esse era o significado de tudo isso. " É Faust aproveite seu tempo, surpreenda as pessoas de maneira positiva."


Objetivos:
 
Histórico:
 
Off:
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wesker
Major
Major
Wesker

Créditos : 14
Warn : Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 10010
Masculino Data de inscrição : 29/04/2012
Idade : 22

Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante   Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 EmptySeg 05 Out 2020, 22:49


O Eclipse

We are Revolution!






Não sabia dizer se meu teatro havia sido o bastante para enganar Mai Kanaka ou não, mas sabia ao menos que havia sido bom o suficiente para enganar meus próprios companheiros e isso por si só já era um bom começo. Mais tempo se passava e com isso, mais conversas iam acontecendo, nas quais eu explicava minhas intenções ao grupo.

Infelizmente, entretanto, não tínhamos uma cobertura tão boa ali para atacar o tal Mai de surpresa e o cansaço somado ao tom de Handsome já estavam começando a afetar o meu humor. O homem que parecia ser o líder do grupo de Morgana parecia disposto a nos ajudar e até vigiar nosso navio enquanto descansávamos, sabe-se lá por qual motivo. Por mais que fosse suspeito, eu sabia que deveria considerar o cansaço de meus companheiros e o meu próprio cansaço antes de entrar em uma nova luta, apesar de duvidar que fosse conseguir dormir novamente depois do que aconteceu da última vez. A questão era, por que deveríamos confiar naquelas pessoas? Tudo aquilo me estressava cada vez mais mais.

- O plano, Handsome, é enfrentar o desgraçado de uma vez para evitar que ele nos pegue de surpresa. Por isso mesmo eu queria atraí-lo para cá - Dizia num tom bem calmo, mas logo mudava para um mais rancoroso - Então a menos que tenha uma ideia melhor, faça o favor de calar a boca e mudar o seu tom - Dizia com a melhor aura de ameaça que minhas habilidades podem proporcionar. Queria que ele percebesse que eu falava sério, não necessariamente precisava transformá-lo em um sujeito totalmente intimidado para isso.

M-4 por fim começava a falar. A comandante parecia realmente acreditar que descanso era uma boa opção e por isso mesmo eu acabava levando suas palavras em consideração. Realmente duvidava das minhas capacidades de dormir naquelas condições mas era perceptível que meus companheiros precisavam disso e que provavelmente seria difícil dar tudo de nós em uma luta naquelas condições. Entretanto, eu ainda tinha alguns problemas de confiança - E podemos confiar nesses homens? - Questionava M-4 baixando o tom para que os convidados não escutassem - Não sei se vou conseguir relaxar pra dormir enquanto estivermos aqui de novo. Da última vez... - Fazia silêncio e preferia não terminar de falar - Farei como ordenar, M-4. Você parece tão exausta quanto eu - Dizia.

Seguiria então quaisquer ordens que fossem dadas. Caso fosse ordenado a dormir, eu de fato tentaria fazê-lo, mas não sem uma garantia. Procuraria por onde Morgana estivesse dormindo e ficaria o mais perto possível. Pretendia me manter atento e quem sabe, acordar caso a sereia se movimentasse de forma estranha. Caso aqueles homens tentassem alguma coisa, eu teria um refém e poderia pensar em como lidar com a situação. Apesar disso, ainda seguiria quaisquer ordens que fossem dadas por M-4. Se acabasse não conseguindo pegar no sono, entretanto, me levantaria e caminharia até o convés. Olhando em volta em busca de um possível convidado e analisando as movimentações dos homens do bando de Morgana. Ainda chamaria Zazu, caso este estivesse acordado, para acariciá-lo um pouco buscando me acalmar.


Post: XX ~ Rename: O Eclipse ~ Location: Calm Belt

Notes: •Ganhos:

•Perdas:

Legenda: Falas
"Pensamentos"

Thanks, Lollipop @ Sugaravatars


Historico (Geral):
 

off:
 

____________________________________________________

Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 >

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Em homenagem aos que se foram::
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Akuma Nikaido
Pirata
Pirata
Akuma Nikaido

Créditos : Zero
Warn : Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 10010
Data de inscrição : 03/08/2012

Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante   Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 EmptySab 10 Out 2020, 18:19



Wiley ficava legitimamente confuso com a nossa atitude, o que me fazia sorrir internamente. Ele parecia um rapaz inteligente e, se o havíamos enganado, grande chance de que Mai também o fosse. Após nos afastarmos, ouvia as dúvidas dele e dava um sorriso travesso, respondendo:



— Exatamente! Como você mesmo disse, navios são raros por aqui. E posso apostar que rumores espalham-se rapidamente. A briga de Azura já deve estar sendo contada por aí e não duvido que Mai já saiba da nossa força. Assim, se os fortes do grupo saem, a melhor hora pra nos roubar torna-se essa. Eu detesto deixar meus amigos de isca, mas é melhor do que sairmos correndo feito baratas tontas atrás dele, não acha?



Enquanto procurava por um bom lugar para ficarmos de tocaia, M-4 expressava seus pensamentos e, por sua voz, podíamos perceber o quão cansada ela estava. Não podia culpá-la, mas agora precisávamos de tomar nossa decisão. Olhava para Duncan, buscando por sua decisão. Ali eram meus superiores e, por mais que minhas ideias fossem consideradas, a palavra final era deles.



— Sei que precisamos descansar, mas de toda forma Mai é uma ameaça muito séria... e não sei se consigo relaxar sabendo o mal que esse homem causa. Confesso que ainda não consegui me decidir sobre o que fazer... Mas deixa pra lá, estou divagando... Talvez Mai também tenha informações sobre a Azura? Quem sabe...



Eu também estava cansada e precisava me forçar a não cochilar. Procuraria pelo melhor local para nos posicionarmos, mesmo que não fosse tão bom quanto gostaria. Esperaria, entretanto, pela decisão dos superiores e acataria. Se seguíssemos de tocaia, faria conforme o planejado. Eu estava cansada, já não tinha muita certeza de mais nada. Mas precisávamos agir.


Objetivos:
 

Citação :

Contagem

Posts: 21
Ganhos: Perícia primeiros socorros?
Perdas: -
Relações: M-4: em construção
Morgana: em construção
Azura: em construção
Duncan: em construção
Garfield: em construção
Wiley: em construção

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante   Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante - Página 10 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Cap 3: O alvorecer da névoa trovejante
Voltar ao Topo 
Página 10 de 11Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... , 9, 10, 11  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Farol-
Ir para: