One Piece RPG
Along Comes A Spider - Página 6 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [M.E.P.] Bonny
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor Bonny Hoje à(s) 18:48

» [MINI-Bonny] FishBone!
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor Bonny Hoje à(s) 18:44

» [E.M] - Lista de Desafios e Prêmios
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor War Hoje à(s) 18:21

» [Ficha] Joe Blow
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 17:29

» Joe Kisame Blow
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 17:28

» Forxen Dalmore
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor Madrinck Dale Hoje à(s) 17:01

» (Mini-Aventura) Prólogo
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor Makei Hoje à(s) 16:35

» [M.E.P.] Yuki
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor Makei Hoje à(s) 16:34

» Mini-Aventura
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor Makei Hoje à(s) 16:33

» Cap.1 Deuses entre nós
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor Thomas Torres Hoje à(s) 15:45

» Um novo tempo uma nova história
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor new man reformed Hoje à(s) 15:27

» Cap. 2 - The Enemy Within
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 15:21

» Xeque - Mate - Parte 1
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor Ceji Hoje à(s) 15:18

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor Milabbh Hoje à(s) 15:14

» [MINI - Gates] O Pantera Negra
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor Gates Hoje à(s) 09:20

» O Log que vale Dois Bilhões de Berries
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor Handa Hoje à(s) 02:45

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor Misterioso Hoje à(s) 01:46

» Enuma Elish
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 01:09

» [E.M] - Gostosuras e Travessuras
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor Narrador de Evento Hoje à(s) 00:32

» II - Growing Bonds
Along Comes A Spider - Página 6 Emptypor Vincent Hoje à(s) 00:23



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Along Comes A Spider

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Along Comes A Spider - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Along Comes A Spider - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 6 EmptySex 29 Maio 2020, 18:25

Relembrando a primeira mensagem :

Along Comes A Spider

Aqui ocorrerá a aventura do(a) caçador de recompensas Akira Suzuki. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Ceji
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas


Data de inscrição : 04/02/2013

Along Comes A Spider - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 6 EmptyQua 26 Ago 2020, 21:49

Desventuras Sem Fim - Parte VIII

Era estranho saber que agora meus companheiros sabiam do meu segredo, e ainda mais estranho saber que eu mesmo havia falado. Eu não me sentia confortável com isso, nem um pouco, era doloroso contar um segredo que havia me esforçado por anos para que ninguém soubesse, mas eu sabia que seria pior depois se não fizesse. Ter iniciativa pra contar era mais fácil do que ter encarar a realidade ao ser descoberto, infelizmente agora eu sabia bem. Além disso, seria bem doloroso se não contasse e conseguisse afinal usar o poder daquele fruto para voltar à ser um rapaz, apenas para não ser reconhecido e ter que dizer ali que havia "trocado de sexo" -" Ao menos isso tudo já acabou. Já passei por todo o sofrimento que tinha que passar... Né?" - ...Mesmo curto, aquele dia havia sido um dos mais intensos que tive em anos, sendo descoberto, ganhando uma akuma no mi, e justamente a que podia resolver meu problema, e no final ainda contava eu mesmo meu segredo... Aquele definitivamente seria um dia que eu lembraria por muito tempo, e esperava que isso fosse algo bom...

- Eu... Não sei o que dizer... - Dizia, meio encabulado, àquelas respostas. Minha mão ia até minha nuca, em um movimento automático de vergonha - Eu acho que esperava reações diferentes... N-não que tenha sido ruim, não, eu acho imaginava uma r-reação pior... - Admitia. Antes, sequer se passava pela minha cabeça que eles iam aceitar tão fácil, e isso me deixava um pouco culpado de esconder com tanto afinco. Não é como se eu fosse deixar de esconder desde o início se soubesse que essas seriam suas reações, longe disso, aceitação não era o bastante pra me deixar confortável com aquilo, mas... Definitivamente deixava a situação mais acolhedora. Sem que percebesse, um sorriso encabulado podia ser visto em meu rosto, feliz por ter conhecido aqueles três. Logo, porém, corrigia minha postura e dava um leve tapa duplo com ambas as minhas mãos em meu rosto, movimento comum de alguém tentando se manter acordado, mas dessa vez usava pra manter o foco. Aquilo não era tudo, ainda havia coisas pata discutir, e eu não ia deixar a chance passar por estar emocional, correndo risco de me arrepender depois.

Tentando o máximo possivel deixar o nervosismo de lado, dava uma leve batida na mesa, ou com uma mão fechada na palma da outra aberta caso não houvesse mesa, para chamar atenção - Mas o ponto não é esse! - Brandava, antes de suspirar - Bolton, você perguntou sobre as agulhas... Eu não decidi contar meu segredo só porque não queria deixar isso me corroer... Tinha outro motivo. Quando eu falei que Sam "me deu poder pra corrigir os traumas que ainda podia corrigir", eu quis dizer... Literalmente - Mais uma vez projetava as agulhas pelos dados da mão direita, erguida para que pudessem ver - Sam tinha uma akuma no mi, e me deu. Vocês sabem o que são os frutos do diabo, não é? - Perguntava, pronto pra responder se algum deles não conhecesse, suspeitando que seria o caso de Kai - Supostas frutas amaldiçoadas, tão raras que são consideradas apenas lendas em alguns lugares. Aqueles que comem recebem poderes únicos, mas perdem pra sempre a capacidade de nadar - Dizia, e, explicando ou não, recolheria denovo as agulhas, abaixaria a mão e prosseguiria - Parece uma reviravolta do destino, mas... O poder da fruta que Sam tinha era justamente o que podia ajudar no meu problema. Ele permite alterar características e talvez funções físicas de quem for perfurado pelas agulhas. Eu... Só preciso treinar mais com esse poder - Dizia, com esperança e expectativa no olhar.

Aquilo era tudo que eu precisava dizer sobre mim, e não demorava pra tentar mudar o assunto para que as atenções não estivessem mais totalmente sobre mim - ...Enfim! Mudando de assunto! Essa ilha, eu não sei mais quanto tempo vale a pena ficarmos aqui. Estamos a vários dias, e não só parece ser meio vazia, como... Bom... Problemática, se é que entendem - Diria, disfarçando um rápido olhar para Bolton - Bolton, você ia antes pegar o Expresso para a tal Utopia, não é? - Questionava, me lembrava sobre ele comentar sobre ir para o funeral de um velho amigo - Eu e Sam temos agora ainda mais motivos para ir para Bingo Bingo. Nós estamos em Aracne a dias, mas até agora nem sinal do Log Pose ajustar. Talvez seja melhor também tomarmos o Expresso Oceânico - Dizia, um pouco triste pela separação com Bolton estar tão próxima, mas feliz ou infelizmente já havia aceitado aquilo a algum tempo. Logo, me viraria para Kai, o rapaz que havia vindo conosco após ficar preso no farol, depois do seu tio e respectiva tripulação de marceneiros ter sido massacrada. Ele não tinha nenhum rumo específico, e esse era o problema - Kai, você decidiu pra onde vai? Sinceramente, eu me sentiria mais tranquilo se você fosse com Bolton, ao menos até ter noção de como seguir a vida. Pra onde eu e Sam vamos, a situação pode ficar bem perigosa, e seguir sozinho pela Grand Line, na sua idade, é perigoso. Você entende? - Dizia, mas já esperava que o próprio rapaz já tivesse chegado à mesma conclusão. Ele era bem esperto para a idade dele, e eu não tinha dúvidas de que era mais próximo de Bolton que de mim e Sam. No final, esperava que aquilo ao menos deixasse a decisão mais fácil pra ele.

Caso não houvesse mais o que discutir entre nós, sentiria um pouco de sono me abater, mesmo tendo passado boa parte do dia desmaiado - Aliás, vocês alimentaram Marsh enquanto eu estava apagado, né? Já que ela está ficando aqui no navio com vocês, Bolton e Kai - Questionava, preocupado com minha super-pata, por mais que minha preocupação com Bolton nos últimos dias houvesse me impedido de vir checar ela, esperava que ao menos Kai houvesse se dado ao trabalho, já que eles tinham tanto costume de dormirem juntos durante a viajem entre o Farol e Aracne. Caso eles houvessem esquecido, quereria muito poder critica-los, mas eu não estaria lá em situação melhor. Procurando-a, ou usando o apito de super-pato caso não a achasse, me aproximaria com receio, esperando que ela estivesse furiosa, com a banana e pêssego ressecados que eu tinha guardado pra emergências - Amiga, Marsh, desculpa! Esses últimos dois dias foram complicados, e hoje eu passei quase o dia todo desmaiado! Eu só tenho aquelas frutas ressecadas, mas prometo te levar amanhã pra um banquete de desculpas, tudo bem? - Sugeria, esperando que isso a acalmasse um pouco. Caso Kai houvesse alimentado ela, porém, agradeceria, e iria verificar com estava - Marsh, desculpa o sumiço. Esses últimos dois dias foram muito complicados pra mim... Mas amanhã nós vamos tomar café juntos, tudo bem? - Sugeria, culpado por ter deixado ela de lado.

Após resolver tudo que tinha que resolver no navio, retornaria para meu quarto na Estalagem, independente de Sam vier comigo ou não. Passando na taverna, aproveitaria pra comprar um sanduíche natural, ainda com fome mas lembrando do que Sam havia dito antes; dessa vez, não compraria um café. No meu quarto, mesmo com um pouco de sono, eu me sentia ainda um pouco agitado por causa daquele poder novo, e praticava um pouco mais com ele, até perceber que já estava ficando tarde, quando então me arrumaria e iria dormir, um tanto receoso quando ao dia seguinte.
Histórico do Ceji:
 

Horu Horu no Mi:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milabbh
Narrador
Narrador
Milabbh

Créditos : 38
Warn : Along Comes A Spider - Página 6 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Along Comes A Spider - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 6 EmptyQui 27 Ago 2020, 14:47



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

NARRAÇÃO - ALONG COMES A SPIDER


Estalagem - 07:00h

Os companheiros de Akira o ouviam falando sobre suas expectativas daquela conversa. E com um sorriso largo, Bolton abre os braços e exclama.

- Ahh, que isso, quanta formalidade! - Ele engloba seus amigos em um abraço conjunto e todos caem na gargalhada. Talvez não fosse o esperado daquela situação, mas com certeza era agradável.

Por mais que estivessem tento um momento de conexão, Akira ainda precisava se ater à questão mais urgente, que era sobre seu novo poder e o futuro do grupo. Se concentrando, ele fala o que estava em sua mente.

- Poderes?! Eu achei que era uma parada mais emocional... - Bolton dizia impactado, mas continuava prestando atenção.

- E você comeu algo chamado fruta do diabo?? Vai ter dor de barriga! Hahaha - Kai falava descontraído, talvez não percebesse o que eram as tais frutas, afinal.

- Isso foi sorte mesmo, parece que a maré está mudando para nós! - Dizia Sam sorrindo.

Todos olhavam maravilhados para as agulhas de Akira, que eram melhor controladas agora. A explicação sobre os poderes parecia fazer sentido para todos, menos para Kai, que ainda não entendia muito bem o que acontecia por ali. No entanto, o assunto precisava prosseguir.

- Err... Entendo. - Bolton dizia esfregando a nuca com a mão direita, olhando envergonhado para o lado.

- Eu tô dentro, precisamos achar o tal do Jacob e essa ilha aqui já deu muita emoção! - Sam falava rindo, tentando quebrar o clima.

Com a pergunta do ninja, Bolton se sente mais tranquilo e o olha novamente, respondendo.

- Sim, ainda preciso ir para lá. Podemos todos ir de expresso, o problema maior é o preço, vocês já viram o tanto de dinheiro que precisa gastar para andar naquilo?! - Bolton abria um pequeno saco de dinheiro, fazendo cara de tristeza.

Kai, que se mantinha calado até então, escuta a fala do ninja sendo direcionada a ele, com isso se pronuncia.

- Eu entendo, e queria falar para vocês que vou com Bolton, ainda bem que concordam, achei que iam ficar chateados. - O rapaz suspirava e sorria aliviado, com a mão atrás da cabeça. - Marsh? Sim, arranjei comida e dei pra ela, mas deve estar com saudade.

A informação ajudava o ninja a se acalmar, mas de toda forma, ele resolve checar sua companheira patinha, que estava sentada de costas, de olhos fechados e cabeça voltada para cima. - Quackk... - Ela exclamava triste e emburrada aparentemente, mas ao ouvir "Café, rapidamente se anima e corre até as pernas do dono, se roçando contra elas.

O dia de Akira é finalizado em seu quarto, sozinho, após conseguir um sanduíche por conta da casa, e treinar seu novo poder. Ele controlava suas agulhas e imaginava as possibilidades que lhe seriam proporcionadas, com isso, adormecia.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


O sol da manhã adentra o quarto, atravessando uma teia de aranha, molhada de orvalho, banhando a pele do ninja, o fazendo despertar. O café da manhã estava servido e os companheiros de Akira já estavam todos reunidos na mesa, esperando por ele.

- Bom dia Akira!! Arranjei frutas para você e Marsh. - Sam dizia alegre e apontava para a pata, que estava ao lado da mesa.

- Já está tudo arrumado para irmos, você pretende sair quando? - Bolton comia um sanduíche e falava de boca cheia.

- Toma aqui Marsh, você consegue pegar? - Kai se divertia com a mascote, segurando um pedaço de comida no alto.

POST 15

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Akira Suzuki:
 

Considerações:
 
OFF:
 
XIII

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ceji
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Ceji

Créditos : 2
Warn : Along Comes A Spider - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2013

Along Comes A Spider - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 6 EmptyQui 27 Ago 2020, 22:58

Despedidas - Parte I

Mais um dia raiava sobre mim naquela estranha ilha das aranhas. Meus sentidos lentamente despertavam enquanto os primeiros raios de sol atingiam meu rosto, quase como um toque gentil que me avisava da chegada do sol. Eu havia tido uma noite de sono tão tranquila que sequer me lembrava a última vez que havia dormido tão bem, e, diferente de tantos raiares de dia anteriores, uma parte de mim queria apenas ficar ali deitado mais um pouco, aproveitando a cama. Aproveitar o momento daquela forma era algo que já havia esquecido como era, e senti-lo denovo me fazia sentir completo. Ainda assim, infelizmente não podia ficar a manhã toda na cama - Vamos lá! - Dizia a mim mesmo, animado, antes de chacoalhar a cabeça para me despertar. Aproveitaria pra fazer alguns alongamentos matinais antes de me trocar, e, projetando as agulhas mais uma vez em minhas mãos pra ter certeza de que não havia sido apenas um sonho, ia para o banheiro. Eu havia acabado dormindo na forma feminina porque querendo ou não era o corpo que eu havia me acostumado após tantos anos, mas eu precisava voltar a me acostumar com o outro, e agora não tinha mais problemas com Kai e Bolton quando a isso. Respirando fundo e mentalizando a mudança, fincaria as agulhas em meu braço para ir à forma masculina.

Um pouco mais confiante, saia do meu quarto e descia as escadas da Estalagem, aproveitando cada passo, sentindo uma atmosfera totalmente diferente. Iria à taverna tomar meu café, e, com um sorriso no rosto, me aproximaria da mesa onde meus companheiros estavam - Bom dia, gente! - Diria, de bom humor, e me sentaria, já pegando uma feita pra comer. Minha roupa estava um pouco diferente; havia deixado a boina no quarto e minha jaqueta estava aberta, revelando a camisa por baixo. Por alguns segundos esperava, preparado para alguma reação deles, mas, caso ninguém notasse nada, ficaria com a cara meio emburrada - Nossa, que falta de reação... - Diria, pegando uma fruta pra comer - Eu tava com tanto receio pra isso...? - Reclamaria, antes de virar pra Marsh, pra ela mais com medo de não ser reconhecido que qualquer coisa - Comida tá boa? - Diria, tentando manter a postura. Caso houvesse reação quanto a minha aparência, um ligeiro sorriso se formaria no canto do meu lábio, mas mesmo esperando aquilo, perceberia que ficava um pouco desconfortável ainda assim - Poxa, não é pra tanto... Eu não devo estar tão diferente assim, né? - Dizia, meio encabulado, também me virando pra ver a reação de Marsh. Caso Marsh tivesse dificuldades em me reconhecer, ficaria um tanto triste - Poxa Marsh, sou eu, Akira... - Diria, antes de pegar uma fruta das que Sam havia comprado pro café da manhã e estenderia pra ela - Eu prometi ontem que íamos tomar café da manhã juntos! - Afirmaria, determinado.

Ao longo do café da manhã, aquele bom humor pendurava, e o ambiente acolhedor contribuía e tanto. Ser aquele eu pelo menos uma vez com eles era muito bom, e fazia eu sentir que não ficaria tão triste quando nos separassemos, pois havíamos aproveitado bem o tempo juntos. Sabia que tinha altas chances de nunca mais nos encontramos denovo, sabia que podia nunca mais ver Bolton e Kai, e por isso o bom humor era tão importante. Se fosse pra lembrar deles, que fosse de momentos como esse, isso eu tinha certeza - Não sei, não acho que vamos ficar mais muito tempo. Eu queria poder aproveitar mais com vocês, mas todo mundo tem seus compromissos... - Dizia, com um sorriso torto, antes de dar outra mordida na fruta ou sanduíche que estava comendo. Eu teria comprado um café quer Sam gostasse ou não, era a única coisa que eu não me deixava ficar sem, e, a essa hora, já terminando de comer, bebia o resto em um único gole, batendo de leve a xícara na mesa em seguida - Bom, se já tá tudo pronto pra vocês, tem alguma chance de me mostrarem o que tem que fazer? Eu, bem, nunca li muito sobre esse tal de Expresso Oceânico, então tô meio nervoso - Dizia, sem gaguejar tanto quanto faria outrora, um pouco mais confiante de mim mesmo hoje.

Terminando tudo ali e pagando o que preciava pagar seguiria Bolton para que me mostrasse onde exatamente ficava o Expresso Oceânico e o que exatamente precisava fazer. Não faria agora, claro, porque ainda não tinha arrumado todas as minhas coisas, eu não tinha planos de sair literalmente logo cedo após acordar, então apenas deixaria Bolton me explicar. Ele parecia já saber um bocado sobre o Expresso, já que já tinha planos de pegar desde o Farol, talvez antes disso até, então com certeza ele sabia mais do que eu - Tem alguma forma de levar o navio? - Perguntava, caso ele ainda não houvesse comentado, com medo do caso de deixar o Baterilla Seawater pra trás. Quando comentasse sobre o ticket de viajem, que custava cinco milhões, meu bolso doeria, figurativamente, claro - Cruz credo...! Então foi por isso que você comentou do preço antes? Agora eu tô vendo... Seria um horror se tivesse que pagar isso toda vez...! - Exclamaria, assustado. É claro que eu tinha o dinheiro suficiente, mas isso fazia aquele preço deixar de ser caro. Após todas as explicações, agradeceria, e iria logo comprar o tal ticket - Bom, vocês não vão sair agora, né? Eu e Sam ainda temos que fazer check-out na Estalagem, ou ao menos eu ainda tenho... Não tem problema esperarem, né? - Perguntaria, antes de retornar rapidamente, para catar de volta todas as coisas que eu havia deixado no quarto da estalagem, e fazer o dito checkout, pagando o que precisasse pagar, antes de retornar para as proximidades da estação do Expresso Oceânico.
Ao Avaliador:
 

Histórico do Ceji:
 

Horu Horu no Mi:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

R.I.P. Lars:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milabbh
Narrador
Narrador
Milabbh

Créditos : 38
Warn : Along Comes A Spider - Página 6 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Along Comes A Spider - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 6 EmptySex 28 Ago 2020, 15:11



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

NARRAÇÃO - ALONG COMES A SPIDER


Estalagem - 08:00h

Após espantar a preguiça de seu corpo, Akira tenta mudar para sua forma, agora ele já tinha um pouco mais de controle, no entanto, ainda não estava 100%. Com isso, tudo muda, menos sua voz, que ainda fica um pouco fina.

A mudança no visual do ninja não passa despercebida, e quem nota é a pessoa mais avoada por ali.

- O que aconteceu com suas roupas?? - Kai pergunta segurando uma fruta, que Marsh abocanha.

- Olha só, é verdade, ta todo arrumadinho! - Sam diz com um sorriso simpático.

- Maneiro. - Comendo seu sanduíche, Bolton não dá muita importância.

Akira aproveita para falar um pouco com sua patinha, que inicialmente fica um pouco assustada, mas ao ouvir a voz e ver o jeito do ninja, logo o reconhece e roça a cabeça em suas pernas. Vendo a fruta que lhe era oferecida, ela pega e come com vontade, exclamando um - *QUACK*- alegre.

O café da manhã segue feliz, com Sam forçando Akira a beber água depois do café e muitas risadas. Porém, a fala do ninja trazia todos à realidade novamente, fazendo lembrá-los de que em breve não estariam mais juntos. Um momento de silêncio paira pelo ar, enquanto todos fitam a mesa com olhares distantes. Mas a segunda fala do ninja corta um pouco o clima.

- Ahh, então, pra comprar a passagem tem que ir lá na estação, e dependendo do seu status social você paga um tanto, mas isso varia com a distância também. Eeee, além disso, ainda tem que comprar o ticket, é bem caro, custa 5 milhões de Berries.... Pelo menos só precisa comprar uma vez. Vocês tem? - Bolton explicava tudo e finalizava com uma pergunta direcionada à Sam e Akira, e ainda falava sobre o barco. - Dá pra contratar o serviço de transferência deles, mas tem que pagar 2 milhões a mais. É bem seguro, só demora um tempinho pra chegar.

Bolton aponta para o caminho da estação, e eles definem o que seria melhor a se fazer com o barco. Com tudo acertado, Akira pede um tempo para resolver algumas coisas, e como resposta Kai diz.

- É claro, esperamos vocês aqui, ainda tem os prisioneiros né?! - O rapaz lembrava com um estalo rápido dos dedos da mão direita.

Agora Akira e Sam tinham um tempo para resolverem suas coisas antes de partir, enquanto Kai e Bolton esperariam próximos ao barco.

POST 16

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Akira Suzuki:
 

Considerações:
 
OFF:
 
XIII

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ceji
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Ceji

Créditos : 2
Warn : Along Comes A Spider - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2013

Along Comes A Spider - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 6 EmptySex 28 Ago 2020, 22:25

Despedidas - Parte II

Ainda tínhamos muita coisa que arrumar antes de sairmos, e pelo que via naquela conversa, eu não era o único querendo sair logo de Aracne. Na verdade, parecia que os outros estavam ainda mais dispostos a sair daquela espelunca, já que pareciam estar com tudo já arrumado! Eu até me sentia um pouco preguiçoso sabendo disso, por mais que não fosse bem o caso, mas isso não impedia de sentir que ficava pra trás. Mesmo com o preço quase abusivo do Expresso, que chegava até a me assustar enquanto ouvia sobre o serviço, era bom que aquela ilha ao menos tinha uma forma alternativa de locomoção que nem aquela, o que significava que felizmente não estávamos reféns dos limites no navio - Bom... Vou arrumar minhas coisas então, se não se importam...! - Dizia, antes de recolher tudo que havia deixado no quarto do hotel. Aquela seria a última vez que o veria, e não sabia se era bom ou ruim. Havia me acostumado, com o ambiente ali, mas talvez não tanto com as aranhas e o sentimento de ansiedade que tive em boa parte da viajem. Sem olhar pra trás, fechava a porta após me arrumar, e descia as escadas da Estalagem uma última vez.

Com tudo pronto e check-out feito, me juntava novamente ao trio - Então agora é só comprar o tal ticket, comprar a passagem, pagar pela transferência do navio e esperar pra embarcar, né? - Perguntava para Bolton uma última vez, pra ter certeza que eu não havia confundido nada e sabia o que tinha que fazer - Ótimo - Respondia, caso não houvesse esquecido de nada. Ainda assim, havia um assunto a tratar - Mas, antes de sairmos... Bolton, Kai, eu preciso falar uma coisa com vocês - Chamaria suas atenções, um pouco mais sério. Era necessário resolvermos algo antes de sairmos, e não havia tido uma chance de falar com eles sobre antes - Nós temos dois criminosos capturados. Provavelmente vamos saber como proceder com eles perguntando para os funcionários do Expresso, mas isso não muda o fato de que vamos nós dividir - Expunha. Eram os quatro é dois criminosos; considerando o preço do Expresso, não parecia justo uma dupla levar ambos, além do mais... - Formantis, o da máscara, é um que eu persegui desde Baterilla até o Farol, entregar ele é algo meio pessoal pra mim, então vou levar ele comigo de uma forma ou de outra. Mas, bom, imagino que o mesmo sirva pra você e o pirata do cachecol, Kai - Dizia, lembrando de como ele havia nos dito que aquele havia sido o pirata que matou seu tio e a tripulação de marceneiros do mesmo - Foi ele quem, bom... Você sabe - Dizia, sem muita convicção pra dizer em voz alta - Você pode não ter ajudado na captura, mas imagino que ver ele sendo levado pra trás das grades seja importante pra você - E então me virava para Bolton e Sam - Como eu havia capturado Formantis sozinho e haviamos nos unido pra derrotar o bando do pirata do cachecol, havíamos antes combinado de eu ficar com a recompensa de Formantis e a outra repartirmos. Eu queria voltar atrás com isso agora. Eu não me importo de Bolton levar o criminoso sozinho, desde que dívida a recompensa com Kai. Sam, eu também não me importo de dividir a recompensa de Formantis contigo, pra compensar pelo empecilho... E como agradecimento por tudo. Todo mundo concorda ou alguém tem uma ideia melhor? - Sugeriria, tentando resolver aquilo. Eu sabia como Kai provavelmente se sentia quanto aquele pirata, e sabia que um caso pessoal assim só veria um fim com a morte ou prisão do responsável sob seus próprios olhos.

Após aquele problema resolvido, era hora de encarar o Expresso Oceânico. Indo em direção a estação do Expresso Oceânico com meus três aliados e minha pata, aproveitava pra verificar a quantidade de dinheiro que eu tinha, e... Um suor frio escorria pela minha testa ao contar nos dedos o preço do Expresso e a quantidade de berries que tinha; contava uma, duas, três vezes, até aceitar aquela furada. Chamaria Bolton mais pra perto, e, com um olhar desconfortável, falaria com ele - Err... Bolton? Assim, eu até tenho dinheiro pro ticket e pra passagem, mas... Acho que não tenho dinheiro pra escolta no navio... - Admitiria com o bolso doendo forte com aqueles preços. Quando eu havia entrado naquele ramo, esperava não passar mais dificuldades financeiras, mas aquilo definitivamente me fazia rever minhas escolhas de vida - Você se importa de levar contigo o navio? Não acho que Yohan ficaria satisfeito de largarmos o navio que ele nos empregou aqui, e você é o único outro que fez contrato com ele, então, bom, só nos dois tínhamos permissão de navegar com ele... - Dizia, meio envergonhado com aquilo - Q-quer dizer, só se você tiver o dinheiro, claro. Sei que é uma situação complicada... - E, caso Sam intervisse perguntando como sairiamos de Bingo Bingo sem o navio, responderia - Com a recompensa de Formantis acho que dá pra tranquilamente comprar um navio novo. No pior dos casos, ainda poderíamos tentar conseguir mais um pouco de dinheiro lá. Além do mais, o mesmo vale pra Bolton e Kai, não? - Afirmaria, realmente esperando que não fosse problema para eles daquela forma.

Com aquilo resolvido, prosseguiria, menos alarmado, até a estação do Expresso Oceânico. Seguindo as instruções de Bolton, pediria pra Marsh me esperar fora da area de compra de passagem, e compraria o tal ticket e minha passagem para Bingo Bingo, junto de Sam. Aproveitaria o momento da compra pra questionar o(s) funcionário(s) sobre a questão dos criminosos capturados, e de Marsh - Aliás, eu não sei pra quem deveria perguntar isso, mas... Primeiro, animais de estimação vão aonde? Tem que pagar extra pra levar? - Perguntava primeiro sobre Marsh, sem saber como explicar sobre ela além de chamar de animal de estimação - E segundo, eu/nós sou/somos Cacador/es de Recompensa. Temos um pirata capturado que pretendíamos entregar na próxima ilha, já que não tem QG da marinha nessa. Como fica a situação? - Questinaria, torcendo do fundo do meu coração pra não ter que pagar mais por causa de Marsh ou do prisioneiro. Com aquilo resolvido, e passagem em mãos, me reuniria novamente com Bolton e Kai, e claro junto de Sam, para esperar nossos trens sairem. Uma tristeza batia ao ver aquela passagem, saber que talvez daqui a alguns minutos nos separariamos para sempre, então não perderia tempo - Bolton. Kai. Olha... Obrigado por terem viajado comigo...! Fazia anos que eu não me sentia parte de algo, mas vocês e Sam fizeram eu sentir como era ver uma família denovo...! Eu... Eu...! - Lágrimas começavam a escorrer dos meus olhos, e eu tentava futilmente tentar limpar elas com as costas da mão. Mais uma vez eu me separava de quem considerava minha família, mas dessa vez não era pela morte de quem eu me importava, era apenas um adeus, seguimos nossos caminhos, e saber que eles seguiriam adiante com as memórias sempre vivas fazia com que aquelas lágrimas não fossem completamente tristes - ...Eu agradeço muito ter conhecido vocês! Por favor, se cuidem vocês dois! - Diria, com força na voz mesmo que ela falhasse um pouco pelo choro. Abrindo meus braços, chamaria os três pra um abraço em grupo, deixando Marsh participar também se a pata fofa e grudenta assim quisesse, lembrando que era próxima de Kai também. Ficaria ali, aproveitando a presença dos dois pela última vez, até que o anúncio do trem de um dos dois grupos fosse anunciado, quando chegaria a hora do último adeus - Ad-... Até algum dia - Dizia, otimista, vendo eles partirem ou partindo eu mesmo pra arrumar tudo para a saída do navio, com o criminoso e Marsh aonde tivessem que ir.
OFF:
 

Histórico do Ceji:
 

Horu Horu no Mi:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

R.I.P. Lars:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milabbh
Narrador
Narrador
Milabbh

Créditos : 38
Warn : Along Comes A Spider - Página 6 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Along Comes A Spider - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 6 EmptyDom 30 Ago 2020, 13:42



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

NARRAÇÃO - ALONG COMES A SPIDER


Estação do Expresso Oceânico - 09:00h



Depois de uma breve despedida à Estalagem que os abrigou, Akira sai decidido rumando até a entrada do local para encontrar seus companheiros. Ouvindo a indagação do ninja, Bolton responde.

- Isso, espero que tenha economizado hahahahha. - Ele dizia rindo e depois acompanhava seu amigo para a tal conversa. Todos ouviam o que Akira tinha para falar, e ficavam surpresos de um jeito positivo.

- Se não for pedir muito, queria sim levar ele para trás das grades! - Kai dizia com um certo ódio na voz.

- Tem certeza Akira? Claro que dividiremos. - Bolton complementava a fala de Kai.

- Acho bom você pagar pelos meus cuidados médicos! - Sam falava brincando, usando o cotovelo para cutucar o braço do ninja.

Todos concordavam com a ideia do caçador, e com isso partiam para a estação. Uma vez lá, porém, Akira descobre que não tem dinheiro suficiente para bancar o transporte do barco. Com isso, ele pede ajuda para Bolton, que diz.

- Ahh, claro, eu já tenho o ticket, então é mais tranquilo, posso levar sim. - Ele afirma, e logo Sam pergunta sobre a locomoção futura, com a resposta, ela diz aliviada.

- É, você tem razão, acho que dá mesmo. - Ela também contava seu dinheiro, fazendo contas para ver se conseguiria bancar sua passagem.

Com sua fiel patinha esperando fora da fila, Akira chega até a bilheteria e sana suas dúvidas com o recepcionista, que simpaticamente respondia tudo.

- Animais vão no vagão específico para eles, não precisa pagar nada a mais. - Ele recebia o dinheiro e pegava o ticket e passagens antes de continuar. - Então, vocês podem prendê-lo no último vagão, mas lembrem-se de tomar cuidado com o tal prisioneiro, o bem estar dos passageiros vem em primeiro lugar. Não precisa pagar a mais por ele também. - O homem agora entregava as passagens e acenava com a mão.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Tudo estava resolvido, só faltava embarcar no expresso que os levaria para longe da ilha infestada de aracnídeos, mas também de seus amigos. Um aperto envolve o coração de Akira ao pensar que iria se separar de Kai e Bolton, e isso o leva a falar com eles.

- Ahh cara, não chora!! Assim vou acabar suando pelos olhos. - Bolton dizia pegando Akira pelo pescoço com o braço.

- A gente vai sentir saudade Akira!!! - Kai explode em lágrimas, correndo para o abraço também.

- Vamos sentir saudades também, cuida desse cabeça dura Kai. - Sam diz com lágrimas nos olhos, abraçando seus amigos.

Os três se abraçavam e choravam, uma cena bem emotiva, até Marsh decidir pular no colo de Akira, o que desequilibra o jovem e faz com que todos caiam no chão rindo. A pata roçava seu rosto contra o de Kai e Bolton, e parecia triste com a partida deles. O trem de Akira é anunciado e ele se dirige até lá, mas não antes de olhar para trás e se despedir uma última vez.

- Nunca é um adeus, amigo. - Bolton diz com os braços cruzados e um sorriso largo no rosto.

- A g-gente vai s-se ver de n-novo! - Kai exclamava entre soluços enquanto acenava para o casal e a pata.

Marsh andava meio cabisbaixa ao lado dos dois, enquanto Sam limpava as lágrimas, antes de respirar fundo e dizer.

- Bom, Bingo Bingo, aqui vamos nós! - Ela sorria animada em direção a Akira, esperando que pudesse confortá-lo.

Por mais que fosse triste, eles precisavam continuar seu caminho, por isso pegam o criminoso e o escoltam até a entrada do expresso, onde um homem aguardava dando as boas vindas e recolhendo as passagens.

- Boa viagem! Não se esqueçam de deixar cargas e animais nos vagões finais. - O homem olhava preocupado para o prisioneiro, mas continuava seu trabalho.

Eles finalmente embarcam e acomodam Marsh junto com os outros bichos, além de levarem o meliante para o último vagão.

POST 17

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Akira Suzuki:
 

Considerações:
 
OFF:
 
XIII

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ceji
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Ceji

Créditos : 2
Warn : Along Comes A Spider - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2013

Along Comes A Spider - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 6 EmptyDom 30 Ago 2020, 21:46

Despedidas - Parte III

Despedidas nunca eram boas, e com os olhos ainda lacrimejantes tinha que me afastar de Bolton e Kai pela última vez. Felizmente não havia sido o único a chorar, teria me sentido idiota se esse fosse o caso, e ter o sentimento compartilhado me deixava mais seguro. Tentava deixar de lado aquela sensação de que nunca mais os veria, sabia que eu podia ser um tanto pessimista as vezes, e preferia pensar que algum dia nos encontraremos novamente, o que ao menos não me deixaria tão triste ao vê-los se afastando no horizonte... - "O mundo é grande, mas... Se Bolton tinha se predisposto a atravessar meio mundo pro funeral do amigo dele, então quem sabe?" - Pensava, tentando me convencer - "Eu e Sam estamos indo atrás do tal Jacob pelo jornal, algo parecido nunca é impossível" - Me tocava, esperançoso. Era improvável, mas enquanto eu tivesse fé e força de vontade, ao menos impossível não era. Após tudo arrumado e devidamente embarcado, sentia o trem começar o seu movimento, enquanto olhava pela janela uma última vez, vendo as formas dos meus antigos dois companheiros sumindo na distância sem que nada eu pudesse fazer, com uma forte saudade já pressionando em meu peito mesmo que não fizesse mais de vinte minutos que nos falamos pela última vez.

Agora não havia mais volta, havíamos nos separado de uma vez por todas, e, feliz ou infelizmente, tinha outros problemas pra me concentrar de agora em diante. O primeiro deles era Jacob, o pirata que eu e Sam teríamos que nos encontrar pra cumprir o acordo com Sapphira. Eu sabia pouco sobre ele, basicamemte uma foto de frente, matéria de um incidente com caçadores de recompensa, o fato de ele ter tido uma relação e filha com Sapphira, além de seu nome e alcunha; nada disso ajudava, porém, a não me deixar nervoso com nosso lado do trato, já que ele era um pirata. Felizmente ele não parecia ser o mais famoso dos piratas, ou ao menos não o mais escandaloso, e por isso o problema com ele parecia banal em comparação com Giovenzio. Aquele ex-Shishibukai Era o motivo principal de irmos para Bingo Bingo, e considerando que as chances de conforto com ele eram de uma 90%, e ele era muito mais famoso e perigoso que Jacob, Giovenzio conseguia efetivamente me dar mais medo que O Touro - "Um Shishibukai, um ex-Shishinukai..." - Refletia, ainda um pouco incrédulo do que estava indo fazer. Ainda assim, eu devia muito a Sam, especialmente pela Akuma no Mi agora, e se eu tivesse que me arriscar para ajudá-la, eu não recuaria, nao mais.

Sentado ali no meu assunto do Expresso Oceânico, permanência pensativo no que enfrentariamos em Bingo Bingo por um tempo, olhando pela janela o vasto oceano passando. Aquela velocidade era estranha para alguém que estava acostumado a viajar de navio, e me fazia pensar quantos dias equivalente de viajem a navio já havíamos percorrido naquele início de viajem no trem. Um? Dois? Não sabia ao certo, mas sabia que a cada segundo ficava cada vez mais distante de Kai e Bolton, e mais próximo dos nossos alvos em Bingo Bingo. Por sem minha primeira vez viajando, não conseguia ficar realmente relaxado, e, após algum tempo, não aguentando mais, falaria com Sam - Bom, Sam, a caminho de Bingo Bingo... - Dizia, com a pior puxada de assunto da história - Você se lembra de algo da ilha? Digo, você morava lá quando era mais jovem, né? Seria bom se eu soubesse um pouco de lá, eu acho - Dizia, tentando começar uma conversa ao mesmo tempo que aprendia um pouco mais sobre aquela ilha antecipada. Sam estava retornando à Bingo Bingo pra acertar contas com seu pai criminoso, Giovenzio Martinelli, após fugir da ilha anos mais cedo, ou ao menos pelo que havia me contado, então eu achava seguro que já tivesse algo planejado, ao menos de como buscar pela ilha. Não que procurar alguém com o calibre dele fosse lá muito difícil, mas tudo era mais fácil falando do que fazendo, especialmente quase se tratava de um crimiminoso famoso e de influência no submundo. Depois de ouvir o que ela tivesse pra dizer, pensaria por um instante e comentaria - Bom, independente de qualquer coisa, você concorda sobre em primeiro lugar procurarmos um QG da marinha ou algo próximo pra entregar o pirata? Não aguento mais carregar ele de um lado pro outro, especialmente agora que não temos um navio pra deixar ele - Dizia, não muito alto com vergonha de alguém entreouvir mesmo meu ramo não fosse lá um tão raro. E, se a conversa morresse me escoraria no assento - Alguma ideia do que fazer durante a viajem? - Perguntava, imaginando que o tabuleiro de pai sho estava com o resto das bagagens.
Histórico do Ceji:
 

Horu Horu no Mi:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

R.I.P. Lars:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milabbh
Narrador
Narrador
Milabbh

Créditos : 38
Warn : Along Comes A Spider - Página 6 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Along Comes A Spider - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 6 EmptySeg 31 Ago 2020, 20:50



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

NARRAÇÃO - ALONG COMES A SPIDER


Expresso Oceânico - 09:30h

Dentro do expresso, olhando pela janela, Akira sentia várias coisas, e algumas delas eram determinação e um certo medo. Ir atrás de um pirata notório que tinha relação com a aracnídea nada simpática de Aracne, não era uma coisa para se ficar ansioso, mas o problema real era o pai de Sam, como seria esse reencontro familiar?

Apesar de estar maravilhado com a velocidade do trem, e a paisagem que via, Akira não conseguia desligar sua mente de seu passado e futuro, em uma tentativa de se distrair, ele puxa assunto com sua companheira.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


- A não ser que a gente esteja no trem errado! - Ela sorri simpaticamente tentando quebrar o gelo e prossegue. - Bingo Bingo né... Faz um tempo, mas ainda me lembro como se fosse ontem. Sabe, a ilha é muito tradicional e bonita, a estação predominante de lá é a primavera, então tudo é sempre verde e florido. Mesmo quando chove, a sensação não é um clima triste, e sim de prosperidade. Ahhh! E as gôndolas!! A cidade tem vários riozinhos, por isso usamos esse meio de transporte lá dentro, eu vivia andando em várias. - Sorrindo de forma distante, ela lembrava de sua terra. - Mas também tem seus problemas, como todo lugar, imagino. E o de lá são as máfias, existem 3 famílias mais poderosas que vivem se enfrentando por território, o que acaba gerando tiroteios nas ruas. A mais famosa dessas 3 é a Martinelli, bem, a minha, no caso. Meu pai está atualmente no poder. - Ela terminava essa frase sussurrando para que somente Akira pudesse ouvir antes de concluir. - Mesmo assim é um lugar divertido de se viver, tem muitas celebridades e coisas para fazer de noite.

O ninja ponderava sobre como proceder a partir das informações que acabara de coletar. Com isso, ele sugere um passo para Sam.

- Nossa, vamos, eu apoio. Esse peso morto já está atrapalhando. Eu sei onde tem um QG. - Sam falava sussurrando de volta para Akira, mas ao ouvir sua sugestão, ela fica pálida e aponta para a entrada do vagão. - Temos um problema....

Olhando para trás era possível ver Formantis, perambulando por aí, conversando calmamente com uma passageira do trem, ele estava rindo e parecia flertar, e o pior, a moça era receptiva e devolvia os flertes. A sorte é que o prisioneiro continuava com suas mãos amarradas atrás do corpo, mas ainda assim, a viagem acabava de ficar um pouco mais tensa.

POST 18

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Akira Suzuki:
 

Considerações:
 
OFF:
 
XIII

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ceji
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Ceji

Créditos : 2
Warn : Along Comes A Spider - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2013

Along Comes A Spider - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 6 EmptyQui 03 Set 2020, 12:09

Despedidas - Parte IV

Ouvia atentamente as descrições de Bingo Bingo dadas por Sam, e, sinceramente, não sabia se gostava ou não gostava do que estava ouvindo. Inevitavelmente meus padrões de comparação de ilha da Grand Line eram Aracne, por ser a única que já havia visitado, e saber que não havia algo como uma ameacadora aranha gigantesca a espreita era definitivamente um alívio, mas... - "Tiroteios no meio da rua?!?!" - Arregalava os olhos, assustado, ao ouvir aquilo. Eu não era fã das aranhas por todos os lados, e ousava dizer que havia começado a teme-las um pouco mais, mas um tiroteio era um perigo muito mais real, e ser pego no meio de um confronto desses parecia uma ideia aterrorizadora... A poucos meses atrás, no início da minha jornada, até um soco bem dado conseguia me derrubar, e eu sinceramente não conseguia imaginar que seria muito diferente agora, ainda mais pra um tiro! Se aquilo era relativamente comum naquela ilha, isso só era mais um motivo pra achar que eu não me daria bem com aquele lugar; pra mim seria impossível não me assustar em um tiroteio, mesmo que um pouco, e encarar algo assim com naturalidade não descia bem pra mim...

O pior é que eu não podia sequer me dar ao luxo de me assustar com algo assim; se Sam estivesse certa, Giovenzio era atualmente o lider de uma dessas máfias, ele era alguém que comandava provavelmente centenas de atiradores, se eu me asusstasse com um "tiroteio casual", como esperaria chegar até ele? Engolia seco ao pensar naquilo, e, olhando para minhas mãos, pensava comigo mesmo se aquele novo poder ajudaria nessa nossa nova cruzada. Atravessar uma organização criminosa e chegar até seu líder parecia antes algo impensável, mas eu precisaria antes saber do que eu era capaz agora antes de tomar um veredito. Quem sabe com aquele Fruto do Diabo eu não conseguisse me virar contra os tiros? Eu sabia com certeza se algo assim era possível, sabia apenas que conseguia mudar aspectos físicos e fisiológicos, mas talvez eu conseguisse ir mais além, como enrijecer a pele, me tornar ais veloz ou até reconstruir partes perdidas! Eu só precisava testar antes, ter noção dos meus limites, porque agora mais do que nunca conhece-los seria necessário pra saber até onde poderia ir nessa empreitada contra o ex-Shishinukai.

Eu teria passado algum tempo refletindo comigo mesmo sobre minha akuma no mi se outra coisa não houvesse me puxado de volta à realidade, e de uma forma bem desagradável. Eu não esperava ter problemas naquela viajem, confiança na segurança do trem, e minha guarda estava tão aberta, que eu tinha certeza que teria cuspido o que estivesse na minha boca ao ver aquilo, se estivesse comendo ou bebendo água. Formantis. Aquele desgraçado havia me dado problema em diversas ocasiões, e nem quando finalmente havia capturado ele, o ser humano aquietava a bunda. Formantis era uma das poucas pessoas que havia conseguido me tirar do sério e me deixar legitimamente irritado em anos, e ele parecia estar ali pra provar denovo a que havia vindo - Des... Gra... Çado...! - Dizia, pausadamente, com o sangue subindo à cabeça ao ver a cena, enquanto respirava devagar. Eu sabia que se não fosse minha compostura usual eu já teria avançado contra ele, mas, mesmo com uma veia saltando em minha testa, me levantava com aparente calma - Com licença. - Dizia, seco, para Sam, e ia em direção aquele desgraçado. Chegando ao seu lado, botava a mão de supetão em seu ombro, apertando com força pra ele não o puxar pra longe de mim - Bom ver que você está se enturmando! - Dizia, claramente sarcástico, com um sorriso ameaçador na face - Mas o horário de recreação acabou.

Eu naturalmente não estaria lá animado em usar meu novo poder contra outra pessoa. Todos aqueles anos de problemas que eu tive havia sido por ter tido esse poder usado contra mim, e não me parecia certo fazer o mesmo contra outras pessoas, parecia uma traição a mim mesmo, mas... Naquele caso, isso não passava pela minha cabeça. Não, se tinha alguém que merecia ser uma cobaia de testes a força, era o desgraçado do Formantis. O poder era meu de qualquer forma, então não era como se não pudesse trabalhar mais depois nele se fizesse alguma besteira - "Ah, é? Vamos ver então se eu consigo fazer uma mudança um pouco menos radical" - Com a mão apertando seu ombro, aproveitava para discretamente projetar as agulhas, perfurando o mesmo ali - "Que tal tentar deixar ele menos rebelde?" - Pensava, mentalizandoa ele mais fraco para que eu pudesse levá-lo facilmente de volta para onde deveria estar. Talvez seus músculos diminuíssem, ou ele ficasse em sono, ou mentalmente confuso, todas essas coisas passavam pela minha cabeça em partes enquanto o perfurava, com expectativas.

Independente do que acontecesse, se ele ficasse mais "molenga", o agarraria - Perdão pelo inconveniente - Dizia, ainda um pouco irritado, cruzando o olho rapidamente com a moça que falava com Formantis, antes de tirá-lo dali. Levadia ele devolta ao vagao que deveria estar, mas, dessa vez, em vez de só jogar ele ali, procuraria alguma outra corda ali que pudesse usar para deixá-lo devidamente preso no vagão até o fim da viagem, quando então suspiraria e retornaria até Sam. Caso Formantis fugisse quando viesse eu me aproximando, porém, correria atrás dele para fazer a mesma aplicação dos meus poderes, tão focado nele que ignorados olhares dos outros passageiros, e o levaria devolta ao vagão que deveria estar para o amarrar. Voltando até meu assento, teria uma clara expressão sem paciência na face - Eu te juro, se não tiver marinha em Bingo Bingo pra entregar ele eu mesmo o jogo no mar, nunca pensei que capturar um criminoso fosse tão estressante...! - Dizia, derrotado, constando que aquela, mesmo que pequena em comparação com as outras, havia sido a terceira vez que Formantis havia me causado problemas.
OFF:
 

Histórico do Ceji:
 

Horu Horu no Mi:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

R.I.P. Lars:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milabbh
Narrador
Narrador
Milabbh

Créditos : 38
Warn : Along Comes A Spider - Página 6 10010
Data de inscrição : 13/04/2020

Along Comes A Spider - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 6 EmptyQui 03 Set 2020, 14:00



[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

NARRAÇÃO - ALONG COMES A SPIDER


Expresso Oceânico - 11:00h

A surpresa de Akira era grande ao ver seu detendo passeando pelo vagão, e reunindo toda a paciência que conseguia encontrar dentro de si, ele se levanta e segura o meliante de maneira firme, para que ele não escapasse.

- Opa, valeu por me deixar lá, vim dar uma curtida aqui com essa gatinha. - Ele dizia piscando com um olho para ela, e fazia piadas. Vendo aquela cena, Akira decide que Formantis seria a primeira cobaia de seu novo poder. E assim o faz, espetando a agulha no deltoide do bandido, ele observa enquanto a transformação acontece.

Formantis então se tornava mais baixo e franzino, o que dificultava em muito qualquer resistência que pudesse oferecer. Com isso, Akira consegue guiá-lo tranquilamente para o último vagão, prendendo-o com firmeza. Parecia estar pegando o jeito com a fruta. Retornando a seu assento, ele fala sobre o incidente com Sam.

- O que foi aquilo, ele virou um baixinho franzino?! Kkkkkkkkkkkk. - Dizia Sam caindo na gargalhada e enxugando uma lágrima que caia de seu olho. - Eu concordo, precisamos mesmo nos livrar desse encosto. - Ela retomava seu fôlego ao falar e olhava pela janela. - Olha só, estamos chegando, não vamos precisar nos preocupar por muito mais tempo.

No horizonte, a silhueta de uma ilha se formava. Bimgo Bingo já podia ser vista e em breve chegariam.

POST 19

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Akira Suzuki:
 

Considerações:
 
OFF:
 
XIII

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ceji
Caçador de Recompensas
Caçador de Recompensas
Ceji

Créditos : 2
Warn : Along Comes A Spider - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 04/02/2013

Along Comes A Spider - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 6 EmptyQui 03 Set 2020, 18:05

Despedidas - Parte Final

Sem Formantis perturbando, finalmente podia relaxar um pouco mais. Mesmo que ainda estivesse um bocado irritado com a cena de antes, uma certa animação tomava conta de mim após ouvir o comentário de Sam, após ouvir que nos aproximavamos de Bingo Bingo - Sério?! - Exclamava, com um humor diferente, tentando olhar pela janela pra ver o que minha companheira dizia. O pontinho marrom no horizonte parecia lentamente crescer, assim como minha animação e ansiedade com a ilha; a cada segundo que passava eu queria ver aquele lugar, depois de tudo o que Sam havia dito sobre, mas o receio das tais mafias fazia minha imaginação voar alto, e não de uma forma boa. No fundo da minha mente, minha ansiedade começava a me fazer pensar demais - "E se reconhecerem Sam e retaliarem?" - Cogitava, já que ser Martinelli a tornava talvez inimiga das outras mafias, mas ser Martinelli fugitiva não deveria ser algo bem visto na própria família - "E se tiver taxa? Mafias são rigorosas, né? E se eles não forem com a minha cara? E se...! - a ansiedade atacava de tal forma que quase doia fisicamente, mas tentava parar aqueles pensamentos antes que continuassem. Eu não podia ser derrotado pela minha própria cabeça antes mesmo de pisar na ilha, e ficar pensando demais nas coisas infelizmente nem sempre era algo bom.

Tentando me acalmar, pegava minha garrafa térmica de café e bebia um pouco, afastando aquele nervosismo e ingerindo a cafeína que meu corpo pedia e felizmente já estava mais do que acostumado. Antigamente o café talvez me deixasse mais agitado, mas hoje em dia nem evitar direito o sono ele fazia, de tão habituado que estava. Deixando os pensamentos loucos de lado e agora com abstenção mais no presente, mais uma vez observava o lado interno do trem com admissão. Mesmo que fosse bem caro, o Expresso Oceânico era uma dádiva para aquele tipo de viajem, mal dava pra comparar com a viajem de navio. Navegar demorava semanas e semanas pra ir de uma ilha a outra, era uma espera interminável e exaustiva, mas de trem realmente fazia parecer uma viajem, algo mais casual, e isso me deixava muito impressionado. Tinha um pouco de medo de acabar "viciando" no Expresso, pela grande facilidade, claro, mas dificilmente abandonaria os navios, senão sentiria que o tempo que gastei aprendendo a navegar iriam para a lata do lixo.

Enquanto nos aproximavamos da ilha, me mantinha pouco falante, olhando para a janela, vendo a terra se aproximar com expectativa. Quando finalmente fosse possível identificar as estruturas na costa da ilha, minha perna direita começaria a ir pra cima e pra baixo, com a ansiedade se mostrando de uma forma mais casual. Aquela ilha havia sido uma das primeiras que ouvi falar na Grand Line, por Sam, lá no Farol ainda, e finalmente me aproximar dela parecia algo maior do que realmente era. Quando o desembarque acontecesse, não tardaria pra me levantar do assento e começar a me arrumar para fazer todos os processos do desembarque - V-vamos Sam! Chegamos! - Dizia, um pouco nervoso, indo de um lado para o outro quase como uma barata tonta. Logo tomaria o foco, recolhendo o que estava comigo ali, e saindo pra fazer as burocracias e pegar as coisas nos outros vagões. Primeiro iria até Marsh, onde a abracaria - Desculpa a demora, chegamos! - Dizia, então indo pegar minha mala e ir recolher Formantis. Desamarraria ele do trem, mas manteria as amarras nas mãos, e, se ele houvesse crescido denovo com um possível fim do efeito do meu poder, aplicaria denovo pra ele continuar baixinho e fraco - "Ainda tá temporário? Tenho que treinar mais com esse poder" - Pensava, antes de pega-lo e erguelo até as costas de Marsh, prendendo-o na cela - Marsh, carrega ele por enquanto, ok? - Pedia, assim como ela tinha feito no farol, mas agora provavelmente mais fácil por estar mais leve. Assim, com tudo pronto, e esperando Sam pegar suas próprias coisas, sairia, indo encarar as ruas de Bingo Bingo pela primeira vez.
PARA O AVALIADOR:
 

Histórico do Ceji:
 

Horu Horu no Mi:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

R.I.P. Lars:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Along Comes A Spider - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: Along Comes A Spider   Along Comes A Spider - Página 6 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Along Comes A Spider
Voltar ao Topo 
Página 6 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Grand Line - Paradise (Paradaisu) :: Ilha Aracne-
Ir para: